Utilização de substratos alternativos na produção de mudas de pimenteira ornamental (Capsicum sp L.)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Utilização de substratos alternativos na produção de mudas de pimenteira ornamental (Capsicum sp L.)"

Transcrição

1 Utilização de substratos alternativos na produção de mudas de pimenteira ornamental (Capsicum sp L.) Use of alternative substrates in seedlings of ornamental pepper production (Capsicum sp L.) CRISPIM, Joelson Germano 1 ; RÊGO, Elizanilda Ramalho do 1 ; PESSOA, Ângela Maria dos Santos 1 ; RÊGO, Mailson Monteiro do 1 1 Universidade Federal da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Biológicas, Campus II, Rodovia PB Km 12, CEP: , Areia PB, Brasil. E- mail: RESUMO Objetivo desse trabalho foi avaliar a influência de diferentes substratos no desenvolvimento de mudas de pimenteira ornamental (Capsicum sp). O estudo foi realizado no Laboratório de Biotecnologia Vegetal do CCA/UFPB. Foram utilizados doze tratamentos T1 = substrato comercial Plantmax (tratamento controle); T2 = areia lavada (100%); T3 = terra vegetal (100%); T4 = areia lavada + esterco bovino (1:1 v/v); T5 = areia lavada + terra vegetal (1:1 v/v); T6 = substrato comercial Plantmax + terra vegetal (1:1 v/v); T7 = areia lavada + terra vegetal + substrato comercial Plantmax (1:1:1 v/v); T8 = terra vegetal + areia lavada + esterco caprino (1:1:1 v/v); T9 = terra vegetal + areia lavada + esterco bovino (1:1:1 v/v); T10 = substrato comercial Plantmax + esterco caprino + areia lavada; T11 = areia lavada + substrato comercial Plantmax + esterco bovino (1:1:1 v/v); T12 = areia lavada + esterco caprino + esterco bovino + terra vegetal (1:1:1:1 v/v), com 16 repetições. As combinações de substrato; areia lavada + terra vegetal + Plantmax (T7), terra vegetal + areia lavada + esterco caprino (T8), terra vegetal + areia lavada + esterco bovino (T11), areia lavada + Plantmax + esterco bovino e areia lavada + esterco caprino + esterco bovino + terra vegetal (T12), são indicadas como substrato alternativo na produção de mudas de pimenteira ornamental. É possível a utilização de substratos alternativos na produção de mudas de pimenteira ornamental uma vez que estes não prejudicam o desenvolvimento das plântulas Palavras-chave: adubação orgânica; plântula; qualidade de mudas Abstract: Objective of this study was to evaluate the influence of substrate in the development of ornamental pepper seedlings (Capsicum sp). The study was conducted in Laboratory of Plant Biotechnology at CCA/UFPB. Were used twelve treatments with T1 = Plantmax commercial substrate (control ) ; = T2 washed sand (100 %); T3 = topsoil (100 %); T4 = + manure washed sand (1: 1 v / v ); = T5 + topsoil washed sand (1: 1 v / v ); T6 = + Plantmax commercial substrate topsoil (1: 1 v / v ); T7 = topsoil washed sand + + Plantmax commercial substrate (1: 1: 1 v / v ); T8 = topsoil + + goat manure washed sand (1: 1: 1 v / v ); T9 = vegetable soil + sand + manure washed (1: 1: 1 v / v ); T10 = commercial substrate Plantmax + goat manure + washed sand ; T11 = washed sand + commercial + substrate Plantmax manure (1 : 1: 1 v / v); Washed sand + T12 = + goat manure bovine manure, vegetable earth ( 1: 1 : 1: 1 v / v) 16 repetitions, which eleven commercial alternative substrates and substrate Plantmax. The combinations of substrate sand washed + topsoil + Plantmax (T7), topsoil + washed sand + goat manure (T8), washed sand + topsoil + bovine manure (T9), washed sand +

2 Plantmax + bovine manure (T11) and washed sand + goat manure + topsoil (T12) are indicated as an alternative substrate for the production of seedlings of ornamental pepper. It is possible to use alternative substrates in the production of ornamental pepper seedlings as they do not harm the seedling development Keywords: organic fertilization; seedling; quality seedlings INTRODUÇÃO O agronegócio de pimentas (Capsicum spp.) está entre os melhores exemplos de integração entre todos os que atuam na cadeia produtiva de hortaliças (Silva Neto et al., 2014). No Brasil, o cultivo de pimentas é de grande importância, pelos seus diversos usos, in natura e/ou processadas, proporciona boa rentabilidade e fixação de agricultores familiares no campo. Esses agricultores são responsáveis pelo aumento da expansão da área cultivada de pimenteiras no país (Rêgo et al. 2011; Finger et al. 2012). Além das diversas utilidades na área alimentícia, o alto valor estético contribuiu para a inserção das pimentas no mercado de ornamentais, com à capacidade de crescer em vasos pequenos, durabilidade, fácil manutenção e por apresentar folhagem e frutos coloridos (Rêgo et al., 2012). Com o crescimento desse mercado no país, tornam-se necessários estudos em fatores de produção de pimenteiras em vaso. Uma das principais etapas do sistema de produção da pimenta ornamental é a produção de mudas de qualidade, pois delas depende o desempenho final das plantas, visto que o substrato exerce influência na arquitetura do sistema radicular e no estado nutricional das plantas (Finger et al., 2012). A escolha certa do substrato é de fundamental importância, pois propriedades químicas e físicas podem variar de um substrato para outro, favorecendo ou prejudicando a germinação das sementes e desenvolvimento das plântulas (Barbosa et al.,1985). Além desses aspectos, o substrato adequado deve ser livre de patógenos e serem compostos por materiais de baixo custo e encontrado na propriedade. Assim, é quase impossível encontrar um substrato com todas as características necessárias para garantir uma muda de qualidade, daí a necessidade de misturar vários materiais para conseguir um substrato próximo ao ideal (Araújo Neto et al., 2009). Portanto, a utilização de resíduos orgânicos disponíveis em cada região, constitui-se uma alternativa de baixo custo na produção de mudas. Diante do exposto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a influência de diferentes substratos no desenvolvimento de mudas de pimenteira ornamental (Capsicum sp L.). METODOLOGIA O estudo foi realizado no campo experimental do Laboratório de Biotecnologia Vegetal do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), situado na cidade de Areia-PB.

3 As sementes das pimentas ornamentais foram semeadas em bandejas de isopor (poliestireno) de 200 células. Foram utilizadas três sementes por células e as bandejas foram mantidas em ambiente sombreado até a germinação das sementes, ocasião em que foi realizado o desbaste, deixando apenas uma plântula por célula; em seguida as bandejas foram colocadas em ambiente com sol. Os substratos avaliados foram: T1 = substrato comercial Plantmax (tratamento controle); T2 = areia lavada (100%); T3 = terra vegetal (100%); T4 = areia lavada + esterco bovino (1:1 v/v); T5 = areia lavada + terra vegetal (1:1 v/v); T6 = substrato comercial Plantmax + terra vegetal (1:1 v/v); T7 = areia lavada + terra vegetal + substrato comercial Plantmax (1:1:1 v/v); T8 = terra vegetal + areia lavada + esterco caprino (1:1:1 v/v); T9 = terra vegetal + areia lavada + esterco bovino (1:1:1 v/v); T10 = substrato comercial Plantmax + esterco caprino + areia lavada; T11 = areia lavada + substrato comercial Plantmax + esterco bovino (1:1:1 v/v); T12 = areia lavada + esterco caprino + esterco bovino + terra vegetal (1:1:1:1 v/v). Quando as plântulas provenientes do tratamento controle apresentaram quatro folhas definitivas com 40 dias após a semeadura, foram coletados os dados biométricos para as seguintes características avaliadas: C. P. Comprimento da plântula (cm); L. PA. Largura da parte aérea (cm); M. F. Massa Fresca (kg); M. H. Massa do hipocótilo (kg); M. P. A. Massa da parte Aérea (kg); M. S. Massa seca (kg). Os valores da massa fresca e da massa seca foram determinados com auxílio de balança analítica. O experimento foi conduzindo em delineamento inteiramente casualizado com um total de doze tratamentos e dezesseis repetições. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias foram agrupadas de acordo com o teste de Tukey a 5% de probabilidade. Todas as análises foram realizadas utilizando o programa computacional Genes (Cruz, 2008). RESULTADOS E DISCUSSÃO Houve efeito dos substratos na produção de mudas de pimenteira ornamental para as características; comprimento da plântula, massa fresca, massa do hipocótilo, massa da parte aérea e massa seca, exceto para a variável largura da parte aérea (Tabela 1). Essa variável não é determinante na produção de mudas de pimenteira, visto que as folhas estão em processo de desenvolvimento, por isso não apresentou diferença entre os tratamentos avaliados. O coeficiente de variação (CV) variou de 45,85 (CP) a 66,06 (MS). De acordo com Silva et al., (2011) o coeficiente de variação, apesar de ter bastante utilidade nas discussões de resultados da pesquisa agrícola em geral, são impróprias por não levarem em conta que a avaliação da precisão depende da variável resposta sob análise.

4 Tabela 1. Resumo da análise de variância para os tipos de substratos no desenvolvimento de mudas de pimenteiras ornamentais (Capsicum sp L.). Areia PB, UFPB, F. V. G. L. Quadrados Médios CP LC MF MH MPA MS Tratamentos 11 4,15** 0,34 ns 183,41** 20,39** 86,53** 20,94** Resíduo 180 0,95 0,18 35,56 5,85 16,06 3,41 CV (%) 45,85 63,40 55,30 60,51 59,89 66,06 ns e **= Não significativo e significativo a 5% de probabilidade, respectivamente, pelo teste F. CP - Comprimento da plântula (cm); LC - Largura da copa (cm); MF - Massa Fresca (kg); MH - Massa do hipocótilo (kg); MPA - Massa da parte Aérea (kg); MS - Massa seca (kg) Dentre os substratos utilizados, aqueles constituídos de areia lavada + terra vegetal + substrato comercial Plantmax (T7), terra vegetal + areia lavada + esterco caprino (T8), terra vegetal + areia lavada + esterco bovino (T9), areia lavada + substrato comercial Plantmax + esterco bovino (T11) e areia lavada + esterco caprino + esterco bovino + terra vegetal (T12) apresentaram o melhor resultado para as características avaliadas, não existindo diferença significativa entre eles e nem entre o substrato comercial Plantmax (tratamento controle = T2), (Tabela 2). Sendo o substrato comercial mais utilizado na produção de mudas e no cultivo de pimenteiras ornamentais (Finger et al., 2012). Uma alternativa para a produção de mudas de C. annuum é a utilização de substrato alternativo derivado de fontes orgânicas. Tabela 2. Médias dos tratamentos para as variáveis; comprimento da plântula (CP), largura da parte aérea (LPA), massa fresca (MF), massa do hipocótilo (M H), massa da parte aérea (MPA) e massa seca (MS) em plântulas de pimenteiras ornamentais (Capsicum sp L.) Tratamentos CP LC MF MH MPA MS T1 2,29 a 0,69 a 10,37 b 3,80 b 6,17 b 3,30 a T2 2,62 a 0,77 a 13,20 a 4,80 a 8,02 a 3,63 a T3 1,28 b 0,39 a 5,96 b 2,48 b 3,38 b 0,88 b T4 2,02 a 0,60 a 7,62 b 3,35 b 4,77 b 2,05 a T5 1,45 b 0,42 a 6,68 b 2,74 b 3,46 b 1,30 b T6 1,41 b 0,72 a 7,23 b 2,38 b 4,88 b 1,59 b T7 2,62 a 0,75 a 12,39 a 4,08 a 7,76 a 3,61 a T8 2,29 a 0,67 a 14,36 a 5,64 a 9,03 a 3,70 a T9 2,40 a 0,70 a 13,05 a 4,91 a 8,25 a 3,47 a T10 1,88 b 0,87 a 9,11 b 3,49 b 5,53 b 2,14 b T11 2,54 a 0,82 a 13,33 a 4,96 a 8,27 a 3,35 a T12 2,75 a 0,78 a 16,03 a 5,30 a 10,70 a 4,48 a Médias seguidas pelas mesmas letras na coluna não diferem significativamente entre si, pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Para Guerrini & Trigueiro (2004) os substratos comerciais, como o Plantmax, apresentam como característica uma adequada porcentagem de microporos para a

5 produção de mudas de hortaliças, o que lhe confere capacidade de retenção de água, influenciando positivamente o desenvolvimento das mudas, o que também foi constatado neste experimento. No entanto, os tratamentos que apresentaram desenvolvimento semelhante ao tratamento controle (substrato comercial Plantmax ), poderão ser utilizados na produção de mudas de pimenteiras ornamentais. Além de apresentarem características físicas e químicas necessárias para o desenvolvimento das mudas, podem ser encontrado na região, o que confere baixo custo e consequentemente maior lucratividade na atividade. O estudo de substratos alternativos para a produção de mudas vem se intensificando visando proporcionar melhores condições de desenvolvimento e formação de mudas, bem como aproveitar resíduos agrícolas produzidos em cada região para fazer o próprio substrato, reduzindo os custos de produção (Santos et al. 2010; Finger et al. 2012; Silva Neto et al., 2014). O teor de matéria fresca não foi influenciado pelas misturas alternativas de substratos na presença das combinações de areia lavada, terra vegetal, esterco bovino e caprino, não diferindo estatisticamente do tratamento em que se utiliza apenas o substrato comercial Plantmax, ocorrendo o mesmo com a massa seca. Provavelmente, a grande quantidade de minerais e matéria orgânica encontrada nos estercos caprino e bovinos propiciou um maior acúmulo de nutrientes (Silva Neto et al., 2014). CONCLUSÕES É possível a utilização de substratos alternativos na produção de mudas de pimenteira ornamental uma vez que estes não prejudicam o desenvolvimento das plântulas. Recomendam-se substratos alternativos compostos por: areia lavada + terra vegetal + substrato comercial Plantmax (T7), terra vegetal + areia lavada + esterco caprino (T8), terra vegetal + areia lavada + esterco bovino (T9), areia lavada + substrato comercial Plantmax + esterco bovino (T11) e areia lavada + esterco caprino + esterco bovino + terra vegetal (T12). REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARAUJO NETO, S. E.; Azevedo, J. B. A.; GALVÃO, R. O.; OLIVEIRA, E. B. L.; FERREIRA, R. L. F. Produção de muda orgânica de pimentão com diferentes substratos. Ciência Rural, v.39, n.5, CRUZ CD (2008) Programa Genes Diversidade Genética. Viçosa, UFV. 278p. SANTOS, M.R.; SEDIYAMA, M.A.N.; MOREIRA, M.A.; MEGGUER, C.A.; Vidigal, S.M.. Rendimento, qualidade e absorção de nutrientes pelos frutos de abóbora em função de doses de biofertilizante. Horticultura Brasileira v. 30, p , 2012 SILVA, J.D.C.; LEAL, T.T.B.; ARAÚJO, R.M.; GOMES, RLF; ARAÚJO, ASF.; MELO, W.J. Emergência e crescimento inicial de plântulas de pimenta ornamental e celosia em substrato à base de composto de lodo de curtume. Ciência Rural, Santa Maria, v.41, n.3, p , RÊGO, E.R.; FINGER, F.L.; RÊGO, M.M. Produção, Genética e Melhoramento de Pimentas (Capsicum spp.). Recife: Imprima, 2011, 223p.

Influência de substratos alternativos para produção de pimenteira ornamental (Capsicum annuum L.)

Influência de substratos alternativos para produção de pimenteira ornamental (Capsicum annuum L.) Agropecuária Técnica (2013) Volume 34 (1): 21-29 Versão Online ISSN 0100-7467 http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/at/index Influência de substratos alternativos para produção de pimenteira ornamental

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA Rafael Garcia Gouzalez 1 Luiz Antônio Augusto Gomes 2 Antônio Carlos Fraga 3 Pedro Castro Neto 4 RESUMO Com o objetivo de avaliar

Leia mais

Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA a

Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA a Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA 28.09 a 01.10.2015 Acúmulo de massa fresca e seca de plântulas de tomate em função dos diferentes tipos de substratos utilizados Fresh and dry

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

Mudas de alface (Lactuca sativa l.) produzidas com diferentes substratos orgânicos

Mudas de alface (Lactuca sativa l.) produzidas com diferentes substratos orgânicos Mudas de alface (Lactuca sativa l.) produzidas com diferentes substratos orgânicos Miriam Lima Rodrigues 1, Bruna de Fátima Alves Batista 1, Wagner Luiz Nascimento 1, Luane Ribeiro Vieira 1, Rosana Cardoso

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES

TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO PLANALTO

Leia mais

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA Lucas Gomes de Souza 1, Francisco Lopes Evangelista 2, Gabriel José Lima da Silveira 3, Susana Churka Blum 4 Resumo: O

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE GERMINAÇÃO DE SEIS GENÓTIPOS DE PIMENTA ORNAMENTAL (CAPSICUM spp.)

AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE GERMINAÇÃO DE SEIS GENÓTIPOS DE PIMENTA ORNAMENTAL (CAPSICUM spp.) AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE GERMINAÇÃO DE SEIS GENÓTIPOS DE PIMENTA ORNAMENTAL (CAPSICUM spp.) Jéssica Soares Pereira 1 Silvério de Paiva Freitas Júnior 2 Maria Jayane Mota Bezerra 3 Francisca Dayane Alcantara

Leia mais

F2 Characterization of ornamental pepper fruits

F2 Characterization of ornamental pepper fruits Caracterização de frutos F2 de pimenteiras ornamentais Priscila Alves Barroso ¹, ²; Mailson Monteiro do Rêgo¹, ³; Elizanilda Ramalho do Rêgo¹, ³; Mayana Ferreira do Nascimento¹; Wellington S. Soares¹;

Leia mais

Produção de mudas de mamoeiro com substrato orgânico e sementes de duas origens

Produção de mudas de mamoeiro com substrato orgânico e sementes de duas origens 10755 - Produção de mudas de mamoeiro com substrato orgânico e sementes de duas origens Production of papaya seedlings with organic substrate and seeds of two origins LIMA, Lucas Kennedy Silva 1 ; SANTOS,

Leia mais

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis NOGUEIRA, C. H. P (FCAV - UNESP, Jaboticabal/SP - nogueirachp@gmail.com), CORREIA, N. M. (Embrapa, Brasília/DF

Leia mais

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L.

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L. INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L. Elisiane Martins de Lima 1 ; Milena Maria 2 ; Cosmo Rufino de Lima 3 ; Pablo Radamés Cabral

Leia mais

Desenvolvimento de mudas de cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum) submetidas a diferentes tipos de substrato

Desenvolvimento de mudas de cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum) submetidas a diferentes tipos de substrato Desenvolvimento de mudas de cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum) submetidas a diferentes tipos de substrato Ricardo de Sousa Nascimento 1, Dalton Mazzutti 2, Juliana Pereira da Silva 2, Janailson Pereira

Leia mais

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB Sandra Maria de Figueiredo 1, Fernanda Fernandes de Melo

Leia mais

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER Efeito Alelopático do Óleo Essencial de Citronela (Cymbopogon winterianus) Sobre a Germinação de Sementes de Picão-Preto e de Milho em Diferentes Épocas de Aplicação. MARIA LITA PADINHA CORREA 1, ANA PAULA

Leia mais

INFLUÊNCIA DO ESTÁDIO DE MATURAÇÃO DA SEMENTE E DA PROFUNDIDADE DE SEMEADURA III: FITOMASSA DA MAMONEIRA

INFLUÊNCIA DO ESTÁDIO DE MATURAÇÃO DA SEMENTE E DA PROFUNDIDADE DE SEMEADURA III: FITOMASSA DA MAMONEIRA INFLUÊNCIA DO ESTÁDIO DE MATURAÇÃO DA SEMENTE E DA PROFUNDIDADE DE SEMEADURA III: FITOMASSA DA MAMONEIRA Amanda Micheline Amador de Lucena 1, Liv Soares Severino 2, Valdinei Sofiatti 2, Maria Aline de

Leia mais

Adubação orgânica do pepineiro e produção de feijão-vagem em resposta ao efeito residual em cultivo subsequente

Adubação orgânica do pepineiro e produção de feijão-vagem em resposta ao efeito residual em cultivo subsequente Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 9., 2, Belo Horizonte 1 Adubação orgânica do pepineiro e produção de feijão-vagem em resposta ao efeito residual em cultivo subsequente Carlos Henrique

Leia mais

Substratos para Produção de Mudas de Tomateiro

Substratos para Produção de Mudas de Tomateiro Substratos para Produção de Mudas de Tomateiro Substrates for Tomato Seedlings Production PEREIRA, Dercio Ceri. UNIOESTE, dcpereirasp@hotmail.com; COSTA, Luiz Antonio de Mendonça. UNIOESTE, lmendo@ig.com.br;

Leia mais

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS Fred Carvalho Bezerra 1 ; Tiago da Costa Silva²; Fernando Vasconcellos Meyer Ferreira²; Daniel Barbosa Araújo 3 1 Eng.

