CIÊNCIA X IDEOLOGIA CRISTINA BENATTE BONOME. Cubatão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CIÊNCIA X IDEOLOGIA CRISTINA BENATTE BONOME. Cubatão"

Transcrição

1 CIÊNCIA X IDEOLOGIA CRISTINA BENATTE BONOME Cubatão 2012

2 CRISTINA BENATTE BONOME CIÊNCIA X IDEOLOGIA Trabalho apresentado ao Professor Admilson Toscano da disciplina Metodologia de pesquisa cientifica do Instituto Federal de São Paulo Campus Cubatão, Turma Gestão em Turismo Cubatão 2012

3 Ideologia, Eu quero uma para viver. Cazuza.

4 SUMÁRIO INTRODUÇÃO pág CIÊNCIA pág O QUE É CIÊNCIA? pág A CIÊNCIA E SUAS CARACTERÍSTICAS pág CLASSIFICAÇÕES pág IDEOLOGIA pág IDEOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS pág RELAÇÃO ENTRE CIÊNCIA E IDEOLOGIA pág CONSIDERAÇÕES FINAIS pág REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS pág. 07

5 01 INTRODUÇÃO No trabalho a ser apresentado, será possível conhecer entender o que é ciência, ideologia, um pouco do conteúdo dos dois e a diferença de ambos, em vários aspectos, será possível descobrir em quais âmbitos um completa o outro e ao mesmo tempo, onde cada um acaba atrapalhando o outro no seu próprio desenvolver.

6 02 1. CIÊNCIA Em sentido amplo, ciência (do latim scientia, traduzido por "conhecimento") refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemáticos. Em sentido estrito, ciência refere-se ao sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico bem como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tais pesquisas. 1.2 O QUE É CIÊNCIA? É o conhecimento ou um sistema de conhecimentos que abarca verdades gerais ou a operação de leis gerais especialmente obtidas e testadas através do método científico. No dicionário a palavra ciência tem dois sentidos, são eles: 1. Conjunto de conhecimentos fundados sobre princípios certos. 2. [Figurado] Saber, instrução, conhecimentos vastos. ciência do ser: ontologia. ciência infusa: conhecimentos adquiridos naturalmente, sem estudo, nem ensinamento. ciência social: ciência da organização e do desenvolvimento da sociedade. ciências naturais: as que fazem parte do estudo da história natural. ciências ocultas: a alquimia, a astrologia, a quiromancia, etc. de ciência certa: por ter a certeza; fundado em informações fidedignas. 1.3 A CIÊNCIA E SUAS CARACTERÍSTICAS Esta seção de encontros aborda as concepções existentes sobre ciência, considerando seu contexto histórico e cultural, os elementos que a caracterizam e as suas limitações no cenário contemporâneo. Analisaremos a importância da estruturação do conhecimento científico na evolução da sociedade

7 CLASSIFICAÇÕES DA CIÊNCIA Ciências factuais e formais: As ciências formais são um ramo das ciências que estuda os sistemas formais, como por exemplo, a lógica, matemática, teoria dos sistemas e os aspectos teóricos da ciência computacional, teoria da informação, microeconomia, teoria da decisão, estatística e lingüística. As ciências formais são construídas em cima de símbolos e regras. Ciências naturais e sociais: As ciências naturais são um ramo das ciências que estuda a natureza em geral, isso é o universo todo, que é entendido como regulado por regras ou leis de origem natural, ou seja, os aspectos físicos e não humanos. Ciências sociais é um ramo da ciência que estuda os aspectos sociais do mundo humano, ou seja, a vida social de indivíduos e grupos humanos. Isso inclui Antropologia, Estudos da comunicação, Economia, Administração, Arqueologia, Contabilidade, Geografia humana,história, Lingüística, Ciência política, Estatística, Psicologia social, Direito e Sociologia. Ciências puras e aplicadas: As ciências puras ou ciências fundamentais são a parte da ciência que descreve os mais básicos objetos, forças e relações entre eles e as leis que os governam, como por exemplo, que todos os outros fenômenos podem ser em princípio derivados desses, seguindo a lógica do reducionismo científico. As ciências aplicadas é o ramo das ciências que visam a aplicação do conhecimento para a solução de problemas práticos. As ciências aplicadas são importantes para o desenvolvimento tecnológico. Ciências exatas e inexatas: A ciência exata são qualquer campo da ciência capaz de expressões quantitativas, predições precisas e métodos rigorosos de testar hipóteses, especialmente os experimentos reprodutíveis envolvendo predições e medições quantificavam. Matemática, Física, Engenharia, Química, Estatística, assim como partes da Biologia, Psicologia, e Economia podem ser consideradas ciências exatas nesse sentido.

