Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade Analítica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade Analítica"

Transcrição

1 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 23/10/2013 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 26/2/2014 Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade Analítica Curso(s): Licenciatura em Contabilidade e Gestão Pública Ano Curricular: 2ºano Semestre curricular: 1º Semestre Ano lectivo: Docente Responsável: Elisabete Maria Fonseca Correia Im

2 Unidade Curricular Designação: Contabilidade Analítica Curso(s): Licenciatura em Contabilidade e Gestão Pública Ano curricular: 1ºano Semestre curricular: 1º Semestre Número de ECTS: 8 Horas de contacto: 90 1.Corpo Docente ***Replicar pelo nº de docentes, sendo que o primeiro deverá ser o responsável da UC. Nome: Elisabete Maria Fonseca Correia Im

3 2.Funcionamento a) Objectivos: Reconhecer os objectivos e o âmbito da Contabilidade Analítica em todas as organizações; Identificar e aplicar os principais conceitos e tipos de custos; Identificar e aplicar os métodos de apuramento dos custos, incluindo o método dos centros de custos e o ABC como alternativa aos sistemas tradicionais; Identificar os diferentes regimes de fabrico e utilizar os sistemas de acumulação de custos mais adequado; Identificar e aplicar os vários sistemas de custeio; Reconhecer as relações entre Custo, Volume e Resultado; Identificar e aplicar os vários sistemas de coordenação entre a Contabilidade Financeira e a Contabilidade Analítica. b) Regime de frequencia e metodologia de avaliação: O aluno pode escolher uma das modalidades seguintes: a) Realização de dois testes. O teste constará de uma prova escrita com duração de 2h 30m. A classificação far-se-á entre zero e 20 valores e a classificação final será a a média dos dois testes. Em nenhum dos testes a nota pode ser inferior a 7,5 (sete vírgula cinco) valores. Confere-se aprovação se a média das notas for igual ou superior a 10 (dez) valores. b) Realização de exame final. O exame constará de uma prova escrita com duração de 2h 30m. Não há lugar à realização de prova oral. Confere-se aprovação se a respectiva classificação da prova escrita for superior ou igual a 10 (dez) valores. c) Programa: Im

4 1. Âmbito e objectivos da Contabilidade Analítica 1.1.Contabilidade, informação e decisão 1.2.Contabilidade Analítica versus Contabilidade Financeira 1.3.Objectivos e características da Contabilidade Analítica 2. Conceitos Fundamentais da Contabilidade Analítica 2.1.Fluxos de valores e conceitos fundamentais (custos, proveitos, ) 2.2.Hierarquia dos Custos 2.3.Custos do Produto e Custos do Período 2.4.Classes de custos: por natureza, por centros de responsabilidade, directos e indirectos, reais e básicos, fixos e variáveis, etc. 2.5.Regimes de fabrico 2.6.Custos industriais e não Industriais 2.7.A Demonstração de Resultados por funções 3. Componentes do custo de produção 3.1.Custos da produção acabada e da produção em vias de fabrico 3.2.Custo das Matérias; 3.3.Custo da Mão-de-obra; 3.4.Custos Indirectos de Produção 3.5.Os custos não industriais. 4. Custeio baseado em Centros de Custos 4.1.Conceito. Critérios de definição. Classificação 4.2. Divisão funcional dos custos Repartição de custos pelos centros. Reembolsos 4.4. Mapas de apuramento de custos 4.5.O método das secções homogéneas. 5. Custeio Baseado em Actividades (ABC) 5.1.Tratamento de custos no ABC 5.2.Comparação dos Sistemas de custeio tradicionais e ABC 6. Métodos de Apuramento do Custo de Produção Métodos Directos Custeio por ordem de produção - visão geral Custeio por ordem de produção - o fluxo dos custos Problemas da atribuição dos custos indirectos 6.2. Métodos Indirectos (Custos por processos) Comparação entre o custeio por ordem de produção e o custeio por processo Uma perspectiva do fluxo do custeio por processo 6.3. Método Misto 6.4. Produção Conjunta e repartição dos Custos Conjuntos Problemas da produção conjunta Tipos de produtos conjuntos Razões para repartir custos conjuntos Métodos de repartição dos custos conjuntos 6.5. Valorimetria da Produção em Curso de Fabrico 7. Sistemas de Custeio de existências 7.1. Sistematização dos Sistemas de Custeio de Existências: Custeio Total; Custeio Variável; Custeio Racional; Efeitos sobre os Resultados. 8. Relações Custo-Volume-Resultado 8.1. Comportamento de Custos 8.2. O modelo de contribuição 8.3. Fundamentos da Análise Custo-Volume-Resultado (CVR) 8.4. Análise CVR em Custeio Variável 8.5. O conceito de mix de vendas 9. Custos Padrão e Desvios 9.1. Conceito e utilização de Custos Padrões 9.2. Determinação do Custo Padrão 9.3. Modelo geral de análise dos desvios 10. Articulação entre a Contabilidade Financeira e a Contabilidade Analítica Sistemas de Contas Sistemas Monistas Sistemas Dualistas. As Contas Reflectidas Planos do Sector Público (POCAL, POC Educação, ) Im

