Processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância Condenados, segundo as penas e medidas aplicadas ( )

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância Condenados, segundo as penas e medidas aplicadas ( )"

Transcrição

1 Processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância Condenados, segundo as penas e medidas aplicadas ( ) Entre 1997 e 24, registou-se uma clara predominância da pena de multa, crescendo a sua aplicação em termos relativos de cerca de 55% para 73% do total das. Observou-se igualmente um maior recurso à aplicação das penas de admoestação e de prestação de trabalho a favor da comunidade, muito embora não ultrapassando nenhuma delas 2% do total. As restantes modalidades de penas ou medidas mantiveram ou viram diminuído o seu papel no universo global (Figura 1). Figura 1 Penas ou medidas aplicadas ( ) 8% Admoestação 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% Prestação de trabalho a favor da comunidade Multa Prisão substituída por multa Prisão suspensa simples Prisão suspensa com sujeição a deveres/ regras de conduta/ regime de prova Prisão por dias livres/semidetenção Prisão não substituída e não suspensa Dispensa/ isenção de pena % Outras penas ou medidas 1 Dados provisórios. Av. Óscar Monteiro Torres, Lisboa Portugal Tel.: (351) Fax: (351)

2 Nas figuras seguintes, podemos observar a evolução da aplicação de alguns tipos de penas ou medidas, por categoria de crime, retomando em escala ajustada a percentagem em relação ao. A pena de admoestação registou um acréscimo na sua aplicação, atingindo, em 21, 1,8% do total das penas aplicadas. Os crimes previstos em legislação penal avulsa foram aqueles que com maior frequência foram punidos com recurso a este tipo de pena (Figura 2). 2,% 1,8% 1,6% 1,4% 1,2% 1,%,8%,6%,4%,2% total geral de Figura 2 Admoestação Número de Houve também maior recurso à pena de prestação de trabalho a favor da comunidade, que em 1997 abrangia menos de,1% do total das penas aplicadas e, em 24, alcançou cerca de,3% das. Este acréscimo verificou-se em todas as categorias de crimes (Figura 3). Figura 3 Prestação de trabalho a favor da comunidade,4%,3%,3%,2%,2%,1%,1% total geral de Número de Av. Óscar Monteiro Torres, Lisboa Portugal Tel.: (351) Fax: (351)

3 A pena de multa representou durante todo o período a larga maioria das penas aplicadas, alcançando, em 24, 73% do total. Os crimes previstos em e os crimes contra a vida foram aqueles que mais frequentemente foram punidos com este tipo de pena. Figura 4 - Multa total geral de Número de Em termos globais, observou-se um decréscimo do recurso à prisão substituída por multa, reduzindo-se a sua aplicação de cerca de 8% para 3% do total das. De 1997 a 24, os crimes contra o foram sendo punidos com maior frequência com este tipo de pena (Figura 5). Figura 5 Prisão substituída por multa 9,% 8,% 7,% 6,% 5,% 4,% 3,% 2,% 1,% Número de Av. Óscar Monteiro Torres, Lisboa Portugal Tel.: (351) Fax: (351)

4 A prisão suspensa simples registou igualmente um decréscimo da sua aplicação. Os crimes contra o foram, durante todo o período, aqueles que mais frequentemente foram punidos com este tipo de pena (Figura 6). Figura 6 Prisão suspensa simples 18,% 16,% 14,% 12,% 1 8,% 6,% 4,% 2,% Número de Muito embora em termos absolutos a suspensão da pena de prisão mediante a sujeição a deveres ou regras de conduta e o regime de prova tenham observado um aumento (de 1422, em 1997, para 2543 em 24), a percentagem de casos em relação ao total foi idêntica no início e no final do período. A aplicação mais frequente deste tipo de pena registou-se entre os crimes contra o e os crimes previstos em (Figura 7). Figura 7 Prisão suspensa com sujeição a deveres ou regras de conduta e regime de prova 4,% 3,5% 3,% 2,5% 2,% 1,5% 1,%,5% Número de Av. Óscar Monteiro Torres, Lisboa Portugal Tel.: (351) Fax: (351)

5 A condenação em prisão efectiva revelou um decréscimo, tanto em termos relativos como absolutos. Enquanto o número de casos de aplicação deste tipo de pena se manteve relativamente constante para os crimes contra o, contra a vida em sociedade e contra as, diminui entre os crimes previstos em legislação penal avulsa e os contra o (Figura 8). Figura 8 Prisão não substituída e não suspensa 18,% 16,% 14,% 12,% 1 8,% 6,% 4,% 2,% Número de Av. Óscar Monteiro Torres, Lisboa Portugal Tel.: (351) Fax: (351)

ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO ( )

ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO ( ) Dezembro de 216 Número 46 BOLETIM ESTATÍSTICO TEMÁTICO ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO (27-21) O PRESENTE DOCUMENTO PRETENDE RETRATAR, DE FORMA INTEGRADA E TRANSVERSAL, OS DADOS ESTATÍSTICOS REFERENTES AO

