Universidade Estadual do estado de Santa Catarina UDESC. Proposição desenvolvida para a disciplina; Estagio VI 2012/01 Tema:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Estadual do estado de Santa Catarina UDESC. Proposição desenvolvida para a disciplina; Estagio VI 2012/01 Tema:"

Transcrição

1 Universidade Estadual do estado de Santa Catarina UDESC Proposição desenvolvida para a disciplina; Estagio VI 2012/01 Tema: Pintura Professora: Jociele Lampert propositor: Denilson Antonio

2 Data Conteúdo Objetivo especifico Procedimento pedagógico Procedimento de criação recursos Referencias Bibliográficas 06/0 3/ História da Arte, (Bauhaus, Paul Klee, W. Kandinsk y), cor, gesto, e sensações. Desenvolver um raciocínio pensando o gesto a cor, através da reflexão sobre as obras dos artistas e desenvolver esse raciocínio em um exercício o prático. Através deste processo buscar o desenvolvime nto da sensibilidade. Após uma breve revisão do conteúdo apresentaríam os as imagens já estudadas, e discutiríamos duas imagens uma de cada artista, nos vinte minutos finais de aula, cada aluno, criara um símbolo pessoal. (Exemplo). Em uma folha de revista trassa-se uma linha, ou um circulo ou uma forma aleatória, cortasse na espessura que quiser, e monta ao seu gosto com as cores e imagens que preferir. Imagens impressa s (A3), revistas, papel colorido, cola, pincel, tesouras, E. H. Gombrich, A História da Arte, 16ª edição, LTC-Livros tecnicos e Cientificos editora S.A. Rio de Janeiro, 1999.(pag, , ,560-, Argan, Gulio Carlo,Arte Moderna-Tradução Denise Bottmann e Federico Carotti. São Paulo, compania das letras, 1992, (pag, 269,272,318) Carmem-Artur Judith- Bauhaus ; tradução: Cosac e Naify Ediçoes, 2001, Argan-Giulio Carlo, Walter Gropius e A Bauhaus,tradução:, Emilio Campos Lima, editorial Presença, LDA. 2ª edição, 1990.

3 Do Aurélio: Atividade que supõe a criação de sensações ou de estados de espírito de caráter estético, carregados de vivência pessoal e profunda, podendo suscitar em outrem o desejo de prolongamento ou renovação: uma obra de arte; as artes visuais; arte religiosa; arte popular; a arte da poesia; a arte musical. etc... Bauhaus foi uma escola de design, artes plásticas e arquitetura de vanguarda que funcionou entre 1919 e 1933 na Alemanha. A Bauhaus foi uma das maiores e mais importantes expressões do que é chamado Modernismo no design e na arquitetura, nas artes visuais. O século 20 foi marcado pela divisão das vanguardas entre afirmativas positivas e pulsionais. As vanguardas afirmativas positivas desembocaram na Bauhaus, uma escola de arquitetura e artes decorativas fundada por Walter Gropius na Alemanha em 25 de abril de 1919 e extinta em 1933, cujo ensino valorizava o funcionalismo, isto é, a idéia de que a forma deve resultar da perfeita adequação à função, e as pesquisas no campo das diferentes artes, e cuja influência foi marcante entre arquitetos e artistas de vanguarda. Estas vanguardas estavam sempre ligadas ao mundo da máquina e da funcionalidade. Este ramo das vanguardas nasceu, de certa forma, com o Manifesto Futurista escrito por Marinetti, no qual se faz uma ode, entre outras coisas, à velocidade, à máquina e também à guerra. Esta linha das vanguardas pode ser considerada como a das artes inseridas na produtividade capitalista.

4

5 Wassily Kandinsky (Moscou, 4 de dezembro de 1866 Neuilly-sur-Seine, 13 de dezembro de 1944) foi um artista russo, professor da Bauhaus e introdutor da abstração no campo das artes visuais. Apesar da origem russa, adquiriu a nacionalidade francesa. É em 1895 que, de visita a uma exposição em Moscovo sobre o Impressionismo francês, vê um quadro de Monet que o interessa, provocando-lhe a vontade de pintar contudo, deseja pintar obras que exprimam alguma coisa. De facto, é esta necessidade interior de expressar as suas percepções emocionais que o levam ao desenvolvimento de um estilo de pintura abstrato, baseado em propriedades não-representativas de cor e forma a abstração lírica.

6 .Kandinsky foi igualmente espiritualmente influenciado por Helena Petrovna Blavatsky ( ), o mais importante exponente da Teosofia nos tempos modernos. A teoria teosófica solicitou que a criação é uma proporção geométrica, começando num único ponto. O aspecto criativo das formas é expressado por uma série descendente de círculos, triângulos e quadrados. Os livros de Kandinsky ecoam estes princípios básicos teosóficos. Vive grande parte da sua vida na Alemanha, o que influenciou sobremaneira o seu estilo e percepções. Vem a ensinar na reconhecida escola de vanguarda, Bauhaus. Já para o fim da vida, acaba por deixar novamente a Alemanha (a primeira vez havia sido com o iniciar da 1ª Guerra Mundial) e instala-se perto de Paris, precisamente com o objectivo de aí terminar a sua vida. Morre em Neuilly-sur-Seine em 1944, aos 78 anos.

7 Composition VIII Oil on canvas. 140 x 201 cm. The Solomon R. Guggebheim Museum, New York, NY, USA.

8 Sky Blue Oil on canvas. 100 x 73 cm. Musée National d'art Moderne, Centre Georges Pompidou, Paris.

9 Paul Klee, Foto de Alexander Eliasberg. Além de possuir uma das mais importantes obras pictóricas da primeira metade do século 20, Paul Klee notabilizou-se por sua reflexão teórica, encontrada em textos como "Sobre a Arte Moderna" e "Confissão Criadora". Paul Klee (Münchenbuchsee, 18 de dezembro de 1879 Muralto, 29 de junho de 1940) foi um pintor e poeta suíço naturalizado alemão. O seu estilo, grandemente individual, foi influenciado por várias tendências artísticas diferentes, incluindo o expressionismo, cubismo, e surrealismo. Ele foi um estudante do orientalismo. Klee era um desenhista nato que realizou experimentos e, conseqüentemente, dominou a teoria das cores, sobre o quê ele escreveu extensivamente. Suas obras refletem seu humor seco e, às vezes, a sua perspectiva infantil, seus ânimos e suas crenças pessoais, e sua musicalidade. Ele e seu amigo, o pintor russo Wassily Kandinsky, também eram famosos por darem aulas na escola de arte e arquitetura Bauhaus.

10 Klee é considerado um dos artistas mais originais do século XX. Convencido de que a realidade artística era totalmente diferente da observada na natureza, dedicou sua carreira à busca do ponto de encontro entre realidade e espírito. Em 25 de novembro de 1920, o arquiteto Walter Gropius convidou-o para juntar-se ao grupo Bauhaus. Então, em 1921, Klee mudou-se de Munique para Weimar para assumir seu papel de mestre de forma na oficina de artefatos de vidro. Na década seguinte, Klee lecionaria nos institutos de Weimar e Dessou Bauhaus. A exemplo de Kandinski, estudou com Von Stuck em Munique. Depois de uma viagem pela Itália, entrou em contato com os pintores da Nova Associação de Artistas e uniu-se ao grupo de artistas do Der Blaue Reiter (o cavaleiro azul). Em 1912, viajou para Paris, onde encontrou Delaunay, pintor que seria de vital importância para suas obras posteriores. Nele, Klee encontrou a chave de sua pintura. Escreveu: A cor, como a forma, pode expressar ritmo e movimento.

11 Heroic Roses Oil on stained canvas. 68 x 52 cm. Kunstsammlung Nordrhein- Westfalen, Düsseldorf, Germany

12 Gate in the Garden Oil on panel x 44 cm. Huggler Foundation, Kunstmuseum, Bern, Switzerland.

13 Nossa sensibilidade pode ser mais bruta ou mais elaborada. Podemos, entretanto,dizer que alguém não tem sensibilidade. Neste caso, nos referimos às pessoas que denominamos de frias e que, em geral, pensamos ser aquelas que fazem um uso mais assíduo da razão. A sensibilidade envolve também a questão das sensações. Sensação é a informação que os sentidos recebem do mundo exterior ao corpo. Os gregos usavam a palavra Aisthesis para significar a sensação em geral ou a capacidade perceber. Depois, e ao longo da tradição filosófica, tais informações seriam trabalhadas pela razão capaz de recolher os dados confusos e elaborar conceitos e juízos a partir deles. Platão pensava que a sensação era uma capacidade humana insuficiente para o alcance da verdade. Baumgarten usará o termo dos gregos para fundar no século XVIII a disciplina chamada Estética, que se ocupará, segundo ele, do conhecimento dos sentidos.

14 Imagens para demonstração da atividade:

15

16 E. H. Gombrich, A História da Arte, 16ª edição, LTC-Livros tecnicos e Cientificos editora S.A. Rio de Janeiro, Argan, Gulio Carlo,Arte Moderna-Tradução Denise Bottmann e Federico Carotti. São Paulo, compania das letras, 1992, pag,269, Carmem-Artur Judith- Bauhaus ; tradução: Cosac e Naify Ediçoes, 2001, Argan-Giulio Carlo, Walter Gropius e A Bauhaus,tradução:, Emilio Campos Lima, editorial Presença, LDA. 2ª edição, (FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.) Arte/educação contemporânea ; consonâncias internacionais / Ana Mae Barbosa (org.) - São Paulo : Cortez, ARTES EXPRESSIONISMO ABSTRATO A ARTE DO GESTO LIVRE _ Brasil Cultura

ABSTRACIONISMO. Wassily Kandinski, é indicado como o iniciador desse movimento, com a obra: Batalha, de 1910.

ABSTRACIONISMO. Wassily Kandinski, é indicado como o iniciador desse movimento, com a obra: Batalha, de 1910. ABSTRACIONISMO A arte abstrata tende a suprimir toda a relação entre a realidade e o quadro, entre as linhas e os planos, as cores e a significação que esses elementos podem sugerir ao espírito. Quando

Leia mais

HENRY, Michel. Ver o invisível: Sobre Kandinsky. São Paulo: Realizações, 2012.

HENRY, Michel. Ver o invisível: Sobre Kandinsky. São Paulo: Realizações, 2012. HENRY, Michel. Ver o invisível: Sobre Kandinsky. São Paulo: Realizações, 2012. Rafaela Belo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades UFES 2014/1 Vietnam, 1922 França, 2002 Michel Henry

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL HAB: JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3211.1 HISTÓRIA DA ARTE E DA CULTURA PROFESSOR (A) OBJETIVOS 2ª 02 34

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ARTE

LISTA DE EXERCÍCIOS ARTE LISTA DE EXERCÍCIOS ARTE P2-4º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Compreender os aspectos históricos-sociais referentes aos objetos

Leia mais

História das artes e estética. UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2!!! Prof. M.Sc. KAREN KELES!

História das artes e estética. UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2!!! Prof. M.Sc. KAREN KELES! UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2 Prof. M.Sc. KAREN KELES Curso Arquitetura e Urbanismo Carga Horária 80 Horas - 4 horas semanais Ementa: Estética como campo filosófico. 66 horas teórica - prática

Leia mais

Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto

Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto Conceito Foi um movimento artístico com origem nos Estados Unidos da América, muito popular no pós-guerra. Ele foi o primeiro movimento especificamente

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL HAB: JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CHS TEORIA PRÁTICA ANO 340.3451.1 ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE 4ª 04 04 1/2009 OBJETIVOS Desenvolver

Leia mais

PROGRAMA CURSO MAK132 ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA NO ACERVO DO MAC-USP

PROGRAMA CURSO MAK132 ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA NO ACERVO DO MAC-USP PROGRAMA CURSO MAK132 ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA NO ACERVO DO MAC-USP Ementa: História da arte moderna e da arte contemporânea a partir do acervo do Museu de Arte Contemporânea. Historiografia da arte

Leia mais

Emil Nolde Emil Nolde Emil Nolde Emil Nolde Emil Nolde Emil Nolde O Expressionismo de Die Brücke não se restringiu à pintura e à gravura, tendo tido expressão, igualmente na literatura, na música e arquitectura.

Leia mais

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922.

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. Foi um encontro de novas ideias estéticas, que mudaram a arte

Leia mais

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes Filosofia da Arte Unidade II O Universo das artes FILOSOFIA DA ARTE Campo da Filosofia que reflete e permite a compreensão do mundo pelo seu aspecto sensível. Possibilita compreender a apreensão da realidade

Leia mais

Movimento e Cultura da Pop Art: Uma Viagem ao Museu

Movimento e Cultura da Pop Art: Uma Viagem ao Museu Movimento e Cultura da Pop Art: Uma Viagem ao Museu Aline Villela Abbade Débora A. dos Santos Ferreira Julho 2009/01 Apresentação do tema: Começamos a elaborar este projeto levando em consideração que

Leia mais

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Rafael Teixeira de Resende 1 O presente relato visa refletir sobre o processo de criação do Artista capixaba Rafael

Leia mais

André Derain

André Derain - 029 - André Derain 1880-1954 André Derain, nascido em Chatou, comunidade a 20 km a Leste de Paris, no dia 10 de julho de 1880 e falecido em Garches (15 km a Oeste de Paris) foi um pintor, escultor, impressor

Leia mais

AUTOR: TÍTULO: Da pintura LOCAL EDITORA DATA CONTEÚDO: AUTOR: TÍTULO: As Fontes da Arte Moderna LOCAL EDITORA DATA CONTEÚDO: AUTOR:

AUTOR: TÍTULO: Da pintura LOCAL EDITORA DATA CONTEÚDO: AUTOR: TÍTULO: As Fontes da Arte Moderna LOCAL EDITORA DATA CONTEÚDO: AUTOR: ALBERTI, Leon Batista Da pintura Campinas UNICAMP 1992 CONTEÚDO: Um dos primeiros livros a tratar das questões da pintura, escrito no Renascimento por um de seus maiores representantes ARGAN, Giulio Carlo

Leia mais

viabilizem a sua criação. Articular conhecimento gráfico para a comunicação visual, com a utilização de técnicas específicas. Analisar o uso de técnic

viabilizem a sua criação. Articular conhecimento gráfico para a comunicação visual, com a utilização de técnicas específicas. Analisar o uso de técnic Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº Cetec nº746 de 10 / 09/ 2015 Etec Tiquatira Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Produção Cultural e Design Habilitação Profissional:

Leia mais

Vanguardas Históricas I

Vanguardas Históricas I Vanguardas Históricas I As transformações do início do século XX e as vanguardas históricas Os avanços da ciência realizados a partir do século XIX mudaram a percepção da realidade e conduziram, no campo

Leia mais

1 - Cubismo (Introdução)

1 - Cubismo (Introdução) 1 - Cubismo (Introdução) Este movimento artístico surgiu no século XX e é considerado o mais influente deste período. Com as suas formas geométricas representadas na maioria das vezes, por cubos e cilindros,

Leia mais

Estilos de Representação e Apresentação no Desenho eliane bettocchi

Estilos de Representação e Apresentação no Desenho eliane bettocchi Maneirismo/Barroco/Rococó = apresentação naturalista observação do real representando, de maneira expressionista ou clássica, temas "ideais" em que os valores tonais preponderam e a sensação de "real"

Leia mais

História do design I. Prof. Ricardo Artur Carvalho

História do design I. Prof. Ricardo Artur Carvalho História do design I Prof. Ricardo Artur Carvalho Bauhaus Parte 2 - Dessau - Berlim Antecedentes Bauhaus Weimar República de Weimar* - 1919 Bauhaus *Alemanha após a I Guerra Mundial Dessau Weimar Berlim

Leia mais

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE 1 Em meados do séc. XIX o Brasil passou por um período de crescimento econômico, estabilidade social e incentivo às letras, ciência e arte por parte do imperador

Leia mais

VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO

VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO ARTE MODERNA No século XX a arte passa por grandes mudanças: A arte se concentra menos na realidade visual externa e mais na visão interna; Retrata a vida contemporânea

Leia mais

Artes visuais AULA 5 Vanguardas Europeias; Elementos da Arte Contemporânea

Artes visuais AULA 5 Vanguardas Europeias; Elementos da Arte Contemporânea Artes visuais AULA 5 Vanguardas Europeias; Elementos da Arte Contemporânea Prof. André de Freitas Barbosa Pablo Picasso. Guernica (1937), Museu Reina Sofía, Madrid (Espanha). Contra modelos e conceitos

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 7ª Ensino Fundamental Professora: Ione Botelho Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 9 / 2016 Valor: xxx pontos Aluno(a): Nº: Turma: Vamos rever nosso

Leia mais

C O L É G I O L A S A L L E

C O L É G I O L A S A L L E C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE CONTEÚDOS 204 DISCIPLINA:

Leia mais

Kandinsky O abstracionismo é uma das mais discutidas escolas da pintura moderna.

Kandinsky O abstracionismo é uma das mais discutidas escolas da pintura moderna. ABSTRACIONISMO A pintura abstrata nos desperta sentimentos, reações e associações de idéias livres, variadas e múltiplas. Diante de um quadro abstrato, a sensibilidade de cada um reage com liberdade. (WASSILY

Leia mais

Pablo Picasso, 1907. MOMA, NY

Pablo Picasso, 1907. MOMA, NY Pablo Picasso, 1907. MOMA, NY Georges Braque, Homenagem à Bach, 1912 FrankLoyd Wright, Robie House, 1909. Chicago. Frank kloyd dwi Wright, Fallingwater house, 1936. Pensilvânia. i O art nouveau (arte

Leia mais

ARTE DOS SÉCULOS XIX E XX

ARTE DOS SÉCULOS XIX E XX ARTE DOS SÉCULOS XIX E XX Os movimentos europeus de vanguarda eram aqueles que, segundo seus próprios autores, guiavam a cultura de seus tempos, estando de certa forma à frente deles. Movimentos vanguardistas

Leia mais

A Transição para a Arte do Século XX A Coragem de Transgredir

A Transição para a Arte do Século XX A Coragem de Transgredir Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

O JOGO DA PINTURA Wagner Barja 1

O JOGO DA PINTURA Wagner Barja 1 ensaio visual Elyeser Szturm, criador do projeto gráfico da Revista UFG, é artista plástico. Nascido em Goiânia, 1958, vive e trabalha em Brasília onde é professor da UnB. Principais prêmios: Prêmio de

Leia mais

PLANO DE ENSINO. * Compreender a partir de analise de imagens e discussões a ruptura e a mudança entre o clássico e o moderno;

PLANO DE ENSINO. * Compreender a partir de analise de imagens e discussões a ruptura e a mudança entre o clássico e o moderno; PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Artes Visuais Professores: Daniel Bruno Momoli Período/ Fase: IV Semestre: II Ano: 2012 Disciplina:

Leia mais

Habilidades Específicas. Artes Visuais

Habilidades Específicas. Artes Visuais Habilidades Específicas Artes Visuais 1. INTRODUÇÃO O curso de Artes Visuais tem como objetivo o desenvolvimento do conhecimento sensível por meio da percepção e da sensibilização estética. Ele não se

Leia mais

Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons

Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons Profa. Consuelo Holanda consueloholanda2010@hotmail.com 1 A arte abstrata tende a suprimir toda a relação entre a realidade

Leia mais

EMENTA DA DISCIPLINA

EMENTA DA DISCIPLINA ART01-09405 HISTÓRIA DA ARTE I (x) obrigatória TEÓRICA TOTAL Estudar obras consideradas paradigmáticas produzidas durante a assim chamada pré-história e a antiguidade representativas sobretudo da arte

Leia mais

Prova Prática de Artes Visuais

Prova Prática de Artes Visuais Prova Prática de Artes Visuais 1. Leia e execute as tarefas indicadas nos itens A, B e C. A. A estrutura oculta de um quadrado. Observe a figura abaixo: A localização do círculo preto poderia ser descrita

Leia mais

Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons

Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons Arte Abstrata: a destruição da forma e a representação da imaginação e do sons Profa. Consuelo Holanda consueloholanda2010@hotmail.com 1 A arte abstrata tende a suprimir toda a relação entre a realidade

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

BARROCO PINTURA Caravaggio Andrea Pozzo

BARROCO PINTURA Caravaggio Andrea Pozzo BARROCO A arte barroca originou-se na Itália (séc. XVII), mas não tardou a irradiar-se por outros países da Europa e a chegar também ao continente americano, trazida pelos colonizadores portugueses e espanhóis.

Leia mais

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas PÓS-IMPRESSIONISMO Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas deixara de ser um movimento pioneiro.

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL. Profa. MS. Luciana Teofilo Santana

ORGANIZAÇÃO E METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL. Profa. MS. Luciana Teofilo Santana ORGANIZAÇÃO E METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. MS. Luciana Teofilo Santana O BRINCAR NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL Profª Luciana Teofilo Santana AULA O BRINCAR NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL PRÉ-AULA

Leia mais

Releitura Fotográfica Jornalística das Obras de Vincent van Gogh 1

Releitura Fotográfica Jornalística das Obras de Vincent van Gogh 1 Releitura Fotográfica Jornalística das Obras de Vincent van Gogh 1 Gustavo KRELLING 2 Maria Zaclis Veiga FERREIRA 3 Universidade Positivo, Curitiba, PR RESUMO O produto artístico é uma releitura fotográfica

Leia mais

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE A invenção da fotografia em 1823 influencia as artes de diversas maneiras; Surgem duas correntes, os Realistas e os Impressionistas;

Leia mais

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor O tom da cor Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor Ao escrever, cada pessoa tem uma maneira própria de fazer as letras. O mesmo acontece com a

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 9º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO 9º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise LISTA DE RECUPERAÇÃO 9º ANO Nota: As vanguardas européias são os movimentos culturais que começaram na Europa no início do século XX, os quais iniciaram

Leia mais

Spot. Ana Cláudia Rocha. Ana Paula Moreira, engenheira, e Vivi Baobá, advogado, experimentaram a culinária japonesa no restaurante Sapporo

Spot. Ana Cláudia Rocha. Ana Paula Moreira, engenheira, e Vivi Baobá, advogado, experimentaram a culinária japonesa no restaurante Sapporo Spot Ana Cláudia Rocha Sebastião Nogueira Ana Paula Moreira, engenheira, e Vivi Baobá, advogado, experimentaram a culinária japonesa no restaurante Sapporo Sebastião Nogueira Paulo Afonso Sanches, coronel,

Leia mais

Modernismo século XX BAUHAUS

Modernismo século XX BAUHAUS Modernismo século XX BAUHAUS Fatos e discussões : início do Século XX As discussões do design: produção em série, materiais industriais, possibilidades de produzir artigos antes restritos ao mercado de

Leia mais

FAZENDO A R T E COM TARSILA

FAZENDO A R T E COM TARSILA FAZENDO A R T E COM TARSILA Prefeitura Municipal de Santos ESTÂNCIA BALNEÁRIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Subsídios para implementação do Plano de Curso de Educação Artística Ensino

Leia mais

Quem Foi Pablo Picasso?

Quem Foi Pablo Picasso? FICHA Nº3 Pablo PICASSO Quem Foi Pablo Picasso? Você está para conhecer como surgiram os desenhos, pinturas e esculturas de Picasso. Quem foi esse homem? Picasso era um homem baixinho, gordo e muito inteligente.

Leia mais

UNIDADE 5. Arte como expressão o abstrato e os elementos visuais

UNIDADE 5. Arte como expressão o abstrato e os elementos visuais UNIDADE 5 Arte como expressão o abstrato e os elementos visuais O que é arte abstrata? Às vezes conhecida como aquela obra que até uma criança de 3 anos faz, no entanto há cerca de um século artistas são

Leia mais

CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO

CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO O Cubismo Surgiu no século XX, sendo que o marco inicial foi em 1907 com a obra Les Demoiselles d Avignon de Picasso. Principais fundadores foram Pablo Picasso e Georges Braque,

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Filosofia da Educação Código da Disciplina: EDU 408 CURSO: Pedagogia Semestre de oferta: 2016/2 Faculdade Responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir de: 2016

Leia mais

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas TURMA 601 Aula 07 Formas Geométricas As figuras geométricas sempre chamaram a atenção dos artistas plásticos. As composições com figuras geométricas é um trabalho de buscar o equilíbrio entre as formas.

Leia mais

PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE

PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE SÉC. XX - XXI História da Arte Profª Natalia Pieroni PÓS-MODERNISMO - Produção artística a partir dos anos 60 (pós movimento modernista), caracterizada pelas inquietações

Leia mais

DECORAÇÃO DE INTERIORES

DECORAÇÃO DE INTERIORES 5 DICAS PRÁTICAS COMO SE ESPECIALIZAR EM DECORAÇÃO DE INTERIORES E FATURAR MAIS! Projeto da aluna Ana Chiste O QUE É O projeto #VivendoDeCoração veio com a força e a inspiração que só quem vive de coração

Leia mais

Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900.

Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900. Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900. O nome do movimento artístico deriva do nome da loja parisiense, L'art Nouveau, de artigos mobiliários.

Leia mais

ART NOUVEAU. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III

ART NOUVEAU. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III ART NOUVEAU Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Artes e Arquitetura Curso de Arquitetura e Urbanismo Prof. Ana Paula

Leia mais

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX.

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX. História 4B: Aula 10 Europa no Século XIX. Alemanha e Itália Até 1870 eram dois amontoados de pequenas monarquias e principados independentes. ESTADOS DO NORTE: Industrializados. Piemonte-Sardenha. Lombardia.

Leia mais

Aptidão. Artes Visuais

Aptidão. Artes Visuais Aptidão Artes Visuais 1. INTRODUÇÃO O curso de Artes Visuais/Habilitação em Artes Plásticas tem como objetivo o desenvolvimento do conhecimento sensível por meio da percepção e da sensibilização estética.

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FILOSOFIA GERAL 2º Semestre de 2013 Disciplina Obrigatória Destinada: alunos de Filosofia Código: FLF0114 Sem pré-requisito Prof. Dr. Caetano Ernesto Plastino Prof. Dr. Ricardo Nascimento Fabbrini Prof.

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada em. Desenho Artístico. na modalidade presencial. 30h (40h/a)

Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada em. Desenho Artístico. na modalidade presencial. 30h (40h/a) Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada em Desenho Artístico na modalidade presencial 30h (40h/a) 1. Dados gerais do curso Nome do curso Eixo tecnológico Características do curso Número

Leia mais

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO 2016 3 Antonio Carlos Brolezzi IME-USP Grécia Antiga: berço da Matemática sistematizada Fontes principais: referências históricas em escritos filosóficos ou

Leia mais

Comunicação ARTE NO APRENDIZADO DA VIDA. Palavras-Chave: Proposta triangular, Tarsila do Amaral, Criatividade

Comunicação ARTE NO APRENDIZADO DA VIDA. Palavras-Chave: Proposta triangular, Tarsila do Amaral, Criatividade Comunicação ARTE NO APRENDIZADO DA VIDA Ana Luisa Z. P. Almeida 1 Palavras-Chave: Proposta triangular, Tarsila do Amaral, Criatividade ARTE NO APRENDIZADO DA VIDA Arte no Aprendizado da Vida, tendo por

Leia mais

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Disciplina: Artes Curso: Técnico Em Eletromecânica Integrado Ao Ensino Médio Série: 1º Carga Horária: 67 h.r Docente Responsável: EMENTA O universo da arte, numa abordagem

Leia mais

Expressionismo EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR

Expressionismo EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR Expressionismo ALUNOS: EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR DEFINIÇÃO E PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS Movimento heterogêneo

Leia mais

Luis Carlos Zabel Curso de Iluminação - Mod. Verde Programa Kairos - Processo De Criação SP Escola de Teatro Orientação Grissel Piguillem

Luis Carlos Zabel Curso de Iluminação - Mod. Verde Programa Kairos - Processo De Criação SP Escola de Teatro Orientação Grissel Piguillem Luis Carlos Zabel Curso de Iluminação - Mod. Verde Programa Kairos - Processo De Criação SP Escola de Teatro Orientação Grissel Piguillem O FANTASMA DA NATUREZA MORTA O FANTASMA DA NATUREZA MORTA. 2 cria

Leia mais

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Entre os artistas que se destacaram na segunda metade do século XIX, estavam: Benedito Calixto de Jesus (1853-1927) Pedro Alexandrino( 1856-1942) Belmeiro de Almeida

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase Curso 2501/12 - Artes Visuais Ênfase Identificação Disciplina 0003811B - Ateliê - Laboratório de Linguagem Pictórica Docente(s) Eliane Patrícia Grandini Serrano Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes

Leia mais

Exercícios Vanguardas Europeias

Exercícios Vanguardas Europeias Exercícios Vanguardas Europeias 1. (ENEM) As vanguardas europeias não devem ser vistas isoladamente, uma vez que elas apresentam alguns conceitos estéticos e visuais que se aproximam. Com base nos conceitos

Leia mais

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Prof. André de Freitas Barbosa O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais, resultando numa reação ao espírito iluminista,

Leia mais

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS - 2016.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: LINGUAGEM E ESTRUTURAÇÃO MUSICAL II Teoria e Percepção Musical II. Desenvolvimento da leitura musical em quatro claves de referência:

Leia mais

ARTE ABSTRATA O INTRÍNSECO DA INFÂNCIA. Comunicação- Relato de Experiência

ARTE ABSTRATA O INTRÍNSECO DA INFÂNCIA. Comunicação- Relato de Experiência ARTE ABSTRATA O INTRÍNSECO DA INFÂNCIA Patrícia da Silva Faria patyartesufu@gmail.com EMEI Professora Maria Barbosa de Souza-SME Comunicação- Relato de Experiência Resumo: Este relato apresenta a experiência

Leia mais

Istituto Europeo di Design Av. João Luis Alves, 13, Urca Rio de Janeiro - Brasil +55 (21) (21)

Istituto Europeo di Design Av. João Luis Alves, 13, Urca Rio de Janeiro - Brasil +55 (21) (21) CURSOS DE VERÃO STREET ART história, técnica e prática de grafite COORDENAÇÃO Heleno Bernardi CARGA HORÁRIA 15 horas IDIOMA Português INÍCIO 26 de fevereiro de 2016 TÉRMINO 04 de março de 2016 AULAS 26/02/2016

Leia mais

Atividades complementar 6º Anos Ciências Descobrindo as características do ar

Atividades complementar 6º Anos Ciências Descobrindo as características do ar Turmas: 61 e 62. Atividades complementar 6º Anos Ciências Descobrindo as características do ar Conteúdo Relacionado: Apostila 4, capítulo: O Ar. Objetivo: Complemento de estudo aos conteúdos trabalhados

Leia mais

Um homem com consciência da história, fazendo sentido: Henry Moore colhendo pedras.

Um homem com consciência da história, fazendo sentido: Henry Moore colhendo pedras. DESENHO - REFINO DA FORMA PONTO Idade da Pedra: pré-homem e ferramentas de pedra. Sujeitos sem predicados. Pontos de vista. Energia potencial. LINHA Antiguidade: homem de pé a coluna O totem: pedra matéria.

Leia mais

Mário de Sá-Carneiro

Mário de Sá-Carneiro André Cabral Carina Goulart Poetas do século XX Mário de Sá-Carneiro Débora Melo Joana Costa Quando eu morrer batam em latas, Rompam aos saltos e aos pinotes - Façam estalar no ar chicotes, Chamem palhaços

Leia mais

COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO

COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO UBERABA - 2015 PROJETO DE FILOSOFIA Professor coordenador: Danilo Borges Medeiros Tema: Luz, câmera, reflexão! Público alvo: Alunos do 9º ano do

Leia mais

A ARQUITETURA MODERNA NO BRASIL E SEUS PRINCIPAIS REPRESENTANTES

A ARQUITETURA MODERNA NO BRASIL E SEUS PRINCIPAIS REPRESENTANTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO Curso: Técnico em Edificações Disciplina: ICCC I Introdução à Construção Civil I Professora:

Leia mais

EDUCAÇÃO VISUAL 9º ano

EDUCAÇÃO VISUAL 9º ano EDUCAÇÃO VISUAL 9º ano 2016/2017 Projecto 1: IDENTIFICAÇÂO DA CAPA INDIVIDUAL Objetivo Geral: Com o recurso de uma foto do estudante e uma imagem de gosto pessoal através da técnica da colagem resultará

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Calendarização Actividades Objectivos Intervenientes Recursos Dia 2 de setembro Dias 21, 22, 23, 24, 25 e 28 de setembro Recepção das crianças à escola Reunião de pais e Encarregados de Educação Dia 23

Leia mais

Crítica à cultura de massa

Crítica à cultura de massa Pop Art A Pop Art, abreviatura de Popular Art, foi um movimento artístico que se desenvolveu na década de 1950, na Inglaterra e nos Estados Unidos. Foi na verdade uma reação artística ao movimento do expressionismo

Leia mais

EMILIANO DI CAVALCANTI

EMILIANO DI CAVALCANTI Em 1922, a Semana de Arte Moderna - que, segundo muitos historiadores, é o efetivo marco inicial do modernismo brasileiro proclamaria a instauração de um novo tempo. (LUZ, 2008, p.101) EMILIANO DI CAVALCANTI

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE. 1ª QUESTÃO Sobre o Cubismo, é INCORRETO afirmar:

HISTÓRIA DA ARTE. 1ª QUESTÃO Sobre o Cubismo, é INCORRETO afirmar: HISTÓRIA DA ARTE 1ª QUESTÃO Sobre o Cubismo, é INCORRETO afirmar: A) É considerado fonte da corrente formalista e, por consequência, da pintura abstrata da arte do século XX. B) Questiona os pressupostos

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina 0003615B - História da Arte III

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina 0003615B - História da Arte III Curso 2302N - Bacharelado em Design Ênfase Identificação Disciplina 0003615B - História da Arte III Docente(s) Joedy Luciana Barros Marins Bamonte Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação

Leia mais

Faculdade de Belas-Artes

Faculdade de Belas-Artes Geometria Descritiva Faculdade de Belas-Artes Temas Estudo e representação no sistema de DUPLA PROJECÇÃO ORTOGONAL (Método de Monge): Ponto, reta e plano; intersecções; paralelismo e perpendicularidade;

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE E ESTÉTICA. Professora: Kenniane Nogueira

HISTÓRIA DA ARTE E ESTÉTICA. Professora: Kenniane Nogueira HISTÓRIA DA ARTE E ESTÉTICA Professora: Kenniane Nogueira UNIDADE I O QUE É ARTE? SEGUNDO COLI, ARTE SÃO CERTAS MANIFESTAÇÕES DA ATIVIDADE HUMANA DIANTE DAS QUAIS NOSSO SENTIMENTO É ADMIRATIVO, ISTO É:

Leia mais

Contexto do Dadaísmo

Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá O movimento Dadá ou Dadaísmo foi uma vanguarda moderna iniciada em Zurique, em 1916, no chamado Cabaret Voltaire, por um grupo de escritores e artistas

Leia mais

PEB II - ARTES PROFESSOR EM EDUCAÇÃO BÁSICA II DE ARTES

PEB II - ARTES PROFESSOR EM EDUCAÇÃO BÁSICA II DE ARTES PEB II - ARTES PROFESSOR EM EDUCAÇÃO BÁSICA II DE ARTES 01. A arte na contemporaneidade (e seu ensino) busca ser conectada à cultura e sua diversidade. Nesse sentido, para uma educação multicultural, é

Leia mais

009. Artes Visuais. PROVA DE HABILIDADES (14 horas) VESTIBULAR Confira seus dados.

009. Artes Visuais. PROVA DE HABILIDADES (14 horas) VESTIBULAR Confira seus dados. VESTIBULAR 2012 PROVA DE HABILIDADES 13.12.2011 (14 horas) Assinatura do Candidato 009. Artes Visuais Confira seus dados. Assine com caneta de tinta azul ou preta apenas nos locais indicados. Qualquer

Leia mais

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas soltas dando ênfase na luz e no movimento. Geralmente as

Leia mais

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira Profa. Ms. Eliene Silva Disponível em: http://www.mauc.ufc.br/expo/1967/index1.htm http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9205/antoniobandeira Biografia

Leia mais

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL ARTES 9 ANO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GABRIELA DACIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia - Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo: Ática, 1985.

BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo: Ática, 1985. BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo: Ática, 1985. Alfredo Bosi (São Paulo, 26 de agosto de 1936) é um professor universitário, crítico e historiador de literatura brasileira, e também imortal

Leia mais

O PENSAMENTO FOTOGRÁFICO IV

O PENSAMENTO FOTOGRÁFICO IV O PENSAMENTO FOTOGRÁFICO IV Mestre em Educação UEL/PR Doutor em Comunicação e Semiótica PUC/SP Professor do Departamento de Expressão Gráfica Centro de Comunicação e Expressão Universidade Federal de Santa

Leia mais

O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina.

O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina. O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina. Daniela Pedroso Secretaria Municipal da Educação de Curitiba EQUIPE CLEONICE DOS

Leia mais

ROTAS DE APRENDIZAGEM Educação Visual 6º ano 1ºPERÍODO

ROTAS DE APRENDIZAGEM Educação Visual 6º ano 1ºPERÍODO ROTAS DE APRENDIZAGEM 2016-2017 Educação Visual 6º ano 1ºPERÍODO Projeto 1 Executar uma capa individual - Decorar e identificar a capa Tema: desafia-te a fazer Maravilhas TEMPO PREVISTO - 3 quinzenas -

Leia mais

Abertura terça, 31 de maio, h00

Abertura terça, 31 de maio, h00 Abertura terça, 31 de maio, 2016 19-22h00 Exposição 1 abril - 26 julho, 2016 segunda - sexta > 10-19h00 sábado > 11-15h00 Galeria Nara Roesler Rio de Janeiro Rua Redentor 241, Rio de Janeiro, RJ +55 21

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase Curso 2501/12 - Artes Visuais Ênfase Identificação Disciplina 0003814B - História da Arte: do Impressionismo ao Contemporâneo Docente(s) Joedy Luciana Barros Marins Bamonte Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

DANÇA BUTOH PROPOSTA DE CURSO LIVRE ESCOLA ANGEL VIANNA NOME DO PROPONENTE 2- PARA CONTATO 3- TELEFONE PARA CONTATO 4- NOME DO CURSO

DANÇA BUTOH PROPOSTA DE CURSO LIVRE ESCOLA ANGEL VIANNA NOME DO PROPONENTE 2-  PARA CONTATO 3- TELEFONE PARA CONTATO 4- NOME DO CURSO PROPOSTA DE CURSO LIVRE ESCOLA ANGEL VIANNA 2016.2 * DANÇA BUTOH 1- NOME DO PROPONENTE Alain Alberganti 2- E-MAIL PARA CONTATO alainalberganti@gmail.com 3- TELEFONE PARA CONTATO (21) 97926.0080 4- NOME

Leia mais