Leia mais

Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais

Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais Suelen Francisca Ribeiro (1),

Leia mais

CULTIVO DE PIMENTA ORNAMENTAL COM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTA POR VASO 1

CULTIVO DE PIMENTA ORNAMENTAL COM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTA POR VASO 1 CULTIVO DE PIMENTA ORNAMENTAL COM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTA POR VASO 1 NEUHAUS, Mauricio 2 ; BACKES, Fernanda Alice Antonello Londero 3 ; BELLÈ, Rogério Antônio 3 ; SCHWAB, Natalia Teixeira 2 ; GIRARDI,

Leia mais

ANÁLISE DO TECIDO VEGETAL DO PINHÃO MANSO, SUBMETIDOS A FONTES E DOSES DE FERTILIZANTES

ANÁLISE DO TECIDO VEGETAL DO PINHÃO MANSO, SUBMETIDOS A FONTES E DOSES DE FERTILIZANTES ANÁLISE DO TECIDO VEGETAL DO PINHÃO MANSO, SUBMETIDOS A FONTES E DOSES DE FERTILIZANTES Andréia de Sousa Guimarães 1, Napoleão Esberard de Macedo Beltrão 2 1 UFPB, asgbio@yahoo.com.br, 2 Embrapa Algodão,

Leia mais

Emergência de plântulas de tomate cereja em função de substratos. Emergence of seedlings of tomato in function of substrate

Emergência de plântulas de tomate cereja em função de substratos. Emergence of seedlings of tomato in function of substrate 11681 - Emergência de plântulas de tomate cereja em função de substratos Emergence of seedlings of tomato in function of substrate RIOS, Élica Santos 1 ; SANTOS, Nardélio Teixeira 2 ; OLIVEIRA, Aldérica

Leia mais

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM*

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* SILVEIRA, A.L. 1 ; SANTANA, M.J. ; BARRETO, A.C. ; VIEIRA, T.A. 3 * Projeto com apoio da FAPEMIG. 1 Estudante Agronomia

Leia mais

ADIÇÃO DE TORTA DE ALGODÃO A COMPOSIÇÃO DE DIFERENTES SUBSTRATOS PARA A PRODUÇÃO DE MAMONEIRA

ADIÇÃO DE TORTA DE ALGODÃO A COMPOSIÇÃO DE DIFERENTES SUBSTRATOS PARA A PRODUÇÃO DE MAMONEIRA ADIÇÃO DE TORTA DE ALGODÃO A COMPOSIÇÃO DE DIFERENTES SUBSTRATOS PARA A PRODUÇÃO DE MAMONEIRA Rosiane de Lourdes Silva de Lima 1 Liv Soares Severino 2 Robson César de Albuquerque 3 Maria Isabel de Lima

Leia mais

Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar

Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar Anderson I. F. Kobayashi, Denis M. Fernandes, Abílio J. Meiato, Gustavo Pedrazzi, Amalia Estela Mozambani Centro Universitário Moura Lacerda, Caixa

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 797

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 797 Página 797 CONTROLE DE CORDA-DE-VIOLA COM AS OPÇÕES DE TRATAMENTOS HERBICIDAS DISPONÍVEIS PARA A CULTURA DO ALGODÃO Jamil Constantin 1 ; Rubem Silvério de Oliveira Jr. 1 ; Eliezer Antonio Gheno 2 ; Guilherme

Leia mais

BIOCARVÃO E HÚMUS COMO ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA PRODUÇÃO DE RÚCULA EM CANTEIRO

BIOCARVÃO E HÚMUS COMO ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA PRODUÇÃO DE RÚCULA EM CANTEIRO BIOCARVÃO E HÚMUS COMO ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA PRODUÇÃO DE RÚCULA EM CANTEIRO Gabriel José Lima da Silveira 1, Francisco Lopes Evangelista 2, Lucas Gomes de Souza 3, Susana Churka Blum 4 1 Universidade da

Leia mais

Resumo Expandido Título da Pesquisa Germinação e desenvolvimento de progênies de pimenta cumari Palavras-chave

Resumo Expandido Título da Pesquisa Germinação e desenvolvimento de progênies de pimenta cumari Palavras-chave Resumo Expandido Título da Pesquisa: Germinação e desenvolvimento de progênies de pimenta cumari Palavras-chave: Capsicum spp.,variabilidade genetica, pimenta cumari. Campus: Bambuí Tipo de Bolsa: Pibic

Leia mais

Produção de mudas de melão em diferentes tipos de substratos Elisdianne F. Ferreira 1 ; Caciana C. Costa 1 ; Delzuite T. Leite 1 ; Amison de S. Silva 2 ; Marcos F. da Silva 1 UFCG CCTA UAGRA. Rua: Jairo

Leia mais

USO DE FONTES MINERAIS NITROGENADAS PARA O CULTIVO DO MILHO

USO DE FONTES MINERAIS NITROGENADAS PARA O CULTIVO DO MILHO USO DE FONTES MINERAIS NITROGENADAS PARA O CULTIVO DO MILHO Ludymilla Mayelle Pereira Gomes 1, Samuel de Deus da Silva 2 1 Graduanda em Licenciatura em Ciências Biológicas IFTO e-mail: ludymilla.g@outlook.com

Leia mais

Rendimento de Biomassa de Capítulos Florais de Jambu em Função de Diferentes Espaçamentos e Adubação Orgânica.

Rendimento de Biomassa de Capítulos Florais de Jambu em Função de Diferentes Espaçamentos e Adubação Orgânica. Rendimento de Biomassa de Capítulos Florais de Jambu em Função de Diferentes Espaçamentos e Adubação Orgânica. Maria Auxiliadora Silva Oliveira 1 ; Renato Innecco 1 ;Sérgio Horta Mattos 1 Universidade

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTAS SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NUTRIENTES NA SOLUÇÃO NUTRITIVA

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTAS SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NUTRIENTES NA SOLUÇÃO NUTRITIVA PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTAS SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NUTRIENTES NA SOLUÇÃO NUTRITIVA P. S. F. Linhares 3 ; F. A. Oliveira ; R. C. Alves 3 ; A. M. A. Medeiros 3 ; J. F. de Medeiros ; E.

Leia mais

AVALIAÇÃO PRODUTIVA DE LINHAGENS DE FEIJÃO-VAGEM EM CULTURA TUTORADA EM IPAMERI. Bolsista PBIC/UEG, graduanda do curso de Agronomia, UnU Ipameri-UEG.

AVALIAÇÃO PRODUTIVA DE LINHAGENS DE FEIJÃO-VAGEM EM CULTURA TUTORADA EM IPAMERI. Bolsista PBIC/UEG, graduanda do curso de Agronomia, UnU Ipameri-UEG. AVALIAÇÃO PRODUTIVA DE LINHAGENS DE FEIJÃO-VAGEM EM CULTURA TUTORADA EM IPAMERI FERNANDA DE CÁSSIA SILVA 1, NEI PEIXOTO 2, MARIA MARTA ANTÔNIA DA SILVA 3, DIANA CRISTINA DA SILVA 3. 1 Bolsista PBIC/UEG,

Leia mais

COMBINAÇÃO DE CASCA E TORTA DE MAMONA COMO ADUBO ORGÂNICO PARA A MAMONEIRA

COMBINAÇÃO DE CASCA E TORTA DE MAMONA COMO ADUBO ORGÂNICO PARA A MAMONEIRA COMBINAÇÃO DE CASCA E TORTA DE MAMONA COMO ADUBO ORGÂNICO PARA A MAMONEIRA Rosiane de Lourdes Silva de Lima 1, Liv Soares Severino 2, Ligia Rodrigues Sampaio 3 Maria Aline de Oliveira Freire 4, Valdinei

Leia mais

Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio.

Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio. Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio.. SODRÉ M. C. R. F ¹, CARBALIAL M. R. ², DIOG M. F.

Leia mais

Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum)

Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum) VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG-Campus Bambuí VIII Jornada Científica Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum)

Leia mais

FERTILIZANTE DE LIBERAÇÃO LENTA NO DESENVOLIMENTO DE MUDAS DE Capsicum annuum (L.) (PIMENTÃO)

FERTILIZANTE DE LIBERAÇÃO LENTA NO DESENVOLIMENTO DE MUDAS DE Capsicum annuum (L.) (PIMENTÃO) FERTILIZANTE DE LIBERAÇÃO LENTA NO DESENVOLIMENTO DE MUDAS DE Capsicum annuum (L.) (PIMENTÃO) Gomes, Erik Nunes 1 ; Andrade, Patrick Barros 1 ; Rossa, Überson Boaretto 1 ; Bisso, Fernando Prates 1 ; 1

Leia mais

VARIABILIDADE E IMPORTÂNCIA DE CARACTERES DE QUALIDADE DE FRUTOS EM GERAÇÃO SEGREGANTE DE PIMENTEIRAS

VARIABILIDADE E IMPORTÂNCIA DE CARACTERES DE QUALIDADE DE FRUTOS EM GERAÇÃO SEGREGANTE DE PIMENTEIRAS SANTOS RMC; Variabilidade RÊGO ER; BATISTA e importância DS; NASCIMENTO de caracteres NFF; de NASCIMENTO qualidade de frutos MF; ARAÚJO em geração ER; REGO segregante MM. 2009. de pimenteiras Variabilidade

Leia mais

EFEITO DO TIPO DE SUBSTRATO NA GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.)

EFEITO DO TIPO DE SUBSTRATO NA GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) EFEITO DO TIPO DE SUBSTRATO NA GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) Reynaldo de Mello Torres Docente da Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal de Garça SP. Dagoberto

Leia mais

Areia PB; 2 Professor Adjunto do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba UFPB Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq;

Areia PB; 2 Professor Adjunto do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba UFPB Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq; Variabilidade fenotípica em geração F 2 de pimenteira ornamental Pakizza Sherma da Silva Leite 1 ; Elizanilda Ramalho do Rêgo 1,2 ; Naysa Flávia Ferreira do Nascimento 1,3 ; Mayana Ferreira do Nascimento

Leia mais

Palavras-chave: Agricultura sustentável; Composto orgânico; resíduos orgânicos.

Palavras-chave: Agricultura sustentável; Composto orgânico; resíduos orgânicos. USO DE SUBSTRATOS DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE RABANETE Julio Cesar Gradice Saluci 1, Mário Euclides Pechara da Costa Jaeggi 2, Alex Justino Zacarias

Leia mais

AVALIAÇÃO DO FEIJOEIRO SOB TRÊS DENSIDADES DE SEMEADURA

AVALIAÇÃO DO FEIJOEIRO SOB TRÊS DENSIDADES DE SEMEADURA AVALIAÇÃO DO FEIJOEIRO SOB TRÊS DENSIDADES DE SEMEADURA Mariéle Carolina EBERTZ 1 ; Gilmar Silvério da ROCHA 2 1 Aluna do Curso Técnico em Agropecuária, Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul,

Leia mais

MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA

MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA VIEIRA, T.A. 1 ; SANTANA, M.J. 2 ; BIULCHI, P.A. 2 ; VASCONCELOS, R.F. 3 1 Estudante de Agronomia do CEFET Uberaba MG, bolsista FAPEMIG, e-mail:

Leia mais

Efeitos da mistura de substratos no desenvolvimento de mudas de alface

Efeitos da mistura de substratos no desenvolvimento de mudas de alface Efeitos da mistura de substratos no desenvolvimento de mudas de alface Francisco Rodrigues Leal 1 ; Walter Silas Barros 2. 1 Universidade Federal do Piauí, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de

Leia mais

PRODUÇÃO DE BIOMASSA DE PIMENTA DOCE ITALIANA (Capsicum annuum L.) NO SERTÃO PARAIBANO

PRODUÇÃO DE BIOMASSA DE PIMENTA DOCE ITALIANA (Capsicum annuum L.) NO SERTÃO PARAIBANO PRODUÇÃO DE BIOMASSA DE PIMENTA DOCE ITALIANA (Capsicum annuum L.) NO SERTÃO PARAIBANO Toni Halan da Silva Irineu 1, Josimar Nogueora da Silva 2, Janailson Pereira de Figueredo 1 Paulo Cássio Alves Linhares

Leia mais

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno.

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno. PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE José Tiago Rambo Hoffmann 1 ; Leandro Werlang 1 ; Rogério Klein 1 ; Marcos Paulo Zambiazi 1 ; Fabiana Raquel Mühl 2 ; Neuri Antônio Feldman

Leia mais

PRODUÇÃO DE ARROZ COM TIPO DE GRÃO PARA A CULINÁRIA JAPONESA: UMA OPÇÃO PARA RORAIMA

PRODUÇÃO DE ARROZ COM TIPO DE GRÃO PARA A CULINÁRIA JAPONESA: UMA OPÇÃO PARA RORAIMA PRODUÇÃO DE ARROZ COM TIPO DE GRÃO PARA A CULINÁRIA JAPONESA: UMA OPÇÃO PARA RORAIMA Antonio Carlos Centeno Cordeiro Eng.Agr. Dr. Pesquisador da Embrapa Roraima Em Roraima, o cultivo do arroz representa

Leia mais

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO.

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. Andréa dos Santos Oliveira, Renata Silva-Mann, Michelle da Fonseca Santos,

Leia mais

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Alberto Francisco Boldt; Engenheiro agrônomo, pesquisador do Instituto Mato-Grossense do Algodão IMAmt; Caixa Postal: 149, CEP 78.850-000;

Leia mais

Avaliação de variedades sintéticas de milho em três ambientes do Rio Grande do Sul. Introdução

Avaliação de variedades sintéticas de milho em três ambientes do Rio Grande do Sul. Introdução Avaliação de variedades sintéticas de milho em três ambientes do Rio Grande do Sul Machado, J.R. de A. 1 ; Guimarães, L.J.M. 2 ; Guimarães, P.E.O. 2 ; Emygdio, B.M. 3 Introdução As variedades sintéticas

Leia mais

Avaliação de Híbridos de Milho do Programa de Melhoramento Genético do DBI/UFLA

Avaliação de Híbridos de Milho do Programa de Melhoramento Genético do DBI/UFLA XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Avaliação de Híbridos de Milho do Programa de Melhoramento Genético do DBI/UFLA Renato Barbosa Camargos 1, Amanda

Leia mais

BROTAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR NAS CONDIÇÕES DE CERRADO DO BRASIL-CENTRAL

BROTAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR NAS CONDIÇÕES DE CERRADO DO BRASIL-CENTRAL BROTAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR NAS CONDIÇÕES DE CERRADO DO BRASIL-CENTRAL Adeliano Cargnin 1, João Augusto Müller 1, Fernando Daminelli Araújo Mello 1, Cláudia Martellet Fogaça 1 ( 1 Embrapa

Leia mais

PRODUÇÃO DE ALFACE CRESPA EM AQUAPONIA UTILIZANDO DIFERENTES SUBSTRATOS

PRODUÇÃO DE ALFACE CRESPA EM AQUAPONIA UTILIZANDO DIFERENTES SUBSTRATOS PRODUÇÃO DE ALFACE CRESPA EM AQUAPONIA UTILIZANDO DIFERENTES SUBSTRATOS Luciano Oliveira GEISENHOFF¹; Rodrigo Aparecido JORDAN¹; Rodrigo Couto SANTOS¹; Luiz Paulo Pinto da SILVA²; Ricardo Rodrigues da

Leia mais

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHO CRIOULAS PARA A PRODUÇÃO DE SILAGEM NO MUNICÍPIO DE ARAQUARI - SC

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHO CRIOULAS PARA A PRODUÇÃO DE SILAGEM NO MUNICÍPIO DE ARAQUARI - SC AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHO CRIOULAS PARA A PRODUÇÃO DE SILAGEM NO MUNICÍPIO DE ARAQUARI - SC Modalidade: ( ) Ensino ( X ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: (X) Médio ( ) Superior ( ) Pós-graduação Área:

Leia mais

Avaliação da produtividade de três cultivares de salsa em função de diferentes substratos.

Avaliação da produtividade de três cultivares de salsa em função de diferentes substratos. ESCOBAR ACN; NASCIMENTO AL; GOMES JG; BORBA RV; ALVES CC; COSTA CA. Avaliação da produtividade Avaliação da produtividade de três cultivares de salsa em função de diferentes substratos. de três cultivares

Leia mais

Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays)

Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays) Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays) Amadeu J. de Melo Neto 1, Ernane R. da Costa 1, Hélio Alves Gomes Júnior e Marcelo

Leia mais

Desenvolvimento de Mudas de Beterraba em Diferentes Substratos Orgânicos

Desenvolvimento de Mudas de Beterraba em Diferentes Substratos Orgânicos Desenvolvimento de Mudas de Beterraba em Diferentes Substratos Orgânicos Development of Seedlings of Sugar in Different Organic Substrates SPIASSI, Ariane. Mestranda em Engenharia Agrícola UNIOESTE Cascavel,

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. ;José C.

EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. ;José C. EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. Ronaldo S. Viana ;José C. Lopes Bolsista, CNPq/PIVIC, Universidade Federal do

Leia mais

Arthur Pereira da Silva 1, Edílson Costa 2

Arthur Pereira da Silva 1, Edílson Costa 2 ALTURA DE PLÂNTULAS E NÚMERO DE PARES DE FOLHAS DE MUDAS DE CAFEEIRO Arthur Pereira da Silva 1, Edílson Costa 2 1 Estudante do curso de agronomia, Bolsista PET, Universidade Estadual de Mato Grosso do

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE FISIOLOGICA DAS SEMENTES NA PRODUTIVIDADE DA CULTURA DA SOJA. Material e Métodos. Sementes (Brasil, 2009.

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE FISIOLOGICA DAS SEMENTES NA PRODUTIVIDADE DA CULTURA DA SOJA. Material e Métodos. Sementes (Brasil, 2009. 1 02 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE FISIOLOGICA DAS SEMENTES NA PRODUTIVIDADE DA CULTURA Objetivo Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do vigor de sementes de soja na produtividade BOLETIM Material

Leia mais

USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO

USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO Rodrigo de Rezende Borges Rosa 1 ; Delvio Sandri 2 1 Eng. Agrícola, Discente do Mestrando Engenharia

Leia mais

EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii

EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii Claudia M. B. F. Maia * O cultivo do cogumelo Agaricus sp. gera um resíduo em avançado estado de compostagem

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTÃO EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTÃO EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS BEZERRA, F.C.; SILVA T.da Produção C. ; FERREIRA de mudas F.V.M. de 2009. pimentão Produção em substratos de mudas à de base pimentão de resíduos em substratos orgânicos à base de resíduos orgânicos. Horticultura

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011 TESTE DE GERMINAÇÃO PARA AVALIAR A QUALIDADE DA SEMENTE DO MILHO PIPOCA Laianny Morais Maia¹, Silvério de Paiva Freitas Júnior², Mikaelle Cavalcante de Brito¹, Cícero Secifram da Silva¹, Edilza Maria Felipe

Leia mais

14 AVALIAÇÃO DE HERBICIDAS PRÉ-EMERGENTES NA

14 AVALIAÇÃO DE HERBICIDAS PRÉ-EMERGENTES NA 14 AVALIAÇÃO DE HERBICIDAS PRÉ-EMERGENTES NA CULTURA DA SOJA EM LUCAS DO RIO VERDE, MT O objetivo neste trabalho foi avaliar a eficácia dos herbicidas Boral, Classic, e Spider visando o manejo do complexo

Leia mais

QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA *

QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA * QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA * Tarcísio Marcos de Souza Gondim 1, Odilon Reny Ribeiro Ferreira da Silva

Leia mais

Qualidade de mudas de mamoeiro utilizando diferentes substratos comerciais e orgânicos

Qualidade de mudas de mamoeiro utilizando diferentes substratos comerciais e orgânicos 10742 - Qualidade de mudas de mamoeiro utilizando diferentes substratos comerciais e orgânicos Quality of papaya seedlings using different substrates and organic trade SILVA, Fabiano Cordeiro 1 ; ALVES,

Leia mais

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE 16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE EM RELAÇÃO AO FORMULADO PADRÃO O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho do fertilizante Farture (00-12-12) em diferentes dosagens em relação ao

Leia mais

11 EFEITO DA APLICAÇÃO DE FONTES DE POTÁSSIO NO

11 EFEITO DA APLICAÇÃO DE FONTES DE POTÁSSIO NO 11 EFEITO DA APLICAÇÃO DE FONTES DE POTÁSSIO NO ESTÁDIO R3 DA SOJA EM LUCAS DO RIO VERDE, MT O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de diferentes fontes de potássio aplicados no estádio

Leia mais

XXV CONIRD Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem 08 a 13 de novembro de 2015, UFS - São Cristóvão/SE INTRODUÇÃO

XXV CONIRD Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem 08 a 13 de novembro de 2015, UFS - São Cristóvão/SE INTRODUÇÃO Acúmulo de biomassa em planta de gergelim irrigada com águas salinas em solo com biofertilizante bovino G. G. de Sousa 1 ; P. G. R. de Sousa 2 ; J. B. de O. Silva 5 ; G. L. da Silva 3 ; V. dos S. Rodrigues

Leia mais

Caracterização Fenotípica de Linhagens de Milho-Pipoca Quanto à Eficiência no Uso de Nitrogênio

Caracterização Fenotípica de Linhagens de Milho-Pipoca Quanto à Eficiência no Uso de Nitrogênio XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Caracterização Fenotípica de Linhagens de Milho-Pipoca Quanto à Eficiência no Uso de Nitrogênio Gabriel Borges Mundim

Leia mais

Gessi Ceccon, Giovani Rossi, Marianne Sales Abrão, (3) (4) Rodrigo Neuhaus e Oscar Pereira Colman

Gessi Ceccon, Giovani Rossi, Marianne Sales Abrão, (3) (4) Rodrigo Neuhaus e Oscar Pereira Colman 9º Seminário Nacional de Milho Safrinha. Rumo à estabilidade: anais. 311 COMPORTAMENTO DE GENÓTIPOS DE MILHO SAFRINHA EM DUAS ÉPOCAS DE SEMEADURA, EM DOURADOS, MS (1) (2) (3) Gessi Ceccon, Giovani Rossi,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata).

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). Rezanio Martins Carvalho (bolsista do PIBIC/CNPq), Fabiano André Petter

Leia mais

Comportamento da Crotalaria juncea em função de adubação com e sem revestimento com polímeros

Comportamento da Crotalaria juncea em função de adubação com e sem revestimento com polímeros Comportamento da Crotalaria juncea em função de adubação com e sem revestimento com polímeros Rafael da Costa Leite 1 ; Hamilton Kikuti 2 ; Ana Lúcia Pereira Kikuti 3 1 Estudante do Curso de Agronomia

Leia mais

COMPORTAMENTO DE GENÓTIPOS DE MAMONA SUBMETIDOS A DIFERENTES TEMPERATURAS NOTURNAS: CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO*

COMPORTAMENTO DE GENÓTIPOS DE MAMONA SUBMETIDOS A DIFERENTES TEMPERATURAS NOTURNAS: CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO* COMPORTAMENTO DE GENÓTIPOS DE MAMONA SUBMETIDOS A DIFERENTES TEMPERATURAS NOTURNAS: CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO* Lígia Rodrigues Sampaio 1, Robson César Albuquerque 2, Liv Soares Severino 3. 1 Universidade

Leia mais

UFGD/FCA-Dourados MS, 1

UFGD/FCA-Dourados MS,   1 ESTIMATIVA DE PARÂMETROS GENÉTICOS EM HÍBRIDOS PRÉ- COMERCIAIS DE MILHO Samuel Silva Souza 1 ; Wesley Souza Prado 2 ; Luan Marlon Ribeiro 2 ; Emanoel Sanches Martins 1 ; Gessi Ceccon 3 ; Livia Maria Chamma

Leia mais

08 POTENCIAL PRODUTIVO DE CULTIVARES DE SOJA

08 POTENCIAL PRODUTIVO DE CULTIVARES DE SOJA 08 POTENCIAL PRODUTIVO DE CULTIVARES DE SOJA COM TECNOLOGIA INTACTA RR2 PRO EM DUAS ÉPOCAS DE SEMEADURA O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial produtivo de cultivares de soja disponíveis comercialmente

Leia mais

Vigor de Plântulas de Milho Submetidas ao Tratamento de Sementes com Produto Enraizador

Vigor de Plântulas de Milho Submetidas ao Tratamento de Sementes com Produto Enraizador Vigor de Plântulas de Milho Submetidas ao Tratamento de Sementes com Produto Enraizador RODRIGO B. SANTOS¹, ISABEL C. VINHAL-FREITAS 2, DIEGO A. F. FRANCO 3, CARLA V. FERREIRA 4 e HELVIO C. VIEIRA JUNIOR

Leia mais

SUBSTRATOS ALTERNATIVOS PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE (LACTUCA SATIVA L.) EM SISTEMA ORGÂNICO

SUBSTRATOS ALTERNATIVOS PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE (LACTUCA SATIVA L.) EM SISTEMA ORGÂNICO REVISTA DA JORNADA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA ISSN:1982-2960 SUBSTRATOS ALTERNATIVOS PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE (LACTUCA SATIVA L.) EM SISTEMA ORGÂNICO SUBSTRATE ALTERNATIVE FOR LETTUCE SEEDLINGS

Leia mais

INFLUÊNCIA DE SUBSTRATO COM CASCA DE ARROZ NA GERMINAÇÃO DE GIRASSOL

INFLUÊNCIA DE SUBSTRATO COM CASCA DE ARROZ NA GERMINAÇÃO DE GIRASSOL INFLUÊNCIA DE SUBSTRATO COM CASCA DE ARROZ NA GERMINAÇÃO DE GIRASSOL Viviane Farias Silva 1, Kalyne Sonale Arruda de Brito 1, Elka Costa Nascimento 1 Vera Lucia Antunes de Lima 1, José Geraldo Vasconcelos

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTÃO ADUBADO COM BIOFERTILIANTE LÍQUIDO E SUBSTRATOS EM AMBIENTE PROTEGIDO

PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTÃO ADUBADO COM BIOFERTILIANTE LÍQUIDO E SUBSTRATOS EM AMBIENTE PROTEGIDO PRODUÇÃO DE MUDAS DE PIMENTÃO ADUBADO COM BIOFERTILIANTE LÍQUIDO E SUBSTRATOS EM AMBIENTE PROTEGIDO Apresentação: Pôster Dayara Cezário Da Silva 1 ; Daniel Da Silva Dantas 1 ; Daniel Da Silva Ferreira

Leia mais

PROPAGAÇÃO DE SEMENTES DE TAMARINDO EM FUNÇÃO DE DIFERENTES AMBIENTES E SUBSTRATO NA INTERFACE CERRADO-PANTANAL SUL-MATOGROSSENSE

PROPAGAÇÃO DE SEMENTES DE TAMARINDO EM FUNÇÃO DE DIFERENTES AMBIENTES E SUBSTRATO NA INTERFACE CERRADO-PANTANAL SUL-MATOGROSSENSE PROPAGAÇÃO DE SEMENTES DE TAMARINDO EM FUNÇÃO DE DIFERENTES AMBIENTES E SUBSTRATO NA INTERFACE CERRADO-PANTANAL SUL-MATOGROSSENSE Antonio Flávio Arruda Ferreira 1 ; Edilson Costa 2 1 Estudante do Curso

Leia mais

Revista Caatinga ISSN: X Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil

Revista Caatinga ISSN: X Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil Revista Caatinga ISSN: 0100-316X caatinga@ufersa.edu.br Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil Barros Júnior, Aurélio Paes; Bezerra Neto, Francisco; Silveira, Lindomar Maria da; Tôrres Câmara,

Leia mais

EMISSÃO E ABORTAMENTO DE FLORES EM Lycopersicon pimpinellifolium SOB ADUBAÇÃO ORGÂNICA E MINERAL IRRIGADO COM DIFERENTES LÂMINAS DE ÁGUA

EMISSÃO E ABORTAMENTO DE FLORES EM Lycopersicon pimpinellifolium SOB ADUBAÇÃO ORGÂNICA E MINERAL IRRIGADO COM DIFERENTES LÂMINAS DE ÁGUA EMISSÃO E ABORTAMENTO DE FLORES EM Lycopersicon pimpinellifolium SOB ADUBAÇÃO ORGÂNICA E MINERAL IRRIGADO COM DIFERENTES LÂMINAS DE ÁGUA Antônio Suassuna de Lima 1, Rennan Fernandes Pereira 2, Salatiel

Leia mais

EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA.

EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA. EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA Joab Josemar Vitor Ribeiro do Nascimento 1, Maria José Vieira Tavares 2, Liv Soares Severino 3, Valdinei Sofiatti 3 1UFCG,

Leia mais

Produtividade de Coentro (Coriandrum sativum L.) em Função de Doses e Parcelamento de Nitrogênio.

Produtividade de Coentro (Coriandrum sativum L.) em Função de Doses e Parcelamento de Nitrogênio. Produtividade de Coentro (Coriandrum sativum L.) em Função de Doses e Parcelamento de Nitrogênio. Francisco Nóbrega dos Santos 1 Adriana Rodrigues de Carvalho 1 ; José Ribamar Gusmão Araújo 1 ; Moisés

Leia mais

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA Fernanda Pereira de Souza 1 Eder de Souza Martins 2 Luise Lottici Krahl 3 Eduardo Alano Vieira 4 Josefino de Freitas

Leia mais

Qualidade de Mudas de Couve-chinesa em Função de Substratos e de Adubações

Qualidade de Mudas de Couve-chinesa em Função de Substratos e de Adubações Qualidade de Mudas de Couve-chinesa em Função de e de Adubações Quality of Seedlings of Chinese Cabbage in Function of Substrates and Fertilization MEINERZ, Cristiane Claudia. UNIOESTE, crismeinerz@hotmail.com;

Leia mais

Tamanho de amostra para caracteres de tremoço-branco

Tamanho de amostra para caracteres de tremoço-branco Tamanho de amostra para caracteres de tremoço-branco Cláudia Burin 1 Alberto Cargnelutti Filho André Luis Fick 1 Marcos Toebe 3 Bruna Mendonça Alves 3 Ismael Mario Márcio Neu 4 1 - Introdução Técnicas

Leia mais

Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Ipameri. Rodovia GO 330 Km 241 Anel Viário. CEP Ipameri - GO.

Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Ipameri. Rodovia GO 330 Km 241 Anel Viário. CEP Ipameri - GO. EFEITO DE SUBSTRATO NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE MUDAS DE MANGOSTÃO AMARELO Nei Peixoto 1 ; Thiago Cavalcante Gomes Ribeiro de Andrade 2 ; Atalita Francis Cardoso 2 ; Wilson Zorzetti Marques

Leia mais

Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar do Projeto Jaíba

Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar do Projeto Jaíba Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar

Leia mais

Reação de genótipos de rabanete a adubação nitrogenada

Reação de genótipos de rabanete a adubação nitrogenada Reação de genótipos de rabanete a adubação nitrogenada Illana Reis Pereira 2, Fabrício Rodrigues 1, Adilson Pelá 1, Lincon Rafael da Silva 2, Renan Cesar Dias da Silva 2, Geovani Soares da Silva Junior

Leia mais

Efeitos de diferentes substratos na produção de mudas de alface

Efeitos de diferentes substratos na produção de mudas de alface Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro de Pesquisa Agroflorestal de Rond8nia Ministério da Agricultura e do Abastecimento N 14, dez./98, p. 1-5 Efeitos de diferentes substratos na produção

Leia mais

143 - QUALIDADE DE SEMENTES DE CEBOLA CULTIVAR BAIA PRODUZIDAS SOB SISTEMA AGROECOLÓGICO E AVALIAÇÃO DAS MUDAS RESULTANTES

143 - QUALIDADE DE SEMENTES DE CEBOLA CULTIVAR BAIA PRODUZIDAS SOB SISTEMA AGROECOLÓGICO E AVALIAÇÃO DAS MUDAS RESULTANTES Manejo de Agroecosistemas Sustentaveis Monferrer 143 - QUALIDADE DE SEMENTES DE CEBOLA CULTIVAR BAIA PRODUZIDAS SOB SISTEMA AGROECOLÓGICO E AVALIAÇÃO DAS MUDAS RESULTANTES RESUMO Dércio Dutra 1 ; Derblai

Leia mais

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO 1 AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS SANDRA RIETH 1, WAGNER SOARES², MARINA BACK 3, GIL VICENTE LOUROSA 3, PAULO VITOR DUTRA

Leia mais

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA 18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE MACRONUTRIENTES EM PÓS- EMERGÊNCIA DA CULTURA O objetivo neste trabalho foi avaliar a aplicação de macronutrientes de diversas fontes e épocas de aplicação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE FLORESTAIS USANDO COMPOSTO ORGÂNICO

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE FLORESTAIS USANDO COMPOSTO ORGÂNICO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE FLORESTAIS USANDO COMPOSTO ORGÂNICO Suayra Marta Gomes de Almeida 1, Maria Tereza Cristina do Nascimento 1, Rodolpho Gomes Martins 1, Joelma Sales dos Santos 1 1 Universidade

Leia mais