8 04 2. IDEOLOGIA Ideologia no pensamento Marxista (materialismo dialético) é um conjunto de proposições elaborado, na sociedade burguesa, com a finalidade de fazer aparentar os interesses da classe dominante com o interesse coletivo, construindo uma hegemonia daquela classe. O termo ideologia foi usado de forma marcante pelo filósofo Antoine Destutt de Tracy e o conceito de ideologia foi muito trabalhado pelo filósofo alemão Karl Marx, que ligava a ideologia aos sistemas teóricos (políticos, morais e sociais) criados pela classe social dominante. De acordo com Marx, a ideologia da classe dominante tinha como objetivo manter os mais ricos no controle da sociedade IDEOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS O século XX foi dominado, em todo o seu transcorrer, pelas ideologias políticas. Aqueles que imaginavam que o vazio deixado pelo declínio da religião faria por diminuir ou desaparecer o fervor dos homens e das sociedades em torno das crenças viram-se surpreendidos pelos acontecimentos. Houve apenas uma troca de símbolos. Não se lutou mais tanto pela Igreja ou pelo rei, como se fizera nas épocas anteriores, mas por uma causa, uma grande idéia nacional, patriótica ou internacionalista, capaz de mobilizar milhões de homens e mulheres, nações inteiras, levando o mundo a travar duas guerras mundiais e várias revoluções sociais de enorme repercussão. Era das massas não iria mais refluir. O que se segue é um quadro que procura classificar as ideologias que dominaram a imaginação e provocaram as paixões dos homens no século que passou, assinalando suas diferenças e determinando qual a preocupação delas no que tange a quem faz a política e quem a deveria fazer. Junto, identificados a elas, estão alguns nomes de ativistas, líderes e teóricos cujas obras e liderança tiveram papel significativo na difusão do pensamento que defendiam.

9 05 3. RELAÇÃO ENTRE CIÊNCIA E IDEOLOGIA Ciência produz conhecimento - e o conhecimento é necessariamente verdadeiro. Ideologia (qualquer ideologia) é um conjunto de idéias mais ou menos coerentes e não necessariamente verdadeiras. As duas posições, inconciliáveis, se manifestam sobre a questão da biosegurança no Brasil.

10 06 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS Contudo, tivemos a incrível experiência de conhecer um pouco da ciência e da ideologia, para que assim, chegasse à simples conclusão, de que a ciência, é algo material, que só acreditamos quando sentimos ou vemos, e a ideologia, é o pretérito perfeito, é aquilo que idealizamos para nos, para que aconteça na nossa vida, é tudo aquilo que pretendemos para a nossa trajetória. A ciência é a certeza do que realmente é, e a ideologia, é aquilo que desejamos que fosse.

11 07 5. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS Acesso no dia: 28/01/12 ás 13h30min. Acesso no dia: 28/01/12 ás 19h30min. Acesso no dia: 28/01/12 ás 20h00min. Acesso no dia: 28/01/12 ás 20h26min.

Reinaldo Tamasco IDEOLOGIA X CIÊNCIA. Professor: Dr. Admilson Toscano

Reinaldo Tamasco IDEOLOGIA X CIÊNCIA. Professor: Dr. Admilson Toscano Reinaldo Tamasco IDEOLOGIA X CIÊNCIA Professor: Dr. Admilson Toscano Cubatão 2012 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Campus - Cubatão Trabalho Tema: Ciência x Ideologia Aluno:

Leia mais

RELAÇÃO DOS LIVROS A ATRÍBUIR AOS ALUNOS COM SUBSÍDIO DE A.S.E / 2017

RELAÇÃO DOS LIVROS A ATRÍBUIR AOS ALUNOS COM SUBSÍDIO DE A.S.E / 2017 RELAÇÃO DOS LIVROS A ATRÍBUIR AOS ALUNOS COM SUBSÍDIO DE A.S.E. 2016 / 2017 CEF Empregado Comercial 1º Ano 0 Matemática Aplicada, Língua Portuguesa, Inglês. 1 Matemática Aplicada, Língua Portuguesa, Inglês.

Leia mais

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO Ciência propõe a aquisição sistemática de conhecimentos sobre a natureza com a finalidade de melhoria da qualidade de vida, intelectual

Leia mais

Antonio Castelnou DOCUMENTOS CIENTÍFICOS

Antonio Castelnou DOCUMENTOS CIENTÍFICOS Antonio Castelnou DOCUMENTOS CIENTÍFICOS Introdução CIÊNCIA (do latim scientia = conhecimento) trata-se do conjunto organizado de saberes relativos a determinada área e que é caracterizado por uma metodologia

Leia mais

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ Semestre 16-17 Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Animação Turística Inglês para Animação I Introdução ao Turismo Comunicação e Desenvolvimento

Leia mais

HORÁRIOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO /1 (Campus Fapa - Turno Noite)

HORÁRIOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO /1 (Campus Fapa - Turno Noite) HORÁRIOS DO CURSO DE 2017/1 (Campus Fapa Turno Noite) 1º SEMESTRE CURRÍCULO C02 TURMA FNA Raciocínio Lógico e Quantitativo Introdução à Contabilidade Direito das Organizações Introdução à Administração

Leia mais

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014 4 o ano Ensino Fundamental 1 C Matemática 7 B Matemática 13 A Ciências 19 C Português 25 B História 2 E Matemática 8 C Matemática 14 C Ciências 20 A Português 26 C História 3 D Matemática 9 E Matemática

Leia mais

TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA, REINGRESSO E MUDANÇA DE CURSO

TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA, REINGRESSO E MUDANÇA DE CURSO PROAC / COSEAC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA, REINGRESSO E MUDANÇA DE CURSO - 2015 CADERNO DE SOCIOLOGIA INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 1. Você deve ter recebido do fiscal, um Caderno

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PROF. PERMANENTE IFPA - EDITAL n 004/ IFPA/CPPOCP. Polo de Vaga: CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA

CONCURSO PÚBLICO PROF. PERMANENTE IFPA - EDITAL n 004/ IFPA/CPPOCP. Polo de Vaga: CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA Polo de Vaga: CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA EDUCAÇÃO FÍSICA 1 27 27.00 ARTES 1 4 4.00 HISTÓRIA 1 26 26.00 QUÍMICA 1 3 3.00 FÍSICA 1 14 14.00 CIÊNCIAS AGRÁRIAS I 1 7 7.00 CIÊNCIA AGRÁRIAS II 1 5 5.00 CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Leia mais

Metodologia Científica

Metodologia Científica Metodologia Científica Aula 4 - Prof. Bruno Moreno 08/06/11 Da aula passada... Métodos científicos Lógica, linguagem, pensamento e realidade Senso crítico Tipos de lógica Estrutura de um texto científico

Leia mais

Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção

Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção de evolução social na compreensão deste sociólogo sobre

Leia mais

Livros Grátis. Milhares de livros grátis para download.

