GUAMARÉ, RETALHOS POÉTICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUAMARÉ, RETALHOS POÉTICOS"

Transcrição

1 1

2 2

3 GUAMARÉ, RETALHOS POÉTICOS Gonzaga Filho

4 4

5 Dedico este livro A todos que me fazem feliz ou infeliz, Pois cada um ao seu modo, Faz-me crescer espiritualmente. Fotografia da capa: Sanderson Miranda Arte Final: Gonzaga Filho 5

6 6

7 7

8 8

9 NOTA DO AUTOR Guamaré, Retalhos Poéticos é um livro formado por quatro partes, as quais eu dei o nome de retalhos. É um livro feito com várias poesias de livros anteriores e alguns inéditos. São poesias que foram vividas por mim, muitas foram fatos que presenciei e outras são apenas frutos da minha imaginação insana. Nesta coletânea, eu falo de amor, de ódio, revolta, têm vários deles que uso o meu bom humor e até mesmo um humor negro. Sei que muitos deles serão criticados por possuírem um conteúdo erótico e apelativo. Mas eu uso a minha verve para escrever aquilo que me satisfaz e acho coerente. Se alguém se escandalizar é somente passar a página ou fechar o livro desistindo assim da leitura. Não estarei usando a nova ortografia vigente no país, pois, procurarei ser fiel aos textos originais, que foram produzidos há vários anos. Alguns têm erros propositais, quando procuro descrever o dia a dia do matuto, o homem do campo, o vaqueiro ao lidar com o gado. Não tenho e nunca tive nenhuma pretensão de ser famoso por meus escritos, o meu único desejo é dar vazão a inspiração que me leva a escrever poesias, poemas, contos e outras formas, que os críticos classificam de gêneros. 9

10 Se eu conseguir agradar pelo menos uma pessoa no mundo com o que eu escrevo, ou se alguém se identificar de alguma forma com a minha poesia, já me sentirei bastante feliz. Então vamos ler, que com certeza, pelo menos alguma poesia ou mesmo uma pequena frase fará com que você veja a vida de outra forma. Boa degustação literária... Gonzaga Filho 10

11 1º RETALHO O SOL QUE CAIU 11

12 12

13 PAI NOSSO Pai Nosso, que habita no Universo. Que criou os bons e os maus Ponha no coração do homem Somente a paz Para que o mundo Torne-se um sonho de amor Pai Nosso, Arquiteto do Mundo. Que criou os homens de todas as raças Ponha na mente do homem a união Para que possa ter fim Todos os conflitos raciais Pai Nosso, que do mundo fostes o criador. Rogo-te por mim Pelos meus pais Pelos meus filhos Pelos meus amigos Pelos meus inimigos, se eu os tiver. Acabai com a violência E dai-nos a paz Amém 13

14 O SOL QUE CAIU O ser que saiu O sol que caiu Na solidão do mar Coração a naufragar Uma onda o despiu E só... Como um marinheiro Sucumbiu O mar não vai chorar O mar amar não vai amar O céu sorriu e pariu Nuvens brancas no céu Surgiu E eu O ser que saiu O sol que caiu Como um nada Na vida Sumiu 14

15 A ROSA Ser rosa Sebosa Babosa Barbosa És Rosa Formosa Talentosa Saborosa És Rosa Tão prosa Tão mimosa Tão brilhosa És Rosa Glamorosa 15

16 DEVANEIOS, UM SONHO REAL A beleza do ocaso Inerente à chegada da noite Me faz mergulhar no vale dos devaneios. Nem mesmo a brisa gelada Que chega como um açoite, Para despedir-se dos brilhantes Raios dourados do sol, Faz-me tremer a alma. Vivo a fantasia do momento. Vivo a fantasia de poder amar. Vivo um sonho difícil, eu sei. Mas o que seria de mim Se não pudesse ao menos sonhar? Fico feliz em poder sonhar. O que me importa é amar Ao menos em devaneios, Pois um dia, quem sabe, Estes devaneios poderão Tornar-se um sonho real. 16

17 PÂMELA Oh! Filha amada Belo fruto de um amor Para mim és uma fada És a rosa que desabrochou Tens nome de origem greco-latino Pam-meli é todo mel Pâmela, nome bem feminino É muito doce, é parte do céu 19 de julho, final da noite Viestes ao mundo chorando E a alegria como um açoite Em meu peito foi brotando Nasceste tão bela, tão nua Que tua pedra é o Rubi Teu astro regente é a Lua A musa que naquela noite eu vi És do signo de Água E Lírio D água é a tua flor És o fim da minha mágoa És o meu infinito amor Verde-claro tua cor da sorte Canceriana querida És o fim da minha morte És o princípio de uma nova vida 17

18 Nascestes no início de uma década De um século que termina De um novo tempo és a escada Minha querida menina E como tens nome de origem latina Presta bem atenção Esta frase que termina Estes escritos de emoção Aequam memento rebus in Arduis servare mentem. Lembra-te de manter o ânimo Justo nos momentos mais difíceis 18

19 NERUDA Faça-me o seu pedido Filho por mim tão querido És também um Neruda Portanto fale, cante, escreva Não deixe sua voz ficar muda Não se iluda O chileno tinha a praia De areias vermelhas e rochas negras Mas tu também tens o teu lugar Que não é o paraíso das ilhas gregas É um lugar cheio de emoção É o lado rubro negro Que existe em meu coração Pablo Neruda Tens o nome de um poeta Não sei qual será o teu destino Pois não sou nenhum profeta Eternamente será o meu menino Desejo que sejas feliz Com o que a vida te oferta Aos 69 anos, em 23 de Setembro de dias depois da queda de Salvador Allende, Morria o grande poeta chileno Pablo Neruda, O Prêmio Nobel de Literatura de Seu último pedido: Enterrem-me na Ilha Negra, Em frente ao mar que conheço, A praia rugosa de pedras e ondas 19

20 Que meus olhos cansados não voltarão a ver. Somente em 12 de Dezembro de 1992 O seu pedido foi atendido. E Em 03 de Maio de 1994 Nasce o meu Pablo Neruda Não o do Canto Geral E sim, o do amor total. 20

Editado por:

Editado por: Editado por: www.perse.com.br Gonzaga Filho 1 O SOL QUE CAIU Gonzaga Filho --- 1999 --- Gonzaga Filho 2 Gonzaga Filho 3 Para o meu primo-irmão FRANCISCO FERREIRA DE MIRANDA Que viveu entre nós De 1955

Leia mais

Gonzaga Filho Página 2

Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho O SOL QUE CAIU Primeira Edição São Paulo 2015 Gonzaga Filho Página 3 Gonzaga Filho Página 4 Gonzaga Filho Página 5 Gonzaga Filho Página 6 Para o meu primo-irmão FRANCISCO

Leia mais

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor CAPA, DIAGRAMAÇÃO e ILUSTRAÇÃO Reginaldo Paz Mulheres Maravilhosas PAZ, Reginaldo 1ª Edição 2015 ISBN: 978-85-919101-6-8 Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais

Leia mais

MEU JARDIM DE TROVAS

MEU JARDIM DE TROVAS ANGÉLICA DA SILVA ARANTES MEU JARDIM DE TROVAS PRIMEIRA EDIÇÃO / 2011-1 - SINOPSE: Com intensidade tem se falado sobre o tema trova, acontece que nem todas as pessoas sabem o que é tecnicamente uma trova.

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

INVASORA DOS MEUS SONHOS

INVASORA DOS MEUS SONHOS Gonzaga Filho Página 1 Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho INVASORA DOS MEUS SONHOS Primeira Edição Guamaré - RN 2015 Gonzaga Filho Página 3 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza 1 2 3 Poemas de um Fantasma Fantasma Souza 2012 4 5 Fantasma Souza Todos os Direitos Reservados TITULO ORIGINAL POEMAS DE UM FANTASMA Projeto Gráfico Midiartes Capa Erisvaldo Correia Edição e Comercialização

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para Oceano em Chamas Querida, Tentei em vão, fazer um poema a você, não consegui. Me faltavam palavras para descrever-te, então pedi aos poetas do universo para me ajudarem. O primeiro com quem conversei,

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

PROPOSTA PARA EVIDENCIAR COMPETÊNCIAS DE LEITURA

PROPOSTA PARA EVIDENCIAR COMPETÊNCIAS DE LEITURA PROPOSTA PARA EVIDENCIAR COMPETÊNCIAS DE LEITURA NOTA: LEIA ATENTAMENTE ESTE DOCUMENTO QUE CONTÉM UMA PARTE TEÓRICA E UMA PARTE PRÁTICA: UM EXEMPLO DAQUILO QUE DEVEM FAZER INTRODUÇÃO: PARTE UM: TEORIA

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

Ao Teu Lado (Marcelo Daimom)

Ao Teu Lado (Marcelo Daimom) Ao Teu Lado INTRO: A9 A9 Quero estar ao Teu lado, não me importa a distância Me perdoa a insegurança, tenho muito a aprender E/G# E7 ( F# G#) A9 Mas em meus poucos passos, já avisto a esperança E/G# Também

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este Vivo num sonho que não é realidade Faz parte do meu viver Crescer sonhando esquecendo os planos Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este EU Hoje deixei pra lá me esqueci de tudo Vivo minha vida sobre

Leia mais

O primeiro suspiro de um poeta insano!

O primeiro suspiro de um poeta insano! 1 O primeiro suspiro de um poeta insano! 2012 2 O primeiro suspiro de um poeta insano Jonas Martins 1ª.Edição..Poesia Todos os direitos reservados ao autor A reprodução total ou parcial desta obra só é

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

AMOR Grande, Profundo, Indestrutível...

AMOR Grande, Profundo, Indestrutível... AMOR Grande, Profundo, Indestrutível... 1 DEDICATÓRIA Porque Ele me amou primeiro, dedico a Ele esse livro, em letras cadenciadas, com todo o meu amor, louvor e adoração. Em unidade com o Espírito Santo,

Leia mais

JOSÉ ARAÚJO. Poema & Poesia. Magia e Sedução

JOSÉ ARAÚJO. Poema & Poesia. Magia e Sedução JOSÉ ARAÚJO Poema & Poesia Magia e Sedução 1 2 JOSÉ ARAÚJO Poema & Poesia Magia e Sedução 3 Editoração e Edição José Araújo Revisão e diagramação José Araújo Capa José Araújo Copyright 2011 José Araújo

Leia mais

Falando de amor e ilusão.

Falando de amor e ilusão. Falando de amor e ilusão. Sérgio Batista 2 Falando de amor e ilusão Primeira Edição Editora do Livre Pensador Recife, Pernambuco 2013 3 Titulo Original Falando de amor e ilusão Primeira Edição Copyright

Leia mais

Romantismo Poesia 1ª e 2ª Geração

Romantismo Poesia 1ª e 2ª Geração Romantismo Poesia 1ª e 2ª Geração Minha terra Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá Todos cantam sua terra, Também vou cantar a minha, Nas débeis cordas da lira Hei de fazê-la rainha; Hei de dar-lhe

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

LIVRO SEDUÇÃO Autor: Dom Juan Michel

LIVRO SEDUÇÃO Autor: Dom Juan Michel LIVRO SEDUÇÃO ÍNDICE 1 Amar É Desejar 2 Cinderela 3 Desejo Amar Você 4 Eterna Doçura 5 Fica Comigo 6 Luz De Uma Diva 7 Noite De Amor 8 Paixão A Primeira Vista 9 Ritmos De Amor 10- Sonhei Com Você 11- Tudo

Leia mais

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos Comigo mais poesia Comigo mais poesia Nelson Martins Reflexões e Sentimentos Apresentação A poesia de Nelson Martins conduz o leitor à territorialidade da existência humana, como memória grifada de cada

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

1 Biblioteca Escolar Ana Saldanha

1 Biblioteca Escolar Ana Saldanha o Vamos ler o haicai Depois de uma noite de chuva O ar lavado de azul Primeiras flores da nespereira. Gotas de sol Nos plátanos O haicai é uma modalidade poética originária do Japão, que prima principalmente

Leia mais

Olhai os lírios do campo Olhai as aves do céu

Olhai os lírios do campo Olhai as aves do céu Olhai os lírios do campo Olhai as aves do céu No Evangelho de hoje, Jesus ensina-nos a não nos preocuparmos com as coisas que queremos ter, mas darmos atenção às coisas importantes da vida: - admirarmos

Leia mais

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos.

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos. APRESENTAÇÃO Apresento a todos, o início de um trabalho feito Com muito carinho. São poemas e alguns contos. Para Vocês: VIRTUALMENTE EU USO A MINHA LUZ INTERIOR PARA FALAR AOS CÉUS E A CADA ESTRELA QUE

Leia mais

As Fadas Verdes. Matilde Rosa Araújo. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

As Fadas Verdes. Matilde Rosa Araújo. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho As Fadas Verdes Matilde Rosa Araújo Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 1. Lê os poemas Que o silêncio / verde, A cor do silêncio, A sandália de setembro

Leia mais

Inês Carolina Rilho SINTONIA

Inês Carolina Rilho SINTONIA Inês Carolina Rilho Nasceu no Recife-PE. Formou-se em Letras e Direito. Escreve desde os 15 anos. Possui poemas, conto e um romance em fase de conclusão. Tem participado de várias antologias. SINTONIA

Leia mais

POETANDO PARA ELAS ( ) E POR MIM ANDERSON MARCELO DA SILVA

POETANDO PARA ELAS ( ) E POR MIM ANDERSON MARCELO DA SILVA POETANDO PARA ELAS E POR MIM (1997-2002) ANDERSON MARCELO DA SILVA ANDERSON MARCELO DA SILVA POETANDO PARA ELAS E POR MIM (1997-2002) Primeira Edição São Paulo 2015 DEDICATÓRIA Dedico estes escritos,

Leia mais

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia Minha inspiração A Poesia harmoniza o seu dia Meu jeito de amar Meu jeito de amar é alegre e autêntico É sincero puro e verdadeiro Meu jeito de amar é romântico Me doo me dedico por inteiro Meu jeito de

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

VASCO... MEU 1º AMOR

VASCO... MEU 1º AMOR VASCO... MEU 1º AMOR julho de 2014 Clóvis Oliveira Cardoso Página 1 Obra registrada na Biblioteca Nacional em nome do autor Clóvis Oliveira Cardoso e protegida pela Lei dos Direitos Autorais, Lei nº 9610

Leia mais

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IGREJA EM SAÍDA CULTURA DO ENCONTRO comunidade eclesial a V O C A Ç Ã O NASCE, CRESCE na IGREJA; é SUSTENTADA pela IGREJA. Todos os cristãos são constituídos missionários

Leia mais

Presente Perfeito A. D. Feldman

Presente Perfeito A. D. Feldman Presente Perfeito A. D. Feldman Encontramo-nos em algum lugar de um pequeno planeta e observamos a beleza fria e ao mesmo tempo arrebatadora do infinito em sua profundeza impenetrável. Lá a morte e a vida

Leia mais

Considera, meu amor, até que ponto

Considera, meu amor, até que ponto Primeira Carta 13 Considera, meu amor, até que ponto foste imprevidente! Oh!, infeliz, que foste enganado e a mim enganaste também com esperanças ilusórias. Uma paixão sobre a qual tinhas feito tantos

Leia mais

José Francisco da Rocha

José Francisco da Rocha Saudação a Poesia Biografia José Francisco da Rocha, nasceu no dia 04 de janeiro de 1932 em Cedro de São João SE. Filho de José Francisco da Rocha e Antônia Maria de Santana. Casado com Carmelita Souza

Leia mais

ADRIANO FERRIS IN POESIAS

ADRIANO FERRIS IN POESIAS ADRIANO FERRIS IN POESIAS 1ª Edição São Paulo 2017 1 Copyright 2017 by Adriano Ferris Título original: Adriano Ferris In Poesias Preparação de textos: Adriano Ferris Revisão: Adriano Ferris Projeto gráfico,

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Avenida da Saudade. Miguel Teixeira de Andrade ( )

Avenida da Saudade. Miguel Teixeira de Andrade ( ) Avenida da Saudade Estas pedras d avenida Que sob meus pés tenho Carregam as vidas De antepassados foragidos. Avenida que ecoa sonhos De meninos nas festas Do Maio sofredor, Onde toda a dor permanece Guardada

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Louvor de Raízes: Infinitamente

Louvor de Raízes: Infinitamente Louvor de Raízes: Infinitamente Deus dos Antigos Tu és Santo Em todo o tempo eu louvarei ao Senhor Ergamos nossa voz Nas estrelas louvor Maravilhoso - louvor A Ti Senhor (Nós te buscaremos) Palavra - Infinitamente

Leia mais

42ª Assembleia. Diocesana de Pastoral

42ª Assembleia. Diocesana de Pastoral A PAZ AMIGO A Paz amigo eu tenho em seu abraço em seu abraço amigo eu tenho a paz A Paz amigo eu tenho em seu abraço em seu abraço amigo eu tenho a paz A paz que acalma, a calma que faz a gente ser mais

Leia mais

EU SOBRE A PAISAGEM

EU SOBRE A PAISAGEM www.perse.com.br Gonzaga Filho Página 1 Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho EU, SOBRE A PAISAGEM Primeira Edição São Paulo 2015 Gonzaga Filho Página 3 Gonzaga Filho Página 4 Gonzaga Filho Página 5 Gonzaga

Leia mais

Romantismo no Brasil 2ª e 3ª Geração

Romantismo no Brasil 2ª e 3ª Geração Texto para as questões 1 e 2. Minha terra Todos cantam sua terra, Também vou cantar a minha, Nas débeis cordas da lira Hei de fazê-la rainha; Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá (Gonçalves Dias)

Leia mais

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim EstilhACos de Mim Gabriel Arruda Burani EstilhACos de Mim Copyright 2013 by Gabriel Arruda Burani Todos os direitos reservados. 1ª Edição A reprodução não autorizada desta publicação em sua totalidade

Leia mais

Paulo Henrique de Farias. Um Tal Gato Azul. 2ª Edição

Paulo Henrique de Farias. Um Tal Gato Azul. 2ª Edição Um Tal Gato Azul Paulo Henrique de Farias Um Tal Gato Azul 2ª Edição 2015 Capa Baseada no desenho de autor desconhecido da capa do single espanhol El Gato Que Esta Triste y Azul (CBS 8468) de Roberto

Leia mais

Especulações sobre o amor

Especulações sobre o amor Especulações sobre o amor Janete Luiz Dócolas, Psicanalista O amor é um mistério que há muito tempo, talvez desde que fora percebido, os homens vem tentando compreender, descrever ou ao menos achar um

Leia mais

MDias Tatuagens Primeira edição: 2016

MDias Tatuagens Primeira edição: 2016 MDias Tatuagens Primeira edição: 2016 1 Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Sendo extremamente proibida a reprodução ou transmissão, parcial ou total desta obra, sejam

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Alma Inspiradora Poesias.

Alma Inspiradora Poesias. Alma Inspiradora Poesias. 2 Minha Musa Alma-gêmea. Minha Musa Alma-gêmea. (O AMOR). Alma Inspiradora Olhos azuis Poesias 3 Alma Inspiradora Poesias. 4 Minha Musa Alma-gêmea. Minha Musa Alma-gêmea. (O AMOR).

Leia mais

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias -

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias - Coletânea de poemas para reflexão - Download experimental de ideias - por Juliana S. Valis "As boas ideias não têm idade, apenas têm futuro." Robert Mallet "A experiência nunca falha, apenas as nossas

Leia mais

1 O sol cobre de sangue o horizonte e a pálida lua, trêmula, lança seu pungente olhar sobre a terra.

1 O sol cobre de sangue o horizonte e a pálida lua, trêmula, lança seu pungente olhar sobre a terra. HAI KAI Victor Knoll Universidade de São Paulo (USP). 1 O sol cobre de sangue o horizonte e a pálida lua, trêmula, lança seu pungente olhar sobre a terra. 2 O poder do Astro Rei desfalece no horizonte

Leia mais

Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma.

Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma. 1 Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma. Todos os direitos reservados: nenhuma parte dessa publicação pode ser reproduzida ou transmitida por meio eletrônico, mecânico, fotocópia ou

Leia mais

Poderosa Magia da rosa para os caminhos do amor

Poderosa Magia da rosa para os caminhos do amor Poderosa Magia da rosa para os caminhos do amor A Simpatia da Sarah para casar e ser feliz! Segundo a Sarah, minha amiga que tem um pé na tradição cigana, ninguém merece ficar sofrendo por amor, seja pela

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 1ª Etapa Ano: 7 Turma: 71

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 1ª Etapa Ano: 7 Turma: 71 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: ARTE Professor (a): JANAINA Ano: 7 Turma: 71 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça

Leia mais

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes PÉTALAS E SANGUE De: Batista Mendes 1 Editoração e capa: Batista Mendes Revisão: Batista Mendes Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou armazenada, sob qualquer

Leia mais

VOCÊ... De tantas maneiras você se faz especial, enquanto eu da mesma maneira habitual de sempre Me faço rude Você sempre igual Sonhador e idealista E

VOCÊ... De tantas maneiras você se faz especial, enquanto eu da mesma maneira habitual de sempre Me faço rude Você sempre igual Sonhador e idealista E Noite Noite de outono fria como inverno Os fantasmas estão mais distantes e já não me puxam pelos pés No entanto percebo sua presença na porta Assoprando palavras mudas junto com o vento Eu me calo Nada

Leia mais

Grupo de Reflexão - Cantos para maio

Grupo de Reflexão - Cantos para maio rupo de Reflexão - Cantos para maio Indice Obrigado, Senhor Trabalho de um operãrio Eucreio num mundo novo Ilumina, ilumina É no campo da vida Ensina teu povo a rezar Santa Mãe Maria nesta traessia Eu

Leia mais

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart ESSÊNCIAS DE POESIAS Cristina Goulart 1ª EDIÇÃO LONDRINA- PARANÁ 2013 1 TUDO SE MOVE EM TORNO DAS PALAVRAS. SUA VIDA, SEU MOMENTO E SUA CRIATIVIDADE. TUDO SE TRANSFORMA ATRAVÉS DE DEUS, SEU BEM MAIOR.

Leia mais

Pergaminho dos Sonhos

Pergaminho dos Sonhos Pergaminho dos Sonhos Michel R.S. Era uma vez um poeta... Um jovem poeta que aprendera a amar e deixar de amar. E de uma forma tão simples, assim como o bem e o mal, O amor tornou-se o objetivo de suas

Leia mais

Das rosas vem o amor E da flor a poesia, O homem que já amou Torna-se poeta durante o dia.

Das rosas vem o amor E da flor a poesia, O homem que já amou Torna-se poeta durante o dia. 1 Das rosas vem o amor E da flor a poesia, O homem que já amou Torna-se poeta durante o dia. 2 ... Os olhos do poeta é o coração... 3 Introdução:... O amor é como uma música lenta que tu pões para escutar

Leia mais

9º Domingo do Tempo Comum 10º Domingo do Tempo Comum 11º Domingo do Tempo Comum ANO C

9º Domingo do Tempo Comum 10º Domingo do Tempo Comum 11º Domingo do Tempo Comum ANO C CIFRAS DO FOLHETO 1 SANTUÁRIO DIOCESANO DE SÃO SEBASTIÃO 9º Domingo do Tempo Comum 10º Domingo do Tempo Comum 11º Domingo do Tempo Comum ANO C 29 DE MAIO DE 2016 05 DE JUNHO DE 2016 12 DE JUNHO DE 2016

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Painel 1 : LUZ PAZ CONHECIMENTO

Painel 1 : LUZ PAZ CONHECIMENTO Painel 1 : PAZ LUZ CONHECIMENTO LUZ LUZ QUENTE, LUZ FRIA VISÍVEL E INVISÍVEL COLORIDA, INCOLOR QUE INSPIRA E ILUMINA QUE DÁ VIDA E FAZ VIVER Querem uma Luz Melhor que a do Sol! AH! QUEREM uma luz melhor

Leia mais

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana.

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida

Leia mais

Descomplica Literário: Claro Enigma

Descomplica Literário: Claro Enigma Descomplica Literário: Claro Enigma Descomplica Literário: Claro Enigma Texto 1 Dissolução (fragmento) Escurece, e não me seduz tatear sequer uma lâmpada. Pois que aprouve ao dia findar, aceito a noite.

Leia mais

MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA. Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012

MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA. Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012 MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012 FUNDO PRETO CHEIO DE ESTRELAS. UM BANQUINHO UM VIOLÃO ÚNICO PERSONAGEM QUE SERÁ TRATADO COMO O CANTOR E ESTARÁ VESTIDO COMO CANTOR DE BARZINHO.

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Associação Palas Athena

Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Associação Palas Athena Grande parte de seus poemas são pequenos relâmpagos, quase haicais, que se vão depurando e purificando no decorrer do tempo. Manifestam buscas e encontros essenciais do ser. O próximo dia 12 de outubro

Leia mais

PÉRICLES ALVES DE OLIVEIRA OS ÚLTIMOS CANTOS. Bom Despacho-MG

PÉRICLES ALVES DE OLIVEIRA OS ÚLTIMOS CANTOS. Bom Despacho-MG OS ÚLTIMOS CANTOS PÉRICLES ALVES DE OLIVEIRA OS ÚLTIMOS CANTOS Bom Despacho-MG. 2017. Um pouco sobre mim. Algo de poeta. Algo de quântico. Algo de niilista. Algo de sonhos descrentes. Algo de louco.

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

HINÁRIO SANTA MISSA. Mestre Irineu. Raimundo Irineu Serra 1. Tema 2012: Flora Brasileira Glória da Manhã

HINÁRIO SANTA MISSA. Mestre Irineu. Raimundo Irineu Serra 1. Tema 2012: Flora Brasileira Glória da Manhã HINÁRIO SANTA MISSA Tema 2012: Flora Brasileira Glória da Manhã Mestre Irineu Raimundo Irineu Serra 1 www.hinarios.org 2 01 SENHOR AMADO Para os tempos que estavas no mundo Mandaram te chamar Na casa da

Leia mais

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP.

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. 23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. No dia 23 de abril de 2013 a Biblioteca Central pediu aos seus leitores que dedicassem algumas palavras de homenagem

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA O OURO DE JACOBINA JACOBINA(BA),04/09/2000 ESTILO: FORRÓ TOM: C (Dó maior) TEMPO: 4,38 O OURO DE JACOBINA QUE EU QUERIA ERA VOCÊ TODO OURO DA CHAPADA EU DARIA POR VOCÊ. VOCÊ FOI A RIQUEZA QUE DE LONGE

Leia mais

Santa Missa. Mestre Raimundo Irineu Serra

Santa Missa. Mestre Raimundo Irineu Serra Santa Missa Mestre Raimundo Irineu Serra 1. SENHOR AMADO Para os tempos que estavas no mundo Mandaram te chamar Na casa da Mãe Santíssima Pra ti pra ti te apresentar Senhora Mãe Santíssima Eu vim me apresentar

Leia mais

Como fazer perguntas para o seu anjo da guarda

Como fazer perguntas para o seu anjo da guarda Como fazer perguntas para o seu anjo da guarda Há uma maneira antiga e muito interessante de fazer perguntas e receber as respostas do anjo guardião: usando velas! Eu vou te explicar uma maneira simples

Leia mais

Coletânea de Poemas do 4ºAno de EB1 do Outeiro

Coletânea de Poemas do 4ºAno de EB1 do Outeiro Coletânea de Poemas do 4ºAno de EB1 do Outeiro Ó mar Ó mar! que és tão azul e salgado, bates nas rochas A solidão te acompanha ou a felicidade te segue As tuas ondas são lngas, sempre num vai e vem. Quando

Leia mais

Nas asas da poesia. A poesia nasce no coração e floresce na cabeça.

Nas asas da poesia. A poesia nasce no coração e floresce na cabeça. Nas asas da poesia A poesia nasce no coração e floresce na cabeça. Bem, um dos meus grandes sonhos sempre foi escrever um livro de poemas. Ainda muito pequena já começava a rabiscar algumas coisas como

Leia mais

AS BELEZAS DA ALMA. Pensamentos

AS BELEZAS DA ALMA. Pensamentos AS BELEZAS DA ALMA Pensamentos Resumo Este livro reflete a continuidade do livro Nas Intimidades da Alma, uma coletânea de frases e pensamentos extraídos da essência de minha alma. Elas podem dizer muito

Leia mais

O Jardim da Rainha. Jordana de Melo e Souza

O Jardim da Rainha. Jordana de Melo e Souza O Jardim da Rainha Jordana de Melo e Souza 1. Rainha Iemanjá Lua de prata brilha na noite estrelada Verde esmeralda na floresta faz brilhar As nuvens brancas como seres encantados Se aproximando no vento

Leia mais

Impressão da Capa: Gráfica São José

Impressão da Capa: Gráfica São José Direitos autorais reservados 2013 Mario de Almeida. 1ª Edição: novembro/2013 Impressão da Capa: Gráfica São José Obras do Autor Lindos Poemas de amor - 2001 Amor em Poesias - 2003 Poemas Proibidos - 2004

Leia mais

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013)

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013) 1 2 Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor 1ª edição (2013) Todas as imagens e fotos contidas nesse livro são do arquivo pessoal do autor, não podendo ser utilizadas ou reproduzidas sem

Leia mais

P O D E R D A S C O R E S

P O D E R D A S C O R E S O P O D E R D A S C O R E S Era uma vez uma bruxa chamada Grinalda. Era uma bruxa bondosa que gostava de ajudar as pessoas, independentemente da sua raça ou condição. Era conhecida como a bruxa mais meiga

Leia mais

Você pode mudar sua vida.

Você pode mudar sua vida. 1 Você pode mudar sua vida Por Hoje é o seu dia de sorte e pode ser o primeiro dos seus novos e belos dias. Comece pensando assim. Pensamentos têm forças e fazem milagres! Basta você querer de coração,

Leia mais

Bárbara da Silva. Literatura. Parnasianismo

Bárbara da Silva. Literatura. Parnasianismo Bárbara da Silva Literatura Parnasianismo O Parnasianismo foi um movimento essencialmente poético, surgido na segunda metade do século XIX, reagindo contra o sentimentalismo e o subjetivismo dos românticos.

Leia mais

PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ

PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ Encarte e letras disponíveis em www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da

Leia mais

Paróquia São Francisco de Assis - setembro

Paróquia São Francisco de Assis - setembro Canto de entrada C F C F C D G Dm7 G7 C Dá-me a palavra certa na hora certa e do jeito certo e pra pessoa certa. C F C F C D G Dm7 G7 C Dá-me a cantiga certa na hora certa e do jeito certo e pra pessoa

Leia mais

Canto de Poeta. meus lábios soletram inocentes líricas de virtuosos trovadores líricas perdidas sobre as

Canto de Poeta. meus lábios soletram inocentes líricas de virtuosos trovadores líricas perdidas sobre as Carlota de Barros Canto de Poeta Silêncio sedução sonhos incendeiam meu corpo onde se agitam tumultuosas águas nostálgicos cantares de mágoas prisioneiras na penumbra do passado marcadas na pulsação do

Leia mais

Mulher lendo Renoir, c. 1895, óleo sobre tela, 32 x 28 cm. Coleção particular.

Mulher lendo Renoir, c. 1895, óleo sobre tela, 32 x 28 cm. Coleção particular. Mulher lendo Renoir, c. 1895, óleo sobre tela, 32 x 28 cm. Coleção particular. Poesia Miguel Reale Eterna juventude Quando em meus olhos os teus olhos pousas vejo-te jovem como via outrora: luz interior

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS COLETÂNEA DE POESIAS: SER CRIANÇA, SONHAR, SER PROFESSOR, LEMBRANÇAS Maria Cecília Ribeiro Santana (FAFE) * É poder brincar livremente Escolher as brincadeiras E estar sempre contente. É ser feliz Da pontinha

Leia mais

01. SENHOR AMADO (GERMANO GUILHERME) PARA OS TEMPOS QUE ESTAVAS NO MUNDO

01. SENHOR AMADO (GERMANO GUILHERME) PARA OS TEMPOS QUE ESTAVAS NO MUNDO 01. SENHOR AMADO (GERMANO GUILHERME) PARA OS TEMPOS QUE ESTAVAS NO MUNDO MANDARAM TE CHAMAR NA CASA DA MÃE SANTÍSSIMA, PARA TI, PARA TI TE APRESENTAR. SENHORA MÃE SANTÍSSIMA, EU VIM ME APRESENTAR. ATENDER

Leia mais

Fragmentos de Deus. Religião me confunde

Fragmentos de Deus. Religião me confunde Fragmentos de Deus Quando me perco no emaranhado dos meus pensamentos, busco uma razão que não aceita a emoção, não quer falar, não quer oração. Nada que não seja uma resposta prática, algo rápido, solução

Leia mais

POEMA NENHUM DEVANEIO

POEMA NENHUM DEVANEIO SENHA DE ENTRADA O mirone é um ser peculiar. O mirone quer saber de tudo. Quer coscuvilhar, meter o nariz onde não é chamado, espreitar. É totalmente dominado pela curiosidade. Quer experimentar novos

Leia mais