São jogos que dependem apenas da sorte para ser o vencedor. Regina Grando

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "São jogos que dependem apenas da sorte para ser o vencedor. Regina Grando"

Transcrição

1 Regina Grando

2 São jogos que dependem apenas da sorte para ser o vencedor. Regina Grando

3 Anexo 1 JOGO: MAIS OU MENOS NÚMERO DE JOGADORES: Quatro. MATERIAL NECESSÁRIO: Um dado vermelho. Um dado azul. Uma tabela conforme modelo. OBJETIVO DO JOGO: Obter o maior número de pontos.

4 REGRAS: O primeiro jogador lança os dois dados ao mesmo tempo. Conta-se os pontos, sabendo que a quantidade de pontos da face superior do dado azul representa pontos ganhos e do vermelho, pontos perdidos. A cada rodada, registra-se os pontos de todos os jogadores em uma mesma tabela. Ganha o jogo quem obtiver o maior saldo de pontos ao final das 5 rodadas.

5 Anexo 1 Nome dos jogadores Pontos do dado azul Pontos do dado vermelho 1ª RODADA Pontos ganhos Pontos perdidos Saldo de pontos Jogador

6 São jogos de soluções, a princípio desconhecido para o jogador, em que, na maioria das vezes, joga sozinho. Regina Grando

7 Anexo 2 JOGO: SUDOKU NÚMERO DE JOGADORES: Um. MATERIAL NECESSÁRIO: Um lápis. Uma borracha. Uma cartela, conforme modelo. OBJETIVO DO JOGO: Preencher os quadrados vazios com números entre 1 e 9 (apenas um numero em cada quadrado.

8 REGRAS: Numero pode aparecer apenas uma vez em cada linha: Numero pode aparecer apenas uma vez em cada coluna:

9 Numero pode aparecer apenas uma vez em cada quadrante:

10 Anexo 2

11 São jogos que dependem exclusivamente da elaboração de estratégia do jogador. Regina Grando

12 Anexo 3 JOGO: YAM NÚMERO DE JOGADORES: No mínimo dois. MATERIAL NECESSÁRIO: Um lápis para cada jogador. Uma borracha para cada jogador. 5 dados. Um cartela, conforme modelo, para cada jogador. OBJETIVO DO JOGO: Obter o maior número de pontos, após completar toda a cartela.

13 Anexo 3

14 REGRAS: O primeiro jogador lança os cinco dados ao mesmo tempo. Analisa os resultados e verifica se é necessário jogar novamente um ou mais dados. O máximo de jogadas é 3. Soma-se os pontos dos dados e anota na tabela. Se em algum momento não for possível fazer a anotação, risca-se um dos retângulos da tabela. Obs.: As regras detalhadas estão disponibilizadas em um arquivo à parte no Blog, no mesmo local onde se encontra esse arquivo de apoio!

15 Sem ordem. O jogador poderá fazer suas anotações aleatoriamente. Para fazer as anotações, o jogador deverá seguir este sentido da tabela, sem pular casas. De mão. O jogador só poderá fazer as anotações, se ele jogar apenas uma vez os 5 dados.

16 Q = Quadra (4 dados iguais) F = Fula (2 dados iguais e 3 dados iguais) S- = Sequencia mínima (1,2,3,4,5) S+ = Sequencia máxima (2,3,4,5,6) Xmin = Pontos mínimos (soma dos dados) Xmax = Pontos máximos (soma dos dados maior que a mínima) YAM = yam (5 dados iguais) Para fazer a anotação na tabela, soma-se os valores dos dados com a pontuação que está na coluna esquerda da tabela.

17 São jogos utilizados após a exposição dos conceitos, como substituição das listas de exercícios para fixar conceitos. Regina Grando

18 JOGO: DOS NÚMEROS INTEIROS NÚMERO DE JOGADORES: Três SUGESTÃO: 6ª série/ 7º ano CONTEÚDO: Adição de números inteiros MATERIAL NECESSÁRIO: Tabuleiro conforme modelo. Lápis ou caneta. OBJETIVO DO JOGO: Descobrir o número escolhido pelo adversário.

19 REGRAS: Um dos participantes escreve em um papel, um número entre -50 e +50. Este número não pode ser mostrado aos outros dois participantes que irão tentar descobrir o número escrito.

20 Jogador 1 Jogador 2 Anexo 4

21 REGRAS: O jogador 1 escolhe dois números da tabela e multiplica-os (risque os números escolhidos). Jogador 1

22 REGRAS: Em seguida, pergunta ao jogador 2 se o produto destes números é maior, menor ou igual ao número escrito no papel. O adversário somente poderá responder uma das palavras: menor, igual ou maior. Não pode informar nenhum detalhe a mais. Jogador 1 Menor!

23 REGRAS: O jogador 2 escolhe outro número da tabela, risca-o e soma ao produto obtido pelo jogador 1. Em seguida, faz a mesma pergunta ao participante que tem o número a ser descoberto. Jogador 2 Menor!

24 REGRAS: O jogo continua, a partir de agora, cada jogador escolhe um número da tabela e adiciona ao resultado obtido anteriormente pelo adversário. Jogador 1 Maior! O jogador que primeiro acertar o número que está escrito no papel, ganha o jogo.

25 São jogos em ascensão no momento que são executados em ambiente computacional. Regina Grando

26

27

28

29

30 JOGO: DA SIMETRIA NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 5ª série/ 6º ano. CONTEÚDO: Simetria. MATERIAL NECESSÁRIO: Folha branca e caneta. OBJETIVO DO JOGO: Atingir, por primeiro, os 5 aviões do adversário. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar a conceito de simetria.

31

32

33

34

35 Indique os pares ordenados dos aviões simétricos aos aviões dados. y eixo de simetria 5 A C B x

36 Após o jogo Explorar coordenadas cartesianas. Relacionar coordenadas simétricas com módulo. Investigar outras posições para o eixo de simetria.

37

38 Anexo 05 JOGO: DOS EMPILHAMENTOS NÚMERO DE JOGADORES: Dois a quatro. SUGESTÃO: 6ª série/ 7º ano até 8ª série/9º ano. CONTEÚDO: Diferentes vistas de um objeto. MATERIAIS: 20 fichas por grupo, 2 dados e 1 tabuleiro, conforme anexo. OBJETIVO DO JOGO: Encontrar o maior número de empilhamentos. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar diferentes vistas de um mesmo empilhamento. Estabelecer relações entre a bidimensionalidade e tridimensionalidade.

