A NOSSA PROPOSTA É O SEU SUCESSO AS DIFICULDADES TRAZEM OPORTUNIDADES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A NOSSA PROPOSTA É O SEU SUCESSO AS DIFICULDADES TRAZEM OPORTUNIDADES"

Transcrição

1 A NOSSA PROPOSTA É O SEU SUCESSO AS DIFICULDADES TRAZEM OPORTUNIDADES

2 A empresa A CONFIDUCIA foi constituída em 2007, com os objectivos estratégicos de prestação de Serviços de Contabilidade e Consultoria nas vertentes, fiscal, financeira e de negócios. Os Promotores Os sócios fundadores da empresa, são ambos TOC. Além da vasta experiência profissional no ramo da contabilidade e fiscalidade, têm uma vasto currículo na área financeira e, experiência doméstica e internacional na constituição e gestão de empresas em vários sectores. A oportunidade! Fazer parte de uma verdadeira rede que se pretende enriquecedora do ponto de vista da partilha do conhecimento e portanto, uma alavanca poderosa para o sucesso de todos. Poder contar com o apoio e a experiência dos sócios fundadores. Ter ao dispor os meios necessários e o suporte para dar inicio à sua carreira profissional.

3

4 A CONFIDUCIA sabe quais as dificuldades e dúvidas para dar o pontapé de saída, os desafios que se deparam no início da sua carreira: Dificuldade em encontrar saída profissional; Dificuldades iniciais inerentes à falta de experiência; Falta de apoio; Falta de conhecimento do mercado; Recursos financeiros limitados;

5 A CONFIDUCIA é a opção profissional para que o seu inicio de carreira seja coroado de sucesso, o seu e de muitos colegas seus; A nossa meta é criar uma rede de profissionais independentes mas unidos no que é essencial e usufruindo de serviços e recursos partilhados; Com custos reduzidos por via da concentração na sua negociação/aquisição (Tecnologia, Comunicações, Publicidade ); Com utilização de plataforma de TI que permite a execução da Contabilidade e acesso à respectiva informação financeira, comunicação on-line entre os cooperantes, informação ontime de alterações legislativas e alertas de obrigações fiscais; Com oferta de serviços complementares e transversais a todos os cooperantes, que trazem valor acrescentado (Financeiros, Seguros, Medicina no Trabalho, Consultoria Legal ) por via de contratos de parceria; O sucesso passa pela dinamização da rede

6 Propomo-nos disponibilizar-lhe, sem qualquer custo: A utilização da imagem institucional, CONFIDUCIA; (Em anexo - Kit de estacionário) Utilização da plataforma de TI, incluindo licenças para utilização da aplicação de contabilidade nos seus vários módulos (mini ERP), monitorização e back-up s das bases de dados; Formação inicial constituída por um módulo de gestão administrativa e outro da aplicação informática (5 dias na nossa sede e 5 dias de formação para domínio da aplicação); Apoio profissional em caso de dúvidas via ou on-line; Acompanhamento na constituição da sua empresa; Receitas adicionais por via de conteúdos complementares dos nossos parceiros; Partilha de benefícios/redução de custos; Visibilidade imediata;

7 Diagrama ERP Gestão Comercial Clientes Fornecedores Vendas Cobranças Bancos Stocks Compras Cobranças Bancos Imobilizado Contabilidade Gestão de Pessoal Webservices DGCI

8 Receitas Adicionais: Por via de protocolo com : Instituição Financeira de relevo que permite um retorno financeiro quer pela abertura/transferência de conta, quer pela utilização de produtos financeiros (Depósitos e Crédito) da sua carteira de Clientes; Corretora de Seguros - retorno sobre o montante dos prémios pagos gerados pela sua Carteira de Clientes provenientes de contratos de Seguros; Partilha de Benefícios: Pacote de serviços de comunicações o seu Escritório Virtual - que lhe permite trabalhar em qualquer local por 31,00 mensais: Internet móvel e fixa ilimitadas, Comunicações fixas nacionais a custo zero, 60 minutos de comunicação móvel para qualquer rede e comunicações sem custo entre os Cooperantes; Descontos na aquisição de equipamentos informáticos em empresa parceira da Confiducia;

9 Escritório Virtual

10 Podemos disponibilizar-lhe ainda: CONCEITO PAY PER USE Serviços de receção, apoio, secretariado e salas de reunião (podendo incluir a instalação física da sede); Serviços de preenchimento e envio de declarações fiscais e legais; Serviços de Consultoria; Pareceres técnicos;

11 O que precisa: ESPÍRITO EMPREENDEDOR Você vai ser um empresário! PERSISTÊNCIA\RESILIÊNCIA Vai ter que lutar para angariar os seus Clientes e manter aqueles que geram valor acrescentado; VONTADE DE TRABALHAR Do seu trabalho e empenho depende a evolução da sua empresa; ESPÍRITO DE GRUPO Trabalhar numa rede significa partilhar (dar e receber) experiência e conhecimento; Nós proporcionamos o resto!

12 O QUE TEM QUE FAZER: Aceitar a nossa proposta e tornar-se membro da nossa Cooperativa, participando no seu capital (*). Criar uma sociedade ou coletar-se com Profissional Liberal. Não se preocupe. Nós tratamos de tudo! Participar no capital da Cooperativa e contribuir com uma Joia ; O capital poderá ser devolvido caso abandone o projeto, observados os Regulamentos. Aproveite até 30 de Junho uma redução no valor da Joia de 33,33%. Contribuir com uma Quota mensal (fixa + Variável). Comece a trabalhar de imediato! (*) As propostas para cooperante serão analisadas caso a caso, sendo da única responsabilidade da Direcção da Cooperativa a sua aprovação. A cooperativa poderá limitar o número de cooperantes, de forma a assegurar uma concentração geográfica sustentável na óptica do retorno para o cooperante.

13 OS FUNDAMENTOS: INOVAÇÃO - Hoje em dia, qualquer empresa deve acompanhar e identificar as tendências e movimentos do sector onde está inserida. Para ter sucesso já não basta prestar um bom serviço, é preciso surpreender os clientes! MUDANÇA - O mundo mudou! Ouvimos isso diariamente, mas é um facto! Queremos ser agentes no processo de gestão da inovação no nosso sector. Para isso queremos proporcionar uma gestão da inovação aberta. Isso só é possível com parceiros e com uma rede! PROCESSOS - Acreditamos num modelo orientado para os processos de conhecimento e aprendizagem, ou seja, interacção entre, competências dinâmicas, oportunidades de mercado e novos terrenos férteis para crescimento! PARCERIAS - Queremos participar do processo de aproximação entre as empresas\setores e as universidades, por acreditarmos que proporciona mais valia. ACREDITAR Que a união faz a força! Que é possível ser socialmente responsável e rentável. Que uma rede cria sinergias de que todos os cooperantes beneficiam, resultando no crescimento da rede e da Marca.

14 O RECONHECIMENTO: A Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu o modelo de negócio cooperativo como um fator importante no desenvolvimento económico e social dos países. No dia 18 de dezembro, durante a 64ª Assembleia Geral das Nações Unidas, foi aprovada a resolução sobre As Cooperativas e o Desenvolvimento Social, que declara 2012 como Ano Internacional das Cooperativas

15 Contactos: Jorge Morais / Duarte Martins Sede: Rua Martim Moniz, Porto Telefone: Fax.: Visite o sitio

16 Agradecemos a sua disponibilidade. Acreditamos no interesse e oportunidade deste projeto, logo no seu sucesso. Aguardamos o seu contacto, de preferência por para ou usando o formulário de contacto na página Empresa no nosso site. Até breve!

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS ACTO FUNDACIONAL Acordo entre a: Associação Comercial de Braga Comércio, Turismo e Serviços; Casa Santos de Vila Verde; Instituto de Negociação

Leia mais

2ª Parte Competindo com a Tecnologia de Informação

2ª Parte Competindo com a Tecnologia de Informação 2ª Parte Competindo com a Tecnologia de Informação Objectivos de Aprendizagem Identificar várias estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar Tecnologias da Informação para confrontar

Leia mais

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO Criatividade e Economia Identificamos 4 pilares complementares que deveriam ter um papel dinamizador para a promoção do empreendedorismo e a articulação

Leia mais

Rua Comendador Raínho, 1192, S. João da Madeira Tlf.: / 234 Fax:

Rua Comendador Raínho, 1192, S. João da Madeira Tlf.: / 234 Fax: 1 Negócios & Empreendedorismo Gestão de Redes de Comercialização - amrconsult 2010 2 1- Consultoria em Consultoria em : Um modelo ou sistema de desenvolvimento de negócios em parceria, através do qual

Leia mais

Experiência profissional. Curriculum Vitae Informação Pessoal

Experiência profissional. Curriculum Vitae Informação Pessoal Curriculum Vitae Informação Pessoal Nome: Ana Filipa da Silva Ramos Estiveira Morada: Avenida Dom Rodrigo da Cunha, nº 18, 1º Direito Sul, 1700-141 Lisboa, Portugal Telemóvel: 926 584 455 Correio electrónico:

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO SIMULAÇÃO EMPRESARIAL

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO SIMULAÇÃO EMPRESARIAL INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO SIMULAÇÃO EMPRESARIAL APRESENTAÇÃO A unidade curricular de Simulação Empresarial ministrada no Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de

Leia mais

O papel da AICEP nas Feiras Internacionais. 20 de fevereiro de 2013

O papel da AICEP nas Feiras Internacionais. 20 de fevereiro de 2013 O papel da AICEP nas Feiras Internacionais 20 de fevereiro de 2013 Tópicos da apresentação 1. Feiras Internacionais no contexto da globalização 2. Papel da AICEP nas feiras internacionais 2.1 Organização

Leia mais

Selo Autêntico. Programa de Parcerias e. Micro Franquias

Selo Autêntico. Programa de Parcerias e. Micro Franquias Programa de Parcerias e Micro Franquias O Mercado Você conhece alguém que usa e-mail? Obviamente que sim. A pergunta deveria ser: Quem não usa? Segundo a ONU, em 2014 a população mundial com acesso à internet

Leia mais

ÍNDICE MISSÃO VALOR PRESENTE SERVIÇOS EXPERIÊNCIA VALORES DA ORGANIZAÇÃO

ÍNDICE MISSÃO VALOR PRESENTE SERVIÇOS EXPERIÊNCIA VALORES DA ORGANIZAÇÃO ÍNDICE MISSÃO VALOR PRESENTE SERVIÇOS EXPERIÊNCIA VALORES DA ORGANIZAÇÃO Se não houver frutos, valeu a beleza das flores; se não houver flores, valeu a sombra das folhas; se não houver folhas, valeu a

Leia mais

COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1

COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1 COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1 Legislação Aplicável Esta Audiência Pública está sendo realizada nos termos do ART. 39 da Lei 8.666/1993. Lei nº 11.079, de 30 de Dezembro de 2004 Lei de Parcerias

Leia mais

SIMPLES NACIONAL. Corretor de Imóveis

SIMPLES NACIONAL. Corretor de Imóveis SIMPLES NACIONAL Corretor de Imóveis MARIA RICARTE CRC-CE: 016078/O-9 Contadora, graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Ceará UECE. Profissional com vastos conhecimentos nas áreas:

Leia mais

PERFIL CANDIDATO Qual o perfil que a Sonaecom procura?

PERFIL CANDIDATO Qual o perfil que a Sonaecom procura? CAPA PERFIL CANDIDATO Qual o perfil que a Sonaecom procura? RH I JCS I14 Dez 06 RH IJCSI14 Dez 06 PERFIL CANDIDATO QUAL O PERFIL QUE A SONAECOM PROCURA? ÍNDICE 1 2 3 4 ENQUADRAMENTO MISSÃO E VALORES SONAECOM

Leia mais

b) Escritórios São disponibilizados 7 espaços individuais de 30 m², dotados de energia elétrica e de infraestrutura para comunicações.

b) Escritórios São disponibilizados 7 espaços individuais de 30 m², dotados de energia elétrica e de infraestrutura para comunicações. REGULAMENTO DE ACESSO 1. Condições gerais O presente normativo define as regras de acesso aos espaços físicos e serviços disponibilizados no Núcleo Empresarial de Almada Velha, equipamento municipal cuja

Leia mais

guia concurso de ideias

guia concurso de ideias guia do concurso de ideias O Projecto LIMACRIA tem como parceiros as seguintes entidades: CEVAL - Conselho Empresarial do Vale do Lima IPVC - Instituto Politécnico de Viana do Castelo SPI - Sociedade Portuguesa

Leia mais

OFICINAS DE VEÍCULOS OFICINAS GERAIS

OFICINAS DE VEÍCULOS OFICINAS GERAIS OFICINAS DE VEÍCULOS OFICINAS GERAIS SINGEST O Singest - destina-se essencialmente ao apoio à gestão de oficinas de reparaçoes. É um sistema modular, evolutivo e parametrizável. Está dotado de interfaces

Leia mais

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre: APAVT - Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, com sede em Lisboa, na Rua Duque de Palmela, 2-1º Dtº, pessoa colectiva n.º 500910839, adiante

Leia mais

Portugal Uma estratégia para o crescimento Grupo de Trabalho III. Exportação e Subcontratação Especializada. Relatório sectorial

Portugal Uma estratégia para o crescimento Grupo de Trabalho III. Exportação e Subcontratação Especializada. Relatório sectorial Portugal Uma estratégia para o crescimento Grupo de Trabalho III. Exportação e Subcontratação Especializada Relatório sectorial 8 de Maio de 2017 Membros do Grupo de Trabalho... 2 Resumo executivo... 3

Leia mais

Regulamento de Cooperação CAPÍTULO I. Da Natureza, Objecto e Objectivos da RBA. Artigo 1º. Natureza. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º.

Regulamento de Cooperação CAPÍTULO I. Da Natureza, Objecto e Objectivos da RBA. Artigo 1º. Natureza. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º. Regulamento de Cooperação A rede de Bibliotecas de Arraiolos adiante designada RBA, foi criada pelo acordo de cooperação número oitenta e cinco de dois mil e onze e pelo protocolo assinado entre a Câmara

Leia mais

Capítulo I. Definição, Objecto e Objectivos da RBAL. Cláusula 1.ª. Definição. Cláusula 2.ª. Objecto. Cláusula 3.ª. Objectivos

Capítulo I. Definição, Objecto e Objectivos da RBAL. Cláusula 1.ª. Definição. Cláusula 2.ª. Objecto. Cláusula 3.ª. Objectivos PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Preâmbulo A Rede de Bibliotecas de Alcochete, adiante designada RBAL, visa a prossecução de uma dinâmica de trabalho colaborativo quer ao nível da organização, gestão e disponibilização

Leia mais

A MARKETUP É UMA STARTUP QUE ACREDITA NA IMPORTÂNCIA DAS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E SUA ATITUDE EMPREENDEDORA

A MARKETUP É UMA STARTUP QUE ACREDITA NA IMPORTÂNCIA DAS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E SUA ATITUDE EMPREENDEDORA QUEM SOMOS A MARKETUP É UMA STARTUP QUE ACREDITA NA IMPORTÂNCIA DAS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E SUA ATITUDE EMPREENDEDORA 2 SÓCIOS E EQUIPE 3 MERCADO BRASIL O Brasil possui hoje mais de 16 milhões

Leia mais

Veja como as mulheres como você podem transformar seus sonhos em sucesso!! Essa é a Oportunidade Perfeita para você que:

Veja como as mulheres como você podem transformar seus sonhos em sucesso!! Essa é a Oportunidade Perfeita para você que: Veja como as mulheres como você podem transformar seus sonhos em sucesso!! Essa é a Oportunidade Perfeita para você que: Ama cosméticos; é estudante; uma Super Mãe; quer mais tempo com a família; formadora

Leia mais

FUNCIONAMENTO Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira

FUNCIONAMENTO Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira FUNCIONAMENTO 2020 Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira 08-07-2015 PROGRAMA OPERACIONAL MADEIRA 14-20 Eixo Prioritário 1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento

Leia mais

Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde

Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde Termos de Referência Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Título: Consultoria para o planeamento

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO Vaga de emprego temporário para Analista de TI - Formação em Tecnologia da Informação/Análise de Sistemas/Ciência da Computação - Conhecimento em banco de dados - Suporte

Leia mais

ticketsclub

ticketsclub ticketsclub www.ticketsclub.com.br Empresa Nossa sede fica na cidade do Rio de Janeiro. Contamos com uma equipe de profissionais com vasta experiência em vendas online e diretas, segmento de compras coletivas

Leia mais

PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos)

PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos) PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos) Os dados recolhidos serão objeto de tratamento informatizado e destinam-se à gestão do processo

Leia mais

GUIA INFORMATIVO PÓS-GRADUAÇÃO FAVENI

GUIA INFORMATIVO PÓS-GRADUAÇÃO FAVENI GUIA INFORMATIVO PÓS-GRADUAÇÃO FAVENI 1) AMPARO LEGAL DOS CURSOS: Todos os Cursos de Pós-Graduação oferecidos pela FAVENI- Faculdade Venda Nova do Imigrante, são devidamente amparados legalmente através

Leia mais

Código Cooperativo. CAPÍTULO III - Capital Social, Jóia e Títulos de Investimento. Lei n.º 51/96 de 7 de Setembro

Código Cooperativo. CAPÍTULO III - Capital Social, Jóia e Títulos de Investimento. Lei n.º 51/96 de 7 de Setembro Código Cooperativo CAPÍTULO III - Capital Social, Jóia e Títulos de Investimento Lei n.º 51/96 de 7 de Setembro Alterada pelos DL n.º 343/98 de 6 de Nov., DL n.º 131/99 de 21 de Abril e DL n.º 108/2001

Leia mais

I- QUAL É O NEGÓCIO DA EMPRESA?

I- QUAL É O NEGÓCIO DA EMPRESA? I- QUAL É O NEGÓCIO DA EMPRESA? O empreendedor sempre está diante de dois universos quando analisa qual é o seu negócio. Implantar um projeto Explorar, com efetividade, a sua empresa Como a segunda opção

Leia mais

A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho.

A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho. A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho. Finalidades Identificar pontos fortes e fracos e oportunidades de

Leia mais

Bem-vindo ao curso sobre contabilidade dos processos de compra e venda.

Bem-vindo ao curso sobre contabilidade dos processos de compra e venda. Bem-vindo ao curso sobre contabilidade dos processos de compra e venda. 1-1 Neste tópico, trataremos de algumas convenções contábeis gerais e forneceremos exemplos dos lançamentos contábeis automáticos

Leia mais

Contrato de adesão ao Programa Mundial de Oportunidades da Globo Deals

Contrato de adesão ao Programa Mundial de Oportunidades da Globo Deals Contrato de adesão ao Programa Mundial de Oportunidades da Globo Deals 1. OBJETO 1.1- Os presentes termos definem o processo de adesão ao Programa Mundial de Oportunidades da Globo Deals. Caso não concorde

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

Apresentação Dezembro 2016

Apresentação Dezembro 2016 Apresentação Dezembro 2016 ÍNDICE o Enquadramento o O Conceito o Missão, Visão e Valores o Objetivos o Plano Estratégico 2020 o Plano de Atividades para 2017 o Principais iniciativas 2 ENQUADRAMENTO POLÍTICAS

Leia mais

Único - Considerando sua finalidade, são atribuições gerais do Centro de Informática:

Único - Considerando sua finalidade, são atribuições gerais do Centro de Informática: TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º O Centro de Informática da Universidade Pedagógica - CIUP é um orgão central técnico e académico virada para a área de serviços, desenvolvimento

Leia mais

SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES

SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES Anexo à Instrução nº 20/96 SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL

Leia mais

UNIDADE DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NO SECTOR DE PETRÓLEO & GAS

UNIDADE DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NO SECTOR DE PETRÓLEO & GAS UNIDADE DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NO SECTOR DE PETRÓLEO & GAS ÍNDICE A EMPRESA INTERSERVIÇOS PETRÓLEO & GAS PRINCIPAIS CLIENTES PARCEIROS RELEVANTES A EMPRESA A INTERSERVIÇOS é uma empresa de Consultoria

Leia mais

Guia Metodológico do Utilizador dos

Guia Metodológico do Utilizador dos Guia Metodológico do Utilizador dos Produtos @Risco Projecto desenvolvido por: Co-financiado por: O Projecto @Risco é co financiado pela Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho e é desenvolvido

Leia mais

DIREÇÃO DE APOIO AO INVESTIMENTO

DIREÇÃO DE APOIO AO INVESTIMENTO DIREÇÃO DE APOIO AO INVESTIMENTO Turismo em Portugal Importância na economia portuguesa. Um setor competitivo e com relevância crescente na economia de Portugal. 11,4Mm Receitas Turísticas (2015, BdP)

Leia mais

Maiêutica Cooperativa de Ensino Superior, C.R.L. Regulamento Geral das Unidades Curriculares De Estágio

Maiêutica Cooperativa de Ensino Superior, C.R.L. Regulamento Geral das Unidades Curriculares De Estágio Maiêutica Cooperativa de Ensino Superior, C.R.L. Regulamento Geral das Unidades Curriculares De Estágio PREÂMBULO ( ) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º (Âmbito de Aplicação) O presente regulamento

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 017 MARVILA RECICLA Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Guia informativo Office 365 Premium Páginas Amarelas

Guia informativo Office 365 Premium Páginas Amarelas Guia informativo Office 365 Premium Páginas Amarelas Produtividade e colaboração no seu negócio. Índice 1 O que é o Office 365 Premium Páginas Amarelas? 2 O que torna este serviço único no mercado? 3 Vantagens

Leia mais

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Disclaimer O conteúdo desta apresentação pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais

Leia mais

Proposta de Admissão. Direção e Principais objetivos. Benefícios oferecidos aos associados. Estrutura de atendimento ao Associado.

Proposta de Admissão. Direção e Principais objetivos. Benefícios oferecidos aos associados. Estrutura de atendimento ao Associado. Proposta de Admissão A ABLA Fundada há 39 anos, a partir da união de empresas do setor, é hoje a única associação de abrangência nacional que representa o setor de locação no Brasil. Com duas sedes: uma

Leia mais

Freguesia de Norte Pequeno

Freguesia de Norte Pequeno Mapa do Orçamento de Receita (Inicial) Ano de 2016 Orçamento de Receita - Previsões Iniciais Data: 29-10-2016 Ano: 2016 (unidade: euros) 01.... 01.02... Código Designação Montante Receitas Correntes Impostos

Leia mais

Balcão Único de Atendimento

Balcão Único de Atendimento Ricardo Riquito Coordenador Geral ricardo.riquito@airc.pt Balcão Único de Atendimento ATAM. 1 a 4 de Outubro Quem somos? Modernização Administrativa? Balcão Único Atendimento M N t MyNet Arquitectura Capacidades

Leia mais

FREGUESIA DE MONÇÃO E TROVISCOSO

FREGUESIA DE MONÇÃO E TROVISCOSO União das Freguesias de Monção e Troviscoso Concelho de Monção FREGUESIA DE MONÇÃO E TROVISCOSO Regulamento de Controlo Interno 1 Regulamento do Sistema de Controlo Interno da Freguesia de Monção e Troviscoso

Leia mais

ESTATUTOS DA SECÇÃO DE MODELISMO DO MOTOCLUBE DE ALMODÔVAR SEDE DIRECÇÃO. A DIRECÇÃO da secção é composta pelos seguintes sócios fundadores:

ESTATUTOS DA SECÇÃO DE MODELISMO DO MOTOCLUBE DE ALMODÔVAR SEDE DIRECÇÃO. A DIRECÇÃO da secção é composta pelos seguintes sócios fundadores: ESTATUTOS DA SECÇÃO DE MODELISMO DO MOTOCLUBE DE ALMODÔVAR SEDE A secção de modelismo do Motoclube de Almodôvar é uma secção autónoma do Motoclube de Almodôvar devendo no entanto respeitar os princípios

Leia mais

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Regulamento Interno de Utilização e Funcionamento

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Regulamento Interno de Utilização e Funcionamento inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Regulamento Interno de Utilização e Funcionamento ÍNDICE Preâmbulo Artigo 1º Localização e envolvente Artigo 2º Actividades a desenvolver pela Fundação de Serralves Artigo

Leia mais

CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS

CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS CLÍNICAS FORENSES SOCIEDADES COMERCIAIS Fevereiro 2006 ÍNDICE 1. Boas Vindas 3 2. Horário e Funcionamento 4 3. Metodologia das Sessões 5 4. Programa 6 5. Calendarização das Sessões 7 6. Objectivos e Planificação

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR BAR DO AUDITÓRIO FUNDAÇÃO DE SERRALVES

CADERNO DE ENCARGOS PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR BAR DO AUDITÓRIO FUNDAÇÃO DE SERRALVES CADERNO DE ENCARGOS PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR BAR DO AUDITÓRIO FUNDAÇÃO DE SERRALVES 1. Âmbito O presente concurso tem como objecto a concessão de

Leia mais

Critérios de Mérito. Critério Sub critério Descrição e regras de avaliação Pontuação CRITÉRIOS QUALITATIVOS

Critérios de Mérito. Critério Sub critério Descrição e regras de avaliação Pontuação CRITÉRIOS QUALITATIVOS Critérios de Selecção A fim de assegurar um nível mínimo de qualidade das candidaturas, os candidatos seleccionados têm de pontuar pelo menos 30 pontos nos critérios qualitativos, sob pena de exclusão.

Leia mais

PAECPE (PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO)

PAECPE (PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO) PAECPE (PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO) Condições de Acesso (Portaria n.º 985/2009 de 4 de Setembro) 0 PAECPE (PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO

Leia mais

CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Porto Alegre Versão 01 - Dezembro de 2013 1 Comitê Gestor: Prof. Jorge Luis Nicolas Audy Pró-Reitor de Pesquisa,

Leia mais

Qualidade de Serviço do setor elétrico - Vertente Técnica - Jorge Esteves

Qualidade de Serviço do setor elétrico - Vertente Técnica - Jorge Esteves Qualidade de Serviço do setor elétrico - Vertente Técnica - Jorge Esteves Conteúdo 1. Dimensões da Qualidade de Serviço e Regulação 2. Evolução do Desempenho das Redes Elétricas e Regulação da Qualidade

Leia mais

PARA QUEM? PARA QUÊ? Público-Alvo:

PARA QUEM? PARA QUÊ? Público-Alvo: PARA QUEM? PARA QUÊ? Público-Alvo: O SÁBADOS ACADÉMICOS destina-se aos Jovens que se encontram a frequentar as Escolas do Ensino Médio, em todo o Território Nacional Os candidatos aos SÁBADOS ACADÉMICOS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código:091 Município: São Carlos/SP Eixo Tecnológico: Gestão e

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO CONHECIMENTO E EXCELÊNCIA À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO CONHECIMENTO E EXCELÊNCIA À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO CONHECIMENTO E EXCELÊNCIA À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE O QUE É O E-DYNAMIC.BIZ PRINCIPAIS PROBLEMAS OBSERVADOS PRINCIPAIS OBJECTIVOS DA PLATAFORMA COMPONENTES DA PLATAFORMA VANTAGENS

Leia mais

Tomada de posse do Director-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo

Tomada de posse do Director-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo Tomada de posse do Director-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo Intervenção do Ministro de Estado e das Finanças Fernando Teixeira dos Santos - 16 de Janeiro de 2008 - Senhores

Leia mais

Apresentação Processo Seletivo

Apresentação Processo Seletivo Apresentação A SofTeam Empresa Júnior de Computação, uma organização constituída e gerida pelos alunos do Departamento de Computação da Universidade Federal de Sergipe, tem a enorme satisfação de anunciar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ-SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio em

Leia mais

Calcular resultados. e apontar soluções

Calcular resultados. e apontar soluções Calcular resultados e apontar soluções Trajetória Mais de três décadas calculando resultados e apontando soluções. A Contabilidade Dias foi fundada em 1984, em Belo Horizonte, por Antônio Augusto Dias,

Leia mais

Convite à apresentação de propostas de iniciativas ou projetos a integrar na Plataforma eletrónica da Campanha Juntos contra a Fome!

Convite à apresentação de propostas de iniciativas ou projetos a integrar na Plataforma eletrónica da Campanha Juntos contra a Fome! Convite à apresentação de propostas de iniciativas ou projetos a integrar na Plataforma eletrónica da Campanha Juntos contra a Fome! Anexo - 2 Ficha de apresentação do proponente Por cada candidatura devem

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA Este documento visa dar corpo á orgânica dos serviços da Santa Casa, ou seja, definir competências, hierarquias e formas de actuação. Como a Santa Casa da Póvoa de Santo

Leia mais

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO E APOIO AO CONTRIBUINTE

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO E APOIO AO CONTRIBUINTE DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO E APOIO AO CONTRIBUINTE A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), que resulta da fusão da Direção-Geral dos Impostos (DGCI), da Direção-Geral das Alfândegas e dos Impostos

Leia mais

6170/17 aap/ip 1 DGC 2B

6170/17 aap/ip 1 DGC 2B Conselho da União Europeia Bruxelas, 9 de fevereiro de 2017 (OR. en) 6170/17 RESULTADOS DOS TRABALHOS de: para: Secretariado-Geral do Conselho Delegações COHOM 16 CONUN 54 SOC 81 FREMP 11 n.º doc. ant.:

Leia mais

Mais de 600 empresas de tecnologia Quarto destino internacional de eventos no Brasil (ICCA) Líder na produção de ostras no Estado 15 centros

Mais de 600 empresas de tecnologia Quarto destino internacional de eventos no Brasil (ICCA) Líder na produção de ostras no Estado 15 centros Lei Municipal de Inovação Florianópolis Florianópolis Capital da Inovação Mais de 600 empresas de tecnologia Quarto destino internacional de eventos no Brasil (ICCA) Líder na produção de ostras no Estado

Leia mais

Capítulo I Disposições Gerais

Capítulo I Disposições Gerais Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Marco de Canaveses Preâmbulo A Lei n.º 71/98, de 3 de Novembro, estabelece as bases do enquadramento jurídico do voluntariado, visando promover e

Leia mais

Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira- Funcionamento 2020

Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira- Funcionamento 2020 FICHA TÉCNICA FUNCIONAMENTO 2020 Sistema de apoio à compensação dos custos das empresas da Região Autónoma da Madeira- Funcionamento 2020 Objetivo Este sistema de incentivos tem por alvo direto as micro,

Leia mais

Energia solar. É a solução para seu comércio. Economize e preserve o meio ambiente. davantisolar.com.br

Energia solar. É a solução para seu comércio. Economize e preserve o meio ambiente. davantisolar.com.br Energia solar É a solução para seu comércio. Economize e preserve o meio ambiente. Conquiste sua independência energética com a A Davanti Solar é uma empresa brasileira comprometida em levar mais autonomia

Leia mais

MÓDULO: IRC IMPOSTO SOBRE RENDIMENTOS

MÓDULO: IRC IMPOSTO SOBRE RENDIMENTOS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESÁRIAS MÓDULO: IRC IMPOSTO SOBRE RENDIMENTOS Caso Prático nº 4 Determinação da Matéria Colectável Curso EFA NS Técnicas Administrativas Formadora: Dra. Susana Rodrigues Formanda:

Leia mais

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato Legislação Comercial Ficha Técnica Código das Sociedades Comerciais TÍTULO I - Parte geral CAPÍTULO I - Âmbito de aplicação CAPÍTULO II - Personalidade e capacidade CAPÍTULO III - Contrato de sociedade

Leia mais

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância CURSO DIS2409 Curso: DISSOLUÇÃO, LIQUIDAÇÃO, FUSÃO E CISÕES DE SOCIEDADES (ASPECTOS CONTABILÍSTICOS) 1 - OBJECTIVOS : O curso de DISSOLUÇÃO,

Leia mais

Titulo da Apresentação da DRAPLVT

Titulo da Apresentação da DRAPLVT Título da Apresentação Titulo da Apresentação da DRAPLVT Substítulo Santarém Fevereiro 2017 Objetivos Nacionais Crescimento sustentável do sector AGROFLORESTAL em TODO O TERRITÒRIO NACIONAL Aumento do

Leia mais

Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL. Nuno Duarte. Director Geral Microsoft Portugal

Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL. Nuno Duarte. Director Geral Microsoft Portugal Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL Nuno Duarte Director Geral Microsoft Portugal Enquadramento Microsoft 18 Anos de parcerias em Portugal Pilar de Crescimento e Inovação Microsoft Portugal é um

Leia mais

POR QUE FORMALIZAR-SE?

POR QUE FORMALIZAR-SE? POR QUE FORMALIZAR-SE? São inúmeras as vantagens que a formalização traz, assim como são inúmeros os riscos que a informalidade proporciona. Ao registrar sua empresa você como empresário passa a existir

Leia mais

A CRESCER RH dispõe de vagas em diversas áreas; outras oportunidades podem ser visualizadas através de nosso site:

A CRESCER RH dispõe de vagas em diversas áreas; outras oportunidades podem ser visualizadas através de nosso site: A CRESCER RH dispõe de vagas em diversas áreas; outras oportunidades podem ser visualizadas através de nosso site: VENDEDOR TÉCNICO (EXTERNO) (Cód. 93599) Experiência: Necessária experiência na área comercial;

Leia mais

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória Contato: Luara Lopes alveslopes@un.org +55 21 99348 5642 www.eird.org/camp-10-15/ O Escritório das Nações Unidas para a Redução de Riscos de Desastres (UNISDR), por meio de seu Escritório Regional para

Leia mais

INTERFACE GRÁFICA DA PLATAFORMA DE APRENDIZAGEM MOODLE Endereço: NOTÍCIAS ÁREA DE REGISTO / LOGIN CONTATOS

INTERFACE GRÁFICA DA PLATAFORMA DE APRENDIZAGEM MOODLE Endereço:  NOTÍCIAS ÁREA DE REGISTO / LOGIN CONTATOS OBJECTIVO Este guia tem como objetivo fornecer aos Encarregados de Educação uma breve explicação sobre o funcionamento da Plataforma de Aprendizagem Moodle do Colégio do Vale. O QUE É O MOODLE? O Moodle

Leia mais

Soluções para Reuniões da Epson PROJETOR OU ECRÃ PLANO?

Soluções para Reuniões da Epson PROJETOR OU ECRÃ PLANO? Soluções para Reuniões da Epson PROJETOR OU ECRÃ PLANO? O QUE DEVE PROCURAR NUM ECRÃ? Este guia explora a importância da dimensão, da economia e da qualidade da imagem do ecrã e ajuda-o a encontrar o ecrã

Leia mais

Soluções para crescer, evoluir e inovar do Princípio ao fim

Soluções para crescer, evoluir e inovar do Princípio ao fim Soluções para crescer, evoluir e inovar do Princípio ao fim Soluções para crescer, evoluir e inovar do princípio ao fim Colocamos ao serviço da sua empresa a tecnologia necessária para exponenciar o talento

Leia mais

gescar md-sgq-24 MD-OI-24A REV02 06/08/14

gescar md-sgq-24 MD-OI-24A REV02 06/08/14 gescar md-sgq-24 MD-OI-24A REV02 06/08/14 Ficha Técnica CARLOS MANUEL SILVA SANTOS CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO, LDA. MARCA REGISTADA: GESCAR SEDE: Rua Dr. David Mourão Ferreira, nº 9, Apartado 80,

Leia mais

Regulamento da Unidade Curricular de Estágio (Formação em Contexto de Trabalho) dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTesP)

Regulamento da Unidade Curricular de Estágio (Formação em Contexto de Trabalho) dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTesP) Regulamento da Unidade Curricular de Estágio (Formação em Contexto de Trabalho) dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTesP) Página 1 de 7 CAPÍTULO I Conceitos, objetivo e âmbito Artigo 1º Conceitos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA 2014 Plano de melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA O Plano de Melhoria do Agrupamento de Escolas de Águeda surge na sequência do relatório da Avaliação Externa das Escolas realizada pela equipa de

Leia mais

REGULAMENTO ISAE BUSINESS

REGULAMENTO ISAE BUSINESS REGULAMENTO ISAE BUSINESS 1. Objetivo O objetivo desse documento é explicitar e formalizar as diretrizes, processos e procedimentos da Aceleradora ISAE Business, de forma a atingir padrões de excelência

Leia mais

CONSULTORIA E FORMAÇÃO

CONSULTORIA E FORMAÇÃO VALOR QUE SE ACRESCENTA! CONSULTORIA E FORMAÇÃO 1. Apresentação A Consultactiva é uma empresa de consultoria e formação, sediada na zona de Torres Vedras, tendo sido fundada em 2009. De acordo com a especificidade

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO CARTA DE APRESENTAÇÃO TechLuzi - Prestação de Serviços (SU), Lda. Sumário Sobre nós...3 Objetivo...4 Missão Visão Valores Nossos serviços...5 Aos Clientes... 6 2 Prezado (a) Senhor (a): Córdiais saudações!

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA. Preambulo

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA. Preambulo REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA Preambulo O empreendedorismo é considerado um importante pilar da economia e uma forma de promover o auto-emprego e o desenvolvimento económico.

Leia mais

Conversão e optimização da exploração agro-pecuária. Aula 2

Conversão e optimização da exploração agro-pecuária. Aula 2 Conversão e optimização da exploração agro-pecuária Aula 2 Aula 2 Sumário: Principais conceitos associados à elaboração de projetos. Tipos de orçamentos necessários à elaboração do cash-flow do projeto:

Leia mais

Vantagem competitiva e valor acrescentado

Vantagem competitiva e valor acrescentado Vantagem competitiva e valor acrescentado Vantagem competitiva: estratégias genéricas e valências desenvolvimento de uma estratégia de empresa integração adicionando valor Sistemas de informação estratégicos

Leia mais

Estatutos para associações, clubes e colectividades

Estatutos para associações, clubes e colectividades Estatutos para associações, clubes e colectividades Artigo 1.º Designação e Objectivos O/A (nome da colectividade ou associação), adiante designada por (sigla) é uma associação de fins (concretização dos

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L PROGRAMA DE MESTRADO EM GESTÃO DE POLÍTICAS ECONÓMICAS 4ª EDIÇÃO/2012 BOLSAS DE ESTUDO A Universidade Eduardo Mondlane (UEM), assinou um

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. PIBIC/CNPq/UFRGS /2018

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. PIBIC/CNPq/UFRGS /2018 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UFRGS - 2017/2018 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPESQ), torna

Leia mais

Cenário Político e Cooperativismo. Dr. Eudes de Freitas Aquino Presidente da Unimed do Brasil

Cenário Político e Cooperativismo. Dr. Eudes de Freitas Aquino Presidente da Unimed do Brasil Cenário Político e Cooperativismo Dr. Eudes de Freitas Aquino Presidente da Unimed do Brasil Fórum Político Nacional Unimed Brasília/DF 24. Fev. 2015 IDENTIDADE Uma cooperativa é uma associação autónoma

Leia mais

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos:

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos: Prezados Senhores: A MACAL - Soluções em Nutrição, desde 2003 desenvolve o programa de Estágio Supervisionado que consiste em um intensivo programa para a preparação de novos profissionais, tendo como

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES. Decreto Legislativo Regional n.º 42/2006/A de 31 de Outubro de 2006

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES. Decreto Legislativo Regional n.º 42/2006/A de 31 de Outubro de 2006 ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES Decreto Legislativo Regional n.º 42/2006/A de 31 de Outubro de 2006 Decreto Legislativo Regional n.º 42/2006/A de 31 de Outubro Cria a Agência para a Modernização

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Prestação de serviços de consultoria a favor do MEE 2016/S Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Prestação de serviços de consultoria a favor do MEE 2016/S Anúncio de concurso. Serviços 1 / 8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:450788-2016:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Prestação de serviços de consultoria a favor do MEE 2016/S 247-450788

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM

Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM É uma pessoa coletiva de direito público de natureza associativa e âmbito territorial e visa a realização de interesses comuns aos Municípios que a integram,

Leia mais

Relatório de boas práticas de governo societário - ano de 2014

Relatório de boas práticas de governo societário - ano de 2014 Relatório de boas práticas de governo societário - ano de 2014 Exmos Senhores, A Lei nº 50/2012 de 31 de agosto aprovou o regime jurídico da atividade empresarial local e das participações locais. A EPRM

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALTER DO CHÃO

MUNICÍPIO DE ALTER DO CHÃO MUNICÍPIO DE ALTER DO CHÃO REGULAMENTO OFICINA DOMICILIÁRIA Preâmbulo O Município de Alter do Chão, no âmbito da prossecução de uma política social com responsabilidade, tem tido a preocupação de contribuir

Leia mais