EDITAL Nº 20 - TOMADA DE PREÇOS Nº 4 - PROCESSO Nº 020/2012 CLASSIFICAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL Nº 20 - TOMADA DE PREÇOS Nº 4 - PROCESSO Nº 020/2012 CLASSIFICAÇÃO"

Transcrição

1 EDITAL Nº 20 - TOMADA DE PREÇOS Nº 4 - PROCESSO Nº 020/2012 CLASSIFICAÇÃO ITEM Título Qtde Valor , , , ,92 A PÁGINA DIST. LIVR. VALOR TOTAL EMPRESA Máximo 5 Anton Makarenko. Vida e obra a pedagogia 2 16,00 na revolução 37 A nova pedagogia da hegemonia: estratégias 2 40,00 do capital para educar o consenso 42 A corrosão do caráter 2 17,90 44 Marx: a teoria da alienação 2 38,00 64 Educar Crianças com Problemas de 2 80,00 Comportamento 68 Filosofia e Ensino: a filosofia na escola 2 65,00 91 Doutrina cristã 2 44,00 94 Da tranquilidade da vida 2 13, Necessidades Educativas Especiais 2 78, Uma Prática Em Construção Da Pré Escola À 2 20,00 Universidade Avaliação Mediadora 123 História de la Infância. 2 57,00 CURITIBA CULTURA MINÍMO VENCEDORA 35,20 35,20 70,40 LIVR. CULTURA 15,75 15,75 31,50 LIVR. CULTURA 33,44 33,44 66,88 LIVR. CULTURA 71,19 71,19 142,38 LIVR. CULTURA 57,20 57,20 114,40 LIVR. CULTURA 38,72 38,72 77,44 LIVR. CULTURA 11,44 11,44 22,88 LIVR. CULTURA 65,74 65,74 131,48 LIVR. CULTURA 21,12 21,12 42,24 LIVR. CULTURA 50,69 50,69 101,38 LIVR. CULTURA 1/5

2 133 História Social da Criança Abandonada. 2 49, Para a história da educação de Infância. 2 69,60 Portugal 135 O Desaparecimento da Infância. 2 47, Iluminismo e Império no Brasil - O Patriota ( 2 44, ) 179 Utopia e Reforma no Iluminismo 2 40, Portugal E Brasil Na Crise Do Antigo Sistema 3 65,00 Colonial História da Vida Priva volume , História da educação na Antiguidade 3 178, Os trabalhos e os dias 3 42, Espaço literário da Roma antiga (vol. 1) 3 94, Avaliação Ambiental De Processos 3 54,00 Industriais. 310 Geografia Práticas de Campo 3 150, Biogeografia 3 20, Biogeografia e Meio Ambiente 3 70, Litoral do Paraná 2 29, Manual Paraná 2 35, Água 2 33, Os Oceanos 2 20, Lições de Pedologia 2 150,00 43,12 43,12 86,24 LIVR. CULTURA 61,95 61,95 123,90 LIVR. CULTURA 41,36 41,36 82,72 LIVR. CULTURA 38,72 38,72 77,44 LIVR. CULTURA 35,64 35,64 71,28 LIVR. CULTURA 57,20 57,20 171,60 LIVR. CULTURA 58,10 58,34 30,80 30,80 92,40 LIVR. CULTURA 156,64 156,64 469,92 LIVR. CULTURA 36,96 36,96 110,88 LIVR. CULTURA 82,72 82,72 248,16 LIVR. CULTURA 47,52 47,52 142,56 LIVR. CULTURA 132,00 132,00 396,00 LIVR. CULTURA 17,60 17,60 52,80 LIVR. CULTURA 61,60 61,60 184,80 LIVR. CULTURA 25,52 25,52 51,04 LIVR. CULTURA 29,04 29,04 58,08 LIVR. CULTURA 17,60 17,60 35,20 LIVR. CULTURA 132,00 132,00 264,00 LIVR. CULTURA 2/5

3 363 Minerais Comuns e de Importância Econômica 2 39, Gestão de Reservatórios de Hidrelétricas 1 65,00 (Org.) 368 Ecologia do ecossistema à biosfera 2 120, Formação e Conservação dos solos 2 70, Conservação de solo e água 3 40, Lições de Pedologia 3 120, Manual de Pesquisa das Diretrizes do ACSM 1 357,00 para os Testes de Esforço e sua Prescrição. 421 Voleibol da escola 2 55, Prática de Ensino 2 35, O Contexto Da Educação Continuada Em 2 25,00 Enfermagem 457 Ensinando A Cuidar Da Mulher, Do Homem 2 84,00 E Do Recém-Nascido 463 Microbiologia 2 278, Gerenciamento Na Enfermagem: Novas 2 22,00 Práticas E Competências. 500 Gerenciamento Da Rotina 2 90, Enfermeiras E Famílias: Um Guia Para 3 85,00 Avaliação E Intervenção Na Família 508 A RAINHA DAS CIÊNCIAS: UM PASSEIO 2 52,00 HISTÓRICO PELO MARAVILHOSO MUNDO 542 CONSTITUIÇÃO DO SABER MATEMÁTICO: 1 30,00 REFLEXÕES FILOSÓFICAS E HISTÓRICAS 543 Didática da Resolução de Problemas de 5 45,00 Matemática 547 Formação de Professores de Matemática 5 45,00 34,32 34,32 68,64 LIVR. CULTURA 57,20 57,20 57,20 LIVR. CULTURA 105,95 105,95 211,90 LIVR. CULTURA 147,04 47,04 47,04 94,08 LIVR. CULTURA 39,60 39,60 118,80 LIVR. CULTURA 132,00 132,00 396,00 LIVR. CULTURA 314,16 314,16 314,16 LIVR. CULTURA 73,92 73,92 147,84 LIVR. CULTURA 244,64 244,64 489,28 LIVR. CULTURA 19,36 19,36 38,72 LIVR. CULTURA 48,40 48,40 96,80 LIVR. CULTURA 85,00 74,80 74,80 224,40 LIVR. CULTURA 45,76 45,76 91,52 LIVR. CULTURA 29,83 29,83 149,15 LIVR. CULTURA 45,76 45,76 228,80 LIVR. CULTURA 3/5

4 558 HISTÓRIA DA MATEMATICA 2 211, HISTÓRIA DA MATEMATICA EM 1 45,00 ATIVIDADES DIDÁTICAS 567 MATEMATICA E TECNOLOGIAS 5 32, A Morte Azul - O Intrigante Perigo Do Passado E Do Presente Na Água Que Você 1 59, Agrotóxicos: Mutações, Câncer 1 49,00 &Reprodução 584 Água - Conservação E Cultura 1 110, Aprendizagem Significativa: A Teoria E Textos Complementares 1 68, Árvores Brasileiras: Manual De Identificação 1 139,90 E Cultivo De Plantas Arbóreas Do Brasil 591 Biologia Evolutiva 2 152, Estudos De Casos No Ensino De Química 1 30, Experimentos De Química Em Microescala 1 30,00 Com Materiais De Baixo Custo E Do 623 Insetos Do Brasil. Diversidade E Taxonomia 2 135, DICIONÁRIO LATIM-PORTUGUÊS 2 120, ENEIDA (em prosa) 5 20, Criança e Poesia na Pedagogia Freinet 3 30, Synthomas de Poesia na Infância 3 40, Gêneros do discurso na escola:mito,conto, cordel, discurso político, divulgação científica 746 Reflexões Sobre Instrumentais Em Serviço Social: Observação Sensível, Entrevista, 752 Avaliação E Linguagem: Relatórios, Laudos E Pareceres 2 50, , ,00 198,97 198,97 397,94 LIVR. CULTURA 39,60 39,60 39,60 LIVR. CULTURA 28,16 28,16 140,80 LIVR. CULTURA 52,71 52,71 52,71 LIVR. CULTURA 43,12 43,12 43,12 LIVR. CULTURA 96,80 96,80 96,80 LIVR. CULTURA 30,80 30,80 30,80 LIVR. CULTURA 369,34 369,34 369,34 LIVR. CULTURA 133,76 133,76 267,52 LIVR. CULTURA 118,80 118,80 237,60 LIVR. CULTURA 111,50 111,50 223,00 LIVR. CULTURA 27,28 27,28 136,40 LIVR. CULTURA 12,32 12,32 36,96 LIVR. CULTURA 21,74 21,74 65,22 LIVR. CULTURA 34,32 34,32 68,64 LIVR. CULTURA 17,60 17,60 35,20 LIVR. CULTURA 4/5

5 756 Introdução Ao Estudo Do Método De Marx 2 3, O Direito À Cidade 2 35, A Cidade De São Paulo. Relações 2 45,00 Internacionais E Gestão Publica. 810 Casas-Abrigo: No Enfrentamento Da 2 35,00 Violência De Gênero. 811 A Política Social Brasileira No Século Xxi. A 2 36,00 Prevalência Dos Programas De 813 Serviço Social E Poder Judiciário 2 25, Planejamento Social: Intencionalidade E 2 25,00 Instrumentação 821 Reflexões Sobre Instrumentais Em Serviço 2 26,00 Social 845 Abordagens Psicossociais Vol Iii ,00 Perspectivas Para O Serviço Social 868 Casas-Abrigo: No Enfrentamento Da 2 30,00 Violência De Gênero 913 Controles Internos e Cultura Organizacional 5 54,00 2,64 2,64 5,28 LIVR. CULTURA 39,60 39,60 79,20 LIVR. CULTURA 31,68 31,68 63,36 LIVR. CULTURA 58,10 47,52 47,52 237,60 LIVR. CULTURA SOMA 9.657,58 *** obs.: ONDE HOUVE EMPATE, FOI REALIZADO SORTEIO PARA DETERMINAÇÃO DA EMPRESA VENCEDORA. 5/5

Programa Analítico de Disciplina GEO435 Geografia e Planejamento Urbano no Brasil

Programa Analítico de Disciplina GEO435 Geografia e Planejamento Urbano no Brasil 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Geografia - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3 2

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012

ANEXO I AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012 1 ANEXO I AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012 CARGO/ÁREA Relação de Cargos e Vagas Cargos de Nível Superior PERFIL QUANT. TOTAL VAGAS CADASTRO DE RESERVA REMUNERAÇÃO Cargo 1: Administrador

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 7) CURSO (S): 8) DISTRIBUIÇÃO DE CARGA HORÁRIA: TIPO DE AULA

PROGRAMA DE DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 7) CURSO (S): 8) DISTRIBUIÇÃO DE CARGA HORÁRIA: TIPO DE AULA UERJ 1) UNIDADE: PROGRAMA DE DISCIPLINA 2) DEPARTAMENTO: 7º (Período) INSTITUTO DE PSICOLOGIA PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL 3) CÓDIGO: 4) NOME DA DISCIPLINA: 5) CH: 6) CRÉD.: PSI02-03429 ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

6º ANO BRASIL. 1º Horário: Português Conteúdo: Modos verbais. Atividade: Aula expositiva. Tarefa: Atividades das páginas 229 a 233.

6º ANO BRASIL. 1º Horário: Português Conteúdo: Modos verbais. Atividade: Aula expositiva. Tarefa: Atividades das páginas 229 a 233. 6º ANO BRASIL 1º Horário: Português Conteúdo: Modos verbais. Tarefa: Atividades das páginas 229 a 233. 2º Horário: Ciências Conteúdo: Tecnóloga da previsão do tempo. Previsão do tempo. Nuvens. Massas de

Leia mais

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação. AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2012/2013 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Panorâmica geral dos séculos XII e XIII. Observação directa Diálogo

Leia mais

Curso de Disseminadores de Educação Fiscal

Curso de Disseminadores de Educação Fiscal Curso de Disseminadores de Educação Fiscal Caderno 1 Educação Fiscal no Contexto Social 1. O BRASIL E O MUNDO UMA SÍNTESE DO CENÁRIO SOCIOPOLÍTICO E ECONÔMICO 1.1 Liberalismo econômico x Estado de Bem-Estar

Leia mais

Relação das Avaliações das Provas Objetivas anterior à sessão de identificação das folhas de respostas

Relação das Avaliações das Provas Objetivas anterior à sessão de identificação das folhas de respostas PODER JUDICIÁRIO - TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO Nº 001/2013 - CECPODNR Relação das Avaliações das Provas Objetivas anterior à sessão de identificação

Leia mais

Revista da Graduação

Revista da Graduação Revista da Graduação Vol. 4 No. 1 2011 1 Seção: FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO Título: Biblioteca Pública de Palmares do Sul RS Autor: Camila Rosana Braga Este trabalho está publicado na Revista

Leia mais

IDEÁRIO POLÍTICO DE UMA ELITE DE ESTADO.

IDEÁRIO POLÍTICO DE UMA ELITE DE ESTADO. TEXTOS UNIVERSITÁRIOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS A 366948 IDEÁRIO POLÍTICO DE UMA ELITE DE ESTADO. CORPO DIPLOMÁTICO (1777/1793) JÚLIO JOAQUIM DA COSTA RODRIGUES DA SILVA FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

Leia mais

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, CEP Tel. 0** (42) Ponta Grossa Pr. -

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, CEP Tel. 0** (42) Ponta Grossa Pr. - CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - MAGISTÉRIO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA Turno: MATUTINO/NOTURNO Reconhecido pelo Decreto nº 62.690 de 10.05.68, D.O.U. de 16.05.68. Para completar o curso de graduação Pedagogia

Leia mais

É formado por células dotadas de extensos prolongamentos, os quais liberam substâncias químicas que permitem a comunicação entre as células do tecido.

É formado por células dotadas de extensos prolongamentos, os quais liberam substâncias químicas que permitem a comunicação entre as células do tecido. QUESTÃO 1 BIOLOGIA Um dos armários do laboratório da escola apareceu com pontos e fios brancos em suas portas, do lado interno. Um dos alunos identificou os pontos e os fios brancos como sendo um tipo

Leia mais

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim Positivismo ou sociologia da ordem Comte e Durkheim Por que a palavra positivismo? Positivo: o que é palpável, baseado nos fatos; o que pode ser observado. Para Comte, o termo positivo designa o real em

Leia mais

RELAÇÃO DE LIVROS PARA ª SÉRIE

RELAÇÃO DE LIVROS PARA ª SÉRIE RELAÇÃO DE LIVROS PARA 2016 2ª SÉRIE Livro 1-)Título: GRAMÁTICA. TEXTO: ANÁLISE E CONSTRUÇÃO DE SENTIDO (MODERNA PLUS) EDIÇÃO 2010 Autoras: Maria Luiza M. Abaurre, Maria Bernadete M. Abaurre, Marcela Pontara

Leia mais

ANEXO IV AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012

ANEXO IV AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012 1 ANEXO IV AO EDITAL Nº 001/QUADRO-GERAL/2012, DE 04 DE MAIO DE 2012 Distribuição das vagas dos PNE s nos Municípios MUNICIPIO CARGO PERFIL QTD TOTAL VAGAS CADASTRO RESERVA ALVORADA ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

Leia mais

Páginas: SELEÇÃO BAIANA DE VÔLEI. Seleção Baiana de Vôlei convoca atletas canavieirenses

Páginas: SELEÇÃO BAIANA DE VÔLEI. Seleção Baiana de Vôlei convoca atletas canavieirenses Páginas: 8 SELEÇÃO BAIANA DE VÔLEI Seleção Baiana de Vôlei convoca atletas canavieirenses As canavieirenses Anna Thereza Castro, Amanda Menezes Guerra, Maria Luíza Amorim Carvalho, Geovana Nascimento Brasil,

Leia mais

Plano de Ensino para o Curso de Direito

Plano de Ensino para o Curso de Direito Plano de Ensino para o Curso de Direito Urias Barbosa Consultor da Hoper Educação 1) Orientações do CNE O Curso de Graduação em... deve ter um projeto pedagógico, construído coletivamente, centrado no

Leia mais

REVISÃO I Prof. Fernando.

REVISÃO I Prof. Fernando. REVISÃO I Prof. Fernando Brasil Colônia 1500: Descobrimento ou Conquista? Comunidades indígenas do Brasil Características: heterogeneidade e subsistência. Contato: a partir da colonização efetiva, ocorreu

Leia mais

Curso de Serviço Social. Política Social : Fundamentos e História

Curso de Serviço Social. Política Social : Fundamentos e História ECSA Escola de Ciências Sociais Aplicadas Curso de Serviço Social Política Social : Fundamentos e História Palestrante: Professora Patricia Nicola 1 OBJETIVO O livro é uma excelente introdução teórica

Leia mais

Professor Roberto W. Lourenço Professor Darllan Collins

Professor Roberto W. Lourenço Professor Darllan Collins Professor Roberto W. Lourenço Professor Darllan Collins Sorocaba, 2012 Introdução O que é paisagem? Bela Vista Um espaço de terreno que Se abrange num lance de vista (Dicionário Aurélio) Pintores, geógrafos,

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada Campus Centro I Missão O Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Segurança Privada tem como missão, formar profissionais

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

AT1 04/10 A dama das Camélias Autor: Walcyr Carrasco Estudo Dirigido: 40 pontos

AT1 04/10 A dama das Camélias Autor: Walcyr Carrasco Estudo Dirigido: 40 pontos DISCIPLINA PORTUGUESA PORTAL EDEBE 25/10 AV3 22/11 INSTITUTO LAURA VICUÑA PLANO DE ESTUDOS - 3º TRIMESTRE /2016 9º ANO A DATA CONTEÚDO INSTRUMENTAIS Interpretação textual; Uso das aspas; Coordenação e

Leia mais

Edital Categoria Prêmio Especial. Concurso de Monografias : A JUSTIÇA DO SÉCULO XXI

Edital Categoria Prêmio Especial. Concurso de Monografias : A JUSTIÇA DO SÉCULO XXI Edital Categoria Prêmio Especial Concurso de Monografias : A JUSTIÇA DO SÉCULO XXI Nos últimos 10 anos, a Justiça brasileira experimentou profundas transformações. Muitas iniciativas foram criadas para

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais

EDITAL Nº 02/ INGRESSO 2015

EDITAL Nº 02/ INGRESSO 2015 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 36ª COORDENADORIA DA EDUCAÇÃO ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO CENTRO DE REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL Nº 02/2014 - INGRESSO 2015 1 ABERTURA

Leia mais

FORMAS DE ENTRADA NAS REFERÊNCIAS SEGUNDO A ABNT 6023/2002

FORMAS DE ENTRADA NAS REFERÊNCIAS SEGUNDO A ABNT 6023/2002 FORMAS DE ENTRADA NAS REFERÊNCIAS SEGUNDO A ABNT 6023/2002 ENTRADA EXEMPLOS Um autor Dois autores CASTRO, Cláudio de Moura. CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Três autores ENRICONE, Délcia; GRILLO,

Leia mais

EDITAL Nº 02/ INGRESSO 2013

EDITAL Nº 02/ INGRESSO 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 36ª COORDENADORIA DA EDUCAÇÃO ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO EDITAL Nº 02/2012 - INGRESSO 2013 1 ABERTURA A Escola Técnica Estadual 25 de Julho de

Leia mais

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos)

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos) HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 1º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos) Diagnóstico e atividades preparatórias (2 tempos) Rever a última matéria de 5ºano 3.3. A vida

Leia mais

Eucalyptus globulus Labill. subsp. globulus. 124 Exemplares no Parque

Eucalyptus globulus Labill. subsp. globulus. 124 Exemplares no Parque Eucalyptus globulus Labill. subsp. globulus 124 Exemplares no Parque Família Myrtaceae Nome Comum Eucalipto, eucalipto-comum, calipse, calipes, calipto, eucalipto, gomeiro-azul Origem Oceânia (Região litoral

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Distribuição dos tempos letivos disponíveis para o 6 º ano de escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período *Início: 15 setembro 2014 *Fim: 16 dezembro 2014 *Início: 5

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Psicologia

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Psicologia MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PSICOLOGIA GRADE 7 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2012 Cód. Disc. DISCIPLINAS 1º SEMESTRE CRÉD. CH TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 1029-1 Genética Humana

Leia mais

SAMU Serviço de Atendimento Móvel de Urgência

SAMU Serviço de Atendimento Móvel de Urgência LOCAL DE TRABALHO: AGUAS FORMOSAS 01 CONDUTOR SOCORRISTA 02 TÉCNICO DE ENFERMAGEM D E TER 21 ANOS CONFORME DECRETO 48/02 06 0 1.0,00 51,00 30 H LOCAL DE TRABALHO: ALMENARA 03 CONDUTOR SOCORRISTA 04 ENFERMEIRO

Leia mais

Utilizar a metodologia específica da História, nomeadamente: Interpretar documentos de índole diversa (textos, imagens, gráficos, mapas e diagramas);

Utilizar a metodologia específica da História, nomeadamente: Interpretar documentos de índole diversa (textos, imagens, gráficos, mapas e diagramas); INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA Fevereiro de 2016 Prova 19 2016 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS CURITIBA PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO COORDENAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS CURITIBA PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO COORDENAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS CURITIBA PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO COORDENAÇÃO Convocação da 4ª Reunião do Colegiado de Curso Ficam convocados os Professores do Programa de Mestrado em Direito para comparecer

Leia mais

Seminário Ibérico: "Pobreza e estratégias para a sua erradicação" SANTA CASA DA MISERICÓRDIA FERREIRA DO ALENTEJO

Seminário Ibérico: Pobreza e estratégias para a sua erradicação SANTA CASA DA MISERICÓRDIA FERREIRA DO ALENTEJO Seminário Ibérico: "Pobreza e estratégias para a sua erradicação" SANTA CASA DA MISERICÓRDIA FERREIRA DO ALENTEJO Abril 2016 A História da Instituição Os Serviços disponíveis FEAC Cantinas Sociais Pontos

Leia mais

INTERCORR Floating Production Solutions. Seleção de Materiais Resistentes à Corrosão

INTERCORR Floating Production Solutions. Seleção de Materiais Resistentes à Corrosão INTERCORR - 2016 Floating Production Solutions Seleção de Materiais Resistentes à Corrosão AGENDA 1. Apresentação Institucional 2. FPSO 3. Planta de Processamento/TOP SIDES 4. Seleção de Materiais 5. Aplicações

Leia mais

FMA POR QUE ADOTÁ-LOS? DISPUTE BOARDS (Comitês de Solução de Controvérsias) F. Marcondes Advocacia

FMA POR QUE ADOTÁ-LOS? DISPUTE BOARDS (Comitês de Solução de Controvérsias) F. Marcondes Advocacia DISPUTE BOARDS (Comitês de Solução de Controvérsias) POR QUE ADOTÁ-LOS? APLICAÇÃO Os DBs foram criados especialmente para resolver controvérsias em contratos de construção. A princípio, sua aplicabilidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DA ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA História e Geografia de Portugal Informação aos Pais / Encarregados de Educação, turma 3 Programação do 5º ano 1. Aulas previstas (tempos letivos) 5º1 5º2 1º período

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE EDUCAÇÃO, FILOSOFIA E TEOLOGIA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE EDUCAÇÃO, FILOSOFIA E TEOLOGIA Unidade Universitária Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT) Curso Bacharel em Teologia Disciplina HISTÓRIA DO CRISTIANISMO IV Professor(es) Silas Luiz de Souza Carga horária Código da Disciplina

Leia mais

FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS 1. IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Política & Soberania Professor: Dr. Rodrigo Santiago E-mail: rodrigosantiago_18@hotmail.com

Leia mais

Atividade. Circule a letra A : Nome:

Atividade. Circule a letra A : Nome: Atividade Circule a letra A : Nome: 1- Pinte a letra A nas palavras abaixo: ABACATE, ACEROLA ABACAXI, AÇAÍ, ABA ABELHA, ARARA, AI ARANHA, AVESTRUZ, ANTA, AGULHA, AVE ARMÁRIO, ALFINETE, ABA, ÁRVORE, AMIGA,

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo. Ênfase Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo Ênfase Identificação Disciplina 0003129A - Realidade Socioeconômica e Política Brasileira Docente(s) Carlo Jose Napolitano Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

PROJECTO PEDAGÓGICO C.A.T.L INDÍCE

PROJECTO PEDAGÓGICO C.A.T.L INDÍCE PROJECTO PEDAGÓGICO C.A.T.L. 2011-2012 INDÍCE 1. Introdução 2. Organização e Gestão de tempo 3. Fundamentação Teórica 4. Competências Transversais 5. Competências Essenciais 6. Atividades a Desenvolver

Leia mais

AGRADECIMENTOS 17 PREFÁCIO 21. INTRODUçAo 33 I PARTE - GEOGRAFIA E HISTÓRIA CIVIL 37. Geografia 39 História Civil ~ 43

AGRADECIMENTOS 17 PREFÁCIO 21. INTRODUçAo 33 I PARTE - GEOGRAFIA E HISTÓRIA CIVIL 37. Geografia 39 História Civil ~ 43 AGRADECIMENTOS 17 PREFÁCIO 21 INTRODUçAo 33 I PARTE - GEOGRAFIA E HISTÓRIA CIVIL 37 Geografia 39 História Civil ~ 43 11PARTE - HISTÓRIA ECLESIÁSTICA - I PERÍODO.47 Os Dominicanos na Insulíndia 49 Capítulo

Leia mais

CAMPEONATO CEARENSE CATEGORIA SUB/ REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAPÍTULO I. Da Denominação e Participação

CAMPEONATO CEARENSE CATEGORIA SUB/ REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAPÍTULO I. Da Denominação e Participação CAMPEONATO CEARENSE CATEGORIA SUB/13 2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Cearense de Futebol categoria Sub/13 de 2014, doravante

Leia mais

EIXO 2: Políticas de educação básica e de formação e gestão escolar

EIXO 2: Políticas de educação básica e de formação e gestão escolar EIXO 2: Políticas de educação básica e de formação e gestão escolar A IDENTIDADE DO ENSINO MÉDIO, UM DESAFIO PARA AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS Silvana Mesquita Pontifícia Universidade Católica RJ silvana.mesquita@ig.com.br

Leia mais

DISCIPLINA 06 HISTÓRIA MILITAR

DISCIPLINA 06 HISTÓRIA MILITAR DISCIPLINA 06 HISTÓRIA MILITAR - 2014 UNIDADES DIDÁTICAS HORAS PÁGINA 1.EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO MILITAR E TEORIA DA ARTE DA GUERRA (DO SÉCULO XV AOS DIAS ATUAIS) 2.HISTÓRIA MILITAR GERAL 3.HISTÓRIA MILITAR

Leia mais

Diretoria de Políticas de Educação de Jovens e Adultos

Diretoria de Políticas de Educação de Jovens e Adultos Diretoria de Políticas de Educação de Jovens e Adultos Coordenação de Coordenação de Alfabetização Educação Jovens e Adultos Coordenação de Formação e Leitura Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização

Leia mais

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD CANOAS, JULHO DE 2015 DISCIPLINA PRÉ-HISTÓRIA Código: 103500 EMENTA: Estudo da trajetória e do comportamento do Homem desde a sua origem até o surgimento do Estado.

Leia mais

I Congresso Internacional de Estudos Literários do PPGL e XVI Nacional Modernismo e Marxismo em época de pósautonomia

I Congresso Internacional de Estudos Literários do PPGL e XVI Nacional Modernismo e Marxismo em época de pósautonomia UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS MESTRADO E DOUTORADO I Congresso Internacional de Estudos Literários do PPGL e XVI Nacional

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS. História Prof. Guilherme

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS. História Prof. Guilherme RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS História Prof. Guilherme Questão 7 Fuvest 2012 Leia este texto, que se refere à dominação europeia sobre povos e terras africanas. "Desde o século XVI, os portugueses

Leia mais

Conheça a programação da Flipocinhos 2015

Conheça a programação da Flipocinhos 2015 Conheça a programação da Flipocinhos 2015 O Sesc comanda, mais uma vez, o espaço Flipocinhos e recebe o público infanto-juvenil na 10ª Feira Literária de Poços de Caldas (Flipoços). Com atividades variadas,

Leia mais

Trabalho e Educação 68 horas. Universidade Estadual de Ponta Grossa Curso de Pedagogia 4º ano Professora Gisele Masson

Trabalho e Educação 68 horas. Universidade Estadual de Ponta Grossa Curso de Pedagogia 4º ano Professora Gisele Masson Trabalho e Educação 68 horas Universidade Estadual de Ponta Grossa Curso de Pedagogia 4º ano Professora Gisele Masson EMENTA DA DISCIPLINA - Trabalho como fundamento do ser social. - Trabalho nas diferentes

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM

Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM Comunidade Intermunicipal do Oeste OesteCIM É uma pessoa coletiva de direito público de natureza associativa e âmbito territorial e visa a realização de interesses comuns aos Municípios que a integram,

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Agradecimentos Nota prévia...

ÍNDICE GERAL. Agradecimentos Nota prévia... ÍNDICE GERAL Agradecimentos Nota prévia......................................... 7 9 PRIMEIRA PARTE - O estudo da instituição militar 1 - Marxismo e temas militares.......................................

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 032 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº. 032 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº. 032 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 Dispõe sobre aprovação do Calendário Acadêmico 2016 da Universidade Estadual de Roraima - UERR. O PRESIDENTE DO DA, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CUBA Escola Básica Integrada c/ Jardim de Infância Fialho de Almeida, Cuba Ano Lectivo 2007/2008

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CUBA Escola Básica Integrada c/ Jardim de Infância Fialho de Almeida, Cuba Ano Lectivo 2007/2008 Planificação Anual da Área Curricular de História e Geografia de Portugal 5º Ano 1. Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações e problemas

Leia mais

05.12 SEGUNDA PROVA. FINAL P. F 7h30 às 9h10 Matemática e Filosofia TERÇA PROVA. FINAL P. F 7h30 às 9h10 Português e Redação

05.12 SEGUNDA PROVA. FINAL P. F 7h30 às 9h10 Matemática e Filosofia TERÇA PROVA. FINAL P. F 7h30 às 9h10 Português e Redação Recife, 02 de dezembro de 2016. Prezados pais e/ou responsáveis: Para uma melhor organização Pedagógica segue programação e conteúdos relacionados por disciplina da Prova Final. Fique atento e excelente

Leia mais

REFORMA SINDICAL E TRABALHISTA: EM ANÁLISE E DEBATE Rio de Janeiro, 11 de Maio de 2013

REFORMA SINDICAL E TRABALHISTA: EM ANÁLISE E DEBATE Rio de Janeiro, 11 de Maio de 2013 REFORMA SINDICAL E TRABALHISTA: EM ANÁLISE E DEBATE Rio de Janeiro, 11 de Maio de 2013 Helder Molina Historiador, mestre em Educação, Doutor em Políticas Públicas e Formação Humana, professor da Faculdade

Leia mais

3 0 PERÍODO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL CRÉDITOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL CRÉDITOS

3 0 PERÍODO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL CRÉDITOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL CRÉDITOS CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENADORIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR DA ENGENHARIA

Leia mais

37º JOGOS OLÍMPICOS BOSCONIANOS JOB S

37º JOGOS OLÍMPICOS BOSCONIANOS JOB S BASQUETEBOL Art. 1º - A competição de Basquetebol dos 37º Jogos Olímpicos Bosconianos será regida pelo Regulamento Geral, pelas regras internacionais da FIBA, adotadas pela CBB e por este a) INFANTIL:

Leia mais

6º ANO BRASIL. 1º Horário: Português Conteúdo: Verbo. Uso dos porquês. Atividade: Correção coletiva de atividades. Tarefa: ***

6º ANO BRASIL. 1º Horário: Português Conteúdo: Verbo. Uso dos porquês. Atividade: Correção coletiva de atividades. Tarefa: *** 6º ANO BRASIL 1º Horário: Português Conteúdo: Verbo. Uso dos porquês. Atividade: Correção coletiva de atividades. 2º Horário: Geografia Conteúdo: Aula expositiva sobre a importância da água, o que é água

Leia mais

Atividades Propostas para Casa IV UNIDADE

Atividades Propostas para Casa IV UNIDADE Série Lançamento Disciplina Atividade Prazo p/ entrega 6º ano 18/11/16 Matemática ASSUNTOS PARA PROVA IV Unidade Unidades de área Pag. 11 à 18 Porcentagem e Gráficos Pag. 26 à 47 6º ano 18/11/16 Ciências

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. Plantas Medicinais. Ciências Vegetais EMENTA

IDENTIFICAÇÃO. Plantas Medicinais. Ciências Vegetais EMENTA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796 Telefax (084)3315.1778 e.mail: ppfsec@ufersa.edu.br

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES. N o 06 /2017

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES. N o 06 /2017 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES N o 06 /2017 O Diretor Acadêmico Pedagógico da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Governador Valadares, no

Leia mais

B2 - PODER NACIONAL E SUAS EXPRESSÕES. Profa: Maria Leonor da S. Teixeira

B2 - PODER NACIONAL E SUAS EXPRESSÕES. Profa: Maria Leonor da S. Teixeira B2 - PODER NACIONAL E SUAS EXPRESSÕES Profa: Maria Leonor da S. Teixeira 1 O B J E T I V O Identificar o Poder Nacional como instrumento de que dispõe a Nação para a execução da Estratégia, com vistas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA EDITAL Nº307, DE 13 DE SETEMBRO DE 2016 Retificação do Edital nº

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

REGULAM ENTO RANKING 2016

REGULAM ENTO RANKING 2016 Página: 1/04 R E QU I S I TO S G E R A I S PA R A AT L E TA S O Ranking da CBJJD - 2016 - vai ser disputado em 03 (três) competições: Campeonato Brasileiro, Campeonato Sul Americano e Campeonato Mundial.

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR, BIOLOGIA MOLECULAR E GENÉTICA:

BIOLOGIA CELULAR, BIOLOGIA MOLECULAR E GENÉTICA: PÓS-GRADUAÇÃO BIOLOGIA CELULAR, BIOLOGIA MOLECULAR E GENÉTICA: DESENVOLVIMENTOS CIENTÍFICOS RECENTES E NOVAS PERSPECTIVAS DE ENSINO DIRECÇÃO DO CURSO Joana ROBALO Professora Auxiliar, ISPA - Instituto

Leia mais

QUESTÕES. 1. Relacionar os grupos com suas características correspondentes. ( a ) Platelmentos. ( ) Corpo moles ( b ) Nematelmintos

QUESTÕES. 1. Relacionar os grupos com suas características correspondentes. ( a ) Platelmentos. ( ) Corpo moles ( b ) Nematelmintos 7º Ciências Leda Av. Mensal 06/10/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova contém

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 2016 6º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º

Leia mais

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES (P2) 6º ano A. DATA AVALIAÇÃO CONTEÚDO Prova prática Revezamento 4X100 Inglês UNIT 8: Prepositions of location: at, in; Verb

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES (P2) 6º ano A. DATA AVALIAÇÃO CONTEÚDO Prova prática Revezamento 4X100 Inglês UNIT 8: Prepositions of location: at, in; Verb CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES (P2) 6º ano A 18/11 Ed. Física Prova prática Revezamento 4X100 UNIT 8: Prepositions of location: at, in; Verb to like - affirmative and negative Cap. 11 Sansão (Pg. 95-103) / Cap.

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 61 A UNIFICAÇÃO ALEMÃ

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 61 A UNIFICAÇÃO ALEMÃ HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 61 A UNIFICAÇÃO ALEMÃ Fixação 1) (UERJ) A União Europeia dá continuidade ao seu processo de ampliação. Com o ingresso da Bulgária e da Romênia em 2007, o bloco passa a contar

Leia mais

Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL

Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL NATAL- RN 2015 INTRODUÇÃO Companhia Siderúrgica Nacional, construída entre os anos de 1942 e 1947, empresa

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO DISCIPLINA: Docente Técnico de Turismo Ambiental e Rural/2011-2014 Área de Integração Pedro Bandeira Simões N.º TOTAL DE MÓDULOS DE 1º/2º/3º

Leia mais

Roteiro de avaliações

Roteiro de avaliações Roteiro de avaliações MATUTINO 6º BRASIL 02/12 Língua Portuguesa Verbo (número/pessoa; modo/tempo); Adverbio; Sentido literal e figurado; Usos dos porquês; Interpretação de textos. 02/12 Ciências Cap.

Leia mais

A BIODIVERSIDADE NA ENCÍCLICA DO PAPA FRANCISCO LAUDATO SI

A BIODIVERSIDADE NA ENCÍCLICA DO PAPA FRANCISCO LAUDATO SI A BIODIVERSIDADE NA ENCÍCLICA DO PAPA FRANCISCO LAUDATO SI 1. Primeira encíclica na história da Igreja com este enfoque ecológico. 2. Convergência: preocupações da ciência, da sociedade e da Igreja, como

Leia mais

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA ATIVIDADES AVALIATIVAS. Construção de dicionário (1,5) Avaliação escrita: leitura, compreensão e estudo da língua (4,0)

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA ATIVIDADES AVALIATIVAS. Construção de dicionário (1,5) Avaliação escrita: leitura, compreensão e estudo da língua (4,0) ROTEIRO DE ESTUDOS I UNIDADE ANO LETIVO 2017 4º ANO DO ENSINO FUNADAMENTAL DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA O QUE ESTUDAR? COMO SERÁ REALIZADA? Gêneros : Contos Árabes e de Artimanha/ Carta. Produção textual:

Leia mais

Ano lectivo: 2007/2008. Trabalho Elaborado por: João Costa André Franco

Ano lectivo: 2007/2008. Trabalho Elaborado por: João Costa André Franco Ano lectivo: 2007/2008 Trabalho Elaborado por: João Costa André Franco Neste trabalho falo sobre: A Empregabilidade de um Engenheiro Agrónomo. Falo sobre os seguintes temas: As Funções de um Engenheiro

Leia mais

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B Ecologia Prof.ª Carol Aula 2 Ambiente e energia Dentro de um ecossistema, as espécies se comportam como produtoras, consumidoras ou decompositoras. PRODUTORES:

Leia mais

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL Federação Cearense de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Cearense Feminino 2017 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 3 CAPÍTULO II - DO

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 8º História Carol Av. Subst./Optat. 24/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

Escrito por Assessoria de Comunicação Sex, 13 de Maio de :23 - Última atualização Sex, 13 de Maio de :56

Escrito por Assessoria de Comunicação Sex, 13 de Maio de :23 - Última atualização Sex, 13 de Maio de :56 O verão acabou, mas a luta contra o mosquito Aedes aegypti está longe de terminar. Com casos cada vez mais frequentes de doenças transmitidas pelo mosquito, como Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela,

Leia mais

1ª semana do Advento Reino Mineral

1ª semana do Advento Reino Mineral 1ª semana do Advento Reino Mineral Presépio: pano azul, Maria, Anjo, algumas estrelas, e o caminho de velas (contar quantos dias exatos tem do primeiro domingo do advento até o dia 24. Nem sempre darão

Leia mais

CONTEÚDOS EXIN SERVIÇO SOCIAL

CONTEÚDOS EXIN SERVIÇO SOCIAL CONTEÚDOS EXIN 2016.2 4MA E 4NA DISCIPLINA CONTEÚDO DISCIPLINAS CUMULATIVAS -Etapas do processo de trabalho: Elementos constitutivos. - O significado do Serviço Social na divisão social e técnica do trabalho;

Leia mais

EXPERIMENTOS NUMÉRICOS NA BACIA DO PRATA

EXPERIMENTOS NUMÉRICOS NA BACIA DO PRATA EXPERIMENTOS NUMÉRICOS NA BACIA DO PRATA Caroline Mourão caroline.mourao@cemaden.gov.br http://www.scirp.org/journal/paperinformation.aspx?paperid=62493 http://mtc-m21b.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/mtc-m21b/2015/11.18.19.52/doc/publicacao.pdf

Leia mais

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA > PARTICIPANTES: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental 1ª a 2ª Séries do Ensino Médio > COMISSÃO ORGANIZADORA: Departamento de Educação Física > SUB TEMA: Olimpíada no Brasil > OBJETIVOS: Promover a integração

Leia mais

Modelos de Urbanismo e Mobilidade

Modelos de Urbanismo e Mobilidade Modelos de Urbanismo e Mobilidade Mobilidades Locais Globais (MLG) 25-05-2010 Curso Técnico de Informática Carla Ventura Índice Conteúdo Sociedade... 3 Os fluxos migratórios importantes verificados em

Leia mais

Painel - Controle de plantas daninhas no ambiente de novos Traits

Painel - Controle de plantas daninhas no ambiente de novos Traits Painel - Controle de plantas daninhas no ambiente de novos Traits Manejo de plantas daninhas nos ambientes de soja Cultivance/Enlist/Xtend/LL Mauro Antônio Rizzardi Eng. Agr., Dr., Professor da Universidade

Leia mais

JORGE PEREIRA DA SILVA

JORGE PEREIRA DA SILVA JORGE PEREIRA DA SILVA FUNÇÃO Professor Auxiliar Diretor da Escola de Lisboa da Faculdade de Direito CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 Fax +351 217 214 177 Palma de Cima, 1649-023 Lisboa Portugal jsilva@fd.lisboa.ucp.pt

Leia mais

CURSOS CIRRA PROGRAMADOS PARA 2017

CURSOS CIRRA PROGRAMADOS PARA 2017 CURSOS CIRRA PROGRAMADOS PARA 2017 CURSO 1 QUINTA FEIRA, DIA 02 DE MARÇO Tema: Conservação e Reúso de Água como Instrumentos de Gestão Bacias Hidrográficas, Municípios (reúso potáveis e não potáveis),

Leia mais

Tiago Pinto CURRICULUM VITAE

Tiago Pinto CURRICULUM VITAE Tiago Pinto CURRICULUM VITAE Junho, 2017 2 1. Identificação - Nome: Tiago Alexandre Palaré Barros Pinto - Telefone: 967741272 - E-mail: tiago300@gmail.com 2. Habilitações Literárias - Licenciatura em HISTÓRIA

Leia mais

Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO. Profa. Lérida Malagueta

Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO. Profa. Lérida Malagueta Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Profa. Lérida Malagueta Sistemática de importação e exportação - conteúdo O Comércio Internacional Legislação e a estrutura brasileira Termos internacionais

Leia mais

COLÉGIO CEC 24/08/2015. Conceito de Dialética. Professor: Carlos Eduardo Foganholo DIALÉTICA. Originalmente, é a arte do diálogo, da contraposição de

COLÉGIO CEC 24/08/2015. Conceito de Dialética. Professor: Carlos Eduardo Foganholo DIALÉTICA. Originalmente, é a arte do diálogo, da contraposição de COLÉGIO CEC Professor: Carlos Eduardo Foganholo Conceito de Dialética DIALÉTICA Originalmente, é a arte do diálogo, da contraposição de ideias que leva a outras ideias. O conceito de dialética, porém,

Leia mais

ESCOLA COMUNITÁRIA DE CAMPINAS RELAÇÃO DOS LIVROS PARA ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO

ESCOLA COMUNITÁRIA DE CAMPINAS RELAÇÃO DOS LIVROS PARA ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ESCOLA COMUNITÁRIA DE CAMPINAS RELAÇÃO DOS LIVROS PARA 2017 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO Livro 1-)Título: GRAMÁTICA. TEXTO: ANÁLISE E CONSTRUÇÃO DE SENTIDO (MODERNA PLUS) EDIÇÃO 2010 Autoras: Maria Luiza M.

Leia mais

CULTIVO DE MICROALGAS PARA BIOFIXAÇÃO DE CO 2 E OBTENÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS

CULTIVO DE MICROALGAS PARA BIOFIXAÇÃO DE CO 2 E OBTENÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS Universidade Federal do Rio Grande Escola de Química e Alimentos Laboratório de Engenharia Bioquímica CULTIVO DE MICROALGAS PARA BIOFIXAÇÃO DE CO 2 E OBTENÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS Adriano A. Henrard, Elisângela

Leia mais