Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat - Polinômios

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat - Polinômios"

Transcrição

1 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios. (Espcex (Aman) 05) O polinômio (x) x x deixa resto r(x). Sabendo disso, o valor numérico de r( ) é a) 0. b) 4. c) 0. d) 4. e) 0. 5 f(x) x x x, uando dividido por. (Unicamp 05) Seja (a,b,c,d) uma progressão geométrica (PG) de números reais, com razão 0 e a 0. a) Mostre ue x é uma raiz do polinômio cúbico p(x) a bx cx dx. b) Sejam e e f números reais uaisuer e considere o sistema linear nas variáveis x e y, a c x e. Determine para ue valores da razão esse tem solução única. d b y f. (Unicamp 04) O polinômio p(x) x x 9x 8 tem três raízes: r, r e s. a) Determine os valores de r e s. b) Calcule p(z) para z = +i, onde i é a unidade imaginária. 4. (Espcex (Aman) 04) Sabendo ue é uma raiz do polinômio então o conjunto de todos os números reais x para os uais a expressão é: a) {x / x } b) {x / x } c) {x / x ou x } d) {x / x } e) {x / x e x } P(x) x 5x x, 5. (Uerj 04) Observe o gráfico da função polinomial de em definida por P(x) x 6x x. P(x) está definida Página de

2 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios Determine o conjunto solução da ineuação P(x) (Unesp 04) O polinômio P(x) a x x b é divisível por x e, uando divisível por x +, deixa resto 45. Nessas condições, os valores de a e b, respectivamente, são a) e 4. b) e. c) e. d) e 6. e) e. 7. (Pucrj 04) Assinale a alternativa correta: 4 a) x x x x 8 6 b) 4 c) 4 4 d) x x x x e) x x x x 4 8 x x x x 4x 8 6 x x x x 4x (Unesp 04) Sabe-se ue, na euação x 4x x 6 0, uma das raízes é igual à soma das outras duas. O conjunto solução (S) desta euação é a) S = {,, } b) S = {,, + } c) S = {+, +, + } d) S = {, +, + } e) S = {, +, + } 9. (Fuvest 04) Os coeficientes a, b e c do polinômio p(x) x ax bx c são reais. Sabendo ue e αi, com α 0, são raízes da euação p(x) 0 e ue o resto da divisão de p(x) por (x ) é 8, determine a) o valor de α ; b) o uociente de p(x) por (x ). i é a unidade imaginária, i. Página de

3 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios 0. (Espm 04) O trinômio a) 0 b) c) d) e) 4. (Pucrj 04) Sabendo ue é raiz do polinômio ue p(x) é igual a: a) x x b) xx x c) xx d) xx x e) xx x x ax b é divisível por x e por x. O valor de a b é: p(x) x ax x, podemos afirmar. (Espcex (Aman) 0) Um polinômio (x), do º grau, é definido por x ax bx c, com a, b e c reais, a 0. Dentre os polinômios a seguir, auele ue verifica a igualdade x x, para todo x real, é a) b) c) d) x a x x c x a x x c x a x x c x a x x c e) x a x c. (Espm 0) O resto da divisão do polinômio a) x b) x + c) x d) x + e) x 5 x x pelo polinômio x é: 4. (Esc. Naval 0) Sejam F(x) x ax b e G(x) x x 6 dois polinômios na variável real x, com a e b números reais. Qual valor de (a b) para ue a divisão F(x) G(x) seja exata? a) b) c) 0 d) e) 5. (Espcex (Aman) 0) Os polinômios A(x) e B(x) são tais ue A x B x x x x. Sabendo-se ue é raiz de A(x) e é raiz de B(x), então A B é igual a: a) 98 b) 00 c) 0 d) 0 Página de

4 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios e) (Ime 0) Considere o polinômio solução da forma a) n 5 b) 6 n 0 c) 0 n 5 d) 5 n 0 e) 0 n 0 5x x 60x 6 0. Sabendo ue ele admite uma n, onde n é um número natural, pode se afirmar ue: 4 7. (Fuvest 0) O polinômio p(x) x ax bx cx 8, em ue a, b, c são números reais, tem o número complexo + i como raiz, bem como duas raízes simétricas. a) Determine a, b, c e as raízes de p(x). b) Subtraia de cada uma das raízes de p(x) e determine todos os polinômios com coeficientes reais, de menor grau, ue possuam esses novos valores como raízes. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Notações : Conjunto dos números naturais; : Conjunto dos números reais; : Conjunto dos números reais não negativos; i: unidade imaginária; i ; P(A) : conjunto de todos os subconjuntos do conjunto A; n(a) : número de elementos do conjunto finito A; AB : segmento de reta unindo os pontos A e B; arg z : argumento do número complexo z; a,b x : a x b A \ B x : x A e x B c A : complementar do conjunto A; n k n akx a0 ax a x... anx,n. k0 Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares. 8. (Ita 0) As raízes x, x e x do polinômio p(x) 6 ax (4 )x x estão x relacionadas pelas euações: x x e x x x 0. Então, o coeficiente a é igual a a) ( ) b) 4 c) ( ) d) 4 e) 4( ) Página 4 de

5 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios Gabarito: Resposta da uestão : [A] 5 4 x 0x x x 0x x 0x x 5 4 x 0x x x x x x 0x x 0x 6x 4 Portanto, x 6x r(x) x 6x e Resposta da uestão : a) Tem-se ue b a, c a e r( ) ( ) 6( ) 0. d a. Logo, vem p a a a a a a a a 0. Por conseguinte, x é uma raiz do polinômio p(x). b) De (a), obtemos a c x e a a x e. d b y f a a y f Sabendo ue a 0, 0 e, o sistema terá solução única se, e somente se, a a a a 5 0 a a 0 a ( )( ) 0. Portanto, além de 0, deve-se ter. Resposta da uestão : a) Fatorando p(x), obtemos p(x) x x 9x 8 x (x ) 9(x ) (x )(x 9). Portanto, r e s. Página 5 de

6 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios b) Se z i, então p(z) ( i )(i 9) i 9i i 9 7 i. Resposta da uestão 4: [C] z ( i) i. Logo, Já ue é raiz, podemos utilizar do dispositivo de Briot-Ruffini para determinar as outras raízes e então fazer o estudo do sinal dessa função polinomial. Logo, P(x) ( x ) ( x x), fazendo outras duas raízes. x temos x = ou x = -/, ue são as x 0, Fazendo agora o estudo do sinal do polinômio P(x), temos: A expressão P(x) estará definida para P(x) 0, ou seja, x / x ou x Resposta da uestão 5: O número é raiz, pois p() = 0. Dividindo p(x) por (x ), temos: Logo, Px x x x Onde suas raízes são x, x. Página 6 de

7 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios Resolvendo, agora a ineuação P(x) 0 através do gráfico do polinômio P(x). Portanto, a solução da ineuação será dada por S x / x ou x. Resposta da uestão 6: [E] De acordo com o Teorema do Resto e as informações do problema, temos ue: P() = 0 e P( ) = 45. Resolvendo o sistema abaixo, temos: 8a 4 b 0 7a 6 b 45 Multiplicando a primeira euação por e somando com a segunda temos: 5a = 5, ou seja, a =. Substituindo a = na primeira euação, temos: b = 0, ou seja, b =. Resposta da uestão 7: [B] Tomando convenientemente x, é fácil ver ue as únicas opções possíveis são as identidades dos itens [A] e [B]. Agora, basta fazer x para concluir ue a identidade correta é a do item [B]. Resposta da uestão 8: [B] Sejam r, s e t as raízes da euação x 4x x 6 0 e considere ue r = s + t. Utilizando a relação de soma de Girard, temos: 4 r s t r r 4 r Página 7 de

8 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios Concluímos então ue dois é uma de suas raízes. Dividindo, agora x 4x x 6 por (x ) x 4x x 6 (x ) (x x ) 0 x 0 x x x x ou x Logo, S = {,, + }. Resposta da uestão 9: a) Como os coeficientes de p(x) são números reais, segue-se ue suas raízes são, αi e αi. Logo, p(x) (x ( ))(x ( αi))(x ( αi)) (x )(x x α ). Sabendo ue o resto da divisão de p(x) por (x ) é 8 e α 0, pelo Teorema do Resto, vem p() 8 ()( α ) 8 α 4 α. b) Utilizando os resultados obtidos em (a), segue ue o uociente de p(x) por x é p(x) (x )(x x 5) x x 5. x x Resposta da uestão 0: [D] Tem-se ue x ax b (x )(x ) x x. Daí segue ue a, b e, portanto, a b ( ). Resposta da uestão : [B] Se p() 0, então a 0. Logo, a 0 e, portanto, Página 8 de

9 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios p(x) x x x(x ) x(x )(x ). Resposta da uestão : Questão anulada no gabarito oficial. Se (x) ( x), então ax bx c a( x) b( x) c ax (a b)x a b c. Assim, obtemos o sistema b a b a b a b c c a b a a 0 a 0 e b 0 ou a e b Dado ue a 0, segue ue a e b. Portanto, lado, como a a, vem ue as alternativas [B] e [C] estão corretas. Resposta da uestão : [E] (x) x x c a(x x) c. Por outro Dividindo 5 x x por x, obtemos 5 x x x 5 x x x x x x x x x x x x Portanto, o resto é x. Resposta da uestão 4: [B] Página 9 de

10 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios De acordo com a divisão efetuada acima, temos: a 4 0 a 4 b 0 b Logo, a b. Resposta da uestão 5: [C] Como é raiz de A(x) e é raiz de B(x), segue ue A( ) 0 e B() 0. Logo, A( ) B( ) ( ) ( ) ( ) B( ) e A() B() A() 0. Portanto, A() B( ) 0 0. Resposta da uestão 6: [C] 5x x 60x 6 0. x 5x 5x 0 (5x )(x ) 0 5x 0 x / 5 ou x 0 x Considerando n =, temos 0 n 5. Resposta da uestão 7: a) Como os coeficientes são reais, as raízes complexas aparecem com suas respectivas conjugadas, então (+i), (-i), r e r são raízes de P(x) Utilizando, agora, a relação do produto das raízes, temos: 8 ( i) ( i) r ( r).r 8 r Portanto, as raízes de p(x) são (+i), (-i), e - Escrevendo o polinômio na forma fatorada, temos: Página 0 de

11 Exercícios de Aprofundamento 05 Mat - Polinômios P x. x i.(x i. x. x 4 P x x x x 8x 8 Logo, a, c e c 8. b) Subtraindo de cada uma das raízes, temos; i i i i Portanto, x k. x i. x i. x. x x k. x. x. x Para k diferente de zero. Resposta da uestão 8: [C] Temos ue p(x) x (4 ) x ax 6 x x x 4 Portanto, x x x 4 x x x x x x 0 Resolvendo o sistema por escalonamento, temos: x x x 4 Logo, para a raiz x a a 4 Página de

POLINÔMIOS. x 2x 5x 6 por x 1 x 2. 10 seja x x 3

POLINÔMIOS. x 2x 5x 6 por x 1 x 2. 10 seja x x 3 POLINÔMIOS 1. (Ueg 01) A divisão do polinômio a) x b) x + c) x 6 d) x + 6 x x 5x 6 por x 1 x é igual a:. (Espcex (Aman) 01) Os polinômios A(x) e B(x) são tais que A x B x x x x 1. Sabendo-se que 1 é raiz

Leia mais

. Determine os valores de P(1) e P(22).

