Produção da Dinâmica Espacial Urbana e Valorização Imobiliária na Cidade de Itabaiana-SE 1- INTRODUÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produção da Dinâmica Espacial Urbana e Valorização Imobiliária na Cidade de Itabaiana-SE 1- INTRODUÇÃO"

Transcrição

1 Autora-Taciana Andrade Teles UFS, Coautor: Cléverton Machado Reis UFS, Coautora: Michele Santana de Jesus Produção da Dinâmica Espacial Urbana e Valorização Imobiliária na Cidade de Itabaiana-SE 1- INTRODUÇÃO O presente trabalho refere-se a um estudo sobre o tema da produção da dinâmica espacial urbana e a valorização imobiliária na cidade de Itabaiana, Sergipe. Os dados para a análise da dinâmica espacial urbana foram recolhidos a partir de como se deu a construção da cidade até os novos arranjos espaciais na atualidade. A formação da cidade surge em resposta a um processo histórico realizado pelos sujeitos sociais de acordo com suas necessidades socioeconômicas. A cidade surgiu em torno de onde hoje se encontramas ruínas da igreja velha, entre 1620 e 1637, no decorrer de expansão do território no ciclo do gado, quando os vaqueiros fundaram ali uma pequena vila, que posteriormente se tornaria a sede do atual município. Itabaiana foi elevada a categoria de cidade em 28 de agosto de Está localizada na região central do estado de Sergipe na zona de transição entre o sertão e o litoral sergipano, como mostrado na figura abaixo. É considerada destaque do estado por apresentar uma grande importância comercial, isso facilita a incorporação de empreendimentos imobiliários na região. De acordo com Correa (2000, p. 38): a cidade mantém uma série de ligações com o mundo exterior a ela, ligações que envolvem fluxos de capitais, mercadorias, pessoas e ideias. Devido a sua localização geográfica e a sua organização, Itabaiana consegue manter as forças produtivas do capitalismo para a realização do desenvolvimento da cidade, a partir de uma análise histórica e processual, a mesma foi originadaem torno do

2 mercado comercial. O surgimento se deu tanto pelo fator social quanto pelo político, sem esquecer os aspectos econômicos. Por isso, as cidades são condicionadas à ação de agentes modeladores que garantem a sua organização espacial desigual e mutável, e que delineiam as formas espaciais, proporcionando à classe dominante a possibilidade de ampliar o seu poder econômicoatravés da construção de empreendimentos imobiliários para se beneficiar da lucratividade. Figura 1: Localização do município de Itabaiana, Sergipe. O enfoque do trabalho é analisar como a cidade de Itabaiana vem expandindo horizontalmente sua área territorial e produzindo uma dinâmica urbana. Uma das hipóteses levantadas aponta que a cidade está apresentando modificações que se justificampela existência de um processo acelerado de aumento populacional, que no decorrer dos anos vem aumentando gradativamente como apresentado na tabela a seguir,que condiciona transformações no índice de ocupação do espaço urbano e na expansão física da cidade. Tabela 1: Evolução Populacional do município de Itabaiana, Sergipe. EVOLUÇÃO POPULACIONAL

3 ANO ITABAIANA FONTE: IBGE, 2013 A realidade atual da cidade de Itabaiana mostra um espaço urbano aglomerado, fortemente relacionado com a oferta de serviços e produtos, o que significa uma importante oferta de atividades empregatícias. O crescimento vem sendo realizado de forma horizontal, isso acontece devido à incorporação imobiliária em áreas rurais estabelecendo assim processos seletivos e a ocupação acaba sendo feita por diferentes grupos sociais de forma desigual e combinada no espaço urbano. Por qualquer ângulo que se olhe, Itabaiana vem apresentando mudanças contínuas na expansão territorial urbana, e traz consigo problemas como: saneamento básico, fluxo de transporte, problemas ambientais, dentre outros ocasionando mudanças no complexo paisagístico. Porém, é importante ressaltar que esse problema não é caracterizado somente em Itabaiana, mas sim em todas as cidades que estão nesse mesmo processo de desenvolvimento. 2- OBJETIVOS Analisar o processo de crescimento da área urbana construída da cidade de Itabaiana. Identificaros fatores que colaboram para a especulação imobiliária, a fim de investigar as causas do crescimento urbano e da valorização diferenciada do solo na cidade. 3- PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS O embasamento do presente trabalho se dá a partir da coleta de dados históricos referentes à temática, revisão bibliográfica, registros fotográficos para ilustrar a

4 dinâmica espacial urbana e o processo de expansão imobiliária e a ocupação e produção do espaço. 4- RESULTADOS PRELIMINARES O trabalho surgiu a partir de interesses acerca do crescimento desordenado e acelerado em Itabaiana, e sua especulação imobiliária. Onde foi observado que a forma de produção do espaço depende na maioria das vezes da variável do sistema capitalista de produção de bens e serviços, dependentes de investimentos no processo de produção o valor econômico empreendido também no tocante a necessidade de habitação, fazendo com que haja uma maior produção na dinâmica urbana, dando uma maior valorização ao solo, uma vez que: O consumo do espaço [...] determina que a produção, comercialização e consumo do espaço urbano se convertam em aspectos fundamentais da própria reprodução e acumulação do capital. (SOBARZO, 2006) A cidade apresenta feições organizadas a partir das transformações que o homem exerce sobre o meio natural, diante do fato que a cidade é constituída pelo desenvolvimento humano a mesma é fator essencial para a reprodução social que estabelece a fixação do homem. O que explica o modo de produzir, viver, habitar e consumir em sociedade, dando funcionalidade ao cotidiano urbano. A privatização do acesso à moradia colabora para oaprofundamento das desigualdades sociais, logo se percebe que a classe dominante com maior poder econômico ocupa os locais mais valorizados (como é o caso do condomínio Chiara Lubich, mostrado na fotografia abaixo) e com melhor infraestrutura.

