FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES"

Transcrição

1 FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES ESTRUTURA As atividades didáticas relacinadas cm Trabalh de Cnclusã de Curs TCC estã estruturadas em 4 (quatr) cnjunts básics: a. Atividades de atendiment semanal prgramadas pel rientadr d trabalh de cnclusã b. Atividades desenvlvidas nas disciplinas Atividades Cmplementares 1 e Atividades Cmplementares 2 c. Atividades desenvlvidas peridicamente pela crdenaçã de trabalh de cnclusã de curs d. Atividades de apresentaçã e expsiçã às bancas examinadras (TCC1 e TCC2) 2. NATUREZA DO TRABALHO Os trabalhs finais de cnclusã de curs serã individuais e pderã ser: a. De natureza teórica cnstituind-se em uma mngrafia b. De natureza prática, cnstituind-se em um prjet c. Os trabalhs, tant s teórics quant s prátics, pderã abranger tant Prjet de Prdut quant Prjet Visual, nã havend brigatriedade de abranger as duas áreas d. Os trabalhs de natureza prática (prjet) deverã apresentar uma fundamentaçã teórica que embase as sluções a serem desenvlvidas 3. CAMPO DE CONHECIMENTO Os trabalhs, tant teórics quant prátics, deverã se situar exclusivamente n camp d design, u em utra especialidade, prém cm frte relacinament cm camp d design. Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 1

2 4. PENDÊNCIAS Para inscrever-se na disciplina TCC 1 alun nã deverá apresentar qualquer pendência nas disciplinas da seqüência de prjet, sejam elas de prjet de prdut (PP) u de prjet visual (PV). 5. TEMAS DOS TRABALHOS Os temas de trabalhs serã de LIVRE ESCOLHA ds aluns, desde que devidamente aprvads pel prfessr rientadr d trabalh. 6. ETAPAS DE TRABALHO As etapas de desenvlviment d trabalh serã planejadas e executadas de acrd cm entendiments estabelecids entre alun e rientadr d trabalh de cnclusã de curs. 7. PROFESSORES ORIENTADORES Os aluns deverã esclher seus rientadres entre s prfessres d Curs de Design. 8. COMPOSIÇÃO DAS BANCAS AVALIADORAS: - TCC-1 a. As bancas das apresentações finais ds aluns de TCC1 serã cnstituídas pel rientadr, e dis prfessres cnvidads b. Os membrs cnvidads das apresentações finais ds aluns da disciplina de TCC1 serã prfessres que fazem parte d quadr de prfessres d curs de design. c. As indicações ds nmes ds membrs-cnvidads das bancas avaliadras de TCC1 serã ferecidas pels prfessres rientadres de cada alun, que se respnsabilizam pr verificar a dispnibilidade ds cnvidads d. Os demais prfessres d Curs de Design serã cnsiderads suplementes naturais ds membrs das bancas avaliadras de TCC1 e TCC2 n cas de qualquer eventualidade Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 2

3 - TCC-2 a. As bancas das apresentações finais ds aluns de TCC2 serã cnstituídas pel rientadr, dis membrs interns e um membr extern a curs de design. b. Os membrs interns das apresentações finais ds aluns da disciplina de TCC2 serã prfessres que fazem parte d quadr d curs de design, preferencialmente, estes membrs interns devem ser s mesms que participaram da banca de TCC1 d candidat. O membr extern será um prfissinal d mercad, u um prfessr extern a curs de design, pdend ser dcente da USP u de utras Universidades. c. As indicações ds nmes ds membrs-cnvidads das bancas avaliadras de TCC2 serã ferecidas pels prfessres rientadres de cada alun. d. Os rientadres deverã estar previamente assegurads de que s nmes sugerids estã dispníveis e em cndições de participar das sessões de apresentaçã nas casiões estipuladas. e. Os cnvites ficiais, bem cm a remessa das cópias ds trabalhs ds aluns, as membrs-cnvidads serã efetivads pela Secretaria d Curs de Design f. Os demais prfessres d Curs de Design serã cnsiderads suplementes naturais ds membrs das bancas avaliadras de TCC1 e TCC2 n cas de qualquer eventualidade. 9. SESSÕES DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS ALUNOS: - TCC1 a. As bancas de TCC1 serã fechadas, participand delas apenas alun, rientadr e s prfessres cnvidads. b. Os prfessres rientadres presidirã as sessões de apresentaçã de TCC1 de seus aluns. c. Cada sessã de apresentaçã nã pderá ultrapassar cinqüenta minuts, incluind-se as cmunicações ds aluns e ds três membrs das bancas, além d prcess de avaliaçã e declaraçã de resultads. d. Os aluns disprã de até dez minuts para suas apresentações rais. e. A seqüência de prnunciaments será tal que, após a apresentaçã ral de cada alun, s membrs-cnvidads dispnham da palavra, seguids pel prfessr rientadr. f. A final das cmunicações, em cada sessã, alun e públic deixarã recint, e s membrs da banca emitirã suas ntas e pareceres, em reclusã, chamand alun de vlta à sala riginal tã lg cncluam esta etapa, a fim de declararem s resultads de suas avaliações. Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 3

4 g. A nta final d alun de TCC1 será a nta que btiver em sua apresentaçã final, send tal nta determinada pela média aritmética simples das ntas atribuídas pr cada um ds três membrs da banca avaliadra. h. As apresentações serã realizadas n hrári de aulas d Curs de Design. i. A primeira sessã de apresentaçã terá iníci às 18h50, a segunda sessã, às 19h40min, a terceira às 20h50min, e a quarta às 21h40min, pdend haver sessões paralelas j. Os prfessres rientadres deverã fazer cm que se respeite hrári de encerrament de cada sessã. - TCC-2 a. As bancas de TCC2 serã abertas a públic. b. Os prfessres rientadres presidirã as sessões de apresentaçã final ds Trabalhs de Cnclusã de Curs de seus aluns. c. Cada sessã de apresentaçã nã pderá ultrapassar setenta minuts, incluind-se as cmunicações ds aluns e ds quatr membrs das bancas, além d prcess de avaliaçã e declaraçã de resultads. d. Os aluns disprã de vinte minuts para suas apresentações rais. e. A seqüência de prnunciaments será tal que, após a apresentaçã ral de cada alun, membr extern cnvidad seja primeir a dispr da palavra, seguid pels membrs interns, seguids, entã, pel prfessr rientadr. f. A final das cmunicações, em cada sessã, alun e públic deixarã recint, e s membrs da banca emitirã suas ntas e pareceres, em reclusã, chamand alun de vlta à sala riginal tã lg cncluam esta etapa, a fim de declararem s resultads de suas avaliações. g. A nta final d alun de TCC2 serã as ntas que btiver em sua apresentaçã final, send tais ntas determinadas pela média aritmética simples das ntas atribuídas pr cada um ds quatr membrs da banca avaliadra. h. As apresentações serã realizadas n hrári das aulas d Curs de Design. i. Os hráris pssíveis, em cada data dispnível, para agendament das sessões de apresentações ds trabalhs de TCC-2 sã s seguintes: primeira sessã às 18h50min., segunda sessã às 20h20min e a terceira sessã às 21h50min. j. Os prfessres rientadres deverã fazer cm que se respeite hrári de encerrament de cada sessã. Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 4

5 10. ITENS A SEREM SUBMETIDOS PARA AVALIAÇÃO - TCC- 1 Os vlumes a serem entregues, em três cópias impressas e encadernadas deverã cnter: Para trabalh teóric: a. Relatóri cntend descriçã ds trabalhs desenvlvids (incluind s resultads ds levantaments e análises destinads a fundamentar s trabalhs da disciplina de TCC2); b. Crngrama para desdbrament da fase seguinte d prjet Para trabalh prátic: a. Relatóri cntend descriçã ds trabalhs desenvlvids (incluind s resultads ds levantaments e análises destinads a fundamentar s trabalhs da disciplina de TCC2); b. Crngrama para desdbrament da fase seguinte d prjet c. Relaçã de requisits (parâmetrs, diretrizes, imperativs u briefing ) de prjet d. Esbçs que cnfigurem iníci da etapa de geraçã de alternativas; se pssível - TCC2 Os aluns da disciplina de TCC2 deverã submeter: Prjet Prátic a. Vlume de TCC2 cntend relatóri cm a descriçã ds trabalhs desenvlvids (incluind s resultads das pesquisas e prcess de desenvlviment), memrial descritiv, desenhs técnics u especificações técnicas da sluçã desenvlvida. b. O vlume de TCC2 deverá ser entregue em cinc exemplares idêntics encadernads em frmat A4, para que pssam ser arquivads de frma padrnizada. Cas haja necessidade de alteraçã deste frmat, tal demanda deverá ser devidamente justificada, pr escrit, para que pssa ser apreciada pela CC-Design u pr cmissã que esta, prtunamente, venha a designar. c. Mdel tridimensinal u simulaçã de aplicaçã d prjet (um exemplar); d. Ficha-resum (um exemplar impress) cntend: títul d prjet, nme cmplet d alun e de seu rientadr, data da cnclusã, uma imagem da sluçã final a que se chegu, e um resum cntend, n máxim, 350 palavras; Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 5

6 e. Arquivs digitais d relatóri e da ficha-resum, em frmat PDF gravads em CD-ROM u DVD (em um exemplar). O relatóri deverá cmpreender s trabalhs realizads a lng das disciplinas de TCC1 e TCC2. Prtant, a fundamentaçã teórica e de pesquisa empregada n desenvlviment ds prjets em TCC2 deverá estar integralmente incluída n relatóri que se espera cmplet, rgânic, aut-cntid e sistêmic. f. Pranchas de visualizaçã ds prjets (pranchas rígidas em frmat A3), que cntenham s seguintes elements: Resum d trabalh Imagens d prcess de desenvlviment Imagens da sluçã final Especificações técnicas Outrs elements cm diagramas, fluxgramas e esquemas que permitam uma cmpleta e exata cmpreensã d prjet realizad. Tdas as pranchas deverã cnter legenda de identificaçã infrmand: títul d prjet, títul da prancha, nme d alun, nme d rientadr, nme d curs, nme da faculdade, nme da universidade, an e semestre de cnclusã d trabalh. f. Arquivs digitais das pranchas de visualizaçã e das telas (e/u vídes) das apresentações rais finais, gravads em CD-ROM u DVD (um exemplar). Mngrafia Teórica a) Vlume de TCC2 cntend relatóri cm a descriçã ds trabalhs desenvlvids (incluind s resultads das pesquisas e prcess de desenvlviment) que deverá ser entregue em cinc exemplares idêntics encadernads em frmat A4, para que pssam ser arquivads de frma padrnizada. Cas haja necessidade de alteraçã deste frmat, tal demanda deverá ser devidamente justificada, pr escrit, para que pssa ser apreciada pela CC-Design u pr cmissã que esta, prtunamente, venha a designar. b) Arquivs digitais d Vlume e das apresentações rais finais, gravads em CD- ROM u DVD (um exemplar). Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 6

7 11. DATAS DE APRESENTAÇÕES FINAIS E ENTREGAS: - TCC1 a. Para s aluns de TCC1, as apresentações finais d semestre crrerã na segunda quinzena d mês de junh e na segunda quinzena d mês de nvembr em datas a ser estipuladas pela crdenaçã didática d TCC b. Os aluns de TCC1 deverã entregar na Secretaria d Curs de Design a seguinte dcumentaçã: Vlume d TCC-1 (três exemplares encadernads em frmat A4). - TCC2 a. Para s aluns de TCC2, as apresentações finais d semestre crrerã na segunda quinzena d mês de junh e na segunda quinzena d mês de nvembr em datas a ser estipuladas pela crdenaçã didática d TCC. b. Os aluns de TCC2 deverã entregar na Secretaria d Curs de Design a seguinte dcumentaçã: Vlume de TCC-2 (cinc exemplares encadernads em frmat A4); mdel tridimensinal u simulaçã de aplicaçã d prjet (um exemplar); ficha-resum (um exemplar) arquivs digitais d relatóri e ficha-resum em CD-ROM u DVD (um exemplar); d. Na data agendada para sua apresentaçã de TCC2, cada alun deverá: Apresentar s arquivs digitais das pranchas de visualizaçã e das telas (e/u vídes) das apresentações rais finais, em CD-ROM u DVD (um exemplar). Afixar as pranchas de visualizaçã ds prjets (pranchas rígidas em frmat A3) Curs de Design/mai/2012 Prf. Dr. Marcs da Csta Braga Prf. Dr. André Leme Fleury crdenaçã didática d TCC-Design Curs de Design - Diretrizes d TCC - Trabalh de Cnclusã de Curs 7

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA FEIRA TECNOLÓGICA. TEMA: Cidades Inteligentes

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA FEIRA TECNOLÓGICA. TEMA: Cidades Inteligentes X FEIRA TECNOLÓGICA DA FGF. NORMAS DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS II MOSTRA CIENTÍFICA FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA Períd: 02, 03 e 04 de Març de 2017 FEIRA TECNOLÓGICA TEMA: Cidades Inteligentes

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Infrmaçã da Prva de Exame de Equivalência à Frequência de Prjet Tecnlógic Códig: 196 2013 Curs Tecnlógic de Infrmática/12.º Prva: Pr (Prjet) Nº de ans: 1 Duraçã: 30-45 minuts Decret-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

Regulamentação : Trabalho de Conclusão de Curso de Design

Regulamentação : Trabalho de Conclusão de Curso de Design Regulamentação : Trabalho de Conclusão de Curso de Design O projeto pedagógico do curso de design da UFC prevê a realização de Trabalho de Conclusão de Curso, opção prevista no artigo 9 da Resolução no

Leia mais

Edital 08/2010. Poderão se inscrever no processo candidatos que preencham os requisitos conforme relacionados abaixo:

Edital 08/2010. Poderão se inscrever no processo candidatos que preencham os requisitos conforme relacionados abaixo: Faculdade de Administraçã Centr de Educaçã a Distância Edital de Seleçã de Tutres a Distância UAB, I/SEED/MEC Edital 08/2010 A Universidade Federal de Juiz de fra (UFJF) trna públic, pr mei deste Edital,

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Missã da Fean Frmar prfissinais cmpetentes e eficientemente preparads para atuar n mercad, apts a prever, antecipar e intervir psitivamente nas mudanças e prtunidades. 1. Dads de

Leia mais

1. O Programa. 2. Conteúdo programático

1. O Programa. 2. Conteúdo programático EDITAL SENAI-UFPE-ACCENTURE-FACEPE 01/2016 O Departament Reginal d Serviç Nacinal de Aprendizagem Industrial de Pernambuc SENAI-PE, trna públic presente Edital que estabelece prcess de Seleçã e Admissã,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM DIREITO

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM DIREITO CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM DIREITO EDITAL 001 PROCESSO SELETIVO ANO 2017 1. ABERTURA A Pró-Reitria Acadêmica (PrAcad)

