MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL"

Transcrição

1 MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS DESCRITORES D01 Distinguir letras de outros sinais gráficos. Reconhecer as convenções da escrita. D02 Reconhecer as direções da escrita. I. AQUISIÇÃO DO SISTEMA DA ESCRITA Manifestar consciência fonológica. D03 D04 Identificar uma mesma palavra escrita em diferentes padrões gráficos. Identificar sons de sílabas iniciais, mediais ou finais que se repetem em palavras diferentes. D05 Identificar rimas. Ler palavras. D06 D07 Relacionar palavra à figura e vice-versa. Relacionar frase à figura e vice-versa. D08 Localizar informação explícita em textos. Localizar e inferir informações. D09 Identificar o tema ou o assunto global do texto. 0 Inferir uma informação implícita em textos verbais. II. PROCEDIMENTOS DE LEITURA 1 2 Interpretar texto com auxílio de recurso gráfico diverso. Reconhecer o gênero de diferentes textos. Mobilizar procedimentos de leitura demandados por diferentes suportes e gêneros textuais. 3 4 Reconhecer a finalidade de diferentes gêneros textuais. Identificar elementos da narrativa. 5 Estabelecer relações causa/consequência entre partes e elementos do texto. 6 Copiar frases respeitando o alinhamento e o direcionamento do texto na página. 7 Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de palavras ouvidas (com ou sem o apoio de imagens). III. PRODUÇÃO TEXTUAL Produzir textos adequados a diferentes situações comunicativas. 8 9 Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de frases ouvidas. Utilizar, como escritor, o princípio alfabético na escrita de frases a partir de gravuras. 0 Produzir textos de diferentes gêneros adequados às especificidades do gênero e aos contextos de comunicação (bilhete, narrativa a partir de sequência de imagens, a partir de uma única imagem, lista, convite).

2 7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA D5 Localizar informações explícitas em textos verbais. Inferir o sentido de palavras ou expressões. Inferir uma informação implícita em textos verbais. Inferir o tema ou o assunto de um texto. Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. II. IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E/OU DO ENUNCIADOR NA COMPREENSÃO DE UM TEXTO. D6 D7 D8 D9 Interpretar textos com auxílio de recurso gráfico diverso. Reconhecer o gênero de diferentes textos. Reconhecer a finalidade de textos de diferentes gêneros textuais. Identificar os elementos da narrativa. III. RELAÇÃO ENTRE TEXTOS 0 Comparar textos que abordam o mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. IV. COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSAMENTO DO TEXTO Estabelecer relações entre partes de um texto identificando repetições ou substituições. Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, conjunções, etc. Estabelecer relações de causa/consequência entre partes e elementos do texto. V. RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO Reconhecer efeitos de humor e ironia. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de sinais de pontuação e outras notações. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos estilísticos. VI. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 8 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.

3 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO I - SUPORTES E GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FUNÇÕES COMUNICATIVAS Reconhecer o objetivo comunicativo e/ou a função sociocomunicativa de um gênero textual. Identificar o leitor alvo de um texto considerando sua forma, assunto, tema, função, indícios gráficos, notacionais e imagens. Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não verbais. Reconhecer, em novas formas de interação entre o leitor e o texto, a relação entre o discurso e as diferentes tecnologias de comunicação e informação. II - RECONSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE TEMATIZAÇÃO: TÓPICOS E SUBTÓPICOS TEMÁTICOS D5 Identificar informações explícitas em textos. D6 Inferir o tema ou o assunto principal de um texto. D7 Diferenciar ideias centrais de secundárias. D8 Comparar textos que tratam de um mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. D9 Distinguir fato de opinião relativa a esse fato. III - MODOS DE RECEPÇÃO DE DIFERENTES DISCURSOS: IMPLÍCITOS, PRESSUPOSTOS E SUBENTENDIDOS 0 Inferir informação implícita em textos de diferentes gêneros. 1 Inferir efeito de humor e ironia em um texto. 2 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. IV - PROCESSOS DE REFERENCIAÇÃO E TEXTUALIZAÇÃO (OU TEXTUALIDADE E TEXTUALIZAÇÃO) 3 Reconhecer a organização de diferentes tipologias textuais. 4 Reconhecer a função de diferentes composições tipológicas em textos diversos (1EM somente textos narrativos e descritivos). 5 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições. 6 Reconhecer recursos linguísticos de conexão textual (coesão sequencial) em um texto. 7 Reconher os elementos de uma narrativa. 8 Reconhecer os modos de organização do discurso narrativo: organização temporal, coesão verbal. 9 Reconhecer a tese defendida em um texto. 1 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de pontuação ou outras notações. 2 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha de palavras ou expressões. 3 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. V - PRODUÇÃO TEXTUAL EM CONTEXTOS SOCIOCOMUNICATIVOS DIFERENTES 4 Avaliar posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou mesmo tema. 5 Produzir textos adequados à situação discursiva, usando recursos de textualização adequados ao objetivo da comunicação. VI - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO PORTUGUÊS DO BRASIL 6 Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que evidenciam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro. 7 Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social. VII - ESTÉTICAS LITERÁRIAS E SEUS CONTEXTOS HISTÓRICOS 9 Reconhecer elementos que caracterizam a literariedade de um dado texto. Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando os aspectos do contexto histórico-social e 0 político. VIII - REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS: DIVERSIDADE E UNIVERSALIDADE 4 Interpretar figuras de linguagem no contexto, analisando a função dessas figuras.

4 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO E EJA ENSINO MÉDIO I - SUPORTES E GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FUNÇÕES COMUNICATIVAS Reconhecer o objetivo comunicativo e/ou a função sociocomunicativa de um gênero textual. Identificar o leitor alvo de um texto considerando sua forma, assunto, tema, função, indícios gráficos, notacionais e imagens. Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não verbais. Reconhecer, em novas formas de interação entre o leitor e o texto, a relação entre o discurso e as diferentes tecnologias de comunicação e informação. II - RECONSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE TEMATIZAÇÃO: TÓPICOS E SUBTÓPICOS TEMÁTICOS D5 Identificar informações explícitas em textos. D6 Inferir o tema ou o assunto principal de um texto. D7 Diferenciar ideias centrais de secundárias. D8 Comparar textos que tratam de um mesmo tema em função do tratamento dado a esse tema. D9 Distinguir fato de opinião relativa a esse fato. III - MODOS DE RECEPÇÃO DE DIFERENTES DISCURSOS: IMPLÍCITOS, PRESSUPOSTOS E SUBENTENDIDOS 0 Inferir informação implícita em textos de diferentes gêneros. 1 Inferir efeito de humor e ironia em um texto. 2 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. IV - PROCESSOS DE REFERENCIAÇÃO E TEXTUALIZAÇÃO (OU TEXTUALIDADE E TEXTUALIZAÇÃO) 3 Reconhecer a organização de diferentes tipologias textuais. 4 Reconhecer a função de diferentes composições tipológicas em textos diversos. 5 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições. 6 Reconhecer recursos linguísticos de conexão textual (coesão sequencial) em um texto. 7 Reconher os elementos de uma narrativa. 8 Reconhecer os modos de organização do discurso narrativo: organização temporal, coesão verbal. 9 Reconhecer a tese defendida em um texto. 0 Reconhecer estratégias argumentativas utilizadas em um texto. 1 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de pontuação ou outras notações. 2 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha de palavras ou expressões. 3 Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. V - PRODUÇÃO TEXTUAL EM CONTEXTOS SOCIOCOMUNICATIVOS DIFERENTES 4 Avaliar posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou mesmo tema. 5 Produzir textos adequados à situação discursiva, usando recursos de textualização adequados ao objetivo da comunicação. VI - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO PORTUGUÊS DO BRASIL 6 Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que evidenciam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro. 7 Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social. 8 Identificar marcas linguísticas típicas da oralidade. VII - ESTÉTICAS LITERÁRIAS E SEUS CONTEXTOS HISTÓRICOS 9 Reconhecer elementos que caracterizam a literariedade de um dado texto. 0 Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando os aspectos do contexto histórico-social e político. 1 Reconhecer os elementos de continuidade e ruptura entre os diversos momentos da literatura. VIII - REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS: DIVERSIDADE E UNIVERSALIDADE 2 Reconhecer modos de representação do índio, da mulher, do negro e do imigrante em diferentes contextos históricos e literários. 3 4 Estabelecer relações entre textos literários da contemporaneidade e entre diferentes manifestações literárias e culturais de diferentes épocas. Interpretar figuras de linguagem no contexto, analisando a função dessas figuras.

5 EJA ANOS INICIAIS I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA Localizar informações explícitas em um texto. Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Inferir uma informação implícita em um texto. D6 Identificar o tema de um texto. 1 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. II. IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E/OU DO ENUNCIADOR NA COMPREENSÃO DO TEXTO D5 Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, etc.). D9 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. III. RELAÇÃO ENTRE TEXTOS 5 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido. IV. COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSAMENTO DO TEXTO Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. D7 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. D8 Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto. 2 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. V. RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO 3 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados. 4 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações. VI. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 0 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.

ISSN 2238-0264 REVISTA DO SISTEMA

ISSN 2238-0264 REVISTA DO SISTEMA ISSN 2238-0264 REVISTA DO SISTEMA 2011 ISSN 2238-0264 sadeam revista DO SISTEMA Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas Governador do Estado do Amazonas Omar José Abdel Aziz Vice-Governador

Leia mais

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França Reflexões sobre a Língua Portuguesa Kátia França Níveis de aprendizagem dos alunos Abaixo do básico: os alunos demonstram que não desenvolveram as habilidades básicas requeridas para o nível de escolaridade

Leia mais

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura)

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) 4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA LEITURA A

Leia mais

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação

Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação ISSN 2317-2118 1943 1981 RONDÔNIA Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA FINANCEIRA GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

ISSN 2317-2118. Revista Pedagógica Língua Portuguesa Ensino Médio. Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia

ISSN 2317-2118. Revista Pedagógica Língua Portuguesa Ensino Médio. Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia ISSN 2317-2118 Revista Pedagógica Língua Portuguesa Ensino Médio Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia 1943 1981 RONDÔNIA ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CONFÚCIO AIRES MOURA

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

ORGANIZAÇÃO BIMESTRAL MATRIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CAPACIDADE CONTEÚDO 4º ANO

ORGANIZAÇÃO BIMESTRAL MATRIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CAPACIDADE CONTEÚDO 4º ANO 2. LEIURA 1. COMPREENSÃO E VALORIZAÇÃO DA CULURA ESCRIA ORGANIZAÇÃO BIMESRAL MARIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENAL PORUGUÊS 4º ANO 1º BIMESRE EIXO CAPACIDADE CONEÚDO 4º ANO 1.1 Conhecer e valorizar

Leia mais

Colégio Monteiro Lobato

Colégio Monteiro Lobato Colégio Monteiro Lobato Disciplina: Anual 2013 Redação Professor (a): Barbara Venturoso Série: 6º ano Turma: A PLANEJAMENTO ANUAL 2013 Plano de curso Conteúdos Procedimentos Objetivos Avaliações 1º Trimestre

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 1 PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 Prova de redação na perspectiva de gênero textual Com o propósito de avaliar a proficiência dos candidatos na leitura e na escrita pelo uso da língua portuguesa

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENADORIA DE POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENADORIA DE POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA CURRICULAR DE LÍNGUA INGLESA 2 CICLO 2010 A matriz de referência curricular de Língua Inglesa para o 2º ciclo da Rede Municipal de Ensino de Contagem está organizada em 4 eixos: Leitura,

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS ORALIDADE Elementos constitutivos do texto publicitário. Ouvinte. Informação. Princípios reguladores

Leia mais

PLANEJAMENTO 3º TRIMESTRE/2014. Professor(a): Karine Petes Disciplina: Artes Turma: 4ºano

PLANEJAMENTO 3º TRIMESTRE/2014. Professor(a): Karine Petes Disciplina: Artes Turma: 4ºano Professor(a): Karine Petes Disciplina: Artes Turma: 4ºano *Construir discursos com música, representação e imagens, expressando o que vê, pensa e sente sobre os temas abordados; *Refletir sobre a importância

Leia mais

Maria Lucia de Oliveira Mestre em Estudos Linguísticos. Pós-graduada em Língua Portuguesa. Pós-graduada em Produção de Textos. Graduada em Letras.

Maria Lucia de Oliveira Mestre em Estudos Linguísticos. Pós-graduada em Língua Portuguesa. Pós-graduada em Produção de Textos. Graduada em Letras. LÍNGU POTUGUS 2. a Série nsino Médio O P Maria Lucia de Oliveira Mestre em studos Linguísticos. Pós-graduada em Língua Portuguesa. Pós-graduada em Produção de Textos. Graduada em Letras. Paulo César Dias

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA

EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO Conteúdos de textos variados utilizando as estratégias de leitura para o conhecimento de códigos lingüísticos Conhecimento das letras do alfabeto de palavras, frases

Leia mais

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março)

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março) Código: 345921 Escola Básica e Secundária de Melgaço Sede do Agrupamento de Escolas de Melgaço INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 10 E 11º ANOS DE ESCOLARIDADE INGLÊS (Nos termos do Despacho

Leia mais

RESUMO. Palavras-chaves: leitura; produção textual, conto. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO. Palavras-chaves: leitura; produção textual, conto. 1 INTRODUÇÃO DE CONTO EM CONTO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DOCENTE Maria Helena Cunha de Andrade SILVA RESUMO Esse trabalho relata uma experiência de leitura e produção textual realizada no decorrer do ano letivo de

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa Prof. Juliana Pinto Viecheneski LIVRO DIDÁTICO ONTEM E HOJE A escola tem um papel fundamental para garantir o contato com livros desde a primeira infância:

Leia mais

Elaboração de projetos

Elaboração de projetos Ano: 2013 CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO Professor: ELIANE STAVINSKI PORTUGUÊS Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA / LITERATURA Série: 2ª A e B CONTEÚDO ESTRUTURANTE: DISCURSO COMO

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período DISCIPLINA: Língua Portuguesa Compreensão do oral; Ouvinte (DT); Vocabulário; Notas, esquemas; Oralidade (DT); Texto oral e texto escrito

Leia mais

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Helena C. Buescu, Luís C. Maia, Maria Graciete Silva, Maria Regina Rocha 10.º Ano: Oralidade Compreensão do Oral Objetivo Compreender

Leia mais

ANEXO 1- EDITAL DO VESTIBULAR UNIFEMM 01/2014 (VESTIBULAR DE VERÃO) ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO

ANEXO 1- EDITAL DO VESTIBULAR UNIFEMM 01/2014 (VESTIBULAR DE VERÃO) ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova de Conhecimentos Gerais (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende

Leia mais

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Disciplina Curso Profª Série REDACÃO Ensino Médio Silvia Zanutto 3º Lembre-se: ESTUDO APROVAÇÃO SUCESSO OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Aluno,LEIA COM ATENÇÃO! Na redação, o ENEM avalia

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil. Ministério da Educação. Secretaria Executiva

Presidência da República Federativa do Brasil. Ministério da Educação. Secretaria Executiva 1 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua 2011 1. 3º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 Período Gêneros Prioritários

3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua 2011 1. 3º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 Período Gêneros Prioritários 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua 2011 1 3º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 1º. TRIMESTRE Tirinha Música Foco narrativo (sequência); Suporte de origem; Imagem desenhada; Histórias

Leia mais

Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade

Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade Standards/Content Padrões / Conteúdo Learning Objectives Objetivos de Aprendizado Vocabulary Vocabulário Assessments Avaliações Resources

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 6º ANO - 17/ 03/ 2014 - Ecologia (níveis de organização; relações alimentares; cadeia e teia alimentar; relações ecológicas); 7º ANO - 17/ 03/

Leia mais

1.º CEB. Clara Amorim

1.º CEB. Clara Amorim 1.º CEB Metas Curriculares de Português Documento de referência para o ensino e a aprendizagem e para a avaliação interna e externa, de progressiva utilização obrigatória. Contém os conteúdos do programa

Leia mais

Anais do X Seminário de Iniciação Científica SóLetras CLCA UENP/CJ - ISSN 18089216 UM MODELO DIDÁTICO/TEÓRICO DO GÊNERO REDAÇÃO DE VESTIBULAR

Anais do X Seminário de Iniciação Científica SóLetras CLCA UENP/CJ - ISSN 18089216 UM MODELO DIDÁTICO/TEÓRICO DO GÊNERO REDAÇÃO DE VESTIBULAR UM MODELO DIDÁTICO/TEÓRICO DO GÊNERO REDAÇÃO DE VESTIBULAR Marta Aline Buckta (G-CLCA-UENP/CJ) Marilúcia dos Santos Domingos Striquer (Orientadora CLCA-UENP/CJ) Introdução Motivada pelo desejo e pela necessidade,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático)

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático) 1 A N E XO II (Do Conteúdo Programático) 2 Cargos: CARPINTEIRO, COZINHEIRA, PADEIRO, PINTOR (LETRISTA). Português: Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica.

Leia mais

Metas Curriculares de Português

Metas Curriculares de Português Metas Curriculares de Português Ensino Básico 2.º Ciclo O domínio da ORALIDADE Helena C. Buescu, Maria Regina Rocha, Violante F. Magalhães Objetivos e Descritores de Desempenho Oralidade 5.º Ano Objetivos

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Português Instrumental

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Português Instrumental CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Português Instrumental Código: CTB - 112 Pré-requisito: - Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

ISSN 1982-7644. Boletim do Sistema de Avaliação VOLUME 1

ISSN 1982-7644. Boletim do Sistema de Avaliação VOLUME 1 ISSN 98- Boletim do Sistema de Avaliação VOLUME Ficha Catalográfica CEARÁ. Secretaria da Educação. Boletim dos Sistema de Avaliação. SPAECE 00 / Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação,

Leia mais

A ABORDAGEM DO TEXTO VERBO-VISUAL EM LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO: O QUE SE ESCONDE POR TRÁS DAS LETRAS

A ABORDAGEM DO TEXTO VERBO-VISUAL EM LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO: O QUE SE ESCONDE POR TRÁS DAS LETRAS A ABORDAGEM DO TEXTO VERBO-VISUAL EM LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO: O QUE SE ESCONDE POR TRÁS DAS LETRAS Erica Poliana Nunes de Souza Cunha (UFRN) 1 ericapolianan.s.c@hotmail.com Rodrigo Luiz Silva

Leia mais

Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens

Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens TÓPICO V RELAÇÃO ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO O uso de recursos expressivos

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA [INGLÊS]

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA [INGLÊS] INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS ANO DE ESCOLARIDADE: 10º E 11º ANOS ANO LETIVO: 2012 2013 TIPO DE PROVA: DURAÇÃO: CÓDIGO DA PROVA: MATERIAL NECESSÁRIO/PERMITIDO: ESCRITA 90 MINUTOS

Leia mais

GOVERNO DO PARANÁ BETO RICHA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PAULO AFONSO SCHMDIT DIRETORIA GERAL EDMUNDO RODRIGUES DA VEIGA NETO

GOVERNO DO PARANÁ BETO RICHA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PAULO AFONSO SCHMDIT DIRETORIA GERAL EDMUNDO RODRIGUES DA VEIGA NETO ISSN 2316-7602 ISSN 233216-7602 GOVERNO DO PARANÁ BETO RICHA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PAULO AFONSO SCHMDIT DIRETORIA GERAL EDMUNDO RODRIGUES DA VEIGA NETO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO ELIANE

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO 2015 MENSAGEM DA DIREÇÃO

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO 2015 MENSAGEM DA DIREÇÃO 0 MENSAGEM DA DIREÇÃO É com muito orgulho que recebemos seu interesse em estudar conosco. Preparamos este manual com informações indispensáveis para a sua participação no Processo Seletivo 2015. Desejamos

Leia mais

03 de agosto. 17 de agosto às 10h00 ou às 14h00

03 de agosto. 17 de agosto às 10h00 ou às 14h00 EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 Segundo Semestre O Diretor Geral da Faculdade Nossa Cidade, mantida pelo Centro Educacional Nossa Cidade Ltda, com limite territorial na cidade de Carapicuíba em São Paulo,

Leia mais

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras)

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras) ABEU COLÉGIOS Disciplina: Língua Portuguesa Série: 1 ano / Fundamental I 1 Caderno 1 Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 Símbolos e Mensagens - Diferenciação de letra, palavra e número - Placas

Leia mais

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL Compreensão do Oral LEITURA Expressão oral Escrita CEL. 1 Apresentação 1. Nome da Sequência: 2. Contexto/projecto: Intertextualidade do texto adaptado de Peregrinação, de Aquilino Ribeiro, com o original

Leia mais

Desejamos que o nosso processo seletivo seja uma experiência enriquecedora para você.

Desejamos que o nosso processo seletivo seja uma experiência enriquecedora para você. MENSAGEM DA DIREÇÃO É com muito orgulho que percebemos seu interesse em estudar conosco. Preparamos este manual com informações indispensáveis para a sua participação no Processo Seletivo. Desejamos que

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS TESTE 1 PRIMEIRO SEMESTRE 2011 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Presidência do Instituto Nacional

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

Escola de Formação Gerencial EFG Sebrae-BH Rua Maria Macedo, 998 Bairro Nova Granada Belo Horizonte CEP 30431-265 Fone: 3379-9536

Escola de Formação Gerencial EFG Sebrae-BH Rua Maria Macedo, 998 Bairro Nova Granada Belo Horizonte CEP 30431-265 Fone: 3379-9536 1 2 MANUAL DO CANDIDATO- VAGAS REMANESCENTES - PROCESSO SELETIVO 2016 Ensino Médio + FORMAÇÃO GERENCIAL 2016 3 Mensagem da Direção É com muito orgulho que percebemos seu interesse em estudar conosco. Preparamos

Leia mais

Escola de Formação Gerencial EFG Sebrae-BH Rua Maria Macedo, 998 Bairro Nova Granada Belo Horizonte CEP 30431-265 Fone: 3379-9536

Escola de Formação Gerencial EFG Sebrae-BH Rua Maria Macedo, 998 Bairro Nova Granada Belo Horizonte CEP 30431-265 Fone: 3379-9536 1 2 Manual do Candidato - 2º Processo Seletivo 2016 Ensino Médio + FORMAÇÃO GERENCIAL 2016 3 Mensagem da Direção É com muito orgulho que percebemos seu interesse em estudar conosco. Preparamos este manual

Leia mais

SIMULADO DE PORTUGUÊS

SIMULADO DE PORTUGUÊS SIMULADO DE PORTUGUÊS Professora: Fabyana Muniz Texto I O desafio da qualidade É uma conquista civilizatória para o Brasil ter a imensa maioria das crianças em idade escolar com acesso às salas de aula,

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED COLÉGIO ESTADUAL JOANA D'ARC ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED COLÉGIO ESTADUAL JOANA D'ARC ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED COLÉGIO ESTADUAL JOANA D'ARC ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA 2010 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Cadernos do CNLF, Vol. XIII, Nº 04

Cadernos do CNLF, Vol. XIII, Nº 04 A INTERCULTURALIDADE E SEUS REFLEXOS NA PRODUÇÃO DE TEXTOS DE ALUNOS DESCENDENTES DE POMERANOS Tatiani Ramos (UFES) tateletras@yahoo.com.br INTRODUÇÃO Segundo Costa Val (1997), o texto é uma unidade de

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2014

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2014 CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2014 CANDIDATOS 1º ANO Reconhecimento de palavras e expressões dentro de um texto, com intervenção; Localizar informações explícitas em um texto; Identificar características

Leia mais

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Neste texto, vamos delinear o que se espera do participante do ENEM na situação específica de produção de textos. Para isso, nada melhor

Leia mais

MAPA DE CONCEITOS: O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA

MAPA DE CONCEITOS: O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA MAPA DE CONCEITOS: O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA Liomar Costa de Queiroz (UFRN) GT 02 Formação de Professores A nossa pesquisa: O conhecimento Lingüístico dos professores de 1º a 4º níveis do Ensino Fundamental:

Leia mais

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10.

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10. Question 1 Question Question LETRA: E Fácil Question 4 LETRA: A Fácil Question 5 Gabarito de Inglês Question 6 LETRA: D Difícil Question 7 LETRA: A Média Question 8 LETRA: C Difícil Question 9 Question

Leia mais

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua É a palavra que identifica o ser humano, é ela seu substrato que possibilitou a convivência humana

Leia mais

PROJETO SALA DE REDAÇÃO

PROJETO SALA DE REDAÇÃO PROJETO SALA DE REDAÇÃO Eliane Teresinha da Silva Acadêmica do Curso de Letras Português e Literaturas UAB Restinga Seca/UFSM Gláucia Josiele Cardoso Acadêmica do Curso de Letras Português e Literaturas

Leia mais

COLETÂNEA CONTINUA...

COLETÂNEA CONTINUA... Natal, 05 de abril de 2011 PROVA DE REDAÇÃO A prova de redação apresenta uma proposta de construção textual: uma CARTA ABERTA. Com a finalidade de auxiliá-lo(a) na compreensão prévia da temática em foco,

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre O Diretor Geral da Faculdade Capital Federal, credenciada pela Portaria MEC no. 596 de 18 de junho de 2015 e publicada no Diário Oficial da União em 19 de

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E ESTATÍSTICA 8º ANO

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E ESTATÍSTICA 8º ANO PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E ESTATÍSTICA 8º ANO MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESA CIÊNCIAS DA NATUREZA EIXOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS

Leia mais

A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO

A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO O presente trabalho foi desenvolvido tendo em vista o contexto sociointeracionista presente nas Diretrizes Curriculares e a nova forma

Leia mais

PLANO DE CURSO-2º ANO. SÉRIES INICIAIS ANO/2012 PLANO DE ESTUDO 2º ANO

PLANO DE CURSO-2º ANO. SÉRIES INICIAIS ANO/2012 PLANO DE ESTUDO 2º ANO PLANO DE CURSO-2º ANO. SÉRIES INICIAIS ANO/2012 PLANO DE ESTUDO 2º ANO AREA DE CONHECIMENTO: PORTUGUÊS OBJETIVOS: Possibilitar ao educando, por meio de observação de analise, a sistematização de determinados

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL REBECCA TAVARES DE MELO TOSCANO DE BRITO (UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA). Resumo Nos dias atuais a prática da leitura está se tornando cada vez mais rara

Leia mais

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DE TEXTOS Lingüística Textual : Recepção e Produção de Textos Visão Sistemática e Particular. Gêneros e Estruturas

Leia mais

Prova Final de Português

Prova Final de Português Prova Final de Português 3.º Ciclo do nsino Básico Decreto-ei n.º 139/01, de 5 de julho Prova 91/.ª Chamada Critérios de Classificação 13 Páginas 014 Prova 91/.ª Ch. CC Página 1/ 13 Critérios Gerais de

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE O Diretor Geral da Faculdade MELIES de Tecnologia, credenciada pela Portaria MEC Número 1.018, de 5 de dezembro de 2014 e publicada no Diário Oficial

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012) No caso específico da disciplina de PORTUGUÊS, do 3.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI CURSO DE PEDAGOGIA PROJETO DE EXTENSÃO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DAS

Leia mais

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I Content Area Grade Quarter Língua 6ª Serie Unidade I Texto: parágrafos: descritivo/comparativo; reconto; resenha crítica, anedota, cartum, revista em quadrinhos Linguística: comunicação: elementos/códigos;

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC

INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC 1º Ano A Ens. Fundamental 1º Ano B Ens. Fundamental CLASSE: Atividade de acolhimento com músicas infantis / Bom dia / HORA DAS NOVIDADES: Brincadeira da batata quente com gênero,

Leia mais

LEITURA E ESCRITA: EXPERIÊNCIA COM DEFICIENTES INTELECTUAIS

LEITURA E ESCRITA: EXPERIÊNCIA COM DEFICIENTES INTELECTUAIS LEITURA E ESCRITA: EXPERIÊNCIA COM DEFICIENTES INTELECTUAIS FÁBIO JUNIO DA SILVA SANTOS Professor de Sala de Apoio e Acompanhamento à Inclusão Prefeitura de São Paulo RESUMO: Abordagem de leitura e escrita

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL Ano Letivo 2014/2015 Português 3.º Ano DISCIPLINA DOMÍNIOS CONTEÚDOS INTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO PORTUGUÊS Pesquisa

Leia mais

SAEB. Plano de Desenvolvimento da Educação

SAEB. Plano de Desenvolvimento da Educação SAEB Plano de Desenvolvimento da Educação 2009 Presidência da República Ministério da Educação/Secretaria de Educação Básica Diretoria de Concepções e Orientações Curriculares para a Educação Básica Coordenação

Leia mais

O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL.

O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 949 O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES

Leia mais

GÊNERO CARTA DO LEITOR: ANÁLISE LINGUÍSTICA DE TEXTOS PRODUZIDOS POR ALUNOS DE 4ª SÉRIE

GÊNERO CARTA DO LEITOR: ANÁLISE LINGUÍSTICA DE TEXTOS PRODUZIDOS POR ALUNOS DE 4ª SÉRIE GÊNERO CARTA DO LEITOR: ANÁLISE LINGUÍSTICA DE TEXTOS PRODUZIDOS POR ALUNOS DE 4ª SÉRIE SPONCHIADO, Márcia Roehsig (Professora do Ensino Fundamental) 1 JUNG, Mariza Martins de Jesus (PG - UNIOESTE) 2 RESUMO:

Leia mais

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM*

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM* *MÓDULO 1* Redação 1 Resposta pessoal. Redação 2 Resposta pessoal. *MÓDULO 2* Atividade 1 Resposta pessoal. Atividade 2 Resposta pessoal. Atividade 3 Resposta pessoal. *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

ANÁLISE DA CHARGE ENQUANTO GÊNERO DISCURSIVO

ANÁLISE DA CHARGE ENQUANTO GÊNERO DISCURSIVO ANÁLISE DA CHARGE ENQUANTO GÊNERO DISCURSIVO SILVA, Daíne C. da (PG UNIOESTE) COSTA-HÜBES, Terezinha da Conceição (UNIOESTE) RESUMO: O presente artigo busca apresentar a teoria sobre gêneros discursivos,

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA: ESPAÇO PARA DESENVOLVER HABILIDADES E COMPETÊNCIAS DE LEITURA

FORMAÇÃO CONTINUADA: ESPAÇO PARA DESENVOLVER HABILIDADES E COMPETÊNCIAS DE LEITURA 0 UNIJUÍ UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DHE DEPARTAMENTO DE HUMANIDADES E EDUCAÇÃO CURSO DE LETRAS LÍNGUA PORTUGUESA FORMAÇÃO CONTINUADA: ESPAÇO PARA DESENVOLVER HABILIDADES

Leia mais

Pedro Sepúlveda e Jorge Uribe. Este caderno

Pedro Sepúlveda e Jorge Uribe. Este caderno Entre os dias 6 e 8 de Março de 2014, realizou-se na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, um Colóquio Internacional comemorativo do centenário do dia 8 de Março de 1914 (cf. http://estranharpessoa.com/programa),

Leia mais

SPAECE 2 LÍNGUA PORTUGUESA SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ CEARÁ I BOLETIM PEDAGÓGICO DE AVALIAÇÃO ISSN 1982-7644

SPAECE 2 LÍNGUA PORTUGUESA SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ CEARÁ I BOLETIM PEDAGÓGICO DE AVALIAÇÃO ISSN 1982-7644 SPAECE 2 008 ISSN 1982-7644 SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ CEARÁ I BOLETIM PEDAGÓGICO DE AVALIAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA EM ISSN 1982-7644 SPAECE 2008 BOLETIM PEDAGÓGICO DE AVALIAÇÃO

Leia mais

PLANO DE CURSO PORTUGUÊS DIÁLOGO

PLANO DE CURSO PORTUGUÊS DIÁLOGO RIZVI INTERNATIONAL SCHOOLS PLANO DE CURSO PORTUGUÊS DIÁLOGO Rizvi International Schools Av. Otacílio Negrão de Lima, 5450 T 31 3223 8949 E atendimento@rizvi.com.br W www.rizvi.com.br Índice Panorama Geral

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014. 10º ano nível VI - Inglês Planificação a Longo Prazo. Conteúdos Procedimentos Blocos previstos MÓDULO O trabalho diagnóstico

ANO LETIVO 2013/2014. 10º ano nível VI - Inglês Planificação a Longo Prazo. Conteúdos Procedimentos Blocos previstos MÓDULO O trabalho diagnóstico Conteúdos Procedimentos Blocos previstos MÓDULO O trabalho diagnóstico - Leitura de textos MÓDULO 1 - Um mundo de muitas línguas: contacto com outras línguas, experiências e culturas Línguas e culturas

Leia mais

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Rotina de Sala de Aula TEMA GERADOR: Bicharada

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Rotina de Sala de Aula TEMA GERADOR: Bicharada PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARIPE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DO PROGRAMA LUZ DO SABER INFANTIL PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Rotina de Sala de Aula TEMA GERADOR:

Leia mais

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA?

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? TEREZINHA BASTOS (SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE CAXIAS-MA). Resumo VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? é um projeto de incentivo à leitura e à escrita

Leia mais

A APLICAÇÃO DA TEORIA DA ARGUMENTAÇÃO NA LÍNGUA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

A APLICAÇÃO DA TEORIA DA ARGUMENTAÇÃO NA LÍNGUA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA A APLICAÇÃO DA TEORIA DA ARGUMENTAÇÃO NA LÍNGUA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA Introdução Gabriela Fontana Abs da Cruz 1 Teoria e prática de ensino parecem estar muito distantes uma da outra, principalmente

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Agora elabore duas perguntas que você gostaria de fazer para as meninas.

Agora elabore duas perguntas que você gostaria de fazer para as meninas. Nome: Data: / /2013 Professora: Classe: F-3 A TAREFA DE LÍNGUA PORTUGUESA Como já sabemos, no dia 12/9 receberemos Laura, Tamara e Marininha Klink, autoras do livro Férias na Antártica. Se você quiser

Leia mais

DIFERENTES PRODUÇÕES ESCRITAS DE CRIANÇAS EM CLASSES DE ALFABETIZAÇÃO: ABORDAGENS SINTÉTICAS E DE BASE CONSTRUTIVISTA

DIFERENTES PRODUÇÕES ESCRITAS DE CRIANÇAS EM CLASSES DE ALFABETIZAÇÃO: ABORDAGENS SINTÉTICAS E DE BASE CONSTRUTIVISTA DIFERENTES PRODUÇÕES ESCRITAS DE CRIANÇAS EM CLASSES DE ALFABETIZAÇÃO: ABORDAGENS SINTÉTICAS E DE BASE CONSTRUTIVISTA Fernanda Cargnin Gonçalves 1 Introdução O embate entre os métodos de alfabetização

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D Questão CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D Ensino Médio Códigos e Linguagens Conteúdo 1 Leitura de tirinha em língua portuguesa Variedades linguísticas letra de 2 música Habilidade da Matriz da EJA/FB H5, H7, H8,

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

Gêneros textuais na escola

Gêneros textuais na escola Gêneros textuais na escola Carla Viana Coscarelli (FALE / UFMG)* RESUMO: Nesse artigo discutimos a noção de gêneros textuais e a apropriação que a escola tem feito desse conceito. Na tentativa de colocar

Leia mais