TAREFA 2 Domínios Morfoclimáticos. GABARITO Quarto bimestre

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TAREFA 2 Domínios Morfoclimáticos. GABARITO Quarto bimestre"

Transcrição

1 TAREFA 2 Domínios Morfoclimáticos GABARITO Quarto bimestre Os domínios naturais correspondem às grandes paisagens naturais do Brasil, também chamadas de domínios morfoclimáticos, conforme os conceitos estabelecidos pelo geógrafo Aziz Ab Saber. Cada um desses domínios é resultado da interação entre os diferentes elementos e de solo, as condições climáticas e a hidrografia, e suas características particulares em cada porção do território brasileiro. Entre os grandes domínios naturais, Ab Saber identifica faixas de transição não diferenciadas, marcadas pelas combinações variadas dos elementos característicos dos domínios contíguos. Assim, numa faixa de transição entre dois domínios, é possível observar espécies vegetais e condições climáticas de ambos, por exemplo. Nos espaços abaixo você deverá identificar as características de relevo, clima, vegetação, hidrografia e como a sociedade humana se aproveita dos recursos naturais e as alterações que provoca em cada porção do espaço geográfico brasileiro. Faça um bom trabalho porque suas anotações valem como fonte de estudo para as avaliações internas e externas. Domínio Amazônico É o mais extenso dos domínios naturais do país, caracterizado pelas terras baixas, o que inclui além da planície do rio Amazonas, as depressões e os planaltos rebaixados que a delimitam; pelo predomínio do clima equatorial, que apresenta temperaturas elevadas e pequena amplitude térmica durante o ano e altos índices pluviométricos; e pela floresta equatorial amazônica, formação vegetal densa e bastante diversificada que constitui um dos ecossistemas mais ricos do planeta. A paisagem é marcada também pelas águas. A bacia hidrográfica do rio Amazonas é a maior do mundo, e o rio Amazonas, além de ser o mais extenso, é também o rio com maior vazão d água da Terra. O desmatamento para exploração da madeira ou em função do avanço da fronteira agropecuária do país já consumiu extensas áreas de floresta, principalmente nos estados de Rondônia, Mato Grosso, sul e sudeste do Pará, Tocantins e Maranhão, configurando o que é chamado de "arco do desmatamento". Nestas áreas a floresta vem cedendo espaço a pastagens, cultivo como a soja ou terras improdutivas. Outra ameaça é a exploração dos recursos minerais. Além dos grandes projetos como Carajás e Trombetas, inúmeros garimpos contribuem para a derrubada da floresta e para o assoreamento e a contaminação dos rios por materiais tóxicos, como o mercúrio. Domínio do Cerrado Se estende pelas chapadas e planaltos do Brasil Central, nas áreas de clima tropical típico com duas estações bem marcadas: inverno seco e verão úmido. A vegetação de cerrado também aparece em manchas isoladas no oeste do estado de São Paulo e em áreas da Amazônia. A vegetação de cerrado é uma combinação de formações rasteiras e arbustivas com espécies arbóreas de pequeno porte. As árvores e os arbustos apresentam galhos e troncos retorcidos, raízes profundas e casca grossa, que constitui um elemento fundamental para a regeneração de muitas espécies após incêndios, comuns nestas áreas e até necessários para o estrato herbáceo-arbustivo, que obtém nutrientes e partir das cinzas. Estima-se que o Cerrado abrigue cerca de 5% da biodiversidade do planeta. Além disso, mais da metade das suas espécies vegetais arbóreas e arbustivas são endêmicas (ou seja, restritas àquela área). No conjunto da vegetação do cerrado é possível distinguir os campos limpos (predomínios de gramíneas), campos sujos (gramíneas e arbustos), campos cerrados (predomínio de arbustos) e cerradão (predomínio de espécies arbóreas). Após a construção de Brasília intensificou-se a ocupação e o aproveitamento econômico da área do cerrado, favorecido pela abertura de estradas ligando a região Centro-Oeste às demais regiões do país. As técnicas de correção e melhoria dos solos permitiram uma rápida expansão das monoculturas mecanizadas de soja e algodão pela região, o que já provocou o desaparecimento de aproximadamente 2/3 da área original do cerrado (área de hostpost). O desmatamento acelera os processos erosivos, e o uso indiscriminado de produtos químicos na agricultura, assim como a irrigação que consome um enorme volume de água, comprometem os recursos hídricos. Domínio da Caatinga o clima semiárido, característico do domínio da caatinga, predomina ao longo da Depressão sertaneja e do Vale do rio São Francisco, com médias térmicas elevadas e pluviosidade baixa e irregular. O pequeno volume de chuvas resulta em solos pouco desenvolvidos e pedregosos, além de contribuir para a presença de muitos rios intermitentes, que caracterizam a rede hidrográfica local. A vegetação é uma associação de espécies arbustivas, rasteiras e xerófitas adaptadas às condições do solo e do clima. A caatinga, juntamente com o cerrado e com a Mata Atlântica, são biomas brasileiros mais seriamente afetados pela ocupação e expansão econômica das últimas décadas. Entre as ameaças verificadas destacam-se a expansão da agropecuária e a extração da lenha para a produção de carvão vegetal.

