por Aleksander Avalca

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "por Aleksander Avalca"

Transcrição

1

2 por Aleksander Avalca

3 O Gestor se preocupa com o financeiro normalmente quando......o saldo negativo na conta bancária aparece. Mas isso é apenas a consequência. Onde estão as causas?

4 As causas estão na má gestão financeira! Por isso, abordaremos neste e-book os 5 primeiros passos para não sofrer deste mal.

5 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita

6 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita Errado! A empresa é sua, mas o dinheiro é da empresa! Assim como você, ela precisa de dinheiro para sobreviver. Retire seu Pró-labore normal ou você estará boicotando seu negócio.

7 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita 1º - Você deve receber salário! 2º - Aluguel da SUA casa, não da empresa, portanto, você paga! 3º - Acredite, você está boicotando a empresa fazendo desta forma.

8 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita O preço errado é uma das grandes causas de dificuldades da empresa pois, com um preço errado, não importa o quanto você venda: você jamais terá lucro. O lucro da empresa vem do PREÇO e não da quantidade que se vende!

9 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita Você aceitaria trabalhar em uma empresa sem saber o seu salário? Por que insiste em trabalhar para você mesmo sem saber o quanto você ganha?

10 Situações Normais Erradas! Empresa é minha, dinheiro é meu Aluguel da minha casa? Cartão da empresa, não recebo salário mesmo Meu preço é fácil, vezes 2 Quanto eu ganho? R: O suficiente Cuidar das finanças não gera receita Verdade! Mas ele gera aumento em uma coisa mais importante: O LUCRO DA EMPRESA!

11 Veja só: Em todos os clientes que atendemos em Gestão Financeira : Identificamos oportunidades de aumentar o LUCRO sem precisar necessariamente aumentar as vendas. EM TODOS OS CLIENTES! Se você quer aumentar o seu lucro, siga esses passos e aproveite todas as informações que passamos.

12 Antes dos 5 passos... Você precisa entender e saber que existem duas palavras mágicas que fazem a Gestão Financeira ser muito mais eficiente...

13 Palavras Mágicas! 1. Disciplina 2. Organização

14 Disciplina Imagine que você tenha a melhor organização do mundo, mas não faça o controle financeiro todos os dias. No final de uma semana ou de um mês, você não vai lembrar de tudo que aconteceu (além de ser um trabalho mais desgastante e chato) e portanto, você não irá fazer.

15 Organização Agora imagine que você tenha a maior disciplina, mas uma péssima organização. A disciplina te ajudará a fazer os controles todos os dias, mas a má organização fará com que seja demorado e chato e portanto, você não irá fazer.

16 Agora, vamos aos 5 Passos! E lembre-se: sem disciplina e organização, eles não serão suficientes.

17 1º Passo: 1º Entender que não existe meio termo em finanças.

18 1º Passo Acho que faturamos... Acho que podemos contratar... Acho que podemos investir... Acho... Ou é, ou não é. Essas são causas de gestão financeira ineficiente.

19 1º Passo Isso é sério! Não adianta você controlar as principais contas ou achar que tem lucro ou qualquer coisa parecida. Em Gestão Financeira, ou é ou não é. Qualquer erro ou aproximação faz uma análise financeira ser completamente distorcida.

20 1º Passo Ex: Se você me disser que suas despesas fixas são de R$ e sua margem de contribuição for de 40% Seu ponto de equilíbrio será de R$ (Ponto de Equilíbrio é o mínimo que a empresa precisa faturar para não ter prejuízo - descubra como calcular Ponto de Equilíbrio aqui). Agora, se você errou e sua despesa fixa é de R$ , a sua margem de contribuição seria de 36% (um erro pequeno, certo?) Seu novo ponto de equilíbrio seria de quase 64 mil reais. São R$ de erro e diferença apenas com esse errinho bobo

21 1º Passo Ex: Se você me disser que suas despesas fixas são de R$ e sua margem de contribuição for de 40% Seu ponto de equilíbrio será de R$ (Ponto de Equilíbrio é o mínimo que a empresa precisa faturar para não ter prejuízo - descubra como calcular Ponto de Equilíbrio aqui). Agora, se você errou e sua despesa fixa é de R$ , a sua margem de contribuição seria de 36% (um erro pequeno, certo?) Seu novo ponto de equilíbrio seria de quase 64 mil reais. São R$ de erro e diferença apenas com esse errinho bobo

22 2º Passo: Separar pessoa jurídica e pessoa física.

23 2º Passo Aleks, eu sempre ouço isso, mas não concordo, tenho um controle certinho do que eu gasto, então lhe pergunto: qual é a diferença em retirar R$ reais do meu jeito e R$ do jeito certo? R$ do jeito errado R$ do jeito certo

24 2º Passo Obs: retirar do jeito errado é pagar as suas contas pessoais com dinheiro da empresa. Ou seja: você não retira uma valor fixo todos os meses. R$ do jeito errado R$ do jeito certo

25 2º Passo A diferença está nos meses seguintes! Você não tem um planejamento. Se seu carro quebrar, você não tem dinheiro guardado e vai acabar tirando mais da empresa! Do seu jeito R$ do jeito certo

26 2º Passo Agora lhe pergunto! Se o carro do funcionário quebrar e ele te pedir um aumento naquele mês, você vai dar? Não! E por que você acha que, pra você, pode? A empresa não deve bancar por sua mordomia, por mais que ela seja sua. A empresa deve conquistar uma saúde financeira boa, antes que seja tarde demais, e você ficar retirando mais do que pode vai prejudicá-la sem dúvida alguma!

27 Caixa da empresa não é caixa eletrônico!

28 2º Passo Você recebe Pró-labore? Se não, pare de boicotar a sua empresa, seu ladrãozinho! O que fazer? Passe a receber um pró-labore fixo. Contabilize suas contas pessoais como pró-labore Vá ajeitando aos poucos, mas ajeite!

29 Quanto você quer receber por mês? 2º Passo Quanto a empresa pode pagar por mês?

30 2º Passo E sem contar que você fica com essa sensação errada de nunca ter recebido pró-labore, mas não percebe que está com o carro do ano, viajando sempre... Nunca recebi pró-labore! Trabalho todo este tempo sem nunca ter ganhado nada!

31 3º Passo: Contabilizar cada centavinho que entra e sai. Nos mínimos detalhes!

32 3º Passo Para isso, é necessário ter: Um bom sistema de gestão (software ou planilhas) Rotina muito bem definida de controle (Hábitos) Processos claros Do que entrou, o que faz, onde guarda recibo, etc Do que saiu, o que faz, onde guarda recibo, etc

33 Um pouco sobre sistemas de Gestão: Nossas planilhas:

34 3º Passo Em finanças não existe mais ou menos. Ou é tudo ou é nada!

35 4º Passo: Calcular o preço corretamente!

36 4º Passo Mas Aleks, o mercado estabelece o preço, então podemos pular esta parte! A afirmação é verdadeira, o mercado estabelece o preço, mas existem duas formas de pensarmos sobre o Preço. 1) Analisando o preço do mercado 2) Analisando o preço interno (através dos custos)

37 4º Passo Ex: Ninguém paga mais que R$ 30,00 em um produto que você vende. Mas o preço interno diz a você que você deveria cobrar R$ 45,00 para cobrir os custos. Se você continuar vendendo por R$ 30,00, não importa o quanto você venda, haverá prejuízo.

38 4º Passo Objetivos de se calcular o preço interno: Identificar se há discrepâncias entre o preço real e o preço ideal Saber os descontos possíveis de serem concedidos Identificar o preço mínimo que o produto/serviço pode ser vendido Calcular o ponto de equilíbrio da empresa (mínimo que deve faturar para não ter prejuízo)

39 4º Passo Quer aprender a calcular seu preço corretamente? Se você trabalha com serviços, clique aqui! Se você trabalha com produtos, clique aqui!

40 4º Passo Trabalho tanto e tanto, mas nunca sobra dinheiro! Meus gastos já são mínimos! Se você afirma isso sempre, acredite, seu preço está errado!

41 5º Passo: Análises Financeiras

42 5º Passo De nada vai adiantar seguir os 4 passos anteriores se não analisarmos os números. Será a mesma coisa que colocar gasolina e não verificar quando está na hora de reabastecer. Existem diversas análises financeiras, como podemos ver a seguir:

43 5º Passo Fluxo de Caixa Margem de Contribuição Análise do Preço Ajustando o preço Precificação de trás para frente Faturamento Máximo Ponto de Equilíbrio Ponto de Equilíbrio de um Investimento Grau de Comprometimento da Receita Análise Horizontal e Vertical Grau de Alavancagem Indicador KACE Tudo Junto e Misturado

44 5º Passo Essas análises financeiras abordaremos nos vídeos que vamos enviar e também em uma palestra que faremos ao vivo. Fique atento com seu . Por hora, vamos entender o Ponto de Equilíbrio?

45 Ponto de Equilíbrio Faturamento necessário para cobrir todas as despesas e não obter nem Prejuízo e nem Lucro. Ficar no zero a zero. Ou seja: o mínimo que a empresa precisa faturar! Atenção: isso é DIFERENTE do Total de Despesas.

46 Ponto de Equilíbrio É uma fórmula relativamente fácil de calcular. Vamos lá: PEq: Ponto de Equilíbrio DF: Despesa Fixa Total % Mg Contr: Percentual da Margem de Contribuição % Mg Contr: Percentual da Margem de Contribuição MCun: Margem de Contribuição Unitária (média) PVun: Preço de Venda Unitário (média)

47 O que é a Margem de Contribuição? A margem de contribuição é o valor das vendas menos o valor dos custos variáveis. Ou seja, é o valor que a sua empresa efetivamente recebeu após a venda de um produto ou serviço. MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO LUCRO

48 O que é a Margem de Contribuição? Ou seja: (+) Faturamento (-) Custo do produto/serviço (-) Impostos (-) Comissões (-) Taxas de Cartão (-) Outros gastos variáveis

49 O que é a Margem de Contribuição? Exemplo: A Margem de Contribuição é igual ao Preço de Vendas menos o Custo Variável! Corte masculino Corte feminino Preço de venda R$ 15,00 R$ 32,00 Custo do produto R$ 1,00 R$ 1,50 Custo mão de obra Comissão R$ 1,50 R$ 3,20 Impostos R$ 0,90 R$ 1,92 Margem de contribuição unitária R$ 11,60 R$ 25,38

50 O que é a Margem de Contribuição? Para achar a margem em %, pega-se a Margem Unitária e divide-se pelo Preço Ex: 11,60/15,00. Depois você tira a média de todos os produtos ou serviços! Corte masculino Corte feminino Preço de venda R$ 15,00 R$ 32,00 Custo do produto R$ 1,00 R$ 1,50 Custo mão de obra Comissão R$ 1,50 R$ 3,20 Impostos R$ 0,90 R$ 1,92 Margem de contribuição R$ 11,60 R$ 25,38 unitária Margem de contribuição (%) 77% 79% Média da Margem de Contrib. 78%

51 Pegue a Despesa Fixa e substitua na fórmula. DF/%MC Neste caso: 3425,00/78% Ponto de Equilíbrio desta empresa é de 4.373,00 O que é a Margem de Contribuição? Corte masculino Corte feminino Preço de venda R$ 15,00 R$ 32,00 Custo do produto R$ 1,00 R$ 1,50 Custo mão de obra Comissão R$ 1,50 R$ 3,20 Impostos R$ 0,90 R$ 1,92 Margem de contribuição R$ 11,60 R$ 25,38 unitária Margem de contribuição (%) 77% 79% Se faturar exatamente isso a empresa não terá lucro e nem prejuízo! Média da Margem de Contrib. 78% Despesa Fixa Total 3.425,00 Ponto de Equilíbrio R$ 4.373,00

52 Tudo junto e misturado! Sim, temos que admitir que a Gestão Financeira não é fácil! Todos os conhecimentos deste e-book devem ser executados em conjunto, um complementando o outro, ou seja, tudo junto e misturado!

53 Atenção: temos 3 convites especiais! 2 vídeos serão enviados para seu . O primeiro é sobre Fluxo de Caixa e, o segundo, sobre Precificação. Uma palestra ao vivo no dia 13/05 às 19:15. Os 500 primeiros terão uma surpresa. INSCREVA-SE JÁ!

54 Gostou? Quer mais?

55

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos O saldo negativo na conta bancária é apenas a consequência. Mas onde estão as causas? Você pode levar o marketing, gestão de pessoas e liderança

Leia mais

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos O saldo negativo na conta bancária é apenas a consequência. Mas onde estão as causas? Você pode levar o marketing, gestão de pessoas e liderança

Leia mais

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos

Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos Gestão Financeira para Micro e Pequenas Empresas em 5 passos O saldo negativo na conta bancária é apenas a consequência. Mas onde estão as causas? Renan Kaminski Você pode levar o marketing, gestão de

Leia mais

Grau de Alavancagem Operacional por Renan Kaminski

Grau de Alavancagem Operacional por Renan Kaminski Grau de Alavancagem Operacional por Renan Kaminski O Dicas 4blue são vídeos e mini e-books com dicas rápidas e práticas para que você e sua equipe possam aplicar no seu dia a dia. Para ter acesso a todas

Leia mais

FLUXO DE CAIXA da sua Empresa

FLUXO DE CAIXA da sua Empresa Entendendo e Analisando o FLUXO DE CAIXA da sua Empresa Renan Kaminski Os números da empresa têm muito a lhe dizer! Mas às vezes parece que estão em outra língua!!! Ter o cadastro de todas as movimentações

Leia mais

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais?

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais? Bem-vindo(a) ao módulo 1: Cuidando do caixa. Aqui estudaremos sobre como se faz o preenchimento da Planilha de Controle de Caixa e sobre a importância do uso do Controle de Caixa para a adequada gestão

Leia mais

ÍNDICE. 2 consultoria de marketinge gestão CUSTO FIXO... 5 INTRODUÇÃO... 3 CUSTO VARIÁVEL... 6 LIVRO CAIXA... 3

ÍNDICE. 2 consultoria de marketinge gestão CUSTO FIXO... 5 INTRODUÇÃO... 3 CUSTO VARIÁVEL... 6 LIVRO CAIXA... 3 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 CUSTO FIXO... 5 LIVRO CAIXA... 3 CUSTO VARIÁVEL... 6 CUSTO DO PROCEDIMENTO... 6 DESPESAS... 4 RECEITAS... 4 PREÇO DE VENDA... 7 CONCLUSÃO... 7 CAPITAL DE GIRO... 5 CONSULTÓRIO LEGAL...

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS!

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS! Treinamento on line ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS! Janaina Lima DIRETORA F. Executiva Sucesso Gestão Gestão Financeira do Seu Negócio Mary Kay A parte mais importante do planejamento financeiro

Leia mais

Finanças no Negócio Mary Kay. Faça sua empresa crescer!!!

Finanças no Negócio Mary Kay. Faça sua empresa crescer!!! Finanças no Negócio Mary Kay Faça sua empresa crescer!!! Ajuste sua visão Mary Kay é um NEGÓCIO e não um emprego, muito menos um bico! Um negócio precisa de atenção, administração, cuidado e investimento.

Leia mais

Etapa 7 Plano Financeiro

Etapa 7 Plano Financeiro 17/10/12 Etapas do Plano de Negócios Etapa Detalhes 7. Plano financeiro Investimentos Projeção de resultados Ponto de equilíbrio Projeção fluxo de caixa Vendas Despesas Mão de obra Investimento é tudo

Leia mais

Índice. Conteúdo. Planilha Profissional Para Cálculo de Preços de Artesanato

Índice. Conteúdo. Planilha Profissional Para Cálculo de Preços de Artesanato Índice Conteúdo Índice... 2 A Importância do Preço Correto... 3 Como chegar ao preço de venda adequado do meu produto?... 3 Como calcular o preço de venda lucro... 5 Como vender meus produtos pela internet...

Leia mais

FUNDAMENTOS DE CUSTOS PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL, FINANCEIRO E ECONÔMICO

FUNDAMENTOS DE CUSTOS PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL, FINANCEIRO E ECONÔMICO FUNDAMENTOS DE CUSTOS PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL, FINANCEIRO E ECONÔMICO PONTO DE EQUILÍBRIO PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL: Representa a receita total suficiente para cobrir todos os gastos, ou seja,

Leia mais

Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso. Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca

Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso. Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca Algumas estatísticas 2011 maior nível de inadimplência nos últimos 9 anos Algumas estatísticas 2011 maior nível de

Leia mais

Tem dúvidas quanto e onde você gasta ou ganha?

Tem dúvidas quanto e onde você gasta ou ganha? Bem-vindo(a) ao módulo 3: Colocando a mão na massa. Aqui estudaremos sobre como preencher a Planilha de Controle de Caixa e utilizá-la considerando sua realidade, também veremos sobre os pontos fundamentais

Leia mais

PONTO DE EQUILÍBRIO CONTABILIDADE DE CUSTOS. Revisão de conceitos... CONTABILIDADE DE CUSTOS. Revisão de conceitos... GASTOS

PONTO DE EQUILÍBRIO CONTABILIDADE DE CUSTOS. Revisão de conceitos... CONTABILIDADE DE CUSTOS. Revisão de conceitos... GASTOS PONTO DE EQUILÍBRIO CONTABILIDADE DE CUSTOS Revisão de conceitos... GASTOS é uma expressão mais genérica, significa aquisição de algo, compra. É o sacrifício financeirodespendido pela empresa na aquisição

Leia mais

Educação Financeira para empreendedores e sua importância.

Educação Financeira para empreendedores e sua importância. Finanças Pessoais $ Educação Financeira para empreendedores e sua importância. Por meio da Educação Financeira você poderá planejar o seu negócio a curto, médio e longo prazo, sendo capaz de visualizar

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS CIESA 2015 IV BIMESTRE

GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS CIESA 2015 IV BIMESTRE PONTO DE EQUILÍBRIO Até parece uma pergunta fácil de responder e, geralmente, vemos os empreendedores considerando apenas os custos diretos envolvidos na elaboração do produto ou prestação do serviço,

Leia mais

KA-dicas. Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir!

KA-dicas. Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir! KA-dicas Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir! Os KA-dicas são mini e-books com dicas rápidas e práticas para que você e sua equipe possam aplicar no seu dia a dia. Para mais, acesse nosso

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A

COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A Qual o efeito da utilização da taxa de aplicação do dinheiro na formação do preço a prazo? Qual o efeito da utilização

Leia mais

Gestão financeira para consultórios

Gestão financeira para consultórios Gestão financeira para consultórios 1 Neste e-book você encontrará as informações mais importantes que precisa saber para administrar a vida financeira de um consultório ou clínica de forma segura e independente.

Leia mais

Antecipar o Problema

Antecipar o Problema INDICADORES Antecipar o Problema Mudar o Comportamento Informação Fidedigna Entendimento do Resultado Manter a Rotina de Controle Vendas da Farmácia Ticket Médio Lucro Despesas fixas Mercado Ticket Médio

Leia mais

Gestão Financeira sem complicações

Gestão Financeira sem complicações Gestão Financeira sem complicações Guia prático com os passos necessários para gerenciar da forma mais eficaz o setor financeiro de sua empresa. Introdução...3...3 Dica 01: Definir um sistema de gestão

Leia mais

b) Determinar as raízes de f(x) = g(x) quando m = 1/2. c) Determinar, em função de m, o número de raízes da equação f(x) = g(x).

b) Determinar as raízes de f(x) = g(x) quando m = 1/2. c) Determinar, em função de m, o número de raízes da equação f(x) = g(x). 1. (Fuvest 2004) Seja m µ 0 um número real e sejam f e g funções reais definidas por f(x) = x - 2 x + 1 e g(x) = mx + 2m. a) Esboçar, no plano cartesiano representado a seguir, os gráficos de f e de g

Leia mais

FUNDAMENTOS DE CUSTOS CÁLCULO DA MARGEM E PONTO DE EQUILÍBRIO

FUNDAMENTOS DE CUSTOS CÁLCULO DA MARGEM E PONTO DE EQUILÍBRIO FUNDAMENTOS DE CUSTOS CÁLCULO DA MARGEM E PONTO DE EQUILÍBRIO Ponto de Equilíbrio Ponto de equilíbrio: - Quanto eu tenho que vender para obter lucro? - Por quanto eu vou vender os serviços? Calculo da

Leia mais

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II Administração de Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - fabio@fabiojunges.com.br Módulo II Alguma mudança nestas últimas duas semanas em relação às suas finanças e da sua família? Módulo

Leia mais

Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!!

Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!! Corra! Faltam apenas 2 dias. Qualifique-se ainda Hoje! Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!! FALTAM APENAS 2 DIAS PARA ENCERRAR

Leia mais

Orçamento apertado: como organizar as finanças? CONTAS EM ORDEM

Orçamento apertado: como organizar as finanças? CONTAS EM ORDEM Guia Financeiro 4 Orçamento apertado: como organizar as finanças? Alguns sinais indicam que suas finanças precisam de maior atenção: ao fechar o mês no vermelho, ao atrasar a fatura do cartão de crédito,

Leia mais

Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital

Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital 1 2 Por Tiago Bastos Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital Por Tiago Bastos Declaração De Ganhos Com O Uso De Nossos Produtos A empresa Seu Primeiro Negócio Digital" não pode fazer garantias sobre

Leia mais

Receita, Custo e Lucro

Receita, Custo e Lucro eceita, Custo e ucro eceita total eceita total ou, simplesmente, eceita é a quantia monetária recebida por uma empresa com a venda de seus produtos. Supondo que a empresa vende apenas um produto e que

Leia mais

Por que é importante definir um pró-labore?

Por que é importante definir um pró-labore? O que é pró-labore? Nas pequenas e médias empresas os sócios podem retirar dinheiro de duas maneiras: com o pró-labore e com a divisão de lucros. Não confunda pró-labore com divisão de lucros! Pró-labore

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Como utilizar a margem de contribuição para tomar decisão quando existe limitação na capacidade produtiva

Como utilizar a margem de contribuição para tomar decisão quando existe limitação na capacidade produtiva Como utilizar a margem de contribuição para tomar decisão quando existe! Revendo o conceito de margem de contribuição! Existência de limitação na capacidade de produção! Margem de contribuição e fator

Leia mais

10 Passos para o sucesso M.E.I.

10 Passos para o sucesso M.E.I. 10 Passos para o sucesso M.E.I. Neste e-book temos o objetivo de juntamente com você fazer uma reflexão sobre o seu negócio, ou seja, através de várias perguntas que você responderá teremos uma ideia de

Leia mais

Contabilidade. História. Administração Prof.: Marcelo dos Santos. Contabilidade Gerencial 1

Contabilidade. História. Administração Prof.: Marcelo dos Santos. Contabilidade Gerencial 1 Administração Prof.: Marcelo dos Santos Contabilidade Gerencial 1 Contabilidade É a ciência teórica e prática que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira e patrimônio das empresas.

Leia mais

TEF CONTAS A RECEBER VIA TEF CONTAS A RECEBER DE TEF

TEF CONTAS A RECEBER VIA TEF CONTAS A RECEBER DE TEF CONTAS A RECEBER VIA TEF CONTAS A RECEBER DE TEF Dentre as tarefas que exigem o maior cuidado na administração de uma empresa pode se dizer que o contas a receber é uma delas, porque se ocorrerem erros

Leia mais

Contas a pagar & Contas a receber. Gestão Orçamentária

Contas a pagar & Contas a receber. Gestão Orçamentária Contas a pagar & Contas a receber Gestão Orçamentária Roteiro Introdução Funcionamento Estudo de caso Controle Planejamento Contas a pagar Contas a receber Referências Introdução Orçamento É um dos objetivo

Leia mais

Quem cuida da minha empresa? EU!

Quem cuida da minha empresa? EU! Quem cuida da minha empresa? EU! SUMÁRIO Introdução...2 Capítulo 1 Cuidados nas Estratégias Empresariais..3 Capítulo 2 Cuidados nos Processos Empresariais...4 Capítulo 3 Cuidados nas Finanças Empresariais...5

Leia mais

VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS

VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS Bonificações A Receita Federal reconhece dois tipos de bonificações, que são: 1. Aquelas recebidas na mesma nota fiscal

Leia mais

CADERNO CARREIRA. Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente

CADERNO CARREIRA. Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente CADERNO CARREIRA Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente Minha história... Quem já estudou o Caderno Carreira? Mary Kay Ash... Nós fazemos muito mais do que vender cosméticos, NÓS MUDAMOS VIDAS.

Leia mais

Gestão de Custos. Custo Contábil e Gestão. Aula 2. Organização da Aula. Contextualização. Contabilidade de Custo A Informação Útil

Gestão de Custos. Custo Contábil e Gestão. Aula 2. Organização da Aula. Contextualização. Contabilidade de Custo A Informação Útil Gestão de Custos Aula 2 Custo Contábil e Gestão Prof. Me. Ernani João Silva Organização da Aula Contabilidade de custo Evolução Terminologia básica Definição Natureza informacional Contextualização Contabilidade

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO 1 Informações sobre os sócios, pois são responsáveis pela proposta do negócio. Caso ocorra necessidade, inserir mais campos, linhas ou colunas. Sócio 1 - Nome: Sócio 2 - Nome:

Leia mais

KA-dicas. Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir!

KA-dicas. Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir! KA-dicas Dicas que todo empreendedor deveria saber e seguir! Os KA-dicas são mini e-books com dicas rápidas e práticas para que você e sua equipe possam aplicar no seu dia a dia. Para mais, acesse nosso

Leia mais

Entrevista de Início. Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo

Entrevista de Início. Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo Entrevista de Início Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo Agendei uma entrevista e agora???????? Prepare seu material de maneira organizada, eficaz, objetiva e simples; Esteja

Leia mais

Se não puder subir a montanha, torne se uma...

Se não puder subir a montanha, torne se uma... 1 Se não puder subir a montanha, torne se uma... 2 Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital Segredos Revelados Do Empreendedor Que Saiu Do Zero E Já Faturou Mais De Meio Milhão De Reais Em Menos De

Leia mais

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com.

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com. Controle Financeiro 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz Emerson Machado Salvalagio Quando abrimos uma empresa e montamos nosso próprio negócio ou quando nos formalizamos, após algum tempo

Leia mais

Guia para Iniciantes do Adwords. Edição Completa

Guia para Iniciantes do Adwords. Edição Completa Guia para Iniciantes do Adwords Edição Completa 02 Prezado Cliente, Agradecemos o interesse em utilizar o Google em sua publicidade. Este guia pretende dar uma visão geral sobre: 03 SUMÁRIO Onde aparecem

Leia mais

Cadastro Principal - Preencha o cadastro com as informações do mensalista.

Cadastro Principal - Preencha o cadastro com as informações do mensalista. Mensalista Mensalista O cadastro do mensalista é utilizado para os clientes que vão entrar no estacionamento e terão seus carros pré-cadastrados, pagantes ou não. O Administrador pode cadastrá-los apenas

Leia mais

LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER

LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER SALVADOR SERRATO salvadors@sebraesp.com.br O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Orientar na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de

Leia mais

Aumentos e descontos sucessivos

Aumentos e descontos sucessivos A UA UL LA 77 Aumentos e descontos sucessivos Introdução Na Aula 39, estudamos o que é lucro e prejuízo. Na aula de hoje, estudaremos os juros, as taxas, os aumentos e os descontos que fazem parte de nosso

Leia mais

Resolvendo equações. 2 = 26-3 α φ-1

Resolvendo equações. 2 = 26-3 α φ-1 A UA UL LA Resolvendo equações Introdução À medida que os problemas se tornam mais complicados, o método algébrico vai se impondo naturalmente ao método aritmético. Resolver equações fará parte das nossas

Leia mais

VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO E PORCENTAGEM. Profa. Dra. Lousanne Cavalcanti Barros Resende

VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO E PORCENTAGEM. Profa. Dra. Lousanne Cavalcanti Barros Resende VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO E 1 PORCENTAGEM Profa. Dra. Lousanne Cavalcanti Barros Resende 2 Objetivos da aula Apresentar e contextualizar o valor do dinheiro no tempo; Diferenciar Capital e Montante; Apresentar

Leia mais

COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?!

COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! Avisos legais Redistribuição Você concorda que não irá copiar, redistribuir ou explorar comercialmente qualquer parte

Leia mais

21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo. VIVER DE BLOG Página 1

21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo. VIVER DE BLOG Página 1 21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Como você usa seu tempo depende muito mais das habilidades que você procura desenvolver depois de

Leia mais

ENGAGE ASSESSORIA E ASSOCIADOS e SUHAI SEGURADORA APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS E BENEFÍCIOS DA ENGAGE ASSESSORIA PARA OS CORRETORES PARCEIROS

ENGAGE ASSESSORIA E ASSOCIADOS e SUHAI SEGURADORA APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS E BENEFÍCIOS DA ENGAGE ASSESSORIA PARA OS CORRETORES PARCEIROS ENGAGE ASSESSORIA E ASSOCIADOS e SUHAI SEGURADORA APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS E BENEFÍCIOS DA ENGAGE ASSESSORIA PARA OS CORRETORES PARCEIROS Apresentação Proposta Engage Assessoria Meu nome é David Pragana

Leia mais

Descubra o que realmente produz resultado na hora de fechar novos clientes. Aplique 20% dos seus esforços para atingir 80% dos seus resultados.

Descubra o que realmente produz resultado na hora de fechar novos clientes. Aplique 20% dos seus esforços para atingir 80% dos seus resultados. Descubra o que realmente produz resultado na hora de fechar novos clientes. Aplique 20% dos seus esforços para atingir 80% dos seus resultados. Aumente a sua Taxa de Conversão de Novos Contratos. O QUE

Leia mais

porque evoluir é preciso Por Suellen Borelli

porque evoluir é preciso Por Suellen Borelli porque evoluir é preciso à Por Suellen Borelli Módulo I O dinheiro O que o dinheiro proporciona Módulo II Início de uma vida de prosperidade financeira Módulo III O que comprar e como comprar Projetos

Leia mais

Em uma residência, durante seis meses, os gastos com energia elétrica foram os seguintes: 12,60 18A5 21,00 20,08 17AO 16,37

Em uma residência, durante seis meses, os gastos com energia elétrica foram os seguintes: 12,60 18A5 21,00 20,08 17AO 16,37 Em uma residência, durante seis meses, os gastos com energia elétrica foram os seguintes: 12,60 18A5 21,00 20,08 17AO 16,37 Qual foi o gasto médio com energia elétrica nesses seis meses? Qual é o número

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Unidade IV CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro

Unidade IV CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro Unidade IV CONTABILIDADE Prof. Jean Cavaleiro Objetivo Essa unidade tem como objetivo interpretar as informações contábeis. Análise e tomada de decisão a partir de dados contábeis. Conhecer os índices

Leia mais

Estratégias para Reduzir Custos em Tempos de Crise

Estratégias para Reduzir Custos em Tempos de Crise Palestra Estratégias para Reduzir Custos em Tempos de Crise Por Neverton Timm Highter Consultoria O que é mais importante? Aumentar Vendas x Reduzir Custos Afinal Os dois são fundamentais LUCRO = VENDA

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

RELAÇÃO CUSTO/VOLUME/LUCRO

RELAÇÃO CUSTO/VOLUME/LUCRO 1. CUSTOS / PLANEJAMENTO E DECISÓRIO 1.1 Relação Custo/Volume/Lucro A relação Custo/Volume/Lucro é a relação que o volume de vendas tem com os custos e lucros. 1.1.1 Custos e Despesas Variáveis Os custos

Leia mais

Gestão de Finanças Pessoais. Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira

Gestão de Finanças Pessoais. Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira Gestão de Finanças Pessoais Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira AVISO Apresentação disponibilizada pelo Banco Central do Brasil para ações de educação financeira alinhadas às

Leia mais

Orçamento. (continuação) 06/09/2016. Orçamento de Vendas. Orçamento de Produção. Orçamento de Estoque Final

Orçamento. (continuação) 06/09/2016. Orçamento de Vendas. Orçamento de Produção. Orçamento de Estoque Final Orçamento (continuação) Vendas Estoque Final Produção matéria-prima direta mão-de-obra direta custos indiretos de fabricação Custo dos Produtos Vendidos investimentos financiamentos Caixa despesas de vendas

Leia mais

Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...!

Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...! Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...! O que é ser um chocolateiro? Ser um Chocolateiro é além de apaixonar-se pelos chocolates da Chocolataria Gramado, vender

Leia mais

Você sabe quanto vai pagar e receber no próximo mês? Tem surpresas diárias e fica desesperado tentando saber como pagará as contas a cada dia?

Você sabe quanto vai pagar e receber no próximo mês? Tem surpresas diárias e fica desesperado tentando saber como pagará as contas a cada dia? Bem-vindo(a) ao módulo 2: Cuidando das contas a pagar e a receber. Aqui estudaremos sobre como praticar o preenchimento das planilhas de contas a receber, contas a pagar e caixa futuro, também estudaremos

Leia mais

APLICAÇÕES DE FUNÇÕES DO 1º GRAU (CONTINUAÇÃO) FUNÇÃO CUSTO : Toda a produção de um determinado bem tem dois tipos associados de custos:

APLICAÇÕES DE FUNÇÕES DO 1º GRAU (CONTINUAÇÃO) FUNÇÃO CUSTO : Toda a produção de um determinado bem tem dois tipos associados de custos: 1 APLICAÇÕES DE FUNÇÕES DO 1º GRAU (CONTINUAÇÃO) FUNÇÃO CUSTO : Toda a produção de um determinado bem tem dois tipos associados de custos: Custo Fixo: Custos que não dependem do volume de produção, existem

Leia mais

1234CINCO formas. dereduzir. seus CU$TO$!

1234CINCO formas. dereduzir. seus CU$TO$! 1234CINCO formas dereduzir seus CU$TO$! 1. Faça os cálculos... 1. Faça os cálculos... Quanto mais perto sua margem estiver de 0 (ZERO), pior para sua empresa. Margens baixas significam que você está trocando

Leia mais

Liane Prevedel. Diretora de Vendas Independente Mary Kay

Liane Prevedel. Diretora de Vendas Independente Mary Kay Liane Prevedel Diretora de Vendas Independente Mary Kay Qual é o seu objetivo financeiro com Mary Kay? ATENÇÃO cada estado tem um valor de frete. E lembre-se a partir de 35% de economia, o frete tem desconto

Leia mais

III - MÓDULO MÉTODO DE CUSTEIO / FORMAÇÃO DE PREÇOS.

III - MÓDULO MÉTODO DE CUSTEIO / FORMAÇÃO DE PREÇOS. III - MÓDULO MÉTODO DE CUSTEIO / FORMAÇÃO DE PREÇOS. Método de custeio direto ou variável e margem de contribuição. A pousada Lagoa Azul possui 90 quartos para alugar, praticando um preço médio de R$ 56,00

Leia mais

QUER VENDER POR QUANTO?

QUER VENDER POR QUANTO? QUER VENDER POR QUANTO? Guia para definição de preços e sobre como realizar promoções. 1 QUER VENDER POR QUANTO? Guia para definição de preços e sobre como realizar promoções. 3 ÍNDICE Introdução 5 Capítulo

Leia mais

6 Dicas Para Você Não Fracassar Como Afiliado

6 Dicas Para Você Não Fracassar Como Afiliado 6 Dicas Para Você Não Fracassar Como Afiliado Bom, deixe-me apresentar, me chamo Diego Nieva, tenho 26 anos e venho hoje trazer a você este Micro E-Book simplificado, que vai te mostrar 6 dicas essenciais

Leia mais

Quais são os objetivos do tópico... TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS. 05. Estoque

Quais são os objetivos do tópico... TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS. 05. Estoque USP-FEA Curso de Administração Disciplina: EAC0111 Noções de Contabilidade para Administração TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS 05. Estoque Profa. Dra. Joanília Cia (joanilia@usp.br) 1 Quais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Matemática Financeira / Ciências Contabeis Prof. Milton Monteiro PORCENTAGEM OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Matemática Financeira / Ciências Contabeis Prof. Milton Monteiro PORCENTAGEM OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS PORCENTAGEM OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS Estudaremos agora a aplicação da porcentagem às operações de compra e venda de mercadorias, isto é, vamos aprender a fazer cálculos de lucro ou prejuízo sobre os

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Quem não sabe administrar tostões, não sabe administrar milhões. Atenção para estas perguntas: Você possui uma conta corrente ou poupança separada para o seu negócio? O que você

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO CERES CURSO DE MATEMÁTICA INTRODUÇÃO

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO CERES CURSO DE MATEMÁTICA INTRODUÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO CERES CURSO DE MATEMÁTICA APOSTILA 1 ARITMÉTICA PARTE I INTRODUÇÃO Durante muitos períodos da história

Leia mais

0 Aluguel de Ações. acionista.com.br. Juntos construímos seu futuro. Aluguel de Ações. Janeiro/2017

0 Aluguel de Ações. acionista.com.br. Juntos construímos seu futuro. Aluguel de Ações. Janeiro/2017 0 Aluguel de Ações acionista.com.br Juntos construímos seu futuro Aluguel de Ações Janeiro/2017 Aluguel de Ações Aplicação que investidores e proprietários operam com seus títulos disponibilizando-os para

Leia mais

O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA

O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA Julho 2016 Formas de preparo do brasileiro para aposentadoria: 74,1% INSS pela empresa que trabalha ou de forma autônoma Poupança Imóveis 19,2% 31,1% 6,2%

Leia mais

GESTÃO DE CUSTOS Caderno de Exercícios. Professor: CÉLIO CORRÊA DOS SANTOS,Me

GESTÃO DE CUSTOS Caderno de Exercícios. Professor: CÉLIO CORRÊA DOS SANTOS,Me GESTÃO DE CUSTOS Caderno de Exercícios Professor: CÉLIO CORRÊA DOS SANTOS,Me Blumenau (SC) 2013 1 1) APLICAÇÃO PRÁTICA 1 - margem de contribuição, grau de alavancagem operacional, ponto de equilíbrio e

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO 1 Informações sobre os sócios, pois são responsáveis pela proposta do negócio. Caso ocorra necessidade, inserir mais campos, linhas ou colunas. Sócio 1 - Nome: RG: Órgão Emissor:

Leia mais

O QUE VAMOS APRENDER?

O QUE VAMOS APRENDER? Aprenda como aumentar até 80% do valor do seu Projeto modificando o seu jeito de pensar e a forma de apresentar o seu trabalho. Entenda como aplicar técnicas e fechar mais vendas. AUMENTE O SEU VALOR O

Leia mais

Me concede o prazer dessa dança? New York New York...

Me concede o prazer dessa dança? New York New York... Me concede o prazer dessa dança? New York New York... Vamos agradecer as coisas boas da sua semana? Mural da gratidão!!! APRENDENDO GESTÃO FINANCEIRA. Como não trabalhar apenas para pagar a fatura! O que

Leia mais

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento)

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento) Manual Do Sistema Venus 2.0 (Faturamento) 1 O Objetivo do módulo Faturamento é cadastrar pedidos de venda, fazer orçamentos, emitir notas fiscais, faturar e controlar pedidos de clientes, enfim toda a

Leia mais

PARA VOCÊ DOBRAR O VALOR DA SUA EMPRESA

PARA VOCÊ DOBRAR O VALOR DA SUA EMPRESA - GUIA DE - 5 PASSOS PARA VOCÊ DOBRAR O VALOR DA SUA EMPRESA Como Duplicar o Valor da Sua Empresa No mundo do investimento corporativo, as empresas são mercadorias que podem ser compradas ou vendidas,

Leia mais

Modelagem Financeira Market Place

Modelagem Financeira Market Place Modelagem Financeira Market Place 1 Introdução Um dos grandes desafios para os empreendedores de uma startup é transformar o modelo de negócios em números, ou seja, estimar as receitas, custos e despesas

Leia mais

Lançamento. Cadastre-se agora e aproveite para Garantir sua Posição na Rede de Afiliados.

Lançamento. Cadastre-se agora e aproveite para Garantir sua Posição na Rede de Afiliados. Lançamento Cadastre-se agora e aproveite para Garantir sua Posição na Rede de Afiliados. #partiudescontos afiliados O que é? É uma rede de anúncios online. Você irá divulgar os anúncios e ganhar por isso!

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Introdução ao Método do Balde. Norton Gonzalez

Introdução ao Método do Balde. Norton Gonzalez Introdução ao Método do Balde Norton Gonzalez INTRODUÇÃO AO MÉTODO DO BALDE Regra de três Constituem regra de três os problemas que envolvem pares de grandezas diretamente ou inversamente proporcionais.

Leia mais

Gerenciamento de Custos em Projetos: A Visão do PMBok

Gerenciamento de Custos em Projetos: A Visão do PMBok Gerenciamento de Custos em Projetos: A Visão do PMBok Definições... Gerenciamento de Custos do Projeto O gerenciamento de custos do projeto inclui os processos envolvidos em planejamento, estimativa, orçamentação

Leia mais

Recursos da prova ISS Cuiabá/MT Disciplina: Contabilidade Geral Professor: Feliphe Araújo

Recursos da prova ISS Cuiabá/MT Disciplina: Contabilidade Geral Professor: Feliphe Araújo Recursos da prova ISS Cuiabá/MT Disciplina: Professor: Feliphe Araújo Comentários da prova ISS Cuiabá/MT RECURSOS DE CONTABILIDADE GERAL - ISS CUIABÁ/MT Olá amigos, Tudo bem com vocês? No último final

Leia mais

GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL. Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio.

GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL. Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio. GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio. 2 Apresentação Milhões de brasileiros já estão aproveitando os benefícios de ser um Microempreendedor Individual.

Leia mais

Unidade I AVALIAÇÃO DE EMPRESAS. Prof. Rubens Pardini

Unidade I AVALIAÇÃO DE EMPRESAS. Prof. Rubens Pardini Unidade I AVALIAÇÃO DE EMPRESAS Prof. Rubens Pardini Introdução No curso dos negócios existem ocasiões em que é necessário estimar, total ou parcialmente, o valor de mercado de uma empresa. Entre essas

Leia mais

Microeconomia. Bibliografia. Teoria da Produção. Arilton Teixeira Mankiw, cap 13; Pindyck e Rubinfeld, caps 6 e 7.

Microeconomia. Bibliografia. Teoria da Produção. Arilton Teixeira Mankiw, cap 13; Pindyck e Rubinfeld, caps 6 e 7. Microeconomia Arilton Teixeira arilton@fucape.br 2012 1 Bibliografia Mankiw, cap 13; Pindyck e Rubinfeld, caps 6 e 7. 2 Teoria da Produção As firmas operam no mercado. O objetivo das firmas é maximização

Leia mais

TÓPICOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO MÉDIO - PROF. MARCELO CÓSER

TÓPICOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO MÉDIO - PROF. MARCELO CÓSER TÓPICOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO MÉDIO - PROF. MARCELO CÓSER 1 PAGAMENTO DE DÍVIDAS Existem mais de uma maneira de se efetuar o pagamento de uma dívida. Ela pode ser toda liquidada em um

Leia mais

CONTABILIDADE DE CUSTOS PROFESSOR: Salomão Dantas Soares TURMA: 4º CCN1

CONTABILIDADE DE CUSTOS PROFESSOR: Salomão Dantas Soares TURMA: 4º CCN1 Classificação de custos: custos diretos, custos fixos e variáveis. Separação entre custos e despesas Custos diretos e indiretos: Custos diretos São custos diretos aqueles relacionados diretamente com a

Leia mais

METODOLOGIA Plano amostral

METODOLOGIA Plano amostral METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 646 casos, gerando um erro máximo de 3,9% com uma confiança de 95%. Alocação amostral:

Leia mais

CONTABILIDADE MÓDULO 8

CONTABILIDADE MÓDULO 8 CONTABILIDADE MÓDULO 8 Índice 1. Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) Uma Pequena Introdução...3 2. Regime de caixa, regime de competência...4 3. Ajustes...5 2 1. DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO

Leia mais

Faculdades Integradas de Taquara

Faculdades Integradas de Taquara IX DESAFIO CULTURAL DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS- 2016 Questões de Planejamento Tributário Prof. Oscar Scherer Questão nº 01 A constituição de Fundos de Investimentos Mobiliário é uma alternativa interessante

Leia mais

COLÉGIO ARQUIDIOCESANO S. CORAÇÃO DE JESUS

COLÉGIO ARQUIDIOCESANO S. CORAÇÃO DE JESUS QUESTÃO 01 Um triângulo ABC está inscrito numa semicircunferência de centro O. Como mostra o desenho abaixo. Sabe-se que a medida do segmento AB é de 12 cm. QUESTÃO 04 Numa cidade a conta de telefone é

Leia mais