Manual de Usuário. Módulo Estoque

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Usuário. Módulo Estoque"

Transcrição

1 Manual de Usuário Módulo Estoque

2 MÓDULO DE ESTOQUE OU CONTROLE DE MATERIAIS. A base do controle de estoque são os itens (peças e acessórios, lubrificantes, combustíveis, etc) que devidamente codificados são cadastrados no sistema. O principal objetivo do controle de estoque é manter o histórico de movimentação dos itens e poder consultar pelo saldo físico e contábil a qualquer momento (inventário). O módulo de estoque está estreitamente ligado aos módulos de compras, vendas, mecânica e contabilidade. O sistema permite o controle de um ou mais estabelecimentos (filiais) e um ou vários almoxarifados (pontos de estocagem). A movimentação padrão do estoque são as cadastrados junto com eventuais ajustes. entradas, saídas e transferências dos itens O sistema permite um controle especial para os pneus e componentes. As entradas do estoque são as notas fiscais de compra cujo destino é um ponto de estoque (Almoxarifado). As saídas do estoque são as notas fiscais de venda, requisições de materiais via ordens de serviço e transferências de materiais entre filiais da empresa.

3 CADASTRO DE ITENS. A tela acima mostra o cadastro de itens do sistema. Cada item ou serviço é identificado por um código específico, numérico de 6 dígitos. 01. Movimentação. Pode ser de entrada somente, saída somente ou ambos. 02. Espécie. Pode ser produto ou serviço. 03. Grupo do Item. Os itens de estoque podem ser agrupados (peças e acessórios, lubrificantes, pneus, combustíveis, etc). 04. Subgrupo dos itens. Os grupos podem ser divididos em subgrupos (elétricos, mecânicos, suspensão,etc) 05. Descrição do Item. Informar, dentro do espaço disponível, a mais completa descrição do item ou serviço. 06. Descrição Reduzida. Resumo da descrição completa. 07. Tipo de Item. Os itens podem ser Novos, Recondicionados ou Usados. 08. Código Alternativo. Código de referência para fornecedores do produto. 09. Classe de Item. Pode ser Item geral, Pneu, Componente ou material EPI. Os três últimos serão tratados de forma especial. 10. Classificação para Inventário. Código utilizado para classificação nos relatórios de inventario. Pode ser estruturado ( )

4 11. Origem da Mercadoria. Código utilizado pelo SPED para descrever a origem (nacional, importado, etc) das mercadorias. 12. Nomenclatura comum do Mercosul. Código utilizado pelo SPED para as diferentes mercadorias (tabela especifica). 13. Unidade de Estoque. Informa a unidade de estocagem do produto (litros, unidades, Kg, etc). 14. Unidade de Compra. Informa a unidade de compra do Produto. Podem ser caixas, pacotes, jogos, etc. 15. Unidade Conversora das unidades. Quando as unidades de estoque e compras forem diferentes deve-se utilizar o conversor de unidades (multiplica ou divide). Exemplo: Unidade de Compra : Jogos. Unidade de Estoque : Peças. Cada Jogo tem 8 Peças. Conversor: Multiplica x 8. Para cada jogo de compras o sistema lança 8 peças no estoque. 16. Contas a Débito e Contas a Crédito. Informar as contas contábeis para os dois tipos de transações (entradas e saídas ). 17. Prazo de Entrega. O sistema calcula estoques mínimos para os produtos. Para utilizar-lo deve-se informar o prazo de entrega médio para o item. 18. Aplicação do Item. Pode ser livre ou Veículos. Quando se informa Veículos o sistema trava a saída deste material se não se informa o código do veículo. 19. Quantidade Máxima para cada Requisição. O sistema não permite a retirada de um número maior que o informado nos lançamentos de saída do item. 20. Prazo de Reposição nos Itens de EPI. Controle especifico de itens de EPI. 21. Código de Aprovação dos itens de EPI. 22. Vida Útil do Produto. Prazo em unidades de tempo para determinar os vencimentos do bom funcionamento dos produtos. 23. Garantia. Prazo, em unidades de tempo, para o fim da garantia. 24. Peso Bruto e Peso Liquido do Item.

5 TRIBUTAÇÃO DOS ITENS. O calculo da tributação nas entradas e saídas dos produtos (Notas Fiscais) pode ser feita tanto pelos itens como pelas CFOP (tabela). Caso a empresa escolha a opção de tributação pelos itens a tela acima de tributação dos itens deverá ser preenchida para cada um deles. O preenchimento deverá seguir orientações da contabilidade ou assessoria fiscal. As nomenclaturas dos diferentes tributos seguem orientação dos manuais do SPED nacional.

6 REGISTRO DOS FORNECEDORES DOS ITENS. Como as telas acima mostram o sistema guarda em tabelas especificas as referencias dos fornecedores para cada item comprado. Isto significa que após a primeira compra de um fornecedor qualquer, doravante o sistema identificará o código interno do item de forma automática, sem intervenção do operador, agilizando desta forma a entrada de notas fiscais de compra. No caso das notas fiscais eletrônicas (XML) a entrada se torna quase automática. LOCALIZAÇÕES DOS ITENS NOS ALXARIFADOS. O registro de localizações permite guardar para cada item sua localização física dentro dos almoxarifados da empresa. Isto simplifica sua localização e permite emitir relatórios para inventário. O código de localização geralmente é dividido em níveis podendo ser armário, lado, coluna, etc.

7 MOVIMENTAÇÃO DIRETA DE ESTOQUE. As telas acima mostram a movimentação direta de materiais do estoque. Os movimentos podem ser de entrada, saídas,ajustes e transferências. Os saldos são controlados de forma automática diariamente, podendo retroagir n dias para lançamentos com data anterior. Existem critérios diferenciados de lançamentos para itens como pneus, componentes e EPI.

8 RELATORIO DE LANÇAMENTOS POR ITEM E DATA. No relatório acima mostra uma relação de lançamentos do item 6144 Parafuso Centro Mola. A relação está classificada por data de lançamento é mostra entradas por compra, saídas para veículos e transferências do produto entre filiais. Os valores apresentados são valores médios.

9 RELATÓRIO DE SALDOS DO ITEM POR LOCAL/ALMOXARIFADO. O relatório acima mostra os saldos do item 6144 nos diferentes estabelecimentos da empresa e nos diferentes almoxarifados. MODELO DE INVENTÁRIO MENSAL. O relatório acima mostra um dos vários modelos para inventario do estoque.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada. Página2 Cadastro de Categorias O cadastro de categoria é utilizado dentro do gestor para o controle financeiro da empresa, por ela é possível saber a origem e a aplicação dos recursos, como por exemplo,

Leia mais

Informativo de Versão 19.03

Informativo de Versão 19.03 Informativo de Versão 19.03 Índice ERP Faturamento e Cupom Fiscal - ECF... 2 Emissão de NF-e e Emissão de Cupom Fiscal (Chamado 25717)... 2 Movimento Entrada de Produtos (Chamado 25318)... 7 Emissão e

Leia mais

CONVERJ Execução Folha de Pagamento

CONVERJ Execução Folha de Pagamento 1 CONVERJ Execução Folha de Pagamento Proponente Versão 1.4 Maio/2016 2 Sumário 1 Inclusão de Folha de Pagamento Via Remessa Eletrônica... 3 1.1 Gerenciar Processo de Compra de Folha de Pagamento... 3

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA EMISSÃO DE DARF DE TRIBUTOS RETIDOS POR FORNECEDOR/NOTA FISCAL Para facilitar o controle dos tributos

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Prestador de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados... 4 4. Encerrando a apuração

Leia mais

Bem-vindo ao curso sobre moedas

Bem-vindo ao curso sobre moedas Bem-vindo ao curso sobre moedas. 6-1-1 Neste tópico, discutiremos como definir moedas no processo de implementação. Explicaremos as consequências das escolhas na definição de moedas no processo de contabilidade

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição O que é? é quantia em dinheiro que sobra do preço de venda de um produto, serviço ou mercadoria após retirado o valor do custo variável unitário. Esta quantia é que irá garantir a cobertura do custo fixo

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 16 9. Movimentos Bancários: O controle bancário é um poderoso instrumento de gestão, pelo qual o empresário ou a diretoria de uma empresa pode verificar com rapidez e eficiência a disponibilidade

Leia mais

Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização

Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização Atualizado em 02/07/15 Pág.: 1/9 SUMÁRIO Introdução... 3 1. Índice de nacionalização... 3 2. Objetivo da planilha... 4 3. O preenchimento

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Manual de orientação do Sistema de Requisição de Recibos Anuais SRA Versão 1.0 Sumário Apresentação do sistema... 3 Requisitos do sistema... 3 Cadastrar uma senha para acessar

Leia mais

Cadastro de Clientes

Cadastro de Clientes Cadastro de Clientes Uma boa gestão começa na importância dada ao cadastro de clientes. O cadastro de clientes é uma ferramenta fundamental para melhorar as vendas da sua empresa e fidelizar seu cliente.

Leia mais

BAIXA AUTOMÁTICA DAS PARCELAS DO CARTÃO

BAIXA AUTOMÁTICA DAS PARCELAS DO CARTÃO BAIXA AUTOMÁTICA DAS PARCELAS DO CARTÃO Veja como realizar a baixa automática da parcelas do cartão, importando o arquivo retorno enviado pela operadora de cartão, conforme o layout especificado pela CIELO.

Leia mais

SISTEMA DE PATRIMÔNIO FECHAMENTO MÊS

SISTEMA DE PATRIMÔNIO FECHAMENTO MÊS SISTEMA DE PATRIMÔNIO FECHAMENTO MÊS 1) O que é o fechamento do mês? O FECHAMENTO é um recurso que foi acrescentado no sistema de patrimônio com o objetivo de gerar os saldos mensais de cada elemento de

Leia mais

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR Parâmetros *O campo Limite para compensação de prejuízos anteriores, é utilizado pelas empresas que em um determinado período de apuração, obtiveram prejuízo, e sobre esse

Leia mais

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 10/09/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TFBDWX

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ANEXO III

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ANEXO III 1 ANEXO III Cadastro e Habilitação de Fornecedores Nesta tela serão cadastrados os fornecedores, seus representantes, contatos, suas atividades, sócios, contas bancárias, documentos, observações e anotações,

Leia mais

e-lalur: Empresas do Lucro Real

e-lalur: Empresas do Lucro Real e-lalur: Empresas do Lucro Real 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu Resultado Contábil...

Leia mais

PROCESSO DE CANCELAMENTO

PROCESSO DE CANCELAMENTO PROCESSO DE CANCELAMENTO 1. Processo de Cancelamento do Pedido 1 1.1 Conferindo o Cancelamento da Nota Fiscal do Pedido 4 1.2 Ativação de Conta Corrente Residual 5 1.3 Como consultar um Pedido Cancelado?

Leia mais

Bem-vindo ao tópico sobre importação de um plano de contas usando o Data Transfer Workbench.

Bem-vindo ao tópico sobre importação de um plano de contas usando o Data Transfer Workbench. Bem-vindo ao tópico sobre importação de um plano de contas usando o Data Transfer Workbench. 1 Neste tópico, você verá como importar um plano de contas usando o Data Transfer Workbench. 2 Neste cenário

Leia mais

Formulário para Pré-Análise de Petição -SALVAGUARDA TRANSITÓRIA-

Formulário para Pré-Análise de Petição -SALVAGUARDA TRANSITÓRIA- Formulário para Pré-Análise de Petição -SALVAGUARDA TRANSITÓRIA- ESTE É UM FORMULÁRIO PARA AUXILIAR OS INTERESSADOS NA ELABORAÇÃO DE PETIÇÃO OBJETIVANDO A ABERTURA DE INVESTIGAÇÃO DE SALVAGUARDA TRANSITÓRIA.

Leia mais

Itens e depósitos Soluções

Itens e depósitos Soluções Itens e depósitos Soluções : Itens Tópico: Métodos de avaliação Ao concluir este exercício, você estará apto a: Descrever as configurações para estoque permanente Criar e utilizar um item com o método

Leia mais

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento.

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento. Faturamento Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos tributos, etc, você deverá usar as opções de Faturamento. Notas Fiscais

Leia mais

Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO. Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos.

Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO. Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos. Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos. Passo 1: Para a empresa que ainda não tem cadastro no Indea você deve acessar

Leia mais

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento Versão 8.2C-09 Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso,

Leia mais

Razonete e Balancete. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN

Razonete e Balancete. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN Razonete e Balancete Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN 9788502065901 Razonete Também denominada gráfico em T ou conta em T, o razonete - uma versão simplificada do

Leia mais

Compras Planejamento de Estoque

Compras Planejamento de Estoque Compras Planejamento de Estoque Objetivo: Exibir a quantidade necessária de compra de um determinado produto, com base nas vendas, tempo de ressuprimento, curva ABC e estoque mínimo do produto. Ressuprimento

Leia mais

Dicas para geração de Arquivos IN86 do Financeiro Sistema QAD

Dicas para geração de Arquivos IN86 do Financeiro Sistema QAD Dicas para geração de Arquivos IN86 do Financeiro Sistema QAD Passo-a-passo üa Interface para a Norma IN86 do sistema QAD disponibiliza os arquivos cujos dados existem no sistema QAD. Para que os arquivos

Leia mais

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8 CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Manual do Usuário - Firma Inspetora SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O

Leia mais

Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança. Guia rápido Visa Vale Pedágio

Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança. Guia rápido Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança Guia rápido Visa Vale Pedágio Cartão com chip, pré-pago e recarregável, que possibilita o pagamento da tarifa de pedágio pelos caminhoneiros. Carregado pelas transportadoras e entregue

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Santa Catarina

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Santa Catarina Nota Fiscal 29/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 6 6. Referências...

Leia mais

Sistema de Controle. Menu de Estoque.

Sistema de Controle. Menu de Estoque. Sistema de Controle Logístico de Medicamentos 1 Menu de Estoque 0800 61 2439 siclom@aids.gov.br Endereço de acesso do SICLOM: Esse endereço é do banco de produção, que é o banco oficial do SICLOM. https://siclom.aids.gov.br

Leia mais

CAPITULO SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DO GOVERNO FEDERAL - SIAFI

CAPITULO SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DO GOVERNO FEDERAL - SIAFI CAPITULO 020000 - SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DO GOVERNO FEDERAL - SIAFI SECAO 021200 - FACILIDADE PARA UTILIZAÇÃO DO SIAFI (DICAS) ASSUNTO 021216 - PROCEDIMENTO PARA INCLUSÃO DE FOLHA

Leia mais

8 Crie um pequeno sistema para controle automatizado de estoque, com os seguintes registros:

8 Crie um pequeno sistema para controle automatizado de estoque, com os seguintes registros: TRABALHO: REGISTROS 8 Crie um pequeno sistema para controle automatizado de estoque, com os seguintes registros: CLIENTES NOTAS ITENS_NOTAS PRODUTOS Cod_cliente Num_NF Num_NF Cod_produto Endereco Cod_cliente

Leia mais

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL)

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) Para que o cálculo do INSS Patronal seja realizado, favor seguir os procedimentos abaixo: 1 - No Módulo de Contabilidade, deverão ser associadas as contas Operacionais

Leia mais

MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples

MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples ÍNDICE Compras 1- CONTROLE PATRIMONIAL: Implantação bens móveis simples MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples Clicar em novo, informar os dados do bem: Para localizar

Leia mais

Recarga Cielo Guia Recarga

Recarga Cielo Guia Recarga Recarga Cielo Guia Recarga O serviço de Recarga Cielo traz comodidade a seus clientes e muitos benefícios para seu estabelecimento. Com ele, você oferece recarga de telefones prépagos (fixos e móveis)

Leia mais

Sumário. Capítulo Breves Noções Históricas A Contabilidade no Brasil O Símbolo da Contabilidade...4

Sumário. Capítulo Breves Noções Históricas A Contabilidade no Brasil O Símbolo da Contabilidade...4 Sumário Capítulo 1 Breves Noções Históricas...1 1.1. Breves Noções Históricas...1 1.2. A Contabilidade no Brasil...3 1.3. O Símbolo da Contabilidade...4 Capítulo 2 Conceitos Iniciais...5 2.1. A Definição

Leia mais

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Sumário Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Capítulo 2. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo XML 12 Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições

Leia mais

1. Importações Cordilheira

1. Importações Cordilheira 1. Importações Cordilheira 1.1. Nf-e (Entrada) Esta rotina tem como objetivo importar as Notas Fiscais de Entrada correspondentes ao Estabelecimento, a partir de uma nota de saída de seu fornecedor. Selecione

Leia mais

SLF e SCP. Sistema de Livros Fiscais e Sistema de Contas a Pagar

SLF e SCP. Sistema de Livros Fiscais e Sistema de Contas a Pagar SLF e SCP Sistema de Livros Fiscais e Sistema de Contas a Pagar Cadastros - Cadastros Cadastros dos Parâmetros da Empresa: Cadastro de Fornecedores: O Cadastro de Fornecedores pode ser alimentado manualmente

Leia mais

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica Manifestação do Destinatário Eletrônica MD-e Produto : RM Totvs Gestão de Estoque, Compra e Faturamento Bibliotecas RM : 11.52.63 ou superior Processo : Manifesto do Destinatário Eletrônico MD-e Subprocesso

Leia mais

Módulo Retaguarda Relatórios e Relações

Módulo Retaguarda Relatórios e Relações Módulo Retaguarda Relatórios e Relações 1 Objetivo Os relatórios e relações que podem ser exibidos no módulo Retaguarda são instrumentos valiosos para o gestor. Eles podem ser utilizados como auxílio à

Leia mais

1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados da Empresa modelo...7 2.2. Duplicação de dados da empresa modelo...8. 3. Parâmetros da Empresa...

1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados da Empresa modelo...7 2.2. Duplicação de dados da empresa modelo...8. 3. Parâmetros da Empresa... 1 2 Índice 1. Controle de Exercício...5 1.1. Criação de novo exercício...5 1.2. Exclusão de Exercício...6 1.3. Encerramento do exercício...6 1.4. Abertura de exercício...7 1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados

Leia mais

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06 1 2 Patrimônio ÍNDICE ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples 04 1.1- Implantação Automática 06 1.2- Implantação via Nota de Compra 07 2- Transferência de Bens 08 3- Transferência

Leia mais

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS Realizar a entrada de notas fiscais é importante para manter o estoque da loja atualizado. Acesso o menu Movimento>Entrada de notas fiscais e selecione

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos)

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Manual do Usuário Versão 1.0 Fevereiro, 2014 Índice

Leia mais

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT.

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Versão: 16/03/12 As instruções abaixo aplicam-se a todas as Operações de Transportes

Leia mais

Manual do cadastro de clientes

Manual do cadastro de clientes Manual do cadastro de clientes Os processos comerciais iniciam com o cadastro de clientes, que deve ser feito com o programa 203. Este programa possui várias guias, também conhecidas como orelhas, que

Leia mais

ANEXO 1 DA INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM Nº 10, DE 23 DE JULHO DE 2009

ANEXO 1 DA INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM Nº 10, DE 23 DE JULHO DE 2009 ANEXO 1 DA INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM Nº 10, DE 23 DE JULHO DE 2009 1 - DADOS TÉCNICOS DE GERAÇÃO DO ARQUIVO 1.1 - CD-ROM de 650MB: 1.1.1 - Formatação: compatível com o MS-Windows; 1.1.2 - Tamanho do

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B 1 - Logomarca da empresa na tela principal Alterada a tela principal do sistema para exibir a logomarca da empresa no lugar do atalho para acesso

Leia mais

Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel.

Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel. Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel. 1 Neste tópico, você verá como importar cadastros de parceiros de negócios, dados do cadastro do item e listas de preços usando a ferramenta Importar

Leia mais

MANUAL EVENTOS APOIADOS

MANUAL EVENTOS APOIADOS MANUAL DE EVENTOS APOIADOS Atualizado em 06 de Maio de 2016 1. INTRODUÇÃO... 3 2. NATUREZA DO APOIO... 3 3. PROPOSTA DE REALIZAÇÃO DO EVENTO... 3 3.1 PERÍODO DE REALIZAÇÃO DOS EVENTOS... 4 4. SERVIÇOS

Leia mais

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web Manual do Usuário Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente O módulo de CRM possui ferramentas práticas para auxiliar no atendimento ao cliente

Leia mais

Guia Rápido Contas a Pagar

Guia Rápido Contas a Pagar Guia Rápido Contas a Pagar Produto : Totvs Série 1 Saúde (Personal Med) Versão do doc. : BR_001 Caminho : Financeiro / Contas / Contas a Pagar Neste guia você verá como utilizar a tela Contas a pagar do

Leia mais

Download de elementos documentais:

Download de elementos documentais: Concurso Público para empreitada de pavilhão polidesportivo: Está disponível no mercado electrónico da construção econstroi.com a possibilidade de concorrer ao Concurso Público para a construção do da

Leia mais

Operacional Vendas > Forma de Recebimento > Maq.Própria informar o cartão e depois informar a bandeira referente a maquina própria.

Operacional Vendas > Forma de Recebimento > Maq.Própria informar o cartão e depois informar a bandeira referente a maquina própria. Histórico das atualizações Versão Data Atualizações 5.52.00 Implantações/Modificações: 5.52.00-02/08/2012 1-Implantação de recebimento cartão passado em maquineta própria em vendas terrestres. Operacional

Leia mais

Rateio por Despesas por Contas Contábeis

Rateio por Despesas por Contas Contábeis Rateio por Despesas por Contas Contábeis Introdução É possível efetuar configuração no sistema para que a contabilização das despesas seja rateada entre departamentos/centros de custo, de acordo com percentuais

Leia mais

Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas.

Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas. Consulta restituição Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas. Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico,

Leia mais

CONTAS A PAGAR. Como efetuar o lançamento. Arquivo > Financeiro > Lancamentos > Contas a Pagar. Novo

CONTAS A PAGAR. Como efetuar o lançamento. Arquivo > Financeiro > Lancamentos > Contas a Pagar. Novo CONTAS A PAGAR Serão lançados nesse módulo os documentos relativos a despesas da empresa que ainda serão pagos. Ex: Notas Fiscais de Aquisição de Produtos/Serviços, Contas de Energia, Telefone, Água, Folha

Leia mais

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e Natureza 86 Simples Remessa Por causa do sigilo fiscal, foram hachurados os dados do contribuinte. Toda NFP-e emitida neste ambiente

Leia mais

MANUAL DA INTEGRAÇÃO GENESIS/ONE + CAKE ERP. Configuração da Plataforma Rakuten Genesis e One no Cake ERP

MANUAL DA INTEGRAÇÃO GENESIS/ONE + CAKE ERP. Configuração da Plataforma Rakuten Genesis e One no Cake ERP MANUAL DA INTEGRAÇÃO GENESIS/ONE + CAKE ERP Configuração da Plataforma Rakuten Genesis e One no Cake ERP INTRODUÇÃO Olá, Nesse manual você vai aprender a integrar o Cake ERP com a plataforma Genesis da

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Material Desenvolvido para a Célula Contábil Autor:

Leia mais

3.1 - Economia fechada e sem governo

3.1 - Economia fechada e sem governo Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Ciências Econômicas Departamento de Ciências Econômicas ECO-02215 - Contabilidade Social Agregados econômicos e identidades contábeis Famílias e empresas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMARÉ ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO 5 ESTRUTURA TARIFÁRIA TARIFA DE ÁGUA E ESGOTO ESGOTAMENTO SANITÁRIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMARÉ ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO 5 ESTRUTURA TARIFÁRIA TARIFA DE ÁGUA E ESGOTO ESGOTAMENTO SANITÁRIO ANEXO 5 ESTRUTURA TARIFÁRIA TARIFA DE ÁGUA E ESGOTO ESGOTAMENTO SANITÁRIO A seguir é apresentada a Estrutura Tarifária a ser praticada pela Concessionária durante o período de vigência do Contrato de Concessão.

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE IR PREVIDÊNCIA

GUIA PARA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE IR PREVIDÊNCIA Enviamos a todos os clientes que tenham realizado no ano-calendário de 2015 contribuições para o plano de previdência, resgates ou recebido renda de aposentadoria, o INFORME DE RENDIMENTO FINANCEIRO E

Leia mais

BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL

BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL Manual para procedimentos básicos A tela inicial irá apresentar um menu com as seguintes opções: Introdução, Manual, Vocabulário, Consulta e Sair. 1

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS - SIADS ESTOQUE - RECUPERA 5.4 TRANSAÇÃO: RECUPERA (CONSULTAS/RELATÓRIOS) CONSUMO /PERMANENTE

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS - SIADS ESTOQUE - RECUPERA 5.4 TRANSAÇÃO: RECUPERA (CONSULTAS/RELATÓRIOS) CONSUMO /PERMANENTE 5. SUBSISTEMA ESTOQUE 5.4 TRANSAÇÃO: RECUPERA (CONSULTAS/RELATÓRIOS) CONSUMO /PERMANENTE 5.4.1 DESCRICAO: Transação que permite recuperar informações, emitir relatórios e termos referentes ao estoque e

Leia mais

Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões

Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões Prof. Carlos A. Heuser Dezembro de 2009 Duração: 2 horas Prova com consulta Questão 1 (Construção de modelo ER) Deseja-se projetar a base de

Leia mais

Importação NFe. As Notas Fiscais podem ser importadas por meio do arquivo XML enviado pelo fornecedor ou direto do portal da Nfe.

Importação NFe. As Notas Fiscais podem ser importadas por meio do arquivo XML enviado pelo fornecedor ou direto do portal da Nfe. Importação NFe Essa opção tem o objetivo importar as Notas Fiscais Eletrônicas, tornando o processo de lançamentos das Notas Ficais de entradas mais rápido. As Notas Fiscais podem ser importadas por meio

Leia mais

OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência,

OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência, Cadastro de Empresa OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência, principalmente, no financeiro. Anexando uma

Leia mais

DEF. Índice: Cap. 01 DEF Peugeot. Cap. 02 DEF Volkswagen

DEF. Índice: Cap. 01 DEF Peugeot. Cap. 02 DEF Volkswagen DEF Índice: Cap. 01 DEF Peugeot Cap. 02 DEF Volkswagen Parametrização Peugeot O SISDIA preenche automaticamente a planilha do DEF Peugeot. Para isso é necessário efetuar o cadastro dos parâmetros, direcionando

Leia mais

PONTOS/TALÕES DE DESCONTO

PONTOS/TALÕES DE DESCONTO /TALÕES DE DESCONTO 1. Configuração de pontos... 3 Tipo de Critério... 5... 5 Cabeçalho... 5 Detalhes Artigo... 7 Lista... 7 Individual... 8 Modo de Atribuição... 8 Detalhes Família... 10 Lista... 10 Modo

Leia mais

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e. Natureza 49 Venda Interestadual para Entrega Futura

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e. Natureza 49 Venda Interestadual para Entrega Futura Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e Natureza 49 Venda Interestadual para Entrega Futura Por causa do sigilo fiscal, foram hachurados os dados do contribuinte. Toda NFP-e

Leia mais

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO Ano-Base da Declaração: Nº Protocolo de Entrega: (anotar o número fornecido pelo Sistema da SEFAZ) Declaração de Baixa ( ) Sim ( ) Não Data encerramento atividades: / / Declaração

Leia mais

Configurações da DMPL. Tutorial do Usuário Configurações da DMPL

Configurações da DMPL. Tutorial do Usuário Configurações da DMPL Tutorial do Usuário Configurações da DMPL 1 Conteúdo Apresentação... 3 Configurações... 4 Tela de configuração... 4 Aba Reserva de Capital (1)... 6 Aba Reserva de Lucros (2)... 7 Aba Ajustes (3)... 8 Aba

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CNPJ Nº /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CNPJ Nº / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Nº 10.561.127/0001-33 Informações referentes à Setembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Pagar>Renegociação de Parcelas Referência: FS145 Versão: 2016.03.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS DATASUS Gerenciador de Ambiente Laboratorial GAL Manual do Usuário Módulo Laboratório Manual de Operação_Módulo Laboratório_Controle

Leia mais

1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais

1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais 1 2 1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais 1.1. Cadastro de Códigos Contábeis Para que os lançamentos sejam integralizados é necessário o preenchimento do código contabil de integração. Siga as instruções

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPARTA CICLICO FIM 07.552.643/0001-97 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SPARTA CÍCLICO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

ANEXO VI PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA CONCORRÊNCIA Nº. 002/2010 CONCORRÊNCIA Nº. 002/2010

ANEXO VI PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA CONCORRÊNCIA Nº. 002/2010 CONCORRÊNCIA Nº. 002/2010 À DME Distribuição S/A - DMED A empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob o n..., estabelecida à Av./Rua..., n..., bairro..., na cidade de..., CEP..., telefone..., fax..., e-mail..., vem pela presente apresentar

Leia mais

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 Copyright 2015 Synchro Solução Fiscal Brasil 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. A Manifestação do Destinatário no DF-e Manager...

Leia mais

Boletim Técnico esocial

Boletim Técnico esocial esocial Datasul Materiais (Tomadores de Serviço) Produto : Datasul 11.5.10 - MRE -Recebimento Projeto : DMAT001/IRM2047 Data da criação : 05/03/2014 Data da revisão : 07/03/14 País(es) : Brasil Banco(s)

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES-FACELI FELIPE GARCIA COELHO SAMIRA CALEGARI BRUMATTI. Espécies de sociedade e estatuto social

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES-FACELI FELIPE GARCIA COELHO SAMIRA CALEGARI BRUMATTI. Espécies de sociedade e estatuto social FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES-FACELI FELIPE GARCIA COELHO SAMIRA CALEGARI BRUMATTI Espécies de sociedade e estatuto social LINHARES 2010 FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

Sistema de Devolução Automática de Tributos Módulo Crédito em Conta Corrente

Sistema de Devolução Automática de Tributos Módulo Crédito em Conta Corrente Sumário 1 Consultar disponibilidade de restituição... 2 1.1 Consultar com senha Web ou Certificação digital... 3 1.2 Consultar com CPF ou CNPJ... 4 1.3 Consultar por Sistemas de Cobrança... 4 2 Solicitar

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS. Revisado em: 05/02/2016

Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS. Revisado em: 05/02/2016 Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS Revisado em: 05/02/2016 **Após o deferimento do Registro do Estabelecimento pelo Coordenador Estadual, o RL (Representante Legal) receberá um e-mail informando

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista 14/08/07 OBJETIVO Incentivar os adquirentes de mercadorias, bens e serviços de transporte interestadual e intermunicipal

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br 1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED www.sth.net.br Entrada de Mercadoria - SPED Antonio Taumar Benício Filgueiras. Sistech Informática - Sistemas Empresariais. www.sth.net.br SPED Sistema

Leia mais

Dicas do Roteiro de Análise Funcional

Dicas do Roteiro de Análise Funcional Dicas do Roteiro de Análise Funcional Teste 008 - DAV - Verificar REQUISITO VI. Teste 010 - revogado ->Cancelamento do DAV. (DAV só tem 2 status Emitido Cupom fiscal e em aberto). Teste 011 - Confira se

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO

GUIA DE PREENCHIMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS (RAPP) TRANSPORTE DE PRODUTOS QUÍMICOS, PERIGOSOS OU COMBUSTÍVEIS VERSÃO 3 IBAMA JANEIRO,

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

Parametrização do Banco de Dados PROGRESS Base de Dados Origem

Parametrização do Banco de Dados PROGRESS Base de Dados Origem A conversão dos dados do TMS 4.01 para o SIGAGFE Gestão de Frete Embarcador utiliza uma conexão de dados ODBC. Parametrização do Banco de Dados PROGRESS Base de Dados Origem 1. Configurar a base de dados

Leia mais