MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC"

Transcrição

1 MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC Local de atendimento: Divisão Acadêmica do CMCC Bloco A 5º andar - torre 2 Sala R503-2 Falar com Christian Leia a Resolução ConsEP nº 85 de ATENÇÃO: A partir de 28/05/2012, as solicitações e renovações deverão ser entregues na Divisão de Estágios (Bloco A, piso térreo, Sala 007), porém, a entrega de relatórios será na Divisão Acadêmica do CMCC do Bloco A. 1. ESTÁGIO CURRICULAR 1.1. DISPOSIÇÕES GERAIS: a) O estágio curricular contará créditos no histórico do aluno. Necessita de entregas de relatórios parciais e apresentação de relatório final para a banca. b) O período total que deve ser cursado é de, no mínimo, 120 (cento e vinte) horas em cada empresa. c) Está subdivido em três disciplinas: Estágio Supervisionado I, Estágio Supervisionado II, Estágio Supervisionado III. d) Permite o aproveitamento de horas de estágio não curricular já realizadas desde que estas tenham sido vinculadas ao BCC e que seu início tenha ocorrido em situação equivalente ao disposto no item a) CONDIÇÕES PARA REALIZAR O ESTÁGIO CURRICULAR: a) Ter completado mais de 50% dos créditos totais previstos no Projeto Pedagógico do BCC, sendo, desses créditos, o mínimo de 50% de créditos de disciplinas obrigatórias do BC&T e o mínimo de 50% de créditos de disciplinas obrigatórias do BCC, que não sejam obrigatórias no BC&T. b) Verificar se a empresa tem convênio com a UFABC (na Divisão de Estágios e Monitorias ou no site da Graduação), caso não tenha, entrar em contato com a Divisão de Estágios e Monitorias para maiores informações antes de fazer a solicitação. c) Se o aluno não estiver matriculado no BCC, é necessário iniciar o processo pelo BC&T, onde irá solicitar o estágio não curricular e, depois solicitar o estágio curricular pelo BCC, que será acompanhado concomitantemente com o estágio do BC&T (ver detalhes na seção Perguntas Frequentes) d) Definir quem será o orientador do estágio (sugerido pelo aluno) PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR: a) Solicitação de Estágio Supervisionado I: I Formulário de Estágio Curricular I (disponível no site do BCC).

2 II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) ou 3 (três) vias do Termo Aditivo mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: caso o curso citado no Termo seja o BC&T, o aluno deverá iniciar o processo pelo BC&T, ver detalhes na seção Perguntas Frequentes). Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: IV Comprovante de matrícula no BCC (caso o curso citado no Termo de Compromisso seja o BCC). V 3 (três) vias do Plano de atividades I, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). b) Solicitação de Estágio Supervisionado II: Solicitar somente se tiver sido aprovado no Estágio Supervisionado I. I Formulário de Estágio Curricular II (disponível no site do BCC) II 3 (três) vias do Plano de atividades II, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). c) Solicitação de Estágio Supervisionado III: Solicitar somente se tiver sido aprovado no Estágio Supervisionado II. I Formulário de Estágio Curricular III (disponível no site do BCC) II 3 (três) vias do Plano de atividades III, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). d) Solicitação de Estágio Supervisionado I para alunos que já têm emprego efetivo na área da computação: I Formulário de Estágio Curricular I, II ou III (disponível no site do BCC). II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III Declaração contendo: cargo, área de atuação, descrição das atividades, assinaturas do supervisor da empresa, orientador da UFABC e do aluno. V 3 (três) vias do Plano de atividades I, II ou III, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data em que a matrícula for solicitada (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). VI Caso a empresa não permita a divulgação de determinados dados, esta deverá emitir uma Declaração explicitando quais dados são sigilosos. Ressaltamos que a confidencialidade não poderá se contrapor ao nível de detalhamento esperado pelo comitê de estágio do BCC. Caso isso aconteça, o estágio poderá não ser aprovado. VII As horas aproveitadas como estágio curricular para alunos que têm emprego efetivo na área não poderão ser retroativas, ou seja, as horas serão contadas a partir da solicitação do aluno e o estágio terá o acompanhamento do orientador e da coordenação de estágios. O aluno deverá, a partir da solicitação, seguir os procedimentos de solicitação e aprovação nas disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III, apresentando a documentação citada acima, os planos de atividades e relatórios parciais e final.

