Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES. Linguagem C. Linguagem C Estrutura Básica. Constante (literais) Linguagem C Primeiro Programa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES. Linguagem C. Linguagem C Estrutura Básica. Constante (literais) Linguagem C Primeiro Programa"

Transcrição

1 Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES Linguagem C - Introdução Linguagens de Máquina Representação numérica Difícil utilização e compreensão Específica para cada máquina Linguagens Simbólicas(Assembly) Mais inteligíveis Mapeamento um para um Assembler ou Montador Linguagens de Alto Nível Próximas da linguagem humana Expressões matemáticas comuns Mapeamento uma para várias Independente de máquina LOAD X ADD Z = X Y+ Y; STORE Z Linguagem C Linguagem C Estrutura Básica Criada em1972 por Dennis Ritchie e Ken Thompson tendo como principal objetivo auxiliar no desenvolvimento do sistema operacional UNIX; Baseada na linguagem B, derivada do BCPL; É compilada e de propósito geral, sendo uma das linguagens mais difundidas; Permite o desenvolvimento separada de partes de programas os quais podem ser unidos posteriormente. É padronizada em 1983 pela ANSI (American National Standard Institute), unificando as diferentes implementações existentes. Menor programa int return 0; Linguagem C Primeiro Programa Digite o texto Diretiva de pré-processamento. Provaca inclusão de outro arquivo no código fonte em que é inserido. printf( Primeiro Programa em C ); system( PAUSE ); *Forma alternativa #include meuarq.h São valores que permanecem os mesmos do início ao fim do programa Exemplo: O número 1. Ele sempre vai corresponder a uma unidade do início ao fim do programa. Compile e execute (F9); Função que executa um comando interno do sistema ou programa. 1

2 Podem ser do tipo: Numéricas Diferente de 11. Em C um número comessando com 0 está na base octal. São números, podem ser positivos ou negativos, reais ou inteiros. Ex.: 431, 1, -320, 011, 0x21, 9.5, 3.2e12, 3.2f Alfanuméricas Representação hexadecimal. É um caractere ou conjuntos de caracteres (letras, dígitos, ou símbolos especiais: %, $, -, _, etc...). Em C: Cada caractere é armazenado com um valor numérico (0 a 255); um caractere deve ser colocado entre aspas simples Ex.: c, 1,? uma cadeia de caracteres deve ser colocado entre aspas duplas Ex.: 431, casa, -320, 05/08/1990, Maria, LVL3021 Lógicas Representa verdadeiro e falso Em C, não há o tipo lógico, o valor 0 é interpretado como falso e qualquer valor diferente de 0 é interpretado como verdadeiro. Nomeando constantes (Constantes simbólicas) É possível dar um nome para uma constante. Ex.: Número PI > #define PI 3.14 int float raio, area; printf("digite o raio do círculo: ");... printf("a área do círculo é %f\n", area); system("pause"); Faz parte da biblioteca stdio (); Apresenta dados formatados no monitor; Pode ter um ou vários argumentos; Sintaxe: Especificador de largura mínima de campo printf( string de controle,lista de argumentos); Primeiro argumento é uma cadeia de caracteres que especifica a formatação do texto a ser apresentado. Pode utilizar códigos de formatação ( %s, %d, %f, etc.); Demais argumentos representam os valores a serem inseridos nos locais dos códigos de formatação. Especificador de precisão. %4.2f Depende do tipo de dado printf( O aluno %s obteve média %f e por isto foi %s., Joaquim, 8.5, aprovado ); O aluno Joaquim obteve média e por isto foi aprovado. Tamanho mínimo para a impressão de um campo main ( ) { O valor total é 350 printf ( O valor total é %2d \n, 350); O valor total é 350 printf ( O valor total é %4d \n, 350); O valor total é 350 printf ( O valor total é %5d \n, 350); Limitando numero de casas decimais main ( ) { printf ( %3.1f \n, ); printf ( %10.3f \n, ); Variáveis Códigos de formatação Código Significado %c Exibe um caractere %d Exibe um inteiro em formato decimal %i Exibe um inteiro %e Exibe um número em notação científica (com e minúsculo) %E Exibe um número em notação científica (com E maiúsculo) %f Exibe um ponto flutuante em formato decimal %g Usa %e ou %f, o que for menor %G O mesmo que %g, só que um E maiúsculo é usado se o formato %e for escolhido %o Exibe um número em notação octal %s Exibe uma string %u Exibe um decimal sem sinal %x Exibe um número em hexadecimal com letras minúsculas %X Exibe um número em hexadecimal com letras maiúsculas %% Exibe um sinal de % %p Exibe um ponteiro (endereço) printf("o numero %d representa o caractere %c\n", 26, 26); Caracteres Especiais Caractere Ação \n Quebra de linha \t Tabulação \a Beep \\ Barra invertida \ Aspas simples \ Aspas duplas Espaço de memória nomeado o qual é reservado para armazenar um certo tipo de dado. O valor armazenado no espaço reservado destinado a uma variável pode ser alterado (e normalmente é) durante a execução do programa. Possuem um tipo Deve-se especificar o tipo da variável antes de utilizá-la (declaração de variáveis). Tipos básicos em C: char, int, float, double e void. Podem ser alterados através dos modificadores: short, long e unsigned. O tamanho da memória reservado para armazenar um determinado valor depende do tipo da variável. 2

3 Variáveis - Tipos Tipo Tamanho em Bytes Faixa Mínima char a 127 unsigned char 1 0 a 255 int a unsigned int 4 0 a short int a unsigned short int 2 0 a long int a unsigned long int 4 0 a float 4 3,4 x a 3,4 x double 8 long double 10 1,7 x a 1,7 x ,4 x a 3,4 x Variáveis Declaração e atribuição Declaração Sintaxe *Obs: toda variável deve ser declara antes de ser usada. <tipo> <identificador>; ( float valor;) <tipo> <identificador1>, <identificador2>,..., <identificador n> ; ( int idade, num;) Atribuição de um valor Comando de atribuição <nomevariável> = <expressão> ;( idade = 27;) Leitura Função scanf (próximo assunto). Variáveis - Identificadores Variáveis Palavras Chaves Servem para dar nome a variáveis, funções, constantes, etc. Os identificadores devem seguir as seguintes regras de construção: Devem começar por uma letra (a-z, A-Z) ou um underscore ( _ ); O restante do identificador deve conter apenas letras underscore ou dígitos (0-9). Não pode conter outros caracteres; Devem ter no máximo 32 caracteres; Letras maiúsculas são diferentes de minúsculas. Não pode ser um nome reservado; Id Válidos: abc, y24, VetorPontosMovimentoRobo, nota_1, TAM_MAX; Não Válidos: 3dia, vetor-1, pao&leite, iteração. Palavras chaves em C (padrão ANSI) auto double int struct break else long switch case enum register typedef char extern return union const float short unsigned continue for signed void default goto sizeof volatile do if static while Comando de Entrada Função scanf Faz parte da biblioteca stdio (); Permite a leitura da entrada padrão do sistema (teclado); Sintaxe: scanf( string de controle,lista de argumentos); Primeiro argumento é uma cadeia de caracteres que especifica a formatação do texto a ser capturado. Pode utilizar códigos de formatação ( %s, %d, %f, etc.); Demais argumentos representam os endereços das variáveis nas quais os valores serão armazenados. *OBS: O endereço de uma variável pode ser obtida adicionando o operador & antes do identificador da variável. &idade Espaços em branco scanf( %d, &idade); são entendidos como scanf( %f%f%f, &n1, &n2, &n3); fim de uma entrada. O ENTER é entendido como finalizador geral do scanf Toda variável ocupa uma área de memória e seu endereço é a posição do primeiro byte por ela ocupado. Exemplo1 Área de um Circulo Construir programa que leia o valor do raio de um circulo e informe sua área e perímetro. Passos: 1. Construir o esqueleto do método main e incluir bibliotecas auxiliares; 2. Declarar constante nomeada PI; 3. Declarar variáveis a serem utilizadas; 4. Ler valor do raio; 5. Efetuar cálculo; 6. Informar resultado (formatar adequadamente). 3

4 Exemplo1 - Área de um Circulo Exercicio 1 #define PI 3.14 float raio, area; printf("digite o raio do círculo: "); scanf("%f",&raio); area = PI * raio * raio; printf("a área do círculo é %.2f\n", area); system("pause"); Informar o perímetro Faça um programa que leia os seguntes dados de uma pessoa: nome, data de nascimento (formato de entrada xx/xx/xxxx), endereco e telefone. Após ler os dados apresente o resultado dos dado lidos conforme o formato abaixo. Nome: Ana Joaquina Data de nascimento: 01/01/1978 Idade: 32 Telefone: Endereco: Rua 213 Teresina *Obs1: idade deve ser calculada levando em consideração apenas o ano de nascimento. *Obs1: crie uma constante para o ano atual. *Obs2: para declarar uma variável do tipo string: char nome[30]; As expressões possuem um valor. Expressões lógicas Possuem como valor: 1(verdadeiro) ou 0(falso). Expressões numéricas Ex.: Possuem como valor um número. 2+3*(5 + num) Expressões alfanuméricas (45 > 10) && (21 < idade) Possuem como valor um ou mais caracteres. 10 As expressões são formadas por maria Constantes sqrt(16) + 21 Variáveis Operadores aritméticos, relacionais ou lógicos. Parênteses Funções Operadores Realizam ações sobre os valores (constantes, variáveis, etc); Sempre criam expressões; Tipos Atribuição; Aritméticos; Relacionais; Lógicos. Operador de atribuição (=) Atribui o valor de uma expressão à uma variável; x = 3; Uma expressão de atribuição tem como resultado o valor atribuído y = x = 3; // expressão de atribuição múltipla As atribuições são executadas da direita p/ à esquerda. Operadores aritméticos Realizam operações matemáticas sobre os operandos. Operadores relacionais Realizam comparações; Tem como resultado um valor booleano. Operadores lógicos Interligam operações relacionais; Avaliam os operandos como lógicos (0 e 1). Operador Ação + Adição * Multiplicação / Divisão % Resto da divisão inteira - Subtração (unário) Operador Ação > Maior que >= Maior ou igual que < Menor que <= Menor ou igual que == Igual a!= Diferente de && Condição E Condição OU! Não Operadores de incremento e decremento de variáveis ++ Incrementa de 1 o valor de uma variável. -- Decrementa de 1 o valor de uma variável. Pode ser pré-fixado ou pós-fixado, o que determina o valor da expressão. Pré-fixado Valor da expressão é igual ao valor da variável já incrementado ou decrementado. ++var; ou --var; Pós-fixado Valor da expressão é igual ao valor da variável antes de ser incrementado ou decrementado. var++; ou var--; Resultado: var = 6 var2 = 6 4

5 Operador Condicional Ternário Operadores aritméticos de atribuições São combinações de operadores que simplificam as instruções e que geralmente são usados por programadores experientes. Dessa forma uma instrução escrita da forma: var = var operador expressão; x = x + 10; Pode ser reduzida obedecendo à sintaxe: var operador = expressão; x += 10; Normal Reduzida var = var + expr; var = var - expr; var = var * expr; var = var / expr; var = var % expr; var += expr; var -= expr; var *= expr; var /= expr; var %= expr; Único operador C que opera sobre 3 expressões. exp1? exp2 : exp3 Funcionamento: A exp1 (condição) é avaliada primeiro; se seu resultado for diferente de zero (valor verdadeiro) a avaliação da exp2 será o resultado da expressão ternária; caso contrário, ou seja zero (valor falso), a avaliação da exp3 será o resultado da expressão ternária. int max = (a>b)? a : b; printf ( %s, (x%2)? Impar : Par ); - Exercicio Precedência Prioridade com que os operadores são executados pelo compilador; Caso os operadores tenham o mesmo nível de precedência eles são analisados da esquerda para direita. Precedência de operadores 1. () [] 2.! (unário) 3. * / % < <= > >= 6. ==!= 7. && 8. 9.?: (Operador ternário condicional) 10. = += -= *= /= %= &= ^= = <<= >>= Escreva uma expressão em C para cada uma das afirmativas x é maior que 56. z não é 9. y é no máximo 100. x é divisível por 2. x está entre 0 e 10 inclusivamente. x ou y é 20. x é maior que y, o qual é maior que z. A soma de x e y é negativa. y tem o valor 73. Metade de z é pelo menos 20. x e y são ambos positivos. x é maior que 5 e menor que 5. x não é igual a 0 e y não é negativo. 5

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões.

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. 1 Estruturas da linguagem C 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. Identificadores Os identificadores seguem a duas regras: 1. Devem ser começados por letras

Leia mais

Programação de Computadores I Introdução ao C PROFESSORA CINTIA CAETANO

Programação de Computadores I Introdução ao C PROFESSORA CINTIA CAETANO Programação de Computadores I Introdução ao C PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução Criada em 1972, por Dennis Ritchie; Centro de Pesquisas da Bell Laboratories; Para utilização no S.O. UNIX; C é uma linguagem

Leia mais

#include <stdio.h> Void main() { printf( Cheguei!\n"); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C

#include <stdio.h> Void main() { printf( Cheguei!\n); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C #include Void main() { printf( Cheguei!\n"); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C ANTES DO C ERA A LINGUAGEM B B foi essencialmente uma simplificação da linguagem BCPL. B só tinha um tipo de dado, que

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S PROGRAMAÇÃO I VA R I Á V E I S, C O N S TA N T E S, O P E R A D O R E S E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S Variáveis 2 Variáveis são locais onde são armazenados os valores na memória. Toda variável é

Leia mais

Programação Estruturada

Programação Estruturada Programação Estruturada Introdução à linguagem C Professores Emílio Francesquini e Carla Negri Lintzmayer 2018.Q3 Centro de Matemática, Computação e Cognição Universidade Federal do ABC Programação estruturada

Leia mais

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1)

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Objetivos O principal objetivo deste artigo é explicar alguns conceitos fundamentais de programação em C. No final será implementado um programa envolvendo todos

Leia mais

Linguagens de Programação I

Linguagens de Programação I Linguagens de Programação I Tema # 4 Operadores em C Susana M Iglesias FUNÇÕES ENTRADA-SAÍDA I/O printf(), utilizada para enviar dados ao dispositivo de saída padrão (stdout), scanf(), utilizada para ler

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Algoritmos e Programação Aula 3 Introdução a Linguagem C Profa. Marina Gomes marinagomes@unipampa.edu.br 1 Aula de Hoje - Criar programas simples em C utilizando a estrutura básica; - Declarar variáveis;

Leia mais

3. Linguagem de Programação C

3. Linguagem de Programação C Introdução à Computação I IBM1006 3. Linguagem de Programação C Prof. Renato Tinós Departamento de Computação e Matemática (FFCLRP/USP) 1 Principais Tópicos 3.2. Estrutura de Programas e Representação

Leia mais

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Métodos Computacionais Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a escrever um programa em C que pode realizar cálculos Conceito de expressão Tipos de

Leia mais

Linguagem C. Introdução à Programação C. Variáveis. Identificadores. Identificadores VARIÁVEIS E TIPOS DE DADOS

Linguagem C. Introdução à Programação C. Variáveis. Identificadores. Identificadores VARIÁVEIS E TIPOS DE DADOS Linguagem C Introdução à Programação C Introdução à Ciência da Computação I Prof. Denis F. Wolf Origem de C está associada ao sistema Unix Histórico: 1970: Ken Thompson desenvolve B, baseada em BCPL, para

Leia mais

LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES

LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES Prof. André Backes LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve

Leia mais

LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES

LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES LINGUAGEM C: VARIÁVEIS E EXPRESSÕES Prof. André Backes LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve

Leia mais

Programação 1. Atribuição, operadores aritméticos, entrada de dados. Técnico em Eletrônica Semestre 5 02

Programação 1. Atribuição, operadores aritméticos, entrada de dados. Técnico em Eletrônica Semestre 5 02 Programação 1 Atribuição, operadores aritméticos, entrada de dados Técnico em Eletrônica Semestre 5 02 Armazenando na memória tipo de variável #include #include main() { int ano; Declaração

Leia mais

Introdução à Programação. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados

Introdução à Programação. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Introdução à Programação Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Programa em C #include int main main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012 Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo Histórico A linguagem C é uma linguagem de programação inventada na década de 1970 por Dennis Ritchie Brian Kennigaham.

Leia mais

Introdução à Linguagem de Programação C: Variáveis, Constantes, Expressões, Atribuição, Tipos de dados, Entrada e Saída de Dados

Introdução à Linguagem de Programação C: Variáveis, Constantes, Expressões, Atribuição, Tipos de dados, Entrada e Saída de Dados Introdução à Linguagem de Programação C: Variáveis, Constantes, Expressões, Atribuição, Tipos de dados, Entrada e Saída de Dados Disciplina de Programação de Computadores I Universidade Federal de Ouro

Leia mais

Hello World. Linguagem C. Tipos de Dados. Palavras Reservadas. Operadores Aritméticos. Pré e pós incremento e pré e pós decremento

Hello World. Linguagem C. Tipos de Dados. Palavras Reservadas. Operadores Aritméticos. Pré e pós incremento e pré e pós decremento Hello World Linguagem C printf("hello world!\n"); main é a função principal, a execução do programa começa por ela printf é uma função usada para enviar dados para o vídeo Palavras Reservadas auto double

Leia mais

Linguagem C: Introdução

Linguagem C: Introdução Linguagem C: Introdução Linguagem C É uma Linguagem de programação genérica que é utilizada para a criação de programas diversos como: Processadores de texto Planilhas eletrônicas Sistemas operacionais

Leia mais

Linguagem C. IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida. Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Linguagem C. IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida. Universidade Tecnológica Federal do Paraná Linguagem C IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida Universidade Tecnológica Federal do Paraná Até agora... Sabemos construir algoritmos que tenham: Variáveis Comandos sequenciais Entrada e saída

Leia mais

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/1 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c

Leia mais

Anhanguera Educacional S.A. Centro Universitário Ibero-Americano

Anhanguera Educacional S.A. Centro Universitário Ibero-Americano O C++ foi inicialmente desenvolvido por Bjarne Stroustrup durante a década de 1980 com o objetivo de melhorar a linguagem de programação C, mantendo a compatibilidade com esta linguagem. Exemplos de Aplicações

Leia mais

A Linguagem C. A forma de um programa em C

A Linguagem C. A forma de um programa em C A Linguagem C Criada em 1972 por D. M. Ritchie e K. Thompson. Tornou-se uma das mais importantes e populares, principalmente pela portabilidade e flexibilidade. Foi projetada para o desenvolvimento de

Leia mais

Capítulo 1: Introdução à Linguagem C. Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática

Capítulo 1: Introdução à Linguagem C. Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Capítulo 1: Introdução à Linguagem C Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso caso, a linguagem C.

Leia mais

Cláudio C. Rodrigues Faculdade da Computação - UFU. Faculdade da Computação - UFU 1

Cláudio C. Rodrigues Faculdade da Computação - UFU. Faculdade da Computação - UFU 1 Cláudio C. Rodrigues Faculdade da Computação - UFU LINGUAGEM C - 01: TIPOS, VARIÁVEIS E E/S PADRÃO Faculdade da Computação - UFU 1 A Linguagem C Linguagem de alto nível, genérica. Foi desenvolvida por

Leia mais

Utilização da Linguagem C

Utilização da Linguagem C Histórico Criada em 1972 por Dennis Ritchie Usada no desenvolvimento do sistema operacional Unix no Bell Labs C foi derivada da linguagem B, desenvolvida por Ken Thompson Linguagem procedural de alto nível

Leia mais

3. Linguagem de Programação C

3. Linguagem de Programação C Introdução à Computação I IBM1006 3. Linguagem de Programação C Prof. Renato Tinós Departamento de Computação e Matemática (FFCLRP/USP) 1 3.3. Conceitos Básicos de C: Expressões, Operadores e Bibliotecas

Leia mais

Introdução à Computação MAC0110

Introdução à Computação MAC0110 Introdução à Computação MAC0110 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP Aula 2 Variáveis e Atribuições Memória Principal: Introdução Vimos que a CPU usa a memória principal para guardar as informações que estão

Leia mais

Linguagem de Programação I. Aula 06 Linguagem C: Tipos de Dados

Linguagem de Programação I. Aula 06 Linguagem C: Tipos de Dados Linguagem de Programação I Aula 06 Linguagem C: Tipos de Dados Da Aula Anterior Linguagens de Programação A Linguagem C: Como tudo começou Principais características da Linguagem C O primeiro programa

Leia mais

A linguagem C (visão histórica)

A linguagem C (visão histórica) A linguagem C (visão histórica) A linguagem C é uma linguagem de programação desenvolvida no ínício dos anos 70 por Dennis Ritchie, que trabalhava nos laboratórios Bell e que também inciou em paralelo,

Leia mais

Linguagem de Programação. Thiago Leite Francisco Barretto

Linguagem de Programação. Thiago Leite Francisco Barretto Linguagem de Programação Thiago Leite Francisco Barretto SCHILDT, H. C Completo e Total. 3ª Edição. São Paulo: Makron, 1997. Bibliografia Ementa

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Primeiro programa em C #include int main() { int num1, num2, result; scanf("%d",&num1); scanf("%d",&num2); result = num1 + num2; printf("%d",

Leia mais

4. Estruturas Fundamentais de Programação em C

4. Estruturas Fundamentais de Programação em C 4. Estruturas Fundamentais de Programação em C 4.1. Imprimindo Mensagens e Valores no Monitor de Vídeo A biblioteca de entrada e saída (stdio.h) possui a função printf que imprime mensagens e valores diretamente

Leia mais

Introdução à Programação C. Introdução à Ciência da Computação I Prof. Jó Ueyama

Introdução à Programação C. Introdução à Ciência da Computação I Prof. Jó Ueyama Introdução à Programação C Introdução à Ciência da Computação I Prof. Jó Ueyama Linguagem C Origem de C está associada ao sistema Unix Histórico: 1970: Ken Thompson desenvolve B, baseada em BCPL, para

Leia mais

Aula 03 - Linguagem C

Aula 03 - Linguagem C Aula 03 - Linguagem C Disciplina: Algoritmos Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Histórico O C nasceu na

Leia mais

INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C

INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C Aula 01 Programação em Microinformática Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: professor@allbert.com.br Site: http://www.allbert.com.br Histórico O C nasceu na década

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Introdução à Linguagem C Eduardo Simões de Albuquerque Instituto de Informática UFG 13/03/2006 1 História Inventada e desenvolvida por Dennis Ritchie em um DEC- PDP 11 Originária de: BCPL desenvolvida

Leia mais

Conceitos básicos. Computação eletrônica: Gurvan Huiban

Conceitos básicos. Computação eletrônica: Gurvan Huiban Computação eletrônica: Conceitos básicos Gurvan Huiban ghuiban@cin.ufpe.br Plano de aula 1 Estrutura de um programa em C 2 Variáveis e constantes 3 Comandos de entrada e saída Estrutura de um programa

Leia mais

Princípios de Desenvolvimento de Algoritmos MAC122

Princípios de Desenvolvimento de Algoritmos MAC122 Princípios de Desenvolvimento de Algoritmos MAC122 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP Aula de Revisão: Variáveis e Atribuições Introdução Memória Principal: Vimos no curso anterior que a CPU usa a memória

Leia mais

Capítulo 2 Operadores. A função scanf()

Capítulo 2 Operadores. A função scanf() Capítulo 2 Operadores A função scanf() A função scanf() é outra das funções de E/S implementadas em todos os compiladores e nos permite ler dados formatados da entrada padrão (teclado). Sintaxe: scanf(

Leia mais

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/63 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pre p r o

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Programação de Computadores Introdução à Programação Prof. Helton Fábio de Matos hfmatos@dcc.ufmg.br Agenda Algoritmo & Programa Variáveis Declaração de tipos Comando de entrada ou de leitura Comando de

Leia mais

Programação em C. Variáveis e Expressões. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Programação em C. Variáveis e Expressões. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Programação em C Variáveis e Expressões DCA0800 Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros Florencio

Leia mais

Conceitos básicos de programação

Conceitos básicos de programação Constantes class Exemplo { static void Main() { float fahr, celsius; int lower, upper, step; lower = 0; /* limite inferior da tabela de temperaturas */ upper = 300; /* limite superior */ step = 20; /*

Leia mais

Slides trabalhados durante a quinta aula

Slides trabalhados durante a quinta aula Slides trabalhados durante a quinta aula prática Estruturas de Controle de Fluxo 3. Laços de repetição (continuação) Exercício: Construa um algoritmo, representando-o através de um pseudocódigo e de um

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Engenharia de CONTROLE e AUTOMAÇÃO Introdução à Linguagem C Aula 02 DPEE 1038 Estrutura de Dados para Automação Curso de Engenharia de Controle e Automação Universidade Federal de Santa Maria beltrame@mail.ufsm.br

Leia mais

Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões

Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões INF1005: Programação 1 Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões 08/03/10 (c) Paula Rodrigues 1 Tópicos Principais Programando em C Funções Variáveis Define Operadores e Expressões Entrada e Saída

Leia mais

Conhecendo a Linguagem de Programação C

Conhecendo a Linguagem de Programação C Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Conhecendo a Linguagem de Programação C DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Como

Leia mais

Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C Linguagem de Programação C Aula 08 Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais 13 de novembro de 2009 Introdução O que é uma linguagem

Leia mais

Linguagem C: Variáveis e Operadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Linguagem C: Variáveis e Operadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Linguagem C: Variáveis e Operadores Prof. Leonardo Barreto Campos Sumário Variáveis: Tipos de variáveis; Nome da variável; Palavras reservadas; A função printf(); A função scanf(); Variáveis locais; Variáveis

Leia mais

Linguagem C. André Tavares da Silva.

Linguagem C. André Tavares da Silva. Linguagem C André Tavares da Silva dcc2ats@joinville.udesc.br Variáveis Posição nomeada de memória que é usada para guardar um valor que pode ser modificado pelo programa. Todas as variáveis devem ser

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação Créditos Introdução à Ciência da Computação Introdução à Linguagem C: Parte I Prof. Ricardo J. G. B. Campello Alguns slides a seguir foram adaptados dos originais gentilmente cedidos por: Prof. André C.

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha Faculdade Pio Décimo

Prof. Marcelo Machado Cunha Faculdade Pio Décimo 1 Introdução A linguagem C foi criada por Dennis Ritchie, em 1972, no centro de Pesquisas da Bell Laboratories. Sua primeira utilização importante foi a reescrita do Sistema Operacional UNIX, que até então

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) Estruturas Básicas. Aula Tópico 2

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) Estruturas Básicas. Aula Tópico 2 Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) Estruturas Básicas Aula Tópico 2 1 Problema 3 Exibir o maior número inteiro que pode ser representado no computador. 2 Qual o maior número inteiro? Para o compilador

Leia mais

Programação I A Linguagem C. Prof. Carlos Alberto

Programação I A Linguagem C. Prof. Carlos Alberto Programação I A Linguagem C Prof. Carlos Alberto carlos.batista@facape.br carlos36_batista@yahoo.com.br 2 Origem A linguagem C foi desenvolvida em 1972, nos Laboratórios Bell, por Dennis Ritchie. Implementada

Leia mais

Revisão C++ - Parte 1

Revisão C++ - Parte 1 Revisão C++ - Parte 1 Prof. Gustavo Leitão Campus Natal Central Disciplina Programação para Ambiente de Redes 5/3/2010 Objetivo da Aula 5/3/2010 5/3/2010 OBJETIVO DA AULA Revisar os principais comandos

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição

Leia mais

Entender o problema Encontrar um algoritmo para resolvê-lo. Implementar o algoritmo numa linguagem de programação

Entender o problema Encontrar um algoritmo para resolvê-lo. Implementar o algoritmo numa linguagem de programação Entender o problema Encontrar um algoritmo para resolvê-lo Implementar o algoritmo numa linguagem de programação Permitem implementar um algoritmo Expressar o algoritmo numa forma que o computador entenda

Leia mais

Programação científica C++

Programação científica C++ Programação científica C++ NIELSEN CASTELO DAMASCENO Slide 2 Expressões Combinação de dados e operadores que resulta em um valor. expressão x = 2 * y + 4; variável operador constante Memória do computador

Leia mais

Revisão da Linguagem C Prof. Evandro L. L. Rodrigues

Revisão da Linguagem C Prof. Evandro L. L. Rodrigues SEL0433 Aplicação de Microprocessadores I Revisão da Linguagem C Prof. Evandro L. L. Rodrigues Estrutura de um programa C Diretivas de pré processamento Declaração de variáveis globais Declaração de protótipos

Leia mais

Curso de C. Declaração de Variáveis 18/3/ :48 1

Curso de C. Declaração de Variáveis 18/3/ :48 1 Curso de C Declaração de Variáveis 18/3/2008 15:48 1 Declaração de Variáveis Objetivos: Aprender como: Criar variáveis Atribuir um valor inicial à variável Escolher um nome para a variável 18/3/2008 15:48

Leia mais

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C Profa. Elaine Faria UFU - 2017 Linguagem de Programação Para que o computador consiga ler um programa e entender o que fazer, este programa deve ser escrito

Leia mais

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída

Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis, Comandos de Atribuição e Comando de Entrada e Saída Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/54 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pre p r o

Leia mais

Linguagem C. Compiladores e Interpretadores

Linguagem C. Compiladores e Interpretadores Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson. C é uma linguagem utilizada para programação de qualquer

Leia mais

CIT Aula 02 Variáveis e Estruturas de desvio condicional. Autor: Max Rodrigues Marques Carga Horária: 2 h 22/07/15 1

CIT Aula 02 Variáveis e Estruturas de desvio condicional. Autor: Max Rodrigues Marques Carga Horária: 2 h 22/07/15 1 CIT 2015.2 Aula 02 Variáveis e Estruturas de desvio condicional Autor: Max Rodrigues Marques Carga Horária: 2 h 22/07/15 1 Variáveis Uma variável nada mais é que um nome que damos a uma determinada posição

Leia mais

ECT1203 Linguagem de Programação

ECT1203 Linguagem de Programação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Escola de Ciências e Tecnologia ECT1203 Linguagem de Programação Prof. Aquiles Burlamaqui Profa. Caroline Rocha Prof. Luiz Eduardo Leite Prof. Luciano Ferreira

Leia mais

Revisão Linguagem C Parte 1

Revisão Linguagem C Parte 1 Revisão Linguagem C Parte 1 Comentários: Os comentários aparecem em verde e podem iniciados com /* e encerrados com */ quando utilizase várias linhas ou coloca-se // quando forem colocados em apenas uma

Leia mais

Algoritmos II prof. Daniel Oliveira

Algoritmos II prof. Daniel Oliveira Algoritmos II prof. Daniel Oliveira Revisar conceitos abordados na disciplina anterior Abordar conceitos vistos com a linguagem C# Variáveis e listas Expressões Estruturas de controle do tipo condicional

Leia mais

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio) Módulo 1 Introdução AEDS I C++ (Rone Ilídio) Introdução Linguagens de Programação Fonte Compilador Executável SO I Hardware C++ - Características Evolução do C, ou seja, possui a mesma sintaxe É uma linguagem

Leia mais

Estruturas de Dados. Módulo 2 Expressões. 9/8/2005 (c) Marco A. Casanova - PUC-Rio 1

Estruturas de Dados. Módulo 2 Expressões. 9/8/2005 (c) Marco A. Casanova - PUC-Rio 1 Estruturas de Dados Módulo 2 Expressões 9/8/25 (c) Marco A. Casanova - PUC-Rio Avisos O ciclo básico alterou o horário da P2: a P2 de ED será em 2/5, das 9h às h, e não das h às 3h, como no programa original

Leia mais

Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria

Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria USP - ICMC - SSC SSC 0501-1o. Semestre 2015 Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria Prof. Fernando Santos Osório Email: fosorio [at] { icmc. usp. br, gmail. com } Página Pessoal:

Leia mais

Aula 03: Introdução a C

Aula 03: Introdução a C Aula 03: Introdução a C Introdução a Programação Túlio Toffolo & Puca Huachi http://www.toffolo.com.br BCC201 2019/1 Departamento de Computação UFOP Aula Anterior O que é um computador Organização de um

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Aula Passada Prática com declaração e inicialização de variáveis Capacidade de representação (estouro de representação) Tamanho ocupado pela variável na memória (comando

Leia mais

Ocorrem em três tipos:

Ocorrem em três tipos: Ocorrem em três tipos: Numéricas: Representadas por todos os números do universo dos números reais Ex.: 2, 3.45, -6.78 Literais: Ocorrem em dois tipos: Strings: Qualquer sequência de até 256 caracteres

Leia mais

Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C Algoritmos e Lógica de Programação Linguagem C Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Introdução Pé Pré-processador Variáveis Operadores Introdução: Histórico Linguagem criada por Dennis Ritchie em 1972 Em

Leia mais

Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C. Linguagem de Programação C Linguagem C Algoritmos e Lógica de Programação Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Introdução Pré-processador Variáveis Operadores Introdução: Histórico Linguagem criada por Dennis Ritchie em 1972 Em 1973

Leia mais

4.1- Aritméticos + soma - subtração * multiplicação / divisão % módulo (resto da divisão de inteiros ).

4.1- Aritméticos + soma - subtração * multiplicação / divisão % módulo (resto da divisão de inteiros ). 2626262626262626262626262626262626262626262626262626 4 - OPERADORES Podem ser: aritméticos, relacionais, lógicos, incremento e decremento, atribuição. Operadores aritméticos têm precedência sobre os relacionais

Leia mais

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton nilton@comp.uems.br Introdução A linguagem C foi inventada por Dennis Ritchie e

Leia mais

Apostila de Linguagem C (Versão Incompleta)

Apostila de Linguagem C (Versão Incompleta) Apostila de Linguagem C (Versão Incompleta) Introdução A linguagem de Programação C foi desenvolvida na AT&T Laboratories por Dennis Ritchie em 1972. Surgiu da necessidade de uma linguagem de programação

Leia mais

Estrutura do programa

Estrutura do programa Linguagem C Estrutura do programa Exemplo: #include #include main() { printf( Ola, mundo! ); system( pause ); }

Leia mais

Introdução Linguagem C. UDESC - Prof. Juliano Maia 1

Introdução Linguagem C. UDESC - Prof. Juliano Maia 1 Introdução Linguagem C UDESC - Prof. Juliano Maia 1 Índice Seção 1 A linguagem C Seção 2 Esqueleto Básico Programa em C UDESC - Prof. Juliano Maia 2 A linguagem C Seção 1 História Características Orientação

Leia mais

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a Linguagem C Prof. Me. Hélio Esperidião Características de um programa De forma geral a maioria dos programas são compostos por dados de entrada, processamento e dados de saída. Entrada de

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Construções Básicas Programa em C #include int main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius = 30; farenheit = 9.0/5

Leia mais

Linguagem de Programação C. Prof. Fabrício Olivetti de França

Linguagem de Programação C. Prof. Fabrício Olivetti de França Linguagem de Programação C Prof. Fabrício Olivetti de França Linguagem C 2 Linguagem C Imperativo e estruturado Pequeno conjunto de palavras-chaves, operadores, etc. Tipagem estática, porém fraca Permite

Leia mais

Características da Linguagem C

Características da Linguagem C Características da Linguagem C Na aula passada, foi implementado o exemplo utilizado do reajuste salarial O resultado impresso pode ser visualizado da seguinte forma: Características da Linguagem C Introdução

Leia mais

Cap. 2 Expressões na linguagem C

Cap. 2 Expressões na linguagem C Programação de Computadores II Cap. 2 Expressões na linguagem C Livro: Waldemar Celes, Renato Cerqueira, José Lucas Rangel. Introdução a Estruturas de Dados, Editora Campus (24) Slides adaptados dos originais

Leia mais

USP - ICMC - SSC SSC o. Semestre Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria

USP - ICMC - SSC SSC o. Semestre Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria USP - ICMC - SSC SSC 0501-1o. Semestre 2011 Disciplina de Introdução à Ciência da Computação ICC 1 - Teoria Prof. Fernando Santos Osório Email: fosorio [at] { icmc. usp. br, gmail. com } Página Pessoal:

Leia mais

Linguagem C. Prof.ª Márcia Jani Cícero

Linguagem C. Prof.ª Márcia Jani Cícero Linguagem C Prof.ª Márcia Jani Cícero A estrutura Básica de um Programa em C Consiste em uma ou várias funções ou programas. main( ) // primeira função a ser executada // inicia a função // termina a função

Leia mais

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Variáveis e tipos Variáveis são simplesmente posições de memória que o compilador aloca ao programa Mas quantas posições

Leia mais

RESUMO DE CONCEITOS BÁSICOS DE C

RESUMO DE CONCEITOS BÁSICOS DE C Universidade de São Paulo São Carlos Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação RESUMO DE CONCEITOS BÁSICOS DE C 1 Material preparado pela profa Silvana Maria Affonso de Lara 2º semestre de 2010

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1. Estruturas Básicas. Aula Tópico 4

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1. Estruturas Básicas. Aula Tópico 4 Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1 Estruturas Básicas Aula Tópico 4 1 Problema 3 Exibir o maior número inteiro que pode ser representado no computador. 2 Qual o maior número inteiro? Para

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo. Programação II. CT IX - Sala 201 Departamento de Informática Centro Tecnológico

Universidade Federal do Espírito Santo. Programação II. CT IX - Sala 201 Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Programação II Prof.ª Claudia Boeres (boeres@inf.ufes.br) CT IX - Sala 201 Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Linguagem

Leia mais

Introdução à programação

Introdução à programação Introdução à programação CET Mecatrónica Cenfim Ermesinde Luís Ferreira 1. Conceitos básicos 1.1. Características Linguagem inicialmente usada para a programação de sistemas que viria a tornar-se numa

Leia mais

INF1007: Programação 2. 0 Revisão. 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1

INF1007: Programação 2. 0 Revisão. 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1 INF1007: Programação 2 0 Revisão 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1 Tópicos Principais Variáveis e Constantes Operadores e Expressões Entrada e Saída Tomada de Decisão Construção com laços

Leia mais

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo Programação Básica Estrutura de um algoritmo Código-fonte Como vimos na aula anterior um algoritmo pode ser representado usando um fluxograma Um algoritmo pode também ser representado usando texto Esse

Leia mais