5 Fotografia 1: Fachada do Condomínio Chiara Lubich. Fonte: REIS, C.M. Foto: 23/02/2014. Enquanto, os menos afortunados estabelecem suas moradias nas áreas periféricas e desvalorizadas (no caso do loteamento Jardim Marcela, visto na fotografia a seguir),a especulação imobiliária aumenta a exclusão social. Fotografia 2:Vista parcial do loteamento Jardim Marcela. Fonte: REIS, C.M. Foto: 23/02/2014. No modelo capitalista quanto maior aprocura, maior o valor do produto (lei de mercado), esse fato é aplicável à moradia urbana em Itabaiana. A excessiva especulação imobiliária fez surgir diversos loteamentos nas zonas periféricas da cidade, estes em sua maioria com condições precárias de saneamento e acesso a serviços públicos. Enquanto, os residenciais surgem como resolução aos problemas de falta de estrutura em algumas localidades da área urbana. Estes locais são a preferência das classes média e alta devido aos elementos que são oferecidos como: segurança, arborização,

6 estabelecimentos comerciais implantados dentro do seu próprio complexo e possibilidades de lazer, sossego que já não é mais possível nas áreas centrais do sistema urbano. Face ao seu caráter econômico estes empreendimentos têm a função principal de abrigar uma classe que tem melhores possibilidades econômicas de subsistência e a necessidade de ostentar o seu status social. Assim fica claro nesse contexto o caráter segregatório da atual valorização imobiliária na estrutura urbana, portanto: Este fato se dá através das articulações entre os espaços, pois estes possuem arranjos espaciais que são caracterizados na estrutura morfológica da cidade. O processo da articulação urbana é uma combinação entre o econômico e o social, ressaltando que a mesma possui resquícios que se intercalam na atual organização do espaço. A cidade sofre ação constante dos sujeitos sociais, o que garante uma reorganização espacial que se adéqua ao espaço urbano, e cria novas áreas, onde a morfologia da área urbana do município de Itabaiana constitui uma estrutura em continua mudança, assim como a própria sociedade. A infraestrutura da cidade é resultado da ação de múltiplas variáveis que em comum tiveram por finalidade construir o sistema urbano por hora apresentado. Com isso, a produção do espaço se da através das formas de apropriação do solo, das desigualdades sociais. Os diferenciais das formas que a ocupação urbana na periferia assume são, em relação ao uso residencial, os seguintes: urbanização de status e urbanização popular. As estratégias dos proprietários fundiários variarão segundo suas propriedades se localizem nas áreas onde domina uma ou outra forma. (CORRÊA, 1995) Itabaiana apresentou nas últimas décadas um grande crescimento em todos os aspectos como: a população(onde, entre teve um aumento de 22,1% na sede do município de acordo com dados do IBGE), a valorização do solo urbano decorrente a sua expansão horizontal, da penetração de novos empreendimentos na região, através de grandes empresas tais como: Hiper G.Barbosa, Bob s e LojasAmericanas, possibilidade de fácil acesso ao crédito, da busca de vínculos empregatícios e da transformação de áreas rurais em urbanas, com a presença de novos loteamentos. Estes também são justificados com investimentos oriundos do Estado, construtoras imobiliárias ou sistema

7 de autoconstrução, mas essa valorização não ocorre de forma contínua, pois ela possui divergências de valorização a depender da localidade e dos interesses dos grandes promotores imobiliários. A existência de incorporadoras imobiliárias valoriza cada vez mais os espaços da cidade, diante disso pode-se perceber um grande crescimento da malha urbana que tem se desenvolvido nos últimos 10 anos, através de projetos estabelecidos e desenvolvidos a partir das empresas 1 citadas em seguida: Quadro 1: Empresas imobiliárias e seus empreendimentos ETHOS Incorporadora Moacir Imóveis Incorporadora Serrana Imobiliária Costa Prata Japiaçu Chiara Lubich Irmã Dulce Jardim Marcela Jardim Universitário Le Corbusier Loteamento Luiz Gonzaga São Manoel Santa Luzia Zilda Arns Jardim Federal Vale dos Eucaliptos Residencial Paraíso da Serra Condomínio Santo Antônio O trabalho proporcionado por essas empresas é realizado a partir da condição social e econômica do cliente, que é atraído devido à presença da infraestrutura e atrativos socioculturais com o objetivo de aumentar o valor econômico destas novas áreas em consequência das construções presentes percebe-se a expansão da área construída da cidade e com isso colabora para uma maior ou menor valorização espacial, que é determinado pela classe social que adquire estas áreas de expansão, gerando uma segregação espacial trazida pelo capitalismo, resultado da obtenção do lucro aos grupos de empresários, onde ocorre o favorecimento a uma minoria de pessoas e exclui grande 1 Dados obtidos através de pesquisa de campo realizada pelos autores.

8 parte da população, que se vê obrigada a morar em áreas mais baratas e com más condições de serviços públicos. As construções de casas populares é um fator essencial no modelo capitalista, visto que este produz casas cada vez a um maior custo, o que dificulta à aquisição destas moradias as camadas populares de baixa renda. Tanto para as empresas como os grandes proprietários, a terra é, sobretudo, um negócio, um bem monetário. A especulação consiste em uma prática na qual donos de terrenos ociosos esperam a valorização para comercializar sua terra com preços mais altos. Desse modo, o que se coloca em primeiro lugar é o lucro e não o bem estar de todos os habitantes da cidade. (PORTELA, 2005) Itabaiana por ser um centro regional, possui atividades comerciais de grande importância, não só para a própria cidade como para as regiões circunvizinhas, tais processos se concretizam a partir de um maior crescimento da cidade. Em virtude dos fatos mencionados,o texto faz uma análise sobre a dinâmica espacial do espaço urbano desta mesma.

9 REFERÊNCIAS CORRÊA, Roberto Lobato. O Espaço Urbano. 3. Ed- São Paulo: Editora Ática, IBGE, Portal Cidades. Município de Itabaiana. Disponível em:< acessado em 19/06/14. PORTELA, Fernando e VESENTINI, José W. Êxodo Rural e Urbanização. São Paulo: Editora Ática, SOBARZO, Oscar. A Produção do Espaço Público: Da Dominação àapropriação. São Paulo, GEOUSP-Espaço e Tempo, N 19, p , 2006.

