PLANO DE ENSINO EMENTA:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE ENSINO EMENTA:"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA DE SEMIOTÉCNCIA DE ENFERMAGEM I 2º semestre 2009 CARGA HORÁRIA: 150h/a HORÁRIO: Quartas e quintas-feiras, das 7:30 às 12h. PROFESSORES: Profª MSc. Samanta A. M. Taube. Profª MSc. Shirley Boller, Profª Fernanda de O. F. Dos Santos, Profª Maria Carolina, Profª Nen Nalu A. Mercês. PLANO DE ENSINO EMENTA: Prevenção de infecções em estabelecimentos de saúde, materiais e equipamento de saúde, biossegurança, procedimentos técnicos de conforto, higiene e movimento, teorias de enfermagem. OBJETIVOS: Discutir fundamentos teóricos para a prática de cuidar: teorias de enfermagem, processo de enfermagem e registros em enfermagem; Compreender a finitude humana para promover conforto no processo de morrer; Adotar medidas para a prevenção e controle de infecção nos estabelecimentos de saúde (biossegurança, manipulação de materiais estéreis); Realizar medidas de segurança e proteção ao ser humano cuidado e ao cuidador; Desenvolver conforto e cuidados específicos para manter a integridade da pele (higiene, posicionamento no leito, termorregulação); Compreender a realização do cuidado com feridas (curativos). CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Conteúdo programático Unidade I: Fundamentos teóricos à prática de Enfermagem Processo de enfermagem; Teorias de enfermagem; Finitude humana: o processo de morte e morrer. Unidade II: Prevenção e controle de infecção e biossegurança Unidade de internação, tipos de leito e preparo do leito; Biossegurança: uso de EPI s para precauções baseadas nas vias de transmissão e manipulação de artigos estéreis; Central de Material e Esterilização: processamento de materiais. Procedimentos didáticos leitura de textos, dinâmicas de grupo, estudos de caso, seminário. prática de laboratório e de campo, visita técnica. Avaliação Participação em sala, seminário e avaliação Participação em sala, avaliação da prática de campo, avaliação

2 Unidade III: Segurança e proteção Movimentação do paciente e ergonomia; Aplicação de ações específicas de cuidado: ataduras (contenção e cobertura de feridas) e termoterapia. prática de laboratório e de campo, seminário. Avaliação do seminário, da prática de laboratório e de campo, avaliação Unidade IV: Ações de enfermagem para manter a integridade da pele e o cuidado com feridas. Promoção do conforto e higiene: posicionamento no leito, massagem, ações de higiene. Prevenção e tratamento de feridas: avaliação e ações de cuidado (curativo básico e os especiais); prática de laboratório e de campo, visita técnica, seminários. Participação em sala de aula, seminário, avaliação da prática de laboratório e de campo e avaliação BIBLIOGRAFIA BÁSICA ALMEIDA, M.C.P.; ROCHA, J.S.Y. O saber de enfermagem e sua dimensão prática. 2.ed. São Paulo: Cortez, ANDRADE, D. de; FERREIRA, A.M. Sítio cirúrgico: avaliação e intervenções de enfermagem no pós-operatório. Arq Ciênc Saúde, v.13, n.1, p.27-33, ALFARO-LEFEVRE.R Aplicação do Processo de Enfermagem. 5 ed. Porto Alegre: Artmed, CARPENITO-MOYET, L. J. Diagnósticos de Enfermagem. 10 ed. Porto Alegre: Artmed, CARPENITO-MOYET, L. J. Compreensão do processo de enfermagem: mapeamento de conceitos e planejamento do cuidado para estudantes. Porto Alegre: Artmed, CARPENITO-MOYET, L.J. Planos de cuidado de enfermagem e documentação: diagnósticos de enfermagem e problemas colaborativos. 4.ed. Porto Alegre: Artmed, COUTINHO, R.M.C.; FRIEDLANDER, M.R. Manuseio de material esterilizado: processo ensino-aprendizagem em laboratório de enfermagem e em centro cirúrgico. Acta Paul. Enferm., São Paulo, v.17, n.4, p , DELAY, C. Cuidando de feridas: um guia para as enfermeiras. São Paulo: Atheneu, FIGUEIREDO, M.A. de. Fundamentos do uso de tecnologias na enfermagem. São Caetano do Sul: Yendis, FONTANA, R.T.; LAUTERT, L. A prevenção e o controle de infecções: um estudo de caso com enfermeiras. São Paulo. Rev Bras Enferm, v.59, n.3, p , GOGIA, P.P. Feridas: tratamento e cicatrização. Rio de Janeiro: Revinter, HESS, C. T. Tratamento de feridas e ulceras. 4 ed. Rio de Janeiro: Reichmann e Affonso Editores, HORTA, W.A. Processo de enfermagem. 16ª impressão. São Paulo: EPU, JORGE, S.A.; DANTAS, S.R.P.E. Abordagem multiprofissional do tratamento de feridas. São Paulo: Atheneu, LEME, M.T.C.L. Check-list do controle de infecção hospitalar. Curitiba, LIMA, R.C.; BRETAS, J.R. Estudo comparativo entre séries de graduação em enfermagem: representações dos cuidados ao corpo do cliente. Rev. Acta Paul Enferm, São Paulo, v.19, n.4, p , MACHADO, W. C. A; LEITE, J. L. Eros e Thanatos: A morte sob a óptica da enfermagem. São Paulo: Yendis, MUSSI, F.C. Conforto e lógica hospitalar: análise a partir da evolução histórica do conceito conforto na enfermagem. Rev Acta Paul Enferm, São Paulo, v.18, n.1, p.78-81, NANDA. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação. North American Nursing Diagnosis Association. Porto Alegre: Artmed, OLIVEIRA, A.C. Infecções hospitalares: epidemiologia, prevenção e controle. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, OLIVERA, A.S.; GOUVEIA, V.L.C.S. Uso de iodóforo tópico em feridas agudas. Rev Esc Enferm USP, São Paulo, v.42, n.1, p , PIANUCCI, A. Saber cuidar: procedimentos básicos em Enfermagem. 7. ed. São Paulo: Ed. SENAC, 2005.

3 POSSARI, J. F. Centro de material e esterilização. 2 ed. São Paulo: Iátria, RIBEIRO, A. G. Tratamento de feridas. Goiânia: AB, SANTOS, N.C.M. Enfermagem na prevenção e controle da infecção hospitalar. 2.ed. São Paulo: Iatria, SCHULL, P.D. (direção do projeto clinico). Enfermagem básica: teoria e pratica. 3.ed. São Paulo: Rideel, SOUZA, M.S.T.; SANTOS, V.L.C.G. Fatores de risco para o desenvolvimento de úlceras por pressão em idosos institucionalizados. Rev latino-am Enfermagem. v.15, n.5, set./out., Disponível em:<www.eerp.usp.br/rlae>. Acesso em> 10/07/08 SWEARINGEN, P. L.; HOWARD, C.A. Atlas Fotográfico de procedimentos de Enfermagem. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, TAUBE, S.A.M.; MEIER, M.J. O processo de trabalho da enfermeira na central de material e esterilização. Acta Paul Enferm. São Paulo. v.20, n.4, p.470-5, TIMBY, Bárbara K. Conceitos e habilidades fundamentais no atendimento de enfermagem. 8. ed. São Paulo: Artmed, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR BARROS, A.L.B.L. Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de enfermagem no adulto. Porto Alegre: Artmed, 2002; BOLICK, D. et al. Segurança em controle de infecção. Rio de Janeiro: Reichmann e Affonso Editores, CARPENITO MOYET, L.J. Diagnósticos de enfermagem: aplicação à prática clínica - 11.ed. Porto Alegre: Artmed, 2008; CARRARO, T. E. Enfermagem e assistência: resgatando Florence Nigthingale. 2.ed. Goiânia: AB, GEORGE, J.B. e cols. Teorias de Enfermagem: os fundamentos à prática profissional. 4ªed. Porto Alegre: Artmed, JOHNSON, M. et al. Diagnósticos, resultados e intervenções de enfermagem. Porto Alegre: Artmed, LABRONICI, L. M. A corporeidade propiciando o coexistir da racionalidade e sensibilidade nas práticas de cuidar. (Mestrado em Assistência de Enfermagem). UFSC - Extensão Polo I. MEIER, M. J. A técnica e a tecnologia, mediando o saber-fazer na enfermagem. Curitiba, Dissertação (Mestrado em Tecnologia) - CEFET. MUSSI, N.M.; et al. Técnicas fundamentais de enfermagem. 2.ed. São Paulo: Atheneu, NETTINA, S. M. Prática de Enfermagem. 7. ed. Rio de Janeiro: Guanabara & Koogan, PAES, M. J. Comunicação tem remédio: a comunicação nas relações interpessoais em saúde. São Paulo: Loyola, PIERSON, F. M. Princípios e técnicas de cuidados com o paciente. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara & Koogan, PORTO, C. C. Exame clínico. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara & Koogan, POTTER, P. A.; PERRY, A.G. Fundamentos de enfermagem. 6 ed. vol. 1 e 2. Rio de Janeiro: Guanbara Koogan, REMEN, R. N. O paciente como ser humano. São Paulo: Summus, SÁ, A.C. de. O cuidado do emocional em saúde. 2.ed. São Paulo: Robe, SILVA, R.C.L.; FIGUEIREDO, N.M.A.; MEIRELES, I.S. Feridas: fundamentos e atualizações em enfermagem. 2.ed. rev. e ampl. São Paulo: Yendis, SILVA, L.D.; PEREIRA, S.R.M.; MESQUITA, A.M.F. Procedimentos de Enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, STEFANELLI, M. C. Comunicação com o paciente: teoria e ensino. 2 ed. São Paulo: Robe, TAUBE, S.A.M. O processo de trabalho da enfermeira na central de material e esterilização: uma perspectiva tecnológica aos instrumentos. Curitiba, f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem), Setor de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Paraná, TAYLOR, C.; LILLIS, C.; LEMONE, P. Fundamentos de enfermagem. 5.ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

4 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DE AVALIAÇÃO ATIVIDADE NOTA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DATA Confecção de banners: curativos * Instrumento especifico especiais /10 Seminário Teorias de Enfermagem 05 * Instrumento específico 26/08 Pratica de campo HC Estudo de caso * Ficha de avaliação individual De à 24/09 até 12/11 (quintas-feiras) * Instrumento específico Entrega trabalho escrito: 28/10 3 Avaliações: 2 teóricas e 1 pratica de laboratório 10 (cada) * Prova escrita (questões objetivas e subjetivas) Apresentação oral: 04/11 Avaliação teórica 1: 09/09 Avaliação prática de laboratório: 07/10 Seminários temáticos 05 Avaliação teórica 2: 11/11 * instrumento especifico Seminário 1: 06/08 Seminário 2: 27/08 Seminário 3: 10/09 Seminário 4: 10/09 Seminário 5: 16/09 Portfólio 10 * Avaliação individual do portfólio pelo professor. Seminário 6: 16/09 1ª entrega: 23/09 TOTAL NOTA 100 2ª entrega: 11/11

5 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA DE SEMIOTÉCNCIA DE ENFERMAGEM I 2º semestre 2009 CARGA HORÁRIA: 150h/a HORÁRIO: Quartas e quintas-feiras, das 7:30 às 12:30h. PROFESSORES: Profª MSc. Samanta A. M. Taube. Profª MSc. Shirley Boller, Profª Fernanda de O. F. Dos Santos, Profª Maria Carolina. CRONOGRAMA DE AULAS DATA DIA SEM. CONTEÚDOS DOCENTE 29/07 QUA 30/07 QUI Apresentação da disciplina Mapa conceitual 1 (individual) Processo de Enfermagem (aspectos conceituais) Anotação e Processo de Enfermagem (estudo de caso) Todos 05/08 QUA Teorias de enfermagem 06/08 QUI Cuidados de enfermagem com a unidade do paciente (tipos e arrumação de leito). Movimentação do enfermeiro e ergonomia Prática de laboratório Profª Maria Caroline 12/08 QUA Finitude humana: processo de morte e morrer (seminário 01) 13/08 QUI Prevenção de infecção: CME e o processamento de materiais Medidas de controle de infecção: Precauções Baseadas na Via de Transmissão. Profª Maria Caroline 19/08 QUA Prática de laboratório: manipulação de artigos estéreis e uso de luvas Profª Maria Caroline

6 20/08 QUI Visita técnica em uma CM 26/08 QUA Seminários Teorias de Enfermagem Profª Maria Carolina 27/08 QUI O processo de trabalho do enfermeiro no emprego de medidas de conforto (higiene, posicionamento no leito e massagem). (seminário 02) 02/09 QUA Prática de laboratório (higiene, posicionamento no leito e massagem) Profª Samanta, Maria Caroline, Shirley 03/09 QUI Prática de laboratório (higiene, posicionamento no leito e massagem) Profª Samanta, Maria Caroline, Shirley 09/09 QUA Avaliação teórica Cuidado com feridas: aspectos conceituais e de avaliação. 10/09 QUI Cuidado com feridas: ulcera por pressão e escalas preditoras (seminário 03 e 04) Cuidado com feridas: terapêutica 16/09 QUA Cuidado com feridas: ulceras venosas, arteriais e pé diabético (seminário 05 e 06) Prática de Laboratório Profª Shirley Boller Todas 17/09 QUI Prática de laboratório (avaliação de feridas e curativos) Profª Samanta, Maria Caroline 23/09 QUA Prática de laboratório (avaliação de feridas e curativos) Profª Samanta, Maria Caroline, Shirley. 24/09 QUI Pratica de Campo Todos 30/09 QUA Ações específicas de cuidado do enfermeiro: aplicação de termoterapia e ataduras Prof. Maria Caroline

7 Prática de Laboratório 01/10 QUI Pratica de campo Todos 07/10 QUA Prova Prática: laboratório Profª Samanta, Fernanda, Maria Carolina 08/10 QUI Prática de campo Todos 14/10 QUA Apresentação banners 15/10 QUI Prática de campo Todos 21/10 QUA EVINCI /10 QUI EVINCI /10 QUA RECESSO DIA DO SERVIDOR PUBLICO 29/10 QUI Prática de campo Todos 04/11 QUA Apresentação estudos de caso pratica HC Todos 05/11 QUI Prática de campo Todos 11/11 QUA Avaliação teórica Mapa conceitual 2 (individual) 12/11 QUI Prática de campo Todos 18/11 QUA Mapa conceitual 2 (grupal) Encerramento (avaliação disciplina)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA VERSÃO CURRICULAR: 2014/2 PERÍODO: 5º DEPARTAMENTO: ENB

PROGRAMA DE DISCIPLINA VERSÃO CURRICULAR: 2014/2 PERÍODO: 5º DEPARTAMENTO: ENB PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Fundamentos do Cuidado de Enfermagem CÓDIGO: ENB040 COORDENADOR: CARGA HORÁRIA CARGA HORÁRIA CRÉDITOS INÍCIO TÉRMINO TEÓRICA PRÁTICA 45 105 10 VERSÃO CURRICULAR: 2014/2

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO DISICIPLINA SAÚDE DO ADULTO I Período 5º PROFESSOR (a) Simony Fabíola Lopes

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 5º PERÍODO

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 5º PERÍODO EMENTÁRIO E E COMPLR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 5º PERÍODO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À SAÚDE DO ADULTO E DO IDOSO Assistência de Enfermagem sistematizada a clientes adultos e idosos em

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFG211 Habilidades em Enfermagem II

Programa Analítico de Disciplina EFG211 Habilidades em Enfermagem II 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 6 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Semiologia e Semiotécnica II Professores: Fabiano Mendes de Menezes e Lívia Fernanda Ferreira Deodato. e-mail: fmmenezes_2@yahoo.com.br

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág.

CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág. CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág. Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR I Código: ENF 202 Pré-requisito:

Leia mais

PLANO DE CURSO EMENTA

PLANO DE CURSO EMENTA CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR I Código: ENF 202 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Semiologia e Semiotécnica II Professores: Fabiano Mendes de Menezes e Lívia Fernanda Ferreira Deodato e-mail: fabiano.menezes@fasete.edu.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS Unidade: Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi - FACISA Endereço: Rua Vila Trairi, s/n, Centro, Santa

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág.

CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág. CURSO DE ENFERMAGEM Autorizado pela Portaria no 135, de 29/01/09, publicada no DOU no 21, de 30/01/09, seção 1, pág. Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR II Código: ENF 204 Pré-requisito:

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA:

PLANO DE ENSINO EMENTA: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA DE SEMIOTÉCNCIA DE ENFERMAGEM I 1º semestre 2009 CARGA HORÁRIA: 150h/a HORÁRIO: Quartas e quintas-feiras, das 7:30 às 12h. PROFESSORES:

Leia mais

Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR III PLANO DE CURSO

Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR III PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: METODOLOGIA DO PROCESSO DE CUIDAR III Código: ENF 205 Pré-requisito: ENF-

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Universidade Federal do Pampa 2. Campus: Uruguaiana 3. Curso: Enfermagem

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 7º PERÍODO

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 7º PERÍODO EMENTÁRIO E E COMPLR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 7º PERÍODO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À SAÚDE DA MULHER Principais distúrbios fisiopatológicos e a atuação da Enfermagem na assistência integral

Leia mais

BIBLIOGRAFIA ENFERMAGEM APERFEIÇOAMENTO: ASPERHEM, M.V. - Farmacologia para Enfermagem. 11ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara, 2010.

BIBLIOGRAFIA ENFERMAGEM APERFEIÇOAMENTO: ASPERHEM, M.V. - Farmacologia para Enfermagem. 11ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara, 2010. BIBLIOGRAFIA ENFERMAGEM APERFEIÇOAMENTO: ASPERHEM, M.V. - Farmacologia para Enfermagem. 11ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara, 2010. BARROS ALBL &COLS Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de enfermagem

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. DISCIPLINA: Tópicos em Enfermagem V Enfermagem em Cuidados Intensivos CÓDIGO: EFM069 COORDENADOR:

PROGRAMA DE DISCIPLINA. DISCIPLINA: Tópicos em Enfermagem V Enfermagem em Cuidados Intensivos CÓDIGO: EFM069 COORDENADOR: PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Tópicos em Enfermagem V Enfermagem em Cuidados Intensivos CÓDIGO: EFM069 COORDENADOR: CARGA HORÁRIA CARGA HORÁRIA CRÉDITOS INÍCIO TÉRMINO TEÓRICA PRÁTICA 45 15 04 VERSÃO

Leia mais

1.DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1.DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1.DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Semiologia e Semiotécnica I Professor: Lívia Fernanda Ferreira Deodato E-mail: livia.deodato@fasete.edu.br Código: SAU18

Leia mais

ESTOMATERAPIA- CUIDADOS AOS PORTADORES DE LESÕES DE PELE

ESTOMATERAPIA- CUIDADOS AOS PORTADORES DE LESÕES DE PELE Revisão: 23/03/2014 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na implementação de cuidados de enfermagem sistematizados à pacientes, internados; em consultas ambulatoriais; e/ou em atendimento pelo Plantão geral, que necessitem

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 4º PERÍODO

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 4º PERÍODO EMENTÁRIO E E COMPLR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 4º PERÍODO ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM Administração do processo de trabalho e da assistência de Enfermagem em instituições hospitalares

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem na Saúde do Trabalhador Professor: Maria Júlia Nascimento Cupolo e-mail: mjcupolo@gmail.com

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 horas

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 horas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC Nº 831 MATRIZ CURRICULAR: BACHARELADO

Leia mais

DISCIPLINA: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL

DISCIPLINA: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL DISCIPLINA: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL Disciplina: Enfermagem em Centro Cirúrgico e Centro de Material Carga horária total: 120 horas, sendo 90 teórico-práticas e 30 teóricas Coordenador:

Leia mais

DIAGNÓSTICOS DA NANDA CONFORME AS NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS DE WANDA HORTA NAS PRÁTICAS DE CAMPO DOS GRADUANDOS EM ENFERMAGEM

DIAGNÓSTICOS DA NANDA CONFORME AS NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS DE WANDA HORTA NAS PRÁTICAS DE CAMPO DOS GRADUANDOS EM ENFERMAGEM DIAGNÓSTICOS DA NANDA CONFORME AS NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS DE WANDA HORTA NAS PRÁTICAS DE CAMPO DOS GRADUANDOS EM ENFERMAGEM Iaskara Mazer 1 Ana Paula Modesto 2 Janaina Vall 3 Introdução: É dever do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE Práticas do Cuidar em Enfermagem I CENF ENF0052 2017.2 HORÁRIO: CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 75 PRÁTICA: 90 Aula teórica: segunda e quarta (08:00 às 12:00

Leia mais

1ºSEMESTRE LETIVO 2013

1ºSEMESTRE LETIVO 2013 1ºSEMESTRE LETIVO 2013 DISCIPLINA: Semiotécnica Básica de Enfermagem Docentes : Graziela Ramos Barbosa de Souza Aparecida Santos Noia Luciana Soares Costa Santos Carga horária: Teórica: 60 horas Teórico-Prático:

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL ESTERILIZADO PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL ESTERILIZADO PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E CENTRO DE MATERIAL ESTERILIZADO Código:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA CURSO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA - 2016 BACHARELADO EM ENFERMAGEM (X) BACHARELADO E LICENCIATURA EM ENFERMAGEM

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM ESTOMATERAPIA (Aprovado pela Resolução Nº 828 CONSEPE de 27 de abril de 2011)

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM ESTOMATERAPIA (Aprovado pela Resolução Nº 828 CONSEPE de 27 de abril de 2011) CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM ESTOMATERAPIA (Aprovado pela Resolução Nº 828 CONSEPE de 27 de abril de 2011) EDITAL PPPG Nº 30/2011 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO DISCIPLINA PROFESSOR (a): CARGA HORÁRIA: CURSO: ENFERMAGEM NA SAÚDE DO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA, ESTÁGIO OU TRABALHO DE GRADUAÇÃO-2016/1

PROGRAMA DE DISCIPLINA, ESTÁGIO OU TRABALHO DE GRADUAÇÃO-2016/1 PROGRAMA DE DISCIPLINA, ESTÁGIO OU TRABALHO DE GRADUAÇÃO-2016/1 CAMPUS: CURSO: ENFERMAGEM E OBSTRETÍCIA HABILITAÇÃO: OPÇÃO: DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: ENFERMAGEM IDENTIFICAÇÃO: 26 CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Processo de Enfermagem

Processo de Enfermagem Faculdade de Enfermagem Unidade do Cuidado de Enfermagem IV: Adulto e Família- A Processo de Enfermagem Prof a. Dr a. Franciele Roberta Cordeiro Pelotas 2017 Roteiro da apresentação O processo de enfermagem

Leia mais

EDITAL 45/2015 ÁREA I ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA

EDITAL 45/2015 ÁREA I ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA EDITAL 45/2015 ÁREA I ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA TEMAS 1- Sistematização da Assistência de Enfermagem 2- Ações de Enfermagem no Controle de Infecção Hospitalar 3- Políticas Públicas de Saúde no Brasil

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE Saúde do Adulto e do Idoso II CENF ENF0061 2017.1 CARGA HORÁRIA TEÓR:45hs PRÁT: 75 horas HORÁRIO: segunda (08:00 às 12:00), terça (08:00 às 12:00)

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

2.2 Jornada de Trabalho: 36 horas semanais conforme escala.

2.2 Jornada de Trabalho: 36 horas semanais conforme escala. 2. Do Cargo 2.1 Enfermeiro(a) 2.2 Jornada de Trabalho: 36 horas semanais conforme escala. 2.3 As atividades a ser exercidas pelo candidato(a) classificado(a) serão: administrar medicamentos, realizar banho

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM Renovação de Reconhecimento: Portaria n.º 1, de 6 de janeiro de 2012 E-mail: denf@unir.br Campus Porto Velho/RO. BR 364, km 9,5. CEP

Leia mais

AVALIAÇÃO E CONTROLE DA TEMPERATURA

AVALIAÇÃO E CONTROLE DA TEMPERATURA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM 1 AVALIAÇÃO E CONTROLE DA TEMPERATURA Prof. Dra. Vanessa de Brito Poveda 2017 OBJETIVOS 2 Conceituar temperatura corporal; Identificar os parâmetros de normalidade

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFG214 Assistência de Enfermagem na Terapia Intravenosa

Programa Analítico de Disciplina EFG214 Assistência de Enfermagem na Terapia Intravenosa 0 Programa Analítico de Disciplina EFG21 Assistência de Enfermagem na Terapia Intravenosa Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 2 Teóricas

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM NO CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PLANO DE CURSO. Permitir ao aluno desenvolver as seguintes habilidades:

Componente Curricular: ENFERMAGEM NO CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PLANO DE CURSO. Permitir ao aluno desenvolver as seguintes habilidades: CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM NO CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Código: ENF-219 Pré-requisito:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Unidade: Campus Jataí - UFG Curso: Enfermagem Disciplina: Enfermagem pediátrica e neonatológica I Código: 8282

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II Código: ENF

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFG210 Habilidades em Enfermagem I

Programa Analítico de Disciplina EFG210 Habilidades em Enfermagem I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina EFG10 Habilidades em Enfermagem I Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos:

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem à Saúde do Adulto Professor: Raema Neves Cotrim E-mail: raema.cotrim@fasete.edu.br Código:

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20. Componente Curricular: SAÚDE DO ADULTO I

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20. Componente Curricular: SAÚDE DO ADULTO I CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: SAÚDE DO ADULTO I Código: ENF - 206 CH Total: 90h Pré-Requisito: Nenhum Período

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE I Código: ENF 214

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINAS OPTATIVAS

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINAS OPTATIVAS EMENTÁRIO E E COMPLR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINAS OPTATIVAS ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE EXAMES COMPLRES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA Estudo das indicações e limitações dos métodos

Leia mais

UPE Campus Petrolina. Obrigatória: ( X ) Eletiva: ( ) PROGRAMA DA DISCIPLINA

UPE Campus Petrolina. Obrigatória: ( X ) Eletiva: ( ) PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Enfermagem Disciplina: Cuidar de Enfermagem na Saúde do Idoso Carga Horária: 75h : 45h Prática: 30h Semestre: 2016.2 Professores: Flávia Emília Cavalcante

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA CARREIRA DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES O Reitor da Universidade Estadual de Montes

Leia mais

Sumário. FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34. Capítulo 6 Valores, Ética e Defesa de Direitos 114

Sumário. FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34. Capítulo 6 Valores, Ética e Defesa de Direitos 114 Sumário UNIDADE I FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34 Perspectivas históricas da enfermagem 35 Definições da enfermagem 37 Objetivos da enfermagem 38 Enfermagem

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 COMPONENTE CURRICULAR: Fisioterapia Preventiva CÓDIGO: Fisio 212 PRÉ-REQUISITO: ------- PERÍODO LETIVO:

Leia mais

CRONOGRAMA ETP/ESAI II - 1º SEMESTRE/2011* MARÇO - 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira 15 PC/PD

CRONOGRAMA ETP/ESAI II - 1º SEMESTRE/2011* MARÇO - 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira 15 PC/PD UFF/EEAAC/MEM/Disciplina: Enfermagem na Saúde do Adulto e do Idoso II Equipe: Profª Dr ª Santana, Prof ª Dr ª Lima, Prof ª Ms ª Gentile, Prof ª Msª Silva Fassarella, Profª Msnda Ribeiro Bitencourt Monitores:

Leia mais

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Epidemiologia Código: FAR-313 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2016.1 Professor: Sueli Andrade

Leia mais

PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA A ACARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR Classe Adjunto

PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA A ACARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR Classe Adjunto UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO- UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE ENFERMAGEM ALFREDO PINTO DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM FUNDAMENTAL PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE ENFERMAGEM 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Unidade: Campus Jataí - UFG Curso: Enfermagem Disciplina: Saúde mental Núcleo: NE Código: 6487 Semestre: 4º

Leia mais

COORDENAÇÃO DO NÚCLEO CURRICULAR FLEXÍVEL PRÁTICAS EDUCATIVAS FICHA DE OBSERVAÇÃO - 1

COORDENAÇÃO DO NÚCLEO CURRICULAR FLEXÍVEL PRÁTICAS EDUCATIVAS FICHA DE OBSERVAÇÃO - 1 FICHA DE OBSERVAÇÃO - 1 ENFERMAGEM NOS CUIDADOS INTEGRAIS AO ADULTO E IDOSO NO PERÍODO PERI OPERATÓRIO Acadêmico: Curso: Período: Turno: Disciplina(s): Local: Campos de Observação: Profissional responsável

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO Curso: FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO Profª Maria das Mercês Oliveira Dia/Hora Quinta 15:00/18:00 Disciplina: História

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013

Plano de Trabalho Docente 2013 Plano de Trabalho Docente 2013 ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Auxiliar de Enfermagem Qualificação: Sem qualificação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO DISICIPLINA SEMIOLOGIA Período 3º PROFESSOR (a) Elisângela Milhomem dos

Leia mais

PROCESSO DE ENFERMAGEM E A ATUAÇÃO DO TÉCNICO / AUXILIAR DE ENFERMAGEM

PROCESSO DE ENFERMAGEM E A ATUAÇÃO DO TÉCNICO / AUXILIAR DE ENFERMAGEM HOSPITAL DE CLÍNICAS FILIAL EBSERH PROCESSO DE ENFERMAGEM E A ATUAÇÃO DO TÉCNICO / AUXILIAR DE ENFERMAGEM Divisão de Enfermagem Serviço de Educação em Enfermagem Enf.ª Ma. Aldenôra Laísa P. Carvalho Cordeiro

Leia mais

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de PLANO DE CURSO

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Saúde Coletiva Código: FAR - 307 Pré-requisito: ------ Período Letivo: 2016.1 Professor: Bruno

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

Componente Curricular: SAÚDE DO TRABALHADOR Código: ENF CH: 30h. Pré-requisito: Nenhum

Componente Curricular: SAÚDE DO TRABALHADOR Código: ENF CH: 30h. Pré-requisito: Nenhum CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: SAÚDE DO TRABALHADOR Código: ENF - 401 CH: 30h. Pré-requisito: Nenhum Período

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA IMPERATRIZ. CURSO: ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA IMPERATRIZ. CURSO: ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO DISICIPLINA PROFESSOR Carga Horária: 60 INTERPRETAÇÃO DE EXAMES CLINICOS

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA I PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA I PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA I Código: ENF 207 CH Total: 90horas Pré-requisito:

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 6º PERÍODO

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 6º PERÍODO EMENTÁRIO E E COMPLR DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 6º PERÍODO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL E PSIQUIATRIA Conceito Saúde/Doença Mental. Políticas de Saúde Mental no Brasil. Perfil

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em UTI Código: Fisio 226 Pré-requisito: Fisioterapia em Pneumologia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO JUNHO/2017 (Enfermagem)

PROCESSO SELETIVO JUNHO/2017 (Enfermagem) Santa Casa de Misericórdia de Passos Hospital Regional CNPJ (MF) 23.278.898/0001-60 - Inscrição Estadual: Isento PABX - DDR: (035) 3529.1300 (Geral) Rua Santa Casa, 164 - CEP 37904-020 Passos - MG e-mail:

Leia mais

Programa e Bibliografia Edital 045/2011

Programa e Bibliografia Edital 045/2011 Programa e Bibliografia Edital 045/2011 CAMPUS ÁREA PROGRAMA BIBLIOGRAFIA Uruguaiana Microbiologia Geral e Microbiologia Clínica Uruguaiana no Cuidado a Saúde da Mulher, Criança, Adolescente; Exercício

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS Análise e Interpretação de Exames Laboratoriais

IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS Análise e Interpretação de Exames Laboratoriais UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal N o 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial N o 874/86 de 19/12/86 PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PLANO DE

Leia mais

Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado

Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições em Breve Turma 08 --> A evolução na arte de exercer a enfermagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO: ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO: ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA - IMPERATRIZ. CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO DISICIPLINA PROFESSOR (a) Carga Horária: 105 (T: 45- P: 60) SAÚDE DA CRIANÇA

Leia mais

Ensino Público de Qualidade que faz a Diferença! Ensino Fundamental, Médio e Profissional.

Ensino Público de Qualidade que faz a Diferença! Ensino Fundamental, Médio e Profissional. Ensino Público de Qualidade que faz a Diferença! Ensino Fundamental, Médio e Profissional. Avenida das Acácias, 60, Jardim Pérola D Oeste, 85012-130 Telefone: (42) 3623 3394 / 36235954 Guarapuava / NRE:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo tecnológico: AMBIENTE e SAÚDE Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DENF - DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM Endereço: Campus Universitário, BR 101, S/N - Lagoa Nova, Natal/RN. CEP: 59.072-970. Fone/Fax: (84)

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TEÓRICA:

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TEÓRICA: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: FILOSOFIA E ENFERMAGEM GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC Nº 831 SEMESTRE: 9 o ANO: 2012 MATRIZ

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA ENFERMEIROS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA ENFERMEIROS 1- LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA ENFERMEIROS Compreensão e Interpretação de Texto Vocabulário (antonímia, sinonímia, polissemia) Regência (verbal e nominal) Concordância (verbal e nominal)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SETEMBRO/2017 (Enfermagem)

PROCESSO SELETIVO SETEMBRO/2017 (Enfermagem) Santa Casa de Misericórdia de Passos Hospital Regional CNPJ (MF) 23.278.898/0001-60 - Inscrição Estadual: Isento PABX - DDR: (035) 3529.1300 (Geral) Rua Santa Casa, 164 - CEP 37904-020 Passos - MG e-mail:

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO Código: ENF-220 Pré-requisito: - ENF

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA LORENA - SP Curso ENFERMAGEM Disciplina: ADMINSTRAÇÃO Ano letivo 2011 Série: 3ª Carga Horária:72h/aula Teoria: 72h/aula sem/semestral Professor(a) Claudia Lysia de

Leia mais

Grupo Hospitalar Conceição Retificação Nº 001 Edital de Abertura - 03/2011

Grupo Hospitalar Conceição Retificação Nº 001 Edital de Abertura - 03/2011 1 GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO S.A. HOSPITAL CRISTO REDENTOR S.A. HOSPITAL FÊMINA S.A. PROCESSO SELETIVO PÚBLICO RETIFICAÇÃO Nº 001 ANEXOS I E V A Fundação La Salle e

Leia mais

PLANO DE ENSINO - 2º/2015. Carga Horária: 60h/a. Teórica: 40h/a. Prática: 20h/a. Professora: Patrícia Alvarez Ruiz Spyere do Nascimento.

PLANO DE ENSINO - 2º/2015. Carga Horária: 60h/a. Teórica: 40h/a. Prática: 20h/a. Professora: Patrícia Alvarez Ruiz Spyere do Nascimento. ! 1 PLANO DE ENSINO - 2º/2015 1. IDENTIFICAÇÃO: Curso: Odontologia. Disciplina: Bioética e Biossegurança. Carga Horária: 60h/a. Teórica: 40h/a. Prática: 20h/a. Professora: Patrícia Alvarez Ruiz Spyere

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Código: ENF - 212 Pré-requisito: ENF

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 3. COMPETÊNCIAS: 3.1 CONHECIMENTO: Conhecer o Ambiente Cirúrgico, suas divisões e regras de utilização

PLANO DE ENSINO. 3. COMPETÊNCIAS: 3.1 CONHECIMENTO: Conhecer o Ambiente Cirúrgico, suas divisões e regras de utilização PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO CURSO: Medicina TURMAS: ATIVIDADE CURRICULAR: Habilidades Médicas IV CÓDIGO: ANO LETIVO: 2º Período 2012 NATUREZA: Teoria e Prática CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4horas CARGA HORÁRIA

Leia mais

Assistência de Enfermagem rio

Assistência de Enfermagem rio Assistência de Enfermagem Pós-operatóriorio Pós-operatório rio O período pós-operatp operatóriorio tem início logo após o término t da operação e vai até a alta do paciente, podendo ainda se estender a

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: TECNOLOGIA EM MEDICINA NUCLEAR - I

PLANO DE TRABALHO: TECNOLOGIA EM MEDICINA NUCLEAR - I PLANO DE TRABALHO: TECNOLOGIA EM MEDICINA NUCLEAR - I PROFESSOR(A): Rodrigo Modesto Gadelha Gontijo Talita de Oliveira Santos 1. EMENTA: A disciplina tem como objetivo apresentar aos alunos o conhecimento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico ETECPAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação: Sem

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Dr. José Luiz Viana Coutinho de Jales Código: 073 Município: Jales Eixo Tecnológico: Saúde, Segurança e Trabalho Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico de Enfermagem

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico de Enfermagem Plano de Trabalho Docente 2013 ETE Paulino Botelho Ensino Técnico Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnico de Enfermagem Qualificação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Etec Etec Ribeirão Pires Código: 141 Município: Ribeirão Pires Eixo Tecnológico: Hospitalidade e Lazer Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2017 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Epidemiologia e Ecologia 0520031 1.2

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Curso nº168 aprovado pela portaria Cetec nº 125 de 03/10/2012 Etec Sylvio de Mattos Carvalho Código: 103 Município: Matão Eixo Tecnológico: Ambiente

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em Pneumologia Código: Fisio 219 Pré-requisito: Fisioterapia em Neurologia

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA VERSÃO CURRICULAR: 2014/2 PERÍODO: - DEPARTAMENTO: ENB

PROGRAMA DE DISCIPLINA VERSÃO CURRICULAR: 2014/2 PERÍODO: - DEPARTAMENTO: ENB PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Tópicos em Enfermagem IV: Segurança do Paciente CÓDIGO: EFM068 COORDENADOR: CARGA HORÁRIA CARGA HORÁRIA CRÉDITOS INÍCIO TÉRMINO TEÓRICA PRÁTICA 30 15 3 VERSÃO CURRICULAR:

Leia mais

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher)

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher) CURSO DE GRADUAÇÃO: MEDICINA SÉRIE: a partir da 2ª série SEMESTRE LETIVO DO ANO: ( ) 1º SEMESTRE ( x ) 2º SEMESTRE ( ) 1º e 2º SEMESTRES PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO Código da Disciplina:

Leia mais