Papiro 01 QUÍMICA. 1ª QUESTÃO Valor 1,0. 2ª QUESTÃO Valor 1,0

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Papiro 01 QUÍMICA. 1ª QUESTÃO Valor 1,0. 2ª QUESTÃO Valor 1,0"

Transcrição

1 Papiro 01 QUÍMICA 1ª QUESTÃO Valor 1,0 2ª QUESTÃO Valor 1,0 Cloreto de sulfurila, SO 2 Cl 2, se decompõe em fase gasosa, produzindo SO 2(g) e Cl 2(g). A concentração do SO 2 Cl 2, foi acompanhada em uma experiência e verificou-se que o gráfico do ln (logarítmo) de [SO 2 Cl 2 ] contra o tempo é linear e que, em 240 segundos, a concentração caiu de 0,400 mol/l para 0,280 mol/l. a. qual a constante de velocidade da reação SO 2 Cl 2(g) SO 2(g) + Cl 2(g)? b. qual a meia-vida desta reação? c. qual a diferença entre velocidade média e velocidade instantânea de uma reação? d. comente dois exemplos - que podem ser observados no cotidiano - da influência da temperatura na velocidade de uma reação. 3ª QUESTÃO Valor 1,0 Em princípio, uma bateria poderia ser desenvolvida a partir de alumínio metálico e cloro gasoso. a. escreva a equação balanceada que ocorre em uma bateria cujas semi-reações são: Al 3+ (aq)/al (s) e Cl 2(g) /2Cl (aq). b. diga que semi-reação ocorre no ânodo e que semi-reação ocorre no cátodo. c. calcule o potencial padrão para esta bateria ( E ). d. se a bateria produz uma corrente de 0,75 A, quanto tempo ela irá operar se o eletrodo de alumínio contiver 30,0 g do metal? (considere que há quantidade suficiente de cloro). Dados: Cl 2(g) + 2e 2 Cl (aq) E = +1,36 V Al 3+ (aq) + 3e Al (s) E = -1,66 V Constante de Faraday = C/mol 4ª QUESTÃO Valor 1,0 Dentre as propriedades periódicas dos elementos químicos, a energia (ou potencial) de ionização, está estreitamente relacionada com a formação de cristais iônicos. a. defina o que é energia de ionização 1

2 b. como esta propriedade varia na tabela periódica, ao longo dos grupos e dos períodos? c. os valores das primeiras energias de ionização de Al, Ga e In são, respectivamente: 0,5776; 0,5788 e 0,5583 kj/mol. Por que esses valores não seguem a tendência geral descrita no item anterior? d. que outras energias, além da energia de ionização, estão também envolvidas na formação de um cristal iônico a partir de seus elementos no estado natural? e. por que não existe um cristal com estequiometria NaCl 2? 5ª QUESTÃO Valor 1,0 Uma das principais atividades da metalurgia industrial é a obtenção de metais a partir de seus respectivos minérios. A reação, que é estudada a seguir, corresponde a um desses procedimentos usados no passado e já ultrapassados, substituído pelo processo eletrolítico. No experimento proposto, pode ser observado que, fornecendo energia, se obtém cobre metálico a partir de uma mistura de óxido de cobre II e carvão. A Tabela I mostra um conjunto de dados quantitativos correspondentes a um determinado experimento que tem por base a reação descrita. Analise-os, e a seguir, responda às questões formuladas. Tabela I Condições Reagentes Produtos Óxido de cobre II Carvão Cobre Gás carbônico Antes do aquecimento 100,0 g 100,0 g nada nada Ao término, após aquecimento prolongado nada restou 92,5 g 79,8 g 27,7 g 1.1 Escreva a equação de obtenção do cobre. 1.2 Qual a massa de produtos formada no experimento descrito? 1.3 Qual a razão entre a massa de óxido de cobre II e a massa de carvão que efetivamente reagiu? 1.4 Some as massas dos reagentes e compare com a massa dos produtos. Que conclusão se pode tirar desse resultado? 1.5 De acordo com conhecimentos químicos atuais, poderia a conclusão a que você chegou ser confirmada em outros experimentos, envolvendo diferentes reagentes? Explique. Qual das leis das combinações químicas apóia os resultados e referenda a conclusão a que você chegou? 1.6 No experimento, qual a função do agente redutor? 1.7 Qual o composto reduzido? 1.8 Em uma reação química qualquer, quais as características que permitem distinguir o agente redutor de outros tipos de reagentes? 1.9 Que ocorre quando o produto gasoso formado na reação estudada entra em contato com a água de cal? 1.10 Que outro nome é dado ao óxido de cobre II? 6ª QUESTÃO Valor 1,0 A adição de 3 g de determinada substância a 100 g de CCl4 eleva o ponto de ebulição deste último de 0,60 oc. 3.1 Calcule o abaixamento de sua temperatura de congelação; 3.2 Calcule a pressão osmótica da solução a 25 oc; 2

3 3.3 Determine a massa molar da substância. 3.4 Muitos anos antes da invenção dos compressores mecânicos destinados à produção de frio, já se obtinham temperaturas inferiores a 0 oc, empregando-se gelo picado, colhido de geleiras, em mistura com sal marinho. Explique o fenômeno. Ke (CCl4) = 5,03 oc / mol. kg-1; Kf (CCl4) = 31,8 oc / mol. kg-1; Densidade do CCl4, ρ = 1,59 g / cm3, a 25 oc. Constante dos gases, R = 8,31 J/K. mol, (1 atm = 1, Pa; 1 Pa = 1 N/m2; 1 J = 1 N. m). 7ª QUESTÃO Valor 1,0 Na matéria, os átomos estão muito próximos entre si e existem forças que os mantém juntos. Estas forças se chamam "ligações químicas". 1. Quais tipos de ligações são encontrados na substância NaHSO 4? 2. a) Escreva uma estrutura de Lewis para a molécula NO 2. b) É possível emparelhar todos os elétrons desta espécie? c) O NO 2 é capaz de dimerizar para dar N 2 O 4. Escreva uma estrutura de Lewis razoável para a molécula N 2 O Dada a molécula do álcool etílico, sabendo-se que a energia total das ligações é igual a 173 kcal/mol, determine a energia necessária para quebrar a ligação C - O considerando que: H - C = 99 kcal/mol H - O = 111 kcal/mol C - C = 83 kcal/mol 4. Quais formas estruturais apresentam as espécies químicas: XeF 4, BrF 3 e I 3 -. Números atômicos: H = 1; N = 7; C = 6; O = 8; Na = 11; S = 16; Br = 35; I = 53 e Xe = 54. 8ª QUESTÃO Valor 1,0 Suponha que o professor lhe entregue quatro etiquetas em branco e quatro frascos sem rótulos, cada um deles com uma substância diferente. Essas substâncias são: carbonato de sódio, cloreto de potássio, cloreto de sódio e carbonato de potássio. O professor fornece ainda as seguintes informações: substâncias que contém potássio dão cor violeta no teste de chama, os que contém sódio, dão cor amarela. carbonatos reagem com vinagre e nessa reação há formação de gás. Que teste você faria para poder etiquetar corretamente os frascos 9ª QUESTÃO Valor 1,0 3

4 Em um recipiente de 20 litros, mantém-se uma mistura dos gases SO2, SO3 e O2 a uma temperatura cuja constante de equilíbrio (kc) tem o valor de 280. a) escreva a equação que representa a reação química em equilíbrio. b) escreva as expressões para as constantes de equilíbrio Kc e Kp. c) se, nas condições até agora apresentadas (v = 20 L : Kc = 280 e T = 727 0C), existem no recipiente as seguintes quantidades: 50 mols de SO2, 150 mols de SO3 e 75 mols de O2, verifique se a mistura se encontra em equilíbrio. Justifique sua resposta. d) Caso as condições do item anterior (item c) mostrem que os gases na reação não estão em equilíbrio, que variações se devem introduzir nas quantidades das substâncias da reação para que se estabeleça o equilíbrio? e) sabendo que a reação solicitada no item a é exotérmica, explique que alterações sofrerá o equilíbrio químico se: I) a temperatura do sistema for diminuída. II) o volume do recipiente for aumentado. III) O2 for adicionado ao sistema. IV) ocorrer uma redução da pressão. Dados: M (O) = 16 g/mol e M(S) = 32 g/mol 10ª QUESTÃO Valor 1,0 4

5 Escreva as fórmulas estruturais para os seguintes compostos: a. metacresol b. ácido ftálico c. benzoato de benzila d. acetofenona e. benzaldeído Usando as fórmulas estruturais dos itens de (a - e), complete as reações abaixo escrevendo as equações químicas completas para cada item com as respectivas fórmulas estruturais: a. meta-cresol + NaOH ---> b. ácido ftálico + NaHCO3 ----> c. benzoato de benzila + KOH ----> d. acetofenona + HCN ---->; e. benzaldeído + Ag(NH3)2OH / NaOH --->; f. fenona + HCN --->; 5

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

Prova para Classificação de Bolsas 2013. Identificação do Candidato

Prova para Classificação de Bolsas 2013. Identificação do Candidato PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DOUTORADO ASSOCIAÇÃO AMPLA UEL/UEPG/UNICENTRO Prova para Classificação de Bolsas 2013 Identificação do Candidato Nome: Data: 07/03/2013. Candidato N o : Prezado (a)

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas 2º ANO QUÍMICA 1 1 mol 6,02.10 23 partículas Massa (g)? Massa molar Cálculo do número de mols (n) Quando juntamos duas espécies químicas diferentes e, não houver reação química entre elas, isto é, não

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

QUÍMICA COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA

QUÍMICA COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA Prova boa, com questões claras e nível superior ao do ano passado. Nota-se, no entanto, a falta de uma revisão criteriosa, feita por algum professor da área, que não tenha

Leia mais

ELETROQUÍMICA (Parte II)

ELETROQUÍMICA (Parte II) ELETROQUÍMICA (Parte II) I ELETRÓLISE A eletrólise é um processo de oxirredução não espontâneo, em que a passagem da corrente elétrica em uma solução eletrolítica (solução com íons), produz reações químicas.

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 Água pode ser eletrolisada com a finalidade de se demonstrar sua composição. A figura representa uma aparelhagem em que foi feita a eletrólise da água, usando eletrodos inertes de platina. a)

Leia mais

Aula 2: O estudo da matéria

Aula 2: O estudo da matéria KROTON S.A. UNIC EDUCACIONAL LTDA. ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2015/1 Aula 2: O estudo da matéria A Matéria Conceitos; Tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. - O que é massa? - Como se afere a massa de

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUESTÃO 01 Um estudante listou os seguintes processos como exemplos de fenômenos que envolvem reações químicas: I adição de álcool à gasolina. II fermentação da massa

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO strado em Química Aplicada Seleção 2007 1/6 1 a etapa do Processo de Seleção 2007 - Parte 1 Questão 01: (A) Arranje, em ordem crescente de comprimento de onda, os seguintes tipos de fótons de radiação

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

Exercícios de ph Turma Evolução

Exercícios de ph Turma Evolução . A forma dos fios do cabelo (liso ou ondulado) se deve à forma das estruturas proteicas da queratina. Promovendo reações químicas nas ligações dissulfeto (RSSR) presentes na proteína, é possível alterar

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

X -2(3) X -2 x (4) X - 6 = -1 X 8 = -1 X = 5 X = 7

X -2(3) X -2 x (4) X - 6 = -1 X 8 = -1 X = 5 X = 7 2001 1. - Uma camada escura é formada sobre objetos de prata exposta a uma atmosfera poluída contendo compostos de enxofre. Esta camada pode ser removida quimicamente envolvendo os objetos em questão com

Leia mais

P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/06/12

P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/06/12 P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 6/06/ Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Dados gerais: G = H - TS G= - n F E G = G o + RT ln Q ΔE ΔE [A] [A] 0 Questão Valor Grau Revisão kt a,5 a,5 3 a,5

Leia mais

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana 1. O iso-octano é um combustível automotivo. A combustão desse material ocorre na fase gasosa. Dados a massa molar do iso-octano igual a 114g/mol, o volume molar de gás nas "condições ambiente" igual a

Leia mais

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio?

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio? Questão 1: O Brasil é o campeão mundial da reciclagem de alumínio, colaborando com a preservação do meio ambiente. Por outro lado, a obtenção industrial do alumínio sempre foi um processo caro, consumindo

Leia mais

Propriedades coligativas

Propriedades coligativas Química Aula de Revisão 9 3 os anos Décio ago/09 Nome: Nº: Turma: Propriedades coligativas Objetivo O objetivo dessa ficha é dar continuidade à revisão do 3º ano Química, dos assuntos mais significativos.

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

Leis Históricas da Estequiometria

Leis Históricas da Estequiometria Estequiometria A proporção correta da mistura ar-combustível para o motor de uma carro de corrida pode ser tão importante quanto a habilidade do piloto para ganhar a corrida. As substâncias químicas, como

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS 1. Duas amostras de carbono, C, de massas iguais, foram totalmente queimadas separadamente,

Leia mais

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2 EQUILÍBRIO QUÍMICO Equilíbrio Químico - Equilíbrio químico é a parte da físico-química que estuda as reações reversíveis e as condições para o estabelecimento desta atividade equilibrada. A + B C + D -

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 Ca 40, 08 37 38 5 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 6 Cs 132, 91 Ba 137, 33 87 88 7 Fr Ra 223, 02 226, 03 CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE LOURDES 2ª SÉRIE Ensino Médio -2015. Roteiro de estudos para recuperação trimestral

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE LOURDES 2ª SÉRIE Ensino Médio -2015. Roteiro de estudos para recuperação trimestral COLÉGIO NOSSA SENHORA DE LOURDES 2ª SÉRIE Ensino Médio -2015 Disciplina: Professor (a): QUÍMICA LUÍS FERNANDO Roteiro de estudos para recuperação trimestral Conteúdo: Referência para estudo: Sites recomendados:

Leia mais

Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico

Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico Universidade Estadual de Goiás UnUCET - Anápolis Química Industrial Química Experimental II Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico Alunos: Bruno Ramos; Wendel Thiago; Thales

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/05/06

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/05/06 - ROVA DE QUÍMICA GERAL - 0/05/06 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 0,0 Constantes: R 8,34 J mol - K - 0,08 atm L mol - K - atm L 0,35

Leia mais

Química Fascículo 07 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 07 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 07 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Propriedades Coligativas...1 Exercícios...3 Gabarito...5 Propriedades coligativas Propriedades

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel 1 - Calcule a fração de conversão volumétrica (ε A) para as condições apresentadas: Item Reação Condição da Alimentação R: (ε A ) A A 3R 5% molar de inertes 1,5 B (CH 3 ) O CH 4 + H + CO 30% em peso de

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Considerando os elementos químicos Be, B, F, Ca e Cs, classifique-os em ordem crescente de acordo com as propriedades periódicas

Leia mais

SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES

SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado

Leia mais

Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação

Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação que funciona com cargas intermitentes. Você é convidado

Leia mais

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura.

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura. QUÍMICA 01. ácido sulfúrico, assim como o íon hidrogenossulfato, reage com bases fortes, como hidróxido de sódio, liberando calor para as vizinhanças. Dados: M (g.mol-1) H = 1,008; = 15,999; S = 32,06;

Leia mais

Operações com soluções 2: Mistura de Soluções de Mesmo Soluto

Operações com soluções 2: Mistura de Soluções de Mesmo Soluto Operações com soluções 2: Mistura de Soluções de Mesmo Soluto Quando misturamos soluções de mesmo soluto, obtemos uma nova solução de concentração intermediária às das soluções misturadas. Nesse caso,

Leia mais

, em vez de apenas em água.

, em vez de apenas em água. Questão 01 QUÍMIA Utilizada comumente para desinfecção, a água clorada é obtida por meio de borbulhamento do gás cloro em água, num processo que corresponde à reação descrita nesta equação: + - (g) ( )

Leia mais

REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães ORIENTAÇÃO: Prof a Márcia Cunha 2001

REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães ORIENTAÇÃO: Prof a Márcia Cunha 2001 CENTRO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE QUÍMICA - LICENCIATURA INSTRUMENTAÇÃO PARA O ENSINO DE QUÍMICA SÉRIE: EXPERIÊNCIAS DEMONSTRATIVAS REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães

Leia mais

ÁCIDOS E BASES. + (aq) + OH - (aq)

ÁCIDOS E BASES. + (aq) + OH - (aq) ÁCIDOS E BASES O conhecimento sobre termodinâmica, particularmente sobre as constantes de equilíbrio é de grande importância na discussão quantitativa das forças de ácidos e bases o que permite desenvolver

Leia mais

DADOS Constante dos gases: R = 0, Elemento Massa Atômica ( u.m.a.) He

DADOS Constante dos gases: R = 0, Elemento Massa Atômica ( u.m.a.) He DADOS Constante dos gases: R 0, 08L atm/ ( mol K) 1atm 760mmHg Elemento assa Atômica ( u.m.a.) He 400, Cl 3, n, O 16, 0 C 1, 0 Determine o volume do cloro obtido, a 7,0 ºC e 738 mmhg, pela ação de excesso

Leia mais

Assunto: Contempla os itens VIII e XI do programa de química do vestibular.

Assunto: Contempla os itens VIII e XI do programa de química do vestibular. 6RXomR&RPHQWDGD3URYDGH4XtPLFD 01. Uma das ações desejadas para contribuir com a diminuição dos níveis de C 2 da atmosfera terrestre consiste em promover sua utilização em processos limpos. Nesse sentido,

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

A = [NH3]2 / [N2]. [H2]3 1,67 10-3 = [NH3]2 / 2. (3)2 [NH3]

A = [NH3]2 / [N2]. [H2]3 1,67 10-3 = [NH3]2 / 2. (3)2 [NH3] UNESP 2009/2 1-A China, sede das Olimpíadas de 2008, foi o berço de muitas invenções e descobertas de grande impacto para a humanidade, como o papel, a bússola e a pólvora, entre outras. O uso bélico da

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA VIII OLIMPÍADA DE QUÍMICA DA LIBERATO OQL DATA: 24/08/2013 MODALIDADE: EM-1 Nº DE INSCRIÇÃO: INFORMAÇÕES Escrever o NÚMERO DE INSCRIÇÃO na grade

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS INSTRUÇÕES: PRCESS SELETIV 2013/2 - CPS PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA CURS DE GRADUAÇÃ EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 5 (cinco) questões discursivas. Caso

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii)

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii) UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 09 Síntese do cloreto

Leia mais

Pilha de moedas. Introdução. Materiais Necessários

Pilha de moedas. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução A pilha eletroquímica é um sistema constituído por anodo (eletrodo de oxidação), catodo (eletrodo de redução), eletrólito (condutor iônico) e condutor metálico (condutor de corrente

Leia mais

RESUMO EXERCÍCIOS DE REVISÃO

RESUMO EXERCÍCIOS DE REVISÃO Química Frente I Vitor Terra Lista 6 Soluções Classificação e Solubilidade RESUMO Dispersões são misturas, em que as partículas de uma certa substância (dispersa) estão disseminadas ( espalhadas ) em uma

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre.

FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre. CINÉTICA QUÍMICA FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES 1. O estado físico dos reagentes. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre. 4. A presença de um catalisador.

Leia mais

ELETRODO OU SEMIPILHA:

ELETRODO OU SEMIPILHA: ELETROQUÍMICA A eletroquímica estuda a corrente elétrica fornecida por reações espontâneas de oxirredução (pilhas) e as reações não espontâneas que ocorrem quando submetidas a uma corrente elétrica (eletrólise).

Leia mais

Concentrações das Soluções

Concentrações das Soluções Concentrações das Soluções Concentração em mol/l ou Concentração molar A concentração em mol/l de uma solução indica a quantidade de mols do soluto considerado, para cada litro de solução. Símbolos = M

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) 01. (Uftm) Em soluções aquosas de acetato de sódio, o íon acetato sofre hidrólise: 3 l 3 CH COO (aq) + H O( ) CH COOH (aq) + OH

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

Especial Específicas UNICAMP

Especial Específicas UNICAMP Especial Específicas UNICAMP Material de Apoio para Monitoria 1. Hoje em dia, com o rádio, o computador e o telefone celular, a comunicação entre pessoas à distância é algo quase que banalizado. No entanto,

Leia mais

Química experimental - Unidade mestra para química geral e eletroquímica - Volume 2 - Físico-química - EQ102A.

Química experimental - Unidade mestra para química geral e eletroquímica - Volume 2 - Físico-química - EQ102A. Autores: Luiz Antonio Macedo Ramos e Rosane Bittencourt Wirth. - Revisor: Leandro dos Santos Silveira - Direitos autorais reservados Índice Remissivo... 4 9999.994... 6 Instruções para o professor....6

Leia mais

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES QUÍMICA Prof. Daniel Pires LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES 1. Considere as seguintes moléculas: H O; PC؃; BHƒ; SF e CO. a) Indique

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS

LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS Nome: nº: Ensino: Curso Pré-Vestibular série/ano: Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS 01. (FUVEST) O alumínio é obtido pela eletrólise

Leia mais

UFU 2009/1. 2- Uma das alternativas para reduzir a quantidade de lixo produzida mundialmente é aplicar a teoria dos 3Rs:

UFU 2009/1. 2- Uma das alternativas para reduzir a quantidade de lixo produzida mundialmente é aplicar a teoria dos 3Rs: UFU 2009/1 1-Nas festas de Réveillon, o céu fica embelezado pelas cores emitidas pela queima dos fogos de artifício. A esses fogos são adicionadas substâncias, cujos átomos emitem radiações de luminosidades

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

CONSTANTES DEFINIÇÕES

CONSTANTES DEFINIÇÕES CONSTANTES Constante de Avogadro = 6,0 x 10 mol -1 Constante de Faraday (F) = 9,65 x 10 4 C mol -1 Volume molar de gás ideal =,4 L (CNTP) Carga elementar = 1,60 x 10-19 C Constante dos gases (R) = 8,1

Leia mais

Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose

Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose 01. (Pucsp) Osmose é a difusão do solvente através de uma membrana semipermeável do meio menos concentrado para o meio mais concentrado. A pressão osmótica

Leia mais

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas QUÍMICA è Revisão: Química inorgânica Hidróxidos fortes família 1A e 2A (exceto Ca e Mg) Ácidos fortes nº de oxigênios nº de hidrogênios > 2, principalmente nítrico (HNO 3 ), clorídrico (HCl) e sulfúrico

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2013 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

PROCESSO SELETIVO / UNIFAL/ 2008/2 QUÍMICA GABARITO FINAL COM DISTRIBUIÇÃO DOS PONTOS. Questão 1. H= - 1412 kj

PROCESSO SELETIVO / UNIFAL/ 2008/2 QUÍMICA GABARITO FINAL COM DISTRIBUIÇÃO DOS PONTOS. Questão 1. H= - 1412 kj QUÍMICA GABARIT FINAL CM DISTRIBUIÇÃ DS PNTS Questão 1 a) C 2 C 2 + 3 2 2C 2 + 2 2 ( 6 pontos) b) p.v C2 = n C2.R.T p= 1atm; V C2 =98 L; T=25+273=298K n C2 =(p.v C2 )/ (R.T) n C2 =(1.98)/ (0,082.298) moles

Leia mais

no de Questões A Unicamp comenta suas provas

no de Questões A Unicamp comenta suas provas Cad no de Questões A Unicamp comenta suas provas 99 SEGUNDA FASE 12 de Janeiro de 1998 Química 56 o elaborar as questões de Química do Vestibular da Unicamp, a banca examinadora procura atender a vários

Leia mais

ITA - 2004 4º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2004 4º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2004 4º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Qual das opções a seguir apresenta a equação química balanceada para a reação de formação de óxido de ferro (II) sólido condições-padrão?

Leia mais

PROPRIEDADES COLIGATIVAS

PROPRIEDADES COLIGATIVAS PROPRIEDADES COLIGATIVAS 1- Pressão Máxima de Vapor: É a pressão exercida por seus vapores quando estes estão em equilíbrio dinâmico com o líquido. É bom lembrar também que quanto maior for a pressão máxima

Leia mais

Principais Tópicos Abordados

Principais Tópicos Abordados BC0307 Transfo ormaçõe es Químicas Principais Tópicos Abordados.Indústrias químicas: Processo Haber Equilíbrio químico: Lei de Ação das Massas e constante de equilíbrio. Fatores que afetam o equilíbrio

Leia mais

IME 2005 Bernoulli Resolve

IME 2005 Bernoulli Resolve IME 005 Bernoulli Resolve Questão 0 Considerando os elementos químicos Be, B, F, Ca e Cs, classifiqueos em ordem crescente de acordo com as propriedades periódicas indicadas: a) raio atômico b) primeira

Leia mais

Introdução. Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo.

Introdução. Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo. Introdução Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo. Existem também sistemas, em que as reações direta e inversa

Leia mais

SOLUÇÃO: Dadas as características do quadro, temos: I Modelo de Sommerfeld II- Modelo de Ruterfherford III Modelo de Bohr ALTERNATIVA C

SOLUÇÃO: Dadas as características do quadro, temos: I Modelo de Sommerfeld II- Modelo de Ruterfherford III Modelo de Bohr ALTERNATIVA C 1. Em 1970, o químico holandês Paul Crutzen publicou um artigo sugerindo que os óxidos de nitrogênio poderiam afetar o equilíbrio O 3(g) O 2(g) + O (g), causando a destruição do ozônio atmosférico, conforme

Leia mais

Considerando-se as propriedades da matéria e a partir da analise das curvas de aquecimento I e II, é correto afirmar:

Considerando-se as propriedades da matéria e a partir da analise das curvas de aquecimento I e II, é correto afirmar: 2 EXERCÍCIOS Fala Gás Nobre, está na hora de reagir! Essa é uma lista complementar, os exercícios aqui contidos irão ajudá-lo a treinar um pouco mais e aprofundar nos temas. Ao contrário a lista L1, essa

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação 01. (Cesgranrio) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação: C (s) C (g) H = + 170,9 kcal/mol 2 H 2 (g) 4H (g) H = + 208,4 kcal/mol C (s) + 2 H 2 (g)

Leia mais

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron:

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: Equação de Estado de Van der Waals Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: P i V i = nrt em que colocamos

Leia mais

Eletroquímica Eletrólise

Eletroquímica Eletrólise ] 01 Introdução Eletrólise é todo processo químico não espontâneo (ΔG > 0) provocado por corrente elétrica. Estudaremos dois tipos de eletrólise: Eletrólise Ígnea: É a eletrólise da substância fundida.

Leia mais

Análise Quantitativa da Eletrólise

Análise Quantitativa da Eletrólise RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 2015 Disciplina: Físico Química Professor: Eber Barbosa 01 Histórico A análise quantitativa, ou seja, estequiométrica

Leia mais

10/02/2014. O Processo de Dissolução. Solução: é uma mistura homogênea de soluto e solvente. Solvente: Componente cujo estado físico é preservado.

10/02/2014. O Processo de Dissolução. Solução: é uma mistura homogênea de soluto e solvente. Solvente: Componente cujo estado físico é preservado. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Bacharelado em Ciência e Tecnologia Diamantina - MG Solução: é uma mistura homogênea de soluto e solvente. Solvente: Componente cujo estado físico

Leia mais

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Frederico

Leia mais

Questão 1. Considere as reações envolvendo o sulfeto de hidrogênio representadas pelas equações seguintes:

Questão 1. Considere as reações envolvendo o sulfeto de hidrogênio representadas pelas equações seguintes: ONSTANTES onstante de Avogadro = 6, x 1 mol 1 onstante de Faraday (F) = 9,65 x 1 4 mol 1 Volume molar de gás ideal =,4 L (NTP) arga elementar = 1,6 x 1 19 onstante dos gases (R) = 8,1 x 1 atm L K 1 mol

Leia mais

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

MATÉRIA E SUAS PROPRIEDADES

MATÉRIA E SUAS PROPRIEDADES 01- Conceitue matéria. Exemplifique. MATÉRIA E SUAS PROPRIEDADES 02- Do que é constituída a matéria? 03- Qual a finalidade do estudo da Química? 04- Como a matéria, provavelmente, foi originada? 05- O

Leia mais

Introdução. Princípios da corrosão: reações de oxiredução potencial de eletrodo - sistema redox em equilíbrio - Diagrama de Pourbaix

Introdução. Princípios da corrosão: reações de oxiredução potencial de eletrodo - sistema redox em equilíbrio - Diagrama de Pourbaix Introdução Princípios da corrosão: reações de oxiredução potencial de eletrodo - sistema redox em equilíbrio - Diagrama de Pourbaix Introdução Conceitos de oxidação e redução 1 - Ganho ou perda de oxigênio

Leia mais

Prova de Química Vestibular ITA 1996

Prova de Química Vestibular ITA 1996 Prova de Química Vestibular ITA 1996 Versão 1.0 Química ITA 1996 01) (ITA-96) Qual dos ácidos abaixo é o menos volátil? hexano. a) HCl b) HI c) H 2 SO 3 d) H 2 SO 4 e) CH 3 CH 2 COOH 02) (ITA-96) Aquecendo,

Leia mais