CONSTITUIÇÃO FEDERAL E MEIO AMBIENTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSTITUIÇÃO FEDERAL E MEIO AMBIENTE"

Transcrição

1 CONSTITUIÇÃO FEDERAL E MEIO AMBIENTE 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Constituição Federal, promulgada em 05 de outubro de 1988, foi o primeiro texto constitucional brasileiro a mencionar a palavra meio ambiente A Emenda Constitucional nº. 1/69 trouxe pela primeira vez a expressão ecológica e ainda, assim, ligada ao aproveitamento de áreas agrícolas Em 1985, com a eleição de um Presidente da República civil, começa a se preparar uma nova constituição, que foi promulgada em 05/10/1988. A questão do meio ambiente começa ser levantada, sendo realizados vários eventos por todo o país visando discutir a matéria que seria incluída no texto final As disposições sobre o meio ambiente na CF/88 estão inseridas em diversos títulos e capítulos. O Título VIII (Da ordem social), em seu capítulo VI, trata do meio ambiente, no artigo 225, que contém 6 parágrafos. 2. AFIRMAÇÃO DE UM DIREITO AO MEIO AMBIENTE 2.1 DIREITO SUBJETIVO E DIREITO DE TITULARIDADE COLETIVA Diz o art. 225 caput da CF/88: Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações O direito ao meio ambiente equilibrado é de cada pessoa humana, sem distinção de raça, cor, credo, nacionalidade, idade, saúde, profissão, renda ou residência. A expressão evita que se exclua quem quer que seja Ao mesmo tempo em que o direito ao meio ambiente é de cada pessoa, ele é de todos (transindividual), por isso é um direito difuso ou coletivo A expressão todos tem direito cria um direito subjetivo, oponível a todos, que é contemplado pelo direito ao exercício de ação.

2 2.1.5 A CF/88, traz o direito ao meio ambiente sadio e equilibrado como um direito fundamental da pessoa humana, visando preservar a vida e a dignidade das pessoas O Poder Público e a coletividade deverão defender e preservar o meio ambiente desejado pela Constituição (meio ambiente ecologicamente equilibrado) Poder Público significa além do executivo, o poder legislativo e o judiciário Já a coletividade, o constituinte faz um chamamento aos grupos sociais (sociedade civil), como as ONGS, as associações, fundações e organizações da sociedade civil A ação da coletividade é facultativa, ao passo que do poder público é obrigatória A sadia qualidade de vida só pode ser conseguida e mantida se o meio ambiente estiver ecologicamente equilibrado (ter um meio ambiente não-poluído) As presentes e futuras gerações são estabelecidas como destinatárias da defesa e preservação do meio ambiente Fala-se em responsabilidade ambiental entre gerações. 3. DIREITO À AÇÃO JUDICIAL: AÇÃO POPULAR AMBIENTAL E AÇÃO CIVIL PÚBLICA AMBIENTAL 3.1 Se não houvesse direito ao processo judicial ambiental, o art. 225 da CF ficaria morto. 3.2 A ação popular ambiental na Constituição A ação popular vem prevista no art. 5º, inciso LXXIII da CF/88: qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovada má-fé, isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência Com a CF/88 o meio ambiente é protegido constitucionalmente através da ação popular.

3 3.2.3 Qualquer cidadão (brasileiros e estrangeiros) pode ingressar com ação popular ambiental. 4. A AÇÃO CIVIL PÚBLICA AMBIENTAL NA CONSTITUIÇÃO E O MINISTÉRIO PÚBLICO 4.1. É função institucional do Ministério Público (Promotorias de Justiça) promover a ação civil pública para a proteção do meio ambiente. 4.2 A ação civil pública foi instituída pela Lei nº , de O Ministério Público tem realizado um papel muito importante na defesa do meio ambiente, principalmente porque vem propondo inúmeras ações civis públicas ambientais contra o poder público, além de poderosas empresas públicas e privadas. 4.4 A ação civil pública não tem legitimidade ativa exclusiva do Ministério Público. 5. AS ESPÉCIES, OS ECOSSISTEMAS E O PATRIMÔNIO GENÉTICO 5.1 Para a efetividade do direito assegurado no art. 225, caput, da CF, incumbe ao poder público preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais (art. 225, 1º, I). 5.2 A CF trouxe o dever do poder público de preservar o patrimônio genético. 6. O RISCO AMBIENTAL 6.1 O poder público precisa prevenir na origem os problemas de poluição e de degradação da natureza. É da competência comum dos entes federativos, combater a poluição em qualquer de suas formas.