A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA

A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA Ana Lia Ferreira Mendes de Carvalho liafmc@yahoo.com.br Geografia Bacharelado - UNIFAL-MG INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

URBANIZAÇÃO BRASILEIRA: ALGUNS COMENTÁRIOS. Profa. Dra. Vera Lúcia Alves França

URBANIZAÇÃO BRASILEIRA: ALGUNS COMENTÁRIOS. Profa. Dra. Vera Lúcia Alves França URBANIZAÇÃO BRASILEIRA: ALGUNS COMENTÁRIOS Profa. Dra. Vera Lúcia Alves França A década de 1930 do século XX traz para a população brasileira um novo momento, quanto a sua distribuição. Até então, a população

Leia mais

DINÂMICA IMOBILIÁRIA E EXPANSÃO URBANA EM MONTES CLAROS/MG: estudo dos condomínios horizontais e a verticalização. 1

DINÂMICA IMOBILIÁRIA E EXPANSÃO URBANA EM MONTES CLAROS/MG: estudo dos condomínios horizontais e a verticalização. 1 DINÂMICA IMOBILIÁRIA E EXPANSÃO URBANA EM MONTES CLAROS/MG: estudo dos condomínios horizontais e a verticalização. 1 Ricardo dos Santos Oliveira 2 Ricardoliveira.port@hotmail.com Iara Soares de França

Leia mais

Observatório das Metrópoles

Observatório das Metrópoles Direito à Cidade e a Segregação Residencial: desafios do Estatuto da Cidade Prof. Luiz César de Queiroz Ribeiro Observatório das Metrópoles A aprovação do Estatuto da Cidade marca nova etapa na política

Leia mais

INCLUSÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PARA REQUALIFICAÇÃO DA ÁREA CENTRAL DE PRESIDENTE PRUDENTE

INCLUSÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PARA REQUALIFICAÇÃO DA ÁREA CENTRAL DE PRESIDENTE PRUDENTE Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 244 INCLUSÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PARA REQUALIFICAÇÃO DA ÁREA CENTRAL DE PRESIDENTE PRUDENTE João Victor de Souza

Leia mais

Mercado imobiliário apresenta crescimento em Sorocaba

Mercado imobiliário apresenta crescimento em Sorocaba Mercado imobiliário apresenta crescimento em Sorocaba O município de Sorocaba apresentou, no último ano, um crescimento de quase 70% no número de lançamentos de imóveis em condomínios. Entre outubro de

Leia mais

A AÇÃO DOS AGENTES SOCIAIS NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO DO VETOR DE EXPANSÃO DA ESTRADA DE MADUREIRA NOVA IGUAÇU RJ

A AÇÃO DOS AGENTES SOCIAIS NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO DO VETOR DE EXPANSÃO DA ESTRADA DE MADUREIRA NOVA IGUAÇU RJ A AÇÃO DOS AGENTES SOCIAIS NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO DO VETOR DE EXPANSÃO DA ESTRADA DE MADUREIRA NOVA IGUAÇU RJ Nathan Ferreira da SILVA. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ),

Leia mais

A REDE URBANA NO VALE DO PARAÍBA: ESTAGNAÇÃO ECONÔMICA DO MUNÍCIPIO DE REDENÇÃO DA SERRA

A REDE URBANA NO VALE DO PARAÍBA: ESTAGNAÇÃO ECONÔMICA DO MUNÍCIPIO DE REDENÇÃO DA SERRA A REDE URBANA NO VALE DO PARAÍBA: ESTAGNAÇÃO ECONÔMICA DO MUNÍCIPIO DE REDENÇÃO DA SERRA RODRIGO ALEXANDRE PEREIRA CALDERARO 1 e EVÂNIO DOS SANTOS BRANQUINHO 2 calderaro.ro@gmail.com; evanio.branquinho@unifal-mg.edu.br

Leia mais

INSTRUMENTOS DO PLANO DIRETOR CARTILHA LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO LUOS

INSTRUMENTOS DO PLANO DIRETOR CARTILHA LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO LUOS Secretaria Municipal de Urbanismo INSTRUMENTOS DO PLANO DIRETOR CARTILHA LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO LUOS Lei de Uso e Ocupação do Solo: Introdução Estamos construindo uma cidade cada vez melhor A Lei

Leia mais

RESULTADOS E/ OU DISCUSSÕES:

RESULTADOS E/ OU DISCUSSÕES: 1761 A INFLUÊNCIA DA INDUSTRUALIZAÇÃO COMO CONDICIONANTE PARA AS MUDANÇAS NO ESPAÇO URBANO EM FEIRA DE SANTANA- BAHIA Juliana da Silva Correia 1 ; Juarez Duarte Bomfim 2 1. Bolsista PROBIC/UEFS, Graduanda

Leia mais

A REINSERÇÃO DE NOVA ESPERANÇA NA REDE URBANA DE MARINGÁ: UMA PROPOSTA DE ESTUDO

A REINSERÇÃO DE NOVA ESPERANÇA NA REDE URBANA DE MARINGÁ: UMA PROPOSTA DE ESTUDO A REINSERÇÃO DE NOVA ESPERANÇA NA REDE URBANA DE MARINGÁ: UMA PROPOSTA DE ESTUDO 5 Amanda dos Santos Galeti Acadêmica de Geografia - UNESPAR/Paranavaí amanda_galeti@hotmail.com Kamily Alanis Montina Acadêmica

Leia mais

OS ESPAÇOS RESIDENCIAIS POPULARES FECHADOS: DEFINIÇÃO E

OS ESPAÇOS RESIDENCIAIS POPULARES FECHADOS: DEFINIÇÃO E OS ESPAÇOS RESIDENCIAIS POPULARES FECHADOS: DEFINIÇÃO E INTRODUÇÃO CARACTERIZAÇÃO Ricardo Lopes Batista 1 UNESP/ Presidente Prudente Batista-lopes@hotmail.com Com o desenvolvimento da tese de doutorado

Leia mais

Políticas públicas urbanas no Brasil: Estatuto da Cidade, Planos Diretores e o distanciamento entre as leis e as práticas sócio-espaciais

Políticas públicas urbanas no Brasil: Estatuto da Cidade, Planos Diretores e o distanciamento entre as leis e as práticas sócio-espaciais Políticas públicas urbanas no Brasil: Estatuto da Cidade, Planos Diretores e o distanciamento entre as leis e as práticas sócio-espaciais Marcus Vinicius Mariano de Souza Docente da Universidade Federal

Leia mais

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NO ESPAÇO URBANO: BAIRRO JARDIM ALVORADA EM CUIABÁ-MT.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NO ESPAÇO URBANO: BAIRRO JARDIM ALVORADA EM CUIABÁ-MT. REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NO ESPAÇO URBANO: BAIRRO JARDIM ALVORADA EM CUIABÁ-MT. INTRODUÇÃO O presente artigo é um ensaio de um trabalho de dissertação que será realizado pelo Programa de Pós Graduação em

Leia mais

Mercados de Terra Urbana e Microfinanças para Habitação em Angola

Mercados de Terra Urbana e Microfinanças para Habitação em Angola Mercados de Terra Urbana e Microfinanças para Habitação em Angola apresentado por Allan Cain Director - Development Workshop Angola & Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto Luanda 13 de Maio

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DAS ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO E EXPANSÃO DO CAPITAL IMOBILIÁRIO E SUAS IMPLICAÇÕES NA RECONFIGURAÇÃO URBANA EM PELOTAS/RS

REFLEXÕES ACERCA DAS ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO E EXPANSÃO DO CAPITAL IMOBILIÁRIO E SUAS IMPLICAÇÕES NA RECONFIGURAÇÃO URBANA EM PELOTAS/RS REFLEXÕES ACERCA DAS ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO E EXPANSÃO DO CAPITAL IMOBILIÁRIO E SUAS IMPLICAÇÕES NA RECONFIGURAÇÃO URBANA EM PELOTAS/RS Natalia Daniela Sá Britto Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014 DECRETO Nº 286/2014 Dispõe sobre o recadastramento imobiliário do município de Viana. O PREFEITO MUNICIPAL, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem a Lei Orgânica do

Leia mais

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE S ANO CONTABILÍSTICO 2011 Pagina : 1 1. FUNÇOES GERAIS 239.200,00 505.000,00 744.200,00 177.311,45 177.311,45 74.13 23.83 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 232.200,00

Leia mais

Novos padrões de moradias em cidades médias: análise dos condomínios horizontais em Montes Claros/MG *.

Novos padrões de moradias em cidades médias: análise dos condomínios horizontais em Montes Claros/MG *. Novos padrões de moradias em cidades médias: análise dos condomínios horizontais em *. Iara Soares de França Maria Ivete Soares de Almeida Ricardo dos Santos Oliveira Resumo: Os estudos sobre os condomínios

Leia mais

O mercado imobiliário em São José do Rio Preto e Presidente Prudente SP: análise comparativa dos processos de estruturação intra-urbano recentes.

O mercado imobiliário em São José do Rio Preto e Presidente Prudente SP: análise comparativa dos processos de estruturação intra-urbano recentes. O mercado imobiliário em São José do Rio Preto e Presidente Prudente SP: análise comparativa dos processos de estruturação intra-urbano recentes. Bruno Pereira Reis 1 ; Everaldo Santos Melazzo 2 Universidade

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO TR_08_2015_PDHC Produto Tecnologia da Informação Parecer Nº 00558/2015/CONJUR-MDA/CGU/AGU,

Leia mais

MUDANÇAS ESPACIAIS NO BAIRRO VILA GARCIA, MUNICIPIO DE JACAREÍ SP NO PERIODO DE 1970 A 2010

MUDANÇAS ESPACIAIS NO BAIRRO VILA GARCIA, MUNICIPIO DE JACAREÍ SP NO PERIODO DE 1970 A 2010 MUDANÇAS ESPACIAIS NO BAIRRO VILA GARCIA, MUNICIPIO DE JACAREÍ SP NO PERIODO DE 1970 A 2010 José Maria Filho ¹, Bruno Rodrigo 1, Sandra Maria Fonseca da Costa¹ 1 Universidade do Vale do Paraíba Faculdade

Leia mais

Mais Presença em Minas. Mais Presente em sua vida

Mais Presença em Minas. Mais Presente em sua vida Mais Presença em Minas Mais Presente em sua vida Empreendendo e assegurando a qualidade de condomínios residenciais, comerciais, loteamentos e participando do desenvolvimento urbano de cidades e regiões,

Leia mais

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 Débora Aparecida Tombini* Marcos Aurélio Saquet** INTRODUÇÃO Desde o surgimento da vida humana na Terra até o início do século XIX, a população cresceu em ritmo lento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VESPASIANO LEI Nº 2.334/2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE VESPASIANO LEI Nº 2.334/2009 LEI Nº 2.334/2009 APROVA TABELA DE VALORES PARA BASE DE CÁLCULO DO IPTU E TAXAS PARA O EXERCÍCIO DE 2010 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Povo do Município de Vespasiano, através de seus representantes na Câmara

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO URBANO E ACESSIBILIDADE NA ÁREA CENTRAL DE TERESINA: um instrumento na (re) organização do espaço

TRANSPORTE COLETIVO URBANO E ACESSIBILIDADE NA ÁREA CENTRAL DE TERESINA: um instrumento na (re) organização do espaço TRANSPORTE COLETIVO URBANO E ACESSIBILIDADE NA ÁREA CENTRAL DE TERESINA: um instrumento na (re) organização do espaço Maria do Socorro Ribeiro de Melo Universidade Federal do Piauí-UFPI, Mestranda em Geografia

Leia mais

O MAIS COMPLETO SISTEMA DE MONITORAMENTO E ANÁLISE DO MERCADO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO!

O MAIS COMPLETO SISTEMA DE MONITORAMENTO E ANÁLISE DO MERCADO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO! O MAIS COMPLETO SISTEMA DE MONITORAMENTO E ANÁLISE DO MERCADO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO! A evolução da indústria da construção civil A indústria da construção civil evoluiu, assumiu um papel importante

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES

MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES 480 MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES Poliana de Oliveira Basso¹, Sibila Corral de Arêa Leão Honda². ¹Discente do curso de Arquitetura e Urbanismo da

Leia mais

GESTÃO DE MÉTRICAS. Sistema de Gestão de Métricas

GESTÃO DE MÉTRICAS. Sistema de Gestão de Métricas GESTÃO DE MÉTRICAS 2010 Sistema de Gestão de Métricas SUMÁRIO Sumá rio Introduçá o 1 Processos de Nego cios 2 Instáláçá o 3 Operáçá o 4 Mánutençá o 29 Informáço es de contáto 41 INTRODUÇÃO Introduçá o

Leia mais

ANÁLISE CRÍTICA DO ATUAL PROCESSO DE EXPANSÃO URBANA EM SÃO JOÃO DEL-REI (MG) A PARTIR DO BAIRRO COLÔNIA DO MARÇAL

ANÁLISE CRÍTICA DO ATUAL PROCESSO DE EXPANSÃO URBANA EM SÃO JOÃO DEL-REI (MG) A PARTIR DO BAIRRO COLÔNIA DO MARÇAL ANÁLISE CRÍTICA DO ATUAL PROCESSO DE EXPANSÃO URBANA EM SÃO JOÃO DEL-REI (MG) A PARTIR DO BAIRRO COLÔNIA DO MARÇAL Rafael Begname Andrade Email: begname@gmail.com Graduando em Geografia pela Universidade

Leia mais

AÇÕES PARA REGULARIZAÇÃO DE IMÓVEIS NO. Estado de São Paulo. O que o Governo de São Paulo, o Ministério Público e a sua Prefeitura podem fazer juntos.

AÇÕES PARA REGULARIZAÇÃO DE IMÓVEIS NO. Estado de São Paulo. O que o Governo de São Paulo, o Ministério Público e a sua Prefeitura podem fazer juntos. AÇÕES PARA REGULARIZAÇÃO DE IMÓVEIS NO Estado de São Paulo O que o Governo de São Paulo, o Ministério Público e a sua Prefeitura podem fazer juntos. Sumário Apresentação 5 Porque regularizar 6 Quando uma

Leia mais

A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L

A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L A EMPRESA Há mais de 30 anos no mercado, a Betha Espaço se consolidou como uma das maiores imobiliárias do Espírito Santo. Líder em Locação no estado, apresenta

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2009

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2009 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2009 Desafios do Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida Profa. Dra. Sílvia Maria Schor O déficit habitacional brasileiro é

Leia mais

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP)

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Mariana Ferreira Cisotto maricisotto@yahoo.com.br IG/UNICAMP Antonio Carlos Vitte IG/UNICAMP Palavras-chave:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009. Conversão da Medida Provisória nº 459, de 2009 Mensagem de veto Texto compilado Dispõe sobre

Leia mais

Urbanização no Brasil

Urbanização no Brasil Urbanização no Brasil Urbanização é o aumento proporcional da população urbana em relação à população rural. Segundo esse conceito, só ocorre urbanização quando o crescimento da população urbana é superior

Leia mais

UMA CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-ESPACIAL DA PERIFERIA URBANA DE UBERLÂNDIA-MG

UMA CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-ESPACIAL DA PERIFERIA URBANA DE UBERLÂNDIA-MG UMA CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-ESPACIAL DA PERIFERIA URBANA DE UBERLÂNDIA-MG MICHELLY DE LOURDES LOPES 1 JULIO CESAR DE LIMA RAMIRES 2 Introdução A discussão sobre questões referentes a periferia é realizada

Leia mais

A EMPRESA. Um futuro melhor, mais que um compromisso, um objetivo que a Rottas Construtora realiza dia após dia.

A EMPRESA. Um futuro melhor, mais que um compromisso, um objetivo que a Rottas Construtora realiza dia após dia. A EMPRESA Um futuro melhor, mais que um compromisso, um objetivo que a Rottas Construtora realiza dia após dia. Com sede em Curitiba Paraná e presença em todo o sul do Brasil, a Rottas Construtora tem

Leia mais

LEVANTAMENTO IMOBILIÁRIO DO MUNICÍPIO DE TAUBATÉ 2013

LEVANTAMENTO IMOBILIÁRIO DO MUNICÍPIO DE TAUBATÉ 2013 LEVANTAMENTO IMOBILIÁRIO DO MUNICÍPIO DE TAUBATÉ 2013 Objetivo Realizar levantamento dados do mercado imobiliário Tipo de lançamentos, número de unidades, porte do empreendimento, preços das unidades Levantamentos

Leia mais

A racaju oferece, além das alternativas ligadas às praias, um roteiro básico partir da praia do Saco chega-se a lha da Sogra, a Ilha do Sossego, ao Pontal, ao que inclui visitas ao Palácio Museu Olímpio

Leia mais

ESTADO, HABITAÇÃO E SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL: OS EMPREENDIMENTOS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA EM CASTANHAL, PARÁ

ESTADO, HABITAÇÃO E SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL: OS EMPREENDIMENTOS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA EM CASTANHAL, PARÁ 1 ESTADO, HABITAÇÃO E SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL: OS EMPREENDIMENTOS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA EM CASTANHAL, PARÁ Willame de Oliveira Ribeiro Professor da UEPA e da Faculdade Ipiranga, Doutorando

Leia mais

CE ÁRIOS DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE CHAPECÓ EM 2020

CE ÁRIOS DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE CHAPECÓ EM 2020 CE ÁRIOS DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE CHAPECÓ EM 2020 Por Egly Ogliari, Ana Cristine Oltramari, Anderson de Camargo, Greison da Cunha, João C. A. Betiatto, Milton L. dos Santos, Osvaldo A. Mota. Agosto 2008.

Leia mais

A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo

A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo Helena Rizzatti Fonseca helena.fonseca@ige.unicamp.br IG/UNICAMP Palavras-chave: urbanização, periferização,

Leia mais

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO Produto Articulação e Gestão Territorial TR_21_2015_PDHC Sertão do Pajeú - PE Parecer

Leia mais

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Las Vegas - EUA Barro Recife/PE Qual é o imóvel mais caro? Fonte: Blog

Leia mais

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO Produto Produção Sustentável Irrigada TR_09_2015_PDHC no Semiárido Parecer Nº 00558/2015/CONJUR-MDA/CGU/AGU,

Leia mais

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Realização Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Henry Cherkezian Rio, 18 de maio de 2011 A questão Habitacional Aspectos a serem abordados Breve Diagnóstico Um exemplo da

Leia mais

Quem são estes agentes sociais que fazem e refazem a cidade?

Quem são estes agentes sociais que fazem e refazem a cidade? 1 O ESPAÇO URBANO Roberto Lobato Corrêa 1 I Introdução No presente estudo, considera-se a cidade como espaço urbano que pode ser analisado como um conjunto de pontos, linhas e áreas. Pode ser abordado

Leia mais

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação.

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação. SENSORIAMENTO REMOTO E SIG APLICADOS NA ANÁLISE DA EXPANSÃO URBANA NA REGIÃO SUDOESTE DA CIDADE DE MONTES CLAROS MG E A SUPRESSÃO DA VEGETAÇÃO NOS ANOS DE 2000 Á 2011 OLIVEIRA, Gustavo Henrique Gomes de

Leia mais

Projeto Cidade da Copa : influência na mobilidade da Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco

Projeto Cidade da Copa : influência na mobilidade da Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco Danilo Corsino de Queiróz Albuquerque¹ Ana Regina Marinho Dantas Barboza da Rocha Serafim² ¹Graduando do 5º Período no Curso de Licenciatura em Geografia pela Universidade de Pernambuco (UPE), E-mail:

Leia mais

RELAÇÕES SOCIAIS EM BAIRROS CONCENTRADORES DE LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP

RELAÇÕES SOCIAIS EM BAIRROS CONCENTRADORES DE LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP RELAÇÕES SOCIAIS EM BAIRROS CONCENTRADORES DE LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP Márcia Alvarenga dos Santos 1, Fabio Ricci 2, Moacir José dos Santos 3, Pedro de Alcântara Bittencourt

Leia mais

Análise de Viabilidade para Estruturação de Loteamentos

Análise de Viabilidade para Estruturação de Loteamentos A LDUARTE ENGENHARIA, em parceria com a EXECUT Consultoria & Treinamentos, traz a Salvador, Aracaju e Fortaleza o curso Análise de Viabilidade para Estruturação de Loteamentos. Este curso tem como pilares

Leia mais

A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25. Prof. Jeferson C. de Souza

A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25. Prof. Jeferson C. de Souza A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25 Prof. Jeferson C. de Souza Qual é o perfil das cidades que mais crescem? O QUE CARACTERIZA UMA CIDADE? Vida sedentária Aglomerações; Conjunto de serviços; Produção

Leia mais

O PAPEL DO PODER PÚBLICO NA EFETIVAÇÃO DA MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE URBANA 1

O PAPEL DO PODER PÚBLICO NA EFETIVAÇÃO DA MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE URBANA 1 O PAPEL DO PODER PÚBLICO NA EFETIVAÇÃO DA MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE URBANA 1 Prof.ª Dr.ª Sílvia Regina Pereira 2 Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Francisco Beltrão-PR) silviarpereira@hotmail.com

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009 FOLHA: 1 CÓDIGO DESCRIÇÃO Legislativa Judiciaria Essencial a Justica 646.000.00 565.180.00 646.000.00 565.180.00 FOLHA: 2 CÓDIGO DESCRIÇÃO Administracao Defesa Nacional Seguranca Publica 1.583.973.00 61.132.00

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Página : 1 1. FUNÇOES GERAIS 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇAO GERAL 1.1.1. 01 2002 I 1 AQUISIÇAO/REPARAÇAO DE OUTRO MATERIAL

Leia mais

Barômetro do Mercado Imobiliário. Preço dos imóveis em São Paulo desacelera no primeiro semestre

Barômetro do Mercado Imobiliário. Preço dos imóveis em São Paulo desacelera no primeiro semestre Barômetro do Mercado Imobiliário - São Paulo, Junho 2013 O Barômetro do Mercado Imobiliário em São Paulo é o mais ágil e confiável indicador do mercado imobiliário que acompanha a evolução dos preços de

Leia mais

ANEXO I PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FLORIDO MINAS GERAIS CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE CAMPO FLORIDO LEI Nº 710/98

ANEXO I PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FLORIDO MINAS GERAIS CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE CAMPO FLORIDO LEI Nº 710/98 ANEXO I PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FLORIDO MINAS GERAIS CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE CAMPO FLORIDO LEI Nº 710/98 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FLORIDO MINAS GERAIS LEI Nº 710/1998 INSTITUI O SISTEMA

Leia mais

MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010

MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010 MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010 Isaac A. Coimbra Lou SEI/BA Lis Helena Borges Bolsista/IPEA Roberta Pimenta Bolsista/IPEA Brasília, Março de 2013 SUMÁRIO

Leia mais

6. VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA

6. VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA 6. VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA 6.1 INTRODUÇÃO E OBJETIVOS Este estudo visa avaliar a valorização imobiliária do solo urbano decorrente da urbanização do promovida pelo poder público municipal e da implantação

Leia mais

Diana Meirelles da Motta

Diana Meirelles da Motta Diana Meirelles da Motta 1. O conceito de segregação é pertinente para entender a realidade metropolitana (a referência fundamental são as metrópoles brasileiras, tendo como pano de fundo as metrópoles

Leia mais

HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL E SEU CONTROLE POR MEIO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE 1996

HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL E SEU CONTROLE POR MEIO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE 1996 229 HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL E SEU CONTROLE POR MEIO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE 1996 Jéssica Telles Zanateli¹; Lennon Gomes¹; Marcela do Carmo Vieira²; Sibila Corral de Arêa Leão Honda³ 1 Discente

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA MESTRADO ACADÊMICO EM GEOGRAFIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA MESTRADO ACADÊMICO EM GEOGRAFIA 0 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA MESTRADO ACADÊMICO EM GEOGRAFIA ANTONIA HELAINE VERAS RODRIGUES ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA NA CIDADE

Leia mais

Desigualdades socioespaciais no RN: velhas causas, novas formas

Desigualdades socioespaciais no RN: velhas causas, novas formas Desigualdades socioespaciais no RN: velhas causas, novas formas Rita de Cássia da Conceição Gomes Natal, 11/09/2011 As Desigualdades socioespacias em nossa agenda de pesquisa: Dialética apresentada Pesquisa

Leia mais

Atrasos nas entregas de obras

Atrasos nas entregas de obras Atrasos nas entregas de obras Nos últimos anos, houve um crescimento relevante dos lançamentos imobiliários ( boom imobiliário) em todo o país, com a escassez de materiais básicos e mão de obra qualificada

Leia mais

EXPANSÃO TERRITORIAL E OS ESPAÇOS DE POBREZA NA CIDADE DE MONTES CLAROS

EXPANSÃO TERRITORIAL E OS ESPAÇOS DE POBREZA NA CIDADE DE MONTES CLAROS EXPANSÃO TERRITORIAL E OS ESPAÇOS DE POBREZA NA CIDADE DE MONTES CLAROS Marcos Esdras LEITE 1 Anete Marília PEREIRA 2 Introdução O processo de expansão territorial da cidade de Montes Claros (MG) tem como

Leia mais

Região Metropolitana de Manaus: as ações do Estado em Manacapuru e a produção do espaço urbano-regional. 1

Região Metropolitana de Manaus: as ações do Estado em Manacapuru e a produção do espaço urbano-regional. 1 Região Metropolitana de Manaus: as ações do Estado em Manacapuru e a produção do espaço urbano-regional. 1 Moisés Barbosa da Silva 2 Graduado em Geografia pela Universidade do Estado do Amazonas-UEA/Brasil

Leia mais

Bauhaus Sistemas Sistema Terra. Cadastro Imobiliário. O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário.

Bauhaus Sistemas Sistema Terra. Cadastro Imobiliário. O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário. Treinamento Bauhaus Sistemas Sistema Terra Cadastro Imobiliário O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário. CADASTRO IMOBILIÁRIO Cadastro de imóveis O cadastro

Leia mais

Apartamentos econômicos são destaque em Bauru

Apartamentos econômicos são destaque em Bauru Apartamentos econômicos são destaque em Bauru Localizada em posição estratégica, no coração do Estado de São Paulo, a cidade de Bauru tem passado por grande desenvolvimento nos últimos anos. Para o setor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS Instituto de Ciências da Natureza Geografia Bacharelado Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como parte dos requisitos para a obtenção do título de Bacharel em Geografia

Leia mais

AS RECENTES TRANSFORMAÇÕES NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NAS CIDADES MÉDIAS PAULISTAS

AS RECENTES TRANSFORMAÇÕES NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NAS CIDADES MÉDIAS PAULISTAS AS RECENTES TRANSFORMAÇÕES NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NAS CIDADES MÉDIAS PAULISTAS Novas tendências de fragmentação socioespacial da periferia urbana do município de São José do Rio Preto, São Paulo,

Leia mais

GATED COMMUNITIES: CONDOMINIUMS AND DEVELOPMENTS TYPOLOGIES AND RESIDENTES PROFILES IN THE CITY OF SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SÃO PAULO

GATED COMMUNITIES: CONDOMINIUMS AND DEVELOPMENTS TYPOLOGIES AND RESIDENTES PROFILES IN THE CITY OF SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SÃO PAULO ENCLAVES FORTIFICADOS: TIPOLOGIAS DOS CONDOMÍNIOS HORIZONTAIS E LOTEAMENTOS FECHADOS E PERFIL DOS SEUS MORADORES NA CIDADE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SÃO PAULO GATED COMMUNITIES: CONDOMINIUMS AND DEVELOPMENTS

Leia mais

PARA UMA HISTÓRIA DAS PAISAGENS COMPLEXAS - UNIDADES DE CONSERVAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE ORDENAMENTO TERRITORIAL

PARA UMA HISTÓRIA DAS PAISAGENS COMPLEXAS - UNIDADES DE CONSERVAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE ORDENAMENTO TERRITORIAL PARA UMA HISTÓRIA DAS PAISAGENS COMPLEXAS - UNIDADES DE CONSERVAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE ORDENAMENTO TERRITORIAL Simone Narciso Lessa 1 - UNICAMP/UNIMONTES/FUNORTE Quando observamos a paisagem paulista,

Leia mais

Transformações Demográficas e o Processo de Envelhecimento da População Sergipana

Transformações Demográficas e o Processo de Envelhecimento da População Sergipana SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 1 2012 www.scientiaplena.org.br Transformações Demográficas e o Processo de Envelhecimento da População Sergipana N. S. Meneses Departamento de Geografia, Universidade Federal

Leia mais

MERCADO IMOBILIÁRIO E ESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. Espacialização e análise dos dados sobre o mercado formal de terras.

MERCADO IMOBILIÁRIO E ESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. Espacialização e análise dos dados sobre o mercado formal de terras. MERCADO IMOBILIÁRIO E ESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. Espacialização e análise dos dados sobre o mercado formal de terras. RESUMO Diogo Labiak Neves 1 dlneves@facinter.br Fernanda

Leia mais

RESIDENCIAL PORTAL DA PÉROLAII - HABITAÇÃO SOCIALSEGUNDO AS DIRETRIZES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDADA EM BIRIGUI SP

RESIDENCIAL PORTAL DA PÉROLAII - HABITAÇÃO SOCIALSEGUNDO AS DIRETRIZES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDADA EM BIRIGUI SP 411 RESIDENCIAL PORTAL DA PÉROLAII - HABITAÇÃO SOCIALSEGUNDO AS DIRETRIZES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDADA EM BIRIGUI SP Daiane dos Santos Esquevani¹, Mayara Pissutti Albano², Sibila Corral de Arêa

Leia mais

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1 CFIAe 1 SUMÁRIO I CATEGORIA E FINALIDADE DA CFIAe 3 II MISSÃO DA CFIAe 3 III VISÃO DE FUTURO 3 IV VALORES 4 V PRODUTOS CFIAe 5 VI BENEFICIÁRIOS CFIAe 5 VII FACILIDADES ENCONTRADAS NO SITE CFIAe 6 VIII

Leia mais

Dinâmicas urbanas. condomínios fechados, transformações espaciais e processos de mobilidade residencial

Dinâmicas urbanas. condomínios fechados, transformações espaciais e processos de mobilidade residencial Reconfigurações Espaciais e Diferenciação Social em Cidades de Angola e Moçambique Lisboa, Junho de 2014 Dinâmicas urbanas condomínios fechados, transformações espaciais e processos de mobilidade residencial

Leia mais

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Objetivo: Conectividade Social ICP Alteração cadastral no FGTS Acesso do Trabalhador ao FGTS Novo TRCT Quase 3 milhões de

Leia mais

UNIDADE V Tributação sobre a propriedade. 1. Imposto sobre a propriedade territorial rural. 1.1. Legislação. 1.1.1. Constituição (art.

UNIDADE V Tributação sobre a propriedade. 1. Imposto sobre a propriedade territorial rural. 1.1. Legislação. 1.1.1. Constituição (art. UNIDADE V Tributação sobre a propriedade 1. Imposto sobre a propriedade territorial rural 1.1. Legislação 1.1.1. Constituição (art. 153, inciso VI) 1.1.2. Lei n. 9.393, de 1996 1.1.3. Decreto n. 4.382,

Leia mais

Planejamento e gestão urbana sustentáveis nos municípios brasileiros José Lázaro de Carvalho Santos 1 Resumo

Planejamento e gestão urbana sustentáveis nos municípios brasileiros José Lázaro de Carvalho Santos 1 Resumo 1 Planejamento e gestão urbana sustentáveis nos municípios brasileiros José Lázaro de Carvalho Santos 1 Resumo Atualmente observa-se um grande esforço no enfrentamento das questões referentes ao planejamento

Leia mais

11.1. INFORMAÇÕES GERAIS

11.1. INFORMAÇÕES GERAIS ASPECTOS 11 SOCIOECONÔMICOS 11.1. INFORMAÇÕES GERAIS O suprimento de energia elétrica tem-se tornado fator indispensável ao bem-estar social e ao crescimento econômico do Brasil. Contudo, é ainda muito

Leia mais

TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL

TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL Lauro Marino Wollmann Agente Fiscal da Receita Municipal Secretaria da Fazenda - Porto Alegre Porto Alegre, 20 de novembro de 2014. Para exigir