Livros Grátis.  Milhares de livros grátis para download. Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br Milhares de livros grátis para download. Milhares de Livros para Download:

Leia mais

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Prof. José Geraldo Mill Diretor de Pós-Graduação A origem do conhecimento Conhecer: É buscar explicações para os fatos que podem

Leia mais

Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias - Plano A

Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias - Plano A de Ciências e Tecnologias - Plano A 10º 11º 1º Português.5 a) Líng. Estrangeira I/II Educação Física Matemática A 3 3 3.5 e) Física e Química A 3.5 3.5 Geometria Descritiva A 3 3 Física ESPECÍFICA b) Química

Leia mais

SOCIOLOGIA Autor e Responsável Técnico: Wellington de Oliveira Teixeira

SOCIOLOGIA Autor e Responsável Técnico: Wellington de Oliveira Teixeira Listagem de ALOCAÇÃO DE DISCIPLINAS NAS SALAS SOCIOLOGIA 2017/02 Autor e Responsável Técnico: Wellington de Oliveira Teixeira CÓDIGO TURMA DISCIPLINA SALA GSO00095 J1 Introdução à Sociologia P308 2ª 9h

Leia mais

OFERTA FORMATIVA 2015 / 2016

OFERTA FORMATIVA 2015 / 2016 OFERTA FORMATIVA 2015 / 2016 CURSOS CIENTÍFICOS HUMANÍSTICOS CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS ARTES VISUAIS LÍNGUAS E HUMANIDADES CURSOS PROFISSIONAIS / Diploma de Nível 4 TÉCNICO DE ANÁLISE

Leia mais

Livros Grátis. Milhares de livros grátis para download.

Livros Grátis.  Milhares de livros grátis para download. Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br Milhares de livros grátis para download. ε ε Milhares

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Departamento de Eletrônica Eletrônica Básica. Prof. Clóvis Antônio Petry.

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Departamento de Eletrônica Eletrônica Básica. Prof. Clóvis Antônio Petry. Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Departamento de Eletrônica Eletrônica Básica Metodologia Científica e Etapas do PI Prof. Clóvis Antônio Petry. Florianópolis, setembro de 2007.

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 C

EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 C EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 A Linguagem Música Matemática Estudos Sociais Linguagem Matemática Linguagem Religião Recreação Ciências Ciências Matemática Estudos Sociais EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 B Linguagem

Leia mais

Livros Grátis. Milhares de livros grátis para download.

Livros Grátis.  Milhares de livros grátis para download. Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br Milhares de livros grátis para download. C512 Chaves, Maria Margarete Pinto Rumos do brincar na família média urbana de Coronel Xavier Chaves / Maria Margarete

Leia mais

A SOCIOLOGIA COMPREENSIVA DE MAX WEBER. Professora: Susana Rolim

A SOCIOLOGIA COMPREENSIVA DE MAX WEBER. Professora: Susana Rolim A SOCIOLOGIA COMPREENSIVA DE MAX WEBER Professora: Susana Rolim MAX WEBER Sociólogo alemão, nascido em 21 de abril de 1864. Seu primeiro trabalho foi A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo (1905).

Leia mais

FILOSOFIA E SOCIEDADE: O TRABALHO NA SOCIEDADE MODERNA

FILOSOFIA E SOCIEDADE: O TRABALHO NA SOCIEDADE MODERNA FILOSOFIA E SOCIEDADE: O TRABALHO NA SOCIEDADE MODERNA FILOSOFIA E SOCIEDADE: O TRABALHO NA SOCIEDADE MODERNA O ser humano ao longo de sua existência foi construindo um sistema de relação com os demais

Leia mais

QUADRO DE EQUIVALÊNCIAS ESTRUTURAS CURRICULARES 2001 E 2009 CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS IDEAL

QUADRO DE EQUIVALÊNCIAS ESTRUTURAS CURRICULARES 2001 E 2009 CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS IDEAL DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO GERAL BÁSICA FORMAÇÃO ESPECÍFICA Introdução à História 08 1º. Introdução à História 08 1º. História do Brasil I 04 2º. História do Brasil I 06 2º. História do Brasil II 04 2º. História

Leia mais

ANEXO IV - EXIGÊNCIA PARA CONCORRER À MODALIDADE REINGRESSO POR CONCURSO PÚBLICO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI

ANEXO IV - EXIGÊNCIA PARA CONCORRER À MODALIDADE REINGRESSO POR CONCURSO PÚBLICO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI CURSO PRETENDIDO ANEXO IV - EXIGÊNCIA PARA CONCORRER À MODALIDADE REINGRESSO POR CONCURSO PÚBLICO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI EXIGÊNCIA PARA CONCORRER CURSO DE ORIGEM ADMINISTRAÇÃO Desenho Industrial,

