TREINAMENTO 2015 COMPETÊNCIA & PRATICIDADE NO SEU PROCESSO DE USINAGEM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TREINAMENTO 2015 COMPETÊNCIA & PRATICIDADE NO SEU PROCESSO DE USINAGEM"

Transcrição

1 TREINAMENTO 2015 COMPETÊNCIA & PRATICIDADE NO SEU PROCESSO DE USINAGEM

2

3 PROGRAMA DE TREINAMENTO SECO TOOLS BRASIL SECO TOOLS O seu verdadeiro parceiro Competente & Prático...4 TECNOLOGIA DE USINAGEM: Fresamento...5 Torneamento...6 Furação...7 Roscamento...8 Produtividade...9 Hard Materials PCBN...10 Alargamento & Mandrilamento...11 PARCEIROS Parcerias que fazem toda a diferença...12 REPRESENTANTES & DISTRIBUIDORES Levamos competência & praticidade para todo o Brasil...13

4 SECO TOOLS O SEU VERDADEIRO PARCEIRO COMPETENTE & PRÁTICO Com sede em Fagersta na Suécia, a Seco Tools possui uma reputação mundial no desenvolvimento de soluções inovadoras no corte dos metais e trabalha em estreita colaboração com os clientes para entender e atender suas necessidades de forma eficaz. Nós empregamos mais de funcionários em 50 países e capacitamos membros da nossa equipe através de treinamento, desenvolvimento e programas de reconhecimento, bem como um ambiente de comunicação aberta. Nossos funcionários incorporam três valores fundamentais - paixão pelos clientes, espírito de família e comprometimento pessoal - que definem a nossa política de negócios e como interagimos uns com os outros, bem como com nossos clientes, fornecedores e outros parceiros. Saiba mais em 4

5 TECNOLOGIA DE USINAGEM: FRESAMENTO OBJETIVOS Informar os conceitos fundamentais da tecnologia de fresamento; Estudar a cinemática do processo de corte do fresamento; Informar aspectos técnicos relevantes sobre a temperatura e a formação dos cavacos nas operações de fresamento; Apresentar recomendações práticas relevantes para a aplicação das ferramentas de corte de metal duro nas aplicações de fresamento; Discutir a influência do fresamento centrado sobre os parâmetros de corte sobre o desempenho das ferramentas de metal duro; Apresentar considerações geométricas e construtivas; Estudar o efeito do passo sobre as operações de fresamento; Estudar o efeito do diâmetro da fresa e do seu posicionamento relativo ao componente; Entender o efeito do posicionamento axial das pastilhas sobre o desempenho da ferramenta de fresar; Estudar os movimentos de interpolação circular / helicoidal; Entender a correção da velocidade de avanço nos movimentos circulares, Estudar a especificação de sistemas de fresamento. PÚBLICO ALVO Profissionais de nível operacional, ferramentaria e manutenção; Profissionais de almoxarifado e administração de ferramentas; Operadores multifuncionais; Compradores que não tenham conhecimento específico; Programadores de máquinas comandadas numericamente, Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATAS 06 / FEVEREIRO / / NOVEMBRO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. 5

6 TECNOLOGIA DE USINAGEM: TORNEAMENTO UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 17 / ABRIL / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. OBJETIVOS Informar os conceitos fundamentais da tecnologia do metal duro e sua aplicação; Informar a lógica de classificação das classes de metal duro segundo normas internacionais e os códigos ISO das pastilhas; Informar aspectos técnicos relevantes das ferramentas; Apresentar recomendações práticas relevantes para a aplicação das ferramentas de corte de metal duro; Estudar a formação dos cavacos e sua influência sobre o processo de torneamento e sobre a seleção de ferramentas e pastilhas; Discutir a influência dos parâmetros de corte sobre o desempenho e a aplicação das ferramentas de metal duro para torneamento; Estudar o efeito dos materiais sobre o processo; Praticar a seleção de porta-ferramentas e pastilhas em casos práticos, Entender a lógica da seleção dos parâmetros de corte. PÚBLICO ALVO Profissionais de nível operacional, ferramentaria e manutenção; Profissionais de almoxarifado e administração de ferramentas; Operadores multifuncionais; Compradores que não tenham conhecimento específico; Programadores de máquinas comandadas numericamente, Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. 6

7 TECNOLOGIA DE USINAGEM: FURAÇÃO OBJETIVOS Informar os conceitos fundamentais da tecnologia do metal duro e sua aplicação; Informar a lógica da chave de códigos para brocas sólidas, com coroas intercambiáveis e com pastilhas intercambiáveis; Informar as influências das diferentes variáveis do processo do corte sobre as operações de furação; Apresentar recomendações práticas relevantes para a aplicação das ferramentas de corte de metal duro; Apresentar recomendações práticas de manuseio e manutenção das ferramentas de corte; Praticar a seleção de ferramentas e dados de corte em casos práticos, Entender a lógica da seleção dos parâmetros de corte. PÚBLICO ALVO Profissionais de nível operacional, ferramentaria e manutenção; Profissionais de almoxarifado e administração de ferramentas; Operadores multifuncionais; Compradores que não tenham conhecimento específico; Programadores de máquinas comandadas numericamente, Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 15 / MAIO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. 7

8 TECNOLOGIA DE USINAGEM: ROSCAMENTO UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 17 / JULHO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. OBJETIVOS Informar os conceitos fundamentais da tecnologia de roscamento por torneamento e fresamento; Informar a classificação das categorias de roscas e seus propósitos; Comentar sobre os principais processos de fabricação de roscas (vantagens e limitações); Estudar a cinemática do processo de roscamento por torneamento e fresamento; Informar os aspectos técnicos relevantes sobre métodos de penetração e suas influências sobre a formação dos cavacos nas operações de torneamento e fresamento de roscas; Estudar os fundamentos dos processos de roscamento - nomenclatura, tipos de roscas, uma ou várias entradas, tolerâncias de fabricação, correção do ângulo de hélice, etc; A preparação prévia dos componentes; A pré-usinagem de roscas; As vantagens competitivas do fresamento de roscas, Guia de otimização para operações de roscamento. PÚBLICO ALVO Profissionais de nível operacional, ferramentaria e manutenção; Profissionais de almoxarifado e administração de ferramentas; Operadores multifuncionais; Programadores de máquinas comandadas numericamente, Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. 8

9 TECNOLOGIA & PRODUTIVIDADE DESCRIÇÃO O treinamento "Tecnologia & Produtividade" tem como objetivo principal realizar uma discussão aberta sobre produção enxuta. Para isso, abordará assuntos como: Breve histórico sobre modelos de produção; Noção de ciclo de vida de produtos; Produção em massa x Produção em lotes; Diversificação x Flexibilização; Demanda x Capacidade produtiva; Enxugar: uma questão de sobrevivência; A engenharia está no caminho certo? Onde a usinagem entra em tudo isso? Em quais variáveis atuar? Em quais parcelas de variável devemos atuar? Da preparação ao componente acabado; O orçamento e o real executado, A padronização e eliminação de desperdícios. PÚBLICO ALVO Gerentes de operação e produção; Supervisores de produção; Líderes de produção; Profissionais de processo, Profissionais de planejamento e melhoria contínua. UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 14 / AGOSTO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. 9

10 TECNOLOGIA DE USINAGEM: HARD MATERIALS PCBN UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 18 / SETEMBRO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. OBJETIVOS Informar os conceitos fundamentais de aplicação das ferramentas policristalinas de base CBN; Informar os principais campos de aplicação das ferramentas PCBN; Informar as particularidades, abrangência e limitações dos processos de torneamento e fresamento com ferramentas PCBN (Hard Turning, Hard Milling, High Speed Milling, etc); Informar aspectos técnicos relevantes das ferramentas e sua movimentação em relação ao componente; Informar os requisitos básicos necessários, para máquina, ferramentas e dispositivos; Apresentar recomendações práticas relevantes para a aplicação das ferramentas de PCBN; Informar a lógica da chave de código para as ferramentas de PCBN Seco, Discutir a influência dos parâmetros de corte sobre o desempenho e a aplicação das ferramentas PCBN. PÚBLICO ALVO Gerentes industriais; Engenheiros de produtos e de processos; Projetistas, processistas e analistas de ferramentas; Programadores de máquinas comandadas numericamente; Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. 10

11 TECNOLOGIA DE USINAGEM: ALARGAMENTO & MANDRILAMENTO OBJETIVOS Informar as particularidades, abrangência e limitações da linha de produtos para alargamento; Informar aspectos técnicos relevantes à cinemática do processo e os conceitos relacionados à seleção das ferramentas; Discutir conceitos fundamentais sobre ajustes e tolerâncias; Entender o conceito da geometria de entrada e seu efeito sobre os resultados de precisão, acabamento superficial e desempenho dos alargadores; Informar as vantagens e limitações das conexões modulares das operações de mandrilamento; Estudar as operações de mandrilamento em desbaste e acabamento; Estudar o efeito do mecanismo de ajustagem; Estudar os modos de operação sincronizados e independente em mandrilamentos simétricos e assimétricos; Conhecer as opções de unidades de corte balanceáveis e suas vantagens competitivas, Conhecer opções para mandrilamento de diâmetros extra-grandes. PÚBLICO ALVO Gerentes industriais; Engenheiros de produtos e de processos; Projetistas, processistas e analistas de ferramentas; Programadores de máquinas comandadas numericamente; Técnicos de processos e/ou profissionais da área técnica que especificam, determinam e utilizam ferramentas, máquinas e dispositivos multifuncionais. UTILIZE ESTE QRCODE PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO NESTE WORKSHOP DE TECNOLOGIA (Informe seu nome completo, RG, empresa e data do workshop) DATA 16 / OUTUBRO / 2015 HORÁRIO 9:00 ÀS 17:00H INSCRIÇÃO As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo informando: nome completo, RG, empresa e a data do workshop. 11

12 PARCERIAS QUE FAZEM TODA A DIFERENÇA Acreditamos que a construção e manutenção de parcerias são importantes para o sucesso. Por isso, procuramos soluções inteligentes e tecnológicas com empresas de ponta para oferecer o que há de melhor para todos durante nossos treinamentos. Através dessas parcerias, fazemos nossos treinamentos ainda mais práticos. 12

13 LEVAMOS COMPETÊNCIA & PRATICIDADE PARA TODO O BRASIL SÃO PAULO A.J. PIROLLO - (11) Jundiaí BRITOOLS - (19) Campinas BSO TOOLS - (11) Guarulhos DREF - (15) Sorocaba E.B. REPRES. - (16) Araraquara EXATA FERRAM. - (19) Americana FOCCUS TOOLS - (16) Ribeirão Preto GOMES TOOLS - (19) Piracicaba JOMAVI REPRES. - (16) Sertãozinho LOGIC FERRAM. - (11) Grande ABC MAGO TOOLS - (12) São José dos Campos NEILE FERRAM. - (12) Caçapava PACHECO TOOLS - (11) São Bernardo do Campo RCL FERRAM. - (15) Sorocaba SBERGA TOOLS - (19) Araras SM TOOLS - (11) Ipiranga BAHIA & SERGIPE TECH TOOLS - (71) Lauro de Freitas MINAS GERAIS NEW TOOLS - (31) Contagem VEGA TOOLS - (31) Belo Horizonte NORDESTE KRETLI TOOLS - (83) Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte) PARANÁ ABC.CO - (41) Curitiba RIO DE JANEIRO RENIX. - (21) Rio de Janeiro RIO GRANDE DO SUL LESI - (54) Caxias do Sul LESI - (51) Porto Alegre SANTA CATARINA RC2 - (47) Joinville 13

14 ANOTAÇÕES 14

15 SUA JORNADA DE TRABALHO ESTÁ PRESTES A MUDAR Com o My Pages, tudo o que você precisa para ficar no topo da curva de produção encontra-se na palma da sua mão. Desde a disponibilidade do produto a dados de corte, esse poderoso aplicativo simplifica suas tarefas diárias. SIMPLESMENTE PODEROSO & PODEROSAMENTE SIMPLES SECOTOOLS.COM/MYPAGES

16 SECO TOOLS IND. E COM. LTDA AV. JOHN BOYD DUNLOP, 1500 DISTRITO INDUSTRIAL ÉDEN CEP SOROCABA/SP TEL (15)

TREINAMENTO 2016 CONHECIMENTO & TECNOLOGIA QUE GARANTEM O SEU SUCESSO

TREINAMENTO 2016 CONHECIMENTO & TECNOLOGIA QUE GARANTEM O SEU SUCESSO TREINAMENTO 2016 CONHECIMENTO & TECNOLOGIA QUE GARANTEM O SEU SUCESSO NÓS FAZEMOS AS COISAS MAIS FÁCEIS PARA VOCÊ ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS Com sede em Fagersta na Suécia, a Seco Tools possui uma reputação

Leia mais

BROCAS DIN 338 N - HSS M2 HASTE CILÍNDRICA DESCRIÇÃO DIÂMETRO APLICAÇÃO

BROCAS DIN 338 N - HSS M2 HASTE CILÍNDRICA DESCRIÇÃO DIÂMETRO APLICAÇÃO DIN 338 N - HSS M2 HASTE CILÍNDRICA Broca cilíndrica corte direito 100% retificado, HSS-M2 std afiada. 118 º. Tolerância Ø: h8. Concentricidade assegurada. acabamento brilhante. Dureza 63-66 HRc. Construção

Leia mais

Conteúdo. Ferramentas Especiais Definição... 4. Classificação CT (Custom Tooling)... 5

Conteúdo. Ferramentas Especiais Definição... 4. Classificação CT (Custom Tooling)... 5 A Seco Tools tem a reputação de ser um dos líderes mundiais na fabricação e fornecimento de ferramentas de corte de metal duro e equipamentos correlatos. No entanto, a Seco apresenta uma força maior como

Leia mais

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer Tudo começou a partir do sonho de desenvolver uma marca sólida e de personalidade única no cenário carioca, com o objetivo de fornecer lazer e bem estar. E foi com essa ideia na cabeça que em 2004 foi

Leia mais

Furação e Alargamento

Furação e Alargamento UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville Furação e Alargamento DEPS Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Visão sistêmica de um processo de usinagem

Leia mais

Como escolher sua broca

Como escolher sua broca pdrilling Content w Como escolher sua broca Como escolher sua broca 1 Defina o diâmetro da broca e profundidade do furo Procure as faixas de diâmetro e profundidade do furo para as brocas relacionadas

Leia mais

Nas páginas a seguir, oferecemos os principais dados técnicos de nossa linha de produtos.

Nas páginas a seguir, oferecemos os principais dados técnicos de nossa linha de produtos. Catálogo Geral A INDEX fornece mais do que máquinas, fornece soluções. E com este objetivo buscamos a melhoria contínua de nossos produtos e serviços, superando desafios e inovando a cada dia. Com quase

Leia mais

ENGENHARIA DE APLICAÇÃO TREINAMENTOS TÉCNICOS

ENGENHARIA DE APLICAÇÃO TREINAMENTOS TÉCNICOS ENGENHARIA DE APLICAÇÃO TREINAMENTOS TÉCNICOS 2009 GRUPO SAINT-GOBAIN Tradição, Qualidade, Inovação e Liderança Fundada em 1665 na França, a Saint-Gobain começou como empresa inovadora em fabricação de

Leia mais

Perfil das mulheres empreendedoras

Perfil das mulheres empreendedoras Perfil das mulheres empreendedoras Estado de São Paulo Março/ 2013 Objetivos Conhecer quantas são as mulheres empreendedoras no estado de São Paulo; Conhecer o perfil das mulheres empreendedoras quanto

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Parte 1 (solicitante)

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

MÁQUINAS-FERRAMENTA. Linha de produtos para os segmentos de Energia, Óleo e Gás

MÁQUINAS-FERRAMENTA. Linha de produtos para os segmentos de Energia, Óleo e Gás MÁQUINAS-FERRAMENTA Linha de produtos para os segmentos de Energia, Óleo e Gás Indústrias Romi: Infraestrutura, tecnologia e know-how para a produção de máquinas de grande porte Os setores de geração de

Leia mais

www.meccomeletronica.com página 1

www.meccomeletronica.com página 1 Nem só o padeiro faz roscas Furação A furação é um processo de usinagem que tem por objetivo a geração de furos, na maioria das vezes cilíndricos, em uma peça, através do movimento relativo de rotação

Leia mais

Perfeitamente integrados para um processo contínuo. cad integration

Perfeitamente integrados para um processo contínuo. cad integration Perfeitamente integrados para um processo contínuo cad integration hypermill no Autodesk Inventor A integração do hypermill no CAD Autodesk Inventor é uma solução confiável que permite você implementar

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h Feira e Congresso da Construção Civil Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h APRESENTAÇÃO ÓTIMAS OPORTUNIDADES REUNIDAS EM UM AMBIENTE DE GRANDES NEGÓCIOS

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas TABELA DE ESCOLHA DO TIPO DE FRESA TIPO DE FRESA MATERIAL A SER CORTADO Com geometria de corte N aço com resistência até 80 kg/mm² aço beneficiado até 100 kg/mm² ferro fundido até

Leia mais

PROJETO DE OPERAÇÕES DE USINAGEM

PROJETO DE OPERAÇÕES DE USINAGEM Tarefas Envolvidas no Projeto de Operações de Usinagem: Planejamento do roteamento operações para fabricar uma peça ordem lógica Instruções suficientemente detalhadas para execução da usinagem? Projeto

Leia mais

Equipamento para medição e ajuste de ferramentas DMG MICROSET - Gerenciamento de Ferramentas

Equipamento para medição e ajuste de ferramentas DMG MICROSET - Gerenciamento de Ferramentas www.gildemeister.com DMG tecnologia e inovação Equipamento para medição e ajuste de ferramentas DMG MICROSET Gerenciamento de Ferramentas 02 I 03 DMG MICROSET 04 I 08 Equipamento de Ajuste Vertical 09

Leia mais

Descubra o poder e a simplicidade do GibbsCAM e como podemos ajudar sua empresa

Descubra o poder e a simplicidade do GibbsCAM e como podemos ajudar sua empresa Descubra o poder e a simplicidade do GibbsCAM e como podemos ajudar sua empresa Torneamento e Fresamento 2.5D Turning Package Produtividade máxima em tornos e centros de usinagem Crie sua geometria para

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAD/CAM. Profº Emerson Oliveira Matéria: CAD/CAM emerson.oliveira@ifsc.edu.br Câmpus Joinville

INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAD/CAM. Profº Emerson Oliveira Matéria: CAD/CAM emerson.oliveira@ifsc.edu.br Câmpus Joinville INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAD/CAM Profº Emerson Oliveira Matéria: CAD/CAM emerson.oliveira@ifsc.edu.br Câmpus Joinville Etapas CAD/CAM Quando o sistema tem comunicação direta. CAD/CAM Quando

Leia mais

Mais garra, mais força, mais Tiger.

Mais garra, mais força, mais Tiger. _ AS NOVAS CLASSES PARA TORNEAMENTO E FRESAMENTO Mais garra, mais força, mais Tiger. agora também para operações de torneamento: a nova geração ISO P _ PRATA, PRETO, MAIS FORTE : O referencial de excelência.

Leia mais

PROCESSOS A CNC. Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico

PROCESSOS A CNC. Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico PROCESSOS A CNC Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico 1 CFP SENAI VW OBJETIVO da disciplina PROCESSOS A CNC Exercício básico

Leia mais

Fresamento. UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville

Fresamento. UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville Fresamento DEPS Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Visão sistêmica de um processo de usinagem Aplicação

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

ÍNDICE. Square 6 Double Octomill Turbo 10 Fresas de Disco R Quattromill

ÍNDICE. Square 6 Double Octomill Turbo 10 Fresas de Disco R Quattromill SECO MILLING ÍNDICE Square 6 Double Octomill Turbo 10 Fresas de Disco 335.25 R220.88 Quattromill 2 3 4 5 6 7 SQUARE 6 TM PRODUTIVIDADE E ECONOMIA. A fresa Square 6 é uma solução confiável e econômica para

Leia mais

Parte 5 Operação de Furação

Parte 5 Operação de Furação Parte 5 Operação de Furação revisão 6 152 Parte 5 Operação de furação 5.1 Introdução Na área de usinagem metal-mecânica existem diversas formas de se obter furos em peças. Pode-se destacar os seguintes

Leia mais

Concurso Público Federal Edital 06/2015

Concurso Público Federal Edital 06/2015 PROVA Concurso Público Federal Edital 06/2015 Área: Mecânica/Usinagem QUESTÕES OBJETIVAS Conhecimentos Específicos 01 a 30 Nome do candidato: Nº de Inscrição: INSTRUÇÕES 1º) Verifique se este caderno corresponde

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Para programação automatizada e fabricação eficiente. estratégias cam

Para programação automatizada e fabricação eficiente. estratégias cam Para programação automatizada e fabricação eficiente estratégias cam O hypermill reduz os tempos de programação e usinagem Um software CAM completo: Uma gama ampla de estratégias de usinagem e de funcionalidades

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado imobiliário) Experiente, inovadora, diversificada Assim é a Rossi.

Leia mais

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime Objetivo : Identificar, reconhecer, dar visibilidade e estimular o trabalho de ONGs que contribuem, em articulação com as políticas públicas de educação e de assistência social, para a educação integral

Leia mais

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson.

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson. Expanda seu portfólio de produtos e aumente o seu negócio com a marca líder GLOBAL na indústria. EXPLORE SEUS NEGÓCIOS POTENCIAIS Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros

Leia mais

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela.

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela. Mete broca! Nesta aula, vamos estudar uma operação muito antiga. Os arqueólogos garantem que ela era usada há mais de 4000 anos no antigo Egito, para recortar blocos de pedra. Ela é tão comum que você

Leia mais

TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS

TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS André Richetti Jovani Panato Márcio Bacci da Silva Álisson Rocha Machado Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Mecânica,

Leia mais

Processos de Fabricação - Furação

Processos de Fabricação - Furação 1 Introdução Formas de obtenção de furos Definição de furação (usinagem): A furação é um processo de usinagem que tem por objetivo a geração de furos, na maioria das vezes cilíndricos, em uma peça, através

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Projeto: Pesquisa, Desenvolvimento e Validação de Metodologia para Capacitação de Empresários de MEs e EPPs

Projeto: Pesquisa, Desenvolvimento e Validação de Metodologia para Capacitação de Empresários de MEs e EPPs Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico - CDT Universidade de Brasília - UnB Projeto: Pesquisa, Desenvolvimento e Validação de Metodologia para Capacitação de Empresários de MEs e EPPs Ministério

Leia mais

Alta confiabilidade em cortes e canais mais profundos

Alta confiabilidade em cortes e canais mais profundos Alta confiabilidade em cortes e canais mais profundos As necessidades do usuário final......para operações de cortes e canais mais profundos foram reconhecidas nos primeiros estágios de desenvolvimento

Leia mais

PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP

PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP Prof. João Carlos Espíndola Ferreira, Ph.D. www.grima.ufsc.br/jcarlos/ jcarlos@emc.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de

Leia mais

Muito mais rápido. Vamos trabalhar juntos para amortizar os custos de investimento de sua nova máquina. Faça certo desde o início

Muito mais rápido. Vamos trabalhar juntos para amortizar os custos de investimento de sua nova máquina. Faça certo desde o início Investimentos em máquinas Faça certo desde o início Vamos trabalhar juntos para amortizar os custos de investimento de sua nova máquina. Muito mais rápido. 12 minutos podem reduzir 12 meses Se você estiver

Leia mais

Ceará Fortaleza ÁREA CURSO Março Abril Maio Junho ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação 14

Ceará Fortaleza ÁREA CURSO Março Abril Maio Junho ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação 14 Amazonas Manaus 5S - Implementação e Auditoria 25 Auditor Interno da - ISO 9001:2008 15 Auditor Líder da ISO 9001 - IRCA/2245 QMS Auditor/Lead Auditor Course (A17024) 29 Auditoria de Fornecedor 27 Como

Leia mais

há 30 anos mudando a história do morar brasileiro

há 30 anos mudando a história do morar brasileiro há 30 anos mudando a história do morar brasileiro Desde 1987, a CASA COR apresenta tendências e serve de palco para lançamentos de produtos. Oferece aos visitantes um roteiro cultural completo de atrações

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

SOBRE A COSA OBJETIVO RESPONSABILIDADE SOCIAL

SOBRE A COSA OBJETIVO RESPONSABILIDADE SOCIAL GRUPO COSA SOBRE A COSA OBJETIVO RESPONSABILIDADE SOCIAL O grupo Cosa foi fundado em Zurich, em 1927 com o nome de UHAG (Übersse Handel A G), tornando-se uma grande companhia especializada nas vendas de

Leia mais

Uma solução completa para programação CNC, totalmente em Português, presente no Brasil desde 2001, com soluções para tornos, centros de usinagem,

Uma solução completa para programação CNC, totalmente em Português, presente no Brasil desde 2001, com soluções para tornos, centros de usinagem, Uma solução completa para programação CNC, totalmente em Português, presente no Brasil desde 2001, com soluções para tornos, centros de usinagem, centros de torneamento e eletro-erosão a fio. Por que GibbsCAM?

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

O Poupatempo e sua nova forma de gestão

O Poupatempo e sua nova forma de gestão Fórum Internacional das Centrais de Atendimento Integrado 1 a 3 de junho de 2009 - Brasília - DF O Poupatempo e sua nova forma de gestão Alexandre Araújo Diretor de Serviços ao Cidadão Prodesp Tecnologia

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas DRIVESYSTEMS

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Parceiros em movimento

Leia mais

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF 2011 Os direitos autorais desta publicação pertencem ao editor e seu conteúdo não pode ser reproduzido (mesmo em parte) sem uma permissão por escrito.

Leia mais

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo Migração de sistemas antigos Avançando para um futuro competitivo A automação e controle é um dos mais importantes investimentos para garantir o sucesso da manufatura de qualquer indústria. Porém, por

Leia mais

J QUALITY CONSULTORIA CONSULTORIA ESPECIALIZADA EM MAPEAMENTO E MELHORIAS DE PROCESSOS

J QUALITY CONSULTORIA CONSULTORIA ESPECIALIZADA EM MAPEAMENTO E MELHORIAS DE PROCESSOS J QUALITY CONSULTORIA CONSULTORIA ESPECIALIZADA EM MAPEAMENTO E MELHORIAS DE PROCESSOS APRESENTAÇÃO J Quality Consultoria é uma empresa brasileira especializada em gestão da qualidade e mapeamento melhoria

Leia mais

Spotlight. Soluções Avançadas em Rosqueamento. www.vargus.com

Spotlight. Soluções Avançadas em Rosqueamento. www.vargus.com Spotlight Soluções Avançadas em Rosqueamento www.vargus.com Classe Superior Multiuso Redefinindo o Padrão de Rosqueamento Nova Classe Superior Multiuso para Maior Resistência ao Desgaste e Aumento de Produtividade

Leia mais

CASE. Título Tecnix OPSO - Economia em Sistemas de Regulagem de Pressão em Instalações Residenciais de Gás Combustível. Categoria INFRAESTRUTURA

CASE. Título Tecnix OPSO - Economia em Sistemas de Regulagem de Pressão em Instalações Residenciais de Gás Combustível. Categoria INFRAESTRUTURA CASE Título Tecnix OPSO - Economia em Sistemas de Regulagem de Pressão em Instalações Residenciais de Gás Combustível Categoria INFRAESTRUTURA SINOPSE O Brasil apresenta historicamente uma forte dependência

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa O Seu Provedor de Soluções Personalizadas Apresentação Corporativa A visão corporativa Sacchelli, busca oferecer soluções completas em atendimento as mais rigorosas especificações internacionais e aos

Leia mais

Índice alfanumérico - Ferramentas

Índice alfanumérico - Ferramentas Conteúdo Índice alfanumérico Ferramentas...................................... 2 Pastilhas......................................... 3 Torneamento de roscas Índice...........................................

Leia mais

FRANQUIA HOME OFFICE

FRANQUIA HOME OFFICE FRANQUIA HOME OFFICE SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

ANÁLISE DO PRODUTO NX CAM TURBOMACHINERY MILLING

ANÁLISE DO PRODUTO NX CAM TURBOMACHINERY MILLING Dr. Charles Clarke ANÁLISE DO PRODUTO NX CAM TURBOMACHINERY MILLING Fatores de mercado... 3 Aplicações especializadas existentes... 4 Uma nova geração de software que proporciona flexibilidade... 4 Operações

Leia mais

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia H-1000-0116-02-A Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia Fixações para CMM Fixações para inspeção visual Fixações para Equator Fixações especiais Fixações CMM Renishaw Fixações

Leia mais

SOLIDWORKS PEÇAS E MONTAGENS - 40 horas

SOLIDWORKS PEÇAS E MONTAGENS - 40 horas SOLIDWORKS PEÇAS E MONTAGENS - 40 horas Segunda, Quarta e Sexta: 11/05 a 01/06/2009. Noite: 18:30 às 22:30 horas. Sábado: 23/05 a 20/06/2009. Integral: 08:00 ás 12:00-13:00 ás 17:00 horas. Introdução a

Leia mais

Linha Romi. Máquinas-Ferramenta. (11) 3670 0110 www.romi.com.br

Linha Romi. Máquinas-Ferramenta. (11) 3670 0110 www.romi.com.br Linha Romi Máquinas-Ferramenta (11) 3670 0110 www.romi.com.br Linha Romi GL Centros de Torneamento Confiabilidade e eficiência para operar em ambientes de média e alta produção Romi GL 240 Romi GL 240M

Leia mais

Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu;

Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu; Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu; Fazemos uma parceria total com o cliente, combinando redução de custos fixos e otimização de recursos

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

O CENTRO DE REMANUFATURA E REPAROS DA ROCKWELL AUTOMATION MUDOU MUDAR FOI PRECISO PARA

O CENTRO DE REMANUFATURA E REPAROS DA ROCKWELL AUTOMATION MUDOU MUDAR FOI PRECISO PARA MUDAR É PRECISO A ROCKWELL AUTOMATION COMPARTILHA COM O MERCADO UMA QUESTÃO QUE DIZ RESPEITO A TODOS: O MODO COMO AS INDÚSTRIAS LIDAM COM O MEIO AMBIENTE O CENTRO DE REMANUFATURA E REPAROS DA ROCKWELL

Leia mais

Usinagem. Processos de Fabricação. Filipi Vianna. Porto Alegre, 2013. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia

Usinagem. Processos de Fabricação. Filipi Vianna. Porto Alegre, 2013. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Usinagem Processos de Fabricação Filipi Vianna Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Porto Alegre, 2013 Processos de Fabricação Dentre os processos tradicionais

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA 3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA (ISO 9001:2008; ISO 14001:2004 E OHSAS 18001:2007) Período: 28 de junho a 02 de julho de 2010. Das 8:30 às 17:00 horas Auditório do CREA-RJ:

Leia mais

local edge As melhores vêm nas embalagens Seco Tools apresenta nova Double Octomill 05 para máquinas de pequeno porte Pág 04 pág 6 pág 8 pág 14

local edge As melhores vêm nas embalagens Seco Tools apresenta nova Double Octomill 05 para máquinas de pequeno porte Pág 04 pág 6 pág 8 pág 14 local edge Outubro 2012 pág 6 pág 8 pág 14 Fabricante nacional aumenta a produtividade com fresas Seco Tools Seco Tools expande seu atendimento para atender as necessidades do cliente Seco Tools Brasil:

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

ENGENHARIA DE PROJETO

ENGENHARIA DE PROJETO ENGENHARIA DE PROJETO TORKE ENGENHARIA Nossa empresa é especializada na execução de projetos industriais. Grandes e pequenas companhias confiam em nós para realizar seus projetos de novas fábricas, ampliações

Leia mais

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Infor ERP SyteLine Visão Geral Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Sobre a Mag-W A Mag-W foi criada especialmente para trazer ao mercado o que há de melhor em soluções corporativas de Tecnologia da Informação

Leia mais

Cursos de Gestão Tecnológica Disciplina: Teoria das Organizações

Cursos de Gestão Tecnológica Disciplina: Teoria das Organizações Função Organização Aspectos Administrativos Objetivos Dividir o trabalho Designar as atividades e especialização Administração Desempenho Organizacional Planejar Agrupar as Organizar atividades em órgãos

Leia mais

Fresas Interpoladoras de Rosca em Metal Duro

Fresas Interpoladoras de Rosca em Metal Duro Fresas Interpoladoras de Rosca em Metal Duro Introdução O programa de fresas de metal duro para interpolar rosca da Dormer é abrangente e as ferramentas são de alta performance oferecendo ao usuário uma

Leia mais

SOBRE A OUTFRONT MEDIA

SOBRE A OUTFRONT MEDIA SOBRE A OUTFRONT MEDIA "OUTFRONT Media Inc. está sempre inovando. Sempre presente. Sempre envolvente. Sempre conectando. Sempre ligada. Sempre elevando a mídia. Sempre com o cliente em primeiro lugar.

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

VirtualLine. VirtualPro Programmierunterstützung. Suporte de programação mit com VPro Guide

VirtualLine. VirtualPro Programmierunterstützung. Suporte de programação mit com VPro Guide VirtualLine VirtualPro Programmierunterstützung Suporte de programação mit com VPro Guide VirtualLine VirtualPro, o suporte de programação da INDEX O suporte de programação para um trabalho prático O VirtualPro

Leia mais

Melhores Práticas do Varejo em Precificação. e Promoção. José Roberto Resende. Shopping Brasil

Melhores Práticas do Varejo em Precificação. e Promoção. José Roberto Resende. Shopping Brasil Melhores Práticas do Varejo em Precificação e Promoção José Roberto Resende Shopping Brasil Julho - 2008 Estratégia de Crediário Participação dos anúncios por prazo de pagamento 100% * Todas as categorias

Leia mais

Furação NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q

Furação NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q Comprimento Total Haste Corpo Extremidade cônica neste comprimento Largura do Campo Largura das Costas Ângulo da Ponta Aresta Principal de Corte Diâmetro

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

Existem inúmeros benefícios quando você escolhe smar

Existem inúmeros benefícios quando você escolhe smar Soluções smar Acesso Remoto a Outras Usinas Estação de Engenharia Supervisão, Controle e Comunicação Existem inúmeros benefícios quando você escolhe smar Maior e único fabricante de equipamentos de Automação

Leia mais

A EMPRESA. 02 rev. A USINAGEM MECÂNICA. Vista geral do galpão principal. Ferramentaria e afiação próprias. Linha de tornos CNC

A EMPRESA. 02 rev. A USINAGEM MECÂNICA. Vista geral do galpão principal. Ferramentaria e afiação próprias. Linha de tornos CNC A EMPRESA Linha de tornos CNC Linha de centros de usinagem Controle final e Expedição Linha de segundas operações Ambiente de trabalho agradável Vista geral do galpão principal Ferramentaria e afiação

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa Introdução Empresa Palbit Empresa Fundada em 1916, na exploração mineira, tornou-se produtor de ferramentas de metal duro em 1952. A nossa experiência permite-nos ser um fornecedor

Leia mais

Sobre a Prime Control

Sobre a Prime Control Sobre a Prime Control A Prime Control é uma empresa focada e especializada em serviços de qualidade e testes de software. Somos capacitados para garantir, através de sofisticadas técnicas, a qualidade

Leia mais

EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação

EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação COMUNICADO À IMPRENSA De Sylke Becker Telefone +49 69 756081-33 Fax +49 69 756081-11 E-mail s.becker@vdw.de EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL

CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL HUDSON FABRÍCIO XAVIER PEREIRA Vespasiano-2012 FRESAGEM Apostila elaborada para a disciplina de Fresagem para

Leia mais

CUIDADOS BÁSICOS NA ESCOLHA E USO DE ELEVADORES DE OBRAS. Engº. Gilberto Mian

CUIDADOS BÁSICOS NA ESCOLHA E USO DE ELEVADORES DE OBRAS. Engº. Gilberto Mian CUIDADOS BÁSICOS NA ESCOLHA E USO DE ELEVADORES DE OBRAS Engº. Gilberto Mian SOBRE A METAX A Metax é especializada em Engenharia de Acesso, fornecendo soluções para acesso e elevação de carga, atuando

Leia mais

TECNOLOGIA DE CONTROLE NUMÉRICO ASPECTOS DE PROCESSOS DE USINAGEM

TECNOLOGIA DE CONTROLE NUMÉRICO ASPECTOS DE PROCESSOS DE USINAGEM TECNOLOGIA DE CONTROLE NUMÉRICO ASPECTOS DE PROCESSOS DE USINAGEM FERRAMENTAS DE USINAGEM Sandvik Desbaste de Aços Pastilhas Positivas T-MAX U Superfícies na Peça Superfície Transitória Superfície a Usinar

Leia mais

Congresso SAE BRASIL 2013

Congresso SAE BRASIL 2013 Congresso SAE BRASIL 2013 Painel Máquinas Agrícolas e de Construção Ferramentas de treinamento para clientes da construção civil 07 à 09 de outubro de 2013 Fabio Tonani Mazzieiro Gerente de Inteligência

Leia mais

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira 1 7 FURAÇÃO 7.1 Furadeira A furadeira é a máquina ferramenta empregada, em geral, para abrir furos utilizando-se de uma broca como ferramenta de corte. É considerada uma máquina ferramenta especializada

Leia mais

LEAN-CURSOS E WORKSHOPS Cursos otimizados para as necessidades do Cliente Cursos Padrão Workshops de Capacitação

LEAN-CURSOS E WORKSHOPS Cursos otimizados para as necessidades do Cliente Cursos Padrão Workshops de Capacitação LEAN-CURSOS E WORKSHOPS Cursos otimizados para as necessidades do Cliente Cursos Padrão Workshops de Capacitação Serviços : Cursos e workshops especialmente criados para capacitar a sua organização no

Leia mais

Máquinas Óleo-hidráulicas Especiais de movimentação e elevação de carga

Máquinas Óleo-hidráulicas Especiais de movimentação e elevação de carga PUB-01.13 Máquinas Óleo-hidráulicas Especiais de movimentação e elevação de carga Óleo-hidráulica Industrial Ltda. Unidades e sistemas hidráulicos Unidades hidráulicas Projeto, reforma e fabricação de

Leia mais

PORTAL INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS EM UM CLIQUE. www.metalica.com.br. Copyright 1998-2013 Met@lica - Todos os direitos reservados

PORTAL INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS EM UM CLIQUE. www.metalica.com.br. Copyright 1998-2013 Met@lica - Todos os direitos reservados www.metalica.com.br Portal Metálica Com 15 anos de atuação, pioneiro na internet, o PORTAL METÁLICA é site de referência em conteúdo técnico, de informação e geração de negócios nas áreas de construção

Leia mais

Grupo SLC - Quadro 4

Grupo SLC - Quadro 4 1 Institucional Grupo SLC 3 Grupo SLC -Quadro 4 Grupo SLC Receita Bruta 5 Histórico 1957 1º/10 a empresa é fundada por Walter Herz( RS) 1965 A FG assume a IcoComercial, de Curitiba (PR) 1973 Incorpora

Leia mais

Um ano de farta colheita

Um ano de farta colheita Um ano de farta colheita Estamos muito felizes, pois o trabalho que realizamos em 2012 rendeu uma farta colheita, como demonstramos neste balanço: o Balanço de Atividades ANDEFedu de 2012. Além de palestras

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS

EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS - PÓS-GRADUAÇÃO EDEPE EM PARCERIA COM A FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV Direito SP Especialização Lato Sensu DIREITOS HUMANOS E ACESSO À JUSTIÇA 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1.

Leia mais

Rede de Lojas Leo Madeiras

Rede de Lojas Leo Madeiras Rede de Lojas Leo Madeiras Prezado Sr. (a), É com muito prazer e orgulho que lhe enviamos este documento, contendo as principais informações sobre a Parceria Leo Madeiras. Isto significa que despertamos

Leia mais

OPORTUNIDADE DE TRABALHO - TOSHIBA EM SUAPE

OPORTUNIDADE DE TRABALHO - TOSHIBA EM SUAPE OPORTUNIDADE DE TRABALHO - TOSHIBA EM SUAPE Se você, ou alguém que conheça, deseja trabalhar na Toshiba está na hora. Empresa Multinacional no ramo de Transmissão e Distribuição de Energia está selecionando

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais