PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA."

Transcrição

1 CARTA COMPROMISSO: PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA. Ilustríssimo Senhor Candidato a Prefeito de Itabuna nas eleições municipais de 2016, Primando por uma Educação de qualidade no município de Itabuna e respeitando a Constituição Federal/88, a LDB, a Lei do PSPN, o FUNDEB, o PNE e o Plano de Carreira do Magistério Municipal e legislações pertinentes a educação, o Sindicato do Magistério Municipal público de Itabuna SIMPI, em conjunto com os professores da rede de ensino de Itabuna, encaminha a Vossa Senhoria a Carta Compromisso: Pacto pela Educação de Qualidade no Município de Itabuna para contemplação e cumprimento, caso eleito prefeito, com o Plano de Governo durante o exercício de mandato entre O teor do documento, defendido pelo SIMPI, foi fruto de diferentes momentos de discussões e avaliações com a categoria dos professores municipais nestes últimos quatro anos. A Carta Compromisso fundamenta-se em propostas de ações consideradas emergências a partir da instalada de uma Comissão de Tramitação de Governo, bem como propostas de ações para os primeiros 120 dias do governo e de ações para o enfrentamento dos principais problemas em que se encontra a educação de Itabuna até a terminalidade do mandato de Ações para a Comissão de Tramitação de Governo a) a Comissão de Transição de Governo deverá contemplar pessoal técnico da área de educação; b) ter acesso às informações sobre ações e atividades no âmbito do sistema municipal de ensino: programas, projetos de formação pedagógica, aplicação dos recursos da educação por nível e modalidade do ensino na educação, contratos firmados com aluguel de escolas, com transporte escolar; b) informações sobre tramitação de Projetos de Lei da educação enviados pelo Poder Executivo Municipal à Câmara de Vereadores;

2 c) informações sobre questões educacionais que envolve as instâncias do Conselho Municipal de Educação CME, Conselho da Alimentação Escolar CAE e do Conselho do FUNDEB. 1.2 A Comissão de Transição de Governo deverá acompanhar a tramitação da Lei Orçamentária Municipal para o exercício de 2017, inclusive em relação a apresentação de emendas à referida Lei, embasado no edital estabelecido pela Câmara de Vereadores, durante o período de outubro a dezembro/ A Comissão de Transição de Governo deverá manter entendimento com o governo municipal e a Câmara de Vereadores sobre Projetos de Lei, em especial o que envolve a educação, que estejam em tramitação na Câmara de Vereadores Expedir, após ato de posse, em 02/01/2017, Decreto Municipal estabelecendo medidas governamentais para os 120 dias de governo sobre ajustes e prioridades da gestão destacadamente em relação à educação municipal junto à Secretaria Municipal de Educação para respectivos atos administrativos sobre conclusão do ano letivo de 2016 em 09 de fevereiro de 2017; período de férias, proposta de abertura do ano letivo 2017 por meio de encontro político-pedagógico e outros, com base em questões Tramitação de Governo. detectadas pelo trabalho realizado pela Comissão de 2. Propostas de ações para o enfrentamento dos principais problemas em que se encontra a educação municipal de Itabuna: 2.1 Promover no primeiro ano de gestão (2017) discussões e avaliações com a comunidade escolar e órgãos do sistema municipal de educação, visando elaboração de propostas político-pedagógico para adequações e ou substituição do modelo dos Ciclos de Formação Humana da Escola Grapiúna, cujos resultados vem comprometendo a qualidade da educação municipal, com implantação da nova proposta a partir do segundo ano de gestão (2018). 2.2 Realizar no primeiro semestre de 2017, diagnóstico da situação da educação municipal, com base em indicadores educacionais (acesso, permanência, transferências, infraestrutura, condições de trabalho para professores e alunos) e dados socioeconômicos, estatísticos oficiais do IBJE, PNAD, INEP e outros, resultados de avaliações e controle social, visando embasar a 1º avaliação do Plano Municipal de

3 Educação em 2017, sobre as políticas públicas de educação para o período e construção/elaboração do PPA Plano Plurianual, destacadamente da área educacional. 2.3 Implementar modelo de avaliação institucional (nas escolas) e avaliação do sistema educacional, objetivando a tomada de decisões e intervenções para a qualidade da educação no município. 2.4 Promover programa de segurança nas escolas públicas municipais por meio de parceria com a Secretaria Municipal de Administração, guarda Civil e polícia Militar, além da instalação de monitoramento eletrônico para as escolas sem proteção humana. 2.5 Dotar melhores condições de funcionamento das turmas regulares e no CEPEI, para a oferta da educação inclusiva, garantindo intérpretes e profissionais que possam cuidar diretamente dos alunos com deficiências. 2.6 Adequar junto aos setores competentes da administração, acesso às informações mensais sobre aplicação de recursos da educação em relação a recursos próprios, recursos de transferências, recursos do FUNDEB, recursos de MDE, recursos de convênios, projetos e programas (aplicadas), recursos do FNDE e de outros fontes para o SIMPI e órgãos de controle social da educação (CAE,CME,FUNDEB) com base no direito que assegura a Lei de acesso à informação e Lei de responsabilidade Fiscal. 2.7 Assegurar recursos financeiros, material, patrimônio, transporte e outros serviços, auxiliares aos Conselhos Municipais da área de educação CME, CAE e FUNDEB para que os mesmos possam exercer suas funções, respectivamente e prioritariamente, educacionais e acompanhamento e avaliação da qualidade do ensino (CME); fiscalização, avaliação e controle, bem como contrapartida do município no PNAE/MEC programa de merenda escolar (CAE) e fiscalização da aplicação dos recursos do FUNDEB, do transporte escolar e outros recursos (FUNDEB). 2.8 Desenvolver políticas pública para o EJA com destinação de 10% dos recursos do IPTU de forma específica por tempo de 04 anos para essa política pública, sem compensação de qualquer inclusão no FUNDEB ou MDE deste tributo, mas sim destinar recursos de forma vinculada e, preferencialmente na lei orgânica municipal. 3. Propostas de ações em relação ao cumprimento do Plano Nacional de Educação, Lei Federal nº /2014, e do Plano Municipal de Educação, Lei nº 2.320/2015. Estas

