CURSO FORMANDO DIÁCONO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO FORMANDO DIÁCONO"

Transcrição

1 CURSO FORMANDO DIÁCONO Apresentação Apresentamos a você o curso Formando Diácono. Com um vasto estudo sobre as estruturas fundamentais do cristianismo, o curso Formando Diácono faz uma explanação sobre a igreja como corpo de Cristo, apresentando-a desde seu nascimento, contextualizando-a em sua missão na expansão do Reino de Deus, tecendo um panorama de suas fases desde a reforma protestante até a efusão do movimento pentecostal. Os estudos discorrem ainda sobre as principais origens do movimento, bem como sua chegada ao Brasil e a formação da Igreja Assembléia de Deus, com sua hierarquia eclesial, reconhecendo a função diaconal entre os demais ministérios. Apresenta então o diácono e suas peculiaridades ministeriais no atendimento ético e na prática de suas funções, e em um segundo momento, propõe o resgate da missão diaconal no cuidado estendido para além de suas atividades costumeiras, apresentando a dimensão da igreja firmada sobre três pilares fundamentais e destacando a importância da diaconia social na atenção voltada à comunidade, bem como na integração dos novos convertidos, tendo como direção, as ações diaconais voltadas para o auxílio às vidas e a salvação de almas. Conteúdo Capítulo 1 - A Igreja A Igreja Apostólica A Expansão da igreja A Proposta do Evangelho A igreja e a Sociedade Unidade e Diversidade Diaconia na Missão da Igreja Os Desafios da Igreja no Século XXI A Diaconia e a Ação Social Implementando Ações Concretas Exercícios Capítulo 1 A Igreja Capítulo 2 - O Reino de Deus A Igreja como Agência de Deus na Terra A finalidade e a autoridade da igreja A Práxis Diaconal da Igreja no Reino de Deus Justiça, Paz e Alegria no Espírito Santo Ação e resposta

2 Ações de solidariedade e Ações Assistenciais Discernindo a Metodologia Adequada A Diaconia e a Ação Evangelizadora A Vivência Diária no Reino de Deus A Diaconia da Igreja e seus Resultados Práticos Partilhando do que Recebemos A Grande Comissão e o Grande Mandamento Exercícios Capítulo 2 O Reino de Deus Capítulo 3 - O Movimento Pentecostal Movimento Pentecostal - A Origem Antecedentes Históricos Montanismo, A Nova Profecia Movimentos dos Séculos 12 a 15 Movimentos dos Séculos 15 a 19 A Revolução Puritana Os Dissidentes Os Quakers John Wesley O Batismo no Espírito Santo Pentecostalismo em Solo Americano O Primeiro Despertamento O Segundo Despertamento O movimento Holiness William J. Seymour e o Movimento Pentecostal Moderno O Milagre de Memphis Exercícios Capítulo 3 O Movimento Pentecostal Capítulo 4 - A Assembléia de Deus William Howard Durham A Segunda Benção e a Obra Consumada As Assembléias de Deus Norte Americanas Daniel Berg e Gunnar Vingren Da Suécia para os Estados Unidos O batismo com o Espírito Santo O encontro com Gunnar Vingren Dos Estados Unidos para o Brasil O Início da Grande Jornada A chegada ao Brasil O Batismo no Espírito Santo em solo Brasileiro A Missão de Fé Apostólica De volta a Suécia Novos Missionários Suecos no Brasil A Assembléia de Deus no Brasil A Criação da CGADB Exercícios Capítulo 4 A Assembléia de Deus Capítulo 5 - O Diácono O Diácono O Primeiro Corpo Diaconal Neotestamentário