Leia mais

Cód. Curso Nome do Curso Formação CIÊNCIAS POLÍTICAS - POLÍTICAS PÚBLICAS Bacharelado Noturno PEDAGOGIA Licenciatura Noturno 252

Cód. Curso Nome do Curso Formação CIÊNCIAS POLÍTICAS - POLÍTICAS PÚBLICAS Bacharelado Noturno PEDAGOGIA Licenciatura Noturno 252 11/02/2015 Página: 1 Angra dos Reis Campus: INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE ANGRA DOS REIS 1160469 CIÊNCIAS POLÍTICAS - POLÍTICAS PÚBLICAS Bacharelado Noturno 161 12717 PEDAGOGIA Licenciatura Noturno 252 Campos

Leia mais

Currículo - Versão para Imprimir

Currículo - Versão para Imprimir Currículo BACHARELADO EM FILOSOFIA s Obrigatorios: 144 s Eletivos: 28 s Complementares: 6 Semestre selecionado: 2013/1 Etapa 1 HUM01059 HUM01502 HUM01060 HISTÓRIA DA FILOSOFIA GREGA LÓGICA I - A Etapa

Leia mais

Livros Grátis. Milhares de livros grátis para download.

Livros Grátis.  Milhares de livros grátis para download. Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br Milhares de livros grátis para download. P< 2 0 & 2 H # $ 2 %! % + 1 : FGH FG + H, #, % I J ) # > < # % % ' ' % #:

Leia mais

NOTAS DE CORTE UFS Instituição Local da oferta Curso Turno. AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Tecnológico) SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (Bacharelado)

NOTAS DE CORTE UFS Instituição Local da oferta Curso Turno. AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Tecnológico) SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (Bacharelado) NOTAS DE CORTE 2015 Instituição Local da oferta Curso Turno Nota de Corte AGROECOLOGIA (Tecnológico) Matutino 589,93 ALIMENTOS (Tecnológico) Matutino 580,24 AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Tecnológico) Noturno 600,34

Leia mais

Redação e Ideologia. (ou as marcas textuais ideológicas) Prof. Ana Paula Dibbern

Redação e Ideologia. (ou as marcas textuais ideológicas) Prof. Ana Paula Dibbern Redação e Ideologia (ou as marcas textuais ideológicas) Prof. Ana Paula Dibbern apdibbern@gmail.com Prof. Alexandre Linares alexandrelinares@gmail.com Ideologia Cazuza Meu partido É um coração partido

Leia mais

O Marxismo de Karl Marx. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior

O Marxismo de Karl Marx. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior O Marxismo de Karl Marx Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior Karl Marx (1818-1883). Obras principais: Manifesto Comunista (1847-1848). O Capital em 3 volumes.volume 1(1867) Volume 2 e 3 publicado por

Leia mais

Informações Gerais. Fonte: UFF/PROPLAN

Informações Gerais. Fonte: UFF/PROPLAN Edição 2015 Informações Gerais Fundada em 18/12/1960 5 Estrelas no Exame Nacional de Avaliação de Desempenho (ENADE/MEC) 52.558 alunos em 129 cursos de Graduação 6.305 alunos em 77 cursos de Pós-Graduação

Leia mais

Graduações em Russo (Bacharel em Ciências, Bacharel em Artes) CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICAS Código Graduações Duração Custo anual, rublos

Graduações em Russo (Bacharel em Ciências, Bacharel em Artes) CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICAS Código Graduações Duração Custo anual, rublos Graduações em Russo (Bacharel em Ciências, Bacharel em Artes) CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICAS Código Graduações Duração Matemática e mecânica 01.03.01 Matemática 01.03.02 Ciência da computação e matemática

Leia mais

Sociologia I Prof.: Romero. - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim

Sociologia I Prof.: Romero. - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim Sociologia I Prof.: Romero - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim Quem não se movimenta não sente as correntes que o prendem Rosa Luxemburgo (1871-1919) [imaginação Sociológica] Ao utilizar este

Leia mais

CONTEÚDOS PARA EXAME FINAL 2ºANO E.M.

CONTEÚDOS PARA EXAME FINAL 2ºANO E.M. CONTEÚDOS PARA EXAME FINAL 2ºANO E.M. BIOLOGIA PROFª. GISLANE PRIMEIRO BIMESTRE: HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDOS EPITELIAL, CONJUNTIVO, MUSCULAR, NERVOSO. SEGUNDO BIMESTRE: DIGESTÃO E NUTRIÇÃO; NÍVEIS TRÓFICOS:

Leia mais

Oferta Formativa Ensino Secundário

Oferta Formativa Ensino Secundário Oferta Formativa 2012017 Ensino Secundário Que caminho seguir Cursos gerais Cursos profissionais INTERESSES APTIDÕES EMPREGABILIDDAE O teu futuro profissional começa agora Faz uma escolha ponderada e consciente

Leia mais

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas 1 Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas Os seres humanos sempre buscaram formas de compreender os fenômenos que ocorrem em seu dia a dia, de modo a procurar soluções para

Leia mais

percursos com futuro...

percursos com futuro... percursos com futuro... > ESCOLAS DO AGRUPAMENTO Mouzinho da Silveira (3ºC/SEC) (JI/1C) Praceta Cristóvão Falcão (2ºC) (JI/1C) Monte Carvalho (JI/1C) Alagoa Corredoura (JI/1C) Fortios (JI/1C) Fonte: PORDATA

Leia mais

Conhecimento, Conceitos e Classificações

Conhecimento, Conceitos e Classificações Conhecimento, Conceitos e Classificações Élisson Carmo Edson Lopes Garcia Lizandro Alves Carlos Roberto Alexandre Emmanuel Wildson Cruz Eng. Elétrica - C - Noite - 2013.1 Sumário 1. O conhecimento; 2.

Leia mais

Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T ( ) POCTI / POSI

Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T ( ) POCTI / POSI Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T (2000-2004) POCTI / POSI 2006 Ficha Técnica Título: Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T (2000-2004) POCTI e POSI Autores:

Leia mais

1 - Administração de Marketing (Administração Integrado ao Ensino Médio);

1 - Administração de Marketing (Administração Integrado ao Ensino Médio); 1 - de Marketing ( Integrado ao Ensino Médio); (EII) - Habilitação em de Empresas - Habilitação em de Negócios - Habilitação em Geral - Habilitação em Hoteleira - Habilitação em Comércio Exterior - Habilitação

Leia mais

BIOLOGIA CIÊNCIA - TEORIA

BIOLOGIA CIÊNCIA - TEORIA SUGESTÃO DE TABELA PARA CLASSIFICAÇÃO DOS ACERVOS DAS SALAS DE LEITURA ÁREA (ESTANTE) CATEGORIA (PRATELEIRA) ETIQUETA OBRAS DE REFERÊNCIA REFERÊNCIA R - ATLAS R - DICIONÁRIO R - ENCICLOPÉDIA R - GUIA ASTRONOMIA

Leia mais

O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA

O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA CENÁRIO HISTÓRICO A Sociologia surge como conseqüência das mudanças trazidas por duas grandes revoluções do século XVIII. As mudanças trazidas pelas duas

Leia mais

Escola Secundária de Ermesinde. Cursos Científico- Humanisticos

Escola Secundária de Ermesinde. Cursos Científico- Humanisticos Escola Secundária de Ermesinde Cursos Científico Humanisticos Cursos CientíficoHumanísticos Ciências e Tecnologias Condições de Acesso: Alunos com 9º ano de escolaridade ou equivalente a este. Realização

Leia mais

Currículo - Versão para Imprimir

Currículo - Versão para Imprimir Currículo LICENCIATURA EM FILOSOFIA - NOTURNO s Obrigatorios: 164 s Eletivos: 12 s Complementares: 14 Semestre selecionado: 2013/1 Etapa 1 HUM01059 HUM01502 HUM01060 HISTÓRIA DA FILOSOFIA GREGA INTRODUÇÃO

Leia mais

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade Algebra Linear 04-Set 14-16h Amostragem e Inquérito 10-Set 16-18h Análise de Dados Qualitativos (Oficina de Projecto III) 14-Set 14-16h Análise de Dados Quantitativos (Oficina de Projecto IV) 11-Set 10-12h

Leia mais

CURRICULUM SIMPLIFICADO

CURRICULUM SIMPLIFICADO Série: 1-1º Semestre 3RI160 ADMINISTRAÇÃO 4.0 72 0 72 3RI161 DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO 4.0 72 0 72 3RI162 ECONOMIA 4.0 72 0 72 3RI166 ESTUDO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS 4.0 72 0 72 3RI163 MATEMÁTICA

Leia mais

Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do

Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do positivismo como forma de análise sociológica. Análise que pretende

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 05/2017 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 05/2017 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO VAGAS CAMPUS MARCO ZERO 1601 - Área de conhecimento: Administração Geral. Curso: Administração Perfil: Bacharelado em Administração com Especialização, Mestrado ou Doutorado nas seguintes áreas da Administração:

Leia mais

Positivismo de Augusto Comte, Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri

Positivismo de Augusto Comte, Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri Positivismo de Augusto Comte, Émile Durkheim e Karl Marx Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri Problemas sociais no século XIX Problemas sociais injustiças do capitalismo;

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SOCIOLOGIA. A Geografia Levada a Sério

FUNDAMENTOS DA SOCIOLOGIA.  A Geografia Levada a Sério FUNDAMENTOS DA SOCIOLOGIA 1 Eu não sei o que quero ser, mas sei muito bem o que não quero me tornar. Friedrich Nietzsche 2 PERFEIÇÃO Legião Urbana (1993) 3 A Sociologia É uma palavra com dois vocábulos

Leia mais

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA Ciências Econômicas - 1º Semestre de 2017 - Noturno EC2014 0096 - Economia Industrial 0094 - Economia Internacional II 0094 - Economia Internacional II 0093 - Econometria 0093 - Econometria 0097 - Trabalho

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: CIÊNCIA E CONHECIMENTO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: CIÊNCIA E CONHECIMENTO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: CIÊNCIA E CONHECIMENTO PROFESSOR : Romilson Lopes Sampaio CIÊNCIA Etimologia: Ciência

Leia mais

ANEXO VI MUDANÇA DE CURSO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI

ANEXO VI MUDANÇA DE CURSO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI ANEXO VI MUDANÇA DE CURSO CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI CURSO PRETENDIDO ANTROPOLOGIA ARQUITETURA E URBANISMO ARQUIVOLOGIA ARTES BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO BIOMEDICINA CIÊNCIA AMBIENTAL CIÊNCIA DA

Leia mais

A Computação e as Classificações da Ciência

A Computação e as Classificações da Ciência A Computação e as Classificações da Ciência Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Classificações da Ciência A Computação

Leia mais

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL - CDU

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL - CDU SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL - CDU OBJETIVOS Auxiliar os usuários na utilização da biblioteca, a partir da compreensão de como ela está organizada, bem como dos produtos e serviços que oferece.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA UFV Catálogo de Graduação 2002 349 DEPARTAMENTO DE ECONOMIA PROFESSORES Adriano Provezano Gomes Alfredo Lopes da Silva Neto Carlos Gomide da Silva Eloy Alves Filho Evaldo Henrique da Silva Evonir Pontes

Leia mais

O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU

O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU O que é a CDU A Classificação Decimal Universal CDU) é um esquema internacional de classificação de documentos. Baseia-se no conceito de que todo o conhecimento

Leia mais

VAGAS SEGUNDOS CICLOS

VAGAS SEGUNDOS CICLOS VAGAS SEGUNDOS CICLOS 2014-2015 CICLO DE ESTUDOS FACULDADE(S) / UNIVERSIDADE(S) EM COLABORAÇÃO TOTAL DE VAGAS VAGAS 2º ANO FACULDADE DE BELAS ARTES Arte e Design para o Espaço Público 21 5 Desenho e Técnicas

Leia mais

Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias. Alunos do 11º Ano -Turmas 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12 e 13*

Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias. Alunos do 11º Ano -Turmas 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12 e 13* Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias Alunos do 11º Ano -Turmas 1,, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 1 e 13* Carga horária,5 Matemática A 3,5 Opções 1) Conj.de opções a): Biologia ) Geologia

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências 1 Os exercícios deverão ser feitos no próprio livro. Livro de Gramática Reflexiva págs. 19, 20, 21 e

Leia mais

UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 471 ADMINISTRACAO (MACAE) 352 ADMINISTRACAO (VOLTA REDONDA) 155 ANTROPOLOGIA 115 ARQUIVOLOGIA

UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 471 ADMINISTRACAO (MACAE) 352 ADMINISTRACAO (VOLTA REDONDA) 155 ANTROPOLOGIA 115 ARQUIVOLOGIA Modalidade : TRANSFERÊNCIA 471 ADMINISTRACAO (MACAE) 352 ADMINISTRACAO (VOLTA REDONDA) 1 4 4,00 155 ANTROPOLOGIA 2 3 1,50 115 ARQUIVOLOGIA 2 1 0,50 157 ARTES 116 BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTACAO 101 BIOMEDICINA

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS EXAMES FINAIS TURMA A

CALENDÁRIO DE PROVAS EXAMES FINAIS TURMA A CALENDÁRIO DE PROVAS EXAMES FINAIS - 2014 TURMA A 1º ANO DATA HORÁRIO Temas Contemporâneos/Textos e Contextos 08/12 19h30 Sociologia Geral e das Organizações 08/12 21h00 Comunicação Empresarial I 09/12

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 010/2011 EDITAL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 010/2011 EDITAL ANEXO VII PLANILHA ESTIMATIVA DE QUANTITATIVOS E PREÇOS MÁXIMOS ACEITÁVEIS ITEM ESPECIFICAÇÃO UNID. QUANT. 01 MÓDULO: I VOLUME I, DISCIPLINA: CIENCIAS. VALOR UNITÁRIO VALOR GLOBAL 02 MÓDULO: I VOLUME II,

Leia mais

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa Pesquisa Científica Pesquisa Científica! Procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.! É um

Leia mais

Biografia de Augusto Comte

Biografia de Augusto Comte Biografia de Augusto Comte Augusto Comte nasceu em 19 de janeiro de 1798, em Montpellier, e faleceu em 5 de setembro de 1857, em Paris. Filósofo e auto-proclamado líder religioso, deu à ciência da Sociologia

Leia mais

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR EDITAL Nº 001/2008-DCV PUBLICA RELAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS COMO AFINS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE. O Diretor de Concurso Vestibular da Universidade

Leia mais

KARL MARX E A EDUCAÇÃO. Ana Amélia, Fernando, Letícia, Mauro, Vinícius Prof. Neusa Chaves Sociologia da Educação-2016/2

KARL MARX E A EDUCAÇÃO. Ana Amélia, Fernando, Letícia, Mauro, Vinícius Prof. Neusa Chaves Sociologia da Educação-2016/2 KARL MARX E A EDUCAÇÃO Ana Amélia, Fernando, Letícia, Mauro, Vinícius Prof. Neusa Chaves Sociologia da Educação-2016/2 BIOGRAFIA Karl Heinrich Marx (1818-1883), nasceu em Trier, Alemanha e morreu em Londres.

Leia mais

Ciência, Tecnologia e sociedade

Ciência, Tecnologia e sociedade Ciência, Tecnologia e sociedade [Aula 2] Qual conhecimento? profa. Maria Caramez Carlotto SCB 2 quadrimestre de 2016 Qual conhecimento? [Aula 2] Quinta-feira, 09 de junho de 2016 Qual conhecimento? Texto

Leia mais

Curso Grau Duração (semestres) Curso Grau Duração (semestres) Curso Grau Duração (semestres) Faculdade de Arquitetura www.fa.up.pt Arquitetura Mestrado Integrado 10 Arquitetura Doutoramento 6 Faculdade

Leia mais

Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA. Rosana de Oliveira Santos Batista

Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA. Rosana de Oliveira Santos Batista Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA META Conhecer os métodos de investigação e análise da Geografia humana e física OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Compreender

