RELATÓRIO DE LICENÇA SABÁTICA DE JOÃO GOUVEIA MONTEIRO. 2.º semestre de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE LICENÇA SABÁTICA DE JOÃO GOUVEIA MONTEIRO. 2.º semestre de 2013-2014"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE LICENÇA SABÁTICA DE JOÃO GOUVEIA MONTEIRO 2.º semestre de No segundo semestre de , entre finais de fevereiro e finais de maio de 2014, estive a trabalhar em Itália, beneficiando da licença de serviço docente concedida pela Universidade de Coimbra e de uma Bolsa Sabática de três meses atribuída pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. A minha instalação ficou a cargo da Fondazione Flaminia, que permitiu o meu alojamento no centro da cidade de Ravenna (Palazzo Guiccioli, Via Camilo Moriggia). De acordo com o estabelecido no Plano de Trabalho apresentado à F. C. T., a minha atividade científica desenvolveu-se sob a orientação do Professor Salvatore Cosentino (Universidade de Bolonha, Pólo de Ravenna, Departamento de Património Cultural: Em anexo, apresenta-se um documento deste Professor, confirmando a minha presença e o meu trabalho em Ravenna e Bolonha. Ao longo dos três meses em que estive em Itália, a minha atividade desenvolveu-se de acordo com as seguintes prioridades: a) leituras especializadas no âmbito da história político-militar do Império Romano do Ocidente e do Império Bizantino, que tiveram sobretudo lugar na Biblioteca da Universidade de Bolonha, Pólo de Ravenna, e na famosa Biblioteca Classense, também na cidade de Ravenna, que frequentei quase diariamente. b) frequência de aulas de pós-graduação ministradas, em Ravenna, pelo Prof. Salvatore Cosentino (nomeadamente no curso de Civilização Bizantina, para estudantes de doutoramento) e, em Bolonha, pelo Prof. Giovanni Brizzi (nomeadamente nos cursos 1

2

3 Nonfarmale sobre Il mestiere dell estratista, no dia 20 de Março de 2014 (nas instalações do Museo d Arte della Cità di Ravenna e no âmbito da exposição L incanto dell Afresco i conversazioni ). f) apresentação de quatro conferências, em três línguas diferentes, sobre temas distintos e nas datas e locais que a seguir se indicam, assim como os respetivos públicos: i) Portuguese Medieval Castles. An Overview, a 26 de março de 2014, às 11h00, no Departamento de Património Cultural da Universidade de Bolonha, Pólo de Ravenna (no âmbito dos cursos de Doutoramento do Prof. Salvatore Cosentino); ii) Vegezio e l influenza militare romana nell Europa medievale, a 3 de abril de 2014, às 11h00, na Universidade de Bolonha (Departamento de História, Cultura e Civilização, Aula Tibiletti, Via Zamboni 38), no âmbito dos Cursos de Laurea Magistrale do Prof. Giovanni Brizzi; iii) The Battle of Aljubarrota 1385: a Reassessment, a 8 de maio de 2014, às 15h00, no Departamento de Património Cultural da Universidade de Bolonha, Pólo de Ravenna (no âmbito dos cursos de Doutoramento do Prof. Salvatore Cosentino); iv) Chrétiens et Musulmans dans la Péninsule Ibérique durant la Reconquête (XI e -XIII e siècles), a 13 de maio de 2014, às 10h00, na Scuola Normale Superiore, em Pisa, no âmbito do projeto de investigação FIRB Futuro in Ricerca 08UX26, coordenado pelo Prof. Giuseppe Marcocci (de que se junta a correspondente declaração comprovativa). De toda a atividade científica que desenvolvi em Itália entre finais de fevereiro e finais de maio de 2014, e que posteriormente consolidei e ampliei com o intenso trabalho desenvolvido já em Coimbra entre junho e setembro de 2014, decorreram, para além do exposto, os seguintes resultados: 3

4 a) a preparação de um programa de curso de doutoramento, que funcionará pela primeira vez já em na Universidade de Coimbra, em colaboração com a Senhora Prof. Doutora Maria Helena da Cruz Coelho, sobre Redes e Instituições de Poder I: As Duas Faces do Poder na Europa da Idade Média: o Oriente e o Ocidente, em que explorarei a temática da organização do poder no Império Bizantino, o que acontecerá pela primeira vez na nossa Universidade (e julgo que também em Portugal). b) a colaboração no manual de História da Roma Antiga, vol. II, O Império, coordenado por Francisco de Oliveira e José Luís Brandão. Para este volume, com publicação prevista para 2015 pela Imprensa da Universidade de Coimbra, preparei durante o meu período sabático dois capítulos, já entregues: um sobre O exército romano: da matriz hoplita à barbarização ; e outro sobre Bizâncio: o Império Romano do Oriente. Devido à sua extensão, este último ensaio poderá ser incluído num terceiro volume do mesmo manual, exclusivamente dedicado à história do Império Bizantino. c) a publicação da palestra proferida em Bolonha, sobre Vegezio e l influenza militare romana nell Europa medievale, provavelmente na Rivista di Studi Militari, dirigida por Giovanni Brizzi e Gabriela Poma e publicada pela editora Patròn. Esta revista é de periodicidade anual, não podendo ainda ser adiantado o ano em que será publicado o meu texto, mas espero que seja em d) a qualificação da minha pessoa para assegurar a lecionação da disciplina de História da Antiguidade Clássica no âmbito da nova estrutura curricular da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, que entrará em vigor em e) a planificação de uma série de atividades no âmbito da dinamização dos estudos de História Antiga, Antiguidade Tardia e Alta Idade Média na Faculdade de Letras de Coimbra, no âmbito do Centro de História da Sociedade e da Cultura, já em , correspondendo à única recomendação crítica da recente Comissão de 4

5 Avaliação Externa ao curso de História da FLUC. Designadamente: um Colóquio comemorativo dos 2000 anos do falecimento de Otávio Augusto (em inícios de dezembro de 2014); e um Curso Livre sobre Grandes Figuras da História da Europa (Ciro da Pérsia, Alexandre da Macedónia, Péricles da Grécia, Aníbal Barca de Itália e Júlio César de Roma), em fevereiro-março de f) a redação do capítulo A Batalha de Hattin (1187): Saladino esmaga os Cruzados, destinado ao livro A Europa em Armas. Das Cruzadas à Guerra dos Cem Anos, da autoria de João Gouveia Monteiro, Miguel Gomes Martins e Paulo Jorge Agostinho, a publicar pela Imprensa da Universidade de Coimbra em g) a redação da entrada Guerra no Dicionário da Expansão Portuguesa, , coordenado por Francisco Contente Domigues, a editar pelo Círculo de Leitores em Por tudo isto, considero extraordinariamente positiva e frutuosa a minha licença sabática, em especial a estadia de três meses em Itália, viabilizada, simultaneamente, pela licença concedida pela Universidade de Coimbra e pela Bolsa Sabática atribuída pela F.C.T.. O trabalho que desenvolvi valorizou-me muito cientificamente e repercutirá muito positivamente na minha atividade nos próximos anos, quer como investigador e autor de livros e artigos, quer como docente universitário. Para além disso, estabeleci contactos preciosos para o futuro e tive a oportunidade de divulgar a história portuguesa e a atividade científica que se faz no nosso país junto de uma comunidade científica que, apesar da sua qualidade, infelizmente não se encontra muito próxima, nem tem grandes laços de cooperação, com a comunidade académica portuguesa, pelo menos ao nível da história antiga e medieval. 5

6 Finalmente, estando alguns meses em Ravenna, tive a oportunidade de visitar e estudar presencialmente monumentos essenciais para a compreensão dos quadros políticos, mentais e culturais do Império Bizantino, como a Basílica de São Vital ou o Mausoléu de Gala Placídia, classificados pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade e cujos mosaicos figuram em todos os manuais de estudo do Império Romano do Oriente (séculos IV a XV). O meu período sabático incluiu ainda a participação ativa na Summer Conference promovida em Trondheim (Noruega), entre 2 e 4 de junho de 2014, pela Norwegian University of Science and Technology, e que reuniu três dezenas de especialistas de história militar da Antiguidade Tardia e da Idade Média, oriundos de universidades europeias e americanas. Neste encontro científico, subordinado ao tema Common Men and Women at War, AD (cf. moderei uma mesa-redonda sobre história social e militar bizantina (no dia 2) e, no dia 3 de junho, coordenei um painel internacional (dois especialistas portugueses, três espanhóis e um dinamarquês) que eu próprio organizei e que foi sujeito a arbitragem internacional nos meses anteriores, sob o tema Prisoners of War in Medieval Iberia, Southern France and Denmark. Os textos apresentados, que foram desenvolvidos para efeitos de edição durante os meses de junho a setembro de 2014, serão publicados nas Atas deste colóquio, a publicar provavelmente pela editora Brill em João Gouveia Monteiro (2 de outubro de 2014) 6

7 7

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09)

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Relatório de Licença Sabática de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Por despacho do Senhor Vice-Reitor de 16 de Março de 2007, gozei

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DIPLOMÁTICA DE PORTUGAL (MEDIEVAL E MODERNA) Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DIPLOMÁTICA DE PORTUGAL (MEDIEVAL E MODERNA) Ano Lectivo 2014/2015 UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DIPLOMÁTICA DE PORTUGAL (MEDIEVAL E MODERNA) Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso

Leia mais

2014/2015. História da Cultura e das Artes ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Curso Profissional de Técnico de Turismo 2º Ano

2014/2015. História da Cultura e das Artes ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Curso Profissional de Técnico de Turismo 2º Ano . ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA História da Cultura e das Artes Curso Profissional de Técnico de Turismo 2º Ano Planificação a Médio e Longo Prazo 2014/2015 1 -FINALIDADES DA DISCIPLINA: Preservar e cultural;

Leia mais

EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012)

EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012) EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012) Adelaide Carreira é licenciada em Matemática pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, onde exerce funções, encontra-se na fase final da elaboração da sua tese

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E

M O D E L O E U R O P E U D E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Nacionalidade VALDEZ FERREIRA MATIAS, VASCO JORGE Portuguesa Data de nascimento 28/09/1953 Endereço Electrónico vjvaldez@gmail.com

Leia mais

Professor Auxiliar Convidado Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP)

Professor Auxiliar Convidado Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Nacionalidade VALDEZ FERREIRA MATIAS, VASCO JORGE Portuguesa Data de nascimento 28/09/1953 Endereço Electrónico vjvaldez@gmail.com Contacto Telefónico

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL:

CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL: CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL: Nome: Sandra Lopes Luís Morada: Rua de Entrecampos n.º 16, 2.º dto, 1000-152 Lisboa Portugal Data de Nascimento: 20. 05. 1979 Nacionalidade: Portuguesa Telefone: +351

Leia mais

Introdução ao conceito de História/Tempos históricos/fonte Histórica/Periodização da História

Introdução ao conceito de História/Tempos históricos/fonte Histórica/Periodização da História Guará, 12/12/2014. Planejamento de conteúdos para o ano 2015 Professor: Otto Terra Disciplina: História 1º Ano Ens. Médio Fevereiro (02/02 a 06/02) Introdução ao conceito de História/Tempos históricos/fonte

Leia mais

PORTUGAL-CHINA: ENCONTRO DE CULTURAS 2013-2014

PORTUGAL-CHINA: ENCONTRO DE CULTURAS 2013-2014 PORTUGAL-CHINA: ENCONTRO DE CULTURAS 2013-2014 O Observatório da China (OC) e os nossos parceiros pretendem contribuir para aprofundar o amistoso relacionamento entre o povo português e o povo chinês,

Leia mais

OPÇÕES. 1.º Ciclo 2012-2013

OPÇÕES. 1.º Ciclo 2012-2013 OPÇÕES 1.º Ciclo 2012-2013 Coimbra, 12 de julho de 2012 DEFINIÇÕES GERAIS Disciplinas de opção curricular 1- São consideradas opções curriculares as disciplinas de opção contempladas nos planos de estudos

Leia mais

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular Centro de Competência de Ciências Sociais Departamento de Ciências da Educação 1.º Ciclo em Educação Básica Programa Unidade Curricular Teoria e Desenvolvimento Curricular Área Científica Educação Regente

Leia mais

6ª edição. Estrutura do Curso: Módulo 0 - Introdução. Módulo 1 - Ascética e mística da antiguidade à época medieval

6ª edição. Estrutura do Curso: Módulo 0 - Introdução. Módulo 1 - Ascética e mística da antiguidade à época medieval 6ª edição Estrutura do Curso: Módulo 0 - Introdução Módulo 1 - Ascética e mística da antiguidade à época medieval Módulo 2 - A espiritualidade nas épocas moderna e contemporânea Módulo 3 - Vida espiritual:

Leia mais

Notas Biográficas de Autores

Notas Biográficas de Autores Notas Biográficas de Autores Notas biográficas de autores 347 História. Revista da FLUP. Porto, IV Série, vol. 3-2013, 345-349 CHRISTIAN FAUSTO MORAES DOS SANTOS possui graduação em História e mestrado

Leia mais

Viagem de 5 dias pela Itália: Florença, Pisa e Veneza

Viagem de 5 dias pela Itália: Florença, Pisa e Veneza Viagem de 5 dias pela Itália: Florença, Pisa e Veneza Operador: Viator Inc Dias de Saída na Semana Moeda: US$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda: 3 X X X X X X X Quantidade mínima de passageiros

Leia mais

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Enquadramento As sucessivas e dependentes crises financeiras - do subprime e das dívidas soberanas - têm levado

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA Instituto Superior de Economia e Gestão Faz -se saber que, perante o Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa (adiante designado por Instituto),

Leia mais

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG.

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG. RESOLUÇÃO Nº 023/2011, DE 28 DE ABRIL DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

O FIM DO FEUDALISMO E A CENTRALIZAÇAO POLÍTICA

O FIM DO FEUDALISMO E A CENTRALIZAÇAO POLÍTICA O FIM DO FEUDALISMO E A CENTRALIZAÇAO POLÍTICA O sistema feudal entra em crise com o advento das cidades e a expansão do comércio, somados a outros fatores. 1) Necessidade de moedas, crescimento das cidades

Leia mais

Catálogo. Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte

Catálogo. Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte Catálogo Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte Nível de Descrição Designação Datas de Produção Arte Clássica 1981/3/24-1981/6/2 História da Arte Moderna em Portugal

Leia mais

COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PROGRAMA XXII COLÓQUIO DE HISTÓRIA MILITAR

COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PROGRAMA XXII COLÓQUIO DE HISTÓRIA MILITAR COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PORTUGAL NA GUERRA PENINSULAR (1812 1815) DO CERCO DE CIUDAD RODRIGO AO CONGRESSO DE VIENA O CAMINHO PARA A DERROCADA DO IMPÉRIO NAPOLEÓNICO PROGRAMA XXII Comissão

Leia mais

PORTUGUESA. Programa Curricular CULTURA. Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte. Ano Lectivo 2013-2014 1. > CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

PORTUGUESA. Programa Curricular CULTURA. Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte. Ano Lectivo 2013-2014 1. > CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Programa Curricular TEORIA DA ESCUL CULTURA PORTUGUESA Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte eduardo.duarte@fba.ul.pt Ano Lectivo 2013-2014 2014 Ciclo de Estudos Licenciatura em Escultura Período

Leia mais

Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010

Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010 1 Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010 A Associação Grupo Coimbra de Dirigentes de Universidades Brasileiras (GCUB), formalmente constituída em 27 de

Leia mais

Arte Medieval. Arte Bizantina. História da Arte. Com prof. Alexandre Fernandes

Arte Medieval. Arte Bizantina. História da Arte. Com prof. Alexandre Fernandes Arte Medieval Arte Bizantina Características da Arte Bizantina Arte Sacra O Milagre dos Pães e dos Peixes, 520 d. C. Basílica de Santo Apolinário. Características da Arte Bizantina Arte Canônica Cristo

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Ana Teresa Bernardo Guia RUA CENTRO REPUBLICANO, 70 2º ESQ 2300 359 TOMAR, PORTUGAL Telefone 966 166 243 Correio

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL. Questões Avançadas em Serviço Social

FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL. Questões Avançadas em Serviço Social FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL Nome da disciplina Questões Avançadas em Serviço Social Ciclo de estudos 2º Equipa docente com breve resenha curricular dos docentes (1) Nº de

Leia mais

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano.

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano. Trabalho realizado por: Luís Bernardo nº 100 8ºC Gonçalo Baptista nº 275 8ºC Luís Guilherme nº 358 8ºC Miguel Joaquim nº 436 8ºC Índice; Introdução; As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1 ÂMBITO 1. O presente Regulamento, submetido à aprovação da Fundação

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS Este regulamento serve como instrumento informativo e orientador

Leia mais

DAS ARTES. 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com

DAS ARTES. 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com ESTÉTICA TICA E HISTÓRIA DAS S 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012 Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão masiscao@hotmail.com IDADE MÉDIA Idade Antiga (Antiguidade) Idade Média (Era Medieval) c ESCRITA

Leia mais

. Pós-Graduação em Ciências Jurídico-Processuais, na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

. Pós-Graduação em Ciências Jurídico-Processuais, na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS. Mestre em Direito, desde 02 de Junho de 2003, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, na área de especialização das Ciências Jurídico-Processuais, tendo obtido, com

Leia mais

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS 1. No âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Arquitectura (primeira segunda-feira do mês de Outubro 01 Out 2012), o Portal da Construção Sustentável (PCS) irá promover a 1ª edição da iniciativa, em

Leia mais

ANTÓNIO DOS SANTOS JUSTO

ANTÓNIO DOS SANTOS JUSTO ANTÓNIO DOS SANTOS JUSTO É natural de Tamengos, concelho de Anadia. Licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em que também prestou provas de Mestrado, de Doutoramento

Leia mais

LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO

LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO Maria António Henriques Jorge Ferreira Hörster Professora Associada do Grupo de Estudos Germanísticos LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO Investigação No período em causa, desenvolvi investigação

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS TÍTULO I DOS OBJETIVOS DO CURSO Art. 1º A Área de Concentração

Leia mais

OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015

OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015 OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015 0 DEFINIÇÕES GERAIS Disciplinas de opção curricular 1- São consideradas opções curriculares as disciplinas de opção contempladas nos planos de estudos dos cursos, constituindo,

Leia mais

22 Workshop: A organização dos Arquivos Familiares à luz da Ciência da Informação: teoria e prática Organização: GI Historiografia

22 Workshop: A organização dos Arquivos Familiares à luz da Ciência da Informação: teoria e prática Organização: GI Historiografia PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2011 [As actividades programadas poderão vir a ser alteradas em função dos cortes operados pela FCT, quanto ao financiamento de 2010. Todas as alterações serão assinaladas atempadamente]

Leia mais

1/11 REGULAMENTO. A EDP no contexto do mercado liberalizado de energia. Prémio Anual de Estratégia, Marketing e Comunicação

1/11 REGULAMENTO. A EDP no contexto do mercado liberalizado de energia. Prémio Anual de Estratégia, Marketing e Comunicação 1/11 REGULAMENTO A EDP no contexto do mercado liberalizado de energia Prémio Anual de Estratégia, Marketing e Comunicação 7.ª Edição 2013 2/11 Regulamento EDP University Challenge 2013 Artigo 1º Objetivo

Leia mais

XII CURSO PÓS GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO TRABALHO O CÓDIGO DE TRABALHO REVISTO

XII CURSO PÓS GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO TRABALHO O CÓDIGO DE TRABALHO REVISTO XII CURSO PÓS GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO TRABALHO O CÓDIGO DE TRABALHO REVISTO Organização: Instituto de Direito do Trabalho Coordenação: Prof. Doutor Pedro Romano Martinez Ano lectivo 2010/2011

Leia mais

ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI

ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI A Enciclopédia VERBO, Edição Século XXI constitui o mais formidável conjunto organizado de conhecimentos, culturais, científicos e outros,

Leia mais

Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões. Aprovado na reunião do Conselho Científico de / /

Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões. Aprovado na reunião do Conselho Científico de / / Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões REGULAMENTO GERAL DE CURSOS NÃO CONFERENTES DE GRAU Aprovado na reunião do Conselho Científico de / / Lisboa 2007 2 Regulamento Geral de Cursos não Conferentes

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

PORTUGUES / 2011-2012. Curso de língua e cultura italiana para estrangeiros SOCIETA DANTE ALIGHIERI COMITATO DI ROMA

PORTUGUES / 2011-2012. Curso de língua e cultura italiana para estrangeiros SOCIETA DANTE ALIGHIERI COMITATO DI ROMA PORTUGUES / 2011-2012 Curso de língua e cultura italiana para estrangeiros SOCIETA DANTE ALIGHIERI COMITATO DI ROMA O Comitê de Roma da Sociedade Dante Alighieri está sediado em um palácio do século XVI,

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA FICHA TÉCNICA Publicação editada ao abrigo do novo Acordo Ortográfico, exceto a transposição de conteúdos de documentos elaborados

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014. O COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO E GEOGRAFIA da Fundação Universidade Federal de Mato

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA. Decreto n.º 29/2002 Acordo entre a República Portuguesa e a República da Letónia sobre Cooperação nos Domínios da Educação, da Cultura e da Ciência e da Tecnologia, assinado em Lisboa em 17 de Outubro

Leia mais

Regulamento Angelini University Award 2009/2010. Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral. 1.

Regulamento Angelini University Award 2009/2010. Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral. 1. 1/12 Regulamento Angelini University Award 2009/2010 Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral 1.ª Edição 2009/2010 2/12 Regulamento Angelini University Award

Leia mais

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D ALEXANDRE, O GRANDE A Macedônia é um país nos Balcãs, leste da Europa, que faz fronteira com a Grécia, Sérvia,Albânia e Bulgária. Foi anexada à Iugoslávia e no século XX, tornou-se independente LOCALIZAÇÃO

Leia mais

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA PERÍODO PRÉ-HISTÓRICO

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA PERÍODO PRÉ-HISTÓRICO HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA INTRODUÇÃO A História da Educação Física relaciona-se com todas as ciências que estudam o passado e o presente das atividades humanas e a sua evolução. O homem, condicionado

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

Conteúdos/conceitos Metas curriculares Atividades Calendarização

Conteúdos/conceitos Metas curriculares Atividades Calendarização (200) Programa de História e Geografia de Portugal - 2º ciclo Conteúdos/conceitos - Metas curriculares - Atividades a dinamizar na escola com os alunos Conteúdos/conceitos Metas curriculares Atividades

Leia mais

OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014

OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014 OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014 0 DEFINIÇÕES GERAIS Disciplinas de opção curricular 1- São consideradas opções curriculares as disciplinas de opção contempladas nos planos de estudos dos cursos, constituindo,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E DA EMPRESA ANO LECTIVO 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E DA EMPRESA ANO LECTIVO 2010/2011 UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E DA EMPRESA ANO LECTIVO 2010/2011 MARKETING PESSOAL WORKSHOP / 28 OUTUBRO 2010 Decorreu, no

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES

CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES a. Descrição do Concurso: O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, Laboratório Associado

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO I - QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS 1. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1976, com a classificação final de 15 valores. 2. Pós-graduado

Leia mais

de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Federal de Minas Gerais. UFMG. Perído: 2009/2011.

de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Federal de Minas Gerais. UFMG. Perído: 2009/2011. CURRÍCULO BACHAREL EM DESIGN GRÁFICO Universidade do Estado de Minas Gerais. UEMG. Período: 2005/2008. DESIGN INDUSTRIALE Facoltà di Architettura Politecnico di Torino. POLITO/Itália. Período: 2008. PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

DADOS PESSOAIS. Nome: Rui Pedro Costa Melo Medeiros. Data e local de nascimento: 1963, Lisboa. Nacionalidade: Portuguesa

DADOS PESSOAIS. Nome: Rui Pedro Costa Melo Medeiros. Data e local de nascimento: 1963, Lisboa. Nacionalidade: Portuguesa DADOS PESSOAIS Nome: Rui Pedro Costa Melo Medeiros Data e local de nascimento: 1963, Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Correio eletrónico: rm@servulo.com 2 HABILITAÇÕES LITERÁRIAS Licenciatura em Direito

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM Duração da Prova: 45 minutos (cada módulo) Módulos Categorias/Conteúdos

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império Introdução aos estudos de História - fontes históricas - periodização Pré-história - geral - Brasil As Civilizações da Antiguidade 1º ano Introdução Capítulo 1: Todos os itens Capítulo 2: Todos os itens

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Dados Pessoais

CURRICULUM VITAE. Dados Pessoais CURRICULUM VITAE Dados Pessoais Nome: Nuno Ricardo Pereira Branco Data de Nascimento: 21-09-1979 Bilhete de Identidade n.º: 225276909 Estado Civil: Casado Contactos: Residência: Avenida dos Estados Unidos

Leia mais

SÚMULA DA 449 a REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO 24/9/2009 - INÍCIO: 8h28min - TÉRMINO: 11h45min

SÚMULA DA 449 a REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO 24/9/2009 - INÍCIO: 8h28min - TÉRMINO: 11h45min SÚMULA DA 449 a REUNIÃO ORDINÁRIA DO 24/9/2009 - INÍCIO: 8h28min - TÉRMINO: 11h45min 1. REITORIA 1.1. APROVAÇÃO DAS ATAS DAS 443 a, 445 a E 446 a REUNIÕES Aprovada a ata da 443 a reunião extraordinária

Leia mais

João Pedro Alves Ventura Silva Rodrigues. Arbitragem Tributária - CAAD

João Pedro Alves Ventura Silva Rodrigues. Arbitragem Tributária - CAAD INFORMAÇÃO PESSOAL POSTO DE TRABALHO A QUE SE CANDIDATA Arbitragem Tributária - CAAD EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1998 1999 Monitor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra 2000 2003 Assistente-estagiário

Leia mais

Inovação no Sector do Leite e Laticínios 2015-2016

Inovação no Sector do Leite e Laticínios 2015-2016 Inovação no Sector do Leite e Laticínios 2015-2016 1.º ARTIGO OBJETO DO REGULAMENTO O presente Regulamento do Concurso Universitário CAP Cultiva o teu futuro, doravante designado somente por Regulamento,

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA Aprovado na CamEx, na 80ª Sessão, realizada em 11 de junho de 2014, apreciada no CONSEPE, na 47ª Sessão, realizada

Leia mais

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO PAULA FRASSINETTI (CIPAF) REGULAMENTO

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO PAULA FRASSINETTI (CIPAF) REGULAMENTO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO PAULA FRASSINETTI (CIPAF) REGULAMENTO REGULAMENTO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO DE PAULA FRASSINETTI - CIPAF PREÂMBULO Concebendo o conhecimento como fator fortemente potenciador do

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Historia

Leia mais

Concurso Todos Contam

Concurso Todos Contam PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA Concurso Todos Contam Regulamento do Concurso O Concurso Todos Contam é uma iniciativa promovida pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros, entidade composta

Leia mais

CURRICULO SIMPLIFICADO DE MARIA MARGARIDA VAZ DO REGO MACHADO

CURRICULO SIMPLIFICADO DE MARIA MARGARIDA VAZ DO REGO MACHADO CURRICULO SIMPLIFICADO DE MARIA MARGARIDA VAZ DO REGO MACHADO Nasceu em Ponta Delgada, Açores, onde fez os seu estudos Liceais. Na mesma cidade iniciou os estudos no Conservatório onde conclui 1970 Curso

Leia mais

CEFAPAM - Centro de Extensão da Faculdade de Pará de Minas. Regulamento

CEFAPAM - Centro de Extensão da Faculdade de Pará de Minas. Regulamento CONFRARIA NOSSA SENHORA DA PIEDADE DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PIEDADE Faculdade de Pará de Minas - FAPAM Reconhecida pelo Decreto 79090, de 04/01/77 Rua Ricardo Marinho, 110 - São Geraldo - Pará de Minas/MG

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Regulamento do 2.º Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Educação Especial: Domínio Cognitivo e Motor Artigo 1.º Objectivos Os objectivos dos cursos de Mestrado (2.º ciclo), da Escola Superior

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVALI. Dezembro / 2010 Ano 9 - nº 135

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVALI. Dezembro / 2010 Ano 9 - nº 135 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVALI Dezembro / 2010 Ano 9 - nº 135 Ficha Catalográfica U3r Universidade do Vale do Itajaí. Regulamento das atividades complementares

Leia mais

MESTRADO EM SERVIÇO SOCIAL

MESTRADO EM SERVIÇO SOCIAL MESTRADO EM SERVIÇO SOCIAL EDIÇÃO 2015/16 Candidaturas 1ª fase até 30 junho 2015 ESPECIALIZAÇÕES SERVIÇO SOCIAL ACOMPANHAMENTO SOCIAL E INSERÇÃO EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NA ECONOMIA SOCIAL Com bolsas

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Distribuição dos tempos letivos disponíveis para o 5 º ano de escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período *Início:15-21 de setembro 2015 *Fim:17 dezembro 2015 *Início:4

Leia mais

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sardenha e Sicília banhada pelos mares Mediterrâneo,

Leia mais

Aulas 15 Império Bizantino

Aulas 15 Império Bizantino Aulas 15 Império Bizantino DeOlhoNoEnem H5 - Identificar as manifestações ou representações da diversidade do patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.(catedral de Santa Sofia) H12 - Analisar

Leia mais

6736-(6) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 231 2-10-1999

6736-(6) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 231 2-10-1999 6736-(6) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 231 2-10-1999 2 Compete ao director-geral do Ensino Superior fixar, por seu despacho, os prazos em que devem ser praticados os actos a que se refere o presente

Leia mais

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX)

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) C O O R D E N A Ç ÃO Maria Fernanda Rollo Maria de Fátima Nunes Madalena Esperança Pina Maria Inês Queiroz SUMÁRIO INTRODUÇÃO 7 ESPAÇOS E ACTORES: LUGARES

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA Profº Alexandre Goicochea História ORIGENS O mundo grego antigo ocupava além da Grécia, a parte sul da península Balcânica, as ilhas do mar Egeu, a costa da Ásia Menor, o

Leia mais

Curso Livre Online. 3.ª edição. Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR

Curso Livre Online. 3.ª edição. Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR Curso Livre Online 3.ª edição Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR Apresentação da entidade organizadora Centro Português de Geo História e Pré-História

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

Contactos: email: goncalves.gloria@gmail.com / Telemóvel: 965687313

Contactos: email: goncalves.gloria@gmail.com / Telemóvel: 965687313 I Identificação Nome: Maria da Glória Salgado Gonçalves Data de Nascimento: 31 de Julho de 1974 / Nacionalidade: Portuguesa Morada: Trav. Álvaro Castelões; n.º 66, 2.º, 4200-048 Porto Contactos: email:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015 Institui regulamento referente ao Trabalho de Conclusão de Curso para o curso de Medicina do Instituto Metropolitano de Ensino Superior. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 6 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. A fundação de Roma é contada de duas formas: a lendária e a histórica. Na explicação lendária, Rômulo matou Remo e tornou- -se

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo)

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Ficha de unidade curricular Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Unidade curricular HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular Professora Doutora Míriam

Leia mais

Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP.

Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP. RESOLUÇÃO UNESP Nº 30, DE 17 DE JUNHO DE 2010. Texto consolidado Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP. O Reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, tendo em vista

Leia mais

Renascimento, Principais Representantes e Análise de Obras

Renascimento, Principais Representantes e Análise de Obras Renascimento, Principais Representantes e Análise de Obras Pedro Tadeu Schimidt Mantovani, 32 Maio, 2013 Introdução Ao Renascimento Surgido durante os séculos XV e XVI, o Renascimento Cultural tem, como

Leia mais

Roma. Antiguidade Clássica

Roma. Antiguidade Clássica Roma Antiguidade Clássica Características gerais Península itálica (Lácio); Rio Tibre; Solo fértil desenvolvimento da agricultura; Litoral pouco recortado ausência de portos naturais em abundância; Habitantes

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO CURSO DE ODONTOLOGIA (Projeto Pedagógico 2010/1) Resolução Nº 002/2011 da Pró-reitoria de Graduação

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO CURSO DE ODONTOLOGIA (Projeto Pedagógico 2010/1) Resolução Nº 002/2011 da Pró-reitoria de Graduação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: HISTÓRIA DO DIREITO Código: DIR 162 CH Total: 30 h Pré-Requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

Prof. Alexandre Goicochea História

Prof. Alexandre Goicochea História FRANCO Merovíngia Carolíngio ISLÂMICO Maomé Xiitas (alcorão) e Sunitas (suna e alcorão) BIZÂNTINO Justiniano Igreja Santa Sofia Iconoclastia Monoticismo (Jesus Cristo só espírito) Corpus Juris Civilis

Leia mais

DESPACHO/SP/43/2014. Artigo 1.º

DESPACHO/SP/43/2014. Artigo 1.º DESPACHO/SP/43/2014 Aprovo a seguinte alteração ao Regulamento do Mestrado em Radiologia Especialização Ósteo-articular, ministrado na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC), homologado

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5 APRESENTAÇÃO. O presente número dos Cadernos de Sociomuseologia, reúne um conjunto de documentos sobre museologia e património que se encontram dispersos e muitas

Leia mais