SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS"

Transcrição

1 SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS Prof. Dr. João Carlos Medeiros de Aragão Currículo Lattes: Lattes.cnpq.br/ OBJETIVOS Objetiva-se apresentar a definição de Sistema Jurídico, com base nos textos dos jusfilósofos Hans Kelsen, Tércio Sampaio Ferraz Júnior, Emil Lask, Lourival Vilanova e Herbert L. A. Hart, por meio de relação dialógica, na qual o Professor pretende que o assunto seja compreendido e assimilado pelo alunos do Mestrado e do Doutorado e não apenas pelos filósofos. O Sistema Jurídico se diferencia do Ordenamento Jurídico: este é composto por todo o arcabouço jurídico do Estado. Aquele depende da multividência, ou seja, do posicionamento filosófico eleito, tem cunho científico. conteúdo. A intenção é estudar os textos dos jusfilósofos, respeitando seu exato METODOLOGIA Os alunos deverão apresentar, individualmente ou em grupos, seminários sobre cada um dos sete temas relacionado no conteúdo programático. A partir das exposições serão debatidos os conceitos fundamentais e suas implicações para pesquisa jurídica e científica. AVALIAÇÃO Os alunos serão avaliados pela exposição dos textos e a participação nas discussões dos temas em sala de aula.

2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 1º Encontro 1.1 Modelo de Pragmática; 1.1. Direito e linguagem; 1.1. Pragmática jurídica; Discurso e situação comunicativa; 1.1. Modelo da pergunta e da resposta; Delimitação do objeto da análise aos discursos fundamentantes; Estrutura do discurso racional (ou fundamentante); Formas de discurso; Propriedades pragmáticas fundamentais do discurso; 1. Situação Comunicativa e Discurso Normativo; 1..1 Dificuldades preliminares quanto ao objeto de análise; 1.. Operadores pragmáticos, conteúdo e condições de aplicação da informação normativa; 1. Organização da Comunicação Normativa; 1..1 Questão de validade; 1.. Localização da questão; 1.. Validade e imunização; 1..4 Técnicas de validação; 1.. Questão da efetividade; 1..6 Relação entre validade e efetividade: problema da norma inválida; 1..7 Imperatividade das normas jurídicas; 1..8 Ordem normativa do sistema;

3 .1 Sistema e Direito.1.1 Ciência do Direito como sistema de significações normativas.1. Sistema filosófico do Direito º Encontro.1 Direito e Ciência.1.1 Normas jurídicas como objeto da Ciência Jurídica.1. Teoria jurídica estática e dinâmica.1. Norma jurídica e proposição jurídica.1.4 Ciência causal e ciência normativa.1. Causalidade e imputação: lei natural e lei jurídica.1.6 Ciência social causal e ciência social normativa.1.7 Diferenças entre o princípio da causalidade e o da imputação.1.8 Problema da liberdade.1.9 Outros fatos, salvo a conduta humana, como conteúdo da norma jurídica.1.10 Normas categóricas.1.11 Negação do dever-ser; o Direito como ideologia. º Encontro TEORIA PURA DO DIREITO 4.1 Estrutura Escalonada da Ordem Jurídica Constituição 4.1. Legislação e costume

4 4.1. Lei e decreto 4. Direito Material e Direito Formal 4. Fontes de Direito 4.4 Criação do Direito, Aplicação do Direito e Observância ao Direito 4. Jurisprudência 4..1 Caráter constitutivo da decisão judicial 4.. Relação entre decisão judicial e norma jurídica geral a aplicar 4.. Lacunas do Direito 4..4 Criação de normas jurídicas gerais pelos tribunais; juiz como legislador; flexibilidade do Direito e segurança jurídica 4.. Negócio jurídico Negócio jurídico como fato criador de direito 4... Contrato 4.6 Administração 4.7 Conflitos entre Normas de Diferentes Escalões Decisão judicial ilegal 4.7. Lei inconstitucional 4.7. Nulidade e anulabilidade 4º Encontro DIREITO E JUSTIÇA

