Literatura Portuguesa 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Literatura Portuguesa 2"

Transcrição

1 FACULDADE DE FILOLOGIA DEPARTAMENTO DE FILOLOGIA GALEGA Literatura Portuguesa 2 M. Isabel Morán Cabanas GUIA DOCENTE E MATERIAL DIDÁTICO 2014/2015

2 FACULDADE DE FILOLOGIA. DEPARTAMENTO DE FILOLOGIA GALEGA AUTOR: Maria Isabel Morán Cabanas A obra Literatura Portuguesa 2 - GUIA DOCENTE E MATERIAL DIDÁTICO de M. Isabel Morán Cabanas foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

3 1. Dados descritivos da matéria Disciplina: Literatura Portuguesa 2 Código: G Tipo de cadeira: Matéria Ordinária Graduação Titulação: Línguas e Literaturas Modernas (Português). Maior de Língua e Literaturas Lusófonas. Ano: 3º ano. Nº Créditos: 6 (equivalente a 150 horas de carga letiva) Duração: Semestral (1º semestre). Requisitos prévios: não há. Língua(s) utilizadas(s): Galego/Português. Eventual e ocasionalmente, outros materiais e comunicações poderão ser apresentados noutras línguas: espanhol, francês, inglês, italiano..., sempre que o/a docente o considerar oportuno. Professora da cadeira Maria Isabel Morán Cabanas (horários de atendimento oportunamente indicados no início do período letivo através dos meios eletrónicos e no gabinete da professora) Para além de usar o horário de atendimento como espaço de consultas, será também uma parte presencial do desenvolvimento da matéria. O acompanhamento tutorizado de planificação e elaboração de trabalhos individuais ou em grupo será um encontro obrigado entre professor e alunos/as cada certo tempo.

4

5 2. Sentido da matéria no perfil da titulação A Faculdade de Filologia apresenta as titulações de Filologia Clássica, Língua e Literatura Espanholas (Campus de Santiago e Campus de Lugo), Língua e Literatura Galega, Língua e Literatura Inglesa, e Língua e Literaturas Modernas, que possuem uma estrutura única. No marco de Língua e Literatura Modernas incluem-se os seguintes MAIORs: Maior de Língua e Literatura Alemãs Maior de Língua e Literatura Francesas Maior de Língua e Literaturas Italianas Maior de Língua e Literaturas Lusófonas O Maior de Língua e Literatura Lusófonas está formada por 20 matérias de 6 créditos ECTS agrupadas nos 5 seguintes módulos: Módulo CULTURA DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (24 ECTS) Cultura portuguesa Cultura do Brasil (2º ano) Cultura dos PALOPs (2º ano) Relações Galiza-Lusofonia (2º ano) Módulo LÍNGUA PORT. E INTRODUÇÃO ÀS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA (24 ECTS) Língua Portuguesa 3 (2º ano) Língua Portuguesa 4 (2º ano) Língua Portuguesa 5 Literaturas de Língua Port. Módulo LITERATURAS EM LÍNGUA PORTUGUESA I (24 ECTS) Literatura Portuguesa 1 (2º ano) Literatura Portuguesa 2 (3º ano) Literatura Brasileira 1 (3º ano) Sociologia Lit. de L. Port. (4º ano) Módulo GRAMÁTICA PORTUGUESA (24 ECTS) Gramática Portuguesa 1 Gramática Portuguesa 2 História e variedade do português 1 História e variedade do português 2 Módulo LITERATURAS EM LÍNGUA PORTUGUESA II (24 ECTS) Literatura Portuguesa 3 (3º ano) Literatura dos PALOPs Literatura Brasileira 2 Literaturas Comparadas na Lusofonia A cadeira de Literatura Portuguesa 2 leciona-se no terceiro ano da titulação, primeiro semestre, e integra-se no Módulo de Literaturas em Língua Portuguesa I. As e os estudantes desta cadeira terão cursado neste ponto cadeiras de língua, cultura e literatura portuguesa, brasileira e dos PALOP, pelo que é esperável que, por um lado se tenham familiarizado com o sistema de ensino/aprendizagem e de avaliação e, por outro, que tenham adquirido não apenas uns conhecimentos suficientes de história e teoria da literatura e da cultura, mas também uma capacidade de análise já consideravelmente desenvolvida. Os conteúdos específicos desta cadeira focam a produção literária portuguesa do Barroco ao Romantismo. Através deste período da literatura e da cultura portuguesas serão analisados aspetos relativos à conformação da própria noção de literatura, assim como a conformação dos campos literários modernos. A linha cronológica e espacial iniciada agora é continuação das matérias Literatura Portuguesa 1 (das origens até à Renascença). Temática e funcionalmente, 5

6 podemos destacar as suas ligações com todas as cadeiras do MAIOR de LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURAS LUSÓFONAS, mais especificamente com TODAS AS CADEIRAS DE LITERATURA E CULTURA DO MAIOR, e num sentido estrito com TODAS AS CADEIRAS DE LITERATURA E CULTURA PORTUGUESA e com a matéria Relações Galiza-Lusofonia: - TODAS AS CADEIRAS DO MAIOR LÍNGUA PORT. E LITERATURAS LUSÓFONAS - TODAS AS CADEIRAS DE LITERATURA E CULTURA DO MAIOR - TODAS AS CADEIRAS DE LITERATURA PORTUGUESA - CULTURA PORTUGUESA - RELAÇÕES GALIZA-LUSOFONIA LITERATURA PORTUGUESA 2 6

7 3. Objetivos, competências e destrezas 3.1. OBJETIVOS GERAIS Compreender e analisar a produção literária como um fenómeno social e, em consequência, ser capaz de ler os textos literários como expressões complexas de uma sociedade concreta e de umas circunstâncias específicas. Compreender e analisar os discursos produzidos em relação à literatura como fenómenos sociais e, em consequência, ser capaz de ler textos críticos e as histórias da literatura como expressões complexas de grupos sociais concretos e de circunstâncias específicas. Compreender e assumir a dimensão profissional da análise dos campos literários e culturais OBJETIVOS ESPECÍFICOS Conhecer e estudar os processos de conformação do cânone da literatura portuguesa através do conhecimento da produção literária no período em foco. Aproximar- se dos processos de elaboração da identidade portuguesa no período em foco e do papel da produção literária nestes processos. Compreender o funcionamento dos campos literários em períodos prévios à sua autonomização. Explorar o processo de transição do campo literário para a autonomia no período que decorre entre os séculos XVI e XIX. Analisar o tratamento e a valorização recebidos polas diferentes fases deste período no discurso crítico e historiográfico. Aproximar- se à análise dos critérios de seleção de produtos, produtores, géneros, etc. por parte do discurso crítico e historiográfico COMPETÊNCIAS E DESTREZAS Visão dos processos culturais de uma forma crítica, atendendo, como profissionais, mais às funções do que aos processos estéticos. Aquisição de conhecimentos avançados sobre teoria da literatura e da cultura, e aplicação ao caso específico português. Aprofundamento nos métodos de pesquisa (investigação indutiva e dedutiva, ferramentas empíricas). 7