39 Pode ser utilizado para: Anexo 05

40 A 4 F B E C 2 D 1 E 6 Anotar as combinações. Anexo 05

41 E 6

42 Anexo 05 A 4 F B E C 2 D 1 Vista Lateral Vista Frontal

43 1 A F B E C D

44 Construa um empilhamento que apresente as seguintes vistas: lateral frontal superior Quantos cubos formam esse empilhamento? Considerando o volume de cada cubo igual a 1 cm³, qual o volume desse empilhamento? Quantos cubos faltam para que o empilhamento forme um cubo maior de 4 cm de lado?

45 Após o jogo Explorar vistas de outros empilhamentos, sejam elas frontal, lateral, superior ou inferior. Construir empilhamentos, dadas algumas vistas. Reproduzir empilhamentos em malhas quadriculadas. Explorar os conceitos de: perímetro, área e volume.

46

47 Anexo 06 JOGO: BATALHA DE ÂNGULOS NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 6ª série/ 7º ano. CONTEÚDO: Ângulos. MATERIAL: lápis ou caneta e tabuleiro conforme modelo. OBJETIVO DO JOGO: Afundar, por primeiro, toda a tropa do adversário. OBJETIVO PEDAGÓGICO: coordenadas. Explorar medidas de ângulos e

48 REGRAS: Cada jogador deve marcar 12 embarcações que correspondem a 12 pontos (3 de cada tipo). O tabuleiro com as marcações não pode ser visto pelo adversário. Cada jogador, alternadamente, dá um tiro (circunferência e ângulo) com o objetivo de afundar a embarcação do adversário. O jogador deve informar o seu adversário dizendo afundou se o tiro acertou a embarcação e água se o tiro não acertou.

49 REGRAS: Todos os tiros dados pelo adversário devem ser registrados no tabuleiro menor. O vencedor é o primeiro que afundar toda a tropa do adversário.

50 JOGADOR anti-horário ADVERSÁRIO º º 3 Submarinos 3 Destroyers 3 Cruzadores Kátia Smole 3 Porta-aviões Anexo 06

51 JOGADOR ADVERSÁRIO º º Submarino Destroyer Cruzador Porta-aviões Anexo 06

52 a) A maior quantidade de embarcações da frota inimiga está localizada entre quais ângulos: 0 e 90º, 90º e 180º, 180º e 270º ou 270º e 360º? b) Indique a medida do menor ângulo onde se encontra um submarino de sua frota. c) Há algum par de embarcações em posições simétricas ao: eixo x? eixo y? Caso haja, dê as coordenadas das embarcações.

53 Após o jogo Explorar a construção deste tabuleiro com instrumentos como transferidor ou compasso. Explorar outras medidas de ângulos, bem como a construção de outros ângulos. Relacionar a malha com o perímetro da circunferência e/ou a área d círculo, bem como, com o fracionamento das medidas.

54

55 Anexo 07 JOGO: JOGO DAS PIZZAS NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 5ª série/ 6º ano. CONTEÚDO: Frações equivalentes e adição de frações. MATERIAL: lápis ou caneta e tabuleiro conforme modelo. OBJETIVO: 14 cartas com frações e 1 cartela por jogador. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar a adição e a subtração de números fracionários e frações equivalentes.

56 REGRAS: Junte as partes dos círculos ( pedaços de pizza ) que você possui com as seu colega e coloque-as em um canto da mesa. Em seguida, embaralhe suas cartas com as de seu colega e, sem olhar, divida-as entre vocês de modo que cada um fique com 14 cartas. As 14 cartas recebidas pelos jogadores deverão ficar voltadas para baixo, formando um monte. Para iniciar o jogo, cada participante deverá virar a carta que está no alto do monte.

57 REGRAS: Os jogadores devem pegar as peças ( pedaços de pizza ) que correspondem a parte do todo descrita na carta. Comparam as peças e quem tiver a maior parte do todo, fica com as duas cartas e todas as partes do todo. Essas partes servem para formar os círculos ( pizzas ). Caso as frações escritas em ambas as cartas sejam iguais, ou seja, representem a mesma parte do todo, estas ficarão sobre a mesa, e o jogador que ganhar a próxima jogada levará todas as cartas e peças que estão sobre a mesa.

58 REGRAS: Após as 14 jogadas, quem tiver mais círculos inteiros ( pizza ) ganha o jogo. Em caso de empate, elimine os círculos inteiros e verifique as frações restantes de cada jogador. Ganha quem tiver a maior fração do todo.

59 4 8 quatro oitavos 6 8 seis oitavos Anvimar Gasparello e Isabel Lombardi

60 Anexo 07 3/4 4/8 < 6/8 OU Pintar a fração que corresponde a maior parte da pizza. 6/8

61 Vence o jogo quem tiver mais círculos ( pizzas ) inteiras completas. Caso haja empate, elimina-se os círculos inteiros e verifique as frações restantes de cada jogador. Ganha quem tiver a maior fração do todo. 3/4 6/8 Juntar as partes no final do jogo.

62 Dos 3/4 de pizza, podemos juntar 1/4 da pizza aos 6/8 da outra pizza. 1/4 = 2/ = Um quarto seis oitavos oito oitavos

63 Utilizando as ideias envolvidas no jogo, calcule a quantidade de pizza consumida em cada caso. ¼ de pizza e 3/8 de pizza. 1/2 pizza, 1/4 de pizza e 1/8 de pizza. 3/4 pizza e 3/8 de pizza. Explique como procedeu com as pizzas e suas respectivas fatias para calcular a quantidade de pizza consumidas em cada caso.

64 Responda as seguintes situações: a) Luana comeu 3/8 da pizza de lombinho. Que fração da pizza sobrou? b) Pedro comprou 2 pizzas de 8 pedaços, comeu 1/4 de uma pizza e 5/8 da outra. Quantas fatias sobraram? Escreva a expressão numérica que representa o raciocínio desenvolvido nesta situação. Explique como procedeu com as pizzas e suas respectivas fatias para calcular a quantidade de pizza que sobrou em cada item.

65 Após o jogo Explorar algumas adições realizadas ao juntar as partes das pizzas. Não há necessidade de trabalhar com regras, utilize apenas desenhos. Explorar algumas frações equivalentes como: 1/4 = 2/8 ; 1/2 = 2/4 = 4/8, etc. Registrar no caderno as frações equivalentes encontradas durante o jogo. Definir frações equivalentes.

66

67 Anexo 08 JOGO: QUEBRA-CABEÇA PITAGÓRICO NÚMERO DE JOGADORES: Um. SUGESTÃO: 8ª série/ 9º ano. CONTEÚDO: Teorema de Pitágoras. MATERIAIS: Quebra-cabeça, conforme modelo. OBJETIVO: Montar o quebra-cabeça. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar a relação entre as medidas dos catetos e da hipotenusa de um triângulo retângulo. Explorar o Teorema de Pitágoras.

68 Ana Maria Kaleff Anexo 08

69

70

71

72

73 1) O desafio pitagórico, propõe 5 estratégias resolutivas. Todas as estratégias aceitam triângulos retângulos com medidas quaisquer? Caso haja alguma que não aceite, indique-a. 2) Considerando o exemplo 2: existe alguma relação entre o cateto maior e a hipotenusa? elabore uma expressão algébrica que permita obter a medida da hipotenusa dada a medida do cateto maior..

74

75 JOGO: CINCO EM LINHA ALGÉBRICO Anexo 09 NÚMERO DE JOGADORES: De dois a quatro. SUGESTÃO: 6ª série/ 7º ano e 7ª série/ 8º ano. CONTEÚDO: Expressões algébricas. MATERIAL NECESSÁRIO: Um dado, fichas coloridas e tabuleiro numerado de 0 a 99. OBJETIVO: Colocar no tabuleiro, por primeiro, 5 fichas de mesma cor alinhadas na horizontal, vertical ou diagonal. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar o valor numérico de expressões algébricas. Explorar o cálculo mental.

76 REGRAS: Espalhe as cartas que contém as expressões algébricas e o tabuleiro sobre a mesa. Cada jogador deve ficar com 15 fichas de uma mesma cor. O primeiro jogador lança o dado. O número de pontos do dado representará o valor a ser atribuído a variável em uma das expressões algébricas escolhidas pelo jogador. O jogador deve então calcular o valor numérico da expressão escolhida e colocar uma ficha da cor escolhida no valor correspondente a uma das casas do tabuleiro.

77 REGRAS: O jogador adversário pode contestar a resposta e caso esta esteja errada, o jogador devolve uma de suas fichas que está no tabuleiro. Os demais jogadores repetem o procedimento do primeiro jogador. O jogo termina quando um dos jogadores conseguir cinco fichas alinhadas (horizontal, diagonal ou vertical) no tabuleiro.

78 Anexo 09

79 n

80 Após o jogo O professor deve solicitar aos alunos que substituam um dos números do dado em algumas ou todas as expressões algébricas do jogo. Seria interessante também, simular algumas resoluções certas e erradas para os alunos analisarem.

81

82 JOGO: DOMINÓ DA DIVISIBILIDADE Anexo 10 NÚMERO DE JOGADORES: Dois a quatro. SUGESTÃO: 5ª série/ 6º ano. CONTEÚDO: Múltiplos e divisores. MATERIAL NECESSÁRIO: Jogo de dominó conforme modelo. OBJETIVO: Terminar, por primeiro, com as 7 peças da mão. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Identificar números divisíveis por 2, 3, 5 e 10..

83 o aluno poderá realizar a operação em uma folha à parte. REGRAS: Embaralhe as peças do jogo de dominó, viradas para baixo. Distribua 7 peças para cada jogador. Inicia o jogador que tiver a peça dupla D.2 (D=divisível). Caso nenhum jogador possua esta peça, inicia com D3, D5 ou D10, nessa ordem. O jogo discorre no sentido horário. O segundo jogador deverá verificar se possui uma peça que contenha um número divisível por 2. Caso tenha, a peça deve ser colocada na mesa. Caso seja necessário,

84 REGRAS: Caso o jogador, na sua vez, não tenha uma peça que possa ser colocada na mesa, passa a vez para o jogador seguinte. Ganha, o jogador que primeiro terminar com as 7 peças na mão. Caso o jogo fique sem saída (tranque), ganha o jogo quem tiver o menor número de pontos nas peças das mãos.

85 D2 D D2 D10 Eva Maria Siqueira Alves Anexo 10

86 a) Quais números das peças de dominó são divisíveis por: 2? 3? 5? e 10? b) Que critério podemos utilizar para sabermos se um número é divisível por: 2? 3? 5? e 10? c) Agora, utilizando os critérios estabelecido por você, escreva quais dos números a seguir são divisíveis por: 2? 3? 5? e 10? Explique como procedeu com as pizzas e suas respectivas fatias para calcular a quantidade de pizza consumidas em cada caso.

87 Após o jogo O professor deve solicitar que os alunos registrem no caderno quais números são divisível por 2, 3, 5 e 10. Em seguida, solicitar que os alunos tentem descobrir as regras de divisibilidade para estes números. Jogue quantas vezes for necessário para que os alunos descubram as regras. Após a descoberta, os alunos deverão jogar novamente para verificarem se as regras estabelecidas por eles são válidas. Após validar as regras, fazer o registro no caderno das mesmas no caderno.

88

89 Anexo 11 JOGO: ADIÇÃO DE NÚMEROS INTEIROS NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 6ª série/ 7º ano. CONTEÚDO: Adição de números inteiros. MATERIAL NECESSÁRIO: 36 fichas numeradas: 3 fichas de cada número, do -1 ao +5 e 1 ficha de cada, do +6 ao OBJETIVO: Obter o maior saldo de pontos, ao final da partidas. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar a adição de números inteiros.

90 Pode ser usado para: Anexo 11

91 Anexo 11

92

93 + 6

94 + 2

95 Observe as fichas que Mariana possui em um determinado momento do jogo Quanto pontos ela possui até o momento? Para que, na próxima jogada, ela fique com pontos positivo, que peça ela deverá retirar do tabuleiro? Caso Mariana retire uma peça com número negativo, ela ficará com um saldo positivo ou negativo?

96 Após o jogo O professor poderá simular jogadas para os alunos calcularem o total de pontos de cada jogador. O professor poderá explorar números opostos, a propriedade do elemento neutro, da comutativa.

97

98 Anexo 12 JOGO: BARALHO DAS FUNÇÕES NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 7ª série/ 8º ano. CONTEÚDO: Equações e Funções do 1º grau. MATERIAIS: 30 cartas conforme modelo, lápis e papel. OBJETIVO: Se livrar, por primeiro, de todas as cartão da mão. OBJETIVO PEDAGÓGICO: Explorar relações entre as representações: gráficas, algébricas (analítica) e pares ordenados das funções.

99 Pode ser utilizado para: Anexo 13

100 REGRAS: Todas as cartas do jogo devem ser embaralhadas viradas para baixo e distribuídas entre os jogadores. Os jogadores decidem quem começa. O jogador escolhido deverá colocar na mesa uma carta que possua a equação y = x + 1 na parte de cima da carta.

101 REGRAS: Os jogadores vão sequencialmente colocando uma carta sobre a que está na mesa, desde que a mesma apresente na parte debaixo da carta uma função equivalente, uma tabela ou um gráfico que a represente. Caso o jogador não tenha uma carta correspondente, este deve passar a vez. Vence o jogo, o primeiro que se livrar de todas as cartas da mão.

102

103

104

105 Escreva a representação algébrica da função linear indicada pelo gráfico y = f(x) x

106 y 2x Esboce o gráfico da função: y 2x Determine as representações algébrica e gráfica para a função cujos pares ordenados estão indicados a seguir. x y(x)

107 Após o jogo O professor poderá explorar a partir das cartas do jogo: coordenadas cartesianas, domínio e imagem de uma função, relação entre coeficiente, termo independente e representação gráfica, intersecção do gráfico de uma função do 1º grau com o eixo das abscissas, noção de função crescente e descrescente e coeficiente linear e angular. O professor poderá solicitar que os alunos, em grupos, criem um novo jogo. Deste modo o aluno irá escrever a função, tabular, representar graficamente. Há também a possibilidade de explorar equações do 2º grau, funções do 2º grau.

108

109 Anexo 13 JOGO: CARA A CARA DOS POLIEDROS NÚMERO DE JOGADORES: Dois. SUGESTÃO: 7ª série/ 8º ano. CONTEÚDO: Poliedros. MATERIAIS: tabuleiro conforme modelo. OBJETIVO: Descobrir, por primeiro, a carta escolhida pelo adversário OBJETIVO PEDAGÓGICO: Identificar características planas e espaciais de alguns poliedros. Explorar nomenclaturas e classificações de poliedros.

110 Pode ser utilizado para: Anexo 13

111 REGRAS: Cada jogador deverá arrumar seu tabuleiro, ou seja, colocar em pé as cartas que contém os desenhos dos poliedros. O tabuleiro deve ficar virado para o jogador. Na folha que contém os questionamentos, cada jogador deverá escolher um poliedro do tabuleiro e escrever o nome desse poliedro, na folha. O primeiro jogador deve escolher uma das 26 questões e fazer a pergunta ao adversário. O adversário somente poderá responder sim ou não.

112 REGRAS: O jogo procede dessa forma, onde cada jogador faz apenas uma pergunta para o adversário em cada jogada. Anote as respostas dadas pelo adversário, para descobrir o poliedro escolhido pelo adversário. O primeiro jogador que descobrir o poliedro escolhido pelo adversário, ganha o jogo.

113 Pirâmide pentagonal oblíqua

114 Supondo que a medida dos lados dos polígonos que compõem a face inferior dos poliedros, seja igual a 2 cm e que a altura dos poliedros seja 6 cm, calcule o volume dos seguintes poliedros: prisma hexagonal reto, pirâmide pentagonal e prisma quadrangular oblíquo.

115 Após o jogo O professor poderá relacionar com relação de Euler, soma das medidas dos ângulos internos das faces de um poliedro e poliedros regulares.

DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU

DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU 1 DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU Resolver equações de 1 grau; Estimular o raciocínio. Duplas. Material (um para cada dupla): Tabuleiro8x8 com 64 casas. 64 peças. O jogo é composto por um tabuleiro 8x8 com

Leia mais

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos)

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) 1 ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) Objetivos Introduzir o conceito de números inteiros negativos; Desenvolvimento O professor confeccionará o jogo com os alunos ou distribuirá os jogos

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL MATEMÁTICA 7º ANO. Nome: Nº - Série/Ano. Data: / / Professor(a): Eloy/Marcello/Renan

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL MATEMÁTICA 7º ANO. Nome: Nº - Série/Ano. Data: / / Professor(a): Eloy/Marcello/Renan ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL MATEMÁTICA 7º ANO Nome: Nº - Série/Ano Data: / / Professor(a): Eloy/Marcello/Renan Os conteúdos essenciais do semestre. Capítulo 1 Números inteiros Ideia de número positivo

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO

JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO ENCONTRE 1 Objetivos: - Realizar operações de adição e/ou subtração. - Estimular o cálculo mental. - Compor o número 1 com duas parcelas. Número de jogadores: 2 ou 4. Materiais:

Leia mais

4º. ano 1º. VOLUME. Projeto Pedagógico de Matemática 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE. Números e operações.

4º. ano 1º. VOLUME. Projeto Pedagógico de Matemática 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE. Números e operações. 4º. ano 1º. VOLUME 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE Realização de compreendendo seus significados: adição e subtração (com e sem reagrupamento) Multiplicação (como adição de parcelas

Leia mais

Exercícios de Revisão 1º Ano Ensino Médio Prof. Osmar

Exercícios de Revisão 1º Ano Ensino Médio Prof. Osmar Exercícios de Revisão 1º no Ensino Médio Prof. Osmar 1.- Sendo = { x Z / 0 x 2 } e = { y Z / 0 x 5}. esboce o gráfico da função f : tal que y = 2 x + 1 e dê seu conjunto imagem. 2.- No gráfico abaixo de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória Exercícios: 1. Maria inventou uma brincadeira. Digitou alguns algarismos na primeira linha de uma folha. Depois, no segunda linha, fez

Leia mais

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries)

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) PROBLEMA 1 Parte das casas de um quadriculado com o mesmo número de linhas (fileiras horizontais) e colunas (fileiras verticais) é pintada de preto, obedecendo

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º

Leia mais

-Roteiro do professor-

-Roteiro do professor- Frações -Roteiro do professor- Introdução teórica: Os principais objetivos deste kit são: trabalhar com o inteiro formado por partes, construir classes de equivalência através da comparação e introduzir

Leia mais

TEMA I: Interagindo com os números e funções

TEMA I: Interagindo com os números e funções 31 TEMA I: Interagindo com os números e funções D1 Reconhecer e utilizar característictas do sistema de numeração decimal. D2 Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção de resultados na resolução

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 6.º ANO PERFIL DO ALUNO 1.º PERÍODO. DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS/CONTEÚDOS OBJETIVOS n.º de aulas

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 6.º ANO PERFIL DO ALUNO 1.º PERÍODO. DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS/CONTEÚDOS OBJETIVOS n.º de aulas DE MATEMÁTICA - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de conhecer e aplicar propriedades dos números primos; representar e comparar números

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES:

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES: DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES: 1) O JOGO DOS PALITOS E A PROBABILIDADE: esta sequência didática apresentada aos anos iniciais (1º/5º ano) do Ensino Fundamental tem como objetivo possibilitar conhecimentos das

Leia mais

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO PIFE DA MULTIPLICAÇÃO Objetivo: Compreender melhor as operações de multiplicação. Materiais: 46 cartas da seguinte forma: 8 cartas com números do 2 ao 9 sendo estes multiplicadores; 8 cartas com números

Leia mais

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres.

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. Cordeiros e tigres MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. 1. O jogo começa com o tabuleiro vazio. 2. Quem está com os tigres ocupa

Leia mais

Dominó Geométrico 7.1. Apresentação Este é um bom material para interagir a matemática de uma forma divertida e descontraída por meio de um jogo de

Dominó Geométrico 7.1. Apresentação Este é um bom material para interagir a matemática de uma forma divertida e descontraída por meio de um jogo de Dominó Geométrico 7.1. Apresentação Este é um bom material para interagir a matemática de uma forma divertida e descontraída por meio de um jogo de dominó que pode ser desenvolvido por até no máximo quatro

Leia mais

Os jogos nas aulas de matemática

Os jogos nas aulas de matemática Os jogos nas aulas de matemática Materiais necessários para esta aula: Giz de cera Papel grande (cartolina, pardo etc.) Dados Cartas de baralho JOGO DOS PONTOS Que habilidades ou conceitos podem ser trabalhados

Leia mais

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 1ª Ana e Eduardo 8º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 1 Foco: Leitura Compreender e utilizar textos, selecionando dados, tirando conclusões, estabelecendo relações,

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 6ºAno - 2º Ciclo

Plano Curricular de Matemática 6ºAno - 2º Ciclo Plano Curricular de Matemática 6ºAno - 2º Ciclo Domínio Conteúdos Metas Nº de Tempos Previstos Numeros e Operações Geometria Números naturais - Números primos; - Crivo de Eratóstenes; - Teorema fundamental

Leia mais

NOME ESCOLA EQUIPE SÉRIE PERÍODO DATA. -Roteiro do aluno-

NOME ESCOLA EQUIPE SÉRIE PERÍODO DATA. -Roteiro do aluno- Frações NOME ESCOLA EQUIPE SÉRIE PERÍODO DATA -Roteiro do aluno- Introdução: A classe deverá, inicialmente, ser dividida em grupos de 3 ou 4 alunos. Importante: O retângulo do estojo representa 1 inteiro.

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DO SARESP MATEMÁTICA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL (EM FORMATO DE LISTA)

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DO SARESP MATEMÁTICA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL (EM FORMATO DE LISTA) 3.1.1. MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DO SARESP MATEMÁTICA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL (EM FORMATO DE LISTA) COMPETÊNCIA DE ÁREA 1 Desenvolver o raciocínio quantitativo e o pensamento funcional,

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Matemática 5º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Matemática 5º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Matemática 5º Ano OBJETIVOS ESPECÍFICOS TÓPICOS SUB-TÓPICOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período Compreender as propriedades das operações e usá-las no cálculo. Interpretar uma

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA - SPAECE MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEMAS E SEUS DESCRITORES

MATRIZ DE REFERÊNCIA - SPAECE MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEMAS E SEUS DESCRITORES MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I INTERAGINDO COM OS NÚMEROS E FUNÇÕES D1 Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal. Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro)

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro) ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro) Números e operações - Números

Leia mais

Comunidade de Prática Virtual Inclusiva Formação de Professores

Comunidade de Prática Virtual Inclusiva Formação de Professores O Mate erial Dourado Montessor ri O material Dourado ou Montessori é constituído por cubinhos, cubão, que representam: barras, placas e Observe que o cubo é formado por 10 placas, que a placa é formada

Leia mais

Prova de Habilitação

Prova de Habilitação Prova de Habilitação professor 13 de setembro de 2014 INStRUÇÕES 1. Verifi que se os seus dados informados no quadro abaixo estão corretos. Caso as informações não estejam corretas, comunique o erro ao

Leia mais

Jogos com Adições 1. JOGOS LIVRES

Jogos com Adições 1. JOGOS LIVRES Jogos com Adições Como explorar este material? 1. JOGOS LIVRES Objectivo: tomar contacto com o material, de maneira livre, sem regras. Durante algum tempo, os alunos brincam com o material, fazendo construções

Leia mais

MATEMÁTICA 3º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Currículo Paulo VI. Números naturais. Relações numéricas Múltiplos e divisores

MATEMÁTICA 3º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Currículo Paulo VI. Números naturais. Relações numéricas Múltiplos e divisores MATEMÁTICA 3º ANO NÚMEROS E OPERAÇÕES Tópicos Números naturais Relações numéricas Múltiplos e divisores Novo programa de matemática Objetivos específicos Realizar contagens progressivas e regressivas a

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 7.º ANO DE MATEMÁTICA - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de multiplicar e dividir números racionais relativos. No domínio da Geometria e Medida,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 7.º ANO DE MATEMÁTICA 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de multiplicar e dividir números racionais relativos. No domínio da Geometria e Medida,

Leia mais

ASSUNTO PLANIFICAÇÃO ANUAL 6º ano RESPONSÁVEL: Grupo 230 DOMÍNIO SUBDOMÍNIO OBJETIVO GERAL/DESCRITORES RECURSOS

ASSUNTO PLANIFICAÇÃO ANUAL 6º ano RESPONSÁVEL: Grupo 230 DOMÍNIO SUBDOMÍNIO OBJETIVO GERAL/DESCRITORES RECURSOS ESCOLA BÁSICA CRISTÓVÃO FALCÃO ANO LETIVO: 2016/2017 SERVIÇO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DATA: set 2016 ASSUNTO PLANIFICAÇÃO ANUAL 6º ano RESPONSÁVEL: Grupo 230 DOMÍNIO SUBDOMÍNIO

Leia mais

Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica.

Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica. Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica. Estabelecer relações entre representações fracionárias e decimais dos números racionais. Resolver situação-problema utilizando

Leia mais

Matriz da Prova Global do Agrupamento. Matemática - 6.º Ano. Agrupamento de Escolas Silves Sul. Direção de Serviços Região Algarve

Matriz da Prova Global do Agrupamento. Matemática - 6.º Ano. Agrupamento de Escolas Silves Sul. Direção de Serviços Região Algarve Matriz da Prova Global do Agrupamento Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Silves Sul Matemática - 6.º Ano Tipo de prova: Teórica Matriz: A,B,C Duração: 60 minutos Figuras geométricas

Leia mais

BARALHO São usados dois baralhos, JOGO DOS POLIEDROS, de 54 cartas cada, já inclusos os curingas.

BARALHO São usados dois baralhos, JOGO DOS POLIEDROS, de 54 cartas cada, já inclusos os curingas. OFICINA: JOGO DOS POLIEDROS INTRODUÇÃO Para proporcionar um ensino compatível com as exigências da sociedade contemporânea são necessárias mudanças nas formas de ensinar. Estas mudanças implicam no repensar

Leia mais

Programação anual. 6 º.a n o. Sistemas de numeração Sequência dos números naturais Ideias associadas às operações fundamentais Expressões numéricas

Programação anual. 6 º.a n o. Sistemas de numeração Sequência dos números naturais Ideias associadas às operações fundamentais Expressões numéricas Programação anual 6 º.a n o 1. Números naturais 2. Do espaço para o plano Sistemas de numeração Sequência dos números naturais Ideias associadas às operações fundamentais Expressões numéricas Formas geométricas

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas Curriculares de Matemática 1º CICLO MATEMÁTICA 4º ANO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

7.º Ano. Planificação Matemática 2016/2017. Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano

7.º Ano. Planificação Matemática 2016/2017. Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano 7.º Ano Planificação Matemática 201/2017 Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano Geometria e medida Números e Operações Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números racionais - Simétrico

Leia mais

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano Sugestões de jogos Os jogos que apresentamos neste material envolvem diversos conceitos e procedimentos matemáticos, com variações nos níveis de complexidade e destinados a um ou mais grupos de ensino,

Leia mais

Jogo da Velha 3D ou JV3D

Jogo da Velha 3D ou JV3D Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Exatas e da Natureza-CCEN Programa Institucional de Bolsas de Iniciação á Docência Departamento de Matemática Oficina pedagógica: JV3D IV Semana da Matemática

Leia mais

Coordenadas Cartesianas

Coordenadas Cartesianas 1 Coordenadas Cartesianas 1.1 O produto cartesiano Para compreender algumas notações utilizadas ao longo deste texto, é necessário entender o conceito de produto cartesiano, um produto entre conjuntos

Leia mais

7º Ano. Planificação Matemática 2014/2015. Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano

7º Ano. Planificação Matemática 2014/2015. Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano 7º Ano Planificação Matemática 2014/2015 Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números e Operações Números racionais - Simétrico da soma e da diferença

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE TEMA I: INTERAGINDO COM OS NÚMEROS E FUNÇÕES N DESCRITOR

Leia mais

Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo

Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo Reforço escolar M ate mática Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo Dinâmica 7 9º ano 2º Bimestre Aluno DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Fundamental 9ª Geométrico Teorema de Pitágoras

Leia mais

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I 6º Olímpico Matemática I Sistema de numeração romano. Situações problema com as seis operações com números naturais (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). Expressões numéricas

Leia mais

Funções Reais a uma Variável Real

Funções Reais a uma Variável Real Funções Reais a uma Variável Real 1 Introdução As funções são utilizadas para descrever o mundo real em termos matemáticos, é o que se chama de modelagem matemática para as diversas situações. Podem, por

Leia mais

Revisão EXAMES FINAIS Data: 2016.

Revisão EXAMES FINAIS Data: 2016. Revisão EXAMES FINAIS Data: 06. Componente Curricular: Matemática Série: 3ª Turmas : 3A, 3B e 3C Professor (a): Anelise Bruch DICA Estudar com o auxilio das apostilas, das provas anteriores, das listas

Leia mais

Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente

Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente Reforço escolar M ate mática Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente Dinâmica 6 1ª Série 4º Bimestre Aluno DISCIPLINA Série CAMPO CONCEITO Matemática 1a do Ensino Médio Geométrico Trigonometria na

Leia mais

Oficina Geoplano. As atividades apresentadas têm o objetivo de desenvolver as seguintes habilidades:

Oficina Geoplano. As atividades apresentadas têm o objetivo de desenvolver as seguintes habilidades: Oficina Geoplano 1. Introdução O objetivo desta oficina é trabalhar com os alunos alguns conceitos ligados a medidas de comprimento e área de figuras planas, bem como investigar o Teorema de Pitágoras.

Leia mais

VERMELHOS E AZUIS TRABALHANDO COM NÚMEROS INTEIROS E EXPRESSÕES LINEARES. TÂNIA SCHMITT UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

VERMELHOS E AZUIS TRABALHANDO COM NÚMEROS INTEIROS E EXPRESSÕES LINEARES. TÂNIA SCHMITT UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA VERMELHOS E AZUIS TRABALHANDO COM NÚMEROS INTEIROS E EXPRESSÕES LINEARES TÂNIA SCHMITT UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA tânia@mat.unb.br CAPÍTULO 1 JOGOS E ATIVIDADES PARA INTRODUÇÃO DE NÚMEROS NEGATIVOS A idéia

Leia mais

1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13

1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13 Sumário CAPÍTULO 1 Construindo retas e ângulos 1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13 2. Partes da reta 14 Construindo segmentos congruentes com régua e compasso 15

Leia mais

JOGOS COM POLÍGONOS POLIGOLÂNDIA. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas.

JOGOS COM POLÍGONOS POLIGOLÂNDIA. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas. JOGOS COM POLÍGONOS 1. Poligolândia POLIGOLÂNDIA NÚMERO DE JOGADORES: 2, 3 ou 4. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas. MATERIAIS: 20 peças em forma de regiões

Leia mais

5ª Lista de Exercícios de Programação I

5ª Lista de Exercícios de Programação I 5ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C. Questões que envolvam leitura de matrizes, a construção dessas matrizes pode ser realizada através da geração

Leia mais

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS II. Implicações do Suporte, do Gênero e /ou do Enunciador na Compreensão do Texto Estabelecer relação

Leia mais

Escola Secundária com 3º CEB de Lousada

Escola Secundária com 3º CEB de Lousada Escola Secundária com º CE de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 8º no N.º7 ssunto: Ficha de Preparação para o Teste Intermédio (Parte ) bril 011 1. Indique qual das seguintes afirmações é verdadeira:

Leia mais

MATEMÁTICA 6.º ANO SEGUNDO CICLO ANTÓNIO SOUSA MARIA JOÃO MATOS SÓNIA MONTEIRO TERESA PINTO

MATEMÁTICA 6.º ANO SEGUNDO CICLO ANTÓNIO SOUSA MARIA JOÃO MATOS SÓNIA MONTEIRO TERESA PINTO MATEMÁTICA 6.º ANO SEGUNDO CICLO ANTÓNIO SOUSA MARIA JOÃO MATOS SÓNIA MONTEIRO TERESA PINTO ÍNDICE Figuras geométricas planas Sólidos geométricos Relacionar circunferências com ângulos, retas e polígonos

Leia mais

32 Matemática. Programação anual de conteúdos

32 Matemática. Programação anual de conteúdos Programação anual de conteúdos 2 ọ ano 1 ọ volume 1. A localização espacial e os números Construção do significado dos números e identificação da sua utilização no contexto diário Representação das quantidades

Leia mais

CLAIM IT! THE CLAIM-JUMPING GAME de 2-5 jogadores, a partir dos 8 anos

CLAIM IT! THE CLAIM-JUMPING GAME de 2-5 jogadores, a partir dos 8 anos [pg 1] CLAIM IT! THE CLAIM-JUMPING GAME de 2-5 jogadores, a partir dos 8 anos O tempo: 1855. A localidade: O oeste americano Você é um pesquisador de ouro, que alinha o seu território de sondagem e o defende

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira

Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira Currículo da disciplina de Matemática - 7ºano Unidade 1 Números inteiros Propriedades da adição de números racionais Multiplicação de números

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 5.º ANO PERFIL DO ALUNO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 5.º ANO PERFIL DO ALUNO DE MATEMÁTICA - 5.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de conhecer e aplicar propriedades dos divisores e efetuar operações com números

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/Prova 62/1.ª Chamada/2012 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento de identificação CC n.º ou BI

Leia mais

Integrantes do subgrupo

Integrantes do subgrupo Nome do Objetivo do Jogo 1: GANHA CEM PRIMEIRO Ganha quem formar o grupão primeiro: que é o amarrado de dez grupos de dez palitos. Quem primeiro formar o grupão levanta a mão com ele e declara em voz alta:

Leia mais

Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma

Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma Avaliações externas Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma A análise e as orientações didáticas a seguir são de Luciana de Oliveira Gerzoschkowitz Moura, professora de Matemática da Escola

Leia mais

1. Encontre a equação das circunferências abaixo:

1. Encontre a equação das circunferências abaixo: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 2º Ano 2º Trimestre 1. Encontre a equação das circunferências abaixo: 2. Determine o

Leia mais

Regras do jogo equipe de evolução de software /6/2006 versão 2.1

Regras do jogo equipe de evolução de software /6/2006 versão 2.1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 Regras do Jogo Objetivo do jogo: Os jogadores competem para terminar um projeto

Leia mais

Descritores de Matemática 4ª série (5º ano)

Descritores de Matemática 4ª série (5º ano) Descritores de Matemática 4ª série (5º ano) Prova Brasil Matemática São 28 descritores subdivididos em 04 temas. Tema I - Espaço e Forma. D1 - Identificar a localização /movimentação de objeto em mapas,

Leia mais

MATEMÁTICA 4º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Ler e representar números, pelo menos até ao milhão.

MATEMÁTICA 4º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Ler e representar números, pelo menos até ao milhão. MATEMÁTICA 4º ANO NÚMEROS E OPERAÇÕES Números naturais Relações numéricas Múltiplos e divisores Realizar contagens progressivas e regressivas a partir de números dados. Comparar números e ordená-los em

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE 1ª. SÉRIE Exercícios de PA e PG 1. Determinar o 61º termo da PA ( 9,13,17,21,...) Resp. 249 2. Determinar a razão da PA ( a 1,a 2, a 3,...) em que o primeiro

Leia mais

XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009

XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009 XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009 PROVA DA SEGUNDA ETAPA NÍVEL I (Estudantes da 6 a e 7 a Séries) Problema 1 A expressão E, a seguir, é o produto de 20 números:

Leia mais

2º ANO Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicion

2º ANO Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicion PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO DESCRITORES DE MATEMÁTICA PROVA - 3º BIMESTRE 2011 2º ANO Reconhecer e utilizar

Leia mais

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos Elaboração do Jogo: Twister Matemático Responsável: Rassiê Tainy de Paula O Jogo Baseado no já existente jogo Twister, em que, os jogadores têm que mover pés e mãos conforme a indicação da roleta sem perder

Leia mais

Geometria Descritiva. Geometria Descritiva. Geometria Descritiva 14/08/2012. Definição:

Geometria Descritiva. Geometria Descritiva. Geometria Descritiva 14/08/2012. Definição: Prof. Luiz Antonio do Nascimento ladnascimento@gmail.com www.lnascimento.com.br Origem: Criada para fins militares (projeto de fortes militares) para Napoleão Bonaparte pelo matemático francês Gaspar Monge.

Leia mais

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA 7ºANO 1º Período 2º Período 3º Período Apresentação,

Leia mais

JOGOS E HABILIDADES. Marie-Claire Ribeiro Póla Mariele Cestari Esteves Supera Londrina

JOGOS E HABILIDADES. Marie-Claire Ribeiro Póla Mariele Cestari Esteves Supera Londrina JOGOS E HABILIDADES Marie-Claire Ribeiro Póla mariepola@yahoo.com.br Mariele Cestari Esteves Supera Londrina mariele.londrina@metodosupera.com.br Resumo: São inúmeras as habilidades que podem ser desenvolvidas

Leia mais

Calendarização da Componente Letiva

Calendarização da Componente Letiva Calendarização da Componente Letiva 2015/2016 7º Ano Matemática s 1º 2º 3º Número de aulas previstas (45 minutos) 61 50 48 Apresentação e Diagnóstico 2 Avaliação (preparação, fichas de avaliação e correção)

Leia mais

MATEMÁTICA - 8.º Ano. Ana Soares ) Catarina Coimbra

MATEMÁTICA - 8.º Ano. Ana Soares ) Catarina Coimbra Salesianos de Mogofores - 2016/2017 MATEMÁTICA - 8.º Ano Ana Soares (ana.soares@mogofores.salesianos.pt ) Catarina Coimbra (catarina.coimbra@mogofores.salesianos.pt ) Rota de aprendizage m por Projetos

Leia mais

Matriz de referência de MATEMÁTICA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de referência de MATEMÁTICA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 17 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL Tópico Habilidade B1 B2 B3 ESPAÇO E FORMA GRANDEZAS E MEDIDAS TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO H01 H03 H04 H06 Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras

Leia mais

Calendarização da Componente Letiva Ano Letivo 2016/2017

Calendarização da Componente Letiva Ano Letivo 2016/2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANDRÉ SOARES (150952) Calendarização da Componente Letiva Ano Letivo 2016/2017 8º Ano Matemática Períodos 1º Período 2º Período 3º Período Número de aulas previstas (45 minutos)

Leia mais

ISBN Apresentação

ISBN Apresentação Serpentes e Escadas - TERMOQUÍMICA Apresentação Serpentes e Escadas é um jogo de percurso feito em tabuleiro. Sua origem é indiana e os registros mais antigos são do século XIII. Na ocasião, era utilizado

Leia mais

PLANO DE AULA DOMINÓ DE FRAÇÕES. 2. Conteúdo(s): Adição e subtração de frações de mesmo denominador.

PLANO DE AULA DOMINÓ DE FRAÇÕES. 2. Conteúdo(s): Adição e subtração de frações de mesmo denominador. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Educação Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência PIBID/UFPR Projeto Interdisciplinar Pedagogia e Matemática PLANO DE AULA DOMINÓ DE FRAÇÕES Isabella

Leia mais

Escola Secundária com 3º ciclo D. Dinis 10º Ano de Matemática A TEMA 1 GEOMETRIA NO PLANO E NO ESPAÇO I. 2º Teste de avaliação versão1 Grupo I

Escola Secundária com 3º ciclo D. Dinis 10º Ano de Matemática A TEMA 1 GEOMETRIA NO PLANO E NO ESPAÇO I. 2º Teste de avaliação versão1 Grupo I Escola Secundária com º ciclo D. Dinis 10º Ano de Matemática A TEMA 1 GEOMETRIA NO PLANO E NO ESPAÇO I º Teste de avaliação versão1 Grupo I As cinco questões deste grupo são de escolha múltipla. Para cada

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas de Aprendizagem

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas de Aprendizagem AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas de Aprendizagem 3º CICLO MATEMÁTICA 7ºANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE MATEMÁTICA - SADEAM 3 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE MATEMÁTICA - SADEAM 3 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 3 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ESPAÇO E FORMA Identificar a localização/movimentação de objeto ou pessoa em mapa, croqui e outras representações gráficas. Identificar propriedades comuns e diferenças entre

Leia mais

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação Escola E.B. 2.3 de Pedro de Santarém PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 5º ANO 2010/2011 Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação Aulas Previstas Preparar e organizar o trabalho a realizar

Leia mais

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo Matemática - 6º Ano. Metas/Objetivos. Instrumentos de Avaliação

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo Matemática - 6º Ano. Metas/Objetivos. Instrumentos de Avaliação DOMÍNIOS e subdomínios GEOMETRIA E -Figuras geométricas planas -Medida -Isometrias do plano GM6-1, 5, 6, 9, 10 NÚMEROS E Metas/Objetivos Objetivos gerais Relacionar circunferências com ângulos, retas e

Leia mais

MEC UFSC PMF/ Secretaria Municipal de Educação

MEC UFSC PMF/ Secretaria Municipal de Educação Jogo: Um a mais, um a menos. Dez a mais, dez a menos. SMOLE, Kátia Stocco. Cadernos do Mathema Jogos de matemática de 1º ao 5º ano. Porto Alegre: Artemed, 2007. Organização da turma: grupos de quatro jogadores

Leia mais

Programação Anual. 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) 1 ọ 2 ọ 1. Sistemas de numeração Características de um sistema de numeração (símbolos e regras) Alguns sistemas de numeração (egípcio,

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2009

Canguru Matemático sem Fronteiras 2009 Destinatários: alunos dos 7 e 8 anos de Escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h30min Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. As questões estão agrupadas em três níveis:

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 MATEMÁTICA (2º ciclo)

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 MATEMÁTICA (2º ciclo) (2º ciclo) 5º ano Operações e Medida Tratamento de Dados Efetuar com números racionais não negativos. Resolver problemas de vários passos envolvendo com números racionais representados por frações, dízimas,

Leia mais

MATEMÁTICA - 2º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos

MATEMÁTICA - 2º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos MATEMÁTICA - 2º ANO NÚMEROS E OPERAÇÕES Números naturais Noção de número natural Relações numéricas Sistema de numeração decimal Classificar e ordenar de acordo com um dado critério. Realizar contagens

Leia mais

Atividades de Geometria com o Geoplano

Atividades de Geometria com o Geoplano Atividades de Geometria com o Geoplano Introdução A palavra Geoplano vem do inglês geoboard onde geo vem de geometria e board de plano, tábua ou tabuleiro, ou ainda superfície plana. O Geoplano foi inventado

Leia mais

Datas de Avaliações 2016

Datas de Avaliações 2016 ROTEIRO DE ESTUDOS MATEMÁTICA (6ºB, 7ºA, 8ºA e 9ºA) SÉRIE 6º ANO B Conteúdo - Sucessor e Antecessor; - Representação de Conjuntos e as relações entre eles: pertinência e inclusão ( ). - Estudo da Geometria:

Leia mais

JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR

JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR 1. CAMINHOS CAMINHOS NÚMERO DE JOGADORES: 1,2 ou mais. OBJETIVO: Formar um caminho cujo percurso passa por todos os pontos do geoplano desde o canto superior esquerdo até

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL Múltiplos e divisores. Critérios de divisibilidade. - Escrever múltiplos

Leia mais

FRAÇÕES E NÚMEROS DECIMAIS. Materiais manipulativos para o ensino de COLEÇÃO MATHEMOTECA. ORGANIZADORAS Katia Stocco Smole Maria Ignez Diniz

FRAÇÕES E NÚMEROS DECIMAIS. Materiais manipulativos para o ensino de COLEÇÃO MATHEMOTECA. ORGANIZADORAS Katia Stocco Smole Maria Ignez Diniz COLEÇÃO MATHEMOTECA ORGANIZADORAS Katia Stocco Smole Maria Ignez Diniz Anos iniciais do ensino fundamental Materiais manipulativos para o ensino de FRAÇÕES E NÚMEROS DECIMAIS . a) Coloque as peças rosa

Leia mais

SOMENTE COM CANETA AZUL

SOMENTE COM CANETA AZUL º SIMULADO - 8º ANO - 016 ENSINO FUNDAMENTAL Matemática 45 Questões 0 de dezembro - sexta-feira Nome: Turma: Unidade: º A DI CENTRO EDUCACIONAL ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DO SIMULADO - º TRI 1 O aluno

Leia mais

Cronograma - 2º Bimestre / 2016

Cronograma - 2º Bimestre / 2016 Prof.: TIAGO LIMA Disciplina: MATEMÁTICA Série: 1º ano EM 25/04 e 28/04 02/05 e 04/05 09/05 e 12/05 23/05 e 26/05 30/05 e 02/06 06/06 e 09/06 13/06 e 16/06 20/06 e 23/06 27/06 e 30/06 04/07 e 07/07 Função

Leia mais

PUC-Rio Desafio em Matemática 11 de outubro de 2014

PUC-Rio Desafio em Matemática 11 de outubro de 2014 PUC-Rio Desafio em Matemática 11 de outubro de 2014 Nome: Assinatura: Inscrição: Identidade: Questão Valor Nota Revisão 1 1,0 2 1,5 3 1,5 4 2,0 5 2,0 6 2,0 Nota final 10,0 Instruções Mantenha seu celular

Leia mais

1º Período. Figuras geométricas

1º Período. Figuras geométricas ii 1º Período Figuras geométricas Quadrado polígono com quatro lados iguais e com quatro ângulos rectos. Rectângulo polígono com quatro lados iguais dois a dois e com quatro ângulos rectos. Trapézio rectângulo

Leia mais