MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS"

Transcrição

1 Elementos químicos e sua organização Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros 10º Ano Planificação Anual Física e Química A MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS COMPONENTE DE QUÍMICA Massa e tamanho dos átomos -Ordens de grandeza e escalas de comprimento -Dimensões à escala atómica -Massa isotópica e massa atómica relativa média -Quantidade de matéria e massa molar - Fração molar e fração mássica AL 1.1. Volume e número de moléculas de uma gota de água Energia dos eletrões nos átomos -Espetros contínuos e descontínuos -O modelo atómico de Bohr -Transições eletrónicas -Quantização de energia -Espetro do átomo de hidrogénio - Energia de remoção eletrónica -Modelo quântico do átomo o níveis e subníveis o orbitais (s, p e d) o spin Leitura e textos Análise e gráficos Resolução de problemas Atividades laboratoriais Utilização de simuladores Debates sobre tecnologia: aplicações e consequências Trabalho individual e em grupo Utilização da plataforma Moodle da Escola 8 -Configuração eletrónica de átomos o Princípio da Construção (ou de Aufbau) o Princípio da Exclusão de Pauli AL 1.2. Teste de chama Tabela Periódica -Evolução histórica da Tabela Periódica 4 -Estrutura da Tabela Periódica: grupos, períodos e blocos -Elementos representativos e de transição -Famílias de metais e de não-metais

2 COMPONENTE DE QUÍMICA -Propriedades periódicas dos elementos representativos o raio atómico o energia de ionização AL 1.3. Densidade relativa de metais Propriedades e transformações da matéria Ligação química -Tipos de ligações químicas -Ligação covalente (estruturas de Lewis; energia de ligação e comprimento de ligação; polaridade das ligações; geometria molecular; polaridade das moléculas; estruturas de moléculas orgânicas e biológicas -Ligações intermoleculares (ligações de hidrogénio; ligações de van der Waals - de London, entre moléculas polares e entre moléculas polares e apolares) AL 2.1. Miscibilidade de líquidos Gases e dispersões -Lei de Avogadro, volume molar e massa volúmica -Soluções, coloides e suspensões -Composição quantitativa de soluções (concentração em massa; concentração; percentagem em volume e percentagem em massa; partes por milhão) -Diluição de soluções aquosas Leitura e textos Análise e gráficos Resolução de problemas Atividades laboratoriais Utilização de simuladores Debates sobre tecnologia: aplicações e consequências Trabalho individual e em grupo Utilização da plataforma Moodle da Escola 10 8 AL 2.2. Soluções a partir de solutos sólidos AL 2.3. Diluição de soluções Transformações químicas - Energia de ligação e reações químicas (processos endoenergéticos e exoenergéticos; variação de entalpia) -Reações fotoquímicas na atmosfera (fotodissociação e fotoionização; radicais livres e estabilidade das espécies químicas; ozono estratosférico 2

3 Energia e sua conservação AL 2.4. Reação fotoquímica COMPONENTE DE QUÍMICA COMPONENTE DE FÍSICA Energia e movimentos - Energia cinética e energia potencial; energia interna -Sistema mecânico; sistema redutível a uma partícula (centro de massa) -O trabalho como medida da energia transferida por ação de forças; trabalho realizado por forças constantes -Teorema da Energia Cinética -Forças conservativas e não conservativas; o peso como força conservativa; trabalho realizado pelo peso e variação da energia potencial gravítica -Energia mecânica e conservação da energia mecânica -Forças não conservativas e variação da energia Leitura e textos Análise e gráficos Resolução de problemas Atividades laboratoriais Utilização de simuladores Debates sobre tecnologia: aplicações e consequências Trabalho individual e em grupo Utilização da plataforma Moodle da Escola 1 mecânica -Potência -Conservação de energia, dissipação de energia e rendimento AL 1.1. Movimento num plano inclinado: variação da energia cinética e distância percorrida AL 1.2. Movimento vertical de queda e ressalto de uma bola: transformações e transferências de energia Energia e fenómenos elétricos 9 -Grandezas elétricas: corrente elétrica, diferença de potencial elétrico e resistência -Corrente contínua e corrente alternada 3

4 Energia e sua conservação COMPONENTE DE FÍSICA -Resistência de condutores filiformes; resistividade e variação da resistividade com a temperatura -Efeito Joule -Geradores de corrente contínua: força eletromotriz e resistência interna; curva característica -Associações em série e em paralelo: diferença de potencial elétrico e corrente elétrica -Conservação da energia em circuitos elétricos; potência elétrica AL 2.1. Características de uma pilha Energia, fenómenos térmicos e radiação -Sistema, fronteira e vizinhança; sistema isolado; sistema termodinâmico -Temperatura, equilíbrio térmico e escalas de temperatura -O calor como medida da energia transferida espontaneamente entre sistemas a diferentes temperaturas -Radiação e irradiância -Mecanismos de transferência de energia por calor em sólidos e fluidos: condução e convecção -Condução térmica e condutividade térmica -Capacidade térmica mássica -Variação de entalpia de fusão e de vaporização -Primeira Lei da Termodinâmica: transferências de energia e conservação da energia -Segunda Lei da Termodinâmica: degradação da energia e rendimento AL 3.1. Radiação e potência elétrica de um painel fotovoltaico AL 3.2. Capacidade térmica mássica AL 3.3. Balanço energético num sistema termodinâmico 1 4

5 Total 79 NOTA: Para o total do ano foram reservados cerca de 20 blocos que contemplam os momentos de apresentação, avaliação, revisão, correção e autoavaliação. Todos os conteúdos serão lecionados e avaliados tendo como referencial as metas curriculares. Estas identificam as aprendizagens essenciais a realizar pelos alunos realçando o que, do programa, deve ser objeto primordial de ensino. As metas curriculares da disciplina são apresentadas no site do Ministério da Educação:

6 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Objeto da avaliação Instrumentos de avaliação Coeficiente de ponderação Conteúdos Definidos na planificação e avaliados de acordo com as metas curriculares Capacidades Compreender o modo como alguns conceitos físicos e químicos se desenvolveram, bem como algumas características básicas do trabalho científico necessárias ao seu próprio desenvolvimento. Aplicar com correção alguns conceitos físicos e químicos. Compreender alguns fenómenos naturais com base no conhecimento físico e/ou químico. Diferenciar explicação científica de nãocientífica. Identificar material e equipamento de laboratório e manuseá-lo corretamente, respeitando regras de segurança e instruções recebidas. Construir uma montagem laboratorial a partir de um esquema ou de uma descrição. Executar corretamente técnicas laboratoriais. Manipular, com correção e respeito por normas de segurança, material e equipamento. Efetuar medições utilizando material de laboratório analógico, digital ou de aquisição automática de dados. Representar um conjunto de medidas experimentais em tabela, associando-lhes as respetivas incertezas de leitura dos aparelhos de medida utilizados. Relatório de atividade experimental Fichas experimentais Testes de atividades experimentais Grelhas de observação do trabalho experimental Trabalhos realizados em casa e na aula: TPC Questionário Ficha de trabalho Fichas temáticas Resumo Exposição oral Outros Fichas de avaliação

10º ANO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. Ano Letivo FÍSICA e QUÍMICA - A. Docentes: (2016/2017) Alberto Morgado. Sandra Isabel Coelho Barradas

10º ANO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. Ano Letivo FÍSICA e QUÍMICA - A. Docentes: (2016/2017) Alberto Morgado. Sandra Isabel Coelho Barradas 10º ANO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Ano Letivo 016-017 FÍSICA e QUÍMICA - A (016/017) Docentes: Alberto Morgado Sandra Isabel Coelho Barradas Planificação Longo Prazo FQA - 10º ano (016/017) Página 1 ÍNDICE

Leia mais

Ministério da Educação. Direção-Geral da Educação. Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente

Ministério da Educação. Direção-Geral da Educação. Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente Ministério da Educação Direção-Geral da Educação Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Modularização do Programa e Metas Curriculares

Leia mais

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano Apresenta-se em seguida uma tabela que visa permitir uma fácil consulta e comparação das Aprendizagens Essenciais com as Metas Curriculares.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO RODRIGUES LOBO

ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO RODRIGUES LOBO ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO RODRIGUES LOBO Ano letivo de 2016/2017 Matriz de Regime não Presencial Disciplina de Física e Química A Módulo(s) 1,2 e 3 Curso de Ciências e Tecnologias Duração da Prova: 135

Leia mais

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO PLANIFICAÇÃO 011 / 01 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Período 1º 1/09 a 1/1 º 03/01 a 3/03 3º 10/0 a 08/0 Nº Semanas Nº aulas totais

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual Física e Química A 10º ano 01 / 01 1º Período ( minutos) Apresentação QUÍMICA 0. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 0.1. Materiais

Leia mais

PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA

PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA universidade de aveiro PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA Domínio: Energia e sua conservação Subdomínio: Energia e movimentos - Energia cinética e energia potencial; energia interna. - Sistema mecânico; sistema

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA ESCOLA SECUNDÁRIA SEBASTIÃO DA GAMA Cursos Científico-Humanísticos de Ciências e Tecnologias Ensino Recorrente de Nível Secundário Física e Química A 10ºano MÓDULO

Leia mais

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Química 10. ano

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Química 10. ano Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Química 10. ano Apresenta-se em seguida uma tabela que visa permitir uma fácil consulta e comparação das Aprendizagens Essenciais com as Metas Curriculares.

Leia mais

0.2. Soluções Quais e quantos componentes O que são soluções aquosas Composição quantitativa de soluções

0.2. Soluções Quais e quantos componentes O que são soluções aquosas Composição quantitativa de soluções QUÍMICA 0. Materiais: diversidade e constituição 0.1. Materiais Qual a origem Que constituição e composição Como se separam constituintes Como se explica a sua diversidade 0.2. Soluções Quais e quantos

Leia mais

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial /2016) Disciplina: Física e Química A Módulos 1, 2 e 3

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial /2016) Disciplina: Física e Química A Módulos 1, 2 e 3 Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 ENSINO SECUNDÁRIO RECORRENTE POR MÓDULOS MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial - 2015/2016) Disciplina: Física e Química A Módulos 1, 2 e 3 Duração

Leia mais

PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA

PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA 2012 Componente de Física 1. Mecânica da Partícula 1.1 Cinemática e dinâmica da partícula em movimento

Leia mais

FÍSICA E QUÍMICA A PREPARAR O EXAME. 11.º ano Ensino Secundário Daniel Gonçalves

FÍSICA E QUÍMICA A PREPARAR O EXAME. 11.º ano Ensino Secundário Daniel Gonçalves FÍSICA E QUÍMICA A PREPARAR O EXAME 11.º ano Ensino Secundário Daniel Gonçalves 4 ÍNDICE QUÍMICA 1.º ANO I. ELEMENTOS QUÍMICOS E SUA ORGANIZAÇÃO 1. Massa e tamanho dos átomos... 8 1.1 Ordens de grandeza

Leia mais

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016 1.º Período Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano I Espaço 1. Universo 2. Sistema Solar 1.1 Constituição do Universo 1.2 Observação do céu 1.3 Evolução

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES TURMA: G ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diagnose da turma. -Trabalho individual

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES TURMA: G ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diagnose da turma. -Trabalho individual ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES CURSO PROFISSIONAL Técnico de Instalações Elétricas DISCIPLINA: FÌSICA e QUÌMICA TURMA: G ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA 7º ano Espaço Materiais Energia Atividades Práticas Compreender globalmente a constituição e a caracterização do Universo e do Sistema Solar e a posição que a Terra ocupa nesses sistemas. Saber associar

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Campus Universitário -Trindade - 88040-900 - Florianópolis - SC - Brasil Fone: (048) 3721-6852 Disciplina:

Leia mais

Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química

Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química ANDRÉ SOARES (150952) Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química 1º 2º 3º Períodos Período Período Período Número de aulas previstas (50minutos) 39 33 23 Apresentação 1 Avaliação (preparação,

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Física e Química A/ Metas Curriculares, MEC-2014 ENSINO SECUNDÁRIO 11º ANO-FQ-A

Leia mais

3.1 Mecanismos de transferência de energia sob a forma de calor

3.1 Mecanismos de transferência de energia sob a forma de calor 3.1 Mecanismos de transferência de energia sob a forma de calor Condução Processo de transferência de energia sob a forma de calor que ocorre devido ao choque das partículas e sem transporte de matéria

Leia mais

Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química

Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANDRÉ SOARES (150952) Calendarização da Componente Letiva 9º Ano Físico Química 1º 2º 3º Períodos Período Período Período Número de aulas previstas (45 minutos) 39 36 21 Apresentação

Leia mais

Exercícios para resolver

Exercícios para resolver 4 ÍNDICE QUÍMICA 10.º ANO I. ELEMENTOS QUÍMICOS E SUA ORGANIZAÇÃO 1. Massa e tamanho dos átomos... 8 1.1 Ordens de grandeza e escalas de comprimento... 8 1.2 Dimensões à escala atómica... 9 1.3 Massa isotópica

Leia mais

N P P N. Ciências de Materiais I Prof. Nilson C. Cruz. Aula 2 Ligação Química. Átomos. Diferença entre materiais = Diferença entre arranjos atômicos e

N P P N. Ciências de Materiais I Prof. Nilson C. Cruz. Aula 2 Ligação Química. Átomos. Diferença entre materiais = Diferença entre arranjos atômicos e Ciências de Materiais I Prof. Nilson C. Cruz Aula 2 Ligação Química Átomos Diferença entre materiais = Diferença entre arranjos atômicos e N P P N e N P e Carga (x 1,6x10-19 C) 0 1-1 Massa (x 1,673x10-24

Leia mais

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 16. Exercícios. Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 16. Exercícios. Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva Exercícios Ficha de Trabalho 16 Global 1. Um certo ião negativo, X 3-, tem um número total de eletrões de 18 e o seu número de massa

Leia mais

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial 2015/2016) Disciplina: Física e Química A Módulo 2

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial 2015/2016) Disciplina: Física e Química A Módulo 2 Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 ENSINO SECUNDÁRIO RECORRENTE POR MÓDULOS MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial 2015/2016) Disciplina: Física e Química A Módulo 2 Duração da prova:

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves FÍSICA 10 EXERCÍCIOS e problemas Exames 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Testes intermédios 2008 2009 2010 2011 Escola Técnica Liceal Salesiana do Estoril Professor Luís Gonçalves 2 3 Unidade 1 Do Sol ao

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ FÍSICA PRISE- 2ª ETAPA. EIXO TEMÁTICO: Fluidos, calor e usos de energia

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ FÍSICA PRISE- 2ª ETAPA. EIXO TEMÁTICO: Fluidos, calor e usos de energia UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ FÍSICA PRISE- 2ª ETAPA 1 - Compreender a física e as tecnologias a ela associadas como construções humanas baseadas na experimentação e na abstração, percebendo seus papéis

Leia mais

Índice FÍSICA. 10.º ano. Energia e sua conservação. Energia e movimentos Energia e fenómenos elétricos... 12

Índice FÍSICA. 10.º ano. Energia e sua conservação. Energia e movimentos Energia e fenómenos elétricos... 12 FICHA TÉCNICA Título: Resumo Essencial Preparação para Exames Física e Química 10. o e 11. o Anos Autoras: Maria Teresa Escoval e Rosa Maria Capucho Copyright by Maria Teresa Escoval, Rosa Maria Capucho

Leia mais

Planificação Anual GR 510 Disciplina Física e Química 9.º Ano

Planificação Anual GR 510 Disciplina Física e Química 9.º Ano Planificação Anual GR 510 Disciplina Física e Química 9.º Ano Estratégias / Processos de operacionalização Módulo M5: Reações Químicas. 1 1P Indicar que a matéria é constituída por corpúsculos submicroscópicos

Leia mais

CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26

CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26 Sumário CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1 Introdução 1 Os sistemas de medida 1 O Sistema Internacional de Unidades (SI) 1 A temperatura 2 Outras escalas de temperatura 3 O uso e o mau uso das unidades

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357 / 2007, de 29 de Outubro (Duração: 90minutos + 30 minutos de tolerância) 10º ano Física e Química A (Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos 2016 QUÍMICA Conteúdos Programáticos MATERIAIS - Origem - Constituição e composição dos materiais: - Constituição

Leia mais

TABELA DE CONSTANTES FÓRMULAS. ,m massa de soluto; V volume de solução. , n quantidade de soluto; V volume de solução. ν= c λ

TABELA DE CONSTANTES FÓRMULAS. ,m massa de soluto; V volume de solução. , n quantidade de soluto; V volume de solução. ν= c λ Agrupamento de Escolas Madeira Torres Ficha de avaliação Física e Química A - VERSÃO 1 - Data: / /2013 Nome: Nº: Turma: 10ºF CLASSIFICAÇÃO: Valores Prof. António Gonçalves: TABELA DE CONSTANTES Constante

Leia mais

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FÍSICA E QUÍMICA A APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FÍSICA E QUÍMICA A APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FÍSICA E QUÍMICA A INTRODUÇÃO A disciplina de Física e Química A (FQ-A) surge curricularmente no seguimento da Físico-Química

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE Ano Letivo 2016/2017 ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE Física e Química A 10ºAno 1. A energia dos eletrões nos átomos inclui: (A) apenas o efeito das atrações entre os eletrões e

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR FÍSICA E QUÍMICA A PLANIFICAÇÃO CURRICULAR (Médio e Longo prazo) Componente de QUÍMICA 1 MÓDULO INICIAL - Materiais: diversidade e constituição Conteúdos Objetivos de aprendizagem Atividades prático -

Leia mais

Comparativos curriculares. Física. Ensino médio. A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais. Material de divulgação

Comparativos curriculares. Física. Ensino médio. A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais. Material de divulgação Comparativos curriculares SM Física Ensino médio A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais Material de divulgação de Edições SM Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04 Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 0 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 0 COMPETÊNCIAS HABILIDADES BASES TECNOLÓGICAS Nº aulas Introduzir uma visão

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 27. janeiro. 2016 Versão 1 10º Ano Turma A Professora: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 8 páginas

Leia mais

PED (Licenciaturas) Prova: Escrita. I Química organizaçãoo. Parte. Tabela Periódica e blocos. Famílias de. Página

PED (Licenciaturas) Prova: Escrita. I Química organizaçãoo. Parte. Tabela Periódica e blocos. Famílias de. Página Prova: Prova Multidisciplinar de Químicaa e Biologia Curso(s) ): Enfermagem e Farmácia 1 Âmbito da Prova Os conteúdos das disciplinas de Químicaa e Biologia são estruturantes para o prosseguimento dos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Turma(s): 3 Ano/Semestre: 2012/1

PLANO DE ENSINO. Turma(s): 3 Ano/Semestre: 2012/1 UNIVERSIDADE DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Setor Sul do Campus Universitário - Bloco H, Av. Gal. Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000 Coroado 69077-000 Manaus, AM. Fone/Fax:

Leia mais

TURMAS ITA/IME. Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS

TURMAS ITA/IME. Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS TURMAS ITA/IME Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS 2016 RUMO AO INFINITO A realização do sonho de construir sua carreira acadêmica no ITA e no IME começa aqui e agora. O

Leia mais

Energia e fenómenos elétricos

Energia e fenómenos elétricos Energia e fenómenos elétricos 1. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II. Estabelece a correspondência correta entre as grandezas elétricas e os seus significados.

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 9.º ano CFQ

PLANO DE ESTUDOS 9.º ano CFQ PLANO DE ESTUDOS 9.º ano CFQ 2015-2016 O aluno, no final do 9.º ano, deve ser capaz de: - Compreender movimentos no dia-a-dia, descrevendo-os por meio de grandezas físicas. - Compreender a ação das forças,

Leia mais

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 18 de janeiro 2016 Ano Letivo: 2015/2016 135 + 15 min 1. Num copo com 100 ml de água, são

Leia mais

A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos...

A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos... Aula 02 - Tabela Periódica TABELA PERIÓDICA e Lothar Meyer A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos... Pode-se escrever a distribuição eletrônica de um elemento

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2012 FÍSICA CARLOS 3ª MÉDIO Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Encaminhamos a Programação de Etapa, material de apoio para o acompanhamento dos conteúdos e habilidades que

Leia mais

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos /

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos / 5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor.. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

Equações-chave FUNDAMENTOS. Seção A. Seção E. Seção F. Seção G. mv 2. E c E P. mgh. Energia total energia cinética energia potencial, ou E E c.

Equações-chave FUNDAMENTOS. Seção A. Seção E. Seção F. Seção G. mv 2. E c E P. mgh. Energia total energia cinética energia potencial, ou E E c. Equações-chave FUNDAMENTOS Seção A 3 A energia cinética de uma partícula de massa m relaciona-se com sua velocidade v, por: E c mv 2 4 Um corpo de massa m que está a uma altura h da Terra tem energia potencial

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Ano lectivo 2017/2018

PROGRAMAS DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Ano lectivo 2017/2018 S DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Ano lectivo A avaliação da capacidade para ingresso no Instituto Superior Técnico, no ano lectivo

Leia mais

Agrupamento de Escolas Madeira Torres Ficha de avaliação Física e Química A - VERSÃO 2 - Data: / /2013 Nome: Nº: Turma: 10ºF