3 e) Solicitação de Renovação de Estágio Curricular: Deve ser feita nos seguintes casos: 1 Por alunos que já foram matriculados no Estágio supervisionado e que estão na mesma empresa há mais de 6 meses, entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo Aditivo. 2 - Por alunos que já foram matriculados no Estágio supervisionado mas que mudaram de empresa e por isso a solicitação precisa ser renovada (nesse caso será necessário verificar se a empresa possui convênio com a UFABC), entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) verifique se a nova empresa possui convênio com a UFABC - 3 (três) vias do Plano de Atividades, com as assinaturas do aluno, da empresa e do orientador. 3 Por alunos que iniciaram o estágio curricular concomitante com o BC&T e se matricularam no BCC (Alteração de Curso), entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo Aditivo citando a alteração de curso. 4 Por alunos que já iniciaram o estágio e foram efetivados, entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: Declaração contendo: cargo, área de atuação, descrição das atividades, assinaturas do supervisor da empresa, orientador da UFABC e do aluno PROCEDIMENTOS PARA APROVAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR: a) Aprovação no Estágio Supervisionado I: I Entregar o Relatório parcial I para o orientador do estágio. Neste documento devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 100 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II Entregar ao orientador, junto com o Relatório, a Ficha de Avaliação (disponível no site do BCC). III O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Parcial I, informando o total de horas aprovadas e o conceito aplicado ao Relatório, além da data e assinatura. IV O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador. V Aguardar o parecer da coordenação de estágio sobre aprovação ou reprovação. b) Aprovação no Estágio Supervisionado II: I Entregar ao orientador, junto com a Ficha de Avaliação, o Relatório parcial II, onde devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 200 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Parcial II, informando o total de horas aprovadas e o conceito aplicado ao Relatório, além da data e assinatura. III O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do

4 CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador. V Aguardar o parecer da coordenação de estágio sobre aprovação ou reprovação. c) Aprovação no Estágio Supervisionado III: I Entregar ao orientador, junto com a Ficha de Avaliação, o Relatório Final, onde devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 300 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Final, informando o total de horas aprovadas e se o Relatório está apto a ser encaminhado para a banca examinadora, além da data e assinatura. III O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador e encaminhe para a banca. IV Comparecer perante à banca para avaliação das atividades mencionadas no relatório de estágio. V Aguardar o parecer da banca sobre aprovação ou reprovação PRAZOS PARA ESTÁGIOS CURRICULARES: a) Entrega de documentos da Divisão de Estágios e Monitorias para a Secretaria do CMCC: 1 dia útil. b) Análise da solicitação pela Coordenação: 10 dias úteis. c) Envio da solicitação da matrícula para a ProGrad: 2 dias úteis. d) Entrega do Relatório parcial (ou final) das atividades que foram realizadas durante o estágio: até 30 dias úteis contados a partir do deferimento da solicitação. e) Apreciação do Relatório (parcial ou final) pela Coordenação: 30 dias. f) Envio da solicitação de aprovação na disciplina para a ProGrad: 2 dias úteis após a aprovação do Relatório parcial. e) No caso de reprovação do Relatório, a coordenação ou orientador do estágio entrará em contato com o aluno. 2. ESTÁGIO NÃO CURRICULAR 2.1. DISPOSIÇÕES GERAIS: a) O estágio não curricular não conta créditos no histórico do aluno. b) Como não conta créditos para as disciplinas de Estágio Supervisionado I,II e III, o aluno que fizer o estágio não curricular deverá se inscrever nas disciplinas de Projeto de Graduação de Computação I,II e III (PGC). c) O aluno que tenha realizado estágio não curricular, vinculado ao BCC, tendo seu início ocorrido em situação equivalente ao disposto no item a), poderá solicitar o aproveitamento de algumas horas como estágio curricular CONDIÇÕES PARA REALIZAR O ESTÁGIO NÃO CURRICULAR: a) Ter completado o mínimo de 100 créditos, sendo o mínimo de 50 créditos de disciplinas obrigatórias do BC&T e o mínimo de 50 créditos de disciplinas obrigatórias para o BCC, que não sejam obrigatórias para o BC&T. b) Possuir o coeficiente de aproveitamento (CA) maior ou igual a 2.0. c) Ter cursado uma média de 15 créditos por quadrimestre, nos últimos 3 quadrimestres. d) Verificar se a empresa tem convênio com a UFABC (na Divisão de Estágios e Monitorias ou no

5 site da Graduação), caso não tenha, entrar em contato com a Divisão de Estágios e Monitorias para maiores informações antes de fazer a solicitação. e) Estar matriculado no BCC (caso não atenda esse critério, o estágio deverá ser realizado através do BC&T). f) Definir quem será o orientador do estágio (sugerido pelo aluno) PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO CURRICULAR a) Formulário de Estágio Não Curricular (disponível no site do BCC) b) Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica) c) 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) ou 3 (três) vias do Termo Aditivo mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: o curso citado no Termo de Compromisso e/ou Aditivo deve ser o Bacharelado em Ciência da Computação. Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: d) Comprovante de matrícula no BCC ou Declaração de reserva de matrícula. e) 3 (três) vias do Plano de atividades, documento que descreve as atividades que o aluno realizará na empresa (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa) PROCEDIMENTOS PARA APROVAÇÃO E RENOVAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO CURRICULAR Se o aluno irá permanecer na mesma empresa, deverá apresentar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: a) 3 (três) vias do Termo Aditivo com as assinaturas da empresa e do aluno, mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: o curso citado no Termo de Compromisso e/ou Aditivo deve ser o Bacharelado em Ciência da Computação. Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: b) Relatório de Atividades, documento que descreve, detalhadamente, as atividades realizadas pelo aluno durante o período de estágio (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Observação: O aluno deverá entregar um Relatório antes do final de cada período de estágio (6 meses), mesmo que este seja renovado. c) Plano de Atividades, documento que descreve as atividades que o aluno realizará na empresa no próximo período do contrato (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Se o aluno mudar de empresa, deverá apresentar os mesmos documentos citados nos Procedimentos para Solicitação de Estágio Não Curricular, mais o Relatório de Atividades detalhado do que já foi realizado na empresa anterior PRAZOS PARA ESTÁGIOS NÃO CURRICULARES a) Entrega de documentos da Divisão de Estágios e Monitorias para a Secretaria do CMCC: 01 dia

6 útil. b) Análise da solicitação pela Coordenadora: 10 dias úteis. 3. PERGUNTAS FREQUENTES: a) Ainda não efetuei a matrícula no BCC, como proceder? R: O aluno deverá solicitar o estágio não curricular junto ao BC&T e, caso queira que este seja avaliado concomitantemente pelo BCC para aproveitamento nas disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III, deverá atender as condições descritas no item 1.2 e apresentar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: I Cópia do Termo de Compromisso com as assinaturas do aluno, da empresa e da coordenação de estágios do BC&T. II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III Plano de atividades I, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Para prosseguir nas disciplinas Estágio Supervisionado II e III, o aluno deverá seguir os mesmos procedimentos descritos nos itens 1.3 b) e c). Observações: O estágio solicitado dessa forma no deverá ser realizado concomitante ao estágio pelo BC&T, sendo assim, o aluno não poderá aproveitar horas de estágio já cursadas, já que o mesmo deve ser também supervisionado pela Coordenação de estágios do BCC. b) Eu já realizei estágio em uma empresa que não estou mais trabalhando nela, eu posso aproveitar esse estágio? R: Depende. Poderá somente se foi realizado estágio não curricular e este tenha sido vinculado ao BCC, sendo que seu(s) relatório(s) tenha(m) sido devidamente entregue(s) e aprovado(s). O aluno poderá solicitar o aproveitamento das horas desse estágio para o estágio curricular. A solicitação será analisada e pode ser aprovado, reprovado ou parcialmente aprovado (somente algumas horas serão aproveitadas). c) Eu já realizei mais de 300 horas de estágio em uma empresa que eu ainda estou trabalhando nela, eu posso aproveitar esse estágio? R: Pode se for de acordo com a questão anterior, se estágio for não curricular vinculado ao BCC e iniciado nas condições descritas no item a). d) Eu estou matriculado em estágio I, II ou III e mudei de empresa e agora? O que devo fazer? R: Solicite a renovação de estágio. e) Eu já cumpri 300 horas de estágio na mesma empresa (e continuo trabalhando), eu posso me matricular em estágio curricular I, II e III de uma só vez? R: Não, pois você precisa ser aprovado em cada uma das disciplinas apresentando para isso relatórios parciais. Neste caso, a recomendação é entrar com o pedido de estágio I e seguir o fluxo normal da disciplina. Observe que o mínimo, para cada disciplina, são 100 horas, mas pode ser mais do que isso. f) O aluno pode se matricular em PGC e em estágio supervisionado? R: Não. O aluno que estiver matriculado no PGC I, II e III, não poderá se matricular na disciplina Estágio Supervisionado, visto que os créditos são válidos para uma das duas disciplinas.

7 g) Qual o período para eu realizar a matrícula na disciplina de Estágio? R: O aluno poderá se matricular na disciplina a qualquer momento, pois a disciplina de estágio possui matrícula de fluxo contínuo. h) Qual a diferença entre estágio curricular e não curricular? R: Somente o estágio curricular contará créditos no histórico do aluno. Sendo que o estágio curricular necessita de entregas de relatórios parciais e apresentação de relatório final para banca. Já o estágio não curricular não conta créditos, sendo assim, o aluno terá que se matricular nas disciplinas PGC I, II e III. i) O estágio é obrigatório? R: Não. O aluno pode optar entre fazer o estágio curricular e cumprir os créditos através das disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III ou cursar as disciplinas de Projeto de Graduação de Computação I, II e III. Para cursar o PGC o aluno não precisa, necessariamente, fazer estágio não curricular, podendo fazer apenas o PGC. 4. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: a) A data do início da atividade (para apresentação do relatório final) será a constante do termo de compromisso assinado ou a data de protocolo na Divisão de Estágios e Monitorias. b) É de responsabilidade do aluno verificar se a sua matrícula foi efetivada. c) O relatório final deverá ser apresentado em dois formatos: uma cópia impressa e uma salva em.pdf, e os relatórios parciais e final deverão ser redigidos conforme os termos citados no anexo da resolução Consep nº 85. d) Fica vedada, ao aluno optante do estágio curricular ou não curricular vinculado ao BCC, a inclusão nos programas de auxílio financeiro às atividades acadêmicas e científicas.

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158 Regulamenta as normas gerais para a realização de Estágio Curricular e Estágio Não Curricular nos Cursos de Graduação em Engenharia da UFABC e revoga as Resoluções ConsEP nº 76, 77, 78, 79, 80, 81, 82

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Abril de 2014 1 CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1 Este regulamento normatiza as atividades de estágio supervisionado

Leia mais

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Coronel Fabriciano/ 2008 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVOS... 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL... 2 4. ATRIBUIÇÕES... 2 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO Disciplinas de Estágio Supervisionado Art. 1º De acordo

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD O presente Regulamento tem o intuito de estabelecer normas gerais para cumprimento da Lei nº.

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO Observações importantes sobre os procedimentos: Os procedimentos acadêmicos descritos a seguir deverão ser solicitados na Secretaria do no Pavilhão Administrativo. As cópias dos documentos necessários

Leia mais

Estágio Curricular. Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios

Estágio Curricular. Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios Estágio Curricular Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios Normas gerais Estágio obrigatório: é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação

Leia mais

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES Dispõe sobre o programa de Mobilidade Acadêmica Internacional para alunos de graduação da Universidade Federal Fluminense que

Leia mais

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA (LETRAS, HISTÓRIA, MATEMÁTICA E PEDAGOGIA) 1 - Diretrizes Gerais As disciplinas de Estágio Supervisionado contemplam

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta)

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) Estabelece normas para a realização de estágios obrigatórios e não obrigatórios no âmbito dos cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

Regras para o Estágio Supervisionado

Regras para o Estágio Supervisionado Regras para o Estágio Supervisionado Este documento objetiva descrever as regras que foram aprovadas pela Comissão de Estágio para a inscrição, desenvolvimento e encerramento do Estágio Supervisionado,

Leia mais

Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório

Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório 1. ASPECTOS LEGAIS O Estágio Supervisionado tem caráter curricular obrigatório e é uma exigência

Leia mais

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Leia mais

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão abertas

Leia mais

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016 INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO - 2016-1 Data: 10/03/2016 Prezados alunos, A Comissão de Estágio vem, por meio destas instruções, informar as datas limite para entrega da documentação de estágio em 2016-1

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA

NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA 1 2 Normas Regulamentadoras das Atividades Acadêmicas Complementares do Curso de Zootecnia As atividades complementares

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ RESOLUÇÃO Nº 86/ CONSELHO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ RESOLUÇÃO Nº 86/ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 86/2016 - CONSELHO SUPERIOR Regulamenta o desenvolvimento das atividades complementares em áreas específicas de interesse do estudante dos cursos de Tecnologia e Bacharelados do IFPI. O Presidente

Leia mais

EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011

EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011 EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011 PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO ESTRANGEIRAS CONVENIADAS COM A UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA A Reitora da Universidade

Leia mais

Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento

Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS), vinculado

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 ANO XLV N. 098 14/07/2015 SEÇÃO IV PÁG. 076 RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 Niterói, 24 de junho de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 24/06/2015,

Leia mais

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA Dispõe sobre a Transferência Externa para cursos de graduação da Faculdade Guanambi. A Direção Acadêmica e Administrativa da Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL RESOLUÇÃO Nº 5, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2015. O COLEGIADO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE COXIM da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso Do Sul, no uso de suas atribuições

Leia mais

Alterações no Regime Didático 2016

Alterações no Regime Didático 2016 Alterações no Regime Didático 2016 Art. 41 - Ao Orientador Acadêmico compete: I - exercer o acompanhamento acadêmico dos seus orientados. II - zelar para que sejam cumpridas as determinações e recomendações

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO Este regulamento destina-se a normatizar as atividades relacionadas com o Projeto de Monografia e a Monografia de Conclusão do Curso de Graduação em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pós-Graduação Coordenadoria Acadêmica Avenida dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Em atendimento às diretrizes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO Regulamenta a realização de estágio no âmbito do curso de Bacharelado em Ciências da Computação do Instituto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 01 / 2014 - DE 10

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS E ENGENHARIAS FACULDADE DE GEOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS E ENGENHARIAS FACULDADE DE GEOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS E ENGENHARIAS FACULDADE DE GEOLOGIA REGULAMENTO N 02/2016 de 01 de março de 2016 Estabelece os procedimentos necessários à sistematização

Leia mais

Bacharelado em Teologia. Regulamento do Estágio Supervisionado Obrigatório FUNDAMENTOS LEGAIS E REGULAMENTAÇÃO

Bacharelado em Teologia. Regulamento do Estágio Supervisionado Obrigatório FUNDAMENTOS LEGAIS E REGULAMENTAÇÃO Página 1 de 7 Bacharelado em Teologia Regulamento do Estágio Supervisionado Obrigatório FUNDAMENTOS LEGAIS E REGULAMENTAÇÃO Art. 1º. O estágio supervisionado obrigatório do curso de graduação em Teologia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 Regulamenta as atividades de Estágio Curricular Obrigatório e Não-obrigatório do Curso de Graduação da Escola de Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) RESOLUÇÃO N.º 1022/2008 Publicado no D.O.E. de 18-12-08, p.45/46 Regulamenta as Atividades Complementares

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016

EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016 EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016 O Centro Integrado de Estudos e Pesquisa da UNIARA torna público o presente Edital

Leia mais

NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHOS DE CAMPO Universidade Federal de Itajubá

NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHOS DE CAMPO Universidade Federal de Itajubá NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHOS DE CAMPO Universidade Federal de Itajubá Art. 1º- Esta norma estabelece os critérios para o

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE TRANSFERÊNCIAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE TRANSFERÊNCIAS 1 - Para a inscrição no processo seletivo transferência é cobrada alguma taxa? Resposta: Sim. Atualmente o valor da taxa de inscrição para o processo seletivo de transferência é de R$ 20,00 (vinte Reais).

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LUTERANA DO BRASIL EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA MONITORES N 001/2017

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LUTERANA DO BRASIL EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA MONITORES N 001/2017 ..~. W'OSt'~",." : '" ~,..: ~ ~, +C'H""~ CENTRO UNIVERSITARIO LUTERANO DE PALMAS UlIRA Recredenciado pela Portaria Ministerial no1.162, de 13/10/16, D.O.U no198, de 14/10/2016 ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LUTERANA

Leia mais

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES CAMPO LIMPO PAULISTA 2014 Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica - Telecomunicações

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO Art. 1 o - Visando possibilitar a melhor adequação dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), obrigatório e que corresponde

Leia mais

EDITAL. O preenchimento das vagas será efetuado obedecendo ao disposto na Portaria FATEC- SP nº 003 e nº 004 de 18 de novembro de 2011 e seus anexos.

EDITAL. O preenchimento das vagas será efetuado obedecendo ao disposto na Portaria FATEC- SP nº 003 e nº 004 de 18 de novembro de 2011 e seus anexos. EDITAL A Diretora da Faculdade de Tecnologia de São Paulo no uso de suas atribuições faz saber, que estão abertas, as inscrições para Remanejamento e Transferência de alunos para os Cursos Superiores de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL DEF Nº 01/2017 SELEÇÃO DE MONITOR REMUNERADO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL, DA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI, CAMPUS JK O

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Institui as normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e as condições de aproveitamento,

Leia mais

Faculdade de Biociências Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Regulamento

Faculdade de Biociências Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Regulamento Faculdade de Biociências Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Regulamento Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública Abertura de Inscrições para Seleção de bolsistas de Iniciação Científica PIBIC-AF/CNPq/2012-2013 1. ABERTURA O Reitor da Universidade Estadual

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

GUIA PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE ALIMENTOS GUIA PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE ALIMENTOS IFBA/CAMPUS BARREIRAS Barreiras 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca EDITAL FATEC MAUÁ Nº. 01/2017 de 25 de novembro de 2016. O Diretor da Fatec-Mauá - Faculdade de Tecnologia de Mauá, no uso de suas atribuições legais, faz saber que estão abertas inscrições para participação

Leia mais

OBS-3: Na ficha catalográfica, ( CDD) deverá constar as 05 palavras indicadas quando da solicitação da Banca.

OBS-3: Na ficha catalográfica, ( CDD) deverá constar as 05 palavras indicadas quando da solicitação da Banca. PROCEDIMENTOS APÓS A DEFESA ( Alunos) O aluno deverá acessar o link da Biblioteca http://www2.unifesp.br/home_diadema/biblio_prod_servicos.html ( Orientação e normalização de trabalhos acadêmicos segundo

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00)

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) APROVEITAMENTO DE ESTUDOS 2015/2 SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) Informativo GR nº 003/2015, de 23/06/2015. ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS

Leia mais

EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO

EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PALMAS CURSO DE ENFERMAGEM Av. NS 15, ALCNO 14, Bloco IV, 109 Norte Palmas/TO (63) 3232-8318 www.uft.edu.br enfermagem@uft.edu.br EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015 ANO XLV N. 078 26/05/2015 SEÇÃO II PÁG. 028 RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015 Niterói, 06 de maio de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 06/05/2015,

Leia mais

Instituto de Psicologia Comissão de Graduação Curso de Psicologia

Instituto de Psicologia Comissão de Graduação Curso de Psicologia RESOLUÇÃO nº 12 / 2010 Processo nº 028730/10-77 aprovado pela Câmara de Graduação em 29/09/2010 A Comissão de Graduação da Psicologia, do Instituto de Psicologia, em reunião realizada no dia 18/08/2010,

Leia mais

CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. 68h de atividades teóricas presenciais na UFLA

CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. 68h de atividades teóricas presenciais na UFLA 1 CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Estágio de 408h formal e registrado na PROEC por meio de Convênio de Estágio e Termo de Compromisso 68h de atividades

Leia mais

Normas Complementares de Estágio

Normas Complementares de Estágio 1. Objetivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Normas Complementares de Estágio O Estágio é ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo

Leia mais

REGULAMENTO REGIME ESPECIAL DE DEPENDÊNCIA

REGULAMENTO REGIME ESPECIAL DE DEPENDÊNCIA Estabelece a abertura do Regime Especial de Dependência para cumprimento de disciplinas em processo de reprovação por nota. A Direção Geral da Faculdade de São Vicente torna público aos alunos regularmente

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Atualizado em janeiro de 2015 UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Organização Vera Lucia Lima do Espírito Santo Colaboração Coordenadores de Cursos de Graduação 1 Sumário Lista de Anexos... 3 Apresentação... Fundamentação

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Odontologia,

Leia mais

1- Estabelecer as normas e procedimentos para a Manutenção de Vínculo no IFRJ.

1- Estabelecer as normas e procedimentos para a Manutenção de Vínculo no IFRJ. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2016/PROGRAD, DE 13 DE MAIO DE 2016. A Pró-Reitora de Ensino de Graduação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada

PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada 2012 Regulamentos 1. Regulamento de Estágio Unifacs Determina as diretrizes gerais dos estágios realizados pelos

Leia mais

Faculdade de Medicina Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde Regulamento

Faculdade de Medicina Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde Regulamento Faculdade de Medicina Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00)

SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00) APROVEITAMENTO DE ESTUDOS 2015/1 SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00) Informativo GR nº 001/2014 ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA

Leia mais

I - Das disposições iniciais

I - Das disposições iniciais EDITAL Nº07 DE MATRÍCULA NAS CATEGORIAS DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PARA AS VAGAS RESIDUAIS DO ENSINO SUPERIOR. A Diretoria de Ensino do Instituto

Leia mais

FLUXO INTERNO DE REVALIDAÇÃO / RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS ESTRANGEIROS (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO)

FLUXO INTERNO DE REVALIDAÇÃO / RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS ESTRANGEIROS (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO) (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO) 1. Recepção da documentação; 2. Conferência e autenticação dos documentos; 3. Elaboração de CI para abertura de processo; 4. Envio de e-mail aos diretores

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação instituída pela Lei nº 5152, de 21/10/1966 São Luís Maranhão PRÓ REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação instituída pela Lei nº 5152, de 21/10/1966 São Luís Maranhão PRÓ REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 53/2017-PROEN DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO POR MEIO DO REINGRESSO DE SEGUNDO CICLO PARA O ANO DE 2017 1º SEMESTRE A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), através

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO

REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem por finalidade orientar a operacionalização

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO A Coordenação do Curso de Medicina da Universidade de São

Leia mais

CARTILHA PARA OS ESTUDANTES DO PROTEN

CARTILHA PARA OS ESTUDANTES DO PROTEN Universidade Federal de Pernambuco Comissão Nacional de Energia Nuclear Departamento de Energia Nuclear Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares P R O T E N / U F P E CRCN- N E

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento dispõe sobre as normas e procedimentos a serem observados

Leia mais

SELEÇÃO. Edital DG nº ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

SELEÇÃO. Edital DG nº ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO SELEÇÃO Edital DG nº001-2013 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO 1 Do objeto 1.1 O presente Edital tem por objetivo a seleção

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES - RETIFICADO PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2017

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES - RETIFICADO PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2017 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES - RETIFICADO PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2017 Considerando os protocolos de intenção assinados entre a UNIP e o Santander,

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar os alunos referente aos objetivos, critérios, procedimentos e mecanismos de

Leia mais

ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Capítulo I Dos Objetivos Art. 1º - O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016.

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO IFRS CAMPUS VIAMÃO O do Instituto

Leia mais

2.1 O trabalho de conclusão de curso - TCC tem como objetivos primordiais:

2.1 O trabalho de conclusão de curso - TCC tem como objetivos primordiais: NORMA DE ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUÃO DE CURO- TCC: MONOGRAFIA (formato tradicional ou de artigo científico) OU PROJETO DE INTERVENÇÃO 1 FINALIDADE 1.1 A presente norma tem por finalidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 008/14/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERISTITUCIONAL (EXTERNA) A Pró-reitoria de Ensino (PROEN) da Universidade Federal do Cariri (UFCA), tendo em vista o parecer sobre o quantitativo de vagas ociosas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Santa Terezinha Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7983 gabinete.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA UNESC

MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA UNESC UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE CURSO DE NUTRIÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA UNESC CRICIÚMA, 2006. 1 INTRODUÇÃO A disciplina de Monografia de Conclusão

Leia mais

MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1

MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1 MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1 MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2015/1 Este documento contem informações sobre o processo de rematrícula. 1. INFORMAÇÕES & DATAS A Rematrícula ocorrerá somente via Web; O período

Leia mais

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015.

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. Regulamenta a realização de estágios dos alunos dos Cursos de Graduação do Campus de Itapeva. O Coordenador Executivo no uso de suas atribuições legais, expede

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE 2016. REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas as inscrições para participação

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO 01/2011 DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO OU DE TESE DE DOUTORADO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO 01/2011 DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO OU DE TESE DE DOUTORADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pós-Graduação Coordenadoria Acadêmica Avenida dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 37, DE 09 DE SETEMBRO DE 2008.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 37, DE 09 DE SETEMBRO DE 2008. RESOLUÇÃO UNESP Nº 37, DE 09 DE SETEMBRO DE 2008. Estabelece normas para a concessão de Bolsas de Apoio Acadêmico e Extensão e Auxílios coordenados pela Pró- Reitoria de Extensão Universitária - PROEX.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 017/ CONSELHO SUPERIOR

RESOLUÇÃO Nº 017/ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 017/2015 - CONSELHO SUPERIOR Regulamenta o desenvolvimento das Atividades Teórico-Práticas de Aprofundamento em áreas específicas de interesse do estudante dos cursos de licenciatura do IFPI.

Leia mais

RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011

RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AMBIENTAL CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011 Aprova

Leia mais

UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO

UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO Considerando os protocolos de intenção assinados entre a UNIP e o Santander, a Universidade Paulista

Leia mais

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 Serviço Público Federal EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 O Diretor do do, no uso de suas atribuições estatutárias, torna público,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA

REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA FAFIL/FAECO/FAENG Índice Capítulo I Das Finalidades 3 Capítulo II - Das Inscrições dos Alunos 3 Capítulo III - Dos critérios de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS FACULDADE DE OCEANOGRAFIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS FACULDADE DE OCEANOGRAFIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS FACULDADE DE OCEANOGRAFIA DIRETRIZES PARA A ATIVIDADE CURRICULAR DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Regulamenta a atividade

Leia mais

EDITAL 01/ EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC

EDITAL 01/ EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL 01/2017 - EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC

Leia mais

Normas para realização do Estágio Supervisionado do Curso de. Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária

Normas para realização do Estágio Supervisionado do Curso de. Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Normas para realização do Estágio Supervisionado do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária Lavras 2013 INTRODUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL A Universidade Estadual da Paraíba, por meio da Pró-Reitoria Estudantil, no uso de

Leia mais

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Departamento de Administração e Economia Caixa Postal 3037- Lavras MG 37200-000 Fone (35) 3829-1441 Fax (35)3829-1772 Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Campus São Paulo

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Campus São Paulo EDITAL CAMPUS SÃO PAULO Nº01/2016 CHAMADA PARA A CONCESSÃO CRÉDITOS DE TRANSPORTE PÚBLICO PARA DESLOCAMENTO PARA CAMPOS DE ESTÁGIO CURRICULAR E VISITAS A Diretoria Acadêmica do campus São Paulo no uso

Leia mais

NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A BOLSISTA PNPD PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHO DE CAMPO

NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A BOLSISTA PNPD PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHO DE CAMPO NORMA PARA PAGAMENTO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A BOLSISTA PNPD PARA PARTICIPAÇÃO E/OU PUBLICAÇÃO EM EVENTOS E TRABALHO DE CAMPO Art. 1º - Esta norma estabelece os critérios para o pagamento de auxílio a bolsistas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RESOLUÇÃO CBSI 01/2005-15 DE AGOSTO DE 2005 EMENTA: Define as diretrizes para a realização do

Leia mais

Universidade Federal do ABC (UFABC)

Universidade Federal do ABC (UFABC) Bacharelado Interdisciplinar e Sistema Universitário Universidade Federal do ABC (UFABC) Expansão das universidades federais - 2006 Políticas afirmativas: ação de inclusão social com reserva de vagas para

Leia mais

NORMAS - ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS UNESP - CAMPUS BAURU

NORMAS - ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS UNESP - CAMPUS BAURU NORMAS - ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS UNESP - CAMPUS BAURU O Conselho de Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação

Leia mais