Leia mais

Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T ( ) PRAXIS XXI

Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T ( ) PRAXIS XXI Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T (1994-1999) PRAXIS XXI 2006 Ficha Técnica Título: Programas de Formação Avançada de Recursos Humanos em C&T (1994-1999) PRAXIS XXI Autores: Isabel

Leia mais

Lista de Rubricas LOCALIZAÇÃO DE LIVROS NA BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO (ISCA-UA) BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO

Lista de Rubricas LOCALIZAÇÃO DE LIVROS NA BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO (ISCA-UA) BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO Lista de Rubricas LOCALIZAÇÃO DE LIVROS NA BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO (ISCA-UA) BIBLIOTECA DOMINGOS CRAVO 001 Ciência e conhecimento geral D 004 Informática (em geral) D 004.4 Programas de computador (software)

Leia mais

OFERTA FORMATIVA

OFERTA FORMATIVA OFERTA FORMATIVA 2016-17 OFERTA FORMATIVA (ensino diurno) Ensino Secundário: Parte I - Cursos Científico-Humanísticos *Ciências e Tecnologias; *Ciências Socioeconómicas; *Línguas e Humanidades; *Artes

Leia mais

ANEXO III. Áreas de conhecimento relativas à educação formal, com relação direta aos ambientes organizacionais

ANEXO III. Áreas de conhecimento relativas à educação formal, com relação direta aos ambientes organizacionais ANEXO III Áreas de conhecimento relativas à educação formal, com relação direta aos ambientes organizacionais Arquivologia; Biblioteconomia; Ciências Atuariais; Ciências da Informação; Contabilidade; Direito;

Leia mais

Metodologia do Trabalho Científico

Metodologia do Trabalho Científico Metodologia do Trabalho Científico Teoria e Prática Científica Antônio Joaquim Severino Grupo de pesquisa: Educação e saúde /enfermagem: políticas, práticas, formação profissional e formação de professores

Leia mais

QUALIS CAPES DOS PERIÓDICOS EDIPUCRS POR PERÍODO DE AVALIAÇÃO (2007/09, 2010/12 e 2013/15)

QUALIS CAPES DOS PERIÓDICOS EDIPUCRS POR PERÍODO DE AVALIAÇÃO (2007/09, 2010/12 e 2013/15) 1/9 QUALIS CAPES DOS PERIÓDICOS EDIPUCRS POR PERÍODO DE AVALIAÇÃO (2007/09, 2010/12 e 2013/15) Qualis em ordem crescente: B5, B4, B3, B2, B1, A2, A1 Letra vermelha é a área principal da revista. Os realces

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. Setor de Ciências Exatas e de Tecnologia SEET

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. Setor de Ciências Exatas e de Tecnologia SEET 1ª SÉRIE 1º SEMESTRE MANHÃ 07h30min 08h20min Estatística - TB 09h10min Estatística - TB 10h10min Estatística - TA Química Inorgânica TA Química Inorgânica TB Sociologia do conhecimento TA 11h Estatística

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2006-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51

Processo Seletivo/UFU - julho 2006-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 Quanto ao contexto do surgimento da Sociologia, marque a alternativa correta. A) A Sociologia nasceu como ciência a partir da consolidação da sociedade burguesa urbana-industrial

Leia mais

Graduação: Administração e Ciências Econômicas. Quadro de disciplinas e carga horária

Graduação: Administração e Ciências Econômicas. Quadro de disciplinas e carga horária Graduação: Administração e Ciências Econômicas Quadro de disciplinas e carga horária 2016 ÍNDICE 1. QUADRO DE DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO... 3 2. QUADRO DE DISCIPLINAS E CARGA

Leia mais

SOCIOLOGIA. Texto Elaborado por Rafael Barossi

SOCIOLOGIA. Texto Elaborado por Rafael Barossi 1 Texto Elaborado por Rafael Barossi SOCIOLOGIA A Sociologia surgiu como uma disciplina no século XVIII, na forma de resposta acadêmica para um desafio de modernidade: se o mundo está ficando mais integrado,

Leia mais

RELAÇÃO DAS PONTUAÇÕES MÁXIMAS E MÍNIMAS, POR CURSO, DA 1ª EDIÇÃO DO SISU/UFMG

RELAÇÃO DAS PONTUAÇÕES MÁXIMAS E MÍNIMAS, POR CURSO, DA 1ª EDIÇÃO DO SISU/UFMG ADMINISTRACAO ANTROPOLOGIA AQUACULTURA ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO ARQUIVOLOGIA BIBLIOTECONOMIA BIBLIOTECONOMIA 1 685,24 742,64 2 685,34 716,34 3 697,34 715,52 4 683,7 720,16 AMPLA

Leia mais

Pensamento do século XIX

Pensamento do século XIX Pensamento do século XIX SÉCULO XIX Expansão do capitalismo e novos ideais De acordo com a periodização tradicional, considera-se a Revolução Francesa o marco inicial da época contemporânea. Esse movimento

Leia mais

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica...

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica... Atividade da Aula Passada... Qual a relação entre Conhecimento, Ciência e Metodologia? Qual a relação do Conhecimento Empírico com a Ciência? Com base na sua experiência de vida, seu empirismo, existe

Leia mais

Os Sociólogos Clássicos Pt.2

Os Sociólogos Clássicos Pt.2 Os Sociólogos Clássicos Pt.2 Max Weber O conceito de ação social em Weber Karl Marx O materialismo histórico de Marx Teoria Exercícios Max Weber Maximilian Carl Emil Weber (1864 1920) foi um intelectual

Leia mais

Estatística. Professor Jair Vieira Silva Júnior.

