Implementações da Versão 08/2014 da Folha de Pagamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implementações da Versão 08/2014 da Folha de Pagamento"

Transcrição

1 Implementações da Versão 08/2014 da Folha de Pagamento 1º Nova Orientação para o envio das informações do CAGED, ou seja: A admissão do trabalhador em percepção do Seguro-Desemprego somente deve ser enviada no mesmo dia da data de admissão. O envio destas informações deve ser processado como Caged Diário, ou seja, o usuário ao importar as informações da Folha de Pagamento no Programa CA3 informará D. O envio das demais informações deve ser processado como Caged Mensal, ou seja, o usuário ao importar as informações da Folha de Pagamento no Programa CA3 informará M. Para informar se o funcionário que esta sendo admitido esta recebendo Seguro-Desemprego, deve o usuário informar 1 na 3ª posição do Campo 22 Seguro Desemprego. A versão do ACI disponível para Download no site CAGED.GOV.BR em 05/10/2014 é ACI 1.56 e O usuário deve instalar esta nova Versão do ACI para tratar os arquivos gerados nesta nova sistemática. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral de Estatísticas do Trabalho PORTARIA DE 23 DE JULHO DE NOVAS REGRAS PARA DECLARAÇÃO DO CAGED Orientações: 1) Inicio do período da declaração : 01 de Outubro de ) O que deve ser enviado: As Admissões de que trata a Portaria 1.129/2014, referentes ao dia da admissão. 3) Como declarar: Utilizar o layout disponível já utilizado do CAGED, disponível no endereço ou ainda pelos aplicativos ACI ou FEC. As demais orientações de preenchimento permanecem as mesmas. 4) Onde declarar: Nos endereços do Analisador WEB: ArquivoWeb.xhtml, Transmissor WEB: O sistema de recepção do CAGED estará visível somente uma competência X, porém será permitido envio das admissões da competência X+1. Ex. a competência aberta é a 09/2014 (X), porém arquivos com as admissões da competência 10/2014 serão aceitas (X+1). No FEC, endereço: o usuário terá de escolher qual competência quer enviar a declaração.

2 IMPORTANTE: a) Em 12 de agosto de 2014 terá inicio o envio OPCIONAL das Admissões, de que trata a Portaria 1.129/2014. Excepcionalmente neste dia poderão ser enviadas as admissões relativas ao período de 1 a 11 de agosto e do dia 12 de agosto de A partir do dia 13 de agosto somente as admissões no dia da admissão; b) a admissão do trabalhador em percepção do Seguro-Desemprego SOMENTE deve ser enviada no mesmo dia da data de admissão após o trabalhador ter entrado EFETIVAMENTE em atividade; c) as empresas poderão optar pelo envio das demais admissões e desligamentos da mesma competência, juntamente com as admissões de que trata a Portaria1.129/2014 ou até o dia sete do mês subsequente; d) as empresas deverão ajustar a geração do arquivo da declaração das movimentações do CAGED de mensal para arquivo diário, ou seja, não será permitido o envio de informações já declaradas em dias anteriores; e) o instrumento para cancelamento da declaração de admissão de que trata a Portaria, caso seja necessário, é o mesmo utilizado atualmente para corrigir uma informação enviada incorretamente, ou seja, pelo layout do CAGED Acerto, com o campo tipo de atualização igual a Exclusão de Registro ; f) deverá ser informado no campo Total de empregados no mês - Primeiro dia o número real de empregados do mês da admissão de que trata Portaria. Ex. Data de admissão do trabalhador é 05/MM/2014, assim no campo total de empregados deverá conter o total de empregados no primeiro dia do mês MM. Este número deverá constar em todos os arquivos enviados no mês, inclusive nos de Acerto, conforme orientação atual; g) o campo competência de declaração do arquivo do CAGED, que conterá as admissões diárias de que trata a Portaria 1.129/2014, deverá ser preenchido com a mesma competência das referidas admissões. Ex. Se admissão 05/MM/2014 terá como competência do arquivo o mês MM/ ) Como consultar o trabalhador: Para a realização de consulta a situação de trabalhadores que estão requerendo ou em percepção do benefício Seguro-Desemprego os empregadores deverão acessar o sítio maisemprego.mte.gov.br, consulta menu Trabalhador, na aba Seguro-Desemprego. item Situação motivo Procedimento Deve enviar CAGED no dia da admissão? 1 Nenhum requerimento encontrado NÃO 2 Notificado Parcela a Emitir Para verificar se a próxima parcela estará disponível, faça uma nova consulta a partir de XX/XX/XXXX SIM 3 Notificado Parcela Emitida Sua próxima parcela já está disponível SIM 4 Notificado Seguro Completo Todas as parcelas do Seguro-Desemprego estão pagas SIM 5 Notificado Mais de XX anos da Data de Demissão/Suspensão Sugere ao trabalhador que procure MTE para ações de emprego SIM 6 Notificado Notificado a restituir parcela ou parcelas Sugere ao trabalhador que procure MTE para ações de emprego SIM 7 Notificado Parcela não recebida - SIM 8 Notificado Reemprego: Data Adm.: XX/XX/XXXX,CNPJ ou CEI: XX.XXX.XXX/XXXX-XX, Empresa: /Mais de XX anos da Data de Demissão/Suspensão Sugere ao trabalhador que procure MTE para ações de emprego SIM 9 Notificado NAO TEM 36 CONTRIBUICOES/POSTAGEM > 120 DIAS Sugere ao trabalhador que procure MTE para ações de emprego SIM

3 5) Novidades: Será disponibilizado atualização do Aplicativo do CAGED Informatizado - ACI até o final do mês de setembro de 2014, que tratará o arquivo gerado das movimentações diárias pelas empresas. 6) A portaria 768/2014 foi revogada, tornando-a sem efeito, desde a sua publicação com intuito de proporcionar maior prazo de adequação para as empresas, conforme PORTARIA Nº 1.262, DE 6 DE AGOSTO DE 2014, publicada no DOU de , 7) Esclarecemos, ainda, que a obrigatoriedade do envio da declaração CAGED com Certificação Digital, conforme Arts 3º e 4º da Portaria 1.129, ainda permanece de forma OPCIONAL devido a problemas técnicos do Portal CAGED. Brasília, 01 de outubro de º Exportação de Dados do Funcionário Desligado, com direito ao Seguro Desemprego, para o - MTE - Ministério do Trabalho e Emprego. Através do Programa B35 Comunicação de Dispensa e SDE Comunicação de Dispensa SD (Exportação para MTE) o usuário selecionará a Empresa e o Funcionário, confirmará alguns dados e complementará com outros. Não há limite para a quantidade de funcionários por arquivo. O arquivo será gerado no drive C: (Estação de Trabalho) na pasta ARQSD e terá o seguinte nome: DESLIGnnn.SD, onde nnn = Nº da Empresa. Utilizando-se do Programa SDS (Sistema Operacional Windows 7/8) ou SDX (Sistema Operacional Windows XP) o usuário acessa o Site do MTE Ministério do Trabalho e Emprego. Todas as empresas devem estar cadastradas como Gestores do Sistema, mas uma empresa cadastrada pode outorgar procuração para outro Gestor. Ao importar as informações e não constatando erros fica habilitada a Impressão do Requerimento do Seguro Desemprego.

4 3º Exportação de Dados dos Funcionários (sem PIS ou NIS) para a geração do arquivo Cadastramento em Lote. No Módulo 9 (M09) Subsistema S01 CAGED e Cadastro NIS, temos agora também os programas necessários para a formação do cadastramento em lote do NIS. A utilização e consequente funcionamento deste subsistema é idêntico ao do CAGED, temos um Cadastro de Responsáveis (Bureauxs), uma importação de Empresas Participantes, uma importação de Funcionários sem PIS/NIS e uma Geração do Arquivo Cadastro NIS em Lote que será transmitido para a CEF na Conectividade (Normal ou ICP). Ao importar os funcionários (sem PIS/NIS), o usuário terá a opção de selecionar os funcionários, complementar alguns dados e ajustar outros a necessidade do Cadastro NIS em Lote. É importante ao utilizar este subsistema, ter a mão o Manual do Cadastro NIS Cadastramento do Trabalhador em Lote Instruções para Geração de Arquivo pelas Empresas, onde o usuário encontrará anexos que apresentam o conteúdo das seguintes tabelas: Anexo I Tabela Código de Campo Anexo II Tabela de Países Anexo III Regras de Validação Anexo IV Tabela de Mensagens do Sistema

5 Anexo V Tabela Órgão Emissor Anexo VI Tabela Tipo Logradouro Ao gerar o arquivo Cadastro NIS em lote, o usuário indicara a Versão do Arquivo que esta sendo enviado, iniciando em 01 para o 1º envio do dia e incrementando em 1 (um) para os envios subsequentes naquele mesmo dia. O Tipo de Envio será O (letra ó) para Original e R para Retificadora. O Arquivo enviado será devolvido em até 2 (dois) dias, com o nome de Retorno_NIS nos últimos 2 campos de cada registro (cada registro (linha) corresponde a 1 dado) encontram-se o Código da Mensagem que descreve o tipo de erro encontrado e o Nº do NIS outorgado pela CEF (quando não houver restrições). A devolução do arquivo enviado estará na Caixa de Entrada e deverá ser salva na pasta C:\ARQPIS com o nome de Retorno. O Arquivo Retorno poderá ser impresso pelo Programa CN5 ou CN6. 4º Alterações no Processamento do Módulo M05 Relatórios do Final do Mês. O processamento emissão de relatórios de exercícios anteriores, previstos neste Módulo, poderão ser realizados no Sistema de Folha de Pagamento 2014, a partir desta versão (08/2014). A obtenção dos relatórios neste Módulo (M05), estão condicionados ao processamento do programa E54 e a existência dos diretório correspondente ao período desejado. Foram incluídos neste Módulo os seguintes programas: E58 Resumo do INSS Cálculo da GPS pela Totalização E59 Emissão GPS Previdência Social pela Totalização Estes programas permitirão ao usuário a emissão de Resumos e Guias (GPSs ) a qualquer tempo, inclusive de exercícios anteriores, exemplo: Para a obtenção do Resumo e a GPS da competência 10/2012, a pasta FPNEW12 deve estar presente e o Programa E54 Geração Arquivos Folha de Pagamento Final do Mês deverá ser executado para a competência 10/2012 (informar 1012). 5º Outras Implementações e Alterações - Nova Tabela IRRF para pagamentos a serem efetuados em Jan/2015, a saber: Função ANT Tabela IRRF para pagamentos até 31/12/2014. Função ALT Tabela IRRF para pagamentos a partir de 01/01/ Emissão de Aviso de Suspensão Disciplinar Programa CAS do Módulo M03. - Relação das Contribuições Previdenciárias Mês Seguinte. Ao informar a Data de Referência, se acionar F10 o sistema relacionará todas as Contribuições Previdenciárias, tanto as correspondentes ao Mês de Referência, como as anteriores e posteriores.

6 - Programa FG8 Relação Retenções e Compensações por Tomador Após a geração do arquivo SEFIP.RE pelo Programa FG3 Geração Arquivos para a SEFIP por Tomador, o usuário poderá obter este relatório, onde constarão as Retenções e as Compensações informadas para o processamento em pauta.

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO DPPH Nº 019 19/09/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria empregador, relativas a movimentações de 03/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Orientações Publicadas no Portal

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO DPPH Nº 023 30/10/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

Implementações da Versão 05/2015 da Folha de Pagamento

Implementações da Versão 05/2015 da Folha de Pagamento Implementações da Versão 05/2015 da Folha de Pagamento 1º Nova Tabela do IRRF para pagamentos a partir de 01/04/2015 atualizada segundo a MP 670/2015. Para atualizar a Tabela do INSS e IRRF utilize-se

Leia mais

CAGED CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPRGADOS

CAGED CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPRGADOS CAGED CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPRGADOS O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED foi criado pelo Governo Federal, através da Lei nº 4.923/65, que instituiu o registro permanente

Leia mais

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe (

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe ( 1 Rio de Janeiro, 11 de Agosto de 2014. 1ª Circular do Ano de 2014. Ref: - CIRCULAR N 657, DE 4 DE JUNHO DE 2014 - NIS PORTARIA 1129 MTE - CAGED Tópicos: 1 - EXECUÇÃO DO PROGRAMA ADICIONACAMPOS.EXE 2 -

Leia mais

SEGURO DESEMPREGO ON-LINE.

SEGURO DESEMPREGO ON-LINE. SEGURO DESEMPREGO ON-LINE. GERAÇÃO DO ARQUIVO SEGURO DESEMPREGO NO SGRH: Depois de calcular a rescisão, acesse o menu Relatórios > Demissionais > Requerimento SD, selecione o empregado que será gerado

Leia mais

PEGASUS Sistema de Folha de Pagamento Build 2.0.0.1265 16/09/2014

PEGASUS Sistema de Folha de Pagamento Build 2.0.0.1265 16/09/2014 PEGASUS Sistema de Folha de Pagamento Build 2.0.0.1265 16/09/2014 ATUALIZAÇÕES I CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS - Data de Opção FGTS O sistema irá sugerir a data igual à admissão, podendo ser alterada conforme

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Instruções para prestação de informações pelo empregador, relativas a movimentações de empregados - Portaria empregador, relativas a movimentações de 14/07/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Novas Regras Para Declaração do

Leia mais

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014 Neste bip Como converter o arquivo CAGED para acerto... 1 Novo modo de alterar senha de operador... 2 Novo recurso no lançamento [+ planilha]... 2 13 parcela final e SEFIP... 3 Como converter o arquivo

Leia mais

Aquisição ou venda feita em 2014 deve ser informada à Receita. Dica é conhecer

Aquisição ou venda feita em 2014 deve ser informada à Receita. Dica é conhecer Informativo Abril/2015 edição 20 Aquisição ou venda feita em 2014 deve ser informada à Receita. Dica é conhecer detalhes para evitar a malha fina. A declaração de imóveis no Imposto de Renda requer uma

Leia mais

Manual de Orientação do CAGED. Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65

Manual de Orientação do CAGED. Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65 Manual de Orientação do CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65 Brasília, DF 2013 1 1965 Ministério do Trabalho e Emprego É permitida a reprodução parcial ou total desta obra

Leia mais

Pelas instruções da Portaria nº 1129, sempre que houver admissão de novo empregado é obrigação do empregador e pelo responsável designado:

Pelas instruções da Portaria nº 1129, sempre que houver admissão de novo empregado é obrigação do empregador e pelo responsável designado: Arquivo Magnético CAGED Portaria nº 768 Produto : Microsiga Protheus Gestão de Pessoal Versão 11 Chamado : TQPBEU Data da publicação : 26/09/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Para a atualização

Leia mais

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET ACESSO AO HOMOLOGNET Para utilizar o HomologNet é necessário acessar o Portal do Trabalho e Emprego na Internet, no endereço

Leia mais

Manual - Versão 1.2 1

Manual - Versão 1.2 1 Manual - Versão 1.2 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente pelo Gestor. - Internet

Leia mais

16/06/2015 SEGURO DESEMPREGO SEGURO DESEMPREGO. Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO. Dispensa involuntária

16/06/2015 SEGURO DESEMPREGO SEGURO DESEMPREGO. Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO. Dispensa involuntária Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e Emprego no Ceará Setor do Seguro Desemprego e do Abono Salarial Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB Rua 24 de Maio, 178 Centro Fone: 3255.3905

Leia mais

MARÇO 2015 BRASÍLIA 1ª EDIÇÃO

MARÇO 2015 BRASÍLIA 1ª EDIÇÃO Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e Identificação Profissional EMPREGADORWEB SEGURO-DESEMPREGO - PERGUNTAS

Leia mais

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012 Indice Introdução...2 Conferindo os cadastros...2 Parâmetros Empresa...2 Cadastro de eventos...3 Centros de Custo (Obras)...3 Sindicatos...3 Funcionários...5 Gerando o arquivo para Rais...5 Outras informações

Leia mais

3. Procedimento para emissão de Guia de Retenção Previdenciária

3. Procedimento para emissão de Guia de Retenção Previdenciária 1. Objetivo Este documento tem por objetivo orientar na realização da Folha de Pagamento de Autônomos do Ministério Público e do Fundo de Modernização e Aprimoramento Funcional do Ministério Público do

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

Menu Relatórios. Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento. Folha Pagto (Meio Magnético)

Menu Relatórios. Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento. Folha Pagto (Meio Magnético) Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento Esta opção é responsável pela emissão da Folha de Pagamento dos funcionários com movimentação. A impressão poderá ser configurada com separações

Leia mais

Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas

Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou este pequeno manual que contém dicas importantes sobre

Leia mais

MARÇO 2015 BRASÍLIA 1ª EDIÇÃO

MARÇO 2015 BRASÍLIA 1ª EDIÇÃO EMPREGADORWEB SEGURO-DESEMPREGO - PERGUNTAS E RESPOSTAS PARA EMPRESAS MARÇO 2015 BRASÍLIA 1ª EDIÇÃO Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego. Departamento de Emprego e Salário. EmpregadorWeb Seguro-Desemprego

Leia mais

Manual. Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI

Manual. Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI Manual Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI Sumário DASN-SIMEI 1. Definições...2 2. Acesso à Declaração...3 3. Apresentação do Programa...3 4. Requisitos Tecnológicos...4

Leia mais

Manual de Orientação do CAGED. Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65

Manual de Orientação do CAGED. Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65 Manual de Orientação do CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados LEI Nº. 4923/65 Brasília, DF 2010 1 1965 Ministério do Trabalho e Emprego É permitida a reprodução parcial ou total desta obra

Leia mais

Características do Sistema

Características do Sistema SISTEMA FOLHA DE PAGAMENTO ADVANCED Características do Sistema Sistema multiusuário pleno. Sistema multiempresa sem limitações. Recursos e facilidades operacionais com eficiência, segurança e exatidão.

Leia mais

1. Cadastro de Empresas

1. Cadastro de Empresas Empregado Doméstico 1. Cadastro de Empresas... 2 1.1. Tela Básico... 2 1.2. Tela Folhamatic... 3 2. Cadastro de Funcionários... 3 2.1. Tela Dados... 4 2.2. Tela Ident. Adm.... 5 2.3. Tela Documentos...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo procedimento de cadastramento dos trabalhadores no cadastro Número de Inscrição Social (NIS)

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo procedimento de cadastramento dos trabalhadores no cadastro Número de Inscrição Social (NIS) Novo procedimento de cadastramento dos trabalhadores no cadastro 11/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão...

Leia mais

Qualificação dos Identificadores. CPF e NIS

Qualificação dos Identificadores. CPF e NIS Qualificação dos Identificadores CPF e NIS Qualificação e Consulta do NIS via Dataprev MÓDULO QUALIFICAÇÃO WEB* Aplicação web para consultas simultâneas de até 10 trabalhadores. MÓDULO QUALIFICAÇÃO EM

Leia mais

Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS

Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS Manual prático Pág. 2 - EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS Pág. 8 - ATRIBUIR UM CONTADOR A UMA EMPRESA Pág. 9 - VERIFICAR REGISTRO DE RPS Pág. 11 - TRANSMISSÃO

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e Manual do Usuário Prestador Introdução Este manual tem como objetivo apresentar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) que será utilizado pelos contribuintes

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO

REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e Identificação Profissional Brasília/DF,

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 1.0 29/09/2015 Alterações em relação à versão anterior Não se aplica Simples Doméstico esocial 1. O que é o SIMPLES Doméstico? Vivemos um momento

Leia mais

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Autor: Equipe Treinamento Índice Central Folhamatic...4 Atualizador Automático... 4 Auto Backup... 4 Talkmatic Suporte Online... 4 Backup / Retorno

Leia mais

MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED)

MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED) MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED) Este material contém informações para as parametrizações do sistema Domínio Módulo Folha de Pagamento. Informações:

Leia mais

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações.

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações. índice O que é o esocial?...03 Cenário Atual...04 Cenário Ideal...05 Abrangência...06 Identificadores das Empresas...07 Identificadores...08 Módulo Consulta Cadastral...09 Órgãos envolvidos no Projeto...11

Leia mais

Indice. O que é NFSe?... 5

Indice. O que é NFSe?... 5 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1 1 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

Problemas ao gerar SEFIP x Soluções

Problemas ao gerar SEFIP x Soluções Problemas ao gerar SEFIP x Soluções 1. Orientações cadastrais... 3 1.1. Empresas usuárias... 3 1.2. Departamentos... 3 1.2.1. SEFIP com o código 115 ou 905... 3 1.2.2. SEFIP com o código 150 ou 907...

Leia mais

Índice. 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05. 1.1 Instalação do Java... 05. 2 Acesso ao Sicoobnet... 09

Índice. 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05. 1.1 Instalação do Java... 05. 2 Acesso ao Sicoobnet... 09 MÓDULO CEDENTE 2 Índice 1 Requisitos para Funcionamento do Módulo Cedente... 05 1.1 Instalação do Java... 05 2 Acesso ao Sicoobnet... 09 3 Informações Referente Emissão de Boletos e Carnês... 11 4 Instalação

Leia mais

Nunca foi tão fácil utilizar

Nunca foi tão fácil utilizar Nunca foi tão fácil utilizar o Conectividade Social da CAIXA O que antes era feito com a autenticação de disquetes e precisava do antigo programa CNS para o relacionamento com a CAIXA e prestação de informações

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Geração e transmissão de NF-e Após preencher os dados da nota fiscal, se não houver alguma informação faltando, o sistema sugere a geração do arquivo texto necessário

Leia mais

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0 SST - PPP 11.8.x abril de 2015 Versão: 4.0 1 Sumário 1 Objetivo... 4 2 Como utilizar esse material em seus estudos de Atendimento Clínico... 4 3 Introdução... 5 4 PPP... 6 4.1 Principais botões do sistema...

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda.

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0 Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. (0**46) 3225-6234 I Cartilha_NFe_Habil_7 Índice Cap. I Bem Vindo 1 Cap.

Leia mais

Endereço acesso: http://certificacao.ccab.org.br

Endereço acesso: http://certificacao.ccab.org.br Rev. 00 Endereço acesso: http://certificacao.ccab.org.br Login: CNPJ do Exportador ou Despachante. Senha: Fornecido pela CCAB e impressa no protocolo de entrega de documentos. Possibilidade de troca da

Leia mais

Manual de Integração Web Service

Manual de Integração Web Service Manual de Integração Web Service Prefeitura de São Simão/MG 1. INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar as especificações e critérios técnicos necessários para utilização do Web Service disponibilizado

Leia mais

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. APRESENTAÇÃO...4 1 2. ACESSO AO APLICATIVO...5 3. GERAÇÃO DE NFS-e...6 3.1. Preenchimento dos dados para emissão da NFS-e...6

Leia mais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais RAIS 2014 Relação Anual de Informações Sociais Copyright 2013 1 Definição: Relação Anual de Informação Social: Todo estabelecimento deve fornecer ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

1. Cadastro de Empresas

1. Cadastro de Empresas Religioso 1. Cadastro de Empresas... 2 1.1. Tela Básico... 2 1.2. Tela Folhamatic... 3 2. Eventos... 3 3. Cadastro de Funcionários... 4 3.1. Tela Dados... 5 3.2. Tela Ident. Adm.... 6 3.3. Tela Outros...

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA

ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...4 2. REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SEFIP...5 3. INICIANDO O SEFIP...7 4. IMPORTAÇÃO DE ARQUIVO DE FOLHA...8 4.1 IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Março/2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 6 2.

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual da GVDASA Sistemas e toda a informação nele contida é confidencial. Nenhuma parte deste

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 Cordilheira Recursos Humanos CRH 2.85A As rotinas de Retiradas de Pró-labore e Autônomos tiveram diversas alterações, com o objetivo

Leia mais

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou este pequeno manual que contém dicas importantes sobre

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 2.1 12/11/2015 Alterações em relação à versão anterior Alterado: itens 23, 25, 30, 31, 34, 35, 37, 46, 47 e 48 Incluído: itens 14, 40, 41 e

Leia mais

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015 Neste bip Férias Coletivas... 1 Configurar Tarefas Automáticas... 2 Pedido de Rescisão e Interrupção do Aviso Prévio... 3 Cadastro NIS em Lote... 3 Erro ao Gerar a Depreciação de Um Período... 5 Férias

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MENSAIS

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MENSAIS Data Vencimento 07 Obrigação Salário Mensal Fato Gerador e Fundamento Legal Pagamento mensal da remuneração. (ver nota 1) Salário-Mínimo Valor atual de R$ 788,00 - Decreto nº 8.381/14. Pró-labore Código

Leia mais

Manual do ISSWEB. Soluções em softwares nas áreas públicas.

Manual do ISSWEB. Soluções em softwares nas áreas públicas. 1 Índice Introdução... 03 Declarante... 04 Autorização para declarar... 06 Acessando... 06 Notas Fiscais de Prestador... 07 Novo Movimento... 08 Lançamento de Notas Fiscais... 10 Imprimir relação de Notas

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO GERAR E ENVIAR A PRESTAÇÃO DE CONTAS FINAL

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO GERAR E ENVIAR A PRESTAÇÃO DE CONTAS FINAL ORIENTAÇÃO SOBRE COMO GERAR E ENVIAR A PRESTAÇÃO DE CONTAS FINAL Termina no próximo dia 6 de novembro o prazo para a entrega das prestações de contas finais dos candidatos que concorreram no primeiro turno

Leia mais

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Simples Doméstico Legislação Lei Complementar n 150/2015 Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Quem é empregado doméstico? Art. 1 o da LC n 150/2015 Ao empregado doméstico, assim considerado

Leia mais

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Guia CD-18 Público Índice 1. Emissão dos Certificados Digitais PRODERJ... 3 2. Documentos Necessários para Emissão dos Certificados... 3 3. Responsabilidades...

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Clique aqui para começar Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Informações adicionais Você poderá navegar livremente na cartilha utilizando os botões localizados

Leia mais

Folha de Pagamento Advanced Versão 06/2013

Folha de Pagamento Advanced Versão 06/2013 Folha de Pagamento Advanced Versão 06/2013 Instruções, Implementações e Alterações Cálculo Automático das Pensões Judiciais No Cadastro de Funcionários: Campo: 59 Código da Pensão Judicial. 1 Sobre o Líquido

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 O que é esocial? É o projeto de escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias

Leia mais

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7)

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Introdução Desde abril de 2008 a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) se tornou obrigatória para diversos setores da economia nacional. A cada 6 meses,

Leia mais

Configurações necessárias para emissão de NF-e no sistema Lojamix

Configurações necessárias para emissão de NF-e no sistema Lojamix Configurações necessárias para emissão de NF-e no sistema Lojamix Versão 1.10 Data da última atualização 07/11/2011 Configurações necessárias para emissão de NF-e no sistema Lojamix. Para emissão de NF-e

Leia mais

Instruções de Preenchimento Situação do Aluno (Preliminar)

Instruções de Preenchimento Situação do Aluno (Preliminar) Instruções de Preenchimento Situação do Aluno (Preliminar) 1 2 Conteúdo INTRODUÇÃO... 4 AUTENTICAÇÃO... 5 AUTENTICAR USUÁRIO... 5 USUÁRIO SEM INFORMAÇÃO DE E-MAIL... 5 SOLICITAR NOVA SENHA... 7 Acesso

Leia mais

1. Configuração do Portal. 1) No totvsappserver.ini deverá ser feito as seguintes modificações: Incluir os seguintes itens:

1. Configuração do Portal. 1) No totvsappserver.ini deverá ser feito as seguintes modificações: Incluir os seguintes itens: 1. Configuração do Portal 1) No totvsappserver.ini deverá ser feito as seguintes modificações: Incluir os seguintes itens: DEFINIR UMA SESSÃO HTTP: Esta sessão permite ao TOTVS Application Server ser configurado

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

Folha por Obra/Salário Construção Civil - Empreitada Total ou Obra Própria

Folha por Obra/Salário Construção Civil - Empreitada Total ou Obra Própria Folha por Obra/Salário Construção Civil - Empreitada Total ou Obra Própria 1. Empresas usuárias... 2 1.1. Cadastro de empresas... 2 2.1. Cadastro de funcionários... 3 3. Departamentos... 4 3.1. Cadastro

Leia mais

03/05/2015. Entendendo o esocial

03/05/2015. Entendendo o esocial Entendendo o esocial 1 O que é o esocial O esocialé o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

Conectividade Social ICP

Conectividade Social ICP Conectividade Social ICP Com o novo Conectividade Social ICP a partir de 30/06/2012 será obrigatório a utilização do certificado digital, sendo realizado 100% via WEB, dessa forma todo processo relacionado

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Procedimentos de Configuração no CalcExpress....2 Procedimentos de Configuração no Emissor de Nota Fiscal Eletrônica...3 Gerando Arquivo

Leia mais

Manual de Integração Web Service. Prefeitura de Ituiutaba/MG

Manual de Integração Web Service. Prefeitura de Ituiutaba/MG Manual de Integração Web Service Prefeitura de Ituiutaba/MG 1. INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar as especificações e critérios técnicos necessários para utilização do Web Service disponibilizado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR INTRODUÇÃO Trata-se de um recurso exclusivo para atender a necessidade de cálculos complementares de verbas rescisórias decorrentes de reajustes

Leia mais

Instruções de processo

Instruções de processo Aviso de afastamento superior a 30 dias MP Nº 664 / 2014 Página 1 de 8 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. PACOTE DE ATUALIZAÇÃO... 2 3. FLUXO DE PROCESSO NO SOFTWARE NEXO GESTÃO INTEGRADA... 3 3.1. REGISTRO

Leia mais

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Conceito de EFD-Social O (EFD-Social) é um projeto do governo federal que visa a unificação das obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 1 SUMÁRIO 2 Orientações gerais... 3 2.1 Perfis de acesso... 4 2.2 Para acessar todas as funcionalidades

Leia mais

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas Manual de Registro de Saída Procedimentos e Especificações Técnicas Versão 1.0 Dezembro 2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO REGISTRO DE SAÍDA - SIARE... 3 2.1 SEGURANÇA... 4 2.2

Leia mais

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL NF-e Abrangência ECD esocial EFD EFD - IRPJ CT-e NFS-e E-Lalur FCont O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar

Leia mais

MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE

MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE O SISVIGIAGRO, Módulo REPRESENTANTE, é utilizado para o preenchimento do requerimento de importação e exportação de produtos e mercadorias. Para a habilitação deste programa

Leia mais

Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses

Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses CADPREV CADPREV Ente Local Aplicativo Desktop Manual do Usuário Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses Data Publicação: 28/08/2013 1 de 21 Índice 1 Finalidade... 3 2 Visão Geral... 3 3

Leia mais

NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO. Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER

NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO. Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER Legislação LEI Nº 7.998, DE 11 DE JANEIRO DE 1990 LEI Nº 8.900, DE 30 DE JUNHO DE 1994 RESOLUÇÃO

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Portal do Magistrado Guia Rápido Atualização Cadastral e Inclusão de IRPF

Portal do Magistrado Guia Rápido Atualização Cadastral e Inclusão de IRPF Acesso ao Portal do Magistrado Como entrar no Portal do Magistrado: ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.portaldomagistrado.tjsp.jus.br/ptlpdb/ Conecte seu Certificado Digital ao computador e informe sua Senha de

Leia mais

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP Atualmente, a DpComp, visando ampliar a capacidade corporativa de seus clientes, acompanha a evolução tecnológica e trabalha hoje com o banco de dados MySQL, um dos bancos

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Versão 2.0 Índice 1. Acessar o sistema 2. Notas Eletrônicas 2.1. Emitir

Leia mais

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Objetivo: Conectividade Social ICP Alteração cadastral no FGTS Acesso do Trabalhador ao FGTS Novo TRCT Quase 3 milhões de

Leia mais

3) Empregador doméstico terá que ter certificado e-cpf? Resposta - Se recolher FGTS, sim. e-cpf contendo o CEI de Empregador Doméstico.

3) Empregador doméstico terá que ter certificado e-cpf? Resposta - Se recolher FGTS, sim. e-cpf contendo o CEI de Empregador Doméstico. 1) Empresas construtoras que possuem várias obras (CEI), precisam de um certificado para cada obra? Resposta - Não, só será necessário um certificado para o CNPJ da construtora, as obras com CEI continuam

Leia mais

Manual de Integração Contábil Folha Phoenix

Manual de Integração Contábil Folha Phoenix Manual de Integração Contábil Folha Phoenix Para iniciar a parametrização da Folha Phoenix com a finalidade da integração para o Contábil Phoenix ou Contábil de Terceiros, será necessário primeiro definir

Leia mais