Política Comercial. DISTRIBUIDOR: Setor Comercial e Qualidade. ED. DATA DESCRIÇÃO DA REVISÃO ELAB. VERIF. APR.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Política Comercial. DISTRIBUIDOR: Setor Comercial e Qualidade. ED. DATA DESCRIÇÃO DA REVISÃO ELAB. VERIF. APR."

Transcrição

1 Folha: 1 de 7 RELAÇÃO DE CARGAS COM RESTRIÇÃO DE TRANSPORTE Tendo em vista os transtornos e prejuízos constantes na nossa rotina, estamos determinando que: não negociem, não coletem e nem recepcionem mercadorias que se enquadrem na relação abaixo. Obs: Devemos esclarecer aos nossos clientes, nossa preocupação em preservar a qualidade dos nossos serviços, e que, portanto, nossa recusa é devido a uma padronização de serviços, não havendo possibilidade de efetuarmos exceções. Não Transportamos 1. Mercadorias sem embalagens adequadas ou com as mesmas em precárias condições, cujo transporte e manuseio em condições normais não resistam, provocando avarias e extravios; 2. Mercadorias sem documentação fiscal ou com a mesma vencida ou inidônea; 3. Máquinas em geral - só será realizado o transporte se estiverem em embalagem adequada. Caso não esteja, somente através de autorização da Gerência ou Diretoria Comercial; 4. Mármore, Pisos, Louças e Cerâmicas em geral só será realizado o transporte se estiverem em embalagem adequada. Caso não esteja, somente através de autorização da Gerência e/ou Diretoria Comercial; 5. Mudanças em Geral e Obras de arte (quadros montados, telas, esculturas); 6. Vidros em geral - só será realizado o transporte se estiverem em embalagem adequada. Caso não esteja, somente através de autorização da Gerência ou Diretoria Comercial; 7. Baldes, bombonas ou tonéis com indícios de vazamentos, normalmente reaproveitados, provocando facilmente vazamentos de líquidos; 8. Produtos Radioativos e Químicos Perigosos e Classificados; 9. Produtos de joalheria (relógios, jóias e semijóias); 10. Armas e munição; 11. Transporte de valores (Tickets / cartões alimentação, cartão de credito, talões de cheques, etc...). 1

2 Folha: 2 de 7 NOTA: Quando houver uma carga que compreenda a lotação do veículo, ficará a critério da Gerência e/ou Diretoria Comercial a autorização para fechamento da prestação do serviço. Da mesma forma, poderá ser feita uma conjugação de embarques com o mesmo tipo de mercadorias, como por exemplo, mesmo tipo de mercadorias para dois ou mais clientes. É indispensável avaliar toda a extensão do percurso, da coleta ao destinatário final. Para o caso dessa exceção, deve haver um planejamento prévio. Ajustando-se o frete para possíveis entregas exclusivas, extensão da viagem pelo próprio carreteiro, etc. 1) CIDADES ATENDIDAS: Para cargas fracionadas, atendemos todas as cidades constantes das regiões Sul e Sudeste do Brasil, conforme os prazos estipulados na relação de praças. Para cargas de lotação/transferência, atendemos todas as cidades das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro Oeste do Brasil, conforme os prazos estipulados na relação de praças. 2) REENTREGAS E DEVOLUÇÕES: Será cobrado automaticamente 50% do valor do frete original para REENTREGA e 100% para DEVOLUÇÃO, somente nos casos onde o motivo pelas mesmas seja de responsabilidade do remetente ou destinatário. Caso a responsabilidade pela devolução da carga seja da JFW, não deverá ser cobrado. 3) PRAZOS DE FATURAMENTO / PAGAMENTO: PADRÃO: Semanal / 14 dias 4) FRETE COMBINADO: Para clientes NÃO cadastrados e clientes cadastrados, deverá seguir sempre os procedimentos abaixo: Utilizar primeiramente as tabelas padrões cadastradas no sistema; Caso necessite fazer um diferencial na cotação, deverá enviar à Gerência Comercial informando o Valor Total do Frete e No. da Cotação, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Faturista da unidade de origem; Título do FRETE COMBINADO COTAÇÃO No. XXXX 2

3 Folha: 3 de 7 5) CORTESIAS: É liberada a concessão de cortesias somente para cargas sem coleta e sem entrega (cliente leva a carga até a unidade de origem e retira na unidade de destino) conforme abaixo: Enviar para a Gerência ou Diretoria Comercial informando os dados do CTRC para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Faturista da unidade de origem; Título do FRETE CORTESIA Nome do Cliente - EXCEÇÕES: para carga com coleta e com entrega, somente com autorização da Gerência ou Diretoria Comercial. 6) PRAZO DE COLETAS: Polo São Paulo: Coletas solicitadas até as 10h serão coletadas no mesmo dia. Polo BH: Coletas solicitadas até as 10h serão coletadas no mesmo dia. Demais Unidades: Coletas solicitadas até as 14h serão coletadas no mesmo dia. Se por algum imprevisto não conseguir coletar, no dia seguinte terá que ser coletada impreterivelmente. - EXCEÇÕES: deverão ser negociadas diretamente com o setor operacional. 7) COLETAS e/ou ENTREGAS DEDICADAS: Serão consideradas cargas dedicadas aquelas cujo os veículos forem requisitados para transportes exclusivos. A TVD (Taxa de Veículo Dedicado) é de R$390,00/veículo. 8) CARGAS VOLUMOSAS: Deve ser negociado com cada cliente que tenha perfil de cargas volumosas um Fator de Cubagem, que deverá constar no cadastro, conforme parâmetro abaixo: PADRÃO: 250 Kg/m³ 3

4 Folha: 4 de 7 9) CARGAS LOTAÇÃO/TRANSFERÊNCIA: Cargas com operação totalmente dedicada (Coleta / Transferência / Entrega) com um carro exclusivo. TODAS as cotações deverão ser orientadas pelo setor logístico, para verificação de disponibilidade e aproveitamento de veículo, bem como contratação de agregados. Os parâmetros abaixo são apenas para orientação, não sendo definitivos. PADRÃO: multiplicar o total de km (ida e volta) pelo valor do km (conforme abaixo) + 0,5% sobre o valor da NF (seguro e GRIS) + serviços adicionais (carga, descarga, pedágio, TVD, TDE, etc) Cavalo Toco + Carreta: R$2,20/km Toco / Truck: R$1,75/km 3/4: R$1,50/km Hyundai / Van / Kombi / Fiorino: R$1,25/km Moto: R$1,00/km 10) DIMENSÕES, PESO e VALORES DAS CARGAS: Não conseguimos transportar cargas cujas dimensões excedam as medidas dos baús abaixo: Carreta: 13,00 x 2,40 x 2, Kg Truck: 8,00 x 2,40 x 2, Kg 3/4: 5,00 x 2,40 x 2, Kg - Seguro: R$ ,00 por veículo rastreado - Seguro SEM rastreamento: verificar produtos e sub-limites 11) DESCONTOS EM FATURAS: Antes de conceder o desconto em fatura, tentar negociar o mesmo para um próximo CTRC / Fatura, para evitar os custos com impostos já recolhidos e/ou despesas bancárias. Caso o Cliente não aceite negociação, proceder conforme abaixo: do CTRC atual + fatura + valor e motivo do desconto, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Contas a Receber da Matriz; Título do DESCONTO Nome do Cliente 4

5 Folha: 5 de 7 12) BAIXAS DE FATURAS BANCÁRIAS: do CTRC atual + fatura + valor e motivo da baixa, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Contas a Receber da Matriz; Título do BAIXA DE FATURA Nome do Cliente 13) PRORROGAÇÃO DE FATURAS BANCÁRIAS: do CTRC atual + fatura + valor e motivo da prorrogação, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Contas a Receber da Matriz; Título do PRORROGAÇÃO DE FATURA Nome do Cliente 14) REVERSÕES DE FRETE: Deverá seguir sempre pela NF ou ter autorização, via , do novo pagador; do CTRC atual + fatura + valor e motivo da reversão, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Contas a Receber da Matriz; Quando a fatura já tiver sido emitida, solicitar baixa de fatura ao Contas a Receber; Título do REVERSÃO DE FRETE Nome do Cliente 5

6 Folha: 6 de 7 15) CADASTRO DE CLIENTES E TABELAS NOVOS: Para TODOS os casos, enviar primeiramente para o Depto de Custos e C/C para Gerência Comercial, do Formulário de Análise de Carga; Com esta ficha, o Depto de Custos irá analisar a saúde financeira e por onde (qual CNPJ) deverá ser faturado; Caso o cliente NÃO esteja aprovado pelo Depto de Custos: A negociação somente poderá prosseguir com a autorização, via , da Gerência ou Diretoria Comercial, e seguindo os mesmos procedimentos abaixo; Caso o cliente esteja aprovado pelo Depto de Custos: Deverá primeiramente enviar a Tabela de Frete acordada, a Gerência ou Diretoria Comercial, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Depto de Custos para posterior cadastro no sistema; Caso a tabela acordada com o cliente seja alguma das Padrões, deverá ser informado o nome da tabela para que seja amarrado no CNPJ; Título do CADASTRO DE CLIENTES E TABELAS Nome do Cliente 16) ALTERAÇÃO DE CADASTRO DE CLIENTES E TABELAS: Deverá primeiramente enviar a NOVA Tabela de Frete acordada juntamente com a ANTIGA, a Gerência ou Diretoria Comercial, para posterior aprovação, e após aprovado deverá encaminhar o para o Depto de Custos para posterior cadastro no sistema; Título do ALTERAÇÃO DE CADASTRO DE CLIENTES E TABELAS Nome do Cliente 17) TABELAS GENERALIDADES PADRÃO: ADValorem: 0,35% sobre o valor total da NF GRIS: 0,15% sobre o valor total da NF com o mínimo de R$ 3,89 Taxa Despacho: R$ 20,00 por CTRC Pedágio: R$ 2,00 por fração de 100 kg (conforme lei n de 23/03/2001) TAS (Tx ADM Fazendária): R$ 2,00 por CTRC Reentregas: 50 % do frete original com o mínimo de R$ 35,00 Devoluções: 100 % do frete original Fator Cubagem: 250 kg/m³ (para cargas volumosas) Prazo de Faturamento: 07 dias (semanal) Prazo de Pagamento: 14 dias, a partir da emissão do CTRC ICMS / ISS: conforme legislação vigente 6

7 Folha: 7 de 7 18) TABELAS SERVIÇOS ADICIONAIS PADRÃO: As taxas abaixo são apenas orientativas, pois nunca deverão ser cobradas sem autorização da área Comercial (Vendedor). TPP (Taxa de Paletização PBR): R$ 35,00 por pallet (considerar kg/pallet) TDE (Taxa de Dificuldade de Entrega): Será cobrado R$ 50,00 para SM, Hipermercados e Magazines. E, demais custos adicionais que tiverem na entrega, serão repassados ao cliente em forma de adicional de frete TAP (Taxa de Armazenagem de Produtos): R$ 15,00 por tonelada dia e ADValorem 0,20% sobre o valor da NF TAD (Taxa de Autenticação de Documentos): R$ 8,50 por documento TAG (Taxa de Agendamentos): R$ 13,50 por CTRC TCE (Taxa de Coleta Especial): Aos sábados, domingos e feriados, serão cobrados 30% do frete original com mínimo de R$ 290,00 TVD (Taxa de Veículo Dedicado): R$ 390,00 por veículo TEV (Taxa de Estadia de Veículos): Toco e 3/4 R$ 280,00 / Truck R$ 310,00 / Carreta R$ 160,00 / Cavalo + Carreta R$ 550,00 (será cobrado após 06h00 de permanência no local) 19) INADIMPLÊNCIA: Deverá ser mantida a níveis aceitáveis pela empresa, devendo para isso ser monitorado semanalmente pelo Depto. Financeiro. Sendo: Atrasos até 5 dias: informar o Vendedor e a Gerência Comercial, podendo coletar e entregar normalmente as cargas; Atrasos superiores a 5 dias: o cliente deverá ser bloqueado, tanto para coleta quanto para entrega, e quando quitar sua pendência com a JFW, terá um prazo de pagamento máximo de 07 dias a partir da emissão do CTRC, pelo menos por um período de 30 dias. 7

COMO CADASTRAR UMA TABELA DE FRETE NO SISTEMA

COMO CADASTRAR UMA TABELA DE FRETE NO SISTEMA COMO CADASTRAR UMA TABELA DE FRETE NO SISTEMA SUMÁRIO COMO CADASTRAR UMA TABELA DE FRETE NO SISTEMA... 3 1. Cadastrar o Nome da Tabela... 3 1ª PASSO: Entrar no Cadastro de JFW-Machado... 3 2ª PASSO: Clicar

Leia mais

Sistema TMS Integrador para Embarcadores

Sistema TMS Integrador para Embarcadores Sistema TMS Integrador para Embarcadores APRESENTAÇÃO DA ACTIVE CORP HISTÓRICO A Active Corp atua a mais de 16 anos fornecendo sistemas completos para o segmento de transporte e logística. Uma das únicas

Leia mais

Planilha Referencial de Custo de Transporte de Carga Seca Fracionada (LTL)

Planilha Referencial de Custo de Transporte de Carga Seca Fracionada (LTL) Planilha Referencial de Custo de Transporte de Carga Seca Fracionada (LTL) A planilha referencial de cargas secas fracionadas (mercadorias de vários embarcadores para vários destinatários, geralmente incluindo

Leia mais

Gerenciamento de Fretes

Gerenciamento de Fretes Gerenciamento de Fretes 1 Gerenciamento de Fretes - Características Solução Standard Transportation (LES) o Inbound (Pedido de Compras Aviso de Recebimento Recebimento Físico (Custo) Revisão de Fatura)

Leia mais

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTOS PARA O TRANSPORTE DE CONTÊINER julho-11 Percurso de ida e volta Contêiner até 25 t Contêiner acima de 25 t até 30

Leia mais

Serviço de Atendimento ao Cliente SAC

Serviço de Atendimento ao Cliente SAC Serviço de Atendimento ao Cliente SAC Índice: 1 - Como Atua o Sac 2 - Ferramentas de Trabalho do SAC 3 - Irregularidades nos dados da Nota Fiscal 4 - Irregularidades na Entrega 5 - Devoluções de mercadoria

Leia mais

Fonte: Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Econômicas - Decope/NTC&Logística

Fonte: Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Econômicas - Decope/NTC&Logística Fonte: Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Econômicas - Decope/NTC&Logística JUNHO/12 Multiplicador 3,50 2,30 1,75 1,40 1,25 1,12 1,05 1,00 de 1 a 10 kg de 11 a 20 kg de 21 a 30 kg de 31 a

Leia mais

Planilha Referencial de Custo de Transporte Rodoviário com Equipamento Silo ( Granéis Sólidos )

Planilha Referencial de Custo de Transporte Rodoviário com Equipamento Silo ( Granéis Sólidos ) Planilha Referencial de Custo de Transporte Rodoviário com Equipamento Silo ( Granéis Sólidos ) DECOPE/NTC A planilha referencial de granéis sólidos foi elaborada pelo DECOPE/NTC&LOGÍSTICA sob supervisão

Leia mais

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil Competência Sistemas para Transportadoras e Soluções Você e sua Empresa em perfeita sintonia Excelência Recursos Tms EXPERIÊNCIA O sistema é composto por módulos que controlam e integram os processos operacionais

Leia mais

Manual de Emissão de CT-E

Manual de Emissão de CT-E Manual de Emissão de CT-E Para a emissão do CT-E deve-se acessar no SCR a opção EXPEDIÇÃO CONHECIMENTOS DIGITAÇÃO DE CT-E. Após acessar a tela de digitação na opção INCLUIR abre a tela abaixo: Deve ser

Leia mais

DINÂMICA TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE CARGAS E ENCOMENDAS LTDA

DINÂMICA TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE CARGAS E ENCOMENDAS LTDA DINÂMICA TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE CARGAS E ENCOMENDAS LTDA RUA DR. TAVARES CORREIA, Nº105 LOJA 02 IMBIRIBEIRA RECIFE PE CEP Nº 51.200-130 - TELEFONES: 3471.7404 3338.1563 Recife-PE. 04 de Janeiro de

Leia mais

MANIFESTO E EXPEDIÇÃO DE CARGAS (PROCESSO DE EMISSÃO DE CT-e)

MANIFESTO E EXPEDIÇÃO DE CARGAS (PROCESSO DE EMISSÃO DE CT-e) 1. OBJETIVO Padronizar a sistemática de emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) e Manifesto de Cargas Intermunicipais e Interestaduais da Irapuru. 2. REGRAS / CONSIDERAÇÕES GERAIS É de

Leia mais

Política de Atendimento de Lubrificantes. Índice. Item Tópico Página. 1. Introdução e Propósito 2. 2. Nossa Missão 2. 3.

Política de Atendimento de Lubrificantes. Índice. Item Tópico Página. 1. Introdução e Propósito 2. 2. Nossa Missão 2. 3. Política de Atendimento de Lubrificantes Índice Item Tópico Página 1. Introdução e Propósito 2 2. Nossa Missão 2. CALL Center 2 e. Disponibilidade de Produtos.1 Pedidos Mínimos.2 Tipos e Características

Leia mais

Recomendações para as Empresas Transportadoras de Medicamentos (Produtos Farmacêuticos)

Recomendações para as Empresas Transportadoras de Medicamentos (Produtos Farmacêuticos) Recomendações para as Empresas Transportadoras de Medicamentos (Produtos Farmacêuticos) Estudo da NTC juntamente com a empresa Jogsolutions indica que o transporte de medicamentos no Brasil sofreu grandes

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres de Exportação.... 7 Serviços para Contêineres

Leia mais

Descrição dos registros e campos do sistema SoftNews-CTE

Descrição dos registros e campos do sistema SoftNews-CTE Descrição dos registros e campos do sistema SoftNews-CTE 100 - Registro de consulta cadastro do Contribuinte 02 UF do contribuinte 03 CNPJ ou CPF do contribuinte Se for pessoa física, deverá conter apenas

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres e Cargas Soltas de Exportação... 7 Serviços

Leia mais

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009 INTRODUÇÃO FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA 1.1 - Recomenda-se a leitura deste manual antes de utilizar os recursos concedidos pelo FACS. O manual está disponível no site http://www.facsmt.com.br. 1.2

Leia mais

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00 TABELA DE PREÇOS SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) Transporte Costado Navio Operador Portuário até a Transbrasa Container 20 Pés Container 40 Pés Margem Direita R$ 430,00 R$ 460,00 Margem Esquerda

Leia mais

Solução para Automação Comercial

Solução para Automação Comercial Solução para Automação Comercial Programa Aplicativo Fiscal Emissor Cupom Fiscal (PAF-ECF) Impressoras Fiscais Permite comunicação com diversos modelos de impressoras fiscais, tais como: Daruma, Bematech,

Leia mais

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY A DEAK Sistemas define como Treinamentos Básicos In Company a apresentação dos diversos módulos que compõem o ERP aos usuários. O Objetivo é apresentar cada módulo do ERP através de suas telas, campos

Leia mais

SFT. Sistema de Faturamento

SFT. Sistema de Faturamento SFT Sistema de Faturamento SISTEMA DE FATURAMENTO - STF O primeiro passo para utilização do Sistema de Faturamento STF, é configurar os Parâmetros do Sistema: Módulo Utilitários: Parâmetros Cadastrar a

Leia mais

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS NÚMERO CIR.FIN.MAT.0001 Elaborada em: 08/08/2011 Atualizada em: - Quant. Páginas DEPARTAMENTO DE ORIGEM Departamento Finanças 5 1 Objetivo Este documento tem como objetivo

Leia mais

CORPORATE SYSTEMS, GESTÃO DE ARMAZÉNS.

CORPORATE SYSTEMS, GESTÃO DE ARMAZÉNS. CORPORATE SYSTEMS, GESTÃO DE ARMAZÉNS. O Storage é um conjunto de soluções desenvolvidas para gerenciar de forma estratégica e operacional os Armazéns de Granel ( Sólido e Líquido). Possibilita a gestão

Leia mais

Onde transportadoras e cargas se encontram TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TRANSPORTAR SUA CARGA

Onde transportadoras e cargas se encontram TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TRANSPORTAR SUA CARGA Onde transportadoras e cargas se encontram TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TRANSPORTAR SUA CARGA Guia do Transporte Saiba como enviar sua encomenda. Dicas gerais CARGOBR oferece uma ferramenta simples

Leia mais

PROGRAMA ESPECIAL DE VENDAS DIRETAS A UNAFISCO ASSOCIAÇÃO

PROGRAMA ESPECIAL DE VENDAS DIRETAS A UNAFISCO ASSOCIAÇÃO PROGRAMA ESPECIAL DE VENDAS DIRETAS A ASSOCIADOS DO UNAFISCO ASSOCIAÇÃO Objetivo O presente Programa de Vendas tem por objetivo estabelecer critérios e procedimentos para a comercialização de produtos

Leia mais

Política Comercial para Clientes e Representantes KNOCKOUT FITNESS

Política Comercial para Clientes e Representantes KNOCKOUT FITNESS Política Comercial para Clientes e Representantes KNOCKOUT FITNESS Uma das principais preocupações da KNOCKOUT FITNESS é oferecer aos nossos clientes produtos da mais alta qualidade, entregues no prazo

Leia mais

MANUAL DE ADAPTAÇÕES PARA CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO (CT-e)

MANUAL DE ADAPTAÇÕES PARA CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO (CT-e) MANUAL DE ADAPTAÇÕES PARA CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO (CT-e) 1. Configuração do Componente Criar a pasta..\bin\cte\schemas e descompactar o arquivo PL_CTe_103.zip com os schemas do CTe. Colocar

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Consignação Mercantil é a operação entre duas empresas

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes.

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Neste guia você encontrará informações importantes para suas vendas e

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Cartão de crédito corporativo

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Cartão de crédito corporativo pág.: 1/4 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos referentes à utilização do cartão de crédito corporativo para pagamento das despesas de viagem e deslocamento dos empregados a serviço da COPASA

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES 1 GENERALIDADES As operações de crédito da Cooperativa serão realizadas dentro das normas fixadas pelo Estatuto Social, pelas normas legais, as do Banco Central do Brasil e por este Regulamento. 2 OBJETIVO

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

TÍTULO 17 VENDA DE PONTAS DE ESTOQUE DA CONAB Documento 2 - Edital de Venda de Pontas de Estoque

TÍTULO 17 VENDA DE PONTAS DE ESTOQUE DA CONAB Documento 2 - Edital de Venda de Pontas de Estoque REGULAMENTO DE VENDA CONAB/DIRAB/DECEG Nº 001/97 A COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO-CONAB, empresa pública federal vinculada ao Ministério da Agricultura e do Abastecimento, torna público as condições

Leia mais

Características do Sistema:

Características do Sistema: Características do Sistema: - Os Módulos funcionam Integrados ou Individualmente - Totalmente Parametrizado - Integrado qualquer ERP do Mercado - Interface com qualquer Banco de Dados - Todos os Relatórios

Leia mais

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR 1º Passo: Registro da empresa Atualizar o objeto social da empresa incluindo a atividade de importação e os tipos de produtos que serão

Leia mais

Faça a gestão de sua clínica de maneira eficaz, com os softwares do SisHOSP. www.sishosp.com.br (19) 3241.3535

Faça a gestão de sua clínica de maneira eficaz, com os softwares do SisHOSP. www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Faça a gestão de sua clínica de maneira eficaz, com os softwares do SisHOSP www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Escolha o software de Gestão que se preocupa com sua produtividade. Clínicas Médicas necessitam

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

APRENDA A CALCULAR CORRETAMENTE O FRETE NO SEU E-COMMERCE E VENDA MAIS!

APRENDA A CALCULAR CORRETAMENTE O FRETE NO SEU E-COMMERCE E VENDA MAIS! APRENDA A CALCULAR CORRETAMENTE O FRETE NO SEU E-COMMERCE E VENDA MAIS! INTRODUÇÃO As tabelas de frete são as referências das transportadoras para definir seus preços. Elas contêm inúmeras variáveis (as

Leia mais

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS 1 NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS Todas as normas devem ser lidas atentamente antes da submissão da proposta de pesquisa, bem como antes da realização

Leia mais

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS 1. IMPORTAÇÃO 1.1. ARMAZENAGEM: A Contêineres (R$/Contêiner) Até o 10º dia (por período) 290,00 355,00 Do 11º ao 15º dia (por período) 275,00 325,00 Do 16º ao 20º dia (por período) 305,00 357,00 Do 21º

Leia mais

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp) SUMÁRIO 1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)... 3 2 REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA... 4 3 ACESSO AO SISTEMA (ATORES: TRANSPES/ CLIENTE)... 5 4 PRIMEIROS PASSOS (CADASTROS)... 7 4.1 Cadastros de

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Roteiro Básico para Exportação

Roteiro Básico para Exportação Roteiro Básico para Exportação As empresas interessadas em efetuar exportações deverão, em primeiro lugar, inscrever-se no RADAR, que corresponde ao Registro de Exportadores e Importadores da Inspetoria

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

Política de entrega, troca e devolução de produtos

Política de entrega, troca e devolução de produtos Política de entrega, troca e devolução de produtos Este documento é parte integrante do Pedido de Venda / Termos e Condições de aquisição de produtos da MADEPAL. Caso haja con ito entre o pedido e o expresso

Leia mais

Orientações ao Contribuinte

Orientações ao Contribuinte FIM DO RECOLHIMENTO DE ICMS E MULTAS NOS POSTOS FISCAIS Orientações ao Contribuinte Versão 1.0 - outubro de 2010. Apresentação A Secretaria de Estado da Tributação divulga este Informativo sobre o término

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 2 Aceite das disposições contratuais pelo consumidor... pág. 02 3 Cuidados antes de confirmar

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT.

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Versão: 01/2013 As presentes instruções aplicam-se a todas as Operações de Transportes

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES OPERAÇÕES COM VENDA DE VEÍCULOS ADQUIRIDOS EM CONSIGNAÇÃO E VENDA DE VEICULOS USADOS ADQUIRIDOS PARA REVENDA

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES OPERAÇÕES COM VENDA DE VEÍCULOS ADQUIRIDOS EM CONSIGNAÇÃO E VENDA DE VEICULOS USADOS ADQUIRIDOS PARA REVENDA CARTILHA DE ORIENTAÇÕES OPERAÇÕES COM VENDA DE VEÍCULOS ADQUIRIDOS EM CONSIGNAÇÃO E VENDA DE VEICULOS USADOS ADQUIRIDOS PARA REVENDA www.contabilidadearthuso.com.br 1 1-OPERAÇÕES DE CONSIGNAÇÃO COM VEÍCULOS:...

Leia mais

Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 OBJETIVO: Esta política tem por objetivo estabelecer as diretrizes para as Prestações de Contas referentes às despesas ocorridas

Leia mais

Termo e condições de prestação de serviço Correios Encomenda Pré-Paga via Internet

Termo e condições de prestação de serviço Correios Encomenda Pré-Paga via Internet Termo e condições de prestação de serviço Correios Encomenda Pré-Paga via Internet Leia atentamente antes da aceitação e utilização do serviço. 1. SERVIÇO Correios Encomenda Pré-paga via Internet é o serviço

Leia mais

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros.

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros. Visual Rodopar Data : 01/10/09 Página 1 de Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros. Relação dos Tópicos a serem vistos neste manual

Leia mais

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor.

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. acompanhado dos cartões de embarque originais utilizados; f) A FAPERJ não aceitará o pagamento

Leia mais

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS Introdução ao SAV Prezado Cliente SAV - Sistema de Agendamento de Veículos visa prover as empresas de transporte de um rápido, eficiente e consistente nível de

Leia mais

Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br

Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br Sistema indicado para empresas que trabalham com produção: Composto de: Configurações Gerais Sistema Multi-Empresa Controle de Acesso Módulo Almoxarifado

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.40 Dezembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DO PRODUTO REVISÃO PRÉ-PAGA ELITE

TERMOS E CONDIÇÕES DO PRODUTO REVISÃO PRÉ-PAGA ELITE TERMOS E CONDIÇÕES DO PRODUTO REVISÃO PRÉ-PAGA ELITE Pelo presente instrumento particular, de um lado, a BLUE MACAW GROUP LTDA., sociedade empresária limitada brasileira, legalmente constituída e existente,

Leia mais

MANUAL DO FORNECEDOR. Setor de Suprimentos

MANUAL DO FORNECEDOR. Setor de Suprimentos MANUAL DO FORNECEDOR Setor de Suprimentos ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. LOCALIZAÇÃO... 3 3. POLÍTICA DA QUALIDADE ISO 9001/2008... 3 4. MISSÃO, VISÃO E VALORES... 4 4.1. MISSÃO... 4 4.2. VISÃO... 4 4.3.

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 25/02/2014 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 Apresentação Apresentamos o Processo de Viagens GENS Manual do Colaborador. Este Manual é parte integrante do Processo de Viagens GENS.

Leia mais

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014 Manual Cartão Pesquisa /CNPq Atualizado em 25/08/2014 Sumário Introdução... 3 Cartão BB Pesquisa... 4 Passo a Passo... 8 Perguntas e Respostas.... 14 Cartão BB Pesquisa O Cartão BB Pesquisa éresultado

Leia mais

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo.

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo. TERMO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS PELA INTERNET Magazine Luiza S/A, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Franca/SP, Rua Voluntários da Franca, nº 1465, inscrita no CNPJ

Leia mais

Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10. 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) [...]

Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10. 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) [...] Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) - Também será admitido o CRLV contendo o número do RNTRC ; (Art. 39 da Res. 3.056/09/ANTT, alterada pela 3.658/11) -

Leia mais

FedEx Univali. Importação. Marco Antônio Sabadin 19 de Setembro de 2011

FedEx Univali. Importação. Marco Antônio Sabadin 19 de Setembro de 2011 FedEx Univali Remessa Expressa na Importação Marco Antônio Sabadin 19 de Setembro de 2011 Agenda FedEx Hoje FedEx Fatos Rotas Internacionais Aeroporto de Viracopos Estrutura FedEx Viracopos Escopo da Apresentação

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais)

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES FCL/FCL (PERÍODOS DE 7 DIAS OU FRAÇÃO) Fixo A

Leia mais

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES Os aplicativos financeiros da MPS - Contas a Receber, Contas a Pagar e Fluxo de Caixa - são utilizados por diversos clientes e possuem todas as funcionalidades operacionais necessárias, além de opções

Leia mais

GARANTIA. Revisão 1 PROCEDIMENTOS COMPONENTES PARA CÂMBIO E DIFERENCIAL

GARANTIA. Revisão 1 PROCEDIMENTOS COMPONENTES PARA CÂMBIO E DIFERENCIAL PROCEDIMENTOS GARANTIA 2015 Revisão 1 mk-mpv-2.15 Moto Peças Transmissões S/A Avenida Hollingsworth, 719 Iporanga Sorocaba/SP CEP 18087-105 Tel: 15 3412.3222 Fax: 15 3412.3280 atendimento@motopecas.com.br

Leia mais

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos:

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos: A sua Solução de Gestão Empresarial O Precision é a solução de Gestão Empresarial de baixo custo que a Maggiore Sistemas disponibiliza para pequenas e médias empresas. Desenvolvido e comercializado em

Leia mais

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1 MÓDULO Básico Grupo Acert - 1 ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta

Leia mais

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero CHECK LIST DO IMPORTADOR Passo a passo para começar do zero ÍNDICE 1) Preparando a empresa 2) Pesquisando fornecedores 3) Calculando os custos 4) Fazendo o pedido 5) Controlando a produção 6) Embarcando

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.30 Novembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO...

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... ÍNDICE 1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... 3 4.1. Integral ato da entrega... 3 4.2. Integral pós-recebimento... 3 4.3. Parcial pós-recebimento...

Leia mais

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e.

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. GESTÃO LOGÍSTICA Emissão de CT-e Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. SUMÁRIO EMISSÃO DE CT-E... 3 Pré-Requisitos... 3 Emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico... 4 Emissão

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO I - Formalização e Aceitação do Pedido 1.1 - O Aceite será automático caso o fornecedor não faça uma recusa parcial ou total, Por escrito no prazo de 2(dois) após o recebimento

Leia mais

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Apresentador: José Alves F. Neto Transporte - conceito ICMS X ISS Como determinar a competência Fato gerador RICMS/SP Artigo 2º - Ocorre

Leia mais

DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA DE PREÇO DE FRETE DE CARGA FRACIONADA PARA UMA TRANSPORTADORA DA REGIÃO METROPOLITANA DO MUNICÍPIO DE BELÉM.

DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA DE PREÇO DE FRETE DE CARGA FRACIONADA PARA UMA TRANSPORTADORA DA REGIÃO METROPOLITANA DO MUNICÍPIO DE BELÉM. DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA DE PREÇO DE FRETE DE CARGA FRACIONADA PARA UMA TRANSPORTADORA DA REGIÃO METROPOLITANA DO MUNICÍPIO DE BELÉM. Leonardo Silva Figueredo (UNAMA) leonardosfigueredo@hotmail.com

Leia mais

SUBCONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE

SUBCONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE 1. OBJETIVO Estabelecer procedimento padrão para subcontratar serviços de transporte de cargas, sem exclusividade, subordinação e dependência, com a finalidade da realização da prestação de serviços de

Leia mais

Bem-vindo à. Aqui, suas remessas internacionais são entregues de forma rápida, precisa e totalmente confiável.

Bem-vindo à. Aqui, suas remessas internacionais são entregues de forma rápida, precisa e totalmente confiável. Bem-vindo à DHL EXPRESS Aqui, suas remessas internacionais são entregues de forma rápida, precisa e totalmente confiável. Conheça as diversas vantagens de enviar com a DHL Express. Confira agora mesmo

Leia mais

SÓLIDA E CONFIAVEL. Também foi eleita e franquia com mais rápido retorno do investimento no Brasil pelo portal Terra.

SÓLIDA E CONFIAVEL. Também foi eleita e franquia com mais rápido retorno do investimento no Brasil pelo portal Terra. LIGADO EM VOCÊ A EMPRESA A é a única Franqueadora no Brasil que constituiu uma franquia que trabalha 24 horas alavancando o seu negócio. Melhor ainda, você tem controle e poder de conferência sobre sua

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA 1 Conteúdo Introdução... 3 Objetivo... 3 Esclarecimentos... 3 O que é considerado garantia... 4 O que são considerados itens de manutenção... 4 O que são considerados materiais

Leia mais

INÍCIO. Definição da Operação de Entrada ou Saída. Cadastro do Tipo de Movimento. Gera Financeiro? Vai Contabilizar? Vai ter Centros de Custos?

INÍCIO. Definição da Operação de Entrada ou Saída. Cadastro do Tipo de Movimento. Gera Financeiro? Vai Contabilizar? Vai ter Centros de Custos? INÍCIO Toda Operação a Ser Criada ou Modificada no Atak Precisa Ser Registrada no Suporte do Atak Redmine. Definição da Operação de Entrada ou Saída Cadastro do Tipo de Movimento Contabilidade Cria o Movimento

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04 CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04 1. As vendas dos produtos da Aperam Inox América do Sul serão efetuadas de acordo com as presentes condições gerais de vendas, ressalvada eventual alteração dos termos

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Benefícios do Módulo Comercial Permite a visualização em tempo real e o acompanhamento do fechamento de novos negócios, através do controle de cotações e pedidos de venda.

Leia mais

OPERAÇÃO LOGÍSTICA CL CLIENTES DIVERSOS

OPERAÇÃO LOGÍSTICA CL CLIENTES DIVERSOS 1. OBJETIVO Estabelecer procedimento padrão para todos os colaboradores da Irapuru que estão envolvidos na operação logística dos de recebimento, armazenagem e expedição. 2. REGRAS/CONSIDERAÇÕES GERAIS

Leia mais

Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda.

Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda. Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda. 1. Aplicabilidade 2. Entrega 3. Preços e pagamentos 4. Inspeção 5. Garantia 6. Cancelamento 7. Subcontratação e Cessão 8. Código de conduta 9. Saúde

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Soma do IPI ao total da NF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Soma do IPI ao total da NF Soma do 13/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Base de cálculo... 4 3.2. Emissão da Nota Fiscal com IPI... 5

Leia mais

Cadastro de Tabelas de Preços

Cadastro de Tabelas de Preços Cadastro de Tabelas de Preços Para incluir uma nova tabela de preço de produtos, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Cadastros em seguida clique na opção Tabelas de

Leia mais

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras MÓDULO Básico ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta apresentação exemplifica

Leia mais

INTHEGRA TALENTOS HUMANOS

INTHEGRA TALENTOS HUMANOS INTHEGRA TALENTOS HUMANOS OPORTUNIDADES DE TRABALHO Acesse e Cadastre-se: www.inthegrath.com.br RUA GENERAL OSORIO, 97 FUNDINHO 34-3234-6400 Analista Contábil (ITH 3173): Cursando Superior em Ciências

Leia mais

SEGURADORA /////////////////////////////////////////////////////////////// Você tranquilo. Seu bem protegido.

SEGURADORA /////////////////////////////////////////////////////////////// Você tranquilo. Seu bem protegido. /////////////////////////////////////////////////////////////// Você tranquilo. Seu bem protegido. SOBRENÓS Há 23 anos no mercado, o Grupo Suhai é uma das maiores empresas de segurança do país. Pelo terceiro

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO 08/10/2014 1 SUMÁRIO 1. Objetivo 1.1 Abrangência 2. Definições, terminologia e siglas 3. Procedimento Operacional Padrão Transporte Terceirizado 3.1. Contratação 3.2. Pagamento 3.2.1. Mensalistas 3.2.2.

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS Vigência: 15/03/2014 a 14/03/2015 ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS OPERAÇÃO PORTUÁRIA - Tarifas devidas pelo armador, agente de navegação ou requisitante - A. OPERAÇÃO

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais