MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC"

Transcrição

1 MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC Local de atendimento: Divisão Acadêmica do CMCC Bloco A 5º andar - torre 2 Sala R503-2 Falar com Christian Leia a Resolução ConsEP nº 85 de ATENÇÃO: A partir de 28/05/2012, as solicitações e renovações deverão ser entregues na Divisão de Estágios (Bloco A, piso térreo, Sala 007), porém, a entrega de relatórios será na Divisão Acadêmica do CMCC do Bloco A. 1. ESTÁGIO CURRICULAR 1.1. DISPOSIÇÕES GERAIS: a) O estágio curricular contará créditos no histórico do aluno. Necessita de entregas de relatórios parciais e apresentação de relatório final para a banca. b) O período total que deve ser cursado é de, no mínimo, 120 (cento e vinte) horas em cada empresa. c) Está subdivido em três disciplinas: Estágio Supervisionado I, Estágio Supervisionado II, Estágio Supervisionado III. d) Permite o aproveitamento de horas de estágio não curricular já realizadas desde que estas tenham sido vinculadas ao BCC e que seu início tenha ocorrido em situação equivalente ao disposto no item a) CONDIÇÕES PARA REALIZAR O ESTÁGIO CURRICULAR: a) Ter completado mais de 50% dos créditos totais previstos no Projeto Pedagógico do BCC, sendo, desses créditos, o mínimo de 50% de créditos de disciplinas obrigatórias do BC&T e o mínimo de 50% de créditos de disciplinas obrigatórias do BCC, que não sejam obrigatórias no BC&T. b) Verificar se a empresa tem convênio com a UFABC (na Divisão de Estágios e Monitorias ou no site da Graduação), caso não tenha, entrar em contato com a Divisão de Estágios e Monitorias para maiores informações antes de fazer a solicitação. c) Se o aluno não estiver matriculado no BCC, é necessário iniciar o processo pelo BC&T, onde irá solicitar o estágio não curricular e, depois solicitar o estágio curricular pelo BCC, que será acompanhado concomitantemente com o estágio do BC&T (ver detalhes na seção Perguntas Frequentes) d) Definir quem será o orientador do estágio (sugerido pelo aluno) PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR: a) Solicitação de Estágio Supervisionado I: I Formulário de Estágio Curricular I (disponível no site do BCC).

2 II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) ou 3 (três) vias do Termo Aditivo mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: caso o curso citado no Termo seja o BC&T, o aluno deverá iniciar o processo pelo BC&T, ver detalhes na seção Perguntas Frequentes). Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: IV Comprovante de matrícula no BCC (caso o curso citado no Termo de Compromisso seja o BCC). V 3 (três) vias do Plano de atividades I, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). b) Solicitação de Estágio Supervisionado II: Solicitar somente se tiver sido aprovado no Estágio Supervisionado I. I Formulário de Estágio Curricular II (disponível no site do BCC) II 3 (três) vias do Plano de atividades II, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). c) Solicitação de Estágio Supervisionado III: Solicitar somente se tiver sido aprovado no Estágio Supervisionado II. I Formulário de Estágio Curricular III (disponível no site do BCC) II 3 (três) vias do Plano de atividades III, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). d) Solicitação de Estágio Supervisionado I para alunos que já têm emprego efetivo na área da computação: I Formulário de Estágio Curricular I, II ou III (disponível no site do BCC). II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III Declaração contendo: cargo, área de atuação, descrição das atividades, assinaturas do supervisor da empresa, orientador da UFABC e do aluno. V 3 (três) vias do Plano de atividades I, II ou III, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data em que a matrícula for solicitada (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). VI Caso a empresa não permita a divulgação de determinados dados, esta deverá emitir uma Declaração explicitando quais dados são sigilosos. Ressaltamos que a confidencialidade não poderá se contrapor ao nível de detalhamento esperado pelo comitê de estágio do BCC. Caso isso aconteça, o estágio poderá não ser aprovado. VII As horas aproveitadas como estágio curricular para alunos que têm emprego efetivo na área não poderão ser retroativas, ou seja, as horas serão contadas a partir da solicitação do aluno e o estágio terá o acompanhamento do orientador e da coordenação de estágios. O aluno deverá, a partir da solicitação, seguir os procedimentos de solicitação e aprovação nas disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III, apresentando a documentação citada acima, os planos de atividades e relatórios parciais e final.

3 e) Solicitação de Renovação de Estágio Curricular: Deve ser feita nos seguintes casos: 1 Por alunos que já foram matriculados no Estágio supervisionado e que estão na mesma empresa há mais de 6 meses, entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo Aditivo. 2 - Por alunos que já foram matriculados no Estágio supervisionado mas que mudaram de empresa e por isso a solicitação precisa ser renovada (nesse caso será necessário verificar se a empresa possui convênio com a UFABC), entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) verifique se a nova empresa possui convênio com a UFABC - 3 (três) vias do Plano de Atividades, com as assinaturas do aluno, da empresa e do orientador. 3 Por alunos que iniciaram o estágio curricular concomitante com o BC&T e se matricularam no BCC (Alteração de Curso), entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: - 3 (três) vias do Termo Aditivo citando a alteração de curso. 4 Por alunos que já iniciaram o estágio e foram efetivados, entregar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: Declaração contendo: cargo, área de atuação, descrição das atividades, assinaturas do supervisor da empresa, orientador da UFABC e do aluno PROCEDIMENTOS PARA APROVAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR: a) Aprovação no Estágio Supervisionado I: I Entregar o Relatório parcial I para o orientador do estágio. Neste documento devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 100 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II Entregar ao orientador, junto com o Relatório, a Ficha de Avaliação (disponível no site do BCC). III O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Parcial I, informando o total de horas aprovadas e o conceito aplicado ao Relatório, além da data e assinatura. IV O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador. V Aguardar o parecer da coordenação de estágio sobre aprovação ou reprovação. b) Aprovação no Estágio Supervisionado II: I Entregar ao orientador, junto com a Ficha de Avaliação, o Relatório parcial II, onde devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 200 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Parcial II, informando o total de horas aprovadas e o conceito aplicado ao Relatório, além da data e assinatura. III O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do

4 CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador. V Aguardar o parecer da coordenação de estágio sobre aprovação ou reprovação. c) Aprovação no Estágio Supervisionado III: I Entregar ao orientador, junto com a Ficha de Avaliação, o Relatório Final, onde devem ser descritas, detalhadamente, as atividades realizadas durante um período de, no mínimo 300 horas (com as assinaturas do aluno e da empresa). II O orientador do estágio irá analisar e assinar o Relatório e preencher, na Ficha de Avaliação, os campos destinados ao Relatório Final, informando o total de horas aprovadas e se o Relatório está apto a ser encaminhado para a banca examinadora, além da data e assinatura. III O Relatório e a Ficha de Avaliação deverão, então, ser encaminhadas para a Secretaria do CMCC do Bloco B, para que o coordenador de estágios dê ciência do parecer do orientador e encaminhe para a banca. IV Comparecer perante à banca para avaliação das atividades mencionadas no relatório de estágio. V Aguardar o parecer da banca sobre aprovação ou reprovação PRAZOS PARA ESTÁGIOS CURRICULARES: a) Entrega de documentos da Divisão de Estágios e Monitorias para a Secretaria do CMCC: 1 dia útil. b) Análise da solicitação pela Coordenação: 10 dias úteis. c) Envio da solicitação da matrícula para a ProGrad: 2 dias úteis. d) Entrega do Relatório parcial (ou final) das atividades que foram realizadas durante o estágio: até 30 dias úteis contados a partir do deferimento da solicitação. e) Apreciação do Relatório (parcial ou final) pela Coordenação: 30 dias. f) Envio da solicitação de aprovação na disciplina para a ProGrad: 2 dias úteis após a aprovação do Relatório parcial. e) No caso de reprovação do Relatório, a coordenação ou orientador do estágio entrará em contato com o aluno. 2. ESTÁGIO NÃO CURRICULAR 2.1. DISPOSIÇÕES GERAIS: a) O estágio não curricular não conta créditos no histórico do aluno. b) Como não conta créditos para as disciplinas de Estágio Supervisionado I,II e III, o aluno que fizer o estágio não curricular deverá se inscrever nas disciplinas de Projeto de Graduação de Computação I,II e III (PGC). c) O aluno que tenha realizado estágio não curricular, vinculado ao BCC, tendo seu início ocorrido em situação equivalente ao disposto no item a), poderá solicitar o aproveitamento de algumas horas como estágio curricular CONDIÇÕES PARA REALIZAR O ESTÁGIO NÃO CURRICULAR: a) Ter completado o mínimo de 100 créditos, sendo o mínimo de 50 créditos de disciplinas obrigatórias do BC&T e o mínimo de 50 créditos de disciplinas obrigatórias para o BCC, que não sejam obrigatórias para o BC&T. b) Possuir o coeficiente de aproveitamento (CA) maior ou igual a 2.0. c) Ter cursado uma média de 15 créditos por quadrimestre, nos últimos 3 quadrimestres. d) Verificar se a empresa tem convênio com a UFABC (na Divisão de Estágios e Monitorias ou no

5 site da Graduação), caso não tenha, entrar em contato com a Divisão de Estágios e Monitorias para maiores informações antes de fazer a solicitação. e) Estar matriculado no BCC (caso não atenda esse critério, o estágio deverá ser realizado através do BC&T). f) Definir quem será o orientador do estágio (sugerido pelo aluno) PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO CURRICULAR a) Formulário de Estágio Não Curricular (disponível no site do BCC) b) Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica) c) 3 (três) vias do Termo de Compromisso com as assinaturas da empresa e do aluno (modelo disponível no site da Graduação) ou 3 (três) vias do Termo Aditivo mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: o curso citado no Termo de Compromisso e/ou Aditivo deve ser o Bacharelado em Ciência da Computação. Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: d) Comprovante de matrícula no BCC ou Declaração de reserva de matrícula. e) 3 (três) vias do Plano de atividades, documento que descreve as atividades que o aluno realizará na empresa (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa) PROCEDIMENTOS PARA APROVAÇÃO E RENOVAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO CURRICULAR Se o aluno irá permanecer na mesma empresa, deverá apresentar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: a) 3 (três) vias do Termo Aditivo com as assinaturas da empresa e do aluno, mais 1 (uma) cópia do Termo de Compromisso. Observação: o curso citado no Termo de Compromisso e/ou Aditivo deve ser o Bacharelado em Ciência da Computação. Atenção: O Termo de Compromisso ou Termo Aditivo deverá ser igual ou equivalente ao modelo que consta na página de estágios da Pró-Reitoria de Graduação, a saber: b) Relatório de Atividades, documento que descreve, detalhadamente, as atividades realizadas pelo aluno durante o período de estágio (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Observação: O aluno deverá entregar um Relatório antes do final de cada período de estágio (6 meses), mesmo que este seja renovado. c) Plano de Atividades, documento que descreve as atividades que o aluno realizará na empresa no próximo período do contrato (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Se o aluno mudar de empresa, deverá apresentar os mesmos documentos citados nos Procedimentos para Solicitação de Estágio Não Curricular, mais o Relatório de Atividades detalhado do que já foi realizado na empresa anterior PRAZOS PARA ESTÁGIOS NÃO CURRICULARES a) Entrega de documentos da Divisão de Estágios e Monitorias para a Secretaria do CMCC: 01 dia

6 útil. b) Análise da solicitação pela Coordenadora: 10 dias úteis. 3. PERGUNTAS FREQUENTES: a) Ainda não efetuei a matrícula no BCC, como proceder? R: O aluno deverá solicitar o estágio não curricular junto ao BC&T e, caso queira que este seja avaliado concomitantemente pelo BCC para aproveitamento nas disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III, deverá atender as condições descritas no item 1.2 e apresentar na Divisão de Estágios e Monitorias os seguintes documentos: I Cópia do Termo de Compromisso com as assinaturas do aluno, da empresa e da coordenação de estágios do BC&T. II Ficha individual do aluno (solicitar na Secretaria Acadêmica). III Plano de atividades I, documento que descreve as atividades que serão realizadas a partir da data da solicitação da matrícula (com as assinaturas do aluno, do orientador do estágio e do supervisor da empresa). Para prosseguir nas disciplinas Estágio Supervisionado II e III, o aluno deverá seguir os mesmos procedimentos descritos nos itens 1.3 b) e c). Observações: O estágio solicitado dessa forma no deverá ser realizado concomitante ao estágio pelo BC&T, sendo assim, o aluno não poderá aproveitar horas de estágio já cursadas, já que o mesmo deve ser também supervisionado pela Coordenação de estágios do BCC. b) Eu já realizei estágio em uma empresa que não estou mais trabalhando nela, eu posso aproveitar esse estágio? R: Depende. Poderá somente se foi realizado estágio não curricular e este tenha sido vinculado ao BCC, sendo que seu(s) relatório(s) tenha(m) sido devidamente entregue(s) e aprovado(s). O aluno poderá solicitar o aproveitamento das horas desse estágio para o estágio curricular. A solicitação será analisada e pode ser aprovado, reprovado ou parcialmente aprovado (somente algumas horas serão aproveitadas). c) Eu já realizei mais de 300 horas de estágio em uma empresa que eu ainda estou trabalhando nela, eu posso aproveitar esse estágio? R: Pode se for de acordo com a questão anterior, se estágio for não curricular vinculado ao BCC e iniciado nas condições descritas no item a). d) Eu estou matriculado em estágio I, II ou III e mudei de empresa e agora? O que devo fazer? R: Solicite a renovação de estágio. e) Eu já cumpri 300 horas de estágio na mesma empresa (e continuo trabalhando), eu posso me matricular em estágio curricular I, II e III de uma só vez? R: Não, pois você precisa ser aprovado em cada uma das disciplinas apresentando para isso relatórios parciais. Neste caso, a recomendação é entrar com o pedido de estágio I e seguir o fluxo normal da disciplina. Observe que o mínimo, para cada disciplina, são 100 horas, mas pode ser mais do que isso. f) O aluno pode se matricular em PGC e em estágio supervisionado? R: Não. O aluno que estiver matriculado no PGC I, II e III, não poderá se matricular na disciplina Estágio Supervisionado, visto que os créditos são válidos para uma das duas disciplinas.

7 g) Qual o período para eu realizar a matrícula na disciplina de Estágio? R: O aluno poderá se matricular na disciplina a qualquer momento, pois a disciplina de estágio possui matrícula de fluxo contínuo. h) Qual a diferença entre estágio curricular e não curricular? R: Somente o estágio curricular contará créditos no histórico do aluno. Sendo que o estágio curricular necessita de entregas de relatórios parciais e apresentação de relatório final para banca. Já o estágio não curricular não conta créditos, sendo assim, o aluno terá que se matricular nas disciplinas PGC I, II e III. i) O estágio é obrigatório? R: Não. O aluno pode optar entre fazer o estágio curricular e cumprir os créditos através das disciplinas Estágio Supervisionado I, II e III ou cursar as disciplinas de Projeto de Graduação de Computação I, II e III. Para cursar o PGC o aluno não precisa, necessariamente, fazer estágio não curricular, podendo fazer apenas o PGC. 4. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: a) A data do início da atividade (para apresentação do relatório final) será a constante do termo de compromisso assinado ou a data de protocolo na Divisão de Estágios e Monitorias. b) É de responsabilidade do aluno verificar se a sua matrícula foi efetivada. c) O relatório final deverá ser apresentado em dois formatos: uma cópia impressa e uma salva em.pdf, e os relatórios parciais e final deverão ser redigidos conforme os termos citados no anexo da resolução Consep nº 85. d) Fica vedada, ao aluno optante do estágio curricular ou não curricular vinculado ao BCC, a inclusão nos programas de auxílio financeiro às atividades acadêmicas e científicas.

MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC

MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC MANUAL PARA SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO DO BCC Local de Atendimento: Secretaria do CMCC Bloco B 8º andar Sala R803 Falar com Thereza 4996-0094 thereza.silva@ufabc.edu.br secretariacmcc@ufabc.edu.br Leia a Resolução

Leia mais

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158 Regulamenta as normas gerais para a realização de Estágio Curricular e Estágio Não Curricular nos Cursos de Graduação em Engenharia da UFABC e revoga as Resoluções ConsEP nº 76, 77, 78, 79, 80, 81, 82

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO 02/2011 QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO OU DE DOUTORADO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO 02/2011 QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO OU DE DOUTORADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pós-Graduação Coordenadoria Acadêmica Avenida dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ETNOBIOLOGIA E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA -Mestrado e Doutorado-

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ETNOBIOLOGIA E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA -Mestrado e Doutorado- PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ETNOBIOLOGIA E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA -Mestrado e Doutorado- URCA UEPB MANUAL DO PPGEtno Recife, 2016 1 O que é o PPGEtno? O Programa de Pós-Graduação em Etnobiologia e Conservação

Leia mais

Perguntas e respostas mais frequentes sobre ESTÁGIOS 1. POR QUAL ÓRGÃO DEVO INICIAR A FORMALIZAÇÃO DE INÍCIO DE ESTÁGIO?

Perguntas e respostas mais frequentes sobre ESTÁGIOS 1. POR QUAL ÓRGÃO DEVO INICIAR A FORMALIZAÇÃO DE INÍCIO DE ESTÁGIO? Perguntas e respostas mais frequentes sobre ESTÁGIOS 1. POR QUAL ÓRGÃO DEVO INICIAR A FORMALIZAÇÃO DE INÍCIO DE ESTÁGIO? O Setor de Estágio (SESTA) da Diretoria de Ensino da Pró -Reitoria de Graduação

Leia mais

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Coronel Fabriciano/ 2008 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVOS... 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL... 2 4. ATRIBUIÇÕES... 2 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E

Leia mais

RESOLUÇÃO CONCECS Nº 17 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO CONCECS Nº 17 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7940

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS ANEXO 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIOS ENGENHARIA DE REDES DE COMUNICAÇÃO 49 REGULAMENTO DE ESTÁGIOS NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE REDES DE COMUNICAÇÃO Estabelece normas para a realização de estágios

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação Normas de Estágio Supervisionado do Aprova as Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação, em conformidade com a Lei de Estágio - Lei Federal Nº 11.788 de 25 de setembro de

Leia mais

Estágio Curricular. Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios

Estágio Curricular. Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios Estágio Curricular Profa. Dra. Tatiana Renata Garcia Coordenação de estágios Normas gerais Estágio obrigatório: é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Abril de 2014 1 CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1 Este regulamento normatiza as atividades de estágio supervisionado

Leia mais

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA (LETRAS, HISTÓRIA, MATEMÁTICA E PEDAGOGIA) 1 - Diretrizes Gerais As disciplinas de Estágio Supervisionado contemplam

Leia mais

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1 Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1) O que é estágio curricular e extracurricular? O estágio curricular é um ato educativo e agente integrador acadêmico profissional, configurado para ser um componente

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 005 PPGDC DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 005 PPGDC DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 005 PPGDC DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Estabelece Normas para a defesa de Dissertação de Mestrado no âmbito do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Desenvolvimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02/2013 DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA

RESOLUÇÃO Nº 02/2013 DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA RESOLUÇÃO Nº 02/2013 DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA Estabelece normas para a realização de estágios obrigatórios e não obrigatórios no âmbito dos cursos de graduação da

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO ESTÁGIO DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO INTERNO DO ESTÁGIO DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO INTERNO DO ESTÁGIO DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento normatiza o aproveitamento das 120 horas do Estágio do Curso de Graduação

Leia mais

Capítulo I - Da caracterização. Capítulo II - Do objetivo

Capítulo I - Da caracterização. Capítulo II - Do objetivo REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO Capítulo I - Da caracterização Art. 1º. O Estágio Curricular Obrigatório Supervisionado (ECOS) é atividade individual obrigatória do Currículo

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO Disciplinas de Estágio Supervisionado Art. 1º De acordo

Leia mais

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO NORMATIZAÇÃO ATIVIDADES ACADÊMICAS 1 DAS ATIVIDADES EQUIVALENTES

Leia mais

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1 Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1. O que é estágio curricular e extracurricular? O estágio curricular é um ato educativo e agente integrador acadêmico profissional, configurado para ser um componente

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta)

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) Estabelece normas para a realização de estágios obrigatórios e não obrigatórios no âmbito dos cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016 INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO - 2016-1 Data: 10/03/2016 Prezados alunos, A Comissão de Estágio vem, por meio destas instruções, informar as datas limite para entrega da documentação de estágio em 2016-1

Leia mais

1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA

1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DO MESTRADO DA ESCOLA SUPERIOR DOM HELDER CÂMARA 1º SEMESTRE DE 2017 1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA O candidato ao estágio de docência deve ser um aluno regularmente

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD O presente Regulamento tem o intuito de estabelecer normas gerais para cumprimento da Lei nº.

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS E FLUXOS PREVISTOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS E FLUXOS PREVISTOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS NECESSÁRIOS E FLUXOS PREVISTOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS A Coordenação de Registros Acadêmicos e Escolares (CORAE) é o departamento subordinado à Coordenação de Administração Acadêmica e Apoio ao Ensino

Leia mais

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES Dispõe sobre o programa de Mobilidade Acadêmica Internacional para alunos de graduação da Universidade Federal Fluminense que

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta)

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) Estabelece normas para a realização de estágios obrigatórios e não obrigatórios no âmbito dos cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO Observações importantes sobre os procedimentos: Os procedimentos acadêmicos descritos a seguir deverão ser solicitados na Secretaria do no Pavilhão Administrativo. As cópias dos documentos necessários

Leia mais

FLUXO INTERNO DE REVALIDAÇÃO / RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS ESTRANGEIROS (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO)

FLUXO INTERNO DE REVALIDAÇÃO / RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS ESTRANGEIROS (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO) (TRÂMITE ADMINISTRATIVO DE ABERTURA DO PROCESSO) 1. Recepção da documentação; 2. Conferência e autenticação dos documentos; 3. Elaboração de CI para abertura de processo; 4. Envio de e-mail aos diretores

Leia mais

RESOLUÇÃO 021/2016 CEPE/UNESPAR. Considerando o disposto nos artigos 72 e 73 do Regimento Geral da Unespar.

RESOLUÇÃO 021/2016 CEPE/UNESPAR. Considerando o disposto nos artigos 72 e 73 do Regimento Geral da Unespar. RESOLUÇÃO 021/2016 CEPE/UNESPAR Aprova o Regulamento de Aproveitamento de Estudos e de Equivalência de Disciplinas nos cursos de graduação da Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR. Considerando o disposto

Leia mais

REGULAMENTO DE EXTRAORDINÁRIO APROVEITAMENTO DE ESTUDOS

REGULAMENTO DE EXTRAORDINÁRIO APROVEITAMENTO DE ESTUDOS REGULAMENTO DE EXTRAORDINÁRIO APROVEITAMENTO DE ESTUDOS REGULAMENTO DE EXTRAORDINÁRIO APROVEITAMENTO DE ESTUDOS Regulamenta o extraordinário aproveitamento de estudos, previsto no 2º do art. 47 da Lei

Leia mais

NORMAS PARA O ESTÁGIO PROFISSIONAL SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA MODALIDADE BACHARELADO

NORMAS PARA O ESTÁGIO PROFISSIONAL SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA MODALIDADE BACHARELADO 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE GENÉTICA E BIOQUÍMICA - INGEB COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA COBIT 3225-8441 Bloco 2E,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO INSTRUÇÃO NORMATIVA DATA DE EXPEDIÇÃO PÁGINAS Nº 4/2013 30/8/2013 6 ASSUNTO Estágio obrigatório e não obrigatório EMENTA Dispõe sobre os procedimentos administrativos relativos à formalização de convênios,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º O Projeto Pedagógico do Curso Turismo da UFPR prevê a realização de estágio nas modalidades de obrigatório

Leia mais

Áreas: Comunicação, Exatas e

Áreas: Comunicação, Exatas e REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO - OBRIGATÓRIO BACHARELADO Áreas: Comunicação, Exatas e Negócios CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS COORDENADORIA DE MOBILIDADE ACADÊMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS COORDENADORIA DE MOBILIDADE ACADÊMICA EDITAL N O 11 - PROINTER/UFC, DE 18 DE SETEMBRO DE 2017 PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR ESTRANGEIRAS CONVENIADAS COM A UFC O Pró-Reitor de Relações Internacionais

Leia mais

OBS-3: Na ficha catalográfica, ( CDD) deverá constar as 05 palavras indicadas quando da solicitação da Banca.

OBS-3: Na ficha catalográfica, ( CDD) deverá constar as 05 palavras indicadas quando da solicitação da Banca. PROCEDIMENTOS APÓS A DEFESA ( Alunos) O aluno deverá acessar o link da Biblioteca http://www2.unifesp.br/home_diadema/biblio_prod_servicos.html ( Orientação e normalização de trabalhos acadêmicos segundo

Leia mais

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Departamento de Administração e Economia Caixa Postal 3037- Lavras MG 37200-000 Fone (35) 3829-1441 Fax (35)3829-1772 Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Computação do Câmpus Jandaia do Sul da UFPR prevê a realização

Leia mais

Regras para o Estágio Supervisionado

Regras para o Estágio Supervisionado Regras para o Estágio Supervisionado Este documento objetiva descrever as regras que foram aprovadas pela Comissão de Estágio para a inscrição, desenvolvimento e encerramento do Estágio Supervisionado,

Leia mais

HOSPITAL REGIONAL DO OESTE HRO E HOSPITAL DA CRIANÇA - HC

HOSPITAL REGIONAL DO OESTE HRO E HOSPITAL DA CRIANÇA - HC Julho de 2017 ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO DE PESQUISAS E COLETA DE DADOS HOSPITAL REGIONAL DO OESTE HRO E HOSPITAL DA CRIANÇA - HC Do número de (TCC, Pesquisas e Coleta de As pesquisas que necessitarem

Leia mais

01. Qual o Local e horário de funcionamento da Coordenação de Estágios e Relações Empresarias da Reitoria do IFPB?

01. Qual o Local e horário de funcionamento da Coordenação de Estágios e Relações Empresarias da Reitoria do IFPB? Perguntas Frequentes 01. Qual o Local e horário de funcionamento da Coordenação de Estágios e Relações Empresarias da Reitoria do IFPB? A Coordenação de Estágio e Relações Empresariais é o setor da Pró-Reitoria

Leia mais

Regulamentação Específica para os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do Bacharelado em Ciência e Tecnologia

Regulamentação Específica para os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do Bacharelado em Ciência e Tecnologia Regulamentação Específica para os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do Bacharelado em Ciência e Tecnologia EM VIGOR A PARTIR DO SEGUNDO SEMESTRE LETIVO DE 2013 Elaboração: Colegiado do Curso de Bacharelado

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Estabelece normas e procedimentos para realização de Atividades Complementares pelos

Leia mais

Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório

Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório Campus Itaqui Curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos Normas para o Estágio Supervisionado Obrigatório 1. ASPECTOS LEGAIS O Estágio Supervisionado tem caráter curricular obrigatório e é uma exigência

Leia mais

MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2017/2

MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2017/2 MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2017/2 MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2017/2 Este documento contém informações sobre o processo de rematrícula. 1. INFORMAÇÕES & DATAS A Rematrícula ocorrerá somente via

Leia mais

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Em atendimento às diretrizes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00)

SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00) APROVEITAMENTO DE ESTUDOS 2015/1 SOLICITAÇÕES DE 12/12/2014 a 13/03/2015 (TAXA - R$ 17,00) Informativo GR nº 001/2014 ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA

NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA 1 2 Normas Regulamentadoras das Atividades Acadêmicas Complementares do Curso de Zootecnia As atividades complementares

Leia mais

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA Dispõe sobre a Transferência Externa para cursos de graduação da Faculdade Guanambi. A Direção Acadêmica e Administrativa da Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições

Leia mais

E D I T A L Nº 09/ CEFID

E D I T A L Nº 09/ CEFID E D I T A L Nº 09/2017 - CEFID Fixa prazos de matrícula para os acadêmicos veteranos e documentação exigida para o Segundo Semestre de 2017 O Diretor Geral do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da

Leia mais

Clique para editar o estilo do título mestre

Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Estágio Segundo Obrigatório nível Terceiro nível Quarto nível Setor de Estágios Quinto nível estagios@restinga.ifrs.edu.br

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00)

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) APROVEITAMENTO DE ESTUDOS 2015/2 SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) Informativo GR nº 003/2015, de 23/06/2015. ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 ANO XLV N. 098 14/07/2015 SEÇÃO IV PÁG. 076 RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 Niterói, 24 de junho de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 24/06/2015,

Leia mais

Tipos de Estágios. Estágio Obrigatório. Estágio não Obrigatório. O que é o Estágio?

Tipos de Estágios. Estágio Obrigatório. Estágio não Obrigatório. O que é o Estágio? O que é o Estágio? A atividade de estágio é um fator significativo na formação do profissional, por proporcionar a interação do aluno com a realidade da profissão e a complementação prática do aprendizado

Leia mais

Regulamento do curso de Engenharia de Biomédica

Regulamento do curso de Engenharia de Biomédica Regulamento do curso de Engenharia de Biomédica 1/6 Este Regulamento do curso, complementar ao Regulamento Geral dos Cursos de Graduação da UFRN, é uma consolidação de normas específicas do curso de Engenharia

Leia mais

CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. 68h de atividades teóricas presenciais na UFLA

CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. 68h de atividades teóricas presenciais na UFLA 1 CARTILHA DA ATIVIDADE PRG 107 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Estágio de 408h formal e registrado na PROEC por meio de Convênio de Estágio e Termo de Compromisso 68h de atividades

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ RESOLUÇÃO Nº 86/ CONSELHO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ RESOLUÇÃO Nº 86/ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 86/2016 - CONSELHO SUPERIOR Regulamenta o desenvolvimento das atividades complementares em áreas específicas de interesse do estudante dos cursos de Tecnologia e Bacharelados do IFPI. O Presidente

Leia mais

Alterações no Regime Didático 2016

Alterações no Regime Didático 2016 Alterações no Regime Didático 2016 Art. 41 - Ao Orientador Acadêmico compete: I - exercer o acompanhamento acadêmico dos seus orientados. II - zelar para que sejam cumpridas as determinações e recomendações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Coordenadoria de Desenvolvimento Pedagógico

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Coordenadoria de Desenvolvimento Pedagógico EDITAL Nº 12/2014 PROGRAD BOLSAS DO PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA ANDIFES/SANTANDER A Pró-Reitoria de Graduação torna público o processo seletivo para bolsas do PROGRAMA ANDIFES/SANTANDER DE MOBILIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 008/14/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERISTITUCIONAL (EXTERNA) A Pró-reitoria de Ensino (PROEN) da Universidade Federal do Cariri (UFCA), tendo em vista o parecer sobre o quantitativo de vagas ociosas

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO

REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR Ensino a Distância (EaD) - BACHARELADO CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem por finalidade orientar a operacionalização

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 01 / 2014 - DE 10

Leia mais

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante.

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 3º O estudante-monitor deverá assinar um Termo de Compromisso específico à atividade de monitoria. Art.4º

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pós-Graduação Coordenadoria Acadêmica Avenida dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública Abertura de Inscrições para Seleção de bolsistas de Iniciação Científica PIBIC-AF/CNPq/2012-2013 1. ABERTURA O Reitor da Universidade Estadual

Leia mais

PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DIO RIO GRANDE DO SUL

PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DIO RIO GRANDE DO SUL EDITAL DE PRÉ-SELEÇÃO PARA BOLSAS MÉRITO (MRE-DCE) 2016/1 (Aos estudantes PEC-G da UFRGS com desempenho acadêmico excelente, habilitados a participar da seleção para Bolsa Mérito do Ministério das Relações

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO PASSO A PASSO Caro Aluno, Leia atentamente as instruções abaixo para saber como entregar seus documentos de estágio. Os documentos deverão ser entregues ANTES de iniciar o estágio.

Leia mais

1- Estabelecer as normas e procedimentos para a Manutenção de Vínculo no IFRJ.

1- Estabelecer as normas e procedimentos para a Manutenção de Vínculo no IFRJ. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2016/PROGRAD, DE 13 DE MAIO DE 2016. A Pró-Reitora de Ensino de Graduação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, no uso de suas atribuições

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Colegiado dos Cursos de Graduação em Química e Química Tecnológica

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Colegiado dos Cursos de Graduação em Química e Química Tecnológica Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Colegiado dos Cursos de Graduação em Química e Química Tecnológica RESOLUÇÃO N o 01/2017 de 29 de maio de 2017. Reedita com alterações

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE 2016. REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas as inscrições para participação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 219 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 219 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 219 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES IFBA/CAMPUS BARREIRAS

ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES IFBA/CAMPUS BARREIRAS ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ARQUITETURA E URBANISMO IFBA/CAMPUS BARREIRAS Barreiras 2017 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 Regulamenta as atividades de Estágio Curricular Obrigatório e Não-obrigatório do Curso de Graduação da Escola de Engenharia

Leia mais

RESOLVE: Capítulo I DA NATUREZA

RESOLVE: Capítulo I DA NATUREZA RESOLUÇÃO 02/16 CCMV Regulamenta os estágios no Curso de Medicina Veterinária do Setor de Ciências Agrárias da UFPR. O Colegiado do Curso de Medicina Veterinária do Setor de Ciências Agrárias, na cidade

Leia mais

FAQ. 1. Não consigo trocar a senha do autoatendimento, o que devo fazer?

FAQ. 1. Não consigo trocar a senha do autoatendimento, o que devo fazer? FAQ 1. Não consigo trocar a senha do autoatendimento, o que devo fazer? R - A troca de senha deve ser feita na página inicial do autoatendimento em ESQUECI MINHA SENHA, abrirá uma página solicitando o

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento de Estágios visa disciplinar os estágios do curso de Engenharia da Computação,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA 29/02/26 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AMAZONIA Belém 26 29/02/26 Dispõe sobre normas de Monitoria da Universidade da Amazônia. CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º Adotar e estimular a Monitoria Acadêmica, que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL DEF Nº 01/2017 SELEÇÃO DE MONITOR REMUNERADO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL, DA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI, CAMPUS JK O

Leia mais

Normas Complementares de Estágio

Normas Complementares de Estágio 1. Objetivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Normas Complementares de Estágio O Estágio é ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo

Leia mais

Regulamento de Estágios do Curso de Odontologia UFJF/GV

Regulamento de Estágios do Curso de Odontologia UFJF/GV Universidade Federal de Juiz de Fora Campus Avançado Governador Valadares Regulamento de Estágios do Curso de Odontologia UFJF/GV TÍTULO I Da comissão orientadora de estágio CAPÍTULO I Dos objetivos Art.

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE

AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE 1 O que é? 1.1 Entende-se por afastamento docente a situação em que o docente se afasta integralmente do exercício do cargo efetivo para dedicar-se à capacitação docente,

Leia mais

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016.

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO IFRS CAMPUS VIAMÃO O do Instituto

Leia mais

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão abertas

Leia mais

EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011

EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011 EDITAL EDITAL N 01, DE 11 de Abril de 2011 PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO ESTRANGEIRAS CONVENIADAS COM A UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA A Reitora da Universidade

Leia mais

Edital PROGRAD nº 34 de 26 de setembro de Seleção de candidaturas de alunos da UFCSPA para intercâmbio na Universidad del Tolima (Colômbia)

Edital PROGRAD nº 34 de 26 de setembro de Seleção de candidaturas de alunos da UFCSPA para intercâmbio na Universidad del Tolima (Colômbia) Edital PROGRAD nº 34 de 26 de setembro de 2014 Seleção de candidaturas de alunos da UFCSPA para intercâmbio na Universidad del Tolima (Colômbia) A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Ciências

Leia mais

MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1

MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1 MANUAL DE REMATRÍCULA 2015/1 MANUAL DE REMATRÍCULA GRADUAÇÃO 2015/1 Este documento contem informações sobre o processo de rematrícula. 1. INFORMAÇÕES & DATAS A Rematrícula ocorrerá somente via Web; O período

Leia mais

NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO EM JORNALISMO

NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO EM JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO COLEGIADO DO CURSO JORNALISMO NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

Leia mais

REGULAMENTO COMPLEMENTAR DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DA UTFPR CÂMPUS APUCARANA

REGULAMENTO COMPLEMENTAR DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DA UTFPR CÂMPUS APUCARANA REGULAMENTO COMPLEMENTAR DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DA UTFPR CÂMPUS APUCARANA CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º O Estágio Curricular Supervisionado integrante

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Institui as normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e as condições de aproveitamento,

Leia mais

REGULAMENTO REGIME ESPECIAL DE DEPENDÊNCIA

REGULAMENTO REGIME ESPECIAL DE DEPENDÊNCIA Estabelece a abertura do Regime Especial de Dependência para cumprimento de disciplinas em processo de reprovação por nota. A Direção Geral da Faculdade de São Vicente torna público aos alunos regularmente

Leia mais

Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento

Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento Faculdade de Serviço Social Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS), vinculado

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa as normas que regulamentam as Atividades Complementares no âmbito do curso de Bacharelado em Administração da FAPPES Faculdade Paulista de Pesquisa e Ensino

Leia mais

Manual do Estagiário. O que é o Estágio? NUCEN

Manual do Estagiário. O que é o Estágio? NUCEN Manual do Estagiário O que é o Estágio? A atividade de estágio é um fator significativo na formação do profissional, pois proporciona a interação do aluno com a realidade da profissão e a complementação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO Santa Rosa - RS 2014 1 CAPÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Curricular

Leia mais