3 As Qualificações dos Diáconos A boa reputação Cheios do Espírito Santo Cheios de Sabedoria Outros Requisitos O Caráter Cristão do Corpo Diaconal Exemplos de comportamentos a serem Evitados A Aprovação dos Chamados Diretrizes para a aprovação As Esposas dos Diáconos Diáconos como Esposos Os Diáconos como Pais Os primeiros diáconos da Assembléia de Deus Servindo bem como Diácono Exercícios Capítulo 5 O Diácono Capítulo 6 - Ética Diaconal A Ética Cristã Princípios Basilares da Ética Diaconal Conduta pessoal do diácono Ética Diaconal para com a Igreja (Instituição Jurídica) Conduta do diácono em relação à Denominação A Ética Diaconal para com o Pastor A Hierárquica Eclesial A diversidade ministerial A Visão do Reino Dicas práticas A Ética Diaconal para com os Colegas de Ministério Diretrizes Ético/comportamentais A Ética Diaconal para a Igreja (Membros) O Avanço da Ética Diaconal Algumas Peculiaridades Éticas de Nossos Tempos Exercícios Capítulo 6 Ética Diaconal Capítulo7 - O Diácono como Líder Aspectos da liderança Diaconal O Diácono na condição de Administrador O Sucesso no desempenho da Liderança Diaconal A escolha do Líder Administrando com Propósitos Cuidados na formulação de um plano de Ação Diaconal Administrando um Projeto A Importância de ser um bom líder de Equipe As Bases da Autoridade do Líder Autoridade baseada em Deus Autoridade baseada em Títulos A Aceitação da Liderança pelo Grupo A Prática da Liderança do Corpo Diaconal Exercícios Capítulo 7 O Diácono como Líder

4 Capítulo 8 - A Atuação Diaconal em Cultos e Eventos A Diaconia em Cultos e Eventos Diaconia em Grandes Eventos Peculiaridades dos Atendimentos Funções Litúrgico-Diaconais Ministração dos Dízimos e Ofertas A Atuação Diaconal em Outros Eventos Específicos Casamentos e Aniversários Assembléias e Reuniões Solenes Hospedando Reuniões Convencionais Exercícios Capítulo 8 A Atuação Diaconal em Cultos e Eventos Capítulo 9 - As Ordenanças da Igreja Cristã A Diaconia e as Ordenanças da Igreja Cristã O Batismo Aspectos Diaconais no Batismo Funções Logísticas da Diaconia em Batismos Batismos em Lugares Fechados Batismos em Lugares Abertos A Ceia Doutrinas sobre a Ceia do Senhor O Corpo Diaconal no Cerimonial da Ceia Seletividade e Distributividade da Ceia Cuidados Posteriores Exercícios Capítulo 9 As Ordenanças da Igreja Cristã Capítulo 10 - O Diácono e Sua Missão A Missão Diaconal da Igreja Pentecostal O Corpo Diaconal na Hierarquia Eclesial O Princípio da Missão Diaconal Vocação e Chamada O Chamado para o Diaconato A Origem da Missão Diaconal Edificando em Amor Cuidando dos necessitados Da Teoria à Prática Objetivos da Missão Diaconal Mudanças Históricas A Missão Diaconal no Século XXI Arregimentando Pessoas Comprometidas O Planejamento O Resultado Servindo Bem Exercícios Capítulo 10 O Diácono e Sua Missão Capítulo 11 - O Serviço Diaconal As Muitas Faces do Trabalho Diaconal Armadilhas do Evangelho Social A ação social como meio de Evangelização

5 A Ação Social como Manifestação da Evangelização Atendendo ao ser Humano em suas Dimensões Atendendo as Necessidades da Comunidade Estratégias de Aproximação Atuando nas Diversas Frentes Compreendendo a Estrutura do Trabalho de Ação Social Avaliando as Motivações O Ofício Diaconal e o Ministério da Palavra Contemporaneidade das Ações Comunitárias Implementando Programas Propostas Exemplificativas Atenuando as desigualdades sociais Exercícios Capítulo 11 O Serviço Diaconal Capítulo 12 - Os Três Pilares da Igreja A Tripla Prioridade do Ministério A ADORAÇÃO Formas de adoração A EDIFICAÇÃO Edificação, uma obra comunitária Edificação, um processo contínuo A INTEGRAÇÃO Apresentando a Visão do Reino para os Voluntários Expondo os Valores do Reino Integrando para a Missão Ensinando a Servir Aplicação prática Exercícios Capítulo 12 Os Três Pilares da Igreja Capítulo 13 - Foco nas Almas Ajustando o Foco Focando as Almas Classificando as necessidades Discriminando as Necessidades e Propondo Ações Necessidades Fisiológicas Básicas Necessidades de Segurança Necessidade de Associação Necessidades de Estima Necessidades de Autorrealização Conclusão Exercícios Capítulo 13 Foco nas Almas Referencias