8 Distinção entre o juízo crítico e o juízo de valor. Elaboração de leituras e juízos críticos de forma profissional. Aplicação prática dos conhecimentos teóricos ou dos conteúdos adquiridos na cadeira Domínio profissional das ferramentas básicas de exposição e divulgação: elaboração de trabalhos próprios e originais e exposição pública dos trabalhos. 8

9 4. Conteúdos da Matéria: 4.1. NÚCLEOS TEMÁTICOS DO CURSO 01: Evolução de historiografia e prosa religiosa renascentistas. 02: Ficção cavaleiresca e bucólica. Trânsito para o Barroco. 03: Poesia Cultista, Conceptista e Religiosa. 04: D. Francisco Manuel de Melo. 05: Prosa Doutrinal, Religiosa e Panfletária. O P.e António Vieira. 06: O Neo-classicismo. A Arcádia Lusitana. 07: A Historiografia e as tentativas teatrais. 08: Evolução da Poesia Arcádica. Bocage. 09: O Romantismo em Portugal. Prosa, Poesia e Teatro. 10: Almeida Garrett e o Romantismo Português. 11: Camilo Castelo Branco e a evolução do Romantismo LEITURAS OBRIGATÓRIAS (TRECHOS SELECIONADOS) Arte de Furtar Melo, Francisco Manuel de, O Fidalgo Aprendiz Vieira, Sermões Luís António Verney, Verdadeiro Método de Estudar Bocage, Poesias Almeida Garrett, Viagens na Minha Terra Alexandre Herculano, Eurico o Presbítero Camilo Castelo Branco, Amor de Perdição Júlio Dinis, As pupilas do Senhor Reitor 9

10

11 4.3. SINOPSES E BIBLIOGRAFIAS DE CONSULTA ESPECÍFICA POR NÚCLEO 01 Evolução de historiografia e prosa religiosa renascentistas. 1. Continuação das orientações historiográficas quinhentistas. 2. O sentido da veracidade histórica em Diogo do Couto. 3. A objectividade corajosa das Décadas de Diego do Couto. 4. A crítica da administração do Oriente no Soldado Prático. 5. Os sucesores de Diogo do Couto: António Bocarro, Francisco de Andrada, Fr. Bernardo de Brito, Fr. António Brandão, Fr. Francisco Brandão. 6. A prosa hagiográfica e a historiografia clerical. Fr. Luís de Sousa. 7. Prosa doutrinal religiosa: Samuel Usque, Heitor Pinto, Frei Amador Arrais, Frei Tomé de Jesus. BIBLIOGRAFIA (01): BELL, Aubrey, Diogo do Couto, Oxford University Press, CARVALHO, A. Farinha de, D. do Couto, «0 Soldado Prático» e a Índia, col. "Documenta Historica", ed. Vega, Lisboa, CARVALHO, Joaquim de, «Frei Heitor Pinto e Frei Luís de León», in Estudos sobre a cultura portuguesa do século XVI, vol. II, Coimbra, CARVALHO, Luís Fernando de, Frei Heitor Pinto, novas achegas para a sua biografia, Coimbra, CIDADE, Hernani, A Literatura Portuguesa e a expansão Ultramarina, vol. Il, Coimbra, CIDADE, Hernani, Lições sobre a cultura e a literatura portuguesa, Iº vol., 5ª ed. corr. e aum., Coimbra, DIAS, José Sebastião da Silva, Correntes do Sentimento Religioso em Portugal nos sécs. XVI a XVIII, tomo I, Coimbra, FIGUEIREDO, Fidelino de, História da Literatura Clássica 2ª Época, JONG, M. de, «Samuel Usque, Nótulas bibliográficas», in Ocidente, 71, nº 341, Set.,

12 MARTINS, António Coimbra, «Sobre a génese da obra de Couto ( ). Uma obra inédita», in Arquivos do Centro Cultural Português, vol. 8, Paris, MARTINS, António Coimbra, «Sobre as décadas que Diogo do Couto deixou inéditas», in Arquivos do Centro Cultural Português, vol. 3, Paris, 1971, pp MARTINS, Mário, «A Filiação Espiritual de Tomé de Jesus», in Brotéria, vol. 42, 6, MARTINS, Mário, «O pseudo- Taulero e Frei Tomé de Jesus», in Brotéria, vol. 41, 1, MARTINS, Mário, «O Ritmo em A Filosofia Isotérica no "Speculum Haebraeorum" e em Samuel Usque, in Revista Portuguesa de Filosofia, vol. 2, 4, MARTINS, Mário, «Samuel Usque», Broteria, vol. 25,1,1937. PEREIRA, Mário J., «Antecedentes Barrocos na "Imagem da Vida Cristã" de Frei Heitor Pinto», in Actas do V Colóquio Internacional de Estudos Luso- Brasileiros, IV, Coimbra, Prosadores Religiosos do Século XVI, selecção, prefácios e notas de Alcides Soares e Fernando Campos, Coimbra, Quatro Prosadores Ascetas do Século XVI, textos escolhidos por Maria do Céu Novais Faria, Porto, RICARD, Joseph, «La Connaissance de soi- même chez Fr. Heitor Pinto», in Arquivos do Centro Cultural Português, vol. 5, Paris, ROSSI, Giuseppe Carlo, «Il Petrarca e l'umanesimo italiano nell'opera di Frci Heitor Pinto», in Annali dell'lstituto Universitario Orientale, vol. I, Roma,

13 02 Ficção cavaleiresca e bucólica. Trânsito para o Barroco. 1. A sociedade europeia e o Barroco. A precursora Holanda. 2. A Inglaterra seiscentista e o Classicismo francês. 3. Condições da Restauração portuguesa. 4. O Barroco. Conceito e génese. 5. As minas do Brasil e o apogeu do Barroco em Portugal. 6. A perda da independência e o bilinguismo literário. 7. A teorizacão do barroco: conceptismo e cultismo em Corte na Aldeia (1619) de Rodrigues Lobo. BIBLIOGRAFIA (02): HANSON, C. A., Economia e sociedade no Portugal Barroco. ( ). (Trad.). Publ. Dom Quixote, Lisboa, HOPPE, F., A Africa Oriental portuguesa no tempo do Marquês de Pombal. ( ). Agência Geral do Ultramar, Lisboa, BARBEIRO, H., História do Brasil. Harper & Row do Brasil, São Paulo, ARES MONTES, Góngora y la Poesía portuguesa del siglo XVIII, Edt. Gredos, Madrid, BELCHIOR, Mª L., Os Homens e os Livros. Séculos XVI- XVII, Edt. Verbo, Lisboa, CIDADE, H., A literatura autonomista sob os Filipes. Sá da Costa Ed., Lisboa, s./d. DIAS, J. S. da Silva, Portugal e a cultura europeia (séc. XVI a XVIII). Coimbra, FIÚZA, Mário, História Literária de Portugal. Séculos XVII a XX, Athena, Porto, MORÁN CABANAS, Maria Isabel, A Técnica do Disfarce na Novela Amatória Portuguesa: o caso do Desafio Venturoso (século XVII), in Homenaje a la Profª Dulce Estefanía. Organizado por Eva Mª Castro Caridad, Universidade de Santiago de Compostela, Santiago de Compostela, 2004, pp PALMA- FERREIRA, J., Academias Literárias dos Séculos XVI- XVIII, Biblioteca Nacional, Lisboa,

