MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL"

Transcrição

1 MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS DESCRITORES D01 Distinguir letras de outros sinais gráficos. Reconhecer as convenções da escrita. D02 Reconhecer as direções da escrita. I. AQUISIÇÃO DO SISTEMA DA ESCRITA Manifestar consciência fonológica. D03 D04 Identificar uma mesma palavra escrita em diferentes padrões gráficos. Identificar sons de sílabas iniciais, mediais ou finais que se repetem em palavras diferentes. D05 Identificar rimas. Ler palavras. D06 D07 Relacionar palavra à figura e vice-versa. Relacionar frase à figura e vice-versa. D08 Localizar informação explícita em textos. Localizar e inferir informações. D09 Identificar o tema ou o assunto global do texto. 0 Inferir uma informação implícita em textos verbais. II. PROCEDIMENTOS DE LEITURA 1 2 Interpretar texto com auxílio de recurso gráfico diverso. Reconhecer o gênero de diferentes textos. Mobilizar procedimentos de leitura demandados por diferentes suportes e gêneros textuais. 3 4 Reconhecer a finalidade de diferentes gêneros textuais. Identificar elementos da narrativa. 5 Estabelecer relações causa/consequência entre partes e elementos do texto. 6 Copiar frases respeitando o alinhamento e o direcionamento do texto na página. 7 Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de palavras ouvidas (com ou sem o apoio de imagens). III. PRODUÇÃO TEXTUAL Produzir textos adequados a diferentes situações comunicativas. 8 9 Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de frases ouvidas. Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de frases a partir de gravuras. 0 Produzir textos de diferentes gêneros adequados às especificidades do gênero e aos contextos de comunicação (bilhete, narrativa a partir de sequência de imagens, a partir de uma única imagem, lista, convite).

2 7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA D5 Localizar informações explícitas em textos verbais. Inferir o sentido de palavras ou expressões. Inferir uma informação implícita em textos verbais. Inferir o tema ou o assunto de um texto. Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. II. IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E/OU DO ENUNCIADOR NA COMPREENSÃO DE UM TEXTO. D6 D7 D8 D9 Interpretar textos com auxílio de recurso gráfico diverso. Reconhecer o gênero de diferentes textos. Reconhecer a finalidade de textos de diferentes gêneros textuais. Identificar os elementos da narrativa. III. RELAÇÃO ENTRE TEXTOS 0 Comparar textos que abordam o mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. IV. COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSAMENTO DO TEXTO Estabelecer relações entre partes de um texto identificando repetições ou substituições. Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, conjunções, etc. Estabelecer relações de causa/consequência entre partes e elementos do texto. V. RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO Reconhecer efeitos de humor e ironia. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de sinais de pontuação e outras notações. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos estilísticos. VI. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 8 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.

3 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO I - SUPORTES E GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FUNÇÕES COMUNICATIVAS Reconhecer o objetivo comunicativo e/ou a função sociocomunicativa de um gênero textual. Identificar o leitor alvo de um texto considerando sua forma, assunto, tema, função, indícios gráficos, notacionais e imagens. Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não verbais. Reconhecer, em novas formas de interação entre o leitor e o texto, a relação entre o discurso e as diferentes tecnologias de comunicação e informação. II - RECONSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE TEMATIZAÇÃO: TÓPICOS E SUBTÓPICOS TEMÁTICOS D5 Identificar informações explícitas em textos. D6 Inferir o tema ou o assunto principal de um texto. D7 Diferenciar ideias centrais de secundárias. D8 Comparar textos que tratam de um mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. D9 Distinguir fato de opinião relativa a esse fato. III - MODOS DE RECEPÇÃO DE DIFERENTES DISCURSOS: IMPLÍCITOS, PRESSUPOSTOS E SUBENTENDIDOS 0 Inferir informação implícita em textos de diferentes gêneros. 1 Inferir efeito de humor e ironia em um texto. 2 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. IV - PROCESSOS DE REFERENCIAÇÃO E TEXTUALIZAÇÃO (OU TEXTUALIDADE E TEXTUALIZAÇÃO) 3 Reconhecer a organização de diferentes tipologias textuais. 4 Reconhecer a função de diferentes composições tipológicas em textos diversos (1EM somente textos narrativos e descritivos). 5 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições. 6 Reconhecer recursos linguísticos de conexão textual (coesão sequencial) em um texto. 7 Reconher os elementos de uma narrativa. 8 Reconhecer os modos de organização do discurso narrativo: organização temporal, coesão verbal. 9 Reconhecer a tese defendida em um texto. 1 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de pontuação ou outras notações. 2 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha de palavras ou expressões. 3 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. V - PRODUÇÃO TEXTUAL EM CONTEXTOS SOCIOCOMUNICATIVOS DIFERENTES 4 Avaliar posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou mesmo tema. 5 Produzir textos adequados à situação discursiva, usando recursos de textualização adequados ao objetivo da comunicação. VI - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO PORTUGUÊS DO BRASIL 6 Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que evidenciam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro. 7 Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social. VII - ESTÉTICAS LITERÁRIAS E SEUS CONTEXTOS HISTÓRICOS 9 Reconhecer elementos que caracterizam a literariedade de um dado texto. Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando os aspectos do contexto histórico-social e 0 político. VIII - REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS: DIVERSIDADE E UNIVERSALIDADE 4 Interpretar figuras de linguagem no contexto, analisando a função dessas figuras.

4 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO E EJA ENSINO MÉDIO I - SUPORTES E GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FUNÇÕES COMUNICATIVAS Reconhecer o objetivo comunicativo e/ou a função sociocomunicativa de um gênero textual. Identificar o leitor alvo de um texto considerando sua forma, assunto, tema, função, indícios gráficos, notacionais e imagens. Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não verbais. Reconhecer, em novas formas de interação entre o leitor e o texto, a relação entre o discurso e as diferentes tecnologias de comunicação e informação. II - RECONSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE TEMATIZAÇÃO: TÓPICOS E SUBTÓPICOS TEMÁTICOS D5 Identificar informações explícitas em textos. D6 Inferir o tema ou o assunto principal de um texto. D7 Diferenciar ideias centrais de secundárias. D8 Comparar textos que tratam de um mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. D9 Distinguir fato de opinião relativa a esse fato. III - MODOS DE RECEPÇÃO DE DIFERENTES DISCURSOS: IMPLÍCITOS, PRESSUPOSTOS E SUBENTENDIDOS 0 Inferir informação implícita em textos de diferentes gêneros. 1 Inferir efeito de humor e ironia em um texto. 2 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. IV - PROCESSOS DE REFERENCIAÇÃO E TEXTUALIZAÇÃO (OU TEXTUALIDADE E TEXTUALIZAÇÃO) 3 Reconhecer a organização de diferentes tipologias textuais. 4 Reconhecer a função de diferentes composições tipológicas em textos diversos. 5 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições. 6 Reconhecer recursos linguísticos de conexão textual (coesão sequencial) em um texto. 7 Reconher os elementos de uma narrativa. 8 Reconhecer os modos de organização do discurso narrativo: organização temporal, coesão verbal. 9 Reconhecer a tese defendida em um texto. 0 Reconhecer estratégias argumentativas utilizadas em um texto. 1 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de pontuação ou outras notações. 2 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha de palavras ou expressões. 3 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. V - PRODUÇÃO TEXTUAL EM CONTEXTOS SOCIOCOMUNICATIVOS DIFERENTES 4 Avaliar posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou mesmo tema. 5 Produzir textos adequados à situação discursiva, usando recursos de textualização adequados ao objetivo da comunicação. VI - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO PORTUGUÊS DO BRASIL 6 Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que evidenciam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro. 7 Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social. 8 Identificar marcas linguísticas típicas da oralidade. VII - ESTÉTICAS LITERÁRIAS E SEUS CONTEXTOS HISTÓRICOS 9 Reconhecer elementos que caracterizam a literariedade de um dado texto. 0 Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando os aspectos do contexto histórico-social e político. 1 Reconhecer os elementos de continuidade e ruptura entre os diversos momentos da literatura. VIII - REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS: DIVERSIDADE E UNIVERSALIDADE 2 Reconhecer modos de representação do índio, da mulher, do negro e do imigrante em diferentes contextos históricos e literários. 3 4 Estabelecer relações entre textos literários da contemporaneidade e entre diferentes manifestações literárias e culturais de diferentes épocas. Interpretar figuras de linguagem no contexto, analisando a função dessas figuras.

5 EJA ANOS INICIAIS I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA Localizar informações explícitas em um texto. Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Inferir uma informação implícita em um texto. D6 Identificar o tema de um texto. 1 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. II. IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E/OU DO ENUNCIADOR NA COMPREENSÃO DO TEXTO D5 Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, etc.). D9 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. III. RELAÇÃO ENTRE TEXTOS 5 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido. IV. COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSAMENTO DO TEXTO Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. D7 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. D8 Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto. 2 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. V. RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO 3 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados. 4 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações. VI. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 0 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE

Leia mais

*TOTAL DE ACERTOS POR DESCRITOR ESTUDANTES

*TOTAL DE ACERTOS POR DESCRITOR ESTUDANTES 1ª AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 2º ano do Ensino Fundamental - Língua Portuguesa Quadro Correção da Avaliação Diagnóstica Escola: Município: Professor(a): Coornador(a): 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES

LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO - LEITURA Inferir uma informação implícita em um Localizar informações explícitas em um 5.º ANO - LEITURA Estabelecer relações entre partes de um

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO 22 MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO 2º ano do Ensino Fundamental D1 Reconhecer as letras do alfabeto. D2 Distinguir letras de outros sinais gráficos. D3 Reconhecer as direções da escrita.

Leia mais

D01 Reconhecer especificidades da linguagem escrita.

D01 Reconhecer especificidades da linguagem escrita. MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA PAEBES ALFA 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental Tópicos Competências Descritores Níveis de Complexidade 1º ANO 2º ANO 3º ANO T1- Reconhecimento de convenções do

Leia mais

TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB)

TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB) TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB) I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA Localizar informações explícitas em um texto. Inferir o sentido de uma palavra

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA CEP: 31.6-0 Venda Nova, Belo Horizonte/MG RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 3º CICLO 0 LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 3 CICLO D05 D06 D07 D09 D D11 D12 D16 D24 D28 DESCRITORES AVALIADOS: D05 Interpretar

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Na realização de uma avaliação educacional em larga escala, é necessário que os objetivos da

Leia mais

Matriz de referência de LÍNGUA PORTUGUESA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de referência de LÍNGUA PORTUGUESA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 7 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H0 Ler frases. Períodos compostos. H03 Inferir uma informação em um H04 Identificar o tema Trabalhar o tema baseando-se na complexidade do texto, partindo de um texto de curta

Leia mais

SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O

SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O Prova Anglo P-01 Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O 01. D 07. A 13. D 19. C 02. B 08. B 14. A 20. D 03. C 09. C 15. B 21. A 04. A 10. A 16. D 22. C 05. C 11. D 17. B 00 06. B 12. B 18. D DESCRITORES, RESOLUÇÕES

Leia mais

Descritores da Prova do 3º ano - Português. Descritores da Prova do 3º ano - Matemática

Descritores da Prova do 3º ano - Português. Descritores da Prova do 3º ano - Matemática Descritores da Prova do 3º ano - Português Tópico I Procedimentos de leitura D1 Localizar informações explícitas em um texto D3 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão D4 Inferir uma informação implícita

Leia mais

SE VOCÊ QUER, VOCÊ PODE

SE VOCÊ QUER, VOCÊ PODE Há quase 3 décadas, o Coleguium ensina a enfrentar os desafios da vida por meio de uma formação de excelência. Desde cedo, nossos alunos desenvolvem habilidades e valores que extrapolam o conteúdo de sala

Leia mais

HÁ QUASE 30 ANOS O COLEGUIUM FORMA SEUS ALUNOS PARA O SUCESSO. CONFIRA ALGUNS DOS NOSSOS RESULTADOS MAIS RECENTES:

HÁ QUASE 30 ANOS O COLEGUIUM FORMA SEUS ALUNOS PARA O SUCESSO. CONFIRA ALGUNS DOS NOSSOS RESULTADOS MAIS RECENTES: Há quase 3 décadas, o Coleguium ensina a enfrentar os desafios da vida por meio de uma formação de excelência. Desde cedo, nossos alunos desenvolvem habilidades e valores que extrapolam o conteúdo de sala

Leia mais

As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP

As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP VAMOS FALAR DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO? Falar de qualidade da educação é falar de IDEB ...o que

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2017 CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1.

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2017 CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1. VOCABULÁRIO: CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1. Objetos escolares Brinquedos Animais Roupas Alimentos Partes de uma casa Esportes Condições meteorológicas Numerais ordinais e cardinais

Leia mais

Quanto aos textos de estrutura narrativa, identificam personagem, cenário e tempo.

Quanto aos textos de estrutura narrativa, identificam personagem, cenário e tempo. Língua Portuguesa - Ensino Médio SISPAE 2013 01 Abaixo do Básico 1º e 2º ano até 200 pontos Neste Padrão de Desempenho, os estudantes se limitam a realizar operações básicas de leitura, interagindo apenas

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL

A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL 00604 Resumo A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL Célia Aparecida Bettiol Arliete Socorro Da Silva Neves O presente texto faz parte de um trabalho em andamento e se constitui em pesquisa documental,

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2016 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA CONTEÚDOS Efetuar cálculos com números reais envolvendo as operações

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Identificar padrões numéricos ou princípios

Leia mais

PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA Alessandra Mara Sicchieri Pedagoga e Psicopedagoga, Formada em Letras. Tutora de Pró-Letramento-MEC. 11 e 12 de Maio 2011 APRENDIZAGEM EM LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA MATÉRIA: Português PROFESSORAS: Débora Campos e Flávia Moreira ANO: 8º - Ensino Fundamental O HOMEM, CONSIDERADO NA SUA ESSÊNCIA E NAS SUAS RELAÇÕES, É O ENIGMA DE MAIS DIFÍCIL

Leia mais

Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental

Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental MATEMÀTICA 1) NÚMEROS NATURAIS, SISTEMAS DE NÚMERAÇÃO DECIMAL E NÚMEROS RACIONAIS 1.1) Números Naturais Reconhecimento de números naturais

Leia mais

PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades

PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades 7 ANO / ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS (LÍNGUA PORTUGUESA, REDAÇÃO, ARTES E

Leia mais

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Língua Portuguesa QUAL DEVE SER NOSSO ANSEIO TODO DIA? PLANEJAR SEMPRE O MELHOR, MAS SEM NUNCA CANSAR DE PLANEJÁ- LO. Sto. Agostinho

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

Língua Portuguesa. Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas. Ensino Médio Regular e EJA

Língua Portuguesa. Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas. Ensino Médio Regular e EJA ISSN 2238-0264 SADEAM Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas REVISTA PEDAGÓGICA Língua Portuguesa Ensino Médio Regular e EJA 2012 SEÇÃO 1 Avaliação: o ensino-aprendizagem como desafio

Leia mais

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDOS EIXO TEMÁTICO COMPETÊNCIAS ESPERADAS Variedades lingüísticas; Diálogo; Turnos. Gênero

Leia mais

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS Planificação Anual / Mensal 2º ANO 2014/2015 Agrupamento PARA O de Escolas Piscinas - Olivais PLANIFICAÇÃO ANUAL / MENSAL DE PORTUGUÊS 2º ANO 1.º PERÍODO

Leia mais

G A B A R I T O 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D. SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01

G A B A R I T O 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D. SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 G A B A R I T O Tipo D3-05/2016 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D Resoluções Prova Anglo Língua Portuguesa

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação. PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO (7.º Ano) 2016/2017

Critérios Específicos de Avaliação. PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO (7.º Ano) 2016/2017 Critérios Específicos de Avaliação PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO (7.º Ano) 2016/2017 Domínio de Avaliação Saber e Saber Fazer Instrumentos de Avaliação. Atividades de planeamento de produções orais: grelhas

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO DE ASSUNTOS PRÉ-REQUISITOS À MATRÍCULA AMPARADA NOS COLÉGIOS

Leia mais

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais:

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais: DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS º ANO A Ano Letivo: 204 / 205. Introdução / Metas Curriculares Na disciplina de Português o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas Curriculares cuja definição

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico de Amora PLANIFICAÇÃO ANUAL /2015 DISCIPLINA: Português CURSO: PROFISSIONAL

Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico de Amora PLANIFICAÇÃO ANUAL /2015 DISCIPLINA: Português CURSO: PROFISSIONAL COMPETÊNCIAS GERAIS Compreensão oral / Leitura o Antecipar significados o Distinguir diferentes tipos de texto o Apreender sentidos explícitos o Inferir sentidos implícitos o Distinguir factos de opiniões

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português Ensino Básico Ano letivo: 16/17 5º ANO Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz: Domínios Interpretar discursos orais breves (Referir

Leia mais

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Português 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Setembro Prestar atenção ao que ouve de modo a cumprir instruções. Manifestar sensações e sentimentos pessoais, suscitados pelos

Leia mais

Claudia Moura da Rocha (UERJ)

Claudia Moura da Rocha (UERJ) ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E LÍNGUA PORTUGUESA Claudia Moura da Rocha (UERJ) claudiamoura30@oi.com.br CONSIDERAÇÕES INICIAIS Nos últimos anos, em decorrência do insucesso educacional

Leia mais

OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS

OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS DISCIPLINA: Português ANO DE ESCOLARIDADE: 9º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES DOMÍNIOS DE REFERÊNCIA PROGRAMA OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS Oralidade 1. Interpretar discursos orais com

Leia mais

Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar,

Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 8º ANO A Ano Letivo: 2012/2013 Introdução /Metas Consigna-se no Despacho n.º 5306/2012, de 18 de abril de 2012, que o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA 1. Confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes manifestações da linguagem verbal e não verbal. 1.2. Depreender, através de leitura do texto,

Leia mais

Semeando Valores, colhendo conquistas EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS/ 2016

Semeando Valores, colhendo conquistas EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS/ 2016 Semeando Valores, colhendo conquistas Rede Salesiana de Escolas Entusiasmo diante da vida EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS/ 2016 A Escola Nossa Senhora Auxiliadora faz parte da maior

Leia mais

ENEM: NÍVEIS DE LEITURA CONTEMPLADOS NA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA

ENEM: NÍVEIS DE LEITURA CONTEMPLADOS NA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENEM: NÍVEIS DE LEITURA CONTEMPLADOS NA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA Claudinei Caon 1 Denise Moreira Gasparotto 2 1. INTRODUÇÃO O Exame Nacional do Ensino Médio tem sido constantemente analisado, devido

Leia mais

- LÍNGUA PORTUGUESA -

- LÍNGUA PORTUGUESA - - LÍNGUA PORTUGUESA - Compreensão e interpretação de textos, com 1 razoável grau de complexidade; Reconhecimento da finalidade de textos de 2 diferentes gêneros; 3 Localização de informações explícitas

Leia mais

Competências globais a serem adquiridas na série

Competências globais a serem adquiridas na série PLANO DE ENSINO - 2016 Disciplina: Língua Portuguesa 9º ANO Professor: Ricardo Andrade Competências globais a serem adquiridas na série.fundamentar uma aprendizagem significativa, desenvolvendo múltiplas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO Escutar para aprender e construir conhecimentos LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO COMPREENSÂO DO ORAL Prestar atenção ao que ouve de modo a tornar possível: -apropriar-se de padrões de entoação e ritmo; - memorizar

Leia mais

Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014

Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014 ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014 Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2016

PLANEJAMENTO ANUAL 2016 PLANEJAMENTO ANUAL 2016 Professor Joabe Bernardo dos Santos Língua Portuguesa 9º ano Colégio Nossa Senhora da Piedade Referências: -SAE, 9º ano: Língua Portuguesa. Livro do professor: livro 1 / IESDE BRASIL

Leia mais

CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS. I ADEQUAÇÃO Adequação ao tema

CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS. I ADEQUAÇÃO Adequação ao tema UFG/CS PS/011-1 RESPOSTAS ESPERADAS OFICIAIS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS I ADEQUAÇÃO (SERÁ CONSIDERADO O USO DE LÍNGUA PORTUGUESA COMO SEGUNDA LÍNGUA) A- ao tema

Leia mais

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ANTÔNIO CARLOS RAMOS PEREIRA CHEFE DE GABINETE

Leia mais

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio LÍNGUA PORTUGUESA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO (continua) 1 225-250 2 250-275 3 275-300 4 300-325 Nesse nível, o estudante pode ser capaz de identificar

Leia mais

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º 1.º CEB Agrupamento de Escolas Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º Saber escutar para reproduzir pequenas mensagens e Compreensão do oral Leitura Escrita para cumprir ordens e pedidos Prestar

Leia mais

PEDAGOGA / PSICÓLOGA MATEMÁTICO ESTATÍSTICO

PEDAGOGA / PSICÓLOGA MATEMÁTICO ESTATÍSTICO ISSN 2238-0264 ROSSIELI SOARES DA SILVA SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO CALINA MAFRA HAGGE SECRETÁRIA EXECUTIVA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO JOSÉ AUGUSTO DE MELO NETO SECRETÁRIO EXECUTIVO

Leia mais

AS PERSPECTIVAS TEÓRICAS DE LEITURA DA PROVA BRASIL.

AS PERSPECTIVAS TEÓRICAS DE LEITURA DA PROVA BRASIL. AS PERSPECTIVAS TEÓRICAS DE LEITURA DA PROVA BRASIL. ROSILENE DA SILVA DE MORAES CAVALCANTI (UEM). Resumo Por reconhecer a importância da leitura, o Ministério da Educação implantou a Prova Brasil, que

Leia mais

Língua Portuguesa 8º ano

Língua Portuguesa 8º ano Escutar para Aprender e Construir Conhecimento Tipologia textual: texto conversacional. Variação e normalização linguística. Língua padrão (traços específicos). Língua Portuguesa 8º ano Conteúdos 1º Período

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação

Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação ISSN 2317-2118 1943 1981 RONDÔNIA Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA FINANCEIRA GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Período Gênero textual Expectativa

Período Gênero textual Expectativa DISCIPLINA: Produção de texto ANO DE REFERÊNCIA: 2016 PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: 6ºano Período Gênero textual Expectativa P35 Compreender o papel do conflito gerador no desencadeamento dos episódios narrados.

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR 2012/2013 Português 7º Ano- 3º PERIODO. Domínios de Referência Objetivos Descritores de Desempenho CONTEÚDOS

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR 2012/2013 Português 7º Ano- 3º PERIODO. Domínios de Referência Objetivos Descritores de Desempenho CONTEÚDOS PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR 2012/2013 Português 7º Ano- 3º PERIODO Domínios de Referência Objetivos Descritores de Desempenho CONTEÚDOS Oralidade 1. Interpretar discursos orais com diferentes graus de

Leia mais

Cursos Científico-humanísticos de Ciências e Tecnologias e de Línguas e Humanidades. PORTUGUÊS 11.º Ano Matriz do teste Comum

Cursos Científico-humanísticos de Ciências e Tecnologias e de Línguas e Humanidades. PORTUGUÊS 11.º Ano Matriz do teste Comum Direção de Serviços da Região Norte Cursos Científico-humanísticos de Ciências e Tecnologias e de Línguas e Humanidades PORTUGUÊS 11.º Ano Matriz do teste Comum 1. Informação O presente documento visa

Leia mais

OBJETIVOS E CONTEÚDOS

OBJETIVOS E CONTEÚDOS OBJETIVOS E CONTEÚDOS 1º BIMESTRE SISTEMA INTERATIVO DE ENSINO Língua Portuguesa 1º ano Capítulo 1 O Mundo das Letras Reconhecer as letras do alfabeto em caixa-alta; Ler e escrever as letras do próprio

Leia mais

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no uso de suas

Leia mais

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade 1ª Língua Portuguesa 4º ANO E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização do mundo

Leia mais

MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO PROVINHA PAIC - 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA

MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO PROVINHA PAIC - 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11 MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 13 Eio 1 - Apropriação do Sistema de Escrita TÓPICOS: 1 - Quanto ao reconhecimento de letras. 2 - Quanto ao domínio das convenções gráficas

Leia mais

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS II. Implicações do Suporte, do Gênero e /ou do Enunciador na Compreensão do Texto Estabelecer relação

Leia mais

Informação Prova Final a Nível de Escola

Informação Prova Final a Nível de Escola ESCOLA E.B. 2,3 DE MARCO DE CANAVESES Informação Prova Final a Nível de Escola Português - 2º Ciclo 51 1. Introdução Ano Letivo 2014/2015 Prova Escrita abril 2015 O presente documento divulga informação

Leia mais

XII Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis

XII Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis Proficiência em Leitura de Língua Portuguesa de Alunos de 8ª série/9º Ano do Ensino Fundamental: Algumas Considerações sobre os Resultados da Prova Brasil Letícia Corrêa Bitencourt Bianchi Acadêmica do

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-6 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE os ANOS

HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE os ANOS HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE 2015 6 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA 1 Analisar a norma padrão em funcionamento no texto. 2 Distinguir os diferentes recursos da linguagem, utilizados em variados sistemas de

Leia mais

PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012. Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano

PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012. Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012 Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano Sequência didática: narrativa -Utilizar procedimentos para reter a informação: utilizar

Leia mais

a) O Plano de Atendimento Educacional Especializado é o planejamento das intervenções pedagógicas a serem desenvolvidas no turno contrário ao da

a) O Plano de Atendimento Educacional Especializado é o planejamento das intervenções pedagógicas a serem desenvolvidas no turno contrário ao da a) O Plano de Atendimento Educacional Especializado é o planejamento das intervenções pedagógicas a serem desenvolvidas no turno contrário ao da escolarização do aluno. A elaboração deste plano deve envolver

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) PORTUGUÊS Abril de 2016 Prova 61 2016 2º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE:

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: PLANO DA DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Língua Portuguesa e Literatura Brasileira CURSO: Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: 1º Ano CARGA HORÁRIA: 100 h.r. EMENTA Estudos de Fonética e Fonologia

Leia mais

Admissão de alunos 2017

Admissão de alunos 2017 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2017 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO CIÊNCIAS 1. CINEMÁTICA 1.1. Estudo dos movimentos e referenciais. 1.2. Movimentos uniformes. 2. PROPRIEDADES

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo-2016-2017 Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 12 13 12 13 13 3.º período 7 7

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS SUB-UNIDADE/ MÓDULO Textos narrativos / descritivos Literatura de viagens/aventuras CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS

Leia mais

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4 GRUPO 1 GRUPO GRUPOS 3e UFG/CS RESPOSTAS ESPERADAS OFICIAIS GRUPO I ADEQUAÇÃO A-ao tema = 0 a pontos B-à leitura da coletânea = 0 a pontos C-ao gênero textual = 0 a pontos D-à modalidade = 0 a pontos CRITÉRIOS

Leia mais

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio Escola E.B. 2, 3 professor Gonçalo Sampaio Departamento de línguas Português - 8ºano Planificação anual simplificada 2014/2015 1º Período Unidade 0 Uma nova viagem

Leia mais

Competência 2: Dominar conhecimentos que concorrem para a apropriação da tecnologia e do sistema de escrita.

Competência 2: Dominar conhecimentos que concorrem para a apropriação da tecnologia e do sistema de escrita. Língua Portuguesa 2ª 2º Ano E.F. COMPETÊNCIA OBJETO DE APRENDIZADO HABILIDADES Competência 1: Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Resolução do teste diagnóstico

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Resolução do teste diagnóstico ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL Ensino Secundário Profissional DISCIPLINA: Português ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

Leia mais

Secretaria de Educação 7ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NAZARÉ GUERRA

Secretaria de Educação 7ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NAZARÉ GUERRA GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria de Educação 7ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NAZARÉ GUERRA Análise dos resultados do SIMULADO SPAECE - 2010 Tabela 01

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 2º Ano Oralidade O2 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Respeitar o princípio de cortesia

Leia mais

MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES

MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RESTAURANTE / BAR PLANIFICAÇÃO MODULAR DISCIPLINA: PORTUGUÊS 10º9 CONTEÚDOS OBJETIVOS HORAS / TEMPOS AVALIAÇÃO MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES - Cantigas

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 1º Ano Oralidade O1 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Escutar discursos breves para aprender

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO MÉDIO. MOMENTOS COLETIVOS SEMESTRAIS TURNO NOTURNO 2014 Professor Selvino Holzbach

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO MÉDIO. MOMENTOS COLETIVOS SEMESTRAIS TURNO NOTURNO 2014 Professor Selvino Holzbach CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA PARA JOVENS E ADULTOS TOLEDO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua Guarani, 1640 Centro Fone: 45 3252 7479 Fax: 45 3252 3247 Toledo/Paraná http://www.tooceebjatoledo.seed.pr.gov.br

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLAS do 1.ºCICLO: N.º1 de Abrantes, Alvega, Alvega/Concavada, Bemposta, Carvalhal, Mouriscas, Maria Lucília Moita, Pego e Rossio ao Sul do Tejo

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS NÍVEL 2 NÍVEL 3 NÍVEL 4 NÍVEL 5. * Consegue compreender aquilo que ouve.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS NÍVEL 2 NÍVEL 3 NÍVEL 4 NÍVEL 5. * Consegue compreender aquilo que ouve. PORTUGUÊS 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPREENSÃO DO ORAL Compreensão de formas complexas do oral, exigidas para o prosseguimento de estudos e para a entrada na vida profissional. * Capacidade de extrair

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 9.º Ano

PLANIFICAÇÃO ANUAL 9.º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 9.º Ano Disciplina de Português Ano Letivo - 2016/2017 Metas de aprendizagem Conteúdos Nº de aulas previstas

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 10 11 11 12 12 3.º período 9 9 9 9 10 (As Aulas

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações

Leia mais

SUGESTÕES DE ATIVIDADES

SUGESTÕES DE ATIVIDADES HABILIDADES DE LEITURA, ESCRITA E MATEMÁTICA 1.º, 2.º E 3.º Anos SUGESTÕES DE ATIVIDADES 2017 HABILIDADES DE LEITURA 1º ANO Identificar a finalidade de um texto. Localizar informações explícitas em um

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 4º Ano Oralidade O4 Comprensão do oral Expressão oral Escutar para aprender e construir conhecimentos Utilizar técnicas para registar

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PORTUGUÊS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PORTUGUÊS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PORTUGUÊS DIRETRIZES GERAIS A Avaliação no Ensino Básico de 2º e 3º Ciclos: Resulta da ponderação das evidências das competências manifestadas pelo aluno nas diferentes atividades

Leia mais

LISTA DOS DESCRITORES CRÍTICOS, COM BAIXA APRENDIZAGEM DO 5º E 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL E 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

LISTA DOS DESCRITORES CRÍTICOS, COM BAIXA APRENDIZAGEM DO 5º E 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL E 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Superintendência de Tecnologia e Inovação Diretoria de Tecnologia, Inovação e Estatística Gerência de Avaliação da Aprendizagem SISTEMA DE AVALIAÇÃO PERMANENTE DA APRENDIZAGEM DO TOCANTINS sisapto LISTA

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas (ponto 2 do artigo 7º do Despacho Normativo nº1-f/2016, de 5 de abril) 5.º Ano Interpretar textos orais breves.

Leia mais

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA -

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - EIXO ESTRUTURANTE: Leitura HABILIDADE H1. Ler palavras com estrutura silábica canônica H2. Ler palavras com estrutura silábica

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 8.º ANO DE PORTUGUÊS 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 8.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes graus de formalidade, finalidade

Leia mais

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE:

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: PLANO DA DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Língua Portuguesa e Literatura Brasileira CURSO: Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: 2º Ano CARGA HORÁRIA: 100 h.r. EMENTA Aspectos morfológicos e

Leia mais

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a - edição COMISSÃO JULGADORA orientações para o participante

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a - edição COMISSÃO JULGADORA orientações para o participante Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a - edição - 2016 COMISSÃO JULGADORA orientações para o participante Caro(a) participante da Comissão Julgadora da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo

Leia mais

Planificação anual Português 6º ano

Planificação anual Português 6º ano Planificação anual Português 6º ano Unidades / Textos Unidade 0 Leitura 1.º período Domínios / Conteúdos Nº de aulas previstas Começar de novo Apresentação Texto não literário Texto narrativo. 65 Avaliação

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 3º Ano Oralidade O3 Comprensão do oral Expressão oral Escutar para aprender e construir conhecimentos Produzir um discurso oral

Leia mais