5 .1 Conceito de Direito Subjetivo.1.1 Conceito de Direito Subjetivo como ferramenta técnica de apresentação.1. Aplicação do conceito de Direito Subjetivo a situações típicas.1. Aplicação do conceito de Direito Subjetivo a situações atípicas.1.4 Estrutura de um direito subjetivo ESTRUTURAS LÓGICAS E SISTEMA DO DIREITO POSITIVO 6.1 Sistema Jurídico: Continuidade Normativa 6. Unidade do Sistema como Unidade Formal 6. Direito como Sistema Empírico 6.4 Dois Níveis de Sistema 6. Conceito de Sistema em Nível de Objetos 6.6 Unidade do Sistema na Ciência e no Direito 6.7 Sistema como Categoria Gnosiológica 6.8 Unicidade do Sistema 6.9 Conjuntos e Subconjuntos 6.10 Extralógico na Relação entre Sistemas º Encontro 7 ESTRUTURAS LÓGICAS E SISTEMA DE DIREITO POSITIVO

6 7.1 Consistência no Sistema da Ciência do Direito 7. Sistemas Não-isomórficos 7. Pluralismo das Dogmáticas ou Ciências Positivas 7.4 Não contradição e Sistemas Científicos Empíricos 7. Contradições no Sistema do Direito Positivo Leis Lógicas e Regras Leis Lógicas como Metalinguagem 7.8 Um Aspecto do Logicismo 7.9 Contraditoriedade entre Normas Unidade Gnosiológica e Unidade Empírica do Direito 7 O CONCEITO DE DIREITO

7 9 8.1 Questões Persistentes Perplexidade da teoria jurídica Três questões recorrentes Definição 8. Leis, Comandos e Ordens 8..1 Variedades de imperativos 8.. O Direito enquanto ordens coercivas 8. A Diversidade das Leis 8..1 O conteúdo das leis 8.. O campo de aplicação Modos de origem

8 4 8.4 O Soberano e o Súdito O hábito de obediência e a continuidade do Direito 8.4. A persistência do Direito 8.4. Limitações jurídicas ao Poder Legislativo O soberano para além do Poder Legislativo 6 8. O Direito como União de Regras Primárias e Secundárias Um começo renovado A ideia de obrigação Os elementos do Direito Os Fundamentos de um Sistema Jurídico Regra de reconhecimento e validade jurídica

9 Novas questões A patologia de um sistema jurídico Formalismo e Ceticismo acerca das Regras A textura aberta do Direito 8.7. Variedades de ceticismo acerca das regras 8.7. Definitividade e infalibilidade na decisão judicial Incerteza quanto à regra de reconhecimento 8.8 Justiça e Moral Princípios de justiça Obrigação moral e jurídica 7

10 8.9 Direito e Moral Direito Natural e Positivismo Jurídico O conteúdo mínimo do Direito Natural 8.9. Validade jurídica e valor moral 6 10

11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARAGÃO. João Carlos Medeiros de. Sistemas Jurídicos na Visão de Jusfilósofos. Brasília. Verbis, 009. FERRAZ JR., Tércio Sampaio. Teoria da Norma Jurídica. Rio de Janeiro, Companhia Editora Forense, HART, Herbert L. A. Trad. de A. Ribeiro Mendes. O Conceito de Direito. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, KELSEN, Hans. Teoria Pura do Direito. 4ª edição. Coimbra: Armênio Amado Editor, Sucessor, ROSS, Alf. Direito e Justiça. ª edição. São Paulo: Saraiva, 008. VILANOVA, Lourival. Estruturas Lógicas e Sistema de Direito Positivo. ª ed. São Paulo: Noeses,

SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DOS JUSFILÓSOFOS Alf Ross, Emil Lask, Hans Kelsen, Hebert Hart, Lourival Vilanova e Tercio Sampaio Ferraz Júnior

SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DOS JUSFILÓSOFOS Alf Ross, Emil Lask, Hans Kelsen, Hebert Hart, Lourival Vilanova e Tercio Sampaio Ferraz Júnior SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DOS JUSFILÓSOFOS Alf Ross, Emil Lask, Hans Kelsen, Hebert Hart, Lourival Vilanova e Tercio Sampaio Ferraz Júnior Prof. Dr. João Carlos Medeiros de Aragão Currículo Lattes: Lattes.cnpq.br/4911444451336250

Leia mais

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma.

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO 1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. II O valor jurídico

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina - INTRODUÇÃO AO ESTUDO

Leia mais

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho (s)

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho (s) DISCIPLINA INTRODUÇÃO AO DIREITO I CH: 80h/a AULA: teórica EMENTA O Direito como sistema. As disciplinas auxiliares do Direito. A construção histórica do Direito. Norma Jurídica. Fontes do Direito. Ramos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Introdução ao Estudo do Direito Código TDI0011 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 1º II Ementário O direito como fenômeno social e universal.

Leia mais

Hans Kelsen. Prof. Nogueira. O que é Justiça?

Hans Kelsen. Prof. Nogueira. O que é Justiça? Hans Kelsen Prof. Nogueira O que é Justiça? Biografia Básica 1881 1973 Austríaco Judeu Biografia Básica 1 ed. Teoria Pura do Direito 1934 O que é Justiça? 1957 2 ed. Teoria Pura do Direito 1960 Histórico

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO 1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO QUESTÃO 1 - Sobre o positivismo é CORRETO dizer que: P á g i n a 1 A. Para o positivismo a teoria do direito deve ser caracterizada por propriedades valorativas,

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br (Artigos) poder normativo do juiz Newton Garcia Faustino Sabemos que o juiz é um agente político que detém parcela do poder do Estado e que possui ampla liberdade de atuação funcional,

Leia mais

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO Tercio Sampaio Ferrazjunior - INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO Técnica, Decisão, Dominação 8ª Edição Revista e ampliada SÃO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015 1987 by Editora Atlas SA 1.ed. 1988; 2. ed. 1994;

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 5344 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: HERMENEUTICA ARGUMENT JURIDICA Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: MANHÃ Período: 10 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL

Leia mais

Biografia Básica. Austríaco. Judeu

Biografia Básica. Austríaco. Judeu Biografia Básica 1881 1973 Austríaco Judeu Biografia Básica 1 ed. Teoria Pura do Direito 1934 O que é Justiça? 1957 2 ed. Teoria Pura do Direito 1960 Histórico Revolução francesa. Liberdade, igualdade

Leia mais

- Identificar as características da norma, as fontes de Direito, sua vigência e hierarquia;

- Identificar as características da norma, as fontes de Direito, sua vigência e hierarquia; FUNDAMENTOS DO DIREITO [11111] GERAL Regime: Semestre: OBJETIVOS A unidade curricular de Fundamentos do Direito visa fornecer aos alunos uma introdução ao conceito, problemas e método do Direito, construindo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PLANO DE ENSINO 2017-1º Semestre CURSO: DIREITO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO SEMESTRE: 1º SEMESTRE DE 2017 TURNO: NOTURNO CARGA HORÁRIA: 40 h/a PROFESSOR Me. DANILO CÉSAR SIVIERO RÍPOLI

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO P á g i n a 1 Questão 1. Hans Kelsen em sua obra Teoria Pura do Direito : I. Define a Teoria Pura do Direito como uma teoria do Direito positivo

Leia mais

INTRODUZINDO O PENSAMENTO DE HANS KELSEN. Renata Salgado Leme¹

INTRODUZINDO O PENSAMENTO DE HANS KELSEN. Renata Salgado Leme¹ INTRODUZINDO O PENSAMENTO DE HANS KELSEN Renata Salgado Leme¹ Advogada, professora das disciplinas Filosofia Jurídica e Direitos Humanos, Doutora em Filosofia e Teoria Geral do Direito/USP. Resumo: O artigo

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Tributário I Código: DIR -563 Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.2 Professor: Frederico

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Tributário I Código: DIR -563 Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.1 Professor: Frederico

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FILOSOFIA DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60110) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

I Noções e Problemas Elementares

I Noções e Problemas Elementares Introdução ao Estudo do Direito I 1.º Ano Noite, 2015/ 2016 Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa PROGRAMA 1 I Noções e Problemas Elementares 1. Primeiros olhares; ideias geralmente associadas ao «direito»

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia do Direito Código: DIR-210 CH Total: 60 h Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2016.2 Turma:

Leia mais

Contratos Internacionais à luz dos Princípios do UNIDROIT Soft law, Arbitragem e Jurisdição. Editora RENOVAR

Contratos Internacionais à luz dos Princípios do UNIDROIT Soft law, Arbitragem e Jurisdição. Editora RENOVAR LAURO GAMA JR. Doutor em Direito (Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 2004). Master of Laws (Institute of Comparative Law, McGill University, Canadá, 1999). Mestre em Relações Internacionais

Leia mais

Prof. Talles D. Filosofia do Direito A Teoria da Norma Jurídica

Prof. Talles D. Filosofia do Direito A Teoria da Norma Jurídica Prof. Talles D. Filosofia do Direito A Teoria da Norma Jurídica Os pontos elencados são tópicos da obra de Norberto Bobbio, sempre presente nas provas dos concursos públicos, o que provavelmente se repetirá

Leia mais

A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO. Aula n.º 02

A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO. Aula n.º 02 A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Aula n.º 02 A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Correntes de pensamento que tem o objetivo de explicar a origem do direito; Cada uma afirma que o direito provém de uma fonte

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS ANEXO 15 DO EDITAL 293/2011-PRH CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR NÃO-TITULAR DEPARTAMENTO DE DIREITO PÚBLICO Área de conhecimento: INSTITUIÇÕES DE DIREITO PROGRAMA DE PROVA PONTO 1: 1.1 Direito: conceito,

Leia mais

Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com Graduado em Direito pelo Centro Universitário Eurípides de Marília - UNIVEM. Título da Monografia: Epistemologia do Processo de Conhecimento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho (Extensão EE Sebastião de Oliveira Rocha) Código: 091.07 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA FILOSOFIA DO DIREITO

1ª Fase PROVA OBJETIVA FILOSOFIA DO DIREITO 1ª Fase PROVA OBJETIVA FILOSOFIA DO DIREITO P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Admitindo que a história da filosofia é uma sucessão de paradigmas, a ordem cronológica correta da sucessão dos paradigmas na história

Leia mais

PLANO DE CURSO 2012/1

PLANO DE CURSO 2012/1 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/1 DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTÁRIO PROFESSOR: JOÃO CLAUDIO GONÇALVES LEAL TURMA: 5º ANO INTEGRAL

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2011/2012 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO) DISCIPLINA ANUAL CARGA

Leia mais

HANS KELSEN ( )

HANS KELSEN ( ) HANS KELSEN (1881-1973) TEORIA PURA DO DIREITO Contextualização: O Movimento para o Direito Livre estava em plena ascensão na Alemanha e parecia que o formalismo jurídico havia sido superado. A diversidade

Leia mais

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA 12º ANO PLANIFICAÇÃO OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT ESCOLA SECUNDÁRIA ALBERTO SAMPAIO 1 Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA

Leia mais

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12 DV432 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Código: DV432 Carga horária: 90 Créditos: 06 Ajuste curricular - Resolução n.º 96/00- CEPE - Currículo Pleno - Curso bacharelado em Direito Ementa: As disciplinas

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º Disciplina

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º Disciplina Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º 04 04 60 Disciplina INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Curso DIREITO Direito, Sociedade e Estado. Direito e Ideologia. Acepções do

Leia mais

Marcelo Moreno Gomes Lisboa Mestrando em teoria do direito pela PUC-MG

Marcelo Moreno Gomes Lisboa Mestrando em teoria do direito pela PUC-MG INCERTEZA FÍSICA E SEGURANÇA JURÍDICA Marcelo Moreno Gomes Lisboa Mestrando em teoria do direito pela PUC-MG Desde os antigos gregos o homem sempre acalentou o sonho de obter um conhecimento preciso da

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Dogmática Jurídica. A função social da dogmática jurídica. por Irma Pereira Maceira outubro de 2009

Dogmática Jurídica. A função social da dogmática jurídica. por Irma Pereira Maceira outubro de 2009 Dogmática Jurídica A função social da dogmática jurídica. por Irma Pereira Maceira outubro de 2009 Artigo originalmente escrito para e publicado no Jornal Jurid, em outubro de 2009. Pág.! 2 de! 5 Dogmática