14 SILVA, Aguiar e, Manierismo e Barroco na Poesia Lírica Portuguesa, Centro de Estudos Românicos, Coimbra, SOBRAL, L. de Moura, Pintura e Poesia na Época Barroca. Ed. Estampa, Lisboa, VÁZQUEZ CUESTA, P., A Língua e a Cultura Portuguesas no Tempo dos Filipes, Public. Europa- América, Lisboa,

15 03 Poesia Cultista, Conceptista e Religiosa. 1. O ambiente academista e os modelos poéticos. 2. Os Cancioneiros barrocos: Fénix Renascida e Postilhão de Apolo. 3. O drama do feminino: Sóror Violante do Céu e Sóror Mariana Alcoforado. 4. A poesia barroca satírica e a crítica paródica. 5. A propaganda literária de edificação religiosa. 6. O Padre Manuel Bernardes, Nova Floresta ou Silva de Vários Apotegmas. 7. Frei António das Chagas: da retórica floreada na poesia mundana às cartas e elegias religiosas. BIBLIOGRAFIA (03): AGUIAR E SILVA, V. M. de, Maneirismo e Barroco na Poesia Lírica Portuguesa, Centro de Estudos Românicos, Coimbra, ARES MONTES, Góngora y la Poesía portuguesa del siglo XVIII, Edt. Gredos, Madrid, CIDADE, Hernâni, Lições de cultura e literatura portuguesa, Coimbra, Coimbra Editora, CORREIA, J. D. Pinto, Luz e calor do Padre Manuel Bernardes: estrutura e discurso. Livr. Almedina, Coimbra, FIGUEIREDO, F. de, História da crítica literária em Portugal. Da Renescança à actualidade. Livr. Clássica Ed., Lisboa FIGUEIREDO, F. de, História da literatura clássica. Livr. Clássica Ed., Lisboa, FUMAROLI, M., L'age de l'éloquence. Rhétorique et "res literaria" de la Renaissance au seuil de l'époque classique, Droz, Genéve, MOURÃO- FERREIRA, D., Hospital das letras. Imprensa Nacional- Casa da Moeda, Lisboa, s. a. (2ª ed.).pires, M. L. Gonçalves, Para uma leitura intertextual de "Exercícios Espirituais" do Padre Manuel Bernardes. Instituto Nacional de Investigação Científica, Lisboa,

16 PALMA- FERREIRA, J., Academias Literárias dos Séculos XVI- XVIII, Biblioteca Nacional, Lisboa, PIRES, M.L., Para uma Leitura Intertextual de "Exercícios Espirituais" do Padre Manuel Bernardes, INC, Lisboa, PIRES, M.L., Poetas do Período Barroco, Ed. Comunicação, Lisboa, RICARD, R., Études sur l'histoire morale et religieuse du Portugal, FCG, Paris, RODRIGUES, G. Almeida, Literatura e Sociedade na Obra de Frei Lucas de Santa Catarina ( ), IN/CM, Lisboa, SIMÕES, Manuel G., "Subsídios para o estudo da poesia de Violante do Céu: a poesia profana", in O Amor das Letras e das Gentes (In honor of Maria de Lourdes Belchior Pontes), Edited by João Camilo dos Santos and Frederick G. Williams, Center for Portuguese Studies, University of California at Santa Barbara, Santa Bárbara, 1995, pp SOBRAL, L. de Moura, Pintura e Poesia na Época Barroca. Ed. Estampa, Lisboa,

17 04 D. Francisco Manuel de Melo. 1. Percurso biográfico e Espólio literário. 2. O ideário: entre cosmopolitismo e conservadurismo. 3. O ecletismo poético e a variedade do rigor formal A poesia de Melo, virtuosismo e gosto pela inovação Primeira revisão da crítica literária desde o Hospital das Letras. 4. Os textos moralistas: 4.1. A crítica dos costumes nos Apólogos Dialogais A Carta de Guia de Casados. 5. A prosa historiográfica, biográfica, de matéria política e de ciências ocultas: 5.1. As Epanáforas. A Epanáfora Amorosa Biografias, obras apologéticas, outras obras de história, de matéria política e de ciências ocultas. 6. O teatro: O Fidalgo Aprendiz. 7. A epistolografia: as Cartas Familiares. BIBLIOGRAFIA (04): BELCHIOR, Mª L., Os Homens e os Livros. Séculos XVI- XVII, Edt. Verbo, Lisboa, BERNAT VISTARINI, A., Francisco Manuel de Melo ( ): Textos y contextos del Barroco peninsular, Universitat de les Illes Balears, Servei de Publicacions i Intercanvi Científic (Caligrama. Anexos: 4), Palma, BISMUT, Roger, "Molière et D. Francisco Manuel de Melo. Réflexions sur le Fidalgo Aprendiz et ses rapports avec Le Bourgeois Gentilhomme", in Arquivos do Centro Cultural Português, VII, Paris, 1973, pp CARVALHO, José Adriano de, "A poesia sacra de D. Franciso Manuel de Melo", in Arquivos do Centro Cultural Português, Vol. VIII, Paris, 1974, CIDADE, Hernâni, "O conceito da poesia em D. Francisco Manuel de Melo", in Lições de Cultura e Literatura Portuguesas, 1º vol. (séculos XV, XVI e XVII), Coimbra, Coimbra Editora Ltd., 1975, pp COLOMES, J., La Critique et la Satire de D. Francisco Manuel de Melo, Paris, 1969, ed. Fund. Gulbenkian. 17

18 CRUZ, Duarte Ivo, Introdução à História do Teatro Português, Guimarães & Cª Editores, Lisboa, DEMERSON, Paulette de, "'Le Guide des Époux' par Francisco Manuel de Melo", in Arquivos do Centro Cultural Português, Vol. XXVIII, Paris, 1990, pp FERNANDES, Mª de Lurdes Correia, Espelhos, Cartas e Guias: Casamento e Espiritualidade na Península Ibérica , Universidade do Porto, Porto, LOPES, O., "Manuel de Melo: uma boa razão de ser clássico", in Ler e Depois. Crítica e Interpretação Literária 1, Inova, Porto, , pp. l MAFFRE, Claude, "«La Guerre de Cataluña»: Don Francisco Manuel de Melo, écrivain et philosophe de l'histoire", in Arquivos do Centro Cultural Português, III, Paris, 1974, pp MARTINS, J. Pina, "Introdução" a Auto do Fidalgo Aprendiz, Reprodução fac- similada da edição de 1676, "O Mundo do Livro", Lisboa, 1966, pp MORÁN CABANAS, Maria Isabel, "Santa Beatriz da Silva no teatro barroco como paradigma de diálogos ibéricos: a obra de Tirso de Molina e outras", in Santa Beatriz da Silva. Uma Estrela Para Novos Rumos. Ordem da Imaculada Conceição: 500 anos, Cascais, Principia, 2013, pp [SOBRE TEATRO ESPANHOL E TEMÁTICA PORTUGUESA E VICEVERSA NO PERÍODO BARROCO]. OLIVEIRA, A. Correia de, "D. Francisco Manuel de Melo e o Teatro Espanhol do Século XVII", in A Evolução e o Espírito do Teatro em Portugal, 2º Ciclo (1ª Série) de Conferências promovidas pelo "Século", 1947, pp PRESTAGE, Edgar, «Carta de Guia de Casados: estudo crítico», A Águia, vol. VIII, n 46, Renascença Portuguesa, Porto, Outubro de 1915, pp PRESTAGE, Edgar, D. Francisco Manuel de Mello - Esboço biográphico, Imprensa da Universidade, Coimbra, 1914 (obra resumida em D. Francisco Manuel de Melo, ed. em inglês do mesmo autor pela Oxford University Press, 1922, trad. portuguesa de A.A. Dória, Coimbra, 1933). SERRA, Pedro, "Introdução", in D. Francisco Manuel de Melo: Carta de Guia de Casados, Angelus Novus Ed., Braga, SERRÃO, J., "Introdução", in Epanáforas de Vária História Portuguesa, Imprensa Nacional- Casa da Moeda, Lisboa, 1977 (ed. facs. da lª). STEGAGNO PICCHIO, L., "Um esempio di incoerenza stilistica: il Fidalgo aprendiz di Francisco Manuel de Melo", in Ricerche sul Teatro Portoghese, Edizioni dell'ateneo, Roma, 1969, pp

19 TEENSMA, B. N., "Dom Francisco Manuel de Mello ( ). Vária Bio- Bibliográfica", in Ocidente, vol. LXI, n (Outubro e Dezembro), Lisboa, TEENSMA, B. N., Don Francisco Manuel de Melo ( ). Inventario general de sus ideas, Groningen,

20 05 Prosa Doutrinal, Religiosa e Panfletária. O P. e António Vieira. 1. O espirito da Contra- Reforma. 2. A Oratória e os moldes da predicação. O Sermão: Finalidade e Estrutura. 3. A obra do P e. António Vieira, paradigma da prosa portuguesa A inserção da criação na vida social. O homem público Estilo e forma na escrita de Vieira. Sermão de S to. António aos Peixes Estrutura e temas dos Sermões de Vieira. Sermão da Sexagésima O profetismo de Vieira. A História do Futuro As cartas, relatórios e narrativas várias. 4. O desenvolvimento da literatura panfletária e memorialista. 5. O quadro da realidade social na Arte de Furtar (P e. Manuel da Costa). 6. A novela Obras do Diabinho da Mão Furada. 7. Outros autores de prosa doutrinal, polígrafos e historiadores: António de Sousa de Macedo, Martim Afonso de Miranda, Luís Mendes de Vasconcelos, Manuel Severim de Faria, Duarte Ribeiro de Macedo, Jacinto Freire de Andrade, D. Fernando Xavier e D. Luís Xavier de Meneses, António Caetano de Sousa. Diogo Barbosa Machado BIBLIOGRAFIA (05): Plebe, A. y P. Emanuele, Manuale di retorica, Laterza, Bari, Murphy, J. J., Sinópsis histórica de la Retórica clásica, Gredos, Madrid, Mortara Garavelli, B., Manual de retórica, Cátedra, Madrid, FUMAROLI, M., L'age de l'éloquence. Rhétorique et "res literaria" de la Renaissance au seuil de l'époque classique, Droz, Genéve, TAVARES, M. J. Pimenta, Judaísmo e Inquisição. Palas Ed., Lisboa, BASSELAAR, J. van de, António Vieira: o Homem, a Obra, as Ideias, ICP, Lisboa, 1981.

21 BISMUT, Roger, "Introdução", in Arte de Furtar (Padre Manuel da Costa), Edição crítica, com introdução e notas de-, Imprensa Nacional- Casa da Moeda, Lisboa, CANTEL, R., Les Sermons de Vieira. Étude du Style, Ed. Hispano- Americanos, Paris, CANTEL, R., Prophétisme et Messianisme dans l'oeuvre d'antónio Vieira. Ed. Hispano- Americanas, Paris, CIDADE, H., P. António Vieira, A Obra e o Homem, Ed. Arcádia, Lisboa, DIAS, J. S. da Silva, Portugal e a Cultura Europeia (séc. XVI a XVIII), Coimbra, ÉMÉRY, Bernard, "Littérature, morale, et politique dans la Arte de Furtar, in Arquivos do Centro Cultural Português de Paris, vol. XIV, Paris, 1979, pp FIÚZA, Mário, História Literária de Portugal. Séculos XVII a XX, Athena, Porto, FRANCO, José Eduardo e MORÁN CABANAS, Maria Isabel, Empreendedorismo educativo dos Jesuitas. Com documento Informação sobre a causa dos Estudos do Reino de Portugal (1611), Coimbra, Rui Gracio Editor, 2012 FRANCO, José Eduardo e MORÁN CABANAS, Maria Isabel,, O Padre António Vieira e as mulheres. Representações barrocas do universo feminino. Prefácio de Tom Earle (Universidade de Oxford), Porto, Campo das Letras, FRANCO, José Eduardo e MORÁN CABANAS, Maria Isabel,, Padre António Vieira e as mulheres. Representações barrocas do universo feminino. Prefácio de Tom Earle (Universidade de Oxford), São Paulo, Arké, FRANCO, José Eduardo e MORÁN CABANAS, Maria Isabel, Padre António Vieira e le donne. Il mito barocco dell universo femminile. Aracne Editrice: Roma, 2012 (versión traducida, revisada y ampliada con Postfazione de Sara Paleri (Università degli Studi dell Aquila). FROTA, G. Andrea, P. António Vieira. Ensaio Bibliográfico Relativo ao Brasil, Ocidente, GOTAAS, M. C., Bossuet and Vieira.- A study in national epochal and individual styie. Washington, LINS, A., Aspectos do P e. António Vieira. Rio de Janeiro, MORÁN CABANAS, Maria Isabel Palavra e Imagem: Santa Teresa de Jesus na oratória de Vieira e na pintura de Josefa de Óbidos in Colóquio Padre António Vieira, Publicações da Faculdade de Filolosia da Universidade Católica Portuguesa, Braga, 2009, pp

22 SERRÃO, J. V., A Historiografia Portuguesa, vol. II (Séc. XVII), Lisboa, SARAIVA, A.J., Le discours ingénieux, Lisboa, MENDES, Margarida Vieira, A Oratória Barroca de Vieira, Caminho, Lisboa,

