Protocolo de rede do Cisco Unified Wireless e matriz da porta

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Protocolo de rede do Cisco Unified Wireless e matriz da porta"

Transcrição

1 re do Cisco Unified Wireless e matriz da porta Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações Apoio Visão geral da re Informações Relacionadas Introdução Este documento fornece informações sobre os protocolos e os números porta usados por toda a série produtos, pois eles interagem em uma implantação da Cisco Unified Wireless Network (CUWN) abrangente. Esta informação é baseada no trem da liberação código da série da versão software. Esta informação não é significada substituir ou substituir a documentação do produto específica encontrada em guias configuração existente, mas somente como uma lista consolidada da informações disponíveis então este documento foi criado. Pré-requisitos Requisitos Cisco recomenda que você tem o conhecimento da solução do Cisco Unified Wireless. Componentes Utilizados Este documento aplica-se à série inteira do produto enquanto interagem em um senvolvimento talhado CUWN. Convenções Consulte as Convenções Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções documentos. Informações Apoio O propósito principal ste documento é fornecer uma lista consolidada dos protocolos comunicação que incorporam uma solução CUWN. Os objetivos são executar o Firewall apropriado e as políticas segurança baseados nesta informação para fixar corretamente a infraestrutura CUWN. Visão geral da re

2 Tabelas nisto documento: Tabela 1 s e NC Tabela 2 s MSE AwIPS Tabela 3 s do contexto MSE Tabela 4 s WLC Tabela 5 s CW Tabela 6 s do Firewall OE600 Dispositivo Dispositivo stino s WLC e MSE TCP 21 OS-Linux TCP 22 aios TCP 23 Server do correio S TP TCP 25 Porta para/s dispositivos acesso host remoto Linux Telnet - Usado para a configuração do aios S TP usado para notificações falha Servidores AAA TCP/UDP 49 TACACS+ aios UDP 53 WLC UDP 69 TCP 80 Servidor NTP WLC UDP 123 NTP WLC e MSE UDP 161 WLC e MSE UDP 162 TCP 443 DNS usado para a configuração do aios T para/s dispositivos Descoberta SNMP, aios do inventário e outro Receptor armadilha SNMP em

3 MSE TCP 443 SO/XML (simple object access protocol usado para o Gerenciamento MSE WLC UDP 514 Syslog (opcional) Local somente TCP 1299 Server vário e HA TCP 1315 Porta do registro RMI (local somente) Servidor banco dados HA(QOS) Server HA TCP Portas HA DB Servidores AAA UDP 1812/1645 Radius Servidores AAA UDP 1813/1646 Radius TCP/UDP 3389 Vário TCP 5001 TCP 5500 TCP 5800 TCP/UDP 5900 Local somente TCP 6789 Dispositivo do MSE-lugar TCP 8001 Local somente TCP 8005 Local somente TCP 8009 Servidor Web HA TCP 8082 RDP - Desktop remoto Windows (opcional) Monitoração do SABÃO da linha central Apache: Ouvinte das Javas VNC - (opcional) usado para o acesso host das janelas remotas VNC - (opcional) usado para o acesso host das janelas remotas VNC - (opcional) usado para o acesso host das janelas remotas Porta RmiServer (local somente) Sincronização dos dados do server do lugar. Porta comunicação Porta da parada programada Tomcat Conector do servidor Web/servidor java (local somente) Porta do servidor Web HA: Monitor funcionamento para HA TCP 8456 Conector HTTP TCP 8457 O HTTP reorienta TCP Porta LOCP TLS WLC UDP Linhas da criança TFTP Vário ICMP ICMP - Opcional Dispositivo Dispositivo stino MSE - s AwIPS Porta

4 MSE TCP 21 para/s dispositivos OS-Linux MSE TCP 22 acesso host remoto Linux MSE TCP 80 Servidor NTP WLC UDP 123 NTP MSE UDP 161 SNMP: MSE UDP 162 MSE TCP 443 MSE TCP 443 MSE TCP 8001 WLC MSE e perito do espectro TCP Receptor armadilha SNMP em SO/XML (simple object access protocol em NMSP (protocolo dos Serviços mobilida da re) Vário ICMP ICMP - Opcional Dispositivo MSE s Contexto-cientes e AwIPS Dispositivo stino MSE TCP 21 Porta para/s dispositivos OS-Linux MSE TCP 22 acesso host remoto Linux MSE TCP 80 Servidor NTP WLC UDP 123 NTP MSE UDP 161 SNMP: MSE UDP 162 MSE TCP 443 MSE TCP 443 MSE TCP 8001 WLC e Catalyst LAN switch MSE e perito do espectro TCP Receptor armadilha SNMP em SO/XML (simple object access protocol em NMSP (protocolo dos Serviços mobilida da re) Vário ICMP ICMP - Opcional Dispositivo Dispositivo stino s WLC WLC TCP 21 e várias estações WLC TCP 22 Porta para/s dispositivos Gerenciamento remoto

5 e várias estações WLC TCP 23 (opcional) Servidores AAA WLC TCP/UDP 49 TACACS+ e várias estações WLC UDP 69 WLC TCP 80 WLC WLC TCP 91 Membros grupo mobilida WLC WLC IP 97 EoIP IP 97 EoIP Servidor NTP WLC UDP 123 NTP WLC UDP 161 SNMP: WLC UDP 162 WLC e vários servidores SYSLOG WLC TCP 443 Telnet - Usado para o Gerenciamento remoto (opcional) T para/s dispositivos Túnel EoIP - Tráfego da âncora/tunelamento do cliente Receptor armadilha SNMP em WLC UDP 514 Syslog (opcional) Servidores AAA WLC UDP 1812/1645 Radius Servidores AAA WLC UDP 1813/1646 Radius WLC UDP 6352 RDLP (MSE, perito do espectro) WLC TCP WLC WLC UDP WLC WLC UDP Porta NMSP LOCP TLS (protocolo dos Serviços mobilida da re) Mobilida fixada ** na liberação. a característica 5.2+ foi removida WLC UDP CW Ctl/dados WLC UDP 5248 Mcast CW. WLC UDP Mobilida - NONfixada LWP Ctl/dados WLC UDP Mcast LWP. Vário ICMP ICMP Opcional Dispositivo Dispositivo stino s CW-LWP Vário UDP 69 Vário TCP 22 Vário TCP 23 Porta TFTP - usado para a atualização remota do código SSH - usado para o acesso opcional do Troubleshooting remoto. Po administrativamente ser sabilitado. Telnet - usado para o acesso opcional do Troubleshooting remoto. Po administrativamente ser

6 Servidor DNS Servidor DHCP TCP/UDP 53 Vário UDP 514 WLC UDP sabilitado. DNS UDP 68 DHCP Syslog - configurável. O padrão é CW Ctl/dados WLC UDP 5248 Mcast CW. WLC UDP 6352 RDLP WLC UDP LWP Ctl/dados WLC UDP Mcast LWP. Monitore o PC TCP para 2.4 gigahertz para 5GHz O protocolo da relação do espectro da re (Instituto Nacional Estatística) para SE-conecta Vário ICMP ICMP Opcional 1 - O número porta arbitrário está atribuído a cada da escala quando o se junta ao WLC. O WLC usa o número como a porta do stino para CW Ctl/dados enquanto o é conectado. Dispositivo s CW-LWP Dispositivo stino Porta WLC UDP CW Ctl/dados Informações Relacionadas Notas Técnicas Troubleshooting Cisco Systems Inc. Todos os direitos reservados.

7 Data da Geração do PDF: 18 Outubro

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Opção de DHCP 82 Configurar Configurar o controlador

Leia mais

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Etapa 1. Obtenha o plug-in de Java

Leia mais

Este documento descreve como configurar a autenticação da Web a fim trabalhar com uma instalação do proxy.

Este documento descreve como configurar a autenticação da Web a fim trabalhar com uma instalação do proxy. Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Configurar o WLC Configurar o arquivo PAC Crie o ACL Pré-autenticação Reparo rápido: Configurar o navegador da Web

Leia mais

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware:

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware: Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações de Apoio Configurar Configurar o servidor ACS Configurar o CiscoWorks Common Services CS Configurar papéis da autorização

Leia mais

Autenticação do proxy de autenticação de partida - Nenhuma Cisco IOS Firewall ou configuração de NAT

Autenticação do proxy de autenticação de partida - Nenhuma Cisco IOS Firewall ou configuração de NAT Autenticação do proxy de autenticação de partida - Nenhuma Cisco IOS Firewall ou configuração de NAT Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Diagrama de

Leia mais

Configurar o intervalo do Forward No Answer no gerente das comunicações unificadas

Configurar o intervalo do Forward No Answer no gerente das comunicações unificadas Configurar o intervalo do Forward No Answer no gerente das comunicações unificadas Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Problema Soluções Cisco CallManager versão

Leia mais

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Colocação de etiquetas do switch externo Configuração de switchport do Catalyst 6500 configuração vswitch1 Configuração da rede 2 VM Considerações

Leia mais

Configurando o Cisco VPN Client 3.5 e o Cisco Integrated Client para tráfego não criptografado seguro ao utilizar o tunelamento por divisão

Configurando o Cisco VPN Client 3.5 e o Cisco Integrated Client para tráfego não criptografado seguro ao utilizar o tunelamento por divisão Configurando o Cisco VPN Client 3.5 e o Cisco Integrated Client para tráfego não criptografado seguro ao utilizar o tunelamento por divisão Índice Introdução Antes de Começar Convenções Pré-requisitos

Leia mais

PN7320. Power Over the NET de 20 portas (unidade de distribuição de energia PDU)

PN7320. Power Over the NET de 20 portas (unidade de distribuição de energia PDU) PN7320 Power Over the NET de 20 portas (unidade de distribuição de energia PDU) A PN7320 Power Over the NET da ALTUSEN é uma unidade de distribuição de energia (PDU), que oferece controle a nível de tomada

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Serviços de Rede Prof: Jéferson Mendonça de Limas Ementa Configuração de Serviços de Redes; Servidor Web; Servidor de Arquivos; Domínios; Servidor de Banco de Dados; SSH; SFTP;

Leia mais

Índice. Introdução. Razões possíveis para a falha. Impacto

Índice. Introdução. Razões possíveis para a falha. Impacto Índice Introdução Razões possíveis para a falha Impacto Verificação Verifique os ajustes DNS Verifique a conexão Troubleshooting Documentos relacionados Introdução Você pode atualizar um centro de gerenciamento

Leia mais

Introdução Como eu conecto meu roteador de Linksys a um roteador VoIP de Linksys? Informações Relacionadas

Introdução Como eu conecto meu roteador de Linksys a um roteador VoIP de Linksys? Informações Relacionadas Índice Introdução Como eu conecto meu roteador de Linksys a um roteador VoIP de Linksys? Informações Relacionadas Introdução Este artigo é um em uma série para auxiliar na instalação, no troubleshooting

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Configuração de VLAN em Cisco UCS

Configuração de VLAN em Cisco UCS Configuração de VLAN em Cisco UCS Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Diagrama de Rede Convenções Informações de Apoio Tarefa principal Modos do switching de Ethernet da

Leia mais

As conexões wireless da mobilidade falham e não recuperam quando o ASA é recarregado

As conexões wireless da mobilidade falham e não recuperam quando o ASA é recarregado As conexões wireless da mobilidade falham e não recuperam quando o ASA é recarregado Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Problema Exemplo de topologia de rede

Leia mais

Como Permitir a Navegação Usando o NetBIOS Over IP

Como Permitir a Navegação Usando o NetBIOS Over IP Como Permitir a Navegação Usando o NetBIOS Over IP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Ajuste o nome do grupo de trabalho para ser o Domain

Leia mais

Balanceamento de Carga de NAT no IOS para Duas Conexões de ISP

Balanceamento de Carga de NAT no IOS para Duas Conexões de ISP Balanceamento de Carga de NAT no IOS para Duas Conexões de ISP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configuração Diagrama de Rede Configurações Verificação Troubleshooting

Leia mais

ASA 7.x/PIX 6.x e acima: Aberto/bloco o exemplo de configuração das portas

ASA 7.x/PIX 6.x e acima: Aberto/bloco o exemplo de configuração das portas ASA 7.x/PIX 6.x e acima: Aberto/bloco o exemplo de configuração das portas Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Produtos Relacionados Convenções Configurar Diagrama de Rede

Leia mais

ANEXO VII Perfil para futuros concursos de TI da UNIFESP

ANEXO VII Perfil para futuros concursos de TI da UNIFESP ANEXO VII Perfil para futuros concursos de TI da UNIFESP Proposição de perfil para futuros concursos de TI da UNIFESP (ainda não foi utilizado) 174 Perfil para futuros concursos de TI da UNIFESP 1º. Cargo:

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

Cisco IOS Router: Local, TACACS+ e autenticação RADIUS do exemplo de configuração da conexão de HTTP

Cisco IOS Router: Local, TACACS+ e autenticação RADIUS do exemplo de configuração da conexão de HTTP Cisco IOS Router: Local, TACACS+ e autenticação RADIUS do exemplo de configuração da conexão de HTTP Índice Introdução Antes de Começar Convenções Pré-requisitos Componentes Utilizados Material de Suporte

Leia mais

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev Capacitação IPv6.br Serviços em IPv6 Agenda Motivação Serviços Implementações DNS NTP Servidores HTTP Proxies SMB CIFS ( SAMBA ) Motivação Provedor de Acesso Provedor de Conteúdo 06 de Junho de 2012 Serviços

Leia mais

Autenticação do Administrador do Lobby de Controladoras Wireless LAN via servidor RADIUS

Autenticação do Administrador do Lobby de Controladoras Wireless LAN via servidor RADIUS Autenticação do Administrador do Lobby de Controladoras Wireless LAN via servidor RADIUS Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Configurar Configurações

Leia mais

Pesquisando defeitos a vizinhança de rede Microsoft após ter estabelecido um túnel VPN com o Cisco VPN Client

Pesquisando defeitos a vizinhança de rede Microsoft após ter estabelecido um túnel VPN com o Cisco VPN Client Pesquisando defeitos a vizinhança de rede Microsoft após ter estabelecido um túnel VPN com o Cisco VPN Client Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Problemas da

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Ferramenta NAC: Postura do Mac OSX AV no exemplo de configuração da liberação 4.5 de Cisco NAC

Ferramenta NAC: Postura do Mac OSX AV no exemplo de configuração da liberação 4.5 de Cisco NAC Ferramenta NAC: Postura do Mac OSX AV no exemplo de configuração da liberação 4.5 de Cisco NAC Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Avaliação da postura do Mac

Leia mais

Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação

Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação Network Fundamentals Capítulo 3 1 Aplicações A Interface entre usuário e Rede de Dados A Camada de aplicação provê recursos para enviar e receber dados

Leia mais

CUCM 9.x+ e OLMO - Upgrade de licença e instalação

CUCM 9.x+ e OLMO - Upgrade de licença e instalação CUCM 9.x+ e OLMO - Upgrade de licença e instalação Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Promova e instale Verificar Troubleshooting Erro de segurança no status

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

Matriz de Compatibilidade de Segurança da Camada 2 e Camada 3 do Controller de LAN Wireless

Matriz de Compatibilidade de Segurança da Camada 2 e Camada 3 do Controller de LAN Wireless Matriz de Compatibilidade de Segurança da Camada 2 e Camada 3 do Controller de LAN Wireless Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Soluções da segurança de rede do

Leia mais

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES Página 1 CONHECIMENTO ESPECÍFICO 01. Suponha um usuário acessando a Internet por meio de um enlace de 256K bps. O tempo mínimo necessário para transferir um arquivo de 1M byte é da ordem de A) 4 segundos.

Leia mais

Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT

Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurações de exemplo Configuração de exemplo 1 Configuração de exemplo

Leia mais

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 53 Roteiro (1 / 2) O Que São Protocolos? O TCP/IP Protocolos de Aplicação Protocolos de Transporte Protocolos

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Redes de Computadores e Telecomunicações. A camada da aplicação serve como a janela na qual os utilizadores e processos da aplicação podem

Leia mais

Exemplo de Configuração Básica de Conexão de LAN sem Fio

Exemplo de Configuração Básica de Conexão de LAN sem Fio Exemplo de Configuração Básica de Conexão de LAN sem Fio Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Diagrama de Rede Convenções Configuração Configuração do Ponto de Acesso Instruções

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps ARQUITETURA 1. Permitir instalação em gabinete de 19" (dezenove polegadas). 2. LEDs de identificação de atividades de status do sistema, de cada

Leia mais

Configurando o Cisco Secure ACS for Windows v3.2 com autenticação da máquina PEAP-MS- CHAPv2

Configurando o Cisco Secure ACS for Windows v3.2 com autenticação da máquina PEAP-MS- CHAPv2 Configurando o Cisco Secure ACS for Windows v3.2 com autenticação da máquina PEAP-MS- CHAPv2 Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Material de Suporte Convenções Diagrama de

Leia mais

Verificando a Especificação de Nome de Usuário e de Senha para a Configuração do Cliente Cisco IP SoftPhone

Verificando a Especificação de Nome de Usuário e de Senha para a Configuração do Cliente Cisco IP SoftPhone Verificando a Especificação de Nome de Usuário e de Senha para a Configuração do Cliente Cisco IP SoftPhone Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Especificando o

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Sistema de Monitoramento de Dispositivos utilizando o Pandora FMS

Sistema de Monitoramento de Dispositivos utilizando o Pandora FMS Sistema de Monitoramento de Dispositivos utilizando o Pandora FMS Leandro Ferreira Canhada 1 1 Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas Rua Gonçalves Chaves, 602 96.015-560 Pelotas RS Brasil {leandrocanhada@gmail.com}

Leia mais

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware:

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware: Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações de Apoio Configuração do backup/restauração Configurar o backup remoto alternativo local Programando o backup Crie o perfil

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota

Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota Descrição dos serviços Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota Este serviço oferece serviços de Monitorização da infra-estrutura remota Dell (RIM, o Serviço ou Serviços ) conforme

Leia mais

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas Protocolos de Rede Prof. Alexandre Beletti Protocolos em camadas Existem protocolos em diferentes camadas dos modelos de estudo (OSI e TCP/IP) Lembre-se de diferencias tipos de programas de tipos de protocolos

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Cisco recomenda que você tem o conhecimento do CUCM e dos pontos de acesso da Cisco.

Cisco recomenda que você tem o conhecimento do CUCM e dos pontos de acesso da Cisco. Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Configurar Configuração do ponto de acesso Como alcançar o Access Point (AP) Permita interfaces de rádio Adicionar o VLAN novo A criação

Leia mais

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Sumário Introdução... 2 Definindo a Classe IP... 2 Modelo de Rede Privada 1 Única Rede... 4 Etapas... 4 Configurações da Rede Privada... 4 Roteador...

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS REFERÊNCIA C DURAÇÃO 90 MINUTOS Switching

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS REFERÊNCIA C DURAÇÃO 90 MINUTOS Switching Switching 1. Responda Verdadeiro (V) ou Falso (F) a cada uma das seguintes afirmações: a) É possível inibir o acesso remoto a um switch Cisco através de uma ACL b) É possível fazer a autenticação num switch

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES. Vinícius Pádua

REDES DE COMPUTADORES. Vinícius Pádua REDES DE COMPUTADORES Introdução Necessidade Compartilhar dados em tempo hábil Constituída por vários computadores conectados através de algum meio de comunicação onde recursos são compartilhados Telecomunicação

Leia mais

SEGURANÇA APLICADA MATERIAL 19

SEGURANÇA APLICADA MATERIAL 19 Graduação Tecnologia em Redes Computadores SEGURANÇA APLICADA MATERIAL 19 Prof. Luís Mateus da Silva Matos TRIPLE CCIE # 17528 (R&S, SP, SECURITY) CCNA, CCDA, CCNP, DCNIS CCDP, MCP, MCP+Internet, MCSE

Leia mais

Nível de segurança de uma VPN

Nível de segurança de uma VPN VPN Virtual Private Network (VPN) é uma conexão segura baseada em criptografia O objetivo é transportar informação sensível através de uma rede insegura (Internet) VPNs combinam tecnologias de criptografia,

Leia mais

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch)

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers

Leia mais

Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring

Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring Visão geral do Serviço Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring Este serviço oferece o Dell Remote Infrastructure Monitoring ("Serviço" ou "Serviços" RIM), como apresentado mais especificamente

Leia mais

Rede de Computadores Modelo OSI

Rede de Computadores Modelo OSI Rede de Computadores Modelo OSI Protocolos TCP/IP Protocolos TCP X UDP CUIDADO! HTTPS IPv4 e IPv6 IPv4 IPv6 Protocolos de Email SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) POP3 (POST OFFICE PROTOCOL

Leia mais

Certifique-se de atender a estes requisitos antes de tentar esta configuração:

Certifique-se de atender a estes requisitos antes de tentar esta configuração: Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Topologia Configurar Diagrama de Rede Configurações Configuração do Cisco ONS 15454 Configuração do PC

Leia mais

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Projeto Lógico de Rede Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição 1.0 10/10/2011

Leia mais

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015 TE090 - Prof. Pedroso 17 de junho de 2015 1 Questões de múltipla escolha Exercício 1: Suponha que um roteador foi configurado para descobrir rotas utilizando o protocolo RIP (Routing Information Protocol),

Leia mais

Senhas Telnet, Console e de Portas AUX no Exemplo de Configuração de Roteadores da Cisco

Senhas Telnet, Console e de Portas AUX no Exemplo de Configuração de Roteadores da Cisco Senhas Telnet, Console e de Portas AUX no Exemplo de Configuração de Roteadores da Cisco Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações Complementares Configure

Leia mais

Configurando o Cisco VPN 3000 Concentrator 4.7.x para obter um certificado digital e um certificado SSL

Configurando o Cisco VPN 3000 Concentrator 4.7.x para obter um certificado digital e um certificado SSL Configurando o Cisco VPN 3000 Concentrator 4.7.x para obter um certificado digital e um certificado SSL Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Instale Certificados

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET protocolos TCP/IP são um conjunto de standards que permitem que computadores de todas marcas e feitios comuniquem entre si Algumas datas históricas: 1968

Leia mais

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Security O ProApps Security é um componente da suíte de Professional Appliance focada na segurança de sua empresa ou rede. A solução pode atuar como gateway e como solução IDS/IPS no ambiente.

Leia mais

Camada de Aplicação da Arquitetura TCP/IP

Camada de Aplicação da Arquitetura TCP/IP Arquitetura de Redes de Computadores e Tecnologia de Implementação de Redes 2016.1 Camada de Aplicação da Arquitetura TCP/IP Curso Técnico Integrado em Informática Turma: INT.INF.3M Arquitetura de Redes

Leia mais

A instalação e desinstalação do agente de usuário de Sourcefire

A instalação e desinstalação do agente de usuário de Sourcefire A instalação e desinstalação do agente de usuário de Sourcefire Índice Introdução Pré-requisitos Requisito de instalação A instalação do agente de usuário de Sourcefire Desinstalação do agente de usuário

Leia mais

CAMADA DE TRANSPORTE

CAMADA DE TRANSPORTE Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE TRANSPORTE Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

Câmera Internet Wireless N com Pan/Tilt/Zoom TV-IP651W (v1.0r)

Câmera Internet Wireless N com Pan/Tilt/Zoom TV-IP651W (v1.0r) (v1.0r) A Câmera Internet PTZ wireless N, modelo, fornece segurança em grandes áreas. Pan a câmera de lado a lado em um notável giro de 340 graus e tilt de cima para baixo 115 graus de qualquer conexão

Leia mais

O Cisco Unified Computing System (UCS) fornece dois métodos para executar o Qualidade de Serviço (QoS):

O Cisco Unified Computing System (UCS) fornece dois métodos para executar o Qualidade de Serviço (QoS): Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Diagrama de Rede Classes do sistema Políticas de QoS Verificar Troubleshooting Informações Relacionadas Introdução

Leia mais

Grupos da autorização do comando shell ACS no exemplo de configuração IO e ASA/PIX/FWSM

Grupos da autorização do comando shell ACS no exemplo de configuração IO e ASA/PIX/FWSM Grupos da autorização do comando shell ACS no exemplo de configuração IO e ASA/PIX/FWSM Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Grupos do comando authorization Adicionar

Leia mais

Câmera Internet Wireless N com Pan/Tilt/Zoom TV-IP651W (v1.0r)

Câmera Internet Wireless N com Pan/Tilt/Zoom TV-IP651W (v1.0r) Informações Gerais Pan 340 de lado a lado e tilt 115 de cima a baixo Conexão wireless n de alta velocidade Programe gravação por detecção de movimento, gravação programada, alertas em email e mais com

Leia mais

Relató rió. Gestão de equipamento activo de rede

Relató rió. Gestão de equipamento activo de rede Relató rió INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO Gestão de equipamento activo de rede Trabalho realizado por: Tiago Conceição Nº 11903 Tiago Maques Nº 11904 Paulo Martins

Leia mais

ASA 8.3 e mais atrasado: Desabilite a inspeção global do padrão e permita a inspeção de aplicativo não-padrão usando o ASDM

ASA 8.3 e mais atrasado: Desabilite a inspeção global do padrão e permita a inspeção de aplicativo não-padrão usando o ASDM ASA 8.3 e mais atrasado: Desabilite a inspeção global do padrão e permita a inspeção de aplicativo não-padrão usando o ASDM Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Configurando o Balanceamento de Carga em Concentradores VPN 3000

Configurando o Balanceamento de Carga em Concentradores VPN 3000 Configurando o Balanceamento de Carga em Concentradores VPN 3000 Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Principais definições Diagrama de Rede Endereços Restrições

Leia mais

Índice. Introdução. As limitações da autenticação remota central UCS incluem:

Índice. Introdução. As limitações da autenticação remota central UCS incluem: Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informação do recolhimento Detalhes do usuário do ligamento Detalhes baixos DN Detalhes do fornecedor Propriedade do filtro

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Capítulo 2 Redes de Computadores... 21

Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Capítulo 2 Redes de Computadores... 21 Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Por que Ser um Profissional Certificado... 2 CCNA 4... 3 A Carreira de Certificação Cisco... 4 Profissional de Suporte... 6 Engenheiro de Projeto...

Leia mais

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link E1, com 30 canais

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link E1, com 30 canais USER MEDIA GATEWAY COM 4 ETHERNET GIGA Principais Características Aplicações Típicas 4 portas de redes Ethernet Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link, com 30 canais por rede IP.

Leia mais

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Componentes Utilizados

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Componentes Utilizados Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Configurar Configurar o servidor DNS Configurar o server CUCM Configurar o IM & o server da presença Trajeto do sinal Verificar Troubleshooting

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Números IPs Interfaces de rede Interface de loopback

Leia mais

Instalação automática nos controladores do Wireless LAN (WLC) com exemplo da configuração do servidor de DHCP de Microsoft

Instalação automática nos controladores do Wireless LAN (WLC) com exemplo da configuração do servidor de DHCP de Microsoft Instalação automática nos controladores do Wireless LAN (WLC) com exemplo da configuração do servidor de DHCP de Microsoft Instalação automática nos controladores do Wireless LAN (WLC) com exemplo da configuração

Leia mais

Exemplo de Configuração de Ponto de Acesso como Ponte de Grupo de Trabalho

Exemplo de Configuração de Ponto de Acesso como Ponte de Grupo de Trabalho Exemplo de Configuração de Ponto de Acesso como Ponte de Grupo de Trabalho Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Configuração Diagrama de Rede

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

Entendendo o Modelo OSI. As 7 camadas

Entendendo o Modelo OSI. As 7 camadas Entendendo o Modelo OSI O Modelo OSI é uma referência de como os dados são transportados de um computador a outro, vindos desde sua camada física até as aplicações (softwares). Ao longo do percurso, os

Leia mais

Conexão com a rede. Xerox DocuColor

Conexão com a rede. Xerox DocuColor 5 Conexão com a rede Este capítulo discute as etapas básicas da conexão da impressora com a rede, fornece uma visão geral dos requisitos de rede e diagramas de protocolo e descreve como conectar fisicamente

Leia mais

Curso de Redes de Computadores

Curso de Redes de Computadores Curso de Redes de Computadores EMENTA Objetivo do curso: abordar conceitos básicos das principais tecnologias de rede e seus princípios de funcionamento. Instrutor: Emanuel Peixoto Conteúdo CAPÍTULO 1

Leia mais

Impacto do tempo do horário de verão em produtos de gerenciamento de rede em Austrália

Impacto do tempo do horário de verão em produtos de gerenciamento de rede em Austrália Impacto do tempo do horário de verão em produtos de gerenciamento de rede em Austrália Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Problema Solução

Leia mais

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação Diretoria Técnica-Operacional Gerência de Tecnologia da Informação Termo de Referência Anexo II Especificação Técnica 1 - INTRODUÇÃO Página 2 de 9 do TR-007-3700 de Este anexo tem por objetivo detalhar

Leia mais

Perguntas mais freqüentes sobre o Cisco 675

Perguntas mais freqüentes sobre o Cisco 675 Perguntas mais freqüentes sobre o Cisco 675 Perguntas Introdução Como eu conecto meu PC ao Cisco 675 através da porta de gerenciamento? Como eu faço um cabo de gerenciamento para o Customer Premises Equipment

Leia mais

Introdução...xiii. Instruções de configuração... xiii Utilização do CD... xv Agradecimentos...xviii Suporte técnico...xviii

Introdução...xiii. Instruções de configuração... xiii Utilização do CD... xv Agradecimentos...xviii Suporte técnico...xviii Sumário Introdução....................................xiii Instruções de configuração.................................. xiii Utilização do CD........................................... xv Agradecimentos..........................................xviii

Leia mais

PowerNETGuard. NetMan 101/102 Plus. Software de supervisão. Network agent. Controle centralizado de dispositivos remotos de No Break

PowerNETGuard. NetMan 101/102 Plus. Software de supervisão. Network agent. Controle centralizado de dispositivos remotos de No Break RIELLO ELETTRONICA Conectividade All the trademarks indicated are the property of their respective owners. Conectividade PowerShield3 Software de comunicação 6 MONITORAMENTO GRÁFICO DO NO BREAK E STATUS

Leia mais

Procedimentos em TI www.procedimentosemti.com.br Prof. Robson Vaamonde

Procedimentos em TI www.procedimentosemti.com.br Prof. Robson Vaamonde Conceitos Básicos sobre Servidores e Serviços de Rede Introdução a Servidores e Serviços de Rede Módulo - I v2.0-10/09/2015 Professor do Curso de CISCO Prof. Robson Vaamonde, consultor de Infraestrutura

Leia mais

Introdução à Redes de Computadores

Introdução à Redes de Computadores Introdução à Redes de Computadores 1 Agenda Camada 4 do modelo OSI 2 1 Camada 4 do modelo OSI 3 Camada 4 - Transporte O termo "qualidade de serviço" é freqüentemente usado para descrever a finalidade da

Leia mais

Procedimento de Diagnóstico de Corrupção do Sistema de Arquivos do CMP

Procedimento de Diagnóstico de Corrupção do Sistema de Arquivos do CMP Procedimento de Diagnóstico de Corrupção do Sistema de Arquivos do CMP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Instalação e configuração de servidor de BOOTP e TFTP

Leia mais

PRTG Uma ferramenta de apoio ao Administrador de Redes

PRTG Uma ferramenta de apoio ao Administrador de Redes PRTG Uma ferramenta de apoio ao Administrador de Redes Éverton Perleberg 1, André Moraes 1 1 Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas (FATECPEL) Rua Gonçalves

Leia mais

Configurando o NAT Estático e o NAT Dinâmico Simultaneamente

Configurando o NAT Estático e o NAT Dinâmico Simultaneamente Configurando o NAT Estático e o NAT Dinâmico Simultaneamente Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Usados Convenções Configurando o NAT Informações Relacionadas Introdução Em algumas

Leia mais

Projeto de datacenters Instituto Federal de Alagoas. Prof. Esp. César Felipe G. Silva

Projeto de datacenters Instituto Federal de Alagoas. Prof. Esp. César Felipe G. Silva Instituto Federal de Alagoas Projeto de datacenters Conceito de datacenter Ao pé da letra significa centro de dados Na verdade trata-se de um ambiente com acesso e climatização controlados Nele encontramos

Leia mais