Leia mais

ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO ( )

ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO ( ) Dezembro de 214 Número 32 BOLETIM ESTATÍSTICO TEMÁTICO ESTATÍSTICAS SOBRE CORRUPÇÃO (27-213) O PRESENTE DOCUMENTO PRETENDE RETRATAR, DE FORMA INTEGRADA E TRANSVERSAL, OS DADOS ESTATÍSTICOS REFERENTES AO

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( )

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( ) 254.992 241.319 242.147 23.633 22.327 113,1% 97,6% 128,1% 125,3% 122,8% Julho de Boletim n.º 32 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 1º Trimestre de Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis (27-) O presente

Leia mais

ESTATÍSTICAS SOBRE CRIMES RODOVIÁRIOS ( )

ESTATÍSTICAS SOBRE CRIMES RODOVIÁRIOS ( ) 3.821 2.995 2.586 2.325 2.97 1.734 12.19 1.684 9.767 1.479 2.612 21.313 21.38 18.856 2.389 18.297 22.67 18.886 23.274 17.83 15.844 2.752 25.366 24.68 45.746 43.231 41.272 43.278 42.454 42.944 38.311 31.998

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre ações executivas cíveis ( )

Estatísticas trimestrais sobre ações executivas cíveis ( ) Abril de 2017 Boletim n.º 40 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 4º Trimestre de 2016 Estatísticas trimestrais sobre ações executivas cíveis (2007-2016) O presente documento pretende retratar a evolução trimestral

Leia mais

Estatísticas da Justiça Primeiros resultados Movimento processual nos tribunais administrativos e fiscais de 1.ª instância, 2016

Estatísticas da Justiça Primeiros resultados Movimento processual nos tribunais administrativos e fiscais de 1.ª instância, 2016 Entrados Findos Pendentes (no final do Entrados Findos Pendentes (no final do Abril de 217 Número 49 DESTAQUE ESTATÍSTICO Estatísticas da Justiça Primeiros resultados Movimento processual nos tribunais

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas ( )

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas ( ) 187 188 228 1562 1499 2181 193 1967 236 2754 2487 2643 4637 412 3547 5389 5226 4348 Abril de 213 Trimestre 8 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( )

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( ) 78,1% 115,5% 19,3% 95,7% 112,4% 127,1% 241.4 236.554 248.464 262.38 254.847 241.628 Janeiro de 216 Boletim n.º 23 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 1º e 2º Trimestres de 215 Estatísticas trimestrais sobre

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( )

Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis ( ) 78,3% 95,7% 96,9% 112,6% 127,4% 248.737 262.192 254.893 241.544 242.638 Fevereiro de 216 Boletim n.º 26 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 3º Trimestres de Estatísticas trimestrais sobre ações cíveis (-)

Leia mais

Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos nos tribunais judiciais de 1ª instância,

Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos nos tribunais judiciais de 1ª instância, 1.547.672 1.57.71 1.64.317 1.65.477 1.68.844 1.698.733 1.522.83 1.441.18 1.311.138 Outubro de 216 Número 43 DESTAQUE ESTATÍSTICO Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos

Leia mais

Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos nos tribunais judiciais de 1ª instância,

Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos nos tribunais judiciais de 1ª instância, 1.535.736 1.497.778 1.594.68 1.655.168 1.687.458 1.77.242 1.533.654 Outubro de 214 Número 28 DESTAQUE ESTATÍSTICO Estatísticas da Justiça Alguns indicadores estatísticos sobre os processos nos tribunais

Leia mais

Memorando Semestral. Ação do Ministério Público no Distrito Judicial de Lisboa (Área Penal)

Memorando Semestral. Ação do Ministério Público no Distrito Judicial de Lisboa (Área Penal) Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa Memorando Semestral 1.º Semestre 2016 Ação do Ministério Público no Distrito Judicial de Lisboa (Área Penal) 1. Apresentação Pretende-se com este Memorando fazer

Leia mais

Estatísticas sobre registos e notariado ( )

Estatísticas sobre registos e notariado ( ) Abril de 2015 úmero 35 DESTAQUE ESTATÍSTICO Estatísticas sobre registos e notariado (2007-2014) O presente documento pretende retratar a evolução anual, desde 2007, da atividade dos registos e do notariado,

Leia mais

: vigilância electrónica DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE D

: vigilância electrónica DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE D vigilância electrónica INDICADORES ESTATÍSTICOS MENSAIS j u n h o. 2 0 1 6 dados provisórios : vigilância electrónica DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE D E VIGILÂNCIA ELECTRÓNICA DIRECÇÃO GERAL DE REINSERÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

DGRSP. Síntese Estatística da Atividade Operativa relativa à Vigilância Eletrónica 2012

DGRSP. Síntese Estatística da Atividade Operativa relativa à Vigilância Eletrónica 2012 DGRSP Síntese Estatística da Atividade Operativa relativa à Vigilância Eletrónica 2012 Direção de Serviços Estudos e Planeamento março 2013 ÍNDICE Nota Introdutória... 3 1. Pedidos de informação recebidos

Leia mais

Condenações por homicídio conjugal em processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância, nos anos de 2007 a 2009

Condenações por homicídio conjugal em processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância, nos anos de 2007 a 2009 Condenações por homicídio conjugal em processos crime na fase de julgamento findos nos tribunais judiciais de 1.ª instância, nos anos de 2007 a 2009 O presente documento 1 pretende caracterizar, de um

Leia mais

Estatísticas Demográficas 2004

Estatísticas Demográficas 2004 Estatísticas Demográficas 2004 28 de Novembro de 2005 A população residente em Portugal, em 31/12/2004, estimou-se em 10 529 255 indivíduos. Os nascimentos decresceram 2,9% e os óbitos 6,2%, face a 2003.

Leia mais

Material de Apoio Prof. Fernando Tadeu Marques Apontamentos de Direito Penal. Da suspensão condicional da pena - Sursis (arts.

Material de Apoio Prof. Fernando Tadeu Marques Apontamentos de Direito Penal. Da suspensão condicional da pena - Sursis (arts. Da suspensão condicional da pena - Sursis (arts. 77 ao 82, CP) Conceito A suspensão condicional da pena, também conhecida por sursis, pode ser conceituada como a suspensão parcial da execução da pena privativa

Leia mais

Medidas de Protecção de Menores no Caso de Recrutamento para Profissões ou Exercício de Funções que Envolvam Contacto com Crianças

Medidas de Protecção de Menores no Caso de Recrutamento para Profissões ou Exercício de Funções que Envolvam Contacto com Crianças CÓDIGOS ELECTRÓNICOS DATAJURIS DATAJURIS é uma marca registada no INPI sob o nº 350529 Medidas de Protecção de Menores no Caso de Recrutamento para Profissões ou Exercício de Funções que Envolvam Contacto

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Direito Penal II Código da Disciplina: JUR 213 Curso: Direito Faculdade responsável: Direito Programa em vigência a partir de: Número de créditos: 04 Carga Horária total:

Leia mais

Desde 1998, 18 condenações por aborto 24-Jan-2007

Desde 1998, 18 condenações por aborto 24-Jan-2007 Desde 1998, 18 condenações por aborto 24-Jan-2007 As deputadas Helena Pinto, Sónia Fertuzinhos e Sónia Sanfona, do movimento Voto Sim, denunciaram que desde 1998 houve, por crime de aborto, 34 processos

Leia mais

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM 1ª QUESTÃO José Augusto foi preso em flagrante delito pela suposta prática do crime de receptação (Art. 180 do Código Penal pena: 01 a 04 anos de reclusão

Leia mais

SUPREMO TRIBUNALDE JUSTIÇA LEI N.º 10/91

SUPREMO TRIBUNALDE JUSTIÇA LEI N.º 10/91 LEI N.º 10/91 A Assembleia Nacional no uso das atribuições que lhe são conferidas ao abrigo da alínea d) do artigo 87º. Da Constituição, aprova a seguinte Lei: ESTATUTO DOS MAGISTRADOS CAPÍTULO I ESTATUTO

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( )

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( ) 846 856 2.23 1.154 1.184 2.132 1.78 1.668 2.386 2.163 2.114 2.363 3.59 3.219 2.99 4.559 4.45 4.87 4.47 4.499 3.957 8.24 6.91 4.773 3973 423 373 Janeiro de 216 Boletim n.º 25 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL

Leia mais

Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça. SIEJ Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça

Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça. SIEJ Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça SIEJ Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça Estatísticas da Justiça A DGPJ é o serviço do Ministério da Justiça responsável pela informação

Leia mais

Lei n.º 113/2009, de 17/9 1

Lei n.º 113/2009, de 17/9 1 (Não dispensa a consulta do Diário da República) Lei n.º 113/2009, de 17/9 1 Estabelece medidas de proteção de menores, em cumprimento do artigo 5.º da Convenção do Conselho da Europa contra a Exploração

Leia mais

Crime público desde Lei 7/2000 de Denúncia para além dos seis meses Lei aplicável: vigente no momento prática do último ato Tribunal

Crime público desde Lei 7/2000 de Denúncia para além dos seis meses Lei aplicável: vigente no momento prática do último ato Tribunal 1 Quem, de modo reiterado ou não, infligir maus tratos físicos ou psíquicos, incluindo castigos corporais, privações da liberdade e ofensas sexuais: a) Ao cônjuge ou ex-cônjuge; b) A pessoa de outro ou

Leia mais

ENQUADRAMENTO PENAL CÓDIGO PENAL

ENQUADRAMENTO PENAL CÓDIGO PENAL ENQUADRAMENTO PENAL CÓDIGO PENAL Violência Doméstica 1 Quem, de modo reiterado ou não, infligir maus tratos físicos ou psíquicos, incluindo castigos corporais, privações da liberdade e ofensas sexuais:

Leia mais

DSEP ESTATÍSTICA Setembro 2010 Paula Martins

DSEP ESTATÍSTICA Setembro 2010 Paula Martins JOVEN S ALVO DE MEDIDAS TUTELARES EDUCATIVAS NA COMUNIDADE Setembro de 2010 1200 1000 1.028 800 600 400 200 0 31 Reparação ao ofendido (9534) 7 Realização de prestações económicas a favor da comunidade

Leia mais

Estatísticas da Educação 2014/15 Principais resultados relativos ao Ensino Superior

Estatísticas da Educação 2014/15 Principais resultados relativos ao Ensino Superior Estatísticas da Educação 2014/15 Principais resultados relativos ao Ensino Superior Inscritos em cursos de ensino superior Em 2014/15, inscreveram-se em cursos de ensino superior um total de 349 658 alunos

Leia mais

Projecto-Lei n.º 173/XIII/1ª Reforça o regime sancionatório aplicável aos animais (altera o Código Penal) Exposição de motivos

Projecto-Lei n.º 173/XIII/1ª Reforça o regime sancionatório aplicável aos animais (altera o Código Penal) Exposição de motivos Projecto-Lei n.º 173/XIII/1ª Reforça o regime sancionatório aplicável aos animais (altera o Código Penal) Exposição de motivos a ser reconhecida de forma transversal na sociedade. constitui um facto incontestável

Leia mais

Ponto 11 do plano de ensino. Suspensão condicional da pena: conceito e jurídica.

Ponto 11 do plano de ensino. Suspensão condicional da pena: conceito e jurídica. Ponto 11 do plano de ensino Suspensão condicional da pena: conceito e jurídica. natureza Comparação da suspensão condicional da pena e da suspensão condicional do processo do artigo 89 da Lei 9.099/95.

Leia mais

Título: Regime penal de corrupção no comércio internacional e no sector privado

Título: Regime penal de corrupção no comércio internacional e no sector privado Título: Regime penal de corrupção no comércio internacional e no sector privado Autor: Eurico Santos, Advogado Correio eletrónico do Autor: euricosantos@sapo.pt N.º de Páginas: 8 páginas Formato: PDF (Portable

Leia mais

Códigos Penal e Processo Penal, 6.ª Edição Col. Legislação

Códigos Penal e Processo Penal, 6.ª Edição Col. Legislação COLEÇÃO LEGISLAÇÃO Atualizações Online orquê as atualizações aos livros da COLEÇÃO LEGISLAÇÃO? No panorama legislativo nacional é frequente a publicação de novos diplomas legais que, regularmente, alteram

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( )

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( ) 992 1.35 2.238 1.138 1.15 2.218 1.89 1.764 2.243 2.4 2.46 2.31 3.9 3.55 2.58 5.472 5.282 3.691 5.428 5.349 4.316 5.6 5.327 3.675 4.643 5.118 4.2 4.83 4.346 3.23 3.814 3.862 2.528 Julho de 217 Boletim n.º

Leia mais

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE DO CP Pena privativa de liberdade Art. 33 CP Reclusão CP Detenção CP Prisão Simples Dec. Lei 3688/41 Sanções penais Penas Art. 32

Leia mais

Processo n.º 429/2015 Data do acórdão:

Processo n.º 429/2015 Data do acórdão: Processo n.º 429/2015 Data do acórdão: 2015-5-28 (Autos em recurso penal) Assuntos: prática de novo crime no período de pena suspensa corrupção activa art.º 54.º, n.º 1, alínea b), do Código Penal revogação

Leia mais

PROCESSO PENAL 1. PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE. Reclusão e detenção está reservada para os crimes e a prisão simples para as contravenções.

PROCESSO PENAL 1. PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE. Reclusão e detenção está reservada para os crimes e a prisão simples para as contravenções. 1 PROCESSO PENAL PROCESSO PENAL PONTO 1: Pena Privativa de Liberdade PONTO 2: Princípio da Individualização da Pena PONTO 3: Individualização Judicial São três: a) Reclusão b) Detenção c) Prisão Simples

Leia mais

CARTA DE CAÇADOR. A carta de caçador pode ser emitida a favor dos requerentes que reunam simultaneamente as seguintes condições :

CARTA DE CAÇADOR. A carta de caçador pode ser emitida a favor dos requerentes que reunam simultaneamente as seguintes condições : CARTA DE CAÇADOR INDÍCE Requisitos para obter carta de caçador Especificações Validade Concessão, renovação, 2.ºs vias e alteração de dados Quando requerer Renovação de cartas de caçador emitidas antes

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( )

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( ) 846 856 2.235 1.155 1.184 2.138 1.78 1.668 2.392 2.163 2.113 2.369 3.59 3.219 2.997 4.559 4.45 4.92 4.46 4.498 3.961 8.36 6.917 4.832 3.971 4.33 3.673 3.175 3.325 2.743 Janeiro de 217 Boletim n.º 36 DESTAQUE

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA DE ACORDO COM O EDITAL N 1, DE 24 DE NOVEMBRO DE 201, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, TRE-SP CONHECIMENTOS BÁSICOS

Leia mais

Contraordenações Rodoviárias Advogados

Contraordenações Rodoviárias Advogados Francisco Marques Vieira Santa Maria da Feira 18 de setembro de 2015 Contraordenações Rodoviárias Advogados Defesa do Arguido Impugnação Judicial Recurso 2 Dinâmica do Processo Fiscalização Auto de notícia

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

envelhecimento demográfico

envelhecimento demográfico Em, Portugal manteve a tendência de envelhecimento demográfico A evolução demográfica em caracteriza-se por um ligeiro crescimento da população residente em Portugal (10 463), para o qual foi essencial

Leia mais

15.1. Processos de contraordenação instaurados. Processos de contraordenação instaurados Decisões em processos de contraordenação instaurados

15.1. Processos de contraordenação instaurados. Processos de contraordenação instaurados Decisões em processos de contraordenação instaurados CONTRAORDENAÇÕES 15. Contraordenações Em 2016, a ANACOM recebeu 792 notícias de infração, que se juntaram aos 585 processos transitados do ano anterior, elevando assim para 1377 o número de processos em

Leia mais

Processos crime na fase de inquérito: A suspensão provisória do processo 1

Processos crime na fase de inquérito: A suspensão provisória do processo 1 Processos crime na fase de inquérito: A suspensão provisória do processo 1 No presente documento pretende-se caracterizar o movimento anual dos processos crime na fase de inquérito 2, entre os anos de

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ:

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Direito Disciplina: Direito Processual Penal III Professor: Marco Antônio de Jesus Bacelar Código: DIR4 Carga Horária: 80 H Créditos: 04

Leia mais

LIVRAMENTO CONDICIONAL

LIVRAMENTO CONDICIONAL LIVRAMENTO CONDICIONAL Arts. 83 a 90 do CP e 131 e s. da LEP. Consagrado no CP de 1890, mas com efetiva aplicação pelo Decreto 16.665 de 1924. É mais uma tentativa de diminuir os efeitos negativos da prisão.

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso CONTRATO DE TRABALHO Empregado Preso Muitas dúvidas surgem quando o empregador toma conhecimento que seu empregado encontra-se preso. As dúvidas mais comuns são no sentido de como ficará o contrato de

Leia mais

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 Nome do Candidato: Nome do pai: Nome da mãe: Partido Político ou Coligação: Cargo a que concorre: ( ) Prefeito ( ) Vice-Prefeito ( ) Vereador Município: Declaro,

Leia mais

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO 1.º SEMESTRE 215 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE SEGURADORA ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões Relatório de evolução da atividade seguradora 1.º Semestre 215 I. Produção e custos

Leia mais

Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa Banco de Portugal (Rua do Ouro, 27, Lisboa)

Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa Banco de Portugal (Rua do Ouro, 27, Lisboa) FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição

Leia mais

Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º 197/X

Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º 197/X Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 197/X Altera o Decreto-Lei n.º 259/98 de 18 de Agosto, repondo a justiça social na atribuição do subsídio nocturno, altera o Decreto-Lei n.º53-a/98, de 11 de Março,

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA

CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA 1 Ortografia oficial. LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO AULA LEITURA LEITURA QUESTÕES REVISÃO 2 Acentuação gráfica. 3 Grafia

Leia mais

Resumos Gráficos de Direito Penal Parte Geral

Resumos Gráficos de Direito Penal Parte Geral Resumos Gráficos de Direito Penal Parte Geral Atualização OBS: As páginas citadas neste arquivo são da 1 a edição. Pág. 163 MONITORAMENTO ELETRÔNICO (ARTS. 146-B, 146-C E 146-D DA LEP) Existe a possibilidade

Leia mais

Juizados Especiais Criminais

Juizados Especiais Criminais Direito Processual Penal Juizados Especiais Criminais Constituição Federal Art. 98. A União, no Distrito Federal e nos Territórios, e os Estados criarão: I - juizados especiais, providos por juízes togados,

Leia mais

A taxa de desemprego situou-se em 10,5% no 4.º trimestre e em 11,1% no ano de 2016

A taxa de desemprego situou-se em 10,5% no 4.º trimestre e em 11,1% no ano de 2016 8 de fevereiro de 217 Estatísticas do Emprego 4.º trimestre de 216 A taxa de desemprego situou-se em 1,5 no 4.º trimestre e em 11,1 no ano de 216 A taxa de desemprego do 4.º trimestre de 216 foi de 1,5.

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Título I Disposições preliminares (Arts. 1º a 3º)... 3 Título II Do inquérito policial

Leia mais

Relatório de Avaliação dos Sistemas Judiciais Europeus. CEPEJ (dados referente a 2008)

Relatório de Avaliação dos Sistemas Judiciais Europeus. CEPEJ (dados referente a 2008) Relatório de Avaliação dos Sistemas Judiciais Europeus CEPEJ - 2010 (dados referente a 2008) Análise dos resultados mais relevantes registados por Portugal 1 Pontos fortes registados por Portugal Sistema

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( )

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização ( ) 995 136 2221 1141 1149 2199 1821 1772 2231 258 26 239 371 3116 265 3742 5485 5295 5417 532 4474 Julho de 213 Boletim n.º 9 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 1º Trimestre de 213 Estatísticas trimestrais sobre

Leia mais

Actividade de Capital de Risco em Portugal e na Europa Ano de 2008

Actividade de Capital de Risco em Portugal e na Europa Ano de 2008 Associação Portuguesa de Capital de Risco e de Desenvolvimento Abril de 2009 Actividade de Capital de Risco em Portugal e na Europa Ano de 2008 Principais conclusões Europa Em 2008, o sector do capital

Leia mais

O instituto da reincidência está conceituado em dois artigos, tanto no art.63 do Código Penal, como no art.7º da Lei de Contravenções Penais.

O instituto da reincidência está conceituado em dois artigos, tanto no art.63 do Código Penal, como no art.7º da Lei de Contravenções Penais. REINCIDÊNCIA O instituto da reincidência está conceituado em dois artigos, tanto no art.63 do Código Penal, como no art.7º da Lei de Contravenções Penais. CP - Art. 63 - Verifica-se a reincidência quando

Leia mais

Proposta de Lei. Exposição de Motivos. 1 Com a presente Proposta de Lei submete se à Assembleia da República uma alteração pontual ao Código Penal.

Proposta de Lei. Exposição de Motivos. 1 Com a presente Proposta de Lei submete se à Assembleia da República uma alteração pontual ao Código Penal. Proposta de Lei Exposição de Motivos 1 Com a presente Proposta de Lei submete se à Assembleia da República uma alteração pontual ao Código Penal. As modificações que se propõem incidem sobre o instituto

Leia mais

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias Página 1 de 5 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INSTITUIÇÕES DE DIREITO PENAL I 074 Curso Graduação Período 3º Período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Docente (s) Prof. Dr.

Leia mais

Proposta de substituição PSD e CDS-PP ( ) Lei n.º 37/81, de 3 de outubro (Lei da Nacionalidade) GP do PS

Proposta de substituição PSD e CDS-PP ( ) Lei n.º 37/81, de 3 de outubro (Lei da Nacionalidade) GP do PS Artigo 1.º Objeto A presente lei procede à sexta alteração à Lei n.º 37/81, de 3 de outubro, fixando novos fundamentos para a concessão da nacionalidade por naturalização e para oposição à aquisição da

Leia mais

Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa Clóvis Feitosa

Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa Clóvis Feitosa Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa Clóvis Feitosa 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Improbidade Administrativa Clovis Feitosa IMPROBIDADE

Leia mais

Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015

Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015 Procura Turística dos Residentes 4º Trimestre de 2015 02 de maio de 2016 Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015 No 4º trimestre de 2015 a população residente em Portugal realizou

Leia mais

A REVERSÃO FISCAL A REVERSÃO FISCAL

A REVERSÃO FISCAL A REVERSÃO FISCAL Os direitos e as garantias dos Contribuintes e as prerrogativas da Administração Fiscal A REVERSÃO FISCAL A REVERSÃO FISCAL Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas Lisboa e Faro 13 e 14 de Julho de 2007

Leia mais

Aula 14. EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo único, CPP)

Aula 14. EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo único, CPP) Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 14 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 14 EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo

Leia mais

INE EDITA INDICADORES SOCIAIS 2003

INE EDITA INDICADORES SOCIAIS 2003 INDICADORES SOCIAIS 23 (23) 4 de Maio de 25 INE EDITA INDICADORES SOCIAIS 23 Encontra-se disponível, a partir desta data, a publicação Indicadores Sociais 23, cujo objectivo é a actualização da principal

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO - 2010/01 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PENAL II PROFESSOR: CARLOS EDUARDO TURMA: 4DM e 4EN UNIDADES CONTEÚDOS

Leia mais

Regime Contraordenacional

Regime Contraordenacional Ficha Técnica Título Autor de Segurança Social Regime Contraordenacional Conceção gráfica Edição Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação http://www.seg-social.pt/dgss-direccao-geral-da-seguranca-social

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização (2007-2013)

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização (2007-2013) Abril de 2014 Boletim n.º 15 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL 4º Trimestre de 2013 Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000170486 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0004291-32.2012.8.26.0484, da Comarca de Promissão, em que é apelante JOSÉ RICARDO MATIAS, é apelado MINISTÉRIO

Leia mais

PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS

PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS DIREITO PENAL MILITAR Prof. Rogério PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS PENAS PRINCIPAIS (art. 55) QUADRO ESQUEMÁTICO PENAS ACESSÓRIAS (art. 98) Morte Perda do posto e da patente Multa PENAS PREVISTAS CPM NÃO

Leia mais

Não Aplicável. Não Aplicável. Conservatória Registo Comercial Banco de Portugal. Crédito Pessoal Oney. Crédito Pessoal

Não Aplicável. Não Aplicável. Conservatória Registo Comercial Banco de Portugal. Crédito Pessoal Oney. Crédito Pessoal FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição

Leia mais

ELETRICIDADE, GÁS, VAPOR, ÁGUA QUENTE E FRIA E AR FRIO ANÁLISE SETORIAL

ELETRICIDADE, GÁS, VAPOR, ÁGUA QUENTE E FRIA E AR FRIO ANÁLISE SETORIAL ELETRICIDADE, GÁS, VAPOR, ÁGUA QUENTE E FRIA E AR FRIO ANÁLISE SETORIAL Novembro 2016 ELETRICIDADE, GÁS, VAPOR, ÁGUA QUENTE E FRIA E AR FRIO O presente documento constitui um resumo analítico do desempenho

Leia mais

1.1.4 Execução penal: conceito, pressuposto fundamental e natureza jurídica

1.1.4 Execução penal: conceito, pressuposto fundamental e natureza jurídica SUMÁRIO 1. OBJETO E APLICAÇÃO DA LEI DE EXECUÇÃO PENAL 1.1 Direito de execução penal 1.1.1 Direito de Execução Penal e Direito Penitenciário 1.1.2 Autonomia do Direito de Execução Penal 1.1.3 Antecedentes

Leia mais

1. OBJETO E APLICAÇÃO DA LEI DE EXECUÇÃO PENAL 1.1 Direito de Execução Penal

1. OBJETO E APLICAÇÃO DA LEI DE EXECUÇÃO PENAL 1.1 Direito de Execução Penal 1. OBJETO E APLICAÇÃO DA LEI DE EXECUÇÃO PENAL 1.1 Direito de Execução Penal 1.2 Pena 1.1.1 Direito de Execução Penal e Direito Penitenciário 1.1.2 Autonomia do Direito de Execução Penal 1.1.3 Antecedentes

Leia mais

PODER EXECUTIVO (art. 76 a 91, CRFB/88)

PODER EXECUTIVO (art. 76 a 91, CRFB/88) PODER EXECUTIVO PODER EXECUTIVO (art. 76 a 91, CRFB/88) Sistema de Governo Presidencialista Junção das funções de Chefe de Estado e Chefe de Governo É exercido, no âmbito federal, desde 1891, pelo Presidente

Leia mais

1. Movimento de Passageiros no Aeroporto de Faro 1.1. Movimento total de passageiros 1.2. Movimento de passageiros por país de origem

1. Movimento de Passageiros no Aeroporto de Faro 1.1. Movimento total de passageiros 1.2. Movimento de passageiros por país de origem 1. Movimento de Passageiros no Aeroporto de Faro 1.1. Movimento total de passageiros 1.2. Movimento de passageiros por país de origem 2. Hóspedes 2.1. Número total de hóspedes 2.2. Hóspedes por tipologia

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MANGUALDE

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MANGUALDE ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MANGUALDE REGULAMENTO DE DISTINÇÕES HONORÍFICAS REGULAMENTO DE DISTINÇÕES HONORÍFICAS As condecorações estabelecidas na alínea d) do artigo 22º dos Estatutos

Leia mais

Aula Demonstrativa. Legislação Aduaneira Professores: Rodrigo Luz e Luiz Missagia

Aula Demonstrativa. Legislação Aduaneira Professores: Rodrigo Luz e Luiz Missagia Aula Demonstrativa Legislação Aduaneira Professores: Rodrigo Luz e Luiz Missagia Aula 00 Aula Demonstrativa Aula Conteúdo Programático Data 00 Demonstrativa 22/07 01 Jurisdição Aduaneira e Controle Aduaneiro

Leia mais

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014)

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014) PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores - 2013/2014) 1. Aulas: I- METODOLOGIA As sessões de trabalho vão decorrer: a) Leitura, seguida de esclarecimentos e discussão

Leia mais

PROJECÇÕES DE POPULAÇÃO RESIDENTE EM PORTUGAL ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO AGRAVA-SE NO FUTURO

PROJECÇÕES DE POPULAÇÃO RESIDENTE EM PORTUGAL ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO AGRAVA-SE NO FUTURO 12 DE Junho de 23 PROJECÇÕES DE POPULAÇÃO RESIDENTE EM PORTUGAL 2-25 ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO AGRAVA-SE NO FUTURO As Projecções de População Residente em Portugal, no horizonte 2-25, revelam um envelhecimento

Leia mais

Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios

Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios Estimativas de População Residente 09 de Junho 2010 Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios A evolução demográfica em caracteriza-se por um ligeiro crescimento da população

Leia mais

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização (2007-2014)

Estatísticas trimestrais sobre processos de falência, insolvência e recuperação de empresas e sobre processos especiais de revitalização (2007-2014) 995 1.037 2.229 1.143 1.151 2.209 1.823 1.774 2.238 2.059 2.063 2.311 3.071 3.116 2.595 3.707 5.492 5.314 5.429 5.337 4.397 5.052 5.265 4.065 Julho de 2014 Boletim n.º 17 DESTAQUE ESTATÍSTICO TRIMESTRAL

Leia mais

- Gramática e Interpretação de texto da Língua Portuguesa -

- Gramática e Interpretação de texto da Língua Portuguesa - 1 Ortografia oficial 2 Acentuação gráfica 3 Flexão nominal e verbal Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação 4 5 Advérbios 6 Conjunções coordenativas e subordinativas 7 Emprego de tempos e modos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 515/XII

PROJETO DE LEI N.º 515/XII PROJETO DE LEI N.º 515/XII PROCEDE À 31.ª ALTERAÇÃO AO CÓDIGO PENAL, APROVADO PELO DECRETO-LEI N.º 400/82, DE 23 DE SETEMBRO, CRIANDO O CRIME DE MUTILAÇÃO GENITAL FEMININA Exposição de motivos 1 A Mutilação

Leia mais

Lei nº 7/2009, de 12 de Fevereiro [1] Código da Estrada ª Edição. Atualização nº 1

Lei nº 7/2009, de 12 de Fevereiro [1] Código da Estrada ª Edição. Atualização nº 1 Lei nº 7/2009, de 12 de Fevereiro [1] Código da Estrada 2015 8ª Edição Atualização nº 1 1 [1] Código do Trabalho CÓDIGO DA ESTRADA Atualização nº 1 ORGANIZAÇÃO BDJUR BASE DE DADOS JURÍDICA EDITOR EDIÇÕES

Leia mais

Casos Problemas e Soluções

Casos Problemas e Soluções Casos Problemas e Soluções Caso TRT: oconfisco dos bens de Nicolau dos Santos Neto na Suíça 1 Seminário sobre FRAUDE INTERNACIONAL E RECUPERAÇÃO DE ATIVOS E COOPERAÇÃO TRANSNACIONAL DE INSOLVÊNCIA Escola

Leia mais

Das Penas Parte IV. Aula 4

Das Penas Parte IV. Aula 4 Das Penas Parte IV Aula 4 PENAS RESTRITIVAS DE DIREITO Art 44 - As penas restritivas de direitos são autônomas e substituem as privativas de liberdade [...] Conceito Elas perfazem uma espécie de pena,

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Range Accrual WTI Crude 1M (Ser. 10/7)

Prospecto Informativo Invest Range Accrual WTI Crude 1M (Ser. 10/7) Prospecto Informativo Invest Range Accrual WTI Crude 1M (Ser. 10/7) Dezembro de 2010 Designação: Invest Range Accrual WTI Crude 1M (Ser. 10/7) Classificação: Caracterização do Produto: Garantia de Capital:

Leia mais

O maior site de concursos do Brasil. apresenta...

O maior site de concursos do Brasil. apresenta... O maior site de concursos do Brasil apresenta... Art. 49. As faltas disciplinares classificam-se em leves, médias e graves. A legislação local especificará as leves e médias, bem assim as respectivas

Leia mais

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr.

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr. PODER EXECUTIVO 3ª aula Prof. Raul de Mello Franco Jr. SUBSÍDIOS do PRESIDENTE, do VICE e dos MINISTROS São fixados pelo CN, por decreto-legislativo (art. 49, VIII, CF). Devem ser fixados em parcela única.

Leia mais

Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB. Prof. Thális Andrade

Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB. Prof. Thális Andrade Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB Prof. Thális Andrade -Professor -Importância da matéria de Legislação Aduaneira -Bibliografia básica BRASIL. Ministério da Fazenda. Disponível em: .

Leia mais

vigilância electrónica indicadores estatísticos dados acumulados: Jan2002 Set valores provisórios inclui breve análise

vigilância electrónica indicadores estatísticos dados acumulados: Jan2002 Set valores provisórios inclui breve análise : vigilância vigilância electrónica indicadores estatísticos dados acumulados: Jan2002 Set200 2008 valores provisórios inclui breve análise dos dados de 1 ano após a reforma penal 1 INDICADORES GERAIS

Leia mais

A necessidade de financiamento da economia fixou-se em 5,1% do PIB em 2011

A necessidade de financiamento da economia fixou-se em 5,1% do PIB em 2011 Contas Nacionais Trimestrais Por Sector Institucional (Base 2006) 4º Trimestre de 2011 e Ano 2011 30 de março de 2012 A necessidade de financiamento da economia fixou-se em 5,1% do PIB em 2011 Em 2011,

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO PROJETO DE LEI Nº 1.277, DE 2015

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO PROJETO DE LEI Nº 1.277, DE 2015 COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO. PROJETO DE LEI Nº 1.277, DE 2015 (Apenso: PL 2117/2015) Altera o art. 11 da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, para caracterizar como atos

Leia mais

EDITAL ESQUEMATIZADO PARA OAB ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R

EDITAL ESQUEMATIZADO PARA OAB ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R 1.1 Da Inscrição. 1.2 Da atividade de advocacia 1.3 Dos direitos do advogado 1.4 Da Sociedade de advogados 1.5 Do advogado empregado 1.6 Dos honorários advocatícios 1.7 Das

Leia mais