23 06 O Neo- classicismo. A Arcádia Lusitana. 1. A Literatura Portuguesa do século XVIII. Persistência do Barroco na primeira metade do século. 2. O Iluminismo da segunda metade do século. O Iluminismo em Portugal. 3. O Século das Luzes e as reformas pedagógicas: Luís António Verney, Verdadeiro Método de Estudar. 4. Componente social e conflitos ideológicos: a imitacão dos antigos e a imitação do quotidiano. O realismo burguês e a sátira social. 5. O Neoclassicismo e Arcadismo. 6. Os "estrangeirados" e as Academias. A introdução do "novo gosto" A Arcádia Lusitana ou Ulissiponense A doutrina estética dos árcades: Cândido Lusitano, Arte Poética Personalidades singulares: Correia Garção, Cruz e Silva, Reis Quita. Os dissidentes. 7. As prolongações arcádicas. O arcadismo no Brasil. BIBLIOGRAFIA (06): Actes du Colloque L'Enseignement et L'Expansion de la Littérature Française au Portugal, Fondation Calouste Gulbenkian- Centre Culturel Portugais, Paris, ÁVILA, Afonso, O Lúdico e as Projecções do Mundo Barroco, Perspectiva, São Paulo, BUESCU, M. L. Carvalhão, Ensaios de Literatura Portuguesa, Presença, Lisboa, BUESCU, M. L. Carvalhão, A Herança Clássica na Cultura Portuguesa, Biblioteca Breve, Lisboa, BUESCU, M. L. Carvalhão, Literatura Portuguesa Clássica, Universidade Aberta, Lisboa, CHAVES, Castelo Branco, Os Livros de Viagens em Portugal no século XVIII e a sua projecção europeia, Livr. Bertrand, Lisboa, CIDADE, Hernâni, Licões de Cultura e Literatura Portuguesas, 2º Vol., 3ª ed., Coimbra,

24 FERREIRA, J. Palma, Academias Literárias dos séculos XVII e XVIII, Biblioteca Nacional, Lisboa, FIGUEIREDO, Fidelino de, História da Literatura Clássica, 3ª Época, 2ª ed., Lisboa, PORTELA, Artur, Cavaleiro de Oliveira. Aventureiro do Século XVIII, IN/CM, Lisboa, REBELO, Luís de Sousa, A Tradição Clássica na Literatura Portuguesa, Horizonte, Lisboa, ROSSI, G. C., Estudios sobre las letras en el siglo XVIII (Temas españoles. Temas hispano- portugueses. Temas hispano- italianos), Ed. Gredos, Madrid, SARAIVA, António José, Para a História da Cultura em Portugal, Europa- América, Lisboa, SARAIVA, António José, "Correia Garção e a Arcádia Lusitana" e "Garção como teórico da reforma arcádica", in Para a História da Cultura em Portugal, Europa- América, Lisboa, 1961, vol. II, pp e SILVA, Vítor Manuel Aguiar e, Para uma interpretação do classicismo, Almedina, Coimbra,

25 07 A historiografia e as tentativas teatrais. (Do teatro do Barroco ao teatro arcádico) 1. As grandes mudanças no teatro europeu do séc. XVII. 2. Teatro de "pátios" e presença do teatro espanhol. 3. Os espectáculos teatrais até meados do séc. XVIII: 3.1. A ópera, síntese de todas as artes. A "ópera bufa" Formas populares: "entremezes", peças hagiográficas, farsas pós- vicentinas, sátiras de costumes O teatro de bonecos articulados: 4. As "Óperas joco- sérias" de António José da Silva, o Judeu Caracterizaçãogenérica do corpus teatral do Judeu Temas mitológicos. O trágico levado para o cómico: Encantos de Medeia A paródia da sociedade portuguesa: Vida do Grande D. Quixote de la Mancha e do Gordo Sancho Pança A obra prima: as Guerras do Alecrim e Manjerona. 5. O teatro em Portugal na época arcádica. 6. As tentativas da tragédia cívica. Manuel de Figueiredo e a tragédia "filosófica". 7. As tentativas da comédia de moralidade burguesa. BIBLIOGRAFIA (07): BARATA, José Oliveira, António José da Silva. Criação e Realidade, Serviço de Documentação e Publicações da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1985, 2 vols. BORRALHO, M. Luísa Malato, "Diderot e a estética teatral no século XVIII português: a singularidade dos dramas de Manuel de Figueiredo", in Confluências, n. 1, Coimbra, (1985), pp BRAGA, T., História do Teatro Português. A Baixa Comédia e a Ópera. (Séc. XVIII), Imprensa Portuguesa, Porto, (Em especial: «As óperas portuguesas do Judeu», pp ) BUESCU, M. L. Carvalhão, Ensaios de Literatura Portuguesa, Presença, Lisboa, BUESCU, M. L. Carvalhão, Literatura Portuguesa Clássica, Universidade Aberta, Lisboa, CARREIRA, L.M., O Teatro e a Censura em Portugal na segunda metade do século XVIII, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda,

26 CIDADE, Hernani, A Literatura Portuguesa e a expansão Ultramarina, vol. Il, Coimbra, CIDADE, Hernani, Lições sobre a cultura e a literatura portuguesa, Iº vol., 5ª ed. corr. e aum., Coimbra, CRUZ, Duarte Ivo, Introdução à História do Teatro Português, Guimarães & Cª Editores, Lisboa, FERRAZ, Mª L. Pereira, "Ser e Parecer na obra do Judeu", in Brotéria, vol. 102, n. 5-6, Lisboa, 1976, pp FIGUEIREDO, Fidelino de, História da Literatura Clássica 2ª Época, FRÈCHES, C. H., "Introduction au Théâtre du Judeu (António José da Silva)", in Bulletin d'histoire du Théâtre Portugais, t. I, nº 1, Lisboa, MORÁN CABANAS, Maria Isabel, "Santa Beatriz da Silva no teatro barroco como paradigma de diálogos ibéricos: a obra de Tirso de Molina e outras", in Santa Beatriz da Silva. Uma Estrela Para Novos Rumos. Ordem da Imaculada Conceição: 500 anos, Cascais, Principia, 2013, pp PEREIRA, Mª H. da Rocha, "A apreciação dos Trágicos Gregos pelos Poetas e Teorizadores Portugueses do Século XVIII", in Memórias da Academia das Ciências de Lisboa/Classe de Letras, tomo XXIV, Lisboa, 1985, pp PICCHIO, Luciana Stegagno, História do Teatro Português, Portugália Ed., Lisboa, REBELLO, L. Francisco, História do Teatro Português, Lisboa, Europa- América, REBELLO, L. Francisco, "O Marquês de Pombal e o Teatro", in Pombal Revisitado, Editorial Estampa, vol. 1, Lisboa, 1984, pp RODRIGUES, Mª I. Resina, "Fortunas e Infortúnios de Lope de Vega em Portugal ( )", in Estudos Ibéricos. Da Cultura à Literatura. Séculos XIII a XVII, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, Lisboa, 1987, pp ROSSI, Giuseppe Carlo, "A influência italiana no teatro português do século XVIII", in A Evolução e o Espírito do Teatro em Portugal, 2º Ciclo (1ª Série) de Conferências promovidas pelo "Século", 1947, pp SERRÃO, Joaquim Veríssimo, Historiografia Portuguesa, vol. I (Sécs. XII- XVI) e II (Séc. XVII), ed. Verbo, Lisboa, SILVA, A. J. da, Teatro Cómico Português, 2 vols., Lisboa, SOURIAU, Etienne, Les deux cent mille Situations Dramatiques, Flammarion, Paris,

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

UNIVERSIDADE DE VARSÓVIA

UNIVERSIDADE DE VARSÓVIA UNIVERSIDADE DE VARSÓVIA INSTITUTO DE ESTUDOS IBÉRICOS E IBERO-AMERICANOS DEPARTAMENTO DE ESTUDOS LUSO-BRASILEIROS Ano lectivo: 2008/2009-2º semestre Profa. Dra. Anna Kalewska Dr. José Carlos Dias LITERATURA

Leia mais

PORTUGUESA. Programa Curricular CULTURA. Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte. Ano Lectivo 2013-2014 1. > CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

PORTUGUESA. Programa Curricular CULTURA. Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte. Ano Lectivo 2013-2014 1. > CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Programa Curricular TEORIA DA ESCUL CULTURA PORTUGUESA Docente Responsável Prof. Auxiliar Eduardo Duarte eduardo.duarte@fba.ul.pt Ano Lectivo 2013-2014 2014 Ciclo de Estudos Licenciatura em Escultura Período

Leia mais

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários.

