FICHA TÉCNICA. Gestão de Risco em Saúde: Segurança para Pacientes, Equipes e Ambiente Assistencial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FICHA TÉCNICA. Gestão de Risco em Saúde: Segurança para Pacientes, Equipes e Ambiente Assistencial"

Transcrição

1

2 FICHA TÉCNICA Gestão de Risco em Saúde: Segurança para Pacientes, Equipes e Ambiente Assistencial O objetivo do curso é capacitar os profissionais de saúde no uso de ferramentas de gerenciamento de risco e na implantação de políticas de gestão de risco em suas instituições, com vistas à minimização de danos e ao fortalecimento da cultura de segurança nos estabelecimentos de saúde, na perspectiva de articulação sistêmica e integrada das práticas de gestão, vigilância e cuidado em saúde. horas 0 dias (recomendamos 1h por dia para estudo) Profissionais de saúde e aqueles que atuam em funções como analistas, coordenadores, supervisores e gestores da área da saúde. Ao final do curso, você estará apto a: OBJETIVOS Conhecer os conceitos básicos de segurança na área da saúde. Analisar os principais sistemas e processos de gestão de segurança em saúde. Conhecer os conceitos de gestão de riscos do paciente, colaborador e ambiente. Compreender os sistemas de gestão de risco na saúde em seus aspectos mais atuais. Conhecer os conceitos de cultura de segurança.

3 Compreender o conceito de engajamento da liderança, comunicação efetiva e aprendizagem coletiva. Conhecer aspectos relacionados ao conceito de cultura justa Analisar os aspectos relacionados ao inicio de um programa de gestão de risco. Compreender o gerenciamento e a vigilância de riscos (GVR). COMPETÊNCIA O curso foi construído baseado numa proposta de educação inovadora, com foco em competências e não considerando simplesmente o conteúdo. Sendo assim, segue as mesmas premissas norteadas pelas competências profissionais do Hospital Israelita Albert Einstein. Para esse curso foram consideradas as seguintes competências: Planejamento e organização Compromisso com a excelência Visão estratégica de mercado PROGRAMA Unidade 1. Conceitos Segurança da área da saúde Insegurança na estrutura e processos assistenciais Constituição de um fluxo de gestão Principais gaps associados aos danos relacionados aos cuidados assistenciais Estudos de eventos adversos. Gestão de riscos e segurança do paciente, colaborador e ambiente. Unidade 2. Cultura de segurança Conceito de cultura de segurança Pilares que compõem o desenvolvimento da cultura de segurança Engajamento da liderança

4 Informação e comunicação efetiva Envolvimento dos profissionais Mecanismos de aprendizado coletivo Cultura justa Unidade 3. Estrutura da gestão de risco Introdução Começando um programa de gestão de riscos Operacionalizando o gerenciamento e vigilância do risco (GVR) Unidade 4. Resultados: como produzir informações para a tomada de decisão METODOLOGIA O curso é realizado 100% a distância, não há necessidade de nenhum encontro presencial. Tem a duração de 40 dias e há o acompanhamento de um professor-tutor. De modo geral, o curso segue a estrutura* abaixo, com datas programadas para a conclusão das unidades e atividades propostas. A discussão de tópicos relevantes das unidades, das atividades propostas será mediada pelo professor-tutor nos fóruns. A participação no fórum é fundamental para o melhor aproveitamento do curso.

5 Ambientação: aqui você poderá compreender o funcionamento do modelo de ensino a distância Einstein. Nesse momento é importante que você acesse o guia do aluno e participe do fórum de boas-vindas. Conteúdo das Unidades: onde é abordado e discutido o conteúdo propriamente dito. Ao longo do curso são oferecidos: Conteúdo interativo: conteúdo em formato hipertextual, contendo textos, ilustrações e animações, glossário, referência bibliográfica e questões para reflexão. Vídeo: vídeo com especialistas, na modalidade entrevista ou debate, para provocar reflexão sobre temas e práticas atuais relevantes ou vídeos de técnicas e procedimentos de modo a facilitar a [re]construção de conhecimentos.

6 Material complementar: material que complementa o conteúdo das unidades e contempla textos técnico-científicos, indicação de sites para pesquisa, links para materiais disponíveis na internet. Autoavaliação: atividade individual para exercício do autoconhecimento. Não vale pontuação na média final. Fórum de discussão: Para discussão de tópicos relevantes das unidades ou atividades propostas, mediada pelo professor-tutor. A participação no fórum é fundamental para o melhor aproveitamento do curso. Atividade individual: tarefa relacionada às competências trabalhadas nas unidades. Encontro virtual: chat com o professor-tutor para discussão da atividade e fechamento do curso. Estarão disponíveis dois horários para sua escolha. Autoavaliação final: atividade individual para exercício do autoconhecimento, contendo 10 questões objetivas. Não vale pontuação na média final. Encerramento: fechamento do curso e realização de avaliação de satisfação. *Esse é um exemplo da metodologia padrão. Pode haver pequenas variações na estrutura do curso, bem como a quantidade de vídeos, materiais complementares, artigos, fóruns de discussões, etc.

7 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Para aprovação no curso, você deverá obter média final maior ou igual a 7.0. A média final é constituída por: Atividade Individual (NAI): nota referente à realização da atividade, a qual será avaliada de 0 a 5 pontos. Participação (NPA): nota referente à participação no curso e nos fóruns de discussão do curso, a qual será avaliada de 0 a 5 pontos. Bônus Chat (BC): bônus referente à participação no chat, de 0 a 1,0 ponto. MÉDIA FINAL = NAI + NPA + BC Caso não seja aprovado, haverá uma atividade de recuperação e para a obtenção da aprovação, a nota mínima é 7.0. AUTOR Paola Bruno de Araujo Andreoli Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1990), mestrado (1998) e doutorado (2002) em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo. Atuou como supervisora no Hospital São Paulo e, posteriormente como psicóloga sênior na Unidade de Terapia Intensiva do adulto do Hospital Israelita Albert Einstein. Foi coordenadora do serviço de psicologia deste Hospital entre os anos de 2002 a 2005 e coordenadora do curso de especialização em Psicologia Hospitalar do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein por cinco anos. Atuou como Gerente de Prática Assistencial Multiprofissional da Divisão de Prática Assistencial, Qualidade e Segurança do Hospital Israelita Albert Einstein entre os anos de 2005 a Concluiu MBA em gestão de saúde pelo INSPER São Paulo em Atualmente ocupa o cargo de Gerente de Gerenciamento e Vigilância de Riscos Assistenciais, coordena o curso de Gestão de Riscos em serviços de saúde, oferecido aos Hospitais Sentinela em parceria com a ANVISA como parte do projeto PROADI-SUS e é consultora da página de Experiências Brasileiras do Proqualis, site desenvolvido pela FIOCRUZ/MS. Currículo lattes:

8 CERTIFICADO Certificado de conclusão do Curso de Atualização em Gestão de Risco em Saúde: Segurança para Pacientes, Equipes e Ambiente Assistencial.

FICHA TÉCNICA. Epidemiologia Gerencial aplicada à Gestão de Serviços e Sistemas de Saúde

FICHA TÉCNICA. Epidemiologia Gerencial aplicada à Gestão de Serviços e Sistemas de Saúde FICHA TÉCNICA Epidemiologia Gerencial aplicada à Gestão de Serviços e Sistemas de Saúde O atual cenário de saúde tem exigido cada vez mais dos profissionais uma oferta equitativa de serviços (baseada na

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Gestão de Risco e Segurança em Saúde

FICHA TÉCNICA. Gestão de Risco e Segurança em Saúde FICHA TÉCNICA Gestão de Risco e Segurança em Saúde O objetivo do curso é capacitar os profissionais de saúde no uso de ferramentas de gerenciamento de risco e na implantação de políticas de gestão de risco

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Gestores e demais profissionais que atuam na área da saúde. OBJETIVO

FICHA TÉCNICA. Gestores e demais profissionais que atuam na área da saúde. OBJETIVO FICHA TÉCNICA Gestão de Fluxo de Pacientes A gestão eficiente do fluxo do paciente tornou-se um desafio para as instituições de saúde. Adaptar a relação entre capacidade e demanda é essencial para assegurar

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Segurança do Paciente e as 6 Metas Internacionais

FICHA TÉCNICA. Segurança do Paciente e as 6 Metas Internacionais FICHA TÉCNICA Segurança do Paciente e as 6 Metas Internacionais A qualidade da assistência prestada nos serviços de saúde é cada vez mais uma exigência da sociedade brasileira, reforçada tanto por compromissos

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Profissionais da saúde e demais que atuam como analistas, coordenadores, supervisores e gestores da área da saúde.

FICHA TÉCNICA. Profissionais da saúde e demais que atuam como analistas, coordenadores, supervisores e gestores da área da saúde. FICHA TÉCNICA Lean 6 Sigma na Saúde A preocupação com a eficiência operacional dos processos está na pauta de instituições dos mais diversos segmentos. Na área da saúde, garantir um ambiente mais seguro

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Gestão da Sustentabilidade em Serviços de Saúde (ênfase em Gestão Ambiental)

FICHA TÉCNICA. Gestão da Sustentabilidade em Serviços de Saúde (ênfase em Gestão Ambiental) FICHA TÉCNICA Gestão da Sustentabilidade em Serviços de Saúde (ênfase em Gestão Ambiental) Os serviços de saúde possuem importante papel social, na medida em que são responsáveis por atender a necessidades

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Gestão de Processos em Saúde

FICHA TÉCNICA. Gestão de Processos em Saúde FICHA TÉCNICA Gestão de Processos em Saúde Os trabalhos importantes realizados nas empresas fazem parte de processos. Não existe um produto ou serviço oferecido sem um processo empresarial. Da mesma forma,

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Comunicação de Más Notícias

FICHA TÉCNICA. Comunicação de Más Notícias FICHA TÉCNICA Comunicação de Más Notícias Comunicar más notícias a pacientes e seus familiares em Hospitais é uma das mais difíceis e importantes tarefas com que se deparam as equipes de saúde e, principalmente,

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Cálculo de Medicação e Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos

FICHA TÉCNICA. Cálculo de Medicação e Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos FICHA TÉCNICA Cálculo de Medicação e Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos Saiba como realizar cálculos, preparo, diluição e transformação de soluções medicamentosas, bem como as metas

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Diagnóstico e tratamento da doença de Parkinson para não neurologistas

FICHA TÉCNICA. Diagnóstico e tratamento da doença de Parkinson para não neurologistas FICHA TÉCNICA Diagnóstico e tratamento da doença de Parkinson para não neurologistas O Parkinson é a segunda doença neurodegenerativa mais comum e estima-se que a prevalência de portadores mais do que

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Gestão de Projetos em Saúde

FICHA TÉCNICA. Gestão de Projetos em Saúde FICHA TÉCNICA Gestão de Projetos em Saúde As instituições de saúde modernas estão buscando cada vez mais investir em gestores de projetos. A competitividade necessária aos negócios de hoje obrigou as organizações

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Avaliação e conduta nutricional no paciente internado

FICHA TÉCNICA. Avaliação e conduta nutricional no paciente internado FICHA TÉCNICA Avaliação e conduta nutricional no paciente internado A avaliação nutricional permite a identificação dos pacientes desnutridos ou em risco de desnutrição e a prescrição da terapia nutricional

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Exame Clínico e Conduta nas Doenças Valvares

FICHA TÉCNICA. Exame Clínico e Conduta nas Doenças Valvares FICHA TÉCNICA Exame Clínico e Conduta nas Doenças Valvares O curso aborda os principais temas em doença valvar, incluindo sua complicação mais temida: a endocardite infeciosa. O conteúdo também passa pelo

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Neuropsicologia da memória

FICHA TÉCNICA. Neuropsicologia da memória FICHA TÉCNICA Neuropsicologia da memória Com o aumento da população idosa e, consequentemente, das doenças relacionadas a esta faixa etária, as alterações de memória têm sido uma das principais queixas

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Profissionais da área de saúde e administração. OBJETIVO

FICHA TÉCNICA. Profissionais da área de saúde e administração. OBJETIVO FICHA TÉCNICA Epidemiologia Gerencial O atual cenário de saúde tem exigido cada vez mais dos profissionais uma oferta equitativa de serviços (baseada na necessidade e expectativa dos clientes), sem deixar

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Psicologia: Avaliação Hospitalar

FICHA TÉCNICA. Psicologia: Avaliação Hospitalar FICHA TÉCNICA Psicologia: Avaliação Hospitalar A inserção do psicólogo no hospital geral convoca a equipe a compreender a importância da dimensão psicológica dentro do contexto clínico do paciente. O adoecimento

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Fisioterapeutas, médicos e enfermeiros, recém-formados e profissional que busca reciclar/agregar conhecimento OBJETIVO

FICHA TÉCNICA. Fisioterapeutas, médicos e enfermeiros, recém-formados e profissional que busca reciclar/agregar conhecimento OBJETIVO FICHA TÉCNICA Ventilação Mecânica Básica A ventilação mecânica trata-se de um método de suporte para o tratamento de pacientes com insuficiência respiratória aguda ou como suporte ventilatório para pacientes

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Dispneia: abordagem clínico-radiológica

FICHA TÉCNICA. Dispneia: abordagem clínico-radiológica FICHA TÉCNICA Dispneia: abordagem clínico-radiológica Saiba como o diagnóstico por imagem pode contribuir nas principais afecções pulmonares nos cenários de urgência e emergência. 30 horas 40 dias* (recomendamos

Leia mais

Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística)

Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística) Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística) Parceria da ANVISA com o Centro de Simulação Realística do Hospital Israelita Albert

Leia mais

Curso de Capacitação dos Gestores de Defesa Civil para uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD)

Curso de Capacitação dos Gestores de Defesa Civil para uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD) Universidade Federal de Santa Catarina Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres Curso de Capacitação dos Gestores de Defesa Civil para uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres

Leia mais

FICHA TÉCNICA. A importância do Relacionamento

FICHA TÉCNICA. A importância do Relacionamento FICHA TÉCNICA A importância do Relacionamento Todas as organizações podem viabilizar um serviço excepcional, desde que a sua razão de existir esteja permeada no cruzamento entre processos, local e individuo.

Leia mais

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso:

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso: Com carga horária de 720 horas o curso Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Ventilação não invasiva em pediatria e neonatologia

FICHA TÉCNICA. Ventilação não invasiva em pediatria e neonatologia FICHA TÉCNICA Ventilação não invasiva em pediatria e neonatologia Atualmente, a ventilação não invasiva em pediatria e neonatologia é uma ferramenta fundamental no tratamento desta população, visto que

Leia mais

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM EXCELÊNCIA OPERACIONAL

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Fisioterapia: Mobilização Precoce no Paciente Grave

FICHA TÉCNICA. Fisioterapia: Mobilização Precoce no Paciente Grave FICHA TÉCNICA Fisioterapia: Mobilização Precoce no Paciente Grave Vários estudos demonstram que até 60% de fraqueza muscular adquirida na UTI está relacionada ao tempo de internação. Quando bem conduzida,

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços.

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Estratégias de prevenção e detecção precoce do câncer

FICHA TÉCNICA. Estratégias de prevenção e detecção precoce do câncer FICHA TÉCNICA Estratégias de prevenção e detecção precoce do câncer O câncer é uma das principais causas de morte no Brasil, segundo dados do IBGE, e a incidência vem aumentando em decorrência do envelhecimento

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM HOME CARE Unidade Dias e Horários Período

Leia mais

Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros

Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros Público-alvo: Pessoas interessadas em iniciar na carreira de Seguros; Profissionais

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE: ABORDAGEM

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA NEONATAL E PEDIÁTRICA Unidade

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão e Logística Hospitalar.

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde Mental. PERFIL PROFISSIONAL: Entender

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CONTINUADA E

Leia mais

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br)

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br) COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) DESCRIÇÃO GERAL: O Coordenador Sênior do Uniethos é responsável pelo desenvolvimento de novos projetos, análise de empresas, elaboração, coordenação, gestão e execução

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE Unidade Dias

Leia mais

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP São Paulo - SP - maio 2011 Rita Maria Lino Tarcia, Universidade Federal

Leia mais

Carga Horária :144h (07/04 a 05/09/2014) 1. JUSTIFICATIVA: 2. OBJETIVO(S):

Carga Horária :144h (07/04 a 05/09/2014) 1. JUSTIFICATIVA: 2. OBJETIVO(S): Carga Horária :144h (07/04 a 05/09/2014) 1. JUSTIFICATIVA: Nos últimos anos, o cenário econômico mundial vem mudando significativamente em decorrência dos avanços tecnológicos, da globalização, das mega

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Fisioterapia: Reabilitação fase hospitalar para pacientes com insuficiência cardíaca

FICHA TÉCNICA. Fisioterapia: Reabilitação fase hospitalar para pacientes com insuficiência cardíaca FICHA TÉCNICA Fisioterapia: Reabilitação fase hospitalar para pacientes com insuficiência cardíaca Este curso auxiliará o fisioterapeuta a reabilitar o paciente com Insuficiência Cardíaca (IC) descompensada,

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Urgências e Emergências - Rebaixamento de Nível de Consciência

FICHA TÉCNICA. Urgências e Emergências - Rebaixamento de Nível de Consciência FICHA TÉCNICA Urgências e Emergências - Rebaixamento de Nível de Consciência Saiba como reconhecer e atuar as situações de rebaixamento do nível de consciência nas emergências, seguindo as melhores práticas.

Leia mais

Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC

Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? A Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC aborda os principais tópicos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA - RIO Unidade

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE - BH Unidade

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas:

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA HEMODINÂMICA

Leia mais

FICHA TÉCNICA OBJETIVO

FICHA TÉCNICA OBJETIVO FICHA TÉCNICA Nefrologia: Módulo Básico O aumento da expectativa de vida, maior incidência de doenças crônicas, novas opções terapêuticas e maior gravidade dos pacientes formam um cenário clinico cada

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA HEMODINÂMICA

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE Unidade Dias

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOFARMÁCIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Abordagem da Dor Torácica em Unidades de Emergência e Pronto Atendimento

FICHA TÉCNICA. Abordagem da Dor Torácica em Unidades de Emergência e Pronto Atendimento FICHA TÉCNICA Abordagem da Dor Torácica em Unidades de Emergência e Pronto Atendimento O curso visa instrumentalizar e desenvolver competências específicas voltadas para o atendimento e gerenciamento da

Leia mais

Curso de Especialização EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Curso de Especialização EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL Curso de Especialização EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação Gestão Educacional NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Administração

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA Unidade Dias e Horários Período

Leia mais

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL RESOLUÇÃO SEPLAG no. xx/xxxx Disciplina o funcionamento das Comunidades de Prática CoPs no âmbito do Poder Executivo Estadual, vinculadas

Leia mais

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos.

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos. Se uma das etapas importantes do PDCA é o planejamento (Plan), outra, pode-se dizer que é a execução (Do), devido ao controle que deve ser realizado nos processos para que estes ocorram conforme planejado.

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 7 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA ASSISTÊNCIA

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO ESCOLAR INTEGRADA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Curso de Especialização em GESTÃO ESCOLAR INTEGRADA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Curso de Especialização em GESTÃO ESCOLAR INTEGRADA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão Escolar Integrada e

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA - BH Unidade

Leia mais

Curso Preparatório à Distância (EAD)

Curso Preparatório à Distância (EAD) Curso Preparatório à Distância (EAD) Ensino à Distância (EAD): um compromisso firmado pela SOBECC CURSO EAD De acordo com a legislação educacional brasileira, Educação à Distância é uma forma de ensino

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Emergências no Trauma e Gestão do Plano de Catástrofe

FICHA TÉCNICA. Emergências no Trauma e Gestão do Plano de Catástrofe FICHA TÉCNICA Emergências no Trauma e Gestão do Plano de Catástrofe Segundo a Organização Mundial de Saúde, as Emergências Traumáticas são responsáveis pela morte de 5,8 milhões de pessoas por ano. E também

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Preparatório Certificação PMP

Preparatório Certificação PMP Preparatório Certificação PMP Apresentação Executiva 1 O curso Preparatório para Certificação PMP tem como premissa preparar o participante para o Exame PMP do Project Management Institute (PMI ) e oferecer

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM HOTELARIA HOSPITALAR Unidade Dias e Horários

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD

GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD 1. APRESENTAÇÃO O Secretário de Estado de Educação tem o prazer de convidar-lhe a participar do Curso Sistema

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA - BH Unidade Dias e

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA HEMODINÂMICA

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD 1. O que é EAD? EAD é a sigla para Ensino a Distância, ou Educação a Distância, uma modalidade de ensino que acontece a partir da união

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE - CURITIBA

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

Curso de Especialização em SUPERVISÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Curso de Especialização em SUPERVISÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL Curso de Especialização em SUPERVISÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Supervisão e Orientação Educacional.

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA Unidade Dias

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA PARA O ENSINO EM SAÚDE Unidade

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

O Melhor e Mais Importante Encontro do Setor da Saúde

O Melhor e Mais Importante Encontro do Setor da Saúde O Melhor e Mais Importante Encontro do Setor da Saúde 4ª Conferência Anual Encontre Soluções Estratégicas para o GERENCIAMENTO HOSPITALAR Atinja a Máxima Qualidade Assistencial e Empresarial por meio da

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 7 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA PEDIÁTRICA MULTIPROFISSIONAL

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você

Leia mais

Porque Educação Executiva Insper

Porque Educação Executiva Insper 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar

Leia mais

Introdução. Objetivos do Curso

Introdução. Objetivos do Curso Introdução A nova dinâmica dos negócios, principalmente relacionada ao meio industrial, impele uma realidade de novos desafios para a indústria nacional. O posicionamento do Brasil como liderança global

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA HEMODINÂMICA

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Emergências Pediátricas para Enfermeiros

FICHA TÉCNICA. Emergências Pediátricas para Enfermeiros FICHA TÉCNICA Emergências Pediátricas para Enfermeiros O reconhecimento dos sinais e sintomas que demonstram gravidade nos pacientes da faixa etária pediátrica é de suma importância para o prognóstico.

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial.

Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial. Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial. Nos programas e cursos da Educação a Distância da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (EAD/ ENSP), a formação dos profissionais

Leia mais

Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação

Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação Fundação Lemann Instituto Península Instituto Singularidades Apoio: Clayton Christensen Institute Veduca 50h Sobre o curso Neste curso, os participantes

Leia mais