Estatística. Professor Jair Vieira Silva Júnior. Estatística Professor Jair Vieira Silva Júnior Ementa da Disciplina Estatística descritiva; Interpretação de gráficos e tabelas; Amostras, representação de dados amostrais e medidas descritivas de uma

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Profª. Drª. Joscely Galera UTFPR Campus Curitiba Pesquisa Científica: Pesquisar, significa procurar respostas para as indagações propostas. Para Gil, a pesquisa tem um

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA

REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA 2016-2 PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA CIÊNCIA Etimologia: Ciência vem da palavra latina scientia, que significa conhecimento;

Leia mais

Karl Marx ( ) Alunos: Érick, Lucas e Pedro Profª: Neusa

Karl Marx ( ) Alunos: Érick, Lucas e Pedro Profª: Neusa Karl Marx (1818-1883) Alunos: Érick, Lucas e Pedro Profª: Neusa Vida Nasceu em Trèves - Prússia (Reino alemão). Em 1835 e 18h36, estudou Direito, História, Filosofia, Arte, e Literatura na Universidade

Leia mais

MBA EMPRESARIAL. Disciplina: Metodologia do Trabalho Cientifico

MBA EMPRESARIAL. Disciplina: Metodologia do Trabalho Cientifico FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA Departamento de Pesquisa: Curso de Pós-Graduação "Lato-Sensu" MBA EMPRESARIAL Disciplina: Metodologia do Trabalho Cientifico Prof. Adm. Ms. Alexandre de Paula Pereira

Leia mais

Professor assistente de regência de classe - Professor leigo no Ensino Fundamental Professor da área de meio ambiente

Professor assistente de regência de classe - Professor leigo no Ensino Fundamental Professor da área de meio ambiente Professor assistente de regência de classe - Professor leigo no Ensino Fundamental 3321-05 Professor da área de meio ambiente 2331-05 Professor da educação de jovens e adultos do Ensino Fundamental (primeira

Leia mais

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III Modalidade: ( X ) Ensino ( ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: ( ) Médio ( X ) Superior ( ) Pós-graduação Área: (

Leia mais

» As palavras têm uma história e fazem a história. O peso e o significado das palavras são influenciados pela história

» As palavras têm uma história e fazem a história. O peso e o significado das palavras são influenciados pela história Denis Hendrick » As palavras têm uma história e fazem a história. O peso e o significado das palavras são influenciados pela história» A palavra cultura não tem equivalente na maioria das línguas orais.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA. A Geografia Levada a Sério

INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA.  A Geografia Levada a Sério INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA 1 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou sua construção. Paulo Freire 2 O Último Pau de arara

Leia mais

Orientação Escolar e Profissional. 9.º Ano e Agora. Serviço de Psicologia e Orientação. Psicóloga Eduarda Seabra

Orientação Escolar e Profissional. 9.º Ano e Agora. Serviço de Psicologia e Orientação. Psicóloga Eduarda Seabra Orientação Escolar e Profissional 9.º Ano e Agora Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Eduarda Seabra Dossier Informação Escolar e Profissional Pág.1 1 Natureza dos Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

UFRN - SiSU Total final de inscritos (23/01/2015) CAMPUS CENTRAL Inscrições Curso

UFRN - SiSU Total final de inscritos (23/01/2015) CAMPUS CENTRAL Inscrições Curso CAMPUS CENTRAL Vagas FISIOTERAPIA 602 60 10,03 COMUNICAÇÃO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA 713 80 8,91 ENFERMAGEM 872 100 8,72 (9º) LETRAS - LÍNGUA PORTUGUESA 184 30 6,13 GESTÃO EM SISTEMAS E SERVIÇOS

Leia mais

Titular de CET e de CTeSP /2018

Titular de CET e de CTeSP /2018 320 In e jornalismo Licenciatura em administração pública 380 Direito 581 Arquitectura e urbanismo 760 Serviços sociais 225 História e arqueologia 226 Filosofia e ética 421 Biologia e Bioquímica 422 Ciências

Leia mais

O que é Sociologia?

O que é Sociologia? O que é Sociologia? A Sociologia é um ramo da ciência que estuda o comportamento humano em função do meio e os processos que interligam o indivíduo em associações, grupos e instituições. O que faz Sociologia?

Leia mais

Sobre Metodologia Científica

Sobre Metodologia Científica 2013 Sobre Metodologia Científica Sergio Scheer TC022 Introdução a Engenharia UFPR Motivação Para que serve Metodologia Científica? Ciência e Conhecimento A produção de Conhecimento: Pesquisa O Processo

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Segurança do Trabalho

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Segurança do Trabalho Habilitação: Segurança do Trabalho Aviso: Este catálogo pode ter sofrido alterações. A versão oficial encontra-se para consulta na Unidade Escolar. Gerado em 24/06/2016 Pág. 2/6 Segurança do Trabalho Análise

Leia mais

COMPOSIÇÃO DOS SIMULADOS ENEM

COMPOSIÇÃO DOS SIMULADOS ENEM COMPOSIÇÃO DOS SIMULADOS ENEM Os conteúdos dos simulados são cumulativos. Dessa forma, considere para cada simulado as informações do respectivo conjunto e, também, dos conjuntos anteriores. Matemática,

Leia mais