Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:"

Transcrição

1 Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta fiada em sua carteira Confira se o número do gabarito deste caderno corresponde ao constante na etiqueta fiada em sua carteira Se houver divergência, avise, imediatamente, o fiscal É proibido folhear o caderno de provas antes do sinal, às 9 horas 4 Após o sinal, confira se este caderno contém 0 questões objetivas e/ou qualquer tipo de defeito Qualquer problema, avise, imediatamente, o fiscal 5 O tempo mínimo de permanência na sala é de h e 0min após o início da prova 6 No tempo destinado a esta prova (4 horas), está incluído o de preenchimento da Folha de Respostas 7 Transcreva as respostas deste caderno para a Folha de Respostas A resposta correta será a soma dos números associados às proposições verdadeiras Para cada questão, preencha sempre dois alvéolos: um na coluna das dezenas e um na coluna das unidades, conforme eemplo ao lado: questão, resposta 09 (soma das proposições 0 e 08) 8 Se desejar, transcreva as respostas deste caderno no para Anotação das Respostas constante nesta prova e destaque-o, para retirá-lo hoje, nesta sala, no horário das h5min às h0min, mediante apresentação do documento de identificação do candidato Após esse período, não haverá devolução 9 Ao término da prova, levante o braço e aguarde atendimento Entregue ao fiscal este caderno, a Folha de Respostas e o para Anotação das Respostas Corte na linha pontilhada RASCUNHO PARA ANOTAÇÃO DAS RESPOSTAS N ọ DE ORDEM: NOME: UEM Comissão Central do Vestibular Unificado

2 MATEMÁTICA 0 Considere os seguintes subconjuntos de : A {( y, ) ; e y } ; B {( y, ) ; y } ; C {( y, ) ; } ; D {(, y) ; e 0 y } ; E {( y, ) ; y } ; F {( y, ) ; e y 0} É correto afirmar que 0) C E A 0) ( D F) A B 04) B D F {(,0),(,0) } 08) ( D F) B B 6) ( D F) A B 0 Considere as matrizes quadradas de ordem 9:, se i j A ( a ) tal que a 0, se i j; B ( b ) tal que b i j ; C ( c ) tal que c i j ; 0, se i> j D ( d ) tal que d i j, se i j Assinale o que for correto 0) A é a matriz identidade e, portanto, ABA 0) B t C C 04) Se E ( e ) CA, então 08) det ( D ) 9! 6) det ( B ) det ( C ) e 0 86 Vestibular de Inverno/008 Prova

3 0 Seja f : uma função da forma f() ab * em que a e b são números reais não nulos e indica o conjunto dos números reais positivos Se A(0,) e B(,) são dois pontos que pertencem ao gráfico de f, então é correto afirmar que 0) a e b 0) f é uma função decrescente 04) tem-se que f() 0, para todo 08) f ( ) log 6) o gráfico de f intercepta o eio O para algum < 0 04 Assinale o que for correto com respeito às matrizes y A, B e C 0 z e à equação AB C 0) Não eistem valores reais para, y e z que satisfazem a equação dada 0) Eistem infinitos valores reais para, y e z que satisfazem a equação dada 04) Eiste apenas um valor real para, um para y e um para z que satisfazem a equação dada 08) A matriz A é invertível para todo 0 6) Para obtermos uma solução da equação dada, devemos ter y 05 No conjunto dos números reais não-negativos, 4y definimos a operação y Com respeito y a essa operação, assinale o for correto 0) Eiste, tal que y para todo y real não-negativo 0) ( ) é um número inteiro 04) y y para todos y, 08) Em, não eiste solução para a equação 6) 4 8 Vestibular de Inverno/008 Prova

4 06 Cada uma das regiões poligonais, na seqüência de figuras abaio, é construída sobre quadrados com lados de 4, 5, 6 e 7 unidades de comprimento, sendo cada um dos quadrados interiores unidade de área Considere que essas figuras são as 4 primeiras, nessa ordem, de uma seqüência infinita que segue esse padrão (I) (III) (II) (IV) Em relação às regiões poligonais demarcadas em negrito e às regiões sombreadas, em cada figura da seqüência, é correto afirmar que 0) as áreas das regiões poligonais demarcadas em negrito, na seqüência de figuras, estão em uma progressão geométrica 0) a área da 7 a região poligonal demarcada em negrito, nessa seqüência, será 475 unidades de área 04) a área da região sombreada da n-ésima figura, nessa seqüência, pode ser epressa por n 4n 6 08) as áreas das regiões sombreadas, em cada uma das figuras da seqüência, formam uma progressão aritmética de razão 6) eiste uma região poligonal demarcada em negrito, nessa seqüência, cuja área é um número par Vestibular de Inverno/008 Prova 4

5 07 Sejam r e s duas retas no plano cartesiano definidas pelas equações y e y, respectivamente É correto afirmar que 5 5 0) as retas r e s são perpendiculares 0) as retas r e s são concorrentes 04) a área da região delimitada pelas retas r e s e pela reta t que passa pelos pontos P(,) e Q(5,0) é 6 unidades de área 08) a área do triângulo determinado pelos pontos de interseção da reta s com os eios O e Oy e pela origem do sistema cartesiano Oy é 5 unidades de área 6) a reta r e a reta t que passa pelos pontos P(,) e Q(5,0) não determinam um único plano 08 Considere A, B e C vértices de um triângulo, M um ponto sobre o lado AB e N um ponto sobre o lado AC, de tal forma que MN// BC (ou seja, a reta que contém MN seja paralela à reta que contém o lado BC ) No triângulo AMN, considere um ponto P sobre o lado AM e um ponto Q sobre o lado AN, de tal forma que PQ // MN Assinale o que for correto, adotando a notação RS para a medida do segmento RS 0) Os triângulos ABC, AMN e APQ são semelhantes 0) Os ângulos congruentes AQ PQ 04) AC BC 08) APQ, AP PM MB AQ QN NC PMN e M BC são AQ PQ 6) Se AP k, então a razão entre os AB AC BC perímetros dos triângulos APQ e ABC é Vestibular de Inverno/008 Prova 5

6 09 As figuras a seguir apresentam os gráficos de três funções f:, p: e q: f() - - p() q() - - Analisando esses gráficos, assinale o que for correto 0) ( f q )(0) 0 0) ( p q f )() 0 04) ( f p)() 0 08) ( p p) () ( f f )() 6) Se restringirmos o domínio da função f ao p f () intervalo [0,], então ( ) Vestibular de Inverno/008 Prova 6

7 0 Em um sistema de eios ortogonais Oy, em que as unidades correspondem a quilômetros, há três antenas de operadoras de celulares com raio de alcance até 0 km As antenas estão localizadas nos pontos A(0,0), B(,0) e C(-4,-4) Em um dado instante, as três antenas captam uma mesma ligação Se a antena localizada em A identificou a ligação a 5 km de distância e a antena localizada em B identificou a ligação a 4 km de distância, é correto afirmar que 0) a distância entre as antenas localizadas em B e C é 9 km 0) o ponto que indica onde foi realizada a ligação e os pontos A, B e C são vértices de um paralelogramo 04) os pontos que indicam as antenas A, B e C são colineares 08) a antena localizada em C identificou a ligação a uma distância de 7 km 6) o ponto que indica onde foi realizada a ligação e os pontos A e B são vértices de um triângulo retângulo Em uma circunferência com raio de medida r, temos um trapézio isósceles inscrito Sabendo que o comprimento da base maior do trapézio é igual à medida do diâmetro e a base menor tem medida igual à do raio, é correto afirmar que 0 0) a soma dos ângulos internos do trapézio é 80 0) o perímetro do trapézio é 5r r 04) a área do trapézio é 4 08) três lados do trapézio medem r 6) o trapézio possui um ângulo interno de medida π Vestibular de Inverno/008 Prova 7

8 Em um sistema de eios ortogonais Oy, considere uma circunferência C dada pela equação y 6 4y 0 Assinale o que for correto 0) A circunferência C está contida no primeiro quadrante do sistema cartesiano 0) O diâmetro da circunferência C mede unidade de comprimento 04) Se P(a,b) é o centro da circunferência C, então a e b satisfazem a equação ) A reta de equação y divide o círculo delimitado pela circunferência C em duas regiões de mesma área 6) O volume de uma esfera que tem o mesmo raio da circunferência C é 4 π unidades de volume Considerando log a e afirmar que 0) log 6 a 4 0) log 75 b 04) log a 5 b log 5 b, é correto 08) o valor de na equação 5 0 é a b 6) log 7 a a b 4 Na divisão do polinômio p( ) a b, em que ab,, por 5 5, obtém-se o quociente igual ao resto Desse modo, é correto afirmar que 0) a b 0) p( ) é divisível por 04) p( ) é divisível por 08) o resto da divisão de p( ) por é zero 6) as raízes de p( ) são, e Vestibular de Inverno/008 Prova 8

9 5 Em uma sala, há seis lâmpadas com interruptores independentes que não identificam a lâmpada que controlam Assinale o que for correto 0) Se todas as lâmpadas estão apagadas, então há 5 modos distintos de iluminar a sala acionando 4 interruptores 0) Se todas as lâmpadas estão apagadas, então há 5 modos distintos de iluminar a sala acionando interruptores 04) Se há somente lâmpadas acessas, então, ao acionarmos um interruptor ao acaso, a probabilidade de acionarmos mais uma lâmpada é 08) Se todos os interruptores estão acionados, porém há lâmpadas queimadas, então, escolhendo um interruptor ao acaso, a probabilidade de este controlar uma lâmpada queimada é 6) Há modos distintos de escolhermos uma lâmpada e um interruptor 6 Dado um número compleo z a bi, indicamos por z seu conjugado Desse modo, assinale o que for correto 0) cos π ( ) sen π ( ) cos π ( ) sen π i 6 6 i ( ) i 0) Se z é raiz de um polinômio com coeficientes reais, então z é raiz do mesmo polinômio 04) i para todo a em que a 0 ai a 08) z z para todo z ) i i i i i i 7 Se com 0 < π satisfaz a equação sen π ( ) sen( ), então é correto afirmar que 0) a equação admite apenas três soluções distintas 0) a soma das soluções da equação é igual a π 04) sen( ) 0 para toda solução da equação 08) cos( ) 0 para toda solução da equação 6) as soluções da equação são menores que π Vestibular de Inverno/008 Prova 9

10 8 Com respeito a tetraedros (pirâmides de base triangular) e a heaedros regulares (cubos), assinale o que for correto 0) Em um tetraedro, temos um par de arestas que estão contidas em retas paralelas 0) Em um tetraedro, temos um par de arestas que estão contidas em retas reversas 04) Em um heaedro regular, a soma do número de vértices com o número de faces é igual ao número de arestas 08) Em um heaedro regular, a reta que contém uma aresta é perpendicular a quatro planos distintos que contêm faces desse heaedro regular 6) O número de vértices e o número de arestas de um heaedro regular são, respectivamente, o dobro do número de vértices e o dobro do número de arestas de um tetraedro 9 Um paralelepípedo reto de base quadrada e altura medindo h possui área total 6h É correto afirmar que 0) a aresta da base mede o dobro da altura do paralelepípedo 0) o paralelepípedo é um cubo 04) a diagonal do paralelepípedo mede h 08) a área lateral do paralelepípedo é metade da área total 6) o volume do paralelepípedo é 4h 0 Considere um triângulo ABC retângulo em A e um ponto D no segmento AB tal que a medida de BD seja igual à medida de DC Sabendo que a medida de BC é 5 cm e a medida de AB é 4 cm, assinale o que for correto 0) A área do triângulo ABC é cm 0) Se a medida do ângulo ADC ˆ é α, então sen( α ) 5 04) Se a medida do ângulo CBD ˆ é β, então tg( β ) 4 08) Os segmentos DA e DB possuem mesma medida 6) Os ângulos BCD ˆ e CBD ˆ são congruentes Vestibular de Inverno/008 Prova 0

11 MATEMÁTICA Formulário Trigonometria Análise Combinatória sen( ± y) sen()cos(y) ± sen(y)cos() cos( ± y) cos()cos(y) sen()sen(y) tg() ± tg(y) tg( ± y) tg()tg(y) P n n! A n, r n! (n r)! B c ˆB A Â C n a, r b Ĉ n! (n r)!r! C n n n (a b) Cn, a i b i i i 0 Lei dos senos: a b sen(â) sen(bˆ ) Lei dos cossenos: c sen(ĉ) a b c bc cos(â) Geometria Plana e Espacial d D Área do losango: A (b B)h Área do trapézio: A Área do círculo: A πr Área lateral do cilindro: A πrh Área lateral do cone: A πrg Área da superfície esférica: A 4πR Volume do cubo: V a Volume do prisma: V B h B h Volume da pirâmide: V Volume do cilindro: V πr h Volume do cone: R V π h Volume da esfera: V 4 πr Progressões Progressão Aritmética (P A): an a (n )r (a a )n S n n Progressão Geométrica (P G): a a qn n a a qn S n q, q a S, q < q Geometria Analítica Área do triângulo de vértices P(, y ), Q(, y ) e R(, y ) : A D, onde D y y y Distância de um ponto P(, y ) 0 0 à reta r: a by c 0 : a 0 by 0 c d P,r a b Vestibular de Inverno/008 Prova

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova Matemática QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que

Leia mais

... GABARITO 2 NOME DO CANDIDATO: UEM Comissão Central do Vestibular Unificado

... GABARITO 2 NOME DO CANDIDATO: UEM Comissão Central do Vestibular Unificado N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: CADERNO DE QUESTÕES N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES I PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA 1. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta fixada

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova Objetiva - Matemática

Prova Objetiva - Matemática Prova Objetiva - Matemática CADERNO DE QUESTÕES -- VESTIIBULAR EAD 013 N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES I PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA 1. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Vestibular de Inverno Prova 3 Matemática

Vestibular de Inverno Prova 3 Matemática Vestibular de Inverno Prova N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME DO CANDIDATO, que constam na

Leia mais

Vestibular de Verão Prova 3 Matemática

Vestibular de Verão Prova 3 Matemática Vestibular de Verão Prova N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME DO CANDIDATO, que constam na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

6. Considere. igual a : (A) f (x) + 2x f(x) = 0 (B) f (x) x f(x) = 0 (C) f (x) + f(x) = 0 (D) f (x) f(x) = 0 (E) f (x) 2x f(x) = 0

6. Considere. igual a : (A) f (x) + 2x f(x) = 0 (B) f (x) x f(x) = 0 (C) f (x) + f(x) = 0 (D) f (x) f(x) = 0 (E) f (x) 2x f(x) = 0 QUESTÃO ÚNICA 0,000 pontos distribuídos em 50 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item.. O valor da área, em unidades de área, limitada

Leia mais

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos NOTAÇÕES R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos i : unidade imaginária: i = 1 z : módulo do número z C Re(z) : parte real do número z C Im(z) : parte imaginária do número z C

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 - Matemática

Prova 3 - Matemática Prova 3 - QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: N ọ DE INSCRIÇÃO: NOME DO CANDIDATO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 4. Questão 2. alternativa D. alternativa E. alternativa D. alternativa D

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 4. Questão 2. alternativa D. alternativa E. alternativa D. alternativa D Questão TIPO DE PROVA: A O algarismo das dezenas do número! é: a) 5 b) 0 c) d) 7 e) A quantidade de zeros com que termina o número n! é igual ao número de fatores 5 presentes em sua fatoração. Na fatoração

Leia mais

{ } Questão 1. Considere as seguintes afirmações sobre o conjunto U = { 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9} Questão 2. Seja o conjunto = { : 0 e 2 2

{ } Questão 1. Considere as seguintes afirmações sobre o conjunto U = { 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9} Questão 2. Seja o conjunto = { : 0 e 2 2 NOTAÇÕES : conjunto dos números complexos. : conjunto dos números racionais. : conjunto dos números reais. : conjunto dos números inteiros. = 0,,,,.... { } { } * =,,,.... i : unidade imaginária; i =. z=x+iy,

Leia mais

Prova Vestibular ITA 2000

Prova Vestibular ITA 2000 Prova Vestibular ITA Versão. ITA - (ITA ) Sejam f, g : R R definidas por f ( ) = e g cos 5 ( ) =. Podemos afirmar que: f é injetora e par e g é ímpar. g é sobrejetora e f é bijetora e g é par e f é ímpar

Leia mais

TD GERAL DE MATEMÁTICA 2ª FASE UECE

TD GERAL DE MATEMÁTICA 2ª FASE UECE Fundação Universidade Estadual do Ceará - FUNECE Curso Pré-Vestibular - UECEVest Fones: 3101.9658 / E-mail: uecevest_itaperi@yahoo.com.br Av. Dr. Silas Munguba, 1700 Campus do Itaperi 60714-903 Fone: 3101-9658/Site:

Leia mais

a média de gols da primeira rodada, M G a média de gols das duas primeiras rodadas e x o número de gols da segunda rodada, tem-se 15 + x 15 M G

a média de gols da primeira rodada, M G a média de gols das duas primeiras rodadas e x o número de gols da segunda rodada, tem-se 15 + x 15 M G MATEMÁTICA O número de gols marcados nos 6 jogos da primeira rodada de um campeonato de futebol foi 5,,,, 0 e. Na segunda rodada, serão realizados mais 5 jogos. Qual deve ser o número total de gols marcados

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 5. Questão 3. alternativa D. alternativa D. alternativa D. alternativa B.

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 5. Questão 3. alternativa D. alternativa D. alternativa D. alternativa B. Questão TIPO DE PROVA: A Um mapa está numa escala :0 000 000, o que significa que uma distância de uma unidade, no mapa, corresponde a uma distância real de 0 000 000 de unidades. Se no mapa a distância

Leia mais

Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante

Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante CURSO MENTOR Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante Versão.8 05/0/0 Este material contém soluções comentadas das questões de matemática do

Leia mais

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos :

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos : 1 OS PRISMAS 1) Definição e Elementos : Dados dois planos paralelos α e β, um polígono contido em um desses planos e um reta r, que intercepta esses planos, chamamos de PRISMA o conjunto de todos os segmentos

Leia mais

01. (UFRGS/2003) Se n é um número natural qualquer maior que 1, então n! + n 1 é divisível por. (A) n 1. (B) n. (C) n + 1. (D) n! - 1. (E) n!.

01. (UFRGS/2003) Se n é um número natural qualquer maior que 1, então n! + n 1 é divisível por. (A) n 1. (B) n. (C) n + 1. (D) n! - 1. (E) n!. 0. (UFRGS/00) Se n é um número natural qualquer maior que, então n! + n é divisível por n. n. n +. n! -. n!. 0. (UFRGS/00) Se num determinado período o dólar sofrer uma alta de 00% em relação ao real,

Leia mais

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =.

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =. 1ª Avaliação 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f. ) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 3 3 8 9 + 14 3) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 1 ( 3)( ) 4)

Leia mais

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3 Matemática a. série do Ensino Médio Frentes e Eercícios propostos AULA FRENTE Num triângulo ABC em que AB = 5, B^ = º e C^ = 5º, a medida do lado AC é: a) 5 b) 5 c) 5 d) 5 e) 5 Sabendo-se que um dos lados

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática ... GABARITO 1 NOME DO CANDIDATO:

Prova 3 Matemática ... GABARITO 1 NOME DO CANDIDATO: Prova 3 QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA 1. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam da etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar. II Simulado de Matemática ITA. ALUNO(A): N o : TURMA:

FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar. II Simulado de Matemática ITA. ALUNO(A): N o : TURMA: FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar Central de Atendimento: 4006.7777 3 o Ensino Médio II Simulado de Matemática ITA ALUNO(A): N o : TURMA: TURNO: MANHÃ DATA: 1/04/007

Leia mais

QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE MATEMÁTICA. Prova 3 Matemática QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 4

QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE MATEMÁTICA. Prova 3 Matemática QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 4 Prova QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE MATEMÁTICA UEM Comissão Cetral do Vestibular Uificado MATEMÁTICA 0 Seja f ( ) log ( ) + log uma fução

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa E. alternativa C. alternativa E

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa E. alternativa C. alternativa E Questão TIPO DE PROVA: A Pedro e Luís tinham, em conjunto, a importância de R$690,00. Pedro gastou de seu 5 dinheiro e Luís gastou do que possuía, ficando ambos com quantias iguais. Pedro ti- nha a quantia

Leia mais

ACADEMIA DA FORÇA AÉREA PROVA DE MATEMÁTICA 1998

ACADEMIA DA FORÇA AÉREA PROVA DE MATEMÁTICA 1998 PROVA DE MATEMÁTICA 998 Se a seqüência de inteiros positivos (,, y) é uma Progressão Geométrica e (+, y, ) uma Progressão Aritmética, então, o valor de + y é a) b) c) d) A soma das raízes da equação log

Leia mais

p a p. mdc(j,k): máximo divisor comum dos números inteiros j e k. n(x) : número de elementos de um conjunto finito X. (a,b) = {x : a < x < b}.

p a p. mdc(j,k): máximo divisor comum dos números inteiros j e k. n(x) : número de elementos de um conjunto finito X. (a,b) = {x : a < x < b}. MATEMÁTICA NOTAÇÕES = {0,,,,...} : conjunto dos números inteiros : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária; i = Izl: módulo do

Leia mais

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir.

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir. MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: sen x : seno de x cos x : cosseno de x x : módulo de x log x : logaritmo de x na base 10 6. Um

Leia mais

Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos

Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos Candidatura de 2015 PROVA MODELO DE MATEMÁTICA Tempo para realização da prova: 2 horas Tolerância: 30 minutos Material admitido: material de

Leia mais

AFA 006 LÍNGUA INGLESA E MATEMÁTICA CFOAV/CFOINT/CFOINF CÓDIGO 6 i - Considere o número compleo z = e calcule z n. No conjunto formado pelos quatro menores valores naturais de n para os quais z n é um

Leia mais

MATEMÁTICA. Questão 01. Questão 02 PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RESPOSTA: 24 - NÍVEL MÉDIO 01) INCORRETA. RESPOSTA: 25 - NÍVEL MÉDIO

MATEMÁTICA. Questão 01. Questão 02 PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RESPOSTA: 24 - NÍVEL MÉDIO 01) INCORRETA. RESPOSTA: 25 - NÍVEL MÉDIO PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS É uma forma de os professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do vestibular da UEM. Isso ajuda o vestibulando

Leia mais

a k. x a k. : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária; i 2 = 1 z : módulo do número z z: conjugado do número z M m n

a k. x a k. : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária; i 2 = 1 z : módulo do número z z: conjugado do número z M m n ITA MATEMÁTICA NOTAÇÕES = {,,,...} : conjunto dos números reais [a, b] = {x ; a x b} [a, b[ = {x ; a x < b} ]a, b[ = {x ; a < x < b} A\B = {x; x A e x B} k a n = a + a +... + a k, k n = k a n x n = a 0

Leia mais

Questão 2. Questão 1. Questão 3. Resposta. Resposta. Resposta

Questão 2. Questão 1. Questão 3. Resposta. Resposta. Resposta ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço a ela reservado. Não basta escrever apenas o resultado final: é necessário mostrar os cálculos ou o raciocínio utilizado. Questão Emumasalaháumalâmpada,umatelevisão

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 07/08/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 07/08/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 07/08/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA Observe a tabela abaixo. Seja n o número da quadrícula em que, pela primeira vez, o número

Leia mais

IME º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 1º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Seja z um número complexo de módulo unitário que satisfaz a condição z 2n 1, em que n é um número inteiro positivo.

Leia mais

Matemática. 3-3) As diagonais do cubo medem x / ) As diagonais da face do cubo medem 2 y 1/3. Resposta: VFFVV.

Matemática. 3-3) As diagonais do cubo medem x / ) As diagonais da face do cubo medem 2 y 1/3. Resposta: VFFVV. Matemática 01. Seja x a área total da superfície de um cubo, e y, o volume do mesmo cubo. Analise as afirmações a seguir, considerando essas informações. 0-0) Se x = 54 então y = 27. 1-1) 6y = x 3 2-2)

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Mat Geom Espacial

Exercícios de Aprofundamento Mat Geom Espacial 1. (Fuvest 015) No cubo ABCDEFGH, representado na figura abaixo, cada aresta tem medida 1. Seja M um ponto na semirreta de origem A que passa por E. Denote por θ o ângulo BMH e por x a medida do segmento

Leia mais

Questão 2. Questão 1. Questão 3. alternativa D. alternativa D. alternativa B

Questão 2. Questão 1. Questão 3. alternativa D. alternativa D. alternativa B NOTAÇÕES C: conjunto dos números compleos. Q: conjunto dos números racionais. R: conjunto dos números reais. Z: conjunto dos números inteiros. N {0,,,,...}. N {,,,...}. 0: conjunto vazio. A \ B { A; B}.

Leia mais

UFBA / UFRB a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. QUESTÕES de 01 a 08

UFBA / UFRB a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. QUESTÕES de 01 a 08 UFBA / UFRB 008 1a Fase Matemática Professora Maria Antônia Gouveia QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON PROFJWPS@GMAIL.COM DEFINIÇÕES GEOMETRIA PLANA Ponto: Um elemento do espaço que define uma posição. Reta: Conjunto infinito de pontos. Dois pontos são

Leia mais

Caderno de Prova. Nome do Candidato:

Caderno de Prova. Nome do Candidato: Universidade do Estado de Santa Catarina Vestibular Vocacionado 1. Caderno de Prova ª FASE 1ª Etapa QUÍMICA Nome do Candidato: INSTRUÇÕES GERAIS Confira o Caderno de Prova, as Folhas de Respostas e a Folha

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE 1ª. SÉRIE Exercícios de PA e PG 1. Determinar o 61º termo da PA ( 9,13,17,21,...) Resp. 249 2. Determinar a razão da PA ( a 1,a 2, a 3,...) em que o primeiro

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa E. alternativa B. alternativa B. alternativa D

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa E. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão TIPO DE PROVA: A No ano de 00, no Brasil, foram emplacados aproimadamente.0.000 veículos nacionais e 5.000 veículos importados, sendo que % dos importados eram japoneses. Do total de veículos emplacados

Leia mais

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016 Professora : Cristiane Fernandes Pirâmide A pirâmide é uma figura geométrica espacial, um poliedro composto por uma base (triangular, pentagonal, quadrada, retangular,

Leia mais

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora)

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova 9/1.ª Chamada Caderno 1: 7 Páginas Duração da Prova (CADERNO 1 + CADERNO ): 90 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Leia mais

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 (

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 ( Escola Naval 0 1. (EN 0) Os gráficos das funções reais f e g de variável real, definidas por f(x) = x e g(x) = 5 x interceptam-se nos pontos A = (a,f(a)) e B = (b,f(b)), a b. Considere os polígonos CAPBD

Leia mais

REVISÃO UNICAMP Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini

REVISÃO UNICAMP Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini REVISÃO UNICAMP Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini Aluno :... GEOMETRIA PLANA Questão 1 - (UNICAMP SP/015) A figura abaixo exibe um círculo de raio r que tangencia internamente um setor circular

Leia mais

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz )

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz ) NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições (Nas fórmulas a seguir, vamos utilizar aqui REVISÃO Lista Geometria Espacial A B para área da base, para área lateral, total, V

Leia mais

MATEMÁTICA MÓDULO 16 CONE E CILINDRO. Professor Haroldo Filho

MATEMÁTICA MÓDULO 16 CONE E CILINDRO. Professor Haroldo Filho MATEMÁTICA Professor Haroldo Filho MÓDULO 16 CONE E CILINDRO 1. CILINDRO CIRCULAR Considere dois planos paralelos, α e β, seja R um círculo no plano α, seja s uma reta secante aos dois planos que não intersecta

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica

Exercícios de Matemática Geometria Analítica Eercícios de Matemática Geometria Analítica. (UFRGS) Considere um sistema cartesiano ortogonal e o ponto P(. ) de intersecção das duas diagonais de um losango. Se a equação da reta que contém uma das diagonais

Leia mais

(A) a 2 + b 2 c 2 = 0 (B) a 2 b 2 c 2 = 0 (C) a 2 + b 2 + c 2 = 0 (D) a 2 b 2 + c 2 = 0 (E) a 2 = b 2 = c 2 (A) 25. (B) 50. (C) 100. (D) 250. (E) 500.

(A) a 2 + b 2 c 2 = 0 (B) a 2 b 2 c 2 = 0 (C) a 2 + b 2 + c 2 = 0 (D) a 2 b 2 + c 2 = 0 (E) a 2 = b 2 = c 2 (A) 25. (B) 50. (C) 100. (D) 250. (E) 500. (UFRGS/), semanas corresponde a (A) dias e ora dias, oras e 4 minutos (C) dias, oras e 4 minutos (D) dias e oras (E) dias MATEMÁTICA (A) a + b c = a b c = (C) a + b + c = (D) a b + c = (E) a = b = c 5

Leia mais

Prova Vestibular ITA 1995

Prova Vestibular ITA 1995 Prova Vestibular ITA 1995 Versão 1.0 ITA - 1995 01) (ITA-95) Seja A = n ( 1) n!. π + sen ; n ℵ n! 6 a) (- 1) n n. b) n. c) (- 1) n n. d) (- 1) n+1 n. e) (- 1) n+1 n. Qual conjunto abaixo é tal que sua

Leia mais

Exercícios de Revisão

Exercícios de Revisão Professor: Cassio Kiechaloski Mello Disciplina: Matemática Exercícios de Revisão Geometria Analítica Geometria Plana Geometria Espacial Números Complexos Polinômios Na prova de recuperação final, não será

Leia mais

Geometria Analítica - AFA

Geometria Analítica - AFA Geometria Analítica - AFA x = v + (AFA) Considerando no plano cartesiano ortogonal as retas r, s e t, tais que (r) :, (s) : mx + y + m = 0 e (t) : x = 0, y = v analise as proposições abaixo, classificando-

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO:

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta fixada

Leia mais

MATEMÁTICA TIPO B GABARITO: VVVVF

MATEMÁTICA TIPO B GABARITO: VVVVF 1 MATEMÁTICA TIPO B 01. Na ilustração abaixo, temos um paralelepípedo retângulo, e estão indicados três de seus vértices A, B e C. A diagonal AB mede cm e forma com a horizontal um ângulo de 45 o. A diagonal

Leia mais

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c 1 Sumário TRIGONOMETRIA... GEOMETRIA ESPACIAL...8 Geometria Plana Fórmulas Básicas...8 Prismas... 11 Cilindro... 18 Pirâmide... 1 Cone... 4 Esferas... 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... TRIGONOMETRIA Trigonometria

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL .. PARALELEPÍPEDOS RETÂNGULOS Um paralelepípedo retângulo é um prisma reto cujas bases são retângulos. AB CD A' B' C' D' a BC AD B' C' A' D' b COMPRIMENTO LARGURA AA' BB' CC'

Leia mais

Simulado AFA. 2. Sejam x e y números reais tais que: Então, o número complexo z = x + yi. é tal que z 3 e z valem, respectivamente: (D) i e 1.

Simulado AFA. 2. Sejam x e y números reais tais que: Então, o número complexo z = x + yi. é tal que z 3 e z valem, respectivamente: (D) i e 1. Simulado AFA 1. Uma amostra de estrangeiros, em que 18% são proficientes em inglês, realizou um exame para classificar a sua proficiência nesta língua. Dos estrangeiros que são proficientes em inglês,

Leia mais

Vestibular UFBA a FASE. Resolução da prova de Matemática Por Profa. Maria Antônia Conceição Gouveia. QUESTÕES de 01 a 08

Vestibular UFBA a FASE. Resolução da prova de Matemática Por Profa. Maria Antônia Conceição Gouveia. QUESTÕES de 01 a 08 Vestibular UFBA 006 a FASE. Resolução da prova de Matemática Por Profa. Maria Antônia Conceição Gouveia. QUESTÕES de 0 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2 Por: Belchior, Ismaigna e Jannine Relação de Euler Em todo poliedro convexo é válida a relação seguinte: V - A + F = 2 em que V é o número de vértices, A é o número de arestas e F, o número de faces. Observe

Leia mais

P (A) n(a) AB tra. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares.

P (A) n(a) AB tra. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares. NOTAÇÕES N = f; ; 3; : : :g i : unidade imaginária: i = R : conjunto dos números reais jzj : módulo do número z C C : conjunto dos números complexos Re z : parte real do número z C [a; b] = fx R; a x bg

Leia mais

1 = 0,20, teremos um aumento percentual de 20% no gasto com

1 = 0,20, teremos um aumento percentual de 20% no gasto com 6ROXomR&RPHQWDGDURYDGH0DWHPiWLFD 0. Suponha que o gasto com a manutenção de um terreno, em forma de quadrado, seja diretamente proporcional à medida do seu lado. Se uma pessoa trocar um terreno quadrado

Leia mais

Professor Mascena Cordeiro

Professor Mascena Cordeiro www.mascenacordeiro.com Professor Mascena Cordeiro º Ano Ensino Médio M A T E M Á T I C A. Determine os valores de m pertencentes ao conjunto dos números reais, tal que os pontos (0, -), (, m) e (-, -)

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta Questão Um tapete deve ser bordado sobre uma tela de m por m, com as cores marrom, mostarda, verde e laranja, da seguinte forma: o padrão quadrado de 8 cm por 8 cm, mostrado abaio, será repetido tanto

Leia mais

Matemática 41 c Resolução 42 b Resolução 43 e OBJETIVO 2001

Matemática 41 c Resolução 42 b Resolução 43 e OBJETIVO 2001 Matemática c Numa barraca de feira, uma pessoa comprou maçãs, bananas, laranjas e peras. Pelo preço normal da barraca, o valor pago pelas maçãs, bananas, laranjas e peras corresponderia a 5%, 0%, 5% e

Leia mais

Se tgx =, então cosx =. 3 3 O valor máximo de y = senx cos 60 + sen 60 cosx é 2.

Se tgx =, então cosx =. 3 3 O valor máximo de y = senx cos 60 + sen 60 cosx é 2. 4 4 A distância do ponto P (- 2; 6) à reta de equação 3x + 4y 1 = 0 é. 19. 0 0 Se cos x > 0, então 0 < x < 90. Se tgx =, então cosx =. 2 2. 3 3 O valor máximo de y = senx cos 60 + sen 60 cosx é 2. 4 4

Leia mais

Prova Escrita de Matemática

Prova Escrita de Matemática PROVA FINAL DE CICLO A NÍVEL DE ESCOLA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Matemática 9.º Ano de Escolaridade Prova 82 / 1.ª Fase 16 Páginas Duração da Prova: Caderno 1-35 min ( tolerância:

Leia mais

Seja AB = BC = CA = 4a. Sendo D o ponto de interseção da reta s com o lado AC temos, pelo teorema de Tales, AD = 3a e DC = a.

Seja AB = BC = CA = 4a. Sendo D o ponto de interseção da reta s com o lado AC temos, pelo teorema de Tales, AD = 3a e DC = a. GABARITO MA1 Geometria I - Avaliação 2-201/2 Questão 1. (pontuação: 2) As retas r, s e t são paralelas, como mostra a figura abaixo. A distância entre r e s é igual a e a distância entre s e t é igual

Leia mais

Matemática 2 LEIA COM ATENÇÃO

Matemática 2 LEIA COM ATENÇÃO LEI COM TENÇÃO Matemática 2 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. utorizado o início da prova, verifique

Leia mais

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria QUESTÕES DISCURSIVAS Questão 1. (PROFMAT-2012) As figuras a seguir mostram duas circunferências distintas, com centros C 1 e C 2 que se intersectam nos pontos A e

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS PÚBLICO GERAL RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA. 2 0x

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS PÚBLICO GERAL RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA. 2 0x RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA Sistema de equações. 0) Definimos por renda familiar a soma dos salários dos componentes de uma família. A família de Carlos é composta por ele, a esposa e um filho. Sabendo-se

Leia mais

GABARITO ITA MATEMÁTICA

GABARITO ITA MATEMÁTICA GABARITO ITA MATEMÁTICA Sistema ELITE de Ensino ITA - 014/01 GABARITO 01. D 11. B 0. C 1. E 0. D 1. C 04. E 14. D 0. D 1. E 06. E 16. A 07. B 17. E 08. B 18. A 09. C 19. A 10. A 0. C Sistema ELITE de Ensino

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III 0 Dois círculos de centros A e B são tangentes exteriormente e tangenciam interiormente um círculo de centro C. Se AB = cm, AC = 7 cm e BC = 3 cm, então o raio

Leia mais

1. Encontre a equação das circunferências abaixo:

1. Encontre a equação das circunferências abaixo: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 2º Ano 2º Trimestre 1. Encontre a equação das circunferências abaixo: 2. Determine o

Leia mais

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE www.elitecampinas.com.br Fone: (19) -71 O ELITE RESOLVE IME 004 PORTUGUÊS/INGLÊS Você na elite das universidades! UNICAMP 004 SEGUNDA FASE MATEMÁTICA www.elitecampinas.com.br Fone: (19) 51-101 O ELITE

Leia mais

Conceitos básicos de Geometria:

Conceitos básicos de Geometria: Conceitos básicos de Geometria: Os conceitos de ponto, reta e plano não são definidos. Compreendemos estes conceitos a partir de um entendimento comum utilizado cotidianamente dentro e fora do ambiente

Leia mais

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75 MATEMÁTICA 3 17. Sejam f() sen() e g() /2. Associe cada função abaio ao gráfico que melhor a representa. Para cada associação feita, calcule i k, onde i é o número entre parênteses à direita da função,

Leia mais

a) 6% b) 7% c) 70% d) 600% e) 700%

a) 6% b) 7% c) 70% d) 600% e) 700% - MATEMÁTICA 01) Supondo-se que o número de vagas em um concurso vestibular aumentou 5% e que o número de candidatos aumentou 35%, o número de candidatos por vaga para esse curso aumentou: a) 8% b) 9%

Leia mais

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora)

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 92/1.ª Fase Caderno 1: 7 Páginas Duração da Prova (Caderno 1 + Caderno 2): 90 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos

Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos Provas de Acesso ao Ensino Superior Para Maiores de 23 Anos Candidatura de 205 EXAME DE MATEMÁTICA Tempo para realização da prova: 2 horas Tolerância: 30 minutos Material admitido: material de escrita

Leia mais

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP Disciplina: Matemática Curso: Ensino Médio Professor(a): Flávio Calônico Júnior Turma: 3ª Série E M E N T A II Trimestre 2013 Conteúdos Programáticos Data 21/maio 28/maio Conteúdo FUNÇÃO MODULAR Interpretação

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO:

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta fixada

Leia mais

GABARITO ITA PROVA 2016/2017 MATEMÁTICA

GABARITO ITA PROVA 2016/2017 MATEMÁTICA GABARITO ITA PROVA 06/07 MATEMÁTICA GABARITO ITA MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números reais : conjunto dos números compleos i: unidade imaginária i = det M: determinante da matriz M M : inversa

Leia mais

UFRGS MATEMÁTICA

UFRGS MATEMÁTICA UFRGS 00 - MATEMÁTICA ) Alguns especialistas recomendam que, para um acesso confortável aos bebedouros por parte de crianças e usuários de cadeiras de rodas, a borda desses equipamentos esteja a uma altura

Leia mais

U. E. PROF. EDGAR TITO - Turma: 2º ano A Prof. Ranildo Lopes Obrigado pela preferência de nossa ESCOLA!

U. E. PROF. EDGAR TITO - Turma: 2º ano A Prof. Ranildo Lopes Obrigado pela preferência de nossa ESCOLA! 1 U. E. PROF. EDGAR TITO - Turma: 2º ano A Prof. Ranildo Lopes Obrigado pela preferência de nossa ESCOLA! http://ueedgartito.wordpress.com RESUMO DE GEOMETRIA ESPACIAL São conceitos primitivos ( e, portanto,

Leia mais