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA IMÓVEIS - EDIFICAÇÕES E LOTEAMENTOS A Prefeitura Municipal de Aracaju fiscaliza e licencia obras de edificação e de parcelamento do solo

Leia mais

Condomínios & Associações: principais diferenças

Condomínios & Associações: principais diferenças Condomínios & Associações: principais diferenças Por Mariangela Iamondi Machado CNPJ Despersonalizado Condomínio Associação de Proprietários em Loteamentos CNPJ idêntico a de empresas Não pode adquirir

Leia mais

DIREITO SOCIETÁRIO APLICADO

DIREITO SOCIETÁRIO APLICADO DO GRUPO DE ESTUDOS DE DIREITO EMPRESARIAL FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DIREITO SOCIETÁRIO APLICADO ASPECTOS SOCIETÁRIOS DOS EMPREENDIMENTOS HOTELEIROS E A CAPTAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana

Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana Página 1 de 5 Busca Déficit habitacional é a principal preocupação da política urbana O Estatuto da Cidade prevê a criação de planos pilotos para o desenvolvimento de cidades e municípios. Para tornar

Leia mais

A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E OS PROBLEMAS AMBIENTAIS OCASIONADOS POR INUNDAÇÕES URBANAS NO RIO MARANGUAPINHO: O BAIRRO HENRIQUE JORGE, FORTALEZA- CE.

A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E OS PROBLEMAS AMBIENTAIS OCASIONADOS POR INUNDAÇÕES URBANAS NO RIO MARANGUAPINHO: O BAIRRO HENRIQUE JORGE, FORTALEZA- CE. A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E OS PROBLEMAS AMBIENTAIS OCASIONADOS POR INUNDAÇÕES URBANAS NO RIO MARANGUAPINHO: O BAIRRO HENRIQUE JORGE, FORTALEZA- CE. Karinne Wendy Santos de Menezes Universidade Estadual do

Leia mais

Programa de Formação de Gestores para o Desenvolvimento Territorial da Bahia Litoral Norte e Agreste Baiano

Programa de Formação de Gestores para o Desenvolvimento Territorial da Bahia Litoral Norte e Agreste Baiano Programa de Formação de Gestores para o Desenvolvimento Territorial da Bahia Litoral Norte e Agreste Baiano Tânia Fischer Alagoinhas, abril, 2012 2011/ 2012/ 2022 Cenários de mutações GESTÃO DE TERRITÓRIOS

Leia mais

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013.

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. Publicado no DOM n 1.528, de 14.06.2013 Dispõe sobre procedimentos para solicitações referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU,

Leia mais

Alguns Benefícios do Cadastro Técnico Multifinalitário Urbano - (CTMU) no Município de Rodeiro MG

Alguns Benefícios do Cadastro Técnico Multifinalitário Urbano - (CTMU) no Município de Rodeiro MG Alguns Benefícios do Cadastro Técnico Multifinalitário Urbano - (CTMU) no Município de Rodeiro MG Rômulo Parma Gonçalves 2 Rafael José de Oliveira Andrade 3 Leonardo Campos de Assis 4 Giuliano Sant Anna

Leia mais

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos.

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Em 2010, existiam 57,3 milhões de domicílios permanentes no Brasil. Desse total, 12,5 milhões são

Leia mais

Recursos e Fontes de Financiamento

Recursos e Fontes de Financiamento Recursos e Fontes de Financiamento Recursos e Fontes de Financiamento A disponibilidade de recursos financeiros para a implementação do Plano Local de HIS é fundamental para a concretização dos objetivos

Leia mais

0061 - Concessão de Crédito para Aquisição de Imóveis Rurais e Investimentos Básicos - Fundo de Terras

0061 - Concessão de Crédito para Aquisição de Imóveis Rurais e Investimentos Básicos - Fundo de Terras Programa 2066 - Reforma Agrária e Ordenamento da Estrutura Fundiária Número de Ações 34 Tipo: Operações Especiais 0061 - Concessão de Crédito para Aquisição de Imóveis Rurais e Investimentos Básicos -

Leia mais

GESTAO DE CRISES EM TURISMO

GESTAO DE CRISES EM TURISMO GESTAO DE CRISES EM TURISMO IMPACTOS DO ENTORNO NO TURISMO INSEGURANCA INSTABILIDADE CONFLITOS GUERRAS GUERRA DO GOLFO ATENTADO DE 11 DE SETEMBRO GUERRA DO IRAQUE TERRORISMO ORIENTE MEDIO EUROPA AFRICA

Leia mais

AVALIAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DOS IMÓVEIS URBANOS SITUADOS ACIMA DA ESTRADA FÉRREA ALTA SOROCABANA NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE/SP

AVALIAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DOS IMÓVEIS URBANOS SITUADOS ACIMA DA ESTRADA FÉRREA ALTA SOROCABANA NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE/SP AVALIAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DOS IMÓVEIS URBANOS SITUADOS ACIMA DA ESTRADA FÉRREA ALTA SOROCABANA NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE/SP 1120 Mayara Cristina de Paula Felipe 1, Hudson Matheus Carvalho Santos

Leia mais

O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO EM CUIABÁ FACE A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL EM 2014

O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO EM CUIABÁ FACE A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL EM 2014 O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO EM CUIABÁ FACE A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL EM 2014 Frankes Marcio Batista Siqueira Instituto Federal do Mato Grosso Francioly Marcos B. Siqueira Instituto Federal

Leia mais

TÍTULO: EVOLUÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS: ESTUDO DO BAIRRO FUNCIONÁRIOS

TÍTULO: EVOLUÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS: ESTUDO DO BAIRRO FUNCIONÁRIOS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EVOLUÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS: ESTUDO DO BAIRRO FUNCIONÁRIOS CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Universidade Federal de São Carlos.

Aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Universidade Federal de São Carlos. TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA CIDADE DE SÃO CARLOS: CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS FECHADOS E NOVAS FORMAS DE SOCIABILIDADE Ferreira, Francisco Barnabé 1 franbar@linkway.com.br 1 Aluno do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

-Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante a Oficina 3 - Financiamento para habitação social em Centros.

-Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante a Oficina 3 - Financiamento para habitação social em Centros. -Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante a Oficina 3 - Financiamento para habitação social em Centros. -Data: 05/12/2008 -Local: Instituto Pólis MORADIA É CENTRAL

Leia mais