2. La success story Citadis. as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2. La success story Citadis. as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras"

Transcrição

1 2. La success story Citadis as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras

2 era uma vez uma cidade... Onibus Pphpd > 5000 Onibus Pphpd < 5000 Periferia 1 Onibus Pphpd < 5000 Periferia 4 Onibus Pphpd < Trem Suburbano Pphpd > Periferia 2 Metro Pphpd > Centro Barcas Periferia 3

3 ... que cresceu, cresceu... e parou! Pphpd 5 a Pphpd 5 a Periferia 1 Pphpd 5 a Periferia 4 Pphpd > a Trem Suburbano Pphpd > Periferia 2 Metro Pphpd > Centro Barcas Periferia 3

4 ... então usou tecnologias comprovadas para reconquistar mobilidade e qualidade de vida... Onibus Pphpd < 5000 Onibus Pphpd < 5000 Onibus Pphpd < VLT transversal Pphpd 5 a Periferia 1 Periferia Onibus Pphpd < 5000 Metro Leve Axonis Pphpd > a Trem Suburbano Pphpd > Periferia 2 Metro Pphpd > VLT Central Pphpd Centro 5 a Pphpd Barcas Periferia 3 Onibus Pphpd < 5000

5 Duas tecnologias inovadoras para a demanda de média capacidade nas cidades Brasileiras DISTÂNCIA Material Rodante: Locomotivas Altíssima Velocidade Metrô Leve Metro AXONIS Tram-rain Trem Subúrbio Regional Trem Intercidade Alta Velocidade VELOCIDADE. VLT Citadis De VLT s aos Trens de Altíssima Velocidade

6 2. La success story Citadis VLT Citadis, um sucesso em mais de 40 cidades

7 VLT Citadis: piso baixo, acessibilidade e fluídez - Piso baixo integral alinhado com a plataforma - Vão lateral reduzido - Áreas internas dedicadas aos passageiros com mobilidade reduzida

8 VLT Citadis, um desenho único para cada cidade

9 Transporte / renovação urbana / compartilhamento do espaço público

10 VLT de Istanbul, mais de passageiros / dia A frota mais moderna da linha 1 de Istanbul (19,8 km, 31 estações) é composta de 37 VLT Citadis operados em unidades duplas de 30 m (600 pass/ composição)

11 Veículo leve sobre trilhos - VLT Carioca SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL Não poluente Requalificação Urbana Segurança Inovação tecnológica

12 Veículo leve sobre trilhos - VLT Carioca Etapas do projeto ETAPA 1 ETAPA 2 RESUMO DA REDE Frota (trens) Extensão Expansão Futura Nº Paradas TOTAL km 42

13 Veículo leve sobre trilhos - VLT Carioca Design dos veículos Comprimento total: 44 metros 7 módulos integrados Altura de cada módulo: 3,82 metros Largura de cada módulo: 2,65 metros Altura interna livre: 2,170 metros Altura do solo: 0,20m Capacidade: 420 pass (6 pass/m²) ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA: 80% APS (Alimentação pelo solo) 20% Supercapacitores embarcados

14 2. La success story Citadis Metro Leve AXONIS, uma solução integrada com soluções comprovadas

15 AXONIS: Introdução O AXONIS é um sistema de metrô sem condutor para atender às necessidades de transporte específicas de cidades de rápido crescimento e densamente povoadas que buscam sistemas de transporte de construção rápida, fácil inserção urbana e baixo custo de operação e manutenção. Sistema não proprietário Capacidade de 10 à pphpd Opera em viadutos, superficie túneis

16 AXONIS: Rápido de projetar, construir, integrar O AXONIS reduz o tempo de construção consideralmente quando comparado a sistemas tradicionais 3 a 4 anos do pedido à entrada em serviço. Modo de operação sem condutor padrão Sistema totalmente integrado: via, alimentação de energia, sinalização, e trens Viaduto modular: módulos pré-moldados manobráveis para facilitar o transporte e construção rápida Urbalis APPITRAC Tecnologia de assentamento de via rápido APPITRACK da Alstom HESOP

17 2. La success story Citadis As novas tecnologia ferroviárias da Alstom melhoram a cidade e geram empregos no Brasil

18 Alstom no Brasil: mais de 55 anos de história

19 VLT Citadis: um plano de nacionalização ambicioso e abrangente Atender os requisitos de conteúdo local Desenvolvimento de fornecedores Brasileiros Transferência de tecnologia na fábrica da Alstom em Taubaté

20 Fábrica de VLT s CITADIS de Taubaté: uma fabrica construido em menos de 1 ano, uma produção iniciada em março de 2015

21 No dia 3 de março, ALSTOM inaugurou no Brasil sua mais moderna fabrica de VLT s no mundo

22 A fabrica de Taubaté vai produzir 27 trens para o VLT do Rio de Janeiro... Site access Weighing & Water test Testing Alum welding Way to Hydro Main office warehouse Tramway preparation Fitting line m² built area

23 ... e gera mais de 150 novos empregos diretos e 450 indiretos ao serviço da mobilidade nas cidades brasileiras e Latino-Americanas

24 Obrigado pela atenção!

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo)

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo) CUSTOS COMPARATIVOS ENTRE SISTEMAS DE TRANSPORTE Nestor S. Tupinambá set/2004 1 COMPARAÇÃO DOS DIFERENTES MODOS Vamos usar dados dos seguintes Metrôs - Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP

Leia mais

Regeneração de Energia & Otimização de Custos

Regeneração de Energia & Otimização de Custos Regeneração de Energia & Otimização de Custos Cristiano L. Saito 27/11/2015 1 2 Alstom HESOP HESOP 27/11/2015 P 2 Alstom Oferta integrada para sistemas metro-ferroviários Gama Completa => Material Rodante

Leia mais

Desiro Mainline. A nova geração de Trens Regionais da Siemens. Março de Transportation Systems. pagina 1

Desiro Mainline. A nova geração de Trens Regionais da Siemens. Março de Transportation Systems. pagina 1 Desiro Mainline Transportation Março de 2006 A nova geração de Trens Regionais da Siemens pagina 1 Soluções para todas as demandas Pass. p.h.p.s. 100,000 Capacidade de transporte dos diversos sistemas,

Leia mais

A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas

A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas 7º Seminário sobre Ferrovias: Mobilização da Indústria para o Desenvolvimento do Setor Ferroviário Vicente Abate - Presidente da ABIFER

Leia mais

Monot o r t iliho Um U a m a I no n v o a v ç a ã ç o ã e m e mtr T a r n a s n porte

Monot o r t iliho Um U a m a I no n v o a v ç a ã ç o ã e m e mtr T a r n a s n porte Monotrilho Uma Inovação em Transporte Estudos recentes apontam para o desperdício de 43% 43% do combustível em Automóveis devido a dificuldade no transito. (Sant Ana,2005). Com mais de 50% da população

Leia mais

COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA

COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA VLT Carioca COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA Área de intervenção de 489 hectares, área comparável aos bairros de Copacabana (410 ha), Botafogo (480 ha) e ao Centro (572 ha) Concessão Administrativa

Leia mais

Tecnologias e Interoperabilidade no Transporte Ferroviário

Tecnologias e Interoperabilidade no Transporte Ferroviário Tecnologias e Interoperabilidade no Transporte Ferroviário Guilherme Quintella Chairman UIC South America 13 de Setembro de 2012 UIC União Internacional de Ferrovias» Fundada em 1922 com sede em Paris»

Leia mais

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 1 Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS 9 Municípios População fixa: 1,8 milhão de habitantes 1 População nas férias: cerca de

Leia mais

Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos

Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos Luis Antonio Lindau, EE/UFRGS bibliografia: Vuchic, V. (1981; re-editado em 2007) Urban Public Transportation: systems and technology,prentice Hall Vuchic, V. (2005)

Leia mais

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP Modalidade PPP Patrocinada Duração do contrato 25 anos Consórcio VLT Carioca CCR Invepar OTP RioPar RATP Benito Roggio Transporte Sociedad Anónima - BRT 2 O

Leia mais

NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010

NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010 COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010 O PROJETO METROFOR O PROJETO METROFOR Linha Sul 24,1 km - 3,9 km Subterrâneo - 2,2 km Elevado - 18,0 km Superfície Linha de Carga

Leia mais

UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO. Módulo 2

UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO. Módulo 2 UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO Módulo 3 Módulo FRENTE MEDIDAS: Comprimento Total 2,0 m Comprimento módulo, m Comprimento módulo 2,00 m Comprimento módulo 3,0 m Largura 2,3 m

Leia mais

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE 1 IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE AUDIÊNCIA PÚBLICA OUTRAS INFORMAÇÕES 2266-0369 SMTR www.rio.rj.gov.br 2589-0557 SMO Rio de Janeiro

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos XVII Assembleia Geral da CIT 27 e 28/06/2012 - Manaus/AM Sávio Neves Diretor Institucional ANPTrilhos Presidente ABOTTc

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária OBRAS DA LINHA 2 DO SISTEMA METROVIÁRIO SALVADOR E LAURO DE FREITAS Planejamento, concepção e impactos na capital baiana e na Região Metropolitana de Salvador Luís Valença Diretor-presidente da CCR Metrô

Leia mais

MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO METRÔ LINHA 4 BARRA DA TIJUCA-IPANEMA A Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro é a maior obra de infraestrutura urbana em execução na América Latina. METRÔ

Leia mais

EMPREENDIMENTO DO VLT

EMPREENDIMENTO DO VLT SIM da RMBS Sistema Integrado Metropolitano Voltado à prestação do serviço de transporte público coletivo na Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS Comitê técnico II - Desenvolvimento Socioeconômico,

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES SECRETARIA DE TRANSPORTES Major Events Grandes Eventos 2013 Copa das Confederações 2013 Jornada Mundial da Juventude Católica 2014 Copa do Mundo de Futebol 2016 Jogos Olímpicos Soluções de Mobilidade para

Leia mais

CAPACIDADE DE TRANSPORTE POR MODO

CAPACIDADE DE TRANSPORTE POR MODO CAPACIDADE DE TRANSPORTE POR MODO Antonio Maria Claret dos Reis Andrade Brazil Itirou Atobe 28/09/2.014 INTRODUÇÃO A quantificação de capacidade máxima de cada modo de transporte e carregamento de cada

Leia mais

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Aspectos Gerais LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012, Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA

TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA 16 TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA

Leia mais

TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO

TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO A COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô foi constituída no dia 24 de abril de 1968; Hoje, o Metrô de São Paulo possui

Leia mais

MagLev-Cobra. Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan.

MagLev-Cobra. Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan. MagLev-Cobra Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan rms@ufrj.br 1 Roteiro 1. Tecnologia MagLev na UFRJ 2. Reduções de Custos em relação ao

Leia mais

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Capítulo 1 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Tecnologia dos Transportes 2 SISTEMAS DE TRANSPORTE E SOCIEDADE De extrema importância para o desenvolvimento de uma sociedade O desenvolvimento está diretamente

Leia mais

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos METROFOR TREM DO CARIRI SOLUÇÃO PARA O TRANSPORTE REGIONAL Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Transporte público como

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO RODOVIÁRIO x FERROVIÁRIO BRT - VLT - DMU

ESTUDO COMPARATIVO RODOVIÁRIO x FERROVIÁRIO BRT - VLT - DMU ESTUDO COMPARATIVO RODOVIÁRIO x FERROVIÁRIO BRT - VLT - DMU 1. INTRODUÇÃO A finalidade dessa comparação é demonstrar que as condições de circulação, de revitalização, de conforto dos passageiros e de preservação

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Rio Metropolitano Jorge Arraes 09 de julho 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO setembro 2014 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Documentos de referência referências Plano Municipal de Circulação Viária e de Transporte - 2003 Consolidou

Leia mais

Aplicações em sistemas de transporte

Aplicações em sistemas de transporte LEVITAÇÃO MAGNÉTICA: Aplicações em sistemas de transporte 1. Introdução (técnicas de levitação) 2. Levitação Eletromagnética (EML) 3. Levitação Eletrodinâmicas (EDL) 4. Levitação Supercondutora (SML) R.M.

Leia mais

TRANSFERÊNCIA NCIA DE TECNOLOGIA

TRANSFERÊNCIA NCIA DE TECNOLOGIA TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV TRANSFERÊNCIA NCIA DE TECNOLOGIA Seminário sobre o Trem de Alta Velocidade Federaçã ção o das Indústrias do Estado de São S o Paulo FIESP Agência Nacional de Transportes terrestres

Leia mais

Operação e Expansão do Metrô BH

Operação e Expansão do Metrô BH CREA Minas Seminário Internacional Mobilidade Urbana 13/03/2013 Operação e Expansão do Metrô BH METRÔ DE BELO HORIZONTE. Linha 1 Eldorado a Vilarinho Características atuais SUPERINTENDÊNCIA DE TRENS URBANOS

Leia mais

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo As Cidades mudaram População mudou A Economia mudou Os Meios de Transportes mudaram E nós? Ainda pensamos igual ao passado? Em TRANSPORTE COLETIVO chega-se ao

Leia mais

MRS Logística. Negócios nos Trilhos. Nov

MRS Logística. Negócios nos Trilhos. Nov MRS Logística Negócios nos Trilhos Nov - 2011 Quem somos Concessionária Pública de Transporte Ferroviário, que interliga os três principais centros industriais do país: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas

Leia mais

PCM Programa de Corredores Metropolitanos

PCM Programa de Corredores Metropolitanos PCM Programa de Corredores Metropolitanos 18ª Semana de Tecnologia Metroferroviária AEAMESP Ivan Carlos Regina Set/2012 Redes PCM de alta PROGRAMA e média capacidade DE CORREDORES METROPOLITANOS EMTU-PCM

Leia mais

São Paulo, setembro de 2010

São Paulo, setembro de 2010 16ª SEMANA DE TECNOLOGIA METRO-FERROVIÁRIA ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE METRÔ AEAMESP. SOLUÇÕES DE TRANSPORTE MAIS ADEQUADAS PARA AS CIDADES O BNDES E OS INVESTIMENTOS NO SETOR DE TRANSPORTES

Leia mais

O sistema de transporte em veículos leves permite maior acessibilidade, trazendo soluções inteligentes para o problema de transporte público

O sistema de transporte em veículos leves permite maior acessibilidade, trazendo soluções inteligentes para o problema de transporte público COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS METROFOR Projetos baseados em veículo leve sobre trilhos em operação e implantação PROJETOS VLT Definição de VLT Um forma de transporte público sobre trilhos,

Leia mais

A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão. Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S.

A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão. Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S. A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S. Duarte Objeto da pesquisa Relação entre adensamento, multifuncionalidade

Leia mais

AUTOMAÇÃO INTEGRAL NA MOVIMENTAÇÃO DE TRENS

AUTOMAÇÃO INTEGRAL NA MOVIMENTAÇÃO DE TRENS AUTOMAÇÃO INTEGRAL NA MOVIMENTAÇÃO DE TRENS Objetivo Tendência Mundial Obstáculos Pontos Positivos Disponibilidade Tecnológica Conclusões MOBILIDADE URBANA - MAIS METRÔ RECURSOS PARA IMPLANTAÇÃO EQUILÍBRIO

Leia mais

Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades:

Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades: Plataformas Monta-Cargas Monta-Pratos Acessibilidades Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades: Modelo PO Capacidade: 100 kg a 10.000 kg. Velocidade: até 0,30 m/s. Curso Máximo: até 12

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Como Acelerar a Implantação dos Empreendimentos Metroferroviários Vicente Abate Diretor Comercial ANPTrilhos Brasília,

Leia mais

IV SIMT Pensando as cidades do futuro. Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016

IV SIMT Pensando as cidades do futuro. Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016 IV SIMT Pensando as cidades do futuro Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas AGENDA

Leia mais

Alstom Transporte 2013

Alstom Transporte 2013 Alstom Transporte 2013 Agenda 1. Grupo Alstom 2. Alstom Transporte Grupo Alstom A Visão do Grupo Acreditando que tecnologia e novos modelos de negócios contribuam para solucionar questões sociais e ambientais,

Leia mais

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM novembro/2008 Região Metropolitana da Grande São Paulo 39 municípios 19,7 milhões

Leia mais

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO Prof. Luis Antonio Lindau LASTRAN Laboratório Sistemas de Transportes DEPROT - Departamento de Engenharia de Produção e Transportes UFRGS Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

X SEMINÁRIO NACIONAL METROFERROVIÁRIO

X SEMINÁRIO NACIONAL METROFERROVIÁRIO X SEMINÁRIO NACIONAL METROFERROVIÁRIO Painel 6 Tecnologias de Transporte Sobre Trilhos Vicente Abate - Presidente da ABIFER Rio de Janeiro, 13 de março de 2014 ABIFER, há mais de 36 anos ABIFER NOSSA MISSÃO

Leia mais

IMPACTOS DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO

IMPACTOS DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Transportes Laboratório de Tecnologia de Pavimentação IMPACTOS DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO Profa. Dra. ROSÂNGELA MOTTA Março,

Leia mais

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública Companhia do Metropolitano do Distrito Federal Audiência Pública Expansão da Linha I do Metrô-DF (Samambaia, Ceilândia e Asa Norte) e modernização do sistema Objetivo da Audiência Pública Dar início aos

Leia mais

SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015

SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015 SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015 O SER HUMANO Estatística Alarmante "As quedas fatais entre idosos representam cerca de 12% de todos os óbitos na população

Leia mais

A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo. Erminio Casadei Jr. ViaQuatro

A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo. Erminio Casadei Jr. ViaQuatro A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo Erminio Casadei Jr. ViaQuatro Os governos brasileiros assumiram grandes metas no setor, em especial pelos grandes eventos que se aproximam, para enfrentarem

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE ABSORÇÃO DE IMPACTO NOS ENGATES PARA PROTEÇÃO DO TREM E SEGURANÇA DOS PASSAGEIROS Renato Guimarães Aquino de Oliveira Lamarck Sobreira 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

Leia mais

Unidade 5: Força e movimento

Unidade 5: Força e movimento Unidade 5: Força e movimento Desde a antiguidade até os dias atuais que nós, seres humanos, estudamos e aprendemos sobre a produção do movimento e como dominá-lo. E essa constante evolução tecnológica

Leia mais

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO. superintendente da anptrilhos

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO. superintendente da anptrilhos BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2 0 1 4 / 2 0 1 5 Roberta marchesi superintendente da anptrilhos 2 Quem Somos ANPTrilhos é uma Associação Civil, sem fins lucrativos, de âmbito nacional, com sede em Brasília/DF

Leia mais

Localização Estratégica

Localização Estratégica Porto Maravilha Localização Estratégica Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km Aeroporto Santos Dumont Oceano Atlântico 2 km Maracanã 5 km Pão de Açúcar Corcovado 7 km 6 km Copacabana 8 km Perímetro Porto

Leia mais

O novo metrô do Panamá da perspectiva do fornecedor de material rodante

O novo metrô do Panamá da perspectiva do fornecedor de material rodante O novo metrô do Panamá da perspectiva do fornecedor de material rodante 2015 Alstom Transporte: líder global na indústria ferroviária Quatro atividades TRENS SISTEMAS* SERVIÇOS SINALIZAÇÃO Apresentação

Leia mais

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/2014 21ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 AS PERGUNTAS Qual é o DÉFICIT de Infraestrutura de Mobilidade Urbana do BRASIL?

Leia mais

Os Desafios da Expansão ferroviária na RMSP Obra Segregação Leste. Caio de Vilhena Petroni 21ª AEAMESP SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA

Os Desafios da Expansão ferroviária na RMSP Obra Segregação Leste. Caio de Vilhena Petroni 21ª AEAMESP SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA Os Desafios da Expansão ferroviária na RMSP Obra Segregação Leste Caio de Vilhena Petroni 21ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA AEAMESP 2 Introdução Construção de linha para transporte de carga eliminando

Leia mais

MERCHANDISING SERRA VERDE EXPRESS

MERCHANDISING SERRA VERDE EXPRESS MERCHANDISING SERRA VERDE EXPRESS Uma Viagem inesquecível pela História da Ferrovia A construção da ferrovia começou em fevereiro de 1880. Considerada impecável, a obra teve início em três frentes simultâneas:

