Evolução Histórica da Previdência Social no Brasil. Profa. Andréa Paula

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Evolução Histórica da Previdência Social no Brasil. Profa. Andréa Paula"

Transcrição

1 Evolução Histórica da Previdência Social no Brasil Profa. Andréa Paula

2 1923 Criação dos CAPS - Caixas de Aposentadorias e Pensões Lei Elói Chaves Criação dos IAP S - Instituto de Aposentadoria e Pensões IAPM SAMPS - Serviço de Assistência Médica da Previdência Social. Fusão dos serviços de assistência médica dos Institutos e Caixas em um único órgão, que deveria ser "descentralizado e articulado com a União, Estados e Municípios

3 1949 SAMDU - Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência Instituído como uma tentativa de uniformizar o tipo de assistência médica oferecida 1960 LOPS - Lei Orgânica da Previdência Social O benefício passou a ser direcionado apenas para os trabalhadores regidos pela - CLT, excluindo os militares, os servidores públicos, os trabalhadores rurais e os empregados domésticos. A partir da década de 60, foi expressivo o crescimento da medicina privada no país, representada pela criação de empresas médicas e indústrias de equipamentos hospitalares

4 1964 Transição IAP S - Institutos de Aposentadoria e Pensões Sofre intervenção, sob a suspeita de fraude e má utilização dos recursos previdenciários INPS - Instituto Nacional da Previdência Social Unificação dos IAP s em Instituto Nacional de Previdência Social - representando a centralização da previdência social no Brasil. O antigo sistema, descentralizado, era considerado um péssimo exemplo de racionalidade

5 1974 FAS - Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Social Ampliação da rede privada de assistência médica e hospitalar financiado com recursos da Caixa Econômica Federal 1976 PIASS - Programa de Interiorização das Ações de Saúde e Saneamento Criado no Nordeste, voltado ao atendimento básica de saúde nos Municípios com até habitantes, utilizando pessoal de nível auxiliar e da própria comunidade, atuando nas áreas de assistência individual, saneamento básico e alimentação e nutrição.

6 Principais diretrizes do PIASS Hierarquização do atendimento por áreas de complexidade; Ênfase na atenção primária, como porta de entrada do sistema; Incentivo da participação da população; Organização do atendimento por áreas regionalizadas SINPAS - Sistema Nacional de Previdência e Assistência Social Com intuito de sanar os problemas existentes, integra o INPS em INAMPS (Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social)

7 1982 CONASP - Conselho Consultivo de Administração de Saúde Previdenciário Plano de reestruturação do modelo assistencial brasileiro, com implantação de um sistema unificado de saúde Principais objetivos: Prioridade às ações primárias, com ênfase na assistência ambulatorial; Integração da União, estados e municípios em um sistema regionalizado e hierarquizado; Estabelecimento de níveis e limites orçamentários; Melhoria das condições de atendimento nos serviços de saúde; Administração centralizada de recursos; Participação da iniciativa privada.

8 1985 AIS - AÇÕES INTEGRADAS DE SAÚDE Limitou a quantidade de convênios com a rede privada. Princípios norteadores das AIS Universalidade de atendimento; Integralidade e equidade de atenção; Regionalização e hierarquização de serviços; Descentralização das ações e do processo decisório; Participação da sociedade no controle dos serviços;

9 LEI 8080/90 Uma das grandes críticas sobre a LOS é a ausência do rompimento das chamadas algemas que caracterizam o acesso à saúde como uma política excludente, precária e centrada no modelo médico-hegemônico. Especificamente na política de saúde, a LOS não garantiu a articulação das políticas sociais de maneira integrada, de modo a constituir um diferencial de qualidade no atendimento à população brasileira, mesmo fora dos centros regionais de excelência um grande desafio à sociedade em geral.

10 PRINCÍPIOS DO SUS PRINCÍPIOS DOUTRINÁRIOS Universalidade Integralidade Equidade PRINCÍPIOS ORGANIZATIVOS Descentralização Regionalização / Hierarquização Resolubilidade Participação Popular Participação do Setor Privado (fonte: ABC do SUS - MS)

SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL

SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL Prof.ª Dr.ª Rosana Carneiro Tavares I. Histórico do sistema de saúde brasileiro: Linha do tempo Brasil: um século de historia... 1900 - Sanitarismo Campanhista

Leia mais

(SIMNPAS = INAMPS + INPS + IAPAS)

(SIMNPAS = INAMPS + INPS + IAPAS) LINHA DO TEMPO Brasil: um século de historia... 1900 - Sanitarismo Campanhista 1904 Revolta da Vacina Oswaldo Cruz 1917 - Reforma do porto de Santos 1923 - Lei Eloy Chaves: criação das CAPs 1933 - Criação

