PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS)"

Transcrição

1 PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2020 Santos, 23 de outubro de 2012

2 MERCADO DE DERIVADOS DE PETRÓLEO - BRASIL mil bpd ,1% a.a. +4,2% a.a Cenário A ,3% a.a. +3,8% a.a Cenário B +3,8% a.a. +3,7% a.a Cenário A +5,4% a.a. +4,5% a.a Cenário B GLP Gasolina Nafta QAV Diesel OC Outros PIB Mercado

3 BALANÇO DE OFERTA E DEMANDA DE GÁS NATURAL OFERTA DEMANDA Oferta via Terminais de Regaseificação de GNL TBR (em avaliação) TRBA Pecém Baía de Guanab. MILHÕES m³/d 7 20 Demanda das Térmicas: Petrobras + Terceiros 44 (8,4 GW) 46 (8,9 GW) 53 (10,3 GW) Inflexível Flexível A contratar Oferta de GN Nacional ao Mercado Região Norte Demais regiões Demanda Distribuidoras de GN Não Termelétrico (em avaliação) Não Termelétrico 2 Oferta Boliviana Flexível Firme Demanda Petrobras: Refino + Fertilizantes Refino Fertilizantes Fertilizantes (em avaliação) Oferta Total Demanda Total

4 PETROBRAS: AGREGAÇÃO DE RESERVAS EM 20 ANOS Nos últimos 20 anos, as reservas provadas no Brasil tiveram um aumento de 164% A reserva / produção da Petrobras atual equivale a 19,2 anos Em 2011, o total de reservas apropriadas no Brasil foi de 1,24 bilhão de boe. Desse total, 0,98 bilhão de boe se refere ao Pré-Sal +164% 5,96 7,53 9,65 13,23 +3% Sucesso Exploratório (Brasil) 15,28 15,71 40% Pré-Sal: 94%* em % 59% Reservas provadas (bilhão boe) * Índice de sucesso exploratório das áreas operadas pela Petrobras no polo pré-sal da Bacia de Santos.

5 INVESTIMENTOS NO PERÍODO TOTAL US$ 236,5 bilhões 980 projetos Dos investimentos, 4,5% são no exterior. Desses, 90% são em E&P EM IMPLANTAÇÃO Todos os projetos de E&P no Brasil e os projetos dos demais segmentos que se encontram em Fase IV* US$ 208,7 bilhões 833 projetos EM AVALIAÇÃO Projetos dos demais segmentos atualmente em Fase I, II e III. US$ 27,8 bilhões 147 projetos 60,0% (US$ 141,8 Bi) 27,7% (US$ 65,5 Bi) 1,3% (US$ 3,0 Bi) 5,8% (US$ 13,8 Bi) 1,6% (US$ 3,8 Bi) 2,1% (US$ 5,0 Bi) 1,5% (US$ 3,6 Bi) 65,8% (US$ 137,2 Bi) 24,8% US$ 51,7 Bi 3,7% (US$ 7,8 Bi) 1,8% (US$ 3,7 Bi) 1,7% (US$ 3,5 Bi) 0,9% (US$ 1,9 Bi) 1,4% (US$ 3,0 Bi) 0% (US$ 0,1 Bi) 7% (US$ 1,9 Bi) 5% (US$ 1,3 Bi) ** E&P no exterior 17% (**) (US$ 4,6 Bi) 21% (US$ 6,0 Bi) 50% (US$ 13,9 Bi) * Inclui as verbas já comprometidas dos projetos em avaliação. E&P RTC G&E Petroquímica Distribuição Biocombustíveis Corporativo

6 EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO (E&P)

7 EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 69% (US$ 89,9 Bi) 19% (US$ 25,4 Bi) 12% (US$ 16,3 Bi) PERÍODO US$ 131,6 bilhões* Desenvolvimento da Produção Exploração Infraestrutura e Suporte * Não inclui investimentos em E&P da Área Internacional

8 INVESTIMENTOS NO E&P PERÍODO Exploração US$ 25,4 bilhões Desenvolvimento da Produção US$ 89,9 bilhões 8% (2) 24% (6) 69% (17,5) Pré-sal Pós-sal 48,6% (43,7) 33,6% (30,2) 17,8% (16,0) Além de Exploração e Desenvolvimento da Produção, os investimentos do E&P em Infraestrutura somam US$16,3 bilhões

9 CURVA DE PRODUÇÃO BRASIL PÓS-SAL, PRÉ-SAL E CESSÃO ONEROSA Curva de Produção Brasil Produção de Óleo e LGN Baleia Azul (Cid. Anchieta) Baúna e Piracaba (Cid. Itajaí) Piloto Sapinhoá (Cid. São Paulo) Piloto Lula NE (Cid. Paraty) Papa-Terra (P-61 e P-63) Roncador III (P-55) Norte Pq. Baleias (P-58) Roncador IV (P-62) Sapinhoá Norte (Cid. Ilhabela) Iracema Sul (Cid. Mangaratiba) Iracema Norte Lula Alto Lula Central Lula Sul Franco 1 Carioca 1 Lula Norte Franco Lula Ext. Sul Iara Horst NE Tupi Carimbé Aruanã Iara NW Franco 3 UEPs Franco 4 Sul de Guará Júpiter Carcará Sul Pq. Baleias Franco 5 Espadarte I Maromba Bonito Entorno de Iara 19 até até 2020 Espadarte III Florim % mbpd mbpd mbpd 95% 1% 30% 69% 12% 19% 28% 42% Pós-sal Pré-sal (concessão) Novas descobertas* * Inclui novas oportunidades em blocos onde já existem descobertas

10 PRINCIPAIS PROJETOS E CAPACIDADES DE PRODUÇÃO Projetos do Pré-sal Projetos do Pós-sal Baleia Azul Cidade de Anchieta bpd (Reaproveitamento Espadarte) Baúna/ Piracaba Cidade de Itajaí bpd % Mil bpd Piloto Lula NE Cidade de Paraty bpd Piloto Sapinhoá Cidade São Paulo bpd Papa-Terra TLWP P-61 & P bpd Iracema Sul Cid. Mangaratiba Sapinhoá Norte Cidade Ilha Bela Franco 1 Franco 3 NE Cessão Onerosa Franco 2 NW NE de Tupi Cessão Onerosa Carioca 1 Afretado BPD Iara NW* Lula Norte* Iara Horst* Lula Sul* Norte Parque das Baleias P bpd % Roncador Módulo 3 SS P bpd Roncador Módulo 4 P bpd Iracema Norte Afretado Franco 5 Leste Franco 4 SW Sul de Guará Cessão Onerosa Júpiter BPD Carcará 1* Lula Extremo* Lula Central* Carimbé bpd Lula Alto* Aruanã bpd Espardate I Afretado bpd Maromba Mód Sul Pq. Baleias Entorno de Iara 1 Florim Cessão Onerosa Bonito Jaqueta Espardarte III 2020 * Replicante

11 DISPONIBILIDADE DE SONDAS AS SONDAS ENTREGUES À PETROBRAS EM 2011 E 2012 FORAM CONSTRUÍDAS NO EXTERIOR (COM CONTEÚDO LOCAL ZERO) Sondas a contratar Número de Sondas (LDA > 2.000m) sondas importadas para operação em LDA > 2000m 2011 Recebidas mais 10 sondas construídas no exterior novas sondas deverão ser entregues Completam o quadro de sondas importadas, duas sondas a contratar, para início de operação em 2013 e 2014, totalizando 42 em LDA > 2000m. A partir de 2016, 33 novas sondas nacionais (conteúdo local entre 55% e 65%) serão disponibilizadas.

12 UO-BS Contribuição da Bacia de Santos para o PNG

13 POLOS DE PRODUÇÃO DA BACIA DE SANTOS Polo Mexilhão Polo Uruguá Polo Merluza Polo Sul Polo Pré-Sal

14 SISTEMAS DE PRODUÇÃO EM OPERAÇÃO NA BACIA DE SANTOS BAÚNA E PIRACABA (SS-11)

Estratégia da Petrobras na Área de E&P. Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013

Estratégia da Petrobras na Área de E&P. Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013 Estratégia da Petrobras na Área de E&P Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013 AGENDA ESTRATÉGIA DO E&P PANORAMA DO E&P PRÉ-SAL É UMA REALIDADE BACIA DE

Leia mais

José Formigli Diretor do E&P. 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal

José Formigli Diretor do E&P. 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal José Formigli Diretor do E&P 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal LOCALIZAÇÃO DA PROVÍNCIA PRÉ-SAL LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DO PRÉ-SAL CONCESSÃO (BACIA DE SANTOS) CONCESSÃO (BACIA DE CAMPOS) (00%) BALEIA

Leia mais

AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS

AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS MAURO YUJI HAYASHI 27 / Junho / 2013 AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS O que é o pré-sal Localização remota a 300 km da costa Lâmina d água pode exceder 2000

Leia mais

Excedentes da Cessão Onerosa

Excedentes da Cessão Onerosa Maria das Graças Silva Foster Presidente Excedentes da Rio de Janeiro, 27 de junho de 2014 1 Através da a Petrobras adquiriu os direitos para explorar, avaliar e produzir até 5 bilhões de boe em seis áreas

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2012/ de Agosto de 2012

Plano de Negócios e Gestão 2012/ de Agosto de 2012 Plano de Negócios e Gestão 2012/2016 15 de Agosto de 2012 PNG 2012-2016 Investimento total da Petrobras: US$ 236,6 bilhões 0 Investimento na área de E&P: US$ 131,6 bilhões* 19% 68% (25,4) (89,9) 12% (16,3)

Leia mais

Confidencial. 23/Ago/2011 1

Confidencial. 23/Ago/2011 1 Confidencial 23/Ago/2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições futuras

Leia mais

PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES

PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES CARLOS TADEU FRAGA Set / 2012 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores

Leia mais

Perspectivas para os Setores Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis

Perspectivas para os Setores Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Perspectivas para os Setores Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Marco Antônio Martins Almeida Secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis spg@mme.gov.br Rio de Janeiro, 21

Leia mais

A Financiabilidade do Plano de Negócios e Gestão da Petrobras. Almir Guilherme Barbassa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores

A Financiabilidade do Plano de Negócios e Gestão da Petrobras. Almir Guilherme Barbassa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores A Financiabilidade do Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 da Petrobras Almir Guilherme Barbassa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores 20 de Agosto de 2013 1 Aviso Estas apresentações podem

Leia mais

José Sergio Gabrielli Presidente. 24 de Agosto de 2011

José Sergio Gabrielli Presidente. 24 de Agosto de 2011 José Sergio Gabrielli Presidente 24 de Agosto de 2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia

Leia mais

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL RESULTADOS E PERSPECTIVAS 29 de agosto de 2012 Eduardo Alessandro Molinari. :. COORDENADOR E&P-CORP AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

PANORAMA DA EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL NO BRASIL

PANORAMA DA EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL NO BRASIL PANORAMA DA EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL NO BRASIL Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis spg@mme.gov.br Agosto de 2014 SUMÁRIO Atividades de E&P no Brasil Contratos

Leia mais

POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA

POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA Solange Guedes Diretora do E&P PRÉ-SAL: confirma sua posição de província petrolífera de classe mundial... Grandes reservatórios

Leia mais

SUPRIMENTO DE BENS E SERVIÇOS PARA A PETROBRAS

SUPRIMENTO DE BENS E SERVIÇOS PARA A PETROBRAS SUPRIMENTO DE BENS E SERVIÇOS PARA A PETROBRAS AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2º Trimestre de Teleconferência / Webcast 11 de Agosto de 2014

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2º Trimestre de Teleconferência / Webcast 11 de Agosto de 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2º Trimestre de 2014 Teleconferência / Webcast 11 de Agosto de 2014 AVISOS Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão

Plano de Negócios e Gestão Plano de Negócios e Gestão 2014-2018 1 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão de Junho de 2012

Plano de Negócios e Gestão de Junho de 2012 Plano de Negócios e Gestão 2012-2016 25 de Junho de 2012 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 Rio de Janeiro, 15 de março de 2013 Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras comunica que seu Conselho

Leia mais

PETROBRAS Visão Geral Agosto 2014

PETROBRAS Visão Geral Agosto 2014 PETROBRAS Visão Geral Agosto 2014 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão de Agosto de 2012

Plano de Negócios e Gestão de Agosto de 2012 Plano de Negócios e Gestão 2012 2016 29 de Agosto de 2012 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da

Leia mais

Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005

Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005 Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005 Investimentos Planejados em E&P Projetos de Exploração e Produção (2006-2010) No Brasil Internacional Total $ 28,0 bilhões $ 6,1 bilhões $ 34,1 bilhões Exploração

Leia mais

Lucro líquido da Petrobras no 1º semestre de 2013 foi de R$ 13 bilhões e 894 milhões

Lucro líquido da Petrobras no 1º semestre de 2013 foi de R$ 13 bilhões e 894 milhões Lucro líquido da Petrobras no 1º semestre de 2013 foi de R$ 13 bilhões e 894 milhões Nota à Imprensa 9 de agosto de 2013 O lucro líquido no 1º semestre de 2013 subiu 77% em relação ao semestre anterior,

Leia mais

mestre Clique para editar o texto Apresentação para Imprensa 29 de Junho de 2015 Clique para editar o texto mestre

mestre Clique para editar o texto Apresentação para Imprensa 29 de Junho de 2015 Clique para editar o texto mestre Clique Plano de para Negócios editar e o Gestão título mestre 2015-2019 Clique para editar o texto mestre Clique para editar o texto mestre Apresentação para Imprensa 29 de Junho de 2015 AVISOS Clique

Leia mais

Reservas Provadas da Petrobras em 2013

Reservas Provadas da Petrobras em 2013 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Reservas Provadas da Petrobras em 2013 Rio de Janeiro, 14 de janeiro de 2014 Petróleo eiro S.A. - Petrobras comunica o volume de suas

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2013 2017

Plano de Negócios e Gestão 2013 2017 Plano de Negócios e Gestão 2013 2017 1 Plano de Negócios e Gestão 2013 2017 Webcast 19 de março de 2013 2 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Petrobras no Rio de Janeiro. José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006

Petrobras no Rio de Janeiro. José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006 Petrobras no Rio de Janeiro José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006 Aviso As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Hidrocarbonetos - O Pré-Sal - Dificuldades e Oportunidades. Adriano Pires Março de 2011

Hidrocarbonetos - O Pré-Sal - Dificuldades e Oportunidades. Adriano Pires Março de 2011 Hidrocarbonetos - O Pré-Sal - Dificuldades e Oportunidades Adriano Pires Março de 2011 1 Metas Nacionais de Produção e Reservas da Petrobras 7,4% a.a. 5.059 1.109 ia d / p e b il M 1.752 1.791 1.758 252

Leia mais

PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL

PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças as PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL Guilherme de Oliveira Estrella Petrobras DE&P Rio de Janeiro, 23 de março de 2010 Informações A apresentação

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de de Abril de 2015

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de de Abril de 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de 2014 22 de Abril de 2015 AVISOS Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores

Leia mais

Destaques Operacionais do E&P

Destaques Operacionais do E&P Destaques Operacionais do E&P DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE 2015 Rio de Janeiro, março de 2016 DE&P Superação da meta de produção pela primeira vez nos últimos 13 anos Crescimento de 5,5 % na produção de

Leia mais

Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras Área de Gás e Energia

Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras Área de Gás e Energia Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras 2015 Área de Gás e Energia Apresentação do Diretor Ildo Sauer 7º Encontro de Negócios de Energia - FIESP 02/08/2006 Confidencial 1 1 Roteiro da apresentação

Leia mais

AULA INAUGURAL ESCOLA POLITÉCNICA DA USP Engenharia de Petróleo

AULA INAUGURAL ESCOLA POLITÉCNICA DA USP Engenharia de Petróleo AULA INAUGURAL ESCOLA POLITÉCNICA DA USP Engenharia de Petróleo João Carlos de Souza Meirelles Secretário de Energia e Mineração Fevereiro/2016 Santos/SP Produção de P&G em São Paulo Gás Natural Terrestre

Leia mais

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia Rio de Janeiro, 1 de julho de 2014 Petróleo Brasileiro S.A. A Petrobras informa que a produção de petróleo

Leia mais

Maria das Graças Silva Foster Presidente Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão

Maria das Graças Silva Foster Presidente Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão Maria das Graças Silva Foster Presidente Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018 1 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Petrobras Update. Outubro de 2015

Petrobras Update. Outubro de 2015 Petrobras Update Outubro de 2015 AVISOS Esta apresentação pode conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições futuras

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

Excedentes da Cessão Onerosa

Excedentes da Cessão Onerosa Excedentes da Cessão Onerosa DESDOBRAMENTOS DA REUNIÃO DO CNPE Rio de Janeiro, 24 de junho de 2014 Informações preliminares Cessão Onerosa Através da Cessão Onerosa a Petrobras adquiriu os direitos para

Leia mais

Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais de 30 anos... Essa nova realidade que eu gostaria de compartilhar com v.

Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais de 30 anos... Essa nova realidade que eu gostaria de compartilhar com v. O Pré sal: Brasil como Player Global no Setor de Petróleo Brazil Energy Roundtable: Energy & the New Administration Luiz Costamilan Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Teleconferência / Webcast 22 de Março de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Teleconferência / Webcast 22 de Março de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre e Exercício Teleconferência / Webcast 22 de Março de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas

Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas Setembro 2014 07/10/2014 1 A Dinamus Somos uma empresa de consultoria e inteligência de mercado especializada no desenvolvimento de negócios

Leia mais

Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ

Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ Décio Oddone, Diretor Geral Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017. Agenda 1 2 3 4 Cenário Atual Aprimoramentos Rodadas de Licitação Conclusão A Indústria

Leia mais

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE. Reservas Provadas da Petrobras em 2014

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE. Reservas Provadas da Petrobras em 2014 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Reservas Provadas da Petrobras em 2014 Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2015 Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras comunica o volume

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de 2015 Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015 1 AVISOS Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

O desafio. energia. Plano Estratégico Plano de Negócios e Gestão Indicadores. 1,2% 1% 1% US$ 220,6 bilhões 0,4% 5% 4% 16% 12% 18% 20%

O desafio. energia. Plano Estratégico Plano de Negócios e Gestão Indicadores. 1,2% 1% 1% US$ 220,6 bilhões 0,4% 5% 4% 16% 12% 18% 20% PANORAMA O desafio é a nossa energia Criada em 1953, a Petrobras atua de forma integrada nas atividades de exploração e produção, refino, comercialização, transporte e petroquímica, distribuição de derivados,

Leia mais

MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil

MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil Investimentos previstos pela Petrobras no segmento offshore 18/07/2017 AGENDA A Unidade de Operações de Exploração

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre 2015 e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4º Trimestre e Exercício Apresentação para Imprensa 21 de Março de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

Disclaimer CAUTIONARY STATEMENT FOR US INVESTORS

Disclaimer CAUTIONARY STATEMENT FOR US INVESTORS CARLOS TADEU FRAGA Sep / 2012 Disclaimer The presentation may contain forecasts about future events. Such forecasts merely reflect the expectations of the Company's management. Such terms as "anticipate",

Leia mais

BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL EDIÇÃO 38 - JUNHO 215 M I N I S T É R I O D E M I N A S E E N E R G I A BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL D E P G @ M M E. G O V. B R E D I Ç Ã O 3 8 - J U N H O 2 1 5 INTRODUÇÃO

Leia mais

Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década

Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década Roberto Gonçalves Gerente Executivo da Engenharia da Petrobras 8º Encontro Nacional do Prominp 23 de Novembro-São Luis, MA

Leia mais

Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores

Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores Reservatório do Pré-Sal 1 São Paulo, 17 de Dezembro de 2009 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

Informações Condensadas do 3º trimestre de 2014

Informações Condensadas do 3º trimestre de 2014 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Informações Condensadas do 3º trimestre de 2014 Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 2014 Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras esclarece que

Leia mais

Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis 9º Encontro da Arquitetura e da Engenharia Consultiva de São Paulo Santos, 23 de setembro de 2009 Márcio Naumann Gerente de Exploração

Leia mais

Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico

Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico Seminário UM BRASIL QUE CRESCE JORNAL O DIA E PETROBRAS José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 30 de janeiro de 2007 1 Aviso PETROBRAS As

Leia mais

A indústria do petróleo: Possibilidades de maior contribuição da iniciativa privada para a exploração e produção de áreas do Pré-Sal

A indústria do petróleo: Possibilidades de maior contribuição da iniciativa privada para a exploração e produção de áreas do Pré-Sal A indústria do petróleo: Possibilidades de maior contribuição da iniciativa privada para a exploração e produção de áreas do Pré-Sal Prof. Edmar de Almeida Grupo de Economia de Energia Instituto de Economia

Leia mais

Reservas Provadas da Petrobras em Reservas Provadas Petrobras em 2012

Reservas Provadas da Petrobras em Reservas Provadas Petrobras em 2012 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Reservas Provadas da Petrobras em 2012 Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 2013 Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras comunica o volume

Leia mais

OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA

OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo 8 de agosto de 2011 Confidencial 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões

Leia mais

8º Encontro Nacional do PROMINP

8º Encontro Nacional do PROMINP 8º Encontro Nacional do PROMINP Demandas de Bens & Serviços para a operação dos projetos de Abastecimento PETROBRAS Abastecimento São Luís, 23/11/2011 1 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P

Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P Evolução da Produção de Óleo e Gás da Crescimento de 6% nos últimos 12 meses, com destaque para Produção Nacional (8%) Produção de Óleo e Gás do E&P

Leia mais

PANORAMA DO SETOR PETRÓLEO E GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS BRASILEIRO

PANORAMA DO SETOR PETRÓLEO E GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS BRASILEIRO PANORAMA DO SETOR PETRÓLEO E GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS BRASILEIRO João José de Nora Souto Secretário-Adjunto da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis spg@mme.gov.br Brasília,

Leia mais

Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020

Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020 Marcelo Mafra Borges de Macedo Superintendente de Segurança Operacional e Maio Ambiente Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020 O Papel

Leia mais

CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS

CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS Alfredo Renault Campinas, 11 de novembro de 2015 SUMÁRIO I. PETROBRAS PLANO DE NEGÓCIOS II. PRÉ-SAL III. PRIORIDADES E DESINVESTIMENTOS

Leia mais

PETRÓLEO NO BRASIL E SEUS IMPACTOS ECONÔMICOS E SOCIAS

PETRÓLEO NO BRASIL E SEUS IMPACTOS ECONÔMICOS E SOCIAS III Mesa Redonda Brasil-Rússia Conselho do Desenvolvimento Econômico e Saociab A EXPLORAÇÃ ÇÃO O E PRODUÇÃ ÇÃO O DE PETRÓLEO NO BRASIL E SEUS IMPACTOS ECONÔMICOS E SOCIAS Ricardo Brasília, Latgé11 Milward

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Teleconferência / Webcast 13 de Maio de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Teleconferência / Webcast 13 de Maio de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre 2016 Teleconferência / Webcast 13 de Maio de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras

Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras TÓPICOS PROPOSTOS 1 -PETROBRAS MARCOS ESCOLHIDOS 2 - PLANO DE INVESTIMENTO 2009/2013 E FINANCIAMENTO 3 - VALORAÇÃO

Leia mais

José Sergio Gabrielli Presidente. 26 de Julho de 2011

José Sergio Gabrielli Presidente. 26 de Julho de 2011 1 José Sergio Gabrielli Presidente 26 de Julho de 2011 2 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia

Leia mais

Desafios da Energia no Brasil

Desafios da Energia no Brasil Desafios da Energia no Brasil Armando Guedes Coelho Presidente do Conselho Empresarial de Energia da FIRJAN Membro do Conselho de Administração do IBP Agosto/2013 PANORAMA MUNDIAL SÉCULO XXI DIVERSIFICAÇÃO

Leia mais

Perspectivas sobre o Gás Natural do pré-sal brasileiro

Perspectivas sobre o Gás Natural do pré-sal brasileiro Perspectivas sobre o Gás Natural do pré-sal brasileiro AGENDA Infraestrutura antes do desenvolvimento do pré-sal Infraestrutura planejada Projetos de exportação de gás Rota 1 Projetos de exportação de

Leia mais

Petrobras tem lucro líquido de R$ milhões nos nove meses de 2015

Petrobras tem lucro líquido de R$ milhões nos nove meses de 2015 Nota à Imprensa 12 de novembro de 2015 Petrobras tem lucro líquido de R$ 2.102 milhões nos nove meses de 2015 No terceiro trimestre de 2015, a Companhia apresentou prejuízo de R$ 3.759 milhões O lucro

Leia mais

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D Seminário sobre INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Rio de Janeiro, 24 de maio de 2016 Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D André Fachetti Gerente Geral de Gestão Tecnológica PETROBRAS / CENPES Agenda

Leia mais

CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE

CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE SÃO PAULO, 2 DE JUNHO DE 2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais

Leia mais

A mudança da regra de exploração do pré-sal e as perspectivas para a Indústria. 18 de outubro de 2016

A mudança da regra de exploração do pré-sal e as perspectivas para a Indústria. 18 de outubro de 2016 A mudança da regra de exploração do pré-sal e as perspectivas para a Indústria 18 de outubro de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal. Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo

Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal. Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo Rio Oil & Gas RJ, setembro de 2008 Avanços em águas profundas. 1992 2000 Vazão: 21.000 bopd

Leia mais

Paulínia Petróleo & Gás

Paulínia Petróleo & Gás CADEIA PRODUTIVA DO SETOR PETRÓLEO E GÁS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES Paulínia Petróleo & Gás Alfredo Renault Paulínia, São Paulo, 21 de agosto de 2013 Sumário I ESTIMATIVAS DE INVESTIMENTO NO SETOR PETRÓLEO

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2030

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2030 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2030 PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO 2014-2018 Plano Estratégico Petrobras: histórico recente Último BID com áreas marítimas 1º Óleo do Pré-sal: TLD Jubarte (Set) Lei 12.276: Cessão

Leia mais

Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS

Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS Novos Empreendimentos previstos para a UN-BS no Plano de Negócios 2007-2011 da Petrobras José Luiz Marcusso Gerente-Geral São Paulo,

Leia mais

Descrição Ação. Manutenção e Adequação de Ativos de Informática, Informação e Teleprocessamento - Nacional

Descrição Ação. Manutenção e Adequação de Ativos de Informática, Informação e Teleprocessamento - Nacional Classificação Programática Descrição Ação Programação Anual 2013 Realização até dezembro de 2013 0807.4101.0001 Manutenção e Adequação de Bens Imóveis - 424.971.000 422.547.492 0807.4102.0001 Manutenção

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados

Leia mais

Plano de Negócios

Plano de Negócios Plano de Negócios 2010-2014 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou no dia 18 de junho, o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totalizando US$ 224 bilhões, representando

Leia mais

RESULTADO DAS OPERAÇÕES

RESULTADO DAS OPERAÇÕES RESULTADO DAS OPERAÇÕES Resultados do 1T- : Lucro bruto Lucro bruto superior em 2% (R$ 395 milhões), refletindo: Receita de vendas de R$ 74.353 milhões, inferior em 13%, decorrente de: Redução da demanda

Leia mais

Biocombustíveis em um Contexto Global. José Sérgio Gabrielli de Azevedo Presidente São Paulo 02 de junho de 2009

Biocombustíveis em um Contexto Global. José Sérgio Gabrielli de Azevedo Presidente São Paulo 02 de junho de 2009 Biocombustíveis em um Contexto Global José Sérgio Gabrielli de Azevedo Presidente São Paulo 02 de junho de 2009 MERCADO PARA BIOCOMBUSTÍVEIS A manutenção das metas dos governos para biocombustíveis, nos

Leia mais

Divulgação de Resultados

Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados 2º trimestre de 2010 (legislação societária) 13 de agosto de 2010 Conferência com a Imprensa Almir Guilherme Barbassa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores 1 AVISO

Leia mais

Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil. Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015

Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil. Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015 Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015 Cláudio Araújo Gerente Geral de Contratações E&P - Serviços 2ª Conferência OAB/RJ de Direito Marítimo

Leia mais

Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos

Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos Setembro 2011 Aquisição de 30% de participação no Bloco BS-4 localizado na Bacia de Santos (1) (1) Sujeito à aprovação da ANP 2 Taxa de sucesso geológico

Leia mais

Plano de Negócios José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente

Plano de Negócios José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Plano de Negócios 2008-2012 José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 14 1 de Agosto de 2007 Aviso As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS O Sistema Tecnológico da PETROBRAS José Roberto Fagundes Netto Gerente Geral de P&D em Geoengenharia e Engenharia de Poço do CENPES Rio de Janeiro, 29 de maio de 2014 Aviso As apresentações podem conter

Leia mais

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS O Sistema Tecnológico da PETROBRAS José Roberto Fagundes Netto Gerente Geral de P&D em Geoengenharia e Engenharia de Poço do CENPES Rio de Janeiro, 29 de maio de 2014 Aviso As apresentações podem conter

Leia mais

A ANP e os Desafios do Pré-Sal

A ANP e os Desafios do Pré-Sal A ANP e os Desafios do Pré-Sal Britcham Seminario Internacional de Energia Luis Dutra 27 de novembro 2008 A regulação do setor de petróleo Fundamentos legais da atuação da ANP 1995 Emenda Constitucional

Leia mais

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Essa apresentação pode conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

Lucro líquido da Petrobras foi de R$ 9 bilhões 214 milhões no 1º trimestre de 2012

Lucro líquido da Petrobras foi de R$ 9 bilhões 214 milhões no 1º trimestre de 2012 Lucro líquido da Petrobras foi de R$ 9 bilhões 214 milhões no 1º trimestre de 2012 Nota à Imprensa 15 de maio de 2012 O lucro líquido do trimestre aumentou 82% na comparação com o 4º trimestre de 2011

Leia mais

O GÁS NATURAL E AS OPORTUNIDADES PARA O BRASIL

O GÁS NATURAL E AS OPORTUNIDADES PARA O BRASIL FÓRUNS ESTADÃO BRASIL COMPETITIVO O Futuro do Gás Natural O GÁS NATURAL E AS OPORTUNIDADES PARA O BRASIL Marco Antonio Martins Almeida Secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Ministério

Leia mais

RECEITAS PETROLÍFERAS PARA AS ÁREAS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE

RECEITAS PETROLÍFERAS PARA AS ÁREAS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE RECEITAS PETROLÍFERAS PARA AS ÁREAS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA Consultor Legislativo da Área XII Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos JULHO/2013 Paulo César Ribeiro Lima 2 SUMÁRIO

Leia mais

As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos

As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Roteiro

Leia mais

A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil

A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil Câmara de Comércio Britânica do Rio de Janeiro José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 22 de Maio de 2006 0 Aviso PETROBRAS As

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T17

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T17 Clique para editar o título mestre Clique para editar o texto mestre DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Clique para editar o texto mestre Teleconferência / Webcast 12 de Maio de 2017 Avisos Estas apresentações podem

Leia mais

José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente

José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Plano de Negócios da Petrobras 2009 2013 Encontro Anual na ABIQUIM 1 São Paulo 04 de Dezembro de 2009 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Clique para editar o título Clique para editar o texto Coletiva de Imprensa 10 de Agosto de 2017 Clique para editar o texto Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2016 / 4T Clique para editar o título mestre Clique para editar o texto mestre. Clique para editar o texto mestre

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2016 / 4T Clique para editar o título mestre Clique para editar o texto mestre. Clique para editar o texto mestre DIVULGAÇÃO Clique para editar o título mestre Clique para editar o texto mestre DE RESULTADOS / 4T Clique para editar o texto mestre Coletiva de Imprensa 21 de Março de 2017 Avisos Estas apresentações

Leia mais

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D Seminário sobre INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Rio de Janeiro, 28 de maio de 2015 Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D André Fachetti Gerente Geral de Gestão Tecnológica PETROBRAS / CENPES Agenda

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre 2016 Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

Refino, Transporte e Comercialização (RTC) e Petroquímica

Refino, Transporte e Comercialização (RTC) e Petroquímica Refino, Transporte e Comercialização (RTC) e Petroquímica Detalhamento do Plano de Negócios 1 INVESTIMENTOS 2011-2015 Nível de Investimento do atual Plano é similar ao do Plano anterior PN 2010-1 US$ 22

Leia mais