Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015"

Transcrição

1 Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.) Períodos Anteriores Janeiro/15 % Locais Unid. 12 meses 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia R$/Kg 6,66 6,93 7,00 5,11% 1,01% Medicilândia - Pará R$/Kg 6,00 6,88 6,63 10,5% -3,63% Ariquemes - Rondônia R$/Kg 3,73 5,60 5,67 52,0% 1,25% Linhares Espírito Santo R$/Kg 6,72 6,92 6,95 3,47% 0,43% Períodos Anteriores Janeiro/15 % % MERCADO INTERNACIONAL Unid. 12 meses [a] 1 mês [b] [c] c/a c/b ICCO Monthly Averages* US$ / ton ,60% -1,24% MERCADO INTERNACIONAL O índice ICCO * (International Cocoa Organization) que representa o desempenho conjunto das Bolsas de Nova Iorque e Londres por meio das cotações do mercado futuro fechou com média em janeiro de US$ a tonelada de cacau. Este valor representa um acrescimo de 3,6% em relação à média de janeiro de 2014 e uma queda de 1,24% em relação ao último mês de dezembro. *A média mensal feita pela Organização Internacional do Cacau (ICCO) é a média das cotações futuras de três ativos negociados na NYSE Liffe Futures and Options e na ICE Futures US, até o horário de fechamento de Londres. Os preços de Londres são convertidos em dólares dos Estados Unidos por tonelada, utilizando a taxa cambial futura de seis meses em Londres, no fechamento.

2 Gráfico I Média Mensal Preços Diários Fonte: International Cocoa Organization-ICCO Apesar de estes números sugerirem uma possível estabilidade nos preços, o que se viu no final do mês de janeiro foi sucessivas quedas nas cotações diárias das Bolsas de Nova Iorque e Londres. Como exemplo, o Gráfico II mostra as cotações diárias na Bolsa de Nova Iorque, nele vê-se que as cotações que se iniciaram acima dos US$ a tonelada de cacau em janeiro, terminaram o mês abaixo dos US$ a tonelada da amêndoa.

3 Gráfico II Cotações Diárias na Bolsa de NY Fonte: Seagri/Bahia Do dia 14 de janeiro até o final do mês, houve uma queda vertiginosa em Nova Iorque de cerca de 300 dólares nas cotações da tonelada de cacau. A expectativa de desaceleração do consumo pelo mundo, que foi confirmada pela divulgação das moagens nas principais regiões do mundo foi a principal causa. Na comparação entre o quarto trimestre de 2014 e de 2013, as quedas nas moagens foram de 17% na Ásia, 7,4% na Europa, 2% na América do Norte e 9,5% no Brasil. Esta inversão na tendência de alta do consumo mundial de cacau, somada com as grandes aquisições, a preços altos, feitas pelas indústrias processadoras, temerárias por um possível comprometimento da safra de cacau na África devido à epidemia de ebola, fez com que um sentimento fortemente baixista se instalasse nos mercados de cacau pelo mundo. Há uma grande incerteza do futuro do mercado de cacau como um todo no mundo. Um exemplo disto é que mesmo em meio a notícias alarmistas sobre uma severa falta de cacau num futuro próximo, não foram suficientes para manterem elevadas as cotações desta commoditie nos mercados. Em todo tipo de atividade, as dificuldades, além de poderem proporcionar um futuro de boas oportunidades, pois uma oferta menor faria com que os preços se elevassem, também funcionam como um motor na busca de maior produtividade. Harmattan, que são ventos desérticos secos, começaram a atingir a África no final de dezembro, a despeito de chegarem ao final de safra e, com isso, comprometerem menos a produção da safra corrente, analistas já estimam uma queda entre 10% a 20% na produção daquele continente em relação à safra anterior. A principal preocupação agora são os possíveis efeitos deste fenômeno na próxima safra temporã, que poderiam ser

4 mais graves. Entretanto, as últimas noticias divulgadas são de que estes ventos estariam mais brandos. Resta saber o quanto das informações que são propagadas são verdades e o quanto faz parte do jogo do mercado. Este é só mais um fator a ser adicionado ao já bastante imprevisível comportamento futuro da safra e dos preços dos mercados de cacau pelo mundo. MERCADO NACIONAL Acompanhando fortemente os movimentos do mercado externo, vê-se que, apesar das médias de preços nas principais praças produtoras mostrarem uma aparente normalidade, como pode ser visualizado na Tabela I, o ocorrido nos últimos dias do mês de janeiro foi, também, uma onda baixista nos preços recebido pelos produtores. Como exemplo, a média do preço pago ao produtor pelo quilo do cacau que foi de R$ 7,00 o quilo, não reflete a realidade dos últimos dias do mês de janeiro, quando já estava sendo pago em torno de R$ 6,70 o quilo da amêndoa. Segundo dados de preços coletados pela Conab, no Pará e no Espirito Santo esse fato igualmente se repetiu. Já em Rondônia os preços continuaram estáveis durante todo o mês de janeiro. No Gráfico II, seguem as médias de preços. Gráfico III Média Mensal de Preços ao Produtor Fonte: Siagro/Conab

5 No tangente à produção, segundo a TH Consultoria, a safra principal deve ficar abaixo das duas anteriores, no entanto, as expectativas para a safra temporã são bem otimistas. O que resta é a preocupação do produtor com a queda significativa nas moagens brasileiras que só no 4º trimestre de 2014, em comparação com o mesmo período do ano anterior, foi de 9,5%. Este fato, somado a um possível aumento na produção, levaria a um deságio nos preços do produto. Tabela II Recebimentos semanais de cacau em grão (saca 60kg) Fonte: TH Consultoria / A.C.Bahia Na Tabela III, seguem os resultados das exportações e importações brasileiras em 2014.

6 Tabela III - Importação e Exportação em 2014 Exportações de cacau - Bahia Importação de cacau - Bahia Em grão - 286,1t - US$ 1.251,3 Em grão ,0t - US$ ,3 Liquor ,6t - US$ ,9 Liquor - 252,0t - US$ 933,0 Manteiga ,0t - US$ ,7 Torta ,8t - US$14.61,0 Torta ,7t - US$ 1.457,4 Pó ,4t - US$ 4.565,0 Pó (não adoçado) ,0t - US$ ,0 Não houve importação de manteiga de cacau. Total: ,1t - US$ ,3 Total: ,2t - US$ ,4 Exportações - Outros estados Importação de cacau - Outros estados Em grão - 214,5t - US$ 787,4 Em grão - 42,1 t - US$ 327,9 Liquor - 733,5t - US$3.243,1 Liquor ,0t - US$ 4.714,9 Manteiga ,2t - US$13.353,8 Manteiga - 190,6t - US$ 1.253,0 Torta - 20,0t - US$45,8 Torta ,8t - US$ 7.286,3 Pó (não adoçado) - 552,7t - US$ 1.660,2 Pó ,7t - US$ ,9 Total: 4.174,8t - US$ ,3 Total: ,5t - US$ ,1 Fonte: TH Consultoria Bruno Pereira Nogueira Analista de Mercado Fone: (61) fax: (61)

Cacau Amêndoa Período: Março de 2013

Cacau Amêndoa Período: Março de 2013 Cacau Amêndoa Período: Março de 2013 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.) Períodos Anteriores Março/13 % Locais Unid. 12 meses 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia R$/Kg 5,83

Leia mais

Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013

Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013 Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.). Períodos Anteriores Junho/2013 % Locais Unid. 12 meses 1 mês 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia

Leia mais

Cacau Amêndoa Período: Maio de 2015

Cacau Amêndoa Período: Maio de 2015 Cacau Amêndoa Período: Maio de 2015 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.) Períodos Anteriores Maio/15 % Locais Unid. 12 meses 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia R$/Kg 6,68

Leia mais

Cacau Amêndoa Período: Fevereiro de 2015

Cacau Amêndoa Período: Fevereiro de 2015 Cacau Amêndoa Período: Fevereiro de 2015 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.) Períodos Anteriores Fevereiro/15 % Locais Unid. 12 meses 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia

Leia mais

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 17/agosto/2015 n. 588 DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO A quinta-feira foi iniciada com a atualização de um importante

Leia mais

Milho Período: 13 a 17/07/2015

Milho Período: 13 a 17/07/2015 Milho Período: 13 a 17/07/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,1507 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 08/junho/2015 n. 578 ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES O segundo maior produtor mundial da

Leia mais

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo.

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP 25 de maio de 2011 Volume 1, Edição 22 Açúcar: Informativo Quinzenal Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo DATA Valor

Leia mais

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Depois de uma pequena recuperação em agosto, os preços do café continuaram em declínio em setembro. Num cenário caracterizado pela tendência

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

Milho Período: 11 a 15/05/2015

Milho Período: 11 a 15/05/2015 Milho Período: 11 a 15/05/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0203 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVI 10/novembro/2014 n. 550 COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Encerrado o mês de outubro foi possível notar uma queda de 12,42% na média de

Leia mais

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro As exportações de café do Brasil alcançaram um volume recorde de 36,8 milhões de sacas no ano-safra de 2014/15 (abril a março), alimentado

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 31/agosto/2015 n. 590 AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK A finalização do mês de agosto traz consigo mais um registro de forte

Leia mais

Milho Período: 19 a 23/10/2015

Milho Período: 19 a 23/10/2015 Milho Período: 19 a 23/10/2015 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços médios semanais apresentados nas praças de

Leia mais

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 13/agosto/2015 n. 458 VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Os dados mais atualizados disponibilizados pela ANP sobre a venda de combustíveis

Leia mais

Milho Período: 22 a 26/06/2015

Milho Período: 22 a 26/06/2015 Milho Período: 22 a 26/06/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0885 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Milho Período: 16 a 20/03/2015

Milho Período: 16 a 20/03/2015 Milho Período: 16 a 20/03/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,2434 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1

Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1 % v. 10, n. 5, maio 2015 Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1 A elevação da taxa SELIC anunciada pelo Comitê de Política Monetária (COPOM) na última quarta-feira do mês de

Leia mais

Um novo paradigma para o mercado de óleo de soja

Um novo paradigma para o mercado de óleo de soja Um novo paradigma para o mercado de óleo de soja A determinaça o dos preços do o leo de soja e as mudanças recentes no contexto mundial de oferta e demanda Natalia Orlovicin Analista de Mercado natalia.orlovicin@intlfcstone.com

Leia mais

CLIPPING 06/02/2014 Acesse: www.cncafe.com.br

CLIPPING 06/02/2014 Acesse: www.cncafe.com.br CLIPPING Acesse: www.cncafe.com.br Após altas, produtor não deve exercer opção de venda de café Valor Econômico Tarso Veloso e Carine Ferreira Após a sequência de altas do café arábica na bolsa de Nova

Leia mais

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8%

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 519 Ano XVI 05/maio/2014 Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Nos mercados futuros internacionais, a última semana

Leia mais

Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção

Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção Em agosto a flutuação dos preços foi muito grande, e o indicativo composto da OIC caiu 10 centavos, para depois subir 12 centavos antes do fim do mês.

Leia mais

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015 TRIGO Período de 2 a 6/0/205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,5 34,0 35,42 35,94 Semana Atual

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO Paulo Magno Rabelo (1) A análise de desempenho da produção de trigo no mundo desperta apreensões fundamentadas quanto aos indicadores de área

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Em novembro os preços do café recuaram e as chuvas contínuas no Brasil seguraram novos aumentos de preços.

Leia mais

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Em novembro cresceram as especulações em relação ao tamanho da próxima safra brasileira de 2016/17 e seu impacto sobre o equilíbrio mundial entre

Leia mais

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CIRCULAR Nº 02/12 DATA: 17 de abril de 2012 Ref.: Nova metodologia de apuração dos indicadores de preço do açúcar

Leia mais

Máquinas e Equipamentos de Qualidade

Máquinas e Equipamentos de Qualidade Máquinas e Equipamentos de Qualidade 83 A indústria brasileira de máquinas e equipamentos caracteriza-se pelo constante investimento no desenvolvimento tecnológico. A capacidade competitiva e o faturamento

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MARÇO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 30/novembro/2015 n. 603 USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Com o título já enfático sobre o futuro dos preços

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

Boletim Novembro 2014

Boletim Novembro 2014 Boletim Novembro 2014 No mês de novembro de 2014 o custo da cesta básica na cidade de Ilhéus reduziu 0,48%, caindo de R$239,58 em outubro para R$238,42 em novembro (Tabela 1). A queda de 7,85% no preço

Leia mais

Curva Futura das Cotações 1 : baixa safra de café em ano de ciclo de alta

Curva Futura das Cotações 1 : baixa safra de café em ano de ciclo de alta Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Curva Futura das Cotações 1 : baixa safra de café em ano de ciclo de alta Em janeiro de 2014, as expectativas para a trajetória do mercado de juros

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas segunda-feira, 23 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 134,55 0,00 0,00 0,00 DEZ13 117,75 121,95 121,50-1,25

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

4 Coleta de dados. 4.1. Soja

4 Coleta de dados. 4.1. Soja 50 4 Coleta de dados Os principais dados necessários para este estudo são os preços históricos dos insumos, subprodutos e reagentes decorrentes da produção do Biodiesel a partir de cada uma das oleaginosas

Leia mais

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional Detalhamento Metodológico Submetido em Abril de 2012 Aplica-se aos Indicadores de Preços do Açúcar para o Sistema Consecana do Estado de SP

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 Milho: Os preços no mercado brasileiro ficaram estáveis e até mesmo um pouco mais baixos em algumas praças. A incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho

Leia mais

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 390 Ano IX 03/abril/2014 ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO No mercado físico de etanol, a primeira semana de abril foi marcada pelo abrandamento

Leia mais

LEITE E DERIVADOS AGOSTO / 2014 /2014/2009

LEITE E DERIVADOS AGOSTO / 2014 /2014/2009 LEITE E DERIVADOS AGOSTO / 2014 /2014/2009 1. Mercado nacional 1.1 Preços pagos ao produtor Os preços nominais médios brutos 1 pagos ao produtor em agosto, ponderados pela produção, dos sete estados pesquisados

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quinta-feira, 12 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 140,25 0,00 0,00 4,40 SET13 116,45 116,00 114,00

Leia mais

A balança comercial do agronegócio brasileiro

A balança comercial do agronegócio brasileiro A balança comercial do agronegócio brasileiro Antonio Carlos Lima Nogueira 1 Qual é a contribuição atual dos produtos do agronegócio para o comércio exterior, tendo em vista o processo atual de deterioração

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Fechamento Máxima Mínimo Variação set/13 144,45 150,00 143,95-4,05 120,60 124,25 119,35-2,85 dez/13 148,50

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sábado, 14 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,00 0,00 0,00-0,70 SET13 115,55 115,70 115,70-0,70

Leia mais

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com. Agronegócio Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.br GRÃOS Produção (milhões de T. USDA - Fevereiro de 2014; Projeções

Leia mais

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região.

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região. O presente boletim analisa algumas variáveis chaves na atual conjuntura da economia sertanezina, apontando algumas tendências possíveis. Como destacado no boletim anterior, a indústria é o carro chefe

Leia mais

ICC 103-7. 17 setembro 2009 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café 103 a sessão 23 25 setembro 2009 Londres, Inglaterra

ICC 103-7. 17 setembro 2009 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café 103 a sessão 23 25 setembro 2009 Londres, Inglaterra ICC 103-7 17 setembro 2009 Original: francês Estudo P Conselho Internacional do Café 103 a sessão 23 25 setembro 2009 Londres, Inglaterra Volatilidade dos preços do café Antecedentes No contexto de seu

Leia mais

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O presente boletim tem o objetivo de apresentar a situação atual do mercado, por meio dos dados disponibilizados pelo USDA, CONAB e MAPA. Apresenta-se, posteriormente, a

Leia mais

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Essa publicação apresenta as projeções de custos de produção

Leia mais

Ano V - Edição 34 Agosto 2014

Ano V - Edição 34 Agosto 2014 da pecuária de leite Ano V - Edição 34 Agosto 2014 PODER DE COMPRA AUMENTA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 Por Pedro de Lima, equipe Gado de Leite Cepea O poder de compra do pecuarista de leite esteve maior,

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 30/abril/2015 n. 443 CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS A disponibilidade de dados feita pela Secretaria de Energia Ambiental

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sexta-feira, 13 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,70 0,00 0,00-0,55 SET13 116,25 116,10 115,75-0,20

Leia mais

Boletim Ativos do Café - Edição 15 / Dezembro 2013 Preços do café intensificam a descapitalização na cafeicultura brasileira em 2013

Boletim Ativos do Café - Edição 15 / Dezembro 2013 Preços do café intensificam a descapitalização na cafeicultura brasileira em 2013 Boletim Ativos do Café - Edição 15 / Dezembro 2013 Preços do café intensificam a descapitalização na cafeicultura brasileira em 2013 Entre janeiro/13 e novembro/13 o Coffea arabica (Arábica) apresentou

Leia mais

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro estimado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados

Leia mais

Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses

Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses Em julho o mercado de café registrou novas baixas, com os preços reagindo à depreciação do real brasileiro, que caiu

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 CONJUNTURA MENSAL ANO 1. Nº 4 O 12º Levantamento de Safras da Conab, divulgado em 11 de setembro de 2015, consolidou os dados sobre produção, área e produtividade de algodão

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Primeiro Trimestre 2015 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA AVALIAÇÃO DO 1º SEMESTRE E PERSPECTIVAS PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 Agosto/2014 Esta pesquisa tem como objetivo avaliar o desempenho do primeiro semestre de 2014, as

Leia mais

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades 1 São Paulo, 06 de novembro de 2014. NOTA À IMPRENSA Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades Em outubro, houve aumento dos preços do conjunto de bens alimentícios essenciais em 12 das 18 cidades onde

Leia mais

Resultados e Análises Rodada de. Referente ao 2º Trimestre de 2015

Resultados e Análises Rodada de. Referente ao 2º Trimestre de 2015 Resultados e Análises Rodada de Maio de 2015 Referente ao 2º Trimestre de 2015 Ano 5, n 20, Maio de 2015 Ribeirão Preto Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroenergético (ICFSS) Reed Exhibitions

Leia mais

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup Mercado Externo Segundo relatório de abril do U.S Departament of Agriculture USDA, a produção de milho dos EUA será 2,8% maior do que na safra anterior, com uma estimativa de produção total de 361,1 milhões

Leia mais

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária fevereiro de 2013. 1 - Considerações Iniciais A Suinocultura é uma das atividades da agropecuária mais difundida e produzida no mundo. O porco, espécie

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Março de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: Fed e Curva de Juros...Pág.3 Europa: Melhora dos Indicadores...Pág.4

Leia mais

Balança Comercial 2003

Balança Comercial 2003 Balança Comercial 2003 26 de janeiro de 2004 O saldo da balança comercial atingiu US$24,8 bilhões em 2003, o melhor resultado anual já alcançado no comércio exterior brasileiro. As exportações somaram

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 14/maio/2015 n. 445 EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Dando continuidade á análise dos dados de exportação de abril, disponibilizados

Leia mais

CAFÉ. Conab Companhia Nacional de Abastecimento SGAS Quadra 901, Bloco 901, Bloco A, Lote 69 70390-010 Brasília-DF Tel 61 3312 6000 www.conab.gov.

CAFÉ. Conab Companhia Nacional de Abastecimento SGAS Quadra 901, Bloco 901, Bloco A, Lote 69 70390-010 Brasília-DF Tel 61 3312 6000 www.conab.gov. CAFÉ Jorge Queiroz 1. MERCADO INTERNACIONAL Segundo o USDA, a produção mundial de café deverá atingir no ano 2009/2010, um total de 127,4 milhões de sacas. Entretanto, a OIC (Organização Internacional

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

Resumo Quinzenal do Biodiesel

Resumo Quinzenal do Biodiesel Tel: (21) 3547-1539 / (21) 9565-0444 Resumo Quinzenal do Biodiesel 16/06 à 30/06/11 Este relatório é confidencial e de uso exclusivo do destinatário, e não pode ser enviado ou compartilhado com terceiros

Leia mais

1 a 15 de setembro de 2011

1 a 15 de setembro de 2011 1 a 15 de setembro de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

ALGODÃO Período: 19 a 23/09/2011

ALGODÃO Período: 19 a 23/09/2011 ALGODÃO Período: 9 a 23/09/20 Quadro I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR Algodão em Pluma - (em R$/unidade) Períodos anteriores Semana Atual Centros de Produção Unid. 2 meses () mês () semana () Média do mercado