5 d) Bibliografia: Caiado, António C. Pires (2009) - Contabilidade Analítica e de Gestão, Áreas Editora, 5.ª edição, Lisboa; Drury, Colin (2008) Management and Cost accounting, 7th ed., London:South-Western Garrison, Ray H. E Norren, Eric W. (2000) - Contabilidade Gerencial, 9ª Edição, LTC editora, Rio de Janeiro Franco, Victor, [et al.], (2005) - Contabilidade de Gestão Volume I, 1ª edição, Editora Publisher Team, Lisboa Franco, Victor, [et al.], (2005) - Contabilidade de Gestão Volume II, 1ª edição, Editora Publisher Team, Lisboa Im

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE DISCIPLINA: CONTABILIDADE DE GESTÃO. COORDENADOR: Prof. Doutor Victor Franco ÁREA CIENTÍFICA: CONTABILIDADE

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE DISCIPLINA: CONTABILIDADE DE GESTÃO. COORDENADOR: Prof. Doutor Victor Franco ÁREA CIENTÍFICA: CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE DISCIPLINA: CONTABILIDADE DE GESTÃO COORDENADOR: Prof. Doutor Victor Franco ÁREA CIENTÍFICA: CONTABILIDADE LICENCIATURA EM MARKETING ANO LECTIVO 2006/2007 1. Objectivos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE Disciplina: CONTABILIDADE DE GESTÃO II Área Científica: CONTABILIDADE Coordenação: Victor Franco LICENCIATURA: FINANÇAS ANO LECTIVO: 2006/2007 1. Objectivos A disciplina

Leia mais

PRACTICAS ACTUAIS DE CONTABILIDADE DE GESTAO NAS EMPRESAS PORTUGUESAS

PRACTICAS ACTUAIS DE CONTABILIDADE DE GESTAO NAS EMPRESAS PORTUGUESAS PRACTICAS ACTUAIS DE CONTABILIDADE DE GESTAO NAS EMPRESAS PORTUGUESAS Ana Isabel Rodrigues Elisabete Correia Manuela Fantasia Rosa Nunes Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Comunicación

Leia mais

CONTABILIDADE ANALÍTICA

CONTABILIDADE ANALÍTICA CONTABILIDADE ANALÍTICA Capítulo Capítulo CONCEPÇÃO DO SISTEMA DE CONTABILIDADE DE GESTÃO A Contabilidade de Gestão, como instrumento essencial de apoio ao processo de tomada de decisão, deve contribuir

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR

ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Curso de Gestão das Organizações Desportivas Unidade Curricular de Contabilidade de Gestão 2º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: DIREITO CONSTITUCIONAL

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: DIREITO CONSTITUCIONAL INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DE COIMBRA Parecer do Conselho Técnico-Científico / / Parecer do Conselho Pedagógico / / Ficha de Unidade Curricular

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Regulamento dos cursos do ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado O presente regulamento estabelece as normas que complementam as que decorrem do regime

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000184 - SISTEMAS DE INFORMACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0021 - OPERACAO

Leia mais

e-tec Brasil EDITAL N 012/2013

e-tec Brasil EDITAL N 012/2013 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAcA0, CIENCIA E TECNOLOGIA e-tec Brasil EDITAL N 012/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A SELE fao DE TUTORES VIRTUAIS, NA CONDICAO DE BOLSISTAS, PARA 0 CURSO TECNICO EM

Leia mais

Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra

Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento Pedagógico (RP) estabelece um conjunto de normas e orientações gerais sobre o processo

Leia mais

CAPITULO I. Disposicoes gerais

CAPITULO I. Disposicoes gerais enquadram 0 Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Lagoa As bases do enquadramento juridico do voluntariado, bem como, os principios que trabalho de voluntario constam na Lei n." 71198,

Leia mais

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS PLANILHA DE PACTUAÇÃO DAS - TCG Data da Validação: 31/03/2010 Data da Homologação: 12/04/2010 Revisão Nº:001 Pedido de Revisão: 30/03/2010 Portaria: 2.846 Data da Publicação: 25/11/2008 Estado: ESPIRITO

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000654 - TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

SUMÁRIO. PARTE A - Fundamentos da Contabilidade Analítica e de Gestão... 25

SUMÁRIO. PARTE A - Fundamentos da Contabilidade Analítica e de Gestão... 25 SUMÁRIO PARTE A - Fundamentos da Contabilidade Analítica e de Gestão......... 25 Capítulo I - Âmbito e objectivos da Contabilidade Analítica e de Gestão...... 27 Capítulo II - Conceitos fundamentais da

Leia mais

Patricia Quesado Contabilidade de Custos Turma: CONTN2

Patricia Quesado Contabilidade de Custos Turma: CONTN2 Ano Lectivo: Docente: Disciplina: 2003/2004 Semestre: 2 Patricia Quesado Contabilidade de Custos Turma: CONTN2 Data de Impressão: 09/06/04 Data Inicio Nº Pres. Sumários Observações -Mar-04 VII Apuramento

Leia mais

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO A disciplina de Seminário/Estágio, do 3º ano da Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: NOVAS TENDÊNCIAS EM CONTABLIDADE DE GESTÃO Semestre 1º ECT s 6 Área Científica: Docente: CONTABILIDADE HUMBERTO RIBEIRO

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR ANO LECTIVO: 2013/2014 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR MESTRADO/LICENCIATURA 1.Unidade Curricular Nome: PSICOLOGIA DO ENVELHECIMENTO Área Científica: Psicologia Curso: Mestrado em Gerontologia Social Semestre:

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000407 - REDES DE COMPUTADORES Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra

Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra E SCOLA S UPERIOR A GRÁRIA INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra (Documento alterado pelo Conselho Científico na Comissão Permanente

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA DISCIPLINA: ECONOMIA DE RECURSOS HUMANOS E DE EMPREGO. COORDENADOR: Profª. Doutora Fátima Suleman ÁREA CIENTÍFICA: ECONOMIA

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA DISCIPLINA: ECONOMIA DE RECURSOS HUMANOS E DE EMPREGO. COORDENADOR: Profª. Doutora Fátima Suleman ÁREA CIENTÍFICA: ECONOMIA DEPARTAMENTO DE ECONOMIA DISCIPLINA: ECONOMIA DE RECURSOS HUMANOS E DE EMPREGO COORDENADOR: Profª. Doutora Fátima Suleman ÁREA CIENTÍFICA: ECONOMIA LICENCIATURA EM GESTÃO DOS RECURSOS HUMANOS ANO LECTIVO

Leia mais

Grupo I. de custeio das saídas utilizado no caso de haver mais de um lote entrado em armazém de produtos acabados.

Grupo I. de custeio das saídas utilizado no caso de haver mais de um lote entrado em armazém de produtos acabados. Exame de Contabilidade Analítica (A que se refere alínea f) do nº 1 do artº15º do Decreto de Lei 452/99 de 5 de Novembro) 15/Outubro/2005 VERSÃO A Grupo I 1. Diga qual das afirmações está correcta: a)

Leia mais

ABC PROPOSTA DE UM MODELO DE CÁLCULO DE CUSTOS APLICÁVEL ÀS EMPRESAS DE MOBILIÁRIO. Tema do Trabalho: Gestión de Costos y Sistemas de Información

ABC PROPOSTA DE UM MODELO DE CÁLCULO DE CUSTOS APLICÁVEL ÀS EMPRESAS DE MOBILIÁRIO. Tema do Trabalho: Gestión de Costos y Sistemas de Información ABC PROPOSTA DE UM MODELO DE CÁLCULO DE CUSTOS APLICÁVEL ÀS EMPRESAS DE MOBILIÁRIO Rosa Maria Correia Nunes Manuela Manuela Gaspar Fantasia Ana Isabel da Costa Natividade Rodrigues Portugal Instituto superior

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009 FOLHA: 1 CÓDIGO DESCRIÇÃO Legislativa Judiciaria Essencial a Justica 646.000.00 565.180.00 646.000.00 565.180.00 FOLHA: 2 CÓDIGO DESCRIÇÃO Administracao Defesa Nacional Seguranca Publica 1.583.973.00 61.132.00

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO CONTABILIDADE ANALÍTICA ANO LECTIVO 2006/2007

INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO CONTABILIDADE ANALÍTICA ANO LECTIVO 2006/2007 EQUIPA DOCENTE INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO CONTABILIDADE ANALÍTICA ANO LECTIVO 2006/2007 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º Semestre - António Campos Pires Caiado (responsável) - António Carlos de

Leia mais

PRODUÇAO EM CURSO: PROBLEMÁTICA DA SUA VALORIZAÇÃO

PRODUÇAO EM CURSO: PROBLEMÁTICA DA SUA VALORIZAÇÃO PRODUÇAO EM CURSO: PROBLEMÁTICA DA SUA VALORIZAÇÃO Ana Isabel Rodrigues Elisabete Correia Manuela Fantasia Rosa Nunes Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Comunicación presentada

Leia mais

Regulamento dos cursos de primeiro ciclo na FCTUC

Regulamento dos cursos de primeiro ciclo na FCTUC Regulamento dos cursos de primeiro ciclo na FCTUC Aprovado na reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico de 2006-10-09, na reunião do Conselho Directivo de 2006-10-13 e na reunião da Comissão

Leia mais

NCE/12/00356 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/12/00356 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/00356 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/00356 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão Março de 2009 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MARKETING INDUSTRIAL E DOS SERVIÇOS Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MARKETING INDUSTRIAL E DOS SERVIÇOS Ano Lectivo 2010/2011 UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular MARKETING INDUSTRIAL E DOS SERVIÇOS Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão 1 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo de harmonização

Leia mais

ATA N. 1 DA REUNI 'AO DO JURI DIRETOR DO NUCLEO DE GESTAO DE RECURSOS HUMANOS, QUALIDADE, FINANCEIRO E JURIDICO

ATA N. 1 DA REUNI 'AO DO JURI DIRETOR DO NUCLEO DE GESTAO DE RECURSOS HUMANOS, QUALIDADE, FINANCEIRO E JURIDICO Processo de selecdo/oferta ptiblica de emprego para o cargo de Diretor do Mcleo de Gestäo de Recursos Humanos, Qualidade, Financeiro e Juridico da Turismo do Porto e Norte de Portugal, E.R. ATA N. 1 DA

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Engenharia Licenciatura Engenharia e Gestão Industrial Unidade Curricular Logística Industrial Semestre: 6 Nº ECTS: 6,0 Regente João Paulo Pinto Assistente Carga

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Motricidade Humana 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE Plano de Estudos Direito da Saúde e da Administração Pública... 2 Economia da Saúde... 4 Gestão de Unidades de Saúde... 7 1 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR Ano Letivo 2013

Leia mais

DISCIPLINA: Finanças Empresariais II Ano Lectivo: 2011/2012 3º ANO - 2º Semestre

DISCIPLINA: Finanças Empresariais II Ano Lectivo: 2011/2012 3º ANO - 2º Semestre DISCIPLINA: Finanças Empresariais II Ano Lectivo: 2011/2012 3º ANO - 2º Semestre PROGRAMA Área Científica (Secção): Finanças Coordenador: Gualter Couto Docente: Gualter Manuel Medeiros do Couto, Ph.D,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de

Leia mais

MARKETING. Docente Responsável Prof. AssociadoA. Emílio Távora Vilar. Programa Curricular. Ano Lectivo 2013-20. Licenciatura. 1º Semestre.

MARKETING. Docente Responsável Prof. AssociadoA. Emílio Távora Vilar. Programa Curricular. Ano Lectivo 2013-20. Licenciatura. 1º Semestre. Programa Curricular MARKETING Docente Responsável Prof. AssociadoA Emílio Távora Vilar Ano Lectivo 2013-20 2014 Ciclo de Estudos Licenciatura Período Lectivo 1º Semestre Horas semanais de aulas 3 horas

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Engenharia Licenciatura Engenharia e Gestão Industrial Unidade Curricular GESTÃO DA PRODUÇÃO Semestre: 5 Nº ECTS: 6, Regente João Paulo Oliveira Pinto Assistente

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

Guia de Curso. Arte e Educação. Mestrado em. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Arte e Educação. Mestrado em. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Sede R. da Escola Politécnica, 147 1269-001 Lisboa Coordenador e Vice Coordenador do Curso Amílcar Martins E-mail: Amilcar.Martins@uab.pt Guia de Curso Daniela Melaré Vieira Barros

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO Instituto de Ciências Sociais Departamento de Ciências da Comunicação REGULAMENTO DE ESTÁGIO Mestrado em Ciências da Comunicação Versão revista, aprovada em reunião da Comissão Coordenadora do Departamento

Leia mais

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância

Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC) Formação à Distância CURSO DIS0508 Curso: Contratos de Construção e Actividades Imobiliárias Aspectos Contabilísticos e Fiscais (NCRF 19) 1 - OBJECTIVOS :

Leia mais

Na década de 80 foi diagnosticada

Na década de 80 foi diagnosticada 52 Gestão O ABC não é somente um método de cálculo do custo de produção, mas sim um método de controlo de gestão. Este fornece informação contabilística relevante e fundamental para a reflexão sobre o

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular GESTÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE FINANCEIRA E ORÇAMENTAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE FINANCEIRA E ORÇAMENTAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular ANÁLISE FINANCEIRA E ORÇAMENTAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Recursos Humanos 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

ATA N. 1 DA REUNIAO DO JURI TECNICO SUPERIOR/DIRETOR FINANCEIRO DO PROJETO

ATA N. 1 DA REUNIAO DO JURI TECNICO SUPERIOR/DIRETOR FINANCEIRO DO PROJETO Processo de seleccao/oferta ptiblica de emprego para o posto de trabalho de licenciado em Gestäo ou Economia da Turismo do Porto e Norte de Portugal, E.R. ATA N. 1 DA REUNIAO DO JURI TECNICO SUPERIOR/DIRETOR

Leia mais

REGULAMENTO. Prémio EDP University Challenge 2014. 8.ª Edição 2014. Com o apoio de:

REGULAMENTO. Prémio EDP University Challenge 2014. 8.ª Edição 2014. Com o apoio de: REGULAMENTO Prémio EDP University Challenge 2014 8.ª Edição 2014 Com o apoio de: 1 Artigo 1º Objectivo do Concurso 1. O Prémio EDP University Challenge 2014 (Prémio) é uma iniciativa da EDP Energias de

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano letivo 2015/2016 Ano/Semestre curricular 2º Ano 1º Semestre Curso Licenciatura em Enfermagem (1º Ciclo) Unidade Curricular Gestão de cuidados de enfermagem [designação

Leia mais

Regulamento dos cursos de segundo ciclo na FCTUC

Regulamento dos cursos de segundo ciclo na FCTUC Regulamento dos cursos de segundo ciclo na FCTUC Aprovado na reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico de 2006-10-09, na reunião do Conselho Directivo de 2006-10-13 e na reunião da Comissão

Leia mais

1 de 6 30/10/2015 17:02

1 de 6 30/10/2015 17:02 1 de 6 30/10/2015 17:02 GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRACAO E DOS RECURSOS HUMANOS CONCURSO PUBLICO EDITAL N 001/2015 SEARH SEEC/RN, DE 30 DE OUTUBRO DE 2015 A Secretaria

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

MANUAL DE CONSTRUÇÃO DE CRÉDITOS ECTS

MANUAL DE CONSTRUÇÃO DE CRÉDITOS ECTS MANUAL DE CONSTRUÇÃO DE CRÉDITOS ECTS PROCEDIMENTOS E REGRAS A ADOPTAR PARA A FIXAÇÃO DOS CRÉDITOS A OBTER EM CADA ÁREA CIENTÍFICA E A ATRIBUIR POR CADA UNIDADE CURRICULAR (de acordo com Dec.- Lei nº 42/2005)

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARGARIDA DA COUTADA

JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARGARIDA DA COUTADA REGULAMENTO DE INVENTÁRIO E CADASTRO DO PATRIMÓNIO Para dar cumprimento ao disposto nas alíneas f) do n.º 1 e a) do n.º 5 do artigo 34.º da lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, alterada pela Lei n.º 5-A/2002,

Leia mais

(s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior

(s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior Area Profissional: 0004 - BIBLIOTECA Area de Atuacao: 0042 - ACERVO/BIBLIOTECA Analisar e processar

Leia mais

***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S ***

***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S *** ***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S *** ***************************************************************** A C T A N.24/99 PAG.

Leia mais

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014 MBA Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2013-2014 Sines, Junho de 2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é um curso de pós-graduação desenvolvido pela Escola Superior de Ciências Empresariais

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO

POLÍTICA DE INVESTIMENTO POLÍTICA DE INVESTIMENTO Aprovada pelo Conselho Deliberativo em dezembro de 2010 Vigência: 01/01/2011 a 31/12/2011 1 ÍNDICE GERAL 1 PROPÓSITO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO 3 1.1 OBJETIVOS DA POLÍTICA DE

Leia mais

PROGRAMA DE Análise. 11ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário

PROGRAMA DE Análise. 11ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Análise Sociológica da Educação,

Leia mais

O curso será realizado em blended learning, misto é com formação presencial e formação a distância.

O curso será realizado em blended learning, misto é com formação presencial e formação a distância. 1 - Objectivo Geral Com este curso pretende-se capacitar os participantes com saberes e competências em conceitos, métodos e técnicas de gestão agrícola para acompanharem os agricultores nas suas acções

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR ANO LECTIVO: 2013/14 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR MESTRADO/LICENCIATURA 1.Unidade Curricular Nome: METODOS E TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO SOCIAL Código: 172 Área Científica: SOCIOLOGIA Curso: MESTRADO EM GERONTOLOGIA

Leia mais

REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA (Com base no Regulamento de Estudos revisto e alterado em Reunião do Conselho Científico de 27 Novembro 2006) Anos Lectivos 2006/2007 e 2007/2008 Artigo 1.º

Leia mais

DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5

DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5 DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: Turismo, Hotelaria e Restauração Área Científica: Hotelaria CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5 CURSO: Licenciatura em Restauração e Catering Ano: 1º Semestre:

Leia mais

CONTABILIDAD DE GESTÃO NO SECTOR PÚBLICO ADMINISTRATIVO PORTUGUÊS EVOLUÇÃO HISTÓRICA RECENTE.

