05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS"

Transcrição

1 05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS

2 Consequências da Grande Guerra ( ) Perda de muitas vidas e destruição de famílias Grave crise econômica e diminuição territorial para os derrotados Enorme prejuízo com a devastação do continente Redução da população masculina Difusão de epidemias Clima de incertezas na Europa descrença no sistema democrático fortalecimento das ideias totalitárias ou socialistas esperança das elites nos partidos de extrema direita

3 Fascismo Itália enfraquecida após o conflito efeitos desastrosos na economia aumento da inflação e do desemprego conturbação socilal greves e violência avanço do movimento operário temido pelas elites do país Necessidade de restabelecer a ordem e manter os privilégios da burguesia apoio a Benito Mussolini Trajetória de Mussolini 1919 fundação do Fascio di Combatimento programa nacionalista, com defesa de métodos violentos contra a esquerda apoiado pela burguesia Partido Nacional Fascista cada vez mais forte e violento Marcha para Roma nomeação de Mussolini como Primeiro Ministro

4 Benito Mussolini - Líder fascista italiano

5 Marcha para Roma - Promovido pels camisas negras que pediam a instalação do regime fascista na itália

6 Governo Mussolini extrema direita, totalitário e expansionista nacionalismo exaltado e militarismo cerceamento da liberdade de expressão fim do pluripartidarismo aliança com a burguesia e setores da Igreja terror contra os adversários e controle da imprensa intensa intervenção do Estado na economia Carta del Lavoro garantia direitos aos trabalhadores, mas os subordinou ao Estado Questão Romana Disputa entre o Estado italiano pelas terras pontifícias arrastada desde de 1971 resolvida com o Tratado de Latrão estabelecido entre Mussolini e o para Pio XI criação do Estado do Vaticano tornou o catolicismo religião oficial e obrigou o ensino religioso nas escolas Invasão da Etiópia em 1935

7 Mussolini resvolte a disputa entre a Igreja e o Estado (Questão Romana) por territórios papais criando o Estado do Vaticano

8 Nazismo Alemanha após a Grande Guerra tentativa de reorganizar a economia derrotas e condições impostas pelo Tratado de Versalhes inúmeras dificuldades forte descontentamento dos alemães surgimento de grupos ultra nacionalistas, contrários à democracia e anti socialistas possibilitou a ascensão de Hitler Crise econômica hiperinflação desemprego miséria assustadora radicalização política

9 Alemães em fila para obter alimentos

10 Família alemã após a Grande Guerra

11 Crianças brincam com maços do desvalorizado dinheiro alemão

12 Trajetória de Adolf Hitler ingresso no Partido dos Trabalhadores Alemães mais tarde chamado de Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (Partido Nazista) chegou à liderança graças ao seu carisma e poder de oratória tentativa fracassada de tomar o poder em Munique Condenado a cinco anos de prisão período em que escreveu o Mein Kampf (Minha luta) Crise de 1929 falências, desemprego e miséria agitações e medo do socialismo por parte da classe dominante carisma e propaganda bem feita de Hitler força e expressividade política dos nazistas Derrota nas elições para Pesidente em 1932 eleito o marechal Paul von Hindenburg elegeu a segunda maior bancada no parlamento alemão Nomeado primeiro-ministro em 1933 propagandas difamadoras contra os opositores difundiu o temor ao socialismo apoio da elite alemã eliminou opositores fundou uma polícia política para perseguir os contrários recuperou a economia e recuou o desemprego desrespeitou o Tratado de Versalhes rearmou a Alemanha anexou territórios

13 Hitler na década de 1920, quando tentou um golpe e foi preso

14 Exemplar do Mein kampf (Minha luta), escrito enquato esteve preso. Esse livro adquiriu grande popularidade e serviu como manual para a prática do nazismo

15 Hitler recebendo do marechal Hindenburgo o título de chanceler da Alemanha

16 Hitler era um grande orador e, em seus discursos, constumava inflamar multidões

17 Salazarismo Portugal grave crise econômica, social e política golpe militar (1926) abolição da monarquia portuguesa (1910) sem solução para a crise militares e conservadores no poder regime autoritário liderado por Antônio de Oliveira Salazar Governo de Salazar políticas que favoreceram a burguesia perseguição dos grupos de esquerda partido único - Partido Governista União nacional restrição das liberdades individuais

