Responsabilidade Empresarial: Auto-Avaliação de Fornecedores. V 1.8 June Siemens 2010, All Rights reserved.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Responsabilidade Empresarial: Auto-Avaliação de Fornecedores. V 1.8 June Siemens 2010, All Rights reserved."

Transcrição

1 Responsabilidade Empresarial: Auto-Avaliação de Fornecedores V 1.8 June 2010 Siemens 2010, All Rights reserved.

2 Munique, Setembro de Caros Parceiros, A Siemens pretende conduzir seu crescimento econômico com altos padrões de proteção ambiental e responsabilidade social. Utilizando regras rigorosas para permitir o desenvolvimento sustentável, nossa administração confirma que esses procedimentos devem ser tratados com prioridade alta. Por essa razão, a Siemens adota uma política coerente para o tópico de Responsabilidade Empresarial e, como também estamos comprometidos em melhorar continuamente os padrões da cadeia de suprimentos, integramos o nosso Código de Conduta para Fornecedores Siemens em todos nossos contratos e condições de compras ( Estamos convencidos de que as regras e acordos compartilhados em nossas relações comerciais podem levar a melhorias ecológicas, sociais e econômicas para a sociedade. As, de acordo com nossa Responsabilidade Empresarial na cadeia de suprimentos, contamos com a sua cooperação em realizar a Auto-Avaliação apresentada a seguir. Atingir os requisitos mínimos de Responsabilidade Empresarial é muito importante na seleção de novos fornecedores. Todo fornecedor deve atender aos requisitos mínimos do Código de Conduta para Fornecedores Siemens. Se a Auto-Avaliação mostrar uma forte indicação de riscos potenciais relacionados às questões de Responsabilidade Empresarial, e esse resultado for confirmado durante uma inspeção, a situação poderá conduzir a um programa intensivo de desenvolvimento ou ao encerramento da parceria. A Siemens está plenamente consciente de que a Auto-Avaliação pode apenas criar um indicativo da situação atual. Desse modo, o questionário consiste em apenas 14 perguntas que avaliam riscos potenciais de reputação e negócios. Essa avaliação servirá tanto para nossos interesses quanto para os seus. Em caso de qualquer dúvida com relação ao preenchimento desse questionário, hesite em procurar seu contato no departamento de compras ou enviar um para: Atenciosamente, Siemens V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 2

3 Termo de Confidencialidade Toda a informação que você fornecer será utilizada somente para essa auto-avaliação. Ela será transferida para nenhuma organização ou empresa externa, exceto para empresas do Grupo Siemens. Cada uma das partes se compromete a manter absoluto sigilo no tocante às informações, dados e documentos que vier a receber uma da outra ou por outra forma vier a tomar conhecimento. As informações cedidas serão utilizadas de acordo com a lei brasileira e subsidiariamente com a lei alemã. Data Razão Social de sua empresa Número D-U-N-S (se disponível) Endereço da empresa Rua CEP Cidade País da sede da corporação País da principal sede fabril Número de colaboradores Responsável pelas questões de Responsabilidade Empresarial Nome Cargo Telefone V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 3

4 Questões Por favor, ao preencher este questionário tenha em mente que todas as perguntas sublinhadas são obrigatórias. 1a) Compliance Legal Qual é a relevância das questões de Responsabilidade Empresarial relacionadas abaixo para o país onde se localiza sua principal sede fabril? Essa questão se refere ao país de sua principal sede fabril. A intenção é permitir que a Siemens entenda melhor a estrutura geral sobre a qual a sua empresa está operando, e influenciará a avaliação do desempenho de sua fábrica. Absolutamente significa que o problema ocorrido é frequente no país onde está baseada sua principal sede fabril. totalmente bastante ir ir ir bastante absolutamente Compliance Legal Corrupção e suborno Direitos Humanos Básicos de colaboradores Trabalho infantil Saúde e segurança dos colaboradores Proteção Ambiental Responsabilidade Empresarial na cadeia de suprimentos 1b) Nível de gerenciamento Em que nível de gerenciamento estão as questões de Responsabilidade Empresarial discutidas acima na sua própria avaliação? (Com essa questão, queremos ter uma visão geral sobre a avaliação de sua própria organização a respeito da situação de sua empresa com relação aos assuntos mencionados de Responsabilidade Empresarial.) Nós estamos cientes de que a obtenção de níveis excelentes em questões de Responsabilidade Empresarial pode ser um grande desafio e esperamos que o nível excelente seja um pré-requisito para nossa cooperação. ainda começamos sem padrão baixo padrão padrão padrão elevado excelente, sem problemas Compliance Legal Corrupção e suborno Direitos Humanos Básicos de colaboradores Trabalho infantil Saúde e segurança dos colaboradores Proteção Ambiental Responsabilidade Empresarial na cadeia de suprimentos V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 4

5 1c) Avaliação sobre Responsabilidade Empresarial Para evitar duplicação de trabalho e melhorar o nível de confiança dessa pesquisa, gostaríamos que você mencionasse as auto-avaliações ou auditorias que foram realizadas no passado em relação a Responsabilidade empresarial em sua empresa. Gostaríamos que você incluísse a pontuação destas auto-avaliações, se disponível. Essa informação é confidencial e apenas para uso interno. Sua empresa já foi objeto de outras auto-avaliações ou auditorias externas de Responsabilidade Empresarial? (Por favor, indique as últimas auditorias.) Em caso afirmativo, qual instituição/empresa efetuou a avaliação? Qual foi a pontuação de sua empresa (ex: 80 de 100 pontos possíveis)? Avaliação Pontos (x de y) Informação Confidencial? Comentários 1d) Exigências e Padrões Existem exigências legais ligadas às questões de Responsabilidade Empresarial no país onde se localiza sua principal sede fabril? Sua empresa desenvolveu e integrou normas e regras internas para esse assunto? (Por favor indique ambas informações- exigências legais, as como padrões internos, caso seja aplicável.) Exigências legais Padrões Internos Proibição de corrupção e suborno Respeito aos Direitos Humanos básicos de colaboradores Proibição do trabalho infantil Saúde e segurança de colaboradores Proteção Ambiental Cadeia de suprimentos V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 5

6 2) Proibição de corrupção e suborno Como você descreveria o ponto de vista de sua empresa sobre as seguintes afirmações? discordamos discor- discordamos concordamos concor- concordamos completamente damos parcialmente parcialmente damos completamente Não existe corrupção no país onde se localiza sua principal sede fabril Preferimos fazer negócio se temos que nos envolver em corrupção Nossa administração apóia colaboradores que denunciam potenciais casos de corrupção Temos regras claras com relação à corrupção e suborno (Por favor, anexem) Sua empresa foi objeto de denúncias com relação à corrupção e suborno nos últimos 10 anos? A sua companhia enfrentou algum processo correspondente? Comentários / ações corretivas: V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 6

7 3a) Respeito aos Direitos Humanos Básicos de colaboradores Como você descreveria a relevância das seguintes questões no país de sua principal sede fabril? Absolutamente significa com que frequência ocorrem as situações citadas, como problemas sociais/corporativos, no país onde esta baseada sua principal sede fabril. totalmente ir ir bastante ir bastante absolutamente Pagamentos abaixo do salário mínimo Exceder a jornada máxima de trabalho Contestar associações trabalhistas livres Tratamento inaceitável de colaboradores 3b) Condições de trabalho e emprego Sua empresa emprega alguma pessoa contra vontade? Em caso afirmativo, favor especificar: Os seus colaboradores têm de entregar seus documentos de identidade ( p. Ex. Carteira Profissional ) durante o período do emprego? Com que frequência você paga os salários no ano? (Se sua empresa tem diferentes práticas, informe a que tem menor frequência.) Mensalmente ou mais 4 a 11 vezes 2 a 3 vezes Anualmente ou menos Se outros, favor especificar: Existem regras que estabelecem limites para a jornada de trabalho de seus colaboradores? Em caso afirmativo, favor especificar: V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 7

8 Existe legislação que define salários mínimos no país de sua principal sede fabril?, 100%, para algumas indústrias No Em caso afirmativo, favor especificar: 4) Proibição de trabalho infantil Existe uma idade mínima para tornar-se colaborador de sua empresa? Em caso afirmativo, favor especificar: Existe uma idade mínima legal para colaboradores no país de sua principal sede fabril? informação disponível Em caso afirmativo, favor especificar: 5a) Saúde e Segurança de colaboradores Como você descreve o ponto de vista de sua empresa com relação às seguintes afirmações sobre saúde e segurança do trabalho? discordamos discor- discordamos concordamos concor- concordamos completamente damos parcialmente parcialmente damos completamente Nossa administração é totalmente ciente dos desafios de saúde e segurança do trabalho Avaliamos sistematicamente os riscos de saúde e segurança do trabalho Medimos o desempenho da saúde e segurança do trabalho através de indicadores Nosso desempenho melhorou nos últimos anos Incluímos nossos terceiros no sistema Nosso desempenho é significativamente melhor que a média da indústria V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 8

9 5b) Fatalidades e acidentes Por favor, informe o número de fatalidades e acidentes graves dentro de sua empresa. Informação disponível? Terceiros? Fatalidades Acidentes graves Empregados Terceiros Empregados Terceiros Não há informação disponível Por favor, especifique quais indicadores são utilizados: 5c) Gestão de Segurança e Saúde Sua empresa implantou um Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho? OHSAS outros Se outros, favor especificar: 6a) Proteção do meio ambiente Sua empresa implantou um Sistema de Gestão Ambiental? EMAS ISO outros Se outros, favor especificar: V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 9

10 6b) Questões ambientais Conhecimento básico Monitoramento de indicadores Gerenciamento ativo de metas e performance Totalmente integrado na gestão de negócios e riscos Consumo de água Descarte de água Gases do Efeito Estufa / CO 2 Gestão de resíduos Substâncias perigosas 7) Responsabilidade na cadeia de suprimentos Sua empresa inclui questões de Responsabilidade Empresarial nos acordos com seus fornecedores? parcialmente Por favor, forneça documentos. Se ou parcialmente, qual a extensão da cobertura desses acordos? (Por favor, preencha ambos indicadores.) % volume de compras % de fornecedores Em caso negativo, você planeja incluir questões de Responsabilidade Empresarial dentro dos próximos 2 (dois) anos? V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 10

11 Opinião sobre a competência de Responsabilidade Corporativa na Siemens Sua opinião sobre Responsabilidade Empresarial é muito importante para o processo de melhoria contínua da Siemens e influenciará o resultado desse questionário. Sem comprometimento Abaixo da média Médio Acima da Comprometimento média elevado Excelente Não temos informações Compliance Legal Corrupção e suborno Respeito aos direitos humanos básicos dos colaboradores Proibição do trabalho infantil Saúde e segurança dos colaboradores Proteção Ambiental Responsabilidade Empresarial na cadeia de suprimentos Muito obrigado. Local, data Assinatura Nome (LETRAS MAIÚSCULAS), cargo Carimbo da Empresa Esse documento deve ser assinado por um representante autorizado da empresa e devolvido à Siemens. V1.8 Copyright Siemens AG All rights reserved Página 11

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Página 1 de 5 Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos

Leia mais

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO!

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! O ambiente de Tecnologia da Informação (TI) vem se tornando cada vez mais complexo, qualquer alteração ou configuração incorreta pode torná-lo vulnerável

Leia mais

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Webinar O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Juliana Scalon 4 de Setembro de 2013 Aprimore o desempenho dos fornecedores Para se sobressair no mercado atual

Leia mais

AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DO FORNECEDOR

AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DO FORNECEDOR Prezado Fornecedor, A Innova S/A, empresa certificada nas normas ISO 9001:2000, ISO 14001:1996, OHSAS 18001, avalia seus fornecedores no atendimento de requisitos relativos a Qualidade, Meio Ambiente,

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

VIVEMOS NOSSOS VALORES

VIVEMOS NOSSOS VALORES BOA CIDADANIA: PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS VIVEMOS NOSSOS VALORES INTEGRIDADE CORPORATIVA SEGURANÇA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EMPREGO E DIREITOS TRABALHISTAS DESENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE E DIREITOS HUMANOS

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE COMPLIANCE

QUESTIONÁRIO DE COMPLIANCE QUESTIONÁRIO DE COMPLIANCE O combate à corrupção é parte essencial na forma como a CPFL Energia conduz seus negócios. Este posicionamento é declarado no Código de Ética e de Conduta Empresarial da CPFL

Leia mais

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores Código de Ética e Conduta de Fornecedores Fev/2012 Caro Fornecedor, Palavra do Presidente Este Código de Ética e Conduta de Fornecedores busca orientá-lo sobre as diretrizes da relação entre a Cielo e

Leia mais

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Página 1 de 6 Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos

Leia mais

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos

Leia mais

Questionário para Cotação de Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Engenheiros e Arquitetos

Questionário para Cotação de Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Engenheiros e Arquitetos Questionário para Cotação de Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Engenheiros e Arquitetos Por favor, responda todas as perguntas, quando cabíveis a atividade/empresa. Seção 1 Dados do Proponente

Leia mais

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE RELATÓRIO DE CONFORMIDADE Consta no CEIS? Não (informação checada em 10/08/2011) Empresa Nome Fantasia Siemens Ltda. Siemens CNPJ 44013159000116 A empresa é É subsidiária? De qual empresa? Porte da empresa

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

O Grupo Atlas Copco. Código de Conduta Empresarial

O Grupo Atlas Copco. Código de Conduta Empresarial O Grupo Atlas Copco Código de Conduta Empresarial Índice O Grupo Atlas Copco 1 Primeiro na Mente Primeiro na Escolha 2 Valores Fundamentais 3 Relações 4 Sociedade e o ambiente 5 Colaboradores 6 Clientes

Leia mais

Estatuto sobre o Desenvolvimento Ético e Sustentável. entre a biomérieux e seus Fornecedores

Estatuto sobre o Desenvolvimento Ético e Sustentável. entre a biomérieux e seus Fornecedores Estatuto sobre o Desenvolvimento Ético e Sustentável entre a biomérieux e seus Fornecedores Prezados Fornecedores, Contribuir para a melhoria da saúde pública mundial através de diagnóstico in vitro é

Leia mais

Fornecedores@Siemens. Protection notice / Copyright notice Protection notice / Copyright notice

Fornecedores@Siemens. Protection notice / Copyright notice Protection notice / Copyright notice Fornecedores@Siemens O negócio Energy Healthcare Industry Infrastructure & Cities Divisões Fossil Power Generation Wind Power Solar & Hydro Oil & Gas Energy Service Power Transmission Divisões Imaging

Leia mais

Manual de Fornecedores

Manual de Fornecedores Manual de Fornecedores Fornecedores (Responsável pela Qualidade) Carimbo, Assinatura e data. 00 2 de 10 Índice 1. MANUAL DO FORNECEDOR... 3 1.1 INTRODUÇÃO... 3 1.2 OBJETIVO... 3 2. RELAÇÃO DE FORNECEDORES...

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA PRINCÍPIOS COMUNS PARA O COMPORTAMENTO ÍNTEGRO

CÓDIGO DE CONDUTA PRINCÍPIOS COMUNS PARA O COMPORTAMENTO ÍNTEGRO CÓDIGO DE CONDUTA PRINCÍPIOS COMUNS PARA O COMPORTAMENTO ÍNTEGRO Conteúdo PREFÁCIO página 3 DIREITOS E RESPONSABILIDADES página 4 POSTURA JUSTA E LIVRE NO MERCADO página 5 COMBATE À CORRUPÇÃO página 6

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL (com abordagem para Itens de Segurança) Manual Informativo Para Fornecedores MIF 02 QAS

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL (com abordagem para Itens de Segurança) Manual Informativo Para Fornecedores MIF 02 QAS SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL (com abordagem para Itens de Segurança) Manual Informativo Para Fornecedores MIF 02 QAS Elaboração e Aprovação: Departamento de Gestão da Qualidade e

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS F O R M U L Á R I O D E I N F O R M A Ç Õ E S P E S S O A I S Foto 5x7 Instruções para preenchimento: 1. O Formulário de Informações Pessoais

Leia mais

Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book

Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book O Caderno de Evidências (Book) acompanhará o questionário da empresa na pesquisa. É importante lembrar que o envio desse material,

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor

Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Desde a sua criação, o Grupo Tata simbolizou o espírito verdadeiro de Ética Empresarial em suas interações com todas as suas partes interessadas

Leia mais

Código de ética e Conduta

Código de ética e Conduta DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS GlobalPET Reciclagem S.A Agosto /2014 Código de ética e Conduta Sumário 1. Introdução 2. Objetivos 3. Código de Conduta 4. Código de Ética 5. Valores éticos 6. Princípios

Leia mais

QUEM SOMOS. A IMAM Publicidade e Propaganda ltda foi fundada em 2004, devidamente inscrita no cadastro nacional

QUEM SOMOS. A IMAM Publicidade e Propaganda ltda foi fundada em 2004, devidamente inscrita no cadastro nacional PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO 2012. Em 2012, a Imam não teve alteração em seus índices, mas estamos aperfeiçoando os métodos para melhorar nossa contribuição com os princípios

Leia mais

INFORMAÇÕES AO CANDIDATO

INFORMAÇÕES AO CANDIDATO EDITAL DE BOLSA 1 SEMESTRE 2011 DASCAM DIRETÓRIO ACADÊMICO SENADOR CÂNDIDO MENDES GESTÃO EVOLUÇÃO INFORMAÇÕES AO CANDIDATO 1. Leia atentamente o Edital de Bolsa de Estudo; 2. Concorrerão às Bolsas de Estudo,

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Publicado em: 27/02/2015 Válido até: 26/02/2020 Política de Responsabilidade Socioambiental 1. SUMÁRIO 2 2. OBJETIVO 2 3. ABRANGÊNCIA 2 4. IMPLEMENTAÇÃO 2 5. DETALHAMENTO 2 5.1. Definições 3 5.2. Envolvimento

Leia mais

Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL

Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL O objetivo deste documento é informar aos fornecedores dos pontos e valores fundamentais de nosso processo de compras. A GS1 Brasil mantém a ética, a transparência

Leia mais

http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,3,4,&ano=200... 1. Dados Consolidados 1.1. Performance Individual

http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,3,4,&ano=200... 1. Dados Consolidados 1.1. Performance Individual Page 1 of 23 Giovana Bonilha, você está acessando os dados da empresa DISOFT Minhas Empresas Meu Cadastro Ajuda Sair Página Inicial Visualizar Questionário Resumo Relatórios 2008 Os dados comparativos

Leia mais

Código de Conduta Versão resumida. The global leader in door opening solutions

Código de Conduta Versão resumida. The global leader in door opening solutions Código de Conduta Versão resumida The global leader in door opening solutions 2 Código de Conduta Esta versão do Código de Conduta contém um resumo do Código de Conduta. Ele é distribuído a todos os funcionários.

Leia mais

Código de Conduta. Os fundamentos

Código de Conduta. Os fundamentos Os fundamentos A ética e a integridade nos negócios asseguram nossa credibilidade. Nem é preciso dizer que todos os colaboradores devem observar as leis e regulamentações dos locais em que trabalham e

Leia mais

INEGI, U.Porto e TecMinho associam-se à criação da Ownersmark

INEGI, U.Porto e TecMinho associam-se à criação da Ownersmark Página Web 1 de 6 Registo (gratuito) MUNDUS (Assinatura) Página Inicial Notícias Emprego & Bolsas Financiamento Eventos a não perder Atlas da Ciência Parceiros Página Inicial Pesquisar ok Nome de Utilizador

Leia mais

Grupo Sonova CódiGo de Conduta

Grupo Sonova CódiGo de Conduta Grupo Sonova Código de conduta Uma mensagem do CEO Nossos principais valores e crenças em inovação, compromisso e responsabilidade refletem a cultura empresarial que nos define e une como uma empresa muito

Leia mais

Código de Conduta voestalpine AG. www.voestalpine.com

Código de Conduta voestalpine AG. www.voestalpine.com Código de Conduta voestalpine AG www.voestalpine.com 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 conteúdo 05 Introdução e estabelecimento de objetivos Âmbito de aplicação 07 Responsabilidade pela implementação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 Índice INTRODUÇÃO INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS DIREITOS HUMANOS E DIREITOS FUNDAMENTAIS NO TRABALHO Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório

Leia mais

Política de Responsabilidade So cio Ambiental

Política de Responsabilidade So cio Ambiental Política de Responsabilidade So cio Ambiental Sumário 1. FINALIDADE:... 4 2. ABRANGÊNCIA:... 4 3. DIVULAGAÇÃO... 4 4. IMPLEMENTAÇÃO... 4 5. SUSTENTABILIDADE EM NOSSAS ATIVIDADES... 4 6. REVISÃO DA POLÍTICA...

Leia mais

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Índice Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Código de Ética ---------------------------------------------------------------------- 4 Conduta

Leia mais

Código de Conduta Corporativa

Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa 04 Introdução 05 Objetivo 06 Razão de Ser 07 Princípios de Comportamento 16 Confidencialidade 18 Relacionamentos 23 Gestão do Código de Conduta

Leia mais

Os 10 Princípios Universais do Pacto Global

Os 10 Princípios Universais do Pacto Global Os 10 Princípios Universais do Pacto Global O Pacto Global advoga dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho

Leia mais

CÓDIGO CÓDIGO DE. CONDUTAÉtic

CÓDIGO CÓDIGO DE. CONDUTAÉtic CÓDIGO CONDUTAÉtica DE CÓDIGO DE CONDUTAÉtic Mensagem do Presidente Este Código de Conduta tem como objetivo formalizar questões éticas criadas a partir dos valores e princípios da Cury Construtora e Incorporadora.

Leia mais

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 INTRODUÇÃO Desde que foi fundada em 2001, a ética, a transparência nos processos, a honestidade a imparcialidade e o respeito às pessoas são itens adotados pela interação

Leia mais

Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais)

Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais) Requisitos do Grupo Volkswagen relativos à sustentabilidade nas relações com os seus parceiros comerciais (Code of Conduct para parceiros comerciais) I. Preâmbulo Os requisitos que se seguem especificam

Leia mais

Política de Ética Política de Ética de Negócios de Negócios

Política de Ética Política de Ética de Negócios de Negócios Política de de Ética Ética de de Negócios Política de Ética de Negócios Política de Ética de Negócios A fi losofi a de negócios da G4S foi desenvolvida em torno de um conjunto de valores que são fundamentais

Leia mais

Código de Ética. Âmbito de aplicação

Código de Ética. Âmbito de aplicação Código de Ética Âmbito de aplicação O Código de Ética agora publicado busca orientar as ações da Energias do Brasil S.A. e de suas Controladas ( Energias do Brasil ) cujo âmbito de aplicação considera

Leia mais

TÓPICO DE DISCUSSÃO: O PRIMEIRO MÊS DE AULAS - EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO INFANTIL

TÓPICO DE DISCUSSÃO: O PRIMEIRO MÊS DE AULAS - EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Faculdade Adventista da Bahia Assessoria Pedagógica BR-101, km 197, Capoeiruçu Caixa Postal 18 Cachoeira BA CEP: 44.300-000 Brasil e-mail: selcr25@gmail.com ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS 01/2014 TÓPICO DE DISCUSSÃO:

Leia mais

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português.

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Esta publicação é distribuída para os colaboradores da Recuperadora Sales Gama Ltda e seu público

Leia mais

Taxas: Certidão R$ 36,89 ART R$ 60,00

Taxas: Certidão R$ 36,89 ART R$ 60,00 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA IDICAÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para atividades técnicas da Empresa

Leia mais

Manual de Fornecedores

Manual de Fornecedores Revisão03 Maio,2011 ThyssenKrupp ManualdeFornecedores ThyssenKruppMetalúrgicaCampoLimpo ThyssenKruppMetalúrgicaCampoLimpo PREFÁCIO O acirramento da competição global pela liderança e conquista de novos

Leia mais

Entidade Mantenedora: UNIÃO CRISTÃ Associação Social e Educacional PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE ESTUDO 08/2015 REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO

Entidade Mantenedora: UNIÃO CRISTÃ Associação Social e Educacional PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE ESTUDO 08/2015 REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO Entidade Mantenedora: UNIÃO CRISTÃ Associação Social e Educacional PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE ESTUDO 08/2015 REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO Eu..., CPF... RG..., mediante o preenchimento do Questionário

Leia mais

NOSSAS PRÁTICAS DE COMPRAS. Copyright 2011 Boart Longyear. Todos os direitos reservados

NOSSAS PRÁTICAS DE COMPRAS. Copyright 2011 Boart Longyear. Todos os direitos reservados NOSSAS PRÁTICAS DE COMPRAS Copyright 2011 Boart Longyear. Todos os direitos reservados Copyright 2011 Boart Longyear. Todos os direitos reservados. SUMÁRIO Carta de Bob Barber, Vice-Presidente de Suprimento

Leia mais

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 MANUAL FORNECEDORES A Fundimisa Fundição e Usinagem Ltda pretende com este Manual aprimorar a relação com seus fornecedores e padronizar informações entre as partes.

Leia mais

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Prezado Sr./Prezada Sra.,«Title» «FirstName» «LastName» Gostaríamos de lhe agradecer pela sua colaboração. Seu conhecimento na área de

Leia mais

O MODELO IPSEN. código de conduta ética

O MODELO IPSEN. código de conduta ética O MODELO IPSEN código de conduta ética ETHICS Ao executar as suas atividades diárias, deve ter sempre presente a palavra ETHICS (ÉTICA) para tomar as decisões corretas, ajudando a Ipsen a reforçar a confiança

Leia mais

Produção de Pavers com Areia Descartada de Fundição

Produção de Pavers com Areia Descartada de Fundição Tupy S/A Joinville (SC) Produção de Pavers com Areia Descartada de Fundição Categoria Conservação de Insumos de Produção Recursos Minerais 1. Sobre a organização participante: Razão social: - Tupy S.A.

Leia mais

Código de Ética. Introdução

Código de Ética. Introdução Código de Ética Introdução A ÉTICA é o ideal de conduta humana, que define os princípios que devem orientar o trabalho e as relações na organização, e também a conduta ética que cada profissional desta

Leia mais

Comparativo Ethos - Pacto Global

Comparativo Ethos - Pacto Global DISOFT das Nações Unidas Comunicação de Progresso Nesta comunicação de progresso do da ONU procuramos fazer uma análise dos indicadores e descrever práticas que melhor exemplifiquem os avanços da DISOFT

Leia mais

S P E M Y THE CODE OF BUSINESS CONDUCT J E P N S S I

S P E M Y THE CODE OF BUSINESS CONDUCT J E P N S S I N T R E S P E O J E M Y THE CODE OF BUSINESS CONDUCT C T P N A E S S I N O MENSAGEM A TODOS OS TRABALHADORES A HEINEKEN tornou-se no Grupo Cervejeiro mais internacional do mundo e a cerveja Heineken na

Leia mais

ISO 9001 ISO 14001. Relatório Comunicação de Progresso COP 2014

ISO 9001 ISO 14001. Relatório Comunicação de Progresso COP 2014 Relatório Comunicação de Progresso COP 2014 Detalhes da Comunicação de Progresso Nome da Empresa Signatária Copastur Viagens e Turismo País Brasil Setor Turismo Agenciamento de Viagens Período de Relato

Leia mais

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES Outubro/2009 1/8 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. ABRANGÊNCIA 3. OBJETIVOS 4. CÓDIGO DE CONDUTA EMPRESARIAL 4.1 NORMAS DE CONDUTA

Leia mais

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor.

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor. Código de Conduta COERÊNCI Transformando Visão em Valor. Índice Prefácio... 3 Ética empresarial da HOCHTIEF: Princípios... 5 Conflitos de interesse... 7 Confidencialidade... 8 Regras sobre controle de

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ARUSHA (REVISADA)

DECLARAÇÃO DE ARUSHA (REVISADA) DECLARAÇÃO DE ARUSHA (REVISADA) DECLARAÇÃO DO CONSELHO DE COOPERAÇÃO ADUANEIRA SOBRE A BOA ADMINISTRAÇÃO E A ÉTICA EM MATÉRIA ADUANEIRA CONSELHO DE COOPERAÇÃO ADUANEIRA *, CONSIDERANDO que as administrações

Leia mais

1. DIRECIONADORES DAS RELAÇÕES E AÇÕES

1. DIRECIONADORES DAS RELAÇÕES E AÇÕES 1 A Endesa Brasil é uma das principais multinacionais privadas do setor elétrico no País com ativos nas áreas de distribuição, geração, transmissão e comercialização de energia elétrica. A companhia está

Leia mais

1. Nossa História. Sobre a Empresa

1. Nossa História. Sobre a Empresa 1. Nossa História Fundada em 16 de agosto de 1951, a giroflex-forma foi a primeira empresa no Brasil a fabricar cadeiras giratórias e ajustáveis para escritório, com mecanismo de regulagem com knowhow

Leia mais

Instrumentos de Avaliação

Instrumentos de Avaliação Instrumentos de Avaliação 7 Questionário de expectativas Atendendo à integração do Curso "Formação de eformadores" no Projecto etrainers, que tem como objectivo a testagem de metodologias e ambientes inovadores

Leia mais

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Outubro/2011 Temas de Interesse Meio Ambiente Ações Sociais / Projetos Sociais / Programas Sociais Sustentabilidade / Desenvolvimento

Leia mais

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Introdução - Comentários Informações baseadas em abril de 2010. Furnas Centrais Elétricas S. A. - Empresa de geração e transmissão,

Leia mais

7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social

7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social 7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social Mudança e inovação para novos estilos de vida Exemplos da aplicação dos 10 princípios pelos membros do GCNP - O caso do Ritz Four Seasons Hotel Lisboa - Menú

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo Conteúdo O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de forma socialmente

Leia mais

Máxima satisfação dos clientes

Máxima satisfação dos clientes www.kaeser.com Máxima satisfação dos clientes Proporcionar a melhor solução ao cliente Ofrecer preços em sintonia com as condições de mercado Produzir com a qualidade esperada Entregar nos prazos acordados

Leia mais

Regimento da Atividade de Embarque do Curso de Oceanografia da UFSC Aprovado no Colegiado do Curso de Oceanografia em 24/ 04/ 2014

Regimento da Atividade de Embarque do Curso de Oceanografia da UFSC Aprovado no Colegiado do Curso de Oceanografia em 24/ 04/ 2014 Regimento da Atividade de Embarque do Curso de Oceanografia da UFSC Aprovado no Colegiado do Curso de Oceanografia em 24/ 04/ 2014 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º As Atividades de Embarque,

Leia mais

ÍNDICE I APRESENTAÇÃO... 2 OBJETIVOS DO PROGRAMA GERAL... 3 ESPECÍFICOS... 3 III CONTRATO DE TRABALHO... 4 IV CARGA HORÁRIA... 5

ÍNDICE I APRESENTAÇÃO... 2 OBJETIVOS DO PROGRAMA GERAL... 3 ESPECÍFICOS... 3 III CONTRATO DE TRABALHO... 4 IV CARGA HORÁRIA... 5 ÍNDICE I APRESENTAÇÃO... 2 II OBJETIVOS DO PROGRAMA GERAL... 3 ESPECÍFICOS... 3 III CONTRATO DE TRABALHO... 4 IV CARGA HORÁRIA... 5 V DIREITOS DO APRENDIZ... 5 VI DEVERES DO APRENDIZ... 6 VII FREQUÊNCIA...

Leia mais

CONDUTA nos Negócios e Ética

CONDUTA nos Negócios e Ética Código de CONDUTA nos Negócios e Ética de 2014 Indice INTRODUÇÃO... 03 MISSÃO - VISÃO - PROPÓSITO... 04 1. VALORES E PRINCIPIOS ORIENTADORES... 04 2. COMPROMETENDO-SE COM O CÓDIGO... 05 3. CUMPRIMENTO

Leia mais

Treinamento de Pessoal da Rede. Avaliação dos Resultados dos Programas de Treinamento Concessionárias - ISO - 9001

Treinamento de Pessoal da Rede. Avaliação dos Resultados dos Programas de Treinamento Concessionárias - ISO - 9001 Treinamento de Pessoal da Rede Avaliação dos Resultados dos Programas de Treinamento Concessionárias - ISO - 9001 MANUAL DE AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO Visando avaliar a qualidade dos programas de Treinamento

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SINDICATO DOS METALURGICOS DE SÃO PAULO. Processo Seletivo para Bolsa de Estudo 2013/1S MANUAL DO CANDIDATO

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SINDICATO DOS METALURGICOS DE SÃO PAULO. Processo Seletivo para Bolsa de Estudo 2013/1S MANUAL DO CANDIDATO Processo Seletivo para Bolsa de Estudo 2013/1S MANUAL DO CANDIDATO 1 Manual do Candidato Caro candidato, O Centro de Educação Profissional do Sindicato dos Metalúrgicos oferece cursos profissionalizantes

Leia mais

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor Percepção dos compradores em relação - 2012 - Dplad/Dgcor OBJETIVO Conhecer a percepção das pessoas que atuam na área de compra de uma empresa quanto ao desempenho de seus fornecedores. TIPO DE PESQUISA

Leia mais

CNT Brasil Gestão Ambiental

CNT Brasil Gestão Ambiental CNT Brasil Gestão Ambiental Estamos nos integrando ao sistema de gestão ambiental de nosso cliente IBM, logo, estamos realizando atividades de propagação e difusão deste programa para todos nossos parceiros

Leia mais

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Pretende se com este questionário conhecer a sua opinião sobre o (Ensino do) Português no Estrangeiro. Não existem respostas certas ou erradas.

Leia mais

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição FICHA DE CADASTRO PESSOA FÍSICA Código Assessor Data: / / Informações Gerais Nome Completo Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF CPF Estado Civil Sexo Documento Apresentado (tipo) Nº

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO PÓS-GRADUAÇÃO EAD

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO PÓS-GRADUAÇÃO EAD RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO PÓS-GRADUAÇÃO EAD 2º SEMESTRE CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL DA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES

Leia mais

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política Global Novartis 1 de março de 2014 Versão HSE 001.V1.PT 1. Introdução Na Novartis, nossa meta é ser líder em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE).

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA END: BAIRRO: CEP: PAI: MÃE: NACIONALIDADE: UF: DATA DE NASC: / / SPC: ESCOLA: UPM: SSP: FFAA: PF: SERASA:

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

PROGRAMA VIDA PREVENÇÃO E TRATAMENTO AO USO E ABUSO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

PROGRAMA VIDA PREVENÇÃO E TRATAMENTO AO USO E ABUSO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS PROGRAMA VIDA PREVENÇÃO E TRATAMENTO AO USO E ABUSO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS JUSTIFICATIVA O uso de álcool e outras drogas é, atualmente, uma fonte te de preocupação mundial em todos os seguimentos da

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 089/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 089/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 089/2010 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

Este procedimento aplica-se a todas as unidades da Vale Fertilizantes e empresas contratadas.

Este procedimento aplica-se a todas as unidades da Vale Fertilizantes e empresas contratadas. Responsável Técnico: Alex Clementino Ferreira Gerência de Sistemas de Gestão Público-alvo: Empregados próprios e prestadores de serviços das unidades da Vale Fertilizantes. 1. OBJETIVO Nº: PGS-3209-74-24

Leia mais

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho A primeira frase deste documento sintetiza os objetivos desse trabalho, quando abrimos o tema Conduta Empresarial. Está lá: Mantemos a Governança Corporativa da Seguros Unimed alinhada com as boas práticas

Leia mais

Compromissos de Sustentabilidade. Coelce

Compromissos de Sustentabilidade. Coelce Compromissos de Sustentabilidade Coelce ÍNDICE 5 5 5 6 6 6 7 8 8 9 INTRODUÇÃO 1. DIRECIONADORES DAS RELAÇÕES E AÇÕES 1.1 Valores 1.2 Política de Sustentabilidade 2. COMPROMISSOS INSTITUCIONAIS 2.1 Pacto

Leia mais

11 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS A lista dos beneficiados com as cotas de bolsa será divulgada até o dia 18 de junho de 2012 no endereço www.ifpb.edu.br.

11 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS A lista dos beneficiados com as cotas de bolsa será divulgada até o dia 18 de junho de 2012 no endereço www.ifpb.edu.br. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL N 10 /2012 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CsF 1 APRESENTAÇÃO O Instituto Federal

Leia mais

TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM PARA ESTUDANTES COM MENOS DE 18 ANOS RG:, CPF: _, RESPONSÁVEL LEGALMENTE

TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM PARA ESTUDANTES COM MENOS DE 18 ANOS RG:, CPF: _, RESPONSÁVEL LEGALMENTE TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM PARA ESTUDANTES COM MENOS DE 18 ANOS RG:, CPF: RESPONSÁVEL LEGALMENTE pelo candidato que possui anos de idade, AUTORIZO o uso se sua imagem, para ser utilizada pelo

Leia mais

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO PROPOSTA DE SEGURO EMPRESARIAL ORIGEM: 39 Nº PROPOSTA: RAZÃO SOCIAL ESTIPULANTE: CNPJ: ¹Pessoa Politicamente Exposta: Sim Não Relacionamento Próximo Nacionalidade: Reside no Brasil: Sim Não ¹Pessoa Politicamente

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE PROCESSO AO PACTO GLOBAL 2012

COMUNICAÇÃO DE PROCESSO AO PACTO GLOBAL 2012 UNIMED VALE DO SINOS - SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Ramo: Cooperativa Médica de Serviços de Saúde Período de Relato: de 29/09/2011 a 29/09/2012 Email: rse@vs.unimed.com.br Tel.: 55 (51)

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

PROGRAMAS DE COMPLIANCE ENGAJAMENTO E CONSCIENTIZAÇÃO DO CAPITAL HUMANO

PROGRAMAS DE COMPLIANCE ENGAJAMENTO E CONSCIENTIZAÇÃO DO CAPITAL HUMANO PROGRAMAS DE COMPLIANCE ENGAJAMENTO E CONSCIENTIZAÇÃO DO CAPITAL HUMANO AmCham Beatriz Podcameni Latin America Region Compliance Counsel Baker Hughes Valores Recentes Gastos com FCPA 3 dos 10 maiores acordos

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Para o ajuizamento de ação no JEF e encaminhamento de manifestações/documentos para os JEFs, sem advogado, via internet. O mesmo atendimento que é feito no setor

Leia mais

Sumário. Palavra do Superintendente... Missão, Visão e Valores... Política de Responsabilidade Social... Algumas definições...

Sumário. Palavra do Superintendente... Missão, Visão e Valores... Política de Responsabilidade Social... Algumas definições... Sumário Palavra do Superintendente... Missão, Visão e Valores... Política de Responsabilidade Social... Algumas definições... CÓDIGO DE CONDUTA LIOTÉCNICA 1. Relações Internas - Entre Empresa e Colaboradores

Leia mais

WORKSHOP DIMENSÃO AMBIENTAL 08.05.2009 WORKSHOP DIMENSÃO SOCIAL

WORKSHOP DIMENSÃO AMBIENTAL 08.05.2009 WORKSHOP DIMENSÃO SOCIAL WORKSHOP DIMENSÃO AMBIENTAL 08.05.2009 WORKSHOP DIMENSÃO SOCIAL 26.05.2009 2009/2010 Processo 2009/2010 Principais etapas / eventos Quem Quando Revisão questionário 2008/09 e pontos de FGV CES MAR/2009

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1 Empresa XPTO 1 Desenvolvimento de Sistema Integrado de Informação para a área de Recrutamento e Seleção - Recursos Humanos Empresa XPTO Alunos: -------- -------- -------- -------- -------- Descrição da

Leia mais

Modelo de Projeto de Pesquisa. Projeto de Pesquisa: Aspectos Éticos e Metodológicos

Modelo de Projeto de Pesquisa. Projeto de Pesquisa: Aspectos Éticos e Metodológicos Modelo de Projeto de Pesquisa Projeto de Pesquisa: Aspectos Éticos e Metodológicos O objetivo deste material informativo é identificar os aspectos éticos e metodológicos envolvidos na elaboração ou avaliação

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARCIAL VESTIBULAR 2015 1

SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARCIAL VESTIBULAR 2015 1 CANDIDATO AO VESTIBULAR 2015 1 - Nº inscrição : Percentual desejado: Curso: Administração ( ) Economia ( ) Dados do Candidato % Nome: Data de Nascimento: / / Cidade/ Estado Idade: Sexo: feminino( ) masculino

Leia mais