Leia mais

HISTÓRIA DA SAÚDE NO BRASIL. Espaço Saúde

HISTÓRIA DA SAÚDE NO BRASIL. Espaço Saúde QUEM USA? HISTÓRIA DA SAÚDE NO BRASIL Espaço Saúde PERÍODOS Descobrimento ao Império (1500-1889) República Velha (1889 1930) Era Vargas (1930 1964) Autoritarismo (1964 1984) Nova República (1985 1988)

Leia mais

SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL

SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL SAÚDE COLETIVA HISTÓRICO DA SAÚDE NO BRASIL Prof.ª Rosana Carneiro Tavares I. Histórico do sistema de saúde brasileiro: Linha do tempo Brasil: um século de historia... 1900 - Sanitarismo Campanhista 1923

Leia mais

Linha do Tempo Fatos marcantes na Construção das Políticas de Saúde no Brasil Prof.ª Natale Souza

Linha do Tempo Fatos marcantes na Construção das Políticas de Saúde no Brasil Prof.ª Natale Souza Linha do Tempo Fatos marcantes na Construção das Políticas de Saúde no Brasil Prof.ª Natale Souza Olá pessoal, vamos falar de história? Elenquei, em forma de LINHA DO TEMPO, os fatos marcantes e cobrados

Leia mais

Políticas Públicas de Saúde. Prof. Ms. Cristian Fabiano Guimarães

Políticas Públicas de Saúde. Prof. Ms. Cristian Fabiano Guimarães Políticas Públicas de Saúde Prof. Ms. Cristian Fabiano Guimarães Proposta do Módulo DIA 28/Abr 02/Jun 04/Ago 01/Set 06/Out 03/Nov CONTEÚDO Apresentação módulo. A Política de Saúde no Brasil: dispositivos

Leia mais

INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL UM BREVE HISTÓRICO DA CRIAÇÃO DO SUS NO BRASIL

INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL UM BREVE HISTÓRICO DA CRIAÇÃO DO SUS NO BRASIL INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL UM BREVE HISTÓRICO DA CRIAÇÃO DO SUS NO BRASIL 1. HISTÓRICO 1920: Criação da Lei Eloy Chaves primeiro modelo de previdência social, as Caixas de Aposentadoria

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA SAÚDE PÚBLICA AULA 02

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA SAÚDE PÚBLICA AULA 02 SAÚDE PÚBLICA AULA 02 A saúde ganhou importante espaço na Constituição Federal de 1988 (CF/88), fazendo parte da seguridade social juntamente com a assistência e previdência social de forma integrada.

Leia mais

Sistema Único de Saúde SUS

Sistema Único de Saúde SUS Sistema Único de Saúde SUS João Werner Falk Professor e atual Chefe do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina da UFRGS Ex-Presidente (em cinco gestões) e ex-diretor de Titulação e Certificação

Leia mais

Níveis de Atenção à saúde Origem do SUS

Níveis de Atenção à saúde Origem do SUS Níveis de Atenção à saúde Origem do SUS Saúde pública Consiste na aplicação de conhecimentos (médicos ou não), com o objetivo de organizar sistemas e serviços de saúde, atuar em fatores condicionantes

Leia mais

Sistema Único de Saúde. Profa Cristiana Tengan

Sistema Único de Saúde. Profa Cristiana Tengan Sistema Único de Saúde Profa Cristiana Tengan A saúde de uma população, nítida expressão das condições concretas de existência, é resultante, entre outras coisas, da forma como é estabelecida a relação

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA DIREITO À SAÚDE NO BRASIL Brasil colônia 1500 a 1889 Ausência total de saneamento básico (esgoto) Poucos médicos (Europa) Saúde: curandeiros / índios

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua Ao final do regime militar, a política de saúde no Brasil tinha como características: a) um duplo comando, fragmentado entre o Ministério da

Leia mais

2) O SUS foi desenvolvido em razão do artigo 198 da Constituição Federal, com base nos seguintes princípios, exceto:

2) O SUS foi desenvolvido em razão do artigo 198 da Constituição Federal, com base nos seguintes princípios, exceto: QUESTÕES DO SUS ) São objetivos do SUS: a) identificação de fatores que condicionem à saúde; b) política financeira de incentivo à saúde; c) ação de ordem social que vise arrecadação de recursos; d) identificação

Leia mais

Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde

Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde 1 DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES Lei Orgânica da Saúde Lei n. 8.080 de 19 de setembro de 1990. Art. 7º: I - universalidade de acesso aos serviços de saúde em

Leia mais

Qualificação da Gestão

Qualificação da Gestão Qualificação da Gestão O que é o SUS Instituído pela Constituição de 1988, o Sistema Único de Saúde SUS é formado pelo conjunto das ações e serviços de saúde sob gestão pública Com direção única em cada

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL

CONSTITUIÇÃO FEDERAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL - 1988 TÍTULO VIII CAPÍTULO II SEÇÃO II DA SAÚDE Profª. Andréa Paula Enfermeira E-mail - andreapsmacedo@gmail.com Facebook - http://facebook.com/andreapsmacedo Art. 194 A seguridade

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA

CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA PROF. HÉLDER PACHECO CONSTITUIÇÃO FEDERAL Lei 8.080 Lei 8.142 DECRETO 7.508 LEI 141 1988 1990 1991 1993 1996 2001/2002 2006 2011 2012 NOB NOAS

Leia mais

Sistema Único de Saúde (SUS) Professor: Dr. Eduardo Arruda

Sistema Único de Saúde (SUS) Professor: Dr. Eduardo Arruda Sistema Único de Saúde (SUS) Professor: Dr. Eduardo Arruda Sistema Único de Saúde (SUS) Finalidade é alterar a situação de desigualdade na assistência à saúde da população; Obrigatório o atendimento público

Leia mais

SUS: sua construção e a importância do controle social

SUS: sua construção e a importância do controle social AGENTE DE FÉ E DO CORAÇÃO PASTORAL NACIONAL DA SAÚDE 04 de outubro de 2013 SUS: sua construção e a importância do controle social Carlos Alberto Machado Previdência Social / Assistência Médica Histórico

Leia mais

LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS QUESTÕES COMENTADAS EBSERH Lagarto- Se 2017 Gabarito preliminar Prof.ª Natale Souza

LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS QUESTÕES COMENTADAS EBSERH Lagarto- Se 2017 Gabarito preliminar Prof.ª Natale Souza LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS QUESTÕES COMENTADAS EBSERH Lagarto- Se 2017 Gabarito preliminar Prof.ª Natale Souza Olá pessoal, trago hoje cinco questões comentadas, da disciplina Legislação Aplicada ao SUS,

Leia mais

CURSO: Desafios da Implantação dos Dispositivos do Decreto 7.508

CURSO: Desafios da Implantação dos Dispositivos do Decreto 7.508 XXVIII Congresso de Secretários Municipais de do Estado de São Paulo CURSO: Desafios da Implantação dos Dispositivos do Decreto 7.508 CRS Coordenadoria de Regiões de da Secretaria de Estado da de São Paulo

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA SAÚDE PÚBLICA SUS LEI N /90 AULA 03

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA SAÚDE PÚBLICA SUS LEI N /90 AULA 03 SAÚDE PÚBLICA SUS LEI N. 8.080/90 AULA 03 LEI ORGÂNICA DA SAÚDE 8.080/90 8.142/90 Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços

Leia mais

Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade. Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer

Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade. Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer O que é integralidade? s.f. 1 qualidade do que é integral, 1.1 reunião

Leia mais

LEI 8.080/90 CONTEÚDO COMUM A TODOS OS CARGOS: ANALIS- TA E TÉCNICO

LEI 8.080/90 CONTEÚDO COMUM A TODOS OS CARGOS: ANALIS- TA E TÉCNICO Lei Orgânica da Saúde Andréa Paula LEI 8.080/90 CONTEÚDO COMUM A TODOS OS CARGOS: ANALIS- TA E TÉCNICO 01. O Brasil institucionalizou o direito à saúde a todos os cidadãos brasileiros com a promulgação

Leia mais

EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS CONCURSO EBSERH PARÁ AOCP/2016. Prof.ª Natale Souza

EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS CONCURSO EBSERH PARÁ AOCP/2016. Prof.ª Natale Souza EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS CONCURSO EBSERH PARÁ AOCP/2016 NÍVEL MÉDIO/TÉCNICO TARDE Prof.ª Natale Souza Olá queridos concurseiros EBSERH, vamos continuar os estudos? Vários editais

Leia mais

GEOGRAFIA SÉRIE: 2º ano Previdência Social Profº Luiz Gustavo Silveira

GEOGRAFIA SÉRIE: 2º ano Previdência Social Profº Luiz Gustavo Silveira GEOGRAFIA SÉRIE: 2º ano Previdência Social Profº Luiz Gustavo Silveira Prof. Luiz Gustavo - Profão RELAÇÃO PEA POPULAÇAO ECONOMICAMENTE ATIVA X PEI POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE INATIVA BÔNUS DEMOGRÁFICO IDEAL:

Leia mais

SEGURIDADE SOCIAL. DIREITO PREVIDENCIÁRIO AFRF - Exercícios SEGURIDADE SOCIAL. SEGURIDADE SOCIAL Princípios Constitucionais

SEGURIDADE SOCIAL. DIREITO PREVIDENCIÁRIO AFRF - Exercícios SEGURIDADE SOCIAL. SEGURIDADE SOCIAL Princípios Constitucionais SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO AFRF - Exercícios Prof. Eduardo Tanaka SAÚDE SEGURIDADE SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL ASSISTÊNCIA SOCIAL 1 2 SEGURIDADE SOCIAL Conceituação: A seguridade social compreende

Leia mais

ATA Assistente Técnico Administrativo Direito Previdenciário Custeio da Seguridade Social Gilson Fernando

ATA Assistente Técnico Administrativo Direito Previdenciário Custeio da Seguridade Social Gilson Fernando 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA Assistente Técnico Administrativo Direito Previdenciário Custeio da Gilson Fernando Custeio da Lei nº 8.212/1991 e alterações

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Saúde Departamento de Saúde Comunitária

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Saúde Departamento de Saúde Comunitária Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Saúde Departamento de Saúde Comunitária Disciplina: SAÚDE PÚBLICA P I (MS-052) Prof. Walfrido Kühl Svoboda AULA 2: EVOLUÇÃO DAS POLÍTICAS DE SAÚDE NO

Leia mais

GABARITO - 1ª TAREFA CONTINUADA

GABARITO - 1ª TAREFA CONTINUADA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM SAÚDE MODALIDADE A DISTÂNCIA DISCIPLINA: POLÍTICAS DE SAÚDE PROFESSOR: ROSANA PEREIRA FERNANDES PONTUAÇÃO: 2,0 GABARITO

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA E GESTÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE. Módulo: Atenção a Saúde nos Municípios

ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA E GESTÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE. Módulo: Atenção a Saúde nos Municípios ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA E GESTÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE Módulo: Atenção a Saúde nos Municípios Modelos Tecnoassistenciais em Saúde M.SC. Helen Lima Novembro 2009 Combinações tecnológicas estruturadas

Leia mais

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 01 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 01 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 01 Aula 001-011 Direito Previdenciário para o Concurso do INSS LEGISLAÇÃO APLICADA AO CURSO Constituição Federal: Arts. 194 a 204 Lei 8.212/91 (custeio) Lei 8.213/91

Leia mais

QUESTÕ ES DA APRÕVAÇA Õ

QUESTÕ ES DA APRÕVAÇA Õ QUESTÕ ES DA APRÕVAÇA Õ QUESTÃO 1. CETRO/SP (2005) CIRUSGIÃO DENTISTA 2. O Sistema Único de Saúde, dentro das Disposições Gerais, Seção II, art. 196 da Constituição Federal, afirma que: a) a assistência

Leia mais

O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, A ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE E A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, A ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE E A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DEPARTAMENTO DE MEDICINA SOCIAL O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, A ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE E A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Janise Braga Barros

Leia mais

PLANEJAMENTO E GESTÃO EM SAÚDE

PLANEJAMENTO E GESTÃO EM SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE MEDICINA NÚCLEO DE PESQUISA EM SAÚDE COLETIVA E NUTRIÇÃO PLANEJAMENTO E GESTÃO EM SAÚDE BELO HORIZONTE 1998 19 SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE PRINCÍPIOS João Paulo

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Capítulo I SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Art. 196 a 200, Constituição Federal de 1988. 1. (Secretaria Estadual de Administração do Amapá-AP/2012/UNIVERSA) Assinale a alternativa que apresenta

Leia mais

Criação do MS 1987/89 - SUDS PSF NOB Decreto 7508/11

Criação do MS 1987/89 - SUDS PSF NOB Decreto 7508/11 1923 - CAPS/Lei Eloy Chaves 1933 - Unificação das CAPS em IAPS 1953 - Criação do MS 1966 - INPS 1977 - INAMPS 1978 - Alma- Ata 1990 - lei 8080/90 e Lei 8142/90 1988 - Constituição Federal 1987/89 - SUDS

Leia mais

POLÍTICAS DE SAÚDE BUCAL*

POLÍTICAS DE SAÚDE BUCAL* POLÍTICAS DE SAÚDE BUCAL* Helenita Correa Ely 1 Danusa Queiroz e Carvalho 2 Márcia dos Santos 3 BREVE HISTÓRICO DAS POLÍTICAS DE SAÚDE BUCAL NO BRASIL As políticas públicas de saúde no Brasil mantiveram,

Leia mais

Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador Política Nacional de Saúde do Trabalhador

Leia mais

SUS A O A VIII

SUS A O A VIII Sumário 1. Construção histórica das políticas de saúde no Brasil...13 1. Introdução...13 2. Como era Antes do SUS...14 1. A Saúde na Colônia e no Império...14 2. Início da República: 1889 até 1930 (República

Leia mais

Entre os principais focos de atuação da ANS estão: o aperfeiçoamento do modelo de atenção à saúde; o incentivo à qualidade da prestação do serviço

Entre os principais focos de atuação da ANS estão: o aperfeiçoamento do modelo de atenção à saúde; o incentivo à qualidade da prestação do serviço Gostaria de saudar a todos os presentes e agradecer a oportunidade para aqui estar. É uma grande satisfação poder contribuir sobre tão relevante tema de repercussão geral e social - diferença de classe

Leia mais

Educação Previdenciária Conhecendo a Previdência Aula 2

Educação Previdenciária Conhecendo a Previdência Aula 2 Educação Previdenciária Conhecendo a Previdência Aula 2 2017 Pauta Previdência Social Princípios Histórico Carência Fator Previdenciário Valor dos Benefícios 2 Seguridade - Princípios Solidariedade uns

Leia mais

3 Centro Regional de Especialidades (Ambulatório de Especialidades):

3 Centro Regional de Especialidades (Ambulatório de Especialidades): ESTUDOS REGIONAIS 1 INTRODUÇÃO A "Organização Mundial de Saúde" (OMS) define a saúde como "um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades". O

Leia mais

DECRETO 7508/11 E O PROCESSO DE PACTUAÇÃO TRIPARTITE. CONGRESSO DO COSEMS - SÃO PAULO Marília - SP. Mar/12

DECRETO 7508/11 E O PROCESSO DE PACTUAÇÃO TRIPARTITE. CONGRESSO DO COSEMS - SÃO PAULO Marília - SP. Mar/12 DECRETO 7508/11 E O PROCESSO DE PACTUAÇÃO TRIPARTITE CONGRESSO DO COSEMS - SÃO PAULO Marília - SP Mar/12 FORTALECIMENTO DO SUS Lei 8080/90 - art. 8º - As ações e serviços de saúde, executados pelo SUS,

Leia mais

XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS

XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS MARÍLIA Março/2012 1 REGIONALIZAÇÃO NO SUS ALGUNS CONCEITOS IMPORTANTES 1988: CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1990:

Leia mais

Direito Previdenciário e Infortunístico

Direito Previdenciário e Infortunístico Direito Previdenciário e Infortunístico (o presente texto representa apenas anotações para exposição do autor sem validade para citação) 1º tema conceitos e históricos. Seguridade Social e Acidentes do

Leia mais

Ampliar as responsabilidades dos municípios na Atenção Básica; FINALIDADES

Ampliar as responsabilidades dos municípios na Atenção Básica; FINALIDADES Legislação do SUS NORMA OPERACIONAL DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE (NOAS) Organização e Funcionamento do Sistema Arcabouço Legal Prof.ª: Andréa Paula Ampliar as responsabilidades dos municípios na Atenção Básica;

Leia mais

SUMÁRIO 1. Sistema Único de Saúde (SUS)... 05 1.1. Antecedentes e a Constituição de 1988... 05 1.2. Rede descentralizada de atendimento à saúde... 13 1.3. Gestão pública da saúde... 17 1.3.1. Hospitais

Leia mais

Saúde, Sustentabilidade e Cidadania Francisco ROSEMIRO Guimarães Ximenes Neto

Saúde, Sustentabilidade e Cidadania Francisco ROSEMIRO Guimarães Ximenes Neto Saúde, Sustentabilidade e Cidadania Francisco ROSEMIRO Guimarães Ximenes Neto Enfermeiro Sanitarista Mestre em Saúde Pública Doutorando em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo-UNIFESP Docente

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE LIRCE LAMOUNIER

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE LIRCE LAMOUNIER SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE ESTADO DE GOIÁS ORGANIZAÇÃO DO SUS LIRCE LAMOUNIER DISCIPLINA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA, GESTÃO PESSOAL E MULTIPROFISSIONAL (ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NO SUS) FACULDADE DE FARMÁCIA

Leia mais

SUS: Princípios/Diretrizes, Regionalização e Gestão do SUS Prof. Natale Souza

SUS: Princípios/Diretrizes, Regionalização e Gestão do SUS Prof. Natale Souza SUS: Princípios/Diretrizes, Regionalização e Gestão do SUS Prof. Natale Souza Durante os últimos anos o processo de implantação e consolidação do Sistema único de Saúde-SUS, desde sua concepção na Constituição

Leia mais

SUS Sistema Único de Saúde

SUS Sistema Único de Saúde SUS Sistema Único de Saúde SUS O Sistema Único de Saúde (SUS) é constituído pelo conjunto das ações e de serviços de saúde sob gestão pública. Está organizado em redes regionalizadas e hierarquizadas e

Leia mais

Acesso aos medicamentos e globalização: questões éticas e sociais.

Acesso aos medicamentos e globalização: questões éticas e sociais. Acesso aos medicamentos e globalização: questões éticas e sociais. Atelier 1 As Políticas Públicas de acesso aos medicamentos. O contexto e os principais determinantes da política brasileira de. Montreal

Leia mais

RESUMO - EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL LINHA DO TEMPO Prof.ª Natale Souza

RESUMO - EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL LINHA DO TEMPO Prof.ª Natale Souza RESUMO - EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL LINHA DO TEMPO Prof.ª Natale Souza A Constituição Federal de 1988 deu nova forma à saúde no Brasil, estabelecendo-a como direito universal.

Leia mais

DECRETO FEDERAL REGULAMENTAÇÃO DA LEI DOU 29/6/2011

DECRETO FEDERAL REGULAMENTAÇÃO DA LEI DOU 29/6/2011 DECRETO FEDERAL REGULAMENTAÇÃO DA LEI 8080- DOU 29/6/2011 DECRETO No 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011 Regulamenta a Lei no 8.080, de 19 de setembro e 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único

Leia mais

Linhas gerais e desafios da Política Nacional da Atenção Básica. Setembro, 2012

Linhas gerais e desafios da Política Nacional da Atenção Básica. Setembro, 2012 Linhas gerais e desafios da Política Nacional da Atenção Básica Portaria 2488 Setembro, 2012 Política Nacional de Atenção Básica Portaria n. 2488, de 21 de outubro de 2011. AAtençãoBásica é oprimeiropontodeatençãoàsaúde

Leia mais

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS Pacto de Gestão do SUS Pacto pela Vida Pacto em Defesa do SUS PACTO PELA SAÚDE O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação

Leia mais

VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA. Universalização com Qualidade Rio de Janeiro -2012

VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA. Universalização com Qualidade Rio de Janeiro -2012 VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA Universalização com Qualidade Rio de Janeiro -2012 VI SEMINARIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo

Leia mais

ANVISA. EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90. Profa. Andréa Paula

ANVISA. EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90. Profa. Andréa Paula ANVISA EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90 Profa. Andréa Paula Banca: CESPE - Órgão: SESA- ES Ano: 2013 Cargos: Todos os cargos Lei n.º 8.080/1990, conhecida como a Lei Orgânica da Saúde, foi criada para regular,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011. Regulamenta a Lei n o 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e PORTARIA No- 2.728, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST) e dá outras providências. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

Professora: Yanna D. Rattmann

Professora: Yanna D. Rattmann Professora: Yanna D. Rattmann Sistema Único de Saúde Objetivo da implantação: SISTEMA -> Sistematizar ações, organizar ações; ÚNICO -> Unificar ações -> mesmos princípios e diretrizes em todo o território

Leia mais

Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai

Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai apresentam Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai Os Conselhos de Saúde são órgãos colegiados deliberativos de caráter permanente, com funções de formular

Leia mais

O surgimento do SUS. O surgimento do SUS. LEIS ORGÂNICAS da SAÚDE. O surgimento do SUS DEFINIÇÃO DO SUS. DEFINIÇÃO DO SUS (cont.

O surgimento do SUS. O surgimento do SUS. LEIS ORGÂNICAS da SAÚDE. O surgimento do SUS DEFINIÇÃO DO SUS. DEFINIÇÃO DO SUS (cont. O surgimento do SUS O surgimento do SUS A 8ª Conferência Nacional da Saúde, realizada em março de 1986, é considerada um marco histórico e consagra os princípios preconizados pelo Movimento da Reforma

Leia mais

EBSERH LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS RESUMO DOS ITENS DO EDITAL Parte 01 Prof.ª Natale Souza. Olá queridos concurseiros EBSERH O que temos para hoje?

EBSERH LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS RESUMO DOS ITENS DO EDITAL Parte 01 Prof.ª Natale Souza. Olá queridos concurseiros EBSERH O que temos para hoje? EBSERH LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS RESUMO DOS ITENS DO EDITAL Parte 01 Prof.ª Natale Souza Olá queridos concurseiros EBSERH O que temos para hoje? UM RESUMO DE CADA TÓPICO COBRADO NOS EDITAIS, parte 01:

Leia mais

O Sistema Único de Saúde (SUS): princípios e lógica organizativa; avanços e desafios

O Sistema Único de Saúde (SUS): princípios e lógica organizativa; avanços e desafios Fundação Oswaldo Cruz Escola Nacional de Saúde Pública P Sergio Arouca Especialização em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde O Sistema Único de Saúde (SUS): princípios e lógica organizativa; avanços

Leia mais

O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde

O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde Brasília, 25/01/2017 Lei 141 Art. 30. Os planos plurianuais,

Leia mais

Atenção Básica: organização do trabalho na perspectiva da longitudinalidade e da coordenação do cuidado

Atenção Básica: organização do trabalho na perspectiva da longitudinalidade e da coordenação do cuidado Atenção Básica: organização do trabalho na perspectiva da longitudinalidade e da coordenação do cuidado XXX Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo 13/abril/2016 O SUS e a Atenção

Leia mais

AULÃO SUS POLÍTICAS PÚBLICAS, CONSTITUIÇÃO DE 1988, LOS, LEI 8142/90

AULÃO SUS POLÍTICAS PÚBLICAS, CONSTITUIÇÃO DE 1988, LOS, LEI 8142/90 AULÃO SUS POLÍTICAS PÚBLICAS, CONSTITUIÇÃO DE 1988, LOS, LEI 8142/90 Na evolução do sistema de saúde no Brasil, foram elaboradas legislações específicas governamentais que estruturaram a formação do SUS,

Leia mais

CONCURSOS EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS TEMA: DECRETO 7.508/11

CONCURSOS EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS TEMA: DECRETO 7.508/11 CONCURSOS EBSERH QUESTÕES COMENTADAS LEGISLAÇÃO APLICADA AO SUS TEMA: DECRETO 7.508/11 DECRETO 7.508/11 Olá concurseiros EBSERH, vamos estudar um pouco? Trago para vocês neste artigo, 05 questões comentadas

Leia mais

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas Coordenação Geral de Regulação e Avaliação REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS Setembro/2010

Leia mais

Trabalho apresentado para a disciplina: SCC5911 Procedência de Dados de Data Warehousing

Trabalho apresentado para a disciplina: SCC5911 Procedência de Dados de Data Warehousing Trabalho apresentado para a disciplina: SCC5911 Procedência de Dados de Data Warehousing Aluno: Vinicius Tohoru Yoshiura Orientador: Prof. Dr. Domingos Alves Co Orientadora: Profa. Dra. Cristina Marta

Leia mais

Comissão Intergestores Tripartite - CTI. Relação Nacional de Ações e Serviços de Saúde - RENASES- Brasília 15 de dezembro 2011

Comissão Intergestores Tripartite - CTI. Relação Nacional de Ações e Serviços de Saúde - RENASES- Brasília 15 de dezembro 2011 Comissão Intergestores Tripartite - CTI Relação Nacional de Ações e Serviços de Saúde - RENASES- Brasília 15 de dezembro 2011 Seção I Decreto Nº 7508 DE 28/06/2011 CAPÍTULO IV - DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE

Leia mais

História das Políticas de Saúde

História das Políticas de Saúde para Concursos Públicos em exercícios História das Políticas de Saúde Questão Revisão Resolução 1. (FCC TRT 6ª Região - Analista Judiciário - Enfermagem) Considerando a trajetória histórica da evolução

Leia mais

Contrato Organizativo de Ação Pública da Saúde - COAP

Contrato Organizativo de Ação Pública da Saúde - COAP NOTA TÉCNICA 03/2015 Contrato Organizativo de Ação Pública da Saúde - COAP Brasília, 02 de março de 2015 1 INTRODUÇÃO O Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde é um acordo de colaboração firmado

Leia mais

Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS

Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS Natal/RN, agosto 2014 XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte SUS 25 anos: avanços e enfrentamentos

Leia mais

ANEXO I. CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade

ANEXO I. CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade ANEXO I MATRIZ DE RISCOS R$,00 PROGRAMA/AÇÃO/ ATIVIDADE/OPERAÇÕES ESPECIAIS CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade VALOR (RS) ESTIMADO % Resultado da Matriz =M*R*C

Leia mais

DO NASCIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA AO MOVIMENTO PRÉ-SUS

DO NASCIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA AO MOVIMENTO PRÉ-SUS DO NASCIMENTO DA SAÚDE PÚBLICA AO MOVIMENTO PRÉ-SUS Luiz Odorico Monteiro de Andrade Durante todo o período colonial, e mais precisamente até meados do século XIX, no Brasil, os problemas de saúde e higiene

Leia mais

FINANCIAMENTO FEDERAL

FINANCIAMENTO FEDERAL FINANCIAMENTO FEDERAL SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE O art. 198 da CF preconiza que as ações e serviços públicos de saúde - asps integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único organizado

Leia mais

TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL ORIGENS Luta dos trabalhadores ferroviários e constituição de caixas de socorro mútuo Conquistas gradativas Lei Eloy Chaves obriga cada ferrovia a criar Caixas

Leia mais

Regionalização Mapas e Responsabilidades

Regionalização Mapas e Responsabilidades Regionalização Mapas e Responsabilidades Maria do Rosário Perazzolo Antoniazzi Secretária Municipal de Saúde de Caxias do Sul Recorte de Saúde Atual e Hospitais da 5 CRS Novo Recorte da Região de Saúde

Leia mais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002 Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002 Ementa: criação de mecanismos para organizar, articular e integrar as ações voltadas à prevenção e ao controle

Leia mais

Desafios da implantação dos dispositivos do Decreto 7.508/11

Desafios da implantação dos dispositivos do Decreto 7.508/11 Desafios da implantação dos dispositivos do Decreto 7.508/11 SBC/SP, 05/03/2013 Saúde Direito de todos e dever do Estado Constituição Federal Lei 8.080 Lei 8.142 Decreto 7.508 Lei 12.401 Lei 12.466 Lei

Leia mais

Brasília-DF, abril de 2012.

Brasília-DF, abril de 2012. Ministério da Saúde / Secretaria-Executiva Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS (DEMAS) Coordenação Geral de Monitoramento e Avaliação (CGMA) Brasília-DF, abril de 2012. Política de Monitoramento

Leia mais

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013.

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar 141 - Considerações Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Especiais Base legal: Arts. 71 a 74 Lei 4.320/64 Art. 71: Constitui fundo especial o produto de

Leia mais

SGTES. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Ministério da Saúde

SGTES. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Ministério da Saúde SGTES Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde Ministério da Saúde Oficina Pró e PET-Saúde Brasília - DF 10 de agosto de 2012 1 CONTEXTO O Plano

Leia mais

SIMULADO Lei 8142/90

SIMULADO Lei 8142/90 Mentoria de Legislação do SUS Turma de Mentoria: 3 Meses RESOLUÇÃO SIMULADO Lei 8142/90 1 1. Sobre a lei 8142/90, analise as sentenças abaixo e assinale a alternativa correta: 1ª. A representação dos usuários

Leia mais

HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA X TECNICIDADE (PRATICA ASSISTENCIAL) ÉPOCA HIPOCRÁTICA: (Maria Cezira N. Martins)

HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA X TECNICIDADE (PRATICA ASSISTENCIAL) ÉPOCA HIPOCRÁTICA: (Maria Cezira N. Martins) José Erivalder Guimarães de Oliveira Médico do Trabalho Ergonomista Secretario de Formação e Relações Sindicais da Fenam Presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo 1996 a 2005 Médico Assessor do

Leia mais

2ª fase Lei Eloy Chaves e Caixas de Aposentadorias e Pensões:

2ª fase Lei Eloy Chaves e Caixas de Aposentadorias e Pensões: Aula 13 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil Faremos a seguir uma análise histórica para entendermos como surgiu a Previdência Social no Brasil. Dividiremos o assunto em 7 fases

Leia mais

Política Nacional de Atenção às Urgências. Enfª Senir Amorim

Política Nacional de Atenção às Urgências. Enfª Senir Amorim Política Nacional de Atenção às Urgências Enfª Senir Amorim Como está a atenção às urgências no cenário da sua região? A Atenção às Urgências Deve fluir em todos os níveis do SUS; Organizando a assistência

Leia mais

BIBLIOTECA LAS CASAS Fundación Index

BIBLIOTECA LAS CASAS Fundación Index Cómo citar este documento BIBLIOTECA LAS CASAS Fundación Index http://www.index-f.com/lascasas/lascasas.php Ximenes Neto FRG, Costa MCF. Percepções dos auxiliares e técnicos de enfermagem sobre os abanicos

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 Regulamenta o 3 o do art. 198 da Constituição Federal para dispor sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente pela União, estados, Distrito Federal e municípios em

Leia mais

Voltando no tempo... Voltando no tempo... 25/08/2011. Estado autoritário, controlador, centralizador Sistema de Saúde

Voltando no tempo... Voltando no tempo... 25/08/2011. Estado autoritário, controlador, centralizador Sistema de Saúde SUS SUA HISTÓRIA, SEUS PRINCÍPIOS Educação em Saúde 2011.2 Prof. Wagner Alves Voltando no tempo... Estado autoritário, controlador, centralizador Sistema de Saúde Fragmentado Restrição de acesso Sem participação

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR

Leia mais

Teste Legislação do SUS Concurso Saúde Maceió Prof.: Rafael Azeredo

Teste Legislação do SUS Concurso Saúde Maceió Prof.: Rafael Azeredo Teste Legislação do SUS Concurso Saúde Maceió -2012 Prof.: Rafael Azeredo 1. Pode-se classificar com Região de Saúde segundo o decreto 7508/11 a alternativa: a) Acordo de colaboração firmado entre entes

Leia mais

SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO

SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 4ª Região 2007. 1. Para um trabalhador que não possua dependentes, o benefício salário-família não será concedido; para o trabalhador que se encontre incapaz temporariamente

Leia mais

PLANO DA REDE ESTADUAL DE ATENÇÃO EM ALTA COMPLEXIDADE TRAUMATO-ORTOPÉDICA

PLANO DA REDE ESTADUAL DE ATENÇÃO EM ALTA COMPLEXIDADE TRAUMATO-ORTOPÉDICA GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICA COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DO SISTEMA DE SAÚDE SUBCOORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO E ACOMPANHAMENTO DAS PROGRAMAÇÕES

Leia mais

CARTA ABERTA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO DA REGIÃO CENTRO-OESTE

CARTA ABERTA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO DA REGIÃO CENTRO-OESTE Os participantes do I Encontro dos Profissionais de Segurança e Saúde do Trabalho da Região Centro-Oeste, realizado nos dias 01 e 02 de dezembro de 2016, na Cidade de Brasília, Distrito Federal, tornam

Leia mais

CAFÉ COM SAÚDE: RODA DE CONVERSA PARA DISCUTIR O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

CAFÉ COM SAÚDE: RODA DE CONVERSA PARA DISCUTIR O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE CAFÉ COM SAÚDE: RODA DE CONVERSA PARA DISCUTIR O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Bruna Fernandes SILVA¹; Gabriela Rodrigues ALVES²; Lorrayne Emanuela Duarte da SILVA³; Ilda Estefani Ribeiro MARTA

Leia mais