Agrupamento de Escolas Madeira Torres Ficha de avaliação Física e Química A - VERSÃO 2 - Data: / /2013 Nome: Nº: Turma: 10ºF Agrupamento de Escolas Madeira Torres Ficha de avaliação Física e Química A - VERSÃO 2 - Data: / /2013 Nome: Nº: Turma: 10ºF CLASSIFICAÇÃO: Valores Prof. António Gonçalves: TABELA DE CONSTANTES Constante

Leia mais

Física: Interação e tecnologia. Conteúdo programático. Encontre bons resultados em aprendizagem. Junte nossa experiência em fazer bons

Física: Interação e tecnologia. Conteúdo programático. Encontre bons resultados em aprendizagem. Junte nossa experiência em fazer bons Junte nossa experiência em fazer bons livros à sua competência para ensinar: Encontre bons resultados em aprendizagem. Física: Interação e tecnologia Conteúdo programático MATERIAL DE DIVULGAÇÃO - ESCALA

Leia mais

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 10. Elementos químicos e sua organização. Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 10. Elementos químicos e sua organização. Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Paula Melo Silva Elementos químicos e sua organização Massa e tamanho dos átomos Ficha de Trabalho 10 Química 10ºano - Elementos químicos e sua organização

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA 124 PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Série: 1 º Ano Carga Horária: 120h/a (100/hr) Docente

Leia mais

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos /

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos / 5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr. 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

Disciplina de Didáctica da Química I

Disciplina de Didáctica da Química I Disciplina de Didáctica da Química I Texto de Apoio Estrutura dos átomos no ensino básico e secundário Visão crítica / síntese dos tópicos de química nos ensinos básico e secundário A - ESTRUTURA DOS ÁTOMOS

Leia mais

Programa da cadeira Termodinâmica e Teoria Cinética

Programa da cadeira Termodinâmica e Teoria Cinética Programa da cadeira Termodinâmica e Teoria Cinética Cursos: Engenharia Civil, Engenharia de Instrumentação e Electrónica Ano lectivo 2004-05, 2º semestre Docentes: Prof. Dr. Mikhail Benilov (aulas teóricas,

Leia mais

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização DEPARTAMENTO DE FÍSICA-QUÍMICA DISCIPLINA: FÍSICA E QUÍMICA A - 11º ANO OBJETIVOS / CONTEÚDOS... 1º PERÍODO Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização 1. MECÂNICA (FÍSICA) 1.1. Tempo, posição

Leia mais

NOME Nº Turma Informação Professor Enc. de Educação

NOME Nº Turma Informação Professor Enc. de Educação ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 9º Teste sumativo de FQA 10.º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Tolerância: 0 minutos 10 páginas 23.abril.2015 NOME Nº Turma

Leia mais

CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS

CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS Turno: Integral Currículo 2014 Período 1º Período Tipo Obrigatória Teórica 72 horas CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Química Fundamental Carga Horária Prática ----- Habilitação /

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS. Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas. 8ºAno de escolaridade

ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS. Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas. 8ºAno de escolaridade ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas 8ºAno de escolaridade BLOCO 1 A ENERGIA (Tema: Terra em Transformação) Unidade Conteúdo Nº de FONTES

Leia mais

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 22. Chamadas de Atenção. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva. Global

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 22. Chamadas de Atenção. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva. Global Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Chamadas de Atenção Ficha de Trabalho 22 Global Atenção que para calcular a f.e.m. induzida pela lei de Faraday temos que

Leia mais

2.2.1 Efeito Hall e Magnetoresistência Condutividade Elétrica AC Corrente Elétrica em um Campo Magnético

2.2.1 Efeito Hall e Magnetoresistência Condutividade Elétrica AC Corrente Elétrica em um Campo Magnético Conteúdo 1 Revisão de Física Moderna 1 1.1 Equação de Schrödinger; Autoestados e Valores Esperados.. 1 1.2 O Poço de Potencial Innito:Quantização da Energia.............................. 7 1.3 O Oscilador

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES A intensidade das forças intermoleculares em diferentes substâncias varia em uma grande faixa, mas elas são muito mais fracas que ligações iônicas covalentes.

Leia mais

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses LUAULA Professor: Eduardo Ulisses Sobre as ligações químicas, analise as afirmativas. I. Nas estruturas de Lewis, a ligação covalente resulta do compartilhamento de um par de elétrons entre dois átomos.

Leia mais

OBJETIVOS GERAL. Específicos

OBJETIVOS GERAL. Específicos PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio Série: 1º Ano Carga Horária: 120h/a (100h/r) Docente Responsável:

Leia mais

Prova de exame final nacional de Física e Química A (715) 2017: Metas Curriculares e Atividades Laboratoriais

Prova de exame final nacional de Física e Química A (715) 2017: Metas Curriculares e Atividades Laboratoriais Prova de exame final nacional de Física e Química A (715) 2017: Metas Curriculares e Atividades Laboratoriais Metas Curriculares Componente de Química Domínio: Elementos químicos e sua organização Subdomínio

Leia mais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Materiais Elétricos - Teoria Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Clóvis Antônio Petry, professor. Florianópolis, setembro

Leia mais

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM Programa de Disciplina Nome: Química Geral I Código: IQG 114 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 OBRIGATÓRIA

Leia mais

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento;

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; 1.1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; Elétrons e prótons são eletricamente carregados: 1,60 x 10-19 C; Elétrons:

Leia mais

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno. Data: 11 março 2015 Ano Letivo: 2014/ min.

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno. Data: 11 março 2015 Ano Letivo: 2014/ min. 5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 11 março 2015 Ano Letivo: 2014/2015 135 min Grupo I 1. A Terra é o único planeta do sistema

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO: Técnico de Instalações Elécticas 2012-2015 DISCIPLINA: Física e Química N.º TOTAL DE MÓDULOS: 3 N.º ORDEM N.º DE HORAS 1 20H/24Seg. Q1 Estrutura Atómica.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 7º Teste de FQA 2.março. 2015 Versão 1 10º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 8 páginas e termina

Leia mais

Transferência de calor

Transferência de calor Transferência de calor 1.1 Calor: Forma de energia que se transmite espontaneamente de um corpo para o outro quando entre eles existir uma diferença de temperatura. O calor é uma energia em trânsito provocada

Leia mais

4ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

4ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 4ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 7 de dezembro 2015 Ano Letivo: 2015/2016 135 + 15 min 1. Os espetros de absorção e de emissão

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES OBJETIVOS GERAIS/DESCRITORES

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES OBJETIVOS GERAIS/DESCRITORES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ARTÍSTICAS ARTES VISUAIS - GRUPO de RECRUTAMENTO - Cód. 240 ENSINO REGULAR 2º CICLO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES DOMÍNIO

Leia mais

ACH1014 Fundamentos de Física. Usinas térmicas. Profa Dra Patricia Targon Campana

ACH1014 Fundamentos de Física. Usinas térmicas. Profa Dra Patricia Targon Campana ACH1014 Fundamentos de Física Usinas térmicas Profa Dra Patricia Targon Campana Pcampana@usp.br 2013 A Termodinâmica e o conceito de usina térmica Estudo das transformações e as relações existentes entre

Leia mais

Questões de Exame Resolvidas. Física e Química A. 11. ano. Química

Questões de Exame Resolvidas. Física e Química A. 11. ano. Química Questões de Exame Resolvidas Física e Química A 11. ano Química Índice Apresentação 3 Questões de Exame e de Testes Intermédios Química 10.º ano Domínio 1 Elementos químicos e sua organização 7 Subdomínio

Leia mais

Aula 01. Me. Leandro B. Holanda, 1. Definições e conceitos fundamentais. Calor

Aula 01. Me. Leandro B. Holanda,   1. Definições e conceitos fundamentais. Calor Aula 01 1. Definições e conceitos fundamentais Calor Se um bloco de cobre quente for colocado num béquer de água fria o bloco de cobre se resfria e a água se aquece até que o cobre e a água atinjam a mesma

Leia mais

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização DEPARTAMENTO DE FÍSICA-QUÍMICA DISCIPLINA: FÍSICA E QUÍMICA A - 11º ANO OBJETIVOS / CONTEÚDOS... 1º PERÍODO Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização 1. MECÂNICA (FÍSICA) 1.1. Tempo, posição

Leia mais

(Subdomínio.módulo.conteúdo)

(Subdomínio.módulo.conteúdo) Escolas João de Araújo Correia ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 16 17 GESTÃO CURRICULAR DEPARTAMENTO Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 11º ANO 1º Período (Início: 15-09-2016; Fim: 16-12-2016)

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE EMÍDIO NAVARRO VISEU

ESCOLA SECUNDÁRIA DE EMÍDIO NAVARRO VISEU MATRIZ DA PROVA ESCRITA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE FÍSICA E QUÍMICA B FORMAÇÃO CIENTÍFICA CÓDIGO 167 11º Ano de Escolaridade Cursos Tecnológicos Duração da prova escrita: 90 minutos Ano Lectivo:

Leia mais

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Química 3ª Daniella e Jéssica 1ª SÉRIE E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Dominar a leitura, interpretação e C6. Correlacionar conhecimentos sobre sistemas materiais, fenômenos, fatos

Leia mais

Física e Química A 10.º ano

Física e Química A 10.º ano Energia, fenómenos térmicos e radiação II Física e Química A 10.º ano 1. Responde às seguintes questões. Num dia de inverno, a temperatura no exterior é de - 3ºC e a temperatura no interior de um apartamento

Leia mais

EXAME SUPLETIVO 2013 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO ENSINO MÉDIO FÍSICA

EXAME SUPLETIVO 2013 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO ENSINO MÉDIO FÍSICA SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS CENTRO EXECUTIVO DE EXAMES SUPLETIVOS GOVERNADOR SÉRGIO LORETO EXAME SUPLETIVO 2013

Leia mais

1 Resolução CEPE N 2615

1 Resolução CEPE N 2615 _II n Universidade Federal de Ouro Preto 1 Resolução CEPE N 2615 Aprova aplicação de prova específica no processo de transferência para o Curso de Química Industrial. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

Física e Química A 715 (versão 1)

Física e Química A 715 (versão 1) Exame (Resolução proposta por colaboradores da Divisão de Educação da Sociedade Portuguesa de Física) Física e Química A 715 (versão 1) 0 de Junho de 008 1. 1.1. Átomos de ferro A espécie redutora é o

Leia mais

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Química Geral e Experimental

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Química Geral e Experimental CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Química Geral e Experimental Código: ENGP -170 Pré-requisito: --------------- Período

Leia mais

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO 1 ANO ENSINO MÉDIO MATÉRIA E ENERGIA TERRA E UNIVERSO H01 Reconhecer a equivalência entre massa e energia, descrevendo processos de conversão de massa em energia. H02 Reconhecer a equivalência entre massa

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 10.º teste sumativo de FQA 9.maio.015 10.º Ano Turma A Professora: M.ª do Anjo Albuquerque Versão 1 Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 10 páginas

Leia mais

Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos. Princípio de Ciências dos Materiais Prof.: Luciano H. de Almeida

Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos. Princípio de Ciências dos Materiais Prof.: Luciano H. de Almeida Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos Princípio de Ciências dos Materiais Prof.: Luciano H. de Almeida Porque estudar estrutura atômica? Ligação atômica e as propriedades dos materiais

Leia mais

LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Prof. Edson Cruz LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Já estudamos que qualquer tipo de matéria é formado por átomos. Vimos também que cada agrupamento de átomos, combinados em uma determinada

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Curso: Ensino Médio Disciplina: Física Professores: Elisângela Schons. Aproveitamento: 100% JUSTIFICATIVA:

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Curso: Ensino Médio Disciplina: Física Professores: Elisângela Schons. Aproveitamento: 100% JUSTIFICATIVA: . Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos Cursos: Ensino Fundamental Fase II e Ensino Médio. Rua Monteiro Lobato, 1038 Cep. 85950-000 Fone/Fax (44) 3649-5214 Site: www.potceebjapalotina.seed.pr.gov.br

Leia mais

CURRÍCULOS 2016/2017

CURRÍCULOS 2016/2017 CURRÍCULOS 2016/2017 Ensino Regular Departamento: Matemática e Ciências Experimentais Disciplina: Física e Química A Ano de Escolaridade: 11º Conteúdos Programáticos: Domínio: Mecânica Subdomínio 1: Tempo,

Leia mais

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Princípios fisico-químicos laboratoriais Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Conteúdo Programático Unidade 3 Química orgânica o Seção 3.1 Ligação e estrutura molecular o Seção 3.2 Funções orgânicas - Hidrocarbonetos

Leia mais

Metais e ligas metálicas Estrutura e propriedades dos metais

Metais e ligas metálicas Estrutura e propriedades dos metais AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Química / Metas Curriculares ENSINO SECUNDÁRIO 12º ANO-QUÍMICA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO

Leia mais

INTERAÇÕES INTERMOLECULARES

INTERAÇÕES INTERMOLECULARES INTERAÇÕES INTERMOLECULARES Serão abordados: as forças íon-dipolo, dipolo-dipolo, dispersão de London e ligação de hidrogênio e a relação entre propriedade física e interação intermolecular. As partículas

Leia mais