PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SGQ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SGQ"

Transcrição

1 1 de 6 1 OBJETIVOS Garantir a padronização e definir diretrizes para elaboração, controle e estabelecer regras para formatação, verificação, aprovação, distribuição, revisão, guarda, cancelamento e descarte da documentação do Sistema de Gestão da Qualidade da Câmara Municipal de Manaus CMM. 2 CAMPO DE APLICAÇÃO Todas as atividades dos processos pertencentes ao escopo do Sistema de Gestão da Qualidade da CMM. 3 REFERENCIAS ÀS NORMAS 3.1 MGQ.422 Manual de Gestão da Qualidade; PP.421 Documentos do SGQ; 3.3 ABNT NBR ISO 90: requisito 4.2 Requisitos de Documentação. 3.4 ABNT NBR ISO 9000: Sistema de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. 4 DEFINIÇÕES E SIGLAS Aprovação: Ato de liberação para uso de um documento novo ou revisado. 4.2 Backup: Cópia de segurança dos documentos do SGQ. 4.3 Dados: Documento de natureza comprobatória, porém diferente do registro, pode sofrer atualizações (Ex: Cronograma, mapas, tabelas e etc.). 4.4 Elaboração: Ato de documentar determinado procedimento, visando suprir necessidade de padronização de uma determinada atividade. 4.5 Registros: Documento de gênero textual ou gráfico, físico ou eletrônico, comprobatório preenchido em forma de relatório. Por ser considerado como a fotografia do momento em que foi emitido, não pode ter sua data modificada, ou seja, não sofre atualizações. Sua rastreabilidade decorre de sua numeração sequencial e data de emissão. 4.6 Versão de Adequação: Reavaliação forçada para que os documentos do SGQ não ultrapasse a um ano sem revisão. 4.7 Verificação: Ato de analisar se a documentação está de acordo com os padrões de elaboração e se o conteúdo de acordo com o solicitado, comparando com outros procedimentos e/ou a norma ABNT NBR ISO 90: SIGLAS/ABREVIATURAS a) CGQ - Conselho de Gestão da qualidade. b) COGQ - Coordenação de Gestão da qualidade. c) PDF - Portable Document Format é um formato de arquivo, desenvolvido pela Adobe Systems, para representar documentos de maneira independente do aplicativo, do hardware e do sistema operacional usado para criá-los. d) RCF - Requisito de Cargo e Função. e) RD - Representante da Direção. f) SAD - Solicitação de Aprovação de Documento.

2 2 de 6 g) CMM - Câmara Municipal de Manaus. 5 S E RESPONSABILIDADES 5.1 Codificação dos Documentos Política da Qualidade A Política da qualidade tem sua revisão e data independente dos demais documentos e deve sempre acompanhar abaixo do seu texto em qualquer local de publicação, seja no Manual da Qualidade, Quadros, folders, cartilhas ou em sites eletrônicos. Para não fugir da padronização, a Política da qualidade será identificada pelo código PQC , onde: PQC Revisão da Política da Qualidade, sendo a primeira emissão iniciada em Número não sequencial, com três caracteres numéricos para não fugir da padronização de três dígitos. - MQC = Sigla do Política da Qualidade da CMM Manual de Gestão da Qualidade O manual é identificado pelo código MGQ , onde: MGG Revisão do manual, sendo a primeira emissão iniciada em Número não sequencial, com três caracteres numéricos que representam o requisito da norma ABNT NBR ISO 90:2008 que cita o manual. - MGQ = Sigla do Manual de Gestão da Qualidade Procedimentos Normativos do 3º nível Os procedimentos são identificados pelo código XX.YYY-ZZ, onde: PQ. XXX - YY - Revisão do procedimento, sendo a primeira emissão iniciada em Número não sequencial, com três caracteres numéricos que representam o requisito da norma ABNT NBR ISO 90:2008 que cita o...assunto do procedimento, exceto o PQ que é nº sequencial começando em 0. - PQ ou PP = Sigla do documento.

3 3 de Procedimentos Normativos do 4º nível Os procedimentos são identificados pelo código IT.XXX.YY-ZZ, onde: IT. XXX. YY - ZZ - Revisão do documento, sendo a primeira emissão iniciada em Número sequencial do documento iniciando em Número não sequencial com três caracteres numéricos que representam o requisito da NBR ISO 9000:2008 que cita o assunto do documento. - IT = Sigla de Instrução de Trabalho Formulários do SGQ Os formulários utilizados no SGQ são citados no item anexos dos procedimentos documentados que o utilizam (Plano da Qualidade, Procedimentos Padrão ou Instrução de Trabalho) e identificados em seu próprio rodapé pelo código FQ. AXXX.YY-ZZ, onde: FQ. AXXX-YY (dd.mm.aa), onde: Codificação Descrição FQ - Abreviação de Formulário da Qualidade. A XXX - Letra sequencial que indica a ordem de cadastro no procedimento. - Código do Procedimento ou requisito onde está inserido o formulário. Possui 3 caracteres se for procedimento do 1º ou 2º nível e 5 caracteres se o procedimento for do 3º nível. YY - Revisão do formulário, com a primeira emissão iniciada em 00. (dd.mm.aa) - Indicação da data de revisão do formulário. 5.2 Formatação de s para Documentos Normativos e Comprobatórios A documentação deve ser elaborada em meio eletrônico, utilizando qualquer Sistema Operacional que aceite o MS Office ou similar. Tabela de Formatação de Documentos: LAYOUT PÁGINA FONTE CARACTERÍSTICAS MGQ PQ PP IT REGISTROS Margens Tamanho Tamanho A4 A3 / A4 A4 A4 Côr Branca Branca Branca Branca Orientação Retrato Paisagem Retrato Retrato Superior Inferior Esquerda Direita Tipo Arial Arial Arial Arial Nome Docum. 16 CX ALTA 16 CX ALTA 16 CX ALTA 16 CX ALTA Cabeçalho Título 14 CX ALTA 14 CX ALTA 14 CX ALTA 14 CX ALTA Corpo Tabela 8 a 10 8 a 10 8 a 10 8 a 10 Rodapé 8 a 10 8 a 10 8 a 10 8 a 10 Côr Prêta Prêta Prêta Prêta Padronização do formulário definida pelo gestor do processo, porem manter layout de cabeçalho padronizado conforme PP.421 (Documentos do Sistema de Gestão da Qualidade). A logo da ISOCÂMARA não é obrigatória.

4 4 de Análise Após a elaboração da Solicitação de Aprovação do Documento SAD, o Controle de Documentos envia ao Conselho de Gestão da Qualidade CGQ para analisar com base nos seguintes critérios: a) Verificar a necessidade de padronização da atividade e sua finalidade; b) Atendimento às exigências, para enquadramento conforme padrões normativos do SGQ; c) Existência de outro documento no mesmo nível com a mesma finalidade ou teor, neste caso verificar se os documentos idênticos podem ser unificados ou se um dos dois será cancelado. 5.4 Aprovação: Os documentos do nível 1 (Política da Qualidade) e nível 2 (Manual da Qualidade) são aprovados pelo Presidente da CMM ou Representante da Direção (RD) Os documentos do nível 3 (Plano da Qualidade e Procedimento Padrão) e nível 4 (Instrução de Trabalho), são aprovados pelo CGQ Por ocasião de impossibilidade da aprovação de qualquer dos membros CGQ, o Documento a ser aprovado deverá ser assinado pelo substituto, indicado pelo gestor do Processo, ou, ainda, por indicação formal em documento escrito e encaminhado à Coordenação de Gestão da Qualidade COGQ. 5.5 Controle: Cabe ao Responsável pelo Controle de Documentos do COGQ manter a Lista-Mestra de Documentos - LMD com as informações atualizadas. 5.6 Implantação: Cabe ao gestor do processo ou pessoa designada a responsabilidade pelo treinamento dos servidores nos documentos operacionais e sua devida aplicação no processo conforme previsto no PP.622 (competência, treinamento e conscientização). 5.7 Distribuição e Controle O Responsável pelo Controle de Documentos da COGQ gerencia a pasta do SGQ na rede, onde contém toda a documentação pertinente ao Sistema de Gestão da Qualidade Para garantir acesso ao SGQ a todos os servidores, o gestor do processo mantém uma pastas com todos os procedimentos em seu respectivo departamento envolvido no escopo do SGQ As pastas são atualizadas por um servidor do próprio Departamento conforme distribuição de cópia controlada emitidas pela COGQ Todos os documentos disponíveis na rede, em PDF, são protegidos contra edição ou alteração, com permissão para os usuários somente para leitura. Caso algum usuário queira uma cópia não controlada, a mesma deverá ser solicitada ao Controle de Documentos da COGQ.

5 5 de A cópia controlada a ser distribuída fisicamente deverá conter o carimbo com a inscrição DOCUMENTO ORIGINAL. A Cópia não controlada com distribuição física deverá sair com a seguinte mensagem em seu rodapé: CÓPIA NÃO CONTROLADA CONSULTAR ANTES DO USO Visando assegurar a integridade ou perda dos documentos, é realizado Backup de segurança pelo administrador de rede conforme IT (Backup de documentos do SGQ) Cópia de documento disponibilizada no Portal da CMM deverá sair com a seguinte mensagem em seu rodapé: A Gestão documental controla e distribui as normas relacionadas ao SGQ. Os demais documentos externos, como leis, resoluções, decretos e etc., são apresentados no portal da CMM como originais no formato digital. Quando for feito o download e impresso por qualquer usuário, passa a ser cópia não controlada. 5.8 Documentos Obsoletos, Cancelados, Revisados Qualquer revisão nos documentos do SGQ (procedimento ou formulário) deve ser feita através da SAD. O mesmo se aplica a cancelamentos e revisões Nenhum documento poderá ser emitido com revisão anterior após a publicação do documento revisado As descrições da alteração efetuadas nos documentos são indicadas no próprio documento, item Revisões onde deve ser informado o histórico de revisões realizadas e no formulário SAD (documentos de níveis 1, 2 e 3) Cópias físicas obsoletas e canceladas dos documentos operacionais devem ser destruídas imediatamente após a substituição da nova ou publicação da SAD. 5.9 Avaliação periódica dos documentos do SGQ (Reavaliação) Os documentos do 2º, 3º e 4º nível que não sofrerem revisão após um ano de sua emissão, deverão ser enviados aos responsáveis de cada processo para revisão de adequação Mesmo que o documento não sofra nenhuma alteração na revisão de adequação, será registrada como nova revisão. 6 REGISTROS E DADOS 6.1 Registros da Qualidade Identificação Acesso Armazenamento Proteção e Recuperação Tempo de Retenção Descarte FQ.A423 SAD Controle de Documentos Meio Físico Pasta AZ na COGQ 1 ano após aprovação Destruir

6 6 de 6 7 ANEXOS FQ.A423 SAD (Solicitação de Aprovação de Documentos). FQ.B423 LMD (Lista Mestra de Documentos). 8 REVISÕES DATA REV. DESCRIÇÃO DA REVISÃO 09/05/14 00 Primeira emissão. Descrição detalhada sobre o controle de documentos, incluindo alterações realizadas pelo PP.421-, bem como acréscimo de item para incluir Item Por ocasião de impossibilidade da aprovação de qualquer dos membros CGQ, evitando demora injustificável de aprovação do documentos, conforme o que preconiza o item (...são aprovados pelo CGQ ou pessoa designada na sua ausência ; Alteração da logo ISOCÂMARA em todos os anexos. Incluir, ainda, o item Cópia de documento disponibilizada no Portal da CMM deverá sair com a seguinte mensagem em seu rodapé: Cópia não controlada quando impressa ou transmitida eletronicamente 9 APROVAÇÃO ELABORAÇÃO APROVAÇÃO 18/08/24 18/08/24 Leôncio Oliveira Antonio Gilson Nogueira

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado 1 de 5 1 OBJETIVOS Identificar características mínimas para o desempenho de cada função; bem como descrever competências a serem desenvolvidas através de treinamento para o desempenho das atividades de

Leia mais

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado AUDITORIAS INTERNAS

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado AUDITORIAS INTERNAS 1 de 8 1 OBJETIVOS Definir uma metodologia para planejamento e realização das Auditorias Internas que visam medir grau de implementação e operacionalidade do Sistema de Gestão da Qualidade SGQ, e se o

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial Elaborado: 16/04/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Análise Crítica e aprovação : 16/04/2007 Representante

Leia mais

SGQ Sistema de Gestão da Qualidade TIVOLITUR.

SGQ Sistema de Gestão da Qualidade TIVOLITUR. PÁGINA: 1 de 6 1.0 OBJETIVO: Controlar a documentação aplicável ao SGQ TIVOLITUR, a fim de garantir a padronização dos requisitos internos relacionados aos processos estratégicos, táticos e operacionais

Leia mais

Processo Controle de Documentos e Registros

Processo Controle de Documentos e Registros Dono do Processo Marilusa Lara Bernardes Bittencourt Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Kelly Vitoriny 1. OBJETIVOS: Descrever a forma como

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS PO. 01 11 1 / 11 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para elaboração e controle dos documentos e registros do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL INPI, no exercício das suas atribuições,

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL INPI, no exercício das suas atribuições, Resolução PR nº 03/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 18/03/2013 R E S O L U Ç Ã O Nº 03/2013

Leia mais

Do SNA-PJPB deve resultar a descrição do funcionamento de cada processo de trabalho habilitando seus executores para o desempenho das suas atividades.

Do SNA-PJPB deve resultar a descrição do funcionamento de cada processo de trabalho habilitando seus executores para o desempenho das suas atividades. Código: DIR-PJPB-001 Versão: 01 Data de Aprovação: 28/03/2010 Elaborado por: Secretaria de Gestão Estratégica Aprovado por: Presidente do TJPB 1 Objetivo Definir a organização, a apresentação e o ciclo

Leia mais

PP001/00 ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS

PP001/00 ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS SUMÁRIO 1. Objetivo... 2 2. Abrangência... 2 3. Documentos Complementares... 2 4. Definições/Siglas... 2 5. Descrição dos Procedimentos... 2 5.1 Identificação da Necessidade... 3 5.1.1 Estrutura da Documentação

Leia mais

PSQ 290.0300 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE

PSQ 290.0300 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE PSQ - (4.2.3 - Controle de Documentos) (820.40 Document Control) APROVAÇÃO MARCOS FERNANDES NUNES Gerente da QA/RA Data: / / ELABORAÇÃO REVISÃO GISELA CRISTINA LUÇOLLI NASS Assistente Administrativo APARECIDA

Leia mais

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS 1 de 15 msgq CONTROLE DE DOCUMENTOS MACROPROCESSO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESSO CONTROLE DE DOCUMENTOS CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

PLANO BÁSICO AMBIENTAL

PLANO BÁSICO AMBIENTAL ESTALEIRO ENSEADA 1/9 PROCEDIMENTO DE CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. Objetivo Este procedimento define o processo de elaboração, revisão, aprovação, divulgação e controle de documentos do Estaleiro Enseada

Leia mais

ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS

ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS SUMÁRIO 1. Objetivo... 2 2. Abrangência... 2 3. Documentos Complementares... 2 4. Definições/Siglas... 2 5. Descrição dos Procedimentos... 3 5.1 Identificação da Necessidade... 3 5.1.1 Estrutura da Documentação

Leia mais

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3.

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3. Procedimento de Gestão OGX PG.SMS.010 Denominação: Controle de Documentos do Sistema de Gestão de SMS SUMÁRIO Este procedimento define a sistemática e os critérios para a elaboração, revisão, aprovação

Leia mais

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO)

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO) Página: 1 de 5 NOME DO PROCESSO: COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE. SUBPROCESSO: Ouvidoria/sic, Serviço de Protocolo administrativo e Protocolo legislativo. 1. Objetivos do Processo. Razão da existência do processo;

Leia mais

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO)

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO) Página: 1 de 5 NOME DO PROCESSO: GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SUBPROCESSO: Capacitação e Desenvolvimento de Servidores. 1. Objetivos do. Principais benefícios esperado pelos clientes; Razão da existência

Leia mais

1 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Química Laboratório de Eletroquímica de Superfícies e Corrosão

1 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Química Laboratório de Eletroquímica de Superfícies e Corrosão 1 Universidade Federal do Paraná 1. OBJETIVO PQ-001 Pág. 1 de 8 Estabelecer diretrizes para elaboração e controle de documentos e dados do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) do Laboratório de Eletroquímica

Leia mais

Processo Controle de Documentos e Registros

Processo Controle de Documentos e Registros Dono do Processo Kelly Vitoriny Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Wilker Bueno 1. OBJETIVOS: Descrever a forma como é efetuado o controle

Leia mais

PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008

PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008 1 - OBJETIVO PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008 Este retrata a forma que deve ser conduzida a gestão dos s da entidade desde a sua concepção até o seu acompanhamento e melhoria. 2 - AUTORIDADE

Leia mais

Processo. Controle de Documentos e Registros

Processo. Controle de Documentos e Registros Dono do processo Samara Bastos Portela Substituto: Kelly Vitoriny A.C. M. G. da Silva Aprovado por Analisado criticamente por Marilusa Lara L Bittencourt 1. Propósito Descrever a forma como é efetuado

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 6 1. OBJETIVO Realizar o gerenciamento dos projetos desde o seu planejamento, desenvolvimento, recebimento, análise crítica, controle e distribuição nas obras. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Manual

Leia mais

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME PP.830-1 de 5 1. OBJETIVO Estabelecer o controle, responsabilidades e autoridade pertinentes para assegurar que o produto/serviço não conforme com os requisitos sejam identificados e controlados para evitar

Leia mais

Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade.

Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P. TJAM 57 Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade. Elaborado

Leia mais

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos Índice 1.0. Objectivo. 2 2.0. Campo de aplicação 2 3.0. Referências e definições....... 2 4.0. Responsabilidades... 3 5.0. Procedimento... 3 5.1. Generalidades 3 5.2. Controlo de documentos... 4 5.3. Procedimentos

Leia mais

MGQ.422-03. Manual da Qualidade. Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação

MGQ.422-03. Manual da Qualidade. Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação MGQ.422-03 O presente manual tem por objetivo descrever o Sistema de Gestão da Qualidade, onde é definida sua organização, responsabilidades, relações entre

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE COORDENAÇÃO DA QUALIDADE

GESTÃO DA QUALIDADE COORDENAÇÃO DA QUALIDADE 1/12 CONTROLE DE APROVAÇÃO ELABORADO REVISADO POR APROVADO Marcelo de Sousa Monteiro Wilma Marques de Oliveira Silvia Helena Correia Vidal Denise Andrade Araújo Wilma Marques de Oliveira HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES

Leia mais

OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE CONTROLE DE REGISTROS

OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE CONTROLE DE REGISTROS Aprovado ' Elaborado por Daniel Trindade/BRA/VERITAS em 05/02/2013 Verificado por Cintia Kikuchi em 05/02/2013 Aprovado por Americo Venturini/BRA/VERITAS em 14/02/2013 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS, CONTEÚDO E PROCESSOS GED/ECM QUALIDADE

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS, CONTEÚDO E PROCESSOS GED/ECM QUALIDADE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS, CONTEÚDO E PROCESSOS GED/ECM QUALIDADE Digitalize e Gerencie de forma estruturada e simples os documentos da Qualidade de sua empresa em uma plataforma segura e

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 13//2011 1. OBJETIVO: Estabelecer diretrizes e critérios para a prestação de serviços associados, referente a reclamações de clientes e as respectivas ações corretivas. Monitoramento das informações relativas

Leia mais

Controle de Documentos da Qualidade. Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial

Controle de Documentos da Qualidade. Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial Pág.: 1/19 Controle de alterações Revisão Data Local da Revisão Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial Item 5.5 Unificação dos itens 5.5.2 e 5.5.4, em função da exclusão da lista de Distribuição de documentos

Leia mais

PQ-01-TM. Procedimento de Controlo dos Documentos e Registos

PQ-01-TM. Procedimento de Controlo dos Documentos e Registos 1. OBJECTIVO Definir a metodologia para controlar os s do Sistema de Gestão da e os registos gerados, incluindo s de origem externa 2. ÂMBITO Este procedimento aplica-se ao controlo de todos os s e registos

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento 02 Adequação dos registros e padrões Adequação para o Sistema de Gestão Integrado, alteração do Item

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes 1) É obrigatória a apresentação da minha declaração de bens e rendas na Câmara? Sim. De acordo com as Leis nº 8.429/92 e nº 8.730/93, o servidor público

Leia mais

SEAP / CAS. Manual V1.0

SEAP / CAS. Manual V1.0 SEAP / CAS Manual V1.0 Janeiro - 2013 Coordenadoria de Administração de Serviços - CAS Palácio das Araucárias Rua Jacy Loureiro de Campos, s/nº 80530-140 - Centro Cívico - Curitiba Paraná Fone: (41) 3313-6071

Leia mais

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3.

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3. OGX Procedimento de Gestão PG.SMS.004 Denominação: Gestão de Mudanças SUMÁRIO Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os riscos inerentes as mudanças, desde

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes 1) É obrigatória a apresentação da minha declaração de bens e rendas na Câmara? Sim. De acordo com as Leis nº 8.429/92 e nº 8.730/93, o servidor público

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA.

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe do Serviço de Controle Diretora do Departamento de Diretora da Diretoria-Geral de e Divulgação da Gestão de Processos de Desenvolvimento Institucional Documentação

Leia mais

PROCEDIMENTO ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Página: 1 de 5 1. OBJETIVO Descrever como os documentos do Sistema de Gestão da Qualidade são elaborados, gerenciados e utilizados, de modo a assegurar que as informações pertinentes estejam adequadas

Leia mais

GERENCIAR GARANTIA DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA 1 OBJETIVO

GERENCIAR GARANTIA DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos em Garantia (DIGAR) Analisado por: Departamento de Produção (DEPRO) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC) 1

Leia mais

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO SISGED - SISTEMA DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 04/2011 1.0 Primeira versão. Priscila Drielle Sumário

Leia mais

EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS X SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO LEGISLAÇÃO - Art. 9º da Lei Federal 8.159/91 (Política

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA ESTUDOCOMPARATIVO NBRISO13485:2004 RDC59:2000 PORTARIA686:1998 ITENSDEVERIFICAÇÃOPARAAUDITORIA 1. OBJETIVO 1.2. 1. Há algum requisito da Clausula 7 da NBR ISO 13485:2004 que foi excluída do escopo de aplicação

Leia mais

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DE GESTÃO INTEGRADO

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DE GESTÃO INTEGRADO 1. OBJETIVO Estabelecer, documentar, implementar, aprimorar e manter um Sistema de Gestão da Qualidade e de Energia, que assegure a conformidade com os requisitos da norma de referência. Outrossim, a responsabilidade

Leia mais

QUEM SOMOS? www.imagelh.com.br Rua José Bonifácio, 466 Vila Planalto. Campo Grande/MS CEP 79009-010 Fone/Fax: (67)3324-6500

QUEM SOMOS? www.imagelh.com.br Rua José Bonifácio, 466 Vila Planalto. Campo Grande/MS CEP 79009-010 Fone/Fax: (67)3324-6500 QUEM SOMOS? "A Image LH é uma empresa prestadora de serviços com mais de quinze anos no mercado atendendo instituições financeiras, com sede em Campo Grande MS e filial em Porto Alegre RS. Atua no ramo

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS CONTROLE DE DOCUMENTOS E DADOS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS CONTROLE DE DOCUMENTOS E DADOS 1. Objetivo POP-L02 Página 1 de 12 Estabelecer as diretrizes para o controle de todos documentos e dados do Sistema de Gestão da Qualidade, de modo a garantir a rastreabilidade e padronização dos processos

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA.

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA. CONTROLAR O TRÂMITE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe do Serviço de Controle Diretora do Departamento de Diretora-Geral de Desenvolvimento e

Leia mais

PROCESSO AUDITORIA INTERNA

PROCESSO AUDITORIA INTERNA Dono do Processo Marcelo Borges dos Santos Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Luciana Vieira Magalhães 1 OBJETIVOS Avaliar periodicamente,

Leia mais

Ao Salvar a Nota Fiscal, um dos botões que se tornam ativos é o que comanda a rotina de Emissão da NFe Nota fiscal Eletrônica:

Ao Salvar a Nota Fiscal, um dos botões que se tornam ativos é o que comanda a rotina de Emissão da NFe Nota fiscal Eletrônica: Rotinas para Nota Fiscal Eletrônica Considerações... Ao Salvar a Nota Fiscal, um dos botões que se tornam ativos é o que comanda a rotina de Emissão da NFe Nota fiscal Eletrônica: Clicando neste surge

Leia mais

Não há documentação de referência para o processo.

Não há documentação de referência para o processo. Código: MAN-SADM-004 Versão: 00 Data de Aprovação: 24/05/2010 Elaborado por: Coordenadoria de Serviços Gerais Aprovado por: Secretaria Administrativa 1 Objetivo Estabelecer os critérios e os procedimentos

Leia mais

AQUISIÇÃO E AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS E PRODUTOS

AQUISIÇÃO E AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS E PRODUTOS Elaborado por Márcio Flávio Ribeiro Pereira Visto Aprovado por José Carlos de Andrade Visto CONTROLE DE REVISÃO Revisão Data Item Natureza das alterações 0 05/03/2005 - Emissão inicial 1 27/05/2005 5.3

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família

Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família Desde o dia 01 de dezembro, o novo sistema de Gestão do Programa Bolsa Família (SIGPBF) do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) está disponível para os

Leia mais

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso.

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso. 1 Estabelece procedimentos para a realização do Trabalho de Conclusão TC II, no âmbito da graduação, bacharelados e licenciaturas, para fins de conclusão de curso, nos termos regimentais. Art. 1º. Os alunos

Leia mais

DOCUMENTO OPERACIONAL PROCESSO: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E EVENTOS SETOR RESPONSÁVEL: EVENTOS

DOCUMENTO OPERACIONAL PROCESSO: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E EVENTOS SETOR RESPONSÁVEL: EVENTOS SETOR RESPONSÁVEL: PÁGINA: 1 de 8 1.0 OBJETIVO: Identificar e analisar as solicitações de clientes na modalidade eventos, selecionar fornecedores que possam atender aos requisitos solicitados, efetuar

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data Emissão NOV/2005

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data Emissão NOV/2005 E N U N C I A D O Página 1 de 5 Código CA- POP-GQ 001 PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP Data Emissão NOV/2005 Versão nº 01 ÁREA EMITENTE: GERÊNCIA DA QUALIDADE ASSUNTO: POP - Procedimento Operacional

Leia mais

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DA QUALIDADE 1. OBJETIVO Estabelecer, documentar, implementar, aprimorar e manter um, que assegure a conformidade com os requisitos da norma de referência. 2. CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTRO 2. CONTROLE DE DOCUMENTOS

Leia mais

MANUAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO DOS TUTORES DA REDE EAD-MT

MANUAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO DOS TUTORES DA REDE EAD-MT SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE MATO GROSSO SECRETARIA ADJUNTA DE POLÍTICAS, PROGRAMAS E PROJETOS GESTÃO ESTADUAL EAD COORDENAÇÃO DE ENSINO MANUAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO DOS

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Página 1 de 9 1. OBJETIVO Estabelecer as diretrizes básicas pertinentes ao tratamento e manutenção de acervos arquivísticos ou bibliográficos, sejam administrativos, técnicos ou especializados nas instalações

Leia mais

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos de TI (DIETI) Analisado por: Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

Documento de Requisitos Sistema WEB GEDAI

Documento de Requisitos Sistema WEB GEDAI Universidade Federal de São Carlos Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia Departamento de Computação GEDAI-Grupo de Estudo e Desenvolvimento em Automação Industrial Documento de Requisitos Sistema WEB

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 02 de outubro de 2015. Aprovado, Antonia Valeria Martins Maciel 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO

Leia mais

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe Departamento de s de Informação (DESIS) DESENVOLVER SISTEMAS Analisado por: Departamento de s de Informação (DESIS) Aprovado por: Diretor-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

Coordenação-Geral da Qualidade Procedimento do Formulário Digital SUMÁRIO

Coordenação-Geral da Qualidade Procedimento do Formulário Digital SUMÁRIO SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 2 2. CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 2 4. DEFINIÇÕES E SIGLAS... 2 5. PROCEDIMENTO... 3 5.1. Introdução 5.2. Configurar / habilitar macros 5.3. Procedimentos

Leia mais

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 2014 Manual do AP_Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 0 Sumário 1. Sobre esse manual... 3 2. Habilitando e Configurando o AP_Conta... 4 3. Habilitação e Licenciamento...

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais

TI. 01 BACK UP MACROPROCESSO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROCESSO BACK UP

TI. 01 BACK UP MACROPROCESSO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROCESSO BACK UP 1 de 7 BACK UP MACROPROCESSO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROCESSO BACK UP BACK UP 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 5. REGISTROS... 6 6. HISTÓRICO

Leia mais

GERENCIAMENTO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO LABORATORIAL 1. OBJETIVO

GERENCIAMENTO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO LABORATORIAL 1. OBJETIVO 1/7 1. OBJETIVO Estabelecer padrão para o gerenciamento do sistema de informação laboratorial, de forma a garantir a confiabilidade dos dados relacionados aos pacientes, precisão dos cálculos e preservação

Leia mais

CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 9001:2008 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 9001:2008 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PÁGINA: 1 de 20 CLAUSULA 4.0 DA NORMA ISO 91:28 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 4.1 Requisitos gerais. A TIVOLITUR estabelece, documenta, implementa e mantêm seu sistema de gestão da qualidade, visando

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

PROCESSO AUDITORIA INTERNA

PROCESSO AUDITORIA INTERNA Dono do Processo Marilusa L B Bittencourt Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Lucila Borges de Sant'Anna 1 OBJETIVOS Avaliar periodicamente,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 Assunto: Aprovado por: Revogação: Conteúdo em ambiente de compartilhamento SharePoint dos Operadores Aéreos Portaria n o 860, de 7 de maio de 2012,

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO CERTIFICADO DIGITAL O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SETIN, DE 16 DE OUTUBRO DE 2008.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SETIN, DE 16 DE OUTUBRO DE 2008. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SETIN, DE 16 DE OUTUBRO DE 2008. O SECRETÁRIO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO, no uso de suas atribuições legais e regulamentares,

Leia mais

Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório

Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório Para obter a acreditação o laboratório deve implementar um sistema de gestão da qualidade com especial atenção para os aspectos da

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE Baixa Simplificada de Empresas 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro Acesso: Cadastro

Leia mais

SPED Sistema Público de Escrituração Fiscal CONTROLES MÍNIMOS PARA A SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Prof. Ms. Edison Fontes, CISM, CISA, CRISC

SPED Sistema Público de Escrituração Fiscal CONTROLES MÍNIMOS PARA A SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Prof. Ms. Edison Fontes, CISM, CISA, CRISC NUCLEO CONSULTORIA EM SEGURANÇA Artigo SPED Sistema Público de Escrituração Fiscal CONTROLES MÍNIMOS PARA A SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO BRASIL, São Paulo Novembro, 2013 V.1.0 1. RESUMO Este artigo apresenta

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR 1 de 7 msgq - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR BORDERÔS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta O / Entrada e Digitalização O / Back-Office O / Tratar Mensagem O / Registo de Entrada O / Pesquisa e Arquivo O / Recolha de Estatísticas Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA. Implementar uma infraestrutura padronizada e segura para a comunicação eletrônica oficial da UFTM.

NORMA PROCEDIMENTAL COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA. Implementar uma infraestrutura padronizada e segura para a comunicação eletrônica oficial da UFTM. 50.01.005 1/10 1. FINALIDADE Implementar uma infraestrutura padronizada e segura para a comunicação eletrônica oficial da UFTM. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Todos os órgãos da UFTM e, em especial, na Assessoria

Leia mais

PROC. 03 CONTROLE DE REGISTROS

PROC. 03 CONTROLE DE REGISTROS 1 de 6 CONTROLE DE REGISTROS MACROPROCESSO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESSO CONTROLE DE REGISTROS CONTROLE DE REGISTROS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Sumário INTRODUÇÃO... 3 1.1. SOBRE O GUIA... 3 2. PRÉ-REQUISITO... 3 2.1. PREMISSAS DE FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Documento de Visão Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Junho de 2011 Histórico de revisão: DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTORES 19/02/2011 1.0 Versão inicial. João Ricardo, Diogo Henrique. 24/02/2011 2.0 Modificação

Leia mais

PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL

PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL 1. Acesse http://siops.datasus.gov.br, opção Certificação Digital. 1.1. Acesse a 1ª ETAPA - Orientações Gerais e leia as informações para ter uma visão

Leia mais

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006 01/07 Elaborado por: 21/08/2006 isado por: 21/08/2006 provado por: 21/08/2006 Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Objetivos: Determinar,

Leia mais

ISSQN MANUAL DE. UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição

ISSQN MANUAL DE. UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição ISSQN MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição 1 O QUE É A NOTA FISCAL ELETRÔNICA NFe? São notas fiscais de serviços emitidas através de um microcomputador conectado a Internet através

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. CAMPO DE APLICAÇÃO 3. REFERÊNCIAS 4. DEFINIÇÕES 5. SIGLAS 6. CONDIÇÕES GERAIS 7. RESPONSABILIDADES 8. ANEXOS 1. OBJETIVO Este procedimento é estabelecido e mantido para uniformizar

Leia mais

NORMA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA

NORMA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA Data: 17 de dezembro de 2009 Pág. 1 de 13 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. INTRODUÇÃO 3 2. FINALIDADE 3 3. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3 4. PADRONIZAÇÃO DOS RECURSOS DE T.I. 4 5. AQUISIÇÃO

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL Nº 023/PRPGP/UFSM, DE 29 DE ABRIL DE 2015 Programa Especial de Incentivo às Revistas Científicas

Leia mais

livros indicados e / ou recomendados

livros indicados e / ou recomendados Material complementar. Não substitui os livros indicados e / ou recomendados Prof. Jorge Luiz - 203 Pág. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE - SGQ Sistema de Gestão da Qualidade SGQ é a estrutura a ser criada

Leia mais

AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Elaboração Juscelino Bourbon PRO - GADS - 03-01 Versão Data Histórico Aprovação 00 30/05/11 Emissão de procedimento. Katty Cavalcanti Separação entre avaliação e 01 08/11/11 seleção

Leia mais

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO)

PLANO DA QUALIDADE (MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS DO PROCESSO) Página: 1 de 5 NOME DO PROCESSO: GESTÃO DOCUMENTAL SUBPROCESSO: Controle de Documentos do. 1. Objetivos do Processo. Principais benefícios e razão da existência do processo, vinculando-o à Política e Objetivos

Leia mais