Conselho Arquidiocesano de Pastoral

Conselho Arquidiocesano de Pastoral Conselho Arquidiocesano de Pastoral Capítulo 1 Marco histórico-eclesial Marco Histórico-Eclesial (VER-JULGAR-AGIR) OS LEIGOS NA ÉPOCA DA CRISTANDADE... A presença e organização dos leigos buscou sempre

Leia mais

CALENDÁRIO JANEIRO Mês da Assembleia da CBB. FEVEREIRO Mês de Aniversário da PIB em Pompéia

CALENDÁRIO JANEIRO Mês da Assembleia da CBB. FEVEREIRO Mês de Aniversário da PIB em Pompéia JANEIRO Mês da Assembleia da CBB 04 - domingo Diaconato Ceia do Senhor 09 - sexta-feira Diretoria Reunião da Diretoria as 19h30 13 - terça-feira Conselho Fiscal Reunião do Conselho Fiscal as 19h30 15 -

Leia mais

DECLARAÇÃO DE MISSÃO Proclamar o Cristo Vivo e ajudar as pessoas que nele crêem a se tornarem seus discípulos

DECLARAÇÃO DE MISSÃO Proclamar o Cristo Vivo e ajudar as pessoas que nele crêem a se tornarem seus discípulos PIBRJ DECLARAÇÃO DE MISSÃO Proclamar o Cristo Vivo e ajudar as pessoas que nele crêem a se tornarem seus discípulos DECLARAÇÃO DE VISÃO Ser uma família de fé, que recebe as pessoas como são e se esforça

Leia mais

Paróquia de Ceira. Plano Pastoral

Paróquia de Ceira. Plano Pastoral Plano Pastoral 2012 13 A Igreja tem no mundo uma missão a cumprir que Lhe foi confiada por Jesus Cristo. Ela tem de tentar ser fiel a essa missão através: Da Profecia, ou o anúncio do Evangelho; Da Diaconia,

Leia mais

A Declaração de Jerusalém

A Declaração de Jerusalém A Declaração de Jerusalém Introdução Preocupados em estabelecer fundamentos sobre os quais a igreja deve buscar a expansão do cristianismo, representantes anglicanos de todo o mundo firmaram princípios

Leia mais

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA Confraternização Universal D 0 D Aniversário de O Jornal Batista D 0 D D Janeiro Fevereiro Retiro D Retiro/ Dia da Aliança Batista Mundial Retiro Retiro 0 Aniversário da União Feminina Missionária de nossa

Leia mais

Assembleia Ordinária Nº 3. Agenda

Assembleia Ordinária Nº 3. Agenda Assembleia Ordinária Nº 3 Informações úteis Agenda Apresentação do relatório 2014/2015 Sessão de esclarecimentos de dúvidas Avaliação de desempenho Apresentação do plano Estratégico e Orçamento 2015/2016

Leia mais

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

Função e Organização do CTL na Igreja Local

Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local - Revisão 02 - Fevereiro 2007 Reprodução proibida por qualquer meio ou mídia, impressa ou eletrônica. 2006-2007 Associação

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROGRAMAÇÕES DA IBVN 2017

CALENDÁRIO DE PROGRAMAÇÕES DA IBVN 2017 CALENDÁRIO DE PROGRAMAÇÕES DA IBVN 2017 TEMA : ANUNCIANDO O REINO AS FAMÍLIAS EM CONSTRUÇÃO COM O PODER DE DEUS DIVISA: Venha o Teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu Mateus 6:10

Leia mais

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Princípios para uma Catequese Renovada Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Por que Renovada? Podemos renovar o que ainda não existe? Como renovar? Introdução A renovação atual da catequese nasceu para

Leia mais

Participe da primeira ceia de 2017

Participe da primeira ceia de 2017 Participe da primeira ceia de 207 NÃO HAVERÁ ESCOLA BÍBLICA CULTO PUBLICO 8:30H Janeiro 207 2 3 5 6 DIA DA GRATIDÃO 4 a PREGAÇÃO EXPOSITIVA CULTO EM AÇOES DE GRAÇA EM BOIUNA (DEP. DE ORAÇÃO) 7 Passeio

Leia mais

Estatutos da Igreja Batista Brasileira em Basel (IBBB)

Estatutos da Igreja Batista Brasileira em Basel (IBBB) Estatutos da Igreja Batista Brasileira em Basel (IBBB) Artigo 1 Denominação, Sede e membresia 1. A Igreja Batista Brasileira em Basel (IBBB) é uma igreja evangélica livre, amparada nos fundamentos legais

Leia mais

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE:

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE: HISTÓRIA DA IGREJA Prof. GUILHERME WOOD APOSTILA NO SITE: http://www.ibcu.org.br/apostilas/historiaigreja.pdf Primitiva Imperial Medieval Escolastic Reforma Moderna Contemporânea Linha do Tempo: História

Leia mais

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 - Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Ap. Motivos de Oração: Agradeça pela salvação, família,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Tema do trimestre: Maravilhosa graça O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Estudo da epístola de Paulo aos Romanos, um dos livros mais analisados na história da Igreja (Agostinho,

Leia mais

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS Novas condições eclesiais A Igreja é como uma família, a filha da mãe Maria. A Igreja, de fato, não é uma instituição fechada em si mesma ou uma associação privada, uma ONG,

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral Diocese de Criciúma Plano Diocesano de Pastoral 2012-2016 OBJETIVO GERAL Nós, povo de Deus da Diocese de Criciúma, animados pela Santíssima Trindade, queremos: Evangelizar vivendo em comunidade, como Igreja

Leia mais

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE INTRODUÇÃOODUÇÃO Só uma Igreja missionária e evangelizadora experimenta a fecundidade e a alegria de quem realmente realiza sua vocação. Assumir

Leia mais

DIOCESE DE GUARAPUAVA

DIOCESE DE GUARAPUAVA DIOCESE DE GUARAPUAVA Diretrizes gerais da Diocese de Guarapuava para Conselhos Pastorais Documento de estudos Assembleia Diocesana 1- Será realizada anualmente seguindo a seguinte ordem: 1.1- Assembleia

Leia mais

Processo de Formação na RCC Brasil

Processo de Formação na RCC Brasil Processo de Formação na RCC Brasil I Como entendemos a Formação na Vida do Movimento: A Formação está presente em todos os ministérios, de maneira sólida e abrangente. Por este motivo podemos dizer que

Leia mais

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 Fiéis em cristo Direitos e deveres dos fiéis leigos Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 A igreja Necessidade de se fazer a distinção quando usamos o termo IGREJA. Quando falamos em

Leia mais

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 2 ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes

Leia mais

O CONCEITO DOS DONS ESPIRITUAIS

O CONCEITO DOS DONS ESPIRITUAIS ECLESIOLOGIA AULA V JESUS CRISTO COMO CABEÇA DA IGREJA DISTRIBUI AOS MEMBROS DO CORPO, DONS, RESPONSABILIDADES E MINISTÉRIOS, PARA EDIFICAÇÃO UNS DOS OUTROS E PARA CRESCIMENTO. Definição de Dons Os dons

Leia mais

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé Calendário 2014 Janeiro 01/01 qua Confraternização Universal 01/01 qua Solenidade da Santa Mãe de Deus 22 a 24 --- Triduo para a Festa de São Paulo Catedral da Sé 25/01 sáb 09h00 Celebração da Festa de

Leia mais

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM COELHO

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM COELHO Rua Valdomiro Lopo, Lt Qd B Coelho SG CEP.-000 - Telefone: () - ANO ECLESIÁSTICO ANO ECLESIÁSTICO DE -DE ESCALA JANEIRO ATIVIDADES ANO SAB CONFRANIZAÇÃO UNIVERSAL CEIA DO SENHOR ANIVERSÁRIO DO JORNAL BATISTA

Leia mais

Quem somos e no que cremos?

Quem somos e no que cremos? Vivendo e compartindo o caminho de Jesús Quem somos e no que cremos? Igreja Evangélica Paseo de Extremadura 179 Tel: 91 813 67 05; 626 468 629 http://www.comuniondelagracia.es E-mail: iduespana@yahoo.es

Leia mais

Precisamos ter a visão missionária do mestre JESUS: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a cejfa? (JO: 4.35)

Precisamos ter a visão missionária do mestre JESUS: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a cejfa? (JO: 4.35) IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Leia mais

PRAM - Plano Regional Ação Missionária. Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS

PRAM - Plano Regional Ação Missionária. Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS PRAM - Plano Regional Ação Missionária Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS 2014-2015 DEFINIÇÕES CONCILIARES ÊNFASES DO PLANO NACIONAL 1. Intensificar o zelo evangelizador; 2. Fortalecer o

Leia mais

Homilia para Quinta-Feira santa 24 de março de 2016

Homilia para Quinta-Feira santa 24 de março de 2016 Homilia para Quinta-Feira santa 24 de março de 2016 Muitas vezes e em diversas ocasiões a Igreja tem manifestado sua indignação e preocupação pastoral a respeito do estado de violência instalado em nossa

Leia mais

Ênfase: PLANEJAMENTO COM DEUS PARA 2017 DOMINGO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO. 01 CULTOS - Não haverá culto pela Manhã

Ênfase: PLANEJAMENTO COM DEUS PARA 2017 DOMINGO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO. 01 CULTOS - Não haverá culto pela Manhã JANEIRO 2017 E TEMPO DE RECOMEÇAR Ênfase: PLANEJAMENTO COM DEUS PARA 2017 01 - Não haverá culto pela Manhã 08 Manhã - Apresentação de BEBES e CELEBRAÇÃO DA CEIA 02 03 04 15 ANOS DE MARIA EDUARDA 09 DE

Leia mais

Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS PRAM - Plano Regional de Ação Missionária 2016

Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS PRAM - Plano Regional de Ação Missionária 2016 ÊNFASES DO PLANO NACIONAL 1. Intensificar o zelo evangelizador; 2. Fortalecer o ministério pastoral; 3. Valorizar o ministério leigo; 4. Disseminar discipulado; 5. Zelar com a criação do Senhor: meio ambiente;

Leia mais

CALENDÁRIO OFICIAL 2014 MARÇO DESTAQUE DO MÊS: MISSÕES MUNDIAIS SEMINÁRIO VEREDAS ANTIGAS

CALENDÁRIO OFICIAL 2014 MARÇO DESTAQUE DO MÊS: MISSÕES MUNDIAIS SEMINÁRIO VEREDAS ANTIGAS CALENDÁRIO OFICIAL 2014 MARÇO DESTAQUE DO MÊS: MISSÕES MUNDIAIS SEMINÁRIO VEREDAS ANTIGAS DIA EVENTOS 01 sab 02 dom 03 2ª 04 3ª Feriado Carnaval 05 4ª Culto de Oração 19:30 - Templo 06 5ª 07 6ª 08 sab

Leia mais

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano. O No capítulo 15 da carta aos Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. O Paulo escreve a carta aos Romanos visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Leia mais

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017 02 de julho de 2017 13º Domingo do Tempo Comum Sejam bem-vindos à celebração eucarística. Convocados pelo Pai, incorporados a Cristo e movidos pelo Espírito Santo, tornamo-nos assembleia celebrativa para

Leia mais

...e fazei discípulos. Mateus 28:18-20

...e fazei discípulos. Mateus 28:18-20 ...e fazei discípulos. 2017 JANEIRO RECESSO ANO NOVO PASSAGEM DE ANO RECESSO RECESSO REUNIÃO LOUVOR DE ABERTURA - 2017 MINISTRAÇÃO AVULSA TC COMUNICAÇÃO 1ª REUNIÃO GERAL DO TC CEIA MINISTRAÇÃO AVULSA TC

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

Presbíteros e Diáconos. Os oficiais da igreja

Presbíteros e Diáconos. Os oficiais da igreja 1 Presbíteros e Diáconos Os oficiais da igreja 2 Último Domingo Requisitos essenciais da liderança: pastoral, plural e compartilhada, masculina, qualificada e serva. Primus inter pares. Carência de lideranças.

Leia mais

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley John Wesley Não poderia deixar de colocar aqui este servo de Deus, não especialmente ministro de curas, na verdade um dos primeiros avivalistas da história.

Leia mais

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4).

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). Leitura: Romanos 12.1-8 Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). O plano é perfeito e inclui a salvação em Cristo (2 Ts 2.13) e a capacitação para lhe servirmos (2

Leia mais

I.T.Q. ITQ Curso Livre de Teologia - 1º ano - I / 01 VIVÊNCIA CRISTÃ EMENTA

I.T.Q. ITQ Curso Livre de Teologia - 1º ano - I / 01 VIVÊNCIA CRISTÃ EMENTA I.T.Q. De acordo com o Estatuto da Igreja do Evangelho Quadrangular, o ITQ é a escola de formação teológica nível médio (Curso Livre em Teologia), na modalidade PRESENCIAL e à DISTÂNCIA, para ingresso

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO Aula Conteúdo da Aula Referências 1 TEMA: RETORNO A VIDA CORPORAL - Integração Ficha do aluno - preencher e entregar o programa - Da infância

Leia mais

A História do Culto Cristão

A História do Culto Cristão A História do Culto Cristão Uma Breve análise da adoração cristã à luz do seu desenvolvimento litúrgico no decorrer dos séculos Rev. Mauro Renato Rio, 25 de Julho de 2008 Igreja Presbiteriana de Vila Califórnia

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado UMA TENTATIVA RESUMO Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado SÍNTESE Mostra e revela as relações entre elementos

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA 1 2 ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS DOCUMENTO DA CNBB - 52 3 SENTIDO LITÚRGICO DA CELEBRAÇÃO

Leia mais

PLANO DE ENSINO TEOLOGIA NÍVEL B

PLANO DE ENSINO TEOLOGIA NÍVEL B PLANO DE ENSINO TEOLOGIA NÍVEL B (ENSINO MÉDIO) 1. PRÉ-REQUISITOS - Primeiro Grau Completo ou Segundo Grau Incompleto. - É necessária indicação da pároco/ministro encarregado e autorização do bispo diocesano.

Leia mais

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP)

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP) Apresentação Que a paz do Cristo esteja com você e todos os seus. A mim pelo ofício do dever, apresento este Manual do Ministro Leigo, preparado e organizado pelo Revmo. Pe. Pedro Leandro Ricardo, Reitor

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA EVANGELIZAÇÃO INFANTIL - QUANDO IMPLANTAR A TAREFA? Crianças com os pais ou responsáveis nas tarefas específicas para adultos; Filhos de trabalhadores

Leia mais

Pensamento básico a) Origem no Antigo Testamento

Pensamento básico a) Origem no Antigo Testamento IGREJA Origem Pensamento básico a) Origem no Antigo Testamento - O Tabernáculo prefigura a Igreja; - O sistema sacrificial dá base para as relações e culto da Igreja; - O sacerdócio origina o ministério.

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA

REFORMA E CONTRARREFORMA REFORMA E CONTRARREFORMA CONHECER E COMPREENDER A REFORMA PROTESTANTE Porque houve uma Reforma religiosa na Europa? Venda de indulgências Luxo da Igreja Corrupção Falta de vocação de membros do Clero Afastamento

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família AME - Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família Sendo os primeiros médicos da alma dos filhos, deveriam (os pais) ser instruídos não só de seus deveres, mas dos meios de cumprí-los. AlIan Kardec

Leia mais

LAYIBI DICIEMBRE DE 2011

LAYIBI DICIEMBRE DE 2011 LAYIBI DICIEMBRE DE 2011 Os coordenadores dos Leigos Missionários Combonianos (LMC) de 12 províncias Combonianas de língua Francófona, Anglófona e Moçambique reuniram-se pela primeira vez de 10 a 16 Dezembro

Leia mais

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES O homem e sua relação com o Transcendente LIDERANÇA CHAMADOS PARA FORMAR UMA NAÇÃO Favorecer

Leia mais

O Sacramento da Ordem - V Seg, 29 de Dezembro de :26 - Pe. Henrique Soares da Costa

O Sacramento da Ordem - V Seg, 29 de Dezembro de :26 - Pe. Henrique Soares da Costa Pe. Henrique Soares da Costa No artigo passado vimos em que sentido o sacramento da Ordem confere um modo especial de participar do único sacerdócio de Cristo. Veremos, agora como é celebrado este sacramento,

Leia mais

campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia

campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia capitalismo socialismo esquerda e a igreja? direita liberal conservador Os cristãos devem ser cuidadosos em não batizar

Leia mais

O Sr. SILAS BRASILEIRO (PMDB-MG) Senhor Presidente, Deputado Áureo Lídio, Senhoras e Senhores Deputados, Autoridades

O Sr. SILAS BRASILEIRO (PMDB-MG) Senhor Presidente, Deputado Áureo Lídio, Senhoras e Senhores Deputados, Autoridades 1 O Sr. SILAS BRASILEIRO (PMDB-MG) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Deputado Áureo Lídio, Senhoras e Senhores Deputados, Autoridades convidadas, Caros Membros das Igrejas e Missões Evangélicas

Leia mais

12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4).

12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4). 12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4). Jovem amigo, para melhor executar suas tarefas, a Casa Espírita se organiza em Institutos que são departamentos especializados

Leia mais

TEXTO DO DIA. "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39)

TEXTO DO DIA. Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas. (1 Co 14.39) TEXTO DO DIA "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39) SÍNTESE Os dons espirituais são presentes dados por Deus à sua Igreja para edificação do Corpo

Leia mais

Diaconia e a Cidade. jovens;

Diaconia e a Cidade. jovens; Diaconia e a Cidade (Pastor Carlos Alberto Radinz, UP de São Paulo) Auxílio para a preparação do encontro de jovens; A nossa Igreja, neste ano, escolheu como tema ViDas em Comunhão, tendo como motivação

Leia mais

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO UM ORGANISMO VIVO A igreja é um organismo vivo e divino que prega a salvação em Jesus Cristo de modo a levar os salvos para a

Leia mais

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO Estudo Bíblico Bispo Luiz Vergílio / Caxias do Sul/RS Abril de 2009 Ministerial de Pastores e Pastoras 1 MISSÃO DA IGREJA E CRESCIMENTO I. IGREJA

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 Consulte sempre o site da Arquidiocese, pois irão sendo registradas as alterações e complementações que ocorrerem. DIA/SEM 20.01.2017

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS O DOM ESPIRITUAL E A EDIFICAÇÃO DA IGREJA Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Romanos 12,6 A cada um, porém, é dada a

Leia mais

Carta de Princípios e Valores

Carta de Princípios e Valores Carta de Princípios e Valores CRER SER FAZER Nossa confissão de fé é de natureza reformada: Sola fide (somente a fé); Sola scriptura (somente a Escritura); Solus Christus (somente Cristo); Sola gratia

Leia mais

REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI.

REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI. REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI INTRODUÇÃO CONTEXTO: Transição feudo-capitalista. Crise do poder clerical na Europa Ocidental. Crise do pensamento teocêntrico europeu. DEFINIÇÃO Quebra do monopólio católico

Leia mais

Diretrizes diaconato permanente

Diretrizes diaconato permanente Diretrizes diaconato permanente Enviado por Dom Zeno DIRETRIZES PARA PROMOVER O DIACONATO PERMANENTE NA DIOCESE DE NOVO HAMBURGO... DIRETRIZES PARA PROMOVER O DIACONATO PERMANENTE NA DIOCESE DE NOVO HAMBURGO

Leia mais

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica julho de 2016 Teresópolis RJ Bispo Roberto: Bom dia Bispo Adonias

Leia mais

O QUE É O ESPIRITISMO 1

O QUE É O ESPIRITISMO 1 O QUE É O ESPIRITISMO 1 Facilitadores Alex Olegário e Roberto Camilo 17/18-Janeiro-2016 OBJETIVO Conhecer sobre: O Conceito do Espiritismo O Codificador Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei

Leia mais

Ano Litúrgico Ano C

Ano Litúrgico Ano C Ano Litúrgico 2009-2010 Ano C TEMPO DO ADVENTO 29/11 1º Domingo do Advento A redenção está próxima. Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2; Lucas 21,25-28. 34-36 6/12 2º Domingo do

Leia mais

Prática de Aniversário. Benefício

Prática de Aniversário. Benefício Prática de Aniversário Espaço para refletirmos com um pouco mais de profundidade sobre o que significa SER IGREJA no contexto em que nos encontramos. Benefício Foco na MISSÃO SIMPLICIDADE nas estruturas

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO PASTORAL DA COMUNICAÇÃO MODELO E PARADIGMA Jesus é o modelo e o paradigma da nossa comunicação. Para aqueles que estiverem comprometidos na comunicação social, quer como responsáveis pelas políticas, como

Leia mais

Plano Estratégico IEIA Sra domonte

Plano Estratégico IEIA Sra domonte Plano Estratégico IEIA Sra domonte 2015/2016 SUMARIO Pressupostos Visão e missão Objectivos gerais Objectivos por unidade estratégica Estratégia Cronograma de atividades Orçamento (Budget) Planta da igreja

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização

Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização OBJETIVOS DA AULA Oferecer aos estudantes a construção de um conhecimento consistente e crítico sobre Evangelização,

Leia mais

Mandato Bíblico ao Evangelismo

Mandato Bíblico ao Evangelismo NOME DO CURSO Mandato Bíblico ao Evangelismo Escola Bíblica IBCU Nome do professor Imagem extraída de:http://formacao-jufrabrasil.blogspot.com.br/2011/06/juventude-e-midia.html A comunicação efetiva é

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO NA PERSPECTIVA PENTECOSTAL CLÁSSICA

O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO NA PERSPECTIVA PENTECOSTAL CLÁSSICA O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO NA PERSPECTIVA PENTECOSTAL CLÁSSICA Roney Cozzer 1 INTRODUÇÃO A doutrina do Espírito Santo e a questão do batismo com ou no 2 Espírito Santo sempre foram uma constante no

Leia mais

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 OBJETIVO GERAL Evangelizar, tendo como modelo Jesus Cristo, rosto da misericórdia e missionário do Pai, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula,

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global EVANGELISMO Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com 2 Apresentação da Disciplina Informações Gerais Pré-Tarefas Antes

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

LIÇÃO 10 A DIMENSÃO PRESENTE E FUTURA DO REINO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 10 A DIMENSÃO PRESENTE E FUTURA DO REINO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 10 A DIMENSÃO PRESENTE E FUTURA DO REINO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A DIMENSÃO DO REINO DE DEUS O Reino de Deus é adimensional existindo por si só no plano espiritual e material.

Leia mais

Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO

Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO Janeiro Dia 9 Ceia do Senhor em Vila Bonilha com Paquetá; Dia 10 Culto de Missões; Dia 16 Ceia na Vila Jaguara; Vigília R27 na Vila Jaguara. Dia 24

Leia mais

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL 1 IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL Discípulos e Discípulas no Caminho da Missão PLANO MISSIONÁRIO 2012-2016 1 APRESENTAÇÃO: A Igreja local, pelos nossos documentos, é vista e entendida como a agência básica

Leia mais

Vogal Mariano Cadernos de Serviços

Vogal Mariano Cadernos de Serviços Vogal Mariano Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: No dia 27 de Novembro de 1830, Nossa Senhora apareceu a Santa Catarina de Labouré, suscitando a devoção da Medalha

Leia mais