APRESENTAÇÃO SIFIDE. Inovaz Consultoria em Inovação. Tel: Fax:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO SIFIDE. Inovaz Consultoria em Inovação. Tel: 256 668 413 Fax: 256 668 414 Email: geral@inovaz.pt"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO SIFIDE

2 ÍNDICE 1) O GRUPO GLOBAZ 2) A INOVAZ 3) SIFIDE 3.1) DESCRIÇÃO GERAL 3.2) DESTINATÁRIOS 3.3) DESPESAS ELEGÍVEIS 3.4) CÁLCULO DOS BENEFÍCIOS 4) PORQUÊ A INOVAZ 5) DÚVIDAS E QUESTÕES 6) CONTACTOS

3 1) O GRUPO GLOBAZ A INOVAZ É UMA MARCA DO GRUPO GLOBAZ, S.A. MAIS DE 10 ANOS DE EXISTÊNCIA 7 ANOS DE EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE I&D EMPRESA SÓLIDA E EM EXPANSÃO CREDIBILIDADE COMPROVADA CULTURA JOVEM E INOVADORA

4 2) A INOVAZ ACTIVIDADE DESDE 2003 CRIAÇÃO FORMAL EM 2009 RESPOSTA A UMA PROCURA CRESCENTE POR CONSULTORIA ESPECIALIZADA EM INOVAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO SOLUÇÕES E METODOLOGIAS PARA ORGANIZAÇÕES QUE APOSTAM EM CRESCER E GANHAR EQUIPA MULTIDISCIPLINAR CULTURA ORIENTADA PARA RESULTADOS

5 3) SIFIDE

6 3.1) SIFIDE DESCRIÇÃO GERAL SISTEMA DE INCENTIVOS FISCAIS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL REFORMULADO EM 2005 PELA LEI Nº40/2005 DE 3 DE AGOSTO VISA AUMENTAR A COMPETITIVADE DO PAÍS ESTIMULA O EMPREGO CIENTÍFICO E AS CONDIÇÕES DE AFIRMAÇÃO NA EUROPA PREMEIA, NO PRESENTE, A SUA VISÃO DE FUTURO ATÉ 82,5% DE POUPANÇA EM IRC UM DOS MAIS ATRACTIVOS DA EUROPA COMISSÃO CERTIFICADORA

7 3.2) SIFIDE DESTINATÁRIOS SUJEITOS PASSIVOS DE IRC RESIDENTES EM TERRITÓRIO PORTUGUÊS OU NÃO RESIDENTES COM ESTABELECIMENTO ESTÁVEL EM PORTUGAL ACTIVIDADE A TÍTULO PRINCIPAL, OU NÃO, DE NATUREZA AGRÍCOLA, INDUSTRIAL, COMERCIAL OU DE SERVIÇOS SITUAÇÃO REGULARIZADA PERANTE FINANÇAS E S.S. ACTIVIDADES DE I&D NO SEIO EMPRESARIAL ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DA CANDIDATURA CERTIFICAÇÃO DAS DESPESAS EM I&D COMISSÃO PARA A CERTIFICAÇÃO DAS ACTIVIDADES DE I&D BENEFÍCIO FISCAL EM SEDE DE IRC NOTA: O BF CALCULADO POR NÓS PODE, À ALTURA DA SUBMISSÃO DA CANDIDATURA SER USUFRUÍDO DE IMEDIATO

8 3.3) SIFIDE DESPESAS ELEGÍVEIS AQUISIÇÕES DE IMOBILIZADO DESPESAS COM PESSOAL DIRECTAMENTE ENVOLVIDO EM TAREFAS DE I&D DESPESAS COM A PARTICIPAÇÃO DE DIRIGENTES E QUADROS NA GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE I&D DESPESAS DE FUNCIONAMENTO ATÉ AO MÁXIMO DE 55% DAS DESPESAS COM O PESSOAL DIRECTAMENTE ENVOLVIDO EM TAREFAS DE I&D (SEM LIMITE NO SIFIDE II) DESPESAS RELATIVAS À CONTRATAÇÃO DE ACTIVIDADES DE I&D CUSTOS COM REGISTO E MANUTENÇÃO DE PATENTES DESPESAS COM A AQUISIÇÃO DE PATENTES DESPESAS COM AUDITORIAS À I&D NOTA: SÃO DEDUTÍVEIS DO MONTANTE GLOBAL DAS DESPESAS ELEGÍVEIS OS SUBSÍDIOS PÚBLICOS RECEBIDOS PELA ENTIDADE CANDIDATA DURANTE O PERÍODO CONSIDERADO

9 ) SIFIDE CÁLCULO DOS BENEFÍCIOS INVESTIMENTOS EM I&D 100% DEDUTÍVEIS NO IRC A PAGAR TAXA DE BASE: 32.5% DAS DESPESAS REALIZADAS NO PERÍODO EM CAUSA TAXA INCREMENTAL: 50% DO ACRÉSCIMO DAS DESPESAS REALIZADAS EM RELAÇÃO À MÉDIA DOS DOIS EXERCÍCIOS ANTERIORES LIMITE DE (PODERÁ SER REVISTO POR DECRETO-LEI) VCN = VCn x 20% + 50% [(VCn - VCn-1 - VCn-2)] 2 VCN = VCn x 32,5% + 50% [(VCn - VCn-1 - VCn-2)] 2 VCn = VALOR DA CANDIDATURA SUBMETIDA ISTO É, VALOR DAS DESPESAS EM ACTIVIDADES DE I&D NO ANO n VCn-1 e VCn-2 = VALOR DAS DESPESAS EM ACTIVIDADES DE I&D DOS 2 ANOS PRECEDENTES

10 3.4) SIFIDE II - ALTERAÇÕES SIFIDE II - PROPOSTO NO ORÇAMENTO DO ESTADO PARA VIGORAR ATÉ 2015 DEPESAS DE FUNCIONAMENTO SEM LIMITE DE 55% FACE A DESPESAS DE RH DESPESAS COM EXECUÇÃO DE PROJECTOS DE I&D NECESSÁRIAS AO CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS PÚBLICAS SÃO ELEGÍVEIS ÀS PME S QUE AINDA NÃO COMPLETARAM 2 EXERCÍCIOS APLICA-SE UMA MAJORAÇÃO DE 10% À TAXA INCREMENTAL PREVISTA NO SIFIDE I É ACRESCIDA EM 20 PONTOS PERCENTUAIS PARA AS DESPESAS RELATIVAS À CONTRATAÇÃO DE DOUTORADOS PARA AS ACTIVIDADES DE I&D, COM LIMITE DE COMUNICAÇÃO POR VIA ELECTRÓNICA À DGCI DA IDENTIFICAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS E MONTANTES DAS DESPESAS ELEGÍVEIS REPORTADAS NO ANO ANTERIOR MANTÊM-SE A POSSIBILIDADE DE REPORTE, NOS 6 EXERCÍCIOS IMEDIATOS, DAS DESPESAS QUE, POR INSUFICIÊNCIA DE COLECTA, NÃO TENHAM SIDO DEDUZIDAS

11 3.4) SIFIDE CÁLCULO DOS BENEFÍCIOS (cont.)

12 4) PORQUÊ A INOVAZ EQUIPA MULTIDISCIPLINAR EXPERIÊNCIA E PROFISSIONALISMO GRUPO SÓLIDO E CREDÍVEL 90% DO BF SOLICITADO APROVADO VS MÉDIA NACIONAL 70% MAIS DE DE CRÉDITO FISCAL SOLICITADO NOVOS CLIENTES EM 2010 AUMENTO DE 132% ALGUNS CLIENTES

13 5) DÚVIDAS E QUESTÕES

14 6) CONTACTOS AVEIRO Rua Dr. Ernesto Soares dos Reis, N.º 208, 1º Andar, Sala Q Oliveira de Azeméis Tel Fax LISBOA Av. João Crisóstomo, N.º 30, 5º Andar Lisboa Tel Fax PORTO Rua do Passeio Alegre, n.º Porto Tel Fax Url. A INOVAZ AGRADECE A ATENÇÃO DISPENSADA!

SIFIDE II. Sistema de Incentivos Fiscais em I&D Empresariais II

SIFIDE II. Sistema de Incentivos Fiscais em I&D Empresariais II SIFIDE II Sistema de Incentivos Fiscais em I&D Empresariais II PORTAL DOS INCENTIVOS Dez 2014 Índice Índice... 1 1 O Que é?... 2 2 Beneficiários... 2 3 Condições dos Beneficiários... 2 4 Despesas Elegíveis...

Leia mais

SIFIDE (SISTEMA DE INCENTIVOS FISCAIS EM INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL)

SIFIDE (SISTEMA DE INCENTIVOS FISCAIS EM INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL) SIFIDE (SISTEMA DE INCENTIVOS FISCAIS EM INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL) Condições de Acesso (Lei n.º 55-A/2010 de 31 de Dezembro) 0 SIFIDE (SISTEMA DE INCENTIVOS FISCAIS EM INVESTIGAÇÃO E

Leia mais

Incentivos Fiscais: SIFIDE Internacionalização Investimento Produtivo. Data de Apresentação:14 de Abril de2010

Incentivos Fiscais: SIFIDE Internacionalização Investimento Produtivo. Data de Apresentação:14 de Abril de2010 Incentivos Fiscais: SIFIDE Internacionalização Investimento Produtivo Data de Apresentação:14 de Abril de2010 1 Agenda 1 SIFIDE 2 Internacionalização 3 Investimento Produtivo 2 Incentivos Fiscais SIFIDE

Leia mais

Informação n.º 2/2014 06/novembro/2014

Informação n.º 2/2014 06/novembro/2014 Informação n.º 2/2014 06/novembro/2014 REGIMES DE BENEFÍCIOS AO INVESTIMENTO E À CAPITALIZAÇÃO No dia 31 de outubro foi publicado o Decreto-Lei n.º 162/2014, que tem como objetivo promover a revisão global

Leia mais

Medidas de apoio ao I&D nas Empresas. Investigação em Co-Promoção SIFIDE Internacionalização

Medidas de apoio ao I&D nas Empresas. Investigação em Co-Promoção SIFIDE Internacionalização Medidas de apoio ao I&D nas Empresas Investigação em Co-Promoção SIFIDE Internacionalização AdI Principais Áreas de Actuação e Instrumentos de Apoio SIFIDE BOLSAS CERN, ESA, ESO BDE Apoio ao I&D nas Empresas

Leia mais

BENEFÍCIOS INCENTIVOS FISCAIS

BENEFÍCIOS INCENTIVOS FISCAIS ORÇAMENTO DO ESTADO 2010 MEDIDAS FISCAIS BENEFÍCIOS INCENTIVOS FISCAIS São João da Madeira, 30 de Março de 2010 1 EBF 1 ICR INVESTIDORES DE CAPITAL DE RISCO 2 AQUISIÇÕES DE COMPUTADORES 3 CRIAÇÃO DE EMPREGO

Leia mais

Apoios ao Investimento em Portugal

Apoios ao Investimento em Portugal Apoios ao Investimento em Portugal AICEP Abril 2015 FINANÇAS Índice Investimento Produtivo Auxílios Estatais Máximos Incentivos Financeiros Incentivos Fiscais Investimento em I&D Empresarial Incentivos

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 179/IX ALARGA O REGIME DE INCENTIVOS FISCAIS À I&D EMPRESARIAL. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 179/IX ALARGA O REGIME DE INCENTIVOS FISCAIS À I&D EMPRESARIAL. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 179/IX ALARGA O REGIME DE INCENTIVOS FISCAIS À I&D EMPRESARIAL Exposição de motivos Nos últimos seis anos conseguiu-se um verdadeiro take-off da I&D empresarial reflectido nos resultados

Leia mais

É um sistema específico de incentivos fiscais ao investimento realizado pelo sujeito passivo de IRC.

É um sistema específico de incentivos fiscais ao investimento realizado pelo sujeito passivo de IRC. O presente resumo não dispensa a consulta dos respectivos diplomas legais, referentes a cada um dos programas. A sua leitura e análise é essencial para o devido enquadramento de cada caso específico. RFAI

Leia mais

LISBOA PORTO FUNCHAL SÃO PAULO LUANDA MAPUTO PRAIA MACAU DILI SÃO TOMÉ PEQUIM SHANGAI. de investimento

LISBOA PORTO FUNCHAL SÃO PAULO LUANDA MAPUTO PRAIA MACAU DILI SÃO TOMÉ PEQUIM SHANGAI. de investimento LISBOA PORTO FUNCHAL SÃO PAULO LUANDA MAPUTO PRAIA MACAU DILI SÃO TOMÉ PEQUIM SHANGAI Portugal como plataforma de investimento LISBOA PORTO FUNCHAL SÃO PAULO LUANDA MAPUTO PRAIA MACAU DILI SÃO TOMÉ PEQUIM

Leia mais

CFI - Código Fiscal ao Investimento - DL 162/2014 de 31 Outubro

CFI - Código Fiscal ao Investimento - DL 162/2014 de 31 Outubro CFI - Código Fiscal ao Investimento - DL 162/2014 de 31 Outubro Generalidades Aplicação a investimentos realizados a partir de 1 Janeiro de 2014 (excepto para efeito de apuramento dos limites máximos dos

Leia mais

PORTUGAL 2020 E OS BENEFÍCIOS FISCAIS PARA O INVESTIMENTO: DOIS

PORTUGAL 2020 E OS BENEFÍCIOS FISCAIS PARA O INVESTIMENTO: DOIS 11 de maio de 2015 PORTUGAL 2020 E OS BENEFÍCIOS FISCAIS PARA O INVESTIMENTO: DOIS CAMINHOS PARALELOS O novo Código Fiscal do Investimento foi publicado em 31 de Outubro de 2014. No seguimento da Reforma

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais

Guia de Incentivos Fiscais

Guia de Incentivos Fiscais Guia de Incentivos Fiscais Instrumentos Fiscais de Apoio e Promoção ao Investimento Conteúdo do Guia Enquadramento Sistema de Incentivos Fiscais de Investigação e Desenvolvimento Empresarial II (SIFIDE

Leia mais

PSZ CONSULTING Dez 2014

PSZ CONSULTING Dez 2014 Incentivos Fiscais PSZ CONSULTING Dez 2014 Índice Índice... 1 1 Introdução... 3 2 RFAI... 3 2.1 O Que é?... 3 2.2 Beneficiários... 3 2.3 Condições de Acesso... 4 2.4 Despesas Elegíveis... 4 2.5 Taxas de

Leia mais

Pacote Fiscal ao Investimento 2013

Pacote Fiscal ao Investimento 2013 Pacote Fiscal ao Investimento 201 Paulo Núncio Lisboa, 2 de maio de 201 1 Principais características Supercrédito fiscal sem precedentes em Portugal Empresas que investem podem beneficiar de uma taxa geral

Leia mais

Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial II

Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial II SIFIDE II Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial II Candidaturas até 31 de Julho de 2016 Porto Rua Dr. Ernesto Soares dos Reis Nº 208, 1º Andar, Sala M 3720 256 Oliveira de Azeméis - Portugal

Leia mais

AHETA - Associação. Empreendimentos. Oportunidades de poupança fiscal e incentivos financeiros

AHETA - Associação. Empreendimentos. Oportunidades de poupança fiscal e incentivos financeiros AHETA - Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve Oportunidades de poupança fiscal e incentivos financeiros Abril de 2013 Alojamento local AHETA Oportunidades de poupança fiscal Reafectação

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO Artigo 1º Âmbito Ao abrigo do n.º 1 do artigo 8.º da Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, o presente regulamento estabelece os procedimentos

Leia mais

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Diploma Decreto-Lei n.º 34/2005 17/02 Estado: Vigente Legislação Resumo: Transpõe para a ordem jurídica interna a Directiva n.º 2003/49/CE, do Conselho, de 3 de Junho, relativa a um regime fiscal comum

Leia mais

Estatuto dos Benefícios Fiscais Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares. Seminário Inovações Fiscais 2014

Estatuto dos Benefícios Fiscais Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares. Seminário Inovações Fiscais 2014 Estatuto dos Benefícios Fiscais Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares IMI Prédios para habitação própria e permanente Momento da contagem do período de isenção. Quando o pedido é apresentado

Leia mais

OUTUBRO/NOVEMBRO 2009

OUTUBRO/NOVEMBRO 2009 FISCAL N.º 4/2009 OUTUBRO/NOVEMBRO 2009 INCENTIVOS FISCAIS A PROJECTOS DE INVESTIMENTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO No passado mês de Setembro foram publicados dois decretos-lei que completaram e alteraram o

Leia mais

Benefícios Fiscais. Mariana Gouveia de Oliveira

Benefícios Fiscais. Mariana Gouveia de Oliveira Benefícios Fiscais Mariana Gouveia de Oliveira Índice Código Fiscal do Investimento Benefícios Fiscais Contratuais ao Investimento Produtivo RFAI -Regime fiscal de apoio ao investimento SIFIDE II - Sistema

Leia mais

SEMINÁRIO CROWE HORWATH ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2011 (IRC) 2011 Crowe Horwath International

SEMINÁRIO CROWE HORWATH ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2011 (IRC) 2011 Crowe Horwath International SEMINÁRIO CROWE HORWATH ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2011 (IRC) 1 IRC 2 Eliminação da Dupla Tributação Económica dos Lucros Distribuídos Na sociedade detentora Eliminação da Dupla Tributação nos Lucros auferidos

Leia mais

Regime Fiscal de Apoio ao Investimento

Regime Fiscal de Apoio ao Investimento RFAI Regime Fiscal de Apoio ao Investimento Elaboração de dossier fiscal possível em permanência Porto Rua Dr. Ernesto Soares dos Reis Nº 208, 1º Andar, Sala P 3720 256 Oliveira de Azeméis - Portugal Lisboa

Leia mais

REGULAMENTO. Artigo 1º. Objeto e âmbito

REGULAMENTO. Artigo 1º. Objeto e âmbito REGULAMENTO O presente regulamento estabelece os procedimentos associados à medida «Passaporte para o Empreendedorismo», regulamentada pela Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, estabelecida

Leia mais

MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS

MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS Destina-se a apoiar. nas explorações agrícolas para a produção primária de produtos agrícolas - Componente 1. na transformação e/ou comercialização de produtos agrícolas

Leia mais

GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 SPAIN - FRANCE - PORTUGAL - BELGIUM - BRAZIL - CHILE - CANADA

GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 SPAIN - FRANCE - PORTUGAL - BELGIUM - BRAZIL - CHILE - CANADA GUIA PORTUGAL 2020 NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? www.f-iniciativas.com GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? 1. O que é Portugal 2020 2. Metas para o Portugal

Leia mais

Investir no Atlântico

Investir no Atlântico Investir no Atlântico Domínio Competitividade e Internacionalização Região Competitiva, Resiliente, Empreendedora e Sustentável com base na valorização do Conhecimento UALG 17 novembro de 2015 Sistemas

Leia mais

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Hugo Barros UALG Universidade do Algarve Albufeira, 12 de Março 2015 INOVAÇÃO PAPEL CRUCIAL NO CRESCIMENTO ECONÓMICO DOS

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1. Descrição... Erro! Marcador não definido. 2. Entidade Gestora...

Leia mais

II Congresso de Direito Fiscal

II Congresso de Direito Fiscal II Congresso de Direito Fiscal João de Sousa Lisboa, 11 de Outubro de 2011 Tópicos Definições de PME s; Factores fiscais discriminatórios para as PME s; Factores fiscais favoráveis às PME s; Comentários

Leia mais

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores

Leia mais

OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS - 2009

OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS - 2009 OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS - 2009 JANEIRO / 2009 Até ao dia 12 Entrega da Declaração Modelo 11, por transmissão electrónica de dados, pelos Notários, Até ao dia 20 - Entrega, pelas Instituições de Crédito

Leia mais

Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo

Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo Objetivos Promover o empreendedorismo qualificado e criativo Tipologias de Projetos 1. São suscetíveis de financiamento os projetos das PME, com menos de

Leia mais

Inovação Produtiva PME

Inovação Produtiva PME Inovação Produtiva PME Objetivos Promover a inovação no tecido empresarial, traduzida na produção de novos, ou significativamente melhorados, bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis diferenciadores

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV1/POFC/2009

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV1/POFC/2009 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV1/POFC/2009 PROCEDIMENTOS DE ENCERRAMENTO DE PROJECTOS 1. ENQUADRAMENTO No âmbito do acompanhamento dos projectos apoiados pelo POFC, importa estabelecer o conjunto de procedimentos

Leia mais

Entidades intervenientes

Entidades intervenientes Entidades intervenientes As candidaturas deverão ser apresentadas, preferencialmente, no Município de Vizela, ou nas entidades abaixo indicadas. Câmara Municipal de Vizela Rua Dr. Alfredo Pinto, 42 4815-391

Leia mais

Benefícios Fiscais. Benefícios Fiscais Contratuais ao Investimento Produtivo

Benefícios Fiscais. Benefícios Fiscais Contratuais ao Investimento Produtivo Benefícios Fiscais Benefícios Fiscais Contratuais ao Investimento Produtivo PORTAL DOS INCENTIVOS Dez 2014 Índice Índice... 1 1 O Que é?... 2 2 Condições de Acesso dos Beneficiários... 2 3 Condições de

Leia mais

Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença

Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença Entidades Intervenientes As candidaturas devem ser apresentadas no Município de Valença Município de Valença Tlf: 251 809500 Fax: 251 809519 Site: www.cm-valenca.pt E-mail: gap@cm-valenca.pt Entidade gestora

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

Projetos de I&D em consórcio

Projetos de I&D em consórcio Projetos de I&D em consórcio Objetivos Apoiar o conhecimento e internalização do conhecimento e tecnologias de novos (ou significativamente melhorados) produtos, processos ou serviços; Promover a valorização

Leia mais

Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas

Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas Entidades intervenientes As candidaturas podem ser apresentadas em qualquer das entidades abaixo indicadas Município de Serpa Praça da República 7830-389 Serpa Telefone: 284 540 100 Fax: 284 540 109 Endereço

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO 1 PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO Destinatários: Empresários do sector do comércio enquadrados nas CAEs definidas na medida Comércio Investe. Projecto: Comércio Investe. Prazo de execução: Candidatura

Leia mais

Linha Específica. Dotação Específica do Têxtil, Vestuário e Calçado CAE das divisões 13, 14 e 15

Linha Específica. Dotação Específica do Têxtil, Vestuário e Calçado CAE das divisões 13, 14 e 15 IAPMEI/DGAE (www.iapmei.pt / www.dgae.pt) PME Invest (Linha de Crédito com juro bonificado) Linha de Crédito PME Investe III Condições e processo de candidatura A Condições 1. Condições a observar pelas

Leia mais

PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO

PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO Workshop Vale Mais Centro PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO ÍNDICE 1. O PROGRAMA VALE I&DT 2. O PROGRAMA VALE INOVAÇÃO 3. AS ENTIDADES

Leia mais

V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO)

V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO) V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO) Março 2015 V A L E INO V A Ç Ã O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Objetivo Específico... 3 3. Tipologia de Projetos...

Leia mais

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Qualificação das PME Vale Inovação Intene Consultoria de Gestão, Lda. Maio 2015 Rua Dr. Augusto Martins, n.º 90, 1.º andar Sala 4 4470-145 Maia

Leia mais

Sistema de Incentivos

Sistema de Incentivos Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização de PME amrconsult 13 de Maio de 2010 1 Agenda 1 Enquadramento 2 Condições de elegibilidade 3 Despesas elegíveis 4 Incentivo 2 1 Enquadramento 3

Leia mais

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME Santander Totta Santander Totta Especializado no Negócio de PME O Banco Santander Totta está integrado num dos maiores Grupos Financeiros a nível Mundial. Distingue-se pela sua capacidade de oferecer as

Leia mais

Benefícios Fiscais Guia Prático

Benefícios Fiscais Guia Prático www.finaccount.com Benefícios Fiscais Guia Prático Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação Índice 1. Criação Líquida de 3 2. Beneficio ao 6 3. Remuneração 13 4. SIFIDE II - Sistema

Leia mais

DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas (CSRAEM) : pmese.info@economia.gov.

DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas (CSRAEM) : pmese.info@economia.gov. Número dos serviços Designação dos serviços Entidade responsável Local de atendimento Horário de funcionamento (DSE) Horário de funcionamento (CSRAEM) DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos

Leia mais

Formulário de Candidatura

Formulário de Candidatura (a preencher pela ADRAL) N.º de Processo: Data de Entrada : (a preencher pela entidade receptora) Entidade Receptora : Local e data : Criação de Empresa: SIM NÃO Prazo de Financiamento Ano de Carência

Leia mais

FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA. Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes

FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA. Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes LINHA DE APOIO à QUALIFICAÇÃO DA OFERTA e ao EMPREENDEDORISMO NO TURISMO VALORIZAR E DIVERSIFICAR O PRODUTO TURÍSTICO

Leia mais

WORKSHOP :EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO

WORKSHOP :EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO WORKSHOP :EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO Entidade: Centro de Emprego de Loulé Tema: Apoios à Criação do Próprio Emprego e de Empresas 1. O Plano de Negócios 2. Apoios à Criação do Próprio

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

Referencial Elaboração do Contrato de Consórcio

Referencial Elaboração do Contrato de Consórcio Referencial Elaboração do Contrato de Consórcio Sistema de Incentivos à I&DT e Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONTRATO CONSÓRCIO EXTERNO Aplicável a projectos de I&DT

Leia mais

ORA newsletter. Resumo Fiscal/Legal Outubro de 2010 1 Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2011 2 Revisores e Auditores 9

ORA newsletter. Resumo Fiscal/Legal Outubro de 2010 1 Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2011 2 Revisores e Auditores 9 Assuntos Resumo Fiscal/Legal Outubro de 2010 1 Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2011 2 Revisores e Auditores 9 LEGISLAÇÃO FISCAL/LEGAL OUTUBRO DE 2010 Ministério das Finanças e da Administração

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

Financiamento de Projectos Empresariais e Apoio ao Empreendedorismo

Financiamento de Projectos Empresariais e Apoio ao Empreendedorismo Financiamento de Projectos Empresariais e Apoio ao Empreendedorismo 1º Seminário OPEN, Marinha Grande, 2 Março 2005 Promover a inovação e o desenvolvimento tecnológico PRINCIPAIS VECTORES Inovação tecnológica

Leia mais

BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC

BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC (Esta informação contém apenas informação geral, não se destina a prestar qualquer serviço de auditoria, consultadoria de gestão, financeira ou legal, ou a prestar qualquer tipo

Leia mais

N OVO C Ó D IGO FISCAL DO INVESTIMENTO

N OVO C Ó D IGO FISCAL DO INVESTIMENTO N OVO C Ó D IGO FISCAL DO INVESTIMENTO AUDITORIA IMPOS T O S CONSULTORIA O Decreto-Lei nº 162/2014, de 31.10, aprovou um novo Código Fiscal do Investimento (CFI) e revogou o Decreto-Lei n.º 249/2009, de

Leia mais

BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC

BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC BENEFÍCIOS FISCAIS EM IRC (Esta informação contém apenas informação geral, não se destina a prestar qualquer serviço de auditoria, consultadoria de gestão, financeira ou legal, ou a prestar qualquer tipo

Leia mais

Novas medidas e benefícios fiscais para 2014. Abílio Sousa

Novas medidas e benefícios fiscais para 2014. Abílio Sousa Novas medidas e benefícios fiscais para 2014 Abílio Sousa Programa Vetores essenciais das medidas de natureza fiscal constantes da lei do OE 2014 DLRR um novo benefício fiscal para PME A reforma do IRC

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO:

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: 23 MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: A Missão encontra-se integrada no Projeto Conjunto da AIDA, INOV_MARKET, que tem como principais objetivos promover

Leia mais

Orador: Dr. Nuno Cavaco Henriques (nuno.henriques@lisgarante.pt) Financiamento para a Internacionalização

Orador: Dr. Nuno Cavaco Henriques (nuno.henriques@lisgarante.pt) Financiamento para a Internacionalização Orador: Dr. Nuno Cavaco Henriques (nuno.henriques@lisgarante.pt) Financiamento para a Internacionalização Índice 1. Segmentos de Atuação. 2. Linhas de Oferta. 3. Serviços Especializados. 4. Resultados

Leia mais

A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Completa a transposição da Diretiva n.º 2003/49/CE, do Conselho, de 3 de junho de 2003, relativa a um regime fiscal comum aplicável aos pagamentos de juros e royalties efetuados entre sociedades associadas

Leia mais

Programa Investe Jovem. Apoio à Criação do Próprio Emprego

Programa Investe Jovem. Apoio à Criação do Próprio Emprego Programa Investe Jovem Apoio à Criação do Próprio Emprego Portal dos Incentivos Jan 2015 Índice 1 Apresentação de Tema... 2 1.1 Objeto... 2 1.2 Objetivo... 2 1.3 Destinatários do Apoio... 2 1.4 Requisitos

Leia mais

1. IDT Consulting. 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas. 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias

1. IDT Consulting. 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas. 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias GESTÃO DA INOVAÇÃO AGENDA 1. IDT Consulting 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias 4. Diagnósticos Estratégicos de Inovação 5. Implementação de

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

Guia de Incentivos Fiscais 2014

Guia de Incentivos Fiscais 2014 Guia de Incentivos Fiscais 2014 Instrumentos Fiscais de Apoio e Promoção ao Investimento Conteúdo do Guia Enquadramento Sistema de Incentivos Fiscais de Investigação e Desenvolvimento Empresarial II (SIFIDE

Leia mais

1. Objectivo do Plano

1. Objectivo do Plano Fundo de Desenvolvimento Industrial e de Comercialização Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas Termos e Condições Organização: Departamento de Desenvolvimento de

Leia mais

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014 Portugal 2020 CCILC, Junho 2014 Internacionalização: Quando? Para Quem? PME Organizações Onde? Regiões Como valorizar? + RH +Inovação O Quê? Que Investimentos? Quais? Temas Prioridades Objetivos Internacionalização:

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional em matéria de política de saúde, foi definido, pelo Decreto Lei n.º

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA

O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA FIGUEIRA DA FOZ, 9 DE JULHO DE 2014 LUÍS COITO LINHAS DE APOIO FINANCEIRO Longo Prazo Curto / Médio Prazo Curto Prazo LINHA DE APOIO À QUALIFICAÇÃO DA OFERTA LINHA

Leia mais

Valorização Económica do Conhecimento Científico ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS DE ESTÍMULO AO INVESTIMENTO PRIVADO EM I&D. Luís Portela

Valorização Económica do Conhecimento Científico ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS DE ESTÍMULO AO INVESTIMENTO PRIVADO EM I&D. Luís Portela ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS DE ESTÍMULO AO INVESTIMENTO PRIVADO EM I&D Luís Portela Porto Evolução da despesa em I&D das Empresas portuguesas, entre 1990 e 2003 (preços correntes) Milhões de Euros 1.000 750

Leia mais

Fundo Modernização Comércio

Fundo Modernização Comércio 1 Fundo Modernização Comércio IAPMEI Portaria 236/2013 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades de Projectos a Apoiar 4. Elegibilidade

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS CIRCULAR Nº 1/2014 Com a aprovação do orçamento do estado para o ano de 2014 publicado pela lei nº 83-C/2013 de 31/12, o governo introduziu várias alterações legislativas significativas em matérias fiscais

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS INOVAÇÃO PRODUTIVA - PROVERE Elisabete Félix Turismo de Portugal, I.P. - Direcção de Investimento PRIORIDADE Fomento da competitividade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

Fundos para a Internacionalização

Fundos para a Internacionalização Fundos para a Internacionalização Fundos de apoio às empresas O que são? São sistemas de incentivos vocacionados para o apoio às empresas, financiados por fundos comunitários e/ou nacionais. 2 Fundos de

Leia mais

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL?

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? VALES AC CC CO ONS SULT TORE ES ASS SOCI IADO OS A ACC Consultores Associados, Lda. ajuda empreendedores e empresários na procura de financiamentos na obtenção de apoios de que

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA Considerando: A importância do sector do Cinema como vector de dinamização das expressões artísticas e de contribuição para o desenvolvimento

Leia mais

Garval - Sociedade de Garantia Mútua, S.A. 1 / 5

Garval - Sociedade de Garantia Mútua, S.A. 1 / 5 O preenchimento integral deste formulário, bem como o envio dos elementos solicitados, permite reduzir substancialmente o tempo de análise e pedidos adicionais de informações/elementos. A - IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Passaporte para o Empreendedorismo

Passaporte para o Empreendedorismo Passaporte para o Empreendedorismo Enquadramento O Passaporte para o Empreendedorismo, em consonância com o «Impulso Jovem», visa através de um conjunto de medidas específicas articuladas entre si, apoiar

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014]

LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 OBJETO Criar as condições para a adequação dos serviços de dívida

Leia mais

DE INVESTIGAÇÃO EXPLORATÓRIA NO ÂMBITO DO PROGRAMA INVESTIGADOR FCT. Normas de execução financeira

DE INVESTIGAÇÃO EXPLORATÓRIA NO ÂMBITO DO PROGRAMA INVESTIGADOR FCT. Normas de execução financeira FINANCIAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO EXPLORATÓRIA NO ÂMBITO DO PROGRAMA INVESTIGADOR FCT Normas de execução financeira Financiamento de Projetos de Investigação Exploratória no âmbito do Programa

Leia mais

NORMA DE PAGAMENTOS. Componente FEDER

NORMA DE PAGAMENTOS. Componente FEDER NORMA DE PAGAMENTOS Componente A PRESENTE NORMA DE PAGAMENTOS APLICA-SE AOS PEDIDOS DE PAGAMENTOS A FORMALIZAR (APÓS 18-01-2013) E AINDA AOS QUE SE ENCONTRAM EM ANÁLISE NO IDE- RAM, NO ÂMBITO DO SISTEMAS

Leia mais

inovar Ajudamos http://www.adi.pt

inovar Ajudamos http://www.adi.pt Ajudamos a inovar http://www.adi.pt Promover a inovação e o desenvolvimento tecnológico facilitando o aprofundamento das relações entre o mundo da investigação e o tecido empresarial português A Agência

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC)

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIAC / 2012 SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) PROGRAMA ESTRATÉGICO +E+I PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO NO 7.º PROGRAMA-QUADRO DE I&DT (UNIÃO EUROPEIA)

Leia mais

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius.

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius. Projecto Factor PME Junho 2011 O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME www.factorpme.aip.pt www.trigenius.pt factorpme@trigenius.pt Âmbito e Objectivos

Leia mais

Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas

Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas Linha de Crédito PME Investe III Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIALM / 2013

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIALM / 2013 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIALM / 2013 SISTEMA DE INCENTIVOS DE APOIO LOCAL A MICROEMPRESAS (SIALM) Nos termos do Regulamento do Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas

Leia mais

Ficha de Solicitação de Garantia

Ficha de Solicitação de Garantia O preenchimento integral deste formulário, bem como o envio dos elementos solicitados, permite reduzir substancialmente o tempo de análise e pedidos adicionais de informações/elementos. A - IDENTIFICAÇÃO

Leia mais