4 6.2 A CF diz que é preciso proibir as práticas que põem em risco a existência da fauna e da flora, que inegavelmente, têm função ecológica. 6.3 Diante das situações de riscos previstas na CF, o Poder Público e a coletividade têm o dever de exigir medidas eficazes e rápidas na manutenção de toda forma de vida, não só a humana. 7. INTERDIÇÃO DAS PRÁTICAS QUE SUBMETAM OS ANIMAIS A CRUELDADE E INTERPRETAÇÃO DA EXPRESSÃO NA FORMA DA LEI 7.1 Diz a CF/88 no seu artigo 225: 1º - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público: VII - proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade. 7.2 Crueldade está ligado a prazer em derramar sangue, causar dor. Neste sentido, está proibida a manifestação cultura do Estado de Santa Catarina, chamada Farra do Boi, devendo o Estado promover medidas para coibir tal prática. No mesmo sentido, a popular rinha ou briga de galos. 8. A VALORIZAÇÃO DA PREVENÇÃO ATRAVÉS DO ESTUDO PRÉVIO DE IMPACTO AMBIENTAL EPIA 8.1 Para assegurar a efetividade do direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado incumbe ao poder público exigir, na forma da lei, para instalação de obra ou atividade potencialmente causadora de significativa degradação do meio ambiente, estudo prévio de impacto ambiental, a que se dará publicidade (IV). 8.2 O EPIA deve ser anterior ao licenciamento ambiental da obra ou da atividade. 8.3 A exigência do estudo pode ser inclusive quando da renovação ou revisão dos licenciamentos ambientais. 8.4 A CF exige o EPIA. Não é uma faculdade sujeita à discricionariedade da administração. 8.5 A Constituição do Estado de Santa Catarina teve parte declarada inconstitucional, em dispositivo que previa a dispensa da EPIA.

5 8.6 Deve ser dada a devida publicidade ao estudo, conforme manda a CF, por todos os meios eficazes e disponíveis. 9. AS ÁREAS PROTEGIDAS 9.1 Visando assegurar a efetividade do direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado incumbe ao poder público, definir, em todas as unidades da Federação, espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos, sendo a alteração e a supressão permitidas somente através de lei, vedada qualquer utilização que comprometa a integridade dos atributos que justifiquem sua proteção. 9.2 Exemplos destes espaços territoriais especialmente protegidos, estão a APP (área de preservação permanente) e reservas legais florestais, podendo outros serem instituídos por lei, decreto, portaria ou resolução. 9.3 A Floresta Amazônica brasileira, a Mata Atlântica, a Serra do Mar, o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira são patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á, na forma da lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais (CF, art. 225, 4º). 9.4 As áreas acima podem ser utilizadas pelos particulares, desde que observadas as prescrições legais e respeitadas as condições necessárias à preservação ambiental. 10. O CONTROLE DA ENERGIA NUCLEAR 10.1 Toda atividade nuclear em território nacional somente será admitida para fins pacíficos (CF, art. 21, XXIII a ) Cabe ao Congresso Nacional aprovar a admissão de toda a atividade nuclear A localização das usinas nucleares será definida em lei federal Primeiro define o local através de lei, depois, licencia a mesma.

6 11. A OBRIGAÇÃO DE REPARAR O DANO AMBIENTAL 11.1 No art. 225, 1º, o texto constitucional aponta a obrigação de restaurar os processos ecológicos essenciais No 3º consta a obrigação de reparar o dano causado ao meio ambiente, independentemente das sanções penais e administrativas O 2º do artigo acima, obriga quem explorar recursos minerais, a recuperar o meio ambiente degradado A autorização de qualquer pesquisa ou lavra de mineral está condicionada a previsão de recuperação ambiental. 12. O DIREITO À EDUCAÇÃO AMBIENTAL 12.1 Pelo texto constitucional, o poder público deve promover educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente (art. 225, 1º, VI, CF) O tema é tratado na Lei Federal nº /99, em que pese a disciplina não ter sido criada no currículo de ensino. 13. O DESENVOLVIMENTO E O MEIO AMBIENTE 13.1 Diz a CF/88 no art. 3º: Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária; II - garantir o desenvolvimento nacional; III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação Já o art. 170 da Constituição Federal ensina:

7 Art A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios: I - soberania nacional; II - propriedade privada; III - função social da propriedade; IV - livre concorrência; V - defesa do consumidor; VI - defesa do meio ambiente, inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus processos de elaboração e prestação; VII - redução das desigualdades regionais e sociais; VIII - busca do pleno emprego; IX - tratamento favorecido para as empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sua sede e administração no País. Parágrafo único. É assegurado a todos o livre exercício de qualquer atividade econômica, independentemente de autorização de órgãos públicos, salvo nos casos previstos em lei O Poder Público não existe para subjugar a liberdade profissional e empresarial das pessoas físicas e jurídicas. Por outro lado, o poder público não pode ficar omisso ou indiferente diante do uso do meio ambiente, frente a liberdade profissional A defesa do meio ambiente passa a fazer parte do desenvolvimento nacional. Devemos integrar desenvolvimento ambiental, desenvolvimento econômico e desenvolvimento social, sendo que das suas integrações temos o desenvolvimento sustentado Sustentabilidade significa que a economia cresce sem destruir os recursos e o ambiente dos quais o futuro depende A CF fala em função social da propriedade. Tal função somente é cumprida quando o proprietário rural atende, simultaneamente, segundo critérios e graus de exigência estabelecidos em lei, os seguintes requisitos: utilização

8 adequada dos recursos naturais e preservação do meio ambiente (art. 186) A função social da propriedade é um princípio dirigido aos juízes, legisladores e órgãos da administração pública.

É o ramo da biologia que estuda as relações entre os seres vivos e o meio ambiente em que vivem, bem como suas recíprocas influências.

É o ramo da biologia que estuda as relações entre os seres vivos e o meio ambiente em que vivem, bem como suas recíprocas influências. Da Ordem Social: do Meio Ambiente e dos Índios. Cretella Júnior e Cretella Neto Direito Ambiental Prof. Dr. João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com Do meio ambiente A CF de 1988 consagra o direito

Leia mais

Direito Ambiental Constitucional. Inclui Princípios constitucionais correlatos

Direito Ambiental Constitucional. Inclui Princípios constitucionais correlatos Direito Ambiental Constitucional Inclui Princípios constitucionais correlatos Constituição de 1988 Conceito jurídico de meio ambienteconstituição Art. 3º. Para os fins previstos nesta Lei, entende-se por:

Leia mais

Constituições Brasileiras

Constituições Brasileiras Dra.%Patrícia%Bianchi% Constituições Brasileiras! Constituições de 1824 e de 1891 - liberalismo econômico e não intervenção do Estado - nada traziam a respeito da proteção ambiental - direito de propriedade

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Visão constitucional do direito ambiental Fernanda Albina Valliatti 1. INTRODUÇÃO Estudaremos nesse trabalho sobre a proteção ambiental a nível constitucional, na qual estão definidos

Leia mais

Roteiro da Apresentação. 1. Evolução Histórica 2. Problemas de Aplicabilidade 3. Reflexões

Roteiro da Apresentação. 1. Evolução Histórica 2. Problemas de Aplicabilidade 3. Reflexões Roteiro da Apresentação 1. Evolução Histórica 2. Problemas de Aplicabilidade 3. Reflexões Evolução Histórica da Legislação Brasileira Período Colonial (século XVI a XIX) contrabando de animais (rota marítima

Leia mais

Avaliação de risco e legislação ambiental

Avaliação de risco e legislação ambiental VII Seminário Internacional sobre Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas Avaliação de risco e legislação ambiental Ana Luiza Silva Spínola 21 de outubro de 2010 Contextualização Planejamento

Leia mais

RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013.

RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013. RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013. O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelos Procuradores da República signatários, no regular exercício de suas atribuições institucionais, com base

Leia mais

1. Direitos coletivos e direitos individuais: Os dois gêneros sao transindividuais. Os coletivos lato sensu se contrapõem aos individuais.

1. Direitos coletivos e direitos individuais: Os dois gêneros sao transindividuais. Os coletivos lato sensu se contrapõem aos individuais. 1 DIREITO AMBIENTAL PONTO 1: Direitos coletivos e direitos individuais PONTO 2: Conceito, sujeito ativo e passivo PONTO 3: Panorama das Leis mais importantes ambientais PONTO 4: Origem do Direito Ambiental

Leia mais

Constituição Federal de TÍTULO II Dos Direitos e Garantias Fundamentais CAPÍTULO I DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Constituição Federal de TÍTULO II Dos Direitos e Garantias Fundamentais CAPÍTULO I DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Constituição Federal de 1988 TÍTULO II Dos Direitos e Garantias Fundamentais CAPÍTULO I DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer

Leia mais

Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica

Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica Rede de ONGs da Mata Atlântica RMA Apoio: Funbio e MMA Papel do Município no meio ambiente Constituição Federal Art 23 Competência Comum,

Leia mais

Princípios da Administração Pública

Princípios da Administração Pública Princípios da Administração Pública PRINCÍPIO DA LEGALIDADE Conceito: Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei (art. 5º, II da CF). O Princípio da legalidade

Leia mais

Lei Complementar n 140/11. Competências: Licenciamento e Fiscalização

Lei Complementar n 140/11. Competências: Licenciamento e Fiscalização Lei Complementar n 140/11 Competências: Licenciamento e Fiscalização Características Iniciais Fixou normas, nos termos dos incisos III, VI e VI do caput e do parágrafo único do artigo 23 da CF. Cooperação

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

Princípios de Direito Ambiental

Princípios de Direito Ambiental CURSO Delegado de Polícia Civil do Estado do Pará Nº 01 DATA 23/08/2016 DISCIPLINA Direito Ambiental PROFESSOR Romeu Thomé MONITOR Thaís da Mata AULA 01 - Princípios de Direito Ambiental e a Constituição

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. Considere as seguintes normas constitucionais: I. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando

Leia mais

O MEIO AMBIENTE NA CONSTITUIÇÃO E A ATUAÇÃO DO ESTADO

O MEIO AMBIENTE NA CONSTITUIÇÃO E A ATUAÇÃO DO ESTADO O MEIO AMBIENTE NA CONSTITUIÇÃO E A ATUAÇÃO DO ESTADO (Revista da Lata Edição 2016 págs. 14 e 15) Desde a promulgação da Lei Suprema, tenho me debruçado sobre as questões do meio ambiente e constatei que

Leia mais

Direitos fundamentais propriedade. João Miguel da Luz Rivero Fundamento constitucional

Direitos fundamentais propriedade. João Miguel da Luz Rivero Fundamento constitucional Direitos fundamentais propriedade João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com Fundamento constitucional O regime jurídico da propriedade tem seu fundamento na Constituição. Esta garante o direito de

Leia mais

MEIO AMBIENTE LEGISLAÇÃO BÁSICA. Palestrante: Wagner Giron de la Torre

MEIO AMBIENTE LEGISLAÇÃO BÁSICA. Palestrante: Wagner Giron de la Torre MEIO AMBIENTE LEGISLAÇÃO BÁSICA Palestrante: Wagner Giron de la Torre Convenção Sobre a Diversidade Biológica 1992 (promulgada pelo Decreto n. 2.519/98) Conscientes, também, da importância da diversidade

Leia mais

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Organização Estatal Vedação aos entes federativos: I - estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles

Leia mais

ORIGEM E DIFUSÃO DA AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL

ORIGEM E DIFUSÃO DA AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL ORIGEM E DIFUSÃO DA AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL Prof. Eduardo Lucena C. de Amorim 1 OBJETIVOS DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Compatibilizar o desenvolvimento econômico e social com a proteção

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO. O Projeto apresenta trinta e dois (32) artigos, divididos em sete (07) capítulos.

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO. O Projeto apresenta trinta e dois (32) artigos, divididos em sete (07) capítulos. PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 145 de 18 de setembro de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Estabelece normas de Proteção

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

Lei nº 6.938/81. Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Lei nº 6.938/81. Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos Lei nº 6.938/81 SINOPSE: a) Meio ambiente é PATRIMÔNIO PÚBLICO, devendo ser protegido, tendo em vista o uso coletivo; b) Planejar, fiscalizar e racionalizar o uso dos recursos ambientais; c) Proteger os

Leia mais

COMPETÊNCIA CONSTITUCIONAL EM MATÉRIA AMBIENTAL

COMPETÊNCIA CONSTITUCIONAL EM MATÉRIA AMBIENTAL COMPETÊNCIA CONSTITUCIONAL EM MATÉRIA AMBIENTAL 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Constituição Federal, promulgada em 05 de outubro de 1988, foi o primeiro texto constitucional brasileiro a tratar do tema meio ambiente

Leia mais

O meio ambiente na CF/1988. José Antônio Tietzmann e Silva - Todos os direitos reservados

O meio ambiente na CF/1988. José Antônio Tietzmann e Silva - Todos os direitos reservados O meio ambiente na CF/1988 Japão (1946), Polônia (1952), Tchecho-Eslováquia (1960), Bulgária (1971), Confederação Helvética (1971), Hungria (1972), Panamá (1972), Ioguslávia (1974), Grécia (1975), Cuba

Leia mais

Prof. Guilhardes de Jesus Júnior Advogado Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente UESC/PRODEMA Coordenador do Curso de Direito da FTC/Ita

Prof. Guilhardes de Jesus Júnior Advogado Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente UESC/PRODEMA Coordenador do Curso de Direito da FTC/Ita UMA INTRODUÇÃO À TUTELA JURÍDICA DO MEIO AMBIENTE Prof. Guilhardes de Jesus Júnior Advogado Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente UESC/PRODEMA Coordenador do Curso de Direito da FTC/Ita E

Leia mais

22/10/2008 INTERESSE DIREITO

22/10/2008 INTERESSE DIREITO EM DEFESA DO DIREITO A TER DIREITOS Prof. MSc. Guilhardes de Jesus Júnior INTERESSE DIREITO 1 Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA INQUÉRITO CIVIL N : INTERESSADOS: COMPROMISSÁRIO E POPULAÇÃO EM GERAL OBJETO: MANUTENÇÃO DE PÁSSARO DA FAUNA SILVESTRE EM CATIVEIRO. TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA No dia de de, compareceu

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n /1-00, da Comarca de

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n /1-00, da Comarca de PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO " ---^l^:, Vistos, relatados e discutidos estes autos de APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n 704.. 103-5/1-00, da Comarca de SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, em que

Leia mais

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO AMBIENTAL PROF.ª ERIKA BECHARA

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO AMBIENTAL PROF.ª ERIKA BECHARA XXII EXAME DE ORDEM DIREITO AMBIENTAL PROF.ª ERIKA BECHARA Meio ambiente na CF/88 A Constituição Federal reconhece e declara: O meio ambiente ecologicamente equilibrado é essencial à sadia qualidade de

Leia mais

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL Brasil

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL Brasil LEGISLAÇÃO AMBIENTAL Brasil Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Objetivos do Curso Este curso é

Leia mais

O que é orçamento público?

O que é orçamento público? O que é orçamento público? É a previsão de arrecadação de receitas e a fixação de despesas para um período determinado. É computar, avaliar, calcular a previsão da arrecadação de tributos e o gasto de

Leia mais

Resolução Conjunta IBAMA/SEMA/IAP nº 005, de 28 de março de 2008.

Resolução Conjunta IBAMA/SEMA/IAP nº 005, de 28 de março de 2008. Resolução Conjunta IBAMA/SEMA/IAP nº 005, de 28 de março de 2008. Define critérios para avaliação das áreas úmidas e seus entornos protetivos, normatiza sua conservação e estabelece condicionantes para

Leia mais

Papel do Município no Licenciamento Ambiental

Papel do Município no Licenciamento Ambiental Papel do Município no Licenciamento Ambiental Vivian do Carmo Bellezzia Advogada Mestranda em Direito Ambiental pela ESDHC Especialista em Direito Público pela PUC-MINAS Especialista em Filosofia pela

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Aula 03 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES

SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES 1. Direitos de terceira geração 1.1 Introdução 1.2 Direitos difusos 1.3 Direitos coletivos stricto sensu 1.4 Direitos individuais homogêneos 2. Meio ambiente: definição e

Leia mais

Direito Civil Tutela Administrativa do meio Ambiente. Secretário de Diligências do MP/RS

Direito Civil Tutela Administrativa do meio Ambiente. Secretário de Diligências do MP/RS Direito Civil Tutela Administrativa do meio Ambiente Secretário de Diligências do MP/RS Professor Mateus Silveira Facebook: Mateus Silveira mateussilveira.adv@gmail.com PERISCOPE: @profmateussilveira Twitter:

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Constitucional Polícia Legislativa Senado Federal Período: 2008-2017 Sumário Direito Constitucional... 3 Estado Democrático de Direito... 3 Direitos e deveres individuais

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso Promotoria de Justiça de Água Boa

Ministério Público do Estado de Mato Grosso Promotoria de Justiça de Água Boa NOTIFICANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO NOTIFICADO: PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA, Sr. MAURO ROSA DA SILVA NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA Nº 03/2016 (Simp nº 002493-005/2013) O MINISTÉRIO

Leia mais

ASPECTOS LEGAIS DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA. Londrina, 06 de julho de 2016.

ASPECTOS LEGAIS DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA. Londrina, 06 de julho de 2016. ASPECTOS LEGAIS DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA Londrina, 06 de julho de 2016. AS ATRIBUIÇÕES CONSTITUCIONAIS DO MINISTÉRIO PÚBLICO Artigo 127, da Constituição Federal: O Ministério Público é instituição

Leia mais

20/11/2014. Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ

20/11/2014. Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ 1 01. A Constituição Federal de 1988 consagra diversos princípios, os quais exercem papel extremamente importante no ordenamento

Leia mais

Excelentíssimo Senhor

Excelentíssimo Senhor Excelentíssimo Senhor capital Doutor Promotor de Justiça do Meio Ambiente da A Seção de São Bernardo do Campo da centenária UIPA, União Internacional Protetora dos Animais, por seu vice-presidente adiante

Leia mais

GUSTAVO FILIPE BARBOSA GARCIA TERCEIRIZAÇÃO

GUSTAVO FILIPE BARBOSA GARCIA TERCEIRIZAÇÃO GUSTAVO FILIPE BARBOSA GARCIA TERCEIRIZAÇÃO Trabalho temporário Cooperativas de trabalho Conforme a Lei 13.429/2017 2ª edição 2017 CAPÍTULO 1 TERCEIRIZAÇÃO E INTERMEDIAÇÃO DE MÃO DE OBRA 1.1 CONCEITO E

Leia mais

CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITO MINERÁRIO

CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITO MINERÁRIO ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO - AGU POTENCIAL CONFLITO DA MINERAÇÃO COM ÁREAS ESPECIAIS/ RESTRITAS CRISTINA CAMPOS ESTEVES Julho/2009 CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITO MINERÁRIO Salvador, 7 a 9 de junho de

Leia mais

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado Noções de Estado Noções de Estado Organização da Federação e Poderes do Estado Estado É a sociedade política e juridicamente organizada, dotada de soberania, dentro de um território, sob um governo, para

Leia mais

Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira

Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira São Paulo, 1 de agosto de 2016 ROTEIRO Instituições e Atribuições do Estado Quem faz o que? Constituição Federal Competências

Leia mais

NOÇÕES DE SUSTENTABILIDADE

NOÇÕES DE SUSTENTABILIDADE 00 NOÇÕES DE SUSTENTABILIDADE www.supremaciaconcursos.com.br 1 ÍNDICE 1. PALAVRAS INICIAIS... 3 2. CONTEÚDO DA AULA... 4 3. TEORIA COMPLETA... 5 4. EXERCÍCIOS ESPECÍFICOS... 13 5. GABARITO... 20 www.supremaciaconcursos.com.br

Leia mais

1. INTERVENÇÃO DO ESTADO NA PROPRIEDADE. Art. 5ª da CF é considerado cláusula pétrea, assim, propriedade é cláusula pétrea.

1. INTERVENÇÃO DO ESTADO NA PROPRIEDADE. Art. 5ª da CF é considerado cláusula pétrea, assim, propriedade é cláusula pétrea. 1 DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: Intervenção do Estado na Propriedade PONTO 2: Servidão Administrativa PONTO 3: Requisição Administrativa PONTO 4: Ocupação Temporária PONTO 5: Limitações Administrativas

Leia mais

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Legislação Ambiental para Engenharia Ambiental e Sanitária - UFJF

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Legislação Ambiental para Engenharia Ambiental e Sanitária - UFJF SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Rolfe Pinho Dias - SUPRAM - NRRA - Juiz de Fora 1 Regularização Ambiental Rolfe Pinho Dias Técnico Ambiental SUPRAM -Zona da Mata NRRA Juiz

Leia mais

ENVIRONMENT CHAPTER OF THE STATE CONSTITUTION OF AMAZONAS

ENVIRONMENT CHAPTER OF THE STATE CONSTITUTION OF AMAZONAS ENVIRONMENT CHAPTER OF THE STATE CONSTITUTION OF AMAZONAS Capítulo XI Do Meio Ambiente Art. 229 - Todos têm direito ao meio ambiente equilibrado, essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder

Leia mais

Simulado IBAMA Rua das Marrecas, 15, Centro CEP Rio de Janeiro RJ / Telefax: / /

Simulado IBAMA Rua das Marrecas, 15, Centro CEP Rio de Janeiro RJ / Telefax: / / Simulado IBAMA 2012 Fala pessoal, tudo certo? A prova tá chegando, hein? Ansiosos? Relaxem, quanto antes vier a prova, antes virá também a nossa vitória... Para revisar aqueles últimos detalhes em constitucional,

Leia mais

Simples Nacional e a Tributação pelo Lucro Presumido. Prof. Dr. Paulo Caliendo Professor PUCRS

Simples Nacional e a Tributação pelo Lucro Presumido. Prof. Dr. Paulo Caliendo Professor PUCRS + Simples Nacional e a Tributação pelo Lucro Presumido Prof. Dr. Paulo Caliendo Professor PUCRS + Quaestione Disputatae O Simples Nacional é preferível ao Lucro Presumido? Questão óbvia: a resposta deveria

Leia mais

LEGISLAÇÃO MINERÁRIA BRASILEIRA: Avaliação e Perspectivas. ANA SALETT MARQUES GULLI Procuradora-Chefe/DNPM

LEGISLAÇÃO MINERÁRIA BRASILEIRA: Avaliação e Perspectivas. ANA SALETT MARQUES GULLI Procuradora-Chefe/DNPM LEGISLAÇÃO MINERÁRIA BRASILEIRA: Avaliação e Perspectivas ANA SALETT MARQUES GULLI Procuradora-Chefe/DNPM Junho/2010 Relevância da atividade mineral A atividade mineral apresenta-se como uma atividade

Leia mais

ORIENTAÇÃO JURÍDICA NORMATIVA Nº 09/2010/PFE/IBAMA TEMA: NATUREZA JURÍDICA DA MULTA APLICADA PELO IBAMA DIVERSA DA MULTA PENAL POR CRIME AMBIENTAL

ORIENTAÇÃO JURÍDICA NORMATIVA Nº 09/2010/PFE/IBAMA TEMA: NATUREZA JURÍDICA DA MULTA APLICADA PELO IBAMA DIVERSA DA MULTA PENAL POR CRIME AMBIENTAL ORIENTAÇÃO JURÍDICA NORMATIVA Nº 09/2010/PFE/IBAMA TEMA: NATUREZA JURÍDICA DA MULTA APLICADA PELO IBAMA DIVERSA DA MULTA PENAL POR CRIME AMBIENTAL Parecer nº 2341/2009/COEP, expedido no processo 02001.010870/2009-59,

Leia mais

S UMÁRIO. Capítulo 1 Meio Ambiente Doutrina e Legislação...1. Questões...6 Gabaritos comentados...8

S UMÁRIO. Capítulo 1 Meio Ambiente Doutrina e Legislação...1. Questões...6 Gabaritos comentados...8 S UMÁRIO Capítulo 1 Meio Ambiente...1 1. Doutrina e Legislação...1 1.1. Conceito de meio ambiente... 1 1.2. Classi icação didática do meio ambiente... 3 1.3. O meio ambiente no art. 225 da CF/88... 4 Questões...6

Leia mais

SIMEXMIN 2012 A QUESTÃO AMBIENTAL NA MINERAÇÃO E SUAS CONSEQUÊNCIAS. Ricardo Carneiro

SIMEXMIN 2012 A QUESTÃO AMBIENTAL NA MINERAÇÃO E SUAS CONSEQUÊNCIAS. Ricardo Carneiro SIMEXMIN 2012 A QUESTÃO AMBIENTAL NA MINERAÇÃO E SUAS CONSEQUÊNCIAS Ricardo Carneiro APROVEITAMENTO DOS RECURSOS MINERAIS E DOS POTENCIAIS HIDRÁULICOS APROVEITAMENTO DOS RECURSOS MINERAIS E DOS POTENCIAIS

Leia mais

FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013

FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013 FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013 01. Acerca dos direitos fundamentais inscritos na Constituição de 1988, assinale a afirmativa correta. (A) A Constituição, em garantia ao princípio da igualdade,

Leia mais

o MINISTERIO PUBLICO FEDERAL, pelos Pracuradores da Republica

o MINISTERIO PUBLICO FEDERAL, pelos Pracuradores da Republica %~~1~j/ ~~~ 1.26.001.000163/2009-67, 1.26.006.000044/2010-06, 1.26.006.000033/2010-18, 1.26.006.000035/2010-15, 1.26.006.000009/2010-89 e outros. o, pelos Pracuradores da Republica signatarios, no exercicio

Leia mais

Ministério Público DO ESTADO DE MATO GROSSO 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Barra do Bugres

Ministério Público DO ESTADO DE MATO GROSSO 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Barra do Bugres SIMP nº. 000954-033/2016 NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA nº 002/2016 O Promotor de Justiça, oficiante na Comarca de Barra do Bugres/MT, no uso de suas atribuições legais e constitucionais, na defesa do patrimônio

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA O estudo da Administração Pública em geral, compreendendo a sua estrutura e as suas atividades, devem partir do conceito de ESTADO, sobre o qual repousa

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA PATRULHA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE RONDÔNIA O Brasil tornou-se uma República em 1889, quando um golpe militar liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca tirou D. Pedro II do poder. No Brasil,

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, Direitos sociais,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4)

DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4) DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4) Atualizado até 13/10/2015 PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS. 1º AO 4º DA CF88): Todo princípio fundamental é constitucional, mas nem todo princípio

Leia mais

Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de Parte 1 -

Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de Parte 1 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de 1988 - Parte 1 - Objetivo: - Conhecer a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (CRFB/88);