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO. Ricardo Alexandre

DIREITO ADMINISTRATIVO. Ricardo Alexandre DIREITO ADMINISTRATIVO Ricardo Alexandre PREPARATÓRIO TCE-SP Para estudar os Princípios da Administração Pública é preciso recordar o Ordenamento Jurídico Brasileiro, que é composto por um conjunto de

Leia mais

Movimento para o Direito Livre

Movimento para o Direito Livre Movimento para o Direito Livre Reação ao conceitualismo e formalismo do Direito da pandectista alemã. Não era um grupo específico, mas eram iniciativas isoladas de juristas alemães. Direito = lei + conjunto

Leia mais

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DISCIPLINA: Jurisdição Constitucional CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 193 1. EMENTA: A Constituição e a Defesa da Supremacia Constitucional. Antecedentes

Leia mais

PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA

PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA LINHA DE PESQUISA: Autonomia Privada, Regulação e Estratégia Esfera Pública Legitimidade

Leia mais

Direito e as Formas de Justiça DFD Professora Associada Elza Antonia P. Cunha Boiteux 1º semestre de 2013

Direito e as Formas de Justiça DFD Professora Associada Elza Antonia P. Cunha Boiteux  1º semestre de 2013 Direito e as Formas de Justiça DFD 5710-5 Professora Associada Elza Antonia P. Cunha Boiteux http://www.boiteux.com.br/dfd-5710/ 1º semestre de 2013 1ª. aula: 11/03/2013 distribuição de programa e grupos

Leia mais

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani Curso de Direito nas Ciências Econômicas Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani 2014 1. O Direito 2 Direito é um conjunto de regras que disciplina as diversas dimensões de nossas vidas. Todos nós, na

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular:HERMENÊUTICA E LÓGICA JURÍDICA Código: DIR 164 CH Total: 60h Pré-requisito: Metodologia

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA DOS INTERESSES

JURISPRUDÊNCIA DOS INTERESSES JURISPRUDÊNCIA DOS INTERESSES Sequência da Jurisprudência Teleológica, de Jhering: Direito vinculado a um determinado fim desejado pela sociedade. Decisões judiciais: objetivam satisfazer as necessidades

Leia mais

O ELEMENTO HERMENÊUTICO NA JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL

O ELEMENTO HERMENÊUTICO NA JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL 1. Descrição do EHJC para o programa COLETA (5 linhas) O grupo de estudo e de pesquisa O Elemento Hermenêutico na Jurisdição Constitucional, liderado pelo Prof. Dr. Alvaro Ciarlini e composto por mestrandos

Leia mais

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 PROGRAMA DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 INTRODUÇÃO 1. O objecto e o método do Direito constitucional

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA. DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60 horas

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA. DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60 horas PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA Docente: E-mail: Teresa Luciano Valim tlv-advocacia@uol.com.br DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Credenciada pela Portaria Ministerial nº 2.611, de 18 de setembro de 2002 DOU - nº 183 - Seção 1, de 20 de Setembro de 2002 -. CURSOS AUTORIZADOS CIÊNCIAS ECONÔMICAS Portaria nº 2.612 18/09/2002 PEDAGOGIA

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO 4.ª edição Universidade Católica Editora Lisboa 2012 NOTA À 4.ª EDIÇÃO Esta 4.ª

Leia mais

1 Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa.

1 Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa. 1 Tema 1. Introdução à Disciplina Pensamento Jurídico Contemporâneo. Pablo Jiménez Serrano * Conteúdo: 1. Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa. 1.1. Conteúdo programático. 2. Importância

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO ANO LETIVO SÉRIE TURNO 2017 5ª Série Matutino e Noturno NOME DA DISCIPLINA Direito Internacional Público e Privado CARGA HORÁRIA SEMANAL: horas-aula ANUAL: 100 horas-aula

Leia mais

Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva. Rio Verde/GO 2014/01

Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva. Rio Verde/GO 2014/01 PLANO DE CURSO Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva Rio Verde/GO 2014/01 ESTRUTURAÇÃO DO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Direito Constitucional II Cód. : PLANO DE

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO 4.ª edição Universidade Católica Editora Lisboa 2012 NOTA À 4.ª EDIÇÃO Esta 4.ª

Leia mais

PLANO DE CURSO. Procurar estabelecer as relações entre Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e a Organização

PLANO DE CURSO. Procurar estabelecer as relações entre Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e a Organização COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Componente Curricular: DIREITO ADMINSTRATIVO II Código: DIR-369-b CH Total: 60h Pré-requisito: DIREITO ADMINSTRATIVO I Período Letivo: 2016.1 Turma: 5ºsemestre Professor:

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, p.

BIBLIOGRAFIA. BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, p. 66 BIBLIOGRAFIA BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, 2001. 363 p.. Mandado de Injunção, Perfil Doutrinário e Evolução. Revista

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA

FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA CURSO DE DOUTORADO EM DIREITO Área de Concentração: Linha de Pesquisa: Disciplina: RETÓRICA JURÍDICA E FILOSOFIA DO DIREITO Professor: João Maurício Adeodato (Professor

Leia mais

Verdade e Justiça em suas três dimensões

Verdade e Justiça em suas três dimensões Verdade e Justiça em suas três dimensões Carloto Rocha Pereira Pinto* Cristiane Martins Vilar Alves* Fabrício Oliveira de Lima Santos* Mariana Ferreira Vitor* Meire Ellem Diniz Costa Galvão* Raísa Valério

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ PLANO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Unidade Acadêmica Especial de Letras, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas Regional Jataí Curso: Direito. Disciplina: Direito Processual Civil II. Carga horária semestral:

Leia mais

INTERPRETAÇÃO, VALIDADE, VIGÊNCIA E EFICÁCIA DA NORMA TRIBUTÁRIA

INTERPRETAÇÃO, VALIDADE, VIGÊNCIA E EFICÁCIA DA NORMA TRIBUTÁRIA INTERPRETAÇÃO, VALIDADE, VIGÊNCIA E EFICÁCIA DA NORMA TRIBUTÁRIA Mestre e Doutora PUC/SP Professora PUC/SP e IBET 23/05/2015 fabiana@barroscarvalho.com.br Sobre os métodos e seus resultados Positivismo

Leia mais

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias Página 1 de 5 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INSTITUIÇÕES DE DIREITO PENAL I 074 Curso Graduação Período 3º Período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Docente (s) Prof. Dr.

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60

1. IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO NOME DO CURSO: DIREITO 2.

Leia mais

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: DIREITO Ano: 2016 Período: 4º Disciplina: Direito Empresarial I- Sociedades Empresárias Aulas Teóricas: 36 Aulas Práticas: 0h Carga Horária: 36h Docente: EMENTA DA DISCIPLINA

Leia mais

NORMAS DE ESTRUTURA E NORMAS DE CONDUTA: FUNDAMENTOS DA DICOTOMIA

NORMAS DE ESTRUTURA E NORMAS DE CONDUTA: FUNDAMENTOS DA DICOTOMIA NORMAS DE ESTRUTURA E NORMAS DE CONDUTA: FUNDAMENTOS DA DICOTOMIA Fernando Borges Mânica Doutor em Direito do Estado pela USP. Mestre em Direito pela UFPR. Professor da Universidade Positivo e da Universidade

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A aplicabilidade da norma jurídica frente o problema da revogação e o controle da constitucionalidade Rafael Damaceno de Assis SUMÁRIO: 1. Teoria da Norma Jurídica 2. Poder Constituinte

Leia mais

Teoria Geral do Direito

Teoria Geral do Direito Professor Alexandre Travessoni Teoria Geral do Direito Ponto 1.1: Conceito da norma jurídica A norma é um juízo prescritivo Para Kelsen, existe uma clara distinção entre SER e DEVER SER. 1. SER: Âmbito

Leia mais

As Fontes do Direito. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior

As Fontes do Direito. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior As Fontes do Direito Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior As fontes do direito têm por objetivo estabelecer como o Direito se expressa. São as forças geradoras das normas jurídicas. Diz respeito aos

Leia mais

Direito das Obrigações I DOCENTE CARGA HORÁRIA

Direito das Obrigações I DOCENTE CARGA HORÁRIA CURSO DISCIPLINA DIREITO Direito das Obrigações I DOCENTE PERÍODO CARGA HORÁRIA EMENTA OBJETIVOS 2 P 80 h Conceitos gerais; Classificação das obrigações; Efeitos das obrigações; Extinção das obrigações

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre DIREITO ADMINISTRATIVO II 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre LISBOA 2012 Regente: Prof. Doutor Fausto de Quadros Colaborador: Prof. Doutor Lourenço Vilhena de Freitas

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I 1. INFORMAÇÕES GERAIS Professora: Maria Rafaela Junqueira Bruno Rodrigues Departamento: Direito Privado Disciplina: Direito Empresarial I Série: 2º

Leia mais

Dar ao acadêmico uma visão abrangente dos direitos e normas da proteção ao consumidor, bem como, dos mecanismos e órgãos de defesa desses direitos.

Dar ao acadêmico uma visão abrangente dos direitos e normas da proteção ao consumidor, bem como, dos mecanismos e órgãos de defesa desses direitos. Detalhes da Disciplina Código JUR3470 Nome da Disciplina DIREITO DO CONSUMIDOR Carga Horária 60 Créditos 4 Consumidor: proteção, defesa e direitos básicos. Política Nacional das Relações de Consumo. Responsabilidades

Leia mais

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Faculdade de Direito Mestrado de Direito Forense RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE Programa para 2016-2017 I Inconstitucionalidade e garantia em geral 1º Inconstitucionalidade

Leia mais

CAUSALIDADE E RELAÇÃO NO DIREITO

CAUSALIDADE E RELAÇÃO NO DIREITO LOURIVAL VILANOVA CAUSALIDADE E RELAÇÃO NO DIREITO sa edição 2015 editoro e livraria NOESES Copyright ( 2015 By Editora Noeses Editor-chefe: Paulo de Barros Carvalho Gerente de produção editorial: Rosangela

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte O Direito e o Pensamento Jurídico Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte 2011/2012 1. Ideia Geral de Direito 1.1. Sentidos da palavra direito 1.2. Perspectivas sobre o direito; adopção de uma perspectiva

Leia mais

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto.

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. MORAL E ÉTICA O homem é um ser dotado de senso moral. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. Senso moral se manifesta em sentimentos, atitudes, juízos de valor Moral vem

Leia mais

Cronograma de Trabalho

Cronograma de Trabalho ANO/SEMESTRE:2017/2º PLANO DE ENSINO Cronograma de Trabalho DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL : CURSO: DIREITO PROFESSOR (A): ARTHUR MAGNO E SILVA GUERRA www.arthurguerra.com.br CARGA HORÁRIA SEMANA Teórica

Leia mais

O NORMATIVISMO JURÍDICO DE HANS KELSEN: a norma jurídica como objeto da Ciência do Direito

O NORMATIVISMO JURÍDICO DE HANS KELSEN: a norma jurídica como objeto da Ciência do Direito O NORMATIVISMO JURÍDICO DE HANS KELSEN: a norma jurídica como objeto da Ciência do Direito Sulamita Crespo Carrilho Machado Professora Titular do Centro Universitário Newton Paiva Advogada RESUMO: Apresentação

Leia mais

Período. 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional

Período. 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Página 1 de 5 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código DIREITO CONSTITUCIONAL II 072 Curso Graduação Período 3º Período Turma (s) A, B e D Carga Horária 64 horas-relógio 77 horas-aula Eixo de Formação

Leia mais

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato:

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: Curso: DIREITO Turno: MANHÃ/NOITE Disciplina: CIÊNCIA POLÍTICA E Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: jfmjmedeiros@gmail.com EMENTA: Ciência política: epistemologia, origem e desenvolvimento. A

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 SUMÁRIO Capítulo I CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 1. Previsão normativa... 23 1.1. A tradição individualista na tutela dos direitos... 23 1.2. Surgimento e consolidação da tutela

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE DIREITO ECONÔMICO, FINANCEIRO E. Sugestão de Bibliografia Complementar

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE DIREITO ECONÔMICO, FINANCEIRO E. Sugestão de Bibliografia Complementar FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE DIREITO ECONÔMICO, FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO Disciplina: DIREITO TRIBUTÁRIO I (DEF 0416) Professor: Paulo Ayres Barreto Turma: 4º Ano (T23

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam:

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam: PLANO DE ENSINO CURSO: Direito PERÍODO: 1º Semestre DISCIPLINA: Teoria Geral do Direito Civil CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 horas/aula I EMENTA Fundamentos históricos

Leia mais

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Sumário INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Capítulo I Introdução Capítulo II Dogmática Jurídica Notas Preliminares Capítulo III Fontes do Direito Capítulo IV Lei Capítulo V Costume Capítulo

Leia mais

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro

Leia mais

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política S u m á r i o Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política CAPÍTULO I Filosofia do Direito I: O Conceito de Justiça, O Conceito de Direito, Equidade, Direito e Moral...3 I. O conceito

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático Turma C Programa e Bibliografia Sumária Lisboa, 2017 Ano e semestre lectivo 1.º, semestre I e II N.º ECTS Carga

Leia mais

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais - II

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais - II Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento VI Direitos Difusos e Coletivos Programa de Ensino - Núcleo de Prática Jurídica - Segundo semestre - 2017 Professor: Plínio Antônio Britto Gentil

Leia mais

Por Fernanda Cintra Lauriano Silva. 1 Ética

Por Fernanda Cintra Lauriano Silva. 1 Ética Analisa a ética enquanto influenciadora da conduta ideal e da conduta real dos indivíduos. Demonstra divergência doutrinária entre os conceitos de moral e ética, juízo de fato e juízo de valor e analisa

Leia mais

realização de direitos por via judicial e a inércia do legislador

realização de direitos por via judicial e a inércia do legislador ASSUNTO: Direito Público TEMA: Processo e Constituição TÍTULO: Processo e Constituição: os direitos dos homoafetivos: realização de direitos por via judicial e a inércia do legislador Objetivo Geral: Detectar

Leia mais

Professora Edna Ferraresi. Aula 2

Professora Edna Ferraresi. Aula 2 Aula 2 Escolas e Teorias Jus filosóficas Modernas: a Escola da Exegese: positivismo jurídico ideológico; redução do Direito à lei; "In Claris NON cessat interpretatio"; aplicação mecânica do Direito. Escolas

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia. -

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia.  - O Direito e o Pensamento Jurídico Ano Letivo 2012/2013 1º semestre Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia www.jorgebacelargouveia.com - jbg@fd.unl.pt 0 Preliminares 0.1. O nome da disciplina 0.2. Programa

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: PROCESSO DE CONHECIMENTO (CÓD. ENEX 60123) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Direito do Trabalho II Código da Disciplina: JUR256 Curso: Direito Semestre de oferta da disciplina: 8 Faculdade responsável: Direito Programa em vigência a partir de:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Económicas e Empresariais Licenciatura Marketing Unidade Curricular Introdução ao Direito Semestre: 1 Nº ECTS: 3,0 Regente José Caramelo Gomes Assistente

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º Faculdade responsável: DIREITO Programa em vigência a partir

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Interpretação constitucional Luiz Carlos Saldanha Rodrigues Junior * Como citar este artigo: JUNIOR, Luiz Carlos Saldanha Rodrigues. Interpretação constitucional. Disponível em http://www.iuspedia.com.br

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL FADIVALE FILOSOFIA DO DIREITO

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL FADIVALE FILOSOFIA DO DIREITO PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL FADIVALE FILOSOFIA DO DIREITO lugafap@yahoo.com.br jlgabriel.blogspot.com POSITIVISMO JURÍDICO: O NORMATIVISMO DE HANS KELSEN BITTAR e ALMEIDA, Curso de Filosofia do

Leia mais

METODOLOGIA JURÍDICA

METODOLOGIA JURÍDICA BOLETIM DA FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE COIMBRA A. CASTANHEIRA NEVES METODOLOGIA JURÍDICA Problemas fundamentais Reimpressão 2013 Coimbra Editora STVDIA IVRIDICA 1 Comissão Redatora ALMEIDA COSTA

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais