Plano de. Atividades do. Agrupamento 787. de Vitorino dos Piães

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de. Atividades do. Agrupamento 787. de Vitorino dos Piães"

Transcrição

1 Plano de Atividades do Agrupamento 787 de Vitorino dos Piães Inserido no tema: Sentinelas da manhã

2 1. Introdução O Plano de Atividades é um documento de elaboração necessária para que possa ser seguida uma estratégia e um planeamento decisivo na orientação do Agrupamento. Este Plano de Actividades, seguindo a mesma filosofia de elaboração que os seus antecessores, tem mencionadas todas as actividades que serão levadas a cabo pelo Agrupamento e pela Junta Regional ou outros em que a participação se afigure como actividade de Agrupamento, não contemplando as atividades das Secções que compõem o mesmo. Acresce ainda referir que este Plano de Atividades foi elaborado em Concelho de Agrupamento informal sendo presidido pelo Chefe de Agrupamento. Sendo um Plano de Atividades escutista e para escuteiros na sua elaboração foi tido em conta o tema que este Ano Escutista foi assumido e que tem por título Sentinelas da manhã. Seguindo então este tema levamos a cabo um Plano de Atividades em que nos seja possível dotar cada elemento pertencente a este Agrupamento de capacidades espirituais e físicas, capazes de os transformar nos verdadeiros sentinelas de Deus e da Igreja, visto sermos um movimento de religião Católica. Queremos que os valores transmitidos por essa mesma Igreja possam ser devidamente seguidos por todos. Pensamos que ser sentinelas é estar sempre atento, é estar alerta, como é lema dos escuteiros e acima de tudo é proteger os nossos de ataques que possam por em causa a segurança de todos, segurança esta, que não seja necessariamente física mas sim, a destruição da nossa Igreja, da nossa filosofia de vida e dos nossos valores, os valores pela qual pautamos o nosso dia-a-dia. E ser sentinela da manhã, é de manhã que o dia começa com a alvorada que todo o escuteiro conhece, daí estarmos dispostos a ser os sentinelas da manhã, estamos dispostos a ser sempre os defensores de cada dia de todo o ideal que nos move. Tudo será feito para que este tema possa ser posto em prática, para que cada escuteiro possa ser confrontado com a necessidade de levar a cabo estes ensinamentos, estando nós conscientes que estarão devidamente preparados para tal embate. Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 2

3 2. Objetivos Continuar o trabalho que tem sido levado a cabo nos últimos anos no que concerne à formação de dirigentes e chefes para o Agrupamento pois são estes os motores do escutismo e é através deles que se pode transmitir valores e conhecimento. Investir na continuidade de actividades em que o seu enriquecimento pessoal seja total e que possam ter oportunidade de mostrar todo o trabalho realizado pelos formadores. Levar a separarem-se um pouco da tecnologia e dos confortos do dia a dia para que possam aprender a viver sem eles, um dia poderão precisar de certos conhecimentos para sobreviver neste mundo que apresenta uma falta de valores declarada. Dotar todos os escuteiros de habilidades e capacidades de desenrasque, faculdades profissionais, espirituais e físicas para que o seu crescimento seja saudável e enriquecedor. Aprimorar as estruturas dentro do Agrupamento para um melhor dinamismo do próprio movimento e constituir uma verdadeira equipa de animação onde possa haver pelo menos um formador/animador em cada tipo de actividades. Criar uma equipa de formação com várias valências para que a mesma possa não só ajudar o nosso Agrupamento bem como outros que nos suscitem apoio. Melhorar as condições materiais das Secções a nível de logística. Dotar a fanfarra de melhores instrumentos bem como transformá-la numa das melhores fanfarras a nível do escutismo para que possa atuar sempre que se afigure plausível. Aumentar a participação em atividades de carater regional e porventura mesmo nacional. Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 3

4 3. Calendarização DATA Atividades Participação Agrupamento Regional Outubro Novembro 3 Peditório Liga Portuguesa Contra o Cancro Escuteiros nomeados 10 Passagens Todos 16/17 Dia de São Martinho e magusto Todos Dezembro 1 Elaboração do Presépio e dirigentes 15 Passeio da fanfarra Elementos da fanfarra Janeiro 11 Ceia de Reis Todos e familiares 12/18/19 25/26 1/2 18/19 25 Cantar os Reis Todos 1ª Sessão do Curso de Animação Pedagógica (CAP) - 4ª Secção Dia de S. Paulo, Patrono dos 31 Café às Sextas Fevereiro 1/2 1ª Sessão do Curso de Iniciação Pedagógica (CIP) 22 Dia de Baden Powell Todos 22/23 2ª Sessão do Curso de Animação Pedagógica (CAP) 4ª Secção 28 Café às Sextas Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 4

5 Março 8/9 2ª Sessão do Curso de Iniciação Pedagógica (CIP) 15 Conselho Regional 22/23 22/23 Dia da Árvore (Acampamento) 3ª Sessão do Curso de Animação pedagógica (CAP) 4ª Secção 28 Café às Sextas Todos Abril 2/3 5/ Reunião intercalar com estagiários (CIP) 1ª Sessão do Curso de Animação Local Fim do estágio do Curso de Iniciação Pedagógica CIP 2013 Dia de São Jorge, patrono dos Escuteiros Atividade S. Jorge, atrono dos Escuteiros Ao dispor das unidades Todos Todos Maio 3/ /18 17/18 3ª Sessão do Curso de Iniciação pedagógica (CIP) Data limite envio relatório de estágio do CIP 2013 (SRQA) Aniversário Agrupamento com promessas 2ª Sessão do Curso de Animação Local (CAL) Todos 24/25 Conselho Nacional Plenário Dirigentes 27 Dia da Fundação do CNE Todos 30 30/31 Reunião de Chefes de Agrupamento, Secretários e Tesoureiros 4ª Sessão do Curso de Iniciação Pedagógica (CIP) Acamp. Chefes de Agrupamento, Secretários e Tesoureiros Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 5 31 Banco Alimentar Nomeados

6 Junho 1 Banco Alimentar Nomeados ª Sessão do Curso de Iniciação Pedagógica (CIP) Acampamento Peregrinação ao Sagrado Coração de Jesus-Santa Luzia Retiro de Reunião de Apresentação Oral do estágio do CIP Café às Sextas 29 Dia de S. Pedro, patrono dos Pioneiros Diocese Pioneiros Julho 5 Peregrinação à Senhora do Minho 25 Café às Sextas 25 Dia de S. Tiago, patrono dos Exploradores Todos Exploradores 26/27 Acampamento Todos Agosto Preparação do Plano e Orçamento 2015 Setembro Desfolhada Todos 19 Café às Sextas 20 Passagens Todos 26 Reunião com estagiários do CIP Inicio do estágio CIP Conselho Regional Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 6

7 27 Lançamento do Jogo do ACAREG 2015 Todos Outubro 4 10/11 Dia de S. Francisco de Assis, patrono dos Lobitos Abertura do Ano Escutista 2014/2015 Lobitos Todos 18/19 JOTA-JOTI Todos 25/26 3ª Sessão do Curso de Animação Local (CAL) 31 Café às Sextas Novembro 6 15/ Dia de S. Nuno de Santa Maria, patrono do CNE 4ª Sessão do Curso de Animação Local (CAL) Conselho Nacional de Representantes Reunião de Chefes de Agrupamento, Secretários e Tesoureiros Entrevista com os Candidatos CIP 2014 Todos Dirigentes Chefes de Agrupamento, Secretários e Tesoureiros 30 Banco Alimentar Nomeados Dezembro 1 Banco Alimentar Nomeados Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 7

8 4. Notas: Este Plano de Atividades foi elaborado mediante informação fornecida pela Junta Regional e pela Direção do Agrupamento pelo que qualquer alteração ao mesmo será da responsabilidade dos intervenientes. Acresce referir que do mesmo não fazem parte as atividades das Secções nem as da Paróquia pelo que, podem haver ajustamentos por necessidade de calendarização das mesmas. Sempre que houver conflitos de datas e que a presença dos escuteiros se afigure necessária devem sempre prevalecer as atividades deste Plano. As Secções bem como a Direção e Equipa de Animação devem ter sempre em conta que poderão, eventualmente, surgir atividades organizadas ou patrocinadas por entidades externas ou mesmo por outros organizadores em nome particular pelo que será da sua responsabilidade a calendarização das mesmas, sempre que às mesmas diga respeito mas se porventura forem atividades dirigidas ao Agrupamento será da responsabilidade do Agrupamento calendarizá-las e arranjar soluções de incompatibilidade se for o caso. As reuniões da Direção de Agrupamento efetuar-se-ão sempre que possível e se nenhuma alteração for comunicada nas primeiras sextas-feiras do mês, em hora a definir. A missa da Piedade manter-se-á sempre no primeiro sábado de cada mês à hora definida pelo Assistente. Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 8

9 Orçamento Anual 2013/2014 Atividades/Descrição Data Receita Despesas Observações Formação escutista (CAP) Anual a) 0,00 150,00 Cantar os reis pelas portas 12-Jan AGR. 0,00 0,00 Ceia de Reis 11-Jan AGR. 0,00 850,00 Familiares " Pais" Dia de B.P. 22-Fev AGR. 0,00 50,00 Todos os escuteiros. Todos os elementos do agrupamento Atividade de agrupamento 22/ AGR. 150,00 125,00 Semana Santa (Via Sacra) 18 de Abr de 14 AGR. 0,00 65,00 Juntamente com outras associações. Atividade de S.Jorge Aniversário de agrupamento(40) Deslocação a Arcos de Valdevez 26 de Abr de 14 AGR. 0,00 225,00 Todos os escuteiros deste Agr. 17/18Maio2014 AGR. 75,00 175,00 Retiro dirigentes e Todos. 0 Junho2014 AGR. 100,00 600,00 Peregrinação à S.do Minho 5/6 Julho AGR. 0,00 150,00 caminhada só para pioneiros e caminheiros. Todos escuteiros( cada elemento paga 5 ) Acampamento de Agrup. 26/27/Julho AGR. 375,00 475,00 Semana Cultural Agosto AGR ,00 553,00 Venda de vários artigos.(bar com Petiscos da região) Abertura do Ano Escutista Outubro 350,00 Todos os Escuteiros. Material de limpeza 0,00 45,00 Economato e secretaria 0,00 95,00 Valor estimado para 97 elementos. Censos /seguro escutista 1.109, ,35 Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 9

10 Flor de liz Feiras novas 120,00 Flor de Lis (paga pelo agrupamento). 950,00 200,00 Subsídio da câmara municipal 450,00 Eventos a realizar na freguesia Angariação de fundos pela fanfarra venda de artigos diversos. 375,00 30, ,00 Despesas com deslocações 175,00 TOTAIS 6.034, ,35 Agrupamento 787 Vitorino dos Piães Página 10

Agrupamento 450 Serreleis OBJECTIVOS:

Agrupamento 450 Serreleis OBJECTIVOS: OBJECTIVOS: Melhorar a formação dos membros do Agrupamento Fomentar a interacção entre o Agrupamento, a Paróquia e a Região Reunir com os pais por secção Intensificar a dimensão espiritual Fortalecer a

Leia mais

Relatório e Contas 2012/2013 Agrup.787 Vitorino de Piães. Relatório e contas 2012/2013. Agrupamento 787- Vitorino de Piães

Relatório e Contas 2012/2013 Agrup.787 Vitorino de Piães. Relatório e contas 2012/2013. Agrupamento 787- Vitorino de Piães Relatório e contas 2012/2013 Agrupamento 787- Vitorino de Piães INTRODUÇÃO O ano escutista de 2012/2013 foi um ano em que nos deparamos com algumas dificuldades, nomeadamente com a doença de uma chefe

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento

Plano de Actividades e Orçamento Plano de Actividades e Orçamento Ano de 2013/2014 Elaborado em Setembro/ 2013 1 - Identificação e Caracterização: Nome do Agrupamento:- Agrupamento nº. 1257 S. João da Ribeira Lugar: Igreja Ribeira Ponte

Leia mais

Plano de Atividades e Orçamento Ser Escuteiro no ANO DA FÉ. A g r u p a m e n t o Meadela - Viana do Castelo

Plano de Atividades e Orçamento Ser Escuteiro no ANO DA FÉ. A g r u p a m e n t o Meadela - Viana do Castelo Plano de Atividades e Orçamento 2012-2013 Ser Escuteiro no ANO DA FÉ A g r u p a m e n t o 3 4 8 Meadela - Viana do Castelo INTRODUÇÃO Ser Escuteiro no ANO DA FÉ Com o intuito de dar um impulso renovado

Leia mais

CORPO NACIONAL ESCUTAS AGRUPAMENTO Nº 990. Plano de Actividades / Orçamento VIANA DO CASTELO. Página 1 de 9

CORPO NACIONAL ESCUTAS AGRUPAMENTO Nº 990. Plano de Actividades / Orçamento VIANA DO CASTELO. Página 1 de 9 CORPO NACIONAL ESCUTAS AGRUPAMENTO Nº 990 ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS 2014 Plano de Actividades / Orçamento VIANA DO CASTELO Página 1 de 9 1 - OBJECTIVOS O Corpo Nacional de Escutas é uma associação de

Leia mais

Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português

Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português Agrupamento 348 Meadela INTRODUÇÃO Em direção ao alto Durante os últimos dois anos, o Corpo Nacional de Escutas (CNE) integrou o tema Somos um que

Leia mais

Novos sentinelas do amanhã

Novos sentinelas do amanhã Plano Anual e Orçamento 2014 Novos sentinelas do amanhã Correlhã Correlhã, 5 de dezembro de 2014 Introdução A 1 de janeiro de 2014, data de entrada em vigor deste Plano Anual e Orçamento, terão passado

Leia mais

PLANO ANUAL 2009/2010

PLANO ANUAL 2009/2010 PLANO ANUAL 2009/2010 INTRODUÇÃO: Para a elaboração do presente Plano foi feita uma análise exaustiva da situação presente do nosso e uma reflexão acerca daquilo que queremos para o nosso futuro. É de

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR / ASISTÊNCIA RELIGIOSA 3 3. FORMAÇÃO 4 4. COMUNICAÇÃO E IMAGEM 5 5. GRANDES ACTIVIDADES 6

1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR / ASISTÊNCIA RELIGIOSA 3 3. FORMAÇÃO 4 4. COMUNICAÇÃO E IMAGEM 5 5. GRANDES ACTIVIDADES 6 ÍNDICE Pág. 1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR / ASISTÊNCIA RELIGIOSA 3 3. FORMAÇÃO 4 4. COMUNICAÇÃO E IMAGEM 5 5. GRANDES ACTIVIDADES 6 6. SEGURANÇA E PROTECÇÃO CIVIL 7 7. GESTÃO ADMINISTRATIVA 8 8. GESTÃO

Leia mais

JUNTA REGIONAL DE LAMEGO. Plano de Actividades. e Orçamento

JUNTA REGIONAL DE LAMEGO. Plano de Actividades. e Orçamento JUNTA REGIONAL DE LAMEGO Plano de Actividades e Orçamento 2010 Índice INTRODUÇÃO... - 1 - OBJECTIVOS... - 2 - Objectivo Um... - 2 - Objectivo Dois... - 3 - Objectivo Três... - 4 - CALENDÁRIO DE ACTIVIDADES...

Leia mais

Índice. Equipa de Animação 3. Objectivos 3. Objectivos 2008/ Calendário de actividades 8

Índice. Equipa de Animação 3. Objectivos 3. Objectivos 2008/ Calendário de actividades 8 Índice Equipa de Animação 3 Objectivos 3 Objectivos 2008/2009 4 Calendário de actividades 8 2 Equipa de Animação Chefe de Unidade: Maria Ester Gomes Pereira CIL: Fernanda Cristina Araújo Ferraz CI: João

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO

PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO AGRUPAMENTO Nº 809 PONTE DE LIMA PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 AGRUPAMTO Nº 809 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 1 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 AGRUPAMTO Nº 809

Leia mais

Ficha de Inscrição. Agrupamento Silveira. Paróquia de Nossa Senhora do Amparo da Silveira

Ficha de Inscrição. Agrupamento Silveira. Paróquia de Nossa Senhora do Amparo da Silveira Nos agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas, a admissão de um novo elemento (aspirante), é um compromisso celebrado entre o movimento escutista e a família do novo elemento. Válido enquanto seja de adesão

Leia mais

5º ACAMPAMENTO REGIONAL ACAREG 2015 VIANA DO CASTELO

5º ACAMPAMENTO REGIONAL ACAREG 2015 VIANA DO CASTELO 5º ACAMPAMENTO REGIONAL ACAREG 2015 VIANA DO CASTELO REGULAMENTO GERAL I FINALIDADES Artigo 1º A realização do V Acampamento Regional de Viana do Castelo (ACAREG 2015), orienta-se pelas seguintes finalidades:

Leia mais

Corpo Nacional de Escutas. Agrupamento 1233 Almalaguês

Corpo Nacional de Escutas. Agrupamento 1233 Almalaguês Corpo Nacional de Escutas Agrupamento 1233 Almalaguês Paulo Pinto Ilídio Dionísio Duarte Fachada João Rosado Idalina Rosa João Rosado Paulo Pinto Renato Rosa Alberto Dionísio Duarte Fachada Ilídio Dionísio

Leia mais

TEXTO DE APOIO PARA O FORMANDO

TEXTO DE APOIO PARA O FORMANDO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS CURSO DE ININIAÇÃO PEDAGÓGICA (C.I.P.) MANUAL ÁREA C SER DIRIGENTE/EDUCADOR MÓDULO C.1 O PAPEL DO DIRIGENTE C.1.1 U.F. DESENVOLVIMENTO PESSOAL TEXTO

Leia mais

Um Mundo Uma Promessa

Um Mundo Uma Promessa Um Mundo Uma Promessa www.cne-escutismo.pt escutismo.pt 1 PORQUÊ CELEBRAR O CENTENÁRIO DO ESCUTISMO? 2 Milhões de pessoas da maior parte dos países e das culturas do mundo aderiram à Promessa e à Lei do

Leia mais

XII REGIONAL REGIÃO DE BRAGANÇA

XII REGIONAL REGIÃO DE BRAGANÇA ACAMPAMENTO XII REGIONAL DA REGIÃO DE BRAGANÇA REGULAMENTO ARTIGO 1º DEFINIÇÕES E FINALIDADES 1 -O presente regulamenta a realização do XII Acampamento Regional da Região de Bragança, do Corpo Nacional

Leia mais

Junta Regional de Braga Normas Regionais de Formação

Junta Regional de Braga Normas Regionais de Formação Junta Regional de Braga Normas Regionais de Formação Este documento contém os procedimentos e normas regionais no domínio da Formação de Dirigentes, de candidatos a Dirigentes na Região de Braga, com o

Leia mais

Boletim Electrónico de Informação. do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português. (Edição de 24/09/2008)

Boletim Electrónico de Informação. do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português. (Edição de 24/09/2008) Notíci@s091 Boletim Electrónico de Informação do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português (Edição de 24/09/2008) JUNTA CENTRAL Seminário "CNE - Que Futuro?" As inscrições para o Seminário

Leia mais

DIA SETEMBRO DOMINGO (XXII TC)

DIA SETEMBRO DOMINGO (XXII TC) PARÓQUIA DE SANTA CRISTINA DA MEADELA Plano de Actividades Paroquiais e Diocesanas para o ano de 01/01 DIA SETEMBRO - 01 1 DOMINGO (XXII TC) 7 º Aniv. Fundação Mundial da Legião de Maria 8 DOMINGO (XXIII

Leia mais

O Escutismo é um Movimento Mundial criado em 1907 por Robert Stephenson Smith Baden-Powell.

O Escutismo é um Movimento Mundial criado em 1907 por Robert Stephenson Smith Baden-Powell. ESCUTISMO O Escutismo é um Movimento Mundial criado em 1907 por Robert Stephenson Smith Baden-Powell. A Missão do Escutismo consiste em contribuir para a educação integral dos jovens, partindo de um sistema

Leia mais

Plano Anual de Atividades e Orçamento 2013/2014

Plano Anual de Atividades e Orçamento 2013/2014 Plano Anual de Atividades e Orçamento 2013/2014 Natureza, Cidadania e o Escutismo Agrupamento de Escuteiros 981 - Campos Finalidades Desenvolver o espírito de grupo e de entreajuda em situações diversas;

Leia mais

Agrupamento 125 Vermoim do. Corpo Nacional de Escutas São Jorge Agrupamento 125 Vermoim Núcleo de Famalicão-Região de Braga

Agrupamento 125 Vermoim do. Corpo Nacional de Escutas São Jorge Agrupamento 125 Vermoim Núcleo de Famalicão-Região de Braga Candidatura para Chefe de Agrupamento de Pedro Justino da Costa Oliveira Agrupamento 125 Vermoim do Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português Vermoim 20 de Julho de 2011 Proponente para o

Leia mais

A FNA sua Missão e Fins

A FNA sua Missão e Fins A FNA sua Missão e Fins A missão da FNA é a promoção do espírito da Promessa e da Lei Escutista, baseada nos Princípios do Escutismo Católico. Pelo desenvolvimento pessoal continuado, pelo serviço à comunidade.

Leia mais

telefone fax

telefone fax CALENDARIZAÇÃO PASTORAL 2013-2014 Pe. Fausto 968 895 944 Pe. José António 963 548 403 secretaria segunda a sexta-feira: 10h30 às 12h e 14h30 às 19h00 sábado: 09h30 às 12h00 sacristia segunda a sábado:

Leia mais

Plano e Orçamento 2015

Plano e Orçamento 2015 Plano e Orçamento 2015 a Oportunidade de celebrar Onde houver justiça, aí haverá sabedoria, e onde houver sabedoria, aí está o paraíso. Santo António 1 Introdução No presente ano apresentamos um projeto

Leia mais

DEFINIÇÃO, ATIVIDADE E FINALIDADES

DEFINIÇÃO, ATIVIDADE E FINALIDADES NORMAS Artigo 1º DEFINIÇÃO, ATIVIDADE E FINALIDADES a) O Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português promove, para as Secções de Lobitos, Exploradores e Moços, Pioneiros e Marinheiros, Caminheiros

Leia mais

Plano e Orçamento 2016

Plano e Orçamento 2016 Plano e Orçamento 2016 EDIFICAR COM FRANCISCO CNE - Junta Regional do Algarve Plano de Atividades 2016 1 Introdução O presente Plano de Atividades pretende apresentar em traços gerais as atividades previstas

Leia mais

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf.

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. E-mail Setembro 2015 Dia Data Hora Ação qui 03-09-2015 9:30 Adoração ao Santíssimo das 09:30 às 19:00 21:30 Reunião do Grupo Bíblico sex 04-09-2015 21:15 Reunião

Leia mais

Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo. Enriquecimento

Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo. Enriquecimento Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo C Enriquecimento Enriquecimento O Enriquecimento visa a consolidação formativa do Candidato a Dirigente em diversas áreas temáticas

Leia mais

PLANO E ORÇAMENTO PARA Testemunhos de Esperança

PLANO E ORÇAMENTO PARA Testemunhos de Esperança PLANO E ORÇAMENTO PARA 2011 Testemunhos de Esperança Corpo Nacional de Escutas Cego do Maio Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Esposende 7 de Abril de 2011 2 Madre Teresa de Calcutá 2011: TESTEMUNHO 2012:

Leia mais

RENOVAÇÃO DA ACÇÃO PEDAGÓGICA e TÉCNICA ESCUTISTA

RENOVAÇÃO DA ACÇÃO PEDAGÓGICA e TÉCNICA ESCUTISTA RENOVAÇÃO DA ACÇÃO PEDAGÓGICA e TÉCNICA ESCUTISTA Alguns mal entendidos têm circulado em torno da Técnica Escutista e de uma sua pretensa ausência no Programa Educativo resultante do processo de Renovação

Leia mais

Dia. Actividade Objectivos Organização /Local Visita do Movimento Paroquial da Palavra de Vida Leitura e reflexão da mensagem mensal de Chiara Lubich

Dia. Actividade Objectivos Organização /Local Visita do Movimento Paroquial da Palavra de Vida Leitura e reflexão da mensagem mensal de Chiara Lubich Mês 04 (3ªfeira) 07 (6ªfeira) Dia (Data a 31 (2ªfeira) 31 (2ªfeira) 01 (3ªfeira) (data a 28 (2ªfeira) 28 (2ªfeira) 01 (3ªfeira) (data a 22 (3ª feira) Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software Actividade

Leia mais

JUNTA REGIONAL DE VILA REAL

JUNTA REGIONAL DE VILA REAL ESTRUTURA DO CURSO 1. Finalidades O Curso de iniciação Pedagógica destina-se a preparar candidatos a Dirigentes do Corpo Nacional de Escutas, capazes de explicar qual a missão do C.N.E. Escutismo Católico

Leia mais

REGULAMENTO ACAREG 2016

REGULAMENTO ACAREG 2016 REGULAMENTO ACAREG 2016 ARTIGO 1º FINALIDADES A Junta Regional de Braga do Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português promove, de 1 a 7 de agosto de 2016, o ACAMPAMENTO REGIONAL DE BRAGA (adiante

Leia mais

Caros Dirigentes, Para informações por favor contactem o endereço: Com as melhores saudações escutistas, De:

Caros Dirigentes, Para informações por favor contactem o endereço: Com as melhores saudações escutistas, De: De: Para: Assunto: Chefia do XXIII ACANAC Agrupamentos, Juntas de Núcleo e Juntas Regionais Normas do XXIII ACANAC Data: 15-06-2016 Circular: XXIIIACANAC-001 Caros Dirigentes, Vimos por este meio divulgar

Leia mais

GUIADOS PELA ESPERANÇA Vivemos a missão de sermos trabalhadores da messe.

GUIADOS PELA ESPERANÇA Vivemos a missão de sermos trabalhadores da messe. 1 João Paulo II tinha uma missão, evangelizar o mundo através das suas viagens levando a boa nova aos confins da terra. Portugal fez parte da sua missão evangelizadora, e aos jovens de Portugal falou assim:

Leia mais

Plano e Orçamento 2017

Plano e Orçamento 2017 t Plano e Orçamento ÍNDICE PLANO E ORÇAMENTO Junta de Viseu 2 ÍNDICE... 2 REGULAMENTO GERAL DO CNE... 3 DINÂMICA TRIENAL 2015-... 4 MENSAGEM DO CHEFE REGIONAL... 5 ORGANOGRAMA... 6 PLANO DE ATIVIDADES

Leia mais

Objectivos gerais 2/11

Objectivos gerais 2/11 CORPO NACIONAL DE ESCUTAS JUNTA de NÚCLEO da BARRA PLANO TRIENAL (2014-2017) Objectivos gerais JUNTA DE NÚCLEO Os objectivos gerais propostos para o triénio 2014-2017 pretendem ir ao encontro das necessidades

Leia mais

Vitor Manuel de Oliveira Faria

Vitor Manuel de Oliveira Faria Vitor Manuel de Oliveira Faria Nasceu em Lisboa, 12 de fevereiro de 1947 Entrou para o Agrupamento 55 Amadora Região de Lisboa, no inicio de 1960. Fez a promessa de explorador, desempenhando o cargo de

Leia mais

III ACAMPAMENTO DE NÚCLEO NÚCLEO TERRAS DE SANTA MARIA REGIÃO DO PORTO

III ACAMPAMENTO DE NÚCLEO NÚCLEO TERRAS DE SANTA MARIA REGIÃO DO PORTO REGULAMENTO Preâmbulo O III Acampamento do Núcleo Terras de Santa Maria, Região do Porto, CNE, é uma atividade da responsabilidade do Corpo Nacional de Escutas Junta Núcleo Terras de Santa Maria, com a

Leia mais

Ata n.º 9/2016 do Conselho Regional da Região de Portalegre Castelo Branco

Ata n.º 9/2016 do Conselho Regional da Região de Portalegre Castelo Branco Pág. 1 de 8 Págs. Ata n.º 9/2016 do Conselho Regional da Região de Portalegre Castelo Branco Aos dez dias do mês de Julho de dois mil e desaseis, reuniu na Santa Casa da Misericórdia de Abrantes o Conselho

Leia mais

Câmara Municipal de Grândola Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa Viver Solidário

Câmara Municipal de Grândola Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa Viver Solidário Câmara Municipal de Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa Viver Solidário De Janeiro a Dezembro de 2013 1 1. Breve Caracterização do Programa Viver Solidário : O Programa

Leia mais

Fevereiro. Março. 04 Início das aulas do 6º ano ao Ensino Médio. Início do Integral. Reunião com os Pais do 1º ao 5º ano: turno da manhã 7h30min

Fevereiro. Março. 04 Início das aulas do 6º ano ao Ensino Médio. Início do Integral. Reunião com os Pais do 1º ao 5º ano: turno da manhã 7h30min Fevereiro 04 Início das aulas do 6º ano ao Ensino Médio Início do Integral Reunião com os Pais do 1º ao 5º ano: turno da manhã 7h30min turno da tarde - 13h no Centro Cultural 05 Início das aulas do 1º

Leia mais

DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES

DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES 0 DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES Na planificação das atividades daremos continuidade ao projeto Crescer, Brincar e Aprender, do Departamento Pré Escolar que se concretizará também

Leia mais

- ATOS OFICIAIS. ORDEM de SERVIÇO REGIONAL. o uso da insígnia que se reproduz na última página da presente Ordem de Serviço Regional.

- ATOS OFICIAIS. ORDEM de SERVIÇO REGIONAL. o uso da insígnia que se reproduz na última página da presente Ordem de Serviço Regional. - ATOS OFICIAIS ORDEM de SERVIÇO REGIONAL 01 / 2014, de 31 de Janeiro Nos termos do Artigo 64º do Regulamento Geral do Corpo Nacional de Escutas e para os efeitos convenientes publica-se o seguinte: 1.

Leia mais

ATIVIDADE ESCUTISTA INTERNACIONAL MULTICULTURALIDADE APRENDIZAGEM GEOGRAFIA INTENCIONALIDADE DESAFIO EXPERIÊNCIA INTERAÇÃO

ATIVIDADE ESCUTISTA INTERNACIONAL MULTICULTURALIDADE APRENDIZAGEM GEOGRAFIA INTENCIONALIDADE DESAFIO EXPERIÊNCIA INTERAÇÃO ATIVIDADE ESCUTISTA INTERNACIONAL MULTICULTURALIDADE APRENDIZAGEM GEOGRAFIA INTENCIONALIDADE DESAFIO EXPERIÊNCIA INTERAÇÃO O idoc é uma publicação sobre assuntos que visam contribuir para uma melhor vivência

Leia mais

NOVEMBRO Barómetro: 9h00 11h00

NOVEMBRO Barómetro: 9h00 11h00 NOVEMBRO 2016 Dia 01 (Terça Feira) - Início das Inscrições das Grávidas - TODOS OS SANTOS - Encontro Cáritas: 10h00 - Secretariado Permanente: 21h00 Dia 02 (Quarta Feira) - COMEMORAÇÃO DE TODOS OS FIÉIS

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES SÓCIO CULTURAIS.

PLANO DE ATIVIDADES SÓCIO CULTURAIS. PLANO DE ATIVIDADES SÓCIO CULTURAIS 2017 www.scmbaiao.com O Plano de Actividades Sócio-culturais para o ano de 2017, foi direccionado essencialmente para as valências sociais da Instituição: Terceira Idade

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO TEMA INTEGRADOR FORMAÇÃO Calendarização das Ações de Formação Regional GRANDES ATIVIDADES 9

1 - INTRODUÇÃO TEMA INTEGRADOR FORMAÇÃO Calendarização das Ações de Formação Regional GRANDES ATIVIDADES 9 ÍNDICE PÁGINA 1 - INTRODUÇÃO 3 2 - TEMA INTEGRADOR 5 3 - FORMAÇÃO 7 3.1 Calendarização das Ações de Formação Regional 2018 8 4 - GRANDES ATIVIDADES 9 4.1 Plano Internacional 10 5 - GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

Corpo Nacional de Escutas Junta Regional de Braga

Corpo Nacional de Escutas Junta Regional de Braga De: Para: Assunto: Data: Geração Sem Medo Lobitos, Exploradores, Pioneiros, Caminheiros e Dirigentes ARAE 2015 Oportunidades Educativas 07/10/2015 Corpo Nacional de Escutas Junta Regional de Braga Oportunidades

Leia mais

Documento de Enquadramento dos Cursos

Documento de Enquadramento dos Cursos CORPO NACIONAL DE ESCUTAS ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS Documento de Enquadramento dos Cursos Introdução Os princípios do Escutismo estão todos certos. O êxito da sua aplicação depende do Chefe e do modo

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2012/ º PERÍODO. Dia 17 9h00 Início do ano letivo para todos os alunos. Dia 21 Dia Mundial da Paz

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2012/ º PERÍODO. Dia 17 9h00 Início do ano letivo para todos os alunos. Dia 21 Dia Mundial da Paz CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2012/ 2013 1º PERÍODO SETEMBRO Dia 14 9h00 Abertura do Ano com Eucaristia (Docentes e Não Docentes) 11h00 Reflexão (Docentes e Não Docentes) 14h00 Sessão de formação para os não

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2012/2013

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2012/2013 Plano Anual de Actividades Jardins de Infância Organização do Ambiente Educativo e espaços comuns. (de 03 a 13 de Setembro) Cada educadora prepara a sua sala Organizar o Ambiente Educativo Todas as educadoras

Leia mais

EXTERNATO DE S.VICENTE DE PAULO

EXTERNATO DE S.VICENTE DE PAULO PERÍODO MÊS DIA ACTIVIDADES OBJETIVOS.º PERÍODO SETEMBRO OUTUBRO Reuniões de Conselho de Docentes 2 Formação 4 4 Reunião de das AEC S,.º e Ed. de Infância Início do Ano Escolar Creche, Pré-Escolar.º Eucaristia

Leia mais

MARÇO Convívio na Capela: 09h45

MARÇO Convívio na Capela: 09h45 MARÇO 2017 Dia 01 (Quarta Feira) - QUARTA FEIRA DE CINZAS (JEJUM) - Eucaristias: 09h00 / 19h30 Dia 02 (Quinta Feira) - Doentes: 11h00 / 15h30 (Paróquia) Dia 03 (Sexta Feira) - S. José (Belas): 10h 12h

Leia mais

Setembro Dia Hora Actividade Local Aniversário da tomada de posse de D. António Moiteiro 14 15h-18h 19h

Setembro Dia Hora Actividade Local Aniversário da tomada de posse de D. António Moiteiro 14 15h-18h 19h Setembro 1 2 3 8 12 13 Aniversário da tomada de posse de D. António Moiteiro 1 h18h Formação para catequistas Missa de Aniversário da entrada de D. António Moiteiro na Diocese Fim dos horários de verão

Leia mais

SETEMBRO DE Preparação de Pais e Padrinhos de Batismos, Santuário do Senhor Jesus, 21:30h

SETEMBRO DE Preparação de Pais e Padrinhos de Batismos, Santuário do Senhor Jesus, 21:30h SETEMBRO DE 2016 1 Quinta - 2 Sexta - 3 Sábado - 4 XXIII Domingo do Tempo Comum - Missa de festa, Columbeira, 15:30h 5 Segunda - 6 Terça - 7 Quarta - Missa no Lar do CSPBbr, Bombarral, 15:00h - Preparação

Leia mais

Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores

Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores Nome do Clube da Floresta: Os Palmeirinhas Nome da Escola: A preencher

Leia mais

Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo. Formação Geral de Pedagogia Escutista

Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo. Formação Geral de Pedagogia Escutista Percurso Inicial de Formação Sistema de Formação de Adultos no Escutismo C Formação Geral de Pedagogia Escutista Formação Geral de Pedagogia Escutista A Formação Geral de Pedagogia Escutista consiste num

Leia mais

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax.

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax. Externato de Santa Margarida Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha 4420-195-S. Cosme- Gondomar Tel. 224830104 Fax. 224837223 Ano Letivo 2016/2017 Plano anual de atividades SETEMBRO Dia 2

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR 3 3. ASSISTÊNCIA RELIGIOSA 4 4. FORMAÇÃO 5 5. COMUNICAÇÃO E IMAGEM 6 6. GRANDES ACTIVIDADES 7

1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR 3 3. ASSISTÊNCIA RELIGIOSA 4 4. FORMAÇÃO 5 5. COMUNICAÇÃO E IMAGEM 6 6. GRANDES ACTIVIDADES 7 Plano de Actividades e Orçamento 2012 Caminhos para a Vida Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português Junta Regional de Viana do Castelo ÍNDICE Pág. 1. INTRODUÇÃO 2 2. TEMA INTEGRADOR 3 3.

Leia mais

MANUAL PARA COLOACAÇÃO DE INSIGNIAS E DISTINTIVOS

MANUAL PARA COLOACAÇÃO DE INSIGNIAS E DISTINTIVOS COMUNIDADE 130 - BOBADELA [Ano] MANUAL PARA COLOACAÇÃO DE INSIGNIAS E DISTINTIVOS 1 NOTA INTRODUTÓRIA «Não quero saber menos se o escuteiro usa o uniforme ou não, conquanto tenha o coração no seu trabalho

Leia mais

Centro de Dia e Convivio. Plano de atividades 2017

Centro de Dia e Convivio. Plano de atividades 2017 Centro de Dia e Convivio Plano de atividades 17 Os Centro de dia e Convivio constituem respostas sociais implementadas com o objetivo de contribuírem para a manutenção das pessoas no seu meio habitacional

Leia mais

TEXTO DE APOIO PARA O FORMANDO

TEXTO DE APOIO PARA O FORMANDO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS ESCUTISMO CATÓLICO PORTUGUÊS CURSO DE ININIAÇÃO PEDAGÓGICA (C.I.P.) MANUAL ÁREA B PEDAGOGIA GERAL DO ESCUTISMO MÓDULO B.2 O MÉTODO ESCUTISTA B.2.3 U.F. AS METODOLOGIAS EDUCATIVAS

Leia mais

Agrupamento Antanhol

Agrupamento Antanhol Agrupamento 603 - Antanhol REGULAMENTO INTERNO 1 CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Definição 1. O Regulamento Interno do Agrupamento 603 de Antanhol, Coimbra, destina-se a regular o funcionamento

Leia mais

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Ano Pastoral 2015-2016 A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Revisitando 2014-2015 O dia-a-dia da comunidade Catequese da Infância 23 Crianças receberam a 1ª Comunhão 8 Jovens de Profissão

Leia mais

Rede Bibliotecas de Braga

Rede Bibliotecas de Braga Rede Bibliotecas de Braga Reunião concelhia 28 de junho CIBE Regina Campos Assuntos da reunião Informações Plano anual de atividades Outros assuntos Documentos de avaliação 1. Base de Dados 2. Relatório

Leia mais

São Jorge 2017 REGULAMENTO GERAL. Introdução

São Jorge 2017 REGULAMENTO GERAL. Introdução São Jorge 2017 REGULAMENTO GERAL Um dos objetivos do Escutismo é apresentar jogos e atividades de conjunto que possam favorecer a saúde e robustez dos jovens e contribuam para lhes formar o carácter. BP

Leia mais

Plano Anual Actividades Sócio Culturais 2013 Valências de Lar, Centro de Dia e Serviço Apoio Domiciliário

Plano Anual Actividades Sócio Culturais 2013 Valências de Lar, Centro de Dia e Serviço Apoio Domiciliário Valências de, Centro de Dia e Serviço Apoio Domiciliário Dia Mês Janeiro 04 (6ªfeira) Janeiro 28 (2ªfeira) Fevereiro 01 (6ªfeira) Fevereiro 08 (6ªfeira) Fevereiro 25 (2ªfeira) Março 01 (6ªfeira) Março

Leia mais

IGREJA BATISTA DA BATALHA

IGREJA BATISTA DA BATALHA IGREJA BATISTA DA BATALHA TEMA ANUAL DA IGREJA BATISTA DA BATALHA PARA O ANO ECLESIÁSTICO DE 2016 ANUNCIANDO O REINO COM O PODER DE DEUS Divisa: Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra

Leia mais

Linhas Gerais do Cenáculo Regional ou de Núcleo

Linhas Gerais do Cenáculo Regional ou de Núcleo Cenáculo Fórum Nacional de Caminheiros e Companheiros Revisto pelo 8ºCiclo do Cenáculo Nacional Este documento deverá ser actualizado em futuros Ciclos do Cenáculo Nacional, para que se enquadre com o

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2017 CRONOGRAMA

PLANO DE ATIVIDADES 2017 CRONOGRAMA Este documento é parte integrante do Plano de Atividades 2017 MÊS 1ª SEMANA 2ª SEMANA 3ª SEMANA 4ª SEMANA JANEIRO Dia de Reis (6 de janeiro) - Registo escrito dos testemunhos, na 1ª pessoa, sobre vivências

Leia mais

Nos agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas, a admissão de um novo elemento (aspirante), é um contrato celebrado entre o movimento escutista e a

Nos agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas, a admissão de um novo elemento (aspirante), é um contrato celebrado entre o movimento escutista e a Organização Mundial Movimento Escutista Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico Português Nos agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas, a admissão de um novo elemento (aspirante), é um contrato celebrado

Leia mais

2011. Ano Europeu do Voluntariado

2011. Ano Europeu do Voluntariado 2011. Ano Europeu do Voluntariado Projecto de Celebração Enquadramento A Comissão Europeia proclamou o ano de 2011 como Ano Europeu para o Voluntariado. No ano escutista de 2010/2011, o Corpo Nacional

Leia mais

1. INTRODUÇÃO AÇÕES REALIZADAS EM ASSISTÊNCIA RELIGIOSA FORMAÇÃO / QUALIFICAÇÃO DOS AGRUPAMENTOS COMUNICAÇÃO E IMAGEM 17

1. INTRODUÇÃO AÇÕES REALIZADAS EM ASSISTÊNCIA RELIGIOSA FORMAÇÃO / QUALIFICAÇÃO DOS AGRUPAMENTOS COMUNICAÇÃO E IMAGEM 17 ÍNDICE Pág. 1. INTRODUÇÃO 02 2. AÇÕES REALIZADAS EM 2013 03 3. ASSISTÊNCIA RELIGIOSA 07 4. FORMAÇÃO / QUALIFICAÇÃO DOS AGRUPAMENTOS 08 4.1 - Relatório Intermédio do CIP 2013 (Curso Iniciação Pedagógico)

Leia mais

Semana Santa - Escuteiros 966 verdadeiros mensageiros da FÉ!

Semana Santa - Escuteiros 966 verdadeiros mensageiros da FÉ! Semana Santa - Escuteiros 966 verdadeiros mensageiros da FÉ! Domingo dia 9 de Abril 2017 primeiro dia da Semana Maior, para todos os crentes. Como vem sendo habitual os paroquianos de Medelo, juntamente

Leia mais

Plano Anual de Atividades Centro de Dia/Centro de Convívio/SAD

Plano Anual de Atividades Centro de Dia/Centro de Convívio/SAD Mês Temas Objetivos Atividades Intervenientes Facilitar a integração dos Identificação das necessidades dos Utentes Adaptação dos utentes/clientes no meio utentes/clientes; Equipa Técnica utentes/clientes

Leia mais

P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE)

P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE) P R O T O C O L O P A R A V O L U N T A R I A D O D E C U R T A D U R A Ç Ã O (PROJETO PONTE) Entre O Movimento Jovens sem Fronteiras, neste ato representado por Diogo Carlos Almeida Azevedo, Fátima Sofia

Leia mais

CALENDÁRIO PAROQUIAL JANEIRO FEVEREIRO. 4 Sábado Início da Catequese Infantil Paroquial Comunidades

CALENDÁRIO PAROQUIAL JANEIRO FEVEREIRO. 4 Sábado Início da Catequese Infantil Paroquial Comunidades 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 CALENDÁRIO PAROQUIAL - 2017 JANEIRO 6 6ª Feira Aniversário Dom Joaquim Mol 9 2ª Feira Encontro de Evangelização - Terço dos Homens Paroquial Comunidades 15 Domingo Festa

Leia mais

Câmara Municipal de Grândola Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa Viver Solidário

Câmara Municipal de Grândola Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa Viver Solidário Câmara Municipal de Divisão de Desenvolvimento Social Setor de Envelhecimento Ativo Programa De Janeiro a Dezembro de 2012 1 1. Breve Caracterização do Programa : O Programa é um Programa que tem como

Leia mais

Eventuais alterações nas ações e programas constantes da agenda são da responsabilidade dos promotores das iniciativas.

Eventuais alterações nas ações e programas constantes da agenda são da responsabilidade dos promotores das iniciativas. Eventuais alterações nas ações e programas constantes da agenda são da responsabilidade dos promotores das iniciativas. PISCINAS COBERTAS As Piscinas Cobertas de Armamar e o Ginásio reabrem a 1de Outubro!

Leia mais

Informações para Caminheiros

Informações para Caminheiros Informações para Caminheiros caminheiros.pcb@escutismo.pt Secção Tema Imaginário Simbologia Campo IV secção - Caminheiros È pelo Sonho que Vamos REGRESSO AO FUTURO 1907 (1907 Browsea Island) Browsea Island

Leia mais

Centro de Associação dos Salesianos. Cooperadores. Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira. Projecto 2016/2017

Centro de Associação dos Salesianos. Cooperadores. Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira. Projecto 2016/2017 Centro de Associação dos Salesianos Cooperadores Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira Projecto 2016/2017 Objetivo Geral Testemunhar, com Maria, a beleza do encontro com Jesus. Palavra de Deus Fazei

Leia mais

PROPOSTA NOVENAS A ST.ª QUITÉRIA 22 DE MAIO DE 2005

PROPOSTA NOVENAS A ST.ª QUITÉRIA 22 DE MAIO DE 2005 PROPOSTA NOVENAS A ST.ª QUITÉRIA 22 DE MAIO DE 2005 Considerando que, As Novenas a St.ª Quitéria, são uma tradição oportunamente recuperada e revitalizada pela Câmara Municipal que, importa dar continuidade

Leia mais

PARÓQUIA DE SANTA CRISTINA DA MEADELA Plano de Atividades Paroquiais e Diocesanas para o ano de 2014/2015

PARÓQUIA DE SANTA CRISTINA DA MEADELA Plano de Atividades Paroquiais e Diocesanas para o ano de 2014/2015 PARÓQUIA DE SANTA CRISTINA DA MEADELA Plano de Atividades Paroquiais e Diocesanas para o ano de 01/01 CALENDÁRIO GERAL: Catequese Apostolado Oração Coro MEV Conferência Vicentina Legião Maria Misto Legião

Leia mais

PARÓQUIA DE N.ª S.ªde FÁTIMA 50 ANOS Esboço de um Programa

PARÓQUIA DE N.ª S.ªde FÁTIMA 50 ANOS Esboço de um Programa PARÓQUIA DE N.ª S.ªde FÁTIMA 50 ANOS Esboço de um Programa Depois de recolhidas informações da Comissão de Eventos, Cultura e Liturgia, preparei um esboço que apresentei ao Conselho de Pastoral e continua

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO 2013/14 Aprovado pela Direção, após parecer do Conselho de Coordenadores 1 1.º PERÍODO MÊS DIA ATIVIDADE 2 17h: Início das

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 1º Trimestre DAR VIDA no(s) encontro(s) com os amigos descobrindo o Amigo Jesus Manhã Início do ano letivo Portaria Sala Polivalente Todo o pessoal entra mais cedo para acolher cada criança e os pais Proporcionar

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2013/ 2014 1º PERÍODO SETEMBRO Dia 2 09h00 Abertura do Ano com a Eucaristia (docentes e não docentes) 11h00 Reflexão (docentes e não docentes) 14h00 Sessão de formação para os

Leia mais

Regulamento Geral. 1. Introdução

Regulamento Geral. 1. Introdução Regulamento Geral 1. Introdução Na nossa qualidade de Jovens Escuteiros, não podemos perder de vista que somos Cristãos. Assim surgiu esta ideia de criar e organizar o FESCUT Festival Nacional da Canção

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Ano Escutista 2011/12 Aprovado Concelho de Agrupamento de 07/01/2012. Corpo Nacional de Escutas

REGULAMENTO INTERNO. Ano Escutista 2011/12 Aprovado Concelho de Agrupamento de 07/01/2012. Corpo Nacional de Escutas A g r u p a m e n t o 7 5 3 Ó b i d o s REGULAMENTO INTERNO Ano Escutista 2011/12 Aprovado Concelho de Agrupamento de 07/01/2012 Corpo Nacional de Escutas Agrupamento 753 Óbidos 1 REGULAMENTO INTERNO.

Leia mais

Pacote de Atividades para as Associações Escutistas

Pacote de Atividades para as Associações Escutistas Pacote de Atividades para as Associações Escutistas Introdução Este pacote de atividades tem por objetivo inspirar as Associações Escutistas à celebração do Centenário do Lobitismo e ao fortalecimento

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS. Agrupamento 504 Quinta do Anjo. Titulo I Agrupamento: Titulo II Unidades:

REGULAMENTO INTERNO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS. Agrupamento 504 Quinta do Anjo. Titulo I Agrupamento: Titulo II Unidades: REGULAMENTO INTERNO AGRUPAMENTO 504 QUINTA DO ANJO Preâmbulo: O presente Regulamento Interno tem como finalidade dotar o, do Corpo Nacional de Escutas Escutismo Católico da Região de Setúbal de um instrumento

Leia mais

Relatório e Contas 2015 Junta de Núcleo Douro Sul. Região Porto. Ser Escuteiro. Olhar o passado, viver o presente, projetando o futuro

Relatório e Contas 2015 Junta de Núcleo Douro Sul. Região Porto. Ser Escuteiro. Olhar o passado, viver o presente, projetando o futuro Relatório e Contas 2015 Junta de Núcleo Douro Sul Região Porto Ser Escuteiro Olhar o passado, viver o presente, projetando o futuro Autoria Este documento é emitido pela Junta de Núcleo Douro Sul, da Região

Leia mais

A MISSÃO E FINALIDADES DO ESCUTISMO. 14º CIP Oriental Casa do Gaiato

A MISSÃO E FINALIDADES DO ESCUTISMO. 14º CIP Oriental Casa do Gaiato A MISSÃO E FINALIDADES DO ESCUTISMO 14º CIP Oriental Casa do Gaiato Objectivos da UF Explicar a Missão do Escutismo Descrever os princípios fundamentais do Escutismo Explicar de que modo se vivem na Unidade

Leia mais

CORPO NACIONAL DE ESCUTAS - Escutismo Católico Português - JUNTA REGIONAL DO ALGARVE - ACTOS OFICIAIS

CORPO NACIONAL DE ESCUTAS - Escutismo Católico Português - JUNTA REGIONAL DO ALGARVE - ACTOS OFICIAIS - ACTOS OFICIAIS ORDEM de SERVIÇO REGIONAL 02 / 2013, de 28 de Fevereiro Nos termos do Artigo 64º do Regulamento Geral do Corpo Nacional de Escutas e para os efeitos convenientes publica-se o seguinte:

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014/2015 CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA

Plano Anual de Atividades 2014/2015 CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA Mês Temas/conteúdos Atividades Objetivos gerais Intervenientes Espaço -Início do Ano Escolar; -Recepção dos Alunos. - Atividades de grupo; -Acolhimento e receção

Leia mais

De: Secretaria Nacional para o Ambiente e Prevenção Departamento Nacional de Radioescutismo Para: Juntas Regionais, de Núcleo e Agrupamentos

De: Secretaria Nacional para o Ambiente e Prevenção Departamento Nacional de Radioescutismo Para: Juntas Regionais, de Núcleo e Agrupamentos De: Secretaria Nacional para o Ambiente e Prevenção Departamento Nacional de Radioescutismo Para: Juntas Regionais, de Núcleo e Agrupamentos Assunto: Inscrição para o JOTA/JOTI 2016 Data: 27 de maio de

Leia mais