Leia mais

LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011

LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011 LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011 Dispõe sobre o Fundo Municipal de Meio Ambiente do Município de Paranatinga. CAPÍTULO I Do Fundo Municipal de Meio Ambiente Art. 1º Fica instituído o Fundo Municipal de

Leia mais

PROVIDÊNCIAS JURÍDICAS

PROVIDÊNCIAS JURÍDICAS PROVIDÊNCIAS JURÍDICAS São também chamadas e conhecidas por remédios jurídicos. As sete providências jurídicas a seguir enumeradas, são asseguradas a toda e qualquer pessoa dentro do território nacional

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017. Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017. Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas Notícia de Fato 1.20.006.000024/2017-17 RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio dos Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas atribuições constitucionais

Leia mais

Mestrando: Iran Alves Moraes

Mestrando: Iran Alves Moraes Seminário: Apuração das infrações penais ambientais. Atribuições Mestrando: Iran Alves Moraes Seminário: Apuração das infrações penais ambientais. Atribuições constitucionais e infraconstitucionais do

Leia mais

11º GV - Vereador Floriano Pesaro

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 576 /2013 Institui o Projeto Calçada Limpa no âmbito das subprefeituras, e dá outras providências. A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA: Art. 1º A presente Lei institui o Projeto Calçada

Leia mais

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE PIÇARRA

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE PIÇARRA LEI MUNICIPAL N.183/2013. Institui o Plano Manicipal de Saneamento Básico do Município de Piçarra, instrumento da Política Municipal de Saneamento Básico e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

A experiência do Estado de São Paulo e a visão da Câmara dos Deputados. Deputado Federal Arnaldo Jardim

A experiência do Estado de São Paulo e a visão da Câmara dos Deputados. Deputado Federal Arnaldo Jardim ABES Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental 2º Seminário Regional Sudeste sobre Resíduos Sólidos Desafios das Políticas para uma Gestão Integrada de Resíduos Sólidos A experiência do

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL LEGISLAÇÕES PERTINENTES

LICENCIAMENTO AMBIENTAL LEGISLAÇÕES PERTINENTES LICENCIAMENTO AMBIENTAL LEGISLAÇÕES PERTINENTES O MEIO AMBIENTE NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Art. 225, CF: Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial

Leia mais

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO -

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Curso Resultado Um novo conceito em preparação para concursos! Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Trabalho finalizado em julho/2015.

Leia mais

Atenção: - a palavra-chave de tem menos de 4 letras, por isso não foi destacada. LEI Nº 2767, DE 18 DE MAIO DE 2012.

Atenção: - a palavra-chave de tem menos de 4 letras, por isso não foi destacada. LEI Nº 2767, DE 18 DE MAIO DE 2012. Atenção: - a palavra-chave de tem menos de 4 letras, por isso não foi destacada. LEI Nº 2767, DE 18 DE MAIO DE 2012. INSTITUI O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, INSTRUMENTO DA POLITICA MUNICIPAL DE

Leia mais

Rodada #1 Direito Constitucional

Rodada #1 Direito Constitucional Rodada #1 Direito Constitucional Professor Frederico Dias Assuntos da Rodada NOÇÕES DE DIREITO PÚBLICO: Princípios fundamentais. (Art. 1º ao 4º da CRFB). Direitos e garantias fundamentais. Direitos e deveres

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso

Ministério Público do Estado de Mato Grosso TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA com cominação de multa diária N 007/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, representado, neste ato, pelo da Comarca de Porto Esperidião/MT, Dr., doravante designado

Leia mais

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA 01) Não se enquadra na subdivisão de "Público" o direito: a) Constitucional b) Administrativo. c) Judiciário / processual. d) Penal. e) Comercial. 02) Não

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 1ª Promotoria de Justiça Cível de Barra do Bugres-MT

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 1ª Promotoria de Justiça Cível de Barra do Bugres-MT NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA nº 003/2015 Considerando o teor de fls. 17/19, o Sr. José Damião é o locador do imóvel em questão, e o Sr. José Limeira da Silva Filho é o locatário, o Promotor de Justiça, oficiante

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 1.138, DE 2008 Determina a sustação do Decreto nº 6.640, de 7 de novembro de 2008, do Poder Executivo, por exorbitar

Leia mais

Prof. Murillo Sapia Gutier

Prof. Murillo Sapia Gutier Prof. Murillo Sapia Gutier www.murillogutier.com.br A necessidade do Estado: Resguardo dos Direitos Fundamentais; Função do Direito Civil Codificado: uniformizar a normatização de institutos fundamentais

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 145 QUESTÕES DE PROVAS IBFC POR ASSUNTOS 06 QUESTÕES DE PROVAS FCC 24 QUESTÕES ELABORADAS PELO EMMENTAL Edição Maio 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É vedada a reprodução

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL E O PRINCIPIO DA PRECAUÇÃO

DIREITO AMBIENTAL E O PRINCIPIO DA PRECAUÇÃO DIREITO AMBIENTAL E O PRINCIPIO DA PRECAUÇÃO Felipe BLENSKI 1 Fernando do Rego BARROS FILHO 2 Igor RATKOSKI 3 Genésio Aires de SIQUEIRA 4 1.1 CONCEITOS DE DIREITO AMBIENTAL Em sua obra de Direito Ambiental

Leia mais

LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995

LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995 LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995 Dispõe sobre o Regime de Concessão e Permissão da Prestação de Serviços Públicos previsto no art. 175 da Constituição Federal, e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

SUMÁRIO 4. A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

SUMÁRIO 4. A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES 1. Direitos de terceira geração 1.1 Introdução 1.2 Direitos difusos 1.3 Direitos coletivos stricto sensu 1.4 Direitos individuais homogêneos 2. Meio ambiente: definição e

Leia mais

Osvaldo Antonio R. dos Santos Gerente de Recursos Florestais - GRF. Instituto de Meio Ambiente de MS - IMASUL

Osvaldo Antonio R. dos Santos Gerente de Recursos Florestais - GRF. Instituto de Meio Ambiente de MS - IMASUL Osvaldo Antonio R. dos Santos Gerente de Recursos Florestais - GRF Instituto de Meio Ambiente de MS - IMASUL Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico - SEMADE Presidência da República Casa

Leia mais

Restauração Ecológica

Restauração Ecológica Restauração Ecológica A importância das florestas Seres humanos e sociedade: uso de recursos direta e indiretamente Diretamente: madeira para móveis, lenha, carvão, frutos, sementes e castanhas, óleos,

Leia mais

A CF propugna, de forma específica, a integração econômica, política, social e cultural do Brasil com os povos da América Latina

A CF propugna, de forma específica, a integração econômica, política, social e cultural do Brasil com os povos da América Latina 01 Q369445 Direito Constitucional Princípios Fundamentais da República Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: SUFRAMAProva: Agente Administrativo BETA Acerca da classificação das constituições e dos princípios

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 Art. 207. As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre

Leia mais

LEI ORGÂNICA DO MUNICIPIO

LEI ORGÂNICA DO MUNICIPIO LEI ORGÂNICA DO MUNICIPIO LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP. TÍTULO VII DO MEIO AMBIENTE Art. 239 O Município providenciará, com a participação da coletividade, a preservação, conservação,

Leia mais

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Prof. Gustavo Nascimento Unidade I DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Desenvolvimento sustentável Histórico do conceito de desenvolvimento sustentável A Revolução Industrial foi um marco importante na humanidade

Leia mais

Atribuições da FATMA no município de Florianópolis

Atribuições da FATMA no município de Florianópolis Seminário de Condicionantes Ambientais e Capacidade de Suporte IPUF / Prefeitura Municipal de Florianópolis Atribuições da FATMA no município de Florianópolis ELAINE ZUCHIWSCHI Analista Técnica em Gestão

Leia mais

Regularização Fundiária em Área de Preservação Permanente na

Regularização Fundiária em Área de Preservação Permanente na Regularização Fundiária em Área de Preservação Permanente na forma da Lei n.º 11.977/09 Gustavo Burgos de Oliveira, Assessor Jurídico do MP/RS. Porto Alegre, 14 de dezembro de 2010. Regularização Fundiária:

Leia mais

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, na forma da Lei nº7347/85, de um lado o DO ESTADO DE MATO GROSSO, por meio de seu agente signatário, infra-afirmado, doravante denominado

Leia mais

ATIVOS E PASSIVOS SÓCIO-AMBIENTAIS

ATIVOS E PASSIVOS SÓCIO-AMBIENTAIS ATIVOS E PASSIVOS SÓCIO-AMBIENTAIS SERRANO NEVES Procurador de Justiça Criminal de Goiás www.serrano.neves.nom.br ATIVOS E PASSIVOS SÓCIO-AMBIENTAIS 1. Panorama Constitucional 2. Função Social da Propriedade

Leia mais

DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II

DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II Prof. Dr. João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com www.rivero.pro.br O Estado Federal fundamenta-se no

Leia mais

PEC 369/2005 Poder Executivo

PEC 369/2005 Poder Executivo PEC 369/2005 Poder Executivo Dá nova redação aos arts. 8o, 11, 37 e 114 da Constituição. Art. 1o Os arts. 8o, 11, 37 e 114 da Constituição passam a vigorar com a seguinte redação: Art. 8o É assegurada

Leia mais

OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE

OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE Medidas cabíveis para a subsistência e melhoria do atendimento AMPASA Brasília agosto de 2016 ALGUNS DESSES PROBLEMAS Emenda Constitucional nº 29, de 2000 Lei Complementar

Leia mais

Questões Ambientais e Aspectos Legais

Questões Ambientais e Aspectos Legais 1 Questões Ambientais e Aspectos Legais 2 Questões Ambientais Constituição Federal Brasileira Art. 225: "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL FUNDAMENTAÇÃO LEGAL:

LICENCIAMENTO AMBIENTAL FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: LICENCIAMENTO AMBIENTAL FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei 6938/81 (PNMA), art. 9º, inc. IV Dec. 99.274/90, art. 7, inc. I Resolução CONAMA 001/86 e 237/97 e 006/86 CF/88 art. 225 (proteção e prevenção) Art. 2º

Leia mais

03/05/2017 MARIANO BORGES DIREITO ADMINISTRATIVO

03/05/2017 MARIANO BORGES DIREITO ADMINISTRATIVO MARIANO BORGES DIREITO ADMINISTRATIVO 1. O regime jurídico administrativo é composto por inúmeras normativas que conferem unidade ao Direito Administrativo brasileiro. Majoritariamente, a doutrina apresenta

Leia mais