Nível de Emprego Regional da Indústria Diretorias do CIESP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nível de Emprego Regional da Indústria Diretorias do CIESP"

Transcrição

1 P E S Q U I S A Centro das Indústrias do Estado de São Paulo CIESP Nível de Emprego Regional da Indústria Diretorias do CIESP Resultados do mês de Setembro de 2013 FIESP/CIESP - Pesquisa

2 NIVEL DE EMPREGO REGIONAL DA INDÚSTRIA NERI I N T R O D U Ç Ã O A P e s q u i s a " N í v e l d e E m p r e g o R e g i o n a l " r e a l i z a d a p e l o C e n t r o d a s I n d ú s t r i a s d o E s t a d o d e S ã o P a u l o, a t r a v é s d a G e r ê n c i a d e P e s q u i s a e d a s D i r e t o r i a s d o C I E S P, o b j e t i v a a c o m p a n h a r a e v o l u ç ã o d o n í v e l d e e m p r e g o n a I n d ú s t r i a P a u l i s t a. S e g m e n t a d a p o r r a m o s d a a t i v i d a d e e r e g i o n a l i z a d a p e l a s 3 6 D i r e t o r i a s m u n i c i p a i s e r e g i o n a i s d o C I E S P, a p e s q u i s a, d e s t a c a n e s t e r e l a t ó r i o a v a r i á v e l n í v e l d e e m p r e g o p a r a a s D i r e t o r i a s q u e e s t ã o i n t e g r a d a s a o s i s t e m a, j u n t a m e n t e c o m S ã o P a u l o - C a p i t a l. A a m o s t r a é c o n s t i t u í d a p o r a p r o x i m a d a m e n t e i n d ú s t r i a s d i s t r i b u í d a s p e l o E s t a d o d e S ã o P a u l o, c o m p r e e n d e n d o c e r c a d e e m p r e g o s. F I E S P / C I E S P - P E S Q U I S A DESEMPENHO NO MÊS 2

3 A análise dos dados do nível de emprego no mês de Setembro de 2013, em relação ao mês anterior, nas 35 Diretorias do CIESP pesquisadas, apresentou resultado positivo em 13, estável em 6 e negativo em 16 delas. Dentre as 13 Diretorias Regionais que apresentaram variações positivas, as que mais se destacaram foram: Marília (1,33%); Santa Bárbara d Oeste (1,20%); Sorocaba (0,93%); Osasco (0,67%) e Bauru (0,66%). Entre as 16 que apresentaram variações negativas, as que mais de destacaram foram: Cubatão (-2,99%); Jundiaí (-2,54%); Santos (-1,57%); Araraquara (-1,00%); e Araçatuba (-0,94%). Para São Paulo Capital a variação foi de 0,41%. Para o ABCD a variação foi de -0,23%. A Grande São Paulo teve variação de 0,13%, para o interior do Estado não houve variação (0%) e o Estado de São Paulo ficou estável em 0,03%. DIRETORIAS REGIONAIS % DIRETORIAS REGIONAIS % MARÍLIA 1,33 SÃO BERNARDO DO CAMPO -0,03 SANTA BÁRBARA D'OESTE 1,20 PIRACICABA -0,04 SOROCABA 0,93 CAMPINAS -0,20 OSASCO 0,67 SÃO JOSÉ DOS CAMPOS -0,21 BAURU 0,66 SÃO JOSÉ DO RIO PRETO -0,28 COTIA 0,65 DIADEMA -0,31 BOTUCATU 0,62 JACAREÍ -0,35 RIO CLARO 0,47 MATÃO -0,41 SÃO PAULO CAPITAL 0,41 FRANCA -0,43 SÃO CARLOS 0,30 GUARULHOS -0,49 AMERICANA 0,18 SANTO ANDRÉ -0,55 TAUBATÉ 0,18 SERTÃOZINHO -0,70 LIMEIRA 0,12 INDAIATUBA -0,74 PRESIDENTE PRUDENTE 0,11 ARAÇATUBA -0,94 MOGI DAS CRUZES 0,07 ARARAQUARA -1,00 SÃO JOÃO DA BOA VISTA 0,06 SANTOS -1,57 SÃO CAETANO DO SUL 0,04 JUNDIAÍ -2,54 JAÚ -0,03 CUBATÃO -2,99 ABCD -0,23 INTERIOR DO ESTADO 0,00 GRANDE SÃO PAULO 0,13 ESTADO DE SÃO PAULO 0,03 3

4 O gráfico mostra o comportamento do Nível de Emprego Industrial, nas 35 Diretorias do CIESP analisadas, bem como em São Paulo - Capital, no mês de Setembro de 2013, com relação ao mês anterior. Variações Percentuais Comparativas Diretorias Regionais - Setembro de ,33 1,20 0,93 0,67 0,66 0,65 0,62 0,47 0,41 0,30 0,18 0,18 0,12 0,11 0,07 0,06 0,04-0,03-0,03-0,04-0,20-0,21-0,28-0,31-0,35-0,41-0,43-0,49-0,55-0,70-0,74-0,94-1,00-1,57-2,54-2,99-4,0-2,0 0,0 2,0 MARÍLIA SANTA BÁRBARA D'OESTE SOROCABA OSASCO BAURU COTIA BOTUCATU RIO CLARO SÃO PAULO CAPITAL SÃO CARLOS TAUBATÉ AMERICANA LIMEIRA PRESIDENTE PRUDENTE MOGI DAS CRUZES SÃO JOÃO DA BOA VISTA SÃO CAETANO DO SUL SÃO BERNARDO DO CAMPO JAÚ PIRACICABA CAMPINAS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIADEMA JACAREÍ MATÃO FRANCA GUARULHOS SANTO ANDRÉ SERTÃOZINHO INDAIATUBA ARAÇATUBA ARARAQUARA SANTOS JUNDIAÍ CUBATÃO 4

5 Estado de São Paulo, Grandes Regiões e Diretorias do CIESP em São Paulo Capital Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Ramos Industriais Estado de São Paulo Grande São Paulo Interior do Estado ABCD São Paulo Capital Produtos Alimentícios Bebidas 0,07 1,20-0,17 0,25 0,41 0,28-0,30 0,43 4,06 0,43 Produtos Têxteis 0,14 0,11 0,20-0,40-0,03 Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios 0,59 1,15 0,58 0,00 1,41 Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados -0,27-4,08-0,06 ** -2,52 Produtos de Madeira -0,13 0,44-0,58 0,00 0,22 Celulose, Papel e Produtos de Papel 0,38 0,24 0,64 0,42 0,98 Impressão e Reprodução de Gravações 0,07 0,31-0,49 0,40-0,42 Coque, Petróleo e Biocombustíveis -0,21-2,57-0,20-2,57 ** Produtos Químicos 0,73 0,61 0,90 0,16 0,83 Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos 1,02 1,26 0,20-6,63 1,66 Borracha e Plástico Produtos de Minerais Não Metálicos 0,17 0,16 0,19-0,74 0,48-0,08-0,52 0,17-2,61-0,20 Metalurgia -0,08 0,88-0,80 0,02 2,31 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos -0,24 0,05-0,30-0,57 0,60 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos -1,98-0,24-2,96-1,38-1,44 Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos -0,24 0,02-0,87 0,55 0,31 Máquinas e Equipamentos 0,66-0,19 1,59-3,54 0,10 Veículos Automotores e Autopeças -0,39-0,36-0,44-0,04-0,99 Outros Equipamentos de Transporte Móveis Produtos Diversos TOTAL 0,29 0,87 0,30 ** 1,65-0,15 1,15-0,48 2,97-0,58-0,86-2,40 0,34-5,28-0,85 0,03 0,13 0,00-0,23 0,41 (**) Resultado não disponível ou não calculado 5

6 Diretorias do CIESP na Região da Grande São Paulo Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Ramos Industriais Produtos Alimentícios Bebidas Cotia Diadema Guarulhos Diretorias Mogi das Cruzes Osasco Santo André São Bernardo do Campo São Caetano do Sul 1,75-0,09 6,50-0,48 0,89-2,57 1,30-0,18 ** ** -0,12-0,31-3,30 ** 4,06 ** Produtos Têxteis 2,67-0,61-3,34 2,03 0,00 ** 0,00 ** Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios 0,15 ** -0,69 ** 1,36 0,00 0,00 ** Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados ** ** -5,71-10,26 ** ** ** ** Produtos de Madeira ** ** 0,00 0,27 ** ** 0,00 ** Celulose, Papel e Produtos de Papel -0,56 0,24-4,20-0,18-0,03 0,00 2,22 0,00 Impressão e Reprodução de Gravações 2,26 ** -0,65-7,14 3,79 0,00 2,01 9,68 Coque, Petróleo e Biocombustíveis ** ** ** ** ** -2,57 ** ** Produtos Químicos 2,79 0,63-0,08 0,58-0,07-0,21 0,28 ** Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos 0,85-2,29-0,05 ** 0,22 ** -6,78 ** Borracha e Plástico 0,52-0,66-0,15 0,10 0,78-1,39-0,18-0,81 Produtos de Minerais Não Metálicos -3,77 22,22 1,22 0,36 0,00-1,30-3,13 0,00 Metalurgia -0,68 0,00 1,74-1,34-0,90 1,55-1,43-0,66 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos 0,24-1,01-1,66 0,43-0,41 1,31-2,26-3,46 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos -3,41-0,95 0,00-0,76 4,06 ** -7,14 ** Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos -0,79 ** -0,87 0,92-2,07 0,00 1,10 ** Máquinas e Equipamentos 0,00-5,69-1,41 0,66 ** 1,04 0,84 0,00 Veículos Automotores e Autopeças 0,84-0,63-0,12-0,38 0,29-0,20 0,10-0,24 Outros Equipamentos de Transporte 11,11 ** -0,47 ** 0,00 ** ** ** Móveis Produtos Diversos -0,61 8,70-2,42 1,17 0,00 1,99 2,17 3,00 0,00 6,56-3,05-0,48 3,24-16,02 7,08 0,00 TOTAL 0,65-0,31-0,49 0,07 0,67-0,55-0,03 0,04 (**) Resultado não disponível ou não calculado 6

7 Diretorias do CIESP no Interior do Estado de São Paulo Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra Intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Ramos Industriais Diretorias Americana Araçatuba Araraquara Bauru Botucatu Campinas Cubatão Produtos Alimentícios Bebidas -0,47-1,74-0,32-2,37-0,53-0,09-0,55-1,71 ** 2,27 0,66 0,88-1,05 ** Produtos Têxteis -0,31 ** -3,85 ** -0,18 0,47 ** Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios 0,00-2,44-0,86-0,60 1,38 6,03 ** Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados ** -0,44 ** ** 3,96 0,00 ** Produtos de Madeira 0,00 0,00 0,00 1,52-0,41-1,19 ** Celulose, Papel e Produtos de Papel ** -0,51 ** 9,76-0,78 0,57-75,76 Impressão e Reprodução de Gravações ** 0,00 ** -3,28 ** 0,00 ** Coque, Petróleo e Biocombustíveis ** -1,08-1,13 ** 1,76-0,19-0,26 Produtos Químicos 0,50 ** 0,00 2,46 2,08 0,40 0,43 Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos 0,92 ** 2,59 ** 1,20 0,26 ** Borracha e Plástico 0,56 2,75-1,73 4,23 3,84-0,26 ** Produtos de Minerais Não Metálicos ** 0,00-1,57 ** -1,63 0,00 0,00 Metalurgia 0,00 ** -0,95 ** ** 0,59-1,02 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos 0,00-1,85 0,96 6,10-2,78-0,87-3,90 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos 0,79 ** ** ** ** -2,95 ** Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos -0,65 1,66 ** -1,93 7,41-3,19 ** Máquinas e Equipamentos -2,09-2,04-0,18 2,39 0,52 1,88 ** Veículos Automotores e Autopeças -0,48 ** 0,00-3,70 2,31-0,57 ** Outros Equipamentos de Transporte ** ** 0,56 ** 0,96-0,11 ** Móveis Produtos Diversos ** -1,61-1,99-1,29 1,21 0,00 ** 46,67 0,00 ** -0,64 5,02-1,39 ** TOTAL 0,18-0,94-1,00 0,66 0,62-0,20-2,99 (**) Resultado não disponível ou não calculado 7

8 Diretorias do CIESP no Interior do Estado de São Paulo Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra Intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Ramos Industriais Diretorias Franca Indaiatuba Jacareí Jaú Jundiaí Limeira Marília Produtos Alimentícios Bebidas 0,17-1,25 0,00 0,08 0,76 0,60 1,56 ** 0,93-0,51 1,32-0,84 ** 4,87 Produtos Têxteis ** 0,07 1,28 ** -1,16-5,13 6,35 Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios 0,72-0,73-5,56-1,96 2,19 0,89 ** Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados -1,36 ** ** 0,62 ** ** 0,00 Produtos de Madeira ** -0,64 ** 1,32 1,24 1,82 1,54 Celulose, Papel e Produtos de Papel -2,17 0,46 0,19-0,66-0,24-0,10 0,00 Impressão e Reprodução de Gravações ** -1,20 ** ** ** 0,00 1,72 Coque, Petróleo e Biocombustíveis -1,68 ** ** ** ** ** 1,42 Produtos Químicos 2,54 0,95 0,75 0,00 0,38 1,59 4,00 Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos ** ** ** ** ** ** ** Borracha e Plástico 0,82 1,41-0,26-0,55-1,15 2,26 2,27 Produtos de Minerais Não Metálicos ** 0,83-0,56 1,74 0,47-1,30-4,08 Metalurgia 1,09-0,29-9,23 0,00 0,39 1,25-6,56 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos 8,33-0,68 1,48 0,00 0,68 0,40 3,12 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos ** -0,35 ** -1,63-31,16 ** ** Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos ** -2,13 ** 1,92-0,83 0,00-0,85 Máquinas e Equipamentos 0,00-0,85-0,21 ** -0,03 0,58 1,05 Veículos Automotores e Autopeças ** -0,65-2,88-0,82-3,43 0,37 ** Outros Equipamentos de Transporte ** ** -2,91 ** ** ** ** Móveis Produtos Diversos ** -20,00 ** -3,16 3,65 0,00 ** -1,58-2,61 ** 0,00-0,45-1,41-1,28 TOTAL -0,43-0,74-0,35-0,03-2,54 0,12 1,33 (**) Resultado não disponível ou não calculado 8

9 Diretorias do CIESP no Interior do Estado de São Paulo Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra Intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Diretorias Ramos Industriais Matão Piracicaba Presidente Prudente Rio Claro Sta. Bárbara D Oeste Santos São Carlos Produtos Alimentícios Bebidas 1,41 1,88 0,73-0,16-0,22-0,51-0,16 ** 4,23 2,94 0,62 0,00-5,91-0,49 Produtos Têxteis ** -0,74 ** 5,38 1,98 1,56-0,50 Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios -4,90-1,35 1,47 0,00 0,00-0,97 2,63 Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados ** ** 1,29 ** ** -5,26 ** Produtos de Madeira ** ** 1,60-5,91 ** ** ** Celulose, Papel e Produtos de Papel ** -0,32 2,56 4,01 ** ** -0,38 Impressão e Reprodução de Gravações ** -1,16 1,72 ** 0,00-4,63 ** Coque, Petróleo e Biocombustíveis ** 0,36-3,48 ** ** ** ** Produtos Químicos ** 0,28 2,17-0,21 ** 0,72 0,00 Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos ** ** ** ** ** ** ** Borracha e Plástico ** 2,53 ** 3,14 0,00-3,85 0,00 Produtos de Minerais Não Metálicos ** 0,10-3,85 0,15 ** 1,70 3,15 Metalurgia 0,00 0,99 0,00 0,44 1,34-60,00-0,81 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos -0,99-3,15-3,64-1,16 1,23-0,38-2,99 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos ** ** 0,00 ** ** ** ** Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos -0,93 ** ** 0,43 5,47 ** -0,32 Máquinas e Equipamentos -0,65 0,32-2,94 0,28 1,47-0,49 0,68 Veículos Automotores e Autopeças ** 0,46 1,72 0,00 ** ** 0,00 Outros Equipamentos de Transporte ** ** ** 0,00 ** ** 0,00 Móveis Produtos Diversos ** ** 0,54-0,97-4,36 0,00-2,44 ** -7,14-15,38 5,51 ** ** 2,90 TOTAL -0,41-0,04 0,11 0,47 1,20-1,57 0,30 (**) Resultado não disponível ou não calculado 9

10 Diretorias do CIESP no Interior do Estado de São Paulo Variação do Nível de Emprego Industrial Amostra Intencional Resultados para o mês de Setembro de 2013 Ramos Industriais São João da Boa Vista São José do Rio Preto Diretorias São José dos Campos Sertãozinho Sorocaba Taubaté Produtos Alimentícios Bebidas -0,66-1,17-0,63-0,86 0,29 1,35 1,14 0,11-1,26 ** 1,24 ** Produtos Têxteis -0,49 ** -0,19 ** 2,48 ** Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios 7,69 0,52 ** ** -0,33 ** Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados -4,17 2,00 ** ** ** ** Produtos de Madeira 3,33-1,09 ** ** 0,31 0,66 Celulose, Papel e Produtos de Papel -3,68 2,37-0,23 ** -0,09 8,33 Impressão e Reprodução de Gravações 0,00-1,46 0,00 ** -1,15-0,40 Coque, Petróleo e Biocombustíveis 0,00 0,05 ** -0,65 ** ** Produtos Químicos 0,00 1,69 1,30 ** 0,00 4,95 Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos ** 0,00 0,00 ** 0,00-0,98 Borracha e Plástico -2,00 0,00-0,18 ** 0,05 0,38 Produtos de Minerais Não Metálicos 0,29-0,32 0,13 ** -0,32 2,75 Metalurgia ** ** 0,96 2,17-0,31-1,77 Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos 0,22-1,67 ** -1,42-0,58-2,27 Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos ** ** 0,39 0,22-0,38-3,07 Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos ** 0,20 0,00 ** -1,43 ** Máquinas e Equipamentos -0,56 0,00 3,15-0,34 8,16-0,28 Veículos Automotores e Autopeças 0,84 2,22-1,87 ** 0,26 0,04 Outros Equipamentos de Transporte 0,00 ** 0,25 ** ** 2,65 Móveis Produtos Diversos 0,00 0,40 0,00 ** 1,22 ** ** -1,77 2,33 ** 0,00 ** TOTAL 0,06-0,28-0,21-0,70 0,93 0,18 (**) Resultado não disponível ou não calculado 10

11 DESEMPENHO NO ANO Os dados obtidos no ano indicam comportamento positivo em 22 Diretorias Regionais. As que mais se destacaram dentre estas foram: Araçatuba (7,86%); Sertãozinho (7,76%); Botucatu (7,38%); Santa Bárbara d Oeste (7,31%); e São José do Rio Preto (5,10%). As Diretorias Regionais que mais se destacaram entre as 12 que apresentaram variações negativas foram: Cubatão (-5,47%); Santos (-3,90%); Santo André (-3,40%); Guarulhos (-3,23%); e Campinas (-1,59%). Para São Paulo Capital a variação ficou estável em -0,02%. O ABCD variou -1,08%, a Grande São Paulo teve queda de -0,58%, o interior do Estado variou 2,66% e o Estado de São Paulo como um todo cresceu em 1,55%. DESEMPENHO EM 12 MESES Os dados obtidos em 12 meses indicam comportamento positivo em 10 Diretorias Regionais. As que mais se destacaram dentre estas foram: Santa Bárbara d Oeste (8,25%); Botucatu (7,21%); Mogi das Cruzes (2,90%); Marília (2,89%); e Sorocaba (2,78%). As que mais se destacaram entre as 25 Diretorias que apresentaram variações negativas foram: Cubatão (-9,35%); Jaú (-7,44%); Piracicaba (-5,27%); Franca (-5,17%); e Santos (-4,93%). Para São Paulo Capital a variação foi negativa em -1,92%. O ABCD variou -2,19%, a Grande São Paulo teve queda de -1,51%, o interior do Estado variou negativamente, ficando em -1,56% e o Estado de São Paulo como um todo teve uma queda de -1,46%. 11

12 O quadro mostra o comportamento do Nível de Emprego Industrial, nas 35 Diretorias do CIESP analisadas, bem como em São Paulo Capital, ABCD, Grande São Paulo, Interior do Estado e o Estado de São Paulo no mês de Setembro 2012/13 e os acumulados no ano e em 12 meses. DIRETORIAS REGIONAIS E GRANDES REGIÕES NO MÊS VARIAÇÕES NO ANO 12 MESES AMERICANA -0,66 0,18 1,69 0,21 ARAÇATUBA -0,73-0,94 7,86-4,68 ARARAQUARA -0,82-1,00 2,85-2,59 BAURU -0,31 0,66 1,86 0,88 BOTUCATU 0,17 0,62 7,38 7,21 CAMPINAS -0,04-0,20-1,59-2,60 COTIA 0,41 0,65 0,40-1,40 CUBATÃO -1,96-2,99-5,47-9,35 DIADEMA -0,06-0,31 0,83-1,88 FRANCA -0,32-0,43 3,37-5,17 GUARULHOS 0,35-0,49-3,23-4,61 INDAIATUBA 0,10-0,74 0,03-2,35 JACAREÍ 0,09-0,35 2,03-0,50 JAÚ -0,70-0,03 5,08-7,44 JUNDIAÍ -0,16-2,54-1,49-3,30 LIMEIRA 0,01 0,12 1,03 0,81 MARÍLIA 0,12 1,33 3,99 2,89 MATÃO 2,36-0,41-1,34-2,30 MOGI DAS CRUZES 0,53 0,07 1,30 2,90 OSASCO -0,24 0,67-1,36-1,57 PIRACICABA -0,68-0,04 2,20-5,27 PRESIDENTE PRUDENTE 0,21 0,11 3,40-2,04 RIO CLARO -0,21 0,47 4,61 2,18 SANTA BÁRBARA D'OESTE -0,54 1,20 7,31 8,25 SANTO ANDRÉ 0,92-0,55-3,40-3,01 SANTOS -1,14-1,57-3,90-4,93 SÃO BERNARDO DO CAMPO -0,23-0,03-0,62-1,75 SÃO CAETANO DO SUL 0,62 0,04-1,14-2,43 SÃO CARLOS 0,35 0,30 3,59-1,78 SÃO JOÃO DA BOA VISTA -0,22 0,06-1,09-1,81 SÃO JOSÉ DO RIO PRETO -0,14-0,28 5,10 2,00 SÃO JOSÉ DOS CAMPOS -0,85-0,21-1,53-1,09 SÃO PAULO CAPITAL 0,10 0,41-0,02-1,92 SERTÃOZINHO -0,01-0,70 7,76-2,68 SOROCABA 0,44 0,93 4,62 2,78 TAUBATÉ 0,39 0,18 0,23-1,86 ABCD 0,22-0,23-1,08-2,19 GRANDE SÃO PAULO 0,19 0,13-0,58-1,51 INTERIOR DO ESTADO -0,08 0,00 2,66-1,56 ESTADO DE SÃO PAULO -0,01 0,03 1,55-1,46 12

13 Os gráficos mostram o comportamento do Nível de Emprego na Região da Grande São Paulo e nas Diretorias do Interior analisadas nos acumulados no ano e em 12 meses. 10,00 Variações Percentuais Acumuladas no Ano e em 12 Meses REGIÃO DA GRANDE SÃO PAULO 5,00 0,00-5,00-10,00 COTIA DIADEMA GUARULHOS MOGI DAS CRUZES OSASCO SANTO ANDRÉ SÃO SÃO CAETANO BERNARDO DO DO SUL CAMPO SÃO PAULO CAPITAL ANO 12 MESES Variações Percentuais Acumuladas no Ano e em 12 Meses DIRETORIAS DO INTERIOR 25,00 0,00-25,00 AMERICANA ANO ARAÇATUBA ARARAQUARA BAURU 12 MESES BOTUCATU CAMPINAS CUBATÃO FRANCA INDAIATUBA JACAREÍ JAÚ JUNDIAÍ LIMEIRA MARÍLIA MATÃO PIRACICABA PRESIDENTE PRUDENTE RIO CLARO SANTA BÁRBARA D'OESTE SANTOS SÃO CARLOS SÃO JOÃO DA BOA VISTA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SERTÃOZINHO SOROCABA TAUBATÉ FIESP/CIESP - PESQUISA Setembro de

PANORAMA DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO BRASILEIRA

PANORAMA DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO BRASILEIRA PANORAMA DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO BRASILEIRA 3ª Edição Última atualização 07 de Março de 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 5 1. A DESINDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL... 6 1.1. Evolução da Participação da Indústria

Leia mais

CONTRATOS TV POR ASSINATURA

CONTRATOS TV POR ASSINATURA CONTRATOS TV POR ASSINATURA CIDADE LOCAL DE Nº DE DATA DE AMERICANA SP Oficial de Registro de Títulos e Documentos de Americana - SP 233339 28/12/2007 ANAPOLIS GO 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

Guia da internet 2013

Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 1 2 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 3 Região Metropolitana de São Paulo Cajamar Santana de Parnaíba Carapicuíba Presidente Prudente Embu Teodoro

Leia mais

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Este trabalho desenvolvido pelo pesquisador estatístico José Peres Netto, cria um ranking de criminalidade nos 60 maiores municípios de São Paulo

Leia mais

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda São Paulo, dezembro de 2004 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Estado de São Paulo Outubro de 2004 Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

Aprendizes Disponíveis para Contratação - Fonte: SENAI-DTI - 4.368 alunos sem emprego em Maio de 2014

Aprendizes Disponíveis para Contratação - Fonte: SENAI-DTI - 4.368 alunos sem emprego em Maio de 2014 Americana Prof. João Baptista Salles da Silva Americana Eletricista de Manutenção 1.600 1 3 Americana Prof. João Baptista Salles da Silva Americana Eletricista de Manutenção 1.600 3 1 Americana Prof. João

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA 2015 CIDADE CURSOS TURNO INSCRITO VAGA C/V

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA 2015 CIDADE CURSOS TURNO INSCRITO VAGA C/V FATECs CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA 2015 CIDADE CURSOS TURNO INSCRITO VAGA C/V Análise e Desenvolvimento de Sistemas Manhã 130 40 3,25 Análise e Desenvolvimento

Leia mais

Pesquisa Impactos da Escassez de Água. Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014

Pesquisa Impactos da Escassez de Água. Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014 Pesquisa Impactos da Escassez de Água Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014 Perfil Foram ouvidas 487 empresas localizadas no Estado do Rio de Janeiro A maioria é de pequeno porte (76,8%);

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular Plano (Denominação do Plano de Serviço) 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação

Leia mais

FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA

FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA RELAÇÃO CANDIDATO/VAGA CURSOS VAGAS 2013/2.º INSCRITOS C/V FATEC AMERICANA Análise e Desenvolvimento de Sistemas Manhã 40 112 2,80 Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tarde

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

CONCURSO ACELERA - JOVENS EM AÇÃO. Parceria:

CONCURSO ACELERA - JOVENS EM AÇÃO. Parceria: CONCURSO ACELERA - JOVENS EM AÇÃO Parceria: 2014 APRESENTAÇÃO O SESI-SP entende o Esporte como uma ferramenta para a transformação social de crianças e adolescentes, oportunizando o desenvolvimento de

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Diretoria de Pesquisas

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Diretoria de Pesquisas Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Diretoria de Pesquisas Investimento em Controle Ambiental das Indústrias no Brasil 1997/2002 Rio de Janeiro

Leia mais

No período considerado, cerca de 17% das unidades produtivas faziam uso de equipamentos de automação industrial no Estado de São Paulo.

No período considerado, cerca de 17% das unidades produtivas faziam uso de equipamentos de automação industrial no Estado de São Paulo. Automação Industrial A Pesquisa da Atividade Econômica Regional disponibiliza informações sobre a difusão de automação industrial nas indústrias paulistas que, em seu conjunto, expressa as dinâmicas comportamentais

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 20 - PRIMEIRA DIVISÃO - 2015

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 20 - PRIMEIRA DIVISÃO - 2015 CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 20 - PRIMEIRA DIVISÃO - 2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES GRUPO 01 ATLÉTICO MONTE AZUL BARRETOS ESPORTE CLUBE BOTAFOGO FUTEBOL CLUBE CLUBE ATLÉTICO LINENSE CLUBE ATLÉTICO

Leia mais

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013 APOIO ÀS MPME s CIESP Campinas SP 28/05/2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital de

Leia mais

15ª. Região Ano 2014. Resíduo em Dez/2014 1.159 1.310 1.944 2.259 1.901 2.399 965 1.923 813 2.265 297 270 798 890 1.370 1.435 1.202 1.261 1.375 1.

15ª. Região Ano 2014. Resíduo em Dez/2014 1.159 1.310 1.944 2.259 1.901 2.399 965 1.923 813 2.265 297 270 798 890 1.370 1.435 1.202 1.261 1.375 1. 1ª de Adamantina 1ª de Americana 2ª de Americana Américo Brasiliense - Posto Avançado 1ª de Amparo 1ª de Andradina 1ª de Aparecida 1ª de Araçatuba 2ª de Araçatuba 3ª de Araçatuba 1ª de Araraquara 2ª de

Leia mais

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE Relatório de Pesquisa de Mercado sobre o Desenvolvimento de Software no Brasil 16 a Edição Novembro de 2000 O

Leia mais

Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico

Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico Fecomercio-SP/E-bit apresentação A Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico para o Estado de São Paulo (Pesquisa Fecomercio-SP/E-bit) é realizada com dados

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 15-2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 15-2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 15-2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES GRUPO 01 BANDEIRANTE ESPORTE CLUBE CLUBE ATLÉTICO ASSISENSE CLUBE ATLÉTICO LINENSE CLUBE ATLÉTICO PENAPOLENSE GRÊMIO DESPORTIVO PRUDENTE

Leia mais

Cursos e Vagas N.º 70

Cursos e Vagas N.º 70 2.º semestre UNIBERO BRIGADEIRO Av. Brigadeiro Luís Antônio, 871 CEP 01317-001 São Paulo SP Tels.: (11) 3014-9900 Internet: www.vestibulares.br N.º 70 MANUAL: pela Internet. TAXA: R$ 25,00. INSCRIÇÕES:

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Centro Sebrae em Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente Wanderson

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo.

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo. SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Carlos Alberto Freitas Barreto CHEFE DO CENTRO DE ESTUDOS TRIBUTÁRIOS E ADUANEIROS Claudemir Rodrigues Malaquias COORDENADOR DE PREVISÃO E ANÁLISE Raimundo Eloi

Leia mais

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 1 Características do estudo OBJETIVO: Elaborar um mapeamento das MPEs no Estado de São Paulo: - por setores e segmentos

Leia mais

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 1 Características do estudo OBJETIVO: Elaborar um mapeamento das MPEs no Estado de São Paulo: - por setores e segmentos

Leia mais

NET - Plataforma de Integração

NET - Plataforma de Integração NET - Plataforma de Integração Controle do Documento Nome do Arquivo Autor(es) Original NET - Plataforma de Integração Ivan de Queiroz Versão Data Autor(es) Mudanças Revisor(es) 1 25/04/11 Ivan de Queiroz

Leia mais

ANHANGUERA EDUCACIONAL PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR UNIFICADO/2015 2.º semestre

ANHANGUERA EDUCACIONAL PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR UNIFICADO/2015 2.º semestre 2.º semestre UNIBERO BRIGADEIRO Av. Brigadeiro Luís Antônio, 871 Bela Vista CEP 01317-001 São Paulo SP Tels.: (11) 3014-9900 Internet: www.vestibulares.br N.º 99 MANUAL: pela Internet. TAXA: R$ 30,00.

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Estado de São Paulo 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL São Paulo 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São

Leia mais

REFORMAS ESTATUTÁRIAS

REFORMAS ESTATUTÁRIAS REFORMAS ESTATUTÁRIAS Dar nova redação a aliena k do artigo 2º k) elaborar e imprimir em gráfica própria ou de terceiros, jornais, revistas e periódicos de interesse da categoria e do público em geral,

Leia mais

Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO

Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO JUNHO DE 2012 SUMÁRIO 1 Apresentação... 3 2 Quem pode se inscrever em cursos da RETEC... 3 3 Em quais cursos o aluno poderá se

Leia mais

O Estado de São Paulo no Censo 2010. Elaboração : Suzana Pasternak

O Estado de São Paulo no Censo 2010. Elaboração : Suzana Pasternak O Estado de São Paulo no Censo 2010 Elaboração : Suzana Pasternak Colaboraram Lucia Maria Machado Bógus e Eliana Rodrigues Introdução O Estado de São Paulo atinge, em 2010, uma população de 41.252.162

Leia mais

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE Relatório de Pesquisa de Mercado sobre o Desenvolvimento de Software no Brasil 22 a Edição Novembro de 2002 O

Leia mais

Censo 2012 de Capitais. Estrangeiros no País. Perguntas mais frequentes

Censo 2012 de Capitais. Estrangeiros no País. Perguntas mais frequentes Censo 2012 de Capitais Estrangeiros no País Perguntas mais frequentes 2 3 Índice 1 Quem deve declarar?... 6 1.1 A Circular nº 3.602 de 25 de junho de 2012, em seu artigo 2º, define quem está obrigado a

Leia mais

Análise do perfil dos empreendedores. Novembro/2013

Análise do perfil dos empreendedores. Novembro/2013 Análise do perfil dos empreendedores Novembro/2013 2 SUMÁRIO Como chegamos nos números? O Estado de São Paulo e as deficiências Perfil do empreendedores com deficiência Como é no meu Escritório Regional

Leia mais

Diretoria. Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015. Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar. Dr.

Diretoria. Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015. Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar. Dr. Boletim Informativo Emprego em Guarulhos Mês de referência: abril/2015 Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015 Diretoria Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar Secretário

Leia mais

O sistema estadual de inovação do estado do Rio de Janeiro

O sistema estadual de inovação do estado do Rio de Janeiro O sistema estadual de inovação do estado do Rio de Janeiro Uma contribuição ao diálogo de políticas entre o governo do estado do Rio de Janeiro e o Banco Interamericano de Desenvolvimento Geciane Silveira

Leia mais

IDEAL 420 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS

IDEAL 420 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS IDEAL 420 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS ESTADO CIDADE PRESTADOR SP AMERICANA HOSPITAL SAMAM SP AMERICANA HOSPITAL SAO FRANCISCO DE AMERICANA SP AMERICANA HOSPITAL SAO LUCAS SP AMPARO BENEFICENCIA PORTUGUESA

Leia mais

Janeiro 6 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 08 - Reunião de pré-senatus 10 - Reunião do Senatus 13 - Hora Santa - Sede às 15 horas 14 - Reunião da Equipe

Leia mais

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO Com um médico para 410 habitantes, taxa cresceu 33% em dez anos, revela levantamento do Cremesp realizado em março de 2010 Aconcentração de médicos

Leia mais

N.º 141 CONTINUAÇÃO NO INFORMATIVO N.º 141A

N.º 141 CONTINUAÇÃO NO INFORMATIVO N.º 141A 1.º semestre CAMPUS BRIGADEIRO Av. Brigadeiro Luís Antônio, 871 Bela Vista CEP 01317-001 São Paulo SP Tels.: (11) 0800-941 4444/3014-9900 Internet: www.vestibulares.br N.º 141 MANUAL: pela Internet. TAXA:

Leia mais

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE

O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE O Mercado Brasileiro de tecnologia da Informação ao alcance da sua empresa BRASIL SOFTWARE Relatório de Pesquisa de Mercado sobre o Desenvolvimento de Software no Brasil 18 a Edição Julho de 2001 O Mercado

Leia mais

Região Zona da Mata. Regional Agosto 2013

Região Zona da Mata. Regional Agosto 2013 O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Zona da Mata engloba a Fiemg Regional Zona da Mata. Região Zona da Mata GLOSSÁRIO Setores que fazem

Leia mais

Participação das Micro e Pequenas Empresas na Economia Brasileira

Participação das Micro e Pequenas Empresas na Economia Brasileira Participação das Micro e Pequenas Empresas na Economia Brasileira Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Gestão Estratégica UGE Participação das Micro e Pequenas Empresas

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 11-2015

CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 11-2015 CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL SUB 11-2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES CLUBE ATLÉTICO VOTUPORANGUENSE GRÊMIO DESPORTIVO PRUDENTE MARÍLIA ATLÉTICO CLUBE MIRASSOL FUTEBOL CLUBE RIO PRETO ESPORTE CLUBE GRUPO

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA QUÍMICA Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA QUÍMICA Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE ORDEM C I. I - EXAME DE ATRIBUIÇÕES SÃO BERNARDO D CAMPO 1 C-183/1988 V2 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL INACIANA PADRE SABÓIA DE MEDEIROS Curso: ENGENHARIA TÊXTIL SUPOPE

Leia mais

Consumo de energia elétrica e o comportamento da produção. industrial: uma análise a partir da economia paulista

Consumo de energia elétrica e o comportamento da produção. industrial: uma análise a partir da economia paulista Consumo de energia elétrica e o comportamento da produção industrial: uma análise a partir da economia paulista Evandro Filie Alampi e Everaldo Santos Melazzo FCT/UNESP - Presidente Prudente-SP (Brasil)

Leia mais

CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO

CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO 1 CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO Desembargador José Roberto Neves Amorim Coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos NUPEMEC

Leia mais

Redes HFC. Redes inteligentes X Redes não tão inteligentes. Alexandre Annenberg 03/06/2008

Redes HFC. Redes inteligentes X Redes não tão inteligentes. Alexandre Annenberg 03/06/2008 Redes HFC Redes inteligentes X Redes não tão inteligentes Alexandre Annenberg 03/06/2008 CADEIA DE VALOR PRODUÇÃO (provimento) GLOBOSAT FOX TURNER DISCOVERY MTV BBC INDEPENDENTES TRANSPORTE (redes) DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps Plano (Denominação do Plano de Serviço) 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação Multimídia é aplicável

Leia mais

Empresas enfrentam dificuldades no licenciamento ambiental

Empresas enfrentam dificuldades no licenciamento ambiental Ano 5, Nº.2 - junho de 2007 Empresas enfrentam dificuldades no licenciamento ambiental A indústria brasileira está, cada vez mais, empenhada em adotar práticas de gestão ambiental que reduzam os conflitos

Leia mais

Consulting Seguros Corretora de Seguros

Consulting Seguros Corretora de Seguros Consulting Seguros Corretora de Seguros MEDISANITAS BRASIL - JULHO 2014 - Taxa de Adesão: PME I = R$ 30,00 / PME II = R$ 50,00 http://consultingseguros.com.br (11 ) (11 ) 2013-2307 TABELA DE 03 A 29 Vidas/Beneficiários

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.049, DE 19 DE JUNHO DE 2008 (Lei Paulista de Inovação)

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.049, DE 19 DE JUNHO DE 2008 (Lei Paulista de Inovação) LEI COMPLEMENTAR Nº 1.049, DE 19 DE JUNHO DE 2008 (Lei Paulista de Inovação) Dante Martinelli Coordenador de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo A Lei

Leia mais

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor O que é Plano de Saúde? EXPEDIENTE Texto Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor Revisão Coordenadoria de Comunicação

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

Programa de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo

Programa de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo Programa de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Territorial CONCEITO

Leia mais

Carta Coex 181/2011. São Paulo, 01 de setembro de 2011. Às empresas. Alcatel-Lucent Brasil S/A. Huawei do Brasil Telecomunicações Ltda.

Carta Coex 181/2011. São Paulo, 01 de setembro de 2011. Às empresas. Alcatel-Lucent Brasil S/A. Huawei do Brasil Telecomunicações Ltda. Carta Coex 181/2011 São Paulo, 01 de setembro de 2011. Às empresas Alcatel-Lucent Brasil S/A Huawei do Brasil Telecomunicações Ltda. LG Eletronics de São Paulo Ltda. Motorola Industrial Ltda. Motorola

Leia mais

Geração de Trabalho e Renda de forma Sustentável. Proteção das Águas

Geração de Trabalho e Renda de forma Sustentável. Proteção das Águas Geração de Trabalho e Renda de forma Sustentável Proteção das Águas DAJAC LIRIUM TREVO GIGLIO TRANSOIL BRENTEL OESTE VERDE BIOMAIS APAS AGÊNCIA BAMBUO SINESP SABESP CNTUR ABRESI CIESP MCCAIN EDITORA GLOBO

Leia mais

PREMIUM 840 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS

PREMIUM 840 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS PREMIUM 840 - PRINCIPAIS HOSPITAIS E/OU PS ESTADO CIDADE PRESTADOR SP AMERICANA HOSPITAL SAMAM SP AMERICANA HOSPITAL SAO FRANCISCO DE AMERICANA SP AMERICANA HOSPITAL SAO LUCAS SP AMPARO BENEFICENCIA PORTUGUESA

Leia mais

Vendas têm maior crescimento do ano em outubro

Vendas têm maior crescimento do ano em outubro Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Estado de São Paulo Outubro de 2006 Vendas têm maior crescimento do ano em outubro Outubro foi o melhor mês do ano para as imobiliárias paulistas por

Leia mais

DIREÇÃO CERTA FINAMAX

DIREÇÃO CERTA FINAMAX FINAMAX S/A C.F.I. - DIREÇÃO CERTA FINAMAX REGULAMENTO - Condições Gerais: 1. Finamax S/A Crédito, Financiamento e Investimento, estabelecida na Rua Rangel Pestana, 681, Centro, Jundiaí-SP, inscrita no

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social lança Selo Amigo do Idoso e anuncia a construção de novos equipamentos para idosos

Secretaria de Desenvolvimento Social lança Selo Amigo do Idoso e anuncia a construção de novos equipamentos para idosos PRESS RELEASE ~""rl.d.r:oo.:i'nfimt'1~ ~,..jit lança Selo Amigo do Idoso e anuncia a construção de novos equipamentos para idosos Para obtenção do Selo Pleno, o município terá que desenvolver ações voltadas

Leia mais

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI SENADO FEDERAL COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE AUDIÊNCIA PÚBLICA: IDÉIAS E PROPOSTAS PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO SESI

Leia mais

GUIA. Auditagem 470 MIL. leitores impactados por edição. Editora Oficial CATEGORIA CUSTOMIZADA IMPRESSO WEB TABLETS SMARTPHONES APPS

GUIA. Auditagem 470 MIL. leitores impactados por edição. Editora Oficial CATEGORIA CUSTOMIZADA IMPRESSO WEB TABLETS SMARTPHONES APPS GUIA 470 MIL leitores impactados por edição Auditagem Editora Oficial XI CATEGORIA CUSTOMIZADA IMPRESSO WEB TABLETS SMARTPHONES APPS CONCEITO A publicação da Casa do Construtor é dirigida ao segmento da

Leia mais

V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO

V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO A Defensoria Pública do Estado de São Paulo comunica que a prova do V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO será aplicada no dia 19/06/2011, das 9:00 às 12:30 horas,

Leia mais

ORIGEM DO CENTRO PAULA SOUZA

ORIGEM DO CENTRO PAULA SOUZA DESENVOLVE SP 11 DE NOVEMBRO DE 2014 ORIGEM DO CENTRO PAULA SOUZA CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO FOI CRIADO EM 1969 E IMPLANTADO EM 1970 PELO GOVERNADOR ROBERTO COSTA DE ABREU SODRÉ.

Leia mais

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a 2014 MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. São 165 unidades

Leia mais

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA LINHAS DE FINANCIAMENTO E ACESSO AO CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO 13 / 4 / 09 ACESSO AO CRÉDITO PARA AS MICROS E

Leia mais

PESQUISA DA DEMANDA NACIONAL POR SERVIÇOS TECNOLÓGICOS

PESQUISA DA DEMANDA NACIONAL POR SERVIÇOS TECNOLÓGICOS PESQUISA DA DEMANDA NACIONAL POR SERVIÇOS TECNOLÓGICOS RELATÓRIO TÉCNICO O conteúdo deste documento é de exclusiva responsabilidade da equipe técnica do Estudo da Demanda Nacional por Serviços Tecnológicos.

Leia mais

COPA PAULISTA DE FUTEBOL - 2015

COPA PAULISTA DE FUTEBOL - 2015 COPA PAULISTA DE FUTEBOL - 2015 ASSOCIAÇÕES PARTICIPANTES GRUPO 01 CLUBE ATLÉTICO LINENSE LINS CLUBE ATLÉTICO PENAPOLENSE PENÁPOLIS GRÊMIO CATANDUVENSE DE FUTEBOL CATANDUVA MIRASSOL FUTEBOL CLUBE MIRASSOL

Leia mais

BOLETIM MENSAL Março/2010. DADOS: CAGED (MTE) Março/2010 RAIS (MTE) 2008

BOLETIM MENSAL Março/2010. DADOS: CAGED (MTE) Março/2010 RAIS (MTE) 2008 BOLETIM MENSAL Março/2010 DADOS: CAGED (MTE) Março/2010 RAIS (MTE) 2008 Este número do Boletim do Observatório do Emprego e do Trabalho da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) apresenta

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE SECRETÁRIO DE ESCOLA O Diretor

Leia mais

Interiorização da Indústria Sistema FIEB

Interiorização da Indústria Sistema FIEB Interiorização da Indústria Sistema FIEB Ações - 2012 Centro das Indústrias do Estado da Bahia (CIEB) / Superintendência de Desenvolvimento Industrial (SDI) Julho de 2012 0 1 Contextualização A política

Leia mais

Confira a lista de instituições conveniadas: Universidade Bandeirante De São Paulo. Centro Universitário Claretiano

Confira a lista de instituições conveniadas: Universidade Bandeirante De São Paulo. Centro Universitário Claretiano Confira a lista de instituições conveniadas: Universidade Bandeirante De São Paulo Centro Universitário Claretiano Batatais Faculdades Integradas Claretianas Rio Claro Faculdade Bertioga Bertioga UNIVERSIDADE

Leia mais

COMENTÁRIOS. Em agosto de 2015, o total do pessoal ocupado assalariado na. indústria mostrou queda de 0,8% frente ao patamar do mês imediatamente

COMENTÁRIOS. Em agosto de 2015, o total do pessoal ocupado assalariado na. indústria mostrou queda de 0,8% frente ao patamar do mês imediatamente COMENTÁRIOS PESSOAL OCUPADO ASSALARIADO Em agosto de 2015, o total do pessoal ocupado assalariado na indústria mostrou queda de 0,8% frente ao patamar do mês imediatamente anterior, na série livre de influências

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE Departamento de Estudos Econômicos - DEE

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE Departamento de Estudos Econômicos - DEE Nota Técnica n. 01/2015/DEE Assunto: Apresentação do teste econométrico como evidência quantitativa da presença da GVT sobre os estoques de assinatura e a análise de concentrações em complementaridade

Leia mais

SONDAGEM ESPECIAL INDÚSTRIA TOTAL

SONDAGEM ESPECIAL INDÚSTRIA TOTAL Ano 4 Número 2 ISSN 2317-7330 Julho de 2014 www.cni.org.br TERCEIRIZAÇÃO Insegurança jurídica é principal dificuldade enfrentada pelas empresas que terceirizam 70% das empresas industriais (transformação,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS INSTITUTO AGRONÔMICO IAC

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS INSTITUTO AGRONÔMICO IAC GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS INSTITUTO AGRONÔMICO IAC CENTRO DE MONITORAMENTO E MITIGAÇÃO DE SECA E ADVERSIDADES

Leia mais

Instituições que participam do projeto

Instituições que participam do projeto Instituições que participam do projeto Academia de Ensino Superior Associação Educacional Toledo Centro de Educação Tecnológica Carlos Drummond de Andrade Centro de Educação Tecnologica Da Alta Paulista

Leia mais

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C 1 PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE C N DE RELATOR PROPOSTA 54 C-0381/07 Crea-SP Termo de Cooperação

Leia mais

NOVAS ESTIMATIVAS DO MODELO DE GERAÇÃO DE EMPREGOS DO BNDES* Sheila Najberg** Roberto de Oliveira Pereira*** 1- Introdução

NOVAS ESTIMATIVAS DO MODELO DE GERAÇÃO DE EMPREGOS DO BNDES* Sheila Najberg** Roberto de Oliveira Pereira*** 1- Introdução NOVAS ESTIMATIVAS DO MODELO DE GERAÇÃO DE EMPREGOS DO BNDES* Sheila Najberg** Roberto de Oliveira Pereira*** 1- Introdução O Modelo de Geração de Empregos do BNDES 1 (MGE) estima o número de postos de

Leia mais

Estratégias de Gestão da Produção

Estratégias de Gestão da Produção Estratégias de Gestão da Produção Ao longo da década de 90, o sistema produtivo nacional e paulista passou por um intenso processo de reestruturação e de internacionalização, estimulado pela mudança do

Leia mais

COORDENADORIA DE REGIÕES DE SAÚDE - CRS

COORDENADORIA DE REGIÕES DE SAÚDE - CRS COORDENADORIA DE REGIÕES DE SAÚDE - CRS PROGRAMA PRÓ - SANTA CASA II Avaliação 2009 OUTEIRO DE SANTA CATARINA - 1ª SANTA CASA NO BRASIL - 1543 Objetivo: PROGRAMA PRÓ - SANTA CASA II Apoiar financeiramente,

Leia mais

Encontro com a Imprensa 2013_

Encontro com a Imprensa 2013_ Encontro com a Imprensa 2013_ Bem-vindos à Academia Wayra_ Dublin London 300 startups, sendo 28 do Brasil México DF Bogotá Lima Santiago Madrid Caracas São Paulo Buenos Aires 45 milhões de dólares já investidos

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA QUÍMICA Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA QUÍMICA Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE ORDEM A I. I - REQUER CERTIDÃO DE ACERVO TECNICO - CAT OESTE 1 A-446/2010 V2 RODRIGO ROMERO PENHA II - PROCESSOS DE ORDEM C II. II - EXAME DE ATRIBUIÇÕES SÃO CARLOS 2 C-282/1975 V3 CENTRO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA II, SQC-II-QM EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA II, SQC-II-QM EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA II, SQC-II-QM EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES O Diretor do Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Educação, à vista do despacho de

Leia mais

ASSOCIACAO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS J A M MANTENEDORA JACAREI AMPARA MENORES ASSOCIACAO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE SUZANAP

ASSOCIACAO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS J A M MANTENEDORA JACAREI AMPARA MENORES ASSOCIACAO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE SUZANAP EXERCÍCIO ORDEM BANCÁRIA DATA EMISSÃO CNPJ NOME FAVORECIDO VALORES PROJETO 2014 441001 25/06/2014 52382264000150 5.440,00 2014 441002 25/06/2014 45214137000187 J A M MANTENEDORA JACAREI AMPARA MENORES

Leia mais

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL 1 Kit de Cálculo 0111K1 Prezado Corretor, Você está recebendo a nova versão do Kit de Cálculo 0111K1, com novidades importantes. Leia atentamente este Informe Técnico para entender o que muda nos seguros

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO PACOTES DOS SERVIÇOS VIVO FIBRA

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO PACOTES DOS SERVIÇOS VIVO FIBRA REGULAMENTO DA PROMOÇÃO PACOTES DOS SERVIÇOS VIVO FIBRA CONTRATO INDIVIDUAL Esta Promoção é realizada pela Vivo, nas seguintes condições: 1. Das Definições 1.1 Fibra: Tecnologia mais moderna oferecida

Leia mais

ANEXO II Autorização para geração da NFS-e a partir de 05/01/2015. Descrição do Código CNAE 2.0

ANEXO II Autorização para geração da NFS-e a partir de 05/01/2015. Descrição do Código CNAE 2.0 6201-5/00 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda 01.01 6201-5/00 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda 01.02 6190-6/01 Provedores de acesso às redes de comunicações

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 96/214 Termo de Referência 1. Objeto Contratação de empresa para prestação de serviço de telefonia fixa comutada e de acesso à internet banda larga. 2. Justificativa A referida

Leia mais

DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO Nome Endereço Telefone Município Tipo R. JOSÉ BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 6829.5000 4433.0060

DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO Nome Endereço Telefone Município Tipo R. JOSÉ BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 6829.5000 4433.0060 ESTADUAL DE DIADEMA - SERRARIA DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO R. JOSÉ 11- DIADEMA BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 DAS CLÍNICAS LUZIA DE PINHO MELO ESTADUAL MÁRIO COVAS DE SANTO ANDRÉ CENTRO AR DO MUNICÍPIO DE SANTO

Leia mais

http://www.simuladoronline.com/arearestrita/simulador/tabela/tabelacomum/eyjpzf91...

http://www.simuladoronline.com/arearestrita/simulador/tabela/tabelacomum/eyjpzf91... Page 1 of 6 http://www.centraldeseguros.com.br/ ( ) Contato - UNIVERSAL SAÚDE - FEVEREIRO 2014 - Taxa de Adesão: PME I = R$ 30,00 / PME II = R$ 50,00 TABELA DE 03 A 29 Vidas/Beneficiários Planos MARTE

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA N o 125. Janeiro/1981

CIRCULAR TÉCNICA N o 125. Janeiro/1981 IPEF: FILOSOFIA DE TRABALHO DE UMA ELITE DE EMPRESAS FLORESTAIS BRASILEIRAS PBP/3.1.9.6. CIRCULAR TÉCNICA N o 125 Janeiro/1981 ISSN 01003453 BIOMASSA DE FLORESTAS PLANTADAS COMO FONTE ALTERNATIVA DE ENERGIA

Leia mais

Relatório da Receita Tributária

Relatório da Receita Tributária Relatório da Receita Tributária DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA Janeiro de 2004 1 APRESENTAÇÃO E NOTAS 2 ANÁLISE DA RECEITA TRIBUTÁRIA TOTAL 4 ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DE

Leia mais

PLANO DE AÇÕES DE COMUNICAÇÃO E SERVIÇOS

PLANO DE AÇÕES DE COMUNICAÇÃO E SERVIÇOS PLANO DE AÇÕES DE COMUNICAÇÃO E SERVIÇOS Prezado Expositor, Estamos na reta final para a realização da EXPOLAZER 2015 e queremos compartilhar com você tudo que preparamos para fazer uma grande feira. Aqui

Leia mais

3 MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR 3.1 OBJETIVO 3.2 PARÂMETROS DE QUALIDADE DO AR 3.3 PADRÕES DE QUALIDADE DO AR 3.4 ÍNDICE DE QUALIDADE DO AR 3.

3 MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR 3.1 OBJETIVO 3.2 PARÂMETROS DE QUALIDADE DO AR 3.3 PADRÕES DE QUALIDADE DO AR 3.4 ÍNDICE DE QUALIDADE DO AR 3. 3 MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR 3.1 OBJETIVO 3.2 PARÂMETROS DE QUALIDADE DO AR 3.3 PADRÕES DE QUALIDADE DO AR 3.4 ÍNDICE DE QUALIDADE DO AR 3.5 REDES DE AMOSTRAGEM 3.5.1 Rede Automática 3.5.2 Redes

Leia mais