CONTABILIDAD DE GESTÃO NO SECTOR PÚBLICO ADMINISTRATIVO PORTUGUÊS EVOLUÇÃO HISTÓRICA RECENTE. CONTABILIDAD DE GESTÃO NO SECTOR PÚBLICO ADMINISTRATIVO PORTUGUÊS EVOLUÇÃO HISTÓRICA RECENTE. Jorge Humberto Vaz Ribeiro Telmo Manuel Rebola Pascoal Instituto Superior de Contabilidade e Administração

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Critéris de Avaliaçã Direçã Reginal de Educaçã d Nrte Agrupament de Esclas AMADEO DE SOUZA-CARDOSO Telões - Amarante EDUCAÇÃO MUSICAL 2ºCICLO An Letiv 2014/2015 Dmíni Cgnitiv

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0122 - RELACIONAMENTO CLIENTE/COM. Planejar

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA (Aprovado pela Assembleia de Faculdade, em 16 de Janeiro de 2014) CAPÍTULO

Leia mais

Índice. Exercícios 1 a 9 Conceitos Fundamentais. Exercícios 10 a 13 Produção Conjunta. Exercícios 14 a 16 Produção em curso (Unidades Equivalentes)

Índice. Exercícios 1 a 9 Conceitos Fundamentais. Exercícios 10 a 13 Produção Conjunta. Exercícios 14 a 16 Produção em curso (Unidades Equivalentes) Exercícios 1 a 9 Conceitos Fundamentais Exercícios 10 a 13 Produção Conjunta Exercícios 14 a 16 Produção em curso (Unidades Equivalentes) Exercícios 17 a 19, 25, 28-29 Método das Secções Homogéneas Exercícios

Leia mais

Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões. Aprovado na reunião do Conselho Científico de / /

Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões. Aprovado na reunião do Conselho Científico de / / Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões REGULAMENTO GERAL DE CURSOS NÃO CONFERENTES DE GRAU Aprovado na reunião do Conselho Científico de / / Lisboa 2007 2 Regulamento Geral de Cursos não Conferentes

Leia mais

(Aprovado em reunião do Colegiado de Diretores de Escola da Magistratura, em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 29/07/2011)

(Aprovado em reunião do Colegiado de Diretores de Escola da Magistratura, em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 29/07/2011) COLÉGIO PERMANENTE DE DIRETORES DE ESCOLAS DA MAGISTRATURA ESTADUAIS COPEDEM ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE PERNAMBUCO ESMAPE Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa FDUL PROGRAMA

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA

REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA (Aprovado pela Assembleia de Faculdade, em 16 de Janeiro de 2014) CAPÍTULO I Objecto e conceitos

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA FLORESTAL E DOS RECURSOS NATURAIS

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA FLORESTAL E DOS RECURSOS NATURAIS 1.1 REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA FLORESTAL E DOS RECURSOS NATURAIS Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 da Reitoria

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO ALOJAMENTO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO ALOJAMENTO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO ALOJAMENTO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE ZAMBEZE GABINETE DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TABELA DESCRITIVA DOS ACORDOS DE COOPERACÃO ASSINADOS EM 2014-2015

UNIVERSIDADE ZAMBEZE GABINETE DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TABELA DESCRITIVA DOS ACORDOS DE COOPERACÃO ASSINADOS EM 2014-2015 ORDEM ACORDO/CONVENIO/MEMORANDO/PROT OCOLO ENTRE UNIZAMBEZE E OBJECTIVO/ÁREAS DE COOPERAÇÃO INSTITUIÇÕES NACIONAIS 1 Total Moçambique SARL -Realização de palestras, cursos académicos, apresentações por

Leia mais

DOSSIER FRANCHISING 3iNFOR

DOSSIER FRANCHISING 3iNFOR DOSSIER FRANCHISING 3iNFOR Rua Henrique Bravo, 6929 e 6967 4465-167 S. Mamede de Infesta Portugal 1 Filosofia/Historial A 3infor é uma empresa especializada em software profissional, com um produto inovador

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior Técnico. Guia de Laboratório de Gestão de Redes e Sistemas Dsitribuídos

Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior Técnico. Guia de Laboratório de Gestão de Redes e Sistemas Dsitribuídos Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior Técnico Guia de Laboratório de Gestão de Redes e Sistemas Dsitribuídos Teresa Maria Sá Ferreira Vazão Vasques LERCI LEIC Versão 3.0 Setembro de 2005 Conteúdo

Leia mais

Intranet Domus: Ambiente virtual de aprendizagem e de gestão administrativa

Intranet Domus: Ambiente virtual de aprendizagem e de gestão administrativa Intranet Domus: Ambiente virtual de aprendizagem e de gestão administrativa Alves P.A. 1, Pires J. A. 1, Amaral L. 2 1 Instituto Politécnico de Bragança, Bragança, Portugal 2 Universidade do Minho, Guimarães,

Leia mais

Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objecto) O presente regulamento estabelece a orgânica do Gabinete Erasmus, bem

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã

Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho da Sertã é uma iniciativa da Câmara Municipal da Sertã. O presente documento visa regular o Concurso Empreendedorismo

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho da Nazaré é uma iniciativa da Câmara Municipal da Nazaré. O presente documento visa regular o Concurso

Leia mais

Bruno Cortes Base de Dados Avançadas

Bruno Cortes Base de Dados Avançadas Ano Lectivo: Docente: Disciplina: Turma: SIGN3 2003/2004 Semestre: 2 Bruno Cortes Base de Dados Avançadas Data de Impressão: 09/06/04 Data Inicio Nº Pres. Sumários Observações 2-Mar-04 8:5 Não houve aula

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular FINANÇAS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PLANEAMENTO E CONTROLE DE GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PLANEAMENTO E CONTROLE DE GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PLANEAMENTO E CONTROLE DE GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial NOME DO CURSO: O Ensino de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos e/ou com deficiência auditiva Nível: Especialização Modalidade: Presencial Parte 1 Código / Área Temática Código

Leia mais

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES I Prémio 1. O Prémio Secil Universidades 2014, atribuído através do «Concurso Arquitectura», tem como objectivo incentivar a qualidade do trabalho de jovens oriundos das Escolas de Arquitectura Portuguesas

Leia mais

ES C O L A S U PERI O R A G RÁ RI A

ES C O L A S U PERI O R A G RÁ RI A Licenciatura em Ecoturismo Ref.ª : 1832001 Ano lectivo: 2012-13 DESCRITOR DA UNIDADE CURRICULAR GESTÃO TURÍSTICA TOURISM MANAGEMENT 1. Unidade Curricular: 1.1 Área científica: 4 - Ciências Empresariais

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano/Semestre curricular Ano letivo 2014/2015 Curso Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de ensino ECTS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Economia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular FINANÇAS

Leia mais

Departamento de Engenharia Mecânica Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra

Departamento de Engenharia Mecânica Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Mecânica Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra Plano de transição da Licenciatura em Engenharia Mecânica para o Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE ESCOLA 2014-2015

CONTRATAÇÃO DE ESCOLA 2014-2015 CONTRATAÇÃO DE ESCOLA 2014-2015 Informam-se os interessados que está aberto o procedimento concursal para recrutamento no âmbito da Reserva de Recrutamento / Contratação de Escola dos horários abaixo discriminados,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação

PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação Versão de Setembro de 2013 APRESENTAÇÃO DO PEDIDO A1. Instituição de ensino superior

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

Em 1998 - Licenciatura em Gestão Agrária pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro 14 valores.

Em 1998 - Licenciatura em Gestão Agrária pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro 14 valores. CARMEM TERESA PEREIRA LEAL DADOS PESSOAIS Local de trabalho: Departamento de Economia, Sociologia e Gestão Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Avenida Almeida Lucena, 1 5000-660 Vila Real cleal@utad.pt

Leia mais