2 Duas consequências visíveis do desmatamento e do uso de técnicas agrícolas inadequadas são a salinização do solo e a tendência à desertificação. A salinização decorre do excesso de irrigação e da intensa evaporação, enquanto que a desertificação é fruto do desmatamento e do manejo inadequado de solos frágeis, para formação de pastagens e para cultivos. Apenas cerca de 2% da área da caatinga está protegida pela criação de unidades de conservação. Domínio dos Mares de Morros se estende pelos planaltos interiores do Sudeste e pelas encostas atlânticas úmidas. É a área original de ocorrência da floresta tropical ou Mata Atlântica. Sua forma de relevo mais características são os morros arredondados resultantes do intemperismo sobre as rochas cristalinas dos planaltos e serras do Atlântico. A floresta tropical ocupava quase a totalidade da área desse domínio, entre os estados litorâneos da porção oriental do país e faixas mais úmidas interiores. Estima-se que a Mata Atlântica abriga cerca de 25% das espécies vegetais do planeta, das quais, aproximadamente 1/3 são endêmicas. Desde o período colonial a porção do território correspondente a este domínio teve ocupação e exploração econômica mais intensa. Ainda no século XVI, a exploração do pau-brasil provocou o primeiro grande desmatamento no território brasileiro, que continuou nos séculos seguintes com a expansão dos canaviais pelo litoral e dos cafezais pelo interior. Ao longo de uma faixa de aproximadamente 200 km acompanhando o litoral, surgiram algumas das maiores concentrações urbanas do país e as áreas com mais elevadas densidades demográficas do território brasileiro. Este histórico ajuda a entender porque restam menos de 10% da cobertura original de Mata Atlântica no Brasil. Domínio da Araucária ocupa os planaltos interiores da região Sul do Brasil, nas áreas de clima subtropical, que apresenta as médias térmicas mais baixas do país e grande amplitude térmica, fatores limitantes para a biodiversidade desse domínio. A Araucária angustifólia, espécie de conífera, também encontrada nas porções mais elevadas dos planaltos da região Sudeste, onde ocorre o clima tropical de altitude. Formação vegetal mais homogênea do que as florestas tropicais, a Mata de Araucária também abriga espécies como a imbuia e, muitas vezes, ocorre associada a áreas de campos onde se formam os capões, matas isoladas de forma circular que se erguem em meio às pradarias. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), restam cerca de 4% da área original da Mata de Araucária. A devastação foi relativamente rápida, associada à exploração da madeira, o pinho, a partir do século XIX, com a chegada dos colonos europeus à região e, posteriormente, ao intenso desenvolvimento da agricultura nos solos férteis de terra roxa, nos planaltos. Além das áreas agrícolas, a mata original também cedeu espaço para o reflorestamento com eucalipto e com pinus, espécies que atingem a medida para corte em menos tempo, destinadas a abastecer as indústrias de papel e celulose e a indústria moveleira. Domínio das Pradarias o menor dos domínios naturais do país em área ocupa o extremo sul do território, numa região também conhecida como Campanha Gaúcha. Suas principais características são a cobertura vegetal de campos ou pradarias, e o relevo de colinas suavemente onduladas chamadas coxilhas. O clima predominante é o subtropical. No século XVII, colonos luso-brasileiros já praticavam atividades criatórias nas primeiras estâncias da região, iniciando o desenvolvimento da sua atividade mais tradicional: a pecuária extensiva. Nas últimas décadas, culturas mecanizadas de soja e trigo passaram a ocupar espaços cada vez mais significativos. A pressão destas atividades econômicas em áreas de solos arenosos e suscetíveis à erosão tem provocado a formação de areais que já substituem campos e cultivos em muitas áreas, como ocorre em alguns municípios do sudoeste do Rio Grande do Sul. Faixas de Transição As faixas de transição são paisagens de exceção que surgem como corredores entre os domínios, misturando características daqueles que as cercam, ou mesmo possuindo aspectos muito diferentes dos domínios ao redor. Entre as paisagens de exceção, apresentam características particulares e distintas aos domínios vizinhos o Pantanal Mato- Grossense, a Mata dos Cocais e os Manguezais. Pantanal Mato-Grossense é uma extensa planície inundável localizada entre os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e sua vegetação é bastante variada. Formações de campos recobrem boa parte da planície quando as águas baixam durante o inverno, a estação seca. Nas áreas mais elevadas predomina a vegetação do cerrado e, junto às margens dos rios, formam-se as matas de galerias, corredores de florestas tropicais. Durante o verão, as chuvas provocam a inundação de aproximadamente 80% da planície. As principais ameaças ao Pantanal são a caça e a pesca ilegais, a extração mineral, a pecuária extensiva e a agricultura moderna que vem se expandindo fora da planície pantaneira, mas causando o assoreamento e a contaminação dos seus rios devido ao desmatamento e ao uso indiscriminado de agrotóxicos. Mata dos Cocais ocorre numa área de transição entre os domínios amazônicos, da caatinga e do cerrado, particularmente no Meio Norte nordestino, entre os estados do Maranhão e do Piauí, embora se estenda também por trechos do Ceará e do Rio Grande do Norte. Predominam espécies de palmeiras como o babaçu, a carnaúba e o buriti,

3 que é a maior palmeira nativa do Brasil. O clima semiúmido é um elemento importante do aspecto de transição entre o sertão semiárido e a Amazônia úmida. O aproveitamento econômico dos Cocais é bastante tradicional, e muitas comunidades estão organizadas em função do extrativismo vegetal. Destacam-se a coleta da semente de babaçu, utilizada para produção de óleos lubrificantes, e da folha da carnaúba, cuja seiva é empregada na fabricação de ceras. Manguezais estendem-se pelas áreas protegidas da costa brasileira baías e estuários entre o Amapá e Santa Catarina, constituindo a terceira maior extensão desse ecossistema entre os países localizados nas faixas litorâneas tropicais e subtropicais do planeta. Característico das planícies litorâneas sujeitas às oscilações das marés, onde se misturam a água doce dos rios e a água salgada do mar, os manguezais possuem solo lodoso rico em sedimentos e matéria orgânica, mas pobre em oxigênio. Estas características exigem mecanismos de adaptação das espécies vegetais do mangue, como raízes que retiram oxigênio do ar (pneumatóforos) ou que partem do tronco para auxiliar na sustentação (rizóforos) Os manguezais têm grande importância ecológica, servindo de área de reprodução e/ou alimentação para inúmeras espécies do mar e do continente, desempenhando um papel fundamental na cadeia alimentar dos oceanos e na manutenção dos estoques pesqueiros. Apesar da sua importância, as áreas de manguezais estão sendo degradadas. Além dos problemas já bastante antigos, como a poluição provocada pelo despejo de esgoto, a ocupação para expansão das áreas urbanas, os empreendimentos turísticos e as instalações portuárias, nos últimos anos vem crescendo a implantação de viveiros para a criação de camarão. A carcinicultura já é considerada a maior ameaça aos manguezais e responde por quase a metade da destruição dos mangues do planeta. No Brasil, a atividade vem se desenvolvendo principalmente no litoral do Nordeste e já causa danos em vários trechos de manguezais no Ceará e na Bahia.

4 TAREFA 2 Domínios Morfoclimáticos Quarto bimestre Nome- N - Turma- 1º ano Os domínios naturais correspondem às grandes paisagens naturais do Brasil, também chamadas de domínios morfoclimáticos, conforme os conceitos estabelecidos pelo geógrafo Aziz Ab Saber. Cada um desses domínios é resultado da interação entre os diferentes elementos e de solo, as condições climáticas e a hidrografia, e suas características particulares em cada porção do território brasileiro. Entre os grandes domínios naturais, Ab Saber identifica faixas de transição não diferenciadas, marcadas pelas combinações variadas dos elementos característicos dos domínios contíguos. Assim, numa faixa de transição entre dois domínios, é possível observar espécies vegetais e condições climáticas de ambos, por exemplo. Nos espaços abaixo você deverá identificar as características de relevo, clima, vegetação, hidrografia e como a sociedade humana se aproveita dos recursos naturais e as alterações que provoca em cada porção do espaço geográfico brasileiro. Faça um bom trabalho porque suas anotações valem como fonte de estudo para as avaliações internas e externas. Domínio Amazônico É o mais extenso dos domínios naturais do país, caracterizado pelas terras baixas, o que inclui além da planície do rio Amazonas, as ; pelo predomínio do clima, que apresenta temperaturas elevadas e pequena amplitude térmica durante o ano e altos índices pluviométricos; e pela floresta, formação vegetal. A paisagem é marcada também pelas águas. A bacia hidrográfica do é a maior do mundo, e o rio, além de ser o mais extenso, é também o rio com maior vazão d água da Terra. O desmatamento para exploração ou em função do país já consumiu extensas áreas de floresta, principalmente nos estados de,,, e, configurando o que é chamado de "arco do desmatamento". Nestas áreas a floresta vem cedendo espaço a pastagens, cultivo como a soja ou terras improdutivas. Outra ameaça é a exploração dos. Além dos grandes projetos como Carajás e Trombetas, inúmeros garimpos contribuem para a derrubada da floresta e para o assoreamento e a contaminação dos rios por materiais tóxicos, como o mercúrio. Domínio do Cerrado Se estende pelas e do Brasil Central, nas áreas de clima com duas estações bem marcadas: inverno e verão. A vegetação de cerrado também aparece em manchas isoladas no oeste do estado de e em áreas da. A vegetação de cerrado é uma combinação de formações. As árvores e os arbustos apresentam galhos e troncos, raízes e casca, que constitui um elemento fundamental para a regeneração de muitas espécies após incêndios, comuns nestas áreas e até necessários para o estrato herbáceo-arbustivo, que obtém nutrientes e partir das cinzas. Estima-se que o Cerrado abrigue cerca de da biodiversidade do planeta. Além disso, mais da metade das suas espécies vegetais arbóreas e arbustivas são endêmicas (ou seja, restritas àquela área). No conjunto da vegetação do cerrado é possível distinguir os (predomínios de gramíneas), (gramíneas e arbustos), (predomínio de arbustos) e (predomínio de espécies arbóreas). Após a construção de Brasília intensificou-se a ocupação e o aproveitamento econômico da área do cerrado, favorecido pela abertura de estradas ligando a região Centro-Oeste às demais regiões do país. As técnicas de correção e melhoria dos solos permitiram uma rápida expansão das monoculturas mecanizadas de e pela região, o que já provocou o desaparecimento de aproximadamente da área original do cerrado (área de hostpost). O desmatamento acelera os processos, e o uso indiscriminado de produtos químicos na agricultura, assim como a irrigação que consome um enorme volume de água, comprometem os recursos. Domínio da Caatinga o clima, característico do domínio da caatinga, predomina ao longo da e do Vale, com médias térmicas e pluviosidade e. O pequeno volume de chuvas resulta em solos e, além de contribuir para a presença de muitos rios, que caracterizam a rede

5 hidrográfica local. A vegetação é uma associação de espécies arbustivas, rasteiras e xerófitas adaptadas às condições do solo e do clima. A caatinga, juntamente com o cerrado e com a Mata Atlântica, são biomas brasileiros mais seriamente afetados pela ocupação e expansão econômica das últimas décadas. Entre as ameaças verificadas destacam-se a expansão da e a extração da para a produção de carvão vegetal. Duas consequências visíveis do desmatamento e do uso de técnicas agrícolas inadequadas são a do solo e a tendência à. A decorre do excesso de irrigação e da intensa evaporação, enquanto que a é fruto do desmatamento e do manejo inadequado de solos frágeis, para formação de pastagens e para cultivos. Apenas cerca de 2% da área da caatinga está protegida pela criação de unidades de. Domínio dos Mares de Morros se estende pelos e pelas encostas. É a área original de ocorrência da floresta tropical ou. Sua forma de relevo mais características são os morros arredondados resultantes do sobre as rochas cristalinas dos planaltos e serras do Atlântico. A floresta tropical ocupava quase a totalidade da área desse domínio, entre os estados da porção oriental do país e faixas mais úmidas. Estima-se que a Mata Atlântica abriga cerca de das espécies vegetais do planeta, das quais, aproximadamente 1/3 são endêmicas. Desde o período a porção do território correspondente a este domínio teve ocupação e exploração econômica mais intensa. Ainda no século, a exploração do pau-brasil provocou o primeiro grande desmatamento no território brasileiro, que continuou nos séculos seguintes com a expansão dos pelo litoral e dos pelo interior. Ao longo de uma faixa de aproximadamente 200 km acompanhando o litoral, surgiram algumas das maiores concentrações do país e as áreas com mais elevadas densidades demográficas do território brasileiro. Este histórico ajuda a entender porque restam menos de da cobertura original de Mata Atlântica no Brasil. Domínio da Araucária ocupa os planaltos interiores da região do Brasil, nas áreas de clima, que apresenta as médias térmicas mais do país e grande amplitude, fatores limitantes para a desse domínio. A Araucária angustifólia, espécie de conífera, também encontrada nas porções mais elevadas dos planaltos da região, onde ocorre o clima tropical de. Formação vegetal mais homogênea do que as florestas tropicais, a Mata de também abriga espécies como a imbuia e, muitas vezes, ocorre associada a áreas de campos onde se formam os capões, matas isoladas de forma circular que se erguem em meio às pradarias. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), restam cerca de da área original da Mata de Araucária. A devastação foi relativamente rápida, associada à exploração da, o pinho, a partir do século, com a chegada dos colonos europeus à região e, posteriormente, ao intenso desenvolvimento da nos solos férteis de terra, nos planaltos. Além das áreas agrícolas, a mata original também cedeu espaço para o com eucalipto e com pinus, espécies que atingem a medida para corte em menos tempo, destinadas a abastecer as indústrias de e e a indústria. Domínio das Pradarias o menor dos domínios naturais do país em área ocupa o extremo do território, numa região também conhecida como. Suas principais características são a cobertura vegetal de ou pradarias, e o relevo de colinas suavemente onduladas chamadas. O clima predominante é o. No século XVII, colonos luso-brasileiros já praticavam atividades criatórias nas primeiras estâncias da região, iniciando o desenvolvimento da sua atividade mais tradicional: a extensiva. Nas últimas décadas, culturas mecanizadas de e passaram a ocupar espaços cada vez mais significativos. A pressão destas atividades econômicas em áreas de solos arenosos e suscetíveis à erosão tem provocado a formação de que já substituem campos e cultivos em muitas áreas, como ocorre em alguns municípios do sudoeste do estado do. Faixas de Transição As faixas de transição são paisagens de exceção que surgem como corredores entre os domínios, misturando características daqueles que as cercam, ou mesmo possuindo aspectos muito diferentes dos domínios ao redor. Entre as paisagens de exceção, apresentam características particulares e distintas aos domínios vizinhos o Pantanal Mato- Grossense, a Mata dos Cocais e os Manguezais. Pantanal Mato-Grossense é uma extensa inundável localizada entre os estados do e, e sua vegetação é bastante variada. Formações de recobrem boa parte da planície quando as águas baixam durante o inverno, a estação seca. Nas áreas mais elevadas predomina a vegetação do e, junto às margens dos rios, formam-se as, corredores de florestas tropicais. Durante o, as chuvas provocam a inundação de aproximadamente 80% da planície.

6 As principais ameaças ao Pantanal são a e a ilegais, a extração, a pecuária e a que vem se expandindo fora da planície pantaneira, mas causando o assoreamento e a contaminação dos seus rios devido ao desmatamento e ao uso indiscriminado de. Mata dos Cocais ocorre numa área de transição entre os domínios, da e do, particularmente no nordestino, entre os estados do e do, embora se estenda também por trechos do e do. Predominam espécies de palmeiras como o, a e o, que é a maior palmeira nativa do Brasil. O clima é um elemento importante do aspecto de transição entre o sertão semiárido e a Amazônia úmida. O aproveitamento econômico dos Cocais é bastante tradicional, e muitas comunidades estão organizadas em função do vegetal. Destacam-se a coleta da semente de babaçu, utilizada para produção de óleos lubrificantes, e da folha da carnaúba, cuja seiva é empregada na fabricação de ceras. Manguezais estendem-se pelas áreas protegidas da costa brasileira baías e entre o e, constituindo a terceira maior extensão desse ecossistema entre os países localizados nas faixas litorâneas e do planeta. Característico das litorâneas sujeitas às oscilações das marés, onde se misturam a água dos rios e a água do mar, os manguezais possuem solo lodoso rico em sedimentos e matéria, mas pobre em. Estas características exigem mecanismos de adaptação das espécies vegetais do mangue, como raízes que retiram oxigênio do ar (pneumatóforos) ou que partem do tronco para auxiliar na sustentação (rizóforos) Os manguezais têm grande importância, servindo de área de reprodução e/ou alimentação para inúmeras espécies do mar e do continente, desempenhando um papel fundamental na cadeia alimentar dos oceanos e na manutenção dos estoques pesqueiros. Apesar da sua importância, as áreas de manguezais estão sendo degradadas. Além dos problemas já bastante antigos, como a poluição provocada pelo despejo de, a ocupação para expansão das áreas, os empreendimentos e as instalações, nos últimos anos vem crescendo a implantação de viveiros para a criação de. A carcinicultura já é considerada a maior ameaça aos manguezais e responde por quase a metade da destruição dos mangues do planeta. No Brasil, a atividade vem se desenvolvendo principalmente no litoral da região e já causa danos em vários trechos de manguezais no Ceará e na Bahia. Fonte: Almanaque de Geografia, On Line Editora / 2011 Recado final A geografia é uma das mais dinâmicas áreas do conhecimento, o que faz dela também uma das mais instigantes ciências entre todas. A geografia é uma ciência que nos ajuda a compreender o mundo em que vivemos. A equipe que representa essa ciência trabalhou, junto com você, para atingir esse objetivo. Continue esse trabalho nas demais séries com o mesmo interesse desmonstrado em Desejamos que você realize seus sonhos pessoais e contribua para a formação de uma sociedade melhor. Obrigada e até mais!

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 OS BIOMAS DO BRASIL: (Aziz Ab Saber) O que se leva em consideração nesses domínios morfoclimáticos? Clima. Relevo. Solo. Vegetação. Vida. História da Terra e da ocupação

Leia mais

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber Ipê Amarelo Fatores que influenciam na distribuição das formações vegetais: Clima 1. Temperatura; 2. Umidade; 3. Massas de ar; 4. Incidência

Leia mais

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia Bioma Conjunto de vida, vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação, condições

Leia mais

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia Vegetação Solo Relevo Clima Hidrografia VEGETAÇÃO E SOLOS HETEROGÊNEA CALOR E UMIDADE RÁPIDA DECOMPOSIÇÃO/FERTILIDADE. NUTRIENTES ORGÂNICOS E MINERAIS (SERRAPILHEIRA). EM GERAL OS SOLOS SÃO ÁCIDOS E INTEMPERIZADOS.

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna Domínio Amazônico Clima equatorial Solos relativamente pobres Relevo

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS Como pode cair no enem? (FUVEST) Estas fotos retratam alguns dos tipos de formação vegetal nativa encontrados no território

Leia mais

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense Biomas Brasileiros 1. Bioma Floresta Amazônica 2. Bioma Caatinga 3. Bioma Cerrado 4. Bioma Mata Atlântica 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense 6. Bioma Pampas BIOMAS BRASILEIROS BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Dinâmica Climática e Formações Vegetais no Brasil Objetivo da aula: conhecer a diversidade

Leia mais

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 CAP. 02 O território brasileiro e suas regiões.( 7º ano) *Brasil é dividido em 26 estados e um Distrito Federal (DF), organizados em regiões. * As divisões

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A BIOMAS BRASILEIROS 2011 Aula VII BRASIL E VARIABILIDADE FITOGEOGRÁFICA O Brasil possui um território de dimensões continentais com uma área de 8.547.403 quilômetros quadrados. 4.320

Leia mais

AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL

AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO Formações vegetais do globo AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO As Grandes Formações Vegetais da Superfície da Terra Tundra Vegetação

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BIOMAS BRASILEIROS

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BIOMAS BRASILEIROS DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BIOMAS BRASILEIROS Creative Commons/Nao Iizuka Bioma Amazônia ou Domínio Amazônico Heterogêneo Perene Denso Ombrófila Três estratos Influenciado pelo relevo e hidrografia Bacia

Leia mais

Caatinga. Clima: Semi-árido. Solo: Raso e pobre em matéria orgânica e rico em sais minerais. Vegetação: Arbustiva, com cactáceas

Caatinga. Clima: Semi-árido. Solo: Raso e pobre em matéria orgânica e rico em sais minerais. Vegetação: Arbustiva, com cactáceas Caatinga Clima: Semi-árido. Solo: Raso e pobre em matéria orgânica e rico em sais minerais. Vegetação: Arbustiva, com cactáceas ceas ou xerófitas (plantas adaptadas a ambientes secos). Caatinga As espécies

Leia mais

Aula 14 Distribuição dos Ecossistemas Brasileiros Floresta Amazônica Mais exuberante região Norte e parte do Centro Oeste; Solo pobre em nutrientes; Cobertura densa ameniza o impacto da água da chuva;

Leia mais

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil.

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. 2 2.2 Conteúdo: Os Grandes Biomas no Brasil. 3 2.2 Habilidade: Comparar as formações vegetais existentes no Brasil e seus diferentes biomas. 4 Biomas da

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS O que você deve saber sobre DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS Segundo o geógrafo Aziz Ab Sáber, um domínio morfoclimático é todo conjunto no qual haja interação entre formas de relevo, tipos de solo,

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

Nosso Território: Ecossistemas

Nosso Território: Ecossistemas Nosso Território: Ecossistemas - O Brasil no Mundo - Divisão Territorial - Relevo e Clima - Fauna e Flora - Ecossistemas - Recursos Minerais Um ecossistema é um conjunto de regiões com características

Leia mais

www.tiberioge.tibe o.c rioge om.br o.c A Ge G og o r g afi f a Le L va v da d a Sério

www.tiberioge.tibe o.c rioge om.br o.c A Ge G og o r g afi f a Le L va v da d a Sério 1 FLORESTA AMAZÔNICA 2 Características Localiza-se: Região Norte; parte do norte do Mato Grosso e Goiás; e parte oeste do Maranhão; O maior bioma brasileiro ocupa, praticamente, um terço da área do País.

Leia mais

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado Definição Compreende-se como sendo uma Unidade Territorial com características naturais bem marcantes e que o individualizam. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado como sinônimo para identificar

Leia mais

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil A classificação morfoclimática reúne grandes combinações de fatos geomorfológicos, climáticas, hidrológicos, pedológicos e botânicos que por sua relativa homogeinidade,

Leia mais

Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre

Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre geografia Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia o trecho da letra da música abaixo e, em seguida, responda às questões. [...] Eu já cantei no Pará Toquei sanfona em Belém

Leia mais

Capítulo 9. Climas Brasileiros. Há grande variação climática, devido:

Capítulo 9. Climas Brasileiros. Há grande variação climática, devido: Capítulo 9 Climas Brasileiros Há grande variação climática, devido: Diferença de latitude (extensão norte-sul); Maior ou menor influência da Maritimidade (extensão leste-oeste). Massas de ar Tipos: Equatoriais,

Leia mais

BIOMA: deriva do grego bio vida e ama grupo, ou conjunto.

BIOMA: deriva do grego bio vida e ama grupo, ou conjunto. BIOMAS BRASILEIROS BIOMA: deriva do grego bio vida e ama grupo, ou conjunto. Bioma é uma área do espaço geográfico, com dimensões até superiores a um milhão de quilômetros quadrados, representada por

Leia mais

Paisagens Climatobotânicas do Brasil

Paisagens Climatobotânicas do Brasil Paisagens Climatobotânicas do Brasil 1. (UEL-2012) Os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir da combinação dos elementos da natureza, como os climáticos, botânicos, pedológicos, hidrológicos

Leia mais

Prof. MSc. Leandro Felício

Prof. MSc. Leandro Felício Prof. MSc. Leandro Felício Ecossistema: Sistema integrado e auto funcionante que consiste em interações dos elementos bióticos e abióticos e cujas dimensões podem variar consideravelmente. Bioma: Conjunto

Leia mais

Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná * Universidade Federal do Paraná * *O que são Biomas? *Bioma é uma unidade biológica ou espaço geográfico caracterizado de acordo com o macroclima, a fitofisionomia (aspecto da vegetação de um lugar),

Leia mais

Disponível em: <http://www.malariajournal.com/content/figures/1475-2875-9-115-6-l.jpg>. Acesso em: 14 maio 2012.

Disponível em: <http://www.malariajournal.com/content/figures/1475-2875-9-115-6-l.jpg>. Acesso em: 14 maio 2012. Biomas brasileiros Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2012. Floresta Amazônica Disponível em: .

Leia mais

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53.

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS 6 e 7: O RELEVO BRASILEIRO PLANALTOS BRASILEIROS: Muito desgastados, antigos, conhecidos também como cinturões orogênicos

Leia mais

BIOMA. dominante. http://www.brazadv.com/passeios_ecol %C3%B3gicos_mapas/biomas.asp

BIOMA. dominante. http://www.brazadv.com/passeios_ecol %C3%B3gicos_mapas/biomas.asp BIOMAS DO BRASIL BIOMA Definição: Bioma, ou formação planta - animal, deve ser entendido como a unidade biótica de maior extensão geográfica, compreendendo varias comunidades em diferentes estágios de

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8 Climas e Formações Vegetais no Mundo Capítulo 8 Formações Vegetais Desenvolvem-se de acordo com o tipo de clima, relevo, e solo do local onde se situam.de todos estes, o clima é o que mais se destaca.

Leia mais

CLIMAS E FORMAÇÕES VEGETAIS DO BRASIL

CLIMAS E FORMAÇÕES VEGETAIS DO BRASIL CLIMAS E FORMAÇÕES VEGETAIS DO BRASIL CLIMA BRASILEIRO O extenso território brasileiro, a diversidade de formas de relevo, a altitude e dinâmica das correntes e massas de ar, possibilitam uma grande diversidade

Leia mais

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Aluno (a): Disciplina GEOGRAFIA Curso Professor ENSINO MÉDIO FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 1ª SÉRIE Número: 1 - Conteúdo: Domínios morfoclimáticos - estudar as interrelações

Leia mais

Terminologia Vegetal

Terminologia Vegetal Terminologia Vegetal Aciculifoliadas folhas em forma de agulha; Latifoliadas folhas largas e grandes; Perenes nunca perdem as folhas por completo; Caducas (decíduas) perdem as folhas antes de secas ou

Leia mais

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil.

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. Marque com um a resposta correta. 1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. I. A região Nordeste é a maior região do país, concentrando

Leia mais

Fitogeografia do Brasil.

Fitogeografia do Brasil. Fitogeografia do Brasil. Profº Me. Fernando Belan Alexander Fleming Introdução Devido as grandes dimensões territoriais, estabelecemse muitas formações vegetais características de alguma região do Brasil.

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas

Leia mais

Profª:Sabrine V.Welzel

Profª:Sabrine V.Welzel Geografia 2 ano/ensino Médio Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil 1) (FGV. SP) De acordo com o geógrafo Aziz N. Ab.Sáber, o território brasileiro é constituído por seis domínios morfoclimáticos e fitogeográficos,

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 3ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno: Nº Série: 7º Turma: Data: Nota: Professor: Edvaldo Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Domínios Florestais do Mundo e do Brasil

Domínios Florestais do Mundo e do Brasil Domínios Florestais do Mundo e do Brasil Formações Florestais: Coníferas, Florestas Temperadas, Florestas Equatoriais e Florestas Tropicais. Formações Herbáceas e Arbustivas: Tundra, Pradarias Savanas,

Leia mais

Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série. A Biosfera A terra, um planeta habitado. Biomas e ambientes aquáticos. Os biomas terrestres

Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série. A Biosfera A terra, um planeta habitado. Biomas e ambientes aquáticos. Os biomas terrestres Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série A Biosfera A terra, um planeta habitado De todos os planetas conhecidos do Sistema Solar, a Terra é o único que apresenta uma biosfera, onde a vida se desenvolve.

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO Como pode cair no enem? (UNESP) Leia. Imagens de satélite comprovam aumento da cobertura florestal no Paraná O constante monitoramento nas áreas em recuperação do

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A FLORESTA AMAZÔNICA 2011 Aula XII O bioma Amazônia representa aproximadamente 30% de todas as florestas tropicais remanescentes do mundo e nele se concentra a maioria das florestas

Leia mais

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 2 Tipos de vegetação Vegetação é caracterizada como o conjunto de plantas de uma determinada região. Em razão da

Leia mais

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA UFRGS 2012 São fatores limitantes dos biomas: Umidade: ausência ou excesso; Solo: tipo de nutrientes e tempo de intemperismo; Temperatura: Amplitude Térmica; Luz solar:

Leia mais

A interdependência entre os elementos na BIOSFERA.

A interdependência entre os elementos na BIOSFERA. A interdependência entre os elementos na BIOSFERA. A biosfera contém inúmeros ecossistemas (conjunto formado pelos animais e vegetais em harmonia com os outros elementos naturais). Biomas: conjuntos dinâmicos

Leia mais

Biomas, Domínios e Ecossistemas

Biomas, Domínios e Ecossistemas Biomas, Domínios e Ecossistemas Bioma, domínio e ecossistema são termos ligados e utilizados ao mesmo tempo nas áreas da biologia, geografia e ecologia, mas, não significando em absoluto que sejam palavras

Leia mais

BIOMAS DO BRASIL UM MOSAICO DE PAISAGENS

BIOMAS DO BRASIL UM MOSAICO DE PAISAGENS BIOMAS DO BRASIL UM MOSAICO DE PAISAGENS Principais Biomas Os biomas diferem quanto à fisionomia, estrutura, e fatores ambientais relacionados ao clima, como temperatura, quantidade e distribuição das

Leia mais

DIVERSIDADE DE CLIMAS = DIVERSIDADE DE VEGETAÇÕES

DIVERSIDADE DE CLIMAS = DIVERSIDADE DE VEGETAÇÕES FORMAÇÕES VEGETAIS - Os elementos da natureza mantém estreita relação entre si. - A essa relação, entendida como a combinação e coexistência de seres vivos (bióticos) e não vivos (abióticos) dá-se o nome

Leia mais

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Região Norte 1. Qual a diferença entre região Norte, Amazônia Legal e Amazônia Internacional? A região Norte é um conjunto de 7 estados e estes estados

Leia mais

Vegetação do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Vegetação do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Vegetação do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Distribuição da Vegetação Brasileira Depende de fatores climáticos Diferentes classificações Biomas (=>) Domínios Morfoclimáticos Aziz Ab Saber (década 1960)

Leia mais

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES Estudante: Turma: Data: / / QUESTÃO 1 Fonte: .

Leia mais

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE GEOGRAFIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia: O planeta Terra foi formado há mais de 4 bilhões de anos após uma grande explosão. Na atmosfera havia muita água, gases

Leia mais

Terminologia Vegetal Aciculifoliadas folhas em forma de agulha; Latifoliadas folhas largas e grandes; Perenes nunca perdem as folhas por completo; Caducas (decíduas) perdem as folhas antes de secas ou

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 21.1 Conteúdo Região Sudeste 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

Tarefa online 8º ANO

Tarefa online 8º ANO Tarefa online 8º ANO 1) Estabelecendo-se correlações entre a exploração florestal no Globo e as Zonas Climáticas, pode-se inferir que: 2) O Domínio morfoclimático das pradarias é uma área marcada: a) pelo

Leia mais

FATORES CLIMÁTICOS ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS ALTERAM A DINÂMICA LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO

FATORES CLIMÁTICOS ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS ALTERAM A DINÂMICA LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO FATORES CLIMÁTICOS LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO ALTERAM A DINÂMICA ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS TEMPERATURA, UMIDADE,PRESSÃ O ATMOSFÉRICA Climas

Leia mais

Capítulo 07. Distribuição dos Ecossistemas

Capítulo 07. Distribuição dos Ecossistemas Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas A terra possui regiões que apresentam características próprias, onde cada uma desenvolve sua flora e fauna típica, sejam elas aquáticas ou terrestres, vindo a

Leia mais

01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se:

01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se: 01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se: I. Concentração nas baixas latitudes, associadas a elevadas precipitações. II. Distribuição

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012

PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012 PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012 PROF. FERNANDO NOME N o 1 a SÉRIE A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Santa Catarina - Altitude

Santa Catarina - Altitude Santa Catarina - Altitude RELEVO O relevo catarinense caracteriza-se por sua ondulação, que variam dependendo da região do estado. No litoral, o que predomina são as planícies, as chamadas baixadas litorâneas,

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

Prova bimestral. Geografia. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto.

Prova bimestral. Geografia. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto. aterial elaborado pelo Ético istema de nsino nsino fundamental ublicado em 2012 rova bimestral 1 o Bimestre 5 o ano eografia ata: / / ível: scola: ome: 1. eia o texto. erra é o terceiro planeta a partir

Leia mais

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL 1. Posição e situação geográfica. O Rio Grande do Sul é o estado mais meridional do Brasil, localiza-se no extremo sul do país. Tem um território de 282.062 km 2, ou seja,

Leia mais

Bioma : CERRADO. Alessandro Mocelin Rodrigo Witaski Gabriel Kroeff Thiago Pereira

Bioma : CERRADO. Alessandro Mocelin Rodrigo Witaski Gabriel Kroeff Thiago Pereira Bioma : CERRADO Alessandro Mocelin Rodrigo Witaski Gabriel Kroeff Thiago Pereira Dados Geográficos - Segunda maior formação vegetal da América do Sul - Abrange os estados do Centro-Oeste(Goiás, Mato Grosso,

Leia mais

CAPÍTULO 8 O FENÔMENO EL NIÑO -LA NIÑA E SUA INFLUENCIA NA COSTA BRASILEIRA

CAPÍTULO 8 O FENÔMENO EL NIÑO -LA NIÑA E SUA INFLUENCIA NA COSTA BRASILEIRA CAPÍTULO 8 O FENÔMENO EL NIÑO -LA NIÑA E SUA INFLUENCIA NA COSTA BRASILEIRA O comportamento climático é determinado por processos de troca de energia e umidade que podem afetar o clima local, regional

Leia mais

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH 01. (UDESC_2011_2) Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), existem no Brasil oito Bacias Hidrográficas. Assinale a alternativa

Leia mais

A seqüência correta de vegetação natural indicada pelo perfil A B é:

A seqüência correta de vegetação natural indicada pelo perfil A B é: 16. (Unifesp) Observe o mapa: A seqüência correta de vegetação natural indicada pelo perfil A B é: (A) Floresta Eequatorial, Caatinga, Cerrado e Mangue. (B) Mata Aatlântica, Mata dos Cocais, Caatinga e

Leia mais

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas,

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas, Relevo Brasileiro 1.Rochas magmáticas ou ígneas, formadas pela solidificação do magma.podem ser intrusivas formadas dentro da crosta terrestre ou extrusivas na superfície. Formação das Rochas 2.Rochas

Leia mais

Biomas Brasileiros. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério

Biomas Brasileiros. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério Biomas Brasileiros FLORESTA AMAZÔNICA Solos com limitações quanto à fertilidade natural. Características Localiza-se: Região Norte; parte do norte do Mato Grosso e Goiás; e parte oeste do Maranhão; O maior

Leia mais

REGIÃO NORTE: MAIOR REGIÃO BRASILIERA EM EXTENSÃO. 45% do território nacional

REGIÃO NORTE: MAIOR REGIÃO BRASILIERA EM EXTENSÃO. 45% do território nacional REGIÃO NORTE REGIÃO NORTE: MAIOR REGIÃO BRASILIERA EM EXTENSÃO. 45% do território nacional GRANDE ÁREA COM PEQUENA POPULAÇÃO, O QUE RESULTA EM UMA BAIXA DENSIDADE DEMOGRÁFICA (habitantes por quilômetro

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

CLIMA E DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL

CLIMA E DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL CLIMA E DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL Essa aula vai permitir que você conheça elementos e fatores do clima, as relações entre eles, os tipos de climas do Brasil e as características dos domínios morfoclimáticos

Leia mais

Ecossistema. Conjunto formado por todos os fatores bióticos: Plantas, animais e bactérias Abióticos: Água, Sol, solo, gelo, vento

Ecossistema. Conjunto formado por todos os fatores bióticos: Plantas, animais e bactérias Abióticos: Água, Sol, solo, gelo, vento Ecossistema Conjunto formado por todos os fatores bióticos: Plantas, animais e bactérias Abióticos: Água, Sol, solo, gelo, vento Bioma e ecossistema Um ecossistema só é considerado bioma se suas dimensões

Leia mais

DOMÍNIO DOS MARES DE MORROS

DOMÍNIO DOS MARES DE MORROS DOMÍNIO DOS MARES DE MORROS Situação Geográfica Este domínio estende-se se do sul do Brasil até o Estado da Paraíba (no nordeste), obtendo uma área total de aproximadamente 1.000.000 km².. Situado mais

Leia mais

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades Climatologia É uma parte da que estuda o tempo e o clima cientificamente, utilizando principalmente técnicas estatísticas na obtenção de padrões. É uma ciência de grande importância para os seres humanos,

Leia mais

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral BIOMAS DO BRASIL Ecologia Geral Biomas do Brasil segundo classificação do IBGE Segundo a classificação do IBGE, são seis os biomas do Brasil: Mata Atlântica Cerrado Amazônia Caatinga Pantanal Pampa O

Leia mais

Domínio Morfoclimático das Araucárias

Domínio Morfoclimático das Araucárias Domínio Morfoclimático das Araucárias Situação Geográfica Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias ocupa uma área de 400.000 km²,, abrangendo em seu território cidades

Leia mais

Prova bimestral GEOGRAFIA. 1 o BIMESTRE 5 o ANO. 1. Observe o mapa e responda: a) As florestas tropicais encontram-se em quais continentes?

Prova bimestral GEOGRAFIA. 1 o BIMESTRE 5 o ANO. 1. Observe o mapa e responda: a) As florestas tropicais encontram-se em quais continentes? aterial elaborado pelo Ético istema de nsino nsino Fundamental ublicado em 2011 rova bimestral 1 o B 5 o F Data: / / ível: scola: ome: 1. bserve o mapa e responda: a) s florestas tropicais encontram-se

Leia mais

SIMPÓSIO POLO GESSEIRO DO ARARIPE: POTENCIALIDADES, PROBLEMAS E SOLUÇÕES. Recife 12 a 14 de agosto de 2014 Salão Nobre da UFRPE

SIMPÓSIO POLO GESSEIRO DO ARARIPE: POTENCIALIDADES, PROBLEMAS E SOLUÇÕES. Recife 12 a 14 de agosto de 2014 Salão Nobre da UFRPE SIMPÓSIO POLO GESSEIRO DO ARARIPE: POTENCIALIDADES, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Recife 12 a 14 de agosto de 2014 Salão Nobre da UFRPE O Território do Sertão do Araripe é formado por 10 municípios: Araripina,

Leia mais

O Clima do Brasil. É a sucessão habitual de estados do tempo

O Clima do Brasil. É a sucessão habitual de estados do tempo O Clima do Brasil É a sucessão habitual de estados do tempo A atuação dos principais fatores climáticos no Brasil 1. Altitude Quanto maior altitude, mais frio será. Não esqueça, somente a altitude, isolada,

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

Ecossistemas Brasileiros

Ecossistemas Brasileiros Ecossistemas Brasileiros Biomas - É o conjunto de ecossistemas que funcionam de forma estável. Um bioma é caracterizado por um tipo principal de vegetação (num mesmo bioma podem existir diversos tipos

Leia mais

Terminologia Vegetal

Terminologia Vegetal Efeitos da latitude e da altitude sobre os biomas. Terminologia Vegetal Aciculifoliadas folhas em forma de ; Coriáceas folhas, e normalmente ; Decíduas antes de secas ou invernos rigorosos; Latifoliadas

Leia mais

REGIÃO NORDESTE. As sub-regiões do Nordeste 2ª unidade

REGIÃO NORDESTE. As sub-regiões do Nordeste 2ª unidade REGIÃO NORDESTE As sub-regiões do Nordeste 2ª unidade NORDESTE Características gerais 9 Estados / 18, 25% do território do Brasil; 2ª maior população regional; Área de colonização mais antiga; A maior

Leia mais

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário Resposta: 01 + 02 = 03 01. Correta. 04. Incorreta. O número de trabalhadores no setor primário, principalmente na agropecuária, continuou diminuindo devido à automação. O aumento ocorreu no setor de serviço.

Leia mais

Paisagens Climatobotânicas do Brasil

Paisagens Climatobotânicas do Brasil Paisagens Climatobotânicas do Brasil 1. Observe a figura abaixo. Utilizando seus conhecimentos e as informações da figura, assinale a alternativa correta. a) A tundra constitui o bioma mais devastado do

Leia mais

Formações de Santa Catarina. Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Março/2015

Formações de Santa Catarina. Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Março/2015 Formações de Santa Catarina Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Março/2015 O Estado de Santa Catarina está totalmente inserido dentro do Bioma Mata Atlântica. A Mata Atlântica "O espaço que contém aspectos

Leia mais

CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA QUADRO CLIMATOBOTÂNICO

CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA QUADRO CLIMATOBOTÂNICO CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA Parte do estudo da ciência geográfica que combina elementos da botânica e geografia; Analisa características da vegetação partindo das características climáticas,

Leia mais

Os Grandes Biomas Terrestres. PROF Thiago Rocha

Os Grandes Biomas Terrestres. PROF Thiago Rocha Os Grandes Biomas Terrestres PROF Thiago Rocha Bioma: Uma comunidade de plantas e animais, com formas de vida e condições ambientais semelhantes. (Clements, 1916) Florestas tropicais A área de ocorrência

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Geografia. 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO

Nome: Nº: Turma: Geografia. 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO Nome: Nº: Turma: Geografia 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO São conjuntos de ecossistemas terrestres com vegetação característica e fisionomia típica em que predomina certo tipo de clima. São comunidades

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES A A Unidade III Cidadania e movimento. Aula 16.2 Conteúdo Características dos biomas brasileiros. Habilidade Conhecer

Leia mais