. Determine os valores de P(1) e P(22). Resolução das atividades complementares Matemática M Polinômios p. 68 Considere o polinômio P(x) x x. Determine os valores de P() e P(). x x P() 0; P() P(x) (x x)? x (x ) x x x P()? 0 P() ()? () () 8 Seja

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Distribuição das 1.048 Questões do I T A 94 (8,97%) 104 (9,92%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais 23 (2, 101 (9,64%) Geo. Espacial Geo. Analítica Funções Conjuntos 31 (2,96%)

Leia mais

Função do 2º Grau. V(x) 3x 12x. C(x) 5x 40x 40.

Função do 2º Grau. V(x) 3x 12x. C(x) 5x 40x 40. Função do º Grau. (Espcex (Aman) 04) Uma indústria produz mensalmente x lotes de um produto. O valor mensal resultante da venda deste produto é dado por C(x) 5x 40x 40. V(x) 3x x e o custo mensal da produção

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web . (Pucrj 015) Sejam as funções f(x) = x 6x e g(x) = x 1. O produto dos valores inteiros de x que satisfazem a desigualdade f(x) < g(x) é: a) 8 b) 1 c) 60 d) 7 e) 10 4. (Acafe 014) O vazamento ocorrido

Leia mais

Revisão para a Bimestral 8º ano

Revisão para a Bimestral 8º ano Revisão para a Bimestral 8º ano 1- Quadrado da soma de dois termos Observe: (a + b)² = ( a + b). (a + b) = a² + ab+ ab + b² = a² + 2ab + b² Conclusão: (primeiro termo)² + 2.(primeiro termo). (segundo termo)

Leia mais

Aula: Equações polinomiais

Aula: Equações polinomiais Aula: Equações polinomiais Turma 1 e 2 Data: 05/09/2012-12/09/2012 Tópicos Equações polinomiais. Teorema fundamental da álgebra. Raízes reais e complexas. Fatoração e multiplicação de raízes. Relações

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Sociedade Brasileira de Matemática Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional. n=1

Sociedade Brasileira de Matemática Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional. n=1 Sociedade Brasileira de Matemática Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional MA Números e Funções Reais Avaliação - GABARITO 3 de abril de 203. Determine se as afirmações a seguir são verdadeiras

Leia mais

Ex 4.3 O anel é construído pelos polinômios S 1 1 S 2. x S 3. x 1 S 4. x 2 S 5. x 2 1 S 6. x 2 x S 7. x 2 x 1 S 8. x 3 S 9

Ex 4.3 O anel é construído pelos polinômios S 1 1 S 2. x S 3. x 1 S 4. x 2 S 5. x 2 1 S 6. x 2 x S 7. x 2 x 1 S 8. x 3 S 9 Ex. 4.1 As palavras código são c 0 = [0 0 0 0 0 0 0], c 1 = [0 0 0 1 1 0 1], c 2 = [0 0 1 1 0 1 0], c 3 = [0 0 1 0 1 1 1], c 4 = [0 1 1 0 1 0 0], c 5 = [0 1 1 1 0 0 1], c 6 = [0 1 0 1 1 1 0], c 7 = [0

Leia mais

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares.

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares. MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária, i = z: módulo do número z Re(z): parte real do número z Im(z): parte imaginária do número z det

Leia mais

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14 FGV Administração - 1.1.1 VESTIBULAR FGV 015 1/1/01 RESOLUÇÃO DAS 10 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA TARDE MÓDULO DISCURSIVO QUESTÃO 1 Um mapa de um pequeno parque é uma região em forma de quadrilátero,

Leia mais

Exercícios de Matemática Polinômios

Exercícios de Matemática Polinômios Exercícios de Matemática Poliômios ) (ITA-977) Se P(x) é um poliômio do 5º grau que satisfaz as codições = P() = P() = P(3) = P(4) = P(5) e P(6) = 0, etão temos: a) P(0) = 4 b) P(0) = 3 c) P(0) = 9 d)

Leia mais

Função. Definição formal: Considere dois conjuntos: o conjunto X com elementos x e o conjunto Y com elementos y. Isto é:

Função. Definição formal: Considere dois conjuntos: o conjunto X com elementos x e o conjunto Y com elementos y. Isto é: Função Toda vez que temos dois conjuntos e algum tipo de associação entre eles, que faça corresponder a todo elemento do primeiro conjunto um único elemento do segundo, ocorre uma função. Definição formal:

Leia mais

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números complexos : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números inteiros = {0,,, 3,...} * = {,, 3,...} Ø: conjunto vazio A\B =

Leia mais

Exercícios de Números Complexos com Gabarito

Exercícios de Números Complexos com Gabarito Exercícios de Números Complexos com Gabarito ) (UNIFESP-007) Quatro números complexos representam, no plano complexo, vértices de um paralelogramo. Três dos números são z = i, z = e z = + ( 5 )i. O quarto

Leia mais

Lógica Matemática e Computacional 5 FUNÇÃO

Lógica Matemática e Computacional 5 FUNÇÃO 5 FUNÇÃO 5.1 Introdução O conceito de função fundamenta o tratamento científico de problemas porque descreve e formaliza a relação estabelecida entre as grandezas que o integram. O rigor da linguagem e

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2013 DA UNICAMP-FASE 2. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2013 DA UNICAMP-FASE 2. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA RESOLUÇÃO D PROV DE MTEMÁTIC DO VESTIBULR 0 D UNICMP-FSE. PROF. MRI NTÔNI C. GOUVEI. Em de outubro de 0, Feli Baumgartner uebrou o recorde de velocidade em ueda livre. O salto foi monitorado oficialmente

Leia mais

Aplicações de Derivadas

Aplicações de Derivadas Aplicações de Derivadas f seja contínua no [a,b] e que f '(x) exista no intervalo aberto a x b. Então, existe pelo menos um valor c entre a eb, tal que f '(c) f (b) f (a) b a. pelo menos um ponto c (a,

Leia mais

Ensino Médio - 3ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 2011 MATEMÁTICA Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Gab 02 - (FGV )

Ensino Médio - 3ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 2011 MATEMÁTICA Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Gab 02 - (FGV ) Ensino Médio - ª série Estudos de Recuperação para o EXAME - 011 Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Luiz Antonio Escossi Números Complexos 01 - (MACK SP) Se y = x, sendo 1 i x 1 i e i 1, o valor de (x +

Leia mais

4.2 Teorema do Valor Médio. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html

4.2 Teorema do Valor Médio. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html 4.2 Teorema do Valor Médio Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html Teorema de Rolle: Seja f uma função que satisfaça as seguintes hipóteses: a) f é contínua no intervalo

Leia mais

MATEMÁTICA. 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005.

MATEMÁTICA. 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005. MTEMÁTI 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005. 80 60 40 20 0 1 /03 2 /03 1º/04 2º/04 1º/05 2º/05 Lucro 50 60 45 70 55 65 0-0) O lucro médio

Leia mais

ITA - 2003 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2003 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2003 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Seja z. Das seguintes afirmações independentes: argumento de ω. é (são) verdadeira(s) A) todas. C) apenas II e III.

Leia mais

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Considere os conjuntos S = {0,2,4,6}, T = {1,3,5} e U = {0,1} e as afirmações: I. {0} S e S U. II. {2} S\U e S T U={0,1}.

Leia mais

Funções e Aplicações. Ministrado por Bruno Tenório da S Lopes Coordenado por Profa Dra Edna Maura Zuffi

Funções e Aplicações. Ministrado por Bruno Tenório da S Lopes Coordenado por Profa Dra Edna Maura Zuffi Funções e Aplicações Ministrado por Bruno Tenório da S Lopes Coordenado por Profa Dra Edna Maura Zuffi Maio de 2011 Índice 1 - Conjuntos Numéricos... 4 Intervalos... 5 Intervalos finitos... 5 Intervalos

Leia mais

Inequação do Primeiro Grau

Inequação do Primeiro Grau Inequação do Primeiro Grau 1. (Unicamp 015) Seja a um número real positivo e considere as funções afins f(x) ax 3a e g(x) 9 x, definidas para todo número real x. a) Encontre o número de soluções inteiras

Leia mais

Prova de Matemática: 13/12/12 PROVA ITA

Prova de Matemática: 13/12/12 PROVA ITA Prova de Matemática: // PROVA ITA matemática Gabarito ITA Prova de Matemática: // matemática : conjunto dos números naturais : conjunto dos números inteiros : conjunto dos números reais M m x n ( ): conjunto

Leia mais

EUSTÁQUIO GOMES DE CARVALHO JÚNIOR IDENTIFICAÇÃO DE ERROS NA RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE VESTIBULARES COMETIDOS POR PRÉ-VESTIBULANDOS

EUSTÁQUIO GOMES DE CARVALHO JÚNIOR IDENTIFICAÇÃO DE ERROS NA RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE VESTIBULARES COMETIDOS POR PRÉ-VESTIBULANDOS EUSTÁQUIO GOMES DE CARVALHO JÚNIOR IDENTIFICAÇÃO DE ERROS NA RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE VESTIBULARES COMETIDOS POR PRÉ-VESTIBULANDOS Dissertação apresentada ao Curso de Especialização em Matemática da Universidade

Leia mais

2.2 Subespaços Vetoriais

2.2 Subespaços Vetoriais 32 CAPÍTULO 2. ESPAÇOS VETORIAIS 2.2 Subespaços Vetoriais Sejam V um espaço vetorial sobre R e W um subconjunto de V. Dizemos que W é um subespaço (vetorial) de V se as seguintes condições são satisfeitas:

Leia mais

Exercícios de Matemática Equações de Segundo Grau

Exercícios de Matemática Equações de Segundo Grau Exercícios de Matemática Equações de Segundo Grau 2. (Ita 2001) O conjunto de todos os valores de m para os quais a função TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufba 96) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos

Leia mais

Álgebra Linear. Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru. 19 de fevereiro de 2013

Álgebra Linear. Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru. 19 de fevereiro de 2013 Álgebra Linear Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru 19 de fevereiro de 2013 Sumário 1 Matrizes e Determinantes 3 1.1 Matrizes............................................ 3 1.2 Determinante

Leia mais

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br A Matemática no Vestibular do ITA Material Complementar: Prova 01 c 01, Sergio Lima Netto sergioln@smtufrjbr 11 Vestibular 01 Questão 01: Das afirmações: I Se x, y R Q, com y x, então x + y R Q; II Se

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 0 - FGV CURSO DE ECONOMIA Profa. Maria Antônia C. Gouveia QUESTÃO 0 Laura caminha pelo menos km por dia. Rita também caminha todos os dias, e a soma das distâncias diárias

Leia mais

QUESTÕES DE MATEMÁTICA

QUESTÕES DE MATEMÁTICA LEANDRO CARVALHO VIEIRA E GILMAR DE PAULA MATTA QUESTÕES DE MATEMÁTICA NO VESTIBULAR - VOLUME QUESTÕES RESOLVIDAS E COMENTADAS 007-010 (FUVEST, PUC, UERJ, UFF, UFJF, UFLA, UFOP, UFRJ, UFSJ, UFV, UNESP,

Leia mais

Sistemas Polinomiais, Mapas e Origamis

Sistemas Polinomiais, Mapas e Origamis Sistemas Polinomiais, Mapas e Origamis Marcelo Escudeiro Hernandes 1 Departamento de Matemática Universidade Estadual de Maringá 1 mehernandes@uem.br Introdução O que sistemas de equações polinomiais,

Leia mais

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se "Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada." 01. Um consumidor necessita comprar um determinado produto. Na loja, o vendedor

Leia mais

Sistemas Lineares. 2. (Ufsj 2013) Considere o seguinte sistema de equações lineares, nas incógnitas x, y e z:

Sistemas Lineares. 2. (Ufsj 2013) Considere o seguinte sistema de equações lineares, nas incógnitas x, y e z: Sistemas Lineares 1. (Unesp 2013) Uma coleção de artrópodes é formada por 36 exemplares, todos eles íntegros e que somam, no total da coleção, 113 pares de patas articuladas. Na coleção não há exemplares

Leia mais

José Álvaro Tadeu Ferreira

José Álvaro Tadeu Ferreira UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Instituto de Ciências Exatas e Biológicas Departamento de Computação José Álvaro Tadeu Ferreira Cálculo Numérico Notas de aulas Resolução de Equações Não Lineares Ouro

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO GABARITO ª CHAMADA 3ª ETAPA MATEMÁTICA COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 5 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA Rua Frei Vidal, 161 São João do Tauape/Fone/Fax: 37-195 www.jovinianobarreto.com.br º ANO Nº

Leia mais

Matemática. Professor Adriano Diniz 26/02/2013. Aluno (a): EXERCÍCIOS PROPOSTOS

Matemática. Professor Adriano Diniz 26/02/2013. Aluno (a): EXERCÍCIOS PROPOSTOS Matemática Professor Adriano Diniz 0 Aluno (a): 6/0/01 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 01. (MACKENZIE) Se, na figura abaixo, temos o esboço do gráfico da função y = f(x), o gráfico que melhor representa y = f(x 1)

Leia mais

ENCONTRO RPM-UNIVERSIDADE DE MATO GROSSO DO SUL Roteiro de aulas do mini-curso: A Escavadeira de Cantor Novembro de 2013 Mário Jorge Dias Carneiro

ENCONTRO RPM-UNIVERSIDADE DE MATO GROSSO DO SUL Roteiro de aulas do mini-curso: A Escavadeira de Cantor Novembro de 2013 Mário Jorge Dias Carneiro ENCONTRO RPM-UNIVERSIDADE DE MATO GROSSO DO SUL Roteiro de aulas do mini-curso: A Escavadeira de Cantor Novembro de 203 Mário Jorge Dias Carneiro Introdução O que é um número real? A resposta formal e

Leia mais

1º LISTÃO QUINZENAL DE MATEMÁTICA MAIO/2011 1º ANO PARTE 1 ESTUDO DAS FUNÇÕES

1º LISTÃO QUINZENAL DE MATEMÁTICA MAIO/2011 1º ANO PARTE 1 ESTUDO DAS FUNÇÕES 1º LISTÃO QUINZENAL DE MATEMÁTICA MAIO/2011 1º ANO PARTE 1 ESTUDO DAS FUNÇÕES 01. Dadas as funções definidas por f(x) = 1 2 x 2 x + e g(x) = + 1 2 5, determine o valor de f(2) + g(5). 02. Dada a função

Leia mais

REVISÃO 1ª FASE UFU Vestibular 2012/2 Exercícios para a Semana de 08 a 22 de julho 2012 MATEMÁTICA prof. HAWLEY RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES

REVISÃO 1ª FASE UFU Vestibular 2012/2 Exercícios para a Semana de 08 a 22 de julho 2012 MATEMÁTICA prof. HAWLEY RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES REVISÃO ª FASE UFU Vestibular 0/ Exercícios para a Semana de 08 a de julho 0 MATEMÁTICA prof HAWLEY RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES QUESTÃO Sendo p o valor da parcela caso a geladeira seja paga em n parcelas, do

Leia mais

1 B 1 Dado z = ( 1 + 3 i), então z n é igual a

1 B 1 Dado z = ( 1 + 3 i), então z n é igual a MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números naturais : conjunto dos números inteiros : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária:

Leia mais

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O :

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O : ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS FUNÇÕES PROF. CARLINHOS NOME: N O : 1 FUNÇÃO IDÉIA INTUITIVA DE FUNÇÃO O conceito de função é um dos mais importantes da matemática.

Leia mais

Ponte de Wheatstone. e) 1min Ω 1max. De R 20 a R 30Ω. De R 10 a R 25Ω De R 9,0 a R 23Ω De R 7,7 a R 9,0Ω

Ponte de Wheatstone. e) 1min Ω 1max. De R 20 a R 30Ω. De R 10 a R 25Ω De R 9,0 a R 23Ω De R 7,7 a R 9,0Ω Ponte de Wheatstone 1. (Ita 2012 nível difícil) Alguns tipos de sensores piezorresistivos podem ser usados na confecção de sensores de pressão baseados em pontes de Wheatstone. Suponha que o resistor R

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

ficha 3 espaços lineares

ficha 3 espaços lineares Exercícios de Álgebra Linear ficha 3 espaços lineares Exercícios coligidos por Jorge Almeida e Lina Oliveira Departamento de Matemática, Instituto Superior Técnico 2 o semestre 2011/12 3 Notação Sendo

Leia mais

Matemática 1. 20. Abaixo temos um extrato bancário simplificado do mês de novembro.

Matemática 1. 20. Abaixo temos um extrato bancário simplificado do mês de novembro. Matemática 1 17. Uma revista semanal de larga circulação apresentou matéria contendo o seguinte texto: O governo destinou 400.000 reais para a vacinação de 25 milhões de cabeças de gado, ou seja, um centavo

Leia mais

FRENTE 1 ÁLGEBRA MÓDULO 24 NÚMEROS COMPLEXOS MATEMÁTICA E. 7 + 4i 3. O número complexo z = em que i 2 = 1 é igual a 1 + 2i

FRENTE 1 ÁLGEBRA MÓDULO 24 NÚMEROS COMPLEXOS MATEMÁTICA E. 7 + 4i 3. O número complexo z = em que i 2 = 1 é igual a 1 + 2i FRENTE ÁLGEBRA MATEMÁTICA E MÓDULO 4 NÚMEROS COMPLEXOS. Sendo z = + i, w = + 4i, z e w, os conjugados de z e w, respectivamente, efetue: a) z + z b) z. w c) w. w d) z w e) z a) z + z = ( + i) + ( i) =

Leia mais

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 010 Prova de Matemática Vestibular ª Fase Resolução das Questões Discursivas São apresentadas abaixo possíveis

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na GV

CPV O cursinho que mais aprova na GV O cursinho que mais aprova na GV FGV ADM Objetiva 06/junho/010 MATemática 01. O monitor de um notebook tem formato retangular com a diagonal medindo d. Um lado do retângulo mede 3 do outro. 4 A área do

Leia mais

LISTA EXTRA MRU e MRUV - 2ª SÉRIE

LISTA EXTRA MRU e MRUV - 2ª SÉRIE LISTA EXTRA MRU e MRUV - ª SÉRIE 1. (Unicamp 014) Correr uma maratona requer preparo físico e determinação. A uma pessoa comum se recomenda, para o treino de um dia, repetir 8 vezes a seguinte sequência:

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova resolvida Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova de Matemática - UFRGS/00 0. Durante os jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, os rasileiros perderam o ouro para os cuanos por

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 02 ATIVIDADE 01 Para poupar esforço de digitação, você pode usar o tradicional

Leia mais

α rad, assinale a alternativa falsa.

α rad, assinale a alternativa falsa. Nome: ºANO / CURSO TURMA: DATA: 0 / 09 / 0 Professor: Paulo (G - ifce 0) Considere um relógio analógico de doze horas O ângulo obtuso formado entre os ponteiros que indicam a hora e o minuto, quando o

Leia mais

AS ÁLGEBRAS DOS OPERADORES DE CONSEQÜÊNCIA

AS ÁLGEBRAS DOS OPERADORES DE CONSEQÜÊNCIA AS ÁLGEBRAS DOS OPERADORES DE CONSEQÜÊNCIA Mauri Cunha do NASCIMENTO 1 Hércules de Araújo FEITOSA 1 RESUMO: Neste trabalho, introduzimos as TK-álgebras associadas com os operadores de conseqüência de Tarski,

Leia mais

Tipos de variáveis aleatórias

Tipos de variáveis aleatórias Tipos de variáveis aleatórias Variáveis aleatórias discretas se assumem um conjunto finito ou infinito numerável de valores. Exemplos: número de pintas que sai no lançamento de um dado; registo, a intervalos

Leia mais

11 a LISTA DE PROBLEMAS DE ÁLGEBRA LINEAR LEIC-Taguspark, LERCI, LEGI, LEE 1 o semestre 2003/04 - semana de 2003-12-08

11 a LISTA DE PROBLEMAS DE ÁLGEBRA LINEAR LEIC-Taguspark, LERCI, LEGI, LEE 1 o semestre 2003/04 - semana de 2003-12-08 INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO - DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA a LISTA DE PROBLEMAS DE ÁLGEBRA LINEAR LEIC-Taguspark LERCI LEGI LEE o semestre 23/4 - semana de 23-2-8. Diga justificando quais dos seguintes ternos

Leia mais

Notas de aulas. André Arbex Hallack

Notas de aulas. André Arbex Hallack Cálculo I Notas de aulas André Arbex Hallack Julho/007 Índice 0 Preliminares 0. Números reais.................................... 0. Relação de ordem em IR.............................. 3 0.3 Valor absoluto....................................

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

PRODUÇÃO TÉCNICA ANÁLISE DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES POLINOMIAIS DE GRAU MAIOR QUE DOIS COM AUXÍLIO DO SOFTWARE GRAPHMATICA

PRODUÇÃO TÉCNICA ANÁLISE DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES POLINOMIAIS DE GRAU MAIOR QUE DOIS COM AUXÍLIO DO SOFTWARE GRAPHMATICA PRODUÇÃO TÉCNICA TÍTULO: ANÁLISE DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES POLINOMIAIS DE GRAU MAIOR QUE DOIS COM AUXÍLIO DO SOFTWARE GRAPHMATICA AUTORES: Clóvis José Dazzi Maria Madalena Dullius Claus Haetinger CONTEXTUALIZAÇÃO:

Leia mais

Exercícios de Matemática Matrizes

Exercícios de Matemática Matrizes Exercícios de Matemática Matrizes ) (Unicamp-999) Considere as matrizes: cos sen x sen cos y M=, X = z e Y = a) Calcule o determinante de M e a matriz inversa de M. b) Resolva o sistema MX = Y. ) (ITA-6)

Leia mais

P.A. 2. 2. (Uece 2015) Para qual valor do número inteiro positivo n a igualdade. 1 3 5 2n 1 2014 é satisfeita? a) 2016. b) 2015. c) 2014. d) 2013.

P.A. 2. 2. (Uece 2015) Para qual valor do número inteiro positivo n a igualdade. 1 3 5 2n 1 2014 é satisfeita? a) 2016. b) 2015. c) 2014. d) 2013. P.A. 1. (Pucpr 015) Um consumidor, ao adquirir um automóvel, assumiu um empréstimo no valor total de R$ 4.000,00 (já somados juros e encargos). Esse valor foi pago em 0 parcelas, formando uma progressão

Leia mais

( ) = = MATEMÁTICA. Prova: 28/07/13. Questão 17. Questão 18

( ) = = MATEMÁTICA. Prova: 28/07/13. Questão 17. Questão 18 Prova: 8/07/13 MATEMÁTICA Questão 17 A equação x 3 4 x + 5x + 3 = 0 possui as raízes m, p e q. O valor da expressão m + p + q é pq mq mp (A). (B) 3. (C). (D) 3. Gabarito: Letra A. A expressão é igual a:

Leia mais

Definição. A expressão M(x,y) dx + N(x,y)dy é chamada de diferencial exata se existe uma função f(x,y) tal que f x (x,y)=m(x,y) e f y (x,y)=n(x,y).

Definição. A expressão M(x,y) dx + N(x,y)dy é chamada de diferencial exata se existe uma função f(x,y) tal que f x (x,y)=m(x,y) e f y (x,y)=n(x,y). PUCRS FACULDADE DE ATEÁTICA EQUAÇÕES DIFERENCIAIS PROF. LUIZ EDUARDO OURIQUE EQUAÇÔES EXATAS E FATOR INTEGRANTE Definição. A diferencial de uma função de duas variáveis f(x,) é definida por df = f x (x,)dx

Leia mais

Exercícios de Matemática Funções Função Composta

Exercícios de Matemática Funções Função Composta Exercícios de Matemática Funções Função Composta TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufba) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 1. Considerando-se as funções f(x) = x

Leia mais

Uma função f de domínio A e contradomínio B é usualmente indicada por f : A B (leia: f de A em B).

Uma função f de domínio A e contradomínio B é usualmente indicada por f : A B (leia: f de A em B). Instituto de Ciências Exatas - Departamento de Matemática Cálculo I Profª Maria Julieta Ventura Carvalho de Araujo Capítulo : Funções.- Definições Sejam A e B dois conjuntos não vazios. Uma função f de

Leia mais

Francisco Ramos. 100 Problemas Resolvidos de Matemática

Francisco Ramos. 100 Problemas Resolvidos de Matemática Francisco Ramos 100 Problemas Resolvidos de Matemática SUMÁRIO Questões de vestibulares... 1 Matrizes e Determinantes... 25 Geometria Plana e Espacial... 39 Aritmética... 61 QUESTÕES DE VESTIBULARES

Leia mais

Matemática. Disciplina: CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. Varginha Minas Gerais

Matemática. Disciplina: CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. Varginha Minas Gerais CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Curso Pró-Técnico Disciplina: Matemática Texto Experimental 1 a Edição Antonio José Bento Bottion e Paulo Henrique Cruz Pereira Varginha Minas Gerais

Leia mais

Variáveis Aleatórias Contínuas

Variáveis Aleatórias Contínuas Variáveis aleatórias contínuas: vamos considerar agora uma lista de quantidades as quais não é possível associar uma tabela de probabilidades pontuais ou frequências tempo de duração de uma chamada telefônica

Leia mais

GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA

GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA GUIA PARA AS PROVAS ( PO, AT E PG) E VESTIBULARES GEOMETRIA ANALÍTICA PROF. ENZO MARCON TAKARA 05 - PLANO CARTESIANO ORTOGONAL Considere num plano a dois eixos x e y perpendiculares em O. O par de eixos

Leia mais

PARTE 3. 3.1 Funções Reais de Várias Variáveis Reais

PARTE 3. 3.1 Funções Reais de Várias Variáveis Reais PARTE 3 FUNÇÕES REAIS DE VÁRIAS VARIÁVEIS REAIS 3. Funções Reais de Várias Variáveis Reais Vamos agora tratar do segundo caso particular de funções vetoriais de várias variáveis reais, F : Dom(F) R n R

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. UFMG 2007 RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. QUESTÃO 0 Francisco resolveu comprar um pacote de viagem que custava R$ 4 200,00, já incluídos R$ 20,00

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 NOTA:. Nota: Toda resolução deve ser feita no seu devido

Leia mais

Consequências Interessantes da Continuidade

Consequências Interessantes da Continuidade Consequências Interessantes da Continuidade Frederico Reis Marques de Brito Resumo Trataremos aqui de um dos conceitos basilares da Matemática, o da continuidade no âmbito de funções f : R R, mostrando

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa B. alternativa C. alternativa D. Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente,

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa B. alternativa C. alternativa D. Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente, Questão Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente, levam cada um 9 e 0 horas, respectivamente, para construir um mesmo muro de tijolos Trabalhando juntos no serviço, sabe-se que eles assentam 0

Leia mais

caderno Matemática Matemática e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS

caderno Matemática Matemática e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS Matemática Matemática e suas Tecnologias caderno de ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS BETO PAIVA Professor e coordenador pedagógico em escolas de ensino médio e cursos pré-vestibulares há mais de 35 anos. LEO PAULO

Leia mais

Anéis e Corpos. Polinômios, Homomorsmos e Ideais

Anéis e Corpos. Polinômios, Homomorsmos e Ideais Anéis e Corpos Polinômios, Homomorsmos e Ideais Observe que há uma relação natural entre o anel Z dos inteiros e o corpo Q dos racionais que pode ser traduzida na armação Q é o menor corpo onde todo elemento

Leia mais

MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS. d) 2 e) 3

MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS. d) 2 e) 3 MATEMÁTICA NÚMEROS COMPLEXOS 1. U. Católica Dom Bosco-MS O valor do número real x para que o conjugado do número complexo (x + i)(1 + xi) seja igual a i é: a) b) 1 c) 1 d) e) 1. UFCE Considere o número

Leia mais

PA Progressão Aritmética

PA Progressão Aritmética PA Progressão Aritmética 1. (Unicamp 014) O perímetro de um triângulo retângulo é igual a 6,0 m e as medidas dos lados estão em progressão aritmética (PA). A área desse triângulo é igual a a) 3,0 m. b),0

Leia mais

Conjuntos Numéricos. N = {0, 1, 2, 3, } Z = {, 3, 2, 1, 0, 1, 2, 3, }= {0, ±1, ±2, ±3. } Q = : p e q Z, q 6= 0

Conjuntos Numéricos. N = {0, 1, 2, 3, } Z = {, 3, 2, 1, 0, 1, 2, 3, }= {0, ±1, ±2, ±3. } Q = : p e q Z, q 6= 0 Conjuntos Numéricos Os conjuntos numéricos compõe uma parte fundamental da Matemática, notadamente no contexto de aplicação a outros campos de estudo. Atualmente tais conjuntos englobam os números naturais,

Leia mais

x0 = 1 x n = 3x n 1 x k x k 1 Quantas são as sequências com n letras, cada uma igual a a, b ou c, de modo que não há duas letras a seguidas?

x0 = 1 x n = 3x n 1 x k x k 1 Quantas são as sequências com n letras, cada uma igual a a, b ou c, de modo que não há duas letras a seguidas? Recorrências Muitas vezes não é possível resolver problemas de contagem diretamente combinando os princípios aditivo e multiplicativo. Para resolver esses problemas recorremos a outros recursos: as recursões

Leia mais

Capítulo 5: Transformações Lineares

Capítulo 5: Transformações Lineares 5 Livro: Introdução à Álgebra Linear Autores: Abramo Hefez Cecília de Souza Fernandez Capítulo 5: Transformações Lineares Sumário 1 O que são as Transformações Lineares?...... 124 2 Núcleo e Imagem....................

Leia mais

Vetores no R 2 : = OP e escreve-se: v = (x, y), identificando-se as coordenadas de P com as componentes de v.

Vetores no R 2 : = OP e escreve-se: v = (x, y), identificando-se as coordenadas de P com as componentes de v. Vetores no R 2 : O conjunto R 2 = R x R = {(x, y) / x, y Є R} é interpretado geometricamente como sendo o plano cartesiano xoy. Qualquer vetor AB considerado neste plano tem sempre um representante OP

Leia mais

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3 ) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular. A área do triângulo OAB, em unidades de área, é igual a: a) b) c) d)4 (correta) e)5 O(0,0) 0 6 0

Leia mais

Gabarito - Matemática - Grupos I/J

Gabarito - Matemática - Grupos I/J 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Para a estréia de um espetáculo foram emitidos 1800 ingressos, dos quais 60% foram vendidos até a véspera do dia de sua realização por um preço unitário de R$

Leia mais

De acordo com esse gráfico, é correto concluir que:

De acordo com esse gráfico, é correto concluir que: º SIMULADO ENEM LEONARDO DA VINCI 009) ) (Unifor CE) No gráfico a seguir, tem-se a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro nas duas últimas décadas do século XX, tomando como base o valor de

Leia mais

MATRIZES Matriz quadrada Matriz linha e matriz coluna Matriz diagonal Matriz identidade

MATRIZES Matriz quadrada Matriz linha e matriz coluna Matriz diagonal Matriz identidade MATRIZES Matriz quadrada matriz quadrada de ordem. diagonal principal matriz quadrada de ordem. - 7 9 diagonal principal diagonal secundária Matriz linha e matriz coluna [ ] colunas). (linha e matriz linha

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Matemática

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Matemática Vestibulr UFRG 0 Resolução d Prov de Mtemátic 6. Alterntiv (C) 00 bilhões 00. ( 000 000 000) 00 000 000 000 0 7. Alterntiv (B) Qundo multiplicmos dois números com o lgrismo ds uniddes igul 4, o lgrismo

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010 PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-0 DA MACKENZIE Profa. Maria Antônia Gouveia. / / 00 QUESTÃO N o 9 Dadas as funções reais definidas por f(x) x x e g(x) x x, considere I, II, III e IV abaixo. I) Ambas

Leia mais

FRENTE 1 ÁLGEBRA MÓDULO 28 DISPOSITIVO DE BRIOT-RUFFINI TEOREMA DO RESTO MATEMÁTICA E

FRENTE 1 ÁLGEBRA MÓDULO 28 DISPOSITIVO DE BRIOT-RUFFINI TEOREMA DO RESTO MATEMÁTICA E FRENTE ÁLGEBRA MATEMÁTICA E Nas questões de a, calcular o quociente e o resto das divisões dos polinômios, utilizando o Dispositivo de Briot-Ruffini.. x x + 6x + por x MÓDULO 8 DISPOSITIVO DE BRIOT-RUFFINI

Leia mais

q n 1 = a n 3 2 0 7 3 1 2 2 3+0 6 3 7 11 3+3 36 3 1

q n 1 = a n 3 2 0 7 3 1 2 2 3+0 6 3 7 11 3+3 36 3 1 Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Álgebra - Nível 3 Prof. Cícero Thiago / Prof. Marcelo Aula 6 Miscelânea sobre raízes de polinômios I Definição 1 Um polinômio na variável x é uma expressão que pode

Leia mais

Função Quadrática Função do 2º Grau

Função Quadrática Função do 2º Grau Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Função Quadrática 1º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 5 º Bimestre/13 Aluno(a): Número: Turma: Função Quadrática

Leia mais

MÉTODOS DISCRETOS EM TELEMÁTICA

MÉTODOS DISCRETOS EM TELEMÁTICA 1 MÉTODOS DISCRETOS EM TELEMÁTICA MATEMÁTICA DISCRETA Profa. Marcia Mahon Grupo de Pesquisas em Comunicações - CODEC Departamento de Eletrônica e Sistemas - UFPE Outubro 2003 2 CONTEÚDO 1 - Introdução

Leia mais

ENSINO DA FUNÇÃO AFIM

ENSINO DA FUNÇÃO AFIM Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PROPEP) Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências Mestrado Profissional em Ensino das Ciências na Educação Básica ENSINO DA FUNÇÃO AFIM Apostila Autores

Leia mais

Controle de Conversores Estáticos Retroação de estados: Projeto por alocação de pólos. Prof. Cassiano Rech cassiano@ieee.org

Controle de Conversores Estáticos Retroação de estados: Projeto por alocação de pólos. Prof. Cassiano Rech cassiano@ieee.org Controle de Conversores Estáticos Retroação de estados: Projeto por alocação de pólos cassiano@ieee.org 1 Projeto por alocação de pólos Na abordagem convencional, usando por exemplo o método do lugar das

Leia mais