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 07/setembro/2015 n. 591 AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO A finalização da primeira semana de setembro

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Maio de 2013 Nº 15 SUINOCULTURA RECUPERA O FÔLEGO EM MAIO As exportações brasileiras estavam caindo desde março, quando ocorreu o embargo do produto nacional pela Ucrânia devido

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Relatório Executivo: 34ª Rodada Índice de Confiança do Produtor Rural Abril de 2015. AgroFEA Ribeirão Preto FEA-RP/USP

Relatório Executivo: 34ª Rodada Índice de Confiança do Produtor Rural Abril de 2015. AgroFEA Ribeirão Preto FEA-RP/USP Relatório Executivo: 34ª Rodada Índice de Confiança do Produtor Rural Abril de 2015 AgroFEA Ribeirão Preto FEA-RP/USP Pessimismo começa a dar trégua e indicadores de confiança do produtor rural apresentam

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Novembro de 2013 Milho: Neste mês o mercado de milho registrou comportamento diferenciado. Em algumas localidades ocorreram quedas nos preços, caso do Paraná, e sustentação em outras,

Leia mais

A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009

A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009 A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009 Luciano Luiz Manarin D Agostini * RESUMO - Diante do cenário de crise financeira internacional, o estudo mostra as expectativas de mercado

Leia mais

LEITE E DERIVADOS JULHO / 2013 /2009

LEITE E DERIVADOS JULHO / 2013 /2009 LEITE E DERIVADOS JULHO / 2013 /2009 1. Mercado nacional: preços pagos ao produtor e produção histórica e estimada no Mercosul Os preços nominais médios brutos 1 pagos ao produtor em julho, ponderados

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Tópicos Economia Americana: Confiança em baixa Pág.3 EUA X Japão Pág. 4 Mercados Emergentes: China segue apertando as condições monetárias Pág.5 Economia Brasileira:

Leia mais

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE realizou, em outubro, o primeiro prognóstico para

Leia mais

SOJA MERCADO INTERNO

SOJA MERCADO INTERNO SOJA MERCADO INTERNO Dezembro se inicia com desvalorização nos preços médios da soja. O preço da saca recuou Dentre as praças pesquisadas, Maracaju registrou a maior desvalorização, 2,74%, com a em média

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014

CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014 CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014 1.MERCADO INTERNO 1.1. Preços Quadro 1 Preços: Recebidos pelos Produtores - FOB e Paridade Estados Unidade 12 (a) meses 1 (b) mês Média de Mercado Preço Atual

Leia mais

A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando

A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando INFORMATIVO n.º 42 NOVEMBRO de 2015 A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando Fabiana D Atri - Economista Coordenadora do Departamento de Pesquisas e

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2014 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Os preços diários do café caíram para seus níveis mais baixos de 19 meses durante agosto, com os mercados de produtos básicos no mundo

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO PANORAMA RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO SEMANA DE 10 A 14 DE AGOSTO de 2009 Semana de nova estabilidade no preço do Boi Gordo no mercado físico do Rio Grande do Sul, fechando a semana em R$ 5,28/kg

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Agosto 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

COMPRADOR VENDEDOR SACAS PREÇO QUALIDADE NOTÍCIAS: CONAB VENDE CAFÉ COM MAIS DE 20 ANOS E ARRECADA R$1,97 MI

COMPRADOR VENDEDOR SACAS PREÇO QUALIDADE NOTÍCIAS: CONAB VENDE CAFÉ COM MAIS DE 20 ANOS E ARRECADA R$1,97 MI M dcheg BARÃO COMISSÁRIA DE CAFÉ LTDA Alameda Otávio Marques de Paiva, 220 Bairro Santa Luiza CEP 37062-670 - Varginha-MG (35) 3214-7725 / 8855-0050 / 8879-0040 / 8876-0030 www.baraocomissariadecafe.com.br

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 A exportação se consolida como perspectiva positiva para os próximos meses A Sondagem industrial, realizada junto a 162 indústrias catarinenses no mês de março, mostrou

Leia mais