Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida"

Transcrição

1

2 Construindo o futuro O futuro é uma grande obra a ser construída. Cada atitude é um passo que damos rumo à construção de algo sólido e seguro. Está em nossas mãos transformar o presente em uma oportunidade de alcançar nossos objetivos. O pássaro João-de-Barro, mascote da Mendesprev, é um exemplo dessa dedicação ao futuro. Ao lado de sua companheira inseparável, ele seleciona os melhores gravetos e prepara o barro com todo o cuidado para erguer uma forte construção. É a natureza nos ensinando que a segurança de tudo o que mais prezamos é uma tarefa diária e para a vida toda. Um futuro tranquilo e com qualidade de vida é a recompensa das atitudes e decisões que temos hoje. Diretoria Mendesprev 2

3 Seja bem-vindo ao Administrado pela Mendesprev, o é disponibilizado aos colaboradores contratados pela Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A., com o objetivo de construir um futuro mais tranquilo e seguro para a família de cada um dos seus colaboradores. Por meio de uma linguagem simples e de fácil compreensão, nesta cartilha você encontra as principais informações sobre o plano, além dos direitos e deveres do Participante. Informações mais detalhadas sobre o Plano de Contribuição Definida estão disponíveis no Regulamento, no Estatuto da Mendesprev e no site Boa leitura! 3 4

4 Entenda melhor os termos que serão utilizados na cartilha do Assistido: é o Participante ou os seus dependentes cadastrados como beneficiários que recebe um dos benefícios oferecidos pelo Plano de Contribuição Definida. Contribuição Extraordinária da Patrocinadora: contribuição esporádica e adicional ao valor mensal de contribuição, de caráter não obrigatório, eventualmente realizada pela Patrocinadora. Contribuição Extraordinária do Participante: contribuição esporádica e adicional ao valor mensal de contribuição realizada pelo Participante. Contribuição Normal da Patrocinadora: contribuição de caráter obrigatório, realizada mensalmente pela Patrocinadora, correspondente a 2% do salário-base do Participante. Contribuição Normal do Participante: contribuição de caráter obrigatório, realizada mensalmente pelo Participante, descontada em folha de pagamento, que pode variar entre 2% e 7% do salário-base. Cota: todas as contribuições que o Participante e a Patrocinadora fizerem mensalmente para o serão transformadas em cotas. A cota corresponde a uma fração do patrimônio do plano e o seu valor vai variar mensalmente de acordo com a rentabilidade dos investimentos. Participante: empregados, gerentes, diretores, conselheiros ou administradores contratados pela Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A., inscritos no. Patrocinadora: é a pessoa jurídica (empresa) que patrocina o plano previdenciário, representada, nesse caso, pela Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A. : é o conjunto de direitos e obrigações da Patrocinadora, dos Participantes e Assistidos pela Mendesprev, previstos no Regulamento. Salário-base: o salário básico, pró-labore, excluídos 13º salário, bônus e quaisquer outros pagamentos feitos ao Participante pela Patrocinadora. Secretaria de Previdência Complementar: órgão ligado ao Ministério da Previdência e Assistência Social encarregado de fiscalizar as Entidades de Previdência Complementar (fundos de pensão). Saldo de Conta: expressos em quantidade de cotas, o saldo de conta é o somatório dos saldos da subconta Individual, composta pelas contribuições mensais do Participante, e da subconta composta pelas contribuições mensais da Patrocinadora. 5 6

5 1 O que é um Plano de Previdência Privada? Ele substitui o INSS? A Previdência Privada é um sistema privado que acumula contribuições dos Participantes e, em alguns casos, de patrocinadores, com o objetivo de formar reservas financeiras que garantam uma renda mensal no futuro, chamada de aposentadoria complementar. Como se trata de uma aposentadoria complementar, a Previdência Privada não substitui o INSS. Como o nome sugere, visa complementar a aposentadoria do INSS, permitindo que o trabalhador mantenha um padrão de vida desejado. 2 O que é a MENDESPREV? A Mendesprev é uma entidade fechada de previdência complementar, fundada em julho de 1991, com o objetivo exclusivo de administrar planos de benefícios de natureza previdenciária. Não possui fins lucrativos e é mantida por meio de contribuições de patrocinadoras, Participantes e parte dos ganhos nas aplicações de investimentos dos planos. Conheça abaixo a composição da Administração da Mendesprev: Conselho Deliberativo É o órgão de maior autoridade na Mendesprev, composto por três conselheiros efetivos e três suplentes. Sua tarefa é estabelecer diretrizes que norteiam os rumos da Mendesprev, bem como orientar o acompanhamento da gestão feita pela Diretoria Executiva. Conselho Fiscal É formado por três conselheiros efetivos e três suplentes. Cabe a esse conselho fiscalizar os atos dos Administradores, por meio de análises periódicas de procedimentos administrativos, de relatórios, demonstrativos contábeis e financeiros, inclusive os emitidos pelos auditores independentes. Diretoria Executiva É composta por diretor superintendente, diretor administrativo e financeiro e diretor de seguridade, cada qual com suas funções e atribuições previstas no Estatuto Social. 7 8

6 3 O que é o oferecido pela MENDESPREV? É um plano em que o Participante faz contribuições mensais, e a empresa Patrocinadora, nesse caso a Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A., realiza uma contribuição de 2% do salário-base do Participante. Os valores investidos formam uma reserva individual que recebe acréscimos de rendimentos, aplicados conforme a política de investimentos do plano. O saldo de conta do é formado pela soma dos saldos da subconta Individual, composta pelas contribuições mensais do Participante, e da subconta formada pelas contribuições mensais da Patrocinadora. 5 Quais são as opções de participação? O Participante poderá optar por contribuir com no mínimo 2% e no máximo 7% do salário-base, excluindo os possíveis adicionais. A Contribuição Normal do Participante será efetuada mensalmente através de desconto na folha de pagamento. O Participante também poderá fazer contribuições extras, chamadas de Aportes ou Contribuições Extraordinárias. Essas contribuições são opcionais e poderão ser realizadas a qualquer momento, de acordo com a conveniência do Participante. 4 Quem pode participar do Plano de Contribuição Definida? Os empregados, gerentes, diretores e conselheiros contratados pela Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A., desde que não façam parte do outro plano administrado pela Mendesprev oferecido pela empresa. 9 10

7 6 É possível modificar o valor da contribuição do Participante? Sim. No mês de dezembro de cada ano, o Participante poderá alterar o percentual de sua contribuição mensal, aumentando ou diminuindo a sua participação dentro do limite entre 2% e 7% do salário-base. A alteração passará a vigorar a partir do mês de janeiro do ano seguinte. 7 A empresa faz alguma contribuição para o Participante? Sim. A Patrocinadora realizará mensalmente uma contribuição normal correspondente a 2% do salário-base do Participante. Além disso, a Patrocinadora será responsável pelo pagamento da taxa de administração do plano para a Mendesprev. A Patrocinadora poderá, ainda, realizar contribuições extraordinárias, de caráter não obrigatório, com o objetivo de aumentar o saldo de conta do Participante. 8 Quem é o responsável pelo pagamento do custeio administrativo do plano? No caso do Participante, o valor do custeio administrativo é de responsabilidade da Patrocinadora. Caso o Participante perca o vínculo empregatício com a empresa Patrocinadora e opte por permanecer no plano, esse terá que pagar, além das contribuições mensais, a parte referente ao custeio administrativo, na qual a taxa é resultante de uma avaliação atuarial. 9 As contribuições são dedutíveis do Imposto de Renda? Sim. Os valores investidos pelo Participante poderão ser deduzidos até o limite de 12% dos rendimentos tributáveis, inclusive as contribuições extraordinárias realizadas no ano

8 Quanto da contribuição vai para o meu saldo de conta? 100% do valor da Contribuição Normal, realizada mensalmente, vai para a conta individual do Participante. Como poderei verificar a evolução do meu saldo de conta? Além do extrato do saldo de contas que será enviado periodicamente pela Mendesprev, o Participante poderá acompanhar a evolução do saldo pelo site Quais benefícios o Plano de Contribuição Definida oferece? Para ter direito ao benefício de aposentadoria, o Participante deverá atender aos requisitos abaixo: Aposentadoria Aposentadoria por Invalidez O Participante terá direito a uma Aposentadoria por Invalidez a partir do momento em que for atestada por laudo clínico feito por médico ou perito credenciado pela Mendesprev, desde que essa invalidez tenha sido deferida anteriormente pela Previdência Social. Benefício Proporcional Diferido Concedido ao Participante que perdeu vínculo empregatício com a Patrocinadora ou optou por deixar o plano. O valor do Benefício Proporcional Diferido poderá ser requerido a partir de 60 (sessenta) anos de idade e será calculado na data do requerimento. Benefício Pensão por Morte É concedido aos dependentes cadastrados como beneficiários, com a devida comprovação, na data de falecimento do Participante ou do Assistido. Importante: para que a família esteja protegida em caso de morte do Participante ou Assistido, é fundamental que os dependentes estejam cadastrados como beneficiários na Mendesprev. Abono Anual Além do benefício mensal de aposentadoria, os Assistidos e os dependentes receberão no mês de dezembro de cada ano um benefício que equivale ao 13º salário. O valor do Abono é proporcional ao número de benefícios mensais que o Assistido ou dependente recebeu durante o ano. - Idade mínima de 60 (sessenta) anos. - Tempo mínimo de 5 (cinco) anos de participação no. - Término do Vínculo do Participante com a Patrocinadora

9 13 Como será calculada a minha aposentadoria? No momento de requerimento do benefício, o cálculo será feito a partir da divisão entre a Reserva Total (RT) e o Fator Atuarial (FA). Reserva Total é a soma das contribuições Normais e Extraordinárias do Participante somada às contribuições Normais e Extraordinárias da Patrocinadora e às Rentabilidades da cota. 14 Na data de requerimento dos benefícios, quais serão as minhas opções? Receber parte do saldo de conta, sob forma de pagamento único, não superior a 25%do valor do saldo de conta do Participante. Transformar o saldo de conta em renda a ser recebida mensalmente nos prazos de 10 (dez), 15 (quinze), 20 (vinte) ou 25 (vinte cinco) anos. O Fator Atuarial considera as características biométricas (idade, sexo e grupo familiar) do Participante e de seus dependentes e as hipóteses utilizadas na avaliação atuarial para realizar o cálculo. No site da Mendesprev (www.mendesprev.org.br) está disponível um simulador onde poderá ser obtido um possível valor do benefício, calculado a partir de informações fornecidas pelo Participante. 15 Todos os Participantes receberão um benefício? Sim, conforme as opções de benefícios listadas na pergunta número 12. A data de pagamento do benefício será no 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao de competência. Para os benefícios de valor mensal inferior a meio salário mínimo, o Participante receberá o benefício em parcela única. 16 Os benefícios são reajustáveis? Os benefícios serão recalculados pela Mendesprev anualmente, no mês de novembro, com base nas características etárias do Assistido e dos dependentes, além do saldo de conta remanescente da conta individual de benefício concedido

10 17 Quem pode ser dependente? - O cônjuge e o(a) companheiro(a). - Os filhos menores de 21 (vinte e um) anos de idade ou que tenha entre 21 (vinte e um) e 24 (vinte e quatro) anos de idade, desde que estejam cursando estabelecimento de ensino superior reconhecido pelo Conselho Federal de Educação. - Os filhos inválidos, assim declarados pela Previdência Social Todos os dependentes deverão estar cadastrados como beneficiários para receber o benefício em caso de falecimento do Participante ou do Assistido. Em caso de perda do vínculo empregatício com a Patrocinadora antes da aposentadoria, como ficam as minhas contribuições? Nesse caso, as despesas administrativas passam a ser de responsabilidade do Participante. Portabilidade A portabilidade permite ao Participante transferir seus recursos para outra entidade de previdência complementar ou sociedade seguradora, desde que sejam cumpridas as seguintes condições: ter-se desligado da Patrocinadora; possuir, no mínimo, 3 (três) anos de participação no Plano; não estar, na data, elegível à aposentadoria. Poderão ser portados os seguintes valores: 100% do saldo da subconta de contribuição de Participante; parte do saldo da subconta de contribuição da Patrocinadora, considerando o tempo de permanência no plano do Participante na data do desligamento, conforme a tabela abaixo: Ao término do vínculo empregatício com a Patrocinadora, a Mendesprev envia ao Participante um extrato contendo as informações necessárias para que ele escolha a opção mais adequada aos seus interesses. Para isso, é fundamental que o Participante mantenha os dados cadastrais sempre atualizados com a Mendesprev. O Participante poderá optar por uma das quatro opções abaixo em caso de perda do vínculo empregatício com a Patrocinadora, caso não possua ainda os requisitos necessários para se aposentar: Tempo de permanência no Plano Menos de 3 anos 3 anos 4 anos 5 anos 6 anos 7 anos 8 anos Percentual Aportado 0% 20% 25% 30% 35% 40% 45% Tempo de permanência no Plano 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos 13 anos 14 anos 15 anos Percentual Aportado 50% 55% 60% 65% 70% 75% 80% Benefício Proporcional Diferido Caso o Participante tenha três anos de vinculação ao plano, esse poderá optar por deixar o seu saldo de conta sob administração da Mendesprev, recebendo o benefício quando completar 60 (sessenta) anos de idade

11 Não haverá incidência de Imposto de Renda nos valores portados. A portabilidade também é válida para o colaborador que desejar transferir para a Mendesprev o seu saldo de conta existente em outra entidade de previdência complementar ou sociedade seguradora. Resgate Permite ao Participante resgatar o seu saldo de conta e recebê-lo em parcela única ou em até 60 (sessenta) parcelas mensais e consecutivas. Essa opção é concedida somente aos Participantes que tenham perdido o vínculo empregatício e não tenham completado as condições de elegibilidade a qualquer benefício do plano. Poderão ser resgatados os seguintes valores: 100% do saldo da subconta de contribuição do Participante; parte do saldo da Subconta de contribuição da Patrocinadora, considerando o tempo de permanência no Plano do Participante na data do desligamento, conforme a tabela abaixo: Tempo de permanência no Plano Percentual Resgatado Tempo de permanência no Plano Percentual Resgatado Menos de 1 ano 1 ano 2 anos 3 anos 4 anos 5 anos 6 anos 7 anos 0% 5% 11% 16% 21% 26% 31% 36% 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos 13 anos 14 anos 15 anos 42% 48% 54% 60% 65% 70% 75% 80% Autopatrocínio O Participante poderá optar por continuar no plano nas mesmas condições realizadas antes do desligamento da Patrocinadora, desde que não esteja elegível à aposentadoria e efetue as contribuições normais do Participante e da Patrocinadora. Nesse caso, as despesas administrativas passam a ser de responsabilidade do Participante

12 19 Como funciona o regime de tributação do Imposto de Renda? O Participante poderá optar pelo regime Regressivo ou Progressivo no momento da inscrição no plano para o regime de tributação do Imposto de Renda. Regime Regressivo O regime Regressivo reduz a alíquota do imposto à medida que aumenta o tempo que os recursos ficam aplicados. Nesse caso, o Imposto de Renda no recebimento de benefícios ou resgate vai variar de 35% a 10%. A alíquota será obtida considerando o prazo médio ponderado de permanência dos recursos no plano, ou seja, quanto maior o tempo, menor a alíquota. Para fazer uma opção de regime consciente e ideal aos seus interesses, você poderá simular o seu caso no site da Mendesprev (www.mendesprev.org.br). Basta acessar o item Simulação de Imposto de Renda e, em seguida, digitar na planilha os dados solicitados. O Participante que não realizar formalmente a escolha do regime será enquadrado automaticamente no regime Progressivo. Além desta cartilha, recomendamos a leitura do Regulamento do e do Estatuto da Mendesprev. Informações adicionais também estão disponíveis no site ou na sede da Mendesprev Rua Rio de Janeiro, 927 7º andar Ed. Tratex Centro Belo Horizonte MG CEP Tel.: (31) A tributação será exclusivamente na fonte, sem necessidade de ajustes anuais na declaração de iimposto de Renda. Regime Progressivo No regime Progressivo os benefícios continuam tributados conforme a tabela incidente nos salários e varia de acordo com o valor recebido. Quanto maior a renda, maior o imposto. Atualmente, as alíquotas variam de 0% a 27,5%, mas na declaração anual o ajuste é necessário

13 Mendesprev Rua Rio de Janeiro, 927 7º andar Ed. Tratex Centro Belo Horizonte MG CEP: Tel.: (31) Fax: (31)

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de informá-lo, de forma simples e precisa, sobre os principais pontos do Plano SERGUS de Benefícios na modalidade de Contribuição Definida (CD), baseado no seu

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

Plano de Benefícios CD-05

Plano de Benefícios CD-05 1/5 Plano de Benefícios CD-05 Nosso Plano é cuidar do seu futuro! 2/5 1 Apresentação A REGIUS Sociedade Civil de Previdência Privada é uma entidade fechada de previdência privada, que tem como objetivo

Leia mais

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar Plano CV Prevdata Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar A entidade Nossos números Patrimônio de R$ 1,1 bilhão (dez/2016) 2 planos de benefícios e plano de gestão administrativa 36

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução...4 Sobre o Plano Previplan...5 Adesão...5 Benefícios do Plano...6 Entenda o Plano...7 Rentabilidade...8 Veja como funciona a Tributação...9

Leia mais

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social

Leia mais

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF A Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, órgão que regulamenta e fiscaliza os fundos de pensão no Brasil, aprovou em 13 de

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria 2016 DUPREV Entidade Fechada da Previdência Complementar Sociedade Civil sem fins lucrativos independente da DuPont Regulada

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAN pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM Cartilha do Participante Previdência Complementar CASFAM APRESENTAÇÃO Caro (a) Participante, Preparar-se para o futuro, podendo aproveitar o período de aposentadoria com saúde e conforto, implica controlar

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social.

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social. Preparamos uma lista com as dúvidas mais comuns a respeito do Plano PREV-ESTAT. Se você ainda precisar de ajuda, ligue para 0800 025 35 45, das 8 às 19h. 1) O que é um Plano de Previdência Complementar?

Leia mais

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES Você está trabalhando, construindo sua vida e de sua família. Tudo vai bem. Mas... Você já começou a pensar na sua aposentadoria? Quando se aposentar, você receberá o benefício do INSS, mas ele será suficiente?

Leia mais

PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1

PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1 PLANO PRINCIPAL Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES B.2.40 "Término do Vínculo Empregatício": significará a perda da condição

Leia mais

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ foi criado em parceria pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, e pela Petros, para garantir uma r

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ foi criado em parceria pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, e pela Petros, para garantir uma r ÍNDICE BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ 02 FALANDO A NOSSA LÍNGUA 03 CONHECENDO O PLANO 05 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 09 FORMAS DE CONTATO 12 Versão: janeiro 2008 BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - Quem pode ingressar no Plano de Benefícios FAF? O Plano de Benefícios está fechado ao ingresso de novos Participantes desde 01.01.2003. 2 - Como são fixadas as contribuições mensais dos Participantes

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PAP

MATERIAL EXPLICATIVO PAP MATERIAL EXPLICATIVO PAP índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAP pág. 6 pág. 10 2 3 A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os na formação

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes regulamentos oficiais: Regulamento

Leia mais

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev -

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev - CARTILHA DA PORTABILIDADE - - CARTILHA DA PORTABILIDADE Tome uma decisão consciente entenda, conheça e analise todos os fatores envolvidos em um processo de portabilidade. Após o encerramento de seu vínculo

Leia mais

Sumário DEFINIÇÕES 05

Sumário DEFINIÇÕES 05 Sumário INTRODUÇÃO 04 DEFINIÇÕES 05 1. O que é um plano de previdência complementar? 05 2. O que é um Fundo de Pensão? 05 3. O que é a SÃO FRANCISCO? 05 4. O que é o Codeprev? 05 5. Quais são as modalidades

Leia mais

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10 A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO PARA PENSAR NO FUTURO É AGORA! A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo ABBprev Sociedade de Previdência Privada Este material explicativo tem como objetivo fornecer informações sobre um dos benefícios que as patrocinadoras ABB Ltda e Cooperativa de Crédito

Leia mais

5. Como fica a situação de quem não migrar para o InovaPrev?

5. Como fica a situação de quem não migrar para o InovaPrev? Perguntas InovaPrev 1. O que é o InovaPrev? É um plano de previdência complementar moderno, patrocinado pela Fundação CPqD, Instituto Atlântico, Já, STIC, Padtec e PSG Telecom. Sua administração é feita

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI Válido para participantes que ingressaram no plano até 05/08/2008 1. O que é o Plano de Contribuição Definida? É o seu plano de benefícios na

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS Capítulo B.1. Do Objeto Capítulo B.1. Do Objeto Item B.1.2.1 Item B.1.2.1 A partir de 1º. de janeiro de 2009 serão vedadas inscrições de novos Participantes neste Plano, caracterizando-se como plano em

Leia mais

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo Alterações no Regulamento do Plano de A Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de A, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios Índice Apresentação Inscrição Cancelamento Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício SRB Dos Benefícios Aposentadoria Por Tempo de Contribuição Aposentadoria Por Tempo de Contribuição

Leia mais

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE 1 SUMÁRIO 1. O que é o HCPA PREV 3 2. Quem pode participar do

Leia mais

Manual do Participante SARAHPREV

Manual do Participante SARAHPREV Manual do Participante SARAHPREV 1 Sumário Plano SARAHPREV e seus benefícios 5 O que é o Plano SARAHPREV? Quais os benefícios oferecidos pelo Plano? Quais as formas de recebimento dos benefícios oferecidos

Leia mais

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012.

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Introdução A Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Ele está aberto à inscrição de novos participantes desde então. Adicionalmente, participantes e assistidos

Leia mais

O melhor da vida é feito em parceria

O melhor da vida é feito em parceria O melhor da vida é feito em parceria O Plano de Benefícios Previdenciários da SICOOB PREVI é uma importante ferramenta de planejamento financeiro para o futuro. A iniciativa de seu empregador em lhe proporcionar

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV 2 CARTILHA INPELPREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao INPELPrev, Plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

Previdência no Serviço Público. ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS

Previdência no Serviço Público. ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS Previdência no Serviço Público ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS Outubro/2016 1. Regimes Previdenciários do Brasil; 2. RPPS RS; 3. Cenários; 4. Regime de Previdência Complementar; 5. Riscos 1.

Leia mais

Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas

Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas 1) Qual a origem da destinação do superávit? Resposta: A destinação do superávit se tornou possível, pois o Plano II registrou Reserva Especial

Leia mais

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano Saldamento do REG/Replan e Novo Plano 1 NOVOS CAMINHOS A FUNCEF apresenta duas novidades aos associados: o Saldamento do REG/Replan e o Novo Plano de Benefícios. Neste site, você tem a oportunidade de

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA

CARTILHA EXPLICATIVA CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social CORPO ADMINISTRATIVO

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n )

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n ) PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n. 2013.0011-18) TEXTO ORIGINAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA Do Glossário XXVII Resgate : o instituto que prevê o recebimento do valor conforme previsto no Regulamento

Leia mais

Manual do. Saldamento

Manual do. Saldamento Manual do Saldamento O SALDAMENTO. O QUE É E QUANDO OCORREU? Em 31 de março de 2010, a PREVEME efetuou o saldamento do plano de benefícios de todos os seus participantes ativos. Isto significa que esta

Leia mais

C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v. Foz do Chapecó. Prev

C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v. Foz do Chapecó. Prev C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v Foz do Chapecó Prev 2 CARTILHA FOZ DO CHAPECÓ PREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao Foz do Chapecó Prev, Plano

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO O que é o SGC PREV?...3 Quem pode participar do SGC PREV?...3 Quem pode ser

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012 Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas novembro/2012 Informações gerais sobre a administração Concedendo o Auxílio Doença da PREVDATA Auxílio Doença Carência exigida de 12 meses, exceto se for acidente

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada CNPB:19.980.047-83 CNPJ:02.726.871/0001-12 Anexo I Ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA. ALLIANCEprev. Plano de Benefícios da Alliance

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA. ALLIANCEprev. Plano de Benefícios da Alliance MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA ALLIANCEprev Plano de Benefícios da Alliance 1 SUMÁRIO Qual o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 O que é Benefício

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 6 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.050.020-38 - PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PAQUETÁPREV DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

Boas Vindas Apresentação do Plano Schering-Plough Prev Contribuições Contas Investimentos Benefícios...

Boas Vindas Apresentação do Plano Schering-Plough Prev Contribuições Contas Investimentos Benefícios... Índice Material Explicativo Boas Vindas...03 Apresentação do Plano Schering-Plough Prev...05 Contribuições...07 Contas...11 Investimentos...11 Benefícios...12 Desligamento da Empresa...15 Tributação...18

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES INFORMATIVO N.º 165-13/07/2010 http://www.cbsprev.com.br Central de Atendimento 08000-268181 Caro(a) Participante, Para a melhor compreensão

Leia mais

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO PLANO PETROS 2 O Plano PETROS 2 é um plano de benefícios estruturado na modalidade Contribuição Variável, onde os benefícios programados são de contribuição

Leia mais

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita!

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! Previdência Saúde Vou aderir ao PDVA. E agora? Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! O seu futuro e o da sua família dependem da sua decisão. Previdência Proteção a pessoa, geralmente, no desemprego,

Leia mais

FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica

FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica Confira abaixo as principais perguntas e respostas sobre a incorporação do plano Visão T-Gestiona ao plano Visão Telefônica: 1) Por que incorporar

Leia mais

Aproveite esta cartilha e tire suas dúvidas. Boa Leitura!

Aproveite esta cartilha e tire suas dúvidas. Boa Leitura! 1 2 APRESENTAÇÃO Esta cartilha foi criada pela Fasern para oferecer informações de forma clara e resumida sobre o seu Plano Previdenciário e reforçar a importância dele para o seu futuro. Servindo como

Leia mais

Manual do Participante HCPA PREV

Manual do Participante HCPA PREV Manual do Participante HCPA PREV 1 Sumário Plano HCPA PREV e seus benefícios 5 O que é o Plano HCPA PREV? Quais os benefícios oferecidos pelo Plano? Quais as opções de recebimento da renda mensal por aposentadoria

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

Regulamento. Alterações no. do Plano de Benefícios D

Regulamento. Alterações no. do Plano de Benefícios D Alterações no Regulamento do Plano de D Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de D, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002

CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002 CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002 Dispõe sobre o instituto da portabilidade em planos de benefícios de entidades fechadas de previdência complementar

Leia mais

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52 PLANO Cartilha do Participante Sem título-2 1 22/2/2011 12:59:52 Sem título-2 2 22/2/2011 12:59:55 SEBRAEPREV Cartilha do Participante INSTITUTO SEBRAE DE SEGURIDADE SOCIAL SEBRAE PREVIDÊNCIA Edjair de

Leia mais

Itaú Fundo Multipatrocinado

Itaú Fundo Multipatrocinado Quadro Comparativo das Alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Benefícios Schneider (CNPB n 2006.0040-11) Itaú Fundo Multipatrocinado Página 1 do quadro comparativo das alterações efetuadas no

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/8 Plano de Benefícios BD-01 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/8 1 Quais são as características do Plano BD-01? O Plano BD-01 foi concebido na modalidade de Benefícios Definidos-BD. Os benefícios

Leia mais

Saudações Cooperativistas

Saudações Cooperativistas Inseridas no mercado financeiro mundial, as Cooperativas de Crédito se caracterizam como um modelo diferenciado, capaz de unir o desenvolvimento econômico ao bem estar social. Destacam-se pela preocupação

Leia mais

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR 1. CONSTITUÍDA NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR 109 DE 29.05.2001, SEM FINS LUCRATIVOS, COM AUTONOMIA ADMINISTRATIVA E PERSONALIDADE JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO.

Leia mais

PARECER ATUARIAL PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS

PARECER ATUARIAL PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PARECER ATUARIAL PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS A data base da avaliação atuarial do Plano Misto de Benefícios, administrado pela Mendesprev Sociedade Previdenciária, objeto deste parecer é 31/12/2010. Objetivo

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Guia do Participante Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes Regulamentos

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES

MISSÃO VISÃO VALORES COMPROMISSO MISSÃO Garantir a Complementação de Benefícios da Previdência Social, contribuindo para a qualidade de vida dos Participantes e Assistidos, e para o desenvolvimento econômico-social do País,

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista. Plano de Benefícios TECNOPREV

Manual do Aposentado e Pensionista. Plano de Benefícios TECNOPREV Manual do Aposentado e Pensionista Plano de Benefícios TECNOPREV SUMÁRIO Qual o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 Quais as formas de recebimento

Leia mais

plano misto de benefício suplementar

plano misto de benefício suplementar plano misto de benefício suplementar CNPB 1995.0039-56 Edição: janeiro 2016 REGULAMENTO DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIO SUPLEMENTAR (PLANO MILÊNIO) (Aprovado através da Portaria n.º 14, de 07-01-2016, publicada

Leia mais

Manual do Participante COHAPREV A N O S

Manual do Participante COHAPREV A N O S Manual do Participante COHAPREV A N O S 1 SUMÁRIO O que é o Plano COHAPREV?...3 Quem poderá se inscrever no Plano COHAPREV?...3 Quem é considerado Participante fundador do COHAPREV?...3 Como se inscrever

Leia mais

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar GLOSSÁRIO Este glossário tem como objetivo apresentar as expressões e termos utilizados no contexto da Previdência Complementar, em especial dos

Leia mais

Material Explicativo 1

Material Explicativo 1 Material Explicativo 1 quem está seguro, tem futuro. quem é PORTO, é seguro. GARANTIR UM FUTURO MAIS TRANQUILO É O DESEJO DE TODOS. AGORA, POUPAR FICOU MUITO MAIS FÁCIL PARA VOCÊ. Este manual se destina

Leia mais

Cartilha de Tributação 2016

Cartilha de Tributação 2016 Cartilha de Tributação 2016 Como funciona o Imposto de Renda incidente sobre Planos de Previdência Complementar *? * Na modalidade de Contribuição Definida ou Variável Conforme a legislação tributária

Leia mais

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008 MANUAL DO PARTICIPANTE Plano Vida Junho 2008 CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR APRESENTAÇÃO Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da CAGEPREV, material explicativo que descreve, em linguagem

Leia mais

Na aba "Dados do Participante", o saldo acumulado está posicionado no último dia do mês anterior ao da simulação.

Na aba Dados do Participante, o saldo acumulado está posicionado no último dia do mês anterior ao da simulação. O simulador de renda do Plano Petros-2 foi criado com o objetivo de ajudar o Participante a projetar o valor de sua renda de aposentadoria, respeitando as regras previstas no Regulamento do Plano. Esse

Leia mais

Material Explicativo BASF. Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo

Material Explicativo BASF. Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo Material Explicativo BASF Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo 1 Apresentação O Plano de Aposentadoria BASF é uma ferramenta importante de planejamento financeiro para o futuro. A iniciativa

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 Brasília - DF Dezembro/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5

Leia mais

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16 Índice Pág Apresentação... 02 Administradora do Plano... 03 Patrocinadores do Plano... 04 Características do Plano... 05 Participantes... 06 Beneficiários e Designados... 07 Vantagens... 08 Salário de

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC

PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC SUMÁRIO 1. O plano Unoesc Prev... 4 2. Quem pode ser participante?... 4 3. Quem pode ser beneficiário do participante no

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II MIGRAR OU NÃO, EIS A QUESTÃO! Conheça as principais diferenças entre o Plano de Benefícios PORTOPREV (Plano I) e o Plano de Benefícios

Leia mais

FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II

FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II 2 SUMÁRIO pág. 5 APRESENTAÇÃO pág. 61.VANTAGENS FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II pág. 8 3.ESCOLHA DO REGIME TRIBUTÁRIO pág. 9 4.PRINCIPAIS BENEFÍCIOS pág. 13 5.INSTITUTOS 4 Apresentação O SERPROS

Leia mais

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 4 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida Material Explicativo Plano de Contribuição Definida Material Explicativo - Plano de Contribuição Definida 2 Índice Mensagem ao colaborador...5 Por que planejar sua aposentadoria?...5 Conte com a Previ-Ericsson...6

Leia mais

Saiba mais sobre Finanças

Saiba mais sobre Finanças Saiba mais sobre Finanças Planejamento Previdenciário, Benefício Fiscal, 4Aposentadoria e Institutos Sumário Que estilo de vida você quer levar quando se aposentar?... 4 Iniciando o planejamento... 5

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Itaucard BD 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 09 Cuide

Leia mais

Conheça melhor o Plano de Benefícios INDUSPREV SESI-SP

Conheça melhor o Plano de Benefícios INDUSPREV SESI-SP Construindo no presente um futuro melhor... Conheça melhor o Plano de Benefícios INDUSPREV SESI-SP MATERIAL EXPLICATIVO DO PLANO INDUSPREV SESI-SP Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Itaú BD 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 07 Cuide bem

Leia mais

Novo cenário, maiores benefícios

Novo cenário, maiores benefícios Manual de Aderentes Novo cenário, maiores benefícios A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC) aprovou a implantação do Plano de Benefícios Previdenciários PrevAmazônia (CNPB nº.

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA BASF

PLANO DE APOSENTADORIA BASF Formulário de inscrição para o Plano de Aposentadoria BASF 1. Dados do participante Nome do Participante: Matrícula: Data de admissão: Patrocinadora: Estado Civil: CPF: 2. Declaração do participante Na

Leia mais