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários. CARGA HORÁRIA: 60 horas-aula Nº de Créditos: 04 (quatro) PERÍODO: 91.1 a 99.1 EMENTA: Visão panorâmica das literaturas produzidas em Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São

Leia mais

A SÁTIRA NA POESIA PORTUGUESA

A SÁTIRA NA POESIA PORTUGUESA SUB Hamburg B/110843 A SÁTIRA NA POESIA PORTUGUESA e a Poesia Satírica de Nicolau Tolentino, Guerra Junqueiro e Alexandre O'Neill CARLOS NOGUEIRA FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março GERAL 1 1 129 00817 Herculano Lopes do Nascimento 8 C.C. Matosinhos S 25 24 25 25 1 99 2 113 00540 Rodrigo Dourado Fernandes 10 C.T. S. Pedro de Rates S 25 25 24 25 0 99 3 88 00588 Carlos Augusto Torres

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Visão diacrônica das correntes estéticas da Literatura Portuguesa do período medieval ao final do séc. XIX. Abordagem crítica dos seguintes movimentos: Trovadorismo, Humanismo, Renascimento,

Leia mais

PERÍODO: 93.2-97.2 PROGRAMA EMENTA:

PERÍODO: 93.2-97.2 PROGRAMA EMENTA: PERÍODO: 93.2-97.2 PROGRAMA EMENTA: O Arcadismo, o Romantismo e o Realismo na Literatura Portuguesa: poesia e prosa. 1. O Arcadismo 1.1 A produção árcade portuguesa 1.2 Bocage e sua expressão lírica 2.

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD H764-AEC Lista de Aprovados-AFD Ficheiro gerado em: 17/09/2015 11:27:39 Nº de Oferta Ordem Pontuação Nº do Docente Nome do Docente 764 1 100 1260917894 Nuno Tiago Teixeira 764 2 100 7752957046 Lino Manuel

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Pós-Graduações e Mestrados Serviços de Gestão Académica Receção /

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

Emília Amaral. Ricardo Silva Leite

Emília Amaral. Ricardo Silva Leite coleção Nov s P l vr s N O V A E D I Ç Ã O Nov s P l vr s Nov e ıç o 2 Ricardo Silva Leite Emília Amaral Mestre em Teoria Literária e doutora em Educação pela Unicamp, professora do Ensino Médio e Superior

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

Língua Portuguesa. 1º ano. Unidade 1

Língua Portuguesa. 1º ano. Unidade 1 Língua Portuguesa 1º ano Unidade 1 Linguagem Linguagem, língua, fala Unidade 4 - capítulo 12 Linguagem verbal e não verbal Unidade 4 - capítulo 12 e 13 Signo linguístico Unidade 4 - capítulo 12 Denotação

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas Aviso n.º 6326/2003 (2.ª série). O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas faz publicar por círculos

Leia mais

1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores

1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores 1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores Divisor Lista A Lista B Lista C 1 96 99 113 2 48,00 49,50 56,50 3 32,00 33,00 37,67

Leia mais

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências e Tecnologia 2010/2011

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências e Tecnologia 2010/2011 Candidatura Estado Aluno Nome Aproveitamento R. Candidatura 234203 Aberta 104975 ADRIANA FILIPA MATOS MONTEIRO 38 Alojar 235735 Aberta 133024 Alexander Antonius Simões van Halderen Falta matrícula e aproveitamento

Leia mais

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F.

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. 1º 9 Vasco Batista Matriz 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. Junior y 3º 7 Beatriz Cunha São Roque 4º 1 Isabel Maria C. R. da Ponte Medina y 5º 5 Maria João Cabral 6º 4 Ângela Oliveira 7º 6 Letícia Rego 8º 3

Leia mais

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 OFERTA 2737 433133 2737 435006 2737 433645 2737 431145 2737 411431 2737 447993 2737 432457 2737 412330 2737 415973 2737 427952 2737 417413 2737 417268

Leia mais

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Nome Profissão Instituição A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Adelino Torres Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I. Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões. Ano letivo 2012-2013. AEC - Atividade Física e Desportiva.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I. Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões. Ano letivo 2012-2013. AEC - Atividade Física e Desportiva. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões Ano letivo 2012-2013 AEC - Atividade Física e Desportiva Oferta nº 2384 Ordem Pontuação Nome do Docente 1 19 Joana Tavares da Rocha Melo

Leia mais

Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015

Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015 Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015 Adolfo João Pereira Ferreira, 2374/10, Bom, Transferência, Ana Luisa Rebelo Teixeira, 357/10, Muito Bom, Transferência, Técnico de Justiça-Adjunto

Leia mais

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Alexandre Luís Albuquerque E Quinhones Gaiolas, 3274/10, Bom com Distinção, Transição, Ana Maria Pires Matias Soares, 3149/10, Muito Bom, Transferência,

Leia mais

Agrupamento Nome Agrupamento Nome Escola. de Búzio Adelino Augusto Moreira de Almeida de Loureiro Paula Cristina Martins Correia EB 1 da Areosa

Agrupamento Nome Agrupamento Nome Escola. de Búzio Adelino Augusto Moreira de Almeida de Loureiro Paula Cristina Martins Correia EB 1 da Areosa [GRUPO DE RECRUTAMENTO 110] Margarida Maria Moreira Sousa Miguel Miranda Margarida Maria Moreira Sousa Miguel Miranda Margarida Maria Moreira Sousa Miguel Miranda Sandra Cristina Porto Ferreira EB 1 de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014 Corpo Docente 2013-2014 Nome Grau Regime de Vínculo Regime de Prestação de Serviços Alberto Francisco Ribeiro de Almeida Doutor Tempo Integral Contrato de prestação de serviço docente Alberto Jorge dos

Leia mais

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Carina Coelho Cariologia/Med. dentária Preventiva Dentisteria Operatória 1 11 15h00-16h00 Investigação Isabel Roçadas Pires Cariologia/Med.

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Técnicos Especializados Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 Data final da candidatura : 2014-09-18 Nº Horário : 9 Disciplina Projeto: Tradução e Interpretação

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês

Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 2216 1 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 2216 2 100 Mariana Borges Dias Moreira 2216 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 758 1 100 Andreia Cristina de Sousa Gomes 758 2 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 758 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

Curso Breve de Inglês Jurídico Calendário das Sessões

Curso Breve de Inglês Jurídico Calendário das Sessões Calendário das Sessões Mês Dia Sala Grupo 1 Janeiro 16, 17, 23, 24, 30 31 Fevereiro 6,7 Grupo 2 Fevereiro 27,28 Março 5,6,12,13,19,20 Grupo 3 Abril 9,10,16,17,23,24 Maio 7,8 Grupo 4 Maio 14,15,21,22,28,29

Leia mais

Estádio Municipal da Guarda, 20 de Março de 2012 1 / 8

Estádio Municipal da Guarda, 20 de Março de 2012 1 / 8 MEGASPRINT INFANTIS A FEMININOS - FINAL 175 Ana Marques 2001 Agrupamento de Escolas de Trancoso 6,3 259 Soraia Pires 2001 Agrupamento de Escolas do Sabugal 6,6 260 Carolina Afonso 2001 Agrupamento de Escolas

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES LICENCIATURA DE ARTE - CONSERVAÇÃO E RESTAURO HISTÓRIA DAS ARTES METÁLICAS ANO LECTIVO 2013/2014 Docente: Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa OBJECTIVOS:

Leia mais

Código: Língua do curso: eslovaco Docente: Mgr. Silvia Slaničková

Código: Língua do curso: eslovaco Docente: Mgr. Silvia Slaničková Nome do curso: Civilização dos países lusófonos 2 FiF.KRom/AbpPG- 005-1/6766/00 Créditos: 3 Grau: licenciatura Carga horária presencial: 2 por semana, 28 ao total Tipo de avaliação: exame final/participação

Leia mais

Disciplina/Bloco Título ISBN Autor(es) Editora Preço Ciências Naturais- Bloco 1 Descobrir a Terra 7 978-989-647-667-0

Disciplina/Bloco Título ISBN Autor(es) Editora Preço Ciências Naturais- Bloco 1 Descobrir a Terra 7 978-989-647-667-0 Ensino Básico Recorrente Mediatizado Disciplina/Bloco Título ISBN Autor(es) Editora Preço Bloco 1 Descobrir a Terra 7 978-989-647-667-0 Cristina Antunes, Manuela Bispo, Paula Guindeira Areal Editores,

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Literaturas Comparadas na Lusofonia

Literaturas Comparadas na Lusofonia Guia Didático da matéria Literaturas Comparadas na Lusofonia FACULDADE DE FILOLOGIA DEPARTAMENTO DE FILOLOGIA GALEGA Literaturas Comparadas na Lusofonia Márlio Barcellos Pereira da Silva GUIA DOCENTE E

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100

CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100 CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100 HORÁRIO 1 No âmbito do procedimento concursal lançado pelo Agrupamento de Escolas de Paço de Sousa para a contratação, no regime de contrato de trabalho

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 3 Henrique Silva Pereira 05 Clube Naval de Rabo de Peixe 57.46 4 Dinis da Silva Marques 04 Clube Naval de Ponta Delgada NT Prova 2 Femin., 50m Mariposa Absolutos Série

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados 5.º Ano Ciências Naturais DESAFIOS 978-989-708-489-8 Isabel Caldas, Isabel SANTILLANA 18.53 0 Terra Viva Pestana Ciências Naturais 5.º Ano Física Hoje Há 978-972-47-4731-6 João Barata, Olímpio Texto Editores,

Leia mais

Delegação de Torres Vedras Relação de Advogados Nome Morada Contactos 9767L Campo da Várzea, 15-1º H

Delegação de Torres Vedras Relação de Advogados Nome Morada Contactos 9767L Campo da Várzea, 15-1º H 9767L Campo da Várzea, 15-1º H 261324120 Álvaro Marcelino 919691820 alvaro.marcelino-9767l@adv.oa.pt 44391L R Teatro Eduardo Costa, 26 - Rc Esq 919863581 Ana Catarina Neves 2590-046 SOBRAL DE MONTE anacatarinaneves-44391l@adv.oa.pt

Leia mais

Manuais 1.º Ciclo Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora

Manuais 1.º Ciclo Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora Manuais 1.º Ciclo 1.º Ano - Estudo do Meio A Grande Aventura EM 1.º ano 978-972-47-4100-0 1.º Ano - Matemática A Grande Aventura - Matemática 1.º Ano - NOVA EDIÇÃO 978-972-47-4773-6 1.º Ano - Português

Leia mais

Literatura Portuguesa 2

Literatura Portuguesa 2 FACULDADE DE FILOLOGIA DEPARTAMENTO DE FILOLOGIA GALEGA Literatura Portuguesa 2 M. Isabel Morán Cabanas GUIA DOCENTE E MATERIAL DIDÁTICO 2015/2016 FACULDADE DE FILOLOGIA. DEPARTAMENTO DE FILOLOGIA GALEGA

Leia mais

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL AULA 10 LITERATURA PROFª Edna Prado ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL I - CONTEXTO HISTÓRICO Na aula passada nós estudamos as principais características do Romantismo e vimos que a liberdade era a mola

Leia mais

JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1. 1. Bibliografia activa essencial

JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1. 1. Bibliografia activa essencial JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1 1. Bibliografia activa essencial É vastíssima a obra de Jorge Borges de Macedo. Ao todo engloba aproximadamente 400 títulos, ou talvez mais

Leia mais

Manuais Escolares 2014/2015 - EB 2,3 Marvila

Manuais Escolares 2014/2015 - EB 2,3 Marvila Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Obs. 5.º Ano - Ciências Naturais Natura 5 978-989-647-663-2 5.º Ano - Educação Física Passa a Bola 5/6 - Educação Física 978-972-0-20957-3 Osório Da Cunha Matias

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015 14541980 ADRIANA GONÇALVES RITO 13908698 AFONSO TABORDA DE BRITO E MACHADO Não colocado 15333389 ANA CAROLINA BRITO TRINDADE Colocada em 7220 L067 14652086 ANA CAROLINA DE PAIVA SETÚBAL VIEIRA Colocada

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos 1642 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 3406 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova : A Processo Nome Idade EMR. Rep. LE1 LE2 NEE 440 1 André Daniel Almeida Pimentel 98 2 Daniel Gonçalves Tomé

Leia mais

LISTA ORDENADA DOS CANDIDATOS DO CONCURSO PARA LECCIONAR A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO

LISTA ORDENADA DOS CANDIDATOS DO CONCURSO PARA LECCIONAR A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO Elisabete Margarida Viana G. da Rocha 15,00 Deolinda Rosa Arantes Torres 15,00 Raquel Maria SantosB. Oliveira Silva 9,50 Eunice Calisto Soares

Leia mais

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, Portimão Nº Escola : 145464 Data final da candidatura : 2016-01-19 Nº Horário : 79 Grupo de Recrutamento: 110-1º Ciclo do Ensino Básico Nº

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

DELEGAÇÃO DISTRITAL DE FORMAÇÃO DE LISBOA FORMAÇÃO MINISTRADA NO ANO 2005 CORPO DE BOMBEIROS

DELEGAÇÃO DISTRITAL DE FORMAÇÃO DE LISBOA FORMAÇÃO MINISTRADA NO ANO 2005 CORPO DE BOMBEIROS DELEGAÇÃO DISTRITAL DE FORMAÇÃO DE LISBOA ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS FEDERAÇÃO DOS BOMBEIROS DO DISTRITO DE LISBOA FORMAÇÃO MINISTRADA NO ANO 2005 CURSO DE ORGANIZAÇÃO DE POSTOS DE COMANDO Total de formandos:

Leia mais

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação)

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) 99203 NÉLIA VILARES VALENTE PR - 3 563 223 JOÃO MANUEL DE VASCONCELOS MACHADO TEIXEIRA ALVES JOSÉ MANUEL GONÇALVES OLIVEIRA FONSECA PA - 49 262 867 694 577 622

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F Lista de Resultados da ase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 106 2165 02291253122165975318 Abílio Fernando Bragança Milheiro 15,250 14,050 18,400 12,000 12,900

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados 5.º Ano Páginas da 978-972-0-20659-6 Catarina Rosa Peralta, Porto, Lda. 18.55 180 Terra 5 - Maria Beleza Calhau, Ciências da Maria Fernanda Sousa Natureza Física Em movimento 978-989-23-1905-6 Avelino

Leia mais

isabel.torgal@esa.ipsantarem.pt

isabel.torgal@esa.ipsantarem.pt Secção Académica ana.baptista@esa.ipsantarem.pt eurico.almeida@esa.ipsantarem.pt paula.neto@esa.ipsantarem.pt Ana Isabel Abrantes Coutinho Lopes Batista Eurico José da Piedade Almeida Ana Paula Neto Amante

Leia mais

Eleição da Assembleia da República 2015

Eleição da Assembleia da República 2015 Eleição da Assembleia da República 2015 CIRCULO ELEITORAL DE VIANA DO CASTELO LISTAS DEFINITIVAMENTE ADMITIDAS NC Nós, Cidadãos! Mário Jorge da Silva Marques de Almeida Lourenço José de Almada (independente)

Leia mais

FIDELINO DE FIGUEIREDO

FIDELINO DE FIGUEIREDO CONGRESSO INTERNACIONAL FIDELINO DE F i l o s o f i a e L i t e r a t u r a Um Homem na sua Humanidade 12 a 15 de outubro, 2015 Faculdade de Letras da Universidade Porto Faculdade de Letras da Universidade

Leia mais

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 UNIVERSITAT DE VALÈNCIA (E VALENCI 01) Odontology Sara Marilyn Pereira de Jesus 4º João Ricardo Oliveira Ferreira de Moura - 4º Psychology Sara Lúcia Maia Murillo

Leia mais

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO 5.º ANO Inglês História e Geografia de Portugal Ciências Naturais Pretextos 5 Caderno de Atividades - Pretextos 5 Tween 5 - Inglês - 5.º Ano - Nível 1 Tween 5 - Workbook Saber em Ação 5 - História e Geografia

Leia mais

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho Departamento de Ciências Jurídicas Gerais Profª. Doutora Maria Clara da Cunha Calheiros de Carvalho Profª. Associada, Com Agregação Email: claracc@direito.uminho.pt Profª. Doutora Patrícia Penélope Mendes

Leia mais

CENTRO CULTURAL DE BELÉM. PALESTRAS SOBRE HISTÓRIA DE PORTUGAL Janeiro Março de 2015. Segunda Parte Época Moderna

CENTRO CULTURAL DE BELÉM. PALESTRAS SOBRE HISTÓRIA DE PORTUGAL Janeiro Março de 2015. Segunda Parte Época Moderna CENTRO CULTURAL DE BELÉM PALESTRAS SOBRE HISTÓRIA DE PORTUGAL Janeiro Março de 2015 Segunda Parte Época Moderna Nuno Gonçalo Monteiro Instituto de Ciências Sociais Universidade de Lisboa Quarta Sessão

Leia mais

AMUT'Trocas - BOLSA DE LIVROS

AMUT'Trocas - BOLSA DE LIVROS 1 Edições Livro Directo Despertar 1 Porto Editora Abracadabra Felisbina Antunes Fátima Lemos 1 Porto Editora Caminhos Conceição Dinis Miniprontuário; Fichas; Loto de Luís Ferreira Leitura e Escrita 1 Santillana

Leia mais

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António 20 / 20 Turma : A 6876 1 Ângelo Miguel Borges Pereira Saúde 7802 2 Cíntia Eliane Sanches Freire 7700 3 Daniel Alexandre Laximi Martins 674 4 Débora Soraia Alves Belmonte 671 Eliana Filipa da Conceição

Leia mais

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09)

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Relatório de Licença Sabática de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Por despacho do Senhor Vice-Reitor de 16 de Março de 2007, gozei

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Unidade curricular: ELIT: LÍRICA PORTUGUESA Nome da Professora: ELIANA DA CONCEIÇÃO TOLENTINO. Carga Horária.

PLANO DE ENSINO. Unidade curricular: ELIT: LÍRICA PORTUGUESA Nome da Professora: ELIANA DA CONCEIÇÃO TOLENTINO. Carga Horária. PLANO DE ENSINO LETRAS (PORTUGUÊS-INGLÊS) Turno: Noturno Currículo: 2003 INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular: ELIT: LÍRICA PORTUGUESA Nome da Professora: ELIANA DA CONCEIÇÃO TOLENTINO Departamento:

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana)

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana) XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta Escolas Inscritas EB 2;3 de EB 2;3 Sec. Sá de Miranda Colégio Teresiano EB 2;3 Prof. G. Sampaio EB 2;3 de Externato Delfim Ferreira Escola Mestre Domingos Saraiva

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais

Lista ordenada pela graduação profissional do Grupo de Recrutamento 220 Português/Inglês - horário nº 30

Lista ordenada pela graduação profissional do Grupo de Recrutamento 220 Português/Inglês - horário nº 30 Lista ordenada pela graduação profissional do Grupo de Recrutamento 220 Português/Inglês - horário nº 30 Ordenação Graduação Profissional Nº Candidato Nome 1 25,381 1067445285 Fernanda Maria da Silva Maia

Leia mais

Farmácias e Postos de Medicamentos da RAA

Farmácias e Postos de Medicamentos da RAA Farmácias e Postos de Medicamentos da RAA Farmácia Abílio Botelho Diretor Técnico: Maria da Conceição Moniz Botelho Domingos Henrique Baptista de Sousa F. Pereira Rua Teófilo Braga, nº 129 Concelho: Vila

Leia mais

LITERATURA PORTUGUESA II AULA 04: A PROSA REALISTA TÓPICO 02: A PROSA DE EÇA DE QUEIRÓS Fonte [1] Eça de Queirós em 1882. José Maria de Eça de Queirós (Póvoa de Varzim, 1845 Neuilly-sur- Seine, 1900) estudou

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN AA. VV. (Coord. Irene Flunser Pimentel e Maria Inácia Rezola) Democracia, Ditadura - Memória e justiça politica Tinta-da-China 978-989-671-202-0 AA. VV. (Coord. Maria Inácia Rezola e Pedro Marques Lopes)

Leia mais

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO Adriano Filipe Dias Sequeira Ana Carolina Leite da Silva 10.º ANO Ana Filipa Martins Façanha Marques Ana Laura Martins Dengucho Ana Luísa Marques Tomé Ana Sofia Tomé Vicente Andreia Cristina de Oliveira

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais