O conhecimento é a chave da vida!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O conhecimento é a chave da vida!"

Transcrição

1 Porto Alegre, 02 de janeiro de 2017 Sejam Bem Vindos Prezados(as) Educadores(as)! Bom Dia com Alegria! O conhecimento é a chave da vida! Contem sempre conosco e que tenhamos divertidas e abençoadas formações de professores em Independente da área, disciplina ou região em que ensina, qualquer aluno precisa de motivação para que seja bem-sucedido. Além dos fatores pessoais e profissionais, os estudantes também podem contar com o papel que o educador desempenha nas suas rotinas escolares para encontrar maior determinação e manter a disciplina. A vinte anos ministrando formações continuadas em todo Brasil, achamos juntamente com os nossos colegas de sala de aula 21 dicas práticas e simples que farão a diferença na motivação dos seus alunos ao longo do próximo ano: 1. Ofereça um sentimento de controle A orientação de um professor é muito importante para que os objetivos de cada aula sejam cumpridos. Mesmo assim, os estudantes devem ter liberdade e algum controle da sua rotina para que não se sintam obrigados ou prisioneiros. Tais restrições apenas afastam os alunos do prazer da aprendizagem e dos seus benefícios. 2. Defina os objetivos Não saber quais são os objetivos de determinada tarefa ou conteúdo ensinado é uma fonte de frustração para os estudantes. Informá-los sobre a utilidade das teorias e dos trabalhos que realizam irá ajudá-los a entender que as notas não são a única coisa importante nos estudos.

2 3. Liberte o ambiente de ameaças Ninguém consegue realmente aprender se o que motiva é o medo. É claro que é necessário entender que cada ação é seguida da sua respetiva consequência, mas isso não significa que se deva procurar controlar os alunos através de ameaças. 4. Mudar o cenário A sala de aula é um bom ambiente para o ensino e a aprendizagem, mas a educação não deve ficar presa apenas aos muros das instituições. Passeios educativos ou até mesmo a troca de salas podem ajudar os estudantes sentirem-se mais focados. 5. Ofereça experiências variadas Não há apenas uma maneira de aprender, seja qual for a matéria. Os alunos irão interessar-se por determinado conteúdo na medida em que forem estimulados por ele. Na busca pela melhor metodologia para cada estudante, procure oferecer diferentes experiências educacionais. 6. Competitividade positiva e equilibrada A competição equilibrada e positiva em sala de aula não deve ser uma constante, mas o seu emprego casual também é uma alternativa para a motivação dos estudantes. 7. Ofereça recompensas Todos gostam de presentes. Oferecer aos alunos algo que seja de seu interesse irá ajudá-los a serem mais esforçados e a encontrarem motivação para se concentrarem nos estudos com diligência.

3 8. Fazer com que se sintam responsáveis Muito do desinteresse dos estudantes pode estar relacionado com a falta de responsabilidade que estes sentem em relação aos seus estudos e ao futuro profissional que terão para si de acordo com os esforços acadêmicos. 9. Permita que trabalhem junto O trabalho em equipa traz maior movimento, interação e dinâmica entre os estudantes. 10. Reconheça os méritos De nada adianta os alunos se esforçarem se a dedicação não for reconhecida pelos professores. A frustração e a falta de incentivo rapidamente tomarão controle daquilo que conquistaram até o momento. 11. Encorajar a reflexão Os estudantes desejam alcançar os seus objetivos académicos, mas a maioria não sabe como conseguir o melhor de si mesmos para tal. Pode ajudá-los nesta descoberta ao encorajar a reflexão e a análise pessoal das suas características e estilo de estudo. 12. Seja motivado Se você não mostrar motivação, os seus estudantes não farão o mesmo em relação às suas aulas.

4 13. Conheça os seus alunos Cada aluno é um indivíduo cheio de peculiaridades e características. Não espere os mesmos resultados de todos. 14. Conheça os interesses de cada um Conhecer pelo menos um interesse de cada estudante, por exemplo, um gosta de fotografia, outro de futebol e outro de moda, também é uma excelente maneira de encontrar relações com o que é abordado em sala de aula e chamar atenção para o que poderia incentivá-los de maneira mais personalizada. 15. Ajude os seus alunos a encontra motivação interior De nada adiantarão os seus esforços se os alunos não se interessarem internamente por aquilo que é apresentado. É preciso que eles estejam motivados internamente para que possam expressar os seus esforços. 16. Ajuda-os a controlar a ansiedade Muitos alunos deixam-se controlar pelo medo e pela ansiedade em provas ou outros desafios acadêmicos e acabam por desistir mesmo antes de tentar. Ajudá-los a administrar essas emoções é necessário para que se possam desenvolver. 17. Determine metas altas, mas alcançáveis Não incentivar os seus alunos a fazer o mínimo é o mesmo que deixá-los desistir. É importante que eles se sintam desafiados, mas ainda assim saibam que o objetivo pode ser alcançado com dedicação.

5 18. Ofereça feedback e oportunidades de evoluir Limitar-se a criticar o trabalho dos estudantes não irá motivá-los a fazer melhor da próxima vez. Deverá analisá-los e avaliá-los de maneira construtiva, de maneira a que possam melhorar nas próximas oportunidades. 19. Procure o progresso A motivação também pode ser cultivada quando apresenta aos alunos tudo aquilo que eles já conquistaram até ao momento. 20. Torne as tarefas mais divertidas Há momentos para tudo, inclusive para a diversão e a dinâmica. Distribuir esse tipo de experiência ao longo da semana pode ajudar os seus alunos a ter mais ânimo durante as aulas. 21. Ofereça oportunidades para o sucesso Ao perceberem que poderão ser bem-sucedidos, os alunos estarão mais propensos a se dedicarem para obter o que desejam. Mais em: (54) https://www.facebook.com/professordaltro (próxima)

6 Alguns colegas que dividimos palcos pelo Brasil. Veja muito mais em

21 Mandamentos do Grandes Ideias

21 Mandamentos do Grandes Ideias 21 Mandamentos do Grandes Ideias 21 Mandamentos do Grandes Ideias Ideias simples mas que fazem toda a diferença na motivação dos nossos alunos!! 1. Conhecer os alunos e fazê-los sentirem-se amados pela

Leia mais

Empreendedorismo em sala de aula. Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica

Empreendedorismo em sala de aula. Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica Empreendedorismo em sala de aula Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica Contato: Jane Carla Claudino Tosin Assessora da Área Pedagógica 0800 725 3536 Ramal 1171 jtosin@positivo.com.br

Leia mais

Inovação & A avaliação

Inovação & A avaliação INOVAÇÃO E ENSINO DA EXCELÊNCIA: AVALIAÇÃO NO AEB, PORQUÊ E COMO Inovação & A avaliação Impacto da avaliação formativa nas aprendizagens (workshop 1) Lisboa, 07 julho 2015 Anabela Serrão PORQUE AVALIAMOS?

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

AULAS PRÁTICAS DE QUÍMICA: REPOLHO ROXO COMO INDICADOR ÁCIDO-BASE

AULAS PRÁTICAS DE QUÍMICA: REPOLHO ROXO COMO INDICADOR ÁCIDO-BASE AULAS PRÁTICAS DE QUÍMICA: REPOLHO ROXO COMO INDICADOR ÁCIDO-BASE Gicelia Moreira RESUMO Universidade Federal de Campina Grande-UFCG, gicelia.moreira2009@gmail.com Diante muitas dificuldades encontradas

Leia mais

Atena Cursos - Curso de Capacitação - AEE PROJETO DEFICIÊNCIA DA LEITURA NA APRENDIZAGEM INFANTIL

Atena Cursos - Curso de Capacitação - AEE PROJETO DEFICIÊNCIA DA LEITURA NA APRENDIZAGEM INFANTIL Atena Cursos - Curso de Capacitação - AEE PROJETO DEFICIÊNCIA DA LEITURA NA APRENDIZAGEM INFANTIL Aluna: Iara Escandiel Colussi Data: 12/06/2015 Introdução Este projeto apresenta algumas situações de dificuldade

Leia mais

Turbine A Produtividade E A Gestão De Equipes Externas Com Gerenciamento De Incentivos

Turbine A Produtividade E A Gestão De Equipes Externas Com Gerenciamento De Incentivos Turbine A Produtividade E A Gestão De Equipes Externas Com Gerenciamento De Incentivos Montar uma equipe externa de qualidade realmente não é uma tarefa fácil. Em uma mesma equipe você pode ter diferentes

Leia mais

Objetivo: Apresentar o Caderno V de modo a compreender sua concepção metodológica a partir de oficinas.

Objetivo: Apresentar o Caderno V de modo a compreender sua concepção metodológica a partir de oficinas. Pacto Nacional Para o Fortalecimento do Ensino Médio Encontro de Planejamento Professor Formador de IES Duílio Tavares de Lima 03/2015 CADERNO 5 - Áreas de conhecimento e integração curricular Tema: Apresentação

Leia mais

O conhecimento é o saber.

O conhecimento é o saber. CHA & FL W Que tal trabalhar seu melhor desempenho profissional com uma das bases do coaching? Nossas competências profissionais são feitas pelo nosso nível de CHA, ou seja, de conhecimentos, habilidades

Leia mais

Valores Cliente Data e Horário Coach Sessão Outros:

Valores Cliente Data e Horário Coach Sessão Outros: Valores Cliente Data e Horário Coach Sessão Outros: Valores Anote aqui os 5 valores mais relevantes Agora coloque os valores em ordem de hierarquia (os mais importantes primeiro) Principais Valores Desafios

Leia mais

Tema do Projeto Educativo: Quero ser grande e feliz

Tema do Projeto Educativo: Quero ser grande e feliz Tema do Projeto Educativo: Quero ser grande e feliz A primeira tarefa da educação é ensinar a ver É através dos olhos que as crianças tomam contacto com a beleza e o fascínio do mundo Os olhos têm de ser

Leia mais

O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média?

O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média? O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média? Entusiasmo! O que é entusiasmo? Entusiasmo é um grande interesse, um intenso prazer, uma dedicação ardente, uma paixão, uma admiração, um

Leia mais

ESCOLAS INCLUSIVAS. Susana Bagatini

ESCOLAS INCLUSIVAS. Susana Bagatini ESCOLAS INCLUSIVAS Susana Bagatini Educação Especial Durante a primeira metade do século XX, as pessoas eram consideradas deficientes por causas orgânicas, que se produziam no início do desenvolvimento.

Leia mais

A classe da Terceira Idade

A classe da Terceira Idade CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CRISTÃ IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL CONSELHO DE EDUCAÇÃO CRISTÃ E PUBLICAÇÕES Oficina A classe da Terceira Idade 22/04/16 10h30 e 14h20 Universidade Presbiteriana Mackenzie

Leia mais

INTRODUÇÃO. Para obter mais informações ou serviços, envie para: ou visite:

INTRODUÇÃO. Para obter mais informações ou serviços, envie  para: ou visite: MUESTRA AMOSTRA INTRODUÇÃO Fazendo Chinês Fácil para Crianças, reconhecido como um dos melhores materiais de aprendizagem de chinês em todo o mundo, é publicado pelo Hong Kong s prestigious Joint Publishing

Leia mais

O Maior Tesouro da Humanidade

O Maior Tesouro da Humanidade elaboração: Tatiana Pita Mestre em Educação pela PUC (SP) O Maior Tesouro da Humanidade escrito por ilustrado por Patrícia Engel Secco Fábio Sgroi 2 O prazer da leitura Ler é um exercício de voar sem sair

Leia mais

Aula 6 Livro físico.

Aula 6 Livro físico. Conteúdos da aula 1. Material didático 2. Formatos 3. 2 1. Material didático Nessa aula, teremos como foco a apresentação do material didático da etb Material didático pode ser definido amplamente como

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

Didática: diálogos com a prática educativa

Didática: diálogos com a prática educativa Didática: diálogos com a prática educativa O sonho de todo professor é dar uma aula atrativa para os alunos, conquistando a atenção dos educandos e o interesse para a construção de uma aprendizagem significativa.

Leia mais

ESTÁGIO E FORMAÇÃO DOCENTE: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO FUTURO PROFESSOR

ESTÁGIO E FORMAÇÃO DOCENTE: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO FUTURO PROFESSOR ESTÁGIO E FORMAÇÃO DOCENTE: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO FUTURO PROFESSOR Lidiane Rodrigues do Amaral da Silva; Ronaldo Sagrillo; Paola Flores Sturza; Catiane Mazocco Paniz Acadêmica do Curso de Licenciatura

Leia mais

Educação de Jovens e Adultos no Brasil

Educação de Jovens e Adultos no Brasil Educação de Jovens e Adultos no Brasil Objetivo Surgimento do EJA; como funciona; o que trouxe de melhorias; Entrevistas: professor e aluno; como é o convívio; relação entre ambos; aprendizado do aluno;

Leia mais

Inquérito por questionário Alunos

Inquérito por questionário Alunos Inquérito por questionário Alunos INSTRUÇÕES A seguir apresentamos-te um conjunto de perguntas sobre as tuas aulas. Não há respostas certas nem erradas, por isso pedimos-te que respondas com verdade. Obrigado

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE PROFESSORES. Programa de Professores Educare

MANUAL DO PROGRAMA DE PROFESSORES. Programa de Professores Educare MANUAL DO PROGRAMA DE PROFESSORES Programa de Professores Educare Tenha uma carreira diferenciada, própria para o mundo digital. Equipe Pedagógica Educare * Bem vindo REGRAS DO PROGRAMA DE PROFESSORES

Leia mais

Além disso, saber onde seus funcionários precisam melhorar vai ajudar e muito na criação de planos de desenvolvimento.

Além disso, saber onde seus funcionários precisam melhorar vai ajudar e muito na criação de planos de desenvolvimento. Este conteúdo faz parte da série: Avaliação de Desempenho Ver 3 posts dessa série O que é Quando o assunto é gestão de pessoas um dos tópicos mais importantes e falados é a avaliação de desempenho. Esse

Leia mais

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO MOTIVAR PARA O SUCESSO PRESSUPÕE INTERESSE, INVESTIMENTO, DISPONIBILIDADE, VONTADE, COMPETÊNCIA E ENVOLVIMENTO DE TODOS OS INTERVENIENTES NO PROCESSO EDUCATIVO!

Leia mais

10 passos para começar a estudar para concurso público

10 passos para começar a estudar para concurso público 10 passos para começar a estudar para Índice 1) Seja profissional 2) Tenha um foco 3) Defina as disciplinas básicas 4) Escolha materiais especializados e bons 5) Amadureça nas disciplinas 6) Tenha metas

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO TEXTO 2 http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2310-6.pdf acesso em http://pt.wikipedia.org/wiki/conselho_de_classe 09 de outubro de 2014 CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL

Leia mais

Nesse artigo falaremos sobre:

Nesse artigo falaremos sobre: Este conteúdo faz parte da série: Excel Dicas Avançadas Ver 11 posts dessa série Nesse artigo falaremos sobre: Deadline para controle de datas Outras funções avançadas Formatação Condicional Tabelas Dinâmicas

Leia mais

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO Não é no silêncio que

Leia mais

05/05/2014 LIDERANÇA ESTILOS DE LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER

05/05/2014 LIDERANÇA ESTILOS DE LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER 1 LIDERANÇA Você já sentiu que não recebeu o reconhecimento merecido quando atingiu uma meta imposta por seu chefe ou realizou uma tarefa com sucesso? E, no entanto,

Leia mais

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ 01 É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ Como inovar na carreira e se dar bem no mercado. Lídice da Matta 02 03 Sumário Introdução... 4 Não tenha medo de errar... 7 Veja mudanças como oportunidades... 8 Busque referências...

Leia mais

Ana Maria de Jesus Ferreira DINÂMICA GRUPAL. No processo ensino-aprendizagem

Ana Maria de Jesus Ferreira DINÂMICA GRUPAL. No processo ensino-aprendizagem Ana Maria de Jesus Ferreira DINÂMICA GRUPAL No processo ensino-aprendizagem Rio de Janeiro 2005 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO VEZ DO MESTRE DINÂMICA GRUPAL OBJETIVOS: Estudar

Leia mais

Ensino sem fronteira

Ensino sem fronteira Ensino sem fronteira VISÃO DA EAD O QUE É EAD? Modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação

Leia mais

A Leitura em Voz Alta

A Leitura em Voz Alta A Leitura em Voz Alta A Leitura em voz alta Escolher bem os livros As listas de livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura para os diferentes anos de escolaridade podem apoiar a selecção de obras

Leia mais

Treinamento de Liderança. Josiane Barbosa

Treinamento de Liderança. Josiane Barbosa Treinamento de Liderança Josiane Barbosa Uma líder eficaz convida sua equipe a participar de projetos novos que ainda estão na fase do pensamento. Planeje suas metas e divulgue-as, porque as pessoas apoiam

Leia mais

Avaliação de Desempenho

Avaliação de Desempenho 1 Avaliação de Desempenho Cabe ao Franqueado Operador avaliar o desempenho dos profissionais e diagnosticar as causas do mau desempenho, identificando a diferença entre o desempenho real e o desempenho

Leia mais

FORMAÇÃO EDUCACIONAL: NOVA DIDÁTICA E FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL

FORMAÇÃO EDUCACIONAL: NOVA DIDÁTICA E FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL FORMAÇÃO EDUCACIONAL: NOVA DIDÁTICA E FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL Arthur Henrique Teixeira Faustino 1 Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Arthurtfaustino@gmail.com Auricélia Lopes Pereira

Leia mais

6 Dicas De Liderança Para Fazer Uma Ótima Gestão De Equipes Externas

6 Dicas De Liderança Para Fazer Uma Ótima Gestão De Equipes Externas 6 Dicas De Liderança Para Fazer Uma Ótima Gestão De Equipes Externas Uma grande parte do sucesso da gestão de pessoas se deve a capacidade dos gestores de liderar. E realmente essa é uma tarefa bem difícil

Leia mais

Valor do Brincar Livre: Capítulo Brasil. Abril de 2016

Valor do Brincar Livre: Capítulo Brasil. Abril de 2016 Valor do Brincar Livre: Capítulo Abril de 2016 Quando as crianças são livres para sair e se sujar, adquirem habilidades essenciais para se prepararem para o futuro. Porém, a infância tem se transformado

Leia mais

Projeto: Mudando. para. Mudar

Projeto: Mudando. para. Mudar Projeto: Mudando para Mudar Projeto: Mudando para Mudar Viver no casulo é mais seguro, tranquilo e confortante, porém é mais limitador. Abandonar o casulo é liberar o pensamento, a criatividade e voar...

Leia mais

Fundamentos da Direção

Fundamentos da Direção Aula 7 Direção Fundamentos da Direção Inerente a qualquer organização está a necessidade de gerir esforços individuais em função de objetivos organizacionais. A direção é a função da administração responsável

Leia mais

AULA 04. Profª DENISE VLASIC HOFFMANN,Jussara Avaliar respeitar primeiro, educar depois.

AULA 04. Profª DENISE VLASIC HOFFMANN,Jussara Avaliar respeitar primeiro, educar depois. AULA 04 Profª DENISE VLASIC HOFFMANN,Jussara Avaliar respeitar primeiro, educar depois. Jussara Hoffmann Avaliar respeitar primeiro, educar depois Interesse questões avaliativas As crianças permanecem

Leia mais

Palavras-chave: Subprojeto PIBID da Licenciatura em Matemática, Laboratório de Educação Matemática, Formação de professores.

Palavras-chave: Subprojeto PIBID da Licenciatura em Matemática, Laboratório de Educação Matemática, Formação de professores. 00465 A IMPLANTAÇÃO DE UM LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA Regina Helena Munhoz Professora Adjunta Departamento de Matemática UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina RESUMO

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO CAPÍTULO I - DA DEFINIÇÃO DO ESTÁGIO Artigo 01 - O Estágio Supervisionado constitui disciplina obrigatória do Currículo dos Cursos de Licenciatura.

Leia mais

Boas práticas do diretor para motivar sua equipe na escola

Boas práticas do diretor para motivar sua equipe na escola Boas práticas do diretor para motivar sua equipe na escola 1 Introdução 03 A importância da motivação dos funcionários 05 As 8 boas práticas para motivar a equipe 07 Conclusão 13 Gostou das dicas? O AppProva

Leia mais

CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA. Autoestima.

CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA. Autoestima. CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Autoestima Autoestima A baixa autoestima é, infelizmente, um estado muito comum. As pessoas geralmente se sentem inseguras, inadequadas, com dúvidas constantes, não têm certeza

Leia mais

de ideias, de pontos de vista, de práticas, para que, em confronto com as próprias experiências, cada um possa chegar a conclusões pessoais que

de ideias, de pontos de vista, de práticas, para que, em confronto com as próprias experiências, cada um possa chegar a conclusões pessoais que INTRODUÇÃO Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa, por isso aprendemos sempre. (Paulo Freire) Se há uma verdade em Pedagogia, não pode

Leia mais

Os desafios da Educação Inclusiva

Os desafios da Educação Inclusiva Os desafios da Educação Inclusiva Artur Ramísio Paula Gonçalves Mestrado em Ensino de TIC Instituto de Estudos Superiores de Fafe Docente: Profª Doutora Maria Celeste da Silva Leal de Sousa Lopes 2010

Leia mais

PROJETO: SOU LETRANDO.

PROJETO: SOU LETRANDO. PROJETO: SOU LETRANDO. Acadêmicos: Thainara Lobo e Ailton Ourique Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr Mário Vieira Marques (CIEP) São Luiz Gonzaga, 2016 1.TEMA Projeto de Leitura: Sou Letrando. 2.PROBLEMA

Leia mais

A IMPLANTAÇÃO DO LÚDICO AO ENSINO DA TABELA PERIÓDICA (TP)

A IMPLANTAÇÃO DO LÚDICO AO ENSINO DA TABELA PERIÓDICA (TP) A IMPLANTAÇÃO DO LÚDICO AO ENSINO DA TABELA PERIÓDICA (TP) ALMEIDA, Cristine Nachari Moura 1 - UEPB Subprojeto: Química Resumo Este trabalho tem como objetivo apresentar, detalhar e discutir o projeto

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais

AULA 04. Profº André Luis Torres SABERES E PRÁTICAS

AULA 04. Profº André Luis Torres SABERES E PRÁTICAS AULA 04 Profº André Luis Torres SABERES E PRÁTICAS Selma Garrido Pimenta, Evandro Ghedin Em sua obra, Pimenta traz a tona o pensar e o refletir que é próprio do ser humano e evidencia a contribuição da

Leia mais

Pesquisa Jornal Primeiras Letras Fortaleza

Pesquisa Jornal Primeiras Letras Fortaleza Pesquisa Jornal Primeiras Letras Fortaleza Pesquisa realizada em fevereiro 2013, mediante questionários anônimos aplicados nas capacitações realizadas nesse mês. Participaram coordenadoras pedagógicas

Leia mais

Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho

Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho "CONFIABILIDADE" Ensino Médio Pacote de Atividades de 2017 Diretrizes do Programa "Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho" Informações Gerais e

Leia mais

PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO

PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO Formação de Professores e Educação Matemática (FPM) GT 08 RESUMO Melquisedec Anselmo da Costa AZEVEDO

Leia mais

Edição 2015/2016 JARDIM DAS PALMEIRAS. Educação para esta vida e para a. Escola Adventista. eternidade. Educação Infantil Ensino Fundamental

Edição 2015/2016 JARDIM DAS PALMEIRAS. Educação para esta vida e para a. Escola Adventista. eternidade. Educação Infantil Ensino Fundamental JARDIM DAS PALMEIRAS Escola Adventista Edição 2015/2016 Educação Infantil Ensino Fundamental Educação para esta vida e para a eternidade. A Educação Adventista está presente em mais de 165 países e em

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS O curso objetiva a formação de docentes capacitados para atuar no ensino

Leia mais

O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem

O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem Isabel Prata Psicopedagoga Mato Grosso do Sul Educação Infantil? Creche? Berçário?

Leia mais

Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho

Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho "Plante uma Semente, Cultive o Futuro" Nível Primário Pacote de Atividades de 2014 Diretrizes do Programa "Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho"

Leia mais

realidade das profissões

realidade das profissões 12 12 Escolha Certa! Certa! As profissões As profissões do século do 21 século 21 Uma decisão difícil, extremamente pessoal. É dessa maneira que pode ser encarado esse momento crucial na vida do jovem:

Leia mais

Baseado no livro SUPERDICAS PARA CONQUISTAR CLIENTES e para um Atendimento 5 Estrelas Autor: César Souza, presidente da Empreenda Editora: Saraiva

Baseado no livro SUPERDICAS PARA CONQUISTAR CLIENTES e para um Atendimento 5 Estrelas Autor: César Souza, presidente da Empreenda Editora: Saraiva Baseado no livro SUPERDICAS PARA CONQUISTAR CLIENTES e para um Atendimento 5 Estrelas Autor: César Souza, presidente da Empreenda Editora: Saraiva WORKBOOK como conquistar e fidelizar clientes através

Leia mais

O Professor e a Avaliação em Sala de Aula

O Professor e a Avaliação em Sala de Aula Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Educação Disciplina: Avaliação Escolar O Professor e a Avaliação em Sala de Aula Bernardete A.Gatti Mestrandas: Karine V.Roncete e Mariana V.Landim Mariana

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

Centro Universitário Franciscano Área de Ciências Humanas Curso de Letras. Angela Maria Rossi

Centro Universitário Franciscano Área de Ciências Humanas Curso de Letras. Angela Maria Rossi Centro Universitário Franciscano Área de Ciências Humanas Curso de Letras Angela Maria Rossi ENSINO MÉDIO: DESAFIOS DE TRABALHAR LITERATURA BRASILEIRA Santa Maria-RS 2009 Ensino Médio: Desafios de trabalhar

Leia mais

PARTE 1. (3 a 16 de janeiro) Começe 2017 em ponto de bala!

PARTE 1. (3 a 16 de janeiro) Começe 2017 em ponto de bala! Começe 2017 em ponto de bala! PARTE 1 (3 a 16 de janeiro) 1. Sente-se confortavelmente e respire fundo algumas vezes, relaxando os ombros. Pense quais serão os seus planos pra esse novo ano. Responda abaixo

Leia mais

Uma história sobre o amado primeiro dia de aula

Uma história sobre o amado primeiro dia de aula O dia do futuro Uma história sobre o amado primeiro dia de aula é só o primeiro dia MEU TIME ESTÁ FAZENDO UMA PESQUISA! QUEREMOS CONHECER O QUE A COMUNIDADE ESCOLAR CURTE. os professores acompanham

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES FEIRA DE CIÊNCIAS NA ESCOLA: O PRAZER DE DEMONSTRAR OS CONHECIMENTOS IPEZAL-DISTRITO DE ANGÉLICA/MS

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES FEIRA DE CIÊNCIAS NA ESCOLA: O PRAZER DE DEMONSTRAR OS CONHECIMENTOS IPEZAL-DISTRITO DE ANGÉLICA/MS ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES FEIRA DE CIÊNCIAS NA ESCOLA: O PRAZER DE DEMONSTRAR OS CONHECIMENTOS IPEZAL-DISTRITO DE ANGÉLICA/MS MAIO/2012 ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES FEIRA DE CIÊNCIAS NA

Leia mais

Mais do que um Centro de Estudos Um Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento

Mais do que um Centro de Estudos Um Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento Mais do que um Centro de Estudos Um Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento O Centro 4Brain é um Projeto Pedagógico Inovador, que trabalha o aluno como um todo, centrando os esforços tanto na Aprendizagem

Leia mais

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDOR POR UM DIA

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDOR POR UM DIA INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDOR POR UM DIA ENSINO SECUNDÁRIO / PROFISSIONAL Ensino Secundário / Profissional Breve descrição Tendo em vista a atividade prática Empreendedor por um dia, esta atividade apresenta-a,

Leia mais

PREPARANDO-SE PARA A ESCOLA:

PREPARANDO-SE PARA A ESCOLA: PREPARANDO-SE PARA A ESCOLA: DICAS DE TRANSIÇÃO PARA ALUNOS COM AUTISMO Por Paula Kluth, Ph.D. www.paulakluth.com PREPARANDO-SE PARA A ESCOLA: DICAS DE TRANSIÇÃO PARA ALUNOS COM AUTISMO POR PAULA KLUTH,

Leia mais

Percurso Formativo e Mercado de Trabalho

Percurso Formativo e Mercado de Trabalho Percurso Formativo e Mercado de Trabalho E.E Profº Antonio Alves Cruz Professor(es) Apresentador(es): Raquel Rodrigues Débora Mariana Ribeiro Realização: Foco do Projeto Auxiliar o jovem a desenvolver

Leia mais

Ensino fundamental. Ciclo 1. Balanços intermédios. do desenvolvimento das competências

Ensino fundamental. Ciclo 1. Balanços intermédios. do desenvolvimento das competências Ensino fundamental Ciclo 1 Balanços intermédios do desenvolvimento das competências Caros pais e encarregados de educação: O balanço intermédio que acabam de receber permite acompanhar o desenvolvimento

Leia mais

5 Componentes chaves para melhorar a credibilidade da sua marca.

5 Componentes chaves para melhorar a credibilidade da sua marca. 5 Componentes chaves para melhorar a credibilidade da sua marca. Fortaleça sua marca para conquistar e fidelizar novos clientes. Por: Cheryl Baldwin - Consultora de Marketing Digital da WSI Copyright 2014

Leia mais

A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA 1 A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Vanessa Ribeiro ANDRETO 1 Andréia Cristiane Silva WIEZZEL 2 RESUMO: O presente projeto de cunho qualitativo,

Leia mais

Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo

Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo Apresentação do Plano de Ação do ETAPA Núcleo Pedagógico aos Supervisores Reunião com Diretores e Professores ETAPA Coordenadores ETAPA COM OS PROFESSORES Refletir

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Comunicação não verbal Mês: Outubro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover atividades e dinâmicas que estimule os alunos a comunicação não violenta através

Leia mais

Grupos e Equipes de Trabalho

Grupos e Equipes de Trabalho Aula 6 Grupos e Equipes de Trabalho Agenda Comportamento de grupos Caso Uma Equipe Desunida Trabalho em equipe 2 1 Fundamentos do comportamento de grupos Definição Um grupo é definido como dois ou mais

Leia mais

O que significa ser um estudante do ISPTEC? 02/03/2015

O que significa ser um estudante do ISPTEC? 02/03/2015 O que significa ser um estudante do ISPTEC? 02/03/2015 Índice Ø Bem vindo ao ISPTEC Ø Perfil do Estudante Ø Actividades de Apoio ao Estudante Ø A importância da Autonomia Ø Método de Estudo Ø Objectivos

Leia mais

Gildo Benedito Ramos da Rocha

Gildo Benedito Ramos da Rocha Gildo Benedito Ramos da Rocha Coordenação de Educação Física da Faculdade São Paulo Licenciado em Educação Física IEDA-ASSIS-SP Especialista em Metodologia no Ensino Fundamental e Médio. Professor de Educação

Leia mais

Alfabetização e letramento : influências da relação pedagógica no processo ensino-aprendizagem.

Alfabetização e letramento : influências da relação pedagógica no processo ensino-aprendizagem. Alfabetização e letramento : influências da relação pedagógica no processo ensino-aprendizagem. valdeci_loch@hotmail.com 1 Relação Pedagógica segundo Estrela (2002 ) é o contato interpessoal que se gera

Leia mais

LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA

LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA Rodolfo Moreira Cabral, Antonio Carlos Belarmino Segundo Universidade Estadual da Paraíba, rodolfomoreira.16@hotmail.com;

Leia mais

Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho

Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho "Plante uma Semente, Cultive o Futuro" Nível Secundário Pacote de Atividades de 2014 Diretrizes do Programa "Dia de Levar Nossos Filhos e Filhas ao Trabalho"

Leia mais

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO 2º CICLO DOMÍNIO DA CRITÉRIOS GERAIS PERFIL DO ALUNO: DESCRITORES GERAIS INSTRUMENTOS INDICADORES DE % Coordenação psico-motora. Sentido de pulsação/ritmo/harmonia/ fraseado. COGNITIVOS: APTIDÕES CAPACIDADES

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO INTRODUÇÃO As diferentes unidades que compõem o conjunto de cadernos, visam desenvolver práticas de ensino de matemática que favoreçam as aprendizagens dos alunos. A

Leia mais

passos para uma autoestima elevada

passos para uma autoestima elevada 10 passos para uma autoestima elevada 01. saiba quem é: em defeitos, mas também em qualidades Ter qualidades e defeitos, acertar e errar, tudo faz parte de ser humano. Conhecer-se, sem se julgar ou ajuizar,

Leia mais

Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA

Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. Conversar com os seus filhos é um bom começo. Ouvir o problema é meio caminho

Leia mais

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS?

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? Você sente que está patinando em seu conhecimento de inglês? Essa sensação é bastante comum. Na verdade, no começo do curso sentimos que estamos tendo

Leia mais

Ponto de Apoio. Edição 156

Ponto de Apoio. Edição 156 Ponto de Apoio Edição 156 1 Tema do Mês Altruísmo Apresentar os benefícios desta prática de forma clara, compreendendo que, se todos mantiverem atitudes de altruísmo, muitas outras qualidades surgirão

Leia mais

Design Thinking para Empreendedores Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Design Thinking para Empreendedores Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012 JORNADAS DE REFLEXÃO 6 e 7 de Setembro 2012 Formação Científica Sólida BOM POFESSOR Competências Pedagógicas Envolvimento e Sucesso dos Alunos CONCEITO DE ANDRAGOGIA PEDAGOGIA ANDRAGOGIA Educação de Adultos

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização Gestão de Recursos Humanos Aula 3 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Comunicação nas empresas Motivação dos talentos humanos Comunicação Processo de comunicação Contextualização Barreiras

Leia mais

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista.

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista. Sumário 1. Acreditar 2. Aprender a motivar 3. Criar um time inovador 4. Gerir o tempo 5. Criar e manter credibilidade no relacionamento 6. Facilitar o compartilhar com a sua equipe 7. Sobre nós 1. Acreditar

Leia mais

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Curso Gestão para Educação de Qualidade 1 TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Sonia Balzano... a escola de qualidade é aquela que tem como valor fundamental a garantia dos direitos de aprendizagem

Leia mais

Israel 1994 mundo 2004 Brasil 2006

Israel 1994 mundo 2004 Brasil 2006 AS ORIGENS Os primeiros estudos e aplicações de uma metodologia para desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas por meio de jogos de raciocínio foram iniciados em Israel em

Leia mais

5 De F A ma

5 De F A ma Educação Física 5 De F A ma Uma Breve Revisão... Em 07 de abril de 2005 entra em vigor no Estado de Minas Gerais a resolução SEE N.º 666; Em agosto de 2011, é instituído o PIP CBC; No ano de 2012 o PIP

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem COMPREENSÃO (principal) Tenho a habilidade de juntar informações soltas e formular ideias que fazem sentido. Frequentemente

Leia mais

Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set h30

Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set h30 Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set. 2016 18h30 Margarida Pocinho mpocinho@uma.pt Como identificar qual é a maior dificuldade de aprendizagem da criança? É fundamental a participação

Leia mais

18 dicas para ativar sua motivação pessoal e turbinar seus resultados de uma vez por todas. VIVER DE BLOG Página 1

18 dicas para ativar sua motivação pessoal e turbinar seus resultados de uma vez por todas. VIVER DE BLOG Página 1 18 dicas para ativar sua motivação pessoal e turbinar seus resultados de uma vez por todas VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Manter o nível de motivação nas alturas nem sempre é tarefa fácil. Por mais

Leia mais

Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Colectiva. Crianças e Adolescentes. Variável. Nome da prova: Autor(es): Versão: Portuguesa

Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Colectiva. Crianças e Adolescentes. Variável. Nome da prova: Autor(es): Versão: Portuguesa Nome da prova: Autor(es): Versão: Tipo de aplicação: População: Tempo de aplicação: Objectivos: Materiais incluídos no jogo (kit) completo: Construir o Futuro (I, II, III e IV) Pinto et al. Portuguesa

Leia mais

FCTUC - Psicologia Educacional II - 05/06 Motivação 1. Motivação

FCTUC - Psicologia Educacional II - 05/06 Motivação 1. Motivação FCTUC - Psicologia Educacional II - 05/06 1, como processo, é aquilo que suscita ou incita uma conduta, que sustém uma actividade progressiva, que canaliza essa actividade para um dado sentido. (Tudo o

Leia mais