Fundada em 1948, a AIESEC é a maior organização

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundada em 1948, a AIESEC é a maior organização"

Transcrição

1

2 Fundada em 1948, a AIESEC é a maior organização internacional de estudantes universitários e recém-licenciados, identificandose como uma plataforma para os jovens descobrirem e desenvolverem o seu potencial, activando a sua liderança de modo a que se tornem agentes de mudança capazes de criar um impacto positivo na sociedade. Com uma network internacional de 114 países, a AIESEC tem cerca de membros distribuídos pelas universidades em que está presente, desenvolvendo por ano mais de oportunidades de liderança e proporcionando mais de intercâmbios internacionais. "Trabalhar com a AIESEC tem sido muito recompensador. Um grupo de jovens dinâmicos, activos, competentes e atentos às necessidades da empresa com resposta pronta às dificuldades que vão surgindo. É de louvar todo o apoio que prestam às pessoas deslocadas, minimizando desta forma a sensação de estar longe do seu país. Teresa Aguiar Direcção de Recursos Humanos UNICER Em 2011, a AIESEC ganhou o prémio da International Student Identity Card (ISIC) Association, uma nova iniciativa que premeia organizações internacionais que tenham sido bem-sucedidas em projectos que aumentem o acesso à educação a nível mundial. The principal goal of education is to create people who are capable of doing new things, not simply of repeating what other generations have done. (Jean Piaget, Swiss cognitive psychologist)

3 A sociedade contemporânea atravessa um período de crise, a todos os níveis. O estilo de vida que praticamos, aliado a todos os factores externos a que estamos sujeitos acabam, inevitavelmente, por ter consequências negativas ao nível do nosso bemestar psicológico. E os números falam por si: 450 milhões de pessoas no mundo sofrem de problemas mentais. Portugal tem uma taxa de distúrbios mentais 23% acima da média europeia. 1/5 adolescentes sofre de algum problema emocional, comportamental ou de desenvolvimento e 10% dos estudantes do ensino universitário já ponderou o suicídio. A AIESEC acredita que os jovens em instituições do 3º ciclo de ensino estão numa posição única para activar a mudança deste panorama, já que estão numa fase de desenvolvimento particularmente favorável à aquisição de novas atitudes e, consecutivamente, novos comportamentos.

4 Acorda, Conhece, Sonha, Aceita. Liberta-te! A AIESEC está a desenvolver o Free Your Mind (FYM), um projecto piloto que pretende auxiliar os jovens em instituições de ensino do 3º ciclo a terem um papel activo no seu bem-estar psicológico, através da criação de espaços abertos de discussão e partilha únicos. Como? Para tornar este projecto possível, viajarão para Portugal quatro voluntários estudantes universitários internacionais de diferentes áreas, que receberão formação e orientação directa dentro da temática do bem-estar psicológico, bem como de estratégias e metodologias pedagógicas. Após a formação, os voluntários irão dinamizar, nas escolas, sessões semanais de aprendizagem nãoformal, focadas no desenvolvimento de soft skills (assertividade, autoconhecimento, entre outras) e na expansão da literacia da saúde mental (crenças, conhecimentos e atitudes relativas à saúde mental), pilares de base do bem-estar psicológico. O projecto termina, em cada escola, com o FYM Day - Pretende-se criar um dia verdadeiramente especial, que torne a apresentação do projecto a toda a escola e comunidade escolar, uma jornada inovadora e estimulante, estando presentes, para além da equipa do projecto, oradores convidados. Projecto piloto: 4 escolas 4 voluntários internacionais 4 eventos ( FYM Day ) Aprendizagem não-formal Impacto em mais de 480 jovens Datas Importantes: 18 Jan - 1 Mar : Realização do projecto Jan: Formação dos voluntários 21 Jan - 28 Fev: Sessões semanais 1 Mar: FYM Day

5 Curto prazo: Aquisição de soft skills (como a assertividade, auto-estima, capacidade de resolução de conflitos, etc), potencialização de talentos e de estilos de vida saudáveis, bem como a expansão da literacia da saúde mental (conhecimentos e crenças adequadas relativas a questões de saúde mental) por parte dos alunos directamente envolvidos. Exposição a novas culturas e hábitos, mediante a interacção entre os voluntários e a comunidade escolar. Sensibilização para a importância do bem-estar psicológico bem como da destigmatização e mudança de preconceitos relativamente às doenças mentais, quer entre a comunidade escolar, os voluntários internacionais, os membros da AIESEC, as empresas e ong s parceiras e todos os indivíduos directamente e indirectamente envolvidos no projecto. Longo prazo: Mudança efectiva de comportamentos nos jovens, tornando-os mais conscientes e com maior abertura de mente, sendo mais capazes de responder aos desafios do dia-a-dia e explorar todo o seu potencial. Maior compreensão e tolerância entre culturas diferentes, criando uma maior capacidade de comunicação e união entre diferentes países, estabelecendo uma rede de trabalho global. Maior investimento ao nível do bem-estar psicológico, quer a nível individual como comunitário, promovendo-se programas de intervenção e acções de sensibilização nesse sentido, bem como a nível da destigmatização e desconstrução de preconceitos e estigmas associados às doenças mentais. Tell me and I ll forget. Show me and I may not remember. Involve me and I will understand. (provérbio chinês)

6 Change will not come if we wait for some other person, or if we wait for some other time. We are the ones we've been waiting for. We are the change that we seek. - Barack Obama Ao torna-se parceiro do FYM está a contribuir de forma directa para a mudança positiva daqueles que serão os líderes do futuro, contribuindo para solucionar aquele que é um dos grandes desafios da actualidade. Está a desenvolver um clima de maior abertura, união e entendimento, quer a nível cultural como humano. Está a assegurar a continuidade de uma sociedade sustentável. Associar-se ao FYM é, também, dar o próximo grande passo: ser a mudança que quer ver no mundo.

7 Lembre-se sempre: Apoiar a AIESEC nos seus objectivos é ser Socialmente Responsável. Os objectivos pelos quais a AIESEC foi criada mantêm-se e o fôlego dos seus membros é agora maior que nunca. PARCEIROS NACIONAIS PRINCIPAIS PARCEIROS LOCAIS LOCAL EXCHANGE PARTNERS LOCAL LEARNING PARTNERS

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO MOTIVAR PARA O SUCESSO PRESSUPÕE INTERESSE, INVESTIMENTO, DISPONIBILIDADE, VONTADE, COMPETÊNCIA E ENVOLVIMENTO DE TODOS OS INTERVENIENTES NO PROCESSO EDUCATIVO!

Leia mais

Projecto Jovens anos

Projecto Jovens anos Projecto Jovens 18-24 anos Introdução Os jovens 18/24 anos - constituem o grupo etário com maior índice de sinistralidade rodoviária. Na realidade, constituíram entre 2003 e 2007, 16.0% dos mortos e 18.7%

Leia mais

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ é uma organização dedicada a promover o empreendedorismo e inspirar os jovens a adoptarem uma atitude audaz face a um mundo

Leia mais

AIESEC EDUCATION' 'Changing the World with. O que é a

AIESEC EDUCATION' 'Changing the World with. O que é a O que é a AIESEC Fundada em 1948, a AIESEC é a maior organização internacional de estudantes universitários e recém-licenciados, identificando-se como uma plataforma para os jovens descobrirem e desenvolverem

Leia mais

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO Apresentação do Projecto Escola E.B 2,3 Passos José OBJECTIVOS GERAIS Fomentar a integração dos alunos no contexto escolar, promovendo o sucesso educativo Agir preventiva

Leia mais

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2016 Refª: 027 Futuro Jovem Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Colectiva. Crianças e Adolescentes. Variável. Nome da prova: Autor(es): Versão: Portuguesa

Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Colectiva. Crianças e Adolescentes. Variável. Nome da prova: Autor(es): Versão: Portuguesa Nome da prova: Autor(es): Versão: Tipo de aplicação: População: Tempo de aplicação: Objectivos: Materiais incluídos no jogo (kit) completo: Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Portuguesa

Leia mais

I (Comunicações) CONSELHO

I (Comunicações) CONSELHO I (Comunicações) CONSELHO Resolução do Conselho e dos Representantes dos Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, sobre o reconhecimento do valor da aprendizagem não formal e informal no domínio

Leia mais

Inauguração das instalações cedidas ao Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental

Inauguração das instalações cedidas ao Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Dr. Isaltino Afonso Morais Inauguração das instalações cedidas ao Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar de Lisboa

Leia mais

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012 JORNADAS DE REFLEXÃO 6 e 7 de Setembro 2012 Formação Científica Sólida BOM POFESSOR Competências Pedagógicas Envolvimento e Sucesso dos Alunos CONCEITO DE ANDRAGOGIA PEDAGOGIA ANDRAGOGIA Educação de Adultos

Leia mais

Resultados do Projeto de Melhoria 5ª Edição da Semana Aberta. Um Espaço Aberto à Comunidade

Resultados do Projeto de Melhoria 5ª Edição da Semana Aberta. Um Espaço Aberto à Comunidade Resultados do Projeto de Melhoria 5ª Edição da Semana Aberta Um Espaço Aberto à Comunidade Fevereiro / 2015 INDÍCE Semana Aberta Um Espaço Aberto à Comunidade Relatório Anual I. Introdução II. III. IV.

Leia mais

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO DOSSIER DE APRESENTAÇÃO O índice de desemprego jovem atinge os 34,8% em Portugal, umas das maiores taxas de desemprego jovem na União Europeia. in Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2015, Organização

Leia mais

Todos Contam para uma cidadania financeira responsável

Todos Contam para uma cidadania financeira responsável FINKIT LITERACIA FINANCEIRA Todos Contam para uma cidadania financeira responsável LÚCIA LEITÃO BANCO DE PORTUGAL 28 de março de 2017 A FORMAÇÃO FINANCEIRA PROMOVE UMA CIDADANIA FINANCEIRA RESPONSÁVEL

Leia mais

Apoio ao Empreendedorismo

Apoio ao Empreendedorismo Apoio ao Empreendedorismo Participação gratuita Actividades de apoio ao empreendedorismo para jovens e adultos programa de 8 dias Mais Informações em www.cm-coimbra.pt ou pelo Telef. 239 828 078 (Cristela

Leia mais

CNaPPES % dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet. 90% dos jovens usam redes sociais

CNaPPES % dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet. 90% dos jovens usam redes sociais CNaPPES.16 Gabinete de Apoio ao Tutorado GATu Isabel Gonçalves - Sofia Sá - Gonçalo Moura - Rita Wahl 97% dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet (Pew Research Center s Internet & American Life

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 070 Gabinete de Apoio Jovem Futuro + Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60

Leia mais

Campanha de sensibilização do pnase

Campanha de sensibilização do pnase São Tomé, 28 de Fevereiro de 2017. Campanha de sensibilização do pnase Em alusão a 1 de Março, Dia Africano da Alimentação Escolar, o Ministério da Educação Cultura de São Tomé e Príncipe dá início à campanha

Leia mais

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)?

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O Liderança para a Mudança é um programa de aprendizagem activa para o desenvolvimento dos enfermeiros como líderes e gestores efectivos num ambiente

Leia mais

Descrição do Curso de Verão

Descrição do Curso de Verão Descrição do Curso de Verão Portugal - 1 de 7 - Introdução O BEST Board of European Students of Technology é uma associação sem fins lucrativos, políticos ou religiosos que reúne estudantes de Engenharia,

Leia mais

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Iª JORNADAS IGOT DOS PROFESSORES DE GEOGRAFIA Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Maria Helena Esteves 7 de Setembro de 2013 Apresentação O que é a Educação para a Cidadania Educação

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

Grau I. Perfil Profissional. Grau I

Grau I. Perfil Profissional. Grau I Perfil Profissional O corresponde à base hierárquica de qualificação profissional do treinador de desporto. No âmbito das suas atribuições profissionais, compete ao Treinador de a orientação, sob supervisão,

Leia mais

Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil. Plano de Acção. Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR

Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil. Plano de Acção. Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil Plano de Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR ACÇÃO N.º I CONFERÊNCIA: Os Direitos das Crianças Gerais Específico Recursos a Afectar Calendarização

Leia mais

Curso-Piloto de Formação de Consultores de Negócios. Módulo 2 Compreender o próprio negócio

Curso-Piloto de Formação de Consultores de Negócios. Módulo 2 Compreender o próprio negócio José Soares Ferreira Projecto financiado com apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável pela utilização que dela

Leia mais

INICIATIVA NOVAS OPORTUNIDADES. Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social Ministério da Educação

INICIATIVA NOVAS OPORTUNIDADES. Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social Ministério da Educação INICIATIVA NOVAS OPORTUNIDADES Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social Ministério da Educação INDICE 1. OBJECTIVO 2. PORQUÊ A INICIATIVA? 3. PARA OS JOVENS: UMA OPORTUNIDADE NOVA 4. PARA OS ADULTOS:

Leia mais

ELEIÇÕES / PROGRAMA ELEITORAL LISTA B

ELEIÇÕES / PROGRAMA ELEITORAL LISTA B ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DOENTES DE PARKINSON ELEIÇÕES / 2012-2014 PROGRAMA ELEITORAL LISTA B Todos juntos somos fortes Não há nada a temer Ao meu lado há um amigo Que é preciso proteger Chico Buarque

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU 2015-2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA 2015-2017 Aprovado

Leia mais

COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL

COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL Curso COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL - Nível II - LISBOA 5-7 Maio 2017 PORTO 19-21 Maio 2017 www.coachingdesportivo.pt Apresentação Dando continuidade à linha seguida no Nível I do Curso de Coaching

Leia mais

Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa.

Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa. Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa. A Cooperativa de Ensino O Nosso Sonho e a Ideia são duas Instituições associadas, sediadas na Freguesia

Leia mais

GABINETE DE APOIO PSICOLÓGICO Educação

GABINETE DE APOIO PSICOLÓGICO Educação Sessão de esclarecimento On-line Informação ao Encarregado de GABINETE DE APOIO PSICOLÓGICO Educação 1 ORIENTAÇÃO VOCACIONAL Gabinete de Apoio Psicológico Agrupamento de Escolas de Almeida 2 ORIENTAÇÃO

Leia mais

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra 03.03.2012 PARTICIPAÇÃO EM ACTIVIDADES JUVENIS 1. Realizar inquéritos, a nível local, para averiguar

Leia mais

1.ª Parte do Workshop "Planeamento e Avaliação de Projectos Sociais"

1.ª Parte do Workshop Planeamento e Avaliação de Projectos Sociais 1.ª Parte do Workshop "Planeamento e Avaliação de Projectos Sociais" O workshop decorreu no dia 11 de Abril de 2007 com horário compreendido entre as 10-13h e as 14-17h na sala de formação do Monte - ACE

Leia mais

INTRODUÇÃO. Escola. Comunidade/ Território Local

INTRODUÇÃO. Escola. Comunidade/ Território Local INTRODUÇÃO Este documento foi concetualizado como uma ferramenta para a construção de um território Educador, em que a educação e a formação podem acontecer dentro e fora da escola, através da promoção

Leia mais

Projecto Inovação. Venture Lounge

Projecto Inovação. Venture Lounge Projecto Inovação Venture Lounge Frequentemente, as pequenas estruturas com conhecimento científico e/ou inovador e com ofertas diferenciadoras têm dificuldade em escalar a sua actividade, em consequência

Leia mais

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário SESSÃO DE LANÇAMENTO DO MOVIMENTO PARA O EMPREGO FCG (SALA DIRECÇÕES) - 23.05.2013, 15H30 Senhor Ministro da Economia e do Emprego Senhor Secretário de Estado do Emprego Senhores Deputados Senhor Presidente

Leia mais

Percurso Formativo e Mercado de Trabalho

Percurso Formativo e Mercado de Trabalho Percurso Formativo e Mercado de Trabalho E.E Profº Antonio Alves Cruz Professor(es) Apresentador(es): Raquel Rodrigues Débora Mariana Ribeiro Realização: Foco do Projeto Auxiliar o jovem a desenvolver

Leia mais

COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL

COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL Curso COACHING DESPORTIVO E TREINO MENTAL - Nível II - LISBOA 17-19 Novembro 2016 PORTO 1-3 Dezembro 2016 www.coachingdesportivo.pt Apresentação Dando continuidade à linha seguida no Nível I do Curso de

Leia mais

Recrutamento de estudantes. Luísa Capitão, 25 setembro 2014

Recrutamento de estudantes. Luísa Capitão, 25 setembro 2014 Recrutamento de estudantes Luísa Capitão, 25 setembro 2014 "If you always do what you have always done, you will always get what you have always got." Henry Ford (1863-1947) TRENDS 2010 SURVEY EUA- European

Leia mais

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o ERASMUS+ E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO SEMINÁRIO DESAFIO PORTUGAL 2020 EDUCAÇÃO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO: IMPACTO NA ECONOMIA PORTUGUESA

Leia mais

- Copyright GRACE Maio Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial Associação

- Copyright GRACE Maio Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial Associação - Copyright GRACE Maio 2012 Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial Associação Uni.Network Missão Promover a ligação e a aproximação entre as Entidades Académicas portuguesas e as Empresas na

Leia mais

ACÇÃO DE FORMAÇÃO. Educador Ambiental. Mariana Cruz; Raquel Lopes 2012

ACÇÃO DE FORMAÇÃO. Educador Ambiental. Mariana Cruz; Raquel Lopes 2012 ACÇÃO DE FORMAÇÃO Educador Ambiental Mariana Cruz; Raquel Lopes educadoramb@gmail.com 2012 Acção de Formação: Educador Ambiental Índice 1. Apresentação dos Formadores 2. Integração no tema a Educação Ambiental

Leia mais

i dos pais O jovem adulto

i dos pais O jovem adulto i dos pais O jovem adulto O desenvolvimento humano é um processo de mudanças emocionais, comportamentais, cognitivas, físicas e psíquicas. Através do processo, cada ser humano desenvolve atitudes e comportamentos

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO

PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO 2007-201 Apresentação da Proposta ÍNDICE 1 O PROBLEMA 2 A ESTRATÉGIA 4 PLANO DE FINANCIAMENTO 1 1 O PROBLEMA Taxa de emprego Emprego em média e alta tecnologia

Leia mais

Plano Bienal de Desenvolvimento de Marvila (Março de 2014 a Março de 2016)

Plano Bienal de Desenvolvimento de Marvila (Março de 2014 a Março de 2016) 1. - Ação de Team Building - Nº de ações realizadas; Trabalho em - Consolidar - Realizar 1 ação em - ATM - Nº de entidades presentes por ação Rede parcerias conjunto. - Criar plano de comunicação da CSF;

Leia mais

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO DECRETO-LEI Nº190/1991 DE 17 MAIO DECRETO-LEI Nº300/1997 DE 31 OUTUBRO / PORTARIA Nº 63 / 2001 DE 30 DE JANEIRO A escola e seus actores Agrupamento de Escolas de

Leia mais

Guia do Formador de Igualdade de Oportunidades e Manual do Participante

Guia do Formador de Igualdade de Oportunidades e Manual do Participante CARACTERIZAÇÃO DO PRODUTO Guia do Formador de Igualdade de Oportunidades e Manual do Participante Produção apoiada pelo Programa Operacional de Emprego, Formação e Desenvolvimento Social (POEFDS), co-financiado

Leia mais

Módulo 3 Técnicas para envolvimento. 3c Comunicação estratégica

Módulo 3 Técnicas para envolvimento. 3c Comunicação estratégica Módulo 3 Técnicas para envolvimento 3c Comunicação estratégica No Módulo 3c... Porquê e o que comunicar? Comunicação eficaz Uso de redes Ser estratégico Sessão de trabalho Porquê e o que comunicar? A comunicação,

Leia mais

PLANO DE INTERVENÇÃO

PLANO DE INTERVENÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EQUIPA INTERDISCIPLINAR PLANO DE INTERVENÇÃO ANOS LECTIVOS 2009/2010 e 2010/2011 ÍNDICE Nota Introdutória.. 3 Parte I - Caracterização..4 1.1 Caracterização do Ambiente Interno.4

Leia mais

Clube da Proteção Civil

Clube da Proteção Civil Agrupamento de Escolas das Taipas Clube da Proteção Civil 1. Estrutura organizacional Coordenadora: Paula Ribeiro da Silva Grupo de Recrutamento: 620 Departamento: Expressões Composição do grupo de trabalho:

Leia mais

Plano de Actividades Ano lectivo 2008/2009 Tema: A aventura dos livros

Plano de Actividades Ano lectivo 2008/2009 Tema: A aventura dos livros Plano de Actividades Ano 2008/2009 Tema: A aventura dos livros 1 ACTIVIDADES DE ORGANIZAÇÃO Actividades Objectivos Intervenientes Calendarização Proceder à gestão de colecções. Organização e gestão do

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO SECRETARIA Serviço ou Organismo NIF FICHA DE AVALIAÇÃO PARA OS DIRIGENTES DE NÍVEL INTERMÉDIO A preencher pelo avaliador Avaliador Cargo NIF Avaliado Cargo Unidade orgânica NIF Período em avaliação a 1.

Leia mais

PROJECTO DE INTERVENÇÃO PRECOCE DO CAP FUNCHAL

PROJECTO DE INTERVENÇÃO PRECOCE DO CAP FUNCHAL PROJECTO DE INTERVENÇÃO PRECOCE DO CAP FUNCHAL 1. INTRODUÇÃO O Projecto de Intervenção Precoce do Centro de Apoio Psicopedagógico do Funchal pretende dar resposta a um grupo de crianças em risco biológico,

Leia mais

O capital intelectual: desenvolvimento e retenção de talentos (o caso RFF & Associados)

O capital intelectual: desenvolvimento e retenção de talentos (o caso RFF & Associados) O capital intelectual: desenvolvimento e retenção de talentos (o caso RFF & Associados) Rogério M. Fernandes Ferreira (Advogado e Sócio fundador da RFF & Associados) Índice 1. Investimento em formação

Leia mais

JORNADA BILATERAL ERASMUS+ NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO E DA FORMAÇÃO ESPANHA-PORTUGAL. APCC - Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra

JORNADA BILATERAL ERASMUS+ NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO E DA FORMAÇÃO ESPANHA-PORTUGAL. APCC - Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra APCC - Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra APCC Missão JORNADA BILATERAL ERASMUS+ Fundada há 33 anos. http:www.apc-coimbra.org.pt Promover a integração social e a qualidade de vida de pessoas em

Leia mais

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2010 2011 Identificação Entidade: Sociohabitafunchal, E.M Animadora: Célia Dantas Localização: Centro Cívico de Santo António Designação O Clube de Emprego é um serviço promovido pelo

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 038 DE JOVEM A LIDER Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA AGENDA AS 5 MARCAS DO POPH I EIXOS PRIORITÁRIOS II ARRANQUE DO PROGRAMA III I AS 5 MARCAS DO POPH AS 5 MARCAS DO POPH 1 O MAIOR PROGRAMA OPERACIONAL DE SEMPRE 8,8 mil M 8,8 Mil

Leia mais

Convite a candidaturas para subvenções do PREE

Convite a candidaturas para subvenções do PREE Convite a candidaturas para subvenções do PREE A fim de manter o ritmo da primeira fase do PREE e na expectativa de financiamentos substanciais da MAVA e da UEMOA para a implementação da segunda fase do

Leia mais

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação (comunicação) Vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável

Leia mais

gente bonita de verdade qualidadedevida é cuidar-se por inteiro

gente bonita de verdade qualidadedevida é cuidar-se por inteiro gente bonita de verdade na comunidade qualidadedevida é cuidar-se por inteiro r a z ã o d e s e r nossa Razão de Ser é criar e comercializar produtos e serviços que promovam o bem- estar/ estar bem bem-estar

Leia mais

MCBA MINI CAMPEONATO DE BASQUETEBOL

MCBA MINI CAMPEONATO DE BASQUETEBOL O que é o projecto MCBA? O MINI CAMPEONATO de BASQUETEBOL é um campeonato único e pioneiro em Portugal, que nasce na sequência do trabalho de responsabilidade social que a ASSOCIAÇÃO HIGH PLAY tem vindo

Leia mais

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR Curso: Pós Graduação em Ensino de Música Ciclo: 2º Ramo: Ano: 1º Designação: Psicologia da Aprendizagem Créditos: 6 Departamento: Ciências Sociais e Pedagogia Tipo: S Área

Leia mais

Modelo Curricular High/Scope

Modelo Curricular High/Scope Modelo Curricular High/Scope Origem e Evolução Década de 60: David Weikart inicia Perry Preschool Project Combate ao Insucesso Escolar Intervenção precoce Escolha do modelo curricular Investigação Década

Leia mais

como posso ser mais eficaz e persuasivo nas minhas comunicações?

como posso ser mais eficaz e persuasivo nas minhas comunicações? Programa 2016 como posso ser mais eficaz e persuasivo nas minhas comunicações? Porquê? Se já alguma vez teve que fazer uma apresentação, conhece bem a ansiedade inerente a falar em público, como o desconforto,

Leia mais

Plano de Acção

Plano de Acção - 2 - Nota Prévia A Rede Social afirmou-se ao longo da sua criação como uma medida inovadora e com capacidade de produzir alterações positivas na intervenção social. Esta medida assumiu-se, desde início,

Leia mais

A AQUISIÇÃO DE COMPORTAMENTOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS: CONTRIBUTO DOS MODELOS TEÓRICOS, DOS PROGRAMAS DE INTERVENÇÃO E DOS TÉCNICOS DE SAÚDE

A AQUISIÇÃO DE COMPORTAMENTOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS: CONTRIBUTO DOS MODELOS TEÓRICOS, DOS PROGRAMAS DE INTERVENÇÃO E DOS TÉCNICOS DE SAÚDE UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO A AQUISIÇÃO DE COMPORTAMENTOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS: CONTRIBUTO DOS MODELOS TEÓRICOS, DOS PROGRAMAS DE INTERVENÇÃO E DOS TÉCNICOS

Leia mais

DANCELIDOO: UMA FERRAMENTA COLABORATIVA DE COMPOSIÇÃO MUSICAL PARA CRIANÇAS, POR CRIANÇAS

DANCELIDOO: UMA FERRAMENTA COLABORATIVA DE COMPOSIÇÃO MUSICAL PARA CRIANÇAS, POR CRIANÇAS DANCELIDOO: UMA FERRAMENTA COLABORATIVA DE COMPOSIÇÃO MUSICAL PARA CRIANÇAS, POR CRIANÇAS Ricardo Gonçalves, Paula Alexandra Silva, Rui Melo, Ademar Aguiar Faculdade de Engenharia, Universidade do Porto,

Leia mais

Projecto NOITE SAUDÁVEL em COIMBRA (Maio 2014 a Junho 2015)

Projecto NOITE SAUDÁVEL em COIMBRA (Maio 2014 a Junho 2015) (Maio 2014 a Junho 2015) Uma perspec;va de Saúde Pública Da Prevenção à Intervenção em Rede Organização: Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicogénico (CPTTP) e Unidade de Violência Familiar (UVF)

Leia mais

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS ESTRUTURA PROGRAMÁTICA DO CURSO MÓDULOS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Acolhimento dos formandos e Apresentação do Curso A entidade formadora;

Leia mais

A Informação nos Recursos Humanos

A Informação nos Recursos Humanos A Informação nos Recursos Humanos Para que haja uma correcta Gestão de Recursos Humanos, o Banco tem de (entre toda a informação que recebe sobre este assunto), seleccionar a que é realmente relevante

Leia mais

Pense... Vida. Projeto de. Pense OPEE. ... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida.

Pense... Vida. Projeto de. Pense OPEE. ... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida. Pense...... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida. COLEÇÃO DIDÁTICA PROJETOS INOVADORES Autoconhecimento Empreendedorismo Educação Financeira Inteligência Emocional Métodos de

Leia mais

A Vida é a nossa maior inspiração

A Vida é a nossa maior inspiração PLANO ACTIVIDADES & ORÇAMENTO 2017 A Vida é a nossa maior inspiração O ano de 2017 será um ano de crescimento. A partir de Janeiro de 2017, a Vida Norte alargará a sua intervenção para o concelho de Braga.

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE EM MEIO ESCOLAR MOVIMENTO ESCOLA/CIDADE DOS AFECTOS

PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE EM MEIO ESCOLAR MOVIMENTO ESCOLA/CIDADE DOS AFECTOS PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE EM MEIO ESCOLAR MOVIMENTO ESCOLA/CIDADE DOS AFECTOS GESTÃO DO PROGRAMA Cristina Pecante - Médica, Saúde Pública Fátima Neves - Enfermeira Especialista, Saúde Comunitária

Leia mais

Proporcionar aos participantes a aquisição de aptidões específicas nos domínios da expressão/comunicação e das capacidades relacionais

Proporcionar aos participantes a aquisição de aptidões específicas nos domínios da expressão/comunicação e das capacidades relacionais Assertividade Formato do curso: Presencial Localidade: Lisboa Data: 07 Nov. 2016 a 08 Nov. 2016 Preço: 625 Horário: Laboral - 09h00-17h00 Nível: Intermédio Duração: 14 horas No final desta ação, os participantes

Leia mais

PROGRAMA DE COACHING EDUCACIONAL

PROGRAMA DE COACHING EDUCACIONAL PROGRAMA DE COACHING EDUCACIONAL Quem somos nós? Este documento procura resumir uma solução inovadora a que chamámos Coaching Educacional trata-se dum programa em é feita a integração de planos específicos

Leia mais

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas Plano de acção 2009-2013 Nota introdutória O plano de acção é um documento orientador onde se conceptualizam e descrevem as metas a atingir num período

Leia mais

Liderança e Gestão da Organização

Liderança e Gestão da Organização 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES

9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES 9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES 9º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES O 9º Congresso Nacional de Bibliotecários,

Leia mais

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO)

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) 1.1 Missão Capítulo 1. Missão e Política A biblioteca escolar no ensino-aprendizagem para todos. A biblioteca escolar proporciona informação e ideias

Leia mais

APOIO AO ESTUDO 1º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/ INTRODUÇÃO

APOIO AO ESTUDO 1º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/ INTRODUÇÃO APOIO AO ESTUDO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/20164 1º CICLO 1. INTRODUÇÃO O despacho normativo nº7/2013 tem como objetivo conceder maior flexibilidade na constituição das

Leia mais

Federação Portuguesa de Júnior Empresas

Federação Portuguesa de Júnior Empresas Federação Portuguesa de Júnior Empresas JADE Portugal, Federação Portuguesa de Júnior Empresas Rua Diogo Botelho 1327 4169 005 Porto Portugal Índice I. O Conceito de Júnior Empresa I. 1 O que é uma Júnior

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO CLDS MARINHA SOCIAL

RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO CLDS MARINHA SOCIAL RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO CLDS MARINHA SOCIAL O presente relatório reflecte a actividade do CLDS Marinha Social, desde o inicio da sua actividade, em Julho de 2009 até Junho de 2010, analisando-se 2 momentos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES ANO LETIVO 2016/2017 1º Semestre Calendário de Exames do 1º Semestre - Ano Letivo 2016/2017 DATA: De 23 de jan. a 04 de fev. 2017 CURSO:

Leia mais

CRIAR CAPACIDADE BÁSICA EM COMPRAS SUSTENTÁVEIS EM PORTUGAL E NA GRÉCIA

CRIAR CAPACIDADE BÁSICA EM COMPRAS SUSTENTÁVEIS EM PORTUGAL E NA GRÉCIA CRIAR CAPACIDADE BÁSICA EM COMPRAS SUSTENTÁVEIS EM PORTUGAL E NA GRÉCIA O PROJECTO BUILDING SPP Paula Trindade, Coordenadora Building SPP LNEG Sessão Divulgação programa LIFE+, 15 Março 2013 Supported

Leia mais

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro Programa EaSI É um instrumento de financiamento, a nível europeu, gerido diretamente pela Comissão Europeia, para apoiar o emprego, a política social e a mobilidade profissional em toda a UE Visa contribuir

Leia mais

Todos temos um papel na economia da nossa comunidade FOLHA DE SÍNTESE

Todos temos um papel na economia da nossa comunidade FOLHA DE SÍNTESE Todos temos um papel na economia da nossa comunidade FOLHA DE SÍNTESE Os participantes da AJUDADA AJUDADA AJUDADA TODOS AJUDADA AJUDADA Encontro Internacional a realizar em Portalegre entre os dias 14

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BRAGA OESTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BRAGA OESTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BRAGA OESTE PLANO DE MELHORIA EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA 2015/2017 EqAI - 2015 Página 1 de 6 1. Resultados Em Português: incentivar a leitura; recontar as Académicos: histórias

Leia mais

População Aprox habitantes. Área Aprox. 650 Km 2. Obras Licenciadas 2007 Grande Porto Edificação Demolição

População Aprox habitantes. Área Aprox. 650 Km 2. Obras Licenciadas 2007 Grande Porto Edificação Demolição População Aprox. 969.036 habitantes Área Aprox. 650 Km 2 Obras Licenciadas 2007 Grande Porto 2354 2189 Edificação 165 - Demolição Obras Concluídas2007 Grande Porto 1853 1794 Edificação 59 - Demolição Resíduos

Leia mais

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT - 2010 Grau de Satisfação para Colaboradores sobre a Satisfação Global Nº de inquéritos recebidos 90 P1. Imagem global da organização. 0 2

Leia mais

Practitioner em PNL. Fev. Jun. Practitioner vitalício em PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA. Patos no Lago. E onde for preciso

Practitioner em PNL. Fev. Jun. Practitioner vitalício em PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA. Patos no Lago. E onde for preciso Fev. Jun. 2015 Practitioner em PNL Patos no Lago Porto E onde for preciso Practitioner vitalício em PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA O que é a PNL? A PNL é uma metodologia sofisticada, simples e intuitiva

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTES PARA A INCLUSÃO SOCIAL

A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTES PARA A INCLUSÃO SOCIAL A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTES PARA A INCLUSÃO SOCIAL Rui D. Camolino Lisboa, 9 de Julho 2008 1 AGENDA Projecto MATISSE Conclusões do Projecto A Contribuição da Associação ITS

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PARA A EDUCAÇÃO DE ÓBIDOS

PLANO ESTRATÉGICO PARA A EDUCAÇÃO DE ÓBIDOS PLANO ESTRATÉGICO PARA A EDUCAÇÃO DE ÓBIDOS Óbidos, Junho 2012 1 - INTRODUÇÃO Um modelo para a nossa educação: (re)pensar a Escola A Educação em Portugal tem sido alvo de mudanças consecutivas, provocando

Leia mais

A principal causa da obesidade infantil advêm de uma alimentação pouco saudável e. vida ao ar livre, ou seja com um estilo de vida menos saudável.

A principal causa da obesidade infantil advêm de uma alimentação pouco saudável e. vida ao ar livre, ou seja com um estilo de vida menos saudável. 5 ao Dia 2008 Enquadramento Mudança de hábitos alimentares das crianças A televisão, os jogos de computador e a internet têm mudado os hábitos das crianças e jovens, tornando-as mais inactivas, com menos

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Título: Campanha para a Semana da Comunicação Unisal 1

Título: Campanha para a Semana da Comunicação Unisal 1 Título: Campanha para a Semana da Comunicação Unisal 1 André Vitor de Macedo 2 Arlei Servidone Lovitchinovisky 3 Gleick Renan da Silva 4 Leonardo Ferrari Lopes da Silva 5 Paulo Sérgio Tomaziello 6 Centro

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto. Mar de Oportunidades

Ficha de Caracterização de Projecto. Mar de Oportunidades Ficha de Caracterização de Projecto Mar de Oportunidades 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto(s) Mar de Oportunidades Promotor(es): Aporvela e Casa Pia de Lisboa Sigla Mar de Oportunidades Morada

Leia mais

A Ciência Divertida é a empresa europeia líder no segmento da educação experimental em ciências.

A Ciência Divertida é a empresa europeia líder no segmento da educação experimental em ciências. A Ciência Divertida é a empresa europeia líder no segmento da educação experimental em ciências. Existimos em Portugal desde 1998 para tornar real o objetivo de fazer chegar o conhecimento científico a

Leia mais

Crise Social & Crise das Políticas Sociais

Crise Social & Crise das Políticas Sociais V Seminário International do CESSS Crise Social & Crise das Políticas Sociais Lisboa 31Maio & 1 Junho 2012 Sala 121 FCH I. Contexto e Objectivos Este seminário enquadra-se no âmbito do plano de actividades

Leia mais

BOAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO SUSTENTÁVEL NO SECTOR AUTOMÓVEL

BOAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO SUSTENTÁVEL NO SECTOR AUTOMÓVEL BOAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO SUSTENTÁVEL NO SECTOR AUTOMÓVEL 1 NORAUTO PORTUGAL Os Centros Norauto propõem uma loja em livre serviço e uma oficina. Actualmente, a insígnia alarga a sua oferta e propõe

Leia mais