3º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 7º Ano

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 7º Ano"

Transcrição

1 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação do aluno nas diferentes disciplinas e áreas curriculares disciplinares realiza-se em três domínios: afetivo, cognitivo, e psicomotor. Ou, usando uma terminologia menos técnica: atitudes, conhecimentos, e procedimentos. Nos critérios de avaliação, os parâmetros, instrumentos e respetivos pesos a usar em todos os anos, níveis e modalidades de ensino existentes no agrupamento no domínio das atitudes e valores são os que se apresentam na tabela abaixo: Domínio das atitudes e valores Parâmetros de avaliação Participação: - Intervenção de forma adequada; - Colaboração nas atividades propostas. Sociabilidade: - Respeito pelos outros; - Cumprimento das regras estabelecidas; - Espírito de cidadania e de solidariedade. Responsabilidade: - Atenção nas aulas; - Higiene e segurança (organização dos instrumentos de trabalho); - Cumprimento na execução das tarefas e trabalhos solicitados; - Posse dos materiais necessários à aula. Autonomia: - Iniciativa (realiza tarefas autonomamente); - Espírito crítico (questiona situações, reflete e toma decisões); O valor percentual a atribuir ao domínio das atitudes no Ensino Básico é de 20%. Instrumentos Observação direta Grelhas de avaliação Registo de incidentes ocasionais Registo de ocorrências disciplinares Assim, a fórmula de cálculo da avaliação sumativa a formalizar nos conselhos de turma em cada momento de avaliação é: Ensino básico = (DCP x 0,8) + (DAV x 0,2) Peso (%) Em que: DCP - Domínio cognitivo e psicomotor; DAV - Domínio atitudes e valores A avaliação do aluno no final de cada período é a média aritmética das avaliações obtidas até ao momento da avaliação. No 2º e 3º ciclos e ensino secundário: - Os alunos não poderão realizar mais do que um teste de avaliação por dia e, não mais de três por semana. Esta calendarização deve ser efetuada nos conselhos de turma, devidamente registado em documento próprio a ser dado a conhecer aos alunos e encarregados de educação. Qualquer alteração a esta calendarização deverá ser comunicada por escrito aos encarregados de educação pelo professor da respetiva disciplina indicando o motivo da alteração. - Todos os testes e fichas de avaliação formativa carecem de uma matriz elaborada no modelo existente no agrupamento, que deve ser facultada aos alunos pelo meio mais expedito, com pelo menos 10 dias de antecedência em relação à data da realização do respetivo teste. - Não se pode realizar um teste sem que se tenha feito a entrega e correção do anterior. - Na autoavaliação o aluno deve estar de posse de todos os elementos de avaliação. (in Projeto de desenvolvimento Curricular, ponto 13 Avaliação das aprendizagens) Página 1 de 8

2 CRITÉRIOS POR DISCIPLINAS /ÁREAS CURRICULARES Disciplina de: PORTUGUÊS Expressão e compreensão do oral Testes de avaliação da oralidade/ 20 Exposições/Debates/Leitura expressiva de suportes escritos/participação oral Expressão escrita Leitura (processos de compreensão) Conhecimento explícito da língua - Fichas de trabalho/trabalhos de grupo/trabalhos individuais * - Testes de avaliação escrita Obs. * Sempre que não se realizem, os 10% serão contabilizados nos testes de avaliação escrita. Disciplina de: LÍNGUA ESTRANGEIRA 1 INGLÊS Compreensão Oral Leitura Interação Oral Produção Oral Escrita Domínio Intercultural Léxico e Gramática - Testes / fichas de avaliação escrita - Trabalhos (grupo/individual) - Oralidade (compreensão, interação e produção) Página 2 de 8

3 Disciplina de: LÍNGUA ESTRANGEIRA 2 FRANCÊS/ESPANHOL Compreensão e expressão escrita Gramática Compreensão e expressão oral Leitura - Testes / fichas de avaliação escrita - Trabalhos (grupo/individual) - Oralidade (compreensão, interação e produção) Disciplina de: HISTÓRIA Domínio das competências essenciais; Comunicação oral e escrita; Tratamento de informação/utilização de fontes. - Fichas de avaliação. - Fichas de trabalho; - Trabalhos de grupo; - Trabalhos individuais. - Participação oral Disciplina de: GEOGRAFIA Domínio das competências essenciais; Comunicação oral e escrita; Tratamento de informação/utilização de fontes. - Fichas de avaliação; - Fichas de trabalho; - Trabalhos de grupo; - Trabalhos individuais; - Participação oral. 75 Página 3 de 8

4 Disciplina de: MATEMÁTICA Domínio das competências essenciais Raciocínio Capacidade de resolução de problemas Cálculo mental Comunicação matemática - Fichas de avaliação de duração 90 min - Outros (Trabalhos de grupo, fichas de avaliação de duração inferior a 90 min, ) 75 Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS. Conhecer Testes, fichas ou outros suportes de 85. Compreender avaliação cognitiva. Aplicar. Manuseamento do material. Organização do trabalho. Cumprimento de regras de trabalho de grupo. Cumprimento do protocolo experimental. Registo rigoroso dos dados. Desenho de esquemas. Descrição de procedimentos. Interpretação de resultados. Obtenção de conclusões. Referência bibliográfica Atividades experimentais e ou laboratoriais (envolvendo relatórios normalizados e/ou questões de avaliação sobre os parâmetros experimentais ou sobre a interpretação dos resultados obtidos). Trabalhos práticos de pesquisa orientada, implicando a seleção e a organização criteriosa da informação recolhida. 15 Trabalhos produzidos pelo aluno (da iniciativa do aluno e orientados pelo professor): projetos, portefólios, dossiers, etc. Página 4 de 8

5 Disciplina de: CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS Conhecimentos e competências Fichas de avaliação; 85 Intervenções e participações orais Aplicação de conhecimentos Capacidade de resolução de problemas Capacidade de Comunicação Espírito crítico Capacidade de compreensão Recolha e tratamento da informação Organização Trabalhos de pesquisa individual/grupo (realizados na aula); Intervenções e participações orais; Relatórios (realizados na aula); Outras produções do aluno 15 realizadas na aula (projetos, dossiers, portefólios; ) Disciplina de: EDUCAÇÃO VISUAL Aquisição de conhecimentos Saberes Conceitos e conhecimentos adquiridos no domínio da 13 disciplina. - Trabalhos individuais; Nomenclatura e aplicação de materiais, utensílios / - Trabalhos de grupo; 13 ferramentas e técnicas. - Fichas de trabalho. Compreensão das diversas formas de comunicação: esquemas, desenhos, gráficos, etc. Aplicação de conhecimentos Saber Fazer Capacidade na resolução de situações / problemas. Criatividade e organização nas atividades (propostas e/ou realizadas). Planificação das atividades (correção e método). Aplicação de técnicas, e procedimentos (rigor e autonomia). - Trabalhos individuais; - Trabalhos de grupo; - Fichas de trabalho Cumprimento de normas de higiene e segurança no trabalho. 8 Comunicação Interpretação e compreensão de questões diversas e expressão oral e escrita. - Trabalhos individuais; - Fichas de trabalho. 6 Página 5 de 8

6 Disciplina de: TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (T.I.C.) Domínio das competências essenciais; Tratamento de informação/utilização de fontes. - Fichas de avaliação; - Trabalhos individuais e/ou grupo; - Participação Oral. 100* *A gerir de acordo com a natureza dos projetos. Disciplina de Oferta de Escola: EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA - Conhecimento, compreensão e aplicação dos conteúdos essenciais; - Expressão escrita, oral e gráfica. - Construção / fabricação: -Resolução de problemas/capacidade de trabalho; - Método de trabalho/organização; - Domínio das técnicas e procedimentos; -Cumprimento das regras/normas de higiene Projeto de trabalho; Fichas de trabalho; Trabalhos individuais e de grupo; Participação/empenho; Observação direta; 100 (*) e segurança. (*) A gerir de acordo com a natureza dos projetos a desenvolver. Página 6 de 8

7 Disciplina de: EDUCAÇÃO FÍSICA ATIVIDADES FÍSICAS - Participação e empenho na realização prática nas tarefas propostas; - Qualidade e/ou quantidade da prestação motora; - Domínio dos elementos técnico-táticos específicos e oportunidade da sua realização, assim como das regras fundamentais das diferentes modalidades individuais e coletivas lecionadas; - Procura do êxito pessoal e do grupo e capacidades/atitudes inseridas no contexto das modalidades lecionadas; APTIDÃO FÍSICA CONHECIMENTOS - Nível de conhecimentos e compreensão dos conteúdos programáticos. - Grelhas de registo de observação/avaliação. - Observação/avaliação em exercício critério e/ou em situação de jogo. - Critérios de correção técnico-tática e regulamentar por modalidade. - Grelhas de registo de observação/avaliação. - Relatórios e/ou; - Fichas de avaliação e/ou; - Trabalhos de grupo e/ou; - Trabalhos individuais e/ou; - Participação oral. 80 Avaliação Contínua 60 Avaliação Formal Disciplina de Oferta Complementar: CIDADANIA E TECNOLOGIAS (CidTec) COMUNICAÇÃO VERBAL E ESCRITA Clareza na expressão através do domínio das competências essenciais de comunicação oral Trabalhos individuais e de grupo 70 e escrita; Fundamentação de opiniões AUTONOMIA Tratamento de informação/utilização de fontes Participação e empenho nas atividades propostas Observação direta da participação 30 Iniciativa Criatividade Página 7 de 8

8 Disciplina de: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (E.M.R.C.) Domínio das competências essenciais Comunicação oral e escrita Tratamento de informação/ utilização de fontes Fichas de avaliação Fichas de trabalho Trabalhos de grupo Trabalhos individuais Participação oral Página 8 de 8

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação do aluno nas diferentes disciplinas e áreas curriculares disciplinares realiza-se em três domínios: afetivo, cognitivo, e psicomotor. Ou, usando uma terminologia

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA. Critérios de avaliação do 3.º ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA. Critérios de avaliação do 3.º ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA Critérios de avaliação do 3.º ciclo Ano letivo 2017-18 Domínio das atitudes e valores nas disciplinas de Português, Inglês, Francês, Espanhol, Matemática, Ciências Naturais,

Leia mais

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO ATITUDES E VALORES (5%) CONHECIMENTOS E CAPACIDADES (95%) Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN 2016/2017 Português Leitura/ Educação Literária Componente escrita: Compreensão de textos escritos

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Departamento Curricular do 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Avaliação das Atitudes/Comportamentos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2011 / Agrupamento de Escolas de Vila Nova de S. Bento

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2011 / Agrupamento de Escolas de Vila Nova de S. Bento CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2011 / 2012 PRÉ-ESCOLAR Pontualidade / Assiduidade Autonomia / Independência Iniciativa Interacção com os adultos, com os pares e com o grupo Empenhamento em acabar as tarefas /

Leia mais

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa Critérios de Avaliação do Ensino Básico - º Ciclo Língua Portuguesa DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS PONDERAÇÃO NA CLASSIFICAÇÃO TIPOLOGIA DOS INSTRUMENTOS DE FINAL AVALIAÇÃO POR PERÍODO Teste(s) de compreensão oral

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO PORTUGUÊS SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2016/2017

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2017 2018 PORTUGUÊS

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016 DOMÍNIOS DE AVALIAÇÃO. Assiduidade/Pontualidade (2%) Comportamento / Relação com os outros (6%)

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016 DOMÍNIOS DE AVALIAÇÃO. Assiduidade/Pontualidade (2%) Comportamento / Relação com os outros (6%) PORTUGUÊS DOMÍNIOS DE Leitura / Educação literária (25) Escrita (25) Gramática (15) Oralidade (15) 80 Assiduidade/Pontualidade (2) Comportamento / Relação com os outros (6) Organização do material (2)

Leia mais

Critérios de avaliação

Critérios de avaliação Agrupamento de Escolas de Amareleja 2.º ciclo Critérios de avaliação 2015-2016 Nomenclatura dos instrumentos de avaliação Classificação Nomenclatura 0% a 19% Fraco 20% a 49% Insuficiente 50% a 69 % Suficiente

Leia mais

CURSO DE COMÉRCIO ARTES E INFORMÁTICA

CURSO DE COMÉRCIO ARTES E INFORMÁTICA Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS VOCACIONAIS ANO LETIVO DE 2016/2017 CURSO DE

Leia mais

Ponderações DOMÍNIO DAS ATITUDES E VALORES

Ponderações DOMÍNIO DAS ATITUDES E VALORES Ponderações 1.º Ciclo Educação Moral e Religiosa Católica ATITUDES E VALORES 4% - TPC/ Estudo 4% conhecimento - Outros Educação Físico-Motora Expressões Artísticas (, Expressão e Educação Dramática, Educação

Leia mais

ANEXO 1 ADENDA AOS CRITÉRIOS ESPECIFICOS DE AVALIAÇÃO - 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DOMÍNIO DOS CONHECIMENTOS PORTUGUÊS

ANEXO 1 ADENDA AOS CRITÉRIOS ESPECIFICOS DE AVALIAÇÃO - 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DOMÍNIO DOS CONHECIMENTOS PORTUGUÊS ANEXO 1 ADENDA AOS CRITÉRIOS ESPECIFICOS DE AVALIAÇÃO - 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DOMÍNIO DOS CONHECIMENTOS PORTUGUÊS Oralidade Leitura Escrita Gramática Educação Literária 7 7 7 4 Identifica e compreende

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2016/2017 ) 1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO VISUAL 2.º e 3.º CICLOS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO VISUAL 2.º e 3.º CICLOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO VISUAL 2.º e 3.º CICLOS /Parâmetros de avaliação avaliação Técnicas (2): - Domínio - Expressão - Rigor - Clareza Testes e trabalhos equivalentes a testes 50% Conceitos (10%):

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo A avaliação, como parte integrante do processo de ensino/ aprendizagem, deverá ter em conta: Os programas e as metas curriculares em vigor para o 1º ciclo;

Leia mais

TÉCNICO DE PROTEÇÃO CIVIL 10º TPC CICLO DE FORMAÇÃO 2016/2018

TÉCNICO DE PROTEÇÃO CIVIL 10º TPC CICLO DE FORMAÇÃO 2016/2018 Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Núcleo de Ofertas Formativas CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS VOCACIONAIS ANO LETIVO DE 2016/2017 COMPONENTE DE FORMAÇÃO GERAL

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2014/2015)1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2017-2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Departamento do 1º ciclo CRITÉRIOS de AVALIAÇÃO 1º CICLO Enquadramento A avaliação interna das aprendizagens

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CAPACIDADES INDICADORES INSTRUMENTOS Domínio Cognitivo (Saber) Componentes do Currículo Conceitos Identifica/Reconhece/Adquire conceitos; Domina

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos e capacidades

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2017/2018 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação O Saber 65% Português O Saber Fazer 25% O Ser / Saber Ser 10% O Saber 75% Inglês O Saber Fazer 10% O Ser / Saber

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CAPACIDADES INDICADORES INSTRUMENTOS Domínio Cognitivo (Saber) Componentes do Currículo Conceitos Identifica/Reconhece/Adquire conceitos; Domina

Leia mais

Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B.

Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B. Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B. ANO LETIVO 2015/16 Saber Fazer (Domínio Cognitivo) 80% DISCIPLINA: PORTUGUÊS DOMÍNIOS OBJETIVOS INSTRUMENTOS E PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS Domínios Avaliados Instrumentos de avaliação Ponderação Leitura - Educação Literária 30% Testes de avaliação escrita Gramática 12% (5/6) 60% Escrita

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS PROFISSIONAIS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS PROFISSIONAIS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO 170586 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS PROFISSIONAIS 2016-2019 Índice 1. CURSOS PROFISSIONAIS MATRIZES CURRICULARES... 5 1.1. Matriz Curricular dos Cursos Profissionais

Leia mais

Critérios e Instrumentos de Avaliação Ensino Secundário Cursos Científico Humanísticos

Critérios e Instrumentos de Avaliação Ensino Secundário Cursos Científico Humanísticos Critérios e Instrumentos de Avaliação Ensino Secundário Cursos Científico Humanísticos COMPETÊNCIAS NO DOMÍNIO COGNITIVO/MOTOR > 100% Compreensão/expressão oral Português Compreende criticamente géneros

Leia mais

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013 Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático Língua Portuguesa 2012/2013 ATITUDES Formação para a cidadania. Apresentação dos materiais necessários, cumprimento de tarefas propostas, assiduidade,

Leia mais

Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS. Critérios de Avaliação / Indicadores / Operacionalização dos Indicadores

Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS. Critérios de Avaliação / Indicadores / Operacionalização dos Indicadores Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades Escola Básica e Secundária de Oliveira de Frades Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS Critérios Específicos de Avaliação da Disciplina de Educação Física

Leia mais

TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO RESTAURANTE/BAR TÉCNICO DE ANALISE LABORATORIAL

TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO RESTAURANTE/BAR TÉCNICO DE ANALISE LABORATORIAL Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Núcleo de Ofertas Formativas CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS PROFISSIONAIS ANO LETIVO DE 2016/2017 TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 Aprovado em Conselho de Docentes em julho de 2016 Diretora Pedagógica Rosa Cândida Gomes Princípios Orientadores

Leia mais

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário Critérios Específicos de Avaliação do Departamento de Física e Química 2016/2017

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário Critérios Específicos de Avaliação do Departamento de Física e Química 2016/2017 Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda 2016/2017 Ensino Secundário Critérios Específicos de Avaliação do Departamento de Física e Química 1 - Critérios Específicos de Avaliação Como complemento dos

Leia mais

Domínio Parâmetros Peso (%)

Domínio Parâmetros Peso (%) 2ºCiclo Matemática Testes. 75% Sócio afetivas Atitudes e valores: Responsabilidade e autonomia; Assiduidade e pontualidade; Cooperação e respeito; Postura na sala de aula; Espírito Crítico; Trabalhos de

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO ANO LETIVO 2014 /15. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO ANO LETIVO 2014 /15. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação Ponderação 0 Saber / 0 Saber Fazer 70% Português Inglês "0 Ser / Saber Ser" 25% "0 Ser / 5% /Saber Ser" " O Saber

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016 / º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016 / º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016 / 207 2.º CICLO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E EXPERIMENTAIS Disciplinas: Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas Ano Letivo 2016/2017 Produção de trabalhos escritos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação 0 Saber / 0 Saber Fazer 70% "0 Ser / Saber Ser" 25% Língua Portuguesa Inglês "0 Ser / 5% /Saber Ser" " O Saber /

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde Escola Básica 1/JI do Casal do Sapo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde Escola Básica 1/JI do Casal do Sapo Índice 1. CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO... 3 1.1. TERMINOLOGIA DE CLASSIFICAÇÃO... 4 1.2. ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO... 4 1.3. DOS DEPARTAMENTOS CURRICULARES/DISCIPLINAS... 5 1.3.1. DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR...

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÂO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS 2º CICLO ANO LETIVO 2015 / 2016 DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM DOMÍNIOS DE REFERÊNCIA PONDERAÇÃO INSTRUMENTOS DE

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo 2017/2018 Quadro de síntese 3º Ciclo Domínios da Avaliação 0 Saber 70% Português 0 Saber Fazer 20% "0 Ser / Saber Ser" " O Saber 75% Inglês / Francês O Saber Fazer" O Ser/Saber

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO DE 2017/2018 PORTUGUÊS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento 1º Ciclo Grupos: 110 2016/2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO UTILIZADOR Critérios

Leia mais

Escola Secundária Jaime Moniz Avaliação dos Alunos

Escola Secundária Jaime Moniz Avaliação dos Alunos Escola Secundária Jaime Moniz Avaliação dos Alunos Quadriénio letivo 2014-2018 Índice RECOMENDAÇÕES 1. AVALIAÇÃO DOS ALUNOS 1. AVALIAÇÃO DOS ALUNOS... 1 1.1. RECOMENDAÇÕES GERAIS... 2 1.2. RECOMENDAÇÕES

Leia mais

HORAS/ AULAS. MÓDULO 1 - Processos de conformação Cerâmica. MÓDULO 2 - Decoração alto fogo/cores a água

HORAS/ AULAS. MÓDULO 1 - Processos de conformação Cerâmica. MÓDULO 2 - Decoração alto fogo/cores a água MÓDULOS CONTEÚDOS HORAS/ AULAS Origem e propriedades da pasta cerâmica Variedades da argila e sua utilização MÓDULO 1 - Processos de conformação Cerâmica Iniciação ao processo cerâmico (homogeneização,

Leia mais

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO Página1 AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO 2017-2018 FINALIDADES DA EDUCAÇÃO FÍSICA Na perspetiva da melhoria da qualidade de vida, da saúde e do bem-estar: Melhorar a aptidão física

Leia mais

Critérios de Avaliação 2015/2016

Critérios de Avaliação 2015/2016 Critérios de Avaliação Ano letivo 2015/2016 Critérios de Avaliação 2015/2016 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*)

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória: Português Matemática Estudo do Meio Expressões: Artísticas e Físico-Motoras. Apoio

Leia mais

EDUCAÇÃO. Saber ser / saber estar 70% Saber/ saber fazer 30% 65% - Gramática 15% 21,25% - Realização de tpc Atitudinais/ - Iniciativa linguística

EDUCAÇÃO. Saber ser / saber estar 70% Saber/ saber fazer 30% 65% - Gramática 15% 21,25% - Realização de tpc Atitudinais/ - Iniciativa linguística a tua a tua escola teu o o teu o teu futuro teu projeto 2016/17 II Critérios de Cursos Avaliação REPÚBLICA PORTUGUESA EDUCAÇÃO Profissionais Na avaliação dos alunos que frequentam os cursos profissionais

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 I INTRODUÇÃO De acordo com a legislação em vigor, a avaliação é um elemento integrante e regulador de todo o processo de ensino aprendizagem. A avaliação visa promover

Leia mais

Secretaria Regional da Educação e Cultura Direção Regional da Educação ESCOLA BÁSICA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA

Secretaria Regional da Educação e Cultura Direção Regional da Educação ESCOLA BÁSICA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA Secretaria Regional da Educação e Cultura Direção Regional da Educação ESCOLA BÁSICA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA Departamento de Expressões e 1.º Ciclo CRITÉRIOS AVALIAÇÃO Critérios de Avaliação Documento

Leia mais

Critérios e Instrumentos de Avaliação Cursos Profissionais Técnico de Energias Renováveis

Critérios e Instrumentos de Avaliação Cursos Profissionais Técnico de Energias Renováveis Critérios e Instrumentos de Avaliação Cursos Profissionais Técnico de Energias Renováveis Português COMPETÊNCIAS DOS DOMÍNIOS COGNITIVO/MOTOR 80% Compreende enunciados orais de natureza diversa; COMPREENSÃO/EXPRESSÃO

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO PORTO MONIZ ANO LETIVO 2016/2017 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO MATEMÁTICA 2.º CICLO

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO PORTO MONIZ ANO LETIVO 2016/2017 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO MATEMÁTICA 2.º CICLO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO PORTO MONIZ ANO LETIVO 2016/2017 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO CRITÉRIOS TIPO I MATEMÁTICA 2.º CICLO Critérios I Classificação formal 75% Classificação não formal 20% - Cumprimento

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Domínio Cognitivo (Nível dos Conhecimentos) Compreensão oral e escrita; Conhecimento de formas e regras de funcionamento da língua materna; Conhecimento e compreensão de conceitos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento Ciências Sociais e Humanas Grupos: 200; 400; 410; 420; 430; 530 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Português- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2.º / 3.º CICLOS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2.º / 3.º CICLOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2.º / 3.º CICLOS Educação Física Domínio Cognitivo (Saber e Saber Domínio Comportam ental (Saber Estar) Conhecimento e compreensão de conceitos e fatores de aptidão física e regulamentos

Leia mais

CURSO OPERADOR DE INFORMÁTICA

CURSO OPERADOR DE INFORMÁTICA Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO ANO LETIVO DE 2016/2017

Leia mais

I Competências / Domínios a avaliar

I Competências / Domínios a avaliar O trabalho desenvolvido na disciplina de Português 2º ciclo visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos dois as do ciclo, metas linguísticas s domínios do oral e do escrito, competências de leitura

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO. 4.ª Revisão

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO. 4.ª Revisão CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO 4.ª Revisão Nos termos da alínea f) do artº 26º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 115-A/98 de 4 de Maio, com as alterações

Leia mais

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico 1. Critérios de avaliação AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS 1.

Leia mais

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO A avaliação incide sobre as metas de aprendizagem (capacidades e conhecimentos) definidas no currículo nacional

Leia mais

Critérios de Avaliação de Francês 2016 / ºano

Critérios de Avaliação de Francês 2016 / ºano Critérios de Avaliação de Francês 2016 / 2017 7ºano A avaliação certifica as aprendizagens e tem como objetivo a melhoria dessas aprendizagens. Os conteúdos programáticos serão trabalhados, desenvolvendo

Leia mais

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016/2017

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016/2017 16/17 Ensino Secundário 1. DOMÍNIO SÓCIO-AFETIVO (Formação pessoal Atitudes e valores) Assiduidade Pontualidade Atitudes (espírito desportivo, participação, interesse, responsabilidade, relações inter-pessoais)..

Leia mais

Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias. Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016

Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias. Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016 Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016 Parâmetros de avaliação: Domínio cognitivo 7 - Testes de avaliação

Leia mais

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso ANO LETIVO: 2016/2017 Amadeo de Souza-Cardoso Critérios Gerais de Avaliação do Agrupamento Dando cumprimento ao disposto no Decreto-Lei 139/2012, na sua redação atual, e no Despacho normativo nº 1-F/2016,

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo 2016/2020 Compete ao Conselho Pedagógico definir, no início de cada ano, os critérios gerais de avaliação e aprovar os critérios específicos de cada disciplina

Leia mais

Critérios específicos de avaliação

Critérios específicos de avaliação Critérios específicos de 1. Aspetos a considerar na específica A sumativa expressa-se de forma descritiva em todas as áreas curriculares, com exceção das disciplinas de Português e Matemática no 4º ano

Leia mais

Avaliação da Aprendizagem 1º Ciclo

Avaliação da Aprendizagem 1º Ciclo Avaliação da Aprendizagem 1º Ciclo A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos e capacidades desenvolvidas pelo aluno.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO-EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO-EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO-EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO Domínios avaliação Parâmetros Percentagem Instrumentos de recolha de informação Nº de Instrumentos Conhecimentos e capacidades 70% -Reconhece o papel

Leia mais

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO (De acordo com o Despacho Normativo n. 17-A/2015 de 22 de setembro e com o Decreto-Lei n. 139/2012 de 5 de julho) Disposições Gerais A avaliação tem uma

Leia mais

DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO

DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO Legislação relativa à avaliação Orientação técnica nº 3/2016, de setembro (ANQEP) Cursos de Educação e Formação nível básico (ano letivo 2016/2017). Orientação técnica

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Loureiro

Agrupamento de Escolas de Loureiro GOVERNO DE PORTUGAL EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016-2017 Agrupamento de Escolas de Loureiro GOVERNO DE PORTUGAL EDUCAÇÃO 2 o CICLO DO ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO VISUAL (5 o

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Critérios de Avaliação 1º Ciclo Ano Letivo 2016/2017 A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Princípios Orientadores - Processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Disciplina: Português Período: 1º Testes 15% Fichas de Trabalho 15% Trabalhos de grupo/ pares 5% Trabalhos individuais Criatividade/Imaginação -------------------------------------- Domínio de técnicas

Leia mais

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros:

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros: 3º ciclo Oferta Complementar: Apoio ao estudo da disciplina de Português Domínios Ponderação Componente cognitiva (capacidades e conhecimentos) Oralidade Leitura Escrita Gramática 80% Componente socioafetiva

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO CURRICULAR Expressões Artes Visuais DISCIPLINA/ANO Desenho e Comunicação Visual 1º, 2º e 3º Anos Curso Profissional ANO LECTIVO 2017 /2018 Diagnóstica Abrangente dos vários domínios Ficha

Leia mais

Ponderação dos domínios por disciplina

Ponderação dos domínios por disciplina Critérios de Avaliação - 1º ciclo Domínio Instrumentos de avaliação Peso % Cognitivo Trabalhos individuais e de grupo 15% Participação e intervenção 15% Fichas de avaliação 50 % Socioafetivo Registos 20%

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios/Competências Fatores de ponderação (testes/cotações) Instrumentos de avaliação Avaliação Global (avaliação sumativa) Compreensão oral

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 15/16 DISCIPLINA: GOSCS 12º Ano CURSO: TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE OBJETIVOS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania A língua

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário

Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário Escola Secundária de Felgueiras 2014/2015 Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário (Decreto-Lei 139/2012, de 5 de julho, e Portaria 243/2012, de 10 de agosto) O processo de avaliação de alunos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO 152640 CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Ano Letivo 2015/2016 Agrupamento de Arcozelo Telef: 258 909 060 - Fax: 258 909 062 www.aearcozelo.pt Vilar Arcozelo

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo. Ano letivo 2016/17. Domínios Indicadores VALOR

Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo. Ano letivo 2016/17. Domínios Indicadores VALOR Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo Ano letivo 2016/17 Os critérios de avaliação constituem referenciais comuns, no Agrupamento, sendo operacionalizados pelos professores da turma 1. Áreas

Leia mais

L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS. Ensino Básico e Secundário

L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS. Ensino Básico e Secundário Ano Letivo 2012/2013 L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS Ensino Básico e Secundário Critérios de Avaliação COMPETÊNCIAS PONDERAÇÃO ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO COGNITIVAS / OPERACIONAIS Æ 60% Testes / Fichas de Avaliação

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO O trabalho desenvolvido na disciplina de,, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos três as do Ciclo, competências linguística-comunicativas s domínios do oral e do escrito, competências de

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE FÍSICO-QUÍMICA 3º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE FÍSICO-QUÍMICA 3º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LOUSÃ 161391 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE FÍSICO-QUÍMICA 3º CICLO 2016-17 Objetivos da avaliação na disciplina de Físico-Química A avaliação na disciplina de Físico-Química

Leia mais

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação EPHTL Critérios Gerais de Avaliação 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2016/2017 Introdução A avaliação é um processo regulador do ensino, que orienta o percurso escolar, certifica os conhecimentos

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO O trabalho desenvolvido na disciplina de Português, Secundário, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo do Ensi Secundário, competências de comunicação s domínios do oral e do escrito, competências

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2015/2016 Educação Visual ( 9ºAno) Domínio Cognitivo Indicadores % Parcial -É criativo Criatividade/ Imaginação -É inovador 10% - Cria projetos executáveis -Propõe alterações

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO Serão tidos em consideração os elementos de avaliação a seguir enumerados, essenciais para o desenvolvimento do

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação

Critérios Específicos de Avaliação AE FRANCISCO DE HOLANDA Critérios Específicos de Avaliação 2015/2016 1 Índice: 1. Primeiro ciclo:... 3 2. Departamento de matemática... 4 3. Departamento de Línguas Germânicas... 7 4. Departamento de Educação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016/2017 1º CICLO 1. Critérios Gerais Evolução da aquisição das aprendizagens; Utilização correta da língua

Leia mais

TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO RESTAURANTE/BAR COMPONENTE DE FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL

TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO RESTAURANTE/BAR COMPONENTE DE FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL NÚCLEO DE OFERTAS FORMATIVAS Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSOS PROFISSIONAIS ANO LETIVO DE 2017/2018 TÉCNICO DE RESTAURAÇÃO

Leia mais

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( )

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( ) Critérios de Avaliação 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS A avaliação incide sobre os conhecimentos e capacidades definidas no currículo nacional e nas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS REGIÃO ALENTEJO Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Milfontes, Odemira CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO 2016/2017 1 CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º Ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º Ciclo 2017-2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º Ciclo Julho 2017 AVALIAÇÃO A avaliação tem por objetivo central a melhoria do ensino e da aprendizagem baseada num processo contínuo de intervenção pedagógica. in Despacho

Leia mais

DEPARTAMENTO CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

DEPARTAMENTO CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ DEPARTAMENTO CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO Grupo Recrutamento 430 - ECONOMIA Ano Letivo 2016/2017 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Critérios Específicos de Avaliação 2013/2014 Introdução Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver

Leia mais

EB1 com PE e Creche da Quinta Grande

EB1 com PE e Creche da Quinta Grande EB1 com PE e Creche da Quinta Grande Ano letivo 2016/17 Critérios de Avaliação para o 1.º Ciclo As fichas de avaliação das áreas curriculares disciplinares são cotadas de forma quantitativa, numa escala

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO 1ºANO Disciplina: Português Período: 1º Testes Fichas de Trabalho Trabalhos de grupo/ pares 0% Trabalhos individuais Criatividade/Imaginação 5% Desenvolvimento psicomotor 5% Empenho/interesse/iniciativa

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015 1º CICLO 1. Critérios Gerais Evolução da aquisição das aprendizagens; Utilização correta da língua

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL EDUCAÇÃO FÍSICA - 12º Ano

PLANIFICAÇÃO ANUAL EDUCAÇÃO FÍSICA - 12º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 EDUCAÇÃO FÍSICA - 12º Ano OBJETIVOS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania A língua materna enquanto dimensão transversal Utilização das novas tecnologias de informação

Leia mais