18 Antônio Salazar, líder fascista português

19 Franquismo: Guerra Civil Espanhola Espanha no início do século XX país agrário com predominância de latifúndios improdutivos indústria marcada pelo atraso tecnológico alta taxa de analfabetismo e forte vínculo com a Igreja Católica governos que não beneficiavam sua população Proclamação da república e destituição do rei Afonso XIII (1931) sem melhorias significativas diversos grupos lutando pelo poder Eleições parlamentares (1936) Manuel Azaña (Frente Popular - Esquerda) vs. Francisco Franco (Nacionalista - Direita conservadora) vitória de Azaña e promoção de profundas reformas sociais reação dos grupos conservadores derrotados nas eleições Guerra Civil ( ) repúblicanos (Frente Popular - apoiada por brigadas internacionais) vs. nacionalistas (golpistas partidários de Franco - apoiados por Hitler e Mussolini) vitórias dos nacionalistas e instalação do governo fascista na Espanha teste para o armamento e estratégias militares dos alemães e italianos

20 Manuel Azaña Francisco Franco

21 Mulheres armadas na luta contra a fascismo na Guerra Civil Espanhola

22 O apoio de Hitler e Mussolini foi determinante para a vitória dos fascistas na Espanha

23 Na obra Guernica, Picasso denuncia as atrocidades cometidas na Guerra Civil Espnholas

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários Ciências Humanas História Totalitarismos ou Regimes Autoritários Relembrando Professor Evandro R. Saracino ersaracino@gmail.com Facebook.com/ersaracino Facebook.com/errsaracino Estude o MESMO conteúdo

Leia mais

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa Os regimes totalitaristas Professor Gustavo Pessoa O NAZIFASCISMO tipo de governo característico de alguns países no período entre guerras (1918 1939). ONDE? CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: Principalmente ITA,

Leia mais

Regimes Totalitários. Nazifascismo

Regimes Totalitários. Nazifascismo Regimes Totalitários Nazifascismo 1918-1939 http://historiaonline.com.br CONTEXTO Humilhação imposta à Alemanha e à Itália 1ª Guerra Mundial (Tratado de Versalhes), Sentimento nacionalista = revanchismo,

Leia mais

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20 CRISE DE 1929: Ao final da Primeira Guerra, a indústria dos EUA era responsável por quase 50% da produção mundial. O país criou um novo estilo de vida: o american way of life. Esse estilo de vida caracterizavase

Leia mais

O NACIONALISMO NA ITÁLIA

O NACIONALISMO NA ITÁLIA TOTALITARISMO NO REGIME TOTALITÁRIO TEMOS O QUE CHAMAMOS DE ESTADO TOTAL, NO QUAL TODAS AS ATIVIDADES POLÍTICAS, ECONÔMICAS, RELIGIOSAS, SOCIAIS E CULTURAIS ESTÃO SOB SUA DIREÇÃO. O ESTADO TOTALITÁRIO

Leia mais

Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO

Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO 1 - Introdução: A década de 1930 seria atingida por uma das maiores crises econômicas da história capitalista, a chamada Grande Depressão. A crise favoreceu a polarização

Leia mais

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PASSO DEL BRENNERO ITÁLIA: O SURGIMENTO DO FASCISMO Contexto da Itália pós 1ª Guerra: PASSO DEL TRIESTE PORTO DE FIÚME - A Itália

Leia mais

II GUERRA MUNDIAL

II GUERRA MUNDIAL II GUERRA MUNDIAL 1939-1945 ASCENSÃO DOS REGIMES TOTALITÁRIOS EUROPA NO PÓS GUERRA Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Europa teve de enfrentar uma de suas piores crises econômicas. O uso do território

Leia mais

Período entre as guerras ( ): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários

Período entre as guerras ( ): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários Período entre as guerras (1919-1939): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA joaogabriel_fonseca@hotmail.com Estende-se do final da Primeira ao início da Segunda

Leia mais

Itália - FASCISMO /43

Itália - FASCISMO /43 Itália - FASCISMO - 1922/43 Benito Mussolini, o Duce Símbolo do Partido Nacional Fascista Antecedentes Após a 1ª Guerra Mundial, a Itália passa por uma grave: Crise económica, caracterizada pela desvalorização

Leia mais

OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO. Prof: R O C H A

OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO. Prof: R O C H A OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO Prof: R O C H A OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO O período entre guerras (1919-1939) teve uma marca política: a tendência è radicalização. Regimes totalitários

Leia mais

Exacerbação do nacionalismo italiano. Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica

Exacerbação do nacionalismo italiano. Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica Exacerbação do nacionalismo italiano Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica Inflação e empréstimos Desemprego Greves crescem em 1919 1920

Leia mais

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL SEGUNDA GUERRA MUNDIAL1939-1945 CAUSAS -Continuação da Primeira Guerra; *disputas imperialistas; *mesmos países controlando os mercados; *crises econômicas: empobrecimento dos trabalhadores nos anos 20

Leia mais

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP Unificação Italiana e Alemã Prof. Leopoldo UP Antecedentes: O Congresso de Viena(1815) Tentativa frustrada de manter o Antigo Regime. A Revolução de 1830. A Revolução Industrial se espalha por várias regiões

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

Nazismo. Adolf Hitler

Nazismo. Adolf Hitler 1889: Nasce em Braunau (Áustria). 1914/18: Participa na 1.ª Guerra Mundial. 1919: Filia-se no Partido Alemão dos Trabalhadores (DAP). 1921: Converte o DAP no Partido Nacional-Socialista Alemão dos Trabalhadores

Leia mais

GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE

GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE HISTÓRIA PROF. LEANDRO 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE 1. O acordo de paz imposto à Alemanha após a Primeira Guerra Mundial foi o tratado de Versalhes, assinado

Leia mais

O Brasil e do Mundo. Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com. (1918 e 1945) 1ª. Parte

O Brasil e do Mundo. Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com. (1918 e 1945) 1ª. Parte O Brasil e do Mundo Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com (1918 e 1945) 1ª. Parte Quando tudo começou... 1918 11 de novembro A Alemanha assina o armistício que põe fim a I Guerra Mundial;

Leia mais

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado nacional compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura,

Leia mais

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX 1. (UNESP) As unificações políticas da Alemanha e da Itália, ocorridas na segunda metade do século XIX, alteraram o equilíbrio político e social europeu.

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Sociologia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) O início do Partido

Leia mais

QUESTÕES. 1 - A charge abaixo aborda uma situação do Brasil logo após a crise de a) O que foi a chamada crise de 1929?

QUESTÕES. 1 - A charge abaixo aborda uma situação do Brasil logo após a crise de a) O que foi a chamada crise de 1929? 9º História Rafael Av. Trimestral 29/06/16 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

CONTEXTO HISTÓRICO A situação existente em Portugal e no mundo durante o período da vida de Alfredo Dinis ficou marcada pela luta abnegada dos povos e dos trabalhadores, no sentido de melhorarem as suas

Leia mais

Regimes ditatoriais na Europa

Regimes ditatoriais na Europa Ano Lectivo 2010/2011 HISTÓRIA 12º Ano Escola Secundária/3 da Rainha Santa Isabel de Estremoz Apresentação nº 1 Regimes ditatoriais na Europa Avanço da extrema-direita na Europa Professor Pedro Bandeira

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

O PERÍODO ENTREGUERRAS

O PERÍODO ENTREGUERRAS O PERÍODO ENTREGUERRAS Contexto: A Primeira Guerra Mundial havia acabado e muitos fatores básicos, considerados raízes desse conflito, não haviam sido solucionados. Contexto: Alemães, italianos e espanhóis

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA

GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA EXAME HISTÓRIA B 1ª FASE 2013 página 1/6 GRUPO I PORTUGAL: DA CONTESTAÇÃO DA MONARQUIA ÀS DIFICULDADES DA PRIMEIRA REPÚBLICA Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: Doc. 1 Declarações

Leia mais

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira 1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira Expansão capitalista e nacionalismo As transições tardias: Alemanha e Itália

Leia mais

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo 03. REVOLUÇÃO RUSSA Importante acontecimento do século XX Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo ao capitalismo Rússia no início do século XX

Leia mais

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA 1799-1815 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS OS SIGNIFICADOS DA ASCENSÃO DE NAPOLEÃO O esgotamento político e social após 10 anos de revolução na França.

Leia mais

A CRISE DE 1929. Linha de montagem Ford T

A CRISE DE 1929. Linha de montagem Ford T O MUNDO ENTRE GUERRAS: A CRISE DO LIBERALISMO RECAPTULANDO -Com o fim da Primeira Guerra Mundial a Alemanha derrotada no conflito, sofreu sérias punições no Tratado de Versalhes que acabou retalhando o

Leia mais

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA O que mais diferencia o totalitarismo de outras formas de ditadura é que o Estado totalitário invade a privacidade das pessoas, controlando-as

Leia mais

2.3. O New Deal CRISES, EMBATES IDEOLÓGICOS E MUTAÇÕES CULTURAIS NA PRIMEIRA METADE DO SÉC. XX

2.3. O New Deal CRISES, EMBATES IDEOLÓGICOS E MUTAÇÕES CULTURAIS NA PRIMEIRA METADE DO SÉC. XX 2.3. O New Deal - EUA - (1933) F. D. Roosevelt (Democrata) - New Deal (intervencionismo de estado > regulamentação) - 1ª fase (1933-34) - objetivos: Relançamento da economia Luta contra o desemprego e

Leia mais

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo Era Vargas Do Governo Provisório ao Estado Novo Períodos Governo provisório (1930-1934) Tomada de poder contra as oligarquias tradicionais Governo Constitucional (1934-1937) Período legalista entre dois

Leia mais

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Século XVIII Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Marco inicial: tomada da Bastilha Assembleia Nacional Consituinte 1789-1792 Nova Constituição (liberal) para a França; Alta burguesia assume o comando

Leia mais

Nazifascismo IDADE CONTEMPORÂNEA

Nazifascismo IDADE CONTEMPORÂNEA IDADE CONTEMPORÂNEA Nazifascismo Antes mesmo da Crise de 1929, surgiram movimentos nacionalistas, antiliberais e antissocialistas, os quais chamamos de Fascismos (ou Nazi-fascismo). Com a crise de 1929,

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934-37) Manifesto da AIB Plínio Salgado Fixação 1) (UFV) Durante a Era Vargas, notadamente no período de 1934-37, houve uma polarização

Leia mais

Em 1929 o mundo enfrenta a Grande Depressão, após o Crack da Bolsa de NY. Ascensão dos discursos nacionalistas

Em 1929 o mundo enfrenta a Grande Depressão, após o Crack da Bolsa de NY. Ascensão dos discursos nacionalistas 1939-1945 Após a 1ª Guerra Mundial, as potências vencedoras, na Europa, promoveram uma série de tratados com um forte caráter de vingança. Ex. Tratado de Versalhes A Alemanha teve suas forças armadas desmontada

Leia mais

1. Observe a imagem a seguir:

1. Observe a imagem a seguir: 1. Observe a imagem a seguir: Reivindicar liberdade para as mulheres não é crime. Pessoas presas por solicitar o direito de votar não devem ser tratadas como criminosas (1917). A imagem acima retrata a

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar.

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Antecedentes: REVOLUÇÃO RUSSA Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Situação Econômica: era um país extremamente atrasado, economia agrária,

Leia mais

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889 Aula 15- A Crise do Império 1870-1889 15 de Novembro de 1889 Silêncio! Dom Pedro está governando o Brasil. z z z Proclamação da República A Questão Militar A Questão Religiosa Questão Abolicionista A

Leia mais

Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS. Valéria Maria Santana Oliveira

Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS. Valéria Maria Santana Oliveira Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS META Apresentar as principais características dos regimes totalitários e seus exemplos mais emblemáticos na era contemporânea. OBJETIVOS Ao final da aula o(a) aluno(a) deverá:

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2012

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2012 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2012 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 2012 Turma: 3º FG/TI Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

A NOSSA VIZINHA ESPANHA. Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau. bocado, no plano financeiro, económico, político e social.

A NOSSA VIZINHA ESPANHA. Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau. bocado, no plano financeiro, económico, político e social. A NOSSA VIZINHA ESPANHA Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau bocado, no plano financeiro, económico, político e social. Como Portugal - embora não tenha aceite a Troika, honra lhe seja - a Grécia

Leia mais

Prof. Alan Carlos Ghedini. Extrema-Direita. Um problema em ascensão

Prof. Alan Carlos Ghedini. Extrema-Direita. Um problema em ascensão Prof. Alan Carlos Ghedini Extrema-Direita Um problema em ascensão Antes da Extrema, a Direita Tudo começou na Revolução Francesa (1789) Na Assembleia Nacional Francesa, os grupos políticos dividiam-se

Leia mais

A CRISE DE 1929: COLAPSO NO LIBERALISMO COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

A CRISE DE 1929: COLAPSO NO LIBERALISMO COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS A CRISE DE 1929: COLAPSO NO LIBERALISMO COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O LIBERALISMO A teoria do LIBERALISMO ECONÔMICO ficou consagrada a partir de Adam Smith (1723-1790), e tem os seguintes pressupostos

Leia mais

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Apesar da grande manifestação em São Paulo, no ano de 1984, com a presença de políticos como Ulisses Guimarães, a emenda Dante de Oliveira, que restabelecia as eleições presidenciais diretas,

Leia mais

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Antecedentes Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. (85% pop. Rural) Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino

Leia mais

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Questão tratou sobre movimentos que emergiram nos EUA dos anos 1960 e suas consequências na Europa e até mesmo no Brasil. I. Verdadeira. 1 II. Falsa. Os movimentos LGBT ocorreram a partir dos

Leia mais

Populismo II e Regime Militar I. História C Aula 13 Prof. Thiago

Populismo II e Regime Militar I. História C Aula 13 Prof. Thiago Populismo II e Regime Militar I História C Aula 13 Prof. Thiago O Homem da Vassoura Jânio Quadros surpreendeu e venceu as eleições de 1960, em partes devido a agressiva campanha política que prometia varrer

Leia mais

O Entreguerras: Nazismo e Fascismo. Profª Viviane Jordão

O Entreguerras: Nazismo e Fascismo. Profª Viviane Jordão O Entreguerras: Nazismo e Fascismo Profª Viviane Jordão Introdução O período entreguerras é uma fase da História do século XX que vai do final da Primeira Guerra Mundial até o início da Segunda Guerra

Leia mais

9 - "Os verdadeiros chefes não têm nenhuma necessidade de cultura e ciência". (H. Goering)

9 - Os verdadeiros chefes não têm nenhuma necessidade de cultura e ciência. (H. Goering) 1 - Um dos acontecimentos mais significativos do século XX foi a Revolução Socialista na Rússia, em 1917, por colocar em xeque a ordem socioeconômica capitalista. Com respeito ao desencadeamento do processo

Leia mais

Aulas 68 e 69 O Nazi fascismo

Aulas 68 e 69 O Nazi fascismo Aulas 68 e 69 O Nazi fascism 1. Cnceit: Tip de gvern ttalitári característic n períd entre guerras (1918 1939). 2. Onde? Itália, Prtugal e Espanha (Fascism) Alemanha (Nazism) 3. Características básicas:

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

A REVOLUÇAO FRANCESA (1789 A 1799) TEMA DA REVOLUÇÃO: IGUALDADE, LIBERDADE E FRATERNIDADE

A REVOLUÇAO FRANCESA (1789 A 1799) TEMA DA REVOLUÇÃO: IGUALDADE, LIBERDADE E FRATERNIDADE A REVOLUÇAO FRANCESA (1789 A 1799) TEMA DA REVOLUÇÃO: IGUALDADE, LIBERDADE E FRATERNIDADE QUADRO SOCIAL 1º ESTADO CLERO 2º ESTADO NOBREZA Viviam às custas do Rei 3º ESTADO Alta Burguesia, Pequena Burguesia

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos Prof. Jorge Diacópulos Revolução burguesa. Antecedentes/causas: IDADE CONTEMPORÂNEA Maior população da Europa Ocidental (25 milhões). 80% rural. Absolutismo parasitário Luís XVI Festas, banquetes, pensões,

Leia mais

A O PAIS EM REVOLUÇÃO. Coordenação". J. M. BrandãoMe Brito. HT notícias editorial

A O PAIS EM REVOLUÇÃO. Coordenação. J. M. BrandãoMe Brito. HT notícias editorial A 384913 O PAIS EM REVOLUÇÃO Coordenação". J. M. BrandãoMe Brito HT notícias editorial ÍNDICE I OS MILITARES E A EVOLUÇÃO POLÍTICA INTERNA E EXTERNA (1974-1982) José Medeiros Ferreira 11 INTRODUÇÃO 11

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA (1789 Queda da Bastilha) Antecedentes: - Ideais iluministas (liberais); - Abuso de poder da nobreza; - Pompa das cortes; - Déficit orçamentário;

Leia mais

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da REVOLUÇÃO RUSSA ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da Europa. BASE: agro-exportação. 2. POLÍTICA:

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol 1 Os exercícios deverão ser feitos no livro. Predicado Verbal Leitura: págs. 91 e 92 do livro

Leia mais

A República Velha ( )

A República Velha ( ) Capítulo 52 A República Velha (1889 1930) A CRISE DA REPÚBLICA (1889-1894) A República Velha (1889 1930) 1889 1891 Governo Provisório 1891 1894 República da Espada 1891 Mal. Deodoro Da Fonseca 1891-1894

Leia mais

TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA

TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA TENENTISMO (1922-1926) TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL NA VIRADA DE 1920 Industrialização substitutiva de exportações Crescimento dos centros urbanos (São Paulo / Rio de Janeiro) Mudanças no cenário Nacional

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

LIBERALISMO. defende o indivíduo

LIBERALISMO. defende o indivíduo 2.1.1. As opções totalitárias - Itália, Alemanha, URSS, Portugal, Espanha - Fascismos [extrema-direita]: fascismo italiano, nazismo alemão - Características: 1. Antiliberal LIBERALISMO defende o indivíduo

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Agradecimentos Nota prévia...

ÍNDICE GERAL. Agradecimentos Nota prévia... ÍNDICE GERAL Agradecimentos Nota prévia......................................... 7 9 PRIMEIRA PARTE - O estudo da instituição militar 1 - Marxismo e temas militares.......................................

Leia mais

HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II A Guerra Fria e seu Contexto. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 6.2 Conteúdo II Guerra Mundial - causas.

Leia mais

2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945

2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945 2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945 HITLER PRECISAVA JUSTIFICAR SEUS INVESTIMENTOS EM ARMAS HITLER PRECISAVA DESVIAR ATENÇÃO DA POPULAÇÃO DOS PROBLEMAS ECONÔMICOS MAIS GRAVES E ALIMENTAR O NACIONALISMO. HITLER

Leia mais

Formação do Sistema Internacional DBBHO SB (4-0-4)

Formação do Sistema Internacional DBBHO SB (4-0-4) Formação do Sistema Internacional DBBHO1335-16SB (4-0-4) Professor Dr. Demétrio G. C. de Toledo BRI demetrio.toledo@ufabc.edu.br UFABC - 2016.III Aula 13 5ª-feira, 3 de novembro Para falar com o professor:

Leia mais

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini A Era Vargas M Ó D U L O 1 0 Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Governo Provisório (1930 1934) Formado de um agrupamento de membros da Aliança Liberal, tenentes e outros. É a fase de

Leia mais

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( )

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( ) A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL (1945--1964) CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO ENTRE 1945-1964 -Principais partidos políticos: *PSD:Partido Social Democrático.(JK) *UDN:União Democrática Nacional;(Jânio) *PTB:Partido

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 1 - Diferentes projetos republicanos: República Positivista: centralização política nas mãos do presidente. Postura predominante entre os militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a chamada República

Leia mais

2ª Guerra Mundial e Fascismos

2ª Guerra Mundial e Fascismos 2ª Guerra Mundial e Fascismos 2ª Guerra Mundial e Fascismos 1. No cartaz de propaganda nortebraços simbolizam países que se aliaram na Segunda Guerra Mundial contra as forças do Eixo. a) Identifique TRÊS

Leia mais

MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA.

MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA. MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA SÉC. XVI: OS VALOIS NO PODER Guerras de religião: católicos X protestantes; Obstáculo para a centralização; Absolutistas

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil Habilidades: Analisar o contexto da década de 1960 no Brasil e o golpe civil-militar Governo Jânio Quadros (1961) Ascensão muito rápida na política Estilo

Leia mais

Produção do Espaço Geográfico

Produção do Espaço Geográfico Geografia Produção do Espaço Geográfico Século XX parte 3 Prof. Diego Moreira 1) Introdução A) Aspectos Gerais Crise de 1929 Grande Depressão Keynesianismo New Deal Ascenção Nazi-fascista Era Vargas (1930/1937)

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

Revolução Russa 1917

Revolução Russa 1917 Revolução Russa 1917 1 A RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA Economia Predominantemente rural (latifúndios) com vestígios do feudalismo, muito atrasado economicamente. Mais da metade do capital russo provinha de

Leia mais

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

História 9º ano Ficha formativa n.º

História 9º ano Ficha formativa n.º UMA CRISE À ESCALA MUNDIAL (recapitulação de matéria anterior- da ficha 6) Factores de propagação da Crise: - Rapidez do alastrar da crise - Retirada dos capitais americanos investidos na Europa (levando

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 4

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 4 Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 4 5 Nome: Data: Unidade 4 1. Leia as sentenças a seguir sobre a década de 1920 e marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. a) Os Estados Unidos

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação História 5 ano - 4 bimestre Unidade 4 1. Escreva um pequeno texto sobre o governo Getúlio Vargas. Não esqueça de incluir dois argumentos favoráveis e dois desfavoráveis. Dê um título para o texto. 2. Leia

Leia mais

Herança do Século XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária

Herança do Século XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária Herança do Sculo XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária Sculo XX Diversificação da Economia Industrialização e Urbanização Novas Classes Sociais

Leia mais

EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA

EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA Aula 08 história 01 Profº Thiago POVOAMENTO DA ITÁLIA E ORIGEM DE ROMA Ocupação da Península Itálica (2000 a.c.) Gregos Italiotas (latinos, sabinos, samnitas, volscos, etc.) Etruscos

Leia mais

GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR

GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também quer ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Por isso, oferecemos

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA -A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 -Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

2ª Guerra Mundial

2ª Guerra Mundial 2ª Guerra Mundial 1939-1945 http://historiaonline.com.br Antecedentes da Guerra Política de apaziguamento: LIGA DAS NAÇÕES Tolerância excessiva em relação às violações do Tratado de Versalhes e Saint Germain.

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

NOVA HISTORIA DE PORTUGAL. Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E. o ESTADO NOVO ( )

NOVA HISTORIA DE PORTUGAL. Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E. o ESTADO NOVO ( ) ~ NOVA HISTORIA DE PORTUGAL Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E o ESTADO NOVO (1930-1960) ÍNDICE GERAL PREFÁCIO o INTRODUÇÃO o o o o o o o o o o 0.0 o o o o o. o o o o o o o o

Leia mais

Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa:

Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa: Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa: Observe as figuras abaixo: Cavour Unificação Italiana Bismarck Unificação Alemã O processo de unificação da Alemanha

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

O período entreguerras: os nacionalismos totalitários

O período entreguerras: os nacionalismos totalitários A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ O período entreguerras: os nacionalismos totalitários As ambições imperialistas da Alemanha, da Itália e do Japão resultaram na Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Leia mais

32 q. Luís Farinha. O Reviralho. Revoltas Republicanas contra a Ditadura e o Estado Novo EDITORIAL ESTAMPA

32 q. Luís Farinha. O Reviralho. Revoltas Republicanas contra a Ditadura e o Estado Novo EDITORIAL ESTAMPA 32 q Luís Farinha O Reviralho Revoltas Republicanas contra a Ditadura e o Estado Novo 1926-1940 EDITORIAL ESTAMPA 1998 ÍNDICE NOTA PRÉVIA 13 INTRODUÇÃO 15 1. Porquê o estudo do tema? 15 2. Algumas considerações

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von Bismarck

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA

DISCIPLINA DE HISTÓRIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 6º ano Estabelecer relações entre presente e passado permitindo que os estudantes percebam permanências e mudanças nessas temporalidades. Desenvolver o raciocínio crítico

Leia mais

Revisão IV Brasil República

Revisão IV Brasil República Revisão IV Brasil República Prof. Fernando I- Era Vargas 1930-45; República Nova 1930-64 II- República Populista 1946-64 Democratização. Nacionalismo ou Liberalismo? II- República Populista 1946-64 1º

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: 11/08/2012 Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais