RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE A presente pesquisa pretendeu verificar quais os atributos que influenciam a lealdade e a propensão à permanência de alunos de cursos de graduação com vistas a propor um plano de ação para minimizar as fragilidades e maximizar as qualidades. Para tanto, foi aplicado aos estudantes, por meio de amostragem, um questionário com perguntas fechadas e em uma escala variando entre 1 - ; 2 - ; 3 - ; 4 - ; 5 -, sendo adicionada opção sei. Como participantes da pesquisa, a amostra foi constituída por alunos ingressantes, alunos com 50% de créditos cursados e alunos concluintes dos oito cursos da IES. Como instrumento, o questionário de satisfação aplicado ao final do semestre (e que se encontra na íntegra APENDICE A) será refinado e aperfeiçoado, a partir do resultado da referida avaliação. Ao término da pesquisa, com as recomendações apresentadas, espera-se que a IES direcione seus esforços para que os estudantes percebam a qualidade nos serviços prestados e obtenha maiores índices de satisfação dos discentes, de forma que as ações institucionais contribuam tanto para aumentar a lealdade de seus alunos como para aumentar a taxa de retenção. Comissão Própria de Avaliação CPA Faculdade Cearense

2 RESULTADOS OBTIDOS Comissão Própria de Avaliação Faculdade Cearense sei sei

3 sei total sei

4 sei sei

5 sei sei

6 sei sei

7 sei sei

8 sei sei

9 sei sei

10 sei sei

11 sei sei

12 sei sei

13 sei sei

14 sei sei

15 sei sei

16 sei sei

17 sei sei

18 sei sei

19 sei sei

20 sei sei

21 sei sei

22 sei sei

23 sei sei

24 sei sei

25 sei sei

26 sei sei

27 sei sei

28 sei sei

29 sei sei

30 sei sei

31 sei sei

32 sei sei

33 sei sei

34 sei

35 Comissão Própria de Avaliação Faculdade Cearense APÊNDICE A Pesquisa aplicada final do semestre Prezados Acadêmicos, pedimos sua colaboração para responder a esta pesquisa que estuda os antecedentes da lealdade e da permanência de alunos em cursos de graduação da Faculdade Cearense. Este questionário está dividido em duas etapas distintas. Na primeira etapa, por favor, responda (marcando X) o quanto você discorda ou concorda das afirmações relacionadas ao desempenho dos atributos do curso e/ou da Instituição. Na segunda etapa, responda, por favor, a algumas perguntas sobre você. Estou disposto a preencher este questionário até o final com o melhor de meu julgamento. 1. Estou satisfeito(a) por ter escolhido a FaC para estudar. 2. As expectativas que eu tinha com a FaC estão sendo atendidas. 3. No geral, estou satisfeito(a) com a FaC. 4. Fiz muito amigos aqui na FaC. 5. Participo em atividades extraclasses e com minha turma de aula. 6. O curso me proporcionou ampliar a rede de amizades. 7. Man um relacionamento de amizade com os professores do curso. 8. Eu percebo qualidades em relação à competência (qualidade, capacidade, experiência e conhecimento) dos professores. 9. Eu percebo qualidade em relação à atitude (orientação, apoio e compreensão dos professores). 10. Eu percebo qualidade nos conteúdos (relevância do conteúdo para a formação profissional acadêmico). 11. Eu percebo qualidade nas atividades de ensino (métodos de ensino, avaliações e didática do professor). 12. Tenho orgulho em poder estudar na FaC. 13. Tenho orgulho em pertencer à FaC. 14. Tenho orgulho do curso que escolhi. 15. O preço das mensalidades é condizente com as possibilidades de emprego oferecidas aos formados pelo curso. 16. O preço atual da mensalidade é condizente com a qualidade do curso. 17. Os custos do curso são compatíveis aos benefícios oferecidos. 18. Eu considero o valor da mensalidade justo sei

36 19. A FaC pratica ações que contribuem com a sociedade. 20. A sociedade reconhece as ações executadas pela FaC. 21. Eu recomendo a FaC para outras pessoas que desejam fazer uma graduação. 22. Se eu for realizar uma pós-graduação, minha primeira opção será a FaC. 23. Estou satisfeito(a) com meu desempenho em notas. 24. Estou conseguindo acompanhar os conteúdos do curso. 25. Estou satisfeito(a) com meu desempenho em trabalhos em sala de aula. 26. Estou satisfeito(a) com meu desempenho em trabalhos e estudos extraclasse. 27. Minha renda pessoal ou familiar é suficiente para arcar com meus custos do curso (pagamento das mensalidades, taxas, materiais e transporte). 28. Preciso do auxilio de bolsas ou de terceiros (empresa etc) para concluir o curso. 29. Necessito de financiamento estudantil para concluir o curso. 30. Minha situação financeira tem causado preocupação, stress e ansiedade. 31. O curso que eu faço é melhor do que eu esperava. 32. A FaC superou minhas expectativas. 33. A qualidade das aulas e professores superou minhas expectativas. 34. Consigo compatibilizar minha vida pessoal ou profissional com o curso que faço. 35. Tenho tempo disponível para estudar. 36. Eu pretendo continuar estudando na FaC no próximo semestre. 37. Eu pretendo me formar na FaC sem interrupções. 38. Os funcionários terceirizados atendem de forma ágil (cantina, reprografia e segurança). 39. Os funcionários terceirizados atendem com gentileza (cantina, reprografia e segurança). 40. Ter curso superior hoje é fundamental para o mercado de trabalho. 41. Sempre alcanço meus objetivos pessoais. 42. Existe facilidade no acesso à coordenação do curso que faço. 43. A coordenação apoia as atividades desenvolvidas pelos alunos. 44. O curso dá retorno (feedback) das reclamações e sugestões aos alunos. 45. A coordenação do curso procura resolver os problemas apresentados pelos alunos. 46. Os professores são comprometidos com o aprendizado dos alunos. 47. Os professores têm disposição para preparar e conduzir as aulas. Comissão Própria de Avaliação Faculdade Cearense

37 48. Os professores mantêm bom relacionamento com os alunos em sala de aula. 49. A FaC apoia a realização de estágio, visitas e/ ou viagens de estudo. 50. São realizadas atividades práticas durante o curso (exemplos: convênios, parcerias, visitas a empresas). 51. As atividades de estágio, visitas e/ ou viagens de estudo têm contribuído para o meu aprendizado no curso. 52. As instalações do campus onde meu curso funciona são limpas e bem conservadas. 53. As instalações do campus onde meu curso funciona são modernas e visualmente agradáveis. 54. A infraestrutura existente no campus onde meu curso funciona é adequada às necessidades dos alunos. 55. O curso é rígido em relação a trabalhos e provas. 56. Conseguir aprovação nas disciplinas do curso é uma tarefa difícil. 57. No geral, as atividades avaliativas (provas e trabalhos) do curso têm um alto nível de exigência. 58. A FaC presta acompanhamento extraclasse aos alunos. 59. A FaC disponibiliza atendimento de professores aos alunos em horários extraclasse. 60. Os professores têm disposição para atender em horário extraclasse. 61. Os serviços de apoio em geral são de fácil utilização e acesso. 62. Existe facilidade no acesso aos laboratórios do curso. 63. O curso que faço na FaC possibilita aprendizado. 64. O aprendizado obtido é aplicável à vida profissional. 65. As disciplinas do curso promovem o meu desenvolvimento pessoal. Comissão Própria de Avaliação Faculdade Cearense

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Resultado na ótica discente Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Metodologia PÚBLICO-ALVO: Discentes dos cursos de graduação da FAESA. METODOLOGIA DA PESQUISA: A metodologia utilizada por meio de

Leia mais

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Consulta Pública para aprimoramento do Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Estamos disponibilizando para sugestões, avaliação e comentários o instrumento que será utilizado para a acreditação

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2013/01 a 2013/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Diagnóstico geral

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Relatório descritivo DA Avaliação Institucional Novembro/Dezembro de 2005 Nome do Curso Perfil da Amostra Número de Professores Gestão

Leia mais

Relatório Parcial Referente às Atividades da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em 2014

Relatório Parcial Referente às Atividades da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em 2014 Relatório Parcial Referente às Atividades da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em 2014 Introdução Ao longo do primeiro semestre de 2014, a Comissão Própria de Avaliação (CPA), em trabalho conjunto de

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação * Gerais 1.1; 1.2; Divulgação dos resultados

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação -CPA. Pesquisa Institucional 2010

Comissão Própria de Avaliação -CPA. Pesquisa Institucional 2010 Comissão Própria de Avaliação -CPA Pesquisa Institucional 2010 Composição Profª. Maria José Pirete (Docente) Coordenadora Profª. Maria Cecília de Lima (Docente - Curso) Sarah Cristina Maria Ferreira (Técnico-administrativo)

Leia mais

Planejamento CPA Metropolitana 2013

Planejamento CPA Metropolitana 2013 Planejamento CPA Metropolitana 2013 1 Planejamento CPA Metropolitana Ano 2013 Denominada Comissão Própria de Avaliação, a CPA foi criada pela Legislação de Ensino Superior do MEC pela Lei 10.861 de 10

Leia mais

FACULDADE CNEC GRAVATAÍ

FACULDADE CNEC GRAVATAÍ CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE FACULDADE CNEC GRAVATAÍ COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA 2014 Lei Nº 10.861, de 14 de abril de 2004 Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

Relatório de Avaliação Ensino Aprendizagem Curso Administração Ano de 2011/02 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA

Relatório de Avaliação Ensino Aprendizagem Curso Administração Ano de 2011/02 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZÔNIA REUNIDA FESAR Relatório de Avaliação Ensino Aprendizagem Curso Administração Ano de 2011/02 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Redenção PA 2011 1 SUMÁRIO I APRESENTAÇÃO

Leia mais

REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGIMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Belém-PA 2013 SUMÁRIO TÍTULO I. DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU... 3 CAPÍTULO I. DO REGULAMENTO, NATUREZA E FINALIDADE DOS CURSOS... 3 CAPÍTULO II. DA CRIAÇÃO E DURAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão da

Leia mais

Instrução Normativa 001/2014 PROPPG/PROGRAD. Paraná.

Instrução Normativa 001/2014 PROPPG/PROGRAD. Paraná. Instrução Normativa 001/2014 OPPG/OGRAD Estabelece os procedimentos para a realização e acompanhamento de estágios de docência para Discentes de Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu e Pós- Doutoramento

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. As Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP consciente da importância do acompanhamento de seus egressos, possui um canal

Leia mais

Autoavaliação Institucional

Autoavaliação Institucional Autoavaliação Institucional Relatório da Comissão Própria de Ano de 2014 1 SUMÁRIO I - DADOS DA INSTITUIÇÃO 3 II- COMPOSIÇÃO DA CPA 3 III CONSIDERAÇÕES INICIAIS 3 IV -DESENVOLVIMENTO 4 V. AÇÕES PLANEJADAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Avaliação Discente CPA 2013/2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Avaliação Discente CPA 2013/2 Perfil: Curso: UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Aluno Total de participantes: 426 Avaliação Discente CPA 2013/2 Engenharia Mecanica 1 - Período como discente 1 - Há quanto tempo você é discente da

Leia mais

Aluno Equivalente e Censo da Educação Superior

Aluno Equivalente e Censo da Educação Superior Aluno Equivalente e Censo da Educação Superior Facilitador:Charles Vieira (Estatístico) 2 Matriz OCC Atual Base Legal: Portaria nº 651, de 14 de julho de 2013 Decreto nº 7.233, de 19 de julho de 2010 Lei

Leia mais

A APRESENTAÇÃO a seguir foi realizada na UFRGS, em Reunião de 20 de maio de 2011, com todas as COMGRAD s, e presença de equipes do DPA, RELINTER e

A APRESENTAÇÃO a seguir foi realizada na UFRGS, em Reunião de 20 de maio de 2011, com todas as COMGRAD s, e presença de equipes do DPA, RELINTER e A APRESENTAÇÃO a seguir foi realizada na UFRGS, em Reunião de 20 de maio de 2011, com todas as COMGRAD s, e presença de equipes do DPA, RELINTER e DECORDI, sobre MOBILIDADE ACADÊMICA. Universidade Federal

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria

Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria Avaliação Sócio-Econômica Discentes Semestre: 2006/2 Capivari de Baixo, Outubro de 2006 Introdução O processo de avaliação institucional é uma ação flexível, e

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, COORDENAÇÃO E CURSO

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, COORDENAÇÃO E CURSO RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, COORDENAÇÃO E CURSO CURSOS GRADUAÇÃO - PSC 1º SEMESTRE - 2012 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO DE 201 2

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO DE 201 2 Em circulação desde 1º de outubro de 1862 Ano CXLIX nº. 52 Brasília DF, quita-feira, 15 de março 20 1 2 P á g i n a 5 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS Cria o Programa Institucional de Bolsas de Graduação e Pós Graduação no âmbito da Faculdade de Castanhal, estabelece normas para concessão e dá outras providências.

Leia mais

A PROBLEMÁTICA DA EVASÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ UTFPR - CÂMPUS FRANCISCO BELTRÃO

A PROBLEMÁTICA DA EVASÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ UTFPR - CÂMPUS FRANCISCO BELTRÃO A PROBLEMÁTICA DA EVASÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ UTFPR - CÂMPUS FRANCISCO BELTRÃO Adriana Regina Ramos Kleber Rodrigo Durat 1 Lizandra Felippi Czerniaski Paula

Leia mais

Avaliação da Graduação UNIVAP 2º Semestre 2006

Avaliação da Graduação UNIVAP 2º Semestre 2006 Avaliação da Graduação UNIVAP 2º Semestre 26 Avenida Shishima Hifumi, 2911 - Urbanova CEP 12244- PABX(12) 3947- FAX(12) 3949-1334 Caixa Postal 888 São José Campos-SP http://www.univap.br/ 1 Resultados

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 40-CEPE/UNICENTRO, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Regulamento do Programa de Pós- Graduação Stricto Sensu em Ciências Farmacêuticas, da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO

Leia mais

ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO

ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO Este documento tem a finalidade de estabelecer um referencial para o exercício da função de supervisão dos Cursos das Instituições do Ensino Superior, do Sistema Estadual

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS COLEGIADO DE CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS COLEGIADO DE CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS COLEGIADO DE CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS Anexo 6 Projeto de Acompanhamento e Avaliação do Curso de Ciências Sociais - Bacharelado

Leia mais

DOS CURSOS E SEUS OBJETIVOS

DOS CURSOS E SEUS OBJETIVOS REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA DOS CURSOS E SEUS OBJETIVOS Disciplina os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu nas modalidades Acadêmica e Profissionalizante

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO RESOLUÇÃO No 3.538, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2010 Dispõe sobre normas para a Mobilidade Acadêmica em nível de Graduação entre a Universidade Federal

Leia mais

Profa. Elisa Antonia Ribeiro

Profa. Elisa Antonia Ribeiro REALIZAÇÃO - UNI-BH DESAFIOS, RESISTÊNCIAS E MUDANÇAS NA CONSTRUÇÃO DA CULTURA DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: A EXPERIÊNCIA DO UNIARAXÁ Profa. Elisa Antonia Ribeiro PAC- PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Porto Alegre, março de 2009. 1. O Programa O Programa de Pós-Graduação em Patologia (PPG-Patol) foi criado com o objetivo de formar pessoal

Leia mais

FACULDADE LEGALE RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO

FACULDADE LEGALE RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO FACULDADE LEGALE RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2013 DE ACORDO COM O MODELO DO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - COMISSÃO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CONAES/INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CURSO DE DIREITO - CAMPUS VN PERÍODO 2014 1 INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CARIOCA EDITAL PROCESSO SELETIVO JORNAL EXTRA 5ª EDIÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CARIOCA EDITAL PROCESSO SELETIVO JORNAL EXTRA 5ª EDIÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CARIOCA EDITAL PROCESSO SELETIVO JORNAL EXTRA 5ª EDIÇÃO O Centro Universitário Carioca UniCarioca, recredenciado através da Portaria MEC Nº 1.565/04 torna públicas as normas a seguir,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PREG

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PREG GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PREG CALENDÁRIO ACADÊMICO/ADMINISTRATIVO REFERENTE AO ANO LETIVO DE 2015 MÊS DIA EVENTO 02 a Matrícula

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA FACINTER - EAD 2º SEMESTRE - 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA FACINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1

FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1 FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1 A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é o órgão responsável por coordenar,

Leia mais

CONVÊNIOS COM INSTITUIÇÕES DE ENSINO

CONVÊNIOS COM INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVÊNIOS COM INSTITUIÇÕES DE ENSINO A Imediata Consultoria e Serviços LTDA possui convênios com instituições de ensino no âmbito de divulgação de vagas de estágio e de percentual de bolsas de estudos.

Leia mais

Relatório de Auto Avaliação

Relatório de Auto Avaliação Relatório de Auto Avaliação 2014 Goiânia - 2014 Goiânia 2014 1 Diretor Presidente da Mantenedora Professor Walter Paulo de Oliveira Santiago Diretor Pedagógico Professor Mauricio Dias Paes Lemes Diretor

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO 2016 SÃO PAULO MANUAL DO CANDIDATO

BOLSAS DE ESTUDO 2016 SÃO PAULO MANUAL DO CANDIDATO SÃO PAULO MANUAL DO CANDIDATO ECONOMIA O curso de Graduação em Ciências Econômicas da FGV/EESP oferecerá até 5 (cinco) bolsas por mérito, de 100% da mensalidade, para os 5 (cinco) primeiros colocados no

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO INTEGRAL CAMPUS PL PERÍODO 2014 1 INSTITUTO METODISTA

Leia mais

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico Legenda da Guia de Tratament Odntlógic Term Registr NS Nº da n prestadr Num. d Camp na Númer da principal 3 Data da autrizaçã Senha senha 1 2 4 5 6 Nme d camp na Registr NS Númer da n prestadr Númer da

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNISC. Ana Karin Nunes* Rosângela Gabriel** Christian Ricardo Rohr* Maria Elisa Baumhardt**

AUTOAVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNISC. Ana Karin Nunes* Rosângela Gabriel** Christian Ricardo Rohr* Maria Elisa Baumhardt** AUTOAVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNISC Ana Karin Nunes* Rosângela Gabriel** Christian Ricardo Rohr* Maria Elisa Baumhardt** * Assessoria de Avaliação Institucional da Universidade de Santa

Leia mais

Programa de Acompanhamento de Egressos

Programa de Acompanhamento de Egressos FACULDADE FACULDADE DE TALENTOS DE HUMANOS TALENTOS HUMANOS - FACTHUS - FACTHUS Programa de Acompanhamento de Egressos UBERABA-MG 2010 I - OBJETIVO GERAL Desenvolver uma política de acompanhamento dos

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO A avaliação institucional tem sido objeto de discussões na Faculdade Educacional de Ponta Grossa - Faculdade União e sempre foi reconhecida como um instrumento

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32% MARKETING Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem utilizado

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25% PEDAGOGIA Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem utilizado

Leia mais

PROPOSTAS DE PLANO DE GESTÃO IFSP CAMPUS CATANDUVA - 2015-2017

PROPOSTAS DE PLANO DE GESTÃO IFSP CAMPUS CATANDUVA - 2015-2017 PROPOSTAS DE PLANO DE GESTÃO IFSP CAMPUS CATANDUVA - 2015-2017 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DO OBJETIVO A palavra viva é diálogo existencial. Expressa e elabora o mundo, em comunicação e colaboração.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1 -

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece com regularidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - Os Cursos de Pós-Graduação ofertados pela FAP na modalidade Lato Sensu atendem a todas as finalidades

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

Histórico da FUPAC. Apresentação

Histórico da FUPAC. Apresentação 2014 Sumário 04 05 06 06 07 07 08 09 09 10 10 10 11 12 13 13 14 15 15 16 16 16 17 17 17 18 19 19 20 21 Apresentação Histórico da FUPAC Breve História da Faculdade Missão Contatos Institucionais Curso(s)

Leia mais

PROGRAMA: AP A R P E R N E D N E D N E D N O D O LO L G O Í G ST S I T CA C

PROGRAMA: AP A R P E R N E D N E D N E D N O D O LO L G O Í G ST S I T CA C PROGRAMA: APRENDENDO LOGÍSTICA APRESENTAÇÃO A proposta foi construída a partir do Programa de Qualificação Técnica Profissional - SEDU. Os empresários do Conselho de Logística concordam que a grade curricular

Leia mais

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você!

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você! Faculdade Senac Minas Enade 2012 Faça também por você! Prezado(a) aluno(a), Brevemente você será convocado para a realização de mais uma prova: o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -ENADE. Desenvolvido

Leia mais

3 Metodologia. 3.1. Tipo de pesquisa

3 Metodologia. 3.1. Tipo de pesquisa 3 Metodologia Neste capítulo apresenta-se a pesquisa realizada, abrangendo o tipo de pesquisa, os critérios para a seleção de sujeitos, o processo de coleta de dados e o tratamento de dados. 3.1. Tipo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ RELATÓRIO DO QUESTIONÁRIO APLICADO AO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO II SEMESTRE/2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DO ALUNO INGRESSANTE NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS PORTO ALEGRE

RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DO ALUNO INGRESSANTE NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS PORTO ALEGRE RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DO ALUNO INGRESSANTE NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS PORTO ALEGRE Grupo de Trabalho Permanente sobre o Perfil do Estudante: Aline

Leia mais

PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SAINT PASTOUS. Comissão Própria de Avaliação

PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SAINT PASTOUS. Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SAINT PASTOUS Comissão Própria de Avaliação Porto Alegre, março de 2005. 1 Diretora Vera Lucia Dias Duarte Coordenador do Curso Dr. Dakir Lourenço Duarte

Leia mais

Você encontra a seguir as orientações gerais para preenchimento do cadastro.

Você encontra a seguir as orientações gerais para preenchimento do cadastro. 1. Apresentação O Programa de Bolsas de Estudo da Educação Superior de Santa Catarina UNIEDU, instituído pela Portaria N/46/2013, que trata do cadastro geral para os interessados em obter os benefícios

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL SÃO PAULO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO FAPI. CPA Comissão Própria de Avaliação AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO

SOCIEDADE EDUCACIONAL SÃO PAULO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO FAPI. CPA Comissão Própria de Avaliação AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO SOCIEDADE EDUCACIONAL SÃO PAULO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO FAPI CPA Comissão Própria de Avaliação AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO Março/2011 São Paulo 2010 1 SOCIEDADE EDUCACIONAL SÃO PAULO

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Escola de Ciências e Tecnologia. Tutoria no Bacharelado em Ciências e Tecnologia. Introdução.

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Escola de Ciências e Tecnologia. Tutoria no Bacharelado em Ciências e Tecnologia. Introdução. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Escola de Ciências e Tecnologia Tutoria no Bacharelado em Ciências e Tecnologia (Rascunho) Introdução O Bacharelado em Ciências e Tecnologia (BCT), da Universidade

Leia mais

Marilene Sinder (Universidade Federal Fluminense) Renato Crespo Pereira (Universidade Federal Fluminense)

Marilene Sinder (Universidade Federal Fluminense) Renato Crespo Pereira (Universidade Federal Fluminense) A Pesquisa com Egressos como Fonte de Informação Sobre a Qualidade dos Cursos de Graduação e a Responsabilidade Social da Instituição Universidade Federal Fluminense (UFF) Eixo II Indicadores e instrumentos

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR Art. 1º. O presente Regulamento disciplina o processo seletivo para concessão de dez (10) bolsas de estudos

Leia mais

PROJETO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - UniEVANGÉLICA 2013, 2014 E 2015

PROJETO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - UniEVANGÉLICA 2013, 2014 E 2015 PROJETO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - UniEVANGÉLICA 2013, 2014 E 2015 1 VII SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PROJETO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013, 2014 E 2015 14 de maio de 2013 INTRODUÇÃO O projeto

Leia mais

Você avaliou a FACI melhorou!

Você avaliou a FACI melhorou! RESULTADOS DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Pontos Fracos apontados pelo Corpo Docente e Discente. 1. Estrutura física da Biblioteca; 2. Grau de qualidade da comunicação interna da Instituição; 3.

Leia mais

ASSITÊNCIA ESTUDANTIL

ASSITÊNCIA ESTUDANTIL ASSITÊNCIA ESTUDANTIL Apoio ao Acadêmico A Assistência Estudantil da FAMEC tem a missão de apoiar o acadêmico na busca de soluções e oportunidades que contribuam para sua permanência na faculdade e conclusão

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO CEPEC Nº 1053 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS CAPÍTULO

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES MOSSORÓ RN 2005 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

Seção I - CARACTERIZAÇÃO DA IES E DO CURSO

Seção I - CARACTERIZAÇÃO DA IES E DO CURSO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DE MEDICINA O presente instrumento se propõe a avaliar os cursos de medicina no Brasil, seu contexto e política institucional, projeto pedagógico, programa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE SAÚDE COLETIVA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE SAÚDE COLETIVA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE SAÚDE COLETIVA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA Edital de Retificação nº 02 do Edital de Abertura de Inscrições

Leia mais

CONHECENDO A FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE FC J

CONHECENDO A FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE FC J CONHECENDO A FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE FC J VOCÊ SABIA QUE A FCJ POSSUI... O PROGRAMA PORTAS ABERTAS? Que EXISTE O NAP NUCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - Atendimento terças e quintas (18 às

Leia mais

RELÁTORIO CENSO 2015. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal do Amapá UNIFAP Pró-Reitoria de Planejamento PROPLAN

RELÁTORIO CENSO 2015. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal do Amapá UNIFAP Pró-Reitoria de Planejamento PROPLAN RELÁTORIO CENSO 2015 Este relatório de atividades referente ao censo com ano de referencia 2014 descreve as tarefas realizadas, dificuldades encontradas e possíveis soluções para a realização do próximo

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO Curso: Bacharelado em Administração de Empresas São Paulo 2014 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Política de Nivelamento... 3 4. Diretrizes do Nivelamento...

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA / PIBID-UNIFACEX CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA / PIBID-UNIFACEX CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA / PIBID-UNIFACEX CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1 o Este documento normatiza/sistematiza o funcionamento do Programa

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL Nº 003/2014 O CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA, por intermediário da Diretoria de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ATENDIMENTO AO DISCENTE

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ATENDIMENTO AO DISCENTE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO E DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO - NADEP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ATENDIMENTO AO DISCENTE SÃO

Leia mais

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Regulamento estabelece as finalidades, objetivos, atribuições

Leia mais

RG.PROAC.001.10.00 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO PIA. Nome Cargo Assinatura PRÓ REITORA ACADÊMICA

RG.PROAC.001.10.00 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO PIA. Nome Cargo Assinatura PRÓ REITORA ACADÊMICA DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO PIA Etapas Autorização Responsável Nome Cargo Assinatura Proposição MARIANA FREITAS Análise Crítica FLORENCE HEBER MIDIAN GARCIA SILVIO BELLO COORDENADORA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Resolução nº. 022/2010/IFTO - Aprovada em 10 de dezembro de 2010 pelo Conselho Superior do IFTO. Dispõe sobre o Regulamento Geral dos cursos de Pós-Graduação

Leia mais

Faculdade Monteiro Lobato

Faculdade Monteiro Lobato RELATÓRIO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 Porto Alegre, fevereiro de 2015. I DADOS E APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO Nome/ Código da IES: SOCIEDADE EDUCACIONAL MONTEIRO LOBATO / 2198 Caracterização de IES: Instituição

Leia mais

IFSP CAMPUS: SUZANO RELATÓRIO ANALÍTICO

IFSP CAMPUS: SUZANO RELATÓRIO ANALÍTICO IFSP CAMPUS: SUZANO RELATÓRIO ANALÍTICO Comissão Própria de Avaliação Institucional: Representante Docente: Fábio Nazareno Machado-da-Silva Representante Técnico-administrativo: Diego Martins Braga Representante

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Santander Universidades oferecem aos alunos de graduação de todas as áreas

Leia mais

2014-2. Agora a AGES vai estar com você mais do que nunca

2014-2. Agora a AGES vai estar com você mais do que nunca 2014-2 Agora a AGES vai estar com você mais do que nunca INFORMAÇÕES GERAIS A Faculdade AGES tem como missão O desenvolvimento das regiões centro-sul de Sergipe e nordeste da Bahia e, como foco, a educação

Leia mais

MANUAL ACESSO SISTEMA NÚCLEO DE CARREIRA - EMPRESA

MANUAL ACESSO SISTEMA NÚCLEO DE CARREIRA - EMPRESA MANUAL ACESSO SISTEMA NÚCLEO DE CARREIRA - EMPRESA SUMÁRIO Objetivo... 02 Cadastro Login... 03 Login... 05 Página Inicial Home... 06 Cadastro de Vagas... 06 Definição de Perfil... 07 Pesquisa de Currículo...

Leia mais

EDITAL Nº 0xx/2015 PROCESSO SELETIVO VERÃO 2016

EDITAL Nº 0xx/2015 PROCESSO SELETIVO VERÃO 2016 EDITAL Nº 0xx/2015 PROCESSO SELETIVO VERÃO 2016 A Faculdade União de Campo Mourão, credenciada pela Portaria MEC N.º 63 de 22 de Janeiro de 2010, publicada no DOU em 26 de 01 de 2010, de acordo com o Regimento

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário aos Pais Encarregados de Educação

ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário aos Pais Encarregados de Educação ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA Avaliação Interna Questionário aos Pais Encarregados de Educação Reconhece-se a importância da família e da sua colaboração no processo educativo. Com este questionário

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO N o 03/2013, DO CONSELHO DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS. Dispõe sobre as normas que regulamentam a concessão de Bolsas de Assistência Estudantil (alimentação, moradia e transporte)

Leia mais

As políticas de avaliação da educação superior

As políticas de avaliação da educação superior VI FÓRUM DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DE GOIÁS: A AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR COMO INDUTORA DE QUALIDADE As políticas de avaliação da educação superior Abril 2015 Panorama da educação superior no

Leia mais

PROJETO DA CPA 1 DADOS DA INSTITUIÇÃO. Nome: Faculdade São Salvador Código: 2581 Caracterização: Instituição privada com fins lucrativos

PROJETO DA CPA 1 DADOS DA INSTITUIÇÃO. Nome: Faculdade São Salvador Código: 2581 Caracterização: Instituição privada com fins lucrativos PROJETO DA CPA Em atendimento ao que dispõe a Lei 10.861, de 14 de abril de 2004 que institui a obrigatoriedade da Avaliação Institucional e por entender a importância do SINAES para o desenvolvimento

Leia mais

Perguntas Frequentes Candidatura

Perguntas Frequentes Candidatura Perguntas Frequentes Candidatura Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior - PDSE Diretoria de Relações Internacionais Coordenação-Geral de Bolsas e Projetos CGBP Coordenação de Candidaturas a Bolsas

Leia mais

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES 1- ENADE INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 1- Desempenho de estudantes:

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE

Leia mais

Câmpus FLORIANÓPOLIS. 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade 0 0,00%

Câmpus FLORIANÓPOLIS. 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade 0 0,00% Diagnóstico Planejamento PDI 2014-2018 Período de respostas: 05/09/13 a 18/09/13 Questionários Respondidos 52 Docentes 30 57,69% Técnicos-Administrativos 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO Disponível no arquivo físico do setor e pasta de rede: X:\CPA-FACINTER\PESQUISAS AVAL INSTITUCIONAL\2011\2011-02-08

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO MEMBROS: DOCENTES: Prof. Me. Marcos José Ardenghi (Coordenador) Profa. Dra. Ana Carolina Lima Frade Gomes Prof. Me. Olayr Modesto

Leia mais