XX Simpósio Jurídico da ABCE. Os 10 anos da Lei /2004, reflexões e perspectivas.

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XX Simpósio Jurídico da ABCE. Os 10 anos da Lei /2004, reflexões e perspectivas."

Transcrição

1 XX Simpósio Jurídico da ABCE Os 10 anos da Lei /2004, reflexões e perspectivas. São Paulo Outubro de 2014 Ricardo Brandão Procurador-Geral da ANEEL

2 Marcos normativos antecedentes à Lei / /93 Início da reforma do setor elétrico extinguiu a equalização tarifária criou os contratos de suprimento entre geradores e distribuidores disposições acerca do regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos 8.987/95 adoção do conceito de tarifa do serviço público concedido fixada pelo preço da proposta vencedora da licitação 9.074/95 criação do Produtor Independente de Energia PIE abertura do mercado (prerrogativa de um grupo de consumidores, os chamados consumidores livres de escolha do fornecedor) garantia de livre acesso às redes elétricas 9.427/96 Criação ANEEL

3 Marcos normativos antecedentes à Lei / / criação da figura do agente de comercialização estabelecimento da livre negociação para compra e venda de energia criação do operador do mercado (ONS) abertura do mercado aos chamados consumidores especiais criação do segmento do mercado de energia incentivada (direito a desconto nas tarifas de uso) Comitê de Revitalização do Modelo do Setor Elétrico - propostas de alterações no setor elétrico brasileiro /02 Criação do MAE /02 Expansão da oferta emergencial, RTE, PROINFA, CDE, Universalização

4 Fundamentos da Lei /2004 Ajustes no modelo setorial, com ênfase na contratação das distribuidoras e na expansão da oferta Comercialização com lastro Carga 100% contratada Planejamento da expansão declaração de demanda da distribuição e leilões para atender demanda Empresa para subsidiar o planejamento - EPE Ambiente de Comercialização Regulada Ambiente de Comercialização Livre

5 Fundamentos da Lei /2004 Limitações na contratação das distribuidoras leilões, limite de repasse, proibição de self dealing Preservação dos contratos vigentes (porém, vedação de aditamento para elevação de preço ou aumento de prazo e quantidade art. 21 da Lei 10848) Segregação de atividades possibilidade de concentração de G & T Foco na modicidade tarifária

6 Ambientes de Contratação (Lei /2004) Vendedores Geradores de serviço público, Autoprodutores. Produtores Independentes, Comercializadores Vendedores Autoprodutores. Produtores Independentes Ambiente de Contratação Regulada ACR Distribuidores (Consumidores cativos) Contratos resultantes de Leilões Ambiente de Contratação Livre ACL Consumidores livres, Consumid. Especiais, Comercializ adores Contratos livremente negociados Energia de Reserva ER CCEE (Distribuidores Consumidores livres, Consumid. Especiais) Contratos resultantes de Leilões

7 Fundamentos da Lei /2004 CONTRATAÇÃO NO ACR Contratação por meio de CCEARs duas modalidade de contratação de energia Risco de exposição ao submercado do agente comprador Contrato por quantidade risco hidrológico por conta do agente vendedor Contrato por disponibilidade risco hidrológico com o agente comprador, com direito de repasse ao consumidor -

8 Fundamentos da Lei /2004 Leilões no ACR Energia nova A-5 contratação com cinco anos de antecedência A-3 contratação com três anos de antecedência Contratos prazo de suprimento de no mínimo 15 e no máximo 30 anos. Projetos considerados estruturantes podem ser licitados em separado e com entrada em operação por unidade geradora (Ex. Santo Antônio, Jirau e Belo Monte) Licença Ambiental prévia Pagamento anual de UBP de referência

9 Fundamentos da Lei /2004 Leilões no ACR Energia existente - A 1 contratação no ano anterior (suprimento de no mínimo 1 e no máximo 15 anos) - A 0 contratação no mesmo ano - Leilão de ajuste MCSD Mecanismo de compensação de sobras e déficits

10 Fundamentos da Lei /2004 ACR ACR Distribuidoras devem garantir a totalidade do mercado no ACR penalidade por descumprimento da regra Contrato CCEAR Limites de repasse para os consumidores Incentivo à modicidade tarifária Compra em leilões multilaterais contratos bilaterais Leilões separados para energia nova e energia existente

11 Fundamentos da Lei /2004 Modalidade de contratação das distribuidoras - contratação regulada - leilões A-5, A-3, A-1 e leilão de ajuste - contratos existentes no momento da lei - geração distribuída limite de contratação e de repasse - energia do 1º PROINFA (eólica, PCH e biomassa) - Cotas de Itaipu e da Lei Angra 1 e 2 - distribuidora supridora, no caso de distribuidora suprida com mercado inferior a 500 Gwh ano

12 Conclusões, agradecimentos e debates

3º Seminário Energia +Limpa O Mercado de Energia Elétrica Brasileiro

3º Seminário Energia +Limpa O Mercado de Energia Elétrica Brasileiro 3º Seminário Energia +Limpa O Mercado de Energia Elétrica Brasileiro Alexandre Zucarato 24 de abril de 2012 Funcionamento do Sistema Físico 2 Sistema Elétrico Brasileiro 3 Sistema Elétrico Brasileiro Rede

Leia mais

VI Conferência de PCHs Mercado & Meio-Ambiente Comercialização de Energia Elétrica Proveniente de PCHs no Brasil

VI Conferência de PCHs Mercado & Meio-Ambiente Comercialização de Energia Elétrica Proveniente de PCHs no Brasil VI Conferência de PCHs Mercado & Meio-Ambiente Comercialização de Energia Elétrica Proveniente de PCHs no Brasil Antônio Carlos Fraga Machado Presidente do Conselho de Administração Câmara de Comercialização

Leia mais

11 de abril de Paulo Born Conselho de Administração

11 de abril de Paulo Born Conselho de Administração Operações do Mercado de Energia Evolução e Perspectiva Seminário FIEPE 11 de abril de 2013 Paulo Born Conselho de Administração Agenda Visão Geral do Mercado de Energia Governança e Ambientes de Comercialização

Leia mais

8 de agosto de Ricardo Lima Conselheiro de Administração - CCEE. Estrutura tarifária "ponta/fora da ponta Perspectiva dos atores

8 de agosto de Ricardo Lima Conselheiro de Administração - CCEE. Estrutura tarifária ponta/fora da ponta Perspectiva dos atores Estrutura tarifária "ponta/fora da ponta Perspectiva dos atores Seminário Autoprodução de Energia Elétrica na Ponta Impactos e Perspectivas 8 de agosto de 2012 Ricardo Lima Conselheiro de Administração

Leia mais

O mercado livre de energia elétrica e os aprendizados para o setor de gás

O mercado livre de energia elétrica e os aprendizados para o setor de gás O mercado livre de energia elétrica e os aprendizados para o setor de gás Seminário sobre Gás Natural e Regulação 11/12/2017 Solange David Vice-presidente do Conselho de Administração Agenda Governança

Leia mais

XIII Fórum Nacional de Energia e Meio Ambiente no Brasil. A atuação da CCEE como operadora do mercado brasileiro. 15 de agosto de 2012

XIII Fórum Nacional de Energia e Meio Ambiente no Brasil. A atuação da CCEE como operadora do mercado brasileiro. 15 de agosto de 2012 XIII Fórum Nacional de Energia e Meio Ambiente no Brasil A atuação da CCEE como operadora do mercado brasileiro 15 de agosto de 2012 Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração

Leia mais

Gestão da Comercialização na CEMIG. Bernardo Afonso Salomão de Alvarenga Diretor Comercial

Gestão da Comercialização na CEMIG. Bernardo Afonso Salomão de Alvarenga Diretor Comercial Gestão da Comercialização na CEMIG Bernardo Afonso Salomão de Alvarenga Diretor Comercial Situação atual da CEMIG no mercado de energia elétrica Recursos Próprios: Cemig GT Sá Carvalho Rosal Horizontes

Leia mais

Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais

Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais 6º Painel - Direito da Concorrência e a Regulação Setorial harmonização e discordâncias Visão da Comercialização de Energia

Leia mais

Comercialização no Novo Modelo de Energia Elétrica

Comercialização no Novo Modelo de Energia Elétrica Comercialização no Novo Modelo de Energia Elétrica Reestruturação do Setor Elétrico Seminário Internacional : Reestruturação e Regulação do Setor de Energia Elétrica e Gás Natural Antonio Carlos Fraga

Leia mais

2 O setor elétrico brasileiro

2 O setor elétrico brasileiro 2 O setor elétrico brasileiro O setor elétrico divide-se basicamente quatro segmentos: geração, transmissão, distribuição e comercialização. A geração de energia é composta por centrais hidrelétricas ou

Leia mais

Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007

Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007 Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007 Luiz Henrique Alves Pazzini Gerência de Acompanhamento de Mercado - GAM 25 de abril de 2007 Agenda Comercialização de Energia

Leia mais

Antônio Carlos Fraga Machado Conselheiro de Administração - CCEE

Antônio Carlos Fraga Machado Conselheiro de Administração - CCEE Painel 3 - INTEGRAÇÃO NO MERCOSUL Seminário Internacional de Integração Elétrica da América do Sul 7 de agosto de 2012 Antônio Carlos Fraga Machado Conselheiro de Administração - CCEE Sistema Interligado

Leia mais

SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA E OPORTUNIDADES

SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA E OPORTUNIDADES SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA E OPORTUNIDADES RICARDO LIMA CONSULTOR Nov/2018 MATRIZ ELÉTRICA BRASILEIRA Fonte: EPE O que é mercado livre? Adaptado de uma apresentação

Leia mais

Hélvio Neves Guerra. Seminário Agro em Questão Energias Renováveis: tornando a agropecuária mais sustentável e econômica

Hélvio Neves Guerra. Seminário Agro em Questão Energias Renováveis: tornando a agropecuária mais sustentável e econômica Seminário Agro em Questão Energias Renováveis: tornando a agropecuária mais sustentável e econômica Hélvio Neves Guerra Ministério de Minas e Energia Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético

Leia mais

Visão Geral das Operações na CCEE. Junho/2015

Visão Geral das Operações na CCEE. Junho/2015 Visão Geral das Operações na CCEE Junho/2015 1. Visão do Sistema Elétrico 2. Modelo Institucional 3. Comercialização de Energia do SIN 4. Principais Regras de Comercialização 1. Visão do Sistema Elétrico

Leia mais

Perspectivas do Setor de Energia Elétrica

Perspectivas do Setor de Energia Elétrica Perspectivas do Setor de Energia Elétrica Palestra Apimec RJ 19/set/2011 Leonardo Lima Gomes Agenda 1. Visão Geral do Setor 2. Mercado de Energia Elétrica 3. Perspectivas Desenvolvimento Mercado 4. Perspectivas

Leia mais

POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016

POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016 POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016 SUMÁRIO I. A Comercialização de Energia Elétrica - Relações

Leia mais

Maio / CCEE Papéis e Responsabilidades

Maio / CCEE Papéis e Responsabilidades Maio / 2005 CCEE Papéis e Responsabilidades Sistema Elétrico Brasileiro (Interligado) Dimensões Continentais Sofisticado Sistema de Supervisão e Controle Integrado Capacidade Instalada (dez/03) Hidráulica:

Leia mais

APERFEIÇOAMENTOS REGULATÓRIOS PARA O MERCADO LIVRE. 13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. 6 de agosto de 2012

APERFEIÇOAMENTOS REGULATÓRIOS PARA O MERCADO LIVRE. 13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. 6 de agosto de 2012 APERFEIÇOAMENTOS REGULATÓRIOS PARA O MERCADO LIVRE 13º Encontro Internacional de Energia - FIESP 6 de agosto de 2012 Ricardo Lima Conselheiro de Administração - CCEE Funcionamento do Sistema Físico Funcionamento

Leia mais

Eng. JOSIAS MATOS DE ARAÚJO Diretor-Presidente da Eletrobras Eletronorte 11 de novembro de 2013

Eng. JOSIAS MATOS DE ARAÚJO Diretor-Presidente da Eletrobras Eletronorte 11 de novembro de 2013 1 Eng. JOSIAS MATOS DE ARAÚJO Diretor-Presidente da Eletrobras Eletronorte 11 de novembro de 2013 2 Setor Elétrico Brasileiro Números do Setor Elétrico Brasileiro Geração Instalada: 124.386 MW Linhas de

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA (SIE)

SISTEMAS DE ENERGIA (SIE) SISTEMAS DE ENERGIA (SIE) Prof.: Bruno Gonçalves Martins bruno.martins@ifsc.edu.br Aula 3 Racionamento de energia RECAPITULANDO... Racionamento de energia; Crise de racionamento de 2001; Bandeira Tarifárias;

Leia mais

2 Novo Modelo do Setor Elétrico Brasileiro

2 Novo Modelo do Setor Elétrico Brasileiro 2 Novo Modelo do Setor Elétrico Brasileiro Segundo a lei federal no. 10.848, esse novo modelo tem três objetivos principais: garantir a segurança no suprimento da energia elétrica, atingir a modicidade

Leia mais

Panorama dos leilões do 2º semestre de 2013

Panorama dos leilões do 2º semestre de 2013 Panorama dos leilões do 2º semestre de 2013 Datas, aspectos gerais e sistemáticas 03/06/2013 Gerência de Leilões e Mercado Regulado Agenda Data dos leilões no 2º semestre de 2013 11º Leilão de Energia

Leia mais

A ANEEL e o Marco Regulatório do Brasil. Ivan Camargo Assessor da Diretoria

A ANEEL e o Marco Regulatório do Brasil. Ivan Camargo Assessor da Diretoria A ANEEL e o Marco Regulatório do Brasil Ivan Camargo Assessor da Diretoria Sumário 1. Marco Regulatório Brasileiro. Resultados. 2. Atuação da Agência Nacional de Energia Elétrica. 3. Principais Desafios.

Leia mais

3. O Setor Elétrico Brasileiro (SEB)

3. O Setor Elétrico Brasileiro (SEB) 3. O Setor Elétrico Brasileiro (SEB) Até 1995, o Setor Elétrico Brasileiro era formado por empresas verticalizadas, predominantemente estatais, detentoras das atividades de geração, transmissão e distribuição

Leia mais

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL À COMPRA DE ENERGIA DE PCH S. Leis: Decretos:

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL À COMPRA DE ENERGIA DE PCH S. Leis: Decretos: Legislação A Legislação brasileira que trata da compra de energia de PCH's não é específica, tratando simultaneamente de tantos outros assuntos. Assim, é necessário identificar os artigos e parágrafos

Leia mais

Os Desafios da Comercialização de Energia nos Mercados Regulado e Livre no Sistema Brasileiro

Os Desafios da Comercialização de Energia nos Mercados Regulado e Livre no Sistema Brasileiro Os Desafios da Comercialização de Energia nos Mercados Regulado e Livre no Sistema Brasileiro Xisto Vieira Filho Diretor de Regulação e Comercialização de Energia da MPX Energia S.A. Presidente da Associação

Leia mais

ANEXO I: EMENTA DA QUINTA PROVA DE CERTIFICAÇÃO ABRACEEL DE HABILITAÇÃO PARA EXERCÍCIO DE ATIVIDADE DE OPERADOR DO MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA (2016)

ANEXO I: EMENTA DA QUINTA PROVA DE CERTIFICAÇÃO ABRACEEL DE HABILITAÇÃO PARA EXERCÍCIO DE ATIVIDADE DE OPERADOR DO MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA (2016) ANEXO I: EMENTA DA QUINTA PROVA DE CERTIFICAÇÃO ABRACEEL DE HABILITAÇÃO PARA EXERCÍCIO DE ATIVIDADE DE OPERADOR DO MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA (2016) 1) Ambientes de Contratação de Energia (Peso 10) i.

Leia mais

Solange David. Vice-presidente do conselho de administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

Solange David. Vice-presidente do conselho de administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) Solange David Vice-presidente do conselho de administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e desafios

Leia mais

O Atual Modelo do Setor Elétrico Brasileiro. Antônio Soares Diniz Superintendente

O Atual Modelo do Setor Elétrico Brasileiro. Antônio Soares Diniz Superintendente O Atual Modelo do Setor Elétrico Brasileiro Antônio Soares Diniz Superintendente Junho/2005 Agenda Base Legal 2003 / 2004 As mudanças implantadas Objetivos do Novo Modelo CCEE Comercialização de Energia

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. O Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) encerrou janeiro/2015 com um fator de ajuste de 80,6%.

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. O Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) encerrou janeiro/2015 com um fator de ajuste de 80,6%. O InfoMercado mensal apresenta os dados da prévia de medição de fevereiro/15 e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em janeiro/15. Este boletim traz um

Leia mais

AULA 2 SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO RAFAEL DE OLIVEIRA RIBEIRO 1

AULA 2 SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO RAFAEL DE OLIVEIRA RIBEIRO 1 AULA 2 SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO RAFAEL DE OLIVEIRA RIBEIRO 1 Introdução Por que gerar energia? 2 O mundo é dependente de energia? 3 O mundo é dependente de energia? 4 Tipos de Geração 5 Introdução O

Leia mais

Sistemáticas dos Leilões

Sistemáticas dos Leilões VIII Conferência Anual da RELOP Sistemáticas dos Leilões José Jurhosa Junior Diretor São Tomé 2 de setembro de 2015 Contexto atual Geração Aumento de 44% da capacidade instalada nos últimos 10 anos. Uma

Leia mais

Mercado Livre de Energia: Perspectivas e como migrar 14º COBEE Congresso Brasileiro de Eficiência Energética 01/09/2017

Mercado Livre de Energia: Perspectivas e como migrar 14º COBEE Congresso Brasileiro de Eficiência Energética 01/09/2017 Mercado Livre de Energia: Perspectivas e como migrar 14º COBEE Congresso Brasileiro de Eficiência Energética 01/09/2017 Gilson Cecchin Gerente executivo de Cadastros e Contratos Agenda A CCEE Câmara de

Leia mais

O COMERCIALIZADOR E A GERAÇÃO DISTRIBUÍDA NO NOVO PANORAMA DO SETOR ELÉTRICO. Walfrido Avila - 06/2002

O COMERCIALIZADOR E A GERAÇÃO DISTRIBUÍDA NO NOVO PANORAMA DO SETOR ELÉTRICO. Walfrido Avila - 06/2002 O COMERCIALIZADOR E A GERAÇÃO DISTRIBUÍDA NO NOVO PANORAMA DO SETOR ELÉTRICO Walfrido Avila - 06/2002 1 1 - CENÁRIOS DE EVOLUÇÃO DO SISTEMA INTERLIGADO CENÁRIO DE REFERÊNCIA (1) Critérios com base na Resolução

Leia mais

Papel e Perspectivas da CCEE para o Setor Elétrico Seminário Internacional Bolsa de Energia

Papel e Perspectivas da CCEE para o Setor Elétrico Seminário Internacional Bolsa de Energia Papel e Perspectivas da CCEE para o Setor Elétrico Seminário Internacional Bolsa de Energia ARY PINTO Conselheiro 28/02/2019 Agenda Sistema Elétrico Brasileiro e a CCEE Mercado Livre de Energia Elétrica

Leia mais

A CONTRA-REFORMA DA INDÚSTRIA ELÉTRICA BRASILEIRA E A NOVA PERSPECTIVA DE MERCADO

A CONTRA-REFORMA DA INDÚSTRIA ELÉTRICA BRASILEIRA E A NOVA PERSPECTIVA DE MERCADO Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Economia A CONTRA-REFORMA DA INDÚSTRIA ELÉTRICA BRASILEIRA E A NOVA PERSPECTIVA DE MERCADO 10/11/2006 ELBIA MELO Conselheira da CCEE SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO

Leia mais

Nº 54 Fevereiro/

Nº 54 Fevereiro/ www.ccee.org.br Nº 54 Fevereiro/212 8 1 8 O Info Mercado é uma publicação mensal que traz os principais resultados das operações contabilizadas no âmbito da CCEE. Esta edição refere-se aos dados da contabilização

Leia mais

Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs. Cenário e tarifas do mercado livre e regulado

Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs. Cenário e tarifas do mercado livre e regulado Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs Cenário e tarifas do mercado livre e regulado 22 de agosto de 2013 Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração Agenda Comercialização

Leia mais

REN 824/2018 Leilão de Excedentes e Mecanismos de Ajustes Contratuais. Reunião ABRAGE 20/09/2018

REN 824/2018 Leilão de Excedentes e Mecanismos de Ajustes Contratuais. Reunião ABRAGE 20/09/2018 Leilão de Excedentes e Mecanismos de Ajustes Contratuais Reunião ABRAGE 20/09/2018 Mecanismos de Ajustes Contratuais Mecanismos de Ajustes de Montantes de CCEARs: MCSD Energia Nova espécie de leilão reverso;

Leia mais

MERCADO LIVRE DE ENERGIA

MERCADO LIVRE DE ENERGIA TUDO SOBRE MERCADO LIVRE DE ENERGIA NA BUSCA POR MELHORES PREÇOS E UM AUMENTO DA PREVISIBILIDADE NOS NEGÓCIOS, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS ESTÃO MIGRANDO PARA O CHAMADO MERCADO LIVRE. 1. INTRODUÇÃO Na busca

Leia mais

DECRETO Nº 5.163, DE 30 DE JULHO DE 2004

DECRETO Nº 5.163, DE 30 DE JULHO DE 2004 DECRETO Nº 5.163, DE 30 DE JULHO DE 2004 Regulamenta a comercialização de energia elétrica, o processo de outorga de concessões de autorizações de geração de energia elétrica, e dá outras providências.

Leia mais

CONSULTA PUBLICA (CP) 33 NOTA TÉCNICA Nº 5/2017/AEREG/SE

CONSULTA PUBLICA (CP) 33 NOTA TÉCNICA Nº 5/2017/AEREG/SE CONSULTA PUBLICA (CP) 33 NOTA TÉCNICA Nº 5/2017/AEREG/SE A CONSULTA Continuidade à Consulta Pública nº 21, de 2016; Propõe se submissão de proposta de aprimoramento do marco legal do setor elétrico em

Leia mais

O Mercado Livre de Energia

O Mercado Livre de Energia O Mercado Livre de Energia Reunião do Conselho Empresarial de Energia Elétrica do Sistema FIRJAN Rui Altieri Presidente do Conselho de Administração 13/07/2017 Agenda A CCEE: operadora do mercado brasileiro

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição setembro/2015. b. Contabilização agosto/15

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição setembro/2015. b. Contabilização agosto/15 O InfoMercado mensal apresenta os dados prévios da medição de setembro/15 e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em agosto/15. O boletim traz ainda um

Leia mais

Desafios para as concessionárias

Desafios para as concessionárias Seminário Cenários de Energia Desafios para as concessionárias Fernando Maia DIRETOR TÉCNICO REGULATÓRIO DA ABRADEE 01 de junho de 2005 Curitiba Desafios para as Concessionárias 1 de junho de 2005 2 Sumário

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição 1 fevereiro/2017. b. Contabilização Janeiro/17

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição 1 fevereiro/2017. b. Contabilização Janeiro/17 O InfoMercado mensal apresenta os dados prévios da medição de fevereiro de 2017 e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em janeiro de 2017. O histórico

Leia mais

Administrando Contratos e Formando Preços em um Mercado Competitivo 5º Encontro Nacional dos Agentes do Setor Elétrico ENASE 2008

Administrando Contratos e Formando Preços em um Mercado Competitivo 5º Encontro Nacional dos Agentes do Setor Elétrico ENASE 2008 Administrando Contratos e Formando Preços em um Mercado Competitivo 5º Encontro Nacional dos Agentes do Setor Elétrico ENASE 2008 Antônio Carlos Fraga Machado Presidente do Conselho de Administração da

Leia mais

2 Sistema Elétrico Brasileiro

2 Sistema Elétrico Brasileiro 2 Sistema Elétrico Brasileiro O setor elétrico brasileiro passou por diversas mudanças nos últimos anos. Tais mudanças foram necessárias para viabilizar a expansão da capacidade de geração e acompanhar

Leia mais

Histórico do Processo de reestruturação da indústria de energia elétrica. Prof. Dr. Thales Sousa

Histórico do Processo de reestruturação da indústria de energia elétrica. Prof. Dr. Thales Sousa Histórico do Processo de reestruturação da indústria de energia elétrica Prof. Dr. Thales Sousa Abril - 2015 Início: regulação local e iniciativa privada (nacional e estrangeira) 1899: chegada da Light

Leia mais

O MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA

O MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA O MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA O MODELO SETORIAL PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS AMBIENTES DE CONTRATAÇÃO: LIVRE (ACL) OU REGULADA (ACR) DESVERTICALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DO SETOR: GERADORES, TRANSMISSORES,

Leia mais

A Inserção da Energia Eólica no Brasil Mesa Redonda: Energia Eólica

A Inserção da Energia Eólica no Brasil Mesa Redonda: Energia Eólica A Inserção da Energia Eólica no Brasil Mesa Redonda: Energia Eólica Élbia Melo 10/02/2010 Agenda Visão Geral da CCEE e do Mercado de Energia Comercialização de Energia de Eólica PROINFA ACL ACR Energia

Leia mais

Expansão do Mercado Livre 23/08/2016 Workshop de Energia da FIESP Mercado Livre de Energia

Expansão do Mercado Livre 23/08/2016 Workshop de Energia da FIESP Mercado Livre de Energia Expansão do Mercado Livre 23/08/2016 Workshop de Energia da FIESP Mercado Livre de Energia Talita Porto Conselheira de Administração CCEE: operadora do mercado de energia elétrica Criada em 1999, a CCEE

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO R$ 388,48/MWh R$ 121/MWh 369,23/MWh R$ 123 milhões R$ 536 milhões R$ 2,532 bilhões

1. SUMÁRIO EXECUTIVO R$ 388,48/MWh R$ 121/MWh 369,23/MWh R$ 123 milhões R$ 536 milhões R$ 2,532 bilhões O InfoMercado mensal apresenta os dados prévios da medição de junho/15 e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em maio/15. O boletim traz ainda um relatório

Leia mais

Plano da Apresentação. Formação de preços de energia. Tarifas de Energia. Encargos setoriais.

Plano da Apresentação. Formação de preços de energia. Tarifas de Energia. Encargos setoriais. Plano da Apresentação Formação de preços de energia. Tarifas de Energia. Encargos setoriais. Uma característica atualmente importante do setor elétrico brasileiro é a separação entre commodity e serviços.

Leia mais

IV Simpósio Jurídico das Empresas do Setor Elétrico Contratação no ACL e no ACR. Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração

IV Simpósio Jurídico das Empresas do Setor Elétrico Contratação no ACL e no ACR. Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração IV Simpósio Jurídico das Empresas do Setor Elétrico Contratação no ACL e no ACR Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração Março de 2012 Agentes na CCEE Fevereiro 2012 1800 1650

Leia mais

Dinâmica da Reestruturação do Setor Elétrico O Processo de Comercialização de Energia

Dinâmica da Reestruturação do Setor Elétrico O Processo de Comercialização de Energia Dinâmica da Reestruturação do Setor Elétrico O Processo de Comercialização de Energia III Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica III SISEE Élbia Melo 19/10/2008 Agenda Processo de Reestruturação

Leia mais

RESULTADOS DA CONTABILIZAÇÃO - FEV/15

RESULTADOS DA CONTABILIZAÇÃO - FEV/15 O InfoMercado mensal apresenta os dados da prévia de medição de março/15 e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em fevereiro/15. Este boletim traz um

Leia mais

FIESP - Workshop de Energia

FIESP - Workshop de Energia FIESP - Workshop de Energia Mercado Livre de Energia Painel: Expansão do Mercado Livre Fabio Lopes Alves Secretário de Energia Elétrica Ministério de Minas e Energia São Paulo, 23 de Agosto de 2017 1 ROTEIRO

Leia mais

CCEE Situação Atual e Evoluções. Workshop Andrade&Canellas de agosto de Paulo Born Conselheiro de Administração - CCEE

CCEE Situação Atual e Evoluções. Workshop Andrade&Canellas de agosto de Paulo Born Conselheiro de Administração - CCEE CCEE Situação Atual e Evoluções Workshop Andrade&Canellas 2012 17 de agosto de 2012 Paulo Born Conselheiro de Administração - CCEE Responsabilidades da CCEE - Evolução 27) RRV usinas em atraso 28) Gestão

Leia mais

Os Contratos e o Papel do Órgão Regulador

Os Contratos e o Papel do Órgão Regulador Federação das Indústrias do Estado de São Paulo FIESP 5º Encontro de Negócios de Energia Os Contratos e o Papel do Órgão Regulador 10 de agosto de 2004 São Paulo SP José Mário Miranda Abdo Diretor-Geral

Leia mais

III Seminário Internacional Desafios da Regulação no Setor Elétrico

III Seminário Internacional Desafios da Regulação no Setor Elétrico III Seminário Internacional Desafios da Regulação no Setor Elétrico Regulação da Distribuição em Portugal e no Brasil Principais Riscos Regulatórios João Aguiar Presidente Compra de energia para venda

Leia mais

ENTENDENDO O MERCADO DE ENERGIA ASPECTOS GERAIS

ENTENDENDO O MERCADO DE ENERGIA ASPECTOS GERAIS ENTENDENDO O MERCADO DE ENERGIA ASPECTOS GERAIS Bernardo Bezerra bernardo@psr-inc.com Energy Consumers Forum São Paulo, 28 de maio de 2019 A principal característica da PSR é integrar estudos de consultoria,

Leia mais

OS DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO. Brasília 29/07/2016 DELSON JOSÉ AMADOR

OS DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO. Brasília 29/07/2016 DELSON JOSÉ AMADOR OS DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO Brasília 29/07/2016 DELSON JOSÉ AMADOR UM POUCO DE HISTÓRIA * ATÉ A DÉCADA DE 1970 - REMUNERAÇÃO GARANTIDA : COMPUTADA NA TARIFA - EQUALIZAÇÃO TARIFÁRIA : AJUSTE NA REMUNERAÇÃO

Leia mais

Comercializador Varejista

Comercializador Varejista Comercializador Varejista XIX Encontro Nacional dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica 10/11/201 Rui Altieri Presidente do Conselho de Administração Agenda Governança do setor elétrico e o papel

Leia mais

Roteiro. I. Apresentação da ABRAGE. II. O Novo Modelo do Setor Elétrico. III. Leilões de Energia. IV. Expansão da Oferta

Roteiro. I. Apresentação da ABRAGE. II. O Novo Modelo do Setor Elétrico. III. Leilões de Energia. IV. Expansão da Oferta Seminário Cenários da Energia O Desafio para as Concessionárias Frente ao Atual Modelo do Setor Elétrico 01 de junho de 2005 Flávio Antônio Neiva Roteiro I. Apresentação da ABRAGE II. O Novo Modelo do

Leia mais

Energia Sustentável: Mudança de Paradigma

Energia Sustentável: Mudança de Paradigma Energia Sustentável: Mudança de Paradigma Eng. Cecilia Helena Negri de Magalhães CH Consultoria em Engenharia Ltda cecilia.helena@uol.com.br COPPE - 30/04/2014 Energia Sustentável Sustentável tudo aquilo

Leia mais

Cenários e Perspectivas para o Mercado Livre de Energia em 2019

Cenários e Perspectivas para o Mercado Livre de Energia em 2019 Cenários e Perspectivas para o Mercado Livre de Energia em 2019 Comportamento Tarifas e Preços Comportamento Tarifas e Preços Composição Tarifária PARCELA A Custos não gerenciáveis Compra de Energia Encargos

Leia mais

NOVOS CONTORNOS JURÍDICOS DA COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: LEILÕES, ENERGIA RENOVÁVEL E CONSUMIDOR LIVRE. Fábio Sales Dias

NOVOS CONTORNOS JURÍDICOS DA COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: LEILÕES, ENERGIA RENOVÁVEL E CONSUMIDOR LIVRE. Fábio Sales Dias NOVOS CONTORNOS JURÍDICOS DA COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: LEILÕES, ENERGIA RENOVÁVEL E CONSUMIDOR LIVRE. Fábio Sales Dias São Paulo, 23 de setembro de 2004 2 SUMÁRIO O modelo do setor para as fontes

Leia mais

MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA 1

MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA 1 MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA 1 2 MERCADO LIVRE DE ENERGIA ELÉTRICA SUMÁRIO 1. Organização 2. Como está estruturado o mercado de energia elétrica? 3. Quais são as

Leia mais

A ANEEL regula venda de excedentes das distribuidoras

A ANEEL regula venda de excedentes das distribuidoras A ANEEL regula venda de excedentes das distribuidoras MARTINIANO, Urias G. Neto. A ANEEL regula venda de excedentes das distribuidoras. Agência CanalEnergia. Rio de Janeiro, 25 de julho de 2018. A lei

Leia mais

Visão Geral do Novo Modelo e Mudanças Institucionais

Visão Geral do Novo Modelo e Mudanças Institucionais ENCONTRO TÉCNICO SOBRE ENERGIA ELÉTRICA Visão Geral do Novo Modelo e Mudanças Institucionais João Carlos Mello Abril 2005 Visão Geral do Novo Modelo 1996-1997 O Projeto RE-SEB O contexto da situação regulatória

Leia mais

Expansão para o mercado livre: oportunidades para consumidores e investidores

Expansão para o mercado livre: oportunidades para consumidores e investidores Expansão para o mercado livre: oportunidades para consumidores e investidores Painel 4: Novas propostas para a participação do mercado livre na expansão do setor elétrico.patricia Arce, Abrace.Paulo Pedrosa,

Leia mais

Reflexos nos contratos de financiamento (existentes e novos) e perspectivas dos investidores

Reflexos nos contratos de financiamento (existentes e novos) e perspectivas dos investidores Reflexos nos contratos de financiamento (existentes e novos) e perspectivas dos investidores Luis Antonio Semeghini de Souza Advogados 23 de setembro de 2004 1 Introdução Novo marco regulatório Modelo

Leia mais

Richard Lee Hochstetler Instituto Acende Brasil. Mercado de Energia: O Futuro dos Ambientes de Contratação Livre e Regulado Guia de Discussão

Richard Lee Hochstetler Instituto Acende Brasil. Mercado de Energia: O Futuro dos Ambientes de Contratação Livre e Regulado Guia de Discussão Richard Lee Hochstetler Instituto Acende Brasil Mercado de Energia: O Futuro dos Ambientes de Contratação Livre e Regulado Guia de Discussão TÓPICOS INFRAESTRUTURA MERCADO O QUE É PRECISO PARA UM MERCADO

Leia mais

Contratos. Versão 1.1

Contratos. Versão 1.1 Contratos ÍNDICE CONTRATOS 5 1. Introdução 5 1.1. Lista de Termos 8 1.2. Conceitos Básicos 9 2. Detalhamento das Etapas dos Contratos no Ambiente de Contratação Livre 20 2.1. Contratos no Ambiente de Contratação

Leia mais

Matriz elétrica brasileira e fontes de geração

Matriz elétrica brasileira e fontes de geração Matriz elétrica brasileira e fontes de geração Fernando Umbria LPS Consultoria Energética Agenda Características gerais e conceitos importantes Aspectos legais e regulatórios Os geradores e o mercado de

Leia mais

Comercialização de Energia ACL e ACR

Comercialização de Energia ACL e ACR Comercialização de Energia ACL e ACR Capítulo 3 Mercado, Tarifas e Preços Prof. Alvaro Augusto W. de Almeida Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Eletrotécnica alvaroaugusto@utfpr.edu.br

Leia mais

Fundamentos do Setor Elétrico no Brasil

Fundamentos do Setor Elétrico no Brasil Fundamentos do Setor Elétrico no Brasil Breve Histórico A eletricidade entrou no Brasil no final do século XIX Por volta de 30, a energia elétrica era obtida com pequenas usinas pertencentes a indústrias

Leia mais

Mercado cativo: vantagens e atratividade para venda de energia em leilões regulados Luiz Carlos Guimarães

Mercado cativo: vantagens e atratividade para venda de energia em leilões regulados Luiz Carlos Guimarães Mercado cativo: vantagens e atratividade para venda de energia em leilões regulados Luiz Carlos Guimarães PRESIDENTE DA ABRADEE Viabilidade de Investimentos em Fontes Alternativas Alternativas para a alocação

Leia mais

Agenda CCEE /09/2014 2º Encontro Nacional de Consumidores Livres. Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração

Agenda CCEE /09/2014 2º Encontro Nacional de Consumidores Livres. Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração Agenda CCEE 2015 29/09/2014 2º Encontro Nacional de Consumidores Livres Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração Agenda CCEE e o mercado de energia elétrica Atuação em prol

Leia mais

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL A INVESTIMENTOS EM PCH S. Leis:

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL A INVESTIMENTOS EM PCH S. Leis: A Legislação brasileira que trata dos investimentos em PCH's diz respeito à organização do setor elétrico, à constituição dos órgãos governamentais correlacionados e seus regulamentos, às políticas de

Leia mais

Resposta da Demanda. Workshop Infraestrutura Energia - Setor Elétrico e Mecanismos de Resposta pela Demanda

Resposta da Demanda. Workshop Infraestrutura Energia - Setor Elétrico e Mecanismos de Resposta pela Demanda Resposta da Demanda Workshop Infraestrutura Energia - Setor Elétrico e Mecanismos de Resposta pela Demanda 21/06/17 Roberto Castro Conselheiro de Administração Agenda A CCEE Resposta da demanda Conceituação

Leia mais

2 Conjuntura e Cenário energético brasileiro

2 Conjuntura e Cenário energético brasileiro 2 Conjuntura e Cenário energético brasileiro No ano de 2001, o setor elétrico sofreu uma grave crise de abastecimento que culminou em um plano de racionamento de energia elétrica. Isto proporcionou muitas

Leia mais

Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 A ótica do mercado

Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 A ótica do mercado Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 A ótica do mercado ENASE 2017-14º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico Rui Altieri Presidente do Conselho de Administração 17/05/2017 Agenda CCEE Mercado

Leia mais

Os Desafios e Oportunidades dos Leilões de Energia

Os Desafios e Oportunidades dos Leilões de Energia Os Desafios e Oportunidades dos Leilões de Energia Mário Menel Presidente Agosto 2006 Associados Alcoa Alumínio S.A. BHP Billiton Metais S.A. Camargo Corrêa Energia S.A. Belgo Grupo Arcelor Companhia Vale

Leia mais

COINVALORES: Cenário e Perspectivas para o Setor de Energia Renováveis com Ênfase no Segmento Eólico Gestão e Trading no Mercado de Energia Renovável

COINVALORES: Cenário e Perspectivas para o Setor de Energia Renováveis com Ênfase no Segmento Eólico Gestão e Trading no Mercado de Energia Renovável COINVALORES: Cenário e Perspectivas para o Setor de Energia Renováveis com Ênfase no Segmento Eólico Gestão e Trading no Mercado de Energia Renovável Cristopher Alexander Vlavianos, Presidente Comerc Energia

Leia mais

Art. 2º Para todos os fins, são adotadas as seguintes definições:

Art. 2º Para todos os fins, são adotadas as seguintes definições: RESOLUÇÃO NORMATIVA ANEEL Nº 783, de 26/09/2017 Estabelece os critérios e procedimentos para controle dos contratos de comercialização de energia elétrica. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA

Leia mais

O Mercado Livre: situação atual, aperfeiçoamentos esperados e a proposta de comercialização de excedentes

O Mercado Livre: situação atual, aperfeiçoamentos esperados e a proposta de comercialização de excedentes O Mercado Livre: situação atual, aperfeiçoamentos esperados e a proposta de comercialização de excedentes Fórum Novas Oportunidades para os Consumidores Livres Antônio Carlos Fraga Machado Presidente do

Leia mais

Negociações com energia: o modelo mercantil do setor elétrico

Negociações com energia: o modelo mercantil do setor elétrico Negociações com energia: o modelo mercantil do setor elétrico José Antonio Sorge Ludo Energia Ágora Energia Tópicos O atual modelo mercantil e de negócios com energia Principais regras e a CCEE Perspectivas

Leia mais

Alternativas de Venda de Energia para CGH

Alternativas de Venda de Energia para CGH Alternativas de Venda de Energia para CGH 2 Workshop Nacional de CGH Curitiba, 28 de março de 2018 Bernardo Folly de Aguiar Superintendente de Projetos de Geração Temário As CGH no Setor Elétrico Brasileiro

Leia mais

Repensando o Mercado Livre e as Regras do PLD

Repensando o Mercado Livre e as Regras do PLD Repensando o Mercado Livre e as Regras do PLD 06 de Outubro de 2009 10º Encontro Internacional de Energia Antônio Carlos Fraga Machado Presidente do Conselho de Administração Agenda Panorama do Ambiente

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição 1 dezembro/2016. b. Contabilização novembro/16

1. SUMÁRIO EXECUTIVO. a. Prévia de Medição 1 dezembro/2016. b. Contabilização novembro/16 O InfoMercado mensal apresenta os dados prévios da medição de dezembro e os principais resultados da contabilização das operações do mercado de energia elétrica em novembro de 2016. O histórico de dados

Leia mais

Abertura do Mercado. Brasília, 11 de dezembro de 2018.

Abertura do Mercado. Brasília, 11 de dezembro de 2018. Abertura do Mercado Brasília, 11 de dezembro de 2018. ABRACEEL 97 Associados Histórico A origem do mercado livre no Brasil O mercado livre de energia elétrica foi criado há 23 anos pela Lei 9.074, publicada

Leia mais

ÍNDICE. 1 Definições Gerais Objetivos Fluxo Geral das Regras de Comercialização Definições e Interpretações (DI)...

ÍNDICE. 1 Definições Gerais Objetivos Fluxo Geral das Regras de Comercialização Definições e Interpretações (DI)... CONTABILIZAÇÃO DEFINIÇÕES E INTERPRETAÇÕES Versão 2010 Resolução Normativa ANEEL n 385/2009 ÍNDICE 1 Definições Gerais... 3 1.1 Objetivos... 3 1.2 Fluxo Geral das Regras de Comercialização... 4 2 Definições

Leia mais

Comercialização de Energia ACL e ACR

Comercialização de Energia ACL e ACR Comercialização de Energia ACL e ACR Capítulo 5 Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) e Mecanismo de Contabilização de Sobras e Déficits (MCSD) Prof. Alvaro Augusto W. de Almeida Universidade Tecnológica

Leia mais

Os dilemas da Energia Elétrica

Os dilemas da Energia Elétrica Os dilemas da Energia Elétrica 1 de março de 2016 Flávia Lefèvre Guimarães flavia@lladvogados.com.br Roberto Pereira D Araujo, Setor Elétrico: mimetismo, fragmentação e suas sequelas, Revista USP Energia

Leia mais

Comercialização de Energia ACL e ACR

Comercialização de Energia ACL e ACR Comercialização de Energia ACL e ACR Capítulo 3 Mercado, Tarifas e Preços Prof. Alvaro Augusto W. de Almeida Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Eletrotécnica alvaroaugusto@utfpr.edu.br

Leia mais

2 DESCRIÇÃO DA REGULAMENTAÇÃO BRASILEIRA

2 DESCRIÇÃO DA REGULAMENTAÇÃO BRASILEIRA DESCRIÇÃO DA REGULAMENTAÇÃO BRASILEIRA 24 2 DESCRIÇÃO DA REGULAMENTAÇÃO BRASILEIRA 2.1 Introdução Em dezembro de 2003, o governo federal emitiu duas medidas provisórias, MP 144 e MP 145, com as novas propostas

Leia mais

PARCERIA SEGURA E COM EXPERIÊNCIA

PARCERIA SEGURA E COM EXPERIÊNCIA PARCERIA SEGURA E COM EXPERIÊNCIA O GRUPO CPFL ENERGIA Grupo com mais de 100 anos de história Maior grupo privado do setor elétrico nacional Mais de 30 anos de relacionamento com o setor sucroenergético

Leia mais