Leia mais

Siemens Sistemas de Transporte

Siemens Sistemas de Transporte Siemens Sistemas de Transporte Soluções Eficientes para o Transporte Metro-Ferroviário CBTC Communication Based Train Control AEAMESP Setembro/2003 Divisões da Siemens Transportation System Automação e

Leia mais

Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades:

Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades: Plataformas Monta-Cargas Monta-Pratos Acessibilidades Segurança, Qualidade e Inovação para as suas necessidades: AFMO PO Capacidade: 100 kg a 10.000 kg. Velocidade: até 0,30 m/s. Curso Máximo: até 12 metros.

Leia mais

MT DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. Norma Rodoviária DNER-PRO 176/94 Procedimento Página 1 de 23

MT DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. Norma Rodoviária DNER-PRO 176/94 Procedimento Página 1 de 23 Procedimento Página 1 de 23 RESUMO Este documento, que é uma norma técnica, fixa as condições que devem ser obedecidas no projeto e na execução de barreiras de segurança. ABSTRACT This document presents

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE PREPARAÇÃO PARA A PROVA

LISTA DE EXERCÍCIOS DE PREPARAÇÃO PARA A PROVA 1. (Fuvest 92) Adote: g = 10 m/s Uma pessoa sentada num trem, que se desloca numa trajetória retilínea a 20 m/s, lança uma bola verticalmente para cima e a pega de volta no mesmo nível do lançamento. A

Leia mais

Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana

Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana Renato de S. Meirell es, Presidente CAF Brasil m e i r e l l e s. r e n a t o @ c a f b r a s i l. c o m. b r

Leia mais

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE Inicialmente, o que é BRT? O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros

Leia mais

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS 18ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA Painel 7 - Trens Regionais e de Longo Percurso com Média e Alta Velocidade PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS HÉLIO MAURO FRANÇA Superintendente Executivo

Leia mais

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS OPORTUNIDADES PROMOVER ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO E ALÍVIO DOS VOLUMES DE TRÁFEGO IMPORTANTE VIA ESTRUTURAL.

Leia mais

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia:

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia: ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia: Projeto arquitetônico da edificação: além de observar, no que cabe, as leis de

Leia mais

Curso de Gestão da Mobildiade Urbana Ensaio Crítico Turma 19 Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Fortaleza

Curso de Gestão da Mobildiade Urbana Ensaio Crítico Turma 19 Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Fortaleza Curso de Gestão da Mobildiade Urbana Ensaio Crítico Turma 19 Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Fortaleza José Nauri Cazuza de Sousa Júnior(*) A mobilidade urbana é um dos principais temas abordados

Leia mais

ÍNDICE. PITMUrb & MetrôPOA. Expansão da Linha 1. Aeromóvel. Aquisição de Frota. Modernização Estações. Expansão Sapiranga

ÍNDICE. PITMUrb & MetrôPOA. Expansão da Linha 1. Aeromóvel. Aquisição de Frota. Modernização Estações. Expansão Sapiranga INVESTIMENTOS 2011 1 2 3 4 PITMUrb & MetrôPOA Expansão da Linha 1 Aeromóvel Aquisição de Frota ÍNDICE 5 6 7 8 Modernização Estações Expansão Sapiranga Passagem Subterrânea do Trem em Canoas Expansão Comercial

Leia mais

Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito

Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito Fabio Doria Scatolin Secretario do Planejamento e Gestão CURITIBA 28 mar 2014 METRÔ DE CURITIBA GESTÃO GUSTAVO FRUET

Leia mais

A Concessão e sua Gestão

A Concessão e sua Gestão A Concessão e sua Gestão Sumário A LICITAÇÃO A EMPRESA O QUE DEU CERTO SOB A ÓTICA DO ESTADO O QUE DEU CERTO SOB A ÓTICA DO CLIENTE PRINCIPAIS INVESTIMENTOS REALIZADOS PELA CONCESSIONÁRIA DIFICULDADES

Leia mais

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA Lúcia Maria Mendonça Santos S e m i n á r i o M o b i l i d a d e U r b a n a S u s t e n t á v e l : P r á t i c a s e T e n d ê n c

Leia mais

Estatística dos tipos de transportes no Brasil (1999):

Estatística dos tipos de transportes no Brasil (1999): Prof. Andressa Caracterização Geral A palavra transporte vem do latim trans (de um lado a outro) e portare (carregar). Os transportes contêm três elementos: Infraestrutura - é a malha de transporte: rodoviária,

Leia mais

1

1 www.supervia.com.br 1 Trens Urbanos no Rio de Janeiro Histórico Antes da concessão, sob condições de transporte inadequadas, o número de passageiros caiu consistentemente Média de passageiros dias úteis

Leia mais

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS EL H3 Disponível para aplicação residencial unifamiliar ou exclusivo para acessibilidade em locais públicos Capacidade: 3 pessoas

Leia mais

de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT

de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT Sistema IntegradodeTransporte de porônibus de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT Sumário Premissas e condicionantes do Projeto Conceito e características

Leia mais

PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL. Construção da nova Via Binário do Porto

PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL. Construção da nova Via Binário do Porto PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL Construção da nova Via Binário do Porto CRONOGRAMA 12/10 - sábado - Início da divulgação de medidas de redução de impacto sobre o trânsito Sinalização Incentivo ao uso de

Leia mais

APOIO A VEÍCULOS HÍBRIDOS E ELÉTRICOS. Rafael Alves da Costa 07 de Dezembro/2011

APOIO A VEÍCULOS HÍBRIDOS E ELÉTRICOS. Rafael Alves da Costa 07 de Dezembro/2011 APOIO A VEÍCULOS HÍBRIDOS E ELÉTRICOS Rafael Alves da Costa 07 de Dezembro/2011 Fatores Impulsionadores Segurança energética Desenvolvimento tecnológico de componentes (especialmente baterias) Meio ambiente

Leia mais

Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes

Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes Ações de Itaipu em prol da Mobilidade Elétrica 28 de novembro de 2014 Eng. MARCIO MASSAKITI KUBO, M.Sc. Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável 1 ITAIPU:

Leia mais

Sistemas alternativos de média capacidade. Peter Alouche Consultor

Sistemas alternativos de média capacidade. Peter Alouche Consultor Sistemas alternativos de média capacidade Peter Alouche Consultor Critérios de Seleção do Transporte A questão urbana e interurbana A escolha do transporte, uma decisão de planejamento importante A tecnologia

Leia mais

para uma cidade melhor

para uma cidade melhor PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO CARLOS A participação da sociedade A participação da sociedade para uma cidade melhor Problemas urbanos Perda de tempo e dinheiro Viagens sem conforto Maior risco de

Leia mais

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 ENCONTRO COM O METRÔ Obras em andamento, Concessões e PPP Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 Antecedentes do Serviço Metroferroviário na RMSP Anterior à Constituição

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável VISÃO GERAL

Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável VISÃO GERAL Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável VISÃO GERAL O futuro começa aqui! Eng. Celso Ribeiro B. de Novais Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável 1 Fatores que contribuíram para decisão Mudança

Leia mais

COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS METROFOR

COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS METROFOR COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS METROFOR 13ª Semana de Tecnologia Metroferroviária ria Rômulo dos Santos Fortes Diretor Presidente do METROFOR Histórico 1987 Estudo de viabilidade realizado

Leia mais

Implantação de um Projeto Metroviário e sua Complexidade

Implantação de um Projeto Metroviário e sua Complexidade A Contribuição dos Trilhos para a Mobilidade Implantação de um Projeto Metroviário e sua Complexidade Eng. Peter L. Alouche Consultor A Contribuição dos Trilhos para a Mobilidade 11 a 14 de setembro São

Leia mais

Transporte Público Urbano PTR Prof. Orlando Strambi

Transporte Público Urbano PTR Prof. Orlando Strambi Transporte Público Urbano PTR-2577 Prof. Orlando Strambi Planejamento da Oferta de Transporte Público Planejamento da oferta de transporte público atendendo a demanda frequência exemplo de uma linha/sentido

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES MONOTRILHO CONSIDERAÇÕES FINAIS ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Execução

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DEZEMBRO 2013 DENSIDADE DE EMPREGOS ÁREA CENTRAL Plano Diretor 2013 Referências Trata da política de transporte e mobilidade urbana integrada com

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Waldir Peres Superintendente Agência Metropolitana de Transportes Urbanos São Paulo Setembro de 2011 Plano Geral Rio

Leia mais

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito As grandes cidades e áreas metropolitanas encaram o aumento da demanda nos sistemas de transportes, especialmente nas regiões

Leia mais

PTR Transporte Ferroviário e Transporte Aéreo. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

PTR Transporte Ferroviário e Transporte Aéreo. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo PTR- 2501 Transporte Ferroviário e Transporte Aéreo 1/ 28 Rural Ridge, Bessemer & Lake Erie Railroad Prof. Dr. Telmo Giolito Porto PTR 2501 Transporte Ferroviário e Transporte Aéreo Ricardo Martins da

Leia mais

TRANSPORTE URBANO DE QUALIDADE POR ONIBUS. Claudio de Senna Frederico

TRANSPORTE URBANO DE QUALIDADE POR ONIBUS. Claudio de Senna Frederico TRANSPORTE URBANO DE QUALIDADE POR ONIBUS Claudio de Senna Frederico Classificação geral do transporte urbano Não é tão simples quanto RODA & TRILHO Por tipo de uso Por exclusividade da via Por tecnologia

Leia mais

Metrô Leve de Goiânia. Clique para editar o estilo do subtítulo mestre

Metrô Leve de Goiânia. Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Metrô Leve de Goiânia Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Novembro 2011 Agenda Escolha do modal Requisitos para o projeto Referências internacionais Desenvolvimento urbano de Goiânia Estudo

Leia mais

METRÔ DE SÃO PAULO EXPANSÃO ALBERTO EPIFANI Gerente de Planejamento e Expansão dos Transportes Metropolitanos - METRÔ

METRÔ DE SÃO PAULO EXPANSÃO ALBERTO EPIFANI Gerente de Planejamento e Expansão dos Transportes Metropolitanos - METRÔ METRÔ DE SÃO PAULO EXPANSÃO 2012-2030 ALBERTO EPIFANI Gerente de Planejamento e Expansão dos Transportes Metropolitanos - METRÔ SÃO PAULO 13//06/2012 Expansão 2012-2030 2 REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

... D E O P I N I Ã O,... F E L I Z,

... D E O P I N I Ã O,... F E L I Z, M U D E S I N T A V I V A... D E O P I N I Ã O, D E L U G A R, D E A T I T U D E.... A Q U A L I D A D E, A T E C N O L O G I A, A S O F I S T I C A Ç Ã O.... F E L I Z, S A T I S F E I T O, C O M P L

Leia mais

CIDADES SUSTENTÁVEIS E A ECONOMIA ATUAL

CIDADES SUSTENTÁVEIS E A ECONOMIA ATUAL CIDADES SUSTENTÁVEIS E A ECONOMIA ATUAL CIDADE A C Encontro Encontro Trading Economia B Desenvolvimento Huacachina Veneza Manhattan PESSOAS Economia Cidade PLANETA O QUE É UMA CIDADE SUSTENTÁVEl? Pessoas

Leia mais

O DESENHO DE CIDADES SEGURAS. MARTA OBELHEIRO Coordenadora de Segurança Viária, WRI Brasil

O DESENHO DE CIDADES SEGURAS. MARTA OBELHEIRO Coordenadora de Segurança Viária, WRI Brasil O DESENHO DE CIDADES SEGURAS MARTA OBELHEIRO Coordenadora de Segurança Viária, WRI Brasil PROBLEMA MUNDIAL O número de carros mais que dobrará, de 1 BILHÃO hoje para 2,5 BILHÕES em 2050 QUASE METADE das

Leia mais

Velocidade escalar média.

Velocidade escalar média. Exercícios: Velocidade escalar média. 1- Transformar: a) 90 km/h em m/s; b) 10m/s em km/h. 2- (FUVEST-SP) um ônibus saí de São Paulo às 8h e chega a Jaboticabal, que dista 350 km da capital, às 11 h 30

Leia mais