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

SOBRE O ENVIO E A APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

SOBRE O ENVIO E A APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS SOBRE O ENVIO E A APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Os trabalhs a serem submetids para apresentaçã em cmunicaçã ral, pôster e mesas temáticas crdenadas, deverã ser encaminhads à Secretaria d XV ENPESS até dia

Leia mais

Coordenadora: Profa. Dra. Lidia de Oliveira Xavier

Coordenadora: Profa. Dra. Lidia de Oliveira Xavier CURSO DE MESTRADO EM DIREITOS HUMANOS, CIDADANIA E VIOLÊNCIA (PPGDHCV) ÁREA BÁSICA: CIÊNCIA POLÍTICA, DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO AMERICANA UNIEURO, RECONHECIDO PELA PORTARIA 1.077, DE 31 DE OUTUBRO DE

Leia mais

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO Objetivs: SEGURANÇA DO TRABALHO Desenvlver cmpetências para eliminar u minimizar s riscs de acidentes

Leia mais

Regulamento da Feira de Ciência

Regulamento da Feira de Ciência Regulament da Feira de Ciência A Feira A Feira de Ciência é um é um prject rganizad pel Núcle de Física d Institut Superir Técnic (NFIST). Esta actividade cnsiste em desenvlver um prject científic pr um

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Centro de Humanidades Departamento de Ciências Sociais Programa de Pós-Graduação em Sociologia

Universidade Federal do Ceará Centro de Humanidades Departamento de Ciências Sociais Programa de Pós-Graduação em Sociologia Universidade Federal d Ceará Centr de Humanidades Departament de Ciências Sciais Prgrama de Pós-Graduaçã em Scilgia EDITAL N.º 02/2013-PPGS SELEÇÃO PARA O DOUTORADO EM SOCIOLOGIA TURMA 2014 O Prgrama de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Edital nº26/2015 PROPP/UEMS, 28 de agst de 2015. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENSINO EM SAÚDE, MESTRADO PROFISSIONAL, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEEVALE INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE (ITEF) SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO

UNIVERSIDADE FEEVALE INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE (ITEF) SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO UNIVERSIDADE FEEVALE INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE (ITEF) SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO 1) INTRODUÇÃO A Universidade FEEVALE, pr mei da Incubadra Tecnlógica da FEEVALE ITEF apia desenvlviment

Leia mais

Campanha Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando!

Campanha Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando! Campanha Cnstruind Cidades Resilientes: minha cidade está se preparand! Platafrma temática sbre risc urban nas Américas Frtaleciment da cperaçã e clabraçã entre gverns lcais Cnvite à apresentaçã de prpstas

Leia mais

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Informática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróleo e Gás

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Informática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróleo e Gás PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO CURSOS: Eletrônica, Infrmática, Mecânica, Mecatrônica, Química e Petróle e Gás Objetiv: Elabrar e desenvlver um prjet na área prfissinal,

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO 53ª PREMIAÇÃO ANUAL IAB RJ EDITAL 2015 INTRODUÇÃO O Institut de Arquitets d Brasil - IAB-RJ cnvca arquitets e urbanistas a participarem da 53ª Premiaçã Anual ds Arquitets, cuja expsiçã será aberta n dia

Leia mais

Cursos Extracurriculares Ed. Infantil e Fund. I

Cursos Extracurriculares Ed. Infantil e Fund. I Curss Extracurriculares e Fund. I Prezads Pais u Respnsáveis, Para facilitar a dinâmica das famílias, Clégi ferece curss extracurriculares em diversas mdalidades para s aluns da Educaçã Infantil e d Ensin

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Arquitetura e Urbanismo Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Arquitetura e Urbanismo Manual do Trabalho de Conclusão de Curso II (TCC II) 2 SUMÁRIO 1. Conceituação... 03 2. Pré-Requisitos

Leia mais

REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017

REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017 REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017 O Festival SSA Mapping, através deste cnvite públic, abre chamada para inscriçã de artistas visuais que desejem ter

Leia mais

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM As Práticas Educativas serã realizadas em hráris pré-determinads n períd diurn para aluns regularmente

Leia mais

Dispõe sobre as progressões horizontal e vertical dos integrantes das carreiras de magistério da Universidade Federal de Minas Gerais.

Dispõe sobre as progressões horizontal e vertical dos integrantes das carreiras de magistério da Universidade Federal de Minas Gerais. Resluçã Cmplementar n 01/2008, de 17 de abril de 2008 Dispõe sbre as prgressões hrizntal e vertical ds integrantes das carreiras de magistéri da Universidade Federal de Minas Gerais. O Cnselh Universitári

Leia mais

Normas técnicas para as submissões

Normas técnicas para as submissões Períd de submissã: 05/03 a 05/04/2017 Endereç: eitam4.submisses@gmail.cm Nrmas técnicas para as submissões Os artigs submetids a IV Encntr Internacinal de Teria e Análise Musical devem se adequar às nrmas

Leia mais

Programa IBP de Bolsas de Mestrado

Programa IBP de Bolsas de Mestrado 1. Infrmações Gerais Prgrama IBP de Blsas de Mestrad Term de Referência 8 Cicl - 2014 O Institut Brasileir de Petróle, Gás e Bicmbustíveis, ciente da imprtância da frmaçã de prfissinais cm capacitaçã adequada

Leia mais

Cadastrar Proposta de Evento

Cadastrar Proposta de Evento Pró-Reitria de Extensã e Cultura events@ufersa.edu.br Cadastrar Prpsta de Event Sistema Módul SIGAA Extensã Última Atualizaçã 25.03.2015 Esta funcinalidade permite a usuári cadastrar ações de extensã d

Leia mais

VOLUMES: - Folha Informativa -

VOLUMES: - Folha Informativa - VOLUMES: - Flha Infrmativa - Para medir vlume de qualquer figura tridimensinal é necessári medir espaç que ela cupa. Assim, ter-se-á que esclher uma unidade de vlume que, pr cnveniência, pderá ser um cub

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I Ensino Fundamental Nível I (1º ao 5º ano)

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I Ensino Fundamental Nível I (1º ao 5º ano) Clégi Viscnde de Prt Segur Unidade I Ensin Fundamental Nível I (1º a 5º an) Ensin Fundamental Nível I Sistema de Recuperaçã 2º an 1º e 2º períds Prezads Pais Pense sempre em sua meta e trabalhe para alcançá-la.

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA FACULDADE SANT ANA Recredenciada pela Prtaria MEC nº 1473 de 07 de Outubr de 2011. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SANT ANA Credenciad pela Prtaria MEC nº 2812 de

Leia mais

a. Publicação de Fotolivro b. Programa de Imersão Fotográfica em Alagoas na companhia de um tutor.

a. Publicação de Fotolivro b. Programa de Imersão Fotográfica em Alagoas na companhia de um tutor. REGULAMENTO I. INTRODUÇÃO 1. O Prêmi Gávea de Ftgrafia é prmvid pel Estúdi Galeria da Gávea LTDA ME, registr CNPJ 17.355.891/0001-00, cm endereç cmercial situad na Rua Marquês de Sã Vicente 431, Lja A,

Leia mais

1. Objetivo Escopo Referências Definições Ferramentas e acessórios necessários Procedimento...

1. Objetivo Escopo Referências Definições Ferramentas e acessórios necessários Procedimento... Instruçã de Trabalh Funcinament Operacinal Númer: IT-ADM-SGE-001 Revisã: 03 Página 1 de 6 SUMÁRIO 1. Objetiv... 2 2. Escp... 2 3. Referências... 2 4. Definições... 2 5. Ferramentas e acessóris necessáris...

Leia mais

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes para publicidade das rganizações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I RESUMO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Resum d trabalh

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar Mdel de Cmunicaçã Prescriçã eletrónica e dispensa de medicaments para ambulatóri hspitalar Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes/ frnecedres

Leia mais

BSP Business School São Paulo

BSP Business School São Paulo BSP Business Schl Sã Paul Manual de Slicitações Prcediments e Prazs Sumári Slicitações de Dcuments Atestad cm especificações...1 Atestad de ba cnduta...1 Atestad de frequência...2 Atestad de Matrícula...2

Leia mais

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de Faculdade de Ciências Sciais Aplicadas de Bel Hriznte Institut Superir de Educaçã Curs de Pedaggia ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA O ENCONTROCAS é um event semestral

Leia mais

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança www.academiadprfissinal.cm email: academiadprfissinal@ltm.pt V06 31.10.2016 Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança Índice 1- Enquadrament... 3

Leia mais

METAS DE COMPREENSÃO:

METAS DE COMPREENSÃO: 1. TÓPICO GERADOR: Vivend n sécul XXI e pensand n futur. 2. METAS DE COMPREENSÃO: Essa atividade deverá ter cm meta que s aluns cmpreendam: cm se cnstrói saber científic; cm as áreas d saber estã inter-relacinadas

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

1. DO PROCESSO SELETIVO

1. DO PROCESSO SELETIVO EDITAL PTB Nº.21/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA MATRÍCULA NO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) OPERADOR DE COMPUTADOR DO IFSP - CÂMPUS PIRITUBA O Câmpus Pirituba d Institut Federal de Educaçã,

Leia mais

Guião da Unidade Curricular Educação a Distância. Programa Doutoral em Multimédia em Educação. 2010/11-1º Semestre

Guião da Unidade Curricular Educação a Distância. Programa Doutoral em Multimédia em Educação. 2010/11-1º Semestre Deptº de Educaçã Deptº de Cmunicaçã e Arte Universidade de Aveir Guiã da Unidade Curricular Educaçã a Distância Prgrama Dutral em Multimédia em Educaçã 2010/11-1º Semestre Dcentes Envlvids na Unidade Curricular:

Leia mais

Projeto BORN. Nascidos para empreender. Realização: Trib Comunicação Integrada Ltda.

Projeto BORN. Nascidos para empreender. Realização: Trib Comunicação Integrada Ltda. Prjet BORN Nascids para empreender Realizaçã: Trib Cmunicaçã Integrada Ltda. Td empreendiment precisa de um empurrãzinh para nascer e, pensand nas dificuldades de marketing iniciais de cada negóci, a Trib

Leia mais

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções Avaliaçã Imbiliária e Manutençã das Cnstruções 1ª Épca 15 de junh de 2016 (11h30) (V1.26 V1.25) Nme: Númer: Duraçã ttal sem interval: 1,45 hras Ntas: I. Nã é permitida a cnsulta de quaisquer ntas u dcuments,

Leia mais

Boletim do PETBio/ ISSN PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL/ SESu/ DEPEM/ MEC

Boletim do PETBio/ ISSN PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL/ SESu/ DEPEM/ MEC IDENTIFICAÇÃO DO PERIÓDICO O Bletim PETBi tem pr bjetiv estimular s aluns a vivenciarem jrnalism científic, buscand uma metdlgia que incentive a leitura, capacidade de interpretaçã e síntese, expressã

Leia mais

Caraterização do curso de Artes visuais

Caraterização do curso de Artes visuais Caraterizaçã d curs de Artes visuais Instalações A presente escla dispõe de papelaria/reprgrafia, serviçs administrativs, açã scial esclar, cantina e bar ds aluns e prfessres, sala de prfessres, auditóri,

Leia mais

Introdução à UML. Mas usaremos apenas um sub-conjunto da UML

Introdução à UML. Mas usaremos apenas um sub-conjunto da UML A Linguagem UML Intrduçã à UML UML = Unified Mdelling Language (Linguagem de Mdelagem Unificada) É uma ntaçã gráfica (visual) para prjetar sistemas Define diagramas padrnizads É extensível É cmplexa Mas

Leia mais

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES Serve presente dcument para detalhar s requisits d pedid de prpsta de Arquitetura e Especialidades para cnstruçã de uma mradia

Leia mais

Atividades a desenvolver. 1º Período - 12 de setembro a 17 de setembro

Atividades a desenvolver. 1º Período - 12 de setembro a 17 de setembro Agrupament de Esclas da Caparica Planificaçã das Atividades d Cnselh Pedagógic e Estruturas de Gestã Intermédia Dcument Orientadr - 2013/2014 1 O Cnselh Pedagógic é órgã de crdenaçã e supervisã pedagógica

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - FACULDADE OBJETIVO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - FACULDADE OBJETIVO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - FACULDADE OBJETIVO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Seçã I Da finalidade e da fundamentaçã legal REGULAMENTO DO T.C.C. - e anexs

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

Edital de 27 de julho de 2009 Bolsão Curso Clio

Edital de 27 de julho de 2009 Bolsão Curso Clio Edital de 27 de julh de 2009 Blsã Curs Cli Cncurs de Blsas pr Desempenh 1. Das dispsições preliminares 1.1 O Cncurs de Blsas d Curs Cli será rganizad pr esta mesma instituiçã e presente edital estará dispnível

Leia mais

DIRETORIA DE SERVIÇOS INTERNOS

DIRETORIA DE SERVIÇOS INTERNOS 1 DIRETORIA DE SERVIÇOS INTERNOS Cnhecida cm a cmissã da sciabilidade u a primeira cmissã de serviçs rtáris; Peça fundamental para bm funcinament d clube; Respnsável pel desenvlviment d cmpanheirism cm

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 4. Questão 2. alternativa B. alternativa A. alternativa D. alternativa C

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 4. Questão 2. alternativa B. alternativa A. alternativa D. alternativa C Questã TIPO DE PROVA: A Ds n aluns de uma escla, 0% têm 0% de descnt na mensalidade e 0% têm 0% de descnt na mesma mensalidade. Cas equivalente a esses descnts fsse distribuíd igualmente para cada um ds

Leia mais

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir:

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir: Objetivs O Plan de Açã Cnjunta Inva Energia é uma iniciativa destinada à crdenaçã das ações de fment à invaçã e a aprimrament da integraçã ds instruments de api dispnibilizads pel BNDES, pela Agência Nacinal

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS OFÍCIO CIRCULAR CSU nº 001, de 05 de fevereir de 2016. ASSUNTO: Infrme sbre implementaçã da metdlgia de Centrs de Custs, mdificações ns Sistemas Integrads, Treinament e demais rientações Prezads Senhres,

Leia mais

APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG

APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG O TRABALHO DE CURSO (TC) inclui duas disciplinas - INTRODUÇÃO AO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (ITCC)

Leia mais

Técnica do Fluxograma

Técnica do Fluxograma Prf. Elmer Sens FSP 2013/2 Técnica d Fluxgrama Fluxgrama: é a representaçã gráfica que apresenta a seqüência de um trabalh de frma analítica, caracterizand as perações, s respnsáveis e /u unidades rganizacinais

Leia mais

REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017

REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017 REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017 1 P á g i n a V e r s ã 3. 0 14.11. 2 0 1 6 Sumári 1. PROPÓSITO... 3 2. DA INSCRIÇÃO... 3 3. DAS CATEGORIAS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO... 5 5. DA VOTAÇÃO... 5 6. DOS

Leia mais

Estácio. Manual Visualizador

Estácio. Manual Visualizador Estáci Manual Visualizadr Versã Data da Mdificaçã Mdificad Pr Cmentáris 1.0 29/09/2015 Lrena Rangel Versã Inicial Visualizadr 2 Cnteúd... 1 1. Cnsultar Requisiçã... 5 2. Cnsultar Pedid... 7 3. Cnsultar

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA

EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA 1 UNICESUMAR Centr Universitári de Maringá ICETI Institut Cesumar de Ciência, Tecnlgia e Invaçã EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA Prgrama Institucinal de Blsas de Iniciaçã Científica e de Desenvlviment Tecnlógic

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TCC CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE INTERIORES

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TCC CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE INTERIORES NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TCC CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE INTERIORES Capítulo I - Das Disposições Gerais Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC do Curso

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA FACULDADE SANT ANA Recredenciada pela Prtaria MEC nº 1473 de 07 de Outubr de 2011. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SANT ANA Credenciad pela Prtaria MEC nº 2812 de

Leia mais

TREINADORES CURSO DE TREINADOR DE GRAU I]

TREINADORES CURSO DE TREINADOR DE GRAU I] 2015 [FORMAÇÃO DE TREINADORES CURSO DE TREINADOR DE GRAU I] FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE REMO 1 CALENDARIZAÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO DE TREINADORES DE GRAU I 1. Lcal de realizaçã Lisba Aulas Teóricas:

Leia mais

Gestão de projetos de TI

Gestão de projetos de TI Seçã de Mdelagem de Prcesss Gestã de prjets de TI MPP - Manual de Plíticas e Prcediments Atualizad em AGOSTO/2016 Sumári 1. DO GESTOR DO PROCESSO... 3 2. DO AMPARO LEGAL... 3 3. DA POLÍTICA INSTITUCIONAL...

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE

SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE MANUAL PROTECT Versã R15 SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE Cpyright GVT 2015 www.gvtprtect.cm.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 GVT PROTECT... 3 2.1 REQUISITOS MÍNIMOS DE SISTEMA... 3 2.2 SISTEMAS OPERACIONAIS

Leia mais

APÊNDICE III. REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO [TCC] BACHARELADO EM DESIGN IFSul Campus Pelotas

APÊNDICE III. REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO [TCC] BACHARELADO EM DESIGN IFSul Campus Pelotas APÊNDICE III REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO [TCC] BACHARELADO EM DESIGN IFSul Campus Pelotas TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO [TCC] BACHARELADO EM DESIGN IFSul Campus Pelotas CAPÍTULO I DA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 01 / 2014 - DE 10

Leia mais

Modalidades Artísticas

Modalidades Artísticas DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA E MULTIMÉDIA (DSEAM) DOCUMENTO ORIENTADOR Mdalidades Artísticas 2.º e 3.º cicls d ensin básic e secundári ANO LETIVO 2015/2016 Índice Nta Intrdutória... 3 Objetivs:...

Leia mais

9º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO

9º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO Agrupament de Esclas General Humbert Delgad Sede na Escla Secundária/3 Jsé Cards Pires Sant Antóni ds Cavaleirs 9º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO 2015-2016 DISCIPLINA: Sistemas Infrmátics e Redes de Cmputadres

Leia mais

REGULAMENTO DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Normatiza a elaboração e apresentação do Relatório Final de Estágio do Curso de Tecnologia em Processos Gerenciais, que compreende

Leia mais

1. CARACTERÍSTICAS GERAIS E OBJETIVOS:

1. CARACTERÍSTICAS GERAIS E OBJETIVOS: Regulamento para inscrição e execução do Trabalho Final de Curso (TF) a ser desenvolvido no ano de 2017, do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE EDITAIS DE SELEÇÃO PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE EDITAIS DE SELEÇÃO PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE EDITAIS DE SELEÇÃO PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Câmara de Pesquisa e Pós-Graduaçã Decanat de Pesquisa e Pós-Graduaçã Base Legal: Resluçã

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 006/2016 DE 29 DE ABRIL DE 2016 VESTIBULAR 2016/02

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 006/2016 DE 29 DE ABRIL DE 2016 VESTIBULAR 2016/02 CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 6/2016 DE 29 DE ABRIL DE 2016 VESTIBULAR 2016/02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

AVISO. operações urbanísticas, que evoluirá até à desmaterialização total, num curto espaço de tempo,

AVISO. operações urbanísticas, que evoluirá até à desmaterialização total, num curto espaço de tempo, AVISO NORMAS DE INSTRUÇÃO DE PROCESSOS EM FORMATO DIGITAL A Câmara Municipal de Viseu vai iniciar, n próxim dia 5 de Janeir de 2015, a implementaçã da tramitaçã eletrónica ds prcesss de licenciament/admissã

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO DIRETORIA REGIONAL DA BAHIA NOTA Nº E-040/2013

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO DIRETORIA REGIONAL DA BAHIA NOTA Nº E-040/2013 EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO DIRETORIA REGIONAL DA BAHIA NOTA Nº E-040/2013 A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS, pr mei de

Leia mais

Desenvolver uma aplicação para o gerenciamento acadêmico e pedagógico da escola Tree of Wishes no ramo de licenciatura de idiomas.

Desenvolver uma aplicação para o gerenciamento acadêmico e pedagógico da escola Tree of Wishes no ramo de licenciatura de idiomas. Declaraçã de Escp SISGEP Sistema Gerenciadr Pedagógic DECLARAÇÃO DE ESCOPO Preparad pr Daniel de Suza Versã 1.0 Aprvad pr Francis Rbinsn Feitsa Guimarães 01/09/2011 I - Time da equipe de gerência d Prjet

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA RESOLUÇÃO

MATEMÁTICA APLICADA RESOLUÇÃO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS ECONÔMICAS E 3/0/06 As grandezas P, T e V sã tais que P é diretamente prprcinal a T e inversamente prprcinal a V Se T aumentar 0% e V diminuir 0%, determine a variaçã

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460) E DO PROJETO INTERDISCIPLINAR (30-094)

NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460) E DO PROJETO INTERDISCIPLINAR (30-094) UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460)

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS DE CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS E DE GRADUAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS DE CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS E DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

2011/12 [PLANO ANUAL - AEC DE ACTIVIDADES LÚDICO EXPRESSIVAS]

2011/12 [PLANO ANUAL - AEC DE ACTIVIDADES LÚDICO EXPRESSIVAS] 2011/12 [PLANO ANUAL - AEC DE ACTIVIDADES LÚDICO EXPRESSIVAS] Plan Anual de Actividades de Expressões Artísticas An Lectiv 2011/2012 Intrduçã: Nesta actividade pretende-se desenvlver prazer da realizaçã

Leia mais

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento TransactinCentre Guia Referência Rápida Trca de Cancelament Este dcument cntém a especificaçã ds ajustes necessáris para que seu Sistema de Autmaçã cumpra as tarefas de Cancelament de Transaçã Benefíci

Leia mais

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising 1 ÍNDICE O Prgrama Oprtunidades Patrcíni TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outrs Frmats Merchandising 2 O PROGRAMA NOVELA NOITE 1 SEG/SEX 20h30 Perfil ds Telespectadres SEXO Hmens: 38% Mulheres:

Leia mais

EDITAL Nº 001/2017 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA UNIDADE CLÍNICA AMBULATORIAL DE JUNDIAPEBA ÚNICA DR. ARTHUR DOMINGOS FAIS

EDITAL Nº 001/2017 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA UNIDADE CLÍNICA AMBULATORIAL DE JUNDIAPEBA ÚNICA DR. ARTHUR DOMINGOS FAIS Decret 93081 de 07.08.1986 Entidade Filantrópica Decret-Lei 1572 de 01.09.1977 CNPJ 44.690.238/0001-61 Registr Cartóri de Registr de Imóveis de Bariri N. 247 03.04.1923 www.svitalesaude.rg.br EDITAL Nº

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE COLEGIADO DO CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE EDITAL 02/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE COLEGIADO DO CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE EDITAL 02/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE COLEGIADO DO CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE EDITAL 02/2013 Processo de acompanhamento de avaliação do Trabalho de Conclusão

Leia mais

Instruções para as apresentações científicas

Instruções para as apresentações científicas Instruções para as apresentações científicas As apresentações pderã ser realizadas na frma de PÔSTER u ORAL, dentr das especialidades dntlógicas: Ciências Básicas, Estmatlgia/Radilgia/Patlgia, Cirurgia,

Leia mais

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZÔNIA REUNIDA COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA EDITAL DE DEFESA DE TCC PEDAGOGIA /2016

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZÔNIA REUNIDA COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA EDITAL DE DEFESA DE TCC PEDAGOGIA /2016 FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZÔNIA REUNIDA COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA EDITAL DE DEFESA DE TCC PEDAGOGIA - 2013/2016 A Coordenação do Curso de Pedagogia da FESAR Faculdade de Ensino Superior

Leia mais

Proposta de Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso

Proposta de Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso Proposta de Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso Art. 1º. Sujeitam-se à realização do Trabalho de Conclusão de Curso todos os alunos regularmente matriculados nos Cursos de Graduação da Faculdade

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO 1. OBJETIVO O Prêmi de Incentiv à Educaçã é uma iniciativa das empresas d Pl Industrial, através d Cmitê de Fment Industrial de Camaçari - COFIC. Tem pr bjetiv estimular,

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

Gestão de Mão-de-Obra

Gestão de Mão-de-Obra Gestã de Mã-de-Obra Prdut : Micrsiga Prtheus Manutençã de Ativs Versã 10 Chamad : SCUNZM Data da criaçã : 18/08/10 Data da revisã : 08/09/10 País(es) : Brasil Banc de Dads : Tds FNC : 000000191782010 Aplicabilidade

Leia mais

Lauro de Freitas PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014.

Lauro de Freitas PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014. Laur de Freitas 3 - An II - Nº 165 Prtarias PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014 Cnvca, em 9ª chamada, s candidats aprvads n Cncurs Públic nº 01/2012, na frma que indica, e dá utras prvidências

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DO CURSO DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL hab. FOTOGRAFIA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DO CURSO DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL hab. FOTOGRAFIA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DO CURSO DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL hab. FOTOGRAFIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de elaboração,

Leia mais