4 Leis estabelecem a política de educação no país e neste município por meio das metas e estratégias definidas para um período de dez anos ( ), objetivando a efetivação na qualidade da educação, contra a prática da descontinuidade das políticas educacionais, concretização da gestão democrática da educação e fortalecimento do controle social e a participação cidadã das políticas educacionais. 3.1 Adotar as diretrizes e estratégias do Plano nacional de Educação PNE, Lei nº 13005/2014) e do Plano Municipal de Educação com suas adequações e alterações PME (Lei nº 2.320/2015), visando o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação com base nos indicadores e diagnósticos educacionais do município de Itabuna. 3.2 Garantir o envio à Câmara de Vereadores, até junho de 2017, Projeto de Lei específica para efetivação da gestão democrática nos órgãos e unidades escolares do sistema municipal de educação, com inclusão de eleição direta de diretores das unidades escolares municipais que conjuguem mérito, formação, desempenho, perfil para a função à participação das comunidades escolares, em cumprimento à meta nº 19 do PNE. 3.3 Garantir o envio à Câmara de Vereadores até junho de 2017, do projeto de lei de alteração e/ou de um novo Plano de Carreira do Magistério Municipal, tendo como referências a LDB, a lei do FUNDEB, a lei do Piso Nacional do Magistério e normativas do Conselho nacional de educação e com aprovação e sanção da referida lei, até outubro de 2017, em cumprimento o que estabelece a meta 18 do PNE. 3.4 Aprovar lei específica para implementação gradativa da educação de tempo integral a partir do ano de 2017 nas escolas municipais que possuam estrutura de espaços físicos adequados, objetivando o cumprimento da meta 6 do PNE. 3.5 Assegurar nas leis do planejamento municipal PPA, LDO e LOA as metas dos Planos Nacional e Municipal de Educação, as metas a serem atingidos para a educação de qualidade no município de Itabuna e respectivos recursos financeiros, no patamar de 30% dos recursos financeiros de impostos, transferências e outras fontes, tendo como referência meta do PNE. 4. Outras Propostas 4.1 Empreender esforços junto ao governo estadual para conclusão das obras do Centro de Convenções do Município de Itabuna como forma de garantir a toda população itabunense o acesso aos bens culturais.

5 4.2 Cumprir anualmente através da Campanha salarial movida pelo SIMPI as cláusulas estabelecidas no Acordo Coletivo de trabalho ACT. 4.3 Garantir, após resultado da Ação Popular processo nº ,05,0113, doação da área de terra de 5.000m², para a construção da sede social e administrativa dos professores da rede municipal. 4.4 Assegurar liberação de 60% dos recursos oriundos da Ação julgada sobre complementação do recurso do FUNDEF de Itabuna do período de , para pagamento dos professores municipais que atuavam no município no referido período, na etapa do ensino fundamental da educação básica, conforme determinava o art. 7º da supra Lei. Este documento terá validade, caso seja eleito Prefeito da cidade de Itabuna, para o mandato de eleições municipais de Após análise do documento, caso esteja de acordo, solicitamos a assinatura de Vossa Senhoria, indicando o cartório que possui o registro de firma, para que seja feito o devido reconhecimento desse material. Eu,, candidato ao cargo de Prefeito de Itabuna pelo, coligação, com registro de firma no cartório, firmo aqui o compromisso, caso eleito Prefeito para o mandato de , que cumprirei as propostas de ações apresentadas pelos professores municipais, por meio de sua representação sindical, o SIMPI, infra descritas, a fim de garantir no contexto das políticas públicas educacionais a qualidade da educação na cidade de Itabuna/BA, com base na legislação educacional em vigor e outras legislações pertinentes. Itabuna/BA., 23 de setembro de 2016

Estado de Pernambuco Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 2, da Lei 4.

Estado de Pernambuco Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 2, da Lei 4. Estado de Pernambuco Receita Segundo as s Economicas Folha: 1 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 65.766.322,65 1100.00.00.00.00 Receita Tributaria 15.455.558,48 1110.00.00.00.00 Impostos 14.920.440,00

Leia mais

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS PLANILHA DE PACTUAÇÃO DAS - TCG Data da Validação: 31/03/2010 Data da Homologação: 12/04/2010 Revisão Nº:001 Pedido de Revisão: 30/03/2010 Portaria: 2.846 Data da Publicação: 25/11/2008 Estado: ESPIRITO

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. Estado do Rio de Janeiro Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Sao Goncalo Exercicio de 2006 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Categoria Codigo

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REDAÇÃO DO PROJETO DE LEI Aprova o Plano Municipal de Educação - PME e dá outras providências. O Prefeito do Município de vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Faço

Leia mais

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Julho de 2012 - Anexo 2, da Lei 4.

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Julho de 2012 - Anexo 2, da Lei 4. Parana Receita Segundo as s Economicas Folha: 1 1000.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 2.043.055,21 1100.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 93.250,61 1110.00.00.00.00 IMPOSTOS 82.212,62 1112.00.00.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Estudo Técnico n.º 3/12 Planejamento Governamental na Área de Educação Núcleo de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Esporte Claudio Riyudi Tanno Maio/2012 Endereço na Internet: http://www.camara.gov.br/internet/orcament/principal/

Leia mais

Prof. Marcus Tomasi UDESC/ESAG

Prof. Marcus Tomasi UDESC/ESAG Prof. Marcus Tomasi UDESC/ESAG O QUE É... É a síntese do contrato firmado entre o governo e a sociedade, onde as contribuições da sociedade (receitas) são transformadas em ações do governo (despesas) para

Leia mais

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Maio de 2012 - Anexo 2, da Lei 4.

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Maio de 2012 - Anexo 2, da Lei 4. Parana Receita Segundo as s Economicas Folha: 1 1000.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.865.014,77 1100.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 215.105,23 1110.00.00.00.00 IMPOSTOS 170.032,42 1112.00.00.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

POLO 19 POLO 17 POLO 18 POLO 22 POLO 24 POLO 21 POLO 25. E.M. Nilcelina S. Ferreira

POLO 19 POLO 17 POLO 18 POLO 22 POLO 24 POLO 21 POLO 25. E.M. Nilcelina S. Ferreira 17 19 18 E.M. Nilcelina S. Ferreira 20 22 21 23 24 25 5 Metas para a Gestão Democrática META 1 a. garantir a autonomia políticod i d á t i c o - p e d a g ó g i c a e administrativa às instituições educacionais

Leia mais

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro Fundação Educacional de Além Paraíba Regulamento de Monitoria Art. 1º A Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro admitirá, sem vínculo empregatício,

Leia mais

O ORÇAMENTO de são paulo

O ORÇAMENTO de são paulo GT Orçamento O ORÇAMENTO de são paulo PARA ONDE VAI O SEU DINHEIRO? FIQUE DE OLHO! Realização: Movimento Nossa São Paulo Grupo de Trabalho de Acompanhamento do Orçamento Municipal Pesquisa e texto: Carlos

Leia mais

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica Francisco Aparecido Cordão Conselheiro da Câmara de Educação Básica do CNE facordao@uol.com.br 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

Elaboração do Plano Municipal de Educação

Elaboração do Plano Municipal de Educação Universidade Federal da Bahia (UFBA) Centro de Estudos Interdisciplinares para o Setor Público (ISP) Rede Nacional de Formação de Professores da Educação Básica Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da

Leia mais

Plano Municipal de Educação

Plano Municipal de Educação Plano Municipal de Educação Denise Carreira I Encontro Educação para uma Outra São Paulo 30 de novembro de 2007 O Plano Municipal de Educação e as reivindicações dos movimentos e organizações da cidade

Leia mais

ANEXO X - Indicadores para monitoramento e avaliação da evolução das metas do PME

ANEXO X - Indicadores para monitoramento e avaliação da evolução das metas do PME ANEXO X - Indicadores para monitoramento e avaliação da evolução das metas do PME Observação: no presente documento, são listados os indicadores básicos que poderão ser utilizados para monitoramento e

Leia mais

Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total

Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total Estado do Parana Programa de Trabalho Folha: 1 Orgao...: 02 GOVERNO MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 02.01 GABINETE DO PREFEITO 04.000.0000.0.000.000 Administracao 31.191,67 31.191,67 04.122.0000.0.000.000

Leia mais

AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS

AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS Meta 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 a 5 anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil

Leia mais

Lei de Diretrizes e Bases 9.394/96(LDB) define a Educação Infantil como "primeira etapa da educação básica" (artigo 29) e delega a ela a finalidade

Lei de Diretrizes e Bases 9.394/96(LDB) define a Educação Infantil como primeira etapa da educação básica (artigo 29) e delega a ela a finalidade Lei de Diretrizes e Bases 9.394/96(LDB) define a Educação Infantil como "primeira etapa da educação básica" (artigo 29) e delega a ela a finalidade de "desenvolvimento integral da criança até seis anos

Leia mais

PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS - PAR 2011-2014 GUIA PRÁTICO DE AÇÕES PARA MUNICÍPIOS

PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS - PAR 2011-2014 GUIA PRÁTICO DE AÇÕES PARA MUNICÍPIOS Ministério da Educação PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS - PAR 0-04 GUIA PRÁTICO DE AÇÕES PARA MUNICÍPIOS Novembro de 0 Ministério da Educação Página APRESENTAÇÃO O Plano de Desenvolvimentoda Educação (PDE),

Leia mais

Educação. Mariza Abreu 26/05/2015

Educação. Mariza Abreu 26/05/2015 Educação Mariza Abreu 26/05/2015 Fundeb Receita = R$ 132,1 bilhões = R$ 121,2 bilhões das contribuições de Estados, DF e Municípios + R$ 12,1 bilhões da complementação da União (R$ 10,9 bilhões, repassados

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005/2014

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005/2014 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005/2014 ANA VALESKA AMARAL GOMES E PAULO SENA Consultores Legislativos da Área XV Educação, Cultura e Desporto SETEMBRO/2014

Leia mais

A SECULT EM NÚMEROS. Uma Empresa de grande porte, a SECULT possui um CEO e um Conselho (CME). 425 Filiais / Unidades Escolares

A SECULT EM NÚMEROS. Uma Empresa de grande porte, a SECULT possui um CEO e um Conselho (CME). 425 Filiais / Unidades Escolares A SECULT EM NÚMEROS Uma Empresa de grande porte, a SECULT possui um CEO e um Conselho (CME). 425 Filiais / Unidades Escolares 426 Diretores / 714 vice-diretores 10.000 Colaboradores no total 5.600 Professores

Leia mais

Curso Avançado em Controle Interno Municipal a Distância

Curso Avançado em Controle Interno Municipal a Distância Informações sobre Curso Avançado em Controle Interno Municipal a Distância Sua prefeitura não pode ficar de fora e os servidores municipais também COMO SUA ENTIDADE PARTICIPA DO CURSO? Assinando e devolvendo

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 Todos os seres humanos nascem com direitos. MAS para terem validade, os direitos de uma pessoa têm de ser respeitados pelas

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO

EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO EDITAL DE ELEIÇÃO Nº 001/2015-CACS/FUNDEB/PMJP/RO Ji-Paraná, 07 de outubro de 2015. A Comissão Eleitoral para eleição de membros para o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 2015 Professor João Medeiros de Sá Filho Conferência Municipal de Educação CEMUR 27/04-14h Lei 13.005, de 25 de junho de 2014 que aprova o Plano nacional de Educação O PNE -

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO Câmara Municipal de São Paulo Gabinete Vereador Eliseu Gabriel Viaduto Jacareí, 100-11º. Andar conj 1107 - CEP 01319-900 Tel.: (11) 3396-4403 Fax.: (11) 3396-3966

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa CAMARA MUNICIPAL ACAO DO LEGISLATIVO Atender as necessidades do Municipio, viabilizar aprovacoes de Projetos de Leis de interesse do municipio; suporte tecnico politico. Oferecer suporte conceitual de

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

PREFEITURA DE SAO JOAO - PE BALANCETE DA RECEITA Junho/2013

PREFEITURA DE SAO JOAO - PE BALANCETE DA RECEITA Junho/2013 0001-1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 35.310.100,00 2.515.634,02 15.694.180,05-19.615.919,95 BAL 0002-1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 967.700,00 43.795,28 676.718,04-290.981,96 BAL 0003-1.1.1.0.00.00.00.00

Leia mais

AGILI Softwares para Area Publica (43) 3025-4516

AGILI Softwares para Area Publica (43) 3025-4516 1000.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1100.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1110.00.00.00.00 IMPOSTOS 1112.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 1112.02.00.00.00 IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL

Leia mais

O CUMPRIMENTO DOS LIMITES CONSTITUCIONAIS MÍNIMOS DE GASTOS COM EDUCAÇÃO E SAÚDE

O CUMPRIMENTO DOS LIMITES CONSTITUCIONAIS MÍNIMOS DE GASTOS COM EDUCAÇÃO E SAÚDE O CUMPRIMENTO DOS LIMITES CONSTITUCIONAIS MÍNIMOS DE GASTOS COM EDUCAÇÃO E SAÚDE Amauri Ramos de Campos 1 Cleiton Fernandes Guimarães 2 Edson Rodrigues da silva 3 MirivanCarneiro Rios 4 RESUMO: O presente

Leia mais

INSTITUIR UM SNE: agenda obrigatória para o país

INSTITUIR UM SNE: agenda obrigatória para o país Encontro FEE e FORPROF INSTITUIR UM SNE: agenda obrigatória para o país Salvador - BA, 25 de setembro de 2015 LDB Fundef Fundeb equalização A EDUCAÇÃO É UM DIREITO 4-17 Lei Maria da Penha e Lei de Inclusão

Leia mais

Financiamento da Educação Infantil O marco legal, o disponivel e o necessário. 3ª OFICINA DO CAQ DA EI DO SEMIÁRIDO Petrolina, novembro de 2010

Financiamento da Educação Infantil O marco legal, o disponivel e o necessário. 3ª OFICINA DO CAQ DA EI DO SEMIÁRIDO Petrolina, novembro de 2010 Financiamento da Educação Infantil O marco legal, o disponivel e o necessário 3ª OFICINA DO CAQ DA EI DO SEMIÁRIDO Petrolina, novembro de 2010 Estrutura da Exposição Marco legal do Financiamento da educação

Leia mais

Manual de Navegação. Portal da Transparência da Prefeitura Municipal de Goiânia

Manual de Navegação. Portal da Transparência da Prefeitura Municipal de Goiânia Manual de Navegação Portal da Transparência da Prefeitura Municipal de Goiânia ÍNDICE Sobre Este Manual...3 Como Acessar o Portal da Transparência...3 O Que é o Portal da Transparência...4 Tela Principal...4

Leia mais

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional EDITAL Nº01/2014 Dispõe sobre o Processo de Matrícula para os Cursos Técnicos concomitantes e subsequentes ao Ensino Médio: Administração Contabilidade Eletrônica Mecânica Mecatrônica Qualidade Segurança

Leia mais

EDITAL N 005/2010. ONDE SE LÊ: DISPOSIÇÕES PRELIMINARES, VAGAS E DADOS INERENTES 1.1.1. Disposições preliminares:

EDITAL N 005/2010. ONDE SE LÊ: DISPOSIÇÕES PRELIMINARES, VAGAS E DADOS INERENTES 1.1.1. Disposições preliminares: EDITAL N 005/2010 1º TERMO ADITIVO EDITAL Nº 005/2010- Processo Seletivo destinado à Admissão em Caráter Temporário (ACT) para o ano letivo de 2011, no Quadro de Pessoal do Magistério da Prefeitura Municipal

Leia mais

PLANO PLURIANUAL 2014-2017 MUNICÍPIO DE LAGOA DA PRATA. AGP emitido por Viviani Rocha Fonseca versão 1.152

PLANO PLURIANUAL 2014-2017 MUNICÍPIO DE LAGOA DA PRATA. AGP emitido por Viviani Rocha Fonseca versão 1.152 MUNICÍPIO DE LAGOA DA PRATA LEI LEI DO LEI Nº 2170/2013 DISPÕE SOBRE O PLANO PLURIANUAL PARA O PERÍODO DE 2014-2017. A Câmara Municipal de Lagoa da Prata aprovou e eu sanciono a seguinte lei: Art.1º Esta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE CURSISTAS DO CURSO DE EXTENSÃO: FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO, INSCRIÇÃO E MATRÍCULA PARA CURSO DE EXTENSÃO - FORMAÇÃO CONTINUADA

Leia mais

Lei N. 391/2007 Wanderlândia 14 de Março de 2007.

Lei N. 391/2007 Wanderlândia 14 de Março de 2007. Lei N. 391/2007 Wanderlândia 14 de Março de 2007. Altera na integra o texto da Lei nº. 334/2002, de 20 de Dezembro de 2002, que cria o Conselho Municipal de Educação e da outras providencias. Faço saber

Leia mais

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã ção o das IFES (Açõ ções propostas em discussão) o) Objetivo Geral Consolidar e expandir os programas de formaçã ção o pós-graduada p de pessoas pelas Instituiçõ

Leia mais

- [ www.cplinformatica.com.br ] ----------------------------------------------------{ 001 }- TOTAL DA RECEITA 1.167.174,32 13.272.489,72 RECEITA ORCAMENTÁRIA 1.043.634,40 12.055.019,70 1000000000000 RECEITAS

Leia mais

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006 Página 1 de 6 RECEITA SEGUNDO AS S S - EXERCÍCIO DE 2006 1.0.0.0.00.00.00.00.00 CORRENTES 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.1.2.00.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA Contadoria Geral

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA Contadoria Geral ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA Contadoria Geral Demonstrativo da Receita e Despesa de Janeiro a Abril de 2010 Unidade Gestora : PREFEITURA

Leia mais

PLANO PLURIANUAL 2006-2009

PLANO PLURIANUAL 2006-2009 LEI Nº 5.115/ (Altera o Plano Plurianual -2009 e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA: Art. 1º - Altera a Lei 5.079/2005, de 15 de dezembro de, que trata do Plano Plurianual

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 3.257/2011 DE 22 DE AGOSTO DE 2011.

LEI MUNICIPAL Nº. 3.257/2011 DE 22 DE AGOSTO DE 2011. LEI MUNICIPAL Nº. 3.257/2011 DE 22 DE AGOSTO DE 2011. DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2.012 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A Câmara Municipal de

Leia mais

Daniele Regina dos Santos/2014 2

Daniele Regina dos Santos/2014 2 Daniele Regina dos Santos/2014 2 O ORÇAMENTO Em 1215, a Magna Carta outorgada pelo Rei João Sem- Terra, pôs fim à instituição e cobrança indiscriminadas de impostos na Inglaterra, bem como à destinação

Leia mais

Estado do Ceará JARDIM GOVERNO DO JARDIM

Estado do Ceará JARDIM GOVERNO DO JARDIM GOVERNO DO DEMONSTRATIVO DA RECEITA E DA DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Anexo I ---------------------------------------------------------------------------------------------- RECEITA DESPESA

Leia mais

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE CIDADANIA www.cidadaniaquadrangular.com ÍNDICE. Protocolo de Inscrição... 03

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE CIDADANIA www.cidadaniaquadrangular.com ÍNDICE. Protocolo de Inscrição... 03 IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Conselho Nacional de Diretores ÍNDICE Protocolo de Inscrição...................................... 03 Ficha do Candidato à Representante........................... 04 Carta

Leia mais

1.1.0.0.00.00 RECEITAS TRIBUTARIAS 14.621.601,00 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 13.429.341,00 1.1.1.2.00.00 IMPOSTOS SOBRE A PATRIMONIO E RENDA 2.240.

1.1.0.0.00.00 RECEITAS TRIBUTARIAS 14.621.601,00 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 13.429.341,00 1.1.1.2.00.00 IMPOSTOS SOBRE A PATRIMONIO E RENDA 2.240. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PAGINA : 1 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 103.959.246,00 1.1.0.0.00.00 RECEITAS TRIBUTARIAS 14.621.601,00 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 13.429.341,00 1.1.1.2.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte 1. FINANCIAMENTOS 1.1. PRAVALER O Crédito Universitário PRAVALER é um programa privado de financiamento de graduação presencial implantado em parceria com instituições

Leia mais

Integração entre gestão e o orçamento público na educação. Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação

Integração entre gestão e o orçamento público na educação. Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação Integração entre gestão e o orçamento público na educação Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação Constituição Federal Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca menos de dezoito,

Leia mais

Câmara Municipal de Uberaba O progresso passa por aqui LEI N.º 10.128

Câmara Municipal de Uberaba O progresso passa por aqui LEI N.º 10.128 LEI N.º 10.128 Reproduz em novo texto a Lei 8.339, de 12 de junho de 2002 que trata do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Pessoas Com Deficiência de Uberaba COMDEFU. O Povo do Município de Uberaba,

Leia mais

IX Conferência Nacional de Assistência Social

IX Conferência Nacional de Assistência Social IX Conferência Nacional de Assistência Social EIXO 1: O COFINANCIAMENTO OBRIGATÓRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL Por: Sandra Manes Objetivos específicos: Avaliar o atual quadro da gestão orçamentária; Fortalecer

Leia mais

EDITAL PROPPEX nº 06/15 INSCRIÇÃO PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIOS PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVA

EDITAL PROPPEX nº 06/15 INSCRIÇÃO PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIOS PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO PROPPEX EDITAL PROPPEX nº 06/15 INSCRIÇÃO PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIOS PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVA A Pró-Reitoria de Pós-Graduação,

Leia mais

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 SEMINÁRIO NACIONAL CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: POLÍTICAS PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 Secretaria

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

CADASTRO DE ENTIDADES TCESP MUDANÇAS A PARTIR DE 1º DE AGOSTO DE 2012.

CADASTRO DE ENTIDADES TCESP MUDANÇAS A PARTIR DE 1º DE AGOSTO DE 2012. CADASTRO DE ENTIDADES TCESP MUDANÇAS A PARTIR DE 1º DE AGOSTO DE 2012. Informamos que a partir de 01.08.2012 o documento Atualização do Cadastro Geral de Entidades Mensal passará a verificar a obrigatoriedade

Leia mais

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS - EAD PARA SERVIDORES DO TCE E CURSOS OBJETIVO PÚBLICO-ALVO CARGA HORÁRIA N. DE VAGAS MODALIDADE 1. As Novas Normas de Contabilidade Aplicada

Leia mais

Balancete da Receita Exercício: 2014 Data Base: 31/12/2014

Balancete da Receita Exercício: 2014 Data Base: 31/12/2014 Página: 000001 02/02/2015 11:43:53 4 RECEITA 271.608.584,00 314.132.567,88 282.777.805,06 62.554.075,52 31.199.312,70 4.1 RECEITAS CORRENTES 256.015.425,00 282.451.072,25 271.212.456,79 28.563.813,84 17.325.198,38

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

Reunião Ampliada do Fórum Estadual de Educação e Uncme da Bahia

Reunião Ampliada do Fórum Estadual de Educação e Uncme da Bahia Reunião Ampliada do Fórum Estadual de Educação e Uncme da Bahia Salvador-BA, 1º. de abril de 2014 A IMPORTÂNCIA DOS PLANOS DE EDUCAÇÃO PARA A GARANTIA DE DIREITO À EDUCAÇÃO: CENÁRIO E PERSPECTIVAS 1932

Leia mais

INFORMAÇÕES AO CANDIDATO

INFORMAÇÕES AO CANDIDATO EDITAL DE BOLSA 1 SEMESTRE 2011 DASCAM DIRETÓRIO ACADÊMICO SENADOR CÂNDIDO MENDES GESTÃO EVOLUÇÃO INFORMAÇÕES AO CANDIDATO 1. Leia atentamente o Edital de Bolsa de Estudo; 2. Concorrerão às Bolsas de Estudo,

Leia mais

PROCESSO N.º 1629/12 PROTOCOLO N.º 5.674.146-1 PARECER CEE/CP N.º 03/12 APROVADO EM 05/10/12

PROCESSO N.º 1629/12 PROTOCOLO N.º 5.674.146-1 PARECER CEE/CP N.º 03/12 APROVADO EM 05/10/12 PROTOCOLO N.º 5.674.146-1 PARECER CEE/CP N.º 03/12 APROVADO EM 05/10/12 CONSELHO PLENO INTERESSADA: UNIÃO NACIONAL DOS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO - UNDIME/PR MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Consulta

Leia mais

ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Prefeitura Municipal de Honorio Serpa Abril de 2014 - Anexo 6, da Lei 4.320/64

ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Prefeitura Municipal de Honorio Serpa Abril de 2014 - Anexo 6, da Lei 4.320/64 ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Orgao...: 02 CHEFIA DE GABINETE Unidade Orcamentaria: 02.01 GABINETE DO PREFEITO 04.000.0000.0.000.000 Administracao 25.230,05 25.230,05 04.122.0000.0.000.000

Leia mais

A QUALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA: INDICADORES EDUCACIONAIS E ESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO (1999 2005) 1

A QUALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA: INDICADORES EDUCACIONAIS E ESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO (1999 2005) 1 A QUALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA: INDICADORES EDUCACIONAIS E ESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO (1999 2005) 1 Andréia Ferreira da Silva Universidade Federal de Goiás silvaandreia@uol.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/Nº 19 DE 24 DE ABRIL DE 2009 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Constituição Federal Artigos 205, 206, 208

Leia mais

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica

15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME. Política Nacional de Educação Infantil. Mata de São João/BA Junho/2015. Secretaria de Educação Básica 15º FÓRUM NACIONAL DA UNDIME Política Nacional de Educação Infantil Mata de São João/BA Junho/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores urbanos e rurais

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Mensagem nº 62, de 2011 Canoas, 29 de agosto de 2011. A Sua Excelência o Senhor Vereador César Augusto Ribas Moreira Presidente da Câmara Municipal de Canoas Canoas - RS Senhor Presidente, Na forma da

Leia mais

1 - DO CALENDÁRIO ELEITORAL 1.1 - Registro de chapas e candidatos: até o dia 19 de fevereiro de 2014;

1 - DO CALENDÁRIO ELEITORAL 1.1 - Registro de chapas e candidatos: até o dia 19 de fevereiro de 2014; REGIMENTO ELEITORAL ELEIÇÕES DA ASSOCIAÇÃO DOS TÉCNICOS DE NÍVEL SUPERIOR DA UFMG E OUTRAS IFES MINEIRAS, SEÇÃO SINDICAL DO SINDICATO NACIONAL DOS TÉCNICOS DE NÍVEL SUPERIOR DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE

Leia mais

Titulos Saldo --- Movimento Completo --- Saldo Anterior Debitos Creditos Atual

Titulos Saldo --- Movimento Completo --- Saldo Anterior Debitos Creditos Atual Estado do Parana Plano de Contas 01 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2014 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 ATIVO 71.824,50 D 3.869.412,56 3.857.233,06 84.004,00 D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 ATIVO

Leia mais

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação Plano Nacional de Educação Sistema Nacional de Educação O poder público deverá instituir, em lei específica, contados 2 (dois) anos da publicação desta Lei, o Sistema Nacional de Educação, responsável

Leia mais

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um.

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Compromisso Todos pela Educação Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Ministério da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Maria do Pilar Lacerda A. Silva DEPARTAMENTO DE PROJETOS

Leia mais

AULA Nº 02: PLANO PLURIANUAL - PARTE II

AULA Nº 02: PLANO PLURIANUAL - PARTE II AULA Nº 02: PLANO PLURIANUAL - PARTE II Olá amigos concursandos! Primeiramente gostaria de externar a nossa alegria e parabenizar a todos os felizardos aprovados para AFRF. Parabéns e sucesso na carreira!

Leia mais

CAE CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

CAE CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR CAE CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 2 Esta cartilha do Tribunal de Contas da União TCU foi elaborada para os membros do Conselho de Alimentação Escolar - CAE. Os objetivos são dois: destacar a importância

Leia mais

I. valorizar o Profissional do Magistério e a educação pública, reconhecendo a importância da carreira e de seus agentes;

I. valorizar o Profissional do Magistério e a educação pública, reconhecendo a importância da carreira e de seus agentes; LEI Nº 591, DE 08 DE AGOSTO DE 2014. Institui o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Quadro de Pessoal do Magistério Público Municipal de Reserva, Paraná. Luiz Carlos Vosniak, Prefeito Municipal,

Leia mais

INVESTIMENTO DE RECURSOS NA EDUCAÇÃO E O FUNDEB: A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO CARREIRA E PISO SALARIAL (2008-2012)

INVESTIMENTO DE RECURSOS NA EDUCAÇÃO E O FUNDEB: A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO CARREIRA E PISO SALARIAL (2008-2012) INVESTIMENTO DE RECURSOS NA EDUCAÇÃO E O FUNDEB: A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO CARREIRA E PISO SALARIAL (2008-2012) Magna França - UFRN 1Introdução No Brasil, o contexto político das reformas ocorreu, especificamente,

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

Tabela 1 - Tabela 2 - Tabela 3 -

Tabela 1 - Tabela 2 - Tabela 3 - Elaborar cursos de capacitação aplicada ao NAPNE; Sistematizar as atividades propostas pela comunidade educativa para atendimento das PNEEs; Elaborar instrumentos de avaliação que sejam abrangentes e criteriosos

Leia mais

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Estadual do

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULINO NEVES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULINO NEVES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 2015 / 2025 Raimundo de Oliveira Filho Prefeito Municipal José Ferreira dos Reis Vice-prefeito Mª Estaciana Silva Gomes Secretária de Educação DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO SEÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL Maria do

Leia mais

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 Dispõe sobre a gestão democrática do sistema de ensino público do Estado do Acre e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER

Leia mais

RBEP ESTUDOS. A evolução dos recursos federais nos programas de transporte escolar: impactos na educação básica. Resumo

RBEP ESTUDOS. A evolução dos recursos federais nos programas de transporte escolar: impactos na educação básica. Resumo ESTUDOS RBEP A evolução dos recursos federais nos programas de transporte escolar: Andreia Couto Ribeiro http://dx.doi.org/10.1590/s2176-6681/319411943 Resumo O presente estudo exploratório apresenta a

Leia mais

PROPOSTA DE ROTEIRO PARA OS SEMINARIOS PREPARATORIOS DO CAU TRANSICAO, IMPLANTACAO E FUNCIONAMENTO

PROPOSTA DE ROTEIRO PARA OS SEMINARIOS PREPARATORIOS DO CAU TRANSICAO, IMPLANTACAO E FUNCIONAMENTO 1 PROPOSTA DE ROTEIRO PARA OS SEMINARIOS PREPARATORIOS DO CAU TRANSICAO, IMPLANTACAO E FUNCIONAMENTO O Colégio Brasileiro de Arquitetos CBA, após apreciação e aprovação deste documento no dia 1 de junho

Leia mais

CARTILHA DO ORÇAMENTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

CARTILHA DO ORÇAMENTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS CARTILHA DO ORÇAMENTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Sumário - Apresentação... 3 -As três leis básicas... 3 - Como é elaborado o orçamento da União?... 3 Prazos... 4 Esferas... 4 - Quem é responsável pela elaboração

Leia mais

PLANEJAMENTO EDUCACIONAL: REFLEXÕES SOBRE A ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NO ESTADO DA BAH IA

PLANEJAMENTO EDUCACIONAL: REFLEXÕES SOBRE A ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NO ESTADO DA BAH IA PLANEJAMENTO EDUCACIONAL: REFLEXÕES SOBRE A ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NO ESTADO DA BAH IA LUZINETE BARBOSA LYRIO SEC/BA (luzinetelyrio@hotmail.com) GRACIENE ROCHA DE JESUS GUIMARAES SEC/BA

Leia mais

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS Governo Municipal de Pacajá DEMONSTR. DAS RECEITAS E DESPESAS Pag.: 0001 RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS INICIAL ATUALIZADA NO BIMESTRE

Leia mais

DECRETO N. 16.202, DE 20 DE SETEMBRO DE 2011. ( DOE N. 1820 de 20 DE SETEMBRO DE 2011)

DECRETO N. 16.202, DE 20 DE SETEMBRO DE 2011. ( DOE N. 1820 de 20 DE SETEMBRO DE 2011) DECRETO N. 16.202, DE 20 DE SETEMBRO DE 2011. ( DOE N. 1820 de 20 DE SETEMBRO DE 2011) Dispõe sobre critérios e condições para a realização de eleições às funções de Diretor e de Vice-Diretor de Escolas

Leia mais

Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas

Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas dos indicadores selecionados pelo Ministério da Educação

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº 010/13.

ORDEM DE SERVIÇO Nº 010/13. ORDEM DE SERVIÇO Nº 010/13. Porto Alegre, 1º de agosto de 2013. AOS SECRETÁRIOS MUNICIPAIS, PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍ- PIO, DIRETOR DO DEPARTAMEN- TO DE ESGOTOS PLUVIAIS, DIRE- TORES-GERAIS DE AUTARQUIAS,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Não-Me-Toque Página 1 de 15 06/05/2005 16:55:40

Prefeitura Municipal de Não-Me-Toque Página 1 de 15 06/05/2005 16:55:40 Prefeitura Municipal de Não-Me-Toque Página 1 de 15 1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 17.343.78 1.451.403,70 1.451.403,70 14.477,49 15.906.853,79 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.549.30

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1.756-2010, DE 10 DE JUNHO de 2010. DIÓGENES LASTE, Prefeito Municipal de Nova Bréscia RS.

LEI MUNICIPAL Nº 1.756-2010, DE 10 DE JUNHO de 2010. DIÓGENES LASTE, Prefeito Municipal de Nova Bréscia RS. LEI MUNICIPAL Nº 1.756-2010, DE 10 DE JUNHO de 2010. Institui o Fundo Municipal de Saúde e dá outras providências. DIÓGENES LASTE, Prefeito Municipal de Nova Bréscia RS. FAÇO SABER, que o Poder Legislativo

Leia mais

CONSOLIDADO DOS PROGRAMAS DE GOVERNO POR OBJETIVOS ESTRATÉGICOS - PLANO PLURIANUAL 2004-2007

CONSOLIDADO DOS PROGRAMAS DE GOVERNO POR OBJETIVOS ESTRATÉGICOS - PLANO PLURIANUAL 2004-2007 CONSOLIDADO DOS PROGRAMAS DE GOVERNO POR OBJETIVOS ESTRATÉGICOS - PLANO PLURIANUAL 2004-2007 Objetivo Estratégico 6 - Dar sustentabilidade à Gestão das Políticas Públicas, garantindo o equilíbrio fiscal

Leia mais

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO Presidente Carmen Maria Teixeira Moreira Serra Secretário

Leia mais

I - noventa por cento dos recursos financeiros às Fundações Educacionais de Ensino Superior, instituídas por lei municipal, sendo:

I - noventa por cento dos recursos financeiros às Fundações Educacionais de Ensino Superior, instituídas por lei municipal, sendo: ARTIGO 170 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL/SC TEXTO DO PROJETO DE LEI RESULTANTE DE ACORDO ENTRE REPRESENTANTES DOS ESTUDANTES, DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA E DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO, VISANDO

Leia mais

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011 SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 15 DE ABRIL DE 2011 O SECRETÁRIO DE RECURSOS HUMANOS DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso da competência que lhe confere

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0122 - RELACIONAMENTO CLIENTE/COM. Planejar

Leia mais

Estendido prazo para envio do parecer do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Estendido prazo para envio do parecer do Programa Nacional de Alimentação Escolar Nº 787- ANO I Terça-feira, 17 de Março de 2015 Estendido prazo para envio do parecer do Programa Nacional de Alimentação Escolar A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa os gestores sobre o

Leia mais

MUNICIPAL DE FIRMINO ALVES

MUNICIPAL DE FIRMINO ALVES ESTADO DA SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE FIRMINO ALVES DECRETO Nº 001/2014de 10 de Janeiro de 2014 APROVA O QUADRO DE DETALHAMENTO DA DESPESA QDD para exercício financeiro de 2014 e

Leia mais