APELAÇÃO COM REVISÃO N o /7 - São Paulo Apelante: Humana Seguros Pessoais Ltda. Apelada : Marinalva Souza Cardoso

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APELAÇÃO COM REVISÃO N o 754.280-0/7 - São Paulo Apelante: Humana Seguros Pessoais Ltda. Apelada : Marinalva Souza Cardoso"

Transcrição

1 APELAÇÃO COM REVISÃO N o /7 - São Paulo Apelante: Humana Seguros Pessoais Ltda. Apelada : Marinalva Souza Cardoso SEGURO DE VIDA EM GRUPO. ESTIPULANTE QUE, NO CASO, É PARTE LEGÍTIMA. Estipulante é a pessoa que, em nome do Segurado, contrata com a empresa Seguradora a Apólice de Seguro de Vida em Grupo. Quando ela se porta perante o contratante aderente como esta, assume a obrigação decorrente da apólice. PAGAMENTO. DIREITO DE REGRESSO. O pagamento da indenização por invalidez devia ser exigido de empresa(s) seguradora(as), uma vez que somente podem operar em seguros privados as sociedades anônimas ou cooperativas devidamente autorizadas. Mas, neste caso, a Requerida e Estipulante assumiu deliberadamente essa postura, fazendo incidir a teoria da aparência, o que a legitima para figurar no pólo passivo da ação, podendo, se pertinente, promover ação de regresso contra a Seguradora. CERCEAMENTO DE DEFESA. NÃO-OCORRÊNCIA. Não houve cerceamento de defesa de qualquer ordem. O julgador sentiu-se habilitado para a entrega da prestação jurisdicional diante das provas existentes e que lhe ofereceram elementos de convencimento. Cumpriu a norma do artigo 330 do Código de Processo Civil. Voto n o Visto, MARINALVA SOUZA CARDOSO ingressou com "ação ORDINÁRIA" (folha 2 - destaques do original) contra HUMANA SEGUROS (identificada nos autos como Humana Seguros Pessoais Ltda.), qualificação e caracteres das partes no processo, perseguindo a indenização originária do "... Certificado de Seguro Individual..." (folha 2), substituído em renovação por outro, porque, portadora de escoliose lombar, tornou-se inválida de forma permanente e total. Recebeu os benefícios da assistência judiciária. Formalizada a angularidade, a Requerida habilitou-se e apresentou contestação, que foi - 1 -

2 impugnada. As partes exibiram documentos. Em audiência não houve conciliação. Seguiu-se a entrega da prestação jurisdicional e, procedente a pretensão, foi a Requerida condenada ao pagamento de R$ 6.890,40, com correção de acordo com a Tabela Prática do Tribunal de Justiça desde a constituição do crédito, com juros de 0,5% a.m. a contar da citação, custas, despesas processuais e honorários advocatícios de 10% sobre o valor da causa. HUMANA SEGUROS PESSOAIS LTDA. interpôs recurso. Argüiu: 1. cerceamento de defesa porque, "... havendo um ponto controvertido de natureza fática, que dependia de provas, não poderia o magistrado ter sentenciado o feito preterindo-as" (folha 79); 2. ilegitimidade de parte porque figurou no contrato como Estipulante e, por isso, "... partes legítimas para responder pelos seguro contrato pela autora seriam as seguradoras..." (folha 79); 3. não caracterização do sinistro de invalidez por doença e cerceamento de defesa, pois, na época do sinistro estava em vigor a Circular SUSEP 17/95, que conceituava a invalidez permanente e total por doença, não tendo a Apelada atendido aos requisitos. MARINALVA SOUZA CARDOSO fez encarte de contra-razões defendendo o acerto da decisão, porque: 1. pela posição intermediária assiste à Requerida o direito de regresso; 2. as provas foram substanciais e afastam a argüição de cerceamento de defesa

3 É o relatório, adotado no mais o da r. sentença. As razões e as contra-razões estão centralizadas com exclusividade nas provas, entre elas, de forma especial nos contratos firmados pelas partes. O recurso passa a ser apreciado nos limites especificados para satisfação do princípio tantum devolutum quantum appellatum, refletindo-se, desde logo, pela diretriz sumular sobre o não-reexame em caso de recursos constitucionais, tanto sobre o reexame das provas como em relação à interpretação da cláusula contratual 1. A questão sobre a ilegitimidade de parte foi afastada pela r. sentença, com fundamento nos documentos oferecidos pela própria Requerida (folha 71) que, também, não negou a existência do contrato de seguro, tanto que realizou descontos para que a Requerente tivesse condições de ser incluída no plano de seguro pessoal. Agora, no momento de honrar o compromisso, quer afastá-la. Estipulante é a pessoa que, em nome do Segurado e em favor dele, contrata com a empresa Seguradora a Apólice de Seguro de Vida em Grupo ou de Acidentes Pessoais. A sua responsabilidade no contrato de seguro pode ser direta ou indireta, dependendo das provas, dos fatos e das circunstâncias. O pagamento da indenização prevista na apólice, em tese, devia ser exigido da empresa seguradora, uma vez que somente podem operar em 1 - STF. Súmula 279: "Para simples reexame de prova não cabe recurso extraordinário". STJ. Súmula 7: "A pretensão de simples reexame de prova não enseja recurso especial"

4 seguros privados as sociedades anônimas ou cooperativas devidamente autorizadas 2. Mas, no caso concreto, a empresa estipulante assumiu deliberadamente essa postura, o que a legitima para figurar no pólo passivo da ação, podendo, se pertinente, promover ação de regresso contra a(s) empresa(s) seguradora(s). O Certificado de Seguro Individual e o Certificado de Seguros são de responsabilidade da Requerida e empresa estipulante Humana Seguros Pessoais (folhas 11/12). Foi ela, também, pelo Departamento de Sinistro, quem fez a devolução das radiografias e dos exames (radiológicos) da Requerente e Segurada (folha 18). Nenhum desses documentos sofreu contrariedade formal. No Cartão Proposta figuram os nomes da empresa e da proponente, ocorrências que foram reproduzidas no Aviso de Sinistro de Vida em Grupo e/ou de Acidentes Pessoais e, em parte, no Certificado de Seguros (folhas 48 a 50). Nesses documentos e nos anteriores há realces nos cabeçalhos ao nome Humana Seguros Pessoais. São elementos (escritos) suficientes, pela conduta irregular da Requerida, para criar dúvida objetiva perante o contratante aderente. Não consta em nenhuma dessas peças, de forma induvidosa, que o pagamento de indenização seria de empresa de seguro. Agiu a Requerida como se seguradora fosse e, por isso, deve sujeitar-se à teoria da aparência; daí, a responsabilidade direta. Em caso análogo, que tramitou pela 10 a Câmara do extinto Segundo Tribunal de Alçada Civil de 2 - Decreto-lei nº 73, de 21/11/1966, art

5 São Paulo, o ilustre Relator, Desembargador Nestor Duarte, lançou em seu voto: A questão da ilegitimidade passiva deve ser analisada segundo a conduta dos contratantes. Conforme se vê do documento de fls. (...) a ré apelante portou-se como responsável pelo pagamento.... "Assumindo, deliberadamente, essa postura, irrogou obrigação que tornou inclusive dificultosa para as autoras a verificação de quem seria a efetiva Seguradora, pois sequer tinham a apólice O mesmo entendimento é encontrado na jurisprudência do extinto Segundo Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, v.g.: Seguro de Vida e/ou Acidentes Pessoais. Legitimidade passiva. Estipulante. Pessoa que se apresenta e age como Seguradora. Reconhecimento. Teoria da Aparência. Aplicabilidade. Coresponsabilidade da instituição financeira captadora de seguros se as circunstâncias levam o consumidor à suposição de estar por ela sendo garantida. 4 Na hipótese em que a estipulante pertence ao mesmo grupo da seguradora, age como mandatária desta e com ela se confunde, pode ser considerada parte legítima para figurar no polo passivo da ação de cobrança de indenização securitária. 5 A r. sentença registrou: 3 - Ap. c/ Rev /1 - J Ap. c/ Rev /5-6ª Câm. - Rel. Juiz LINO MACHADO - J No mesmo sentido: RT 735/289; JTA (Lex) 177/535; Ap. c/ Rev /7-4ª Câm. - Rel. Juiz CELSO PIMENTEL - J ; Ap. c/ Rev /0-8ª Câm. - Rel. Juiz MILTON GORDO - J ; AI /5-3ª Câm. - Rel. Juiz HENRIQUE NELSON CALANDRA - J ; REsp SP - STJ - 4ª T. - Rel. Min. SÁLVIO DE FIGUEIREDO - DJ , pág Ap. c/ Rev /8-3ª Câm. - Rel. Juiz CARLOS GIARUSSO SANTOS - J No mesmo sentido: Ap. c/ Rev /5-5ª Câm. - Rel. Juiz LAERTE SAMPAIO - J ; Ap. c/ Rev /8-6ª Câm. - Rel. Juiz EUCLIDES DE OLIVEIRA - J ; Ap. c/ Rev /1-11ª Câm. - Rel. Juiz ARTUR MARQUES - J

6 "... o requerido deve ser mais zeloso quando entabula contratos, bem como na manutenção de seus registros, sob pena de arcar por sua incúria, conquanto restou comprovada a cobrança e o registro frente à autora. Ora, não foi possível entender os motivos de sua recusa." (folha 72) A invalidez por doença está comprovada, não tendo nenhuma influência o entendimento da Requerida sobre a saúde da segurada, porque incide, no caso, as normas pertinentes do Código de Defesa do Consumidor. A boa-fé é presumida e não há como isentar-se a Requerida de sua responsabilidade sob alegação que fica restrita ao elemento subjetivo, uma vez que as provas por ela fornecidas não convencem sobre a caracterização da tese que defende. Não houve cerceamento de defesa de qualquer ordem. O julgador sentiu-se habilitado à entrega da prestação jurisdicional diante da prova existente e que lhe ofereceu elementos de convencimento. Cumpriu a norma do artigo 330 do Código de Processo Civil. A necessidade da produção de provas deveria evidenciar um âmbito, ou uma extensão de imperiosidade, suficiente para aferir-se sobre a possibilidade de ser alijada a prova documental. É o entendimento doutrinário e jurisprudencial dominante. "Se as provas dos autos foram suficientes para o julgamento do feito, não se vislumbra caracterizado qualquer cerceamento de defesa º TACivSP - Ap. c/ Rev ª Câm. - Rel. Juiz LUIZ DE LORENZI - J

7 Os documentos comprovam o estado de saúde, inclusive que a Requerente, em razão do mal, encontra-se em gozo de benefício sob responsabilidade da entidade autárquica federal INSS. É do conhecimento público o rigor dessa instituição para a concessão de benefício ao segurado obrigatório e, também, não houve incidente algum de falsidade sobre qualquer um deles. Pondera-se que se limitou a Requerida, na contestação e nas razões do recurso, sobre a ilegitimidade de parte, não enfrentando em nenhuma oportunidade a inexistência da invalidez, embora tenha invocado as razões Circular SUSEP 17/95 que, no caso, não tem incidência. Não se afigura possível o reconhecimento ex officio sobre a responsabilidade solidária de empresa(s) seguradora(s), porque não houve denunciação da lide, ficando ressalvado o direito de regresso à Requerida para possível ressarcimento dos valores de sua condenação. "Pagamento. Direito de regresso. O pagamento da indenização por invalidez permanente prevista por essa apólice deveria ser exigido da Seguradora, uma vez que somente podem operar em seguros privados as sociedades anônimas ou cooperativas devidamente autorizadas, mas, no caso, a Estipulante assumiu deliberadamente essa postura, o que a legitima para figurar no pólo passivo da ação, podendo, se pertinente, promover ação de regresso contra a Seguradora." 7 recurso. Em face ao exposto, nega-se provimento ao IRINEU PEDROTTI Desembargador Relator. 7-2 TACivSP - Ap. c/ Rev /8-10ª Câm. - Rel. Juiz IRINEU PEDROTTI - J

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA APELAÇÃO COM REVISÃO N º 641.562-0/7 CAMPINAS Apelante: Lafontes Seguros Administração e Corretora de Seguros S. C. Ltda. Apelada : Margarida da Cunha Santos AÇÃO DE COBRANÇA. EMBARGOS À EXECUÇÃO. CERCEAMENTO

Leia mais

APELAÇÃO COM REVISÃO N º 729.743-0/7 - SÃO PAULO Apelante: Companhia de Seguros do Estado de São Paulo - COSESP Apelado : José Rodrigues Sanchez

APELAÇÃO COM REVISÃO N º 729.743-0/7 - SÃO PAULO Apelante: Companhia de Seguros do Estado de São Paulo - COSESP Apelado : José Rodrigues Sanchez APELAÇÃO COM REVISÃO N º 729.743-0/7 - SÃO PAULO Apelante: Companhia de Seguros do Estado de São Paulo - COSESP Apelado : José Rodrigues Sanchez SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PROVAS. RESPONSABILIDADE. As Seguradoras,

Leia mais

MARIA DE LOURDES BEZERRA ingressou com AÇÃO DE INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA (folha 2 -

MARIA DE LOURDES BEZERRA ingressou com AÇÃO DE INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA (folha 2 - APELAÇÃO COM REVISÃO N o 770.256-0/4 SÃO PAULO Apelante: Maria de Lourdes Bezerra Apeladas: Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais Sul América Companhia Nacional de Seguros AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. SEGURO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 579.006-0/1 - Apelantes: Mikar Locações e Participações S.A. Sérgio da Silva Antunes (Adesivo) Apelados : Idem AÇÃO DE COBRANÇA. CORRETOR. MEDIAÇÃO. CERCEAMENTO DE DEFESA. Não ocorrência.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Voto n 0 8.140. Visto, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO. Voto n 0 8.140. Visto, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA APELAÇÃO COM REVISÃO N 0 826.031-0/6 São Paulo Apelantes: Ohanes Eivazian Ana Maria Batista Eivazian Apelados: Augusto Domingos Vieira Carvalhais Maria Lúcia Gonçalves Martins Maria Jacinta Vieira Gonçalves

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AÇÃO DE COBRANÇA. SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. A prescrição anual prevista

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AÇÃO DE COBRANÇA. SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. A prescrição anual prevista

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 12 de abril de 2010, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 992.08.043493-1

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 23 de agosto de 2010, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 992.06.040400-0

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 1 o de março de 2010, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 992.05.099051-8

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques

AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADA COM COBRANÇA DE ALUGUERES E ENCARGOS.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA Julgamento (sem segredo de justiça): 18.01.2006, v.u. APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 750.500-0/1 SÃO PAULO Apelante: Ocidental Comércio Exterior Ltda. Apelada: Oceanus Agência Marítima S. A. AÇÃO DE COBRANÇA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 665.046-0/5 BARRA BONITA Agravante: José Arnaldo Serafim Agravada: Usina da Barra S. A. Açúcar e Álcool ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. INDEFERIMENTO NOS PRÓPRIOS AUTOS. DECISÃO INTERLOCUTÓRIA.

Leia mais

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke AÇÃO DE EXECUÇÃO. EMBARGOS DE TERCEIRO OPOSTOS PELO ADQUIRENTE

Leia mais

APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva

APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva EMBARGOS À EXECUÇÃO. AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 576.782-0/2 RIBEIRÃO PRETO Apelante: Condomínio Conjunto Residencial Nova Ribeirânea Lote B Apelado : H. T. R. Construções e Empreendimentos Ltda. AÇÃO DE COBRANÇA. COMPROMISSO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 604.369-0/1 Agravante: Moema Vídeo Comércio de Fitas e Serviços Ltda. Agravados: Sylvia de Araújo Courrege Roberto Courrege Edith Courrege Gomide AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 563.854-0/5 RIBEIRÃO PIRES Apelantes: LE Rouge Comércio e Importação Ltda. DJ Boys Comércio e Importação Ltda. Apelados : Agostinho Barreiros Dias Maria Ernestina Garcia Dias LOCAÇÃO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO N º 590.556-0/9 - SÃO VICENTE Apelante: Elisabetta Maiorano (ou Elisabetta Maiorano Errico) Apelada : Manayara de Azambuja Luz AÇÃO DE DESPEJO. NOTIFICAÇÃO. Art. 47, inc. V, da Lei

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO Nº 2006.3281-7/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE FAZENDA RIO GRANDE RECORRENTE...: EDITORA ABRIL S/A RECORRIDO...: RAFAELA GHELLERE DAL FORNO RELATOR...: J. S. FAGUNDES CUNHA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 06 de dezembro de 2006, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 889.557-0/7

Leia mais

:João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros).

:João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros). APELAÇÃO CÍVEL N 200.2008.032.045-61 001. Relator :João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros). Apelado :Evaldo de Lima

Leia mais

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 2008.001.56923 APELANTE: BRADESCO SAÚDE S/A APELADA: VÂNIA FERREIRA TAVARES RELATORA: DES. MÔNICA MARIA COSTA APELAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA Julgamento (sem segredo de justiça): 18.01.2006, v.u. APELAÇÃO COM REVISÃO N º 806.336-0/6 - BAURU Apelante: Santander Seguradora S. A. Apelada: Ivete Magali Mahnis de Sousa AÇÃO DE COBRANÇA. SEGURO DE

Leia mais

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro fls. 375 SENTENÇA Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: Luiz Eduardo Possagnolo Requerido: Gafisa Spe-127

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Registro: 2013.0000209289 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0017770-14.2003.8.26.0224, da Comarca de Guarulhos, em que é apelante/apelado HSBC SEGUROS ( BRASIL ) S/A, são

Leia mais

1. Ação de Despejo por Falta de Pagamento Autos do processo nº 29.195/00 Requerente: Carlos Batoco Requerido: Colégio Pioneiro S/C Ltda.

1. Ação de Despejo por Falta de Pagamento Autos do processo nº 29.195/00 Requerente: Carlos Batoco Requerido: Colégio Pioneiro S/C Ltda. APELAÇÃO COM REVISÃO N º 712.871-0/7 SÃO PAULO Apelante: Colégio Pioneiro S/C Ltda. Apelado: Carlos Batoco Referências: 1. Ação de Despejo por Falta de Pagamento Autos do processo nº 29.195/00 Requerente:

Leia mais

i iiiiii uni uni mil uni mil mil mil llll llll

i iiiiii uni uni mil uni mil mil mil llll llll sajfâu PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 397 ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SAC>PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N i iiiiii uni uni mil uni mil mil mil llll llll Vistos,

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas:

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas: . ' ESTADO DA PARAÍBA t-n " PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação Civel n 200.2004.038313-1/001 Relator: Des. Luiz Silvio Ramalho Júnior Apelante: Executivos Administração e Promoção de Seguros

Leia mais

substituição ao Des. José Di Lorenzo Serpa.

substituição ao Des. José Di Lorenzo Serpa. ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa APELAÇÃO CÍVEL N. 040.2008.000891-1/001. Relator: Marcos William de Oliveira, Juiz Convocado em substituição ao Des. José Di

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA APELAÇÃO SEM REVISÃO N º 671.882-0/4 PEDERNEIRAS Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social INSS Apelada: Benedita Maria dos Santos ACIDENTE DO TRABALHO. EMBARGOS À EXECUÇÃO. DIFERENÇAS. LIMITE TEMPORAL.

Leia mais

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório.

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório. APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 6263 - PE (20088300010216-6) PROC ORIGINÁRIO : 9ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO R E L A T Ó R I O A EXMA SRA DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA (RELATORA CONVOCADA): Trata-se

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR RECURSO INOMINADO Nº 2006.0003212-2/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CRUZEIRO DO OESTE RECORRENTE...: BRADESCO SEGUROS S. A. RECORRIDO...: ALEXANDRE GONÇALVES MANFRIM RELATOR...: EMENTA RECURSO

Leia mais

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE COBRANÇA. CONSUMIDOR. CONTRATO. SEGURO DE VIDA. RESSARCIMENTO/COMPLEMENTAÇÃO DE AUXILIO FUNERAL. DEVOLUÇÃO EM DOBRO DAS PRESTAÇÕES COBRADAS/PAGAS APÓS A MORTE DO SEGURADO. 1. Restou incontroversa a contratação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 12/05/2006 18/04/2006 PRIMEIRA TURMA RELATOR : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE RECORRENTE(S) : CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO - CEFET/MA ADVOGADO(A/S) : PROCURADORIA-GERAL

Leia mais

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro fls. 332 SENTENÇA Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: Marcelo Monea e outro Requerido: Vila

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA APELAÇÃO COM REVISÃO N º 604.846-0/9 - SANTOS Apelante: Edmar Sérvulo Pereira Apelada : Terracom Engenharia Ltda. COMPETÊNCIA. CONTRATO DE TRABALHO. AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS. O caso concreto trata de

Leia mais

Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO

Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO ALEX DA SILVA CALDEIRA propôs ação de cobrança de seguro por invalidez decorrente de doença em face de ITAÚ SEGUROS S/A, já qualificados, afirmando que foi

Leia mais

CFM ASSESSORIA E SERVIÇO DE COBRANÇA S/C LTDA. ingressou com AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL...

CFM ASSESSORIA E SERVIÇO DE COBRANÇA S/C LTDA. ingressou com AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL... APELAÇÃO COM REVISÃO N 0 752.904-0/0 SÃO PAULO Apelante: CFM Assessoria e Serviço de Cobrança S/C Ltda. Apelada: Xerox do Brasil Ltda. LOCAÇÃO. BEM MÓVEL. AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL. ADMISSIBILIDADE.

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores SILVIA ROCHA (Presidente) e PEREIRA CALÇAS. São Paulo, 8 de agosto de 2012.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores SILVIA ROCHA (Presidente) e PEREIRA CALÇAS. São Paulo, 8 de agosto de 2012. ACÓRDÃO Registro: 2012.0000384775 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 9243918-39.2008.8.26.0000, da Comarca de São Bernardo do Campo, em que é apelante WELLINGTON DE SOUZA (JUSTIÇA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA Julgamento (sem segredo de justiça): 18.01.2006, v.u. APELAÇÃO COM REVISÃO N º 756.824-0/0 - Osasco Apelantes: Massayuki Hirata, Nilson Roberto do Carmo, Nilton Donizetti do Carmo e Rosangela do Porto

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 6ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 6ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000638132 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010183-26.2011.8.26.0008, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado ALICE FERNANDES SANCHES, é apelado/apelante

Leia mais

SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA A C Ó R D Ã O

SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA A C Ó R D Ã O SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA - Não comprovando a preexistência da doença ou a má-fé do segurado, é insubsistente a resistência

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ROGÉRIO FIALHO MOREIRA RELATÓRIO Trata-se de apelação interposta pelo INSS (fls. 83/90), em face da sentença (fls. 79/80), que julgou procedente o pedido de aposentadoria

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 09 de agosto de 2006, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 748.805-0/0

Leia mais

CONCLUSÃO. Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari.

CONCLUSÃO. Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari. fls. 452 CONCLUSÃO Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari. Processo nº: 1000819-86.2015.8.26.0003 Classe - Assunto Procedimento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO fls. 243 Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1114351-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951 10ª Câmara Seção de Direito Privado Apelação com Revisão n 4002213-20.2013.8.26.0562 Comarca: Santos Ação: Compromisso de Venda e Compra e Repetição de indébito Apte(s).: API Assessoria Consultoria e Intermediação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000172403 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0021434-36.2009.8.26.0000, da Comarca de São Paulo,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000251389 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0128060-36.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante AGÊNCIA ESTADO LTDA, é apelado IGB ELETRÔNICA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 91 Registro: 2014.0000560120 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 4008523-94.2013.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é apelante ULYSSES PINTO NOGUEIRA,

Leia mais

O julgamento teve a participação dos Desembargadores MELLO PINTO (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E CELSO PIMENTEL.

O julgamento teve a participação dos Desembargadores MELLO PINTO (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E CELSO PIMENTEL. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO *03405073* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 9173897-09.2006.8.26.0000,

Leia mais

ACÓRDÃO. Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São. José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE

ACÓRDÃO. Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São. José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE Registro: 2015.0000362845 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE BADY 1 EMPREENDIMENTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO COM REVISÃO N 0 574.032-0/9 - ITAPIRA Apelante: Icicla Indústria e Comércio de Papéis Ltda. Apelado: Geraldo Muroni Sobrinho DECLARAÇÃO DE VOTO RESPONSABILIDADE CIVIL. ACIDENTE DO TRABALHO. Reparação

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.12.351388-9/001 Númeração 3513889- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Rogério Medeiros Des.(a) Rogério Medeiros 05/11/2013 14/11/2013 EMENTA:

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N.º 0402603-95.2008.8.19.0001 APELANTE: SULAMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDENCIA APELADO: FRANCISCO DE SOUZA COELHO JUNIOR RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 666.123-0/7 SOROCABA Agravante: Maria da Conceição Latuf Agravado: Serviço Social da Indústria - SESI AGRAVO DE INSTRUMENTO. Ausência de cópia da certidão de intimação da decisão

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ALEXANDRE LAZZARINI (Presidente) e THEODURETO CAMARGO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ALEXANDRE LAZZARINI (Presidente) e THEODURETO CAMARGO. fls. 187 ACÓRDÃO Registro: 2015.0000273106 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 101381993.2014.8.26.0002, da Comarca de São Paulo, em que é apelante EVENMOB CONSULTORIA DE IMOVEIS

Leia mais

SENTENÇA. DIOMÉRIO GONÇALVES MOURA ajuizou ação de cobrança. securitária em face da ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A aduzindo, em síntese,

SENTENÇA. DIOMÉRIO GONÇALVES MOURA ajuizou ação de cobrança. securitária em face da ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A aduzindo, em síntese, Autos nº 201400366962 SENTENÇA DIOMÉRIO GONÇALVES MOURA ajuizou ação de cobrança securitária em face da ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A aduzindo, em síntese, ser beneficiário de seguro de vida em grupo contratado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 695.205 - PB (2004/0145940-1) RELATOR RECORRENTE ADVOGADOS RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO CARLOS ALBERTO MENEZES DIREITO : BANCO DO BRASIL S/A : MAGDA MONTENEGRO PAULO LOPES DA SILVA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 580.326-0/7 CUBATÃO Apelante: Paulo Luis de Souza Apelado : Instituto Nacional do Seguro Social - INSS ACIDENTE DO TRABALHO. AGRAVO RETIDO. Interposto por advogado sem procuração

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 17 de maio de 2010, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 992.05.114993-0

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ALEXANDRE LAZZARINI (Presidente) e COSTA NETTO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ALEXANDRE LAZZARINI (Presidente) e COSTA NETTO. ACÓRDÃO Registro: 2016.0000041232 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1006537-83.2014.8.26.0590, da Comarca de São Vicente, em que são apelantes UNIMED DE SANTOS COOPERATIVA DE TRABALHO

Leia mais

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente (çk - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP--- --- -- 196 Sessão Recurso n 5886 Processo SUSEP n

Leia mais

Nº 70020131579 COMARCA DE PORTO ALEGRE BANCO DO BRASIL S/A MARINA HELENA ALENCASTRO

Nº 70020131579 COMARCA DE PORTO ALEGRE BANCO DO BRASIL S/A MARINA HELENA ALENCASTRO AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. LITISCONSÓRCIO PASSIVO. SENTENÇA DE PARCIAL PROCEDENCIA, CONDENANDO APENAS UMA DAS PARTES DEMANDADAS. NÃO INCIDÊNCIA DO ART. 191, DO CDC. SÚMULA 641, DO STF. PRAZO SIMPLES PARA RECORRER.

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0355516-46.2008.8.19.0001 Apelante 1 : AZZURRA PARIS VEÍCULOS LTDA. Apelante 2 : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS Apelados 1 : OS MESMOS Apelado 2

Leia mais

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO Citação 2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2 Prof. Darlan Barroso - GABARITO 1) Quais as diferenças na elaboração da petição inicial do rito sumário e do rito ordinário? Ordinário Réu

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 27 de julho de 2009, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 968.409-00/3 Comarca de São Paulo Foro Central

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO fls. 242 Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1033459-16.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante CALGARY INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34ª CÂMARA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 13 de setembro de 2006, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 861.671-0/4

Leia mais

D E C I S Ã O. Contra-razões ofertadas as fls. 176/184 em total prestígio a. sentença.

D E C I S Ã O. Contra-razões ofertadas as fls. 176/184 em total prestígio a. sentença. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0168239-18.2007.8.19.0001 APELANTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A APELADO: CATIA MARIA DA SILVA COUTO RELATOR:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA nteiro Teor (4842046) de 8 03/03/2016 09:31 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0009189-59.2013.4.03.6100/SP 2013.61.00.009189-0/SP RELATOR APELANTE ADVOGADO APELADO(A)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl no RECURSO ESPECIAL Nº 234.219 - SP (1999/0092625-0) RELATOR : MINISTRO RUY ROSADO DE AGUIAR EMENTA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Inexistência de seus pressupostos. Embargos rejeitados. ACÓRDÃO Vistos,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 437.853 - DF (2002/0068509-3) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL PROCURADOR : DANIEL AZEREDO ALVARENGA E OUTROS RECORRIDO : ADVOCACIA BETTIOL S/C

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2015.0000941456 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 4001661-41.2013.8.26.0114, da Comarca de Campinas, em que é apelante

Leia mais

Inteiro Teor (869390)

Inteiro Teor (869390) : Acórdão Publicado no D.J.U. de 19/10/2005 EMENTA PREVIDENCIÁRIO. REVISÃO DA RMI. IRSM DE FEVEREIRO/94 (39,67%). NÃO RETENÇÃO DE IRRF. JUROS MORATÓRIOS. 1. Os salários de contribuição devem ser reajustados,

Leia mais

(414e. (41't3 rummir24. &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça

(414e. (41't3 rummir24. &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça ,s (414e (41't3 rummir24 &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça çadlizete da..ge..itarcao tz Saída Malar ACÓRDÃO 4(.1 APELAÇÃO CÍVEL N. 888.2004.010426-4/001 - CAPITAL RELATOR : Dr. Romero

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0132.07.009709-3/001 Númeração 0097093- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Batista de Abreu Des.(a) Batista de Abreu 27/11/2014 10/12/2014 EMENTA:

Leia mais

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO MONOCRÁTICA. AÇÃO DE COBRANÇA DE SEGURO OBRIGATÓRIO. DPVAT. LEGITIMIDADE PASSIVA. RESPONSABILIDADE DE QUALQUER SEGURADORA INTEGRANTE DO CONSÓRCIO. INCLUSÃO DA SEGURADORA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2005.033850-6/001 - r Vara Cível da Comarca de Campina Grande -PB. RELATOR 1 APELANTE

Leia mais

41,14'1 ti. tha. ojlnt. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO

41,14'1 ti. tha. ojlnt. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO . - - 41,14'1 ti tha ojlnt Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 200.2007.792.417-9/001 João Pessoa RELATOR: Miguel de Britto Lyra Filho, Juiz de Direito Convocado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.311.407 - SP (2012/0041104-0) RELATÓRIO O EXMO. SR. MINISTRO RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA (Relator): Trata-se de recurso especial interposto por PAULO DONIZETI DA SILVA e sua esposa

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5. Comarca de CAMPINAS Processo 872/00

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5. Comarca de CAMPINAS Processo 872/00 34 a Câmara APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5 Comarca de CAMPINAS Processo 872/00 l.v.cível APTE APDO MARCELO AZEVEDO FEITOR CORRETORA DE SEGUROS LTDA OTONIEL QUEIROZ DA SILVA A C Ó R D Ã O TRIBUNAL DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 359 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000557534 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1043649-38.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante AMIL SAÚDE S/A, é apelado FELLIPE

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 199375-88.2008.8.09.00029 (200891993754) CATALÃO

APELAÇÃO CÍVEL Nº 199375-88.2008.8.09.00029 (200891993754) CATALÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 199375-88.2008.8.09.00029 (200891993754) CATALÃO APELANTE: APELADO: RELATOR: CÂMARA: JANDIRA BORGES DA SILVA HSBC SEGUROS BRASIL S/A DESEMBARGADOR CAMARGO NETO 6ª CÍVEL EMENTA: 1. APELAÇÃO.

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Itajaí 2ª Vara Cível. Vistos etc.

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Itajaí 2ª Vara Cível. Vistos etc. Autos n 0020587-81.2012.8.24.0033 Ação: Procedimento Ordinário/PROC Requerente: Elio Candido Siemann Requerido: Sul América Seguro Saúde S.A e outro Vistos etc. 1. Cuida-se de ação indenizatória para pagamento

Leia mais

lllllll Illlllllll lllll S *02766739*

lllllll Illlllllll lllll S *02766739* .8 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA ^ ACÓRDÃO REGISTRADO(A) SOB N I lllllll Illlllllll lllll S *02766739* ^S APELAÇÃO CÍVEL

Leia mais

Processo nº: 0000018-42.2014.8.26.0968 ACÓRDÃO

Processo nº: 0000018-42.2014.8.26.0968 ACÓRDÃO fls. 1 Registro: 2014.0000019861 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Pedido de Uniformização de Interpretação de Lei nº 0000018-42.2014.8.26.0968, da Comarca de São Carlos, em que é MICHELLE

Leia mais

ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N

ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO > TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N Apelação n 2 ACÓRDÃO IIIIIIIIIIIIIIIIIM *03715825* Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

Nº 70039533179 COMARCA DE PELOTAS

Nº 70039533179 COMARCA DE PELOTAS AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO MONOCRÁTICA. RESPONSABILIDADE CIVIL. GRATUIDADE JUDICIÁRIA. PESSOA JURÍDICA COM CARÁTER FILANTRÓPICO, BENEFICENTE E DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. PRESUNÇÃO DE NECESSIDADE. É possível

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 2 Registro: 2015.0000086160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0011047-84.2013.8.26.0011, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ORDALIA REGINA DA SILVA BUSO, são

Leia mais

UARDO SA PIUIS =gsndevrl Relator

UARDO SA PIUIS =gsndevrl Relator TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO 28 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 1138257-0/0 J Comarca de SANTOS Processo 30647/97 8.V.CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 14 de setembro de 2009, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 990.171-00/0 Comarca de Campinas Apelante:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 957.245 - RJ (2007/0227082-3) RELATÓRIO O EXMO. SR. MINISTRO ALDIR PASSARINHO JUNIOR: Cargolux Airlines Internacional S/A opõe agravo regimental contra decisão com o seguinte

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070500166981/PR RELATORA : Juíza Ana Carine Busato Daros RECORRENTE : WALDEMAR FIDELIS DE OLIVEIRA RECORRIDA : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DECLARAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 552.432-0/3 Apelantes: Júlio Marcelo Zanini de Lima Lia Castelli Laguna de Lima Apelado : Condomínio Forest Hill s Park DESPESAS DE CONDOMÍNIO. COBRANÇA. DOMÍNIO E POSSE. COMPROMISSO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente), CLAUDIO GODOY E LUIZ ANTONIO DE GODOY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente), CLAUDIO GODOY E LUIZ ANTONIO DE GODOY. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000230468 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0015157-53.2013.8.26.0003, da Comarca de São Paulo, em que é apelante SUL AMÉRICA COMPANHIA DE SEGURO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Fórum João Mendes Júnior - 18º Andar, sala 1806, Centro - CEP 01501-900, Fone: 2171-6315, São Paulo-SP

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Fórum João Mendes Júnior - 18º Andar, sala 1806, Centro - CEP 01501-900, Fone: 2171-6315, São Paulo-SP Registro: 2015.0000075537 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Inominado nº 1008924-47.2014.8.26.0016, da Comarca de São Paulo, em que é recorrente CHAMALEON EVEN EMPREENDIMENTOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 614.481-0/4 - Agravante: Finasa Leasing Arrendamento Mercantil S.A. Agravados: Panorama Turismo Ltda. Aparecida Sircelj Parte: Banco Safra S.A. EXECUÇÃO. ARREMATAÇÃO. PENHORA.

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BRADESCO AUTO RE COMPANHIA DE SEGUROS APELADO: HAMILTON DE CARVALHOFERREIRA Número do Protocolo: 45610/2012 Data de Julgamento: 19-9-2012 E M E N T A SEGURO OBRIGATÓRIO (